Page 1

ANO.05. #16.AGO.NOV.11

ARTE: NEM SÓ DE PÃO VIVE O HOMEM! MINAS EM ARTE

DESENHO, PINTURA E ESCULTURA

MOMENTO GYM

UM CARDÁPIO FITNESS DIFERENTE PARA A SUA SAÚDE

MODA

VERÃO 2012


mmaai si s re requ quin i nt tee ppara ara sua su a ccaassaa


BMC | BRUNO MARINHO FOTOS FERNANDO TRANCOSO BMC | BRUNO MARINHO FOTOS FERNANDO TRANCOSO

ccoomm uumm t tooqquuee de de oous usadia adia

Requinte Requinteem emseus seusmelhores melhoresmomentos momentos Rua RuaPernambuco Pernambuco909 909 Savassi Savassi BH BHMG MG (31) (31)3228 32281555 1555 www.solarpresentes.com.br www.solarpresentes.com.br


Agora, em Belo Horizonte, existe um espaço especialmente criado para você apreciar a gastronomia espanhola, a cultura e a arte! Idealizado pela Bailaora Flamenca Elisa Soares, o Pátio Espanhol abre as portas como bar, casa de shows e escola de dança. Reproduzindo um ambiente espanhol, a Casa de Shows é algo único. Além de sua beleza, é altamente aconchegante. A Escola de Dança conta com salas totalmente equipadas e excelentes profissionais.

Venha saborear o nosso cardápio!

Venha se divertir!

Venha fazer uma aula experimental!

- Tapas e pratos tradicionais - Drinks e coquetéis típicos - Sabores diversos - Vinhos selecionados

- Casa de Shows - Espetáculos de Flamenco - Apresentações de diversos gêneros - Ambiente acolhedor

- Dança Flamenca - Ballet adulto e infantil - Dança do Ventre - Dança de Salão - Percussão Árabe - Técnica de Castanholas - Outras modalidades

Av. Contorno, 4035, São Lucas, BH/MG - (31) 3324-4035


"Mais que uma dança, mais que apenas técnica: o flamenco é emoção, é um sentimento único, é a minha vida", afirma Elisa Soares.

Espaço Gastronômico Pátio Espanhol Elisa Soares Diretora do Pátio Espanhol

A partir de setembro, conheça o Espaço Gastronômico Pátio Espanhol. Venha sentir o sabor e o clima da Espanha, com um cardápio de comidas e bebidas típicas, além de espetáculos de música e dança. Faça sua reserva e aproveite uma noite especial!

l!

www.patioespanhol.com.br / contato@patioespanhol.com.br


DisponĂ­vel na Unidade Barra.


Índice

64

47

52

72

82

10 Editorial e Expediente

72 Diet & Light

12 Comportamento

74 Cultura

16 Educação

86

76 Conto

18 Odontologia 20 Minas em Arte -

Sérgio Vaz

80 Anestesiologia -

26 Minas em Arte -

Mariza Trancoso

81 Responsabilidade Social

31 Minas em Arte -

Leandro Gabriel

82 Dicas

37 Moda

84 Superação

44 Gastronomia

86 Esporte

47 Skazi 52 Entrevista

- Miguel Gontijo

58 Decoração - Sonho Rústico 62 Resorts & Hotéis 68 Fonoaudiologia -

88 Canto do Livro Indica 90 Momento Gym 95 Coluna Social

64 Roteiro Cultural 70 Personal

AnestCenter

Mariana Gontijo

100 Fotos Alunos 102 Crônica


Editorial

Arte! Preciso fazer uma confissão: a arte sempre

não existe limite de idade para cuidar do seu

foi meu ponto fraco. E, por isso, decidimos que

sorriso. Mostramos também a importância

seria o ponto forte desta edição. Arte para tocar,

da Fonoaudiologia e de uma especialidade

ver, sentir, divertir, admirar! E, para o leitor da

tão respeitável como a Anestesiologia. Como

Revista Rio Sport, descortinamos um pouquinho

sempre, apresentamos os benefícios de uma

de cada uma dessas facetas.

alimentação saudável e, desta vez, a dica vai para

Quem diz que criança “faz arte” está com total

os sucos. Em Gastronomia, a leveza da Nouvelle

razão: vamos mostrar que arte de criança não

Cuisine - culinária francesa. Rapel e escalada: vai

é somente bagunça. Elas possuem talento, que

encarar? Saiba como praticá-los com segurança

deve ser incentivado. O Colégio Sagrado Coração

e aventure-se. Surpreenda-se com exemplos de

de Jesus mostra como estimula seus alunos.

pessoas especiais que encontraram na música,

Nomes de peso e – quilate – como Mariza Trancoso,

dança e teatro, a alegria e a superação. Conheça

Leandro Gabriel e Sérgio Vaz, na seção Minas em

também o trabalho da AMAM.

Arte. A arquitetura representada pela ousadia

Editorial de moda Skazi e Vanessa Madsen e a

de Dubai, a elegância da Europa e a cinquentona Brasília em um Roteiro Cultural fantástico. “Bora” pra Maceió? Veja onde se hospedar nesse paraíso brasileiro. E você também irá se encantar com a entrevista de Miguel Gontijo. Sua saúde é assunto nosso! A seção Personal orienta

como

esculpir

seu

corpo

com

responsabilidade. Fique ainda por dentro das atividades oferecidas nas unidades da Rio

Sonho Rústico apresenta o charme dos móveis de demolição. Um conto sobre cinema de Bárbara Couto e, para ler ou reler, a Canto do Livro dá várias sugestões. Por falar nisso, Maria Lucia de Oliveira assina a seção de literatura e Fernanda Mello divide com vocês sua paixão pela escrita. Boa leitura!

Expediente

Sport. Em Odontologia, você vai descobrir que

Diretor-Geral Marcelo Melo

Foto capa

Editora-Chefe Bianca Casadei Melillo

Styling Rodrigo Cesário | Assistente - Cynthia Araújo

Jornalistas Angelina Fontes, Bruna Braga, Clara Bello, Giselle Figueiredo, Luiza Glória, Rita Lopes

Make up e Hair Mariângela Moreira

Colaboração Bárbara Couto, Fernanda Mello, Mariana Gontijo, Clara Gontijo, Maria Lucia de Oliveira

A Revista Rio Sport é uma publicação quadrimestral da Thorp Comunicação em parceria com a Academia Rio Sport.

Fotografia Fred Muzzi, Gustavo Lovalho e Henrique Falci

A Revista Rio Sport não se responsabiliza pelo conteúdo de anúncios e matérias pagas.

Projeto gráfico e diagramação JR Guimarães Design Emocional Revisão Rita Lopes Agradecimentos Andréa Silveira, Cláudia Rossi, João Sampaio, Miguel Gontijo, Patrícia Tavares, Soraia Bueri Capa Gabriela Loehler veste Vanessa Madsen

10

Marcelo Melo

Gianfranco Biceño | Assistente - Breno da Matta

Contato Revista Rio Sport diretor@revistariosport.com.br - (31) 8800.4555 Academia Rio Sport www.riosportcenter.com.br BH – (31) 3286.4106 | RJ – (21) 3325.6644


Comportamento 12

Pintando o 7! Por que nos referimos à bagunça das crianças como: “Fazendo Arte?”

Por Bianca Casadei :: Foto Fred Muzzi


A expressão “Pintando o 7” é antiga e famosa. Mas por que pintar o 7 é sinônimo de fazer bagunça? Se pensarmos nos números vizinhos do réu em questão, o 6 e o 8 possuem espaços a serem coloridos, mas o danado do 7 não. Sendo assim, para pintar o 7 seria preciso pintar fora dele. Será por isso? Por que não colocar a responsabilidade no 1, no 3 e no 5 também? Vamos considerar, então, que o 7 carrega a tarefa de enumerar as Belas Artes. De qualquer forma, essa responsabilidade não é somente do número, tão ímpar quanto

a criatividade de quem protagoniza as estripulias: as crianças! Outra expressão que ouvimos com frequência é que criança “faz arte”. E não estamos nos referindo a pincéis e guaxe. Novamente, estamos falando em fazer bagunça: associar o verbo e o substantivo à alguma travessura infantil. Mas além de produzir rabiscos na parede da sala, escalar móveis, passar cola no rabo do cachorro e desfiar o balaio de vime do banheiro, a criatividade de uma criança pode surpreender... e muito!

13


Me lembro de quando era bebezinho Tomando mamadeira naquele carrinho Mas agora mudou, Porque criança eu sou, Só sei brincar e na escola já posso estudar. E os meus dentes começaram a cair.

Aelita Andre tem apenas 4 anos e já é reconhecida como a mais jovem artista profissional. Suas obras, avaliadas – e vendidas - por U$ 9,9 mil, foram expostas em Nova York. A pequena australiana chamou a atenção dos pais e, claro, do mundo inteiro. E se Gonzaguinha preferiu a pureza da resposta da criança, é porque sabia que não só de tintas e massinhas vive o talento dos pequenos. Luiza Kanadani tem 7 anos e escreve poesias. Ela começou aos 4, quando ainda não sabia escrever. Mas isso não era problema para a pequena poetisa, que ditava seus versos para a avó, Lúcia, registrar. Pequenas promessas, pequenos – apenas no tamanho físico – talentos já se revelaram na música, no teatro, dança, pintura e literatura. O importante é que os pais, ao perceberem o interesse dos filhos, estimulem e incentivem o estudo, dando direcionamento para a construção de um grande artista!

Criança arteira ou pequeno artista? Tanto faz! Como o próprio nome diz, o que elas fazem é ARTE! Fantasiam, soltam a imaginação e criam o que há de mais espontâneo! Ana Elisa Rocha, Psicóloga

14

Fotos Fred Muzzi | www.aelitaandreart.com | www.sxc.hu

Me lembro de quando era criança Masa goram udou, Adolescente eu já sou, E agora só vou pensar em sair a passear. Adolescente eu sou, Grande já estou, No shopping gosto de ficar e Com minhas amigas conversar. Me lembro de quando era adolescente, Mas agora mudou. Adulta eu já sou. E cresci. E aprendi a dirigir. O carro, a moto e até mesmo avião. Me lembro de quando era adulta. Masa goram udou, Porquea vóe u jás ou. E agora aqui de bengala eu estou. Tenho que dos meus netinhos cuidar Et ambémae less emprea mar. Agora já sou velhinho E tenho cabelo branquinho. Todo mundo tem que me ajudar A me levantar. Que o mundo gira tão rápido. Não vá se preocupar Se você mudar. Nãov ás ep reocupar. Você vai mudar. Então eu vou dizer sempre pra você. Nãof azm alc rescer. Mudar faz parte desta vida tão querida. Mudando de costume. Mudando de cabelo. Mudando de atitude. Luiza Kanadani Campos – 7 anos


Educação

Tradição e Excelência Tudo começou com um internato de moças em uma humilde casa na rua Cláudio Manoel com Pernambuco. O ano era 1911, e as responsáveis foram seis jovens religiosas, Missionárias Servas do Espírito Santo, vindas da Alemanha. O Sagrado Coração de Jesus funcionou primeiro como um curso elementar, com duração de sete anos. Sua primeira turma tinha 27 alunas, que estudaram no sistema de internato. Já em 1929, foram fundados os cursos Ginasial e Científico. As estudantes passavam de 80 e era hora de procurar outro espaço para atuar. Em 1942 a escola mudou para ali perto, na rua

16

Por Luíza Glória :: Fotos Acervo

Professor Morais com a Avenida Getúlio Vargas, região nobre de Belo Horizonte, onde o colégio hoje está localizado. Em 1992, o prédio principal e a capela do Colégio foram tombados como patrimônio cultural de Belo Horizonte. Ao longo desses anos o Sagrado se transformou. Tornou-se um colégio misto. Foram vários uniformes, diversos laboratórios que sempre acompanharam o desenvolvimento tecnológico da época e diferentes espaços pedagógicos. Uma coisa, porém, nunca mudou: os valores familiares, cívicos e religiosos, base da linha de Educação do Sagrado Coração de Jesus.


A história do colégio Sagrado Coração de Jesus ao longo de 100 anos

Este ano a escola completa 100 anos. Daqui pra frente, o trabalho continuará nessa linha, sempre atual sem se distanciar de suas raízes, de sua tradição. Atento às atualizações pedagógicas que acompanham a evolução e as exigências do mundo moderno, o Sagrado inaugura novas estruturas para estimular o aprendizado, a criatividade e os dons artísticos dos alunos, adicionando conhecimento, valores, experiência e amor para a formação integral do educando. O Colégio Sagrado Coração de Jesus sabe que seus alunos são os verdadeiros protagonistas da sua história.


Odontologia

Eccellenza:

odontologia a serviço da beleza

Ortodontia em qualquer idade A ortodontia busca o equilíbrio facial com a harmonização dos dentes, lábios, ossos maxilares e estética. Indicada para pessoas de todas as idades, a especialidade é até mesmo recomendada quando a criança começa a trocar

18

Por Rita Lopes :: Foto www.fotolia.com

os dentes de leite pelos permanentes. Nessa fase já é possível detectar algum problema ortodôntico precoce, que pode, assim, ser tratado com antecedência. A ortodontista Carla Matos, da clínica Eccellenza, explica um pouco mais sobre essa importante especialidade.


Qual o principal objetivo da ortodontia? O objetivo principal é o perfeito alinhamento dos dentes. Além de melhorar a aparência e facilitar a mastigação, promove a higiene bucal, diminuindo a incidência de cáries e doenças da gengiva. Com a correção dos dentes também podem-se evitar problemas de respiração, deglutição e fala. Existe idade limite para o tratamento ortodôntico? No passado, o tratamento ortodôntico estava mais associado a crianças. Hoje, porém, não existe idade limite para o tratamento. O processo básico de movimentação dos dentes é o mesmo em qualquer idade, mas o paciente adulto ou idoso requer alguns cuidados especiais. Como uma condição indispensável para a realização da movimentação dentária, independentemente do objetivo a ser atingido, que é a presença de saúde periodontal completa. Dessa forma, a idade não deve ser um fator limitante no tratamento ortodôntico, pois os dentes podem ser movimentados em todas as idades. Qual a principal queixa das pessoas que procuram esse tipo de tratamento na clínica Eccellenza? Houve um aumento do número de pacientes adultos na clínica, cuja queixa principal é o comprometimento da estética. A procura da especialidade pelo adulto, na maioria dos casos, ocorre por questões estéticas ou como meio para viabilizar a colocação de próteses ou implantes. O aparelho ortodôntico deixa

o sorriso mais amplo, atenuando as rugas, realinhando os dentes desgastados ao longo dos anos, melhorando o perfil, dando aspecto de rejuvenescimento. Tudo isso utilizando-se o que há de mais inovador na ortodontia. Os aparelhos ortodônticos de última geração proporcionam maior conforto, tratamento mais rápido e virtualmente invisíveis, com resultados espetaculares no sorriso e na estética facial. Cite um dos problemas que pode ser solucionado ou amenizado por meio do tratamento ortodôntico. Um dos problemas que podem ser tratados por meio dos aparelhos ortodônticos é a oclusão, que pode resultar em danos às estruturas de suporte dental (gengiva e osso), dores ou ruídos na articulação e até na perda dos dentes. É bom ressaltar que um sorriso bonito e saudável é tão importante aos 60 anos como aos 15. E o ortodontista é o especialista adequado para auxiliar os pacientes a obter o alinhamento apropriado de dentes e maxilares, independentemente da idade, proporcionando estética e saúde dental. Carla Matos é especialista e mestre em Ortodontia e especialista em Prótese. A clínica Eccellenza oferece, além da ortodontia, atuação nas áreas de implantes, clareamento a laser, facetas de porcelana, periodontia, endodontia, por profissionais especialistas e mestres. Horários diferenciados para atendimento. Confira os contatos e marque uma consulta.

Eccellenza Odontologia R. Desembargador Jorge Fontana, 476, sala 408 Belvedere | BH-MG Telefone: (31) 3024-6501 Shopping Minascasa R. Bernardo Vasconcelos, 2450, lj 25 BH-MG Telefone: (31) 3426-1287

19


Desenho

Minas em Arte

O Desenho como força expressiva 20

Por Rita Lopes :: Fotos Divulgação


“Desenho indivíduos formados de cacos de prazer, história, perfumes, matéria e memória, morte e eternidade. São antes de tudo formas que, ao ocupar o espaço, estabelecem um diálogo que só pode ser entendido sem o uso da palavra.”

21


Assim Sérgio Vaz descreve as figuras que povoam seu trabalho. Desenhos em grandes formatos, nos quais corpos criam vida e ganham histórias por meio do olhar do espectador. Com traço preciso e minucioso ele constrói, nos seus grafites, pessoas que habitam seu imaginário e que, segundo ele, vão “se deixando ver” enquanto o desenho acontece. As muitas horas

gastas na execução dos trabalhos, ricos em detalhes, servem ao artista como o tempo de conhecer a pessoa desenhada e a possibilidade de dar, a ela, um contexto e uma atmosfera que a abrigam. É fácil pressentir um lugar por trás do branco puro do papel. Móveis, objetos e paisagens, velados sob o silêncio ruidoso de manchas quase monocromáticas ou de


um branco denso e questionador, preferem preservar sua força no impalpável.

sua personalidade e seus anseios. Professor de

Sérgio Vaz destaca-se na cena cultural mineira por seus desenhos inovadores e instigantes, que ao primeiro olhar podem iludir com sua quase realidade. Talvez por isso nos identifiquemos tanto com as pessoas desenhadas, pressentindo

busca expressão, aprofundando-se entre as

desenho da Escola Guignard, em suas criações nuances do preto e do branco. Em outras vezes, aventura-se na cor, num diálogo constante e complexo entre grafite e papel, imprimindo nos trabalhos sua marca pessoal e inconfundível.


“A Imagem e o Vazio”, “Frigo”, “Vazio/Cheio”, “Peça Pedaço” e “Caderno de Memórias” foram suas últimas exposições, exibidas em importantes espaços culturais na capital mineira e em outras cidades no período de 2007-2010, além de coletivas com artistas igualmente expressivos. O reconhecimento também faz parte de seu rico currículo, com excelentes críticas e recomendações da imprensa. Saiba mais sobre o artista: www.sergiovaz.com Galeria Carminha Macedo | tel. (31) 3226 3712

24


Pintura

Minas em Arte

Mariza Trancoso

Díptico da série “As indulgências”

Com poesia, a pintora desafia os grandes espaços das telas e carrega suas pinturas de sentido e transversalidade.

26

Por Luíza Glória :: Fotos Henrique Falci


pintura como um ato de liberdade solitária: ao mesmo tempo, excitante e triste. A artista viveu, até os 12 anos, entre Almenara e a fazenda de seus pais, no interior de Minas. Obcecada por formas, no desenhar ela criou um hábito. Qualquer história que lhe despertasse interesse ela tentava registrar, graficamente, sobre qualquer suporte: paredes, cadernos escolares, livros ou até as areias brancas do Jequitinhonha, que margeia sua cidade natal. Por toda parte ela ia imprimindo seus devaneios infantis. No Primário, ela deparou-se, pela primeira vez, com “verdadeiros” desenhos

“Diante de uma grande tela em branco eu me sinto desafiada”, expõe a pintora. No início do seu processo criativo, as ideias  confrontam-se até que uma delas ganha força e assume o comando. Pode partir de algo banal como, por exemplo, uma folha de papel celofane amassada e atirada no lixo do ateliê, com a luz do sol rasante incidindo sobre ela. Qualquer coisa, por mais irrisória, pode servir de gatilho para sua criação. Mariza é alguém que pensa e vive a arte como quem respira. Percebe a

77


Tríptico da série “As meninas de Mariza”

e ficou fascinada: eram figuras de meninos brincando, em traços feitos com muita destreza no quadro negro, por um padre holandês. Desde então, desenhar e escrever passaram a ser os seus maiores interesses. Anos mais tarde, em Belo Horizonte, cursou Belas Artes na UFMG, onde também foi professora. Em Louvain, na Bélgica, cursou pós-graduação em História da Arte, paralelamente ao curso de Gravura em Metal em Bruxelas. “Aprendi, ampliei meus horizontes, conheci de perto obras dos grandes artistas nos melhores museus Díptico da série “Id”

da Europa e dos Estados Unidos. Só então eu me senti uma artista. Antes, não”, declara. Seu referencial maior é Goya, mas admira profundamente outros mestres como Caravaggio e Rembrandt. Na pintura contemporânea, seus ídolos são Velickovic, Bacon e Barceló, entre outros. Sua arte nasceu de várias vertentes, até consolidar-se numa pintura fortemente expressiva e única. “A obra de um artista é o amálgama de suas raízes, vivências e descobertas. Na minha, lá estão


meus ódios e meus amores. Lá está o Vale do Jequitinhonha, Almenara, o Barroco, seus santos, seu ouro, seu tradicionalismo, seu atraso - minhas raízes mais profundas. Tudo está lá subentendido, registrado em forma de símbolos e signos. Lá estão minhas pegadas e digitais no mundo”, descreve a artista. Avessa aos holofotes, Mariza Trancoso não costuma preocupar-se com grandes reconhecimentos, mas possui diversos prêmios nas artes. Um momento de mérito que muito a surpreendeu foi o “Grande Prêmio Governo do Estado de Minas Gerais”, na década de 1980. “Eu não me sentia à altura, por isso não estava concorrendo. Daí a grande surpresa em ganhá-lo!”, relembra. Sobre o ofício, Mariza Trancoso sabe muito bem a função de sua arte: “A pintura foi e continua sendo a minha maneira obsedante, triste e extraordinariamente excitante de estar no mundo”, declara com poesia.

CONTATOS marizatrancoso@hotmail.com www.marizatrancoso.blogspot.com www.galeriabeatrizabiacl.com.br


Escultura

Minas em Arte Por Giselle Figueiredo :: Foto Josiane Costa

31


Foto Thiago Fernandes


Leandro Gabriel: ressuscitar pela arte É impossível passar impunemente por enormes peças expostas em pontos de Belo Horizonte. As obras podem ser vistas em frente ao Shopping Ponteio, na Escola de Educação da UFMG e na Câmara Municipal de Belo Horizonte. O artista possui, ainda, exposição permanente no Parque Estadual do Rola Moça, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O caos é a primeira ideia que brota nas mãos do artista. Chapa de ferro, solda, lixa, ferrugem. O que parece? No campo do ideal talvez um passo para uma pseuda escola de arquitetura. Uma realidade dos sonhos de vida de Leandro Gabriel. “Só vivo se produzo arte”, afirma. Gabriel carrega em cada fragmento soldado lascas de sua vida que compõem seu trabalho como carne e sangue, como calor e fogo, como brasa e coração. Um não existe sem o outro. O mais importante nas suas esculturas é que tudo pode ser alterado no fazer da obra, porque nada é linear, ou definitivo. Os movimentos podem ser infinitos e são. É ficção e realidade. Posso falar de arte sem falar de vida? Leandro diria: -“Impossível!” E mostra quase com alegria as cicatrizes e feridas de seu novo trabalho, ainda em fase do “caos”. O artista descreve seu trabalho: “Fazer arte é descarregar vida ressuscitando materiais ante desprezados pelo desenvolvimento tecnológico. Da sucata de ferro recrio as formas da natureza e das construções humanas, dando-lhes uma possível vida que só a arte pode oferecer.”


Leandro Gabriel participou de exposições nacionais e internacionais, como a The Brazilian Artist Exhibition, no The National Arts Club, em Nova York, realizada em 2006, e de sucessivas exibições em importantes espaços brasileiros, como o Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo-USP, o Museu de Arte Moderna de Brasília, o Centro de Arte Universidade do Amazonas, entre muitos outros. Leandro Gabriel realiza um importante projeto de desenvolvimento social: o Escultórias. Uma parceria do artista com uma contadora de história infantil. Unem a arte e a literatura para incentivar crianças de escolas públicas a desenvolverem seu potencial, seja ele qual for. Este ano, o projeto será voltado a cegos e pessoas de baixa visão. Para saber mais, acesse www.escultorias.com.br .

“O sonho que se perde nas histórias não contadas podem ser vividos nos desejos de cada um de nós. Artistas ou não”, conclui Leandro Gabriel. Contato: leandrogabriel@leandrogabriel.com.br

Fotos Divulgação


Moda

Tendências para o verão 2012

O verão vem aí, e como sempre as tendências se renovam. Quais as cores mais fortes da nova estação? Como ficam os comprimentos das saias e dos vestidos? Que tema irá prevalecer nas estampas? Saiba em que apostar na opinião dos estilistas Fábio Resende e Elisa Horta, da grife Vanessa Madsen.

“Abuse das cores vivas como o coral, o lima e o amarelo. O azul-marinho também está de volta.”


“As flores estão hiper-mega em alta. Use-as em estampas, em broches, nos brincos, em arranjos de cabelo. As rendas também estão fortíssimas, como nesta bata 70’s de ombro-a-ombro.”


“Outra aposta certa: saias e vestidos longos e fluidos. A transparência, tendência forte, pode vir em tule ou renda, e em peças inteiras ou nos detalhes .”


“Macacões também serão o must do verão 2012. Em jersey ou tecido plano, lisos ou estampados, curtos (macaquinhos) ou longos...”


“O branco vem com tudo, e não só para o fim de ano. Looks retrôs como este, com decote em abas arredondadas e mangas em rechelier, também arrasam.”

Fotos: Gianfranco Briceño Styling: Rodrigo Cezário Make up & hair: Mariângela Moreira Modelo: Gabriela Koehler


Untitled-1.indd 1

8/1/11 6:03 PM


6:03 PM


Gastronomia

Nouvelle Cuisine Refinamento, visual e... saúde! Quem já assistiu à animação Ratatouille (Disney, 2007) pôde perceber o refinamento que emana da cozinha francesa. Na estória, um ratinho de campo, inteligente e amante da boa mesa, dedica-se à prática do forno e fogão em Paris. O segredo do seu sucesso: um prato deve ser elaborado, preparado com carinho e calmamente degustado. Assim é a culinária francesa, antes chamada de Grande Cuisine. Aplicada em casas nobres, era caracterizada por diferentes pratos e molhos, porém, era difícil de adequar-se aos aparelhos rudimentares das cozinhas dos hotéis. Gradualmente, para incorporar a culinária a essas cozinhas, foi criada a Cuisine Classique e, depois, a Nouvelle Cuisine. Esta buscava um refinamento, estilos variados de cocção, seleção de ingredientes, simplificação e arte na execução e apresentação dos pratos.

44

Por Rita Lopes :: Fotos thornsa

Segundo a nutricionista e cozinheira profissional Flávia Brant, a delicadeza da culinária francesa mostra-se principalmente na divisão de pratos. São diversos numa mesma refeição, em pequenas quantidades, misturando sabores (ácido, agridoce, amargo) e texturas (crocância, maciez, suculência). “E apesar de usarem muita gordura nas preparações, os franceses também utilizam ingredientes que fornecem benefícios muito maiores que os malefícios das gorduras”, explica. Como exemplos, Flávia cita a manteiga, que se consumida com moderação é antioxidante e contribui para o sistema imunológico; o vinho, fonte de resveratrol, que auxilia na prevenção de doenças


cardiovasculares e câncer; e a flor de sal, rica em potássio, cálcio, cobre e zinco. “Destacamse também a mostarda de Dijon, rica em proteínas, e o azeite de Provence, rico em antioxidantes e gorduras monoinsaturadas. O creme de leite fresco é fonte de gordura, mas confere às preparações maciez e sabor inigualável. Sem esquecer dos famosos queijos, fonte de cálcio, proteínas e vitaminas A, D e E”, detalha a nutricionista. A publicitária Flávia Myrrha empolga-se ao falar da culinária francesa. “Como sou amante da gastronomia, quando vou a Paris sempre dedico boa parte do tempo para conhecer um pouco mais sobre os sabores, que podem ser encontrados em cada cantinho da cidade, desde o aglomerado de restaurantes no Quartier Latin até os cafés das pequenas ruas e esquinas”, conta. Ela lembra os conhecidos sanduíches de baguete, com opções de recheios para todos os gostos:

“Sempre que estou na capital francesa procuro degustar vários deles. Desde a primeira vez, tornei-me consumidora assídua desse tipo de sanduíche, oferecido em várias casas em Belo Horizonte”. Outra paixão de Flávia são os macarrons, suspiros ultra finos, delicados, com recheios diversos e cores lindas, altamente saborosos. “Cafés e delicatessens de BH têm variedades deles. E são tão gostosos quanto os franceses”, completa Flávia.

45


O que vocĂŞ deseja mudar, melhorar ou conquistar na sua vida?

Barra Coaching Lenora de Oliveira Santos

Coaching para jovem | Coaching de vida | Coaching profissional | Coaching esportivo

Telefone: (21) 3282-5294 barracoaching.com.br

Av. das AmĂŠricas, 3500 - Le Monde Office - Ed. Hong Kong 3000 Sala 133 - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ - Cep. 22640102


ver達o 2012


Estilo: Ana Paola Martins e Gabriela Rochael Fotos: Wéber Pádua | Assistentes: Anna Lara e Robinho Direção de Arte e Design: Albino Papa Styling: Rodrigo Polack | Assistente: Daniel Mooney Modelo: Bárbara Zanco Beauty: Bruno Cândido Produção Executiva: Vander Martins

Rua Cuiabá 1118 . Prado Belo Horizonte . Minas Gerais . Cep: 30.411-238 Tel: 31 3372 4216 . www.skazy.com.br


52

Por Bianca Casadei :: Fotos Acervo :: Design Clara Gontijo


54


55


Decoração 58

Sonho Rústico Não é à toa que cada vez mais elas estão em alta. Além de belas peças, que possibilitam versatilidade em bancadas de cozinha, sala, revestimentos, pisos e mobiliários diversos, a madeira de demolição tem encantado por ser resistente e, claro, ecologicamente correta. Afinal, para criar um ambiente aconchegante e sofisticado, essas centenárias madeiras são recuperadas de fazendas, antigos casarões e até mesmo de fábricas, sem a necessidade de se derrubar uma árvore sequer.

Por Bianca Casadei :: Fotos Henrique Falci

Arquitetos, designers de interiores e público em geral têm apostado nessa tendência que mescla a modernidade e o rústico, criando ambientes cheios de personalidade. E é possível garimpar peças de qualidade e material nobre. Cicatrizes que dão charme e que guardam história, como marcas de pregos e cortes. Acredite: valorizam ainda mais a peça. Sem contar que, na maioria dos casos, são originárias de madeiras não mais comercializadas. Nem dormente de trem passa batido aos olhos experientes de quem entende do negócio.


A Sonho Rústico, empresa especializada nesse setor, sabe disso. Há mais de 20 anos no mercado, começou com a venda de dormentes. José Maria, que inicialmente se interessou pela madeira de demolição como cliente, hoje oferece diversos produtos na loja de 3200 m² localizada no Bairro Jardim Canadá, às margens da BR 040. Ele afirma que a procura tem sido grande e que o mercado é bem diversificado. Projetos de paisagismo e a fabricação de móveis sob encomenda, como deques, portas, bancadas, entre outros, são comercializados na loja que também oferece peças de arte como cerâmicas e telas. É de encher os olhos! Objetos interessantes, como os painéis decorativos para parede, têm ganhado cada vez mais espaço nas casas de campo, apartamentos e até mesmo no retorno às raízes, como nas fazendas. Por que não? Estabelecimentos comerciais, como lojas, bares e restaurantes, também apostam na sofisticação e no charme do resultado dessa tendência. A palavra é reciclar, ousar em dar uma cara nova ao antigo.

Sonho Rústico Av. Toronto, 1.210 | Jardim Canadá | Nova Lima/MG Tels: (31) 3541-8040 ou (31) 8804-9697 sonhorustico@hotmail.com

59


INT TE ES

SERVIÇOS

EM MÁRMORES E GRANITOS

NACIONAIS E IMPORTADOS

POLIMENTO

DE PISOS COM TECNOLOGIA ITALIANA

Rua Bonfim 1106 - Bairro Bonfim BH - MG - (31) 3422-4463 • contato@marmorariaartesanato.com.br

www.marmorariaartesanato.com.br


INTEGRAMOS CONHECIMENTO E DESIGN, TECNOLOGIA E PRATICIDADE, ESTÉTICA E SEGURANÇA.

Rua Vereador Geraldo Pereira 477A Bairro Padre Estáquio | Belo Horizonte - MG

contato@vidracariavitrine.com.br (31) 3412-5055 www.vidracariavitrine.com.br


Resorts & Hotéis

Maceió de ponta a ponta Quem se hospeda no Salinas de Maceió Beach Resort tem a chance de desbravar a capital alagoana por inteiro Quase não dá vontade de sair do Salinas de Maceió Beach Resort, tamanho o aconchego e a lista numerosa de atrações à beira-mar. Mas saiba que a tranquila praia de Ipioca pode ser o ponto de partida para explorar a capital alagoana de ponta a ponta. E ainda sobra tempo para jogar as pernas para o ar e curtir o resort. A apenas 20 minutos da agitação do centro de Maceió, o empreendimento mantém um serviço de passeios pelo litoral sul e norte de Alagoas, com acompanhamento de guias especializados. Os valores são por pessoa e variam de acordo com a programação. Vale começar a viagem com city tour por Maceió para poder se familiarizar com a capital, uma das orlas urbanas mais bonitas do Brasil. Um passeio de jangada pelas piscinas naturais de Pajuçara é imperdível. Mesmo quem não tem espírito atleta deve reservar um cantinho na mala para um par de tênis. Caminhar e ficar de bobeira pelos 5,5 quilômetros de calçadão entre Jatiúca e a praia de Pajuçara representa uma das melhores maneiras de aproveitar a paisagem do local. No dia seguinte, a dica é conhecer a cultura popular e histórica no Museu Théo Brandão, na Praça Marechal Floriano Peixoto, no Palácio do Governo e na Igreja Senhor do Bom Jesus dos Martírios. Em seguida, o Teatro Deodoro e a Academia Alagoana de Letras. Para fotografias admiráveis, a parada é o Cais do Porto pelo Mirante de São Gonçalo. Já para compras, o artesanato local ganha evidência no bairro do Pontal da Barra e na Feirinha da Pajuçara.

62

Por Scritta :: Fotos Acervo

Para um banho de mar cercado de paisagem exuberante, vale esticar até a praia do Francês e seguir de barco até a belíssima praia do Gunga. Outras boas opções são as piscinas naturais de Paripueira (apenas 15 km distante do resort) e a sede do Parque Municipal Marinho de Preservação do Peixe-Boi. Outras dicas são as Dunas de Marapé e a famosa Foz do Rio São Francisco. O Salinas de Maceió Beach Resort tem diárias para duas pessoas a partir de R$ 426 (mínimo de três noites) em apartamento standard, com seis refeições por dia, sem limite de consumo (café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e lanche da noite). A tarifa vale até setembro de 2011. SERVIÇO City tour em Maceió: R$ 40. Percurso tem duração de quatro horas Shuttle Service: R$ 20. De segunda a sextafeira, o resort oferece traslado até o Pavilhão de Artesanato da Pajuçara Praia do Gunga: R$ 55. As saídas acontecem às 7h e retorno às 17h. Percorre ainda as praias urbanas de Maceió e também as praias da Barra de São Miguel e Praia do Francês Dunas de Marapé: R$ 60 (traslado) + R$ 38 (se optar por passeio de barco com almoço) Foz do Rio São Francisco: R$ 90 + R$ 45 (com opção de passeio de barco com almoço). A saída acontece às 6h e tem retorno previsto para 17h. Paripueira: Aos domingos, o passeio é gratuito para os hóspedes. O ponto de desembarque é no restaurante Mar & Cia, que oferece também um show folclórico.


Salinas de Macei贸 Beach Resort Reservas: (11) 3304-9898 ou (82) 3296-3030 www.salinas.com.br

63


Roteiro Cultural 64

Europa, Dubai e Brasília: para os olhos e para a alma A tradicional Europa, a projetada Brasília e a moderníssima Dubai. Visitados por turistas de todo o mundo, o continente e as duas cidades, tão diferentes em suas culturas, revelam-se igualmente em sua impressionante arquitetura. Formas criadas pelo homem, para o encanto da humanidade.

Clássica Localizado entre a África e a Ásia, o continente europeu é um dos destinos turísticos mais procurados do globo, por sua história, tradições, gastronomia e por seu magnífico patrimônio arquitetônico. Na maior parte de suas edificações, vê-se a influência dos estilos renascentista, gótico, clássico, isabelino espanhol, manuelino português, abstracionista geométrico, entre outros que compõem uma verdadeira obra de arte universal. Dos pontos

mais marcantes, pode-se citar a Catedral de Berlim (Alemanha), o Arco do Triunfo (Espanha), a Torre Eiffel (França), o Coliseu (Itália), o Mosteiro da Batalha (Portugal), o Palácio de Buckingham (Reino Unido), o Kremlin (Rússia) e todo o conjunto do Vaticano. O publicitário Alexandre Costa visitou a Europa e, admirado por sua beleza, na bagagem de volta ao Brasil trouxe milhares de imagens do continente. “Em Lisboa, o Mosteiro dos Jerônimos, no estilo manuelino, é sensacional. E às margens do Rio Tejo, destaca-se a famosa Torre de Belém”, ele detalha. De Paris, Alexandre cita o gótico das catedrais, como a de Notre Dame, e o barroco do Palácio de Versailles, nos arredores da capital. “Em Amsterdam, cada prédio tem formato e tamanho diferentes, mas sempre em ângulos retos e com muitas janelas. Os prédios próximos

Por Rita Lopes :: Fotos Alexandre Costa / www.sxc.hu / Ana Batista


aos canais são inclinados para a frente, visando facilitar o transporte de móveis por meio desses canais”, comenta o publicitário. Apesar de conhecida por sua arquitetura clássica, a Europa é também paraíso de contemplação do estilo moderno. Alguns ícones com esse perfil: o Gherkin, arranha-céu em Londres (Reino Unido); Guggenheim, museu de Bilbau (País Basco); o Torso, prédio pentagonal em Malmo (Suécia); e o Museu Judaico de Berlim (Alemanha).

Moderna Dubai é um dos sete dos Emirados Árabes Unidos. Localizada na Península Arábica da Ásia, a cidade é conhecida por seu perfil moderno, diz-se até futurista, com seus enormes arranha-céus e largas avenidas. Rico cenário do deserto para arquitetos geniais, Dubai é um canteiro aberto de obras para investimentos milionários. Nela está sendo construído o complexo de edifícios mais alto do mundo, o Burj Dubai, previsto para ter 700 metros e 162 andares. Outras construções de grande porte da cidade são o edifício Burj Al Alam, a Al Habtoor Tower e a Damac Heights. E os espetaculares Burj Al Arab Hotel, em forma de vela

de barco, considerado um dos melhores hotéis do planeta, o Banyan Tree Al Wadi, com diárias acima de U$ 1.200, e a Fonte de Dubai, que oferece um show de música e luzes. Mirella Matthiesen é analista de sistemas, mora na Austrália e tem como hobbie principal viajar. Ela visitou a impressionante Dubai: “Se arquitetura moderna é seu foco, dirigir pela futurista estrada Sheik Zayed é uma aventura imperdível. Um dos prédios mais altos do mundo, o Burj Khalifa, e o famoso e fotogênico Burj Al Arab Hotel também não passam despercebidos”. Mas antes dessa modernidade toda, acrescenta Mirella, Dubai era uma vila de pescadores. “E um pouco do charme dessa antiga arquitetura árabe pode ser vivenciado nos bairros de Deira, com os souks do ouro e especiarias, e de Bur Dubai, com o souk dos tecidos, no museu de Dubai e na restaurada Bastakya”, completa.

65


Roteiro Cultural Planejada Brasília, a capital do Brasil situada no planalto central, foi projetada pelos arquitetos Oscar Niemeyer e Lúcio Costa, nas décadas de 50 e 60. O pedido vinha do presidente à época, Juscelino Kubitschek, que construiu uma verdadeira cidade-monumento. “O que mais me marcou em Brasília é que sua arquitetura traduz exatamente as expectativas democráticas da época de sua construção. Por exemplo, a Praça dos Três Poderes, que não tem uma paisagem típica de praça, com árvores, grama etc. O lugar provoca a sensação de imponência, traduzindo a ideia de supremacia do povo, como se o espaço vazio ao centro fosse o lugar onde as pessoas deveriam se aglutinar para manifestar sua vontade e pressionar os poderes do Estado”, reflete o mestrando em Teoria do Direito, Eduardo Campos, sobre sua visita à capital federal.

66

Foto Jean Carneiro

E ele tem razão. As formas imponentes são destaque das edificações. A começar pelo formato da cidade, de uma ave com asas abertas, o que inaugurou o Construtivismo no Brasil. O maior cartão postal da capital, a Esplanada dos Ministérios, foi projetada para acomodar os ministérios em 17 edifícios. As cúpulas do Congresso Nacional foram inspiradas nas antigas construções egípcias e romanas. Destacam-se ainda o Palácio da Alvorada, localizado às margens do lago Paranoá, o Palácio do Planalto, marcado pelo requinte das linhas e suas colunas, e a singularidade da famosa Catedral. Brasília é considerada patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para Cultura, Ciência e Educação (Unesco) e, como a Europa e Dubai, merece uma visita. Boa viagem!


TRANSAMÉRICA PRIME BARRA Aproveite sua hospedagem em uma das praias mais lindas do Rio de Janeiro. O Transamérica Prime Barra está localizado na Barra da Tijuca, rodeado de bares, restaurantes e casas noturnas, além de uma bela vista para a Pedra da Gávea.

Tarifas especiais para os finais de semana; Lazer com piscinas e quadras poliesportivas; Centro de Convenções para até 350 pessoas.

Visite nosso site e descubra mais 19 opções de hospedagem Transamérica pelo Brasil.

www.transamericagroup.com.br (São Paulo | Sorocaba | Jundiai | Curitiba | Vila Velha | Rio de Janeiro | Recife)

Informações e Reservas: (55 11) 5547 1166 Toll Free: 0800 012 4400

BARRA

Av. Gastão Senges, 395 Barra da Tijuca • (21) 2123-7000


68


69


Personal

COMO ESCULPIR SEU CORPO

Dedicação e esforço Conseguir chegar ao “corpo perfeito” é uma missão difícil, porém não impossível. A questão é de tempo e muita força de vontade. Para se esculpir o corpo, é necessária a combinação de fatores importantes, como um bom treino (treinamento + recuperação) e uma boa dieta (alimentação + hidratação).

70

Da Redação :: Foto Gustavo Lovalho


O treinamento ideal não é conquistado apenas com dietas ou mesmo com incansáveis horas de malhação. É necessária a mistura de exercícios cardiovasculares + musculação e uma boa dieta. A atividade aeróbia é importante na perda da gordura corporal, assim como o treinamento com pesos para ganho de massa muscular e, claro, uma dieta adequada para maximizar o resultado de ambos os treinamentos, com saúde. Como estamos falando em esculpir, a principal ferramenta para isso é mesmo a musculação, que dá forma ao corpo. Com as atividades cardiovasculares e uma dieta, o indivíduo perde peso, mas também perde massa muscular, a chamada massa magra. Quer dizer que o corpo fica com pouca massa muscular para segurar a pele, e é por isso que muitas mulheres e homens ficam flácidos, com aquela impressão de “peles caídas e penduradas”. A perda de massa corporal magra (MCM) é decorrente, muitas vezes, de uma dieta restritiva, com jejuns prolongados e falta de carboidratos. Com uma dieta adequada, é possível manter a MCM. Claro que a curto prazo. Pois, com o passar dos anos, é normal fisiologicamente que haja perda de massa muscular. Daí a importância da musculação para pessoas mais velhas.

Dieta balanceada, com valor calórico calculado Com o aumento da massa muscular, maior o custo energético. Sendo assim, quanto maior a MCM de uma pessoa, maior o seu metabolismo e sua queima de substratos, inclusive a gordura. Nas atividades mais intensas como a musculação, nossa fonte prioritária de energia passa a ser o glicogênio muscular, e não a gordura. Porém, se o programa de musculação continuar por um longo período, vai haver um aumento de massa muscular e isso vai ajudar na perda de mais gordura, desde que não haja um aumento na ingestão calórica. Para os que querem tornar seu corpo uma escultura, exibir um bumbum durinho, coxas bem torneadas, braços musculosos, peitoral definido e aquele abdome de “tanquinho”, é preciso muita dedicação e persistência. Assim, é necessário controlar a ingestão de gorduras, para diminuir a capa de gordura que encobre o músculo, e consumir carboidratos e proteínas sufi cientes para manter e/ou ganhar massa muscular.

Dieta Atividades Cardiovasculares

+

Musculação

Perda de gordura e manutenção ou ganho de Massa Muscular

>

Aumento do metabolismo

Marcelo Melo – Personal Trainer Especialização em emagrecimento e diabetes Tel.: 31 8800-4555 marcelomelopersonal@hotmail.com

71


Diet & light

Para comer ou beber? Sucos de legumes e verduras são fonte de fibras, vitaminas e minerais

Quando o assunto são os sucos, a maioria das pessoas nem cogita utilizar verduras e legumes como ingredientes. Mas combinados às frutas, eles representam uma ótima maneira de garantir a ingestão de fibras, vitaminas e minerais como cálcio, magnésio e ferro. A couve, por exemplo, é rica fonte de fibras, produz relaxamento muscular e boa quantidade de cálcio, importante para a formação dos ossos. Segundo o nutricionista Fernando Aislan, especialista em Nutrição Clínica Funcional, os sucos à base de ingredientes in natura contêm fibras solúveis fundamentais para a saúde intestinal e são muito mais saudáveis por não possuírem conservantes, corantes e adoçantes encontrados nos sucos de “caixinha” ou em lata.

72

Por Clara Bello :: Fotos www.sxc.hu

Infelizmente, muitas pessoas alegam não ter tempo para preparar sucos naturais. E se os alimentos forem descascados, picados e deixados na geladeira, com o tempo vão oxidar e perder nutrientes. Uma boa dica do nutricionista é fazer cubos de gelo de legumes e verduras, preservando, assim, os nutrientes e ganhando tempo na preparação dos sucos. “Basta bater os alimentos no liquidificador com um pouco de água. Ficará bem consistente, é assim mesmo. Em seguida, leve ao congelador em pequenas porções. Após congelado, você pode utilizar os cubinhos em qualquer suco. A ideia é facilitar a utilização dos legumes e verduras para que o suco possa ser ingerido logo após o preparo”, ensina Aislan.


Confira duas receitas de sucos e seus benefícios para a saúde Suco Refrescante Bata no liquidificador quatro cubos de couve, uma lasquinha de gengibre, um copo de suco de laranja e uma colher de sopa de mel. Couve – Rica em cálcio, mineral importante contra a osteoporose, ajuda a melhorar a digestão e o funcionamento do intestino. Rica também em clorofila, que protege contra vários tipos de câncer, inclusive o de pele, e atua contra o envelhecimento precoce. Gengibre – Anti-inflamatório e antioxidante poderoso. Ajuda a eliminar as toxinas, melhora doenças respiratórias. Ótimo para diminuir náuseas e mal-estar. Laranja – Rica em vitamina C, ótima para a cicatrização e digestão. Associada à prevenção contra o câncer e a catarata. Mel – Reforça as defesas do sistema imunológico, rico em vitaminas e minerais, atua também na digestão. Excelente para a pele.

Suco Energético Bata no liquidificador meia manga grande, quatro cubos de couve, duas colheres de linhaça, uma colher de sopa de açúcar mascavo e um copo de água de coco. Manga – Rica em fibras e vitamina A, importante para reforçar as defesas do sistema imunológico, melhorar gripes e resfriados. Atua na formação do colágeno para a pele ficar firme e auxilia no funcionamento correto do intestino. Couve – Rica em cálcio, mineral importante contra a osteoporose, ajuda a melhorar a digestão e o funcionamento do intestino. Rica também em clorofila, que protege contra vários tipos de câncer, inclusive o de pele, e atua contra o envelhecimento precoce. Linhaça Dourada – Rica em fibras e ômega-3, gordura importantíssima para o cérebro, vitalidade, energia, concentração e contra celulites. Ajuda a regular o intestino, perder peso e diminuir a absorção de açúcar e gorduras. Açúcar mascavo – Possui mais minerais e vitaminas que o açúcar refinado e mais fibras. Água de coco – Ajuda a repor os minerais perdidos no suor, além de atuar no funcionamento do intestino. Receitas: Fernando Aislan. Colaboração: Dra. Ana Paula Fidélis.

73


Cultura

LITERATURA – COM QUE OLHOS Associada a uma criação mais instintiva do que racional, “qualquer coisa que repercute no lado noturno e desconhecido de nós mesmos, que lança ecos e ressonâncias desde as profundezas do nosso oceano interior” (assim se expressa Geraldo Rodrigues, em sua Introdução estética ao estudo da Literatura), a arte é a representação sensível da beleza. Inebriar-se com os compassos e os acordes de uma música; com os movimentos do corpo no embalo de uma dança; com as formas de uma escultura; com as cores de uma pintura; com a estrutura de uma obra arquitetônica... você já ficou assim, extasiado, diante de uma dessas manifestações artísticas? Se sim, não tenha dúvida: você vivenciou o prazer estético. Não se engane pensando que a apreensão dessa beleza foi resultado apenas do seu conhecimento racional. Seu intelecto entra na história, mas ele, sozinho, é definitivamente incapaz de lhe dar esse prazer. Entram em jogo, nesse orgasmo, a sensibilidade e a intuição. Inebriar-se com as palavras. É possível isso neste mundo tão objetivo, em que tudo tem de ser sucinto porque ninguém tem tempo para ler, em que tudo se reduz a número de caracteres? Diga-me você, que me lê. Já viajou por mundos nunca dantes vistos, já devorou um livro noite adentro, porque era simplesmente impossível parar de ler? Já se sentiu tão íntimo de uma personagem que chorou com ela e entreviu suas próprias dores nas dores dela? Já rolou de rir com um conto engraçado, pensando: “Que genial esse escritor!”? Quem leva você por esse mundo ficcional é o escritor, aquele que, como afirma o modernista João Cabral de Melo Neto, se desnuda diante de nós entre esgares, tiques e gestos falhos:

74

Por Maria Lucia de Oliveira :: marluol@terra.com.br

Escrever é estar no extremo de si mesmo, e quem está assim se exercendo nessa nudez, a mais nua que há, tem pudor de que outros vejam o que deve haver de esgar, de tiques, de gestos falhos, de pouco espetacular na torta visão de uma alma em pleno estertor de criar. Bendito estertor de criar que cria novas dimensões para o mundo que cada um de nós vivencia! E tudo nos chega pela palavra, grávida de múltiplas significações, que é arrancada de seu estado neutro de dicionário para transfigurar a realidade. É a palavra o material da arte literária. Para fazer arte com elas ou para alcançar a arte que delas é feita, é preciso contemplá-las, como convida Carlos Drummond de Andrade:

Chega mais perto e contempla as palavras. Cada uma tem mil faces secretas sob a face neutra e te pergunta, sem interesse pela resposta, pobre ou terrível, que lhe deres: Trouxeste a chave?


S

VOCÊ ANDA LENDO O MUNDO?

Então, a pergunta é para você. Você tem a chave? Já penetrou no universo da literatura, fazendo viagens indescritíveis que o mundo real não proporciona? Se ainda não o fez, vá logo tratando de resolver isso; afinal, como afirmou Voltaire, filósofo iluminista francês, “O esplendor da relva só pode mesmo ser percebido pelo poeta. Os outros pisam nela.” E poeta, nesse contexto, pode não significar somente aquele que produz poemas, mas todo aquele que consegue fazer uso da intuição e da sensibilidade, juntamente com o intelecto, para apreender o mundo. Você anda captando o mundo com um olho só?

75


Conto O cinema é algo encantado. Para Ana Luiza, um filme não era mero entretenimento, mas um espelho da vida.

obrigado a ouvir alguns impropérios. Um dia, ela disse: “Toninho, que pena que você não é tão elegante e educado como o Toninho Dias”.

Toda semana, ela pesquisava na internet e nos jornais do Rio de Janeiro as estreias previstas. Na sexta-feira, não havia outra programação. Seu namorado, Antônio Teixeira, era convidado para o compromisso do cinema. Caso não quisesse acompanhá-la, ela ia do mesmo jeito. E muitas vezes assim aconteceu.

E por muitos anos ela conviveu com essa divisão de amores entre os Antônios, um real, outro platônico. Até que, num belo dia, quando Ana Luiza passeava pelo shopping, deparou-se frente a frente com o eterno galã. Sentiu o coração na boca. Ele era lindo! Todavia, ao reparar melhor, percebeu que Antônio Dias era apenas um homem comum. A realidade era bem diferente da ficção. Onde estavam as roupas impecáveis, o cabelo penteado e o olhar sedutor? E a trilha sonora? Aquele personagem fora do cinema não tinha a menor graça.

A telona preenchia tanto espaço ao seu redor, que Ana Luiza nunca se sentia sozinha quando carregava apenas a pipoca e o refrigerante como companhias. Na verdade, ela adorava esse momento de intimidade com o cinema. Sorria e chorava com muito mais intensidade quando não tinha ninguém para vigiá-la. Identificava-se tanto com os personagens, que confundia-os como reais, mesmo os dos filmes de ficção científica. Antônio Teixeira achava graça da forma fantasiosa de Ana Luiza ver os filmes e os artistas. Um ator em especial, Antônio Dias, era o favorito da namorada cinéfila. Pela coincidência do nome, algumas vezes ele fora

76

Por Bárbara Couto :: Ilustração Fred Muzzi

Na semana seguinte, Ana Luiza pesquisou os filmes que entrariam em cartaz. Para sua surpresa, Antônio Dias era a estrela da mais nova e concorrida comédia-romântica. Ana Luiza sorriu aliviada. Correndo para o cinema mais próximo, ela foi ao encontro do verdadeiro galã, na telona, de onde ele nunca deveria ter saído.


77


http://bit.ly/q1E6S7


Anestesiologia

Anestesiologia: ciência e arte Como especialidade médica, a anestesiologia tem características de ciência e de arte, exigindo do profissional especialização específica, por meio de residência médica, além de esmerada dedicação. Por atuar sobre o organismo humano de forma generalizada e manipular produtos químicos diversos, a anestesiologia comporta-se como uma ciência, necessitando o profissional médico de conhecimentos de diferentes ramos da medicina. Como a anestesiologia interfere na consciência dos pacientes, abolindo-a quando da realização da anestesia geral, a especialidade também se comporta como arte, porque leva o anestesiado a um mundo diferente, irreal, mergulhado numa realidade inatingível em situações normais. Quando se fala em anestesia, muita gente pensa que o anestesiologista é aquele médico que realiza, apenas, a anestesia geral. Diferente disso, a anestesiologia compreende uma série de atividades, desde a consulta pré-anestésica até a recuperação total do paciente, além de procedimentos de anestesia local, anestesia regional e anestesias raquidianas e peridurais. Quatro são os componentes básicos da anestesia: a hipnose (retirada da consciência), a analgesia (retirada da dor), o relaxamento muscular (retirada da contração muscular) e o controle dos reflexos autonômicos (controlar os movimentos involuntários como, por exemplo, a pressão arterial e a frequência cardíaca). Todo paciente que vai se submeter a procedimento que necessita de assistência do anestesiologista deve, obrigatoriamente, passar por uma consulta pré-anestésica. Nela, o anestesiologista avalia as condições clínicas do paciente, determina o método anestésico a

80

Por Equipe AnestCenter :: Fotos www.sxc.hu

ser utilizado e até, as vezes, contra-indicando a realização do procedimento programado. Após a realização do procedimento programado, a ação do anestesiologista continua na recuperação pós-anestésica do paciente. Este só é liberado quando suas condições vitais encontram-se estáveis e sua consciência restabelecida, quando cessa, então, a necessidade da assistência do profissional. Por isso, a anestesiologia é considerada uma especialidade médica complexa, que estuda e proporciona ausência ou alívio da dor e outras sensações ao paciente que necessita realizar procedimentos médicos, como cirurgias ou exames diagnósticos, identificando e tratando eventuais alterações das funções vitais. A especialidade vem, a cada dia, ampliando suas áreas de atuação, englobando não só o período intraoperatório, bem como os períodos pré e pós-operatórios, realizando atendimento ambulatorial para avaliação pré-anestésica e assumindo um papel fundamental pós-cirúrgico no acompanhamento do paciente, tanto nos serviços de recuperação pós-anestésica e Unidades de Terapia Intensiva, quanto no ambiente da enfermaria (cuidados paliativos, por exemplo) até o momento da alta hospitalar. Em razão dessas mudanças, existe a tendência atual de se denominar a especialidade médica como Medicina Perioperatório, além de suas facetas de ciência e de arte.

AnestCenter Av. Olegário Maciel, 2345, sl. 905 Santo Agostinho | BH/MG Tel. (31) 3291 2195 anest.center@yahoo.com.br


A AMAM - Associação Mineira de Assistência a Mucoviscidose é uma entidade sem fins lucrativos, criada em 1982 para promover o conhecimento, o diagnóstico e o tratamento da Fibrose Cística, doença genética que causa alterações principalmente no sistema respiratório e gastrointestinal. Os principais sintomas da doença são: pneumonia de repetição, tosse crônica, desnutrição, dificuldade de ganhar peso e estatura, diarreia e sabor salgado na pele. As conquistas da AMAM, em seus 29 anos de atuação, são a inclusão do diagnóstico por meio do “Teste do Pezinho” em todo os recémnascidos do Estado, para que as pessoas com Fibrose Cística iniciem o tratamento o mais cedo possível; garantia do fornecimento de todos os medicamentos de alto custo necessários ao

Responsabilidade Social

AMAM

controle da doença; estruturação dos centros de referência para tratamento. A Fibrose Cística ainda não tem cura, mas o diagnóstico precoce, o acompanhamento com equipe multiprofissional e o uso dos medicamentos necessários promovem o bemestar e a melhoria da autoestima dos indivíduos com a doença e de sua família. Promovendo a união de pais, parentes, amigos e especialistas da saúde, todos em caráter voluntário, a AMAM busca garantir às pessoas com Fibrose Cística os seus direitos e uma melhor qualidade de vida. Saiba como ajudar em www.amam.org.br ou ligue para (31) 3245-0947.

Fotos Acervo

81


Dicas

Nas trilhas da sétima arte

Dicas de obras-primas do cinema para ver e rever Em museus, exposições ou espetáculos, não importa. As belas artes sempre nos encantam! E o cinema trata de evidenciar ainda mais o campo artístico quando aborda temáticas desse universo, como em “Amor Sublime Amor”, releitura do clássico de Willian Shakespeare, em forma de musical; em “La Dolce Vita”, passeio pela arquitetura e esculturas de Roma; “Cinema Paradiso”, metalinguagem e verdadeira declaração de

82

Por Luíza Glória :: Fotos www.sxc.hu

amor à sétima arte. Em “Meia noite em Paris”, novo filme de Woody Allen, a temática vai ainda mais longe e abrange pintura, literatura, música, fotografia, dança e cinema na capital francesa da época de Ouro, a década de 20. Para esta edição, a Rio Sport selecionou sete filmes que, além de serem grandes obras de arte, têm suas temáticas inseridas nesse cenário. São excelentes exemplos do cinema mundial que merecem ser vistos e revistos. Podem – e devem - ser apreciados sem moderação!


Cinema Paradiso, 1988, Itália. Um cineasta italiano e suas memórias de infância, época em que passava a maior parte do tempo no Cinema Paradiso. Dirigido por Giuseppe Tornatore. Vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Amor sublime amor, 1961, EUA. Exemplo pioneiro de uma abordagem shakesperiana para dramas adolescentes. Dirigido por Jerome Robbins e Robert Wise. Vencedor de dez Oscars, incluindo Melhor Filme e Diretor.

La Dolce Vita, 1960, Itália. Épico sobre a trivialidade, retratando o estilo e as atitudes dos elegantes bon vivants de Roma no verão de 1959. Dirigido por Federico Fellini. No elenco, Marcello Mastroianni e Anita Ekberg. O longa recebeu quatro indicações ao Oscar, faturando o de Melhor Figurino.

Piaf – Um hino ao amor, 2007, França. Os sucessos e as tragédias da vida da cantora francesa Edith Piaf. Dirigido por Olivier Dahan. Faturou dois Oscars, incluindo o de Melhor Atriz para Marion Cotillard.

Frida, 2002, EUA, Canadá, México. A biografia da artista plástica mexicana Frida Kahlo, que canalizou a dor de uma lesão incapacitante e o seu casamento tempestuoso em seu trabalho. Dirigido por Julie Taymor. Vencedor de dois Oscars.

O Carteiro e o Poeta, 1994, Itália. Um humilde carteiro italiano aprende a amar a poesia enquanto entrega cartas para um famoso poeta, o chileno Pablo Neruda. Dirigido por Michael Radford. Recebeu cinco indicações ao Oscar, sendo vencedor da estatueta pela Melhor Trilha Sonora.

Meia Noite em Paris, 2011, Espanha e EUA. Comédia romântica sobre uma família que vai à capital da França, a negócios. A história inclui um jovem casal de noivos forçados a confrontar a ilusão de que uma vida diferente do seu estilo é melhor. Dirigido por Woody Allen, o filme tem a participação de Carla Bruni, primeira dama da França.

83


Superação

A arte da inclusão “Não existe meio mais seguro para fugir do mundo do que a arte, e não há forma mais segura de se unir a ele do que a arte”. Johann Goethe

Ela tem a capacidade de elevar a criatura humana à mais importante categoria, a de protagonista de seu próprio espetáculo. Por décadas, pensar a arte como forma de inclusão para pessoas com deficiência poderia parecer utopia. Os deficientes eram estigmatizados como pessoas incapazes, muitas vezes de realizar até mesmo tarefas simples da vida diária, como escrever, comer e andar. Hoje percebemos que a sociedade quer acabar com esse conceito de ineficiência, e uma das vertentes para que isso se concretize é a utilização de oficinas de arte como ferramentas terapêuticas e de inclusão social. As diversas formas de expressões artísticas, como a dança, o teatro e a música, além de possibilitarem o trabalho corporal,

84

têm ajudado a aumentar a autoestima dos deficientes, que estão encontrando alegria, inspiração, força e vontade de viver. Segundo Luciane Kattaoui, terapeuta ocupacional e coordenadora artística da ONG Crepúsculo, o processo da arte é interessante porque o veículo utilizado é o próprio corpo. “ Inevitavelmente, a pessoa que começa um trabalho artístico começa a mudar algumas coisas em seu ser, principalmente as pessoas com deficiência, que têm um corpo muitas vezes negado, sem valor social.” Matheus Camesso, estudante, possui Síndrome de Down e faz teatro e música. Segundo ele, a arte o ajudou a ser mais feliz e a conhecer novos amigos.

Por Bruna Braga :: Fotos Acervo / Leo Richard / João Bosco Veras


A pessoa com deficiência não é a maior beneficiada por participar da arte inclusiva. Na maioria das vezes, quem mais ganha é a pessoa comum, que aprende no convívio com a diversidade e no poder das palavras respeito e amor. “Eu não tenho nenhuma deficiência, mas escolhi fazer teatro com eles porque as pessoas especiais são maravilhosas, sinceras, verdadeiras, demonstram o que sentem. Todo mundo tinha que conviver com eles”, atesta a adolescente Cláudia Rodrigues.

A sociedade tem aprendido, mesmo que a passos lentos, a reconhecer o valor das pessoas deficientes. Com certeza, hoje percebemos a importância da arte no processo da inclusão. Então, por que não utilizá-la cada vez mais?

“A arte possibilita que a sociedade conviva com a deficiência de uma forma construtiva.” Luciane Kattaoui A deficiência, com certeza ,não é uma limitadora da arte. Basta que sejam adaptadas e criadas técnicas para viabilizá-la. Segundo Clóvis Domingos, ator e professor de Teatro, o trabalho com a pessoa deficiente é acima de tudo humano e de acessibilidade artística. “Quando você trabalha o teatro para pessoas deficientes, é importante respeitar essa deficiência, criar e recriar técnicas de ensino. Por exemplo, se você tem um aluno surdo, utilizamos a Libra, para explicar os exercícios”. Arte e família A família também é beneficiada: ver a filha deficiente satisfeita, aprendendo com mais facilidade na escola e interagindo melhor com as pessoas, foi um dos benefícios obtidos por Geralda Borges. A troca de experiências das mães e pais dos alunos deficientes, enquanto estes participam das oficinas artísticas, é outra forma de conhecer mais o universo da diferença e compartilhar dúvidas e medos. “Muitos pais não sabem como lidar com a sexualidade do filho deficiente. Esse é um dos maiores medos deles. Aqui podemos ajudá-los um pouco a trabalhar isso”, ressalta Luciane Kattaoui . E para o amor, a deficiência não é uma barreira. Eduardo Gontijo e Mariana Botelho, portadores da Síndrome de Down, namoram e participam juntos das oficinas de teatro, dança e música.

85


Esporte

Modalidades radicais: emoção, aventura e bem-estar Dopamina, endorfina, serotonina e uma boa dose de adrenalina: esse é o resultado que os esportes radicais provocam no cérebro. A combinação desses hormônios, aliada ao contato com a natureza, proporciona uma incrível sensação de bem-estar. Por isso, a cada dia aumenta o número de pessoas que se aventuram nessa prática esportiva. Foi em meados dos anos 80 que os esportes radicais surgiram no Brasil. O único requisito para se iniciar nesse cenário é ter espírito aventureiro e coragem, afinal, nem todo mundo habilita-se prontamente a fazer trilhas em florestas fechadas, descer em meio a quedas d’água gigantescas, praticar alpinismo em pedras do tamanho de um edifício. Como em qualquer atividade física, é recomendado que se inicie a modalidade aos poucos, respeitando as limitações e com a orientação de um profissional. Duas das modalidades mais praticadas no universo dos esportes radicais são a escalada e o rapel. Conheça um pouco sobre elas.

Escalada Escalar é um processo usado para se atingir o cume de uma parede rochosa ou de um muro próprio de escalada. Parece simples, mas não é. Para se praticar a escalada, é necessário condicionamento físico, equipamentos adequados e, reforçando, orientação profissional. Para quem deseja iniciar-se nesse esporte, a melhor dica é procurar academias especializadas e treinar bastante nos muros de escaladas - estruturas artificiais em madeira -, para só depois se arriscar nas paredes rochosas.

86

Por Giselle Figueiredo :: Fotos www.sxc.hu


Rapel Como “tudo que sobe tem que descer”, o rapel é uma técnica de descida, na qual a pessoa desliza de forma controlada, por cordas, vencendo obstáculos. Aventurar-se na queda de uma cachoeira, descer uma montanha após uma escalada ou desvendar os mistérios de uma gruta são algumas emoções que o rapel oferece. Além disso, ele é utilizado para salvar vidas, sendo prática comum entre os policiais e bombeiros. Toda descida deve ser executada em grupo, pois um integrante é sempre responsável pela vida do outro. São necessárias, no mínimo, três pessoas: o que aborda: responsável por colocar o praticante na corda, conferir se seu equipamento está correto e orientá-lo. o que desce: sua tarefa é realizar a descida. o que faz a segurança: ficará a postos, embaixo, segurando a corda, atento a qualquer imprevisto. Se alguém durante a descida perder o controle, é o segurança que fará o seu bloqueio na corda, ou seja, vai parar a queda e evitar que a pessoa caia. O rapel e a escalada são atividades seguras, desde que praticadas com os equipamentos adequados (cordas, mosquetões, capacetes, freios etc.). Para os interessados, a sugestão é procurar uma empresa especializada na prática desses esportes, para a correta orientação. Confira as dicas do educador físico Wesley Parreiras Brandão. - Por ser praticada na maioria das vezes no ambiente natural, está à mercê das condições climáticas, da fauna e flora da região. - O praticante pode ficar exposto a lugares de acesso difícil e a alturas consideráveis. - Nunca se deve sair só e, além disso, deve-se sempre deixar referências do local da prática. - O equipamento deve estar sempre revisado e em condições adequadas. - Deve-se encarar a prática com seriedade e prudência.

87


Canto do Livro Indica

Pequeno Dicionário da Arte do Povo Brasileiro – Século XX Lélia Coelho Frota

Arte e Arquitetura Pequeno dicionário da arte do povo brasileiro resume e desenha, pela primeira vez, um panorama abrangente da criação visual de fonte popular no Brasil do século XX. Obra de referência obrigatória para pesquisadores, artistas, colecionadores. Uma leitura fundamental para todos os que se interessam pela arte e cultura brasileiras. 440 páginas ISBN: 85-86579-80-7 R$ 78,00

Arte Para Crianças Entre no Incrível Universo das Mais Belas Pinturas e Esculturas do Mundo Dorling Kindersley

Este livro conduz a criançada a um passeio colorido e divertido pela arte ao longo da história. Com belas imagens, explica de forma didática a evolução dos estilos e das técnicas, desde a arte préhistórica até a arte de rua. Apresenta algumas das mais importantes obras-primas, os principais movimentos e escolas, assim como a trajetória de grandes artistas, como Monet, Van Gogh, Matisse, Picasso, Miró e Andy Warhol. Traz ainda um capítulo especial sobre escultura. 142 páginas ISBN: 978-85-7914-187-4 R$ 39,90

Arte: O Guia Visual Definitivo

O Guia Visual Definitivo da Arte: Da Pré-história ao Século XXI Andrew Graham-Dixon (consultor editorial) Elaborado por uma equipe de especialistas, “Arte: O Guia Visual Definitivo” explica por que a arte é mais do que um simples momento de inspiração. Com mais de 2.500 obras reproduzidas em detalhes, esmiúça os trabalhos mais relevantes - e até os obscuros - de 700 artistas. Da Antiguidade ao grafite, cada período compreende as principais escolas e movimentos artísticos. Este livro mostra a importância da arte desde os gregos antigos, ressalta a representação da arte na guerra, percorre museus e galerias etc. 612 Páginas - ISBN: 978-85-7914-221-5 R$ 129,90

88

Fotos Henrique Falci


Linda McCartney: Life in Photographs

Linda McCartney, Annie Leibovitz, Martin Harrison, Alison Castle Linda McCartney: Life in Photographs é uma retrospectiva concebida a partir da seleção de fotografias das mais de 200 mil do arquivo de Linda McCartney, produzida com a colaboração de Paul McCartney e os filhos do casal. O livro foi organizado pela fotógrafa Annie Leibovitz e pelo historiador de arte e fotografia e curador de exposições Matin Harrison, com a edição da obra entregue a Alison Castle, editora responsável por obras de fotogragia, cinema e design na Taschen. O livro é mais do que um documento do mundo do rock a partir dos anos 60. É um diário pessoal em forma de imagens. 280 páginas ISBN: 978-3-8365-2728-6 R$ 229,90

JORGE DOS ANJOS - RISCO RECORTE PERCURSO BILINGUE PORTUGUÊS / INGLÊS O livro apresenta o trabalho de Jorge dos Anjos por meio de imagens de diversas séries de obras que são balizadas por textos analíticos de Márcio Sampaio e Joëlle Busca e iluminadas por três poemas de Gustavo Penna, Ricardo Aleixo e Tavinho Moura, complementados por cronologia profissional e bibliografia. O livro é, desde já, uma obra de referência do artista e de seu trabalho, assim como do que está a ele conectado. Também é, portanto, uma obra de referência da arte contemporânea no Brasil.

212 páginas ISBN – 978-85-76540779 R$ 150,00

História da Moda no Brasil Das Influências às autorreferências João Braga e Luís André do Prado

Edição ricamente ilustrada, traça um painel da criação de moda no país, da Belle Époque à contemporaneidade. Resultado de ampla pesquisa envolvendo 126 entrevistas com personagens da moda brasileira, além de consulta a cerca de 420 itens – sendo 220 livros, teses e artigos, 160 periódicos e catálogos e diversos sites. 640 Páginas R$ 120,00

CANTO DO LIVRO

www.cantodolivro.com.br faleconosco@cantodolivro.com.br

Ponteio Lar Shopping - BR 356, nº 2500, lojas 1, 2 e 3 - Piso do Estacionamento G1 Santa Lúcia - Belo Horizonte - MG - Tel.: (31) 3286-4039

89


Momento Gym Zumba Zumba é uma aula de fitness-dança que

Futebol feminino

incorpora música latina e internacional a passos de dança. É um treinamento físico

Paixão nacional do brasileiro, o esporte

estimulante e fácil de seguir, que trabalha

tem ganhado também a preferência das

todos os músculos do corpo como glúteos,

mulheres que querem melhorar a performance

pernas, braços, abdominais, peitorais e

cardiovascular e entrar em forma. O esporte

coração. Além de aumentar o gasto calórico,

proporciona ganho de massa muscular,

proporciona benefícios cardiovasculares e

melhoria no consumo máximo de oxigênio, no

tonifica o corpo. A Zumba Fitnnes tem movido

desempenho, na resistência, além de pernas

mais de 12 milhões de pessoas de diferentes

torneadas. Outra grande vantagem é a queima

idades com o slogan “Join the party”.

de 700 calorias, em média, em duas horas, além da interação social, o prazer de fazer parte um time. De um modo geral, o treino feminino é igual ao masculino, porém, feito com outra intensidade. Por terem uma estrutura corporal maior, os homens suportam cargas maiores.

90

Por Angelina Fontes :: Fotos Gustavo Lovalho :: Confira o quadro de atividades da sua unidade


Treinamento funcional Utiliza materiais e técnicas que estimulam não só o fortalecimento dos músculos mas, principalmente, a funcionalidade dos

Vôlei de areia

movimentos. Isso significa que o aumento da

É um esporte super prazeroso, por ser praticado

Tudo isso deve ser feito da forma mais natural

ao ar livre. Como é uma atividade aeróbica e

possível, de acordo com os movimentos exigidos

anaeróbica, ajuda no condicionamento físico,

pela modalidade esportiva praticada ou com

pois trabalha tanto a capacidade cardiovascular,

os movimentos do dia a dia. O resultado, além

quanto a musculatura. Também fortalece a

do fortalecimento muscular e do ganho de

região das pernas, glúteos e braços. Em uma

agilidade, é a prevenção de lesões e melhora

hora, é possível perder cerca de 240 calorias.

na qualidade de vida.

força deve vir acompanhado de refinamento neural, ou seja, a força tem de ser realizada de forma coordenada, com equilíbrio e velocidade.

Na praia, são somente dois jogadores em cada time. Treinar na areia é mais complexo do em piso firme, pois a areia fofa exige maior condicionamento físico. Para se preparar para praticar o vôlei de areia, nada melhor que roupas leves e muita hidratação.

91


Momento Gym

Aerodance Step A aula excelente para melhorar o condicionamento cardiorrespiratório, desenvolver a coordenação, o ritmo, a memória, a capacidade de reação e a velocidade. Além disso, aumenta a resistência muscular, fortalece os ossos, tendões e ligamentos, proporciona bem-estar e queima muitas calorias (cerca de

Combinando diversos estilos musicais, desde os anos de 1960 até os atuais, o aerodance é uma modalidade de caráter aeróbico. Com coreografias altamente motivantes e música do mais alto nível, melhora o sistema cardiorespiratório, a circulação, a coordenação motora, a agilidade, a consciência corporal e o ritmo, além de desenvolver o espaço-temporal e lateralidade. Gastam-se, em média, de 400 a 600 calorias por aula. Por ser uma atividade descontraída, ainda estimula o convívio social.

300 calorias em 1/2 hora de atividade). Essa aula é contraindicada para quem tem problemas articulares nos joelhos e tornozelos.

92

Por Angelina Fontes :: Fotos Gustavo Lovalho :: Confira o quadro de atividades da sua unidade


Jiu-Jitsu O jiu-jitsu é um esporte praticado por homens e mulheres que proporciona muitos benefícios para o praticante, como a diminuição do stress, defesa pessoal, desinibição, tranquilidade, aumento da autoestima e da autoconfiança e desenvolvimento do caráter. Além disso,

Pump

trabalha e define o corpo, como os braços, abdômen e quadril, aumenta a resistência do

Aula desenvolvida para trabalhar o corpo por

organismo, acelera o metabolismo, melhora

inteiro, utilizando barras com anilhas e pesos

a capacidade cardiovascular e respiratória,

livres ajustáveis à capacidade individual dos

aumenta a flexibilidade, a coordenação

alunos, acompanhada por músicas altamente

motora e também os reflexos. O gasto calórico

motivantes. É uma espécie de aula de

varia dependendo de cada praticante. Os

musculação coletiva. Começando geralmente

que possuem alguma experiência conseguem

com um aquecimento, em seguida o aluno

perder cerca de 750 calorias por hora. Já a

é instruído a praticar séries de exercícios

queima em uma aula mais avançada é de cerca

incluindo agachamentos, flexões, extensões,

de 1500 calorias.

levantamentos e abdominais. O trabalho é focalizado em técnicas de levantamento de peso, utilizando desde cargas leves às cargas moderadas e altas repetições. Começando com barras de apenas 1,4 kg, com o progresso, o aluno simplesmente vai adicionando carga à barra. Entre os benefícios do Pump estão o desenvolvimento de massa magra (hipertrofia), força muscular e resistência muscular.

93


CORRETOR ON-LINE


Coluna social

Homenagem da Câmara Municipal de Belo Horizonte ao Colégio Sagrado Coração de Jesus pelos 100 anos

Celebração Solene pelo Centenário do SCJ

Fotos Divulgação

95


Coluna social

Reencontro com música, gastronomia e momentos de muita emoção.

No teatro a arte, a poesia e a música contam a história centenária do SCJ.

96

Fotos Divulgação


Fotos Divulgação

Coluna social

Baile e Jantar no Espaço Meet reúne alunos, ex-alunos, famílias, educadores e amigos

97


98


Amigos e familiares do vereador Léo Burguês de Castro, presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte, organizaram, no dia 30 de julho, uma festa para comemorar o seu aniversário. A celebração aconteceu no Quiosque do Raja Grill e pegou de surpresa o aniversariante. A equipe da Revista Rio Sport também entrou na brincadeira, e espera surpreendê-lo com o registro desse importante momento!

Léo com sua filha Barbara Castro.

O aniversariante com sua familia.

Os vereadores Heleno, Gunda, Reinaldo Preto do Sacolão, Léo Burgues, Joao Bosco Rodrigues e Leonardo Matos

Léo Burgues entre os amigos da Câmara Municipal de Belo Horizonte.

Ronan Ramos, o Diretor Geral da CMBH José Lincoln, Deputado Federal Eduardo Azeredo e o presidente do PIC Edison Simão

Bianca Casadei, Léo Burgues, Felipe Figueiredo, Leonardo Figueiredo e Giselle Figueiredo

Bruno Féres, Léo Burguês e Pedro Nhimi

Fotos Marcos Moreira

Raimundo Machado, Rosa Antunes Machado , Léo Burgues e Conceição Prímola

Rodrigo Moura Netcheka e Keli Neto Moura

Nathália Jácome, Otacílio Mesquita e Léo

Coluna social

Festa surpresa para Léo Burguês

O aniversariante recebendo os parabéns do Presidente Municipal do PSDB Jõao Leite e o Vereador Cabo Julio

Danielle Morreale e Ernani Ferreira

99


100

Belo Horizonte


101

Rio de Janeiro


escrever

Por isso, quando as letras surgem... Bom, deixo que elas me levem! Aonde eu vou chegar? Não sei. Mas, não importa. De mãos dadas com as palavras, espero que eu consiga, de alguma forma, encontrar respostas para minhas eternas perguntas ou – quem sabe? – descobrir um pouco mais sobre mim. O que já vale, na minha opinião, um bom texto. Ou a vida.

Em palavras, eu me encontro. É a hora na qual eu me sinto mais livre. Mais completa. E descubro as minhas diversas faces. Fases. E frases.

vida

história

ordem

ustra

Não tem jeito. Palavras ditam minha ordem. Moldam meus capítulos. Mostram-me quem sou. (E quem, na verdade, eu poderia ser). Ao escrever, tudo torna-se possível. É meu reino imaginário, onde vez por outra encontro traços reais de mim mesma.

É, escrever, para mim, é meu melhor exercício. De autoaprendizado. De humildade. De aceitação. É minha terapia gratuita, tendo – como psicóloga – a mais travessa das filósofas: a literatura.

em il

Em versos, percebo meus lados incertos. Inversos. Minhas dúvidas, devaneios e reticências... E, mesmo que me assustem, estou ali: escrita. Pronta para me ler. Reler. E me editar.

Imag

Para mim, poucas coisas são melhores do que escrever. A ideia aterrissa de repente e o mundo – como por encanto – parece parar. O tempo se recolhe. Tudo fica suspenso. E é só colocar o dedo no teclado (ou a caneta no papel), que o relógio instantaneamente dá seu click. A imagem descongela. A página em branco toma vida. E a história começa – sutilmente – a se desenrolar. (Mesmo que dentro de mim).

tiv

Palavras: eternas um eterno caso de amor

(Palavras, eu nos declaro, marido e mulher.)

http://twitter.com/fernandacmello http://fernandacmello.blogspot.com

encontro

escrever

eternas

102

história

encontro

ideia

possível

Crônica

vida

Por Fernanda Mello :: Imagem Kriss Szkurlatowski

D H n T d d

A


Hermes Pardini.

tiva.

Quinze anos de qualidade em imagem diagnóstica.

Imag

em il

ustra

O Hermes Pardini acaba de inaugurar uma unidade totalmente dedicada à realização de exames de imagem diagnóstica.

Desde 1995, o serviço de diagnóstico por imagem do Hermes Pardini garante qualidade em auxílio diagnóstico para médicos e clientes de Belo Horizonte. Tecnologia de ponta e equipe médica qualificada, disponível para a discussão de casos, são os grandes diferenciais deste serviço. AV. D O C O N T O R N O , 4 . 7 4 7

|

R UA A I M O R É S, 6 6

|

TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA

TERAPIA RADIONUCLÍDICA

RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

RADIOGRAFIA DIGITAL

DENSITOMETRIA ÓSSEA

ULTRASSONOGRAFIA

PET CT

DUPLEX SCAN

MAMOGRAFIA DIGITAL

ECOCARDIOGRAMA

MEDICINA NUCLEAR

IMAGINOLOGIA ODONTOLÓGICA

A partir de agora, toda a tradição e experiência do Hermes Pardini estão reunidas também em uma unidade totalmente dedicada à realização de exames de imagem. Com ótima localização, é uma opção completa e confiável para quem busca comodidade e eficiência.

AV. B E R N A R D O M O N T E I R O , 1 . 2 8 3

|

C E N T R A L D E R E L AC I O N A M E N TO CO M C L I E N T E S : 3 2 2 8 . 6 2 0 0

|

H E R M E S PA R D I N I I M A G E M . C O M . B R

Responsável Técnico: Ariovaldo Mendonça - CRMMG 33477 / Inscrição CRM 356 - MG

Agora você pode contar com três unidades de atendimento em Belo Horizonte e pré-agendamento on-line.


Profile for JR Guimarães

Revista Rio Sport #16  

Revista academia Rio Sport # 16 Projeto gráfico e diagramação

Revista Rio Sport #16  

Revista academia Rio Sport # 16 Projeto gráfico e diagramação

Advertisement