Issuu on Google+


A voz da coragem, do cidadão e dos bairros

E

le fala a verdade, ele briga, é um homem de fé, como radialista abre espaço para a população, percorre os bairros para denunciar abandono e pedir providências. O jornalista José Ursílio quer ser vereador de Marília para continuar o trabalho popular e social que faz e mudar o jeito de atendimento na Câmara e Prefeitura. O cidadão paga impostos e por isso deveria ser tratado como patrão do prefeito, seus assessores e dos vereadores. No entanto, isso não acontece e isso José Ursílio também vai mudar, vai ser diferente. Já é hoje o único que divulga seu telefone celular (9784-1305) e como vereador vai criar gabinete móvel para atender moradores nos bairros.

EXPEDIENTE A VOZ DA CORAGEM é uma publicação independente que retrata a trajetória de vida pessoal e profissional do jornalista José Ursílio de Souza e Silva. Autorizada reprodução desde que citada a fonte. Marília – SP, 2012. Diretor Guto Pereira Criação e Arte Marcos Rogério de Souza e Silva Tiragem: 1.000 José Ursílio CNPJ - 15.882.471/0001-48 Doador: CNPJ - 04.285.856/0001-01 Impressão Gráfica Regente CNPJ - 04.553.637/0001-66 DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

2 | 2012

siga-me: joseursilio.com.br

Jornalista defende o fim do monopólio do transporte coletivo durante evento da Força Sindical na Festa 1º de Maio para um público com mais de 30 mil pessoas

José Ursílio defende durante evento da Federação dos Comerciários a participação da categoria na política

Com Mário Herrera e sindicalistas em mobilização contra sindicatos fantasmas

85% de aprovação

P

esquisa de opinião pública do Instituto Sensus confirma aprovação do trabalho de radialista e jornalista de José Ursílio: 85% de ouvintes de rádios e leitores de jornal confiam no trabalho e concordam com suas opiniões. Foi com essa força que José Ursílio conseguiu fazer campanhas de grande repercussão para combater e impedir aumentos de impostos como o IPTU e abusos nas tarifas de água e de ônibus. Luta para denunciar filas em postos de saúde, põe a boca no trombone contra a falta de medicamentos, ajuda o povo conseguir atendimento e faz visitas de apoio aos bairros.

José Ursílio em reportagens nos bairros, sempre em defesa das reivindicações dos moradores, cobrando mais eficiência de Prefeitura, Daem, Codemar, Emdurb e todos órgãos públicos


siga-me: joseursilio.com.br

Jornalista José Ursílio mostra ginásio da nova escola estadual construída no bairro Figueirinha para 600 alunos

Aproximação com governador traz investimentos

J

osé Ursílio fala a verdade, briga, mexe com interesses dos poderosos, cobra os políticos, emociona o povo e defende o cidadão e os bairros. Sabe também que tem que falar e resolver. Sabe ir atrás e hoje é aliado do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. ‘ Nos últimos anos obras e investimentos do Estado foram conquistados com a participação

do jornalista José Ursílio. São novas escolas, obras nas rodovias, reforma do aeroporto e programas para entidades assistências. É assim mesmo: ele fala bastante, defende amizade, respeito e portas abertas com autoridades comprometidas com Marília, como o governador Geraldo Alckmin. E por isso que quer ser eleito vereador e ter ainda mais força junto ao governo do Estado.

Com Geraldo Alckmin, José Ursílio, participa da inauguração do Poupatempo e da liberação de recursos para hospital de especialidades Lucy Montoro em fase final de construção junto ao HC

Jornalista com deputado Walter Ihoshi (no detalhe): trabalho conjunto para trazer alça de acesso do Marília Shopping

3 | 2012


siga-me: joseursilio.com.br

Sindicato dos Comerciários: Casas para a população José Ursílio com Herrera vistoriando as obras

H

á duas décadas José Ursílio atua como jornalista profissional e faz consultoria nas áreas de comunicação e habitação no Sindicato dos Empregados do Comércio de Marília (Sincomerciários). Nesse tempo, ao lado do presidente e amigo Mario Herrera já trabalhou na entrega de 16 loteamentos habitacionais que somam, juntos, aproximadamente 5.000 casas - nenhuma outra entidade fez tanto na área de habitação para trabalhadores na cidade como o Sincomerciários. José Ursílio lembra que era julho de 93 quando, ao lado de Mario Herrera, descobriu que a Caixa Econômica Federal tinha financiamento para construir casas para trabalhadores. Na parceria o banco dá a linha de crédito e o sindicato coordena a obra desde a captação de interessados até a entrega final. Atualmente, o sindicato entregou mais um empreendimento: Jardim Verona, com 136 casas. Além disso, segundo José Ursílio, já iniciou o projeto do jardim Veneza que terá 238 imóveis na zona oeste de Marília.

Fecomerciários o jornalista, ao lado de Mário Herrera tem transito livre com o presidente da Federação dos Comerciários Luís Carlos Motta, e com o secretario adjunto de Estado de Relações de Emprego e Trabalho Bruzzarosco (à esquerda)

4 | 2012


siga-me em: joseursilio.com.br/blog

1

2 4

3

5

6

7

1- Amigo e sindicalista Mario Herrera, do Comerciários, em homenagem a 35 anos de profissão 2- Com contabilista Valmir José de Souza, na entrega de homenagem da Loja Maçônica 3 - Festiva de fim de ano em homenagem do radialista Andre Perez, em 1997, na rádio Clube 4- Com José Sgambatti (in memoria), no apoio a campanhas sociais da Juventude Católica 5 - Com dr Eládio, na redação do jornal 6 - Prêmio Passarinho de Bronze entregue ao promotor Jurandir Afonso, devido ao trabalho com menores carentes 7 - Premiação ao tenente Costa Junior, da Polícia Militar, por dedicação e eficiência e serviços prestados 8- Os amigos Ricardo e Mota entregam singela homenagem no aniversário de 50 anos de vida do jornalista 9- Foresto, representando à Apae, entrega placa de homenagem ao jornalista pelo apoio à campanhas sociais da entidade 10 - Honra ao mérito da Câmara de Marília, aprovada por unanimidade, entregue pelo vereador Eduardo Nascimento

Entidades prestam homenagens

S

ão 50 anos de vida e 35 de profissão que renderam a José Ursílio o reconhecimento de entidades sociais de Marília devido a parcerias em campanhas a exemplo de homenagens como a recebida da Loja Maçônica Marília de Dirceu no seu aniversário ano passado ou da diretoria da Apae pelos serviços prestados à comunidade. Veja aqui algumas das homenagens recebidas pelo jornalista ao longo de três décadas de ativismo social.

10

9

8 5 | 2012


Ministro do STJ destaca editorial

U

m dos mais renomados juristas do país, o ministro do STJ José Augusto Delgado reproduziu em um artigo para a revista Renovar, em 2006, um editorial escrito pelo jornalista José Ursilio que fala sobre a liberdade de imprensa e também foi publicado

pelo portal IG. Em seu texto “A liberdade de imprensa e os princípios aplicados ao direito de informação” Delgado diz que deve ser considerada acertada a afirmação de José Ursílio que trata do direito do cidadão no binômio de informar e ser informado.

Filiado a entidades de classe

J

osé Ursílio foi um dos fundadores do Sindicato dos Jornalistas em Marília na década de 80 e sempre defendeu a atuação de entidades de classe junto às suas categorias e às redações dos veículos. Veja algumas associações que o jornalista é afiliado e tem contínua atuação. 6 | 2012


siga-me em: joseursilio.com.br/blog

Fé e humildade Com o bispo Dom Osvaldo Giuntini, ele elogia o trabalho assistencial e ação evangelizadora das comunidades pastorais e de movimentos sociais

Com o reitor da Univen, Luiz Carlos Macedo Soares: respeito pela ação social das comunidades espíritas de Marília e região e a felicidade pela amizade de muitos anos

Yoshimi Shintaku, Keniti Mizuno e Carlos Nakamura: integração nas atividades assistenciais e esportivas e parceiros na Japan Fest

A

s práticas sociais e voluntárias marcam a vida de José Ursílio. Tem atuação em defesa de entidades assistenciais. Aprendeu com sua própria vida de família simples da periferia. Na vida pessoal o voluntarismo está em ações em entidades como APAE, Creche Juventude Católica. E cuida há mais de 10 anos de distribuição de cestas de brinquedos e doces na Páscoa, Dia das Crianças e Natal para crianças carentes do distrito Fazenda do Estado.

Na Fazenda do Estado, ensina o filho Matheus que crianças pobres ficam muito felizes quando ganham um simples brinquedo ou cestinha de doce. Trabalho pessoal e familiar para 135 crianças

Ao mestre, respeito e carinho

J

José Ursílio, Cássia, o filho Matheus e Penaforte em missa na Igreja Santo Antônio

osé Ursílio sempre fala com carinho do mestre Anselmo Scarano, o Penaforte, ex-proprietário do jornal Correio de Marília, com quem aprendeu os fundamentos do jornalismo sério e isento. “Muito do profissional devo ele, desde quando vendia limão de sua chácara e quando me deu o primeiro emprego com carteira assinada, de jornaleiro, em setembro de 1977”, se orgulha Ursílio.

Numa das últimas visitas de Penaforte à redação do jornal, recepcionado pelo afilhado

7 | 2012


siga-me: joseursilio.com.br

Família. O grande pilar de sustentação

P

rimogênito de cinco irmãos, José Ursílio começou a trabalhar cedo, aos 13 anos, vendendo limão para a chácara do saudoso jornalista Anselmo Scarano. Desde cedo foi arrimo de família. Casado com a professora Cassia Penteado teve um filho: Matheus, hoje pré-adolescente com 14 anos. Excelente cozinheiro, José Ursílio gosta de reunir parentes e amigos para encontros em sua casa e no sítio da família.

Com a esposa Cassia e o filho Matheus em visita ao Cristo Redentor, no Rio de Janeiro

Com a mãe Odelina, o filho Matheus, e dona Laís e Cassia Penteado

Almoço de família com parentes por pa que tem como um dos hobbies cozinhar

8 | 2012


siga-me: joseursilio.com.br

Infância difícil com perda precoce do pai José Ursílio nasceu dia 15 de setembro de 1961 na Maternidade Gota de Leite, quando seus pais tinham dois anos de casados e moravam na rua Independência. Ele lembra que na época seu pai José Maria trabalhava para a empresa de Francisco Freire, a primeira concessionária de veículos de Marília. “Ele foi um dos primeiros empregados a buscar em São Paulo um Volkswagen”, fala o jornalista. Segundo ele, foram mais de dois dias de viagem. Logo após nascer, os pais se mudaram e José Ursílio foi morar numa residência da rua 25 de Janeiro, na Vila São Paulo – bairro que era considerado extremo da periferia na época se calculado o trajeto até o centro de Marília. Em novembro de 62, pouco antes do nascimento do irmão Cláudio, o

arte de pai e mãe na casa do jornalista, r

pai José Maria conseguiu emprego na então Fafi (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Marília). Atuava como mecânico de manutenção da máquina de fotografia, certificado em junho de 63 pela empresa Olivetti do Brasil. “Durante toda infância minha família morou na região da Vila Altaneira e Vila Betel, até que em 1977 um irmão de meu pai comprou uma casinha de madeira na rua Ninfa Pietraróia no Prolongamento Palmital, onde meu pai depois viria a falecer”, lembra. José Maria trabalhou na Fafi até falecer repentinamente aos 45 anos em 12 de outubro de 1980. A família pobre de assalariado como servidor público estadual sempre teve dificuldade apesar do seu esforço. A mãe Odelina, hoje aos 76 anos, já tinha uma vida difícil pela falta de saúde.

Rua Atibaia atualmente (acima) e na mesma rua em frente sua casa, Ursílio com os irmãos e amigos em 1965

Aos 28 anos, o sonho da casa própria José Ursílio, então arrimo de família, lembra com carinho da data de 23 de novembro de 1989 quando comprou a casa própria da família no bairro Fernando Mauro, zona norte, onde sua mãe Odelina mora até hoje. O jornalista fala que foram nove anos de uma peregrinação por bairros e endereços até a família ter uma residência definitiva. “Da rua 25 de Janeiro, moramos na rua Independência e depois para a rua Atibaia, rua Roberto Simonsen, rua Santa Helena, rua Tocantins e rua Manoel Cândido de Oliveira.” Após casar-se e o nascimento do filho Matheus, em 1997, mudou-se para a rua Santa Helena, uma volta a um dos endereços de infância, onde reside até hoje. 9 | 2012

José Ursílio na Rua Santa Helena, onde morou com os pais

José Maria da Costa e Silva e Odelina Souza e Silva, dia 7 de julho de 1960, no dia do casamento


siga-me: joseursilio.com.br

Redação Correio de Marília, 1984, atendendo moradores do Costa e Silva

Jornalismo investigativo: uma paixão O jornalismo investigativo é a paixão do profissional José Ursílio. São mais de duas décadas de reportagens com denúncias contra gente poderosa que acabou nas garras das polícias, dos promotores estaduais e procuradores federais. Todos acusados foram desmascarados para a sociedade através das palavras da voz firme e da caneta eficiente de Ursílio. O jornalista esteve em redações de jornais e rádios de Marília e em veículos de expressão nacional como correspondente da Folha de São Paulo ou na chefia de reportagem da afiliada

de Bauru da TV Globo. Na Folha cobriu o caso do sequestro do ex-banqueiro Beltran Martinez ou a “indústria da desapropriação” (1990), “Operação Oeste” (2007), “Máfia da Merenda” (2011), ou mesmo os rumorosos casos do incêndio da CMN quando o jornalista lá trabalhava. Casos de polícia, de política, de administração pública ou mesmo qualquer investigação de crimes tiveram o trabalho jornalístico de José Ursílio que aparecia com a principal notícia, o fato e a versão que todos temiam divulgar, ele sempre expôs publicamente e enfrentou os riscos.

José Carlos Guerra e Vando Mendes (in memoriam) e Marcia de Oliveira

10 | 2012

Com jornalista Luis Carlos Fassoni, em 1981, revisando edição do jornal

Em 1986, no Sindicato dos Bancários, trabalho de assessoria de imprensa

Na cobertura da eleição de 1988 ao lado de João Carlos Manso (in memorian)

Com Hailton Medeiros nas eleições de 1988 no ginásio da Unimar


No rádio, ajuda à população carente Contra o aumento da Circular: jornalista fala direto do terminal urbano e mobiliza

José Ursílio apresenta programa de rádio na rua ao vivo no jardim Renata

A

Voz da Coragem ficou conhecida em Marília, principalmente na periferia, porque durante os últimos seis anos revelou para a sociedade as mazelas e escândalos que não apenas ferem a imagem dos políticos, mas que desencadeiam a corrupção prejudicando diretamente os mais carentes que necessitam de serviços básicos mantidos pelo Poder Público.

Nos estúdios do Marília Livre durante gravação de programa para denuncia abandono de bairros

O ativismo social na vida política

E

m 2007 o jornalista decide se filiar a um partido e ingressa na vida política. José Ursílio se filia ao PSDB, do governador Geraldo Alckmin, a pedido de amigos e lideranças. No ano seguinte, após vitória numa convenção histórica em que disputou a vaga de candidato a prefeito com Paulo Boechat, ele concorre nas eleições municipais pela primeira vez. A pedido do partido e da executiva estadual, em 2010 o jornalista volta novamente emprestar seu nome para disputar uma eleição e dessa vez concorre a deputado estadual. Este ano, novamente José Ursílio estará concorrendo na eleição municipal, desta vez para vereador. 2 | julho de 2012

11 | 2012


Coluna Sem Censura e Voz da Coragem viram marca

O

s mais de 30 anos de atuação no rádio e jornais impressos de Marília renderam a José Ursílio alguns reconhecimentos entre eles

Orestes Quércia

Paulo Maluf

de A Voz da Coragem. Outro marca também é sua imagem com óculos que dá o tom do seu blog Sem Censura.

Mário Covas

Geraldo Alckmin

Caneta sabatinou de Covas a Maluf Ele já esteve no palanque entrevistando o presidente Lula durante um comício em 89 no centro de Marília. Passou pelo Palácio dos Bandeirantes, onde fez reportagens com vários governadores, entre eles Mario Covas, Geraldo Alckmin,

Paulo Maluf e Orestes Quércia. Acostumado aos bastidores da política, José Ursílio tem um minucioso arquivo pessoal e profissional com fotos e documentos sobre sua carreira e dos principais políticos que entrevistou. Veja aqui algumas imagens.

No alto do palanque fazendo cobertura jornalística no comício de Lula em Marília, em 1989

julho de 2012 | 3


siga-me: joseursilio.com.br

Marília teve o valor do IPTU reduzido em 2008 graças à mobilização do jornalista José Ursílio a favor do fim das taxas abusivas cobradas no carnê desde 97 e extintas pela Justiça

Combate à corrupção, IPTU mais barato e contra venda do Daem

O

foco no combate à corrupção, segundo José Ursílio, com apoio da sociedade organizada, já deu resultados positivos para Marília. Um deles foi a extinção das taxas abusivas de coleta de lixo, limpeza, guias e sarjetas criadas pelo ex-prefeito Abelardo Camarinha que durante dez anos vinham embutidas sorrateiramente no carnêW, até 2007, inflacionaram tornando o IPTU da cidade um dos mais caros do país. A luta começou em 2006 quando o Tribunal de Justiça mandou a prefeitura extinguir as taxas. José Ursílio foi o pri-

meiro a levantar a bandeira pedindo o fim da roubalheira. Foi processado, mas ao final venceu. Outra vitória obtida com apoio da sociedade foi impedir que a administração municipal vendesse o Daem em 2010. Na época, José Ursílio lembra que mobilizou apoio político do vereador Eduardo Nascimento, então presidente da Câmara de Marília, para barrar a votação do projeto. Em 2011, José Ursílio também foi o primeiro jornalista a divulgar com exclusividade a atuação da máfia da merenda em Marília, que cobrava propina para liberar contratos com a prefeitura. 13 | 2012


siga-me: joseursilio.com.br

Imagem do circuito interno de segurança do edifício Halley, no centro de Marília, grava momento do tiro na tentativa de assassinar o jornalista

Almir Adauto, confundido com o jornalista após sair da rádio, foi perseguido e quase morto por engano José Ursílio: teve a morte encomendada, mas semelhança física com motorista salvou sua vida

Juiz José Henrique Ursulino, que acatou denuncia e pronunciou o advogado João Simão a Juri Popular

João Simão, advogado que vai enfrentar o banco dos réus acusado de ser mandante da tentativa de assassinato

Ações para calar e censurar Ao longo de 30 anos de profissão, com ênfase na última década, desafetos e adversários do jornalista José Ursílio usam da Justiça para tentar calar as reportagens investigativas principalmente envolvendo casos de corrupção na administração municipal. Um exemplo ocorreu em 2004 quando o ex-prefeito Abelardo Camarinha conseguiu censurar durante 13 dias a atuação do jornalista que ficou impedido de publicar notícias sobre a o político na véspera da eleição. Decisão que depois foi revertida por desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Além disso, José Ursílio tem que se defender da indústria da indenização – ações movidas por políticos que cobram supostos danos morais pelas reportagens investigativas – e de processos judiciais que tentam difamar seu nome perante a sociedade. * Abaixo: Reprodução de ação movida contra José Ursílio e arquivada pela Justiça.

Perseguição e vítima de tentativa de assassinato

O

jornalismo investigativo e o combate à corrupção renderam a José Ursílio inimigos poderosos, a maioria políticos de carreira, que nos últimos dez anos tentam a todo custar calar a Voz da Coragem. São anos de perseguição e truculência que se arrastam desde ações judiciais para censurar o jornalista profissional até atentados contra sua 14 | 2012

própria vida. O caso mais grave ocorreu em julho de 2006 quando um pistoleiro contratado para matá-lo felizmente errou o alvo e acabou preso. O mandante do crime foi, segundo investigações do Ministério Público, o advogado João Simão Neto, que em novembro deste ano, dia 12, sentará no banco dos réus podendo somar mais uma condenação na sua ficha corrida.

Mesmo com ameaças e risco de morte, José Ursílio continua atuando no jornalismo investigativo sem medos de represálias. “Tenho processos judiciais por revelar para a sociedade as mazelas daqueles que estão no poder. Processos movidos por políticos corruptos. Mas nenhum por desvio ou roubo de dinheiro público como muitos políticos possuem”, afirma.


Viagens ao mundo a convite das montadoras

siga-me: joseursilio.com.br

1

J

osé Ursílio é o único jornalista de Marília associado à Abiauto (Associação Brasileira da Imprensa Automotiva) e anualmente é chamado para votar entre o seleto grupo de 72 profissionais da mídia de todo país que escolhe carro e moto do ano. Há mais de uma década é especialista no segmento de autos e viaja o mundo a convite das maiores montadoras para acompanhar lançamentos em primeira mão 3 dos novos veículos que chegam ao mercado. Segundo ele, é uma honra fazer parte do seleto grupo de jornalistas da Abiauto e ainda mais representar Marília num segmento de mercado que cresce a cada ano.

2

1 - Uruguai: José Ursílio testa New Fiesta (Ford) na Ciudad del Este 2 - Miami- José Ursilio lançamento do Fiat 500 3 - Dearborn: José Ursílio na sede da Ford EUA, durante lançamento mundial do New Fiesta 4 - Frankfurt: José Ursílio no salão de automóveis conferiando a picape Colorado 5 - Alemanha: José Ursílio conhecendo carros da GM na Europa 6 - Nova York: José Ursílio em evento automotivo aproveita para vistar a Estátua da Liberdade 7 - Düsseldorf: José Ursílio testando o Cruze da GM, na auto-estrada até Frankfurt 8 - Brasil: José Ursílio durante lançamento do Sonic (GM) em Búzios-RJ

6

5

4

8

7 15 | 2012



A voz da Coragem