Issuu on Google+

nº 10 / ano 1 / abril 2011

Órgão oficial Juventude Popular de Gondomar alternativa@jpgondomar.com jpgondomar.com

alternativa

Editorial A crise não é depressão, não é tristeza, não é agonia nem sufoco. É tudo isso e uma coisa mais: é uma janela de oportunidade que se abre. É um momento, curto ou não, onde temos a oportunidade de desconstruir todos os vícios que acumulámos até então e que nos levam a uma situação de crise. Todos, sem excepção, passamos por estes momentos, pelo menos uma vez na vida. Portugal, uma vez mais, vai navegar por esse terreno de mudança que se quer próspero e com um destino bem definido. O jornal Alternativa, como órgão de comunicação de uma organização jovem e proactiva, acompanha naturalmente as alterações do país. Desta forma, a edição deste mês está, também ela, repleta de mudanças que

inauguram uma nova era. Desde logo, o Editorial: de agora em diante teremos esta secção específica como sendo uma voz do Jornal, da Juventude Popular (JP) de Gondomar e da juventude em geral. Aqui poderás encontrar um resumo da edição de cada mês assim como um pequeno balanço mensal da situação do país. Queremos um Editorial que te fale directamente e no qual te revejas. Depois, poderás encontrar alternadamente duas novas secções: “Figuras do Universo CDS/JP” e “Caras JP Gondomar”. Na primeira terás o privilégio de conhecer melhor as figuras que marcam o partido através de uma pequena entrevista de questões fixas. Este mês, trazemos até ti o presidente da JP – Michael Seufert -, um jovem como nós que, com

apenas 28 anos, representa os mais jovens ao mais alto nível, como deputado na Assembleia da República. A segunda coluna, mais intimista, quer dar-te a conhecer a equipa que compõe a JP Gondomar trazendo-te os jovens que dela fazem parte, assim como os seus hobbies, as suas razões, entre outras coisas. Os artigos de opinião vão também continuar, revelando-te o ponto de vista de cada um de nós de uma forma clara e assertiva. Ainda nesta edição, damos-te conta do jantar de tomada de posse da Comissão Política da Concelhia. Esperamos por ti aqui, todos os meses, neste meio de comunicação por excelência.


Figuras do Universo CDS/JP Michael Seufert Presidente da Juventude Popular 1. Quais foram as suas razões para a filiação no CDS? Houve duas razões principais. Uma foi a vontade grande de participar activamente na definição do mundo que me rodeia, o que já tinha vivido quando era activo nas Associações de Estudantes na escola e na faculdade. A razão que me trouxe em particular à Juventude Popular foi a certeza de que era aqui que melhor estava - e está! representado o que acredito: liberdade, responsabilidade e mérito. E nessa altura também fui muito influenciado pelo que li sobre o PREC e a fundação dos partidos, e a sensação que tive que só o CDS soube estar à altura do momento e apresentar um projecto que ainda hoje não envergonha o partido. Creio que à nossa esquerda não podem dizer o mesmo.

Hoje o CDS deixou de ser o partido pequeno que conheci e é um partido que ambiciona ser governo e crescer ainda mais. Creio que essa mudança mental de deixarmos de nos entender como “pequenos” é a mais significativa nestes anos de militância. 3. O que melhor recebeu enquanto militante? O que mais me satisfaz é a amizade que recebo de tantos militantes - quer da JP quer do CDS - e que me ajudam no meu trabalho de presidente da JP e de deputado. Há uma grande vontade das nossas estruturas de participar no nosso trabalho, e essa vontade é bem-vinda!

2. O que mudou depois desse momento? O CDS e a JP cresceram - e ainda bem! Fui entrando nas estruturas locais e nacionais e consegui ser parte desse crescimento.

4. Quais são as suas referências políticas? A nível nacional identifico-me - para não referir ninguém no activo - com o Prof. Lucas Pires além do especial carinho que tenho pelo patrono da JP, o engenheiro Amaro da Costa. A nível internacional, na mesma lógica, admiro profundamente o trabalho e as ideias de Ronald Reagan e Margaret Thatcher mas sou fascinado pela personalidade e a perseverança de Winston Churchill.

Jantar de Tomada de Posse por Pedro Carvalho

Composição dos Órgãos Eleitos

Tomou posse no passado dia 15 de Abril, a Comissão Política Concelhia da Juventude Popular de Gondomar. Na tomada de posse estiveram presentes vários dirigentes da Comissão Política Nacional e Distrital da JP, alguns dirigentes de outras Concelhia da JP, bem como alguns dirigentes do CDS-PP. Destaque para as presenças de Michael Seufert (Presidente da JP), Luís Miguel Pistola (SecretárioGeral da JP), Vera Rodrigues (Presidente da Distrital da JP), Pedro Moutinho (Presidente do CDS-PP Porto), Pedro Moura de Oliveira e António Aguiar Pereira (Presidente e Vice-Presidente do CDS-PP Gondomar). Para este mandato de um ano, a CPC da JP Gondomar apresentou um Plano de Actividades (pode ser consultado em www.jpgondomar.com) que visa essencialmente um reforço na continuidade do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido ao longo dos últimos meses, mas também aposta em alguns novos projectos. A CPC eleita compromete-se também a manter um corpo dirigente estável e legítimo, a manter um contacto de proximidade com os militantes e com os Jovens Gondomarenses, ouvir as suas propostas, discuti-las e apresenta-las nos devidos locais.

Comissão Política Concelhia

Mesa do Plenário Concelhio

Presidente João Tomás Santos

Presidente Cid Lopes Ferreira

Vice-Presidentes Nuno Santos Ana Filipa Santos Tiago Isidro Costa

Vice-Presidente Bruno Santos Secretário Luís Pedro Mateus

Secretário-Geral Pedro Carvalho Vogais Ana Sofia Moreira André Pacheco João Tiago Almeida Mariana Moura e Silva Nuno Tiago Sousa Sílvia Cruz

Edição do “alternativa” Nuno Santos Luís Alves alternativa.jpgondomar.com


alternativa abril 2011