Issuu on Google+

1. •

A PELVE APRESENTA QUATRO TIPOS DIFERENTES. QUE SÃO: ANTROPÓIDE, ANDROIDE, GINECÓIDE E A PLATIPELÓIDE. SENDO A GINECOIDE O TIPO MAIS ADEQUADO PARA A GESTAÇÃO E O PARTO.

M. LEVANTADOR DO ÂNUS: M. PUBORRETAL, PUBOCOCCÍGENO, ILIOCOCCÍGENO.

M. ISQUIOCOCCÍGENO

M. ESFÍNCTER EXTERNO DO ÂNUS

M. TRANSVERSO SUPERFICIAL E PROFUNDO DO PERÍNEO

M. ESFÍNCTER EXTERNO DA URETRA

M. ISQUIOCAVERNOSO

M. BULBO ESPONJOSO

M. LEVANTADOR DO ÂNUS, FÁSCIA PÉLVICA, COCCÍGEOS, OBTURADOR INTERNO, PIRIFORME, ESFINCTER ESTRIADO UROGENITAL LISOS URETRAIS.

PUBOCOCCÍGEO, PUBORRETAL E ILIOCCÍGEO.

REFLEXO BULBOCAVERNOSO: A ESTIMULAÇÃO DO CLITÓRIS PROVOCA CONTRAÇÃO DO MÚSCULO BULBOCAVERNOSO;

REFLEXO DA TOSSE: DURANTE A TOSSE HÁ CONTRAÇÃO ESPONTÂNEA DA MUSCULATURA DO ASSOALHO PÉLVICO;

REFLEXO ANOCUTÂNEO: A ESTIMULAÇÃO DA PELE PRÓXIMA AO ÂNUS PROVOCA CONTRAÇÃO DO ESFÍNCTER ANAL.

A SUA IMPORTANCIA FUNCIONAL É POR PARTICIPAR DA PROTEÇÃO DOS ÓRGÃOS ENCONTRADOS NA CAVIDADE PÉLVICA, PRINCIPALMENTE O ÚTERO, A BEXIGA E O RETO. PROPORCIONA AÇÃO ESFINCTERIANA PARA A URETRA, VAGINA E RETO, ALÉM DE PERMITIR A PASSAGEM DO FETO POR OCASIÃO DO PARTO. TAMBÉM ATUANDO COMO PONTO DE FIXAÇÃO PARA OS MÚSCULOS DO PERÍNEO E DOS MMII E INFLUENCIANDO ATIVAMENTE NA TRANSFERENCIA DO PESO CORPÓREO PARA OS MMII.

2.

3. 4.

5. 6.

7. 8.

9.


Atividade urogineco