Page 1

Portf처lio Jo찾o Moura Sim천es Arquitecto


João Moura Simões Arquitecto 12.01.1987

Rua Candido dos Reis, nº 54, 1º Andar 3510-057 Viseu jpmourasimoes@gmail.com

Formação Académica

Projectos Seleccionados

2007 - 2010 | Mestrado Integrado em Arquitectua, Escola Universitária das Artes de Coimbra [ARCA - EUAC] 2004 - 2007 |Licenciatura em Estudos de Arquitectura, Escola Universitária das Artes de Coimbra [ARCA - EUAC]

Académicos

Experiência Profissional

+351 913 515 076

Setembro 2010 - Junho 2011 | Estágio de Ingresso para a Ordem dos Arquitectos no Atelier Esteves e Associados, Arquitectos Acredito na dedicação e paixão pelo processo construtivo e materialização de ideias como forma de melhorar a vida quotidiana das populações. Vejo a arquitectura como uma área multidisciplinar em constante evolução, que fomenta a pesquisa constante da arte e de melhor desenhar e materializar os diferentes espaços.

2009 - | Colaboração assidua com Eng. Carlos Simões 2010 - | Docente na Escola Profissional de Torredeita, nas disciplinas de Desenho Técnico de Construção, Ambiente e Património, Reabilitação Urbana e Projecto de Construção Bases. 2010 - 2011 | Coordenador do Curso Profissional Técnico de Construção Civil na Escola Profissional de Torredeita Aptidões Informáticas Avançado | Autodesk Autocad 2D, Archicad, Adobe Photoshop, Microsoft Office Intermédio | Artlantis, Autodesk Autocad 3D Aptidões Linguísticas Fluente | Português Básico | Inglês , Francês, Espanhol

02 | Casa de Chá Em colaboração com o atelier Esteves e Associados, Arquitectos 03| Casa F 04| Casa R 05| Reabilitação Urbana - Mangualde Em colaboração com o Eng. Carlos Simões 06 | Casa PA 07 | Reabilitação - Habitação Unifamiliar 08 | Habitação Unifamiliar


ACADÉMICOS TRABALHOS REALIZADOS ENTRE 2004 - 2009

CASA DE CHÁ FONTELO - Viseu

02

R E A B I L I T A Ç Ã O - As estufas do Parque Natural do Fontelo, são duas pequenas construções propriedade da Câmara Municipal de Viseu, que em tempos serviram de apoio ao jardim renascentista que as envolve. A sua localização estratégica, poderia contribuir para um melhor fruimento de todo o parque natural, caso as mesmas sofressem uma remodelação, transformando-as num local de repouso e relaxamento, inerente a por exemplo uma casa de chá. Esta proposta, tem como objectivos, desenvolver um equipamento da área da restauração no Parque Natural do Fontelo virado para aqueles que pretendem desfrutar da beleza natural do parque; conceber um espaço que pudesse aliviar o ritmo frenético da vida urbana, assumindo uma atitude calma e relaxada e ainda criar um equipamento que fosse um catalisador na manutenção e desenvolvimento natural de toda a zona envolvente.

Corte Transversal 450.70

451.65

451.25

-0.55

0.40

0.00

5,44%

1

451.25

0.00

5 6

2 3

01

8 9 10

7

451.85

0.60

4 02

05

04

04

03

06

08

07

1- Telha de Cumieira; 2- Sub-Telha tipo ou equivalente onduline; 3Fileira; 4- Perna; 5- Régua de Fixação de Telhas; 6- Isolamento térmico e acústico em aglomerado negro de cortiça 30 mm; 7- Viga em microlamelado de madeira tipo "Kerto"; 8- Calço; 9- Caleira metálica; 10- Chapa em Aço Corten

451.62

0.37

Pretendeu-se assim, através de uma Casa de Chá, complementar todo o espaço envolvente, valorizando o espírito de ligação à natureza.

+1.24 0.45 0.00

-1.25

Planta

Alçado Sudoeste


ESTEVES & ASSOCIADOS ARQUITECTOS

COLABORAÇÃO ENTRE 2010 - 2011

REABILITAÇÃO C A S A F - ESTUDO PRÉVIO Viseu

03

5 6

4

8

Arca

Frig. Micro.

7 3

1

2

Planta Piso 0 Um terreno caracterizado pela sua localização, com vista sobre a cidade de Viseu e com uma óptima exposição solar.

15

14

13

12

A maior condicionante prendiase com o edifício pré-existente, uma construção de acrescentos, sem

critérios

estéticos,

10

9

16

11

17

sem

qualquer organização espacial digna desse nome. O objectivo seria transformar esta habitação agradável,

num

Planta Piso 1

espaço

coerente,

sem

recorrer à demolição integral do pré-existente. Uma remodelação profunda, mantendo as bases da habitação,

mas

criando

22 23 21

uma

20

nova "pele", atribuindo uma nova identidade a este local.

18

19

Planta Piso 2


ESTEVES & ASSOCIADOS ARQUITECTOS

COLABORAÇÃO ENTRE 2010 - 2011

C A S A R - ESTUDO PRÉVIO Viseu

04

Esta habitação tinha à partida duas condicionantes estabelecidas pelo dono de obra. A obrigatoriedade da cobertura inclinada, de preferência em telha cerâmica, e o facto de a habitação ter de se desenvolver em piso térreo. Assim, procurou-se dotar a habitação de movimento, dividindo a zona social e a zona privada, criando dois elementos distintos, cujas coberturas têm pendentes inversas. Existe ainda um terceiro elemento, definido pela garagem, que se destaca do volume social, marcando claramente a entrada da casa. A habitação é marcada pela utilização do contraplacado de madeira, e os tons cinza da chapa metálica e da tinta utilizada.

A

B

Planta A

B

Corte A

Corte B


ESTEVES & ASSOCIADOS ARQUITECTOS

COLABORAÇÃO ENTRE 2010 - 2011 Regeneração Urbana Estudo Prévio Mangualde

05

A Regenaração Urbana de Mangualde, previa a restruturação de vários locais, criando espaços de utilização comum, dotando a cidade de novas infraestruturas. Um dos locais seleccionados para a restruturação, foi o Largo das Carvalhas, onde se encontra a antiga escola primária. O

objectivo

desta

intervenção

prende-se

com

a

eliminação

do

antigo

estacionamento caótico à superfície, criando um novo espaço verde cultural, e prevendo a criação de um estacionamento novo, à cota da rua inferior. A criação deste espaço verde prevê percursos de jogging, bem como zonas de playground para crianças, e ainda um anfiteatro ao ar livre. Os edifícios pré-existentes, serão dotados de novas valências culturais, como cafés, bares, restaurante, biblioteca e associação cultural, e a sua ligação será feita por um novo elemento de sombreamento, que define toda a zona de esplanada.


Carlos José Meneses Simões, Unipessoal COLABORAÇÃO ENTRE 2009 - 2011

06

Casa PA Projecto de Arquitectura Travassos - Viseu

Este projecto aponta para a necessidade de resolver todo o programa em dois pisos, sendo um deles claramente marcado volume

por

serviços,

o

longitudinal, e um

Alçado Lateral Direito

segundo piso, um volume que acenta

sobre

criando

o

primeiro,

uma

intrigante

relação

entre

estes

dois

volumes.

Planta Piso 0

Ao entrarmos no piso térreo deparamo-nos

Alçado Principal

com

Alçado Lateral Esquerdo

Alçado Posterior

uma

grande sala, que se estende ao lado oposto do edifício, unindo

os

dois

espaços

exteriores, sendo o espaço dominante de todo o piso térreo. O piso superior é carcterizado pela

zona

definido

privada,

por

dois

sendo quartos

idênticos com serventia de instalação

sanitária

e

um

escritório. As três divisões são servidas por varandas. O

local

isolado,

cria

as

condições para um espaço caracterizado pelo sossego tipico das zonas rurais.

Planta Piso 1

Corte Longitudinal


Carlos José Meneses Simões, Unipessoal COLABORAÇÃO ENTRE 2009 - 2011 Reabilitação de uma Habitação Unifamiliar Projecto de Arquitectura Torredeita - Viseu

A

reabilitação

07

deste

Frig.

Cobertura em telha Beirado em Granito

imóvel foi projectada com base na harmonia entre

Ripado em Madeira Caixilharia de madeira com vidro duplo e corte térmico

espaços, e de acordo com as

necessidades

cliente.

Esta

habitação com

do

era

alguns

indíces

de

mas

que

essencialmente exíguo,

ajustavam

dias

de

procurou-se

reais

hoje. dotar

Cobertura em telha Beirado em Granito

com

compartimentos que não necessidades

ALÇADO PRINCIPAL

era

desajustada devido ao seu

se

Porta de madeira

uma

abandonada,

degradação,

tamanho

Pedra de Granito Existente

as dos

Caixilharia de madeira com vidro duplo e corte térmico

Pedra de Granito Existente Reboco pintado a Branco

Assim, este

edifício de espaços bem

ALÇADO LATERAL DIREITO

Planta Piso 1

caracterizados e definidos,

Planta Piso 0

utilizando materiais como a pedra natural de granito,

0

Cobertura em telha Beirado em Granito

e a madeira. Caixilharia de madeira com vidro duplo e corte térmico

Ripa em Madeira Reboco pintado a Branco

Ripado em Madeira

ALÇADO POSTERIOR 0

1

5

1

5


Carlos José Meneses Simões, Unipessoal COLABORAÇÃO ENTRE 2009 - 2011

08

Habitação Unifamiliar Projecto de Arquitectura Routar - Torredeita - Viseu

O

local

apresentava

condicionante

um

como maciço

rochoso, que caracterizava quase a totalidade do terreno.

Pla Ele tafo va rm tó ria a

Assim, optou-se por criar uma plataforma ao nível de um piso sem

interferir

com

7,905

1,000

1,066

o

1,300

DW

1,060

3,036 Zona Brincar 05 A: 4,335 m2 Alcatifa

I.S. 06 A: 7,192 m2 Cerâmico

2,978

2,625

1,000 0,741

Quarto 04 A: 12,449 m2

0,470

3,950

1,300

0,680

uma

1,685

2,965

1,000

1,101

1,000

0,191

1,877

casa modesta, com dois quartos,

1,000

0,190

1,875

O piso superior, demonstra uma

2,253

Sala 07 A: 14,205 m2

1,000

garagem e um anexo de arrumos.

0

1

5

Quarto 03 A: 19,803 m2

4,440

3,690

I.S. 01 A: 6,996 m2 Cerâmico

4,250

pequena sala de estar.

Vestibulo 02 A: 4,197 m2

Uma das condicionantes exigida

1,980

0,190

0,190

1,810

5,032

0,190

pelo cliente seria a cobertura

0,190

Circulação 09 A: 11,944 m2

1,016

caracterizado apenas por uma

e

Cozinha 08 A: 46,853 m2

0,470

sendo

sala/cozinha,

Corte Longitudinal

5,261

2,000

O piso inferior é completamente

uma

Alçado Principal

4,661

3,719

como base para esta habitação. independente,

Corte Transversal

F

maciço rochoso e aproveitando-o

Alçado Lateral Direito

Varanda 10 A: 19,677 m2 Betão Afagado

F

superior,

1,200

5,059

2,118

8,672

1,000

inclinada, pelo que se optou por uma cobertura em chapa de

N

zinco, com uma inclinação suave, e que cria um espaço coberto exterior na cota superior. Devido

à

procurou-se

sua

0

1

5

10

Prespectivas 3D

localização,

igualmente

fechar

toda a habitação sobre si mesma, com o intuito de atribuir uma maior privacidade ao conjunto.

Planta Piso 1

10


Ampliação de Garagem - Estudo Prévio 2011

Reabilitação Apartamento Estudo Prévio - 2010

Reabilitação Habitação Unifamiliar - 2011 - Licenciamento

Reabilitação Apartamento Estudo Prévio - 2010

Outros Projectos 2010 - 2011

Cluster Cultural - 2011 - 3D

Consultório de Dentista - Estudo Prévio - 2011

Habitação Plurifamiliar - Estudo Prévio - 2011


"Antes de arquitecto, o arquitecto é homem, e homem que utiliza a sua profissão como um instrumento em benefício dos outros homens, da sociedade a que pertence." Fernando Távora

Portfólio 2011  

Portfólio de trabalhos realizados entre 2009 -2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you