Issuu on Google+

D

I

S

T

R

I

T

O

1

9

6

0

P

O

R

T

U

G

A

L

N

º

1

A

G

O

S

T

O

Paz Através do Servir Carta Mensal do Governador

é conhecida a indicação do Presidente de RI 2014-2015

Gary C.K. Huang,

Sócio do Rotary Club de Taipei, Taiwan, foi seleccionado pela Comissão de Indicação para servir como presidente do RI em 2014-15. Se não houver candidatos opositores, tornar-se-á presidente indicado no dia 1 de Outubro de 2012. Huang diz que deseja trabalhar para que o quadro social cresça além de 1,3 milhão de rotários: “Para aumentar o quadro social, devemos cruzar novas fronteiras e chegar a locais em que haja potencial de crescimento, como a China, Mongólia e Vietnam. Darei ênfase ao aumento do número de mulheres e jovens no Rotary e incentivarei ex-rotários a voltarem a integrar a família rotária". Huang serviu como presidente das empresas Taiwan Sogo Shinkong Security Co., Ltd., Shin Kong Life Real Estate Service Co. e P.S. Insurance Agency, Inc. Além disso, foi director da Corporação Federal e actuou na administração da Associação Taipei Life-Line. Ele é ex-presidente da Malayan Overseas Insurance Co. e secretário-geral fundador do Conselho para Desenvolvimento Industrial e Comercial de Taiwan. Rotário desde 1976, serviu como vice-presidente e director do RI, curador da Fundação Rotária, governador de distrito, líder de treinamento na Assembleia Internacional, líder de treinamentos regionais, membro e coordenador de task-forces e membro e presidente de diversas comissões. Além disso, foi convocador dos Institutos Rotary de 2000 em Hong Kong, 2011 em Kuala Lumpur, 2002 em Manila e 2003 em Singapura, presidiu à Conferência Presidencial de Taipei em 2002. Ele é presidente do Conselho de Exgovernadores de Distrito de Taiwan. Em 1986-87, Huang criou 19 clubes durante seu mandato como governador do Distrito 3450, o qual engloba Hong Kong, Macau e Taiwan. Huang e sua esposa, Corinna Yao, têm três filhos.

Presidente RI Sakuji Tanaka Governador Luis Miguel Duarte


Mensagem do Governador Luís Miguel Duarte

COMO CRESCER?

Estamos no mês de Agosto que Rotary dedica ao desenvolvimento e expansão do quadro social do nosso movimento. Este tema é recorrente nos debates entre rotários e ficamos sempre com a sensação de chegarmos às mesmas conclusões: temos um movimento envelhecido, necessitamos de mais jovens e temos de atrair mais quadros para Rotary. Pois bem, a questão não está nos objectivos mas sim na solução. Como podemos desenvolver e expandir o quadro social? Não tenho a veleidade de saber a resposta mágica a esta questão mas pretendo aqui deixar nesta minha mensagem algumas reflexões . O nosso primeiro adversários somos nós próprios. Por inércia ou por receio são por vezes os próprios rotários que colocam obstáculos à procura e ou entrada de novos membros. Por isso o primeiro passo tem de ser nosso: temos de nos resolver a dedicarmo-nos a recrutar os líderes que convivem com os nossos clubes e atraí-los para Rotary. E para nos tornarmos atractivos a potenciais rotários temos de saber fazer e fazer bem a nossa missão: construir projectos de serviço que beneficiem quem deles necessita colocando como profissionais as nossas capacidades ao serviço do movimento. Dificilmente conseguiremos atrair novos membros se a nossa actividade se reconduzir a reuniões e refeições sem consequência. Temos de ter acção. Mas isto não basta. Para crescer sustentadamente não devemos incluir no movimento quem não teve a oportunidade de o conhecer bem e também de participar nas nossas acções e conhecer as suas obrigações como futuros rotários. O crescimento ditado só pelo número de novos companheiros está destinado ao fracasso. Devemos antes de mais procurar manter motivados os companheiros que já temos e sabermos formar novos companheiros que sejam verdadeiros rotários no futuro, ou como demonstram as estatísticas, por cada companheiro indevidamente admitido não perdemos um mas dois. A nossa responsabilidade como rotários é também termos a consciência que nos compete reforçar o nosso movimento em quantidade e qualidade mas sempre de forma sustentada. O Rotary é uma organização centenária e única no mundo por tudo quanto já alcançou, mas a verdade é que o melhor de Rotary ainda está para vir e podemos e devemos partilhar esse futuro com novos membros.

Aceitem um abraço de amizade em Rotary,

Luís Miguel Duarte


Mensagem do Presidente de RI, Sakuji Tanaka

Prezados companheiros rotários,

O que é Rotary? Quando faço esta pergunta a rotários, geralmente as suas respostas são vagas. E quando faço esta pergunta a mim mesmo, tenho que pensar na resposta. Como Agosto é o Mês do Desenvolvimento do Quadro Social e Retenção, quero que todos os rotários sejam capazes de transmitir a mesma mensagem sobre o que o Rotary é e porque fazem parte dele. Para aumentarmos o quadro social, é essencial que cada um de nós esteja convencido de que é bom ser rotário e saiba transmitir isso a outras pessoas. No Rotary, temos a tendência de ser humildes e guardar as nossas realizações para nós mesmos, mas precisamos compartilhá-las com o próximo e com o mundo todo. Todo o rotário tem um momento de destaque e significado especial na sua vida rotária. Alguns se referem a tais ocasiões como “Momentos Rotários”. Acredito que é muito importante compartilharmos tais histórias com os outros. Os factos e os números são bons até certo ponto, mas só uma experiência pessoal pode abrir portas e trazer novas amizades. Por isso, decidi criar mensagens simples, com duração de um a três minutos, chamadas de “Momentos Rotários”. Tais mensagens podem ajudá-los a responder à pergunta “O que é o Rotary?” de uma forma que seja especial a todos, contribuindo para que falem sobre os projectos de que participam, como eles ajudam a comunidade e qual deles é o mais relevante para vocês. Para fortalecer o Rotary, precisamos de mais Sócios, mas só teremos sucesso se todos os rotários estiverem convencidos dos benefícios que a organização proporciona e possam compartilhar a sua paixão pela organização com os outros. Se cada rotário se sentir feliz com o seu movimento e divulgar tal sentimento ao mundo através de uma mensagem clara e unificada, o efeito colectivo será enorme. Estes exemplos de mensagens ajudam-nos a demonstrar o nosso entusiasmo, o que resultará no aumento e retenção do quadro social. As mensagens podem ser encontradas no site de RI e em outros materiais relacionados com o desenvolvimento do quadro social podem ser adquiridos em shop.rotary.org. Acredito que o propósito de cada um de nós é ajudar o próximo e a nossa sociedade. Quando os rotários começarem a usar tais mensagens, o mundo irá saber como o Rotary está a ajudar as pessoas. Portanto, peço que compartilhem os vossos momentos rotários com rotários e não rotários.

Sakuji Tanaka


Mensagem do Presidente do Conselho de Curadores da Rotary Foundation, Wilfrid J. Wilkinson

Para atingirmos as nossas metas, precisamos de todos os rotários!

Na Convenção de RI de Maio em Bangkok, na Tailândia, falei sobre as cinco metas principais da Fundação Rotária para este ano, as quais requerem grandes esforços, não apenas dos líderes do Rotary, como presidentes de clube, governadores de distrito, directores do RI e curadores da Fundação Rotária, mas também dos cerca de 1,2 milhões de rotários de todo o mundo, inclusive dos que não puderam participar da Convenção.

A Fundação só atingirá seu objectivo monetário se todos os rotários e clubes contribuírem com algo durante este ano rotário. E só teremos êxito no lançamento global do nosso Plano Visão de Futuro se todos os distritos, com a colaboração dos coordenadores regionais da Fundação Rotária e dirigentes distritais, fornecerem a estrutura e o treino recomendados, para que o nosso trabalho de Fazer o Bem no Mundo seja ainda mais eficiente.

Com uma Fundação mais eficiente, apoiaremos o objectivo do presidente do RI Sakuji Tanaka de promover a Paz Através do Servir e implementaremos sistemas que garantirão a gestão responsável de fundos, sobretudo no que diz respeito à alocação do FDUC.

Nenhuma meta pode ser alcançada sem um plano. O seu clube e distrito devem ter um plano em mente para a execução de seus objectivos para 2012-13, e agora é o momento de colocá-lo em prática. Para alcançar as nossas metas, todos os rotários, os clubes e distritos devem participar da Fundação Rotária, seja realizando um projecto, difundindo o bom trabalho que o Rotary realiza todos os dias ou arrecadando fundos para os nossos esforços educativos e humanitários. Peço a todos os rotários que se comprometam a alcançar as metas do Rotary para 2012-13. Nós podemos e conseguiremos alcançar estas metas, mas apenas se todos os rotários se empenharem.

Então, vamos começar!

Wilfrid J. Wilkinson


FLASH das Visitas Oficiais do Governador As Newsletters das VOG’s podem ser vistas em: http://www.rotaryportugal.pt/2012-2013/d1960/index.html

VOG ao Rotary Club LISBOA-BELÉM 09.07.2012

VOG ao Rotary Club SETÚBAL 05.07.2012

VOG ao Rotary Club LISBOA-CENTENNARIUM 12.07.2012

VOG ao Rotary Club LISBOA 10.07.2012


FLASH das Visitas Oficiais do Governador As Newsletters das VOG’s podem ser vistas em: http://www.rotaryportugal.pt/2012-2013/d1960/index.html

VOG ao Rotary Club LISBOA-CENTRO 12.07.2012

VOG ao Rotary Club LISBOA-LUMIAR 16.07.2012

VOG ao Rotary Club PORTELA 16.07.2012


In

formação de abertura de candidaturas a Governador 2015-2016 do D.1960

Nos termos do Artigo XIII, secção 13.020.3 do regimento Interno do Rotary International, o Governador do Distrito 1960 – LUÍS MIGUEL DUARTE, fixa os prazos e condições para a indicação de nomes de candidatos ao cargo de Governador(a) do Distrito 1960 para o ano Rotário 2015-2016. I. A indicação deverá ser formalizada pelo clube e a qualificação do(a) candidato(a) deverá respeitar as determinações estatutárias previstas no Artigo XV, secção 15.070 e 15.080 do Regimento Interno do Rotary International. II. O Clube deverá enviar para o Presidente da Comissão de Indicação: a) Resolução aprovada em reunião ordinária do clube, certificada pelo Secretário(a), indicando o nome do(a) Companheiro (a) candidato(a). b) Declaração assinada pelo(a) candidato(a), certificando que compreende perfeitamente as qualificações, atribuições e responsabilidades do cargo de Governador(a) e que está qualificado para o cargo e com disposição e capacidade para assumir as responsabilidades e desempenhar as funções com competência e dedicação c) Currículo Profissional e Rotário do candidato(a); d) Fotografia 12x9, a cores III. O prazo para envio da documentação encerra no dia 15 de Novembro de 2012. IV. A correspondência deverá ser enviada, em quintuplicado para: Presidente da Comissão de Indicação 2015-2016 Governador 2007-2008 EDUARDO CAETANO DE SOUSA Estrada Príncipe Alberto do Mónaco, 8 9900-038 Horta E-Mail: e.caetanosousa@mail.telepac.pt V. A Comissão de Indicação informará o Governador do Distrito, até ao dia 30 de Novembro de 2012, do nome do (a) candidato (a) seleccionado(a). VI. O Governador do Distrito informará os Clubes, nas 72 horas seguintes à resolução tomada pela Comissão de Indicação. VII. Se até 31 de Dezembro de 2012, o Governador do Distrito não houver recebido nenhuma indicação opositora, declarará o(a) candidato (a) indicado (a) pela Comissão de Indicação como Governador (a) Indicado (a) 2015-2016. VIII. Eventuais candidaturas de oposição deverão ser apresentadas entre 15 e 31 de Dezembro de 2012 e atender ao disposto no Artigo XIII, secção 13.020.7 e seguintes, no que forem aplicáveis. Nesta hipótese, o Governador do Distrito informará a todos os Clubes os nomes dos opositores até 15 de Janeiro de 2013. IX. As candidaturas de oposição só serão válidas se forem ratificadas por pelo menos 7 (sete) outros Clubes, todos na forma estabelecida no Item II a), até dia 1 de Março de 2013. X. 0 Governador informará os clubes, até 15 de Março de 2013, dos nomes e das qualificações dos candidatos, e indicará a forma de votação que será seguida para a escolha do Governador (a) Indicado (a), nos termos da Subsecção 13.020.10 do Artigo 13 do Regimento Interno de Rotary International.


O

Rotary no Mundo… a marca de diferença no Serviço à Humanidade.

Parceria estratégica Rotary-Oikocredit

Os curadores da Fundação Rotária chegaram a um acordo com a Oikocredit International, instituição financeira com sede na Holanda que promove investimento social responsável. Este acordo caracteriza a primeira parceria estratégica sob o Plano Visão de Futuro. Com esta parceria, a Fundação oferecerá subsídios pré-definidos para Rotary Clubs e distritos trabalharem com instituições micro-financeiras (IMFs) da rede Oikocredit. Juntos, as IMFs e os rotários identificarão as necessidades locais, desenvolverão abordagens eficazes e darão apoio a proprietários de pequenos negócios. “A parceria com a Oikocredit permite ao Rotary trabalhar com uma empresa reconhecida mundialmente no sector microfinanceiro, contribuindo ainda mais para o combate à pobreza”, explica o anterior chair do Conselho de Curadores Carl-Wilhelm Stenhammar. “Os rotários contribuirão sem precisar administrar os empréstimos, deixando isto a cargo dos especialistas.” Alguns Rotary Clubs já trabalharam indirectamente com a Oikocredit. Em 2009, clubes do Quénia e da Holanda receberam verbas da Fundação Rotária para apoiar uma fazenda de produção de leite e dar apoio a uma cooperativa perto de Nairóbi que conta com o apoio da Oikocredit. Como resultado, houve um aumento na quantidade e qualidade do leite. O que a Oikocredit tem a oferecer ao Rotary? A cooperativa Oikocredit é uma instituição financeira que outorga empréstimos a instituições microfinanceiras, cooperativas, organizações de comércio justo e empresas de pequeno a médio porte de países em desenvolvimento. Os investidores ganham um pequeno retorno financeiro e a satisfação de que seu dinheiro está sendo usado para combater a pobreza e promover o comércio justo com respeito ao meio ambiente. Fundada em 1975, a Oikocredit tem US$684 milhões investidos em mais de 800 organizações de 70 países, beneficiando 20 milhões de pessoas. Os Subsídios Globais da Fundação Rotária apoiam projectos internacionais de maior porte com resultados sustentáveis e de alto impacto dentro das áreas de enfoque. Os Subsídios Globais pré-definidos da Fundação-Oikocredit estão alinhados com a área de desenvolvimento económico e comunitário. Como o trabalho de elaborar um projecto e encontrar uma organização parceira já foi feito, Rotary Clubs e distritos podem-se dedicar a procurar beneficiários, fornecer apoio ou serviços e divulgar o projecto. Cem distritos estão a participar da fase experimental do Plano Visão de Futuro, que testa durante três anos uma estrutura mais simples de subsídios. Todos os distritos passarão à nova estrutura a partir do dia 1 de Julho de 2013 Mais informações e detalhes em: http://www.rotary.org/pt/MediaAndNews/News/Pages/110413_news_oikocredit.aspx


Mensagem da Presidente da Comissão Distrital do Quadro Social do D.1960, Compª. JOANA BELO

Caros Companheiros (as) e amigos (as), Como é do vosso conhecimento o mês de agosto, em Rotary, é o mês do DESENVOLVIMENTO E EXPANSÃO DO QUADRO SOCIAL. Bem sei que este mês é caracteristicamente de férias e, como tal, pouco tempo resta nas agendas dos clubes para uma reflexão aprofundada sobre RECRUTAMENTO E RETENÇÃO DE SÓCIOS. Porém, este facto não me causa especial constrangimento, pois estamos e estaremos sempre em Rotary e, qualquer mês, qualquer dia de reunião é uma excelente oportunidade para que este tema esteja na ordem de trabalhos. Falar de QUADRO SOCIAL é falar da história e dos fundamentos de Rotary. É falar da situação económica e social de Portugal e do Mundo. É falar de novas gerações…de filhos e de netos. Talvez por envolver uma panóplia de temas se torna t��o difícil para uns, tão fácil para outros… tão polémico em certa medida…enfim, UM VERDADEIRO DESAFIO! Sabemos que, numa perspetiva global, houve um aumento exponencial de rotários durante o século XX, o que é perfeitamente justificável pela própria expansão e consagração do movimento pelo mundo. O que já não tem uma justificação tão evidente é a estagnação do quadro social a partir do inicio deste século. Somos 1,2 milhões de rotários no mundo há mais de uma década. Parece que ser ”uma organização internacional de empresários, profissionais e líderes comunitários que prestam serviços humanitários, enfatizam altos padrões éticos em suas profissões e ajudam a promover a boa vontade e a paz mundial” não é motivação suficiente para aumentar o quadro social. Penso que o problema não está nos valores de Rotary, mas sim como é que esta informação chega à comunidade, aos seus líderes e principais intervenientes. Poderemos então começar a trabalhar neste sentido: MOSTRAR O QUE É ROTARY à sociedade civil. Outra questão que merece a nossa reflexão é o fato de quase 50% dos rotários terem mais de 60 anos e 5% terem menos de 39 anos. Atrair as NOVAS GERAÇÕES é garantir a continuidade e viabilidade futura dos clubes. As imposições profissionais, justificadas pelo início e afirmação de carreira, a formação de família, com casamento e chegada de filhos, e até mesmo constrangimentos financeiros, são obstáculos à entrada dos jovens em Rotary. Como forma de contrariar esta tendência, os clubes devem ser flexíveis e adaptáveis esta realidade: repensar na frequência semanal, nos valores das quotas, nos preços dos eventos… são alguns exemplos de situações que merecem a nossa atenção e que poderão promover o rejuvenescimento dos clubes. O movimento rotário é composto por homens e mulheres, mas a igualdade de géneros ainda não é uma realidade e só 10% dos rotários no mundo são ROTÁRIAS. Bem sei que são 84 anos de Rotary reservado aos homens “contra” 23 anos, desde a alteração aos estatutos que permitia a entrada de mulheres, em 1989. Jean Harris, Eugénia Hamann, Ann Brinnier e Sylvia Witlock são mulheres a quem devemos a “chegada das mulheres ao Rotary”. São nomes que devem ser mencionados para contrariar inflexibilidade de alguns clubes à entrada de mulheres no seu quadro social. A diversidade de ideias, de estar e de ser são uma mais-valia para qualquer clube. Caros companheiros, o desafio que vos deixo é que reflictam nas respostas para questões como: “Por que razão os rotários deixam o movimento?”, “Por que razão os profissionais não entram para o movimento?”, “Por que razão os ex-participantes de programas de Rotary Internacional não entram para o movimento?” e, principalmente, “Que valor a sociedade civil dá ao movimento rotário?” Só sabendo estas respostas é que podemos definir uma ESTRATÉGIA OBJETIVA e concordante com a realidade de cada clube para que, em conjunto, contribuiremos para um CONSISTENTE desenvolvimento e expansão do quadro social. Talvez encontrar a fórmula mágica! Abraço Amigo.


Mensagem da Representante Distrital de Rotaract e de Interact do Distrito 1960, JOANA PIRES

Caros companheiros e amigos.

Nesta primeira mensagem da Carta Mensal do Governador, quero começar por vos dizer que é com grande orgulho e motivação que inicio este ano rotário com novo um desafio, como é a Representadoria de Rotaract e Interact.

O facto de ser o ano em que decorre em Portugal a Convenção de Rotary Internacional foi um dos incentivos para me candidatar a Representante Distrital, não só por sempre me ter interessado em participar e ajudar em projectos a nível internacional, mas também por ser uma oportunidade única para dar a conhecer o nosso país e confraternizar com rotários, rotaractistas e interactistas de vários países. Vejo no companheiro Governador Luís Miguel Duarte uma grande motivação, vontade de trabalhar e todas as qualidades necessárias para que se realize uma grande Convenção e para levar a cabo um ano de Governadoria de sucesso.

Penso que juntos, cada um com a sua missão, temos todas as condições para liderar o Distrito e ajudar os nossos clubes a realizar um bom trabalho e a alcançar grandes sucessos. Porém, esse objectivo só será obtido com o trabalho e apoio de todos os rotários, rotaractistas e interactistas, sendo o resultado alcançado não só do Distrito, mas de todos.

Num ano com novos clubes de Rotaract e Interact, formados e em formação, a prioridade da Representadoria será fortalecer laços entre clubes novos e antigos, para consolidar amizades e incentivar a partilha de ideias e projectos em conjunto, bem como ajudar a renovar o quadro social dos clubes mais antigos, para que se dê continuidade ao trabalho iniciado no ano cessante.

Desejo a toda a Família Rotária um ano cheio de força, motivação, união e vontade de servir, para alcançarmos um mundo melhor, repleto de Paz, representando assim o propósito de Rotary:

“Paz através do servir”

Termino esta mensagem frisando que eu e a restante Equipa da Representadoria estamos à inteira disposição de todos os clubes e companheiros, com o objectivo de assegurar que no presente ano rotário são alcançadas as metas a que cada um de nós se propõe.

Saudações rotárias e um grande abraço.


Eventos Locais da 104ª. CONVENÇÃO MUNDIAL DE ROTARY 23-26 de Junho’2013—Lisboa Como uma das cidades mais antigas da Europa, Lisboa esbanja uma história rica e preservada através dos seus museus e monumentos. A cultura portuguesa, regada a frutos do mar, fado e muita história, vai dar um toque especial à celebração rotária. Aceite o nosso desafio de descobrir esta fantástica cidade e inscreva-se nos eventos locais desta Convenção que tem como pátria a Língua Portuguesa e a Lusofonia.

Lisboa 2013 As inscrições para a 104ª Convenção de Rotary International em Lisboa, Portugal, de 23 a 26 de Junho de 2013 já estão abertas! Localizada na costa oeste da Europa, a capital de Portugal é uma encantadora combinação do antigo com o moderno. Saiba mais e inscreva-se nos Eventos Locais em www.lisboa2013.org


Eventos Locais da 104ª. CONVENÇÃO MUNDIAL DE ROTARY 23-26 de Junho’2013—Lisboa

Concurso Internacional de Ópera A Final do Concurso Internacional de Ópera irá reunir mais de 20 jovens cantores de ópera, originários de todo o mundo. Assista a este evento e conhecerá as próximas grandes estrelas da Ópera Internacional. Saiba mais e inscreva-se nos Eventos Locais em www.lisboa2013.org

Experienciar Portugal Tendo por cenário um mosteiro do Século XV, vamos Experienciar Portugal através da sua cultura, gastronomia e música. Apenas 80 mesas disponíveis para este evento exclusivo. Saiba mais e inscreva-se nos Eventos Locais em www.lisboa2013.org


Eventos Locais da 104ª. CONVENÇÃO MUNDIAL DE ROTARY 23-26 de Junho’2013—Lisboa

Noite da Hospitalidade Junte-se a nós para uma noite de companheirismo que irá ficar na memória. Muito entretenimento, cultura popular portuguesa, música e danças. Tudo isto com uma das melhores vistas sobre Lisboa do outro lado do Rio Tejo.

Noite de Fado Inesquecível No coração de Lisboa, a histórica Praça de Touros do Campo Pequeno será transformada numa sala de concertos especialmente para si. Desfrute de uma noite de fado que irá preencher a sua alma e os seus sentidos. Saiba mais e inscreva-se nos Eventos Locais em www.lisboa2013.org


Vamos a Lisboa! É este o momento, é esta a hora para abraçarmos a Convenção de todos os Rotários Portugueses!

Mais informações em www.lisboa2013.org


Carta Mensal