Page 1

PAN RAMA TAQUARA, 18 DE JULHO DE 2014 | Nº 2194 | 38 ANOS | 20 PÁGINAS | R$ 1,50

Profissionais ligados ao futebol na região avaliam a Copa do Mundo Página 14

ANÚNCIOS (?) DO DAER Guilherme Augusto

Após representantes da diretoria terem prometido em Taquara que a ponte da ERS-020 poderia ser consertada até o final do ano, o diretor-geral do órgão falou à Rádio Taquara e não garantiu liberação do tráfego normal neste período. Disse que ainda falta definir a obra que terá de ser realizada na ponte.

Cristiano Vargas

Na mesma entrevista, o diretor do Daer anunciou a instalação de cinco pardais na ERS-239, incluindo equipamentos em Parobé, Rolante e Taquara. Travessia da rua Federação pela 239 (foto acima) deverá ganhar uma lombada eletrônica.

Páginas 8 e Central Cristiano Vargas

Ações da polícia colocam 13 pessoas atrás das grades Página 15

Dependência química é parceira frequente de quem se prostitui Na segunda parte da reportagem especial sobre a prostituição de rua, Panorama imerge no lado mais sombrio da vida de Maria: o crack, aliciamento e cárcere privado e o menosprezo da sociedade.

Página 9

IGREJINHA ROLANTE Investimento Jovem piloto vence Endurance de R$ 2 milhões em asfalto sem 2 marchas Página 14

Página Central

.1

TAQUARA Avenida Faccat tem obras retomadas Página 8

PRAZER DE OUVIR www.fm91.com.br


2

ABERTURA

Sexta-feira, 18 de julho de 2014

Foto da semana

CAIXA POSTAL 59

A prostituição P

anorama dá sequência, nesta edição, à publicação de uma série de reportagens iniciada na semana passada. O tema abordado é a prostituição, visível, por exemplo, às margens de rodovias, mas estigmatizada pela sociedade. Muitos fazem questão de fazer vistas grossas à situação, enquanto outros entendem que faltam condições sociais para que estas mulheres (e/ou homens) deixem o trabalho a que se submetem. Na série de reportagens publicada por Panorama, retratamos o cotidiano de uma profissional do sexo que atende em Taquara e Parobé, possuindo um ponto na ERS-239, rodovia em que não é nada difícil encontrar garotas de programa. Recebemos retornos positivos à matéria, como não poderia deixar de ser, mas também críticas à publicação deste tema. É importante registrar que o jornalismo não possui temas “tabu”, que não podem ser enfrentados. No dia a dia da profissão, jornalistas aprendem, por exemplo, que nenhum assunto deve ser alvo de censura ou preconceito. Situações cotidianas da sociedade podem e devem virar notícia, de modo que levem mais pessoas a refletir sobre o que está sendo retratado. Esta é a missão do jornalismo: oferecer diversos pontos de vista sobre um fato ou alguma característica da população, para que a sociedade, com suas próprias cabeças, forme as suas convicções. A série especial sobre prostituição revela, também, como este tipo de profissional precisa ser melhor acompanhado pelo poder público. É inegável, por exemplo, que milhares de garotas de programa (e/ou garotos) trabalham pelo país, e que precisam ter algum tipo de proteção legal, bem como atenção às condições de trabalho e à proteção à saúde. Também imprescindível dizer que a maioria das profissionais do sexo acabou entrando nesta vida por falta de condições adequadas de acesso à renda. Um desafio permanente à sociedade, em especial numa época de debate eleitoral, em que se discute o desenvolvimento do Brasil: fazer com que a maior parte da população tenha acesso mais equilibrado às condições de trabalho, produção e renda, de modo que muitos não tenham que cair em profissões que não desejam.

Contribua com seu artigo. Envie para editoria@jornalpanorama.com.br O texto deve conter no máximo 1500 caracteres

Cidades Presídio

FATURANDO

Na semana passada, a Oktoberfest divulgou os shows da edição deste ano, confirmando uma atração que há muito tempo se cogitava para a festa: a dupla Fernando e Sorocaba (foto acima). Para se ter uma ideia da relevância de Sorocaba para a música sertaneja, o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), que cuida da questão dos direitos autorais, colocou o cantor e compositor em terceiro lugar na arrecadação por músicas reproduzidas em emissoras de rádio no ano passado. Além disso, ele lidera a arrecadação de direitos por shows.

PREFEITURA RECOLHE LIXO

A Prefeitura de Riozinho informou que assumiu o recolhimento de lixo no município, tanto na área urbana quanto no interior. “Tomamos esta decisão para baratear os custos da coleta de lixo”, anunciou o prefeito Airton Trevizani da Rosa. Para realizar o recolhimento, Riozinho conta com o apoio da população. “Precisamos que a comunidade colabore, pois o lixo recolhido é levado para um depósito, onde a prefeitura paga por tonelada. Queremos que as pessoas se conscientizem e separem o lixo seco do orgânico, o que vai diminuir a quantidade de material a ser recolhido”, destaca o prefeito. A coleta no Centro acontece nas segundas, quartas e sextas-feiras, até as 7h30min. “É importante destacar que se a pessoa não colocar o lixo em frente a sua casa até esse horário, ele ficará em frente à residência por dois dias, gerando mau cheiro e outros transtornos. Com a ajuda de todos, vamos proteger o meio ambiente e deixar nossa cidade mais bonita”, destacou o chefe do Executivo.

LAGO DO PARQUE

Vira e mexe, a situação do lago do Parque do Trabalhador, em Taquara, chama a atenção, por apresentar coloração suja e cheiro ruim. Contatado nesta semana por Panorama, o secretário de Meio Ambiente, Laoni Diedrich, esclareceu que o lago é monitorado pela prefeitura, acrescentando que, recentemente, chegou a ser encomendado um laudo para laboratório, o qual não constatou nenhuma anormalidade química. Ou seja, segundo Laoni, não há nenhum veneno que tenha sido inserido na água. Contudo, foi constatado acúmulo de material orgânico no lago, causado principalmente pelos muitos animais que utilizam o local. A alternativa em análise, segundo Laoni, é a secagem do lago, para a limpeza. Contudo, esta medida terá que ser feita apenas em época de verão. Além disso, Laoni acrescentou que será necessário estudar uma solução para a questão dos animais que frequentam o lago. Na foto acima, flagrante capturado pelo Panorama a respeito da condição do local no final de semana passado.

VERBA PARA SAÚDE

A Secretaria Estadual de Saúde liberou, no último dia 4, o montante de R$ 496,5 mil para a utilização no programa Rede SUS em dois municípios do Vale do Paranhana. Foram contempladas as prefeituras de Igrejinha, com R$ 211,5 mil, e Parobé, com R$ 281 mil. Segundo o governo gaúcho, os recursos são destinados à estruturação de informática dos postos de saúde, para a implantação do prontuário eletrônico do Sistema Único de Saúde (SUS). A iniciativa prevê, ainda, um tablet para cada agente comunitário de saúde.

TAXA DE INCÊNDIO

Na esteira da discussão sobre a construção de um quartel de bombeiros na área central de Taquara, o vereador Régis Souza (PMDB) quer lançar luz sobre o montante arrecadado pela comunidade com a taxa de incêndio. Pediu à Mesa Diretora da Câmara de Vereadores, nesta semana, a realização de audiência pública sobre o tema, no dia 28 de outubro deste ano. Régis quer que a prefeitura apresente, na ocasião, todas as informações contábeis de valores arrecadados e investidos nos últimos cinco anos.

EXPOFEIRA ESTÁ CHEGANDO

Será realizada, nos próximos dias 26 e 27, a XVIII Expofeira de Produtos Coloniais de Três Coroas, em parque montado defronte ao Centro Municipal de Cultura. Na programação, shows musicais, carreata de tratores e carretinhas agrícolas, comércio de frutas, legumes, verduras, embutidos e diversos produtos coloniais, além do tradicional café colonial e do almoço típico. Também haverá mostra de máquinas e equipamentos agrícolas, praça de alimentação e a exposição de artesanato e de pequenos animais.

O que é reciclável? Folhas e sobras de papel; jornais; revistas; caixas de papelão; cartolinas; envelopes; folhetos; impressos em geral.

PANORAMA Fundado em 27/9/1975 Impressão: Gazeta do Sul (051) 3715.7800 / 3715.7887

Editado pela EMPRESA JORNALÍSTICA GAÚCHA LTDA. Inscrição Estadual: 141/0071666 - CNJP: 88.279385/0001-19 Rua Rio Branco, 1006 - Fone: 3542.2288 - Taquara/RS - CEP: 95.600-000

Há muito tempo estou para me manifestar sobre a questão do caos no sistema carcerário brasileiro. Assunto bastante polêmico, mas que, no entanto, deve vir à discussão da sociedade urgentemente, pois do contrário veremos nossas cidades submergirem a mercê do crime organizado e também do desorganizado. Não é de hoje que a situação carcerária e o sistema penal brasileiro encontram-se à beira do abismo. Há que se promover uma ampla discussão sobre uma urgente reforma do código penal e do sistema carcerário brasileiro, pois esta estrutura que aí está só serve para uma coisa: desencaminhar aqueles delinquentes denominados “ladrões de galinha”, que por não terem condições de constituírem advogado particular, acabam vítimas de um sistema desigual, que não lhes permite ter um julgamento com justiça. Acabam sendo presos em locais, que de correcionais nada têm, pois nossos presídios nada mais são que verdadeiras escolas do crime. Poucos são os que saem da prisão, após o cumprimento de suas penas, que estejam realmente recuperados. Em primeiro lugar, penso que as alas dos presídios deveriam ser por classificação de delito, ou seja, assassinos, traficantes, estupradores não poderiam conviver em um mesmo ambiente que “ladrões de galinha”. Em segundo lugar, que estas casas de detenção deveriam oferecer programas de reabilitação social com foco na qualificação profissional e ensino curricular dos detentos, que sirva de base aos mesmos quando do seu retorno à sociedade, e acompanhamento psicológico para os mesmos. Em terceiro lugar, estes detentos deveriam produzir o que comem, ou seja, em cada casa de detenção deveriam existir hortas, pomares e locais de criação de animais domésticos, para que grande parte do que eles consomem fosse retirado desta produção. Em caso de haver excedente na produção, que este fosse destinado a creches, orfanatos e escolas. E, em quarto lugar, me remeto ao título deste artigo: Que fossem demarcadas áreas em cada uma das unidades da federação brasileira, e que nestas fossem instaladas grandes penitenciárias, isoladas das cidades, que oferecessem uma infraestrutura digna tanto para apenados quanto para agentes penitenciários, com segurança, bloqueio nas comunicações externas, etc... É sabido que iniciativas visando a racionalização dos custos para manutenção de certos sistemas integrados realmente funcionam. Haja vista a iniciativa privada, onde as empresas se organizam em polos ou clusters, utilizando-se dos mesmos serviços, permitindo uma maior economia em seus processos produtivos. Está mais do que na hora de pressionarmos nossos políticos para que discutam com a sociedade, mas sem demagogia, o que ela quer do nosso sistema penal e carcerário, pois, do contrário, os cidadãos de bem é que terão que se encarcerar em suas casas, transformando as nossas cidades em fortalezas medievais, transformando-se eles em presidiários. FÁBIO ALBERTO RUPPENTHAL, DE TRÊS COROAS

Jornalismo: editoria@jornalpanorama.com.br Publicidade: publicidade@jornalpanorama.com.br Direção: direcao@jornalpanorama.com.br

Diretor: Olavo Carlos Wagner Editores: Inge Dienstmann / Vinicius Linden

Circulação às sextas-feiras em Taquara, Parobé, Igrejinha, Três Coroas, Rolante e Riozinho (Vale do Paranhana). Fechamento comercial quartas ao meio-dia.

Membro da


TAQUARA

Sexta-feira, 18 de julho de 2014

Divulgação/Magda Rabie

3

CONVITE

ª Festas dos

49 Motoristas

Declamação do poema com leitura direta na tela do computador interativo

Estudantes aprendem a utilizar lousa digital na Escola Tomé de Souza O poema “Canção do Exílio”, de Gonçalves Dias, foi o texto utilizado para que os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Tomé de Souza, no interior de Taquara, tivessem o primeiro contato com o computador interativo e a lousa digital. Os equipamentos foram recebidos através do projeto PROINFO, do Ministério da Educação, mediante o cadastro realizado pela Secretaria Municipal de Educação. “Escrevi o texto do poema no quadro com o auxílio do computador para os alunos copiarem em seus cadernos, depois cada um declamou uma estrofe do poema e utilizou a caneta escrevendo na lousa digital”, explicou a pro-

fessora do quinto ano, Fabiane Isabel dos Santos. “As atividades ficam muito mais interessantes já que podem trabalhar com ilustrações e figuras com mais intensidade. Quando estudamos um tema, dentro dele é possível abordarmos outros tantos, pois é muito mais fácil integrarmos elementos digitalmente, do que trazermos tudo impresso aos alunos”, observa. A aluna Gabrielly Terres, 10, gostou da nova alternativa para aprender. “Achei muito legal, pois renovou o momento das aulas. Estamos aprendendo a mexer numa nova tecnologia e vamos poder fazer coisas mais criativas”, disse Gabrielly. O colega Luiz Henrique Oliveira Farias, 10, também ficou con-

tente com a ferramenta. “Antes não podíamos ver as figuras coloridas, pois eram xerocadas e como o colorido é muito caro, não tínhamos acesso. Agora temos a tecnologia para ajudar e todos os nossos colegas poderão aprender”, menciona Luiz Henrique. Quatorze escolas da zona rural de Taquara receberam computadores interativos e lousas digitais. Foram beneficiadas com o projeto as escolas 25 de Julho, Antônio Martins Rangel, Arlindo Martini, Caramuru, Dionysio Pires de Mello, Dona Leopoldina, Emílio Leichtveis, Júlio Maurer, Luis Böes, Professora Otília Marmitt, Rudi Lindenmeyer, Salzano da Cunha, Tomé de Souza e Zeferino Vicente Neves Filho.

A edição nº 4 da Revista Panorama já está em elaboração.

Reservas comerciais até 8 de agosto. CONFIRA ALGUMAS DAS MATÉRIAS:

• NUTRIÇÃO Carnes (as boas propriedades, ingestão diária Capa e entrevista exclusiva recomendada, melhores formas de preparo para a alimentação saudável). Opções de com Cauã Reymond substituições para quem não come este • BIKES alimento. Os modelos mais adequados para cada • RECEITAS uso. Pratos com carnes e opções com outras • CASA fontes de proteínas para quem é vegetariano. Áreas externas (espaços gourmet, • A IMPORTÂNCIA DO CHECK-UP churrasqueiras, piscinas, áreas de lazer). Exames essenciais e porque é necessários • DECORAÇÃO fazê-los. Dicas de objetos para o home office. • TENDÊNCIA - BARBAS • PET Matéria aborda a barba como tendência na Cuidando de cães e gatos obesos. beleza masculina. E mais: moda, beleza, turismo, bem-estar, curiosidades, artigos.

Dia 27/07 - Domingo

Cartões para almoço (churrasco e salada) ao preço de R$ 22,00 na sede dos motoristas. • 6h - Alvorada com fogos de artifício; • 9h30min - Culto Ecumênico na Capelinha São Cristóvão, seguido de procissão pelo roteiro de costume com chegada à sede própria; • 12h - O almoço será servido na mesa com churrasco e saladas na Sede da Associação dos Motoristas; • À tarde - Festejos populares com animação das bandas San Marino, Baila-Baila e Passarela INGRESSO MASCULINO: R$ 10,00 INGRESSO FEMININO: R$ 5,00

Sairá ônibus GRATUITO de PADILHA, às 13 horas, passando por Rio da Ilha.


4

Sexta-feira, 18 de julho de 2014

FESTA DA COLHEITA - A Comunidade Evangélica de Padilha, no interior de Taquara, realizará, neste domingo, no barracão da comunidade, a Festa da Colheita, com início às 10 horas. Após o culto festivo haverá uma charanga que animará o churrasco ao meio-dia. A partir das 15 horas iniciarão os festejos populares com animação do Musical Champion.

TAQUARA Divulgação/ Magda Rabie

Projeto “Dentinhos” ensina a diminuir “mordidinhas” As frequentes mordidinhas que aconteciam entre as crianças do berçário 2A, da Escola Municipal de Educação Infantil Vovó Domênica, em Taquara, foram diminuindo por causa de um projeto desenvolvido no educandário: o Dentinhos. Muito comum nesta fase de vida das crianças, as mordidas são uma forma de expressão, mas, mesmo sendo passageira, merece a atenção dos pais e educadores, comenta a diretora Iana Kleinkauf. “O projeto surgiu da necessidade de diminuir a incidência de mordidinhas entre as crianças. Estávamos com muitas dificulda-

des, pois as crianças voltavam mordidas para casa e isso incomodava os pais. Resolvemos então mostrar o lado bom disso, e, através da professora Caroline de Souza, houve uma iniciativa que nos ajudou muito”, revela Iana. Idealizadora do projeto, a professora Caroline de Souza está muito motivada e, junto com a professora auxiliar Jussara Machado, desenvolve as atividades em sala de aula, para 15 alunos, com um ano de idade. “Tínhamos problemas em relação às mordidas e queríamos colocar algo para diminuir isso, mas não

Artur de Borba Raimundo e Natan Radames de Medeiros com o fantoche Gengivinha

sabíamos como fazer, pois não queríamos trabalhar a higiene em si, mas para que servem os dentinhos. Tentar tirar o foco da mordida. Então começamos a trabalhar com os alimentos que marcavam os dentinhos, como a banana, o tomate. Explicando sempre para que servem os dentinhos, que eles não devem ser usados para machucar o amigo”, observa Caroline. A Escola Municipal de

Educação Infantil Vovó Domênica fica na rua Celeste Domingos de Souza, no bairro Medianeira, e atende 154 alunos de um a cinco anos de idade. Com a ampliação de quatro salas de aula, este número aumentará, anuncia a diretora Iana. “Estamos prestes a receber mais três berçários e um maternal que nos possibilitará ampliar o atendimento, cuidar e educar mais crianças”, afirma.

Lar Padilha inaugura seu novo centro O Centro de Defesa e Proteção Social do Lar Padilha será inaugurado nesta sexta-feira. A cerimônia acontecerá a partir das 18 horas, na rua Marechal Floriano. O novo espaço atenderá, inicialmente, crianças com idade de zero a 12 anos, além de jovens maiores de idade, advindos do Lar Padilha, mas que estão organizando suas vidas, além de mulheres vítimas da Lei Maria da Penha. “A equipe do Lar Padilha estende o convite a todos os amigos da entidade para prestigiarem esta conquista”, destacou o diretor do estabelecimento, Fernandes Vieira dos Santos.


TAQUARA

Sexta-feira, 18 de julho de 2014

5

Em sessão solene realizada na noite da segundafeira, na sede do Legislativo, a Escola Estadual de Ensino Fundamental Tristão Monteiro foi homenageada pelo seu cinquentenário, completado no último dia 6 de maio. A primeira diretora do educandário, Lélia Lehnen, esteve presente na solenidade proposta pelo vereador Adalberto Soares, sendo também homenageada, juntamente com os demais profissionais da escola, que atende 236 estudantes.

Na avaliação da diretora Rosangela Maria Fleck Haag, a solenidade foi muito importante para o colégio, pois valorizou o trabalho de todos os profissionais que atuam no educandário. Alunos que frequentam o projeto Mais Educação se apresentaram na abertura da sessão, acompanhados do professor de música Kiko Sousa. Os profissionais da escola, que iniciou suas atividades em 1964, receberam certificados de reconhecimento. Marcio Renck

Primeira diretora Lélia Lenhen (ao lado da diretora Rosangela), recebendo certificado do vereador Adalberto e do secretário de Educação, Antonio Edmar de Holanda

“O Brasil é o nosso país e ficamos muito felizes em aprender mais sobre ele. Sentimos muita tristeza quando perdeu para a Alemanha, mas não perdemos o espírito brasileiro e temos orgulho de morar aqui”. Assim reagiram as estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental Getúlio Vargas, Bruna Palhiano dos Santos, 12 anos, Caroline Lemos de Mello, 11 anos, Stephanie Salvador Rodrigues, 11 anos, e Talita da Silva Maciel, 11, responsáveis por apresentar o Brasil na Mostra de Trabalhos sobre a Copa do Mundo 2014, no último dia 10. Divididos em grupos, os alunos apresentaram o que aprenderam sobre as 32 seleções, entre os meses de maio e julho, período em que foi realizado o projeto “Copa do Mundo no Brasil”. A exposição sobre a Alemanha ficou com as alunas Laura Tauana Lopes dos Santos, 12, e Laila Von Dentz dos Santos, 13. “Fomos conhecendo a Alemanha e gos-

Divulgação/Magda Rabie

Escola Tristão Monteiro recebeu Copa do Mundo 2014 foi tema de homenagem da Câmara mostra da Escola Getúlio Vargas

Maria Isabel, Ana Camila, Lucas Rafael, Luis Felipe e Maiandra construiram a maquete do Maracanã

tando do que aprendemos. Estudamos a sua localização, os lugares turísticos, a arte, a religião. O que mais gostamos foi a Casa de Concertos Festspielhaus Baden-Baden, onde se apresenta a maior orquestra do mundo. Quando estávamos vendo o jogo queríamos que houvesse um empate, pois ficamos divididas entre os dois países”, mencionaram.

Ruas de dois bairros têm obras

Segundo a coordenadora do projeto, Carina Policarpo, cada disciplina oportunizou aos alunos pesquisarem e aprenderam algo sobre o tema envolvido, o que abrangeu as disciplinas de educação física, língua portuguesa, matemática, arte, religião, inglês, história, geografia e ciências. Uma maquete do Maracanã, estádio da final da

Copa, também fez parte do projeto dos alunos que participaram do Clube da Matemática. Maria Isabel Hoffmann, 12 anos, Ana Camila da Silva Ribeiro, 14, Lucas Rafael Barros, 14, Luis Felipe Franck Ferreira, 14, e Maiandra Altenhofen, 13 anos, foram alguns dos estudantes que a construíram. “Foi uma experiência muito divertida”, disse Luis Felipe.

ACONTECEU NO

A Prefeitura de Taquara, por meio da Secretaria de Obras, informou a colocação de 14 metros de canos e a recuperação, através de patrolamento e ensaibramento, dos trechos mais afetados pelas chuvas das ruas do bairro Eldorado. Também foram atendidas, segundo a prefeitura, as ruas do bairro Santa Maria. O prefeito Tito Lívio Jaeger Filho vistoriou (foto) pessoalmente os trabalhos, conversando com os moradores e os servidores que executavam as obras.

DESPEDIDA E AGRADECIMENTOS

Divulgação/Eduardo Vaz

I Margarida e Irineu se despedem

nícios de 2008... Chegava ao IACS o casal Irineu e Margarida Souza. Eles vinham desenvolver os trabalhos de diretor acadêmico e supervisora, respectivamente. Simpáticos e competentes, logo começaram a tarefa de fazer do IACS uma escola academicamente melhor. Trataram de igualar, ordenar e sistematizar a parte burocrática do ensino. Algumas pendências relacionadas à documentação oficial foram resolvidas e, pouco

a pouco, o setor acadêmico foi ficando bem atualizado. Em meados de 2009, com a saída do diretor geral, Pr. Wesley Zukowski, que foi servir em Goiás, o prof. Irineu passou a diretor geral e a professora Margarida tomou o cargo de diretora acadêmica. E o colégio continuou a progredir. Dedicados sobremodo à educação adventista, o prof. Irineu e a profa. Margarida fizeram o seu melhor em favor do IACS. Agora, eles nos deixam. Embora a tristeza com a partida do casal, o Colégio conforta-se em saber que os planos de Deus são mais sábios do que os nossos. Há muito que agradecer ao casal. Dentre tantas coisas (impossível citar todas) destacamos, além do que já foi dito: reforma do prédio central, reforma e reestruturação do Museu, reforma de todas as salas de aula, suítes dos dormitórios reformadas. Nessa gestão, o IACS, por dois anos, participou do Natal Luz de Gramado, com seus corais e regentes. Na parte acadêmica e no relacionamento com as famílias, formou-se a Escola de Pais, a Semana da Família, a Formação Continuada dos Professores, a Semana de Hábitos de Estudos, Semanas de Orientação Vocacional e muito mais. No contexto de tudo que o casal fez, citamos, de modo especial, a dedicação e alegria João Cesi Lopes dos Santos da professora Margarida ao organizar os projetos transdisciplinares. Sempre demonstrou assume a direção do IACS muito amor e vibração em cada um deles. Outra lembrança que ficará indelével pelo tempo que esta Casa durar é o nosso lindo muro! O casal se empenhou ao máximo para que este sonho se realizasse. A Escola ficou mais protegida e o visual ganhou novo enfoque. Muito mais se poderia dizer. A dedicação e o empenho com que dirigiram o IACS não têm rival. A eles, os maiores agradecimentos do Colégio, como tal: administradores, professores, funcionários e, sobretudo, a gratidão dos alunos. Agora eles se vão. Felizmente não para muito longe. Vão servir no Colégio Adventista de Porto Alegre que, com certeza, precisa deles. Mil agradecimentos, prof. Irineu! Mil agradecimentos, profa. Margarida! Que Deus continue a abençoá-los em seu novo mister. O IACS, agora, recebe, com carinho, o prof. João Cesi Lopes dos Santos, vindo de Curitiba. Ele é ex-aluno desta Escola e isto nos enche de orgulho. Dizemos-lhe que ele pode contar com a família iacsense para continuar o trabalho que seus antecessores começaram. Seja bem-vindo, prof. João Cesi! O IACS conta com você!


6

TAQUARA

Sexta-feira, 18 de julho de 2014

Comunidade Evangélica

Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil

“O Deus Eterno é o nosso protetor” (Deuteronômio 33.27). “Tudo isso é de vocês e vocês pertencem a Cristo e Cristo pertence a Deus” (1 Coríntios 3.22-23). Amigos do Panorama! Afirma-se que jamais houve no mundo tanta violência como hoje. A vida humana está por um fio. A insegurança e o medo deixam no coração humano a estranha sensação de impotência. Vivemos o sentimento de vazio. Em consequência, o ser humano busca auxílio e proteção no primeiro que lhe garanta isso. Então muitos estão correndo atrás de ideias e coisas que os persuadem. E a igreja cristã: como ela responde a toda essa ansiedade? O povo de Israel tinha uma mensagem firme que seus líderes introduziram na sua mente e coração: “Amarás, pois, o Senhor teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força”. O Deus Eterno é o nosso protetor. Israel buscava nesse Deus amparo, proteção e guarida. Não deve ser esse o caminho para nossas ansiedades, inseguranças e medos? Em Cristo Jesus, Deus estendeu seu braço forte a tal ponto que o apóstolo Paulo pode estimular os cristãos a vestir a armadura de Deus. Esse é o caminho que devemos seguir, pois é o caminho indicado por Deus, o nosso eterno protetor. Amém.

P. Valmor Haag PROGRAMAÇÕES

Sexta-feira,18: Culto no Lar OASE, às 15 horas; Encontro de pais e padrinhos, às 20 horas, na Igreja da Paz; Sábado, 19 de julho: Encontro de Jovens, às 19 horas; Culto em Tucanos, às 15 horas, com ceia; Culto na Santa Teresinha, às 16h30min, com ceia. Domingo, 20 de julho: Culto, às 9 horas, com Batismo. Sábado, 26 de julho: Culto especial em comemoração aos 160 anos da Comunidade Evangélica, às 19 horas, com a presença do P. Presidente da IECLB P. Dr. Nestor P. Friedrich.

Prefeitura quer apoio da comunidade para a manutenção das calçadas Entrando novamente num tema que há muito tempo vem sendo debatido em Taquara, principalmente após a edição da Lei das Calçadas, em 2010, a Prefeitura divulgou, nesta semana, um material à imprensa pedindo apoio à manutenção dos passeios públicos. “A calçada é o meio disponibilizado ao deslocamento de pedestres. Deve ser um local de fácil acesso às pessoas que têm alguma dificuldade de locomoção, a mães que conduzem carrinhos de bebês, a pessoas da terceira idade que já não têm a coordenação motora da sua juventude e à comunidade como um todo”, destacou o secretário de Planejamento, José Inácio Wagner. A parceria da comunidade na manutenção foi incentivada pelo prefeito Tito Lívio Jaeger Filho. “A nossa proposta é oportunizar condições

adequadas de locomoção a todas as pessoas, independentemente de sua condição física. A cidade só vai ser melhor para todos quando cada um der a sua contribuição para o bem comum”, afirmou. “As pessoas devem pensar que é uma questão de urbanidade manter a sua calçada em boas condições. É cada um fazer a sua parte, visando o bem do outro e da comunidade, estimulando e melhorando o visual da cidade e o conforto dos pedestres, não somente porque há uma lei que rege a manutenção das calçadas, mas porque é para o bem de todos”, observou o secretário Inácio. No documento enviado à imprensa, a própria prefeitura divulgou imagem de uma calçada que possui problemas, no antigo terminal rodoviário, na rua Marechal Floriano. A ad-

Melhores calçadas já!

Divulgação/Magda Rabie

Calçada defronte à antiga rodoviária apresenta graves problemas de conservação

ministração municipal também elencou os dispositivos da lei das calçadas, em que a responsabilidade pela manutenção e conservação adequada é atribuída ao proprietário. Dúvidas sobre a lei, segundo a prefeitura, po-

dem ser esclarecidas pelo telefone 3541-9200, no setor de Planejamento, ou na própria sede da Prefeitura. A íntegra da lei municipal foi disponibilizada no site oficial do Executivo (www.taquara.rs.gov.br).

Escola Lauro Müller realizou Mini Copa entre estudantes TAQUARA - Com o objetivo de promover a confraternização, utilizando como motivo a realização da Copa do Mundo no Brasil, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Lauro Hampe Müller organizou competição denominada Mini Copa. Alunos do sexto ao nono ano disputaram o campeonato, que iniciou no dia 2 de junho, utilizando o mesmo formato do campeonato mundial de seleções, com a fase de grupos e seguindo com as oitavas, quartas, semifinais e final. Conforme o professor de educação física da escola, Jader Gallon, as disputas envolveram todos os alunos em confrontos diretos, independente da idade e tamanho. O projeto implantado

pelo professor dividiu os estudantes pelo número de seleções que disputaram a Copa no Brasil. Desta forma, cada equipe contou com três integrantes. De acordo com Jader, foi necessário adaptar os jogos. “Implantamos um sistema diferente. Criamos três categorias: futebol conduzido, miniescanteio e minitrave. Assim foi possível realizar as disputas entre todos, pois não houve o contato físico entre os atletas”, comentou. Na modalidade Futebol Conduzido, um dos atletas tinha os olhos vendados e o outro integrante da equipe o conduzia até o gol, tendo que, para isso, passar por uma barreira de cones, sem tocá-los. No mini escanteio,

um atleta fazia o cruzamento para o outro e este devia acertar o gol com um chute (apenas duas cobranças). A minitrave foi a modalidade que criou uma dificuldade um pouco maior. Com a bola colocada na marca do penalti, o jogador tinha que acertar qualquer uma das traves, tendo para isso somente cinco oportunidades. O placar da partida era composto pela soma dos três resultados. No último dia 11, no ginásio da Associação dos Motoristas, aconteceram os jogos finais. Na disputa do terceiro lugar, a seleção da Argentina venceu a Espanha por 9 X 6. Uruguai e Irã disputaram o título, que ficou com a seleção uruguaia após a vitória por 8 X 5.

Divulgação/Eduardo Vaz

Aluna de olhos vendados é conduzida pela colega até o gol, constituindo uma das brincadeiras da promoção

Agência de Empregos será inaugurada na próxima semana A Prefeitura de Taquara marcou para a próxima terça-feira, dia 22, a inauguração da Agência Taquarense de Empregos. A iniciativa está sendo coorde-

nada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação e pretende auxiliar quem precisa obter um emprego. A agência intermediará cadas-

tros das pessoas e fará contato com as empresas. O espaço que sediará a agência funciona junto à sede da Secretaria, na rua Ernesto Alves, 2785.

SÍNTESE DOS PROJETOS EM TRAMITAÇÃO NA CÂMARA DE VEREADORES DE TAQUARA Projetos apresentados na sessão ordinária de 14 de julho de 2014. - PROJETO DE LEI NÚMERO 142, de autoria da Prefeitura de Taquara: faz alterações em regra do Código Tributário Municipal. - PROJETO DE LEI NÚMERO 143, de autoria da Prefeitura de Taquara: autoriza o Executivo a contratar operações de crédito com o BNDES – Caixa Econômica Federal. - PROJETO DE LEI NÚMERO 144, de autoria da Prefeitura de Taquara: autoriza o Executivo a repassar auxílio financeiro de R$ 6.325,00 para a Liga Riograndense de Ciclismo, a fim de ajudar na realização do 2º Torneio do Lápis. - PROJETO DE LEI NÚMERO 145, de autoria da Prefeitura de Taquara: ratifica a numeração de artigos da lei municipal que dispõe sobre o novo plano de carreira dos servidores de Taquara. - PROJETO DE LEI NÚMERO 146, de autoria da Prefeitura de Taquara: altera artigo do plano de carreira dos servidores de Taquara. Projetos aprovados na sessão ordinária de 14 de julho de 2014, que serão encaminhados à sanção do prefeito municipal. - PROJETO DE LEI NÚMERO 134, de autoria da Mesa Diretora da Câmara: altera artigos de lei municipal, modificando a Comissão para Avaliação de Estágio Probatório dos Servidores Públicos. - PROJETO DE LEI NÚMERO 135, de autoria do vereador Guido Mário Prass Filho (PP): institui o Dia Municipal de Conscientização e Prevenção da Violência contra os Idosos. - PROJETO DE LEI NÚMERO 136, de autoria da Prefeitura de Taquara: autoriza o repasse de até R$ 45 mil para a Associação Cultural e Educacional de Taquara, a

fim de auxiliar na confecção dos enfeites natalinos do município. - PROJETO DE LEI NÚMERO 137, de autoria da Prefeitura de Taquara: autoriza o Executivo a destinar auxílio R$ 6 mil para a Associação dos Motoristas da Encosta Inferior do Nordeste para ajudar na realização da Festa dos Motoristas. - PROJETO DE LEI NÚMERO 138, de autoria da Prefeitura de Taquara: ratifica termo de permissão de uso de dois imóveis de propriedade da Calçados Beira Rio S/A, que tem como objetivo a instalação de uma praça no bairro Santa Teresinha. - PROJETO DE LEI NÚMERO 139, de autoria da Prefeitura de Taquara: faz alterações na lei orçamentária do município. - PROJETO DE LEI NÚMERO 140, de autoria da Prefeitura de Taquara: autoriza o Executivo a repassar até R$ 6 mil para a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) como auxílio para a realização de eventos, visando a participação de palestrantes neste mês. - PROJETO DE LEI NÚMERO 141, de autoria da Prefeitura de Taquara: autoriza o Executivo a conceder auxílio financeiro de até R$ 1,5 mil para a empresa Silvio Bariviera, a fim de ajudar no crescimento da empresa, aumentando sua produtividade. Projetos aprovados na sessão extraordinária de 14 de julho de 2014, que serão encaminhados à sanção do prefeito municipal. - PROJETO DE LEI NÚMERO 142, de autoria da Prefeitura de Taquara: faz alterações em regra do Código Tributário Municipal. - PROJETO DE LEI NÚMERO 144, de autoria da Prefeitura de Taquara: autoriza o Executivo a repassar auxílio financeiro de R$ 6.325,00 para a Liga Riograndense de Ciclismo a fim de ajudar na realização do 2º Torneio do Lápis.


TAQUARA

Sexta-feira, 18 de julho de 2014

Guilherme Augusto

Cursos com demandas profissionais do Cimol garantiram processo para aquisição de prédio A compra do prédio da Pirisa, na rua Ernesto Alves, que é um antigo sonho da direção do Colégio Industrial Monteiro Lobato (Cimol), poderá se concretizar até o final do ano. O processo de aquisição está tramitando no departamento administrativo da Secretaria Estadual de Educação desde o último mês de março. Cursos com demandas profissionais na região foram um dos fatores favoráveis ao Cimol para a abertura do processo de compra. De acordo com o diretor da escola, Sílvio Quintino de Mello, o Cimol buscará atender uma demanda reprimida de estudantes logo depois de concretizada a aquisição. Sílvio lembrou que a compra das instalações da Pirisa sempre foi aventada pela direção do colégio, mas que nunca tinha sido colocada em prática. “Organizamos toda a documentação necessária, justificando a necessidade de compra do prédio. O fato do Cimol abranger 22 municípios e cinco Conselhos Regionais de

Marcio Renck

Sílvio: sonho de construir plataforma de acesso semelhante a do Santa Teresinha poderá se tornar realidade

Desenvolvimento também foi decisivo em favor da escola”, observou. O diretor lembrou que outro fator levado em conta pela Secretaria de Educação foi o arranjo produtivo local, que é um conjunto de fatores econômicos localizados em um mesmo terri-

tório. Na área industrial o Cimol possui cursos como mecânica, eletrônica, informática, química e design de móveis, além de meio ambiente. Sílvio destacou que este curso conta com uma grande demanda profissional, porque as empresas precisam elaborar laudos sobre resíduos, devendo, para isso, contratar profissionais técnicos na área. Isso tudo, aliado aos 52 de anos de atuação, segundo o diretor, pesou em favor da escola. De acordo com Sílvio, o Cimol possui um setor de Serviço de Relações Institucionais, atuando junto às empresas da região que buscam a contratação de alunos, além de organizar estágios. “As empresas procuram por nossos alunos sem a preocupação de contratar um gênio, mas um estudante com o perfil da escola. O Cimol não forma somente profissionais e, sim, pessoas disciplinadas e bem relacionadas, que não perdem o vínculo com a escola”, informou.

Confirmada para o mês de outubro a inauguração do Museu Harald Bauer Com 98% das obras concluídas, o Museu de História da Tecnologia Harald Alberto Bauer teve inauguração confirmada para o dia 8 de outubro, representando um importante marco para a cultura taquarense. O museu retrata a história e a evolução tecnológica ao longo dos anos, com material coletado pelo professor Harald Bauer, falecido em 2012. Também conhecido como Museu do Cimol, o espaço é mantido por uma associação voluntária, presidida por Werno Möller e gerida pelo filho do professor Harald, Marcus Martins Bauer. Na sexta-feira passada, os representantes da Associação receberam

do prefeito Tito Lívio Jaeger Filho um cheque de R$ 20 mil, como auxílio da administração municipal, recentemente aprovado pela Câmara de Vereadores. Segundo a associação, o valor servirá para a conclusão da ampliação das dependências que abrigam o museu, junto à Escola Técnica Monteiro Lobato (Cimol). O prefeito afirma que o repasse foi possível a partir da parceria com o Legislativo, que contribuiu com a metade do dinheiro. “Além da importância na formação dos alunos do Cimol e de toda a rede escolar de Taquara, o Museu retrata a história com objetos que pertenceram, inclusive, a empresas daqui da região. Será

mais um atrativo turístico e cultural para nossa cidade”, comentou. O museu conta com aproximadamente três mil peças, divididas em vários setores da tecnologia. Conforme Marcus Bauer, o espaço é mantido pela associação e o museu será aberto à visitação, com agendamento prévio, em horário estabelecido pela escola. Bauer destaca que o Museu está aceitando doações de objetos antigos e, também, de contribuições financeiras. Interessados poderão entrar em contato pelo e-mail aammcimol@gmail. com ou pelo telefone 8275-9814. Está no ar o site do museu, pelo link www. museuhb.org.br.

Projeto Educando com a Horta integra disciplinas nas escolas Iniciado no ano passado, o programa intitulado Educando com a Horta Escolar e a Gastronomia está sendo trabalhado por 36 escolas municipais em dois grupos. Deste total, 18 estão estruturando suas hortas ,enquanto o restante está atuando no plantio, acompanhados por professores capacitados pela Secretaria Municipal de Educação. De acordo com Sabrina do Amaral, coordenadora Geral e Pedagógica, a terceira etapa do projeto será trabalhada com as escolas e a comunidade, através de mutirões e feiras, apresentando os produtos que serão aproveitados na merenda escolar. Sabrina destacou que, em 2013, as merendeiras dos colégios elaboraram um livro de receitas contendo o cardápio realizado com produtos colhidos nas hortas das escolas. Neste ano, será

Marcio Renck

Sabrina do Amaral, Edmar de Holanda e Lilian Lopes: reconhecimento nacional através de programa de televisão

a vez dos alunos apresentarem um projeto semelhante, que deverá ser publicado no final do semestre. Os trabalhos estão sendo supervisionados pela coordenadora de gastronomia e nutrição, Lilian Lopes, e o coordenador de Meio Ambiente, Arcílio Boone. Segundo Lilian, a capacitação

dos professores da rede municipal totaliza 20 horas de aula, dentre as quais estão sendo trabalhadas algumas receitas, formas de preparo e armazenamento, além do reaproveitamento de cascas e folhas, que, segundo ela, contêm alto teor nutritivo. Sabrina explicou que as escolas trabalham com di-

versos canteiros, hortas suspensas e análises do solo. A capacitação dos professores deve atingir cerca de 200 profissionais até o final do semestre. Ela explicou que o município se inscreveu no projeto do governo federal, que formou uma equipe pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento na Educação, através do Programa Nacional de Alimentação, em parceria com a Emater. O secretário de Educação, Antônio Edmar Teixeira de Holanda, lembrou que o programa Educando com a Horta e a Gastronomia foi destaque em todo o País. O secretário informou que as atividades foram transmitidas pelo canal Futura, que registrou o projeto em algumas escolas do município. “Este reconhecimento nacional é a afirmação de que estamos trilhando o caminho certo”, observou.

7

Cerca de cem jovens participaram da atividade no sábado

Equipe @lhera venceu a primeira gincana do Senac TAQUARA – Alunos do Pronatec e Jovem Aprendiz participaram da primeira Gincana do Senac, no sábado passado. Depois de uma manhã inteira de atividades, a equipe @lhera sagrou-se campeã. A ação concluiu a programação de aniversário da unidade, que completou dez anos no mês passado. Ainda em junho, houve uma palestra com o escritor Fabrício Carpinejar. A gincana foi composta por estudantes dos três turnos, com idades entre 14 e 24 anos. Ao todo, cerca de cem pessoas participaram das atividades, divididas em nove equipes. Dentre as ações desenvolvidas, estavam atividades práticas, de raciocínio, lógica, ginástica laboral. Além disso, eles desenvolveram a criação e apresentação de um plano de negócios de um produto, envolvendo todos os seus custos e operação. Houve ainda um quiz de perguntas e a arrecadação de livros para a biblioteca do Senac, onde foram somadas cerca de 300 publicações. A equipe organizadora estava formada por professores da instituição: Geraldo Felipe, Camila Paviani, Gilmar Mello, Carla Volkart, Bruna Oliveira, com apoio da diretora, Rose Mari Ribeiro. Como prêmio a @lhera realizará um passeio ao Jardim Botânico de Porto Alegre.

Projetos para pórticos foram enviados à União Atualmente apenas três acessos ao Centro de Taquara estão sinalizados com póticos. As estruturas foram doadas pelo Sindilojas Vale do Paranhana em 2008, e encontram-se nos entroncamentos da rua Tristão Monteiro com ERS-115, da Marechal Floriano com a avenida Sebastião Amoretti e rua Federação com a ERS-239. Um projeto solicitando recursos de cerca de R$ 1 milhão foi enviado ao governo federal, com o intuito de angariar

a verba junto do Ministério do Turismo. O dinheiro seria utilizado para a sinalização da cidade e, principalmente, construção de cinco novos pórticos nas principais entradas da cidade. “Fizemos este pedido no ano passado e este agora novamente. O governo federal abre alguns programas, mas muitos municípios do país participam, não sendo todos contemplados”, destacou o secretário Municipal de Planejamento e Urbanismo, José Inácio Wagner.

Estruturas atuais foram doadas pelo Sindilojas Vale do Paranhana em 2008

Cristiano Vargas


8

Sexta-feira, 18 de julho de 2014

MUNDO DOS

NEGÓCIOS negocios@jornalpanorama.com.br

SINDILOJAS VALE DO PARANHANA realizará, dia 30 de julho, no Ecoland Hotel, em Igrejinha, a terceira edição do seu seminário, com o tema “Uma Experiência Sensorial”. O evento abordará a utilização do marketing experencial e sensorial pelas empresas e como trabalhar os sentidos do cliente e fidelizá-lo à marca da empresa. Serão duas palestras, a primeira com Artur Vasconcellos, mestrando em marketing, MBA em gestão empresarial e MBA executivo em marketing, além de atuar como coordenador da área de mercado da ESPM-Sul. A segunda palestra será com Ana Paula Carneiro da Costa, diretora-executiva da Blue Mint Eventos e Experiências, formada em Relações Públicas, especialista em gestão de negócios e pós-graduada com MBA de Marketing. Mais informações e aquisição de convites pelo telefone 3542-1012.

TAQUARA Daer não garante que ponte da ERS-020 estará consertada até o final do ano Falta pouco mais de um mês para completar um ano da interdição e controle de tráfego com um semáforo na ponte sobre o Rio dos Sinos, na ERS-020, em Taquara, e tudo indica que as soluções para os problemas levarão pelo menos mais alguns meses. Em entrevista à Rádio Taquara, o diretor geral do Daer, Carlos Eduardo de Campos Vieira, informou que não há previsão para a conclusão das intervenções na estrutura da ponte, diferente do que foi dito pelos diretores de Operação Rodoviária, Aldo Luis Gassi, e Gestão e Projetos, Miguel Moli­na, que garantiam, em recente reunião realizada em Taquara, a finalização das obras até o final do ano. Reunidos na Câmara de Vereadores de Taquara, no dia 10 de abril deste ano, Gassi e Moli­na apresentaram um levantamen­ to completo

sobre a real situação da ponte, elaborado pela Empresa de Engenha­ ria e Pesquisas Tecnológi­cas (EPT). Na época, foi informado que um projeto seria iniciado em caráter emergencial. O mesmo foi entregue ao Daer nesta quarta-feira. Para o diretor geral da entidade, a partir da análise do material apresentado, será possível estabelecer datas para conclusão da obra e liberação do tráfego nos dois sentidos. “Foi verificado que a parte que apoia a mesa da ponte aos pilares estava danificada”, relembrou Vieira. O diretor geral defende a necessidade de manter o semáforo e o controle de peso sobre a ponte, salientando que não há métodos para garantir a passagem de veículos, como balanças. “Seria uma irresponsabilidade liberar o tráfico sem serem feitos os trabalhos necessários”, ponderou. Ele também é rea-

LINHA DO TEMPO Agosto de 2013: chuvas causam estragos na estrutura da ponte sobre o Rio dos Sinos, na ERS-020, em Taquara. Setembro: Daer interdita estrutura e instala controladores de tráfego. O superintendente de Obras de Arte Especiais da autarquia, Roberto Luiz Zago, vistoriou a estrutura. Novembro: Polícia Rodoviária retoma fiscalização do trânsito sobre a ponte do Rio dos Sinos. Dezembro: Professora da Faccat é baleada em tentativa de assalto na ponte. Janeiro de 2014: Assinado estudo e laudo técnico sobre a situação da ponte com a Empresa de Engenha­ria e Pesquisas Tecnológi­cas (EPT). Abril: Laudo é apresentado à comunidade e Departamento informa que projeto para intervenções será feito em caráter emergencial. 16 de julho: Projeto para obras é entregue ao Daer. Diretor do órgão não garante conclusão das intervenções na ponte até o final do ano. lista ao afirmar que os prazos e intervenções dependerão de análises do projeto apresentado esta semana. “Pode terminar até o final do ano? Pode. Pode terminar antes?

Pode. Pode levar até o ano que vem? Pode. Quem irá me dizer isso é o projeto. Não me adianta dizer que irei resolver isso de forma rápida”, destacou Vieira.

Agora vai: obras na Avenida Faccat devem ser concluídas em três meses ADJORI (Associação de Jornais do Interior do Rio Grande do Sul), por meio do seu novo presidente, Paulo Giovani Araújo, manifestou apoio à lei das mídias, de autoria do deputado Aldacir Oliboni (PT). A matéria institui a política estadual de fomento às mídias locais, regionais e comunitárias, a partir da indicação de índice mínimo de 20% das verbas publicitárias dos poderes públicos a serem destinados para os referidos veículos de comunicação. Atualmente, existem cerca de 450 jornais no interior do estado. Destes, 250 são associados à Adjori. De acordo com Paulo Giovani, após 12 anos com a mesma presidência, a entidade passa por um período de reestruturação, o que inclui fortalecer as relações e o diálogo com o poder público. USAFLEX receberá ressarcimento da Prefeitura de Igrejinha por investimentos na ampliação da empresa, com a construção de um pavilhão com mais de cinco mil metros quadrados. A informação foi divulgada pela administração municipal, dando conta de acordo firmado pelo presidente da Usaflex, Juersi Lauck, com o prefeito Joel Wilhelm e o vice-prefeito e secretário de Desenvolvimento Econômico, Dalciso Oliveira. Segundo o vice, a Prefeitura devolverá metade do investimento realizado na parte construtiva do pavilhão, somando R$ 3,2 milhões, que serão pagos em 17 parcelas anuais de R$ 188 mil. O valor será repassado à Usaflex sempre em dezembro de cada ano. A empresa deverá cumprir integralmente as metas estabelecidas na lei municipal que estabeleceu o ressarcimento. PICCADILLY investiu em quatro segmentos para seus calçados na temporada quente 2014/2015: clássicos de conforto, casual contemporâneo, fashion e conceitual. A partir desses, foram extraídas sete principais tendências que inspiraram o lançamento da coleção - Minimalismo Arquitetônico; Étnico Global; Naturalidade Campestre; New Classic; Arte Moderna; Sport Glam; Comfort Life. Além de toda a diversidade de tendências, alguns calçados também possuem a tecnologia exclusiva MaxiTherapy , que garante bem-estar e é ideal para mulheres com problemas de inchaço nos pés. A Piccadilly desenvolveu também o Techmix, conjunto de quatro tecnologias, exclusivas da marca, que se destaca no mercado: Maxitherapy, Drysystem, Salto Supersilencioso, Fôrma Superconforto.

TAQUARA – As expectativas são boas, mas tudo dependerá do ritmo da empreiteira Construmamp Construções Ltda., licenciada em março de 2012 para realizar as obras da avenida Luiz Carniel, conhecida como Avenida Faccat. Para o secretário municipal de Planejamento e Urbanismo, José Inácio Wagner, se cumprir o cronograma, o trecho de 892 metros de extensão entre as Faculdades Integradas de Taquara (Faccat) e a ERS-115 estará asfaltado em três meses. Os trabalhos foram retomados no início do mês, mas sofreram uma parada em razão das chuvas das últimas semanas. Buscando gerar comodidade para os alunos da instituição de ensino e moradores locais, as primeiras intervenções na Avenida Faccat iniciaram ainda em abril de 2012, e deveriam estar prontas desde o final

Cristiano Vargas

Obra se arrasta há cerca de dois anos e foi retomada após empresa resolver pendências técnicas

daquele ano. Porém, a falta de acompanhamento dos trabalhos e o não cumprimento pela empresa responsável de exigências da Caixa Econômica Federal fizeram com que o pagamento dos serviços não fosse liberado e, por consequência, as obras se arrastam há quase dois anos. “Ficamos tentando convencer a empreiteira a consertar o que estava inadequado. Quando o fizeram,

receberam o valor considerado”, relembrou Wagner. Depois de a Construmamp ter ajustado os detalhes conforme o estipulado no projeto, a Caixa efetuou o pagamento e as máquinas e operários retornaram à avenida. O diretor-geral da Faccat, Delmar Henrique Backes, lembra que a obra não é complexa, e diz que a demora atrapalha os alunos que usam a estrada durante

o semestre. “Se tivesse tido um acompanhamento melhor e a empresa atendido às exigências da Caixa, tudo estaria concluído”, argumenta. Ele reforça que a obra está andando graças ao interesse do secretário municipal de Planejamento e Urbanismo, José Inácio Wagner, e da administração de Taquara, além de empenho do responsável atual pelos trabalhos, João Branco. A obra teve um investimento de R$ 1.245.329,78, sendo R$ 1 milhão através de convênio com o Ministério das Cidades, representado pela Caixa Econômica Federal (CEF), em recursos do Orçamento Geral da União (OGU). Os outros R$ 245.329,78 vieram de contrapartida municipal. O diretor geral da Faccat lembra que a verba federal foi obtida a partir de emenda apresentada pelo deputado Renato Molling.

Prefeitura e Daer firmam acordo para recuperar Estrada do Taquaral Patrolamento, limpeza e ensaibramento. Estas ações devem ser realizadas nos próximos dias na ERS-242, talvez a rodovia estadual mais esquecida da região, conhecida como Estrada do Taquaral. A manutenção da via é de responsabilidade do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), mas a Prefeitura de Taquara firmou convênio com a autarquia para ajudar nos trabalhos. O documento autorizando a realização dos serviços foi entregue ao prefeito Tito Lívio Jaeger Filho no final da semana passada. Segundo as informações divulgadas pela Prefeitura, o Daer cederá todo o maquinário necessário às obras, atra-

vés da empresa Dobil Ltda., que presta serviço à autarquia. Com isso, será feito o patrolamento e a limpeza para drenagem do trecho compreendido entre a ERS-020 e o acesso à ERS-474. Já a Prefeitura de Taquara cederá todo o material para o revestimento primário (saibro). Para o prefeito Tito, a recuperação da rodovia é de fundamental importância. “Esta é mais uma boa notícia que recebemos. A parceria que estamos firmando hoje com o Daer vai proporcionar a recuperação da ERS-242 e contribuirá para o escoamento de nossa produção”, afirmou. A Prefeitura informou que, no decorrer desta semana, foi realizada a visto-

ria dos serviços necessários na Estrada do Taquaral. Posteriormente, o Daer emitirá a nota de serviço, que entrará na programação da empresa Dobil. A previsão é de que a efetiva recuperação da estrada comece nos próximos 15 dias, dependendo das condições climáticas adequadas. O prefeito também solicitou ao Daer o asfaltamento do trecho inicial da Estrada do Taquaral, onde já existe pavimentação, bem como nos acessos de entrada e saída da rodovia. A Prefeitura anunciou, ainda, que promoverá a melhoria dos canteiros, a instalação de um novo ponto de iluminação e a colocação de placas de sinalização na rodovia.


PANORAMA - 18/7/14 | 9

REPORTAGEM ESPECIAL TEXTOS E FOTOS: CRISTIANO VARGAS Segunda reportagem da série

Ela está próxima das drogas, longe de amparo normativo e marginalizada pela sociedade. A segunda parte da reportagem “À margem da rodovia, à margem da lei” mostra as maiores dificuldades de Maria. Apesar dos desafios, ela encara todas as adversidades com determinação, demonstrando coragem e certeza pela honestidade do que faz.

COMPANHEIRO NA SOLIDÃO Mesmo tendo muitos amigos e a família por perto, Maria se sente muito só. Para amenizar a depressão, recorre ao crack. O primeiro entorpecente foi a cocaína, quando havia retornado há um ano à prostituição. Ensaiou uma parada, ficou algum tempo em tratamento, mas teve uma recaída e conheceu a “pedra”. Admite estar viciada, mas tenta controlar o vício. Mantém-se firme o quanto pode. Quando cede, usa e relaxa da ansiedade causada pela abstinência. Gasta cerca de R$ 400 por dia com a droga, comprada por R$ 10 a unidade. É no intervalo entre um cliente e outro que costuma consumir sozinha. A internação em clínica terapêutica pela família não resolveu. Maria abortou o tratamento que iniciou. “Nós nunca desistimos, mas estamos achando quase impossível”, lastimou o pai. Tudo o que ele mais queria era que a filha tivesse uma “vida de gente decente”. Maria tem noção de que a dependência é uma doença da qual não sabe se sairá. “Me joguei, mas ainda não me joguei com tudo. Sei que já está perto. Quando não tiver onde morar, será a hora que vai acabar tudo”, desabafou ela. As duas colegas de ponto também usam drogas. Uma delas se prostitui dia e noite para comprar crack para ela e dois filhos.

O lado mais triste da vida de Maria: o vício pelo crack é alimentado pelos programas que faz

Tina Rovira, uma das fundadoras do Núcleo de Estudos da Prostituição (NEP), de Porto Alegre, reconhece a existência de entorpecentes no meio. “Aconselhamos que, se forem usar drogas, que o façam fora da situação de trabalho”, comentou. A entidade existe desde 1989 e atende cerca de 700 mulheres com média de idade em torno dos 28 anos. Tina também é uma das fundadoras do movimento de prostitutas na Região Sul.

O RETORNO FOI POR NECESSIDADE A terceira filha tinha um mês de nascimento quando Maria decidiu que, por necessidade, precisaria prostituir-se para dar uma vida cômoda a ela. Nesta época, o marido estava preso e ela se sentia na responsabilidade de pôr comida para dentro de casa. Como teve experiências com programas nos dois anos anteriores a isso, decidiu lançar-se à sorte, e no dia 26 de janeiro de 2003 recomeçou em um bordel de Taquara. Lá ficou por cinco anos, até ser presa e condenada por tráfico de drogas. “Nunca trafiquei. Fui presa dentro da boate. Todo mundo foi condenado”, defende-se. Foram cinco anos na cadeia até voltar às ruas. No início, mentia, dizendo que trabalhava à noite em uma casa de família. Mais tarde, quando não teve mais escapatória, resolveu assumir.

Quando o movimento está fraco, recorre aos contatos do telefone

Nos primeiros 20 dias no bordel, não teve coragem de se deitar com nenhum homem. Estava tímida. Com os trinta reais do primeiro programa por vontade própria, comprou coisas para comer, como bolachas de mel e leite. Foi lá que aprendeu as piores lições da vida, como as drogas.

DE FÁCIL, SÓ O PRECONCEITO Maria não é uma. Existem várias dela pelas esquinas e bordéis país afora. A rotina, entremeada pelo preconceito contra o ofício e a dependência de drogas, é a mesma para outras mulheres ou homens que seguem caminho parecido. A falta de campanhas sobre direitos civis só aumenta a vulnerabilidade dela. Apesar de ser condenada moralmente, todos reconhecem a profissão como uma das mais antigas da humanidade. “Eles acham um absurdo uma pessoa pensar que está bom fazer programas”, comentou, em relação a quem a discrimina. Com o reconhecimento do ofício pelo Estado, haveria mudanças de comportamento também na sociedade, como acredita o professor da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Uberlândia, Renato de Almeida Oliveira Muçouçah. Ele comenta que o profissional de sexo teria direito à sindicalização, e, com isso, piso salarial. O proprietário da casa de prostituição seria responsabilizado, inclusive, por acidentes de trabalho. “Temos que nos conscientizar de que não será uma mancha ter a anotação na carteira de trabalho como profissional do sexo. Se alguém, por motivos religiosos,

considera a prostituição imoral, isto não é justificativa jurídica para a penalização da função ou de atividades correlatas, como a manutenção de bordéis. A legislação deve proibir apenas o que pode afetar a paz social e a defesa da sociedade, e a prostituição está longe de enquadrarse nesses conceitos”, defende. Muçouçah reconhece que falar sobre sexo ainda é um tabu e de difícil discussão sem se pender a análises moralistas. Para ele, não há mais espaço para o vitorianismo, aquele tipo de pureza hipócrita. A criminalização não levará a lugar algum. “Se observarmos, donos de casas de prostituição não são presos. Os policiais sabem, os promotores sabem, e muitos cobram propina para que não se faça nada”, argumenta. Quando escolheu pelo tema de seu doutorado, apresentado no final do ano passado na Universidade de São Paulo (USP), Muçouçah percebeu que grande parte dos estudos a respeito da prostituição partia do âmbito do direito penal. Consciente de que a profissão do sexo é uma forma de trabalho legal, decidiu que defenderia a temática na esfera dos direitos trabalhistas. “O que deve ser punida é a exploração sexual”, enfatiza.

Apesar de estar incluído na Classificação Brasileira de Ocupação (CBO) desde 2002, e ser reconhecido o ofício como parte do mercado de trabalho nacional, Muçouçah diz que ainda faltam orientações para os profissionais do sexo. “Se o próprio Estado cede a pressões e tem certo preconceito em admitir e legitimar a profissão do sexo, imaginem as dificuldades em fazer campanhas para estimular a contribuição previdenciária”, destacou, lembrando que as únicas políticas promovidas pelo governo dizem respeito à prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. O Ministério da Saúde chegou a ensaiar, no ano passado, uma campanha para o Dia da Prostituta (2 de junho) com medidas preventivas a DSTs. A iniciativa recebeu pressão e foi suspensa. A mesma situação aconteceu em 2006, quando o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) disponibilizou uma cartilha sobre a prostituição. O conteúdo foi mal interpretado e recolhido. “Isso acaba sugerindo à sociedade que a prostituição não é algo a ser discutido. O governo deve começar o debate para que nós obtenhamos um consenso”, argumentou Muçouçah.

INTRODUÇÃO FORÇADA À PROSTITUIÇÃO

A noite começa a encobrir o céu de São José do Cedro (SC). Maria está confinada. Foi aliciada por uma mulher com a promessa de emprego em um restaurante. O som dentro do bordel é o sinal de que deve vestir a roupa que lhe foi escolhida e começar os programas. A primeira vez que se deitou com um homem por dinheiro, não estava preparada. “Foi horrível”, resume. Ela tinha 19 anos e até então o único homem com quem havia transado fora o pai

Pontos próximos ao viaduto de acesso à ERS-115, assim como no pórtico de Parobé, são os locais mais visíveis de prostituição

OITO QUILÔMETROS, DOIS PONTOS DE PROSTITUIÇÃO Na rodovia 239, entre o pórtico da entrada de Parobé e o viaduto de acesso à ERS-115, em Taquara, estão os dois pontos de prostituição mais visíveis do Vale do Paranhana. No último dois de junho, Dia Internacional da Prostituta, o Centro de Referência de Atendimento a Mulheres de Parobé realizou uma ação com as profissionais do sexo da região. De acordo com a assistente social Eliane Ferreira, 25 garotas de programa foram abordadas na rodovia, a quem foram distribuídos preservativos, além de alertas sobre doenças sexualmente transmissíveis. A convivência entre as prostitutas é pacífica, como conta Maria. Algumas trabalham apenas para conseguir o dinheiro da droga e vão embora. “Eles (clientes) já não são fiéis para

de seus filhos. Ao vir do Paraná para o Rio Grande do Sul, Maria aguardou a rescisão do contrato que tinha na Prefeitura em que trabalhava como agente de saúde, enquanto a família veio anteriormente. No ônibus da viagem, diz ter recebido uma proposta de trabalho de uma mulher. “Ela entrou na minha mente. Falei que tinha saído do meu emprego, que estava vindo morar para cá. Ela disse que tinha um restaurante e

as esposas, por que tem que ser para as prostitutas?”, argumenta. O ponto de maior concentração é no pórtico de Parobé e no viaduto de Taquara. A maior frustração de Maria é com homens casados e que pedem para fazer sexo sem camisinha. Ela revelou pegar uma caixa com 154 preservativos a cada 15 dias em uma Unidade Básica de Saúde de Parobé. Tina Rovira, do NEP, de Porto Alegre, alerta para o aumento do número de mulheres monogâmicas com HIV positivo. De acordo com ela, 98% das profissionais atendidas pelo NEP contam usar preservativos com os clientes, mas não com seus companheiros. “A pessoa que vem com o discurso de não querer usar deve ter algum problema”, comenta.

me convidou para trabalhar. Eu pensei que seria uma boa: iria conhecer uma cidade nova. Aí eu desci. Até hoje não entendo como.” Desesperada, a família recorreu a programas de rádio e à internet, até que um dia, um policial, cliente do bordel, reconheceu-a e entrou em contato com os parentes. Foram seis meses em que ela ficou trancada dentro de um quarto, ganhando comida por uma janela.


10

GERAL

Sexta-feira, 18 de julho de 2014

Divulgação/Edna Cardoso

Pavimentação de R$ 2 milhões começa pela rua Central ROLANTE - A rua Central, localizada no bairro Rio Branco, é a primeira de um total de 18 vias que estão recebendo pavimentação através de financiamento obtido pela Prefeitura de Rolante. O financiamento foi assinado pelo prefeito Ademir Gonçalves com o Badesul - Agência de Fomento no dia 3 de junho, no montante de R$ 2.105.453,27. Os recursos serão destinados à pavimentação e drenagem. Na rua Central, estão sendo pavimentados cerca de dois mil

metros com pedra irregular, num trabalho que deverá ser concluído dentro de 30 dias. Segundo a Prefeitura, o financiamento será empregado na pavimentação com blocos intertravados de concreto e microdrenagem e pavimentação nas 18 ruas. O prazo para abranger todas as vias é de sete meses, podendo ser prorrogado. O prefeito Ademir ressalta que é um compromisso de sua administração a pavimentação de todas as ruas da zona urbana.

Prefeitura amplia a escola Meu Cantinho ROLANTE - A Prefeitura informou que está investindo R$ 140.132,22, em recursos próprios, na ampliação e reforma da Escola Municipal de Educação Infantil Meu Cantinho. O objetivo é oferecer mais conforto às 80 crianças que serão atendidas nas turmas de bercário um (zero a um ano de idade), bercário dois (um a dois anos de idade), maternal um (dois a três anos) e maternal dois (três a quatro anos). A obra teve início em abril, com a troca de estrutura e cobertura de todo o telhado. Depois, houve a ampliação da sala do berlário com um solário, entre outras reformas realizadas. A previsão de conclusão da obra é para o fim de agosto.

REGIONAL – Tirem os pés dos aceleradores! Na quarta-feira, foi assinado o contrato para a instalação de 45 controladores de velocidade e 20 câmeras de monitoramento em todo o estado. Fazia três anos e meio que nenhum pardal estava ativo nas rodovias estaduais gaúchas. A licitação tem duração de dois anos e a assinatura aconteceu entre o Departamento Autônomo de Estrada e Rodagem (Daer) e as empresas Fiscal Tecnologia e Automação Ltda e Perkons/AS.

Entre Novo Hamburgo e Rolante, na ERS-239, serão instalados oitos pardais, além de duas câmeras de vídeo monitoramento, acopladas nos controladores. Por meio de sua assessoria, o Daer informou que não divulgaria o local exato em que os equipamentos serão instalados, para evitar que os motoristas reduzam a velocidade em pontos específicos e depois a aumentem novamente, como informou por e-mail à redação do Jornal Panorama.

No entanto, em entrevista à Rádio Taquara, na quarta-feira, o diretor geral da autarquia, Carlos Eduardo de Campos Vieira, revelou que os controladores ficarão em Parobé, entre os quilômetros 40 e 45, em Taquara, entre o 50 e 60, além de trechos em Rolante, Novo Hamburgo e Sapiranga. Ele também informou a instalação de uma lombada eletrônica na ERS-239, na altura do entroncamento com a rua Federação, em Taquara.

Rodovias da morte Juntamente com a ERS-122, entre Rincão do Cascalho e Caxias do Sul, a 239 será a rodovia que mais receberá controladores de velocidade. As duas estradas estaduais são as que mais matam no estado. De acordo com relatórios da Secretaria da Justiça e Segurança, de janeiro a julho deste ano, foram registradas 32 mortes nas duas rodovias juntas (confira gráfico), além de 917 acidentes de trânsito, 509 feridos com envolvimento de 1713 veículos. A expectativa é de que os equipamentos sejam instalados gra-

Rodovia ERS-122 ERS-239 ERS-324 RSC-453 ERS-040

dualmente, e, a partir disso, “basta que o Inmetro faça uma verificação e eles estarão aptos a funcionar”, afirmou o Daer. O prazo para que todos os pardais estejam funcionando é de 60 dias a contar da assinatura do contrato. O governo do estado investirá R$ 8,9 milhões nos dois primeiros anos de contrato com as empresas. A parceria pode ser renovada por mais 24 meses. Nos valores estão inclusos gastos com instalação e manutenção dos pardais e câmeras.

CINCO RODOVIAS ESTADUAIS QUE MAIS MATAM (JANEIRO-JULHO) Total de Total de Total de Veículos Responsável por acidente mortos feridos envolvidos acidentes (%) 467 15 251 878 6,98% 450 17 258 835 6,73% 424 8 202 766 6,34% 391 13 210 765 5,85% 350 11 320 676 5,23%

Confirmadas duas novas candidaturas pela região Na edição passada, Panorama divulgou nomes de candidatos ligados ao Vale do Paranhana que estão disputando o pleito deste ano. Nesta semana, dois novos nomes procuraram a redação, confirmando as suas candidaturas. Manir Sarquiz Aposentado, com 78 anos, Manir Sarquiz concorre a deputado federal pelo PSDB. Natural e residente em Rolante, disputa sua primeira eleição, embora ressalte que sempre teve atuação política, principalmente pelo PSDB, onde afirma ter atuado na redemocratização do Brasil. Possui patrimônio de R$ 1,4 milhão declarado à Justiça Eleitoral.

Chiquinho Mariano O taquarense Francisco Mariano, 37 anos, popularmente conhecido como Chiquinho Mariano, concorrerá a uma vaga no Legislativo Estadual pelo Partido Verde (PV). Ele está no terceiro mandato de conselheiro tutelar em Viamão, cidade em que mora há 16 anos. Tem família e casa no bairro Empresa, onde diz ter nascido e se criado. Não possui patrimônio declarado à Justiça Eleitoral.

Municípios realizarão conferência sobre pessoas com deficiência

IGREJINHA - A concessionária Rio Grande Energia está realizando, desde o dia 6 deste mês, a instalação de kits de chuveiros elétricos em residências do município, beneficiando cerca de 500 clientes. Até o momento, mais de 350 já foram contemplados. Todos integram o cadastro de tarifa social. Segundo o engenheiro-eletricista da RGE, Cristian Sippel, a medida adotada reduz o consumo, diminuindo o valor da conta. “O projeto visa à redução de 8% a 20% na fatura mensal”,

afirmou. Sippel explicou que os novos chuveiros elétricos possuem um sistema de funcionamento equipado com trocadores de energia términa. “Ao ligar o chuveiro elétrico, o escoamento da água do banho aquecerá uma serpentina conectada à tubulação da rua, que leva água até a ducha”, exemplificou. “Além de diminuir a potência que o chuveiro elétrico utilizava para aquecer a água, o projeto promove o reaproveitamento de energia térmica”, acrescentou Sippel.

REGIÃO – Nesta segunda-feira, o Centro Municipal de Direitos Humanos de Parobé organizou, através da assessora Janete Haack, uma reunião com representações dos municípios de Rolante, Riozinho, Taquara e Igrejinha. O principal objetivo do encontro foi a composição da comissão organizadora   da  II Conferência Regional dos Direitos das Pessoas com Deficiência. Na ocasião, ficou acordado que o evento acontecerá no dia 27 de agosto, em Parobé. Já o tema para tal, será “Implementação das Deliberações das Conferên-

Divulgação

Representantes municipais acertaram detalhes sobre organização do evento

cias das Pessoas com Deficiência já realizadas no Rio

Grande do Sul”. No encontro de segun-

da-feira, Igrejinha esteve representada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, através da vice-presidente Ana de Oliveira e do conselheiro Valter Ribeiro. O Conselho, criado no ano passado, participará pela primeira vez da Conferência. “Esse é um momento muito importante para a reafirmação das políticas públicas para pessoas com deficiência de toda a região. Por isso, a participação da sociedade civil e dos órgãos gestores é de fundamental importância”, afirmou Ana Oliveira.

11

Divulgação/Sônia Santos

Pardais voltarão a operar normalmente na região Referência regional: Hospital

Divulgação/Edna Cardoso

Residências contarão com chuveiros econômicos

Sexta-feira, 18 de julho de 2014

São Francisco será duplicado Cristiano Vargas

PAROBÉ - Contemplado com recursos que chegam aos R$ 6,5 milhões, o Hospital São Francisco de Assis se prepara para dobrar a área física e receber os primeiros dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além de um centro de cuidados intermediários neonatal e um bloco cirúrgico. Os recursos já estão no fundo municipal da saúde. O próximo passo é encaminhar o processo licitatório, que poderá ocorrer tanto pela administração municipal quanto pela hospitalar. Serão construídos 3.240 metros quadrados nos fundos da área de 3.400 já existentes. Os atuais 100 leitos passarão para 190. A obra tem previsão para iniciar, no mais tardar, em três meses, devendo ser finalizada em dois anos. De acordo com o diretor-adjunto administrativo da unidade hospitalar, Siris Marcos Bressan, os recursos para a ampliação da estrutura e dos atendimentos foram concedidos ao município graças aos trabalhos desenvolvidos no setor da saúde. “O

Estudantes realizaram apresentações artísticas durante a programação

Fórum da escola Noemy até esta sexta-feira Ampliação será feita na parte traseira e praticamente dobrará o tamanho do Hospital

Hospital conquistou credibilidade junto ao estado”, destacou. Os investimentos tornarão a cidade referência em cuidados intermediários no Vale do Paranhana e para os municípios de São Francisco de Paula e Cambará do Sul, na Serra. Para Bressan, o maior número de atendimentos deverá ser resolvido em Parobé, dispensando encaminhamento para cidades da Grande Porto Alegre. Em abril deste

Iniciada a sexta turma de Bombeiros Fraldinhas PAROBÉ - Foi realizada, na quarta-feira, a abertura da sexta turma de Bombeiros Fraldinhas em Parobé, tendo, nesta edição, a participação de 21 crianças. O evento ocorreu na Brinquedoteca. Idealizado pela professora Leila Gil, o projeto é realizado em parceria com a Prefeitura, através da diretoria de Cultura, e tem como público alvo meninas e meninos de quatro a sete anos de idade. Com o objetivo de trabalhar a prevenção de acidentes domésticos, o projeto oferecerá aulas toda quinta-feira. Durante o curso as crianças serão orientadas sobre como proceder em casos de queimadura e afogamentos, além de atividades como visitas ao quartel de bombeiros

Anunciada construção de escola no bairro Integração PAROBÉ - A Prefeitura confirmou a construção de uma nova escola de educação infantil no bairro Integração. Na quarta-feira, o prefeito Cláudio Silva inspecionou as obras de terraplanagem no local em que será construído o espaço. Participaram, também, a secretária de Educação, Maristela Rossato, e o secretário de Planejamento, Paulo Pinheiro. A obra, orçada em R$ 1,4 milhão, será realizada com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e tem sete meses como prazo para entrega.

V

AGRADECIMENTO E CONVITE PARA CULTO Geci de Lurdes Kern agradece aos médicos Alberto Schuck e Tiago Dalbosco, à equipe de enfermagem da UTI do Hospital Bom Jesus de Taquara, às enfermeiras particulares Vera, Edite e Clea, aos doares de sangue, aos corais da Igreja Evangélica de Taquara e da Faccat, parentes, vizinhos, amigos e por todas as demonstrações de pesar recebidas. Convida para o culto em memória da sempre lembrada DULCE DOLORES KERN, a ser celebrado neste domingo, dia 20 de julho, às 9 horas na Igreja Evangélica de Taquara.

ano, o governador do estado, Tarso Genro, assinou convênio para que o São Francisco de Assis tenha atendimentos de internação 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Por meio de uma parceria, a instituição receberá repasses de recursos para complementação de custeio de serviços hospitalares em parcelas mensais. As obras na fachada da casa de saúde iniciaram em 15 de março e devem ser

entregues na metade do próximo mês. Além da remodelação da parte frontal, a entrada receberá duas salas de espera novas, inclusive uma cafeteria e banheiros com acessibilidade e área coberta para embarque e desembarque de pacientes. “As pessoas precisavam esperar atendimento nos corredores”, lembra Bressan. Nestas intervenções, foram investidos R$ 350 mil, com recursos do governo do estado e municipal. Divulgação

PAROBÉ - Encerrará, nesta sexta-feira, o segundo Fórum Estudantil da Escola Noemy Fay dos Santos, realizado com o tema “É Preciso Saber Viver”. A promoção começou na terça-feira. Hoje, a partir das 8 horas, haverá palestra sobre qualidade de vida, com o assistente social Luiz Eduardo.

Depois, ocorrerá apresentação do grupo de dança da Escola Idalino Pedro da Silva e, às 13h30min, será a vez da palestra sobre limites e valores com a psicóloga Gabriela Prado. Ao longo da semana, diversas atividades foram realizadas com os estudantes, incluindo apresentações artísticas.

Projeto prevê incentivos para representação IGREJINHA - A Câmara de Vereadores aprovou projeto de lei que prevê incentivo a pessoas físicas e entidades legalmente constituídas, sem fins lucrativos. A ideia é que a comunidade obtenha auxílio para representar Igrejinha em competições esportivas e eventos culturais. O vereador Guto Scherer (PMDB) afirma que, por duas ocasiões, enviou indicação sobre esta matéria à Prefeitura. “Quero que nossos atletas, artistas e estudantes tenham amparo legal para receber auxílio quando saírem representando Igrejinha pelo estado, país e até no exterior”, comentou o vereador. Segundo ele, os pedidos terão que ser apresentados à Prefeitura com 30 dias de antecedência.


Diet

12 Sexta-feira, 18 de julho de 2014

Feira apresentou trabalhos de Seminário da Escola Felipe Marx TAQUARA – A escola Estadual de Ensino Médio Felipe Marx, o Polivalente, realizou, nos dias 15 e 17 deste mês, no ginásio do colégio, a apresentação dos trabalhos do Seminário Integrado, através do projeto Escola Politécnica. As atividades são voltadas a pesquisas relacionadas à realidade dos alunos e dos bairros em que residem. Os trabalhos abordaram temas como depressão e gravidez na adolescência, passando pela manutenção das vias rurais e animais abandonados no município. De acordo com a supervisora Maria Cristina Assunção, diversos projetos tiveram cunho social, tendo sido iniciados em março e devendo ser finalizados no segundo semestre. O projeto dos alunos Gabriel Amador, Tainá Rodrigues e Taiane de Carvalho, da turma 206, buscou apresentar diferenças entre casa de passagem, que acolhe por até três dias a mesma pessoa, e albergues, que procuram amparar pessoas carentes, lhe fornecendo estadia e refeições. Os estudantes Ivael Almeida, Ádina Martins, Laura Bohrer, Tainá Rizzi e Eduardo Maxsuell, da turma 202, abordaram os problemas ambientais do bairro Eldorado. De acordo com o projeto, existe um valão sem encanamento, em que todo o esgoto do bairro é atualmente descartado. O grupo de alunos busca realizar um trabalho de conscientização junto aos moradores do local para que se evite o depósito de lixo nas proximidades do valão. Alagamentos, importância das ONGs, popularização do Cras e reciclagem do lixo, além de câncer de mama na adolescência, também integaram a lista de temas abordados pelos alunos da escola. Marcio Renck

Trabalhos foram expostos no ginásio da escola

Domingo tem encontro de corais pela imigração alemã IGREJINHA - Será realizado neste domingo, dia 20, na Sociedade 10 de Novembro, o encontro anual de confraternização de corais em homenagem aos 190 anos da imigração alemã no Rio Grande do Sul. O evento terá início às 9h30min, com apresentação de seis corais integrantes da Liga das Sociedades de Canto de Igrejinha. Depois, haverá culto ecumênico. O

almoço será servido ao meio-dia, ao preço de R$ 20,00 por pessoa. A reunião dançante ocorrerá a partir das 13 horas, com animação da banda Real Madri. Os corais confirmados são da Sociedade 10 de Novembro, Sociedade 13 de Janeiro, Sociedade Harmonia de Rochedo, Sociedade 15 de Outubro de Lajeadinho, Coro Misto da Oase de Igrejinha e Coral Municipal de Igrejinha.

Cutelaria começou como hobby e hoje envia peças para o Mato Grosso

Fotos: Guilherme Augusto

TAQUARA – Criado em Bagé, Renato Mendonça costuma frequentar CTGs, rodeios e exposições e, sempre, as facas campeiras lhe chamavam a atenção. Já morador de Taquara, há oito anos decidiu conhecer mais sobre o processo de criação das peças com um amigo e, assim, encontrou um hobby. Logo, viu a possibilidade de tirar dele seu sustento. Hoje, tem peças comercializadas até no Mato Grosso do Sul. Renato conta que quando iniciou na cutelaria, trabalhava em uma fábrica de calçados das 5h às 14h e, ao chegar em casa, dedicava-se à criação de facas até tarde da noite. “Sempre gostei de facas, achava bonito desde pequeno. Então, depois que recebi as primeiras dicas, busquei conhecimento, li, estudei. Aprendi sobre aço, madeira e outros materiais. Assim, as coisas foram caminhando em seu ritmo”, disse. Segundo Mendonça, foi em uma edição da Expointer que conheceu seu primeiro cliente, e viu ali uma oportunidade. Hoje, em seu atelier, são produzidas de 70 a 100 facas por semana, todas em estilo campeiro. O cuteleiro afirmou que muitos preferem criar facas americanas (mais usadas em caças), mas que ele preferiu as comuns na cultura gaúcha. Apesar dos números, e de hoje contar com três colaboradores, Renato afirma que o processo de criação é totalmente artesanal. “Tudo é feito a mão. Vazar a faca (processo que dá formato à lâmina), polir, temperar no óleo. O aço chega em chapas inteiras e fazemos todo o trabalho aqui”, ex-

Facas de Renato misturam diferentes materiais, como chifres e madeiras nobres

O artesão vazando a faca – processo que dá formato à lâmina

plicou. Desta forma, as peças mesclam materiais como aço forjado, inox, carbono, cifre de búfalo, gado, servo, além de madeiras como guajuvira, pau brasil e imbuia. Assim, as lâminas variam

Casa do Rock Festival reuniu bom público na sede dos motoristas TAQUARA – Tendo oito bandas de rock da região como atrações, a quarta edição do festival realizado pela Associação Casa do Rock contou com a participação de cerca de 360 pessoas na noite do último sábado. Realizado pela primeira vez na sede da Associação dos Motoristas, o evento iniciou com a apresentação da banda Lady Rock n´Roll, seguido da Preserve Reggae. Para o organizador do evento, Kiko Sousa, o público pode ser considerado ótimo, já que, segundo ele, em outros eventos de rock semelhantes ocorridos na região, o número de pagantes costuma ficar em torno de 200. Kiko disse agora ter um ano pela frente para organizar e buscar melhorias para a quinta edição do Casa do Rock Festival. “A realização do evento só foi possível através de parceria com a prefeitura e da colaboração de diversos parceiros, como os vereadores Arleu Oliveira e Telmo Vieira”, observou.

Divulgação

Tocata y Fuga foi uma das atrações do evento no sábado à noite

Municípios debatem programas de cultura

PRAZER DE OUVIR

www.fm91.com.br

entre seis e 10 polegadas, e as bainhas são feitas em couro. Nos cabos, podem ser misturados materiais, dando características exclusivas de cada peça. Questionado sobre o mercado local, Renato revelou que “muitos comerciantes, por algum motivo, abrem pouco espaço para empresas daqui. Em nosso ramo, por exemplo, preferem comprar facas no Uruguai ou Argentina, e acabam comprando peças falsas. Outro ponto interessante, é que, apesar do gaúcho ser caracterizado por estar sempre com uma faca na cintura, quem mais compra são os turistas, para si ou para dar de presente”, afirmou. Atualmente, Renato, que fabrica suas facas no bairro Empresa, destina parte de sua produção para o Mato Grosso do Sul. “Encontramos lá um público bastante interessante”, concluiu.

TAQUARA - Representantes do Conselho dos Dirigentes de Cultura do Vale do Paranhana reuniram-se (foto), na segunda-feira, na Prefeitura de Taquara, a fim de articular as ações de cultura na região. Um formulário foi respondido pelos representantes e servirá para diagnosticar a realidade cultural de cada município em relação ao Sistema Nacional de Cultura. No pró-

ximo encontro, no dia 11 de agosto, em Igrejinha, será discutida uma minuta de projeto de lei do Sistema Municipal de Cultura e adesão à iniciativa. Participaram os representantes Juliano Müler de Oliveira (Igrejinha), José Jorge Garcia Machado (Parobé), Paulo Roberto Alves da Silva (Taquara), Jaime Emerich dos Santos (Três Coroas) e Marli Fátima Scain (Riozinho).

Divulgação/Magda Rabie


Diet

13 Sexta-feira, 18 de julho de 2014

Saberes do Santa abordou temas relacionados à sustentabilidade A quinta edição do Saberes do Santa contou com a tradicional exposição dos trabalhos realizados pelos alunos, na manhã do último sábado, no ginásio de esportes da escola. Na oportunidade, foram avaliadas as pesquisas feitas pelos estudantes do colégio Santa Teresinha, que frequentam desde a sexta série ao ensino médio, tendo como tema “O Conhecimento a Serviço da Sustentabilidade”. Coordenados pelas educadoras Gabriele Dresch, Marcia Rebechi, Neusa Kuhn e Ieda de Souza, os trabalhos se diversificaram a partir dos eixos temáticos que incluíram matemática, linguagens, ciências da natureza e humanas. Segundo Márcia Rebechi, os avaliadores dos projetos foram professores convidados de outras escolas e instituições. “Como o

evento abordou a sustentabilidade, a escola convidou a banda de sucatas da escola Emílio Leichtveis (Emel), de Fazenda Fialho, além de alunos de Ivoti, que expuseram diversos produtos naturais fabricados pelos próprios estudantes”, explicou. Entre os projetos pesquisados pelos alunos, não faltaram temas polêmicos relacionados ao nazismo e à maconha. O projeto intitulado “Descobrindo a Planta”, da turma 221, destacou que a maconha afeta diretamente o cérebro, causando problemas de memorização e atenção. De acordo com o estudante Guilherme Linden, a ideia surgiu a partir de uma palestra realizada na escola. Ele destacou que, durante a pesquisa, mesmo sendo usada em alguns tratamentos, a cannabis sativa (nome científico da maco-

nha) vicia cerca de 9% das pessoas que experimentam fumar a planta. Um grupo de alunas da turma 182, cujo trabalho levou o título de “Heil Hiltler”, abordou questões relacionadas ao líder nazista. Desenvolvido pelas estudantes Thamiris, Bortholo, Lívia De Oliveira, Júlia Pereira e Ana Laura Jacobs, o estudo abordou o lado “bom” do austríaco Adolf Hitler, como a construção de diversas fábricas automotivas na Alemanha. Júlia disse que Hitler não foi aceito no exército quando jovem, impedido de combater na primeira Guerra Mundial. “Se ele tivesse participado, talvez não ocorresse uma segunda grande guerra”, observou.

Fotos: Marcio Renck

Efeitos nocivos da maconha foram abordados pelos alunos Guilherme Linden, Sofia Roth, Vitória Krug, Leonardo Mantovani, Aléxia Matte e Othávio Laube

CPM escolar faz chá comercial O Círculo de Pais e Mestres (CPM) da Escola Municipal de Educação Infantil Professora Vera Marks Iribarry promoverá, no dia 12 de agosto, chá comercial em benefício ao educandário. O cartão custará R$ 12,00 e poderá ser encomendado através do telefone 3542-4185. O chá será entregue na sede do colégio, na rua Germano Paiva, no bairro

Mundo Novo. Segundo a direção do CPM, os recursos obtidos com a venda dos kits serão investidos na manutenção da escola, além da compra de materiais pedagógicos e de jogos para as crianças. Também deverá ser realizada a pintura dos brinquedos da pracinha. A escola atende, atualmente, 60 estudantes em turno integral.

PARALELAS

Inge Dienstmann | inge@tca.com.br

Érica Ostrowski

Autonomia Olá, queridos amigos

Hitler e o nazismo foram os temas escolhidos pelas estudantes Lívia Valandro, Júlia David e Thamiris Bortholo

Trabalhos foram coordenados por Gabriele Dresch, Márcia Rebechi, Neusa Kuhn e Ieda de Souza

Não é justo esperarmos uma vez a cada mês, ou até mais, para ficarmos mais bonitos, ou nos sentirmos mais poderosos apenas quando marcamos hora com um profissional da beleza e bem estar. Somos responsáveis diretos pelos nossos cuidados diários e podemos acessar este sentimento todos os dias. Nem todos têm o talento ou discernimento de fazer esta manutenção e, pelo fato de não se acharem competentes, acabam não fazendo absolutamente nada por si mesmos para melhorar a aparência. Ou pior, fazem de qualquer jeito, acreditando que passarão despercebidos no mundo, ou que não merecem nada melhor. Dez ou cinquenta minutos de cada dia - isto é muito individual - em prol da própria imagem, é investimento com retorno garantido. O tempo que leva depende da sua boa vontade e benevolência consigo mesmo(a); como qualquer outro investimento desta natureza para sua qualidade de vida. Como uma plantinha, temos que cuidar se ela gosta ou não de sol, re-

gá-la na medida das suas necessidades e recolher as folhas secas ou caídas. Entendo que, para facilitar a vida, temos técnicas e principalmente ferramentas adequadas. Como fazer uma boa barba sem um aparelho de boa qualidade e em bom estado? Como prender o cabelo sem uma presilha adequada ou sem um fixador para dar acabamento? Ou, pior ainda, sem uma escova, pente ou secador? Maquiar sem os pincéis corretos? Ou sem saber para que serve cada um? Ou sem uma base adequada ao tom de pele? Ou lápis de olho sem apontar? Às vezes falta uma lixa de unha, um algodão e removedor de esmalte, pinça... Um creminho para o ressecamento... Todos estes materiais, de baixo custo e de grande durabilidade, são ferramentas imprescindíveis no nosso dia a dia, e uma ótima sugestão de presente. São facilitadores de um ato grandioso, que é cuidar bem de si mesmo. Seria como comer sem talheres. Fica difícil, não?! Tenha autonomia sobre este bem tão precioso, sua própria imagem. É só montar sua caixa de ferramentas! Mãos à obra!

Agora pesou! Nunca tive pudor algum em revelar quantos aniversários já carimbei. Até porque, normalmente, me atribuem idade inferior à que tenho. Se estão me zoando, azar de quem teve a ideia maldosa, porque eu acreditei que estou bem na cronologia e sempre fico bem feliz. Mas, eis que chega uma hora... Imaginem que, dia destes, me ofereci para acompanhar minha neta ao cinema em Porto Alegre. Fomos, eu e ela, junto com minha filha, meu genro e meu neto mais novo. Ambas as crianças ainda usam cadeirinhas especiais, de forma que o espaço entre as duas, no banco traseiro, é bem desconfortável. Cogitei deixar o cinema para outro dia, quando minha filha se ofereceu para ir no banco traseiro com as crianças, porque sua silhueta, ultra slim, se acomodaria bem naquele espaço exíguo. Na hora, concordei que fazia sentido. Mas quando fui embarcar no carro, ocupando o lugar da frente, ao lado do meu genro que dirigia, aquilo não me pareceu natural. E não era mesmo! Eu estava inaugurando uma nova fase – aquela em que deixam a vovozinha sentar no banco da frente, porque fica mais fácil para ela lidar com suas limitações físicas. Foi uma sensação bem estranha! Voltei no banco traseiro, espremida entre os netos, mas bem aliviada, com a certeza de que ainda sou capaz de aguentar. Brincadeira à parte, voltei no banco de trás porque minha filha sente enjôo viajando nesta posição. No entanto, a situação hilária me levou a refletir, naquele dia, sobre as mudanças impostas pelo tempo. Fiquei de cabelo em pé ao constatar o jogo de cintura que os pais precisam ter para circular com duas crianças pelo shopping, por exemplo. Negociar vontades, contemporizar disputas, acomodar frustrações, impor limites, fazer agrados; porque num shopping os apelos são múltiplos. Deduzi que, por mais que me sinta bem, a ginástica de cercear os excessos e proteger dos descuidos uma criança já não cabe no meu pique. Que delícia é deixar isto para os pais, e ser apenas aquela avó que acompanhou ao cinema, fazendo de conta que o filme estava sendo o máximo, dividindo pipoca e dando a mão naqueles momentos mais tensos, em que os monstros ameaçam os personagens bonzinhos. Emoções em 3D – as da tela, e as da alma de quem tem o prazer de viver momentos assim e se dar conta do privilégio que é, independente do banco que se ocupe – no carro, no cinema, ou, quem sabe, na sala de estar, para ler a dois um livro infantil.


14

Sexta-feira, 18 de julho de 2014

Divulgação/Cleveland Soares

ESPORTES Profissionais ligados ao futebol no Paranhana avaliam a Copa das Copas REGIÃO – No último domingo, a disputa entre a Alemanha de Klose e a Argentina de Messi encerrou a Copa do Mundo 2014, no estádio Maracanã. Durante o Mundial, foram 64 partidas, 171 gols e mais de 35 milhões de tuítes enviados durante o jogo Brasil e Alemanha, batendo o recorde em um evento esportivo. Tratando de valores, a seleção alemã recebeu 35 milhões de dólares por vencer o torneio e o Brasil investiu 11 bilhões de dólares (cerca de 25 bilhões de reais) para organizar a Copa, a mais cara da história. Nesta semana, Panorama ouviu dirigentes de clubes do Vale para ter suas avaliações sobre o Mundial.

“País deve investir na formação de atletas” Gabriel, ao centro, comemorando a vitória com sua equipe

Gabriel trouxe segundo lugar de Guaporé IGREJINHA – O jovem piloto Gabriel Matzenbacher participou da primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Endurance. A prova aconteceu em Guaporé, neste mês, abaixo de muita chuva. Como o igrejinhense participa da categoria III (composta por protótipos aspirados oito válvulas) a água atrapalharia o rendimento do carro, além disso, ainda correu os últimos 30 minutos sem a segunda e terceira marcha. Apesar das dificuldades, trouxe para casa o troféu de segundo lugar. Conforme explicou o piloto, a chuva é prejudicial aos protótipos, pois são carros construídos para serem extremamente rápidos em retas e curvas, porém têm um detalhe técnico: criados para serem bons no seco. “Na chuva são muito ariscos. Os carros das categorias inferiores, com tração dianteira, normalmente andam na frente na chuva pelo fácil controle em curvas e retomadas de velocidade. Eu sabia desde o início que a prova abaixo de chuva seria ainda de um nível técnico mais elevado”, afirmou o piloto. A prova possui três horas de duração e, para Gabriel, os 30 últimos minutos foram os mais emocionantes. “Eu mantinha a segunda posição, conquistada já no início da prova, e meu câmbio mostrou desgaste. Perdi as

duas marchas. Talvez ali foram os minutos mais lentos da minha vida. Terminamos a corrida somente com a quarta e quinta e mantendo um ritmo forte para não sofrermos nenhuma ameaça na pista. Quando entrei na reta e vi a bandeira quadriculada tremulando - e com meu câmbio dizendo chega - foi a hora que a concentração deu adeus e foi pura emoção. A gritaria tomou conta do rádio e a equipe comemorou o momento em que colocamos Igrejinha e a região no cenário do automobilismo nacional. Foi demais”, contou. Apesar do problema, o piloto afirmou que o carro está incrível, rápido e confiável. Disse que a equipe está trabalhando na caixa de câmbio para o carro ter uma retomada de velocidade ainda mais explosiva e deu méritos a todo o time FATEC Rancing e equipe Cebola Motorsports. A próxima corrida do piloto pelo Brasileiro acontece em 25 de outubro, no autódromo de Tarumã, em Viamão, onde Gabriel já correu a Prova de 12 Horas. “Conheço a pista como se fosse o quintal de casa e estamos trabalhando de forma intensa a fim de trazer o título brasileiro para nossa região”, contou, empolgado. Interessados em acompanhar o trabalho do piloto podem curtir a página Gabriel Matzenbacher #199 no Facebook.

Copa União de Ciclismo terá etapa no domingo IGREJINHA – A 10ª Copa União de Ciclismo ocorrerá no domingo, na avenida Ildo Menegethi, no bairro 15 de novembro. As inscrições para a prova, que terá um percurso de 1600 metros por volta, iniciarão às 7 horas. A primeira largada está prevista para as 9 horas. Serão distribuídos troféus para primeiro e segundo lugares, medalhões do primeiro ao quinto colocados e medalhas de participação, além de premiação extra para as categorias Master (A e B) e Elite/OPEN desde que as mesmas contem com dez ou mais inscritos. Haverá premiação de R$ 100,00 para o primeiro colocado, R$ 80,00 para o segundo e R$ 50,00 para o terceiro. Mais informações podem ser obtidas pelo número 8518 4741, com Eduardo Kohlrausch, organizador da prova.

PAROBÉ – Para o presidente do Grêmio Esportivo Parobé, Horácio Willers, o desempenho da seleção brasileira no torneio foi reflexo do futebol atual do País. Em outro extremo, está a Alemanha, com uma realidade que, para o presidente, deveria ser adotada como exemplo pela nação canarinho. “O futebol brasileiro está enfrentando um grande problema em suas categorias de base. Os clubes estão vendendo seus jogadores muito cedo, o que acaba lhes prejudicando a médio e longo prazo. Precisa haver uma reformulação”, afirmou Horácio. “A Alemanha me surpreendeu, com seu futebol tático, mereceu ser campeã. Eles se prepararam por anos para este mundial, montaram um bom time, treinaram. Trabalharam a formação a longo prazo. Diferente do Brasil, que monta seus times visando já a próxima competição, sem planejamento, sempre apagando incêndios”, complementou.

Horácio Willers Para Horácio, a derrota acabou tendo um lado positivo para o Brasil, pois serviu como comprovação de que sua política de formação de atletas deve ser reformulada. Sobre as escolhas de Felipão, afirmou que o técnico falhou ao escalar para o mundial praticamente o mesmo elenco da Copa das Confederações, “uma vez que alguns jogadores tiveram seu rendimento comprometido neste ano que passou entre as competições, principalmente o Fred. E, também, estava muito galgada em Neymar”.

“Seleção surpreendeu negativamente” TAQUARA – “Queríamos muito um título em casa e o grupo em si era bom. Porém, acho que alguns jogadores sentiram o peso da competição. Não crucifico o Felipão, aliás, não sei qual seria o melhor nome para substituí-lo – nem se isso resolveria o problema”, afirmou o técnico do Genoma Colorado. Por outro lado, Milton José Pacheco, ex-jogador do Internacional, elogiou a estrutura oferecida pelo Brasil ao Mundial. Segundo Santa Rosa, como o treinador é conhecido, o Brasil possibilitou a realização de uma grande Copa do Mundo, apesar de contratempos, com obras atrasadas. “Os estádios estavam ótimos. Além de bonitos, bem estruturados. Agora, os clubes do País desfrutarão de lugares melhores para nossos campeonatos. Acredito que a Rússia vai ter que trabalhar bastante para oferecer um torneio ao nível do que tivemos aqui”, disse. Em outro momento, Santa Rosa também elogiou os aeroportos

Milton Pacheco e a hospitalidade dos brasileiros. Para o técnico, a realidade local também foi transformada, mesmo estando distante das sedes dos jogos. “O sentimento trazido pela Copa chegou a todos nós. Tivemos um grande crescimento no número de alunos no Genoma, por exemplo. Durante o torneio, 150 novos alunos vieram para o grupo, ou seja, um aumento de quase 100% em nosso quadro. É incrível, foi algo que contagiou todo o Brasil. Além disso, eu, pessoalmente, tenho como um presente poder assistir este mundial no meu país”, afirmou.

“Jogo é decidido no meio de campo” IGREJINHA – Fabiel Port, presidente do Esporte Clube Igrejinha, se mostrou satisfeito com o desempenho de seleções como Costa Rica, Argélia, Chile e Bélgica, mas ressaltou que a disputa do título ficou entre as quatro grandes potências do futebol mundial. Para ele, a Alemanha, além de faturar o título, deu uma lição de planejamento, estratégia e seriedade necessários para gerir o futebol. “Na parte tática, tivemos a comprovação da tese de que o jogo é decidido no meio de campo, pela posse de bola, transição e ataque rápido, sem necessariamente ter jogadores de posições fixas. Mesmo equipes com craques que podem decidir individualmente, tiveram a força do conjunto para alavancar suas campanhas”, afirmou Port sobre o time alemão. Para o presidente, a queda da seleção brasileira se deve por vários fatores, como a não disputa de eliminatórias, a pressão sobre a conquista do hexa, a ilusão da conquista

Fabiel Port da Copa das Confederações e algumas avaliações equivocadas da comissão técnica. “É preciso começar um trabalho novo, mas na próxima Copa certamente estaremos melhor preparados”, afirmou. Para Port, ainda, o mundial deixou um legado ao País, uma vez que o Brasil recebeu grande número de turistas e que a população soube entender a grandeza do evento. O presidente disse que a comunidade brasileira deixou grandes manifestações para momentos mais oportunos e se integrou à festa realizada pelos diferentes povos representados na Copa.

“Time mal escalado” TRÊS COROAS – Na visão de Carlos Henrique Macarini, o momento vivido pelo Brasil resume-se em: hora de descer do salto. Para o diretor de futebol do Esporte Clube Mundo Novo, a seleção deve reconhecer o tamanho que possui e que não tem mais grandes craques como no penta. “Rivaldo, Ronaldo, Roberto Carlos, não estão mais no time e a nossa não é mais uma seleção de destaques. O Brasil precisa reconhecer que tem um time mediano e jogar de tal forma. Ter um elenco regular e mal escalado ficou evidente no jogo contra a Alemanha”, afirmou. O diretor foi ainda mais além sobre o desempenho da seleção canarinho no torneio. Disse que “pelo futebol que apresentou, o Brasil devia ter ficado para trás já contra o Chile. Passou da primeira fase com gol de pênalti inexistente, empate com o México e vitória sobre a fragilizada seleção camaronesa. O Chile apresentou melhor futebol do que os anfitriões da Copa e a Colômbia temeu a sua tradição, apenas. O quarto lugar está de ótimo tamanho para nossa seleção”, concluiu. Para reverter este quadro, Macarini acredita que, além da seleção reconhecer que

Carlos Macarini vive um momento de escassez de craques, deve haver uma reformulação no pensamento da CBF, da comissão técnica e, ainda, trabalhar nomes existentes – como Neymar e Thiago Silva – e pensar em novos jogadores. Por outro lado, para a organização da Copa e receptividade do brasileiro, foram só elogios. “Sempre fui positivo em relação à Copa no Brasil. É um país continental, com uma população acolhedora e aberta para novos eventos. Logo, muita gente que conheceu o País durante a competição irá voltar para fazer turismo aqui, inclusive, em nosso estado. O Brasil mostrou estar preparado para receber grandes eventos”, afirmou Carlos.


POLÍCIA

Sexta-feira, 18 de julho de 2014

15

Homem é agredido com facadas

Ações da polícia rendem 13 prisões no Vale do Paranhana

Escola é alvo de vandalismo

TRÊS COROAS - A Polícia Civil investiga registro de tentativa de homicídio ocorrido por volta de 20h45min do sábado. O fato aconteceu na rua Leonel Brizola, no Loteamento Raul. A Brigada Militar foi chamada ao local, pois um homem estava sendo agredido com facas. Segundo a Polícia, a vítima, de 36 anos, foi levada para atendimento no Hospital antes da chegada dos soldados. De acordo com as informações da ocorrência, uma dupla chegou à residência da vítima, e a chamou para a fora, dando início às agressões. Um suspeito chegou a ser detido, e apresentado na delegacia de polícia, mas acabou não sendo autuado em função de que não foi comprovada participação no crime. Segundo a Brigada, cerca de cem pessoas tentaram impedir a detenção do suspeito no momento da abordagem, ainda dentro do loteamento.

REGIÃO – Uma série de ações da Brigada Militar e da Polícia Civil, nesta semana, levou 13 acusados de crimes à cadeia. As operações envolvem o combate aos crimes de furto e roubo, além do tráfico de drogas.

TAQUARA - Uma escola municipal foi alvo de vandalismo, no final de semana. Segundo registro de ocorrência, feito pela direção da Escola Rosa Elsa Mertins, foram jogadas pedras nas janelas do educandário situado no bairro Santa Rosa. Os vândalos conseguiram quebrar sete vidros de salas de aula do segundo andar. Também arrancaram a grade de proteção da caixa do medidor de energia elétrica. Dentro das salas de aula, foram encontradas várias pedras de cascalho e saibro.

Jovem quase atropela PM para fugir PAROBÉ - Uma perseguição na noite de domingo causou confusão na área central do município. O fato aconteceu por volta de 19h40min, na rua João Mossmann. Os policiais receberam informações sobre dois carros com armas e drogas e começaram a fazer buscas. No centro, avistaram o Prisma suspeito, e ordenaram que o condutor parasse o carro. Contudo, o motorista, de 22 anos, quase atropelou o policial e fugiu. A Brigada Militar iniciou perseguição, percebendo que, durante a fuga, os ocupantes do carro jogaram uma sacola plástica pela janela. O carro só parou na localidade de Campo Vicente, em Nova Hartz. O condutor não possuía carteira de habilitação e levava duas jovens com ele. O carro também estava com o licenciamento vencido, tendo sido apreendido. Todos foram apresentados na Delegacia de Polícia e responderão por desobediência.

DOE SANGUE

A vida de alguém pode depender deste gesto.

Foragido é recapturado

TAQUARA - A Brigada Militar recapturou foragido durante a semana, em Taquara. Foi na quarta-feira, por volta de 2h30min, na rua Farrapos, no bairro Santa Teresinha. Os policiais realizavam patrulhamento quando avistaram uma motocicleta em atitude suspeita. Ao tentar abordagem, o condutor da moto procedeu fuga, mas acabou sendo alcançado pelos brigadianos. Ao ser identificado, os policiais constataram a existência de um mandado de prisão expedido contra o acusado, de 32 anos, por ter escapado do Presídio de Ijuí. Ele foi apresentado na Delegacia de Polícia e recolhido novamente ao sistema prisional.

Presos acusados de roubo

PAROBÉ - Uma dupla suspeita de assalto a um posto de combustíveis foi presa em ação da Brigada Militar, na terçafeira, por volta de 20h50min. O fato aconteceu na rua Oswaldo Cruz, onde foi localizada a dupla, de 17 e 18 anos. Segundo as informações da Brigada, os policiais realizavam buscas nas proximidades do posto, que fica na ERS-239, quando abordaram os tripulantes de uma motocicleta. Durante a revista, foi encontrada com eles a quantia de R$ 366,00 em dinheiro, que foi roubada do posto. Ambos foram autuados em flagrante na Delegacia de Polícia de Taquara e possuem antecedentes por outros crimes. A motocicleta (foto abaixo) foi apreendida. Divulgação/Brigada Militar

Mulher é presa por tráfico

Divulgação/PC

TAQUARA - Uma mu-

lher foi presa pela Polícia Civil em ação contra o tráfico de drogas. O fato aconteceu na terça-feira, por volta de 16h30min, quando agentes do setor de investigações cumpriram mandado de busca e apreensão numa residência da rua Ejo Macedo, no bairro Mundo Novo. No local, prenderam uma mulher, de 28 anos. Ela possuía dois potes plásticos contendo 50 pedras de crack, embaladas e prontas para serem vendidas. Também foi apreendida uma quantia em dinheiro, dois telefones celulares e um pedaço de papel alumínio. Segundo a Polícia, o mandado de busca foi expedi-

Material apreendido na residência de acusada

do pela Justiça diante de denúncias informando que a mulher vendia drogas no local e que usava até mesmo seus filhos, menores de idade, para entregar os entorpecentes.

Detido ao invadir casa TAQUARA - A invasão de uma residência, no interior de Taquara, acabou em prisão no começo desta semana. O episódio foi registrado por volta de 17h30mni de terçafeira, na Estrada Geral de Entrepelado. Segundo a Brigada Militar, foi preso um jovem de 18 anos. Os policiais foram acionados por vizinhos porque o rapaz invadiu uma residência, que não tinha ninguém em casa. Ele foi pego em flagrante portando uma máquina digital. Segundo a Brigada, o rapaz tem antecedentes por furto e posse de drogas.

Preso acusado de tráfico no Santa Maria

Dupla presa por furto IGREJINHA - Um furto de veículo acabou em prisão para dois acusados, no sábado. No começo da madrugada, soldados da Brigada Militar foram informados sobre um furto de veículo no bairro Bom Pastor. A vítima contou que tinha deixado sua Ipanema estacionada no local e, ao retornar, não mais encontrou o veículo. Os soldados orientaram o proprietário a registrar ocorrência na Delegacia de Polícia de Taquara e, quando a vítima retornava para Igrejinha, avistou seu carro próximo a um posto de combustíveis, na ERS-115, passando a segui-lo e repassando as informações à Brigada Militar. A partir daí, os policiais acompanharam o veículo furtado, que foi abordado na divisa com Taquara, quando parou no pátio de uma boate. No carro, estava uma dupla, de 18 e 19 anos, que admitiu a autoria do furto. Eles disseram que usaram uma chave micha para abrir o automóvel. Os dois foram autuados em flagrante e o veículo restituído à vítima.

Operação rende detenção de menores PAROBÉ - Uma ação conjunta da Brigada Militar e Polícia Civil atuou no combate ao tráfico de drogas no bairro Jardim, no sábado. A operação aconteceu pela manhã e foi intitulada "Jardim sem Crack", tendo o cumprimento de sete mandados de busca e apreensão. Na operação, os policiais fi-

zeram a detenção de três menores, encontrando, também, dois revólveres calibre 32, sendo um com numeração raspada, quatro munições de calibre 765 (de uso restrito das Forças Armadas) e seis munições de calibre .32. Também foram localizadas 560 gramas de crack e 11 gramas de cocaína.

TAQUARA - Um jovem de 18 anos acusado de tráfico de drogas foi preso na segunda-feira, por volta de 16h15min, no bairro Santa Maria. Segundo a ocorrência, os policiais receberam ligação dando conta de que o rapaz estava vendendo drogas no local. Os policiais

realizaram abordagem e flagraram o momento em que o acusado entregava drogas para um cliente. Com o preso, foram encontradas 27 pedras de crack e quantia em dinheiro. O rapaz foi autuado em flagrante na Delegacia de Polícia de Taquara.

Dupla presa por tráfico de drogas TAQUARA - Uma dupla foi presa por tráfico de drogas na noite do último dia 11, na rua Osvaldo Brandão, no bairro Santa Maria. Foram localizados um homem de 28 anos e seu comparsa de 42. Segundo a Brigada Militar, ambos foram abordados num local conhecido como ponto de venda de drogas. Um deles portava uma garrafa que continha 249 pedras de crack e R$ 183,00 em dinheiro. Os dois foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Taquara, onde acabaram autuados em flagrante por tráfico. Ambos possuem antecedentes por tráfico, ameaça e homicídio.

Posto de combustíveis assaltado PAROBÉ - Um posto de combustíveis foi alvo de assalto por volta de 20h20min de segunda-feira, na ERS-239, no bairro Planalto. Segundo o registro de ocorrência, o funcionário contou que estava no caixa, quando foi surpreendido por um bandido armado, que roubou uma quantia em dinheiro e duas carteiras de cigarro. O assaltante fugiu em seguida, na carona de uma motocicleta que o esperava na rua lateral do posto.

Quer vídeos, fotos

e enquetes? Acesse o PanoramaNET!

www.jornalpanorama.com.br

OBITUÁRIO Falecimentos comunicados pela Rádio Taquara de 10/07/2014 a 17/07/2014

- 11/07 - Sonia Marli Pires, 60 anos. Cemitério Municipal de Taquara. - 12/07 - Horaide Velasques Lamberti, 79 anos. Cemitério Municipal de Taquara. - 13/07 - Selita Martins Fischborn, 75 anos. Cemitério dos Müller em Fazenda Fialho. - 14/07 - Altério Pandolfo,73 anos. Cemitério de Tucanos em Taquara. - 14/07 - Sergio Luiz Schardong, 58 anos. Cemitério de Morro Alto. - 14/07 - Flavio Ernesto França dos Santos, 66 anos. Cemitério Municipal de Taquara. - 15/07 - Nelson Schnidger, 94 anos. Cemitério Bom Pastor de Taquara. - 16/07 - Velicia Kolet Heldt, 88 anos. Cemitério Municipal de Sapiranga.


16

REGIONAL

Sexta-feira, 18 de julho de 2014

Divulgação/Edna Cardoso

Curso com 32 horas foi promovido em parceria com o Senar

Secretaria de Agricultura oferece curso de embutidos ROLANTE - A Secretaria Municipal da Agricultura de Rolante promoveu o curso de Produção de Embutidos e Defumados em parceria com o Senar e com o Sindicato Rural do Vale do Paranhana. A capacitação encerrou no último dia 11 e foi ministrada nos Embutidos T&A, com um total de 32 horas/aula. Durante o curso, ministrado pelo instrutor do Senar, Abrelino Oliveira, a turma formada por 14 alunos

aprendeu a defumar costela, bacon, lombinho e a fazer copa, salame italiano, salaminho, linguiça toscana (puro porco – quando mistura alguma coisa é chamada de salsichão), linguiça colonial, linguiça calabresa e, também, a linguiça que denominaram de “Rolantinho”, com um sabor diferente, composto por tempero verde, pimenta do reino e pimenta vermelha, erva doce e manjerona.

EDITAL DE CASAMENTOS ELIZABETH MARTINI, registradora do Registro Civil das Pessoas Naturais e Especial de Taquara-RS. Faz saber que pretendem se casar: 1) LUCAS ZANATTA PINHEIRO e FRANCIELE CHAVES ANGELI, 02) OSVALDO MARTINS e MARINA FÖRSTER, 03) JULIO CESAR HANNEL MATTOS e CAMILA GREGIO DE SOUZA, 04) JURACI ANTONIO MORAIS DA SILVA e SIRLEI MARTINS SALDANHA, 05) ALEF RAFAEL RODRIGUES DA SILVEIRA e LARISSA GABRIELE GONZAGA, 06) NOÉ RODRIGUES e FRANCISCA OLIVIA CASAGRANDE. Quem souber de algum impedimento, que oponha-o na forma da lei. DADA e PASSADO, nesta cidade de Taquara-RS. Aos dezesseis (16) dias do mês de julho (07) de dois mil e quatorze (2014). Rua Rio Branco, nº 1145 - Sala 104. Panorama, 18 de julho de 2014.

Produtores rurais ganharão protetor solar

Prefeitura obtém dois caminhões

IGREJINHA - A Secretaria de Saúde realizou, nesta semana, reunião com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Na ocasião, foi combinada como será feita a distribuição de protetor solar para os agricultores de Igrejinha, tendo em vista que o município foi considerado prioritário para recebimento de protetores em função da alta incidência de tumores de pele. Cada agricultor cadastrado deverá receber uma média de três frascos

IGREJINHA - A Prefeitura recebeu, na segunda-feira, dois novos caminhões para reforçar a frota da Secretaria de Obras. O investimento é de R$ 350 mil, sendo R$ 250 mil provenientes de verba federal e o restante de contrapartida da administração municipal. Os recursos federais foram obti-

do produto por ano. O cadastro será feito pelo sindicato, que providenciará a distribuição dos protetores. “A parceria entre o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, secretarias municipal e estadual de Saúde estabelece um marco importante na política de promoção de saúde, pois a médio e longo prazo muitos casos de câncer poderão ser evitados”, ressaltou a secretária de Saúde de Igrejinha, Simone do Amaral.

dos junto ao Ministério do Desenvolvimento Agrário, por meio de emenda parlamentar do deputado federal Ronaldo Zülke. Na foto, o prefeito Joel Wilhelm (ao centro) com o representante da empresa que vendeu os caminhões e o secretário de Obras, Dirceu Linden (à direita).

Divulgação/Vinicio Wallauer

CNH Social tem 381 inscritos REGIÃO - O governo do Estado informou que 381 pessoas se inscreveram para participar do programa CNH Social nos municípios do Vale do Paranhana. Por meio desta iniciativa, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) oferece carteiras de habilitação gratuitas. Taquara tem o maior número de inscritos, com 141, seguido de Parobé, com 111. Depois vem Igrejinha, com 74 inscritos,

Três Coroas tem 35 e Rolante contabiliza 20. O sorteio, segundo o governo, será realizado em duas etapas. Ontem, foram sorteadas as vagas destinadas à população negra e às mulheres. Na próxima segunda-feira, acontecerá o sorteio geral, que incluiu todos os inscritos não selecionados na primeira etapa. A divulgação do resultado final será na próxima terça-feira, dia 22, através do site do Detran.

Classificados

Anunciadas academias ao ar livre em duas cidades

REGIÃO - A Secretaria Estadual de Esporte e Lazer confirmou a disponibilização de equipamentos para a implantação de academias ao ar livre em Igrejinha e Três Coroas. Os convênios foram assinados recentemente. Segundo o governo, cada academia é composta por 18 itens, divididos em

PANORAMA

LIGUE

módulos convencionais, além de equipamentos para pessoas com necessidades especiais. O conjunto compreende atividades de fortalecimento, alongamento e relaxamento muscular. A implantação tem como objetivo facilitar o acesso à prática regular de exercícios físicos.

3542.2288 para anunciar!

CONCURSO BANRISUL - Milhares de vagas - Ótimo salário - Estabilidade e crescimento profissional Requisitos: 18 anos e 2º grau completos na data da contratação.

CURSO PREPARATÓRIO 100% PRESENCIAL

( Professores em sala de aula trabalhando com Qualidade, Responsabilidade e Organização) Venha estudar, para passar e se classificar entre os primeiros e assim garantir a sua vaga e o seu crescimento profissional. - Ótima Equipe de Professores - Turmas: Manhã, Noite e aos Sábados Confira a programação das turmas em nosso site ou facebook www.evolucaoconcursos.com.br ou www.facebook.com/evolucaoconcursos

Unimed Encosta da Serra/RS Sociedade Cooperativa de Serviços de Saúde Ltda.

CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA O Presidente da UNIMED ENCOSTA DA SERRA/RS – Sociedade Cooperativa de Serviços de Saúde Ltda., no uso de suas atribuições, convoca, nos termos do Estatuto Social, os seus associados, para se reunirem em Assembléia Geral Extraordinária, a realizar-se na cidade de Taquara, em conformidade com os indicativos a seguir: DATA: 06 de agosto de 2014. HORÁRIO: 17h30min em primeira convocação, com 139 sócios, ou, 18h30min em segunda convocação, com 105 sócios, ou, 19h30min em terceira convocação, com a presença de, pelo menos, 21 sócios. Obs.: Para apreciação do item 2 da ordem do dia, necessário ter quórum qualificado de 32 sócios, com direito a voto, conforme Art. 42 - § 3º do Estatuto Social. LOCAL: Unimed Encosta da Serra (sede) – 5º andar. Rua Federação, Nº. 2799 – Taquara/RS. ORDEM DO DIA: 1 - Apresentação e Destinação da UTMR; 2 - Alteração estatutária dos artigos 7º, 19, 30, 32, 33, 34, 35, 47, 83, 85, 89, 90, 95, 96, 97 e renumeração geral de artigos; 3 - Assuntos Gerais, sem caráter deliberativo. De acordo com o inciso V do artigo 41 do Estatuto Social, o número de associa dos habilitados a voto nesta data é de 208 cooperados (duzentos e oito). Taquara, 18 de julho de 2014. Dr. Hendley Reschke Presidente

INFORMAÇÕES E MATRÍCULAS NOVO HAMBURGO - EVOLUÇÃO CONCURSOS Atendimento na ACI de 2ª a 5ª feiras das 17 às 20 horas Rua Joaquim Pedro Soares, 540 Centro (próximo à Praça XX e ao Banco do Brasil) Telefone (51) 3013.0982 - 8523.1463 PORTO ALEGRE - CONCEITO NOBRE junto ao curso Michigan Avenida Borges de Medeiros, 340, 1º andar, Centro, Porto Alegre, Telefone: (51) 8549.7748 VENDE-SE - Uma chácara, 3 hectares, toda cercada, escriturada, com poço de 120 metros, 2 hortas, pomar com 55 plantas. Casa de tijoleta, nova, 8x10, com 3 quartos, lavanderia/dispensa, banheiro, sala, cozinha e com porão. Casa nova de chacareiro, de madeira 5x5 e galinheiro grande. 160 mil, 4 km da RS 020, Morro Negro/ Taquara. Fone 9972.5767. VENDO TERRENO - Com vista panorâmica, no bairro sagrada família, medindo 15 x 34, valor R$ 100.000,00. Interessados tratar fones 8138.8061 / 9547.6879.


REGIONAL Repasse de R$ 1,3 milhão ao hospital de Três Coroas

Cine Cidadão leva reflexão aos bairros de Parobé

TRÊS COROAS - A Prefeitura confirmou, nesta semana, a renovação de convênios com a Fundação Hospitalar Dr. Oswaldo Diesel. Pelos contratos firmados, está garantido o repasse de R$ 1.350.014,64 à entidade, com prazo até 1º de janeiro. Os recursos serão destinados às despesas com medicações, aquisição e manutenção de equipamentos e materiais utilizados na urgência e emergência (R$ 104.976,00); despesas de até 15 cirurgias por mês (R$ 47.329,20); despesas com procedimentos

PAROBÉ - Na semana que comemorou o aniversário do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), Parobé deu início ao projeto Cine Cidadão. A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria de Assistência Social, Diretoria de Cultura e Centro Municipal de Direitos Humanos e tem como objetivo promover cines fóruns - exibindo os filmes e realizar discussões sobre diversas temáticas. A primeira sessão ocorreu na localidade de Morro da Pedra, no último dia 10. O encontro aconteceu na escola Jorge Fleck e, segundo os organizadores, teve a

de atenção básica (R$ 50.312,64); despesas com anestesias e do serviço de sobreaviso de médico anestesiologista 24h (R$118.584,00); despesas com sobreaviso pediátrico noturno e de finais de semana e plantão pediátrico presencial diurno semanal (R$ 264.000,00); despesas com baixas hospitalares (R$ 38.134,80); despesa com consultas com médicos especialistas e endoscopias (R$ 67.986,00) e despesas com plantão médico 24h, sobreavisos, técnicos e remoções (R$ 658.692,00).

Plantão pediátrico em hospital TRÊS COROAS - Começou a funcionar, nesta semana, o plantão pediátrico do Hospital Dr. Oswaldo Diesel, mantido numa parceria da casa de saúde com a Prefeitura. Os serviços estão sendo oferecidos nas terças e quintasfeiras, das 14 às 20 horas.

Classificados PANORAMA

participação de 40 pessoas da comunidade, com o objetivo de motivar pais, filhos e professores a dialogar sobre alternativas de combate à violência, além de incentivo à cidadania. O projeto, segundo o assessor de políticas para crianças e adolescentes, João Morais, está alinhado ao Plano Nacional dos Direitos Humanos, com a intenção de garantir acesso à cultura. A Prefeitura anunciou que a próxima sessão acontecerá em 15 dias, na localidade de Santa Cristina do Pinhal. A ação será realizada quinzenalmente, percorrendo os bairros de Parobé.

Troca de diretoria do Leo TRÊS COROAS - Foi realizada, recentemente, a troca de diretoria do Leo Clube de Três Coroas, em solenidade na Prefeitura. Fernanda Languer assumiu como presidente, tendo como vice-presidente Tariane Silva Dutra. A tesoureira será Maiara Herold, enquanto Arthur Brocker ocupará a função de secretário.

LIGUE

3542.2288 para anunciar!

Sexta-feira, 18 de julho de 2014

Divulgação

Debate sobre a cidadania marcou encontro em Morro da Pedra

Apto. com 2 dorm., sala de estar e jantar, coz., banh., área de serviço, churrasqueira, box. R$ 155.000,00. (ÓTIMA OPORTUNIDADE) • Apto. com 2 dorm., sala de estar, coz., banh., área de serviço. Bairro Centro. R$ 135.000,00. • Casas de alv. com 2 dorm., sala de estar, coz., banh., área de serviço e gar. Bairro Petópolis. Valor a partir de R$ 135.000,00. • Casas de alv. com 2 dorm., sala de estar e coz., banh., pátio fechado. Bairro Medianeira. R$ 110.000,00.

CONFIANÇA E CREDIBILIDADE

R. Rio Branco, 1145, sl. 102, Centro Taquara 3541.1400

www.perfilnegociosrs.com.br Compra - Venda - Locação de imóveis - Administração de condomínios

CRECI 233331-J | www.projeta.imb.br Rua Júlio de Castilhos 2689 Sala B - Centro Taquara – Fone 3541.5900

ESTACIONAMENTO PRÓPRIO PARA CLIENTES. AS MELHORES OFERTAS ESTÃO AQUI!

OFERTA DA SEMANA FRENTE PARA ERS 020. 17 HECTARES. VALOR DE CADA HECTARE R$ 16.000,00.

17

Rua General Frota, 2524 Taquara - Fone 3541.0200 www.alternativaimoveis.com

www.facebook.com/ alternativaimoveisoficial Curta nossa página!

DESTAQUE MINHA CASA M. VIDA, BAIRRO BOM PASTO, IGREJINHA, APENAS R$ 115 MIL.

INCRÍVEL SÍTIO SONHO MEU, CASA DE CASEIRO, AÇUDE, SEMIMOBILIADO, CONHEÇA E ENCANTE-SE, ERS 020, VALOR PROMOCIONAL. CASA COMERCIAL, IGREJINHA, ÓTIMA LOCALIZAÇÃO PARA PONTO COMERCIAL, NA RUA ANITA GARIBALDI, BAIRRO FIGUEIRÃO. CONSULTE! TRAGA SEU IMÓVEL PARA VENDER COM A PROJETA!

APARTAMENTO C/ 90M², 2 DORMITÓRIOS, SALA, SACADA, COZINHA, LAVANDERIA E TERRAÇO. R$ 175,000.00

ALUGUEL - Apto, Centro, 3 dorm. (1 suíte), semimobiliado, estar/jantar, c/ sacada integrada, 2 box........................................... R$ 1.500,00 - Apto, Centro, 3 dorm. (1 suíte c/hidromassagem), estar/jantar c/ sacada integrada, box.............................................. R$ 1.100,00 - Casa alv., Centro, 3 dorm., sala, cozinha, banheiro, garagem, churrasqueira e lavanderia........................................... R$ 800,00


social@jornalpanorama.com.br

Sexta-feira, 18 de julho de 2014

18

Por Vanessa Wagner

TAQUARA - Sarau com Café comemora seus 11 anos de atividades culturais, dia 31 de julho (quinta-feira), às 19h30min, no Café Bistrô Doce & Delícia. O fotógrafo publicitário Mateus Portal (foto) e o grupo de teatro Cheiro de Chuva são os convidados do evento. Grupo de alunos do músico Álvaro Vicente fará as intervenções musicais. A programação é aberta ao público e tem entrada gratuita.

CELEBRANDO A VIDA No dia 17 de julho de 1924 nascia a flor mais bela que há:

TAQUARA – Ohana Kohlrausch com produção de Vitor Ferreira.

TAQUARA – Natália Belotto, 15 anos, fotografada por Letícia Wolff. Foto Xodó

AMIDA SCHEIN Hoje estamos celebrando a tua vida, agradecendo a Deus mais uma vez por tê-la em nosso caminho. Em Sua infinita sabedoria, Ele nos concedeu o maravilhoso presente de seres a nossa Mutti e Vó. Estamos muito felizes e unidos no amor para celebrar os teus 90 anos!

TE AMAMOS MAIS QUE TUDO NESTA VIDA!

FELIZ ANIVERSÁRIO!

Dos teus Beto, Zana, Nine, Adri e Gus. 17/07/2014

Um brinde pela saúde! Esta homenagem é para vocês, clientes, que nos prestigiam ao longo destes 10 anos de atividades. É por vocês que, a cada ano, estamos inovando e buscando o que há de melhor em aperfeiçoamento de serviços e profissionais qualificados para garantir a saúde dos seus funcionários.

IGREJINHA – Dalva Reinheimer com as filhas Esther Reinheimer, Priscila Reinheimer e a neta Rafaela. Elas comemoram a espera por Pérola, primogênita de Priscila - que deve nascer em agosto.

Toda a linha festa em 5X Nas demais peças os descontos variam de 10 até 50%

Somos gratos pela sua parceria! Rua Rio Branco, 890 – Taquara klinica@terra.com.br - 3542.5107 | 8489.2293

Rua Marechal Floriano, 1936 - Fone 3542.3776 | Taquara

TAQUARA – Amida Schein completou 90 anos no dia 17 de julho. Ela recebeu homenagens de muitos amigos e familiares. Na foto, aparece com a filha Evanise Shein. Ela também é mãe de outros três filhos.

SÁBADO DE FEIJOADA TAQUARA – 13ª edição da Feijoada da APAE acontece neste sábado, na Sociedade 5 de Maio, das 11h30min às 13 horas. O almoço será servido no local e também com opção para buscar (neste caso é preciso levar o recipiente para o feijão). Convites individuais custam R$ 35,00 e podem ser adquiridos com Mayra (fone 9945.3704) ou na escola (3542.1446). Na entrada do evento os convites também estarão à venda.


19

social@jornalpanorama.com.br

Sexta-feira, 18 de julho de 2014

Por Vanessa Wagner Rafael Cavalli

Em dúvida onde viajar? EUA ÁSIA

PERFIL

EUROPA

por Guilherme Augusto

ÁFRICA

WALTER LUIZ DE OLIVEIRA BOEIRA

Montamos seu pacote!

Recentemente empossado como novo presidente do Rotary Parobé, o eletrotécnico tem 58 anos. É casado com Roselane Maria Boeira e pai de Deise, de 35 anos, Alex, de 33, e Arthur, de 15. É avô de Yasmim, Vicente e Davi. Natural de Bom Jesus, vive há 14 anos em Parobé onde trabalha há 18, sendo o proprietário da Elétrica Boeira.

3541.3127

GRAMADO – Karina Celli, Gilnei Casagrande e Suzana Neves em evento do Serrano Resort. Gilnei será o próximo Chef por Um Dia do Serrano, responsável pelo jantar da noite de 7 de agosto. Reservas de convites pelo fone (54) 3295.8000. Ritiele Stumm

TAQUARA – Natália Marcelino e Douglas Vinícius Jacques encantados pelo filho Danilo.

Conte um pouco sobre sua trajetória profissional: Comecei a trabalhar bastante cedo, quando tinha uns 13 anos, com meu pai. Ele possuía uma elétrica com seus irmãos em Taquara, a Boeira e Cia Ltda. Estudando Eletrotécnica no Cimol, abri meu negócio em Sapiranga antes mesmo de me formar, quando tinha 19 anos. Aos 20, fui convidado para dar aula na Escola Técnica Monteiro Lobato. Em 1980, fui trabalhar na Furnas Centrais Elétricas, em Minas Gerais. Lá fiz um curso de aperfeiçoamento e fui atuar na Usina de Itaipu, em seu sistema inédito que levava energia até São Paulo. Depois de passar um ano e meio em Minas, fui para Foz do Iguaçu trabalhar na instalação e montagem de uma sub-estação, como chefe da equipe de manutenção. Em seguida, voltei para a região para cuidar dos negócios do pai com meus irmãos. Pedro, que havia viajado comigo, Aldo, Ivan e Angela também são formados em Eletrotécnica. Depois, vi a oportunidade de abrir um negócio em Parobé e assim o fiz, iniciando minha empresa em 1996. Como aconteceu seu envolvimento com o Rotary? Já em Parobé, eu e minha família ajudávamos uma ONG de Taquara que atuava prestando auxílio a famílias em vulnerabilidade social e que possuíam deficientes entre seus membros. Inclusive, nos envolvíamos em campanhas para a realização deste trabalho. Nelsi Hartz ficou sabendo de nossa atuação e convidou para que entrássemos no Rotary, isso em 2009. Lá, como membro, já trabalhei nos projetos humanitários e, em 2013, como vice-presidente e diretor no departamento de quadro associativo. Agora, sou o presidente. O trabalho desenvolvido no Rotary lhe consome tempo e dedicação. O que lhe fez ficar no clube? Poder fazer algo por alguém, seguindo nosso lema que diz: fazer o bem, sem olhar a quem. Não interessa quem é, trabalharemos em prol desta pessoa, família ou causa. É algo que exige dedicação integral, mas é extremamente gratificante, principalmente quando vemos os resultados, tendo a certeza que tudo valeu a pena. Como você se define? Uma pessoa dedicada ao que faz. Gosto de atuar, decidir, fazer a diferença. Bom, também sou um tanto teimoso.

NOVO HAMBURGO – Isabel e Wilson Martini presentes ao baile que assinalou os 120 anos da Sociedade Ginástica, dia 12 de julho.

PORTO ALEGRE Lisi Campana reuniu amigos na Estação 910 para comemorar seu aniversário, dia 11 de julho. A foto reúne Alexandra Winckler, Patrícia Fauth, Gilmara Grifante, Alessandra Aguirre, Lisi Campana e Débora Farias.

Divulgação

Alvaro Bourscheidt

TAQUARA – Roseli Santos fotografou com o jornalista e escritor Juremir Machado, que palestrou na Faccat na última terça-feira. Ele abordou o tema de seu livro “1964, Golpe Midiático-Civil-Militar”.

PARANHANA – Ação desenvolvida pelos músicos Eduardo Canani, Lucas Ruppenthal e Tiago Aguiar obteve número bastante expressivo de doações. Eles realizaram apresentações solidárias nas cidades de Taquara e Três Coroas com o objetivo de arrecadar agasalhos e cobertores. Muitas pessoas conferiram o show do Busker Trio e contribuíram com a iniciativa, que contabilizou 1725 peças de roupas, 129 pares de calçados e 64 cobertores. As doações foram encaminhadas para a Defesa Civil.

O que gosta de fazer em seu tempo livre? Passear com a família. Que tipo de programa costuma fazer com a esposa, filhos e netos? Gosto muito da natureza. Há algum tempo, fazíamos acampamentos longos. Ficávamos 15 dias em um campo, ou na beira de um rio. Era muito bacana. Um sonho: Viver tranquilo no meu sítio. Lá é um lugar quieto, bonito, com uma nascente d’água. Deixe uma mensagem aos leitores do jornal: “Bom, sempre digo às pessoas para que façam aquilo que realmente gostam. Quem fizer isto, e for dedicado, será bem sucedido, não só financeiramente, mas como ser humano. Independente do que seja, o importante é que este algo seja feito para si, e não buscando a aprovação de terceiros.”

Marechal Floriano, 1248 Taquara 3542.6320


Fotos: Divulgação

PANORAMA Sexta-feira, 18 de julho de 2014 | www.jornalpanorama.com.br

As aventuras de nove taquarenses na Tríplice Fronteira TAQUARA - Conhecer as famosas Cataratas do Iguaçu e fazer compras no Paraguai. Esse foi o objetivo de nove taquarenses, que viajaram de Kombi a Foz do Iguaçu no final do último mês. O grupo planejou locar uma Kombi e aventurar-se até o extremo oeste paranaense, em busca de um passeio. Lá, ficaram hospedados em um hotel durante o feriadão de Corpus Christi, onde conheceram algumas das principais atrações que cercam a Tríplice Fronteira que divide Argentina, Brasil e Paraguai. O primeiro dia de passeio dos aventureiros, em 20 de junho, foi marcado pelas compras realizadas em Cidad Del Leste, no Paraguai. O fato engraçado do dia ficou por conta da integrante Rosangela Belotto, que se perdeu do grupo. A aventureira de primeira viagem, após perceber que seus amigos tinham sumido em meio à multidão, passou o dia sentada em um mesmo shopping, tentando avistar alguém conhecido, o que de fato ocorreu após seis horas de espera em um dos maiores centros comerciais da América Latina. Após um dia intenso de caminhada por Cidad Del Leste,

mal sabiam os taquarenses o que a noite reservava a eles. O grupo realizou um tour em Puerto Iguazú, na Argentina, o que não estava nos planos iniciais. Lá, visitaram o centro de compras da cidade, a atração turística Ice Bar (Bar de Gelo) e um famoso cassino argentino. A diversão principal ocorreu no Casino Iguazú, onde cada componente ganhou um vale-jogo de R$ 10,00 como cortesia pela visita. Sem nada a perder, os integrantes tentaram a sorte nos famosos caça-níqueis argentinos. Foi quando o aventureiro Jeferson Guedes ganhou mais de R$ 100,00 sem ao menos perceber, pois dormia no momento do jogo. Segundo seu amigo e colega de viagem Anderson Peters, Jeferson estava muito cansado devido à correria do dia. “Como o jogo era um tanto quanto monótono, o Jeferson configurou o jogo para automático e acabou pegando no sono. Quando acordou havia um bilhete impresso no seu colo, com o valor premiado. Foi muito engraçado.” Além de Jeferson, outros quatro integrantes também ganharam premiações no Cassino: Jair Peters, Margarete Brito, Roseli Peters e Elisabete Rosa

faturaram R$ 15,00 cada. Já o segundo dia foi de emoção para o grupo. A visita às Cataratas do Iguaçu, umas das sete maravilhas naturais do mundo, impressionou a todos os nove integrantes, principalmente Vander dos Santos: “É o lugar mais lindo do mundo. A queda do Iguaçu levanta uma poeira d’agua que ao entrar em contato com nosso corpo dá uma sensação de renovação, tanto física, quanto mental. É incrível. Se tudo der certo, voltarei lá no final deste ano para levar minha família. É imperdível”, observou o taquarense. O lugar também é conhecido por ser habitado por incontáveis quatis, criaturas que sensibilizaram a aventureira Simone de Lima: “os quatis são muito fofos. Se pudesse, eu levaria uns dez para minha casa.”, destacou Simone. Após passarem parte do segundo dia visitando as Cataratas do Iguaçu, na noite de sábado o grupo taquarense fez um tour pelos principais ambientes gastronômicos de Foz do Iguaçu. E, na manhã de domingo, entraram na Kombi aventureira rumo ao Rio Grande do Sul novamente.

O grupo taquarense reunido nas Cataratas do Igauçu

Vander dos Santos encantou-se com as Cataratas

Simone Lima em momento de integração com um quati no Parque Nacional do Iguaçu

PINTURA

FUNILARIA

MICROPINTURA

POLIMENTO

ESPELHAMENTO

MARTELINHO DE OURO

ATENDEMOS SEGURADORAS

Reparação Automotiva Av. Albino Ebling, 1421 - ERS 239, Km 53,5. Taquara - 3542.3334

2194  
2194  
Advertisement