Page 52

52 – Médiuns: Jorge Gonçalves de Farias e Rodrigo Felix da Cruz

Muitos nos ajudam e muitos outros procuram nos atrapalhar de acordo com a sintonia que mantemos com eles, através do pensamento bom ou ruim. Porque o pensamento é a linguagem dos espíritos para se comunicarem uns com os outros, e os pressentimentos que possuímos é uma das formas que eles usam para nos ajudar, no alertando que alguma coisa está por vir. Portanto, o papel do pressentimento em nossa vida é de nos avisar pela forma do nosso sentir de algum perigo que está para nos acontecer. Só que não sabemos o quê. Assim, poderemos nos colocar em alerta, ou seja, no estado de vigília contra esses acontecimentos. O quanto não saber o quê, deve ter alguma razão no plano de Deus. Talvez seja para não perdermos o mérito que cabe a nós pela nossa investigação a fim de desenvolvermos a perspicácia em nós. E nestas condições devemos nos prevenir contra alguma decepção que poderemos ter lá na frente. Graças ao pressentimento, podemos pressentir o mal e nos proteger dele se estivermos bem ligados com o plano espiritual superior. Ele é a faculdade do espírito que todo ser humano possui. É o dom que Deus nos dá para que possamos nós mesmos, sem a sua intervenção nos defender dos males que poderão nos acontecer nesta vida.

Graças a Deus. Peçamos a Ele que nos ilumina cada vez mais. Que assim seja. 19/02/2012

Semente na mente  
Semente na mente  

Coletânea de preces e poesias ditadas por diversos Espíritos ligados à Colônia Espiritual Recanto de Irmãos, pela mediunidade de Jorge Gonça...

Advertisement