Page 1

CMYK Papanduva (SC), 16 de fevereiro de 2014

Ano II

Edição 12

1

Papanduva, 16 de fevereiro de 2014

Agricultores lamentam perdas por período de estiagem

O casal de agricultores Sr. Hélio Alves da Cruz e sua esposa Maria Inês estão muito preocupados

Epagri realiza feira de pequenos agricultores >pág. 5


CMYK

2

Opinião

Papanduva (SC), 16 de fevereiro de 2014

Argentina, ruína pela política KÁTIA ABREU

Ditadura do desejo

Se há algo que me parece estranho, e que talvez não exista paralelo em nenhuma fase da evolução humana, é a confusão entre direitos, deveres, ódios e desejos. Não tenho tanta idade para saber, e nem tanta bagagem cultural para afirmar com certeza. Mas que parece que não se sabe mais o que é o quê, isso parece. Alguns desejos são direitos, alguns deveres são dispensáveis, alguns ódios são obrigatórios. Se o futuro prometia esclarecimento que libertaria, parece ter trazido mais confusão. Se há um local onde esta distorção é gritante, é no campo da educação. Em nome do “direito” de todos estudarem, e a obrigação de “toda criança na escola”, o bom aluno e o professor são obrigados a aturar uma minoria barulhenta e mimada, que não contente em destruir o próprio futuro, ajuda a destruir o futuro da maioria dos alunos de uma classe. Meritocracia, ou seja, premiar os melhores alunos com as melhores notas e fazer os piores repetirem para o seu próprio bem, virou um pecado, um atentado ao santo “dogma” de uma pedagogia que se diz de libertação, mas que condena os 95% de bons alunos a receberem o mesmo tratamento dos 5% de agitadores. Nada mais injusto. Nada atrasa mais um país e um povo. Deixamos de dar um futuro para 95% para dar uma igualdade miserável para 5%. É ou não é a receita do atraso? Dando nome aos bois, ninguém colaborou mais para o estado lamentável da educação do que o Senhor Paulo Freire. Passemos a outro tópico. Durante o ano passado, assisti estupefato ao barulho ensurdecedor de agitadores dentro do Congresso Nacional – com o apoio irrestrito da grande mídia, contra um deputado eleito democraticamente que foi eleito, novamente democraticamente, para a presidência de uma Comissão muito chinfrim. A agora famosa Comissão dos Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. Marco Feliciano foi do quase anonimato à onipresença midiática. Foi, independente das posições do deputado, um desrespeito à democracia. Durante meses, a pauta política ficou travada. O congresso não funcionou. Centenas de projetos sobre agricultura, economia, segurança, educação, deixou de ser votado simplesmente para atender o desejo de atenção de uma minoria sem representatividade que invadiu a casa de leis. E aqui não estou me referindo à militantes do movimento GLS, e sim de a manifestantes radicais são adestrados a demonizar tudo o que não controlam. Como se na ordem já não houvesse bagunça o suficiente. Ficamos nós, os milhões anônimos, reféns novamente dos desejos de uma minoria barulhenta. Danem-se os votos, dane-se o Congresso, dane-se o que a maioria pensa. Somente alguém com sérias restrições cognitivas não consegue enxergar aí um padrão de comportamento político-social. O desejo da “minoria”, e justamente por ser de uma “minoria”, controla a política nacional. A maioria é “convidada ao silêncio” e a resignação, quando não mandada calar a boca, ao mesmo tempo em que é acusada de ser antidemocrática. É ensinada que tem culpa em todos os males do mundo, que tem “dívidas históricas” no “SPC da eternidade”, e que chegou a hora de pagar. É encucada de culpa em crimes que sequer cogitou em cometer, em nome do direito de minorias sejam lá quais forem. Como se essa mesma minoria não fosse parte de uma grande maioria interessada na resolução dos problemas de segurança, educação, economia, etc. É preciso dar um basta na Ditadura do Desejo. Desejo não é direito, direito é tudo aquilo em que temos um dever em contrapartida. É preciso restaurar este equilíbrio do qual depende a própria democracia. Precisamos restaurar a voz da maioria.

Expediente

Luiz Henrique Saliba Filho

SLB Comunicação EIRELI-ME Rua John Kennedy n°2983, sala 05 Papanduva - SC E-mail: asemanapv@gmail.com Fone: (47) 3653-2725

Diretor geral: Luiz Henrique Saliba Filho

Circulação: Papanduva

Diretora comercial: Angela Kohler

Diagramação: JC Publicidades | 47 96561211

Obs.: Informes publicitários só serão publicados mediante aprovação da direção e pagamento antecipado.

É do interesse nacional do Brasil de alguma forma apoiar a Argentina, se as coisas se complicarem Alguém já disse, examinando a história, que não é verdade que as sociedades só caminham para a frente. A chance de retroceder é quase a mesma de avançar. Nada do que foi conquistado está garantido para sempre. A presente agonia da Argentina é mais uma triste lição sobre a fragilidade das conquistas humanas. No começo do século 20, a Argentina era uma das nações mais ricas do mundo, com recursos naturais aparentemente ilimitados e uma renda por habitante superior à da maioria dos países hoje desenvolvidos. Atualmente, sua renda per capita é de pouco mais de US$ 11.000 anuais, no mesmo nível dos demais países emergentes. Sua economia está em ruínas, com produção estagnada e inflação de 30% ao ano. O desabastecimento é generalizado, as reservas cambiais estão no limite mínimo de segurança, esgotando-se rapidamente. Por fim, o país está com acesso vedado a todos os mercados de crédito internacional, privados e públicos. O destino da Argentina é uma mostra apavorante do que pode fazer a loucura política. Um território pleno de riquezas e uma população educada não foram capazes de deter a destruição provocada por políticas públicas ruinosas inspiradas no populismo e na mais irresponsável demagogia. Embora tudo tenha começado pelas mãos de um homem, a ruína argentina é uma obra coletiva, uma criação de muitos governos, de muitos políticos e até mesmo de uma parte do povo. Olhar para a Argentina de hoje e para o caminho que se descortina à sua frente deve nos servir de advertência para o potencial destrutivo de decisões políticas equivocadas. As ideologias e a covardia diante de demandas insensatas podem arruinar uma sociedade por gerações. Para o Brasil, no entanto, contemplar o declínio argentino com indiferença não é uma alternativa. Como dizem os diplomatas do Itamaraty, nossas relações com a Argentina não são uma escolha, são um destino. Nossas economias têm se integrado progressivamente, apesar dos problemas. Em alguns setores, como o automobilístico, já há um alto grau de complementaridade, com um volume de comércio bilateral superior a US$ 15 bilhões. Cerca de um quarto das importações argentinas provêm do Brasil e, em grande medida, são compostas de produtos manufaturados, que não conseguimos exportar para o resto do mundo. No conjunto, temos obtido seguidos saldos comerciais, que só não são maiores em razão

de medidas protecionistas. Elas podem ser explicadas pelo rápido esgotamento das reservas cambiais argentinas e por sua incapacidade de financiar o balanço de pagamentos nos mercados financeiros. Quando penso em tudo isso, chego à conclusão de que é do interesse nacional do Brasil de alguma forma apoiar a Argentina, se as coisas se complicarem, como é previsível. Se suas reservas se esgotarem e a taxa de câmbio disparar, desorganizando a economia e provocando um nível de inflação que desestabilize a própria sociedade, teremos que ter algum plano para socorrer o nosso vizinho e destino de boa parte das nossas exportações. A grande questão é que, se forem mantidas as atuais políticas e o governo argentino continuar culpando empresários e economistas por problemas que derivam de fatores reais, qualquer ajuda será inútil. Tomar decisões difíceis nas áreas fiscal e monetária, além de abrir as instituições e o comércio para a iniciativa privada, são as escolhas que restam para salvar o país. Nesse diapasão, o eventual socorro brasileiro deve ser parte de um pacote maior, condicionado à adoção de mudanças econômicas efetivas. Se houver condições políticas para tanto, deveremos apoiar uma iniciativa internacional, que poderia ser comandada pelo FMI e pelo Banco Mundial, entidades apropriadas para gerir programas de resgate. É preciso pensar nessas ou em outras formas para apoiar a Argentina nos ajustes necessários na sua economia. É novamente uma emergência. Porém, desta vez, as medidas têm que ser de longo prazo. Mas o Brasil não tem o direito de fazer recomendações a um país soberano, orgulhoso de seu direito de errar. Nada vai adiantar se a Argentina não se ajudar.

KÁTIA ABREU, 51, senadora (PMDB/TO) e presidente da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), escreve aos sábados nesta coluna


CMYK

3

Papanduva (SC), 16 de fevereiro de 2014

Radar

Novo engenheiro Papanduvense Aconteceu no último dia 8 de fevereiro (sábado) em Itajaí, a solenidade de formatura do amigo papanduvense Jorge Falchetti Filho. Ele é filho de Jorge e Lindaci Falchetti e formou-se no curso de Engenharia Civil da Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI. Seus familiares mandaram a seguinte mensagem:

Jorge, A felicidade por sua formatura é merecida pelo esforço e dedicação de muito tempo. Que o futuro reserve muitos anos de sucesso e prosperidade. Parabéns!

Por Luiz Henrique Saliba Filho saliba.jornalismo@hotmail.com

Vereadores pedem providências para excesso de poeira

Os vereadores Girseliano Moreira da Silva (PSD), Cezar Augusto Bussularo dos Santos (PP), Alóis Mikalovicz (PP), e Valdecir Vaneski (PSB) encaminharam expediente ao Superintendente da Concessionária Autopista Planalto Sul, o Senhor Antônio César Saas, solicitando informações das medidas que serão tomadas para amenizar o excesso de poeira, na marginal do Km 54 e 55, no Município de Papanduva. Segundo informações, já foi solicitada a essa Concessionária a implantação de agente antipó, mas até o momento nenhuma providência foi tomada. Neste trecho residem aproximadamente 30 (trinta) famílias e as casas ficam a maior parte do tempo com as portas fechadas para evitar o contato com a poeira, que se agrava com o intenso tráfego de veículos. As obras das marginais da BR-116 são exclusivas da Autopista Planalto Sul.

Vereador Djana questiona qualidade da água fornecida aos papanduvenses

A Vereadora Djana Matioski (PDT) solicitou cópia do resultado da análise da água do Município de Papanduva, realizada no mês de janeiro de 2014, até a presente data. A solicitação se faz necessária considerando à preocupação dos moradores, que questionam se a falta constante de energia elétrica, não compromete o processo de tratamento da água. Alguns alegam que a água vem com um tom amarelado, e que precisam ferver por 10 minutos para beber.

Empresa papanduvense de CDL obriga a prefeitura a cancelar alvará Vereador Alóis Mikalovicz (PP) quer Distribuição de gás recebe titulo de feira de produtos sem impostos A Câmara de Dirigentes Lojistas de Papanduva foi pega ajuda para agricultores do Guarani Diamante Azul da Ultragaz de surpresa coma notícia de que uma feira com produtos Alóis Mikalovicz (PP) indicou a necessidade da elaboração duvidosos se instalaria em Papanduva. A “Feira do Brás” já tinha conseguido até alvará da prefeitura, o que deixou muitos lojistas indignados com a situação. Mas a CDL não engoliu o sapo: enquadrou a administração municipal mostrando por “A mais B” a injustiça que estava acontecendo com os lojistas locais, e conseguiram que o alvará da feirinha fosse caçado. Em e-mail ao jornal A Semana, Andreia Simões da Silva, gestora executiva da CDL afirmou que “A CDL que é uma instituição que trabalha em função dos Lojistas irá trabalhar para que isto não volte a acontecer, pois o fato se torna uma injustiça com os lojistas que pagam os impostos em dia e contribuem para o crescimento econômico do Município”.

Deputado Dreveck é reconhecido como um dos campeões de repasses aos municípios

Durante o discurso da abertura XII Congresso Catarinense de Municípios em Florianópolis na noite desta terça-feira (11), o governador Raimundo Colombo voltou a reconhecer o trabalho do deputado Silvio Dreveck (PP) na resolução da política de repasse de ICMS do programa PRODEC aos municípios. De acordo com dados do governo, graças a esta resolução os municípios receberam até agora mais de R$ 200 milhões. Um dos objetivos do Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense (PRODEC) é dar incentivo às empresas que estão sendo criadas, estabilizadas ou ampliadas através da postergação do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). O ponto questionável desta postergação foi que o governo estadual acabou retirando os 25% do ICMS que pertenciam aos municípios. O valor era devolvido com uma média de quatro anos de atraso.

de um Projeto de Lei que conceda auxílio financeiro à Associação de Desenvolvimento da Microbacia do Rio Guarani, no valor mensal de R$ 6.500,00 (seis mil e quinhentos reais), para a manutenção e incentivo as famílias integradas e que possam desenvolver novas práticas agrícolas, melhorando assim, a renda e a qualidade de vida dos pequenos agricultores.

Vereador Valdecir Vaneski (PSB), conhecido como Branco, demonstra preocupação com estado das estradas em sua atividade na câmara

O vereador Valdecir Vaneski (PSB) demonstrou na sessão da última terça-feira, a necessidade urgente de serviços de patrolamento e cascalhamento, na estrada que dá acesso as propriedades das famílias Schampchack, Oracz e Holles, na localidade da Pratinha. O vereador considerou a extrema dificuldade de cerca de quinze famílias produtoras estão tendo para escoar a safra, devido à péssima conservação da estrada naquela localidade. Também indicou a necessidade de duas lombadas, na Rua Vereador Antônio Santo Ribas, no Bairro São Cristóvão, nas imediações da residência do senhor José Eraldo Zieslinscki. Segundo o vereador, a indicação se fez necessária devido o grande fluxo de veículos com velocidade acima do permitido para o local, causando riscos aos moradores do bairro.

Vereador Cezar Santos faz indicações referentes à má qualidade das estradas e ruas

O vereador Cezar Augusto Bussularo dos Santos (PP), a pedido dos moradores, indicou a confecção de lombada na Rua Francisco Martins Hass (50 metros após o calçamento no acesso da AABB). Segundo o vereador, há uma “lombada fantasma” no local, tendo em vista que as placas indicando lombada foram colocadas a mais de 06 (seis) meses, mas a lombada “só aparece em noites de lua cheia”. O popular “Cezinha” também vem indicando a necessidade de patrolamento e encascalhamento (03 caçambas de cascalho) na estrada da Localidade do Palmito/ Arroio Fundo, com início na propriedade do Sr. Telmo Marqueti até a propriedade do Sr. Dirceu Gonçalves de Lima.

A empresa Tem Gás, revenda Ultragaz vem passando por rigorosas avaliações, e conseguiu conquistar o premio tão esperado pelas revendas da Ultragaz. Atingindo a pontuação máxima entre os mais de 60 itens avaliados pela empresa, desde administração até atendimento ao consumidor, A Tem Gás conquistou o titulo Revenda Diamante Azul por excelência em crescimento e desenvolvimento da empresa Ultragaz. Os proprietários Denise e Ademilton Albino comentaram que através deste titulo conquistaram também uma vaga dentro da Academia Ultragaz em São Paulo e um ano de curso e aperfeiçoamento para que eles possam aprender mais para poder atender sempre melhor. Denise ainda ressalta que “O titulo Diamante Azul trouxe para nós a certeza que fazemos o nosso trabalho com muito amor e respeito a todos. Dedicamos a você clientes amigos e colaboradores, pois sem vocês este titulo não seria possível”. Parabéns a empresa Tem Gás de Papanduva!


CMYK

4

Papanduva (SC), 16 de fevereiro de 2014

Geral

Agricultores sofrem com estiagem, e lavoura tem perdas consideráveis

Sr. Hélio Alves da Cruz e sua esposa Maria Inês

O agricultor Alceu Poma, planta soja, feijão e milho na localidade de Palmito O período de forte calor e chuvas irregulares trouxe preocupação aos agricultores Papanduvenses. Eles temem não conseguir cumprir os compromissos de financiamento, já que parte de algumas culturas estão sendo perdidas. O casal de agricultores Sr. Hélio Alves da Cruz e sua esposa Maria Inês estão muito preocupados. Segundo eles, o investimento na plantação todo ano é muito alto, e nem sempre a produção consegue cobrir todos os gastos. Eles afirmam que a produção da lavoura já esta comprometida em mais de 50%. “A expectativa agora é que a chuva venha, e que o clima volte ao normal, para que pelo menos amenize os prejuízos”, diz Hélio Alves da Cruz. O agricultor Alceu Poma, planta soja, feijão e milho na localidade de Palmito e também Queimados. Está muito preocupado com a forte

estiagem que assola nossa região há vários dias. Segundo informações, sua plantação também esta praticamente 50% prejudicada. “Minha maior preocupação é em pagar as contas, pois nós fazemos as prestações de trator, plantadeira, os insumos, financiamentos... Meu Deus esta estiagem esta acabando com o ganha pão do agricultor! Se continuar esta seca a colheita não chega a pagar o que eu investi” – lamenta. O agricultor Gláucio Iankoski, da localidade de Queimados, também mostrou preocupação com este momento. Pois com a estiagem que vem prejudicando as lavouras, também teve seu plantio prejudicado. “O cumprimento de contratos e financiamentos fica prejudicado”, afirma Gláucio. Ele faz ainda um apelo de ajuda do governo para os agricultores que enfrentam este problema.

O técnico agrícola Fabio Bileski, por telefone, nos contou que “não há uma cultura afetada mais ou menos afetada, o prejuízo ocorreu com todos os tipos de plantação”. Segundo o engenheiro agrônomo Valdeci Castagnetti, já são 25 dias sem chuva considerável no planalto norte de Santa Catarina e também esta seco nas regiões Centro Oeste Sudeste e Sul do Brasil. Nos municípios do Planalto Norte de SC, esta falta de chuva já causaram danos irreversíveis nas principais culturas implantadas, principalmente soja e milho. “A nossa recomendação para aqueles produtores que contrataram seguro Agrícola ou PROAGRO e acham que vão ter prejuízo devido a este fenômeno climático (seca), procurem seu engenheiro agrônomo ou assistente técnico que o mesmo vai orientar como acionar os mecanismos de seguro de sua lavoura”.

Engenheiro agrônomo Valdeci Castagnetti

EPAGRI emite tendência para o clima de 18 a 28 de fevereiro de 2014 No período a previsão é de chuva mais frequente em SC, alternando com alguns dias mais firmes com ar seco e predomino de sol. No litoral e setor norte do Estado devem ocorrer os maiores acumulados de chuva, e no Oeste e Meio Oeste o período será

Comercial Itália - 47 3653 2121

mais seco com pancadas muito isoladas de chuva (volume entre 3 e 5mm) entre os dias 21 e 22, devido à passagem de uma frente fria. A partir do dia 18/02 as temperaturas voltam a se elevar no Estado, mas não há previsão de calor intenso.


CMYK Papanduva (SC), 16 de fevereiro de 2014

Polícia/Geral

CIDENTE DE TRANSITO - CARRO X MOTO

No último domingo dia 09 de fevereiro, no domingo dia 09 de fevereiro, por volta das 20h, aconteceu um acidente envolvendo um carro Fiat Punto, com placas de Campina Grande –PR, e moto Honda Biz, com placas de Papan-

duva, na Rua Sérgio Glevisnki, centro. O Corpo de Bombeiros atendeu a este acidente , e o condutor do Fiat Punto R.G. de 25 anos nada sofreu. A condutora da moto Honda Biz A.B. de 27 anos apresentava sinais vitais normais,

mas sentia fortes dores na região costal, escoriações generalizadas nas pernas e braços e que após ser atendida pelos Bombeiros foi conduzida ao pronto socorro do Hospital São Sebastião de Papanduva, para atendimento médico.

Em reunião nesta terça-feira (6) no gabinete do deputado Silvio Dreveck (PP), o diretor de relações institucionais da operadora TIM/ Sul, Cleber Rodrigo Affanio, garantiu que a operadora irá disponibilizar internet gratuita nas escolas rurais de Santa Catarina. A implantação deve acontecer juntamente com a ampliação da cobertura do sinal no estado, conforme compromisso assumido pela operadora na CPI da Telefonia Móvel de SC presidida por Dreveck. No Termo de Compromisso das Operadoras, assinado no final da CPI, a TIM comprometeu-se em fornecer cobertura de sinal na área rural catarinense em um raio de 30km da sede do município, seguindo parâmetros adotados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Até o final de 2015 a operadora deverá ter cobertura de sinal em todos os municípios catarinenses. Neste ano a cobertura deve chegar a 170 municípios.

AGILIDADE NA CONCESSÃO DE LICENÇAS AMBIENTAIS O diretor da Tim solicitou apoio ao deputado e ao presidente da FATMA para que os processos de concessão de licenças ambientais de antenas sejam priorizados no órgão. A preocupação do diretor é em relação a quantidade de antenas que precisam ser instaladas para cumprir a meta de cobertura até o final deste ano.

TELEFONIA EM NOVA TRENTO Durante a reunião, lideranças de Nova Trento reforçaram o pedido de cobertura de sinal na área rural do município. O diretor da TIM afirmou que o município está no primeiro lote das ampliações e deve receber a cobertura até o final deste ano. Estavam presentes o prefeito Gian Voltolini, o vereador Jucelino Chini e a Secretária Adjunta de Bem Estar Social e Habitação Elza Casagranda.

Diretor da Tim garante internet gratuita em escolas rurais catarinenses

5

EPAGRI realiza feira da agricultura familiar de Papanduva

Inaugurada no dia 23 de novembro de 2013, a Feira da Agricultura Familiar de Papanduva é um sucesso. Depois de um longo período de planejamento, com a participação de todos os envolvidos, foi construído um Regimento interno que segundo a Engenheira Agrônoma da EPAGRI Bernadete Grein “norteará as atividades e auxiliará a manutenção da ordem”. Segundo o Presidente Anderson José Bernardi, são aproximadamente 11 famílias participando. O presidente lembra ainda que quem quiser participar com seus produtos na feira deve entrar em contato com a comissão e que todos são muito bem vindos, aumentando assim o leque de opções para os consumidores. A feira conta com bancas que oferecem artesanato, panificados, hortaliças de época convencionais e agroecológicas, com excelente aceitação pelos consumidores. Maria Olice (Lila) que faz parte do grupo agroecológico nos contou que algumas das famílias são ex-fumicultores que hoje fazem parte deste grupo e que estão muito satisfeitos. Outro participante da Feira, Miguel Fernandes dos Santos lembra que mesmo sendo de inicio o movimento esta muito bom, e que algumas pessoas dizem que não sabiam da feira, então ele faz um apelo “para quem já foi até a feira avise os vizinhos e amigos para irem conhecer“. Miguel lembra ainda que a Feira é de grande importância para estas famílias financeiramente. No momento a grande dificuldade destes agricultores é a falta de água. A Engenheira Agrônoma da Bernadete falou da sua satisfação em ver a alegria estampada nos rostos dos agricultores e agricultoras familiares, ressaltando que a implantação da feira foi a realização de um sonho esperado pelos olericultores do município. Bernadete conta também sobre a boa aceitação que a feira vem recebendo dos consumidores locais, com aumento no volume vendido a cada sábado. A Feira da Agricultura Familiar acontece todo sábado entre 8 da manhã e 2 da tarde, próximo a Praça da Liberdade no Centro de Papanduva.


CMYK

6

Papanduva (SC), 16 de fevereiro de 2014

Espaço Mulher BARRIGA PARA DENTRO EM UMA SEMANA Fabiane Vatraz asespacomulher@hotmail.com

Dá para desinchar o abdômen em poucos dias comendo alimentos termogênicos e anti-inflamatórios. O Espaço Mulher te ensina como LEITE E DERIVADOS: por conterem proteína de difícil digestão, fermentam no estômago causando estufamento, gases e distensão abdominal. Também aumentam o processo inflamatório. GLÚTEN E DERIVADOS: Cevada, centeio, trigo, aveia e malte podem liberar diversas substâncias pró-inflamatórias.

POTÊNCIA MÁXIMA Para dar um fim rápido na barriga saliente você pode aliar à dieta funcional porções de alimentos termogênicos que aumentam a temperatura corporal e aceleram o metabolismo. São eles: gengibre, canela, açafrão, pimenta, vegetais de coloração roxa, chá verde, chá branco, folhas verde-escuras e legumes. O Espaço Mulher pesquisou e descobriu que existem outros aceleradores: suco de limão (ajuda a quebrar o acúmulo de gordura), melancia (aumenta a sensação de saciedade e colabora na digestão), abacaxi (auxilia na eliminação de toxinas, diminuindo o inchaço abdominal), alface e agrião (ricos em fibras). Beber muita água também é fundamental. Além de reduzir a retenção de líquidos, lubrifica as paredes intestinais, facilitando a eliminação de toxinas.

CARBOIDRATOS SIMPLES: Pães, massas e bolachas de farinha branca e açúcar comum elevam o pico de glicose e, consequentemente, liberam uma grande quantidade de insulina, um tipo de hormônio que favorece o acúmulo de gordurinhas na região abdominal.

BEBIDAS ALCOÓLICAS: Transformam-se rapidamente em açúcar no sangue, aumentando a gordura da barriga. EXCESSO DE SÓDIO: Favorece a retenção de líquidos, provocando inchaço nos braços e nas pernas, o que dá a impressão de estar mais gorda.

CARDÁPIO ANTI-BARRIGA

Ele foi elaborado pela nutricionista Mariana Duro, de São Paulo, e tem 1200 kcal diárias. O Espaço Mulher recomenda. Confira:

CARDÁPIO ANTI-BARRIGA CAFÉ DA MANHÃ Opção 1: 1 fatia de melão + 1 xícara (chá) de chá de hortelã + 1 fatia de pão integral ou pão sem glúten Opção 2: 1 laranja-lima + 1 xícara (chá) de chá de alecrim + 1 tapioca + 3 fatias de mussarela de búfala Opção 3: 1 xícara (chá) de chá de cavalinha + 1 taça de salada de frutas + 2 colheres (sopa) de flocos de quinoa + 1 unidade de iogurte de soja

FUJA DO EFEITO BALÃO Sabe aquela sensação de estar empanturrada que aparece mesmo quando comemos pouco? A culpa pode ser de alguns alimentos. Veja a lista:

LANCHE DA MANHÃ Opção 1: 200 ml de suco de maracujá batido com couve Opção 2: 1/2 abacate pequeno amassado com uma pitada de canela em pó Opção 3: 200 ml de água de coco + 2 castanhas-do-pará ALMOÇO Opção 1: 1/2 prato de mix de folhas verdes + 2 colheres

(sopa) de arroz integral + 1 colher (sopa) de feijão-azuqui + 1 pedaço médio de carne assada + 2 colheres (sopa) de mix de legumes no vapor (brócolis, couve-flor e cenoura) Opção 2: 1 pires de broto de feijão + 1/2 tomate em fatias + 1 colher (sopa) de grão-de-bico cozido + 1/2 cebola roxa picada + 2 colheres (sopa) de purê de batata-doce + 1 filé médio de peixe assado com alecrim + 2 fatias de abobrinha grelhada Opção 3: 1/4 de prato de alface + 1 pires de couve crua em fatias + 1 colher (sopa) de beterraba ralada + 2 colheres (sopa) de ervilha fresca + 2 pegadores rasos de macarrão de arroz com molho ao sugo + 1 sobrecoxa, sem pele, assada com gengibre e alho LANCHE DA TARDE Opção 1: 1 xícara (chá) de chá verde + 1 fatia de bolo de fubá simples Opção 2: 1 xícara (chá) de chá branco + 6 cookies integrais ou sem glúten Opção 3: 1 xícara (chá) de chá vermelho + 1 fatia de pão integral ou pão sem glúten + 1 colher (chá) de geleia sem açúcar JANTAR Opção: 1/2 prato de alface + 1 prato (sobremesa) de mix de legumes no vapor (vagem, cenoura, tomate e chuchu) + 1 batata pequena cozida e picada + 1 lata de atum sem o óleo Opção 2: 1 tigela de sopa de legumes com frango desfiado e arroz integral Opção 3: 1/2 prato de mix de folhas verdes + 2 colheres (sopa) de arroz 7 grãos + Omelete (feita com 2 ovos, salsinha, tomate e cebola) CEIA Opção 1: 1 fatia grossa de abacaxi Opção 2: 1 maçã com casca Opção 3: 8 morangos


CMYK

7

Papanduva (SC), 16 de fevereiro de 2014

Espaço Mulher BARRIGA PARA DENTRO EM UMA SEMANA Fabiane Vatraz asespacomulher@hotmail.com

gordura na região. Mas nada de exagerar na quantidade: apenas três colheres de sopa por dia são suficientes.

15. Invista nas frutas vermelhas: Morango, jabuticaba, melancia e uva roxa, por exemplo, são poderosíssimas no combate à gordura localizada, pois contêm na casca substâncias com ação antioxidante. Elas mantêm o sistema circulatório tinindo, melhorando a irrigação dos tecidos e ajudando a secar o abdômen. Consuma uma ou duas xícaras por dia, mas sem adicionar açúcar. Aliados a essa dieta, o Espaço Mulher recomenda ainda algumas dicas importantíssimas para você mulher conseguir eliminar de vez a barriguinha indesejada: 1. Mastigue bem os alimentos: Dessa maneira, você facilita a digestão e evita o inchaço da barriga.

2. Faça seis refeições por dia: O ideal é que de 3 em 3 horas você coma alguma coisa. O intuito é não deixar o estômago vazio para que você não coma muito em uma única refeição!

3. Torne o seu dia a dia mais leve: O cortisol, hormônio liberado em situações de tensão, favorece o acúmulo de gordura abdominal. Então, relaxe mais. 4. Fique de olho nos rótulos: Observe os alimentos que contêm muita gordura trans, que estufa a barriga, evite-os.

5. Modere no consumo de alimentos que fermentam: Os principais são: feijão, couve-flor, brócolis e repolho. 6. Deixe os enlatados de lado: E os embutidos também! Eles têm muito sódio e provocam retenção de líquido.

7. Não beba durante as refeições: Esse hábito dilata o estômago. Evite ainda as bebidas com gás, que estufam a barriga. 8. Reduza o consumo de carne vermelha: Esse alimento leva mais tempo para ser digerido.

9. Aumente a ingestão de fibras: Elas melhoram o funcionamento do intestino e reduzem o índice glicêmico. Isso evita a produção excessiva de insulina, hormônio que estimula o organismo a estocar gordura.

10. Beba chá branco todos os dias: Um estudo realizado recentemente na Alemanha constatou que o consumo diário da bebida ajuda no combate à obesidade e reduz a gordura abdominal. Tome uma xícara de chá 30 minutos após o almoço e o jantar. Não adoce com açúcar.

11. Invista em ingredientes anti-inflamatórios: Gengibre, pimenta vermelha e chá verde, que previnem o acúmulo de gordura abdominal, são alguns deles.

12. Consuma proteínas magras: Peito de frango e peixes são alguns exemplos. Pesquisas comprovam que um cardápio rico nesse nutriente ajuda a afinar a cintura. 13. Acrescente mostarda ao seu cardápio: Pesquisadores britânicos adicionaram ½ colher (chá) do ingrediente nas refeições de um grupo de pessoas e comprovaram que o metabolismo delas se acelerou, colaborando principalmente para a perda de gordura abdominal. 14. Troque o óleo pelo azeite: As gorduras monoinsaturadas, presentes nesse alimento, evitam o acúmulo de

16. Tome suco de limão: A fruta ajuda a secar as gordurinhas graças ao ácido cítrico, que acelera o metabolismo. Além disso, o limão contém pectina, substância rica em fibras solúveis que proporcionam sensação de saciedade. Mais um ponto a favor para quem não quer acumular aquelas gordurinhas irritantes na região da barriga.

17. Aposte na maçã: Rica em vitamina C e fibras, ela auxilia no metabolismo das gorduras e no bom funcionamento do intestino. Já a pectina presente nessa fruta torna a digestão mais lenta. Resultado: você sente menos fome, come menos e, assim, afina a cintura! Foto maçã e foto abacate ( pode ser as duas juntas, uma ao lado da outra) pequena também! 18. Coma abacate. Apesar de calórica, essa fruta é rica em gordura monoinsaturada, que ajuda a reduzir o pico de insulina (hormônio que provoca o armazenamento das calorias extras na forma de gordura localizada). Mas não exagere na dose: o ideal é comer apenas três colheres de sopa, de preferência em dias alternados da semana. Depois dessa matéria, quero ver todas as minhas leitoras com a barriguinha sequinha hein!! =D Mãos à obra!! E até a semana que vem!! Beijos a todas!


CMYK

8

Papanduva (SC), 16 de fevereiro de 2014

'Deu no Face'

Por Altanir Dominiak

ALUGANDO. Quem já pagou aluguel sabe que as relações entre locador e locatário vão muito além das formalidades e termos de um contrato. Dessa relação podem surgir amizades duradouras ou por outro lado, brigas e contestações que podem parar na justiça. E não é que em nossa cidade surge uma história que seria digna dos entreveros entre o “Sr. Barriga” e “seu Madruga”. Estou falando nada mais, nada menos do “inquilino” mais “desejado” da cidade, ela mesmo, a Prefeitura Municipal de Papanduva, que para abrigar parte de sua estrutura (policlínica, defesa civil, casa da cultura, biblioteca, tele centros etc.) precisa locar vários imóveis. Neste caso, tudo transcorria normalmente pela “vila” até o momento que o inquilino resolveu entregar o imóvel, porém passando alguns dias, o proprietário cansado de esperar, ficou bravo tal qual o Sr. Barriga quando vai cobrar os 14 meses de aluguer do “seu Madruga”, e resolveu expor no facebook as obrigações que o inquilino deixava de cumprir ao deixar o imóvel, dentre elas a total desocupação e entrega das chaves, a falta da pintura que consta no contrato e até mesmo um mês de aluguel que ainda estava pendente. Sendo assim desejamos boa sorte ao novo locatário e aos demais espalhados pela cidade, para que cenas de comédias mexicanas não voltem a tirar o sono dos proprietários de imóvel em Papanduva. ALUGANDO II. As constantes reclamações dos internautas Papanduvenses à respeito da falta de água finalmente chegaram aos ouvidos dos responsáveis, que neste último sábado usaram o espaço na rádio para dissertar sobre o assunto. Dentre justificativas pelo injustificável e promessas de maravilhas futuras, tal qual a empresa da “luz” sempre faz, o que chamou atenção foi o argumento em relação ao gerador de energia. Conforme dito, o gerador apresentou defeito e conseqüentemente o serviço de fornecimento de água não pode ser mantido durante as quedas de energia. Mas como assim, o equipamento apresenta defeito no primeiro mês? Não poderiam alugar um equipamento novo pelo menos? Não tem nenhuma cláusula no contrato que contemple a substituição do equipamento ou multa caso o mesmo apresente defeitos? Desta forma, o jeito será mesmo esperar os 6 à 8 meses conforme o prometido para que tudo se resolva em Papanduva, coincidentemente esse prazo será às vésperas de uma eleição, mas isso deve ser só coincidência mesmo.

MASCARADOS. Talvez o assunto mais comentado nas redes sociais nesta semana foi a morte do jornalista que trabalhava registrando uma “manifestação” no Rio de Janeiro, sendo este atingido covardemente por um rojão. Tal fato além de atentar contra a liberdade de imprensa mancha o histórico de movimentos populares no Brasil que nos últimos cinquenta anos. Esse bando de mascarados que agora vemos, por não terem votos suficientes, muito menos argumentos, tentam chegar ao poder através de golpes. Desta forma deixo aqui meu repúdio a todo e qualquer babaca que não tem coragem de mostrar a cara, tanto no mundo real quanto no virtual, onde também não é difícil de encontrar covardes que se escondem atrás de perfil falso para atacar a reputação das pessoas de bem da comunidade. Então se alguém acha que atrás de uma máscara ou de um perfil falso tem a legitimidade de reivindicar alguma coisa, fica o recado tirado da própria Constituição Federal de 1988: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;”

SIGNOS. Nunca fui ligado à astrologia muito menos à astronomia, mas desta vez é preciso registrar a criatividade do setorial jovem de um partido político da nossa cidade. A página que em determinados momento faz duras críticas à atual administração, ultimamente tem recorrido mais às sátiras para passar o seu recado e têm obtendo êxito na sua missão. Parabéns aos administradores da página por contribuírem com um Facebook mais divertido. PRECONCEITO. Parece brincadeira, mas não é, partiu de uma professora universitária uma publicação ofensiva mostrando uma foto onde um cidadão de bermudão aguardava tranquilamente seu voo no aeroporto. A infeliz dizia que o aeroporto parecia uma rodoviária e que tinha perdido o “glamour” de voar, pois teria que dividir o avião com “esse tipo de pessoa”. Rapidamente as amiguinhas igualmente idiotas replicaram os comentários curtindo a atitude da amiga, porém o que elas não esperavam é que seus comentários ganhassem repercussão e repúdio nacional. Para o azar da “madame” o rapaz de bermudão é advogado e vai abrir processo contra ela por difamação e provavelmente a justiça determinará uma bela indenização. Casos como esse demonstram que o preconceito, não só de raça, como o de classe social segue enraizado em setores da nossa sociedade. Assim seguimos em frente esperando que essa praga do preconceito um dia desapareça. Um abraço e até a próxima A Semana.

Saúde Como cuidar da Saúde Mental De acordo com a Organização Mundial de Saúde, nos dias de hoje mais de vinte milhões de brasileiros necessitam de acompanhamento psicológico. Apesar de se tratar de um número considerável, a maioria dessas pessoas não busca ajuda profissional, seja por falta de informação ou mesmo por desinteresse. Esse descaso acaba por agravar cada vez mais o quadro sintomático, acarretando em um prejuízo que atinge diretamente a vida dessa pessoa, visto que afeta toda a esfera biopsicossocial do individuo. Sintomas de ordem psicológica tais como o stress, oscilações de humor, baixa autoestima, sentimento de vazio, ansiedade, dificuldade em aceitar perdas, entre outras, estão cada vez mais comuns. Já se sabe que esses problemas acabam provocando diversos problemas orgânicos, como úlceras gástricas e intestinais, doenças da pele e diabetes, são as chamadas doenças psicossomáticas, que se tratam de distúrbios físicos causados por transtornos psicológicos e sociais. Devemos criar o hábito de nos preocuparmos mais com nossa saúde mental tanto quanto nos preocupamos com nossa saúde física. Muitas vezes buscamos fórmulas mágicas para solucionar nossos conflitos, mas quando se trata de entrarmos em contato com nós mesmos e com aquilo que sentimos, somos resistentes. Normalmente isso se dá pela dor que estes sentimentos guardados causam, sendo mais fácil tentar esquecê-los. É imenso o número de pessoas que chegam aos consultórios de psicologia em busca de algo que justifique aquilo que sentem, um nome que encerre a dor, o medo, as dúvidas, angústias e, por vezes a culpa que as afligem. Mas é necessário lembrá-las de que isto nem sempre é fácil, visto que para que haja de fato uma evolução terapêutica, o paciente deve compreender o que se passa com ele ser responsável por seu tratamento, atribuindo assim, um sentido ao sofrimento. Quem de nós nunca digitou no Google frases como “sintomas de ansiedade” ou “como saber se tenho depressão?”? E o fazemos movidos pelo desejo de quantificar e medir características pessoais e comportamentos. Não que isso não tenha alguma validação ou não possa ser usado para nos ajudar a entender o que nos acomete, mas há ocasiões em que as palavras impressas em um artigo científico ou ditas por um profissional através de seu blog podem possam soar como uma espécie de sentença, promovendo assim, uma desastrosa rotulação. Devemos nos lembrar de que somos diferentes uns dos outros e, o mais importante, que essa diferença nos define. Portanto, devemos esquecer a ideia de que existe um manual para nos curar de um sentimento que está guardado dentro de nós há anos. Assim como quando vamos ao nutricionista e pedimos para que ele nos prepare uma dieta que combine com nosso dia-a-dia, funciona o cuidado com a mente, somos singulares e necessitamos de um cuidado igualmente singular. Ao encaramos tudo isso, admitindo as adversidades e aprendendo a trabalhar tanto as emoções positivas quanto as negativas, bem como a conhecer nossas limitações e, quando julgar necessário, pedir socorro a outro, aí sim estaremos cuidando de nós mesmos por completo e zelando por nossa saúde mental.

Bruna Luana Souza CRP/SC 12/12183

BEM VINDA. Nada como um dia após o outro para revermos nossos conceitos e atitudes, isso vale para os “reclamões” de plantão que viviam falando mal da chuva e agora cobram São Pedro, exigindo um pouco de água para encharcar o solo papanduvense. Seguindo nesta linha, não é difícil achar publicações de pessoas oferecendo recompensa para quem trouxer um índio especialista em dança da chuva além de fazer outras simpatias para atrair água. A situação que no início parecia apenas brincadeira agora começa a tomar um aspecto mais sério devido à provável quebra na safra, que se confirmar trará prejuízos enormes não só para os agricultores, mas também para a arrecadação de tributos no município.


CMYK

9

Papanduva (SC), 16 de fevereiro de 2014

Espaço Jurídico

Empreendedorismo

A Alienação Parental e Revolta Pro-Famulus

SuperAÇÃO

Segundo o art. 2º do ECA: Considera-se criança, para os efeitos desta Lei, a pessoa até doze anos de idade incompletos, e adolescente aquela entre doze e dezoito anos de idade. Minhas escusas, esqueci de explicar. ECA é a sigla para o Estatuto da Criança e do Adolescente. Nesta Lacônica postagem, gostaria de explanar algumas situações quanto a alienação parental, em especial, o que é, e qual o mal que pode trazer para a formação psicossocial de uma criança e/ou adolescente. A palavra, famulus, vem do latim, e significa, família. A família, nada mais do que a cédula tronco para a formação de uma jovem. Neste diapasão, quando relato família, refiro-me de maneira genérica, ou seja, aquele seio formado por pais héteros, homossexuais e de segundo grau (linha reta=avós; linha colateral=tios). Porém, o presente texto relata sobre a alienação parental e o seu reflexo para com a sociedade. A alienação parental, em suma, refere-se ao fato de um dos genitores denegrir a imagem da outra figura do genitor e, muitas vezes, quando há a ruptura da relação conjugal. O Art. 19. do ECA prevê que “toda criança ou adolescente tem direito a ser criado e educado no seio da sua família e, excepcionalmente, em família substituta, assegurada a convivência familiar e comunitária, em ambiente livre da presença de pessoas dependentes de substâncias entorpecentes.” Mas o que vemos, nos dias atuais, são pais e mães que utilizam de seus filhos como meio de ferir o ex cônjuge (companheiro) pelo fato único de que, a relação anteriormente havida, não mais prospera. Infelizmente, quando tais jovens, imaturos, são colocados em tal situação, pode fazer com que sua convicção de sociedade seja, severamente, abalada, posto que, ao serem guinados a situações como esta, acabam por esquecer que a base social do ser humano, decorre do seio familiar. Caminhamos gradativamente a uma sociedade totalmente desprovida de qualquer pudor quanto ao relacionamento dos pais com os filhos e, assim, deixamos os mesmos, a mercê de pessoas que venham a tornar-lhes seres desprovidos de qualquer significado humanitário. Casos são frequentes onde, a mãe ao castigar o filho, recebe do pai uma crítica porque “ele é apenas uma criança, não sabe o que está fazendo. Calma

filho, venha aqui no colo do pai. A mamãe brigou? Não se preocupa, ela é má.” E vice-e-versa. Mas se analisarmos cada caso de uma maneira com maior frieza, podemos ver que, tal situação apenas expõe nossos jovens a figuras externas que venham a comprometer a sua evolução digna para o meio social. De uma maneira resumida, podemos dizer que o ato de alienação parental é a interferência na formação psicológica da criança ou do adolescente promovida ou induzida por um dos genitores, pelos avós ou pelos que tenham a criança ou adolescente sob a sua autoridade, guarda ou vigilância para que repudie genitor ou que cause prejuízo ao estabelecimento ou à manutenção de vínculos com este. A Alienação Parental, é frequentemente associada à ruptura da relação conjugal, gerando em um dos genitores um comportamento e sentimento de vingança. Assim, cumpre, não somente aos pais, como toda a sociedade, buscar o apoio e desenvolver psicológico de nossas crianças que, hoje, consideramos o futuro de nossa nação. Para finalizar, relato o pensamento que sempre tive de que “o filho que não damos a devida atenção hoje, com toda a certeza, se o homem (mulher) de amanhã, que sofrerá com os grilhões da sociedade”.

Aparício Silva Netto OAB/SC 28.819 Rua Ten. Ary Rauen, 975. Papanduva/SC. Tel. (47) 3653-1484 Cel. (47) 9156-9604 / 9151-7656

Quem nunca se deparou com um problema de difícil solução? E o que você fez? Desistiu ou superou? A vida é carregada de momentos de desafio, nem sempre vivemos em um “mar de rosas”. Nossa condição humana é assim, uma hora estamos por baixo e outra nos levantamos e seguimos em frente. No mercado empresarial não é diferente, é necessário se reinventar o tempo todo, buscar as melhoras soluções e seguir rumo ao sucesso. Imprevistos, dívidas e burocracias costumam testar a determinação dos empresários, que precisam estar preparados para isso. Ser otimista e não se abater com os pr imeiros problemas é primeiro passo do sucesso. É importante persistir, nunca desista fácil de qualquer adversidade. Estabelecer limites e saber planejar todos os passos é um processo de segurança muito recomendado, antes mesmo de começar a resolver algo, é importante para saber quando é hora de recuar, caso a solução necessite de outro rumo a ser tomado. Mantenha os olhos sempre abertos para novas oportunidades. É preciso estar pronto para superar cada nova conquista, autonomia e autoconfiança são as características mais valiosas para empreendedores. Se as coisas não derem certo, repense e peça ajuda, se precisar. SUCE$$O E TRABALHO

GUILHERME GRUBER MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV, especialista em Marketing Empresarial pela UFPR, graduado em Comunicação Social – habilitação em Publicidade e Propaganda. Capacitado em Life and Executive Coaching pela Comece a Viver®. Empresário, Consultor de Negócios e Diretor de Assessoria de Imprensa do CDL de Papanduva.


CMYK

10

Papanduva (SC), 16 de fevereiro de 2014

Dicas Culturais Filme: A Procura da Felicidade

Chris Gardner (Will Smith) é um pai de família que enfrenta sérios problemas financeiros. Apesar de todas as tentativas em manter a família unida, sua esposa, decide partir. Chris agora é pai solteiro e precisa cuidar de Christopher (Jaden Smith), seu filho de apenas 5 anos. Ele tenta usar sua habilidade como vendedora para conseguir um emprego melhor, que lhe dê um salário mais digno. Chris consegue uma vaga de estagiário numa importante corretora de ações, mas não recebe salário pelos serviços prestados. Sua esperança é que, ao fim do programa de estágio, ele seja contratado e assim tenha um futuro promissor na empresa. Porém seus problemas financeiros não podem esperar que isto aconteça, o que faz com que sejam despejados. Chris e Christopher passam a dormir em abrigos, estações de trem, banheiros e onde quer que consigam um refúgio à noite, mantendo a esperança de que dias melhores virão.

SÉRIE: The Mentalist

Patrick Jane (Simon Baker) é um consultor independente para o Califórnia Bureau of Investigation (CBI). Ex-golpista, antes disso ele fingia ser um psíquico e médium. Cinco anos antes dos eventos do episódio piloto, Jane foi à televisão e disse que suas habilidades ajudaram a polícia a fazer o perfil de um serial killer chamado Red John. Este, então, furioso com a mentira, vingou-se matando a mulher e a filha de Patrick. Ele, então, juntou-se à equipe da Agente Teresa Lisbon (Robin Tunney) e utiliza sua alta capacidade de observação para ajudar a encontrar o assassino de sua família.

Por Angela Kohler

LIVRO: A FADA

Quando a vida parecia ter perdido o sentido! Aos 18 anos, a jovem Melanie Aine recebeu um duro golpe, o falecimento de seu pai. Como se isso não bastasse, a menina descobriu que não era um ser humano. O destino, porém, lhe reservava ainda mais surpresas. Melanie Aine descobriu ser parte fundamental de um mundo fantástico, cercado de magia, onde ela vai ter de andar com cuidado sobre uma tênue linha entre amor e fúria, vida e morte.O premiado livro de Carolina Munhóz, autora de O inverno das fadas, traz uma história repleta de lutas emocionais, criaturas mágicas e eventos sobrenaturais. Os desafios vividos por sua protagonistas revelam uma história de descobertas e superação que prenderá o leitor até o fim.

Talentos de nossa Terra

“A música é celeste, de natureza divina e de tal beleza que encanta a alma e a eleva acima da sua condição.” Aristóteles

O Talentos da Nossa terra desta semana, traz a história de um artista muito especial, que herdou do pai a paixão pela musica, musica esta, que rege nosso cotidiano pois é usada como uma das principais formas de comunicação, uma linguagem universal, já que com ela podemos transmitir muito do que sentimos. Quantos artistas ,quantos talentos temos em nosso município que nos fazem sentir orgulho de nossa gente, e este jovem é um exemplo de dedicação, amor, trabalho e muito talento. Que somado ao carinho e incentiva da família, resultou neste que com certeza trilha seu caminho para o sucesso. Esta é a história de Dionathan Edsmar Wendt ,15 anos, mais conhecido como Dionathan Gaiteiro, ele é filho de Jaime Wendt (músico de grande talento) e Geni Alves de França, ele

tem 5 irmãos. AS -Angela:, Como começou sua história com a Musica? Dionathan:"Bom, eu toco gaita desde os meus 4 anos de idade,comecei quando meu pai Jaime Wendt que toca violão,montou uma lanchonete em um lugar que hoje é conhecido como salão de mola,rancho country, ele colocava DVDS de musicas pra mim assistir de pessoas famosas como Porca Véia,Gaucho da Fronteira e vários outros,e eu comecei a me interessar.Eu tinha uma gaita bem pequena do Paraguai que eu ganhei do meu Tio,eu peguei aquela gaita e comecei a acompanhar as musicas do DVD,e como o meu pai também é musico ele notou que eu estava no ritmo certo,e me colocou na aula de gaita, fiquei 5 meses fazendo aula,depois que parei comecei a me inscrever em concursos, e o mais famoso

que eu ganhei em terceiro lugar foi no rodeio da Vacaria,onde era feito o festival internacional de acordeom. E até hoje eu vou tocando nos aniversários, festas,no próprio estabelecimento do meu pai que hoje é próximo da Beira Rio, e também em vários outros lugares junto com meu pai que me acompanha no violão”. Dionathan também já se apresentou em Rádios em Canoinhas, Itaiópolis e Curitiba, e participou de vários Festivais da canção. É com certeza um grande artista representando nosso município, se você quer conhecer o trabalho de Dionathan, entre em contato pelo telefone 47 91677042. Você pode mostrar seu talento aqui no Dicas Culturais, entre em contato pelo e mail asemanapv@gmail.com. Fiquem com Deus e até a próxima A Semana.


CMYK

11

Papanduva (SC), 16 de fevereiro de 2014

Variedades Jóia Rara Ao negar os seus sentimentos, pode recusar-se a se relacionar ou, simplesmente, afastar-se de pessoas queridas. É tempo de reunir forças para resolver aquilo que o impede de ter tranquilidade emocional.

Ao viver com o foco no que já foi ou poderia ter sido, você pode ficar preso a um passado que não pode ser mudado. É tempo de deixar as folhas velhas caírem para que possam nascer novas flores.

Ao agir de maneira gentil, você alimenta o bem-estar dos relacionamentos. É tempo de intensificar seus mais antigos laços de afetividade, solucionando os problemas que foram originados no passado.

Ao deixar-se levar pelas emoções, você acaba sentindo tudo nos extremos, com sofrimento e dor. É tempo de tentar canalizar os excessos de forma a aprimorar a qualidade de suas relações.

Quando a sensibilidade está aflorada, ela pode deixar canais abertos e permitir que pressões externas interfiram nos sentimentos. É tempo de se fortalecer emocionalmente para manter a boa produção.

Se as discussões forem conduzidas pela emoção, você pode perder o domínio de si mesmo e da situação. É tempo de ter cuidado com a impulsividade que pode provocar situações de conflito.

Perdoar não significa esquecer. É preciso cessar a mágoa, o ódio, o ressentimento. Afinal, todos cometem erros e injustiças demais para dispensar a virtude do perdão. É tempo de aprender a desculpar.

Ao expressar as suas emoções com clareza e objetividade, certamente está dando mais um passo na direção da construção de boas relações. É tempo de abrir a guarda e parar de se defender.

Ao sentir-se nutrido pela afetividade, você se sente amado e sabe que tem com quem contar nas horas mais difíceis. É tempo de saber receber aquilo que o outro tem para lhe oferecer. É possível que você passe

O vocabulário criado pelo homem não dá conta de todas as emoções e, por isso, existem sentimentos quase impossíveis de se explicar a partir da racionalidade. É tempo de pensar menos e sentir mais.

por fortes transformações, que nunca tinha imaginado. Nesses momentos você pode até ficar meio perdido. É tempo de resgatar suas raízes e fazer uma nova leitura delas.

A saudade é o recurso que a alma criou para tornar presente aquilo que já se passou. É um sentimento de nostalgia, de lembrar com carinho e refletir. É tempo de reinventar as antigas relações.

Segunda, 17 de fevereiro O delegado avisa a Amélia que Franz deverá ser transferido para o presídio. Décio tenta convencer Chico a assaltar o clube. Manfred manda que seus capangas deem uma lição em Benito e Pilar. Valter implora para Davi voltar a trabalhar no clube. Peteleco demonstra preocupação com a presença de Gaia no cortiço. Policiais encontram o corpo de Pilar. Joel combina com Cleo de colocar pó-de-mico no vestido de Aurora.

Além do Horizonte Segunda, 17 de fevereiro Kleber e Edu conseguem fugir pela mata e seguem para a Comunidade. Angelique convence LC a não colocar Marlon na máquina da felicidade. Fátima, Rita e Selma partem para o Rio de Janeiro. LC garante a Lili que não trabalha mais com Kleber. Ricardo pergunta se Thomaz voltaria a gerenciar os negócios de Heloísa. Líder Jorge engana Tereza e Assis. LC avisa Angelique que eles correm o risco de ficar sem comida. Álvaro convence Inês a lhe comprar roupas e sapatos e Marcelo se irrita.

Em Família Segunda, 17 de fevereiro Cadu discute com Clara na frente de Marina. Selma avisa a Laerte que Itamar foi internado. Clara faz confidências sobre seu casamento com Marina. Juliana expulsa Fernando de casa. André ignora Dulce, e Luiza percebe sua tristeza. Helena confessa à mãe que não quer que Laerte se aproxime de Luiza. Jairo diz a Juliana que Gorete não quer que Bia fique com ela. Fernando pede para morar com Cadu e Clara. Branca vê Ricardo e Chica entrarem no café onde está com um rapaz, mas não é vista pelo casal.

Malhação Segunda, 17 de fevereiro Anita confessa para Júlia que ainda ama Ben, mas que não consegue esquecer seu ressentimento. Meg propõe a Sidney uma amizade colorida entre eles. Sofia sabota os encontros de Ben. Serguei, Meg e Frédéric ajudam Flaviana a se desfazer de seus pertences. Maura aprova a iniciativa de Hernandez de ampliar os negócios de seu salão de festas. Júlia pede que Bernardete ajude Anita. Sofia destrói o celular de Ben e insiste na ideia de conquistar o rapaz. Vera avisa a Sofia e Anita que elas visitarão Caetano na cadeia.

Aniversariantes do ASemana 04/02 - Josimari Chaves, Pedro Marcos Ciupka 05/02 - Géssica Iannscoski, Beatriz Kluska, Angelita Silveira 06/02 - Solane Pereira, Fran Wolf, Maiara Vieira, Emilia Miajama 07/02 - Tuany Maiara 08/02 - Silvana Gentara, Natalina Pereira, Taline kmiech 09/02 - Guilherme kovalski, Nataly Vense

Anuncie aqui: 47 3653.2725


CMYK

12

Papanduva (SC), 16 de fevereiro de 2014

Segunda Mateada Gospel No ultimo Domingo dia 11 de fevereiro aconteceu na sede da Assembléia de Deus em Papanduva a Segunda Mateada Gospel. Liderada pelo Vice-Presidente da Igreja Marcos Antônio Yarenhuk,

e que contou também com o apoio de Alexandro de Oliveira e Família. O evento teve a animação da banda gauchesca “Amor Maior” de Timbó Grande e dos cantores

Evandro , Eliane, Helton e Renan, que deram ao evento um toque muito especial, dando amostra dos seus talentos a todos que puderam estar presentes. “Foi um grande evento, um dia muito

especial que teve início ás 10h e terminou às 21h, com um publico de aproximadamente de 300 pessoas que passaram e matearam com o povo de Deus e um saldo de sete almas ganhas para Jesus.

Glória a Deus!” – afirmou Marli de Luca, uma das participantes Parabéns aos organizadores pelo sucesso deste da Segunda Mateada Gospel!

Fotos: José Germano Carneiro


As012 view  

Jornal A Semana de Papanduva, 15 de fevereiro de 2014

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you