Page 1

PANORAMA TAQUARA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016 • Nº 2311 • 16 PÁGINAS • WWW.JORNALPANORAMA.COM.BR • R$ 2,00

FRAUDE NO SUS

Vereadora eleita em Taquara é denunciada à Justiça por dois crimes Promotoria formaliza acusação contra Magali Vitorina da Silva, acusada de favorecer prefeita eleita de Ivoti na marcação de consultas. Os crimes apontados são inserção de dados falsos em sistemas e associação criminosa.

Prefeitura Municipal de Taquara

Página 11 Divulgação/Alvaro Bourscheidt

IPTU 2017 TAQUARA

A CIDADE QUE A GENTE QUER. GESTÃO 2013/2016

> 10 DE DEZEMBRO Começa a liberação dos carnês

> 20 DE JANEIRO Data para pagamento à vista; ou para pagamento da primeira de até 11 parcelas > DESCONTO À VISTA 15% para contribuintes em dia 5% para contribuintes com débitos

Mais de 600 atletas participaram, no domingo, da quinta edição da Faccat Urban Trail, que mesclou corrida e caminhada em meio a trilhas por Taquara.

Página 13

TAQUARA

ROLANTE

HOMENAGEM

Lançada campanha de prevenção à Aids

Convênio para asfalto no Caminho das Pipas

Entregues 14 títulos de cidadão taquarense

Página Central

Página 10

Página 6

REFIS

De 2 de janeiro a 3 de março de 2017, aproveite as facilidades do Programa de Recuperação Fiscal para colocar em dia seus impostos devidos até a data de 31/12/2016. Para pagamento à vista, 100% de desconto em juros e multa. Ou consulte, no setor de Tributação da Prefeitura, as diferentes faixas de desconto para pagamento parcelado.


2

ABERTURA

SEXTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016

Envie colaborações ao Panorama pelo Whatsapp. 9961.4400

EDITORIAL

As polêmicas políticas

MANIFESTAÇÃO DA JUSTIÇA Os servidores da Justiça Estadual, Justiça do Trabalho, Justiça Eleitoral, Ministério Público, Defensoria Pública, Brigada Militar e Polícia Civil realizaram um minuto de silêncio, no início da tarde de ontem, em frente ao Foro de Taquara. O ato demonstrou repúdio às alterações nas emendas feitas por deputados federais no texto das dez medidas anticorrupção e também desprezo pelo pacote proposto pelo governo gaúcho para conter a crise financeira estadual. A juíza-diretora do Foro de Taquara, Cíntia Teresinha Burhalde Mua, ressalta que as duas questões, tanto em nível federal quanto estadual, indignam o Judiciário. Em relação às alterações nas emendas do pacote anticorrupção, a magistrada relembra que o texto-base havia sido proposto através de uma grande mobilização social, e que passar por cima disto é um desrespeito. A juíza Cíntia destaca que o Poder Judiciário local tem demonstrado interesse em combater atitudes que coloquem em risco direitos garantidos constitucionalmente.

CÓDIGO TRIBUTÁRIO

A Câmara de Vereadores de Taquara voltará a se debruçar, faltando 20 dias para terminar o ano legislativo, sobre o Código Tributário Municipal. O prefeito Tito Lívio Jaeger Filho (PTB) encaminhou à apreciação, com pedido de regime de urgência, proposta que "Consolida e Altera o Código Tributário". A matéria chegou à Câmara na terça-feira. No texto, Tito diz que o projeto objetiva "estabelecer um único instrumento de orientação para aplicação das normas tributárias". O chefe do Executivo argumenta, ainda, que a consolidação somente estabelece a ordenação e adequações jurídicas, "não resultando em criação, aumento ou reclassificação de tributos". "O objetivo é, não outro, do que facilitar o acesso destas normas tributárias para os seus operadores, especialmente para os contribuintes, também como forma de transparência de tais regras. Neste sentido, em conjunto com a consolidação normativa, algumas adequações legislativas do Código Tributário Municipal são apresentadas nesta proposição, as quais estão pontuadas na relação anexa, para facilitação da análise e apreciação. Também apresentamos a presente proposição em regime de urgência, para iniciarmos o próximo ano já com esta legislação consolidada, caso esta colenda Câmara de Vereadores delibere por sua aprovação", argumentou Tito. Em 2014, a Câmara aprovou no afogadilho do final do ano uma mudança no Código Tributário. Ao iniciar a cobrança da lei, houve manifestação de contadores em Taquara. Depois, a matéria chegou a gerar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). É de se esperar que a tramitação na Câmara observe a necessária cautela na votação de projetos deste tipo. E de se lamentar que matérias como essa sejam enviadas à análise, mais uma vez, faltando poucos dias para o encerramento do ano legislativo.

CONTAS APROVADAS Seguindo recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE), a Câmara de Vereadores de Taquara aprovou, nesta semana, decreto legislativo com parecer favorável às contas do ex-prefeito Délcio Hugentobler (PDT) relativas ao ano de 2010. Também foram aprovadas as contas da ex-vice-prefeita Michelle Franck Sápiras (PDT) e de Lauri Fillmann (PDT), presidente da Câmara de Vereadores em 2010 e que chegou a estar à frente do Executivo por alguns dias.

O melhor do flash back! Na Era do Vinil de segunda a sábado a partir das 13hs.

Enquanto o Brasil acompanhava as notícias relacionadas à tragédia com o avião da Chapecoense, os políticos brasileiros deram demonstração do quanto andam desconectados da voz das ruas, nesta semana. Em plena madrugada de terça-feira, desfiguraram um projeto proposto pela sociedade para combate à corrupção, e estabeleceram possíveis penas a quem se propõe a investigar eventuais ilegalidades. Trata-se da emenda que coíbe o que deputados chamam de abuso de autoridade. As últimas demonstrações de descompasso com o que se espera de honradez na política começaram a se tornar públicas a partir do governo federal. O ministro da Secretaria de Governo do presidente Michel Temer, Geddel Vieira Lima, teve que ser demitido, após ser denunciado pedindo a liberação da construção de um prédio onde possui um apartamento, na Bahia. Não cabe a um ministro de estado interceder com interesses pessoais junto a um colega. É mais grave, ainda, que o presidente da República tenha tentado “arbitrar” uma questão que seria técnica. Temer deveria ter dito: que sigam a decisão dos profissionais ligados à área. Mas, o presidente pediu que o caso fosse remetido à Advocacia-Geral da União (AGU), exatamente como Geddel queria. Alçado à presidência por meio de um impeachment, e sem

Daíse Carvalho

TAQUARA - A Câmara de Vereadores de Taquara realizou, na quarta-feira, audiência pública solicitada pela vereadora Sirlei Silveira (PTB) para discutir o problema das vagas nas escolas de educação infantil mantidas pelo governo do Estado. A administração gaúcha determinou, às diretoras das escolas Breno Ritter, 27 de Maio e Tristão Monteiro, que não realizem inscrição de crianças de até cinco anos, uma vez que a legislação define que a prioridade de manutenção pelo Estado é do ensino médio. A audiência na Câmara integra mobilização para que o governo gaúcho reverta essa medida, mas nenhum representante da Secretaria Estadual de Educação esteve presente ao encontro. A vereadora Sirlei, em entrevista ao programa Painel 1490, da Rádio Taquara, lamentou a falta, inclusive da titular da 2ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Helenise Juchem, que tinha confirmado presença à assessoria da Câmara de Taquara. Além disso, a vereadora informou que, na própria quarta-feira, representantes da CRE telefonaram a diretoras das escolas taquarenses destacando que ninguém da Coordenadoria estaria presente, o que foi interpretado como uma tentativa de esvaziar a audiência pública. Mesmo assim, ressaltou Sirlei, o encontro foi realizado, com significativa presença da comunidade. Segundo a vereadora, embora o governo tenha faltado à reunião, houve debate com a participação dos vereadores, do secretário municipal de Educação, Antônio Edmar Teixeira de Hollanda, e da assessoria jurídica do Legislativo. Ficou decidido que o abaixo-assinado feito pela comunidade será transformado em representação coletiva a ser encaminhada ao Ministério Público, pedindo que a Promotoria arbitre com o Estado a manutenção destas vagas. Os ve-

PANORAMA

Prazer de ouvir

coíbe o abuso de autoridade é necessária no país. A emenda apresentada pela Câmara até possui dispositivos importantes, como o que proíbe a vinculação partidária de investigadores. Ao mesmo tempo, possui mecanismos intimidadores a quem for responsável por uma investigação, ao não ser clara em punições previstas, criminalmente, no caso de denúncias ou inquéritos instaurados e que, eventualmente, não sejam aceitos pelo Judiciário. Tudo soou, na verdade, como uma retaliação parlamentar contra quem está investigando e sendo responsável por jogar luz sobre esquemas ocultos no Brasil. Registre-se, ainda, que os três poderes devem ser independentes e harmônicos, cumprindo as disposições e obrigações previstas na Constituição. E que o próprio Judiciário brasileiro, em muitas ocasiões, garante privilégios absurdos, como os casos de auxílios pagos imoralmente. Fatos que, no entanto, devem ser debatidos pela sociedade, de forma a cobrar, assim como se cobra do Legislativo, a racionalização do gasto público. No tocante à imprensa, muitas vezes é o Judiciário que provoca decisões de censura inaceitáveis. Mas, esses casos não dão o direito de ensejar a retaliação a quem tem o dever constitucional de investigar e processar os responsáveis por ilicitudes.

Governo do Estado falta à audiência sobre manutenção de vagas no ensino infantil

Fundado em 27/9/1975

www.fm91.com.br

grande popularidade, Temer, mais uma vez, emite sinais preocupantes sobre como lidará com questões éticas do seu ministério, montado às pressas e cercado de suspeitas. Ficará do lado de quem o presidente? Da ética ou dos interesses políticos? Na Câmara dos Deputados, na calada da noite, os parlamentares alteraram o conteúdo das 10 medidas anticorrupção. Tornaram crime o caixa dois eleitoral, que, dias atrás, os deputados discutiam a anistia. No domingo passado, Temer, o presidente do Senado, Renan Calheiros, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, anunciaram um “acerto institucional” para evitar essa anistia. Disse Temer que o acordo foi construído escutando “a voz das ruas”. Os deputados, que receberam para votar um projeto com mais de dois milhões de assinaturas, resolveram não escutar “a voz das ruas”. É certo que se trata de prerrogativa da Câmara o aperfeiçoamento e a adequação constitucional do texto legislativo, afinal, os parlamentares foram eleitos para isso. No entanto, não se pode alterar uma proposta com vistas a, na verdade, proteger a corrupção. Caíram por terra vários dispositivos importantes das 10 medidas anticorrupção e se aprovou um embuste que prevê punição a promotores, procuradores e juízes. A bem da verdade, uma lei que

Reunião na Câmara de Vereadores teve boa participação da comunidade

readores também deverão acionar os deputados estaduais com quem têm relação, a fim de sensibilizar o governo gaúcho a reverter esta decisão. Sirlei diz que a demanda de Taquara é muito justa, uma vez que, embora a legislação estabeleça as competências para o ensino, a Prefeitura atua no ensino médio, responsabilidade do governo estadual. São disponibilizadas mais de 600 vagas na Escola Taquarense de Jovens e Adultos (Estaja) e ainda mantém o Colégio Theóphilo Sauer. A vereadora informou que as três escolas do Estado que teriam vagas cortadas no ensino infantil já possuem mais de 100 inscrições para o atendimento.

Editado pela EMPRESA JORNALÍSTICA GAÚCHA LTDA. Inscrição Estadual: 141/0071666 - CNJP: 88.279385/0001-19 Rua Rio Branco, 1006 - Fone: 3542.2288 - Taquara/RS - CEP: 95.600-000

Jornalismo: editoria@jornalpanorama.com.br Publicidade: publicidade@jornalpanorama.com.br Direção: direcao@jornalpanorama.com.br Diretor: Olavo Carlos Wagner Editores: Inge Dienstmann | Vinicius Linden

Impressão: Gazeta do Sul (051) 3715.7800 / 3715.7887 Circulação às sextas-feiras em Taquara, Parobé, Igrejinha, Três Coroas, Rolante e Riozinho (Vale do Paranhana). Fechamento comercial quartas ao meio-dia.


TAQUARA

SEXTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016

Nostalgia e solidariedade no encontro anual de carros antigos Modelos como Opalas, Mavericks, Dodges, exóticos V8, atemporais Fuscas, Kombis, carros nacionais C10 e até caminhão modelo guincho anos 60 usado como palco personalizado, chamaram a atenção de quem passou pela Rua Coberta de Taquara, no último domingo. Tanto pela beleza dos veículos, quanto pela conservação e originalidade das peças. O mais antigo, entre os mais de 55 carros presentes no evento, era do ano de 1928, um Modelo A, da Ford, possivelmente fabricado em Detroit.

O evento é organizado pelo grupo de amigos Antigos Taquara, inspirado nas iniciativas de Flávio Marks, que no final dos anos 90 reunia admiradores da automobilística de vanguarda. O filho de Flávio, André Marks, e o amigo Rafael Krummenauer, decidiram dar sequência à ideia da exposição neste ano. Conversaram com mais conhecidos e amigos que apostaram no projeto. A partir daí somaram-se engajados e admiradores da causa, como o grupo Quadrados 239 - Taquara. Eles trouxeram os

Apreciadores de veículos antigos ficaram encantados

modelos mais clássicos da Volkswagen, como Paratis, Gols, Voyages, ao todo foram mais de 20. Este foi o maior encontro do ano de 2016, que teve uma edição por mês, sempre no último sábado. A ideia dos organizadores é continuar com a proposta no ano que vem. A prefeitura disponibilizou a Rua Coberta, junto à praça, e a estrutura de luz. “Retomar a história e continuar para realizar encontros como este é um dos nossos objetivos, por ser um momento único de interação entre as pessoas. O Antigos Taquara conta com mais de 20 integrantes, sem fins lucrativos, mas com fim social, como doações de brinquedos e alimentos”, esclarece Rafael Claus Krummenauer, advogado. Cada encontro tem, em média, 50 carros. Os modelos e os apreciadores vêm de outras cidades, como Igrejinha, Parobé, Sapiranga, Novo Hamburgo, Gramado, Canela, São Leopoldo, Três Coroas, entre outras. “O diferencial desta edição foi a diversificação de atrativos, como food trucks, loja de miniaturas, caricatura na hora, show ao vivo com a

Banda Nicamuds, (Rolante), chopp artesanal e a exposição em si”, comenta André Marks, comerciante. Os interessados que gostam e têm carro antigo podem participar e somar-se a este movimento. “Somos um grupo aberto a participações, somos um coletivo. Nosso evento não tem restrições, pode vir aqui, trazer seu carro, seu churrasco e chimarrão”, afirmou André.

3

Fotos: Daíse Carvalho

Modelo Dodge clássico chamou a atenção pela pintura e brilho


4

SEXTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016

TAQUARA

Apae realizará brique amanhã A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Taquara realizará amanhã a terceira edição do brique da entidade. A iniciativa comercializa objetos a preços módicos e busca arrecadar fundos para a manutenção dos serviços. O evento acontecerá na sede, na rua Júlio de Castilhos, das 8 às 15 horas, sem fechar ao meio-dia. A diretora da APAE, Silvia Adriana Gelinger, conta que estarão à disposição, para venda, acessórios, artigos de bazar, cama, mesa e banho, artigos de decoração, brinquedos, roupas femininas e masculinas, calçados e outros

artigos, muitos deles novos. Os valores começam a partir de R$ 1,00. Os itens foram doados pela comunidade e começaram a chegar intensamente há duas semanas. As doações ainda podem ser feitas pelo telebusca 99956.2509, com Mayra, ou na entidade, pelo (51) 3542.1446, com Márcia ou Elisa. Silvia lembra que em outras edições houve boa aceitação da comunidade. “O recurso arrecadado tem sido utilizado na manutenção da entidade, principalmente para compra de materiais escolares e atendimentos clínicos de alunos”, destacou. Divulgação

Lançado o projeto “Conheça Taquara através da Dança” O projeto da Prefeitura Mirim “Conheça Taquara através da Dança – 130 anos de história” foi lançado, no último dia 25, contando com a presença do secretário de Educação, Cultura e Esportes, Antônio Edmar Teixeira de Holanda, dos integrantes mirins, familiares, professores e dos apoiadores, representando o SESC, professora Natália Pezzi, e pela empresa 360 Air, Bruno Moreira. O evento ocorreu no Ginásio do Colégio Santa Teresinha. Durante o lançamento, o vídeo, que foi resultado das gravações nos pontos históricos e culturais da cidade, foi apresentado e emocionou os presentes. “Foi um trabalho bem intenso, mas que nos ofertou muita satisfação, pois servirá de base de estudo e conhecimento para muitos alunos e para a comunidade, além de

Divulgação/Magda Rabie

Alunos apresentaram as danças durante o evento

mostrar muitas coisas belas da nossa cidade”, observa Darlei Franzen, que, junto a Helena Breyer, coordenam a Prefeitura Mirim em Taquara. Nos próximos dias o vídeo estará disponível nas redes sociais. O secretário Edmar Holanda parabenizou o projeto. “Como é bom poder trabalhar com uma equipe tão comprometida com o ensino. Fico feliz de

participar deste momento com vocês. Parabéns a todos os alunos e professores envolvidos”, mencionou Edmar. Os representantes mirins, em parceria com a professora Natália Pezzi, do SESC, ensaiaram e filmaram cinco coreografias de dança nos pontos apresentados no vídeo, que são: Igrejas Católica e Evangélica, Colégio Santa

Teresinha, Clube Comercial, Praça Marechal Deodoro, Prefeitura, Museu Histórico Adelmo Trott, Capela Santa Rosa (150 anos), Pinheiro mais antigo (esquina das ruas Auto João Muratore e Santa Rosa), Toca Santa, Parque do Trabalhador, Faculdades Integradas de Taquara – Faccat, Jornal Panorama, Rádio Taquara e estádio do Sport Clube Taquarense.

Diretores de escolas tiveram curso de gestão financeira Os itens que estarão à venda foram recebidos por doação

Mas’ouda doa 320 quilos de ração A Escola de Dança de Taquara Mas’ouda Dança do Ventre visitou, no último dia 20, a ONG VidAnimal, localizada em Linha Gonzaga, no distrito de Entrepelado, interior de Taquara. O objetivo foi a entrega de 320 quilos de ração, arrecadados na V Noite Árabe, promovida no dia 19 de novembro, no Espaço Cultural Pastor Wartenberg, em Nova Hartz. O evento trocou ingressos por ração em benefício à ONG que acolhe 260 animais, dentre cães e gatos, e é administrada por Luiz Ricardo Marcos.

Foram três meses de novos conhecimentos e aprendizagens na área de Gestão Financeira. Trinta e oito diretoras das escolas municipais de Taquara, hoje, estão mais aptas a dirigirem seus educandários, no que diz respeito ao emprego de recursos e à prestação de contas de seus investimentos, graças a parceria feita entre a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esportes (SMECE) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). O curso Gestão Financeira para Diretoras de Escola foi desenvolvido com carga horária de 24 horas, em duas turmas. “Foi um projeto personalizado para o Município, através da Secretaria de Educação. Houve várias reuniões de alinhamento, nas quais estudou-se a ferramenta utilizada para Gestão Escolar nas escolas de

Taquara. Todo o curso foi desenvolvido para atender uma necessidade específica das diretoras e da Secretaria”, explica a diretora do Senac/Taquara, Keyla Copes Rodrigues. “A ideia é que o SENAC seja muito próximo da comunidade. Visito outras prefeituras e uso o case de vocês, pois é uma referência, todos se encantam com a proposta”, comemora Keyla. O curso foi ministrado pelo engenheiro de controle e automação e consultor, Mauro Feldermayer Castellan. “Tratamos a gestão financeira para escola, o ciclo dos recursos dentro da instituição de ensino, os recursos que entram e saem, como fazer a gestão deles, como prestar contas e fazer o orçamento para o próximo ano e as principais fontes de recursos. Isso tudo é muito do dia a dia deles, estamos polindo alguns

conceitos e trazendo métodos para melhorar o desenvolvimento deste trabalho diário”, relata Mauro. O secretário Antônio Edmar Teixeira de Holanda destaca a importância desta capacitação. “A secretaria se preocupa com a gestão de nossas escolas. Aprender a trabalhar os recursos disponíveis é essencial para o melhoramento delas, para o correto prestar contas destes recursos que vem não somente das promoções dos educandários, mas de órgãos estaduais e federais. Foi muito gratificante esta parceria e queremos ajustar outras para o futuro”, observa o secretário, lembrando que outros municípios perceberam a relevância desta iniciativa. “Recebemos ligações de três municípios interessados em saber como deu-se esta parceria”, comenta.

IACS realizará Cantata Natalina neste domingo O Instituto Adventista Cruzeiro do Sul (IACS) realizará, neste domingo, a sua tradicional Cantata Natalina. O evento acontecerá a partir das 20h30min, na sede da instituição, na ERS-020. Segundo o diretor do IACS, João Cesi Lopes, cerca de 400 estudantes devem participar da atividade com cânticos natalinos. Toda

SCHAAN ADVOGADOS ASSOCIADOS S/S JOSÉ FERNANDO SCHAAN GAYSITA PAHL SCHAAN

OAB/RS nº 2.641 OAB/RS nº 6.094

GAYSITA SCHAAN RIBEIRO OAB/RS nº 31.724 LUCAS PAHL SCHAAN NÚÑEZ OAB/RS nº 88.998

ESCRITÓRIO: Rua Pinheiro Machado, nº 1287 Centro - Taquara Fone/fax: (51) 3542-1264

a comunidade pode participar e a entrada é franca. O diretor aconselha que o público leve suas cadeiras. Também é solicitada a contribuição espontânea à campanha de arrecadação de alimentos do IACS, que serão distribuídos, posteriormente, a famílias carentes de Taquara.


TAQUARA

O Instituto Vitória comemora o reconhecimento pelo Prêmio Responsabilidade Social, realizado pela Assembleia Legislativa do Estado e concedido a modelos de gestão e trabalhos à comunidade. A cerimônia de entrega da distinção foi na quarta-feira da semana passada, no teatro Dante Barone, em Porto Alegre. É o oitavo ano consecutivo que a entidade é laureada com o título. Os selecionados passam pela avaliação de uma comissão formada por representantes de organizações de peso no cenário econômico gaúcho. Participam empresas, municípios e entidades que desenvolvam ações sociais no exercício de suas atribuições. Na inscrição, os concorrentes necessitam apresentar um relatório de responsabilidade social e o balanço contábil, demonstrando a aplicação dos recursos. O Instituto Vitória participou na categoria Entidade Sem Fins Econômicos (acima de R$ 250 mil). Nesta edição do evento, a entidade apresentou os trabalhos de reinserção na comunidade realizada com os residentes. Muitos aproveitam o

Divulgação

Instituto Vitória ganha Prêmio Responsabilidade Social pelo oitavo ano

Adilson, ao centro, recebendo a condecoração em nome da entidade

período de tratamento para buscar o aperfeiçoamento profissional e a conclusão dos estudos. A assistente social do Instituto, Cláudia de Cristo, salienta que, com isso, também oferecem aos acolhidos a possibilidade de desenvolverem condições de se gerirem quando não estiverem mais em tratamento. O Instituto realiza projetos sociais de prevenção ao uso de drogas junto à sociedade, como lembra o administrador do Vitória,

Adilson Rodrigues, além de desenvolver trabalho como comunidade terapêutica com dependentes químicos e familiares deles. “É muito orgulho ver nosso trabalho ser reconhecido como modelo de gestão, de responsabilidade com os investimentos em projetos”, destaca. Uma das iniciativas realizadas com crianças e adolescente é o Prevenção Através da Música, que realiza oficinas em escolas municipais da região.

Com o tema "Jesus Cristo: Luz das Nações", o Colégio Santa Teresiha realizará, nesta sexta-feira, mais uma edição do evento Natal em Canto. A promoção acontecerá a partir das 20 horas, no ginásio da escola, na rua Júlio de Castilhos. Segundo a direção do Santa, a comunidade é convidada a participar do evento, que tem entrada franca. Paralelamente às atividades de encerramento do ano letivo, a escola taquarense está preparando e recebendo matrículas para 2017. As informações foram divulgadas pela diretora Isabel Rossetti e a vice-diretora da escola, irmã Laudete Zambonin, em recente entrevista ao programa Painel 1490, da Rádio Taquara. "O Natal em Canto é o momento em que a comunidade se reúne no ginásio para celebrar, com gratidão, essa data importante e o verdadeiro significado do Natal", comentou a diretora da escola. O Santa também está realizando a campanha Sacola Solidária, em que a comunidade é convidada a adotar uma sacola e completar com alimentos. Depois, o material arrecadado será entregue pela Juventude Notre Dame (JUND) às famílias carentes do município. Segundo Isabel, o Santa quer ser, sempre, uma re-

Vinicius Linden

Santa Teresinha realiza hoje o Natal em Canto

Diretora Isabel e vice-diretora Laudete concederam entrevista à Rádio Taquara sobre preparação do ano letivo 2017

ferência em formação humana e espiritual. "Nossos trabalhos preveem uma reflexão, para levar o aluno a pensar sobre sua vida e atitudes. Temos cuidado para que as atividades mostrem o lado humano e o lado bom das pessoas", comentou a vice-diretora. Isabel e Laudete ressaltaram que a escola possui estrutura de laboratórios à disposição dos estudantes, com espaços de matemática, química, biologia e informática. "Nossos professores estão preparados para trabalharem com aulas práticas, em que os alunos assimilam melhor os conhecimentos, se envolvem nas atividades", comentou a diretora Isabel, acrescentando que um norte da escola é a ca-

pacitação constante dos professores. Para o ano letivo de 2017, a escola realizará o curso Desenvolvendo Habilidades, ministrado aos alunos da primeira série do ensino médio, com ideia de ampliação posterior às demais turmas. Segundo a diretora Isabel, a proposta objetiva que o estudante saia da escola com os conteúdos necessários ao ensino médio, mas também com bagagem para inserção no mercado de trabalho. A capacitação ocorrerá em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). A escola está com o processo de matrículas para 2017 em andamento e interessados podem agendar contato com a direção.

SEXTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016

5

DOAÇÕES NATALINAS - O programa Sesc Maturidade Ativa de Taquara está promovendo ação de Natal que objetiva levar alegria para cerca de 90 idosos de asilos da região. A "Árvore da Solidariedade" é um projeto no qual voluntários da comunidade deverão ir até o Sesc, na rua Júlio de Castilhos, e retirar um enfeite da árvore natalina, em que haverá um pedido de presente. Depois da compra, o doador deixará o pacote na árvore para que os integrantes do Maturidade Ativa façam a entrega ao presenteado. As doações poderão ser feitas até 12 de dezembro. Os asilos atendidos são: Sol Nascente I e II, Residencial Terapêutico, Aconchego das Vovós, Lar Doce Lar e Vida e Saúde. Mais informações podem ser obtidas junto ao Sesc Taquara, pelos telefones 3541-2210 e 3541-2022.


6

SEXTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016

COMUNIDADE EVANGÉLICA Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil

“Que o Senhor faça com que cresça cada vez mais o amor que vocês têm uns pelos outros e por todas as pessoas....” (1 Tessalonicenses 3.12 a). Amigos do Panorama! É Advento. Tempo abençoado. Tempo de avaliação e de arrependimento. Deus nos convida. Ele quer orientar a nossa vida também neste tempo. O Natal está próximo. Também é hora de dar graças a Deus, pois não estamos sozinhos. Em Jesus, Deus é Senhor da história. Vamos nos alegrar por isso. Deus não está distante. Ele entra na história para nos fortalecer na caminhada de fé, esperança e amor. O apóstolo Paulo está alegre, pois a comunidade continua firme no Senhor. Paulo dá graças a Deus. Clama ao Senhor, para que cresça o amor entre a comunidade. Que todos sejam dedicados a Deus, e sem culpa, quando o Senhor Jesus vier. A Igreja vive entre dois adventos: histórico, Jesus na manjedoura e o que há de vir, anunciado por Paulo na carta aos Tessalonicenses. Jesus voltará para exercer o juízo e a misericórdia. Deus nos chama para sermos dedicados completamente a ele. Com todos os desmandos em quase todos os meios na atualidade, somos chamados a permanecer fiéis ao Senhor do Advento, Jesus Cristo. Vamos nos alegrar, pois Jesus continua chegando na sua Palavra e sacramentos. Advento acontece lá onde pessoas respondem com fidelidade ao chamado de Jesus, testemunhando e servindo pessoas. Amém. Pastor Valmor Haag PROGRAMAÇÕES Sábado, 3 de dezembro: Culto no Lar OASE, às 15 horas; Encontro de Jovens, às 19h30min; Domingo, 4: Culto de Advento na Igreja da Paz (centro), às 9 horas, com Ceia do Senhor (participação do Lar OASE); Culto Infantil no mesmo horário. Dia 7: Culto de Advento e Caminhada das Luzes (participação do Grupo de Casais); Dia 8: Assembleia Geral Ordinária na Igreja da Paz, às 20 horas.

TAQUARA

QUATORZE CIDADÃOS COM ATUAÇÃO SOCIAL DESTACADA Câmara de Taquara entregou títulos de cidadania em sessão solene A Câmara de Vereadores de Taquara realizou, na segunda-feira, a tradicional sessão solene para entrega dos títulos de cidadania. São homenageadas pessoas com relevante serviço social prestado no município, escolhidas pelos vereadores. Cada parlamentar tem direito de escolher um nome e submetê-lo à votação pelos colegas, através de projetos de decreto legislativo. Neste ano, foram entregues 14 títulos. Os certificados de cidadão taquarense são concedidos às pessoas que não nasceram em Taquara, mas residem no município e desenvolvem relevante trabalho social. Já os títulos de benemérito cidadão são concedidos a quem é taquarense nato e também tem atuação destacada no município. A

Fotos: Vinícius Linden

À FRENTE: Airton Schirmer, Alcides Davenir dos Santos Lima, Clóvis Romero Marques Pinto, Adão Enedir Santos da Silva, João Batista dos Santos Rogério ATRÁS: Daniel da Silva, Emanuelly Müller (representando Franck Müller), Adriano Rogério Carvalho do Amarante, Érica Ostrowski, Auro Paulo Sander, Vera Lúcia Beck, Emmanuelle Cunha da Luz e Ricieri Juliano Farherr (representando Denise de Ávila Ferreira)

sessão solene é realizada anualmente e, por isso, durante o mandato, cada vereador tem direito de prestar quatro homenagens, uma por ano. O presidente do Legislativo, Guido Mário

ADÃO ENEDIR SANTOS DA SILVA (título de cidadão taquarense proposto pelo vereador Telmo Vieira) Adão nasceu em São Francisco de Paula e possui 68 anos. Trabalha como padeiro e, há 50 anos, entregava pães em uma carroça em Taquara. Casado com Valeci Reis, é pai de três filhos, Angelo Enedir da Silva (falecido), Marcio Henrique da Silva e Pauline Siana da Silva. Fundou, juntamente com seu filho, a Padaria Henrique, que está em atividade há 28 anos. ADRIANO ROGÉRIO CARVALHO DO AMARANTE (título de cidadão taquarense proposto pelo vereador Eduardo Kohlrausch) Natural do município gaúcho de Mata, Adriano, que possui 45 anos, reside em Taquara desde os oito. Trabalhou na indústria calçadista e cursou na Escola Técnica Estadual Monteiro Lobato (Cimol). Foi aprovado em concurso para os Correios, mas não chegou a assumir a vaga, tendo sido aprovado para a Brigada Militar, tendo atuado por 20 anos na corporação e encerrado a carreira na graduação de sargento. É casado com Maria Glaci de Moraes, com quem tem uma filha, Julia Moraes do Amarante. AIRTON ADEMIR SCHIRMER (título de benemérito cidadão taquarense proposto pelo vereador Roberto Timóteo) Airton nasceu em Taquara e está com 50 anos. Seu primeiro emprego foi como catador de bolas de boliche na Sociedade 5 de Maio. Trabalhou na indústria calçadista e como professor. Possui trabalho social destacado no bairro Santa Maria, como responsável pelo primeiro estatuto da Associação do Bairro. Casado com Maria de Fátima, é pai de Jenifer (falecida) e Viviane Danúbia Schirmer. A primeira filha morreu em um acidente de trânsito na ERS-115. Airton liderou mobilização para melhorias de segurança na ERS-115 e fundou a ONG Vida Breve, que hoje atua em projeto educacional de conscientização através do Grupo Aprendizes de Hip Hop e Poesia, trabalho que, no ano passado, foi mostrado nacionalmente no programa Caldeirão do Huck, da Rede Globo. ALCIDES DAVENIR DOS SANTOS LIMA (título de cidadão taquarense proposto pelo vereador Adalberto Soares) Natural de São Francisco de Paula, Alcides está com 50 anos e reside em Taquara desde 1985. Casado com Marcia Angeli Monteiro Lima, possui cinco filhos, Emerson Luiz, Ivanir, Inajara, Indianara e Vanessa. Iniciou seu trabalho na função pública em 1989, como zelador da Secretaria de Meio Ambiente. Atuou por 16 anos como guarda na Prefeitura. Em 2006, assumiu como zelador na Escola Calisto Eolálio Letti, função que desempenha até hoje. AURO PAULO SANDER (título de benemérito cidadão taquarense proposto pelo vereador Arleu Oliveira) Auro nasceu em Taquara, no antigo Hospital Faiock,

Prass Filho, destacou o momento como um dos mais importantes do ano para a Câmara, devido à oportunidade de ressaltar pessoas que trabalham em prol do desenvolvimento e do bem estar da

comunidade. A sessão solene foi abrilhantada pela participação do jovem Bruno Pedrozo, estudante do bairro Empresa e vencedor do The Voice Kids Breno Ritter, que cantou duas músicas.

e está com 47 anos. Dos quatro aos 34 anos, residiu em Três Coroas e, depois, voltou para Taquara. Casado com Vania Eliete Port, possui dois filhos, Bruno e Arthur. Foi presidente de entidades em Três Coroas e atua como representante comercial da área calçadista. Em trabalhos comunitários, participa da diretoria do grupo de casais da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) de Taquara. Desde 2013, é o patrão do CTG O Fogão Gaúcho, enfrentando, ao assumir, as dificuldades financeiras vivenciadas pela entidade tradicionalista. CLÓVIS ROMERO MARQUES PINTO (título de cidadão taquarense proposto pelo vereador Lauri Fillmann) Natural de São Francisco de Paula, Clóvis exerce suas funções na agricultura e pecuária. Também esteve na condição de presidente de uma cooperativa de agricultura e, entre 2001 e 2004, foi secretário distrital de Rio da Ilha. Também presidiu a associação de moradores da localidade e foi presidente da capela São José. Reside na localidade desde os 11 anos. Também participou da Expocampo, durante vários anos, como produtor de leite e criador de gado. DANIEL DA SILVA (título de cidadão taquarense proposto pelo vereador Moisés Cândido Rangel) Nascido em Farroupilha, Daniel está com 47 anos. Casado com Elaine Bairros da Silva, possui quatro filhos, Diogo, Wesley, Pamela e Julian. Trabalha como vigilante no turno da noite e realiza ações sociais como membro da Igreja Assembleia de Deus Vida Nova, em atividades que consistem na arrecadação de alimentos, materiais de construção e mão de obra gratuita.

Jovem Bruno Pedrozo foi o responsável por abrilhantar a sessão solene da Câmara

NA INTERNET

Confira no Facebook do Panorama a galeria completa de fotos da sessão solene de homenagem da Câmara de Taquara. Acesse http://migre.me/ vCbOZ.

psicopedagogia. ÉRICA OSTROWSKI (título de cidadã taquarense proposto pela vereadora Sandra Schäeffer) Natural de Montenegro, Érica está com 53 anos e reside em Taquara há quase três décadas. É defensora das boas coisas taquarenses, bairrista de carteirinha. Mãe de quatro filhos, sendo que três deles têm seus negócios em Taquara. Palestrante na área de beleza e bem estar, é colunista do Jornal Panorama e comunicadora da Rádio Taquara, além de disponibilizar palestras no Youtube. Diz sempre que considera Taquara a sua cidade, por se sentir respeitada e valorizada no município, onde recuperou a autoestima e o bom humor. FRANCK FLAMARION MÜLLER (título de benemérito cidadão taquarense proposto por Guido Mário Prass Filho) Taquarense nato, Franck está com 40 anos e é formado em administração de empresas. Diretor da Rede Müller, empresa fundada pelos seus pais, investe na qualificação profissional dos seus funcionários. É diretor de instituições como a Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), que, em recente evento, destacou o desempeho da Rede Müller, ratificando sua posição de vanguarda no cenário municipal e regional. Nas três lojas da rede são realizados projetos sociais, como a redução do uso de sacolas plásticas e o auxílio a entidades como As Samaritanas, Lar Padilha e outras. Na sessão solene da Câmara, foi representado pela filha Emanuelly Policarpo Müller.

DENISE DE ÁVILA FERREIRA (título de cidadã taquarense proposto pela vereador Sirlei Silveira) Denise é natural de Marcelino Ramos e está com 55 anos. Casada com Ricieri Juliano Farherr, é mãe de Murilo. Funcionária pública da Receita Estadual, possui formação em pedagogia e é acadêmica de administração. Foi voluntária na Apromin e se engajou na causa em prol do antigo Lar das Meninas. Atualmente, administra o projeto Amigos na Cozinha, que aproxima a comunidade do Centro de Acolhimento do Lar Padilha. Na sessão solene da Câmara, foi representada por seu marido durante a homenagem.

PAULO EMÍLIO SKUSSA MORASSUTTI (título de cidadão taquarense proposto pelo vereador Nelson José Martins) Natural de Rio Pardo, o médico Paulo Morassutti está com 59 anos. É sócio da clínica Oncoprev, que mantém o serviço de atendimento a casos de câncer no Hospital Bom Jesus, de Taquara. Também médico da casa de saúde, foi reconhecido pela atuação da clínica em Taquara, mantendo os serviços pelo Sistema Único de Saúde (SUS) mesmo em um momento em que o setor público passa por crise e atrasa os pagamentos pelos atendimentos prestados. Também agraciado pela liderança na luta regional para que o hospital taquarense disponibilize o serviço de oncologia.

EMMANUELLE CUNHA DA LUZ (título de cidadã taquarense proposto pelo vereador Valdecir Almeida) Emmanuelle possui 38 anos e é casada com Fernandes Vieira dos Santos, tendo duas filhas, Gabrielle e Rafaelle. Natural de Porto Alegre, reside em Taquara há 14 anos, no bairro Cruzeiro do Sul, e atua como professora na Escola Estadual Willybaldo Bernardo Samrsla (Ciep), no bairro Empresa, onde atuou, até 2015, como diretora. Atualmente, é supervisora de projetos na 2ª Coordenadoria Regional de Educação. Possui graduação em pedagogia e pós-graduação em

VERA LÚCIA BECK (título de benemérita cidadã taquarense proposto pelo vereador Luiz Carlos Balbino) Taquarense nata, Vera está com 56 anos e possui seis filhos, Alessandro, Anderson, Élio, Jader, Margareth e Elisabeth. Foi conselheira tutelar por dois mandatos consecutivos e participou de cursos de capacitação na Ulbra, Centro Universitário La Salle e na Faccat. Atuou, por vários anos, como voluntária na Apromin e, há 25 anos, organiza e participa de festas às crianças carentes. Também auxilia o Lions Clube e participa de outras atividades sociais em Taquara.


TAQUARA

SEXTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016

Beto Timóteo volta ao Executivo e Anildo Araújo assume na Câmara A Câmara de Vereadores e a Prefeitura de Taquara passaram, nesta semana, por uma modificação política. O vereador Roberto Timóteo (PP) licenciou-se para retomar, na quartafeira, o cargo de secretário municipal de Desenvolvimento Social e Habitação. Com isso, nesta quinta-feira pela manhã, foi empossado como vereador o primeiro suplente do Partido Progressista (PP), Anildo Araújo. Em entrevista ao programa Painel 1490, da Rádio Taquara, Timóteo disse que este é um trabalho que o seu partido vem fazendo, ao entender que teve participações positivas na Secretaria de Desenvolvimento Social (antiga Assistência Social) em 2007 e 2014. "O partido solicitou o retorno e o Executivo também concordou. Com isso, a partir de quarta-feira estarei dando andamento aos trabalhos da Secretaria", comentou Timóteo.

7 Divulgação

Fotos: Divulgação

Diretoria foi eleita para mandato até novembro de 2018

Clube Filatélico tem nova diretoria Timóteo tomou posse na quarta-feira em ato com a participação do prefeito Tito e autoridades na sede do Executivo

O vereador licenciado evitou enumerar projetos que pretende desenvolver na pasta. Ressaltou que é preciso analisar como está a situação da Secretaria e os recursos que o governo federal continua disponibilizando, em virtude das notícias que dão conta de cortes da União. Entre os projetos que tocou enquanto esteve à frente da pasta, Timóteo ressaltou o Cantinho da Leitura, Doação Solidária e a Agência Taquarense de Empregos (ATE). O novo se-

cretário acrescentou que, a princípio, ficará até o final do ano no cargo, pois ainda não há uma definição em relação ao secretariado do segundo mandato do prefeito Tito Lívio Jaeger Filho. Retornando à Câmara, Anildo Aráujo admitiu ao programa Painel 1490 que preferia voltar à função de secretário de Desenvolvimento Social, que exerceu de 2015 a 2016, mas, por uma decisão do partido, desempenhará o cargo de vereador. Prometeu traba-

Cimolitos para os melhores curtas-metragens A Escola Técnica Monteiro Lobato laureou, na noite da última sexta-feira, as melhores produções de audiovisuais realizados por estudantes do terceiro ano do ensino médio. A terceira edição do Oscar Cimol foi realizada no auditório do educandário, e contou com apresentações musicais e premiações. Os doze curtas inscritos concorreram em sete categorias. As produções são releituras de obras da literatura inglesa clás-

sica, lida e traduzida pelos estudantes. O melhor filme foi A Casa Torta, da escritora Agatha Christie, produzido pelos alunos do Integrado em Meio Ambiente. O evento foi apresentado pela professora Rory Mikalauscas e pelo professor Richard Fogaça. A banca avaliadora foi formada por artistas plásticos, produtores audiovisuais e escritores. A decoração e o desenvolvimento da identidade visual da premiação também tiveram autoria dos estudantes. Divulgação

A terceira edição do evento contou com doze produções

SÍNTESE DOS PROJETOS EM TRAMITAÇÃO NA CÂMARA DE VEREADORES DE TAQUARA * Projeto apresentado na sessão ordinária de terça-feira, dia 29 de novembro.

denomina de pastor Fidêncio Vasconcelos de Bitencourt uma repartição pública de Taquara.

- PROJETO DE LEI NÚMERO 118, de autoria da Prefeitura de Taquara: consolida e altera o Código Tributário do Município de Taquara.

- PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO NÚMERO 16, de autoria de Comissão Especial da Câmara: expede decreto legislativo aprovando as contas de 2010 do ex-prefeito Délcio Hugentobler (PDT), da ex-vice-prefeita Michelle Franck Sápiras (PDT) e do vereador Lauri Fillmann (PDT), que foi presidente da Câmara naquele ano e chegou a assumir, por alguns dias, a chefia do Executivo.

* Projetos aprovados na sessão ordinária de terça-feira, dia 29 de novembro. - PROJETO DE LEI NÚMERO 117, de autoria do vereador Valdecir Vargas de Almeida (Pros):

Anildo Araújo pretende lutar por redutor de velocidade na ERS-239

lhar intensamente, mesmo que seja por um período de 30 dias, dizendo já ter ideia em relação a indicações que apresentará na Câmara. Anildo disse que uma das metas é lutar pela melhoria no cruzamento da ERS-239, próximo ao posto Bley, no bairro Empresa, em que, recentemente, foram registrados dois protestos. Segundo ele, é preciso a instalação de algum dispositivo redutor de velocidade naquele local, para prevenção ao registro de acidentes fatais.

O Clube Filatélico e Numismático de Taquara (CFNT) elegeu nova diretoria no último final de semana. Luiz Carlos Ebert assume a presidência da entidade, tendo como vice Grace Reinheimer. Integram, ainda, a diretoria os seguintes nomes: José Luis de Ávila (segundo vice-presidente), Fabiano Ricardo Müller (secretário), Leonardo Barcelos da Cunha (vice-secretário), Levi Batista de Lima Júnior (tesoureiro) e Paulo Oscar Klein (vice-tesoureiro). O mandato é de dois anos, até novembro de 2018. Segundo o novo presidente, as metas elencadas pela diretoria são fortalecer a numismática, resgatar a filatelia e colocar em evidência o colecionismo como um expoente cultural. Ebert acrescentou, ainda, o objetivo de resgatar antigos sócios, bem como uma campanha para novos associados. Outra meta é transformar o Encontro Nacional realizado no mês de outubro, em Taquara, em evento internacional. O presidente do CFNT também pretente fazer oficinas junto às escolas, tanto de numismática como de filatelia e, ainda, de coleções, bem como integrar o Clube ao cotidiano da comunidade taquarense. "Temos, ainda, a intenção de participar de encontros em outros estados e, até mesmo, de outros países", comentou Ebert.


8

TAQUARA

SEXTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016

MUNDO DOS

NEGÓCIOS

SEXTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016

Daíse Carvalho

Campanha taquarense reforça esperança pela cura da AIDS

negocios@jornalpanorama.com.br

LOJA taQi, com o objetivo de oferecer mais moderna e melhor exposição dos produtos, passou a funcionar no número 2538 da rua Bento Gonçalves. A loja comercializa 12 mil itens “tudo para o lar”, entre eletro e eletrônicos, móveis e decoração, ferramentas manuais e elétricas, material de construção, etc. Em Taquara, a taQi faz parte das tradicionais marcas do comércio, operando na cidade desde 2002 e responsável por 14 empregos diretos. A rede de lojas é considerada uma das principais do estado. Fundada em 1959, atualmente possui 87 unidades no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Para se destacar da concorrência, oferece preços competitivos, facilidades de parcelamentos e atendimento carinhoso confirmando o slogan “ taQi, tá em casa”. Sobre esta reinauguração da loja no novo endereço, o vice-presidente Germano Grings declara que investir em um novo endereço e um ambiente mais adequado é pela relação da cidade com a taQi: “temos um carinho muito especial com os clientes de Taquara que sempre nos prestigiam e esta é também uma forma de agradecer”. FATEC DENTAL, de Igrejinha, recebe até esta sexta-feira, dia 2, as inscrições para o vestibular. A taxa é de R$ 30,00 e o manual do candidato pode ser consultado no site www.fatecdental.com.br. O vestibular acontecerá neste sábado, dia 3, às 8h30min, na unidade Centro da instituição, na rua Independência. Os cursos oferecidos são os tecnólogos em Radiologia e em Eventos, ambos de nível superior, com duração de dois a três anos. IBTEC (Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos) promoverá, na próxima segunda-feira, dia 5, no Sindicato da Indústria de Calçados de Três Coroas, o primeiro Quick Talk IBTeC. A proposta é realizar nos polos calçadistas encontros com palestras de curta duração, sobre assuntos de interesse das indústrias. O encontro, aberto a empresários e profissionais de toda a região, está marcado para as 18h, com previsão de encerramento às 20h30min. A proposta é fazer palestras curtas, mas com muita informação para os profissionais usarem na prática do dia a dia. Inscrições estão abertas pelo email comercial@ibtec.org.br ou pelo telefone 3553 1000. VULCABRAS AZALEIA divulgou, recentemente, os resultados do terceiro trimestre de 2016. O destaque foi para o lucro líquido que atingiu R$ 19,7 milhões, sendo que, no mesmo período de 2015, totalizou R$ 2 milhões. De acordo com o presidente da Vulcabras Azaleia, Pedro Bartelle, os resultados são reflexo do plano de melhoria e de crescimento da empresa, que tem conseguido a recuperação das margens e dos resultados com a otimização dos processos e ganho de mercado. As vendas no período totalizaram R$ 363,0 milhões, crescimento de 15% diante do terceiro trimestre de 2015, e a margem bruta passou de 30% para 36,3% em 2016. Segundo Bartelle, isso é resultado da mudança nas estratégias comerciais das áreas da companhia. “A Olympikus, maior marca esportiva do Brasil, cresceu em distribuição, com aumento na profundidade do mix de produtos nas lojas, em conjunto com uma bem avaliada coleção, que foi bem recebida no mercado. Já no feminino, o momento foi de retomada de pontos de venda e crescimento no share de produtos nas prateleiras”, disse. Bartelle destacou ainda que os números do trimestre corroboram o que vem sendo feito ao longo do ano e ajudam no fortalecimento da companhia. “Com eles, reportamos crescimento nos nove primeiros meses do ano em 13,2% nas vendas, 157,1% em lucro líquido, sempre comparando com o mesmo período do ano passado, excluindo a operação descontinuada da Argentina. Além disso, nossas margens brutas alcançaram 33,7%”, finalizou.

Com um sorriso largo no rosto, Tatiana Rosa Pretto confirma a esperança nos caminhos para a cura da AIDS. A mulher de 40 anos é a idealizadora da campanha “Rumo a 2020”, quando, conforme alguns pesquisadores, será possível destruir o vírus em organismos infectados. Ontem pela manhã, no Dia Mundial de Luta Contra a Aids, a iniciativa foi lançada na Vigilância Epidemiológica. Uma reportagem divulgada pela Revista IstoÉ, em outubro deste ano, animou Tatiana. O texto trazia informações sobre os estudos avançados na cura da AIDS realizados no Brasil e na Inglaterra. Conversou com a Secretaria da Saúde para buscar uma parceria a fim de a divulgação da campanha. Juntamente com a iniciativa, foi lançado o Dezembro Vermelho, que busca conscientizar sobre a prevenção contra o vírus. Tatiana descobriu a doença aos 18 anos, após dar a luz à primeira filha. A criança nasceu cheia de

Cristiano Vargas

Toda semada crianças participam de momento lúdico e recreativo na pracinha

Associação de Moradores do bairro Santa Rosa comemora realizações Designer gráfica Denise Carrion, secretário de Saúde Vanderlei Petry e Tatiana, no lançamento da campanha

saúde, sem a presença do vírus. Há 21 anos, lembra que não tinha expectativas. No início, teve dificuldades para aceitar a condição. O tratamento só veio depois que contraiu tuberculose e se viu obrigada a lutar. “O preconceito maior é quando você não se aceita”, comenta, ao lembrar que a doença hoje não pertence a uma única camada social, mas que faz parte da realidade de todas as classes, idades ou etnias. A campanha busca

oferecer esperança aos portadores, para mostrar que há chances de sobrevivência e que, agora, a possibilidade de cura pode estar em um futuro próximo. Ela também salienta que há muitos jovens se contaminando, mas que não tomam os medicamentos regularmente por falta de ânimo. “As pessoas precisam se conscientizar de que a AIDS não é mais sinônimo de morte, mas é vida pela frente.” Elétrica e muito alegre,

Tatiana leva a doença com bom humor. A campanha será no Facebook, a partir da alteração de capas e perfis com a ilustração realizada pela amiga e designer gráfica Denise Carrion. A imagem representa a luta enfrentada por Tatiana nestes 21 anos que está com a AIDS. A reprodução se modificará com o passar dos anos até 2020, quando se esperam estudos mais próximos da cura da doença. “Que a esperança seja mútua”, deseja.

Onde realizar o teste rápido O teste rápido é um exame através de uma pequena gota de sangue retirada da ponta do dedo do paciente, e que busca o diagnóstico de HIV, Sífilis e Hepatites B e C. Em tese, costuma demorar entre 15 a 30 minutos para ficar pronto, sendo revelado ao paciente na mesma ocasião. Confira os locais em que é realizado o procedimento na região: PAROBÉ – Em todas as Unidades Básicas de Saúde e na Vigilância Epidemiológica, pela manhã e à tarde, sem necessidade de marcação. O paciente precisa apresentar o Cartão SUS. TRÊS COROAS – Em todas as Unidades Básicas de Saúde, em horário de expediente, e no Centro de Saúde, das 9 às 11 horas. O paciente precisa apresentar o Cartão SUS.

ROLANTE – Em todas as Unidades Básicas de Saúde, com exceção do interior, em horário de atendimento. O paciente precisa apresentar o Cartão SUS.

IGREJINHA – Em todas as Unidades Básicas de Saúde, durante o período de expediente. O paciente necessita apresentar documento com foto.

RIOZINHO – É apenas oferecido o teste laboratorial, realizado na Unidade Básica de Saúde da cidade, das 8 horas ao meio-dia e 13h às 17 horas. É necessário documentação e Cartão SUS.

TAQUARA – Em todas as Unidades Básicas da Saúde, inclusive as do interior do município, no horário de atendimento. É necessário Cartão SUS.

Mais de 350 pessoas buscam uma das 23 vagas oferecidas pela Usaflex em Taquara A fila de pessoas interessadas nas 23 vagas oferecidas pela filial da Usaflex Calçados em Taquara, nesta semana, fez voltas dentro do pátio da empresa. Mais de 350 pessoas passaram pelo local, até a quarta-feira, para realizar a inscrição e concorrer ao emprego. As vagas são para os setores de costura e montagem. Também foram abertas novas oportunidades para a unidade matriz, em Igrejinha, e para as filiais de Campo Bom e de Dois Irmãos. A empresa espera realizar mais contratações talvez em janeiro. O processo seletivo iniciou segunda-feira e continua até o dia 16 de

Cristiano Vargas

Lieti, Antonio e Edgar chegaram as 7 horas para deixar o currículo

dezembro. De acordo com a Usaflex, são duas etapas de seleção: a entrega do currículo e a entrevista pessoal.

Dentre os primeiros candidatos às vagas a chegar cedo estava Lieti Beatriz Flor, 56 anos, que estava desde as

7 horas em frente à fábrica. Desempregada há três anos, conta ter ouvido um carro de som anunciar na rua a oferta de emprego. Ao lado dela estava Antonio Sergio Medeiros, 36 anos, sem assinar a carteira há quatro anos. Ele diz saber fazer todos os processos de produção, com experiência de 13 anos na área. Edgar Ribeiro, 52 anos – quatro décadas vividas dentro de empresas de calçados –, também está à procura de trabalho. Os três são moradores do bairro Mundo Novo, e, assim como a fila que seguia atrás deles, buscavam nova oportunidade no mercado.

A única entidade representativa de moradores do Rio Grande do Sul cadastrada em projetos de habitação no governo federal, dentro do Programa Minha Casa Minha Vida Solidária, é a Associação de Moradores do Bairro Santa Rosa, de Taquara. No momento, a entidade se responsabiliza pelo projeto enquadrado no nível faixa um para a construção de 238 casas em Arroio dos Ratos. Funciona assim: a prefeitura doa as áreas de terra e passa a escritura pública para a associação, que, em parceria com a Cooperativa dos Correios de Porto Alegre, divide os lotes de terrenos. No caso de Arroio dos Ratos, todas as casas têm terreno individual, são 48 metros quadrados. As unidades têm pronto laje, telha de barro e placa solar, para diminuir o consumo de energia elétrica. De acordo com o presidente da Associação dos Moradores do bairro Santa Rosa, Vilmar Costa, no momento a entidade tem 1.800 casas a serem construídas. A Caixa Econômica Federal exige o calçamento e calçada prontos antes da entrega das casas. A previsão de entrega do Loteamento Lago Azul, em Arroio dos Ratos, é para abril de 2017. Os moradores pagam parcelas mensais de R$ 25,00 a R$ 80,00 em 10 anos pela casa. Os chamados casos prioritários para contemplação com as casas, conforme a lista decretada pelo governo, prevê, primeiro, os idosos, depois pessoas com deficiência, mulheres separadas com filhos pequenos e casais com muitos filhos. “Há a preocupação em dar moradia para as pessoas que realmente precisam. O máximo que esta casa vai custar é R$ 12 mil”, afirma Vilmar. O presidente conta que há poucos meses foi inaugurada a Praça Ercília Neves Machado, no bairro Santa Rosa, e está sendo aproveitada pelos moradores locais e pela

A obra do pavilhão precisa de finalizações no teto e piso

comunidade taquarense. A área é segura para as crianças, pois é cercada e tem portão. Agrada também aos adultos com espaço arejado, sombra e bancos. Outra obra destacada pelo presidente é o “Pavilhão do Bairro”, salão com mais de 600 metros quadrados e seis metros de altura. O espaço será utilizado para festas comunitárias, aulas gratuitas às crianças da comunidade, apresentações culturais e demais demandas. O valor investido nas construções vem das pres-

tações dos associados, que somam cerca de 240 moradores. Na ideia de Vilmar, agora é hora de disponibilizar equipamentos de exercício físico na praça, colocar telhado e piso no pavilhão; e construir casas na própria cidade, em Taquara. “O interesse da Associação do bairro Santa Rosa é construir aqui, para isso precisaria do apoio e interesse da prefeitura para doação de áreas de terra. Assim como o investimento em equipamentos de ginástica e o telhado do pavilhão”, justificou.

9

Marcia Resser escreve livro para relatar a superação do câncer "Impacto e câncer: uma história de superação". Esse é o título do livro que a terapeuta taquarense Marcia Resser está escrevendo. Faltam, agora, os recursos para que seja possível imprimir o trabalho, já completamente escrito. As novidades foram anunciadas em recente entrevista de Marcia ao programa Painel 1490, da Rádio Taquara. Segundo Marcia, em 2014, descobriu o câncer de mama em um exame de rotina. Dentro do tratamento, precisou passar por cirurgia e, também, a quimioterapia. Impactos como o momento em que perdeu completamente o cabelo são relatados no livro. "Foram várias decisões pessoais que eu tive que estar tomando. Primeiro eu pensei em um blog em que iria relatar tudo, mas acabei optando pelo livro, para compartilhar com as pessoas tudo que eu passei, contando em detalhes todas as questões", comentou. Durante todo o tempo do tratamento, Márcia disse que sempre buscou ajuda de Deus para orientar o caminho a ser

Vinicius Linden

Terapeuta taquarense busca recursos para encaminhar a impressão da obra

seguido. Agradeceu o apoio indispensável de amigos e, principalmente, dos seus familiares. "Com a construção do livro, quis desmistificar a questão do medo, da cegueira, do paralisar que o câncer propicia. É realmente um impacto. Muda tudo em sua vida. A palavra câncer, muitas vezes, leva as pessoas a um quartinho fechado. Mas, para mim, também decidi que poderia ser uma crescente, confiando sempre no Papai do Céu, que poderia dar a volta por cima e

sem paralisar", comentou. Marcia, que vem ajudando muitas pessoas em vários momentos de Taquara, conta que o livro está completamente escrito. Agora, uma editora já foi selecionada e a fase é de captação dos recursos para que possa ser impresso. Uma vaquinha on-line já foi realizada, mas não teve os resultados esperados. Marcia está contando com o apoio de amigos, que fazem contribuições espontâneas, para obter o recurso necessário. Segundo Marcia, sua vida tem um antes e depois do câncer. Muitos hábitos se alteraram, como o fato de que passou a comer frutas e legumes, o que era raro anteriormente. Em função de quimioterapia, acabou se habitando a ingerir líquidos e hoje toma muita água. Além disso, exercícios físicos também passaram a fazer parte do seu dia a dia. São estes exemplos que procura relatar no livro, para que a comunidade tenha noção de como superar este trauma, uma das doenças mais comuns entre as mulheres.


10

SEXTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016

REGIONAL Divulgação

Trecho de 9,4 quilômetros receberá R$ 4,37 milhões para pavimentação

Dallarosa, na cantina colonial em obras de ampliação: “estrada boa é atrativo aos turistas”

Asfalto impulsiona turismo no Vale do Paranhana Resultado de convênio entre Daer e prefeitura de Rolante, obra do Caminho das Pipas acelera investimentos para atrair visitantes ROLANTE - O asfalto que começou a ser implantado na localidade de Boa Esperança, em Rolante, tem trazido otimismo a quem investe em um dos principais roteiros turísticos do Vale do Paranhana. Os moradores da região esperam que, daqui a cinco meses, todo o percurso do Caminho das Pipas já esteja pavimentado – um atrativo a mais aos visitantes que chegam para degustar o vinho e outros produtos coloniais feitos conforme a tradição italiana. As obras foram viabilizadas através de um convênio entre o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) e a prefeitura de Rolante. Para asfaltar o trajeto de 9,4 quilômetros, serão investidos R$ 4,72 milhões – destes, R$ 3,77 milhões são oriundos do órgão estadual e os R$ 956 mil restantes compõem a contrapartida do município. “Dentro da filosofia do governador Sartori, estamos resgatando ações que objetivam potencializar as riquezas dos municípios e é assim que trabalhamos para entregar essa obra à população de Rolante”, ressalta o secretário estadual dos Transportes, Pedro Westphalen. De acordo com o prefeito Ademir Gonçalves, todos os serviços de terraplenagem e drenagem foram concluídos e o asfaltamento já chega ao quilômetro 4,5 da estrada. Ele estima que em abril de 2017 seja inaugurada a obra que considera a mais significativa para o desenvolvimento de Rolante. “Queremos entrar na rota turística da Serra, ligando o nosso município a São Francisco de Paula”, explica Gonçalves. “Foi uma luta muito grande para garantirmos esse investimento e, por isso, agradecemos ao governo do Estado, à Secretaria dos Transportes e ao Daer por manter os

pagamentos em dia e possibilitar o andamento dos trabalhos.” O Caminho das Pipas é visto como um incentivo para as nove cantinas que integram o roteiro turístico colonial de Rolante. Na propriedade do vitivinicultor Martinho Dallarosa, a vinícola criada pelo avô há 90 anos já passa por obras de ampliação antes mesmo de o asfalto chegar à porta de casa. A aposta é no aumento da venda de vinhos e sucos artesanais. “Ter uma estrada boa interessa aos turistas”, comemora. “Estamos produzindo mais de trinta mil litros de bebidas, mas, em pouco tempo, precisaremos de mais capacidade.” A diretora municipal de Turismo, Simone Tadiotto, reforça essa expectativa. “Aos finais de semana, circulam cerca de 800 carros por essa estrada, mas esse número deve dobrar com a pavimentação concluída”, projeta. Além do incentivo às cantinas coloniais, a intenção da prefeitura é integrar Rolante ao cicloturismo e ao roteiro “Cascatas e Montanhas”. “Temos o Parque do Voo Livre e a Cascata das Três Quedas, que atraem pessoas de vários estados e, até mesmo, da Alemanha”, complementa Simone. Além de Rolante, outros treze municípios gaúchos mantêm convênio com o Daer para a pavimentação de estradas e vias urbanas. Segundo o diretor-geral da autarquia, Rogério Uberti, a parceria com as prefeituras tem sido uma das iniciativas mais importantes para a melhoria da infraestrutura de transportes no estado. “O Daer entrou em um ritmo intenso de início e retomada de obras e, nesse contexto, essa soma de esforços com os municípios têm sido um braço forte para melhorarmos cada vez mais as condições de trafegabilidade e segurança da malha viária”, conclui.

Oktoberfest recebeu prêmio Líderes & Vencedores IGREJINHA - Homenageada na categoria Destaque Comunitário, a Associação de Amigos da Oktoberfest de Igrejinha (Amifest) recebeu, na quarta-feira, o prêmio Líderes & Vencedores, distinção entregue há 22 anos pela Federasul e pela Assembleia Legislativa a projetos culturais, empresas e personalidades que se destacam no Estado. O presidente da Amifest, Fabiano Beck, acompanhado das soberanas da 29ª Oktoberfest de Igrejinha, recebeu o troféu Magis em nome da Associação. A presidente da Federasul, Simone Leite, ressaltou o incentivo que o prêmio Líderes & Vencedores procura ser. “São cases vencedores que precisam ser reconhecidos. É o momento de celebrar o Rio Grande que dá certo e enaltecer quem não desanima apesar dos percalços”. Para o presidente da Amifest e da 29ª Oktoberfest de Igrejinha, Fabiano Beck, a homenagem simboliza o trabalho coletivo. “É um prêmio que representa o orgulho de ser igrejinhense e de ter uma festa como a nossa. Por isso, esse troféu é para os milhares de voluntários que fazem a Oktoberfest de Igrejinha acontecer”, dis-

Divulgação / Juliano Arnold

Comitiva da Oktoberfest com a distinção entregue pela Federasul e Assembleia Legislativa

cursou Beck. Em 29 anos de realização, a Oktoberfest de Igrejinha, maior festa comunitária do Brasil, já recebeu mais de três milhões de visitantes, além de repassar R$ 10,5 milhões à comunidade para melhorias no município, beneficiando mais de 80 entidades da região. No dia 6 de dezembro acontece a “Festa da Colheita”, momento

em que serão divulgados os resultados da festa deste ano e realizado o repasse para as entidades, prioritariamente das áreas da saúde, educação e segurança pública. O evento na próxima terça-feira, a partir das 19h30min, acontecerá no pavilhão do kerb do Parque Almiro Grings. Também haverá participação das bandas 10 e Eccos.


POLÍCIA Localizado cadáver de desaparecido TAQUARA – O corpo de Paulo Roberto Pinheiro de Moraes (foto), 44 anos, foi encontrado no início da tarde de segunda-feira, em um matagal da localidade de Santa Bárbara, depois de 11 dias desaparecido. Paulo, que morava no bairro Empresa, estava na casa do pai, João Pedro de Moraes, no dia em que foi visto pela última vez. O cadáver estava próximo a um matagal, e foi achado por dois homens que cortavam lenha. A perícia investiga a causa da morte.

Encontrado morto na rodoviária TAQUARA - Um homem foi encontrado morto, por volta de 6h40min desta quinta-feira, dentro de um banheiro da Estação Rodoviária Intermunicipal de Taquara, na avenida Sebastião Amoretti. Segundo a Brigada Militar, a vítima foi identificada como Clarel Egiberto Fonseca Duarte, 45 anos. Próximo ao corpo, havia seringa e remédios, mas não existe confirmação se esse material era da vítima. Não há sinais de violência no cadáver. A perícia foi acionada e a Polícia Civil investiga as causas da morte.

Padaria assaltada ao meio-dia TAQUARA - Uma padaria foi assaltada por volta de 12h20min do sábado, na rua Miguel Bauer, no bairro Recreio, em Taquara. O criminoso entrou armado na Padaria Tia Célia e anunciou o assalto. Na rua, um comparsa esperava em uma motocicleta. O bandido ainda roubou objetos pessoais de três vítimas. A dupla fugiu em direção a Parobé.

SEXTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016

Promotoria denuncia vereadora eleita por dois crimes em fraude ao SUS TAQUARA - Após dois meses de investigação, o Ministério Público concluiu, na terça-feira, a apuração relacionada à suposta fraude na marcação de consultas no Sistema Único de Saúde (SUS). Apurada por meio da intitulada Operação F5, a ação culminou na denúncia contra a vereadora eleita de Taquara Magali Vitorina da Silva (PTB) e contra a prefeita eleita de Ivoti, Maria de Lourdes Bauermann (PP). Também foi denunciada uma terceira pessoa, Irani Weber, que seria correligionária da prefeita. Os crimes denunciados são de inserção de dados falsos em sistema de informações e associação criminosa. A denúncia foi formalizada pelo promotor Flávio Duarte, titular da Promotoria Especializada Criminal de Porto Alegre, que recebeu as denúncias. Segundo nota do Ministério Público, as três mulheres foram investigadas pela Operação F5, que cumpriu, em 27 de outubro, dois mandados de busca e apreensão em residências de Ivoti e outro na Secretaria Municipal de Saúde de Taquara. Conforme a denúncia, elas inseriram informações falsas no sistema de marcação de consultas no SUS em

Fotos: Divulgação

No final de outubro, Ministério Público apreendeu documentos na Secretaria de Saúde de Taquara, que formaram provas para denúncia criminal

Taquara, de pacientes residentes em Ivoti, com o objetivo de agilizar o atendimento deles em unidades hospitalares da Capital. Os trabalhos foram realizados em conjutno com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Conforme o Ministério Público, entre abril de 2013 e novembro de 2015, com a intenção de obter capital político visando a futuras pretensões eleitorais, Maria de Lourdes e Irani angariavam moradores cadastrados no SUS, em Ivoti, com problemas médicos, e prometiam a elas o agendamento de consultas, exames e procedimentos de saúde de forma mais rápida e eficaz. Maria de Lourdes e Irani, de forma

Magali da Silva foi eleita vereadora com 609 votos

continuada e sucessiva, por intermédio de contatos pessoais, conversas telefônicas ou mensagens via WhatsApp e Facebook, repassavam os dados dos pacientes para Magali Vitorina. "Por sua vez, Magali, na condição de servidora pública da Secretaria Municipal de Saúde de Taquara,

... assim como munições

Motor foi apreendido em ação da Patrulha Ambiental...

Polícia Ambiental fiscaliza pesca predatória TAQUARA - O grupamento ambiental da Brigada Militar de Taquara, que atua no Vale do Paranhana, informou que deu início à fiscalização da pesca predatória na bacia do Rio dos Sinos. Nesta primeira quinzena, foram apreendidas 21 redes, 70 boias, 45 espinheis, um motor, embarcações e munições. Também foram realizadas abordagens em acampamentos e confecionados relatórios de ocorrências ambientais por danos à área de preservação permanente. O comandante do Pelotão Ambiental, primeiro sargento Milton Arruda, enfatiza que "as operações serão intensificadas por constatação de cada vez maior

degradação das margens e da fauna da bacia Sinos". Salientou que, neste período de defeso, os infratores estão sujeitos à prisão e perda dos equipamentos utilizados na pesca predatória. O coman-

dante orienta que seja observada a legislação específica e que os pescadores utilizem apenas apetrechos de pesca que não causem grande impacto e dentro da previsão legal.

V

AGRADECIMENTO E CONVITE PARA MISSA DE 7º DIA Filha Laerte, netos Rosane e família, Valdelânia, Arthur, Adriana e família, da sempre querida e amada

VÓ NENA agradecem pelas manifestações de pesar e carinho recebidos e convidam para Missa de 7º dia, que será celebrada no dia 03/12/16, às 19 horas, na Paróquia Santa Teresinha, de Taquara.

com atribuição para operar o sistema informatizado de regulação estadual, o Aghos, inseria no sistema os dados dos pacientes como se fossem residentes de Taquara, atribuindo a todos endereços falsos e inexistentes. Assim, eram viabilizadas as consultas, exames e procedimentos pelo SUS, agendados de forma mais célere do que conseguiriam em Ivoti", acrescenta a promotoria. Segundo o Ministério Público, as investigações mapearam 14 casos, como cirurgias plásticas nas pálpebras e no nariz, consultas oftalmológicas agendadas para duas semanas depois da marcação (a espera, em regra, é superior a um ano), além de uma consulta com oncologista marcada para 15 dias depois da inserção no sistema. O Ministério Público finalizou a nota informando que as provas serão compartilhadas com as Promotorias Eleitorais de Ivoti e Taquara. Magali Vitorina foi eleita vereadora, no pleito de 2 de outubro, com 649 votos. Panorama não conseguiu ontem, novamente, contato com Magali da Silva. Desde que as denúncias vieram a público, a vereadora eleita não se manifestou a respeito do caso.

11

Polícia investiga agência TAQUARA - A Polícia Civil informou que continua investigando o caso em que estudantes de escolas taquarenses ficaram sem a excursão contratada por meio da agência Diver Tour. Ex-candidato a vereador pelo PSDB, o proprietário da empresa, Juliano de Borba Machado, está desaparecido. Na semana passada, sua esposa deu entrevista ao Panorama e revelou que Juliano chegou a ligar para a família, dizendo que está bem, mas não revelou seu paradeiro. Esta informação foi repassada à Polícia Civil pela mãe de Juliano. Segundo o delegado Luiz Carlos Aguiar de Abreu, ainda não há qualquer pista em relação ao local em que Juliano se encontra. O delegado informou que foram instaurados inquéritos de estelionato contra o acusado, em função de viagens não realizadas, e os policiais estão providenciando a oitiva das vítimas. Nesta semana, mais um grupo de estudantes denunciou que ficou sem a viagem programada com a Diver Tour. Uma turma de 25 estudantes da Escola Frei Miguelinho, de Rolante, embarcaria às 23 horas do último domingo para Camboriú, em Santa Catarina. Cada estudante pagou cerca de R$ 680,00 pelo passeio, mas a viagem não foi realizada. É o quinto caso denunciado desde que foi registrado o primeiro problema, com a Escola Cimol, de Taquara.

OBITUÁRIO Falecimentos comunicados pela Rádio Taquara de 24/11/2016 a 01/12/2016

26/11 – Luis Claudio Oliveira (Nerci), 72 anos. Cemitério Municipal de Igrejinha. 26/11 – Alvareno Lucas Tadeu da Silva (Toquinho), 60 anos. Cemitério Municipal de Taquara. 26/11 – Branca Nunes dos Santos, 81 anos. Cemitério Municipal de Taquara. 27/11 – Catarina Macedo Hermes, 89 anos. Cemitério Municipal de Novo Hamburgo. 28/11 – Luis Carlos Rosa Maciel (Buléia), 48 anos. Cemitério do Passo dos Ferreiros. 28/11 – Anatalia Gomes Terra (Nena), 91 anos. Cemitério Municipal de Taquara. 28/11 – Marion Brodbeck, 78 anos. Crematório Metropolitano Cristo Rei em São Leopoldo. 30/11 – Maria Olivia Kollet Breyer, 90 anos. Cemitério do Bairro Santa Rosa em Taquara. 01/12 – Elita Schilling, 89 anos. Cemitério de Padilha Velha.


12

SEXTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016

ESPORTES

Chico conquista dois recordes e cinco títulos estaduais na natação TAQUARA - O atleta taquarense Silvio Chico Holderbaum (foto) conquistou, no último final de semana, cinco títulos estaduais e quebrou dois recordes de natação master. Os resultados foram obtidos no Campeonato Estadual de Verão de Natação na categoria 60/64 anos, em provas realizadas no Parque Aquático do Grêmio Náutico União, em Porto Alegre. A piscina olimpíca com 50 metros teve a participação de 300 atletas nas disputas. Chico participou de cinco provas e foi campeão em todas. O taquarense competiu nas provas de 50 e 100 metros costas, em que bateu os recordes estaduais, e 200 m medley (4 estilos) e nos revezamentos 4x50 m livre e 4x50 m medley, categorias em que foi campeão. “Fiquei muito satisfeito por encerrar este ano com chave de ouro, ou melhor, com medalhas de ouro (risadas). Foi um ano onde me dediquei muito à natação, deixei um pouco de lado o triathlon e aquathlon, e obtive ótimos resultados inclusive com estes dois recordes estaduais em minha categoria", disse. Chico ainda ressaltou que, agora, se dedicará às provas de águas abertas, principalmente aos circuitos de Santa Catarina, onde já participou de duas provas em setembro e conquistou um terceiro lugar nos três mil metros e segunda colocação nos 1,5 mil metros. “Se eu conseguir apoio, quero participar de todas as etapas do circuito de Bombinhas de águas abertas que tem programadas mais sete provas em quatro etapas nos meses de janeiro, fevereiro, março e abril. Também no circuito gaúcho que será realizado em três etapas uma em dezembro, do qual não irei participar por problemas particulares, janeiro e fevereiro", projetou o atleta. Para o ano que vem, Chico ainda pretende voltar a treinar para triathlon e aquathlon, tentando uma vaga no próximo mundial destes esporte, e continuar com a natação em piscina e águas abertas. “Tenho índices para participar de dois campeonatos internacionais, o mundial de natação master em Budapeste, entre os dias 10 e 20 de agosto de 2017, e o Pan-americano de natação master na Flórida em 2018", comentou. Para estes eventos, a participação só será possível se houver a conquista de patrocínios.

Taquarense campeão de jiu-jítsu No último sábado, em Três Coroas, foi realizado um campeonato de jiu-jítsu, no qual Jefferson Ribeiro (foto), representante de Taquara no evento, ficou campeão na categoria master faixa azul. “Foi uma luta muito dura, 15 minutos de combate. Mas valeu o esforço por poder representar minha cidade”, destaca. Divulgação

Atacado Léia/Força Jovem

Mercado Petrópolis/Becus City

TAQUARA - Depois de 28 jogos, em sete rodadas, o Campeonato Municipal de Futebol de Campo de Taquara (Varzeano) chegará à etapa final neste sábado. Atacado Leia/Força Jovem e Mercado Petrópolis/Becus City farão a partida decisiva, a partir das 17 horas, no estádio do Sport Clube Taquarense. A decisão do terceiro lugar ficará entre União Sporting e Bitruka, a partir das 15 horas. No domingo passado, o União Sporting perdeu por 1 a 0 para o Força Jovem. Já o Bitruka e Becus ficaram no 1 a 1, com vitória nos pênaltis do Becus por 3 a 2. Em entrevista ao programa Panorama Esportivo, da Rádio Taquara, o diretor de esportes de Taquara, Daniel Laerte Lahm (Preto), contou que as partidas do domingo passado ocorreram após o temporal registrado na tarde. A decisão do título contará com entrada franca. Daniel ressaltou que os dois jogos das semifinais foram muito parelhos, o que promete uma decisão qualificada do título para este final de semana.

O diretor de futebol do Atacado Leia/Força Jovem concedeu entrevista à Rádio Taquara na quarta-feira. Sidnei Lucas da Silva disse que sua equipe está focada para o jogo deste sábado, avaliando a campanha como muito positiva, em que foi possível assegurar os pontos necessários à classificação. O diretor de futebol do Mercado Petrópolis/Becus City, Maicon Souza, avaliou como positiva a campanha, em que foi possível superar adversários fortes. Sobre a final, disse que a equipe está se preparando para uma partida difícil. Ressaltou a união do time em toda a competição. Neste sábado, a Rádio Taquara acompanhará a final do Varzeano. A partir das 14 horas, haverá transmissão de uma rodada de bate-papo com os atletas, com a apresentação de Cléber Bender. Durante os jogos, haverá flashes ao vivo. O patrocínio é de Esquina do Pão, Atacado Léia, Faccat, Carrion e Quintanilla Assessoria Previdenciária e Mercado Petrópolis.

Força Jovem e Becus City decidem o Municipal de Taquara neste sábado

Mais 24 medalhas conquistadas por alunos da AABB Comunidade com o projeto de Jiu Jitsu TAQUARA - Um projeto que tem obtido bons resultados em Taquara é o de Jiu Jitsu, desenvolvido através de convênio entre a Prefeitura e o Instituto Vitória. O Instituto mantém a academia Essence, onde as aulas são realizadas, semanalmente, com coordenação do instrutor Fábio Marcos. Duzentos alunos, entre 6 e 16 anos, integram a iniciativa, sendo alunos do Programa AABB Comunidade e das demais escolas municipais. Muitos destes estudantes já garantiram premiações trazendo medalhas para Taquara, como aconteceu com 24 alunos da AABB Comunidade, que participaram da Copa Avalanche, em Bento Gonçalves, no último dia 13. Ariana Beatriz Silva de Oliveira, 11 anos, Sofia Ritiele Netto, 8 anos e Derik Adriel Berta, 13 anos, participaram da Copa Ava-

Divulgação/ Magda Rabie

Pais e alunos notaram a mudança positiva do projeto na rotina das crianças e adolescentes

lanche, ganhando bronze, prata e ouro, respectivamente. “Gosto muito do Jiu Jitsu, pois me ajuda a ter mais confiança, disciplina, a perder peso, a fazer novas amizades e a competir em outras cidades, demonstrando o meu esporte preferido”, relata Derik. Para Ariana, o projeto vai além. “Aprendemos a ter uma organização melhor e que somos capazes de lutar pelos nossos sonhos”, afirma Ariana.

A diretora da AABB Comunidade, Claúdia Herve Müller, mencionou a importância do esporte para os educandos, educadores, família e comunidade. “O Programa AABB Comunidade investiu e abraçou a ideia, dando possibilidades e mostrando que, através de um novo esporte, podemos criar expectativas e realizar sonhos”, enfatizou Cláudia. Para o secretário de Educação, Cultura e Esportes, Antô-

nio Edmar Teixeira de Holanda, o projeto colabora muito com a aprendizagem das crianças e adolescentes. “Além de estimular o conhecimento e a aprendizagem, o Jiu Jitsu auxilia valores imprescindíveis, como o respeito à família e aos colegas, a responsabilidade com os deveres e as tarefas diárias, tanto nas aulas, quanto em suas casas, o que já foi constatado por declarações dos pais”, observa o secretário.

Faccat/Energia Vital conquista pódios em Santa Catarina TAQUARA - Três corredores da equipe Faccat/ Academia Energia Vital estiveram, recentemente, em Santa Catarina, participando do 1º UpTrail Serra da Rocinha, uma prova de 21 km apenas de subida. Eduardo Gomes, Venâncio Cardoso de Oliveira e Maicon Braun foram os atletas que participaram desse desafio, com largada na cidade de Timbé do Sul e chegada no mirante da Serra da Rocinha, a 1.200m acima do nível do

mar. Entre os 150 participantes da prova, Eduardo e Venâncio subiram no lugar mais alto do pódio. Eduardo ficou em primeiro na classificação geral da prova, na categoria acima dos 40 anos, e Venâncio ficou em primeiro na categoria por idade, 30/34 anos. Maicon obteve a quarta colocação na classificação geral da prova, para atletas com idade abaixo de 40 anos.


esporte

SEXTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016

13

Daíse Carvalho

RESULTADOS DA 5.ª FACCAT URBAN TRAIL Prova 15km Feminino 1º lugar: Cheila Soares da Silva 2º lugar: Marlei Ritter 3º lugar: Giovana Schein Kuhn Prova 15km Masculino 1º lugar: Joao Ronaldo da Silva Martins 2º lugar: Maicon Rodrigo Braun 3º lugar: Eduardo Luis Gomes Prova 6km Feminino 1º lugar: Silvia Leticia Martins 2º lugar: Carla Bones 3º lugar: Diva Juliana Aguiar da Silva Prova 6km Masculino 1º lugar: Lucas Mateus Radtke 2º lugar: Tiago Kolling Werner 3º lugar: Diego Telles Model

O evento não tem fins lucrativos e conta com importante envolvimento da comunidade local

Mais de 600 atletas participaram da 5ª Faccat Urban Trail A largada das provas foi dada às 8h30 da manhã do último domingo no campus da Faccat. Sob 30ºC de calor do final de novembro, 634 atletas, representando mais de 30 cidades, além de Taquara, participaram das corridas coordenadas por Henrique Assis Dörr. A competição foi dividida nas modalidades de 15 e 6 quilômetros, além de caminhada e corrida infantil. Em anos anteriores a corrida recebeu o nome de rústica, mas agora, com o aumento de percurso envolvendo trajeto entre trilhas rurais e circuito urbano, o evento recebe outra denominação, proporcionando aos atletas a oportunidade de aliar a atividade esportiva ao contato com a natureza. “Com uma proposta de transição das tradicionais rústicas para trail

Divulgação

Mais informações e a galeria de fotos em https://goo.gl/ut5Rc1

coordenador da prova Henrique Dörr. Lembrou também da pontualidade das largadas e que os trajetos foram percorridos com sucesso. Mas até mesmo atletas mais experientes sofreram com o calor, “muitos chegaram com dificuldade em virtude do esforço empregado para completar a prova”, enfatizou. Durante a manhã, também houve atrações para os acompanhantes, amigos e familiares. Teve Espaço Bem-Estar na biblioteca, com alongamento, quiropraxia, reiki, lanches veganos, entre outras atividades, promovidas pelo curso de Turismo da Faccat. O evento tem patrocínio de Construarte, Citral e Copicenter, não tem fins lucrativos, contou com envolvimento da comunidade e do apoio de empresas e instituições da região.

Manuel Lago, padrinho da prova, acompanhou os atletas nas trilhas

run, a organização da prova procurou se cercar de profissionais e de aproximadamente 100 voluntários que proporcionam o diferencial para surpreender o atleta”, ressaltou o

COOPERATIVA DE CALÇADOS 3L LTDA, com sede na rua Elizeu Bauer, nº 507, Bairro 3L, Parobé / RS, por seu presidente Nelson Ricardo Ferreira Dias, convida para Assembléia a realizar-se no dia 13/12/2016, em primeira chamada às 19hs e segunda chamada às 20hs, para as seguintes deliberações: 1 - Dissolução voluntária e nomeação de liquidante. 2 - Destinação do Patrimônio da Cooperativa.

VENDO

TAQUARA/INVESTIMENTO: 60 hectares Arável, Plano, Escriturado. Liberado p/ plantio. Ideal para  agricultura, cavalo/gado, mato. Tem 18 hectares de acácia 4 anos. R$ 784.000,00. Sem permuta. Cel/wats: Luiz (51) 99184.1994

PANORAMA

CLASSIFICADOS EDITAL DE CASAMENTOS ELIZABETH MARTINI, registradora do Registro Civil das Pessoas Naturais e Especial de Taquara-RS. Faz saber que pretendem se casar: 1) RICARDO MEILI e LUANA ALICE LOURENÇO, 2) LEONARDO GIOSCIA LEIVAS e MELISSA MACHADO DE OLIVEIRA. Quem souber de algum impedimento, que oponha-o na forma da lei. DADO e PASSADO nesta cidade de Taquara-RS. Aos trinta (30) dias do mês de novembro (11) de dois mil e dezesseis (2016). Rua Rio Branco, nº 1145 - Sala 104. Panorama, 2 de dezembro de 2016.

O melhor do flash back! Na Era do Vinil de segunda a sábado a partir das 13hs.

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE TAQUARA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTES

ALICE

RESUMO DO EDITAL

imóveis

Matrículas e rematrículas para o Ensino Fundamental Anos Iniciais (Alfabetização) e Anos Finais da Modalidade da Edução de Jovens e Adultos: ENSINO FUNDAMENTAL ANOS INICIAIS (ALFABETIZAÇÃO) E ANOS FINAIS DA MODALIDADE DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: REMATRÍCULAS:

12 à 15 de dezembro de 2016.

MATRÍCULAS:

12 à 15 de dezembro de 2016.

CRECI 20.749-j

PAROBÉ: TAQUARA: J. de Castilhos, 2663 J. Mosmann, 265 Fone: 3541.0400 Fone: 3543.6588 E-mail: aliceimoveis@aliceimoveis.com.br

VENDAS

EXCLUSIVO, apartamento de 2 dormitórios com garagem, semimobiliado, Centro, com ótima oportunidade de negociação! Venha conferir!

Taquara, 02 de dezembro de 2016. Tito Livio Jaeger Filho Prefeito Municipal

Prazer de ouvir

www.fm91.com.br

É BOM NEGÓCIO! É CANDEMIL! Preços imperdíveis, venha conferir!

Acesse PANORAMA no Facebook www.facebook.com/ jornalpanorama

Taquara - (51) 3541.0000 Canela - (54) 3909.1000 O momento pede uma Honda! TODOS JUNTOS FAZEM UM TRÂNSITO MELHOR!

QUEM COMPRA HONDA VIRA FÃ!

CG FAN 125i 16/17 A partir de R$ 7.390,00 à vista

HONDA CG FAN 125i 16/17. Valor a partir de R$ 7.390,00 à vista ou 48 x R$ 318,28. Taxa (2,72% a.m. e 38,07% a.a.). Licenciamento e capacete não inclusos. Condições sujeitas a aprovação pelo Bradesco. Foto meramente ilustrativa. Valores sujeitos a alteração sem prévio aviso.

LOCAÇÕES - CASA, no bairro Fogão Gaúcho, 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro social, área de serviço, gar., pátio fechado. R$ 850,00 + enc. Cód. 5201. - ÓTIMOS SOBRADOS EM CONDOMÍNIO, no bairro N.S de Fátima (próximo à Faccat), 2 dorm., sendo quarto de casal c/sacada, banheiro social, sala, cozinha, lav., área de serv., gar., valor a negociar + enc. Cód. 5799. - CASA, no bairro Sagrada Família, 3 dormitórios, sala, cozinha, banheiro social, área de serviço, gar., pátio fechado. R$ 650,00 + enc. Cód. 5114. Traga seu IMÓVEL para LOCAR e VENDER na Alice Imóveis!

AQUI

Imobiliária Conveniada


14

Diet

SEXTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016

ORTOPEDIA E CENTRO AUDITIVO

APARELHOS AUDITIVOS

3542.1062 | 3541.3004

Sarau com Café volta em março de 2017 TAQUARA - Uma prévia do show Cordas Vivas, que acontece tradicionalmente há 20 anos em Taquara, foi conferida na semana passada, no último Sarau com Café do ano. O escritor convidado, Pedro Gonzaga, e os músicos do projeto, transformaram o último sarau em um momento singular de interações culturais. O espetáculo Cordas Vivas acontecerá nos dias 13 e 14 de dezembro. Para Álvaro Vicente, coordenador do projeto, o objetivo é a soma. “Faz 20 anos que o Cordas Vi-

vas apresenta nossos talentos. Só faz todo este tempo porque as pessoas se juntam para fazer dar certo, tem muito empenho, ensaio e dedicação dos evolvidos”, explicou. “O livro das coisas verdadeiras”, trouxe aos presentes provocações do cotidiano, com coletânea de crônicas do autor publicadas no Jornal Zero Hora. “Fico feliz de estar aqui podendo conversar a respeito de um assunto que me é tão caro. Quando escrevemos estamos nos expressando, de-

pois de escrito o texto já não é mais nosso. Cada um pode entender a sua maneira. Ouvindo agora parece até que foi outra pessoa que escreveu, que engraçado”, comentou Pedro. O Bistrô da Pati recebeu o participativo público que presenciou uma intervenção teatral do grupo Cheiro de Chuva, de Taquara. A diretora Sabrina Schwan falou sobre os prêmios recebidos pelo grupo no festival de teatro Três Coroas em Ação. O grupo estará representando Taquara no

BAÚ DE RASCUNHOS Faz pouco tempo, tomei conhecimento de um novo conceito sobre o comportamento do ser humano em sociedade. Já tinha visto pela televisão uma ou outra reportagem sobre o assunto, mas levara-as em conta como algo excepcionalíssimo em termos de frequência, por isso mesmo, motivo para aparecer num xou televisivo. Estou falando dos acumuladores, aquelas pessoas que vão juntando coisas sem controle algum e, nos casos extremos, depois de tornar suas moradias um literal ninho de ratos, conseguindo um passaporte para ser alvo das reportagens. Aos poucos, comecei a pensar sobre mim. Não que seja uma coisa rara dedicar meu tempo a mim. Pelo contrário, ignoro melhor assunto, mas passei a me olhar sob uma nova ótica. Vocês conhecem aquele sentimento despertado em nós depois de olharmos alguma coisa no jornal, na revista, na própria televisão ou, vá lá, no contato com outras pessoas? É aquele sentimento meio pânico de estarmos sendo atacados por problema ou doença igual. Estaria eu, também, sofrendo daquele desvio comportamental e guardando coisas inúteis, sem nenhuma finalidade lógica, somente por guardar? Pois é, obriguei-me a fazer grandes sessões íntimas de autoanálise. E o resultado de meus pensamentos foi um pouco desagradável, embora, absolutamente, não preocupante. Minha conclusão foi: sim, tenho alguns traços bem fortes de um acumulador. É aquela vontade de manter comigo os objetos guardados, pois crio com eles uma relação de carinho (obviamente de mão única, de mim para os objetos – acreditar no contrário já seria ultrapassar os limites da sanidade). A par dessas conclusões, entretanto, tenho conseguido permanecer dentro de uma faixa de comportamento aceitável. A parte mais substancial de objetos guardados por mim é feita de papel. Sim! Tenho todas as cartas recebidas – sou de uma época em que a gente se comunicava por uma coisa chamada “carta”; era um processo um pouco mais demorado de comunicação, mas funcionava. Outra existência, importantíssima, nos meus acúmulos é de algo chamado “livro”. Muita gente ainda se lembra desses objetos. É uma acumulação um pouco mais volumosa, porém está sob controle em termos de quantidade. Confesso que, se dependesse tão somente da minha vontade, seria maior! Há as fotografias, hoje, maravilhosamente, eletrônicas, mas um dia reproduzidas em papel e, por isto mesmo, mais guardáveis. Finalmente, existem os meus rascunhos de textos, desenhos, histórias em quadrinhos e – pasmem – poemas! Estão em cadernos manuscritos e em folhas esparsas! São as minhas preciosidades talvez de pouco valor artístico, embora de grande valor na minha história de vida, classificados como “tentou ser intelectual” à qual acrescento um tanto sem modéstia uma subclassificação: “algumas vezes conseguiu”. Esse é o meu baú de rascunhos. É, realmente, muito bom pensar em acumulação enquanto releio minha antiga produção Gosto de abrir esse baú, uma verdadeira máquina do tempo pessoal, para viajar a um passado muito importante. O meu passado!

Daíse Carvalho

Roseli Santos

Plínio Zíngano Do meu tuíter @Plinio_Zingano – Sugestão aos concursos: eliminem a redação. Basta pedir o endereço do Facebook do candidato!

Festival Estadual de Teatro do RS, com O Renascer do Cangaço. No dia 3, a peça será as 21h, no teatro Bruno Kiefer, na Casa de Cultura Mario Quintana. Roseli Santos, Januário Marques de Souza, Rafael Tourinho Raymundo, Ilana Lehn e Gustavo Linden Albert pretendem retomar as atividades do sarau em março de 2017. Para eles a proposta multicultural com amizade, alegria e descontração comprovam a importância de espaços artísticos como este.

No limite Tudo tem limite nessa vida. Ou deveria ter. E não vou elencar aqui nenhum argumento filosófico, religioso ou moralista. Limite é uma linha tênue entre duas situações, espaços ou atitudes. Limite é isso que está faltando para a maioria das crianças e adolescentes, por exemplo, que abusam de tudo e de todos, empoderados de direitos, com o devido consentimento dos pais, que também não sabem muito bem o que isso significa. O dito “limite” demarca até onde se pode ir, em qualquer circunstância, em casa, no trabalho, na política, na estrada, na comida, na bebida, na ganância, na competição, na arrogância, naquilo que se torna rotina a cada dia, vício descontrolado do que ultrapassa a linha imaginária, invade o espaço do outro e se transforma em outra coisa, chamada falta de respeito e falta de empatia. Não seria isso o que está faltando nesse mundo à beira de um ataque de nervos, atolado num colapso social, ético e moral? Não há mais demarcações, sinalizações confiáveis, rastros na trilha que serviriam de alerta, de limite para as nossas transgressões, planejadas ou impulsivas, repentinas ou mentalizadas, boas ou ruíns. Onde está a linha que nos devolve a humanidade? Que nos impede de passarmos para o lado de lá a qualquer custo, num ímpeto irracional, ultrapassando com pressa e anseio ele, novamente ele, o “limite”! A intolerância, a arrogância e a vaidade talvez sejam derivadas de atitudes limítrofes, em cima da linha, tão tênue que por vezes nem observamos que ela já nem existe mais. Parece tudo uma coisa só. Se o outro faz, eu também posso. Se ele rouba, meus atos se justificam, independentemente dos meios utilizados para conseguir o que se quer. Se todos são modelos e lindos, eu também serei, nem que para isso eu tenha que sacrificar minha personalidade e estourar o cartão de crédito. Se todos posam de atletas hipertrofiados, quem me impedirá de ser o mais “bombado”? Tudo é possível experimentar, vivenciar, aventurar e questionar em saudável curiosidade, como que a espreitar o cânion à beira do abismo. Dali em diante, mora o desconhecido que nos atrai, nos fascina, encanta e nos faz evoluir, desbravar novos mundos, mas que também pode romper a barreira do limite de cada um. Certo é que já estamos no limite de tanta violência, tanta corrupção, tanto descaso, tanta roubalheira, tanto desaforo, tanta poluição, tanto desamor e tanto egoísmo. Fica até esquisito lembrar que hoje é dia 2 de dezembro, que 2016 está prestes a romper a linha divisória que nos empurrará para 2017 e que logo faremos uma pausa para descansar e, em seguida, começar tudo de novo, cheios de propósitos altruístas, de votos de boas festas, paz e amor, prosperidade e saúde para dar e vender. Pena que alguns se perderão na trilha novamente e esquecerão o caminho da volta, apagando a linha que ficou para trás demarcando até onde poderiam ter ido num espaço coletivo, solidário, se não tivessem atropelado todos no meio do percurso para chegar primeiro ao desfiladeiro.

Teatro, Crônicas e Cordas Vivas no último sarau do ano

Haiml & etc.

Luiz F. Haiml

Velhos lobos ainda uivam Foi culpa do CIMOL eu ter conhecido o Bauer. Do Santa, pulei ao CIMOL, e lá, fugindo das aulas de Educação Física, conheci o filho do Mestre de respectivo sobrenome. O jovem Bauer tinha atestado, uma insuficiência no coração. Enquanto eu não era pego, ficávamos a papear, havia muito em comum, mas um assunto nos uniu mais: os discosvoadores. Foi um divertido ano de aventuras ufológicas nas quais conhecemos grandes nomes da ufologia gaúcha e brasileira. Mas pelo Bauer também fui a outras esferas. Ambos fissurados em música; eu de Stones, Beatles, Queen, parei em outra praia que nunca mais deixaria de pisar: o heavy. Duas bandas priorizavam da enorme caixa de som dele ligada ao pequeno toca-fitas: Led Zeppelin e Black Sabbath. Também ecoavam por seu quarto - na casa em frente ao hoje Candemil Hotel - Deep Purple, Rush, Rainbow. Com o Bauer conheci um rol de figurinhas interessantes, algumas das quais ainda integram um circulo mais intimo, fiz acampamentos fantásticos, e uma caravana mágica espalhada pelos ônibus da Citral, pra ver “The Song Remaisn the Same, filme do Led no cult Cine Bristol, no não menos cult bairro Bonfim. Platéia lotada - até no corredor, parecia saída do filme ‘Hair”. Mais tarde, o show do Black Sabbath, Gigantinho. O vocalista, na época, o Dio, do Rainbow, e ver ao vivo aquele pequeno/esquisito gnomo de enormes botas e incrível vocal entoando músicas dele com a banda e imprimindo seu carisma hipnótico a antigos sucessos do Sabbath, lucramos, duas lendas pelo preço de uma. Além do mais, havia Tony Iommi e Geeze Butler – eterna guitarra e baixo do Sabbath. Tão intenso o carinho da platéia, comportadíssima, que se o Dio já não tivesse subido ao Valhala, com certeza já teria de novo dado as caras por aqui. Rodeando a fila da entrada, gente instigava a que não entrássemos, não entregássemos nossas almas, ignoramos com todo respeito, arte é arte, rock é rock, e o que vimos, do gênero, foi o melhor, virtuosa performance de uma parte da trilha sonora que embalava aqueles nossos dias. O BS tocou de novo em Porto. Iommi, Butler, e agora o polêmico Ozzy Osborne - vocalista original. Pena, não fui. Aos sortudos que viram, em THE END, o fim do histórico trio, o nosso nostálgico grito de guerra: SABBATH!.


SEXTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016

Por Vanessa Wagner

15

Antonio Scheffel/Foto D Fato

Perfil SANDRO LIMA SCHWAN Ator, interpreta o personagem Lampião na peça “O Renascer do Cangaço”, do grupo de teatro Cheiro de Chuva. Bancário, gerente da agência do Itaú em Taquara, formado em Administração com pós-graduação em Finanças e Gestão de Pessoas, e em Comportamento Humano. Filho de Oliveiro José Schwan e Elza Maria Lima Schwan, tem 41 anos, é pai da Sofia e da Catarina. Casado com Sabrina Schwan.

Confira nosso anúncio na página 7

IGREJINHA – Caroline Mantovani e Lucas Dreger oficializaram união no dia 26 de novembro, na Igreja Evangélica Luterana. Na foto, os noivos acompanhados dos pais Vlademir da Rosa e Marcelia Mantovani, Anelise e Ademir Dreger, no Ecoland.

Conte um pouco mais sobre sua história: sou natural de Minas Gerais, Conselheiro Lafaiete, perto de Belo Horizonte. Fui criado em Santa Bárbara do Oeste, interior de São Paulo. Morei dos sete anos até a vida adulta lá. Sou bancário desde 1994. Fiz um processo pro Unibanco que exigia disponibilidade de mudança, aceitei a proposta. Nisso, já participava de um grupo de teatro desde 1998. Conheci minha esposa no palco, em cena. Estamos juntos há 15 anos, somos casados, temos duas filhas. Rafael Cavalli

Paralelo 29

Como é trabalhar em duas frentes totalmente diferentes (econômica e cultural)? Embora tão diferentes, são dois aspectos que se complementam, gosto de pessoas. O teatro dá segurança, domínio, intuição e fluência, melhora a vida em diversos aspectos. Adoro o que faço, gosto muito da profissão de bancário, o teatro me ajuda como profissional, curto muito essa diferença, tem muito de mim nisto.

TAQUARA - Mônica Moraes, Débora Iserhardt, Bruna Haubert, Julia Biason e Fernanda Santos em evento no Madre Pub. A casa inaugura oficialmente na próxima semana, junto ao Clube Comercial, em Taquara. Divulgação

IGREJINHA – AMIFEST recebeu o Prêmio Líderes e Vencedores, da Federasul, na categoria destaque comunitário, com indicação da ACISA de Rolante e Riozinho. Na foto, registro de presenças ao evento realizado no dia 24 de novembro: Fabiano Beck - Presidente da AMIFEST, Simone Leite - Presidente da Federasul, Márcio Linden - Vice Presidente da AMIFEST e Douglas Márcio Kaiser - voluntário da AMIFEST. Confira matéria na página 10.

SERRA - Suzana Neves prestigiou a secretária de turismo Rosa Helena Volk, em noite de Chef Por um Dia, no Wish Serrano, em Gramado.

Reiniciando as atividades profissionais em Taquara

Dra. Miriam Parode Ginecologia – Obstetrícia – Estética Genital CREMERS 18497

NOVO HAMBURGO - Eduarda Langhammer Neves teve seu trabalho de conclusão do curso de Jornalismo aprovado com nota máxima, dia 24 de novembro, na Universidade Feevale. Na foto, com os pais Luiz Fernando Neves e Cátia Neves.

Churrascaria

VITÓRIA II Parobé

Venha desfrutar da nossa tradição em bem servir! Fone:

3523.4357

Qual sua relação com a cidade de Taquara: cheguei em outubro de 2007, minhas filhas são gaúchas. A ideia era vir, ficar um tempo e, assim que conseguíssemos, voltaríamos, pois nossos pais são de SP. Mas formamos um ciclo de amizade aqui, o teatro entrou na história. Logo minha esposa projetou formar um grupo de teatro aberto para participações. Hoje temos casa aqui, nos apaixonamos pela região, pelas pessoas. A qualidade de vida é muito boa, fomos super bem acolhidos e estamos estabilizados.

Consultório | Centro Profissional Carlos Chagas Rua Emílio Lúcio Esteves, 1180 | Sala 302 | Taquara Fone: 3541.1656 | Whats: 99686.0501

Ao refletir sobre a carreira bancária, o que significa pra você? É uma profissão que mudou bastante desde quando eu entrei até agora. Estudei, consegui acompanhar essas evoluções e compreender novos caminhos. A vida que nós construímos, tudo que tenho, devo ao trabalho, à profissão de bancário. Gosto de ajudar, dar uma informação, ajudar nas dúvidas. Tenho uma vontade, um sonho de realizar um projeto em educação financeira. É uma educação super importante. Qual a relevância em sua vida da atividade como ator e a carreira dentro do teatro? Assim como devo ao banco, enquanto profissional, a estrutura que tenho ea estabilidade, devo ao teatro a minha família. Nossa casa virou um grande atelier de teatro e costura, pois a Sabrina cria os figurinos, cenários e demais adereços. Poder viver várias pessoas, ter estilos totalmente diferentes, representa liberdade. Contudo, há desafios na profissão, você precisa transmitir verdade no personagem. Como você se define? Uma pessoa feliz que gosta de estar com os amigos, dar risada, contar histórias, mas sou ranzinza. Em quem você se inspira? Como ser humano, Jesus; nas artes, Fernanda Montenegro; no esporte, Bruce Lee. E claro, meus pais serão sempre minha maior referência. Um temor: Como todo pai, tenho medo de não acompanhar o crescimento das minhas filhas, de estar ausente. Uma frustração: Emagreci 12 quilos para interpretar Jesus, na Paixão de Cristo. Não mantive o peso, gostaria de ser mais disciplinado em relação a isso. Um prato: churrasco e sushi. Uma personalidade: a minha esposa Sabrina Schwan, uma ótima pessoa, uma encantadora de almas. Qual seu maior sonho: Construir um legado positivo, realizar um projeto que possa unir o que sei fazer, educação financeira com artes. Deixe uma mensagem aos leitores do Panorama: Nós não perdemos, ou vencemos ou aprendemos. Tente, não desista, ou você vai conseguir, ou vai aprender mais.

Marechal Floriano, 1248, Taquara 3541.2302


PANORAMA

SEXTA-FEIRA, 2 DE DEZEMBRO DE 2016 | WWW.JORNALPANORAMA.COM.BR

Fotos: Daíse Carvalho

Diversão e civilidade no 1º Show Solidário TAQUARA - “A união faz a força”. Em tempos de crise econômica, o ditado popular é usado para impulsionar diversos setores, inclusive o da música. Sete bandas independentes do Vale do Paranhana se reuniram para criar o 1º Show Solidário. O objetivo é promover as bandas e os eventos que fomentam a diversidade cultural da cidade. Rótulo Zero, Ozavaianas, Chico Paz & Banda, 80 Bits, Antivírus, Tererê Trio e Creedence Tribute Revival se reuniram para tocar no 1º Show Solidário, na Sociedade Cinco de Maio, na última sexta-feira, 25. A realização foi do grupo de artistas Ideia Solidária e do Departamento Municipal de Cultura com apoio do Sindilojas Vale do Paranhana, do Serviço Central de Proteção ao Crédito – SCPC, da Casa do Rock, Serviço Social do Comércio – SESC, Sociedade Cinco de Maio e Budega Discos. O evento viabiliza, através da música e da cultura, uma forma de diversão e civilidade. “Existem momentos que marcam a gente, um destes momentos foi o Show Solidário, onde dividimos com amigos o melhor da música da nossa cidade e região. Foram cinco horas de música, celebração, amizade, solidariedade e diversão. Obrigado a todos que fizeram este

evento acontecer”, destacou o diretor de Cultura, Paulo Wagner. O músico Chico Paz trouxe o setlist autoral e acredita que o movimento cultural de uma cidade não é feito somente por artistas e público. “Para termos um movimento forte e consistente é preciso o envolvimento de produtores e apoiadores. Eventos como estes proporcionam maior troca de informação, gerando novas ideias para o cenário. Além disso, promove o surgimento de novos projetos, fazendo com que artistas apostem mais e continuem produzindo”, avaliou. O guitarrista da Creedence Tribute Revival e compositor Luiz Fernando Souza, conhecido como Kiko, um dos integrantes do grupo Ideia Solidária e membro da Associação Cultural Casa do Rock, explica que o primeiro evento veio somar ao movimento de música alternativa da região. “As pessoas estão se comportando de maneira diferente quanto à produção cultural independente no país, isto reflete também em nossa cidade. Tivemos público bom, ativo, foram mais de 400 pessoas que apoiam a iniciativa. Podemos melhorar, as bandas locais estão convidadas a participar também, mesmo quando não fazemos show, é importante fortalecer a cena local”, comenta Kiko.

Num mundo em transformação, cada vez mais complexo, conectado, competitivo, mas também cheio de oportunidades , o investimento em educação é a solução. O Venha Dorothea estudar no Dorobusca fazer a thea, uma escola associada A à Rede Sinodal de Educação. Uma entre Rede de Ensino que promove encon, tradição e inotros anuais de estudantes, envolvendo através da valorização do vação: canto, dança, teatro, conjuntos instrumen- estudo das artes, das lintais, formação de lideranças, competições guagens, da matemática, A esportivas, proporcionando aos alunos e da ênfase , nos esportes. vivências enriquecedoras, através de parcerias num ambiente seguro e que com instituições que privilegia a excelência. desenvolvem novas tecnologias educaNo No cionais. Dorothea, seu filho Ensino Médio, encontra uma a ênfase está na preparação para os diferentes diferenciada na Educação Infantil. No Ensino Fundamental, o uso de tecnologias inovadoras, para o Ensino Superior e que, através de atividades interativas, para a escolha profistrabalham habilidades para a vida, que sional. envolvem lidar com emoções e conflitos, agir de forma criativa, tomar decisões, usar a tecnologia como ferramenta para solucionar os problemas e desafios propostos.

tradição

conexão

inovação

infraestrutura

processos seletivos

M

a

tr

la u íc

s

rta e b A

s!

As bandas tocaram voluntariamente, visando a promoção da Diversidade Cultural em Taquara

A Creedence Tribute Revival é formada por Anderson Cunha (baixista), Daniel Moraes (baterista) e Kiko Souza (voz e guitarra)

Mais sobre a Associação Cultural Casa do Rock “A ideia de viver de arte e música sempre esteve presente em minha vida”, conta o músico Kiko. No dia 13 de julho de 2011 ele comprou a casa, atraído pela localização (pode-se realizar ensaios, pois não há vizinhos), e pela peça dos fundos, onde funciona um estúdio de ensaio para as bandas. A proposta surgiu com o objetivo de promover as bandas e os eventos independentes de pequeno e médio portes e com a pretensão de ampliar o alcance do material produzido. Começaram a surgir pedidos para festivais com as bandas que ensaiavam na casa, e foram feitos quatro edições. Formada por um grupo de amigos há mais de dois anos, com 12 membros na diretoria (entre artistas e simpatizantes), a Associação Cultural Casa do Rock realiza as reuniões mensalmente. As decisões das demandas acontecem de acordo com opinião dos presentes. “É como um microcosmo, assim como funciona qualquer órgão público e coletivo”, analisa Kiko. A Casa do Rock tem envolvimento maior com a expressão musical, pois há aulas de instrumentos para crianças, jovens e adultos. Contudo, abrange qualquer proposta artística, como desenho, teatro, artesana-

Estúdio de ensaio da entidade cultural taquarense

to, exposições, entre outros. Junto ao Departamento de Cultura, no ano passado, iniciou-se parceria para o Festival da Diversidade Cultural. Em maio deste ano, a associação também ajudou na realização do show em homenagem ao trabalhador. Para Kiko, as iniciativas colaborativas da produção cultural local geram bons resultados, “Sabemos que o Conselho Municipal de Cultura de Taquara está em formação, nosso cadastro foi aceito para participar. Posteriormente conseguiremos realizar projetos que viabilizem a Lei de Incentivo à Cultura, mas, é claro, são muitos agitadores culturais trabalhando para que dê certo”.

Celebrando o Natal começa nesta sexta TRÊS COROAS - A programação natalina de Três Coroas será aberta neste sábado, dia 3, com a Noite de Louvor e Adoração. O evento será realizado na Rua Coberta, a partir das 20 horas. Haverá pantomina, apresentações musicais e de dança, além de outras atividades ecumênicas. A atividade é aberta a toda a comunidade, independente da religião. A programação natalina três-coroense seguirá até 21 de dezembro, em uma realização da Prefeitura.

2311  
2311  
Advertisement