Page 1

JS Lisboa distribui flyers em campanha de informação nas escolas secundárias

Especial | Jovens Autarcas Fábio Morgado, Vogal da Junta de Freguesia de Campolide

Deputado do PS, João Galamba, debate OE 2013 em actividade com forte mobilização

www.jslisboa.org www.facebook.com/JuventudeSocialistaLisboa

Diogo Leão, Presidente da JS Lisboa, eleito Secretário-Geral Adjunto da Juventude Socialista


JS Lisboa na Comissão Nacional Diogo Leão eleito Secretario-Geral Adjunto e 4 militantes ao Secretariado Nacional da JS No dia 18 de Novembro de 2012 realizou-se a primeira Comissão Nacional deste mandato em Ovar. Os novos Comissários Nacionais elegerem o novo Secretariado Nacional da JS, onde se destaca a eleição do Secretário-Geral Adjunto, Diogo Leão (Presidente da JS Lisboa), Maria Begonha como Secretária Nacional do Ensino Superior e como adjuntos ao Secretariado Nacional, Diogo Amaral, Manuel Pinto Coelho e Susana Guimarães, o novos eleitos da Comissão Política Nacional da JS, o Director do Jovem Socialista, Coordenador da Organização de Estudantes Socialistas do Ensino Superior (ONESES) e o Coordenador da tendência sindical jovem socialista. Houve espaço ainda na reunião para a discussão da situação política vivida em Portugal.

Diogo Leão Secretário-Geral Adjunto

Maria Begonha Secretária Nacional Pelouro do Ensino Superior

Diogo Amaral Adjunto ao Secretariado Nacional Pelouro da Igualdade

Manuel Pinto Coelho Adjunto ao Secretariado Nacional Ligação ao Gabinete de Estudos

Susana Guimarães Adjunta ao Secretariado Nacional Pelouro das Autarquias

2


JS Campo de Ourique promove

debate sobre OE 2013 com deputado João Galamba O núcleo de JS Campo de Ourique, em associação com a JS Lisboa, organizou no passado dia 1 de Dezembro de 2012, um Debate com o Deputado Socialista, João Galamba, acerca do Orçamento de Estado para 2013, realizado na Sede do PS-FAUL. Todo o debate girou à volta das implicações que o Orçamento para este ano terá na vida dos Portugueses, com a aplicação de mais medidas de austeridade, que levarão mais uma vez à redução dos rendimentos dos trabalhadores. Contudo o debate não se esgotou nestas implicações nem nas várias injustiças a nível social que cria, tendo o deputado João Galamba falado acerca da “Refundação do Estado” anunciada pelo Governo PSD-CDS, referindo que o Estado Social tal como o conhecemos actualmente e para o qual o Partidos Socialista teve um papel importante na sua criação, está seriamente em risco. Depois de uma intervenção de aproximadamente 35 minutos, foi aberto o debate à plateia bem composta por camaradas da JS que não quiseram perder a oportunidade de questionar o Deputado Socialista acerca das suas posições e das posições do PS sobre as várias matérias faladas. Como nota final foi consensual a todos os presentes que é importante lutar por um Estado Social forte, pelo que não podemos concordar com qualquer medida que o diminua.

3


JS Lisboa promove campanha de apelo à participação política, nas escolas secundárias de Lisboa A JS Lisboa deu início em Dezembro de 2012 à distribuição de flyers nas escolas secundárias da cidade, elucidando assim os jovens no que se baseia o trabalho da Juventude Socialista especialmente na cidade de Lisboa. Esta distribuição iniciou-se na Escola Secundária D. Filipa de Lencastre passando também pela Escola Secundária Rainha Dona Leonor, Escola Secundária de Camões,  Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho, Lycée Français Charles Lepierre e Escola Secundária Pedro Nunes. Esta iniciativa será retomada no início de 2013 prosseguindo assim os objectivos do Pelouro de

Educação da JS Lisboa, que passam por manter uma relação directa da nossa organização com todos os estudantes do ensino básico e secundário da cidade.

4


5


Especial | Jovens Autarcas Entrevista com Fábio Morgado Fábio Morgado é vogal da Junta de Freguesia de Campolide para os pelouros da Juventude, Recreio e Tempos Livres, Comunicação e Tecnologias de Informação.

Nas tuas áreas de acção enquanto vogal, que projectos tens em vista para Campolide? É dificil conseguir enumerar todos os projectos que a Junta de Freguesia de Campolide, nas áreas da Comunicação e Tecnologias de Informação, Recreio e Tempos Livres e Juventude, pretende implementar neste próximo ano de mandato. Contudo, existe, no entanto, um projecto merecedor de uma referência especial, devido aos objectivos a que se propõe alcançar. Falo, claro, da Incubadora de Empresas “Campolide 24”, que visa fomentar o apoio a nivel jurídico, logístico e de formação a jovens, até aos 24 anos, que desejem impulsionar o seu próprio negócio. Além da “Campolide 24”, há que referir ainda a criação de uma incubadora de empresas no novo espaço da Junta de Freguesia de Campolide na Quinta da Bela Flor, espaço esse que irá também albergar a Universidade Sénior, funcionando como um pólo multigeracional na nossa freguesia, permitindo uma troca de experiência única e com claros ganhos quer para os jovens empreendedores quer para os mais séniores. Este será o primeiro passo na aposta do empreendedorismo jovem em Campolide, tendo a Junta de Freguesia de Campolide já novas iniciativas a ser desvendadas brevemente e que, serão, certamente, sinónimo de inovação e eficácia na resposta ao problema do desemprego jovem, bem como no apoio sustentado aos jovens na criação da sua primeira empresa.

Campolide, que inclui o Boletim da Junta de Freguesia, é, claramente, uma grande vitória. Além de uma imagem mais moderna, a reformulação do Boletim constitui, também, um meio privilegiado de informação às populações quanto à actividade levada a cabo pela Junta de Freguesia de Campolide. Outra das concretizações a destacar é, inquestionavelmente, a dinâmica do pelouro dos Tempos Livres, o qual, através da sua atividade constante, tem contribuído para o aumento e diversidade da oferta à população de diversa índole, sendo, assim, clara a aposta da JFC em aliar as actividades dos tempos livres com uma vertente cultural bastante forte. É, por isso, uma receita diferente que, ainda assim, tem sido bem acolhida por todos aqueles que deste serviço usufruem.

Ao nível da Juventude, e tendo em conta a actual conjuntura económica, quais as principais dificuldades percepcionadas pelo Executivo? E num momento em que cada vez mais o Estado se demite das suas responsabilidades, como tem sido possível prestar auxilio às solicitações dos fregueses com as competências e verbas da Junta?

Quanto à Juventude, a actual crise económica veio acentuar ainda mais algumas das dificuldades vividas por muitos jovens nos últimos anos. Apesar de o acesso ao ensino superior ter aumentado exponencialmente, a entrada no mercado de trabalho tem sido um dos grandes problemas para todos os jovens, sendo disso prova o elevado número de desemprego jovem registado em Portugal. É, de facto, essencial mitigar o problema do desemprego jovem a todos os níveis, sendo, por isso, o papel de uma junta de freguesia fulcral, uma vez que é a face mais próxima do Estado junto das Do trabalho realizado até agora, quais são as populações. Nesse sentido, o apoio dado aos concretizações que destacas nos teus pelouros? jovens da nossa freguesia tem sido, verdadeiramente, relevante no incentivo à procura Sem dúvida que poderia destacar um sem de alternativas e soluções, preparando, a Junta de número de projectos bem-sucedidos. Contudo, a Freguesia de Campolide, a sua intervenção na área renovação de imagem da Junta de Freguesia de 6


do empreendedorismo jovem na nossa freguesia, conforme já exposto. Esta ideia do estímulo do empreendedorismo jovem será, efectivamente, revolucionada, procurando, a Junta de Freguesia de Campolide, “democratizar” o empreendedorismo, permitindo o acesso do mesmo a todos os jovens, independentemente do mesmo ter ou não uma capacidade de investimento inicial avultada. Apesar das competências consagradas na Lei das Autarquias Locais às Juntas de Freguesia serem residuais, nada impede as Juntas de Freguesia de procurar fazer mais e melhor com os recursos disponíveis, sempre com o intuito de servir bem a população.

Em que medida a Câmara Municipal de Lisboa apoia as Juntas de Freguesia na prossecução dos seus objectivos e projectos? Crês que a Reorganização Administrativa da Cidade pode contribuir para um melhoramento nas relações entre a CML e as Juntas? A Câmara Municipal de Lisboa tem um papel fundamental na implementação dos projectos das Juntas de Freguesia, desde logo, através do apoio financeiro que lhes proporciona, conseguido pelas transferências do seu Orçamento. Ainda assim, o papel da Câmara Municipal é muito mais complexo. Para além da transferência de verbas para os orçamentos das várias Juntas de Freguesia, também a criação de parcerias e projectos, necessariamente, implementados pelas Juntas de Freguesia, revelam bem qual a importância da cooperação institucional entre estes dois órgãos, cooperação sem a qual não era possível a implementação de projectos tão marcantes, como o “Porta a Porta” ou ainda a “Acupunctura Urbana”. Com a nova reforma administrativa, que não se traduz apenas na reformulação das fronteiras das diversas Juntas de Freguesia mas também na criação de novas competências para as referidas juntas, a articulação entre Câmara Municipal de Lisboa e as diversas Juntas de Freguesia de Lisboa

tende a ser maior, com efectivos ganhos a nivel de eficiência e poupança de dinheiros públicos. Será, por isso, uma reforma muito bem-vinda, a traduzirse, certamente, num marco histórico da nossa cidade.

A Câmara Municipal de Lisboa tem feito uma aposta na modernização e informatização dos seus serviços, tendo recentemente inaugurado um novo website. Quais as principais propostas de Campolide para as áreas da Comunicação e das Tecnologias de Informação? Como já foi abordado, ainda que de forma bastante superficial, a Junta de Freguesia de Campolide tem vindo a fazer uma clara e forte aposta na área da Comunicação e das Tecnologias de Informação. Desde logo, a criação de um site inovador e intuitivo, permite, aos utilizadores, obter toda a informação pertinente sobre a freguesia de Campolide e sobre a actividade da sua Junta, funcionando como mais um instrumento, não só de informação mas, também, de aproximação dos eleitos aos eleitores. Nesse sentido, foi, ainda, criado um canal de Youtube, bem como uma página de Facebook - algo que representa, e bem, o empenho da Junta de Freguesia de Campolide em estar próxima da sua população, algo que reforça a determinação da Junta em investir na modernização dos seus serviços, em apostar na implementação de novas plataformas que permitam a qualquer cidadão questionar e esclarecer-se sobre o que ocorre na sua rua, no seu bairro e na sua freguesia. É toda uma conduta que a JFC continuará a seguir, tirando partido do que de melhor a tecnologia nos oferece, tendo sempre em vista a promoção de uma freguesia coesa.

7


Voz | Opinião

Recém Licenciados - A procura do 1º emprego Inês Mendes Secretária Concelhia No contexto de crise económica em que vivemos, o aumento do desemprego deve estar no cerne das nossas preocupações, a taxa de desemprego a nível global nunca atingiu estes níveis, e em Portugal, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE) estamos agora nos 15,8%. Existem 137 mil desempregados licenciados, a taxa de desemprego jovem chegou neste terceiro trimestre aos 39%, afetando 175 mil jovens entre os 15 e os 24 anos, segundo o INE. Os recém-licenciados deparam-se com graves dificuldades na entrada no mercado de trabalho. Sem experiência na área as ofertas são escassas e na sua maioria precárias. Os estágios são uma boa maneira de adquirir experiência e conseguir entrar no mercado de trabalho. Contudo, os estagiários são muitas vezes explorados, mal remunerados ou até não remunerados, e as garantias de ficar na empresa são muito reduzidas. Terminar a licenciatura, o mestrado ou o doutoramento já não é uma garantia de empregabilidade. A solução passa cada vez mais por investir nas competências técnicas e científicas mas também em complementos e atividades que nos satisfaçam a nível pessoal e social. Cada vez mais são valorizadas competências sociais, como o voluntariado, a intervenção e participação cívica. São estas soft skills que devemos adquirir ao longo da nossa vida, principalmente na juventude, e que o mercado valoriza. É importante investir nas línguas, mas também no desporto, no associativismo, que nos fornecem grandes ferramentas que nos permitem complementar o nosso curriculum e principalmente criar fatores de distinção que garantam entrevistas. A participação numa Juventude Partidária contribui para o desenvolvimento de várias destas características. Sermos jovens civicamente ativos permite-nos ter uma consciência social, capacidade

de relacionamento e facilidade de comunicação. Ser pro-ativo, ter iniciativa e dinamismo são aptidões que certamente nos diferenciam relativamente a outros jovens recém-licenciados, e nas quais devemos apostar. Numa situação de contração do investimento e do emprego, a alternativa pode passar pelo empreendedorismo, que tem vindo a ganhar relevo, por ser um meio de aplicar capital em projetos empresariais criando assim postos de trabalho, dinamizando a economia. Esta criação de riqueza e de trabalho é essencial para que o país cresça e consiga consolidar as contas públicas. Além de todas as vantagens para a economia, permite aos jovens empreendedores, mais ou m e n o s q u a l i fi c a d o s , a p l i c a r e m o s s e u s conhecimentos, seguirem e concretizarem os seus sonhos. Pode ser difícil perceber se uma ideia pode ter sucesso, e para ter mais certezas existem estudos e pesquisas que devem ser levadas a cabo. Os setores que melhor resistem à crise são os que envolvem produtos ou serviços essenciais, com boa relação qualidade preço e que incorporem fatores de diferenciação, criatividade, inovação e capacidade de estimular os consumidores, mesmo no contexto de crise que vivemos. Os negócios com futuro devem investir no capital intelectual, e os jovens com espírito empreendedor e boas ideias, têm o perfil ideal para dinamizarem um projeto e relançarem a economia. Devem desenvolver redes de colaboração de modo a assumirem melhor os riscos e o fornecimento de produtos ou serviços. O principal desafio, apesar de tudo, é o financiamento, mas uma vez comprovada e demonstrada a mais-valia do projeto, vão existindo cada vez mais apoios, porque cada vez mais se conhecem projetos de empreendedorismo com enorme sucesso, e que têm a capacidade de resistir à crise. As crises podem ser boas oportunidades de investimento, gerando novos negócios e novas formas de fazer negócio, com projetos inovadores, criativos e que acrescentam valor.

8


Dossier | Roteiro Obras CML uma visão do trabalho camarário em Lisboa

Este Corredor vem adicionar e completar uma rede de percursos e corredores construídos durante este mandato, que conta já com 47km que atravessam toda a cidade, permitindo o seu uso de forma tranquila e segura, com espaços de usufruto polivalente, onde se pode conhecer e desfrutar a cidade, a pé ou de bicicleta, sozinho ou em família. JARDIM DA LUZ Foi  inaugurado e aberto ao público, dia 18 de Dezembro, o requalificado jardim e a envolvente do Parque Teixeira Rebelo, mais conhecido por Jardim da Luz. Depois de quase um ano de trabalhos, esta obra da autoria e coordenação do arquitecto José Eduardo Luiz, foi hoje visitada pelo vereador dos Espaços Verdes, José Sá Fernandes, pelo presidente da Junta de Carnide, bem como todos aqueles que participaram no projecto.  Neste projeto, a Câmara Municipal de Lisboa quis manter a estrutura do jardim existente mas requalificou toda a área de circulação pedonal e viária, compatibilizando todos os usos que se efectuam ao longo do ano, com especial relevo para a Feira da Luz. 

N O V O E S PA Ç O I N T E R G E R A Ç Õ E S N A MOURARIA Foi inaugurado, no dia 21 de Dezembro, o novo Espaço Intergerações da Freguesia de São Cristóvão e São Lourenço, numa cerimónia que contou com a presença dos presidentes António Costa, da Câmara Municipal de Lisboa e de Ermelinda Rocha Brito, da Junta de Freguesia de São Cristóvão e São Lourenço bem como o vereador do Urbanismo, Manuel Salgado e vereadora da Economia e Inovação Graça Fonseca. Este espaço, localizado no Largo dos Trigueiros, é um dos projectos previstos no QREN-Mouraria, e que foi agora concluído. Destina-se a ser utilizado pela população local que ali pode desenvolver ações na área do Envelhecimento Activo Saudável – Envelhecer é Viver” ou do Programa Interagir, para CORREDOR VERDE UNE PARQUE EDUARDO jovens. Fica assim disponível uma nova valência no VII A MONSANTO território que em breve será integrado na futura O Corredor Verde, um projecto idealizado há 36 freguesia de Santa Maria Maior. anos pelo arquitecto paisagista Gonçalo Ribeiro Telles, foi inaugurado no dia 14 de Dezembro, na presença do mesmo. O percurso com 2,5km, ocupa 51 hectares e conta com duas pontes ciclopedonais, jardins, parque hortícola, searas, dois miradouros, três quiosques com esplanada, parque juvenil, skate parque e dois parques de manutenção física. 9


Cinema Manolete - Sangue e Paixão

Janeiro de 2013

Dança Fuga sem Fim - Culturgest

Música Um Olhar Português sobra a Música Brasileira Couple Coffee - LX Factory

Teatro Chão de Água - São Luiz Teatro Municipal

Exposição João Queiroz - Afinal era uma borboleta Museu da Cidade

Crianças As Viagens do Zé Latão

www.jslisboa.org www.facebook.com/JuventudeSocialistaLisboa 10

Jornal JS Lisboa - Número 6 - Dezembro de 2012  

Jornal da Juventude Socialista de Lisboa - Número 6 - Dezembro de 2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you