Page 16

16 – Médiuns: Jorge Gonçalves de Farias e Rodrigo Felix da Cruz

4

Fazei o bem sem olhar a quem Nesta escola da vida esforça-te na lida, Curando as feridas de quem necessita. Leve o ungüento sobre o ferimento, Se esforce para que tudo se renove. A cura do ferimento leva um tempo, Requer cuidado desvelado, Mesmo que por um triz sobra uma cicatriz, Que é a força motriz para um novo tempo. A dificuldade é vencer a vaidade, O capricho vencerá com humildade, O silêncio que muito diz, Palavra sábia do aprendiz. Não esquece o apoio da prece, A difusão da luz pela oração, O esforço que trará o renovo, A lição que te leva à evolução. Aqui me despeço, meu amigo, Que do Cristo é mui querido. Não perca a esperança, E vença pela perseverança.

Joaquim

Semente na mente  

Coletânea de preces e poesias ditadas por diversos Espíritos ligados à Colônia Espiritual Recanto de Irmãos, pela mediunidade de Jorge Gonça...