Page 1

IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

1


O Plano de Deus para sua Vida

2


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

Capa interna

Com apresentação do curso

3


O Plano de Deus para sua Vida DADOS DA REVISTA

4


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

PALAVRA PASTORAL

DIAS DE CULTO NA SEDE

5


O Plano de Deus para sua Vida

DIAS DE CULTO NO DISTRITO/ SETOR

6


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento ÍNDICE

LIÇÃO 01 – A PALAVRA DE DEUS LIÇÃO 02 – QUEM É JESUS? LIÇÃO 03 – O PECADO LIÇÃO 04 - O PLANO DA REDENÇÃO LIÇÃO 05 – COMO ALCANÇAR A SALVAÇÃO LIÇÃO 06 – AS BENÇÃOS DA SALVAÇÃO LIÇÃO 07 – CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO LIÇÃO 08 – O FRUTO DO ESPÍRITO LIÇÃO 09 – FÉ LIÇÃO 10 – O PODER DA ORAÇÃO LIÇÃO 11 – O BATISMO CRISTÃO LIÇÃO 12 – A CEIA DO SENHOR

7


O Plano de Deus para sua Vida

8


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

LIÇÃO 01 – A PALAVRA DE DEUS DATA: ___ / ___ / ___ Texto Bíblico: 2 Tm 3.16 Você sabe o que é a Bíblia? Sabe qual é sua importância e para que ela foi escrita? Conforme você leu no texto em 2 Tm 3.16, as Escrituras Sagradas, ou seja, a Bíblia foi inspirada por Deus, isto é, homens escreveram pela vontade e pela inspiração de Deus, por isso, ela é a Palavra de Deus. Em 2 Pe 1.21 encontramos a seguinte mensagem: “Pois nenhuma mensagem profética veio da vontade humana, mas as pessoas eram guiadas pelo Espírito Santo quando anunciavam a mensagem que vinha de Deus”. Diante disso, você deve entender que a Bíblia não é um livro qualquer, ela é a palavra de Deus e deve ser lida com frequência, reverência e mediante espírito de oração (1 Co 2.13,14; 2 Pe 1.20). Através da Bíblia Deus fala conosco, se você quer saber o que Deus tem a nos dizer deve ler este livro com toda a dedicação. A Bíblia é o livro mais importante que a humanidade possui, nela conhecemos a Deus, Jesus, a situação do homem pecador, o plano de salvação de Deus para a humanidade, o que o futuro reserva para a humanidade, entre muitos outros assuntos de extrema relevância. Na Bíblia encontramos nossa regra de fé e conduta cristã, o que qualquer pessoa ou livro fale a respeito da nossa fé e conduta deve estar de acordo com a Bíblia Sagrada. Veja algumas das ações da Bíblia Sagrada na vida de quem lê ou ouve: Santifica (Jo 17.17); Purifica (Ef 5.26); Produz fé (Rm 10.17); Vivifica (Sl 119.25); Fortalece (Sl 119.28); Liberta (Jo 8.32); Salva (Ef 1.13); Ilumina (Sl 119.105); Preserva do pecado (Sl 119.9,11); Dá sabedoria (2 Tm 3.15); Dá entendimento (119.130); Alimenta (Jr 15.16); Concede prazer (Sl 1.2; 119.24); Promove 9


O Plano de Deus para sua Vida alegria (Jr 15.16; Lc 8.13); Traz paz (Sl 119.165; Pv 3.17); Consola (2 Ts 2.17); É proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça, para que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente instruído para toda boa obra (2 Tm 3.16,17). Faça um propósito para ler a Bíblia a cada dia e Deus te abençoará. Agora vamos conhecer um pouquinho este livro maravilhoso. A Bíblia foi escrita por cerca de 40 escritores inspirados por Deus, São 66 livros ao todo e foram escritos num intervalo de 1500 anos. Os autores humanos eram das mais diversas atividades: Moisés foi príncipe no Egito, foi pastor de ovelhas e líder do podo de Israel, Josué um Guerreiro, Davi foi pastor de ovelhas, rei e poeta, Salomão um sábio, Amós um homem do campo, Samuel um Sacerdote, Pedro e João foram pescadores, Lucas um médico. O Antigo Testamento é a parte que conta a história da criação, no livro de Gênesis, e a história do povo de Israel em todo Antigo Testamento. Foi escrito em Hebraico, com Algumas porções em Aramaico. Possui um total de 39 livros. O Novo Testamento narra a vida de Jesus em seus 4 primeiros livros, os demais livros narram a história da Igreja nas primeiras décadas e possui os ensinos apostólicos nas cartas além do livro de Apocalipse que prediz a consumação de todas as coisas. Foi escrito no Grego. São 27 livros ao todo. Outra coisa importante para quem está iniciando os estudos nas escrituras é se familiar com os livros da Bíblia. Para isso, nas primeiras páginas da Bíblia há um índice com a relação e ordem dos livros, leia-o atentamente e com o tempo você terá maior pratica de encontrá-los. Também é necessário um pouco de conhecimento sobre as divisões da Bíblia em capítulos e versículos, estes foram inseridos no texto para facilitar o estudo. Geralmente usam-se abreviaturas

10


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

dos livros e capítulos e é importante que o estudante da palavra de Deus tenha conhecimento das abreviaturas. Veja alguns exemplos: 1 Rs 1.10; Primeiro livro dos Reis, capítulo um, versículo dez. 2 Sm 5.1-12; Segundo livro de Samuel, capítulo cinco, versículos um ao doze. 1 Jo 1.6,8,9; Primeira Epístola de João, capítulo um, versículos seis, oito e nove. 2 Pe 1.1-2.22; Segunda Epístola de Pedro, do capítulo um e versículo um até o capítulo dois e versículo vinte e dois. Mt 5.1; 6.2; Evangelho de Jesus Segundo Mateus, capítulo cinco e versículo um, e capítulo seis e versículo dois. Sl 119.11; Salmo cento e dezenove, versículo onze. Estes são os principais tipos de abreviaturas utilizados nos livros de teologia. Na tradução da Bíblia para o português, há várias versões: ARC – Almeida Revista e Corrigida, esta é a mais usada em nossas igrejas, porém tem uma linguagem mais formal e algumas palavras pouco conhecida pelos leitores iniciantes; ARA – Almeida Revista e Atualizada, Muito usada também nas igrejas evangélicas, é a preferida de alguns. NTLH – Nova Tradução na Linguagem de Hoje, uma versão mais popular e de fácil compreensão. O interessante é que o estudante possua mais de uma versão para comparar os textos. Em Provérbios 2.4 a palavra de Deus nos aconselha a buscar sabedoria como quem busca a prata e o ouro. Imagine que você soubesse que no seu quintal em algum lugar tem uma boa quantidade de ouro enterrado, suponho que gastaria seu tempo, seu dinheiro e esforço para encontrá-lo. A sabedoria de Pv 2.4 é a palavra de Deus, por isso, dedique parte de seu tempo, invista e se esforce para encontrar os preciosos tesouros da palavra de Deus.

11


O Plano de Deus para sua Vida ATIVIDADES: Assinale com “X” a alternativa correta: 1) A Bíblia é: a. □ A Palavra de Deus; b. □ A verdade; c. □ A regra de fé e conduta Cristã;

d. □ Todas as alternativas estão corretas. 2) A regra de Fé e conduta Cristã é: a. □ O que as religiões ensinam; b. □ Os sonhos ou o que achamos ser o correto; c. □ A Bíblia Sagrada;

d. □ As profecias que ouvimos. 3) A palavra de Deus: a. □ Santifica, purifica, produz fé;

b. □ Fortalece, liberta, leva a salvação; c. □ Dá sabedoria, dá entendimento, alimenta; d. □ Todas as alternativas estão corretas. Assinale “C” para certo e “E” para errado:

□ Através da Bíblia Deus fala conosco. 5) □ NTLH – Nova Tradução na Linguagem de Hoje - esta é a 4)

mais usada em nossas igrejas, porém tem uma linguagem mais formal e algumas palavras pouco conhecidas pelos leitores iniciantes.

12


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

LIÇÃO 02 – QUEM É JESUS? DATA: ___ / ___ / ___

Texto Bíblico: Mt 16.13-15 Um dia Jesus fez a seguinte pergunta para os seus discípulos: “Quem o povo diz que o Filho do Homem é?” (Mt 16.13). Ele se referia a si mesmo. Os discípulos que conviviam mais abertamente com o povo ouvia o que o povo dizia sobre Jesus e eles o responderam: “Alguns dizem que o senhor é João Batista; outros, que é Elias; e outros, que é Jeremias ou algum outro profeta.” (MT 16,14). De igual modo, em nossos dias há muitas idéias de quem Jesus é: para uns, um profeta, sábio para outros, mestre, um personagem da história, um exemplo de pessoa, enfim, são muitas idéias. Mas Jesus mudou a pergunta: E vocês? Quem vocês dizem que eu sou? Você pode responder a esta pergunta, QUEM É JESUS PARA VOCÊ? A única fonte confiável para respondermos a esta pergunta é a Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada, veremos o que a Bíblia fala a respeito de Jesus: Jesus é Deus (Jo 1.1; Jo 10.30; Jo 20.28). Há algumas igrejas que ensinam que Jesus não é Deus, contudo os textos lidos deixam claro esta doutrina, além disso, observe outros atributos de Jesus na sequência. Jesus é criador de todas as coisas (Jo 1.3; Cl 1.16). A palavra de Deus em Gênesis 1.1 é clara ao afirmar que Deus criou todas as coisas e os textos lidos afirmam que Jesus é Criador, logo Jesus é Deus. Jesus é a revelação de Deus (Cl 1.15; Hb 1.3), através dEle podemos conhecer Deus Pai. 13


O Plano de Deus para sua Vida Jesus é eterno (Ap 22.13; Is 9.6), ou seja, Ele não foi criado nem nunca houve um tempo em que ele não existisse. Jesus tem todo o poder (Ap 1.8; Mt 28.18). Isso nos conforta o coração em saber que o nosso Senhor é soberano e pode todas as coisas. Jesus não muda (Hb 13.8). O ser humano tem o costume de prometer e não cumprir suas promessas e com o tempo mudar de idéia ou não poder cumprir com a promessa, mas Jesus é fiel porque tem todo o Poder e não muda, é sempre o mesmo (Tg 1.17). Jesus é o único caminho para Deus (Jo 14.6; 1 Tm 2.5). Há igrejas que oferecem mediadores para que possamos chegar a Deus, e algumas religiões pregam caminhos alternativos, contudo, a Bíblia deixa evidente que Jesus é nosso único mediador diante de Deus, ele nos ensina a orar ao pai somente em seu nome, e somente em seu nome podemos ser salvos (At 4.12). Também Não há dúvidas pelos textos lidos que ele é o único caminho ao Pai. Jesus é a verdade (Jo 14.6) e a palavra de Deus também é a verdade (Jo 17.17). A verdade é a luz que ilumina o mundo, todo o que ama a verdade se aproxima de Jesus (Jo 3.18-20). Jesus veio ao Mundo como homem (Jo 1.14), mas viveu sem pecado (Hb 4.15). Jesus é a resposta do amor de Deus pela humanidade (Jo 3.16, Rm 5.7,8). Há pessoas que questionam: “Se Deus ama o mundo, porque permite tanta miséria”. A verdade é que os problemas do mundo são consequências do pecado, mas Jesus veio para nos libertar do pecado.

14


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

Jesus veio ao mundo para morrer pelos nossos pecados (Jo 1.29). O salário do pecado é a morte (Rm 6.23), porém, Jesus pagou este preço por nós. Jesus é o Salvador (Lc 2.11). A humanidade estava perdida e condenada, mas Jesus é nossa salvação e por Ele somos reconciliados com Deus (2 Co 5.18,19). Jesus deseja ter comunhão com você (Ap 3.20). Ele não somente morreu para nos salvar, mas almeja ter comunhão conosco, e isso acontece quando lemos a Bíblia, quando oramos, quando vamos aos cultos, quando temos comunhão uns com os outros e quando evitamos o pecado. Além do que aprendemos hoje, há muito que ensinar sobre Jesus, sua natureza, seu caráter, seu amor e seu propósito por nós. A cada lição aprenderemos um pouco mais, recomendamos que você leia o Evangelho de João durante a semana, será uma fonte de benção para sua vida. Jesus é o maior presente que a humanidade recebeu de Deus, ele morreu por nós de braços abertos e hoje está nos céus com o Pai, também de braços abertos para nos receber. Está pronto a nos perdoar pelos nossos pecados, pronto a nos ajudar a sermos libertos do pecado. Ele te ama e deseja profundamente viver em seu coração, em sua vida e em sua família. Se você deseja recebê-lo em sua vida faça uma oração com seu discipulador, essa é a escolha mais importante que o ser humano pode ter. ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________

15


O Plano de Deus para sua Vida ATIVIDADES: Assinale com “X” a alternativa correta: 1) Jesus NÃO é: a. □ Deus; b. □ Eterno; c. □ Apenas um grande mestre; d. □ Salvador.

2) É a única fonte confiável para conhecermos quem é Jesus: a. □ O que as religiões ensinam; b. □ O que as pessoas dizem; c. □ A Bíblia Sagrada; d. □ Os Sonhos. 3) A decisão mais importante da vida do ser humano é: a. □ Aceitar a Jesus Cristo como Salvador; b. □ A escolha da profissão; c. □ Onde vai morar; d. □ Com quem vai se casar. Assinale “C” para certo e “E” para errado: 4)

□ Jesus veio ao mundo como homem e como nós viveu em

pecado. 5)

□ Jesus deseja ter comunhão com o ser humano.

16


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

LIÇÃO 03 – O PECADO DATA: ___ / ___ / ___ Texto Bíblico: Rm 3.23 O que vem a ser o pecado? Atualmente existe uma infinidade de conceitos e até mesmo há aqueles que negam a realidade do pecado, contudo a verdadeira resposta a esta pergunta encontra-se na Bíblia Sagrada. Pecado é toda atitude, ação ou omissão (Tg 4.17) que transgride a vontade de Deus e sua lei moral, ou seja, inconformidade com sua lei. É tudo aquilo que “fere” a santidade de Deus. É errar o alvo, ultrapassar os limites estabelecidos por Deus. O pecado pode existir em pensamentos (Mt 5.28), em ações, em omissão (Tg 4.17) e em palavras (Mt 5.22). Outras palavras são usadas no N. T. para referir-se ao pecado: Transgressão – “passo falso, erro crasso, recair, transgressão” (Hb 6.6) (VINE, 2005, p. 1032); Ilegalidade – “sem lei, iniqüidade, ilegalidade” (Mt 7.23; 2 Ts 2.7-12). (HORTON, 2001, 283); Impiedade – “irreligiosidade, perversidade” (Rm 1.18, Tt 2.12). (VINE, 2005, p. 704); Desobediência – denota “obstinação, rejeição obstinada à vontade de Deus”. Os capítulos 1 e 2 de Gênesis narram a criação perfeita da terra, dos animais, do Jardim do Édem e do casal Adão e Eva. Contudo, após colocar o homem no Édem, Deus colocou uma árvore pela qual o livre arbítrio do homem seria provado. “E ordenou o SENHOR Deus ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás” (Gn 2.16,17).

17


O Plano de Deus para sua Vida Após este mandamento ao homem, Deus criou a mulher. No capítulo 3 de Gênesis é narrada a tentação e a queda do casal com suas consequências, leia o capitulo 3 de Gênesis para compreender. É notório pela experiência humana que a consequência do pecado foi terrível para toda a humanidade, em Gênesis 3 são descritos as consequências imediatas do pecado decretadas por Deus. Veremos quais são as consequências do pecado: Culpa – (Gn 3.7) o primeiro malefício do pecado foi a culpa oriunda da consciência do pecador. Esta culpa não foi exclusiva do primeiro casal, pois é extensiva a toda sua posteridade. Auto justificação – (Gn 3.7) esta foi a primeira demonstração em atos de que a natureza humana havia se corrompida, desde então o ser humano vem tentando justificar-se diante de Deus através de seus próprios atos. Fuga – (Gn 3.8) Como consequência da culpa pelo pecado o homem além de tentar se justificar, busca fugir da presença de Deus. Estes mecanismos de defesa estão presentes na vida de toda a humanidade. Projeção da culpa – (Gn 3.12) Adão ao ser inquirido por Deus não teve a moral de reconhecer sua falha e suplicar pela misericórdia divina, antes, atribuiu a culpa pelo seu erro à “mulher” que (o Senhor) “me deu”. Em seguida, a mulher ao ser inquirida parte do mesmo princípio, a projeção da culpa. A maldição sobre a serpente – (Gn 3.14). A maldição sobre a mulher – (Gn 3.16). As consequências imediatas do pecado para Eva e todas as mulheres são duas: aumento na dor de parto e sua sujeição ao esposo. Em relação a esta última, a história comprava a situação degradante em que muitas sociedades trataram as mulheres, um exemplo disso foi o povo judeu.

18


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

A maldição sobre o homem - (Gn 3.19). O trabalho não foi consequência do pecado, visto que este foi instituído antes da queda (Gn 2.15), mas as dificuldades em obter o sustento sim, este foi consequência do pecado. A maldição sobre a terra – (Gn 3.17). Como consequência da desobediência de Adão a terra foi amaldiçoada, isso envolve a fauna e a flora. A natureza ficou sujeita as catástrofes que hoje podemos presenciar. A morte – Adão e Eva não conheciam a morte, de fato este não faz parte do plano original de Deus para a humanidade, mas que, em virtude da rebeldia do casal passou a ser fato. Na Bíblia encontramos três conceitos de morte (Separação): a) a primeira morte que o homem provou foi a separação de Deus, ou seja, a morte espiritual; b) depois veio a morte física, separação da alma e espírito do corpo; c) e por fim haverá a morte eterna para aqueles que não alcançarem a salvação, esta é chamada de segunda morte em Apocalipse 20.14. Posteriormente a declaração das maldições supracitadas, Deus expulsou o casal do Édem para que não comessem também da árvore da vida, possivelmente para que não vivessem eternamente em pecado. Devido ao pecado o homem assumiu algumas características contrárias a vontade de Deus, ele tornou-se: Pecador (Sl 51.5); Inimigo de Deus (Tg 4.4); Morto espiritual (Is 59.1-2); Escravo do pecado (Jo 8.34); Destituído da glória de Deus (Rm 3.23); Cego espiritual (2 Co 4.4) e Condenado – a condenação à morte eterna é uma das maiores desgraças oriundas do pecado. Na próxima lição veremos qual é o plano de Deus para nos salvar e o que podemos fazer em relação ao pecado. 19


O Plano de Deus para sua Vida ATIVIDADES: Assinale com “X” a alternativa correta: 1) Pecado é: a. □ Errar o alvo; b. □ Ultrapassar os limites estabelecidos por Deus; c. □ Ofender a santidade de Deus;

d. □ Todas as alternativas estão corretas. 2) O pecado: a. □ Depende do ponto de vista da pessoa; b. □ É uma idéia criada pelos homens;

c. □ É uma realidade de acordo coma palavra de Deus; d. □ Não existe. 3) Por causa do pecado a humanidade: a. □ Ficou mais inteligente; b. □ Ficou mais forte; c. □ Ficou mais Feliz; d. □ Perdeu a comunhão com Deus . Assinale “C” para certo e “E” para errado:

□ No contexto Bíblico, só existe a morte física. 5) □ Deus expulsou o casal do Édem para que não comessem 4)

também da árvore da vida, possivelmente para que não vivessem eternamente em pecado.

20


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

LIÇÃO 04 – O PLANO DA REDENÇÃO DATA: ___ / ___ / ___ Texto Bíblico: Jo 3.16-21 Estudamos na lição anterior sobre o pecado e suas consequências, entre as consequências descobrimos que a humanidade se encontrava condenada, conforme lemos no Texto Bíblico, mas Deus demonstrou seu amor ao enviar Jesus para nos salvar através de sua morte, mas porque era necessário que Jesus Morresse por nós? Deus é Amor, mas é também Justiça, portanto, não pode em sua natureza amorosa simplesmente absolver o homem pecador pelo seu pecado. É necessário que a sua justiça seja satisfeita. Deus é o Criador, Legislador e Juiz do Universo. Como supremo legislador Ele criou as leis e como supremo juiz, Deus, fará cumprir-se todos seus decretos e leis. Vejamos algumas leis estabelecidas por Deus: ... mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás (Gn 2.17). Porque o salário do pecado é a morte... (Rm 6.23). Nestes dois textos observa-se que o Legislador estabelece o pecado e o resultado do pecado. Visto que o homem infringiu a lei de Deus, tornou-se passível de sofrer as penalidades previstas acima, a morte. No entanto, por sua infinita misericórdia, Deus estabeleceu um dispositivo legal pelo qual poderia haver um escape para o homem. Este meio pelo qual o homem poderia livrar-se da condenação eterna era através da morte de um substituto com as seguintes características: O substituto deveria ser inocente, perfeito, morto pelo derramamento de sangue e não sufocado, e nos tempos do Antigo Testamento o sacrifício de animais era uma 21


O Plano de Deus para sua Vida tipologia, ou seja, um exemplo do que iria acontecer. Por isso, Jesus foi chamado de Cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo. Em sua morte, Jesus cumpriu toda exigência da lei de Deus para uma morte vicária ou substituta.  Morreu como inocente e imaculado (Hb 7.23; Hb 4.15);  Morto pelo derramamento de sangue – Contudo, um dos soldados lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água (Jo 19.34). Porque isto é o meu sangue, o sangue do Novo Testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados (Mt 26.28).  Não asfixiado – a morte de cruz era uma morte por asfixia. Os condenados mantinham o peso de seus corpos com as pernas pregadas ou amarradas, e conforme passava o tempo eles iam se cansando, vinham às câimbras e o corpo cedia. Devido os braços estarem presos por pregos ou cordas, quando o corpo cedia, os braços esticados comprimiam a caixa torácica e as vias respiratórias, sufocando o condenado que morria por asfixia. Em João 19.31-34 relata-se que os judeus pediram para que quebrassem as pernas dos condenados (Jesus e os dois malfeitores) para que eles morressem sufocados. No entanto, Jesus já havia morrido, e não foi por asfixia, visto que ao render seu espírito deu um brado. Portanto, podemos afirmar que Jesus cumpriu todas as exigências legais para satisfazer a justiça divina. Na cruz Jesus falou: “Está Consumado” (Jo 19.30), ou seja, cumpri o plano da redenção. Você sabe o que é redenção?

22


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

No Antigo Testamento havia uma norma em que, se um judeu se tornasse escravo por dívida, o seu parente mais próximo, com condições financeiras, devia resgatar-lhe para colocá-lo em liberdade (Lv 25.47-49). Este era o parente remidor (hb. Goel). Desta expressão, “remir”, do hebraico gã’al, cujos outros significados são “libertar, resgatar, agir como parente” (VINE, 2005, p. 259), é que procede a designação do sacrificio de Cristo como redentor. Ele morreu para pagar o preço pelo resgate da humanidade, para nos dar liberdade. Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus, ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus (Rm 3.24,25). Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a remissão das ofensas, segundo as riquezas da sua graça (Ef 1.7). Leia também: Jó 19.25; Sl 78.35; Is 41.14; Gl 4.5; 1 Tm 2.6; Tt 2.14; Hb 9.12. O sacrifício vicário de Cristo foi em favor de toda humanidade, sem acepções de pessoas (Jo 3.16; 6.40). E o chamado para salvação é para todos (Mc 16.15; Mt 11.28; Jo 7.37). É a vontade de Deus quer que todos os homens se salvem (1 Tm 2.3,4; Ez 18.23). Contudo, é necessário que o homem aceite sua oferta de salvação, se arrependa de seus pecados e se converta. Mas há pessoas que argumentam: “Eu não sou pecador! Eu não faço mal e ninguém!” No entanto, a palavra de Deus diz que as nossas justiças são como trapos de imundícia diante de Deus (Is 64.6). Se você faz o bem, isso não é capaz e te salvar, se assim fosse, não seria necessário Jesus morrer por nós. O único modo de sermos justificados diante de Deus é através do sacrifício de Jesus (Rm 5.1,9). Para isso, precisamos crer em sua palavra e recebê-lo como Senhor e Salvador de nossas vidas. 23


O Plano de Deus para sua Vida ATIVIDADES: Assinale com “X” a alternativa correta: 1) Deus estabeleceu que o substituto do pecador fosse: a. □ Inocente; b. □ Perfeito; c. □ Morresse através do derramamento de sangue; d. □ Todas as alternativas estão corretas. 2) Redenção significa: a. □ Libertar; b. □ Resgatar;

c. □ Agir como parente remidor; d. □ Todas as alternativas estão corretas. 3) Para ser salvo é necessário: a. □ Somente ser bom;

b. □ Somente ir a Igreja; c. □ Crer na palavra e aceitar Jesus como Salvador e Senhor; d. □ Jesus morreu pela humanidade, por isso, não precisamos fazer nada, já somos salvos. Assinale “C” para certo e “E” para errado: 4)

□ Deus é o Criador do Universo, mas não é o Legislador nem

Juiz. 5)

□ Em sua morte, Jesus cumpriu toda exigência da lei de Deus

para uma morte vicária ou substituta.

24


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

LIÇÃO 05 – COMO ALCANÇAR A SALVAÇÃO DATA: ___ / ___ / ___ Texto Bíblico: At 16.30-31 O que faremos para ser salvo? Esta é a pergunta que muitas pessoas tem feito a si mesmo. Você sabe o que é necessário para alcançar a salvação? A salvação é um dom de Deus, ou seja, um presente (Ef 2.8). Mesmo assim, há pessoas que tentam vender ou comprar, mas é um presente de Deus diretamente para você, para cada ser humano. Basta acreditar e aceitar este presente. Mas quando aceitamos o presente de Deus de todo o coração, ele promove algumas mudanças em nossas vidas. Vejamos então como alcançar a salvação: Fé Em primeiro lugar, para alcançar a salvação, é necessário ter fé em Jesus e na palavra de Deus. Esta fé vem pelo ouvir a palavra de Deus (Rm 10.17). Cada vez que você ouve a palavra de Deus, sua fé aumenta. Certo escritor disse que a fé é como uma mão que recebe a benção de Deus (Hb 11.6). Ter fé e crer são palavras sinônimas, Paulo respondeu ao carcereiro: “Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa” (At 2.31). Jesus falou: “Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado” (Mc 16.16). A fé é o primeiro passo para salvação, mas não é o único. Arrependimento Uma fé viva promove arrependimento, que é a tristeza por ter cometido algo errado, neste caso, ter vivido em pecado e longe de

25


O Plano de Deus para sua Vida Deus, mas é seguido do desejo de mudar (2 Co 7.9-10). Este arrependimento é necessário para alcançar a salvação: No passado Deus não levou em conta essa ignorância. Mas agora ele manda que todas as pessoas, em todos os lugares, se arrependam dos seus pecados (At 17.30). Mas arrependimento não é apenas um sentimento, ele se manifesta nos atos como disse João Batista ao povo: “Façam coisas que mostrem que vocês se arrependeram dos seus pecados” (Mt 3.8). Assim chegamos ao terceiro elemento para alcançara a salvação, a conversão. Conversão Converter-se é fazer o caminho de volta. Quando o homem vive em pecado ele anda no caminho contrário a Deus, seguindo o caminho das trevas e da condenação eterna, se torna inimigo de Deus (Tg 4.4). O pecado nos separa de Deus: “Pois são os pecados de vocês que os separam do seu Deus...” (Is 59.2). A conversão é o abandono do pecado para nos aproximarmos de Deus. Portanto, quando alguém acredita de todo coração em Jesus e na palavra de Deus (fé), arrepende-se de seus pecados, consequentemente deve mudar sua vida e seu caminho (conversão). Em nossa caminhada, ou seguimos a Deus ou nos distanciamos dEle. “Portanto, arrependam-se e voltem para Deus, a fim de que ele perdoe os pecados de vocês” (At 3.19). Confessar a Cristo Se uma pessoa afirmar publicamente que pertence a mim, eu também, no Dia do Juízo, afirmarei diante do meu Pai, que está no céu, que ela pertence a mim (Mt 10.32). Confessar que segue a Jesus é outro passo necessário para quem almeja a salvação. É algo que deve acontecer naturalmente na vida do novo convertido. Esta confissão no princípio é em 26


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

palavras, mas logo, as atitudes do seguidor de Cristo devem testemunhar junto. Se você disser com a sua boca: “Jesus é Senhor” e no seu coração crer que Deus ressuscitou Jesus, você será salvo (Rm 10.9). Submissão a Cristo Há pessoas que desejam apenas as bençãos materiais vindas de Deus, outros querem Jesus apenas como Salvador, contudo, é necessário reconhecer Jesus também como Senhor, isto é, submeter-se sob sua palavra (Jo 12.26). Aliás, servir e obedecer são palavras que devem fazer parte da vida do seguidor de Cristo. Comunhão com o corpo de Cristo Quando Jesus desenvolveu seu ministério terreno, constituiu a sua Igreja, que é a união dos salvos para cumprir com o propósito de ser testemunhas do seu Evangelho. Algumas pessoas questionam se é possível seguir a Cristo sem participar da sua Igreja. A resposta é não, porque se alguém se submete a Ele pela fé, também irá obedecê-lo: Não abandonemos, como alguns estão fazendo, o costume de assistir às nossas reuniões. Pelo contrário, animemos uns aos outros e ainda mais agora que vocês vêem que o dia está chegando (Hb 10.25). Leia também Mt 16.17-19; At 2.47. Perseverança O último passo para alcançar a salvação é perseverar na fé e obediência a Jesus Cristo. Talvez este seja o maior desafio, porque muitos iniciam a jornada, mas não são todos os que a terminam. Perseverar é ser firme, constante, não desistir diante das dificuldades. Fiquem firmes, pois assim vocês serão salvos (Lc 21.19).

27


O Plano de Deus para sua Vida ATIVIDADES: Assinale com “X” a alternativa correta: 1) Em primeiro lugar, para alcançar a salvação é necessário: a. □ Arrepender-se; b. □ Ter fé;

c. □ Perseverar; d. □ Confessar a Cristo. 2) Sobre arrependimento, assinale a alternativa INCORRETA: a. □ Uma fé viva promove arrependimento;

b. □ Arrependimento é necessário para alcançar a salvação; c. □ Arrependimento é apenas um sentimento, ele não se manifesta nos atos; d. □ O verdadeiro arrependimento leva a conversão. 3) Aceitar a Jesus como Senhor e Salvador significa: a. □ Que não devemos satisfação a Deus; b. □ Que somos dono de nossas vidas;

c. □ Que devemos nos submeter a vontade de Jesus; d. □ Senhor é somente uma forma educada de se referir a Jesus. Assinale “C” para certo e “E” para errado: 4)

□ Fazer parte da Igreja de Jesus é algo que todo o convertido

deve fazer. 5)

□ Perseverar é ser firme, constante, não desistir diante das

dificuldades. 28


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

LIÇÃO 05 – AS BÊNÇÃOS DA SALVAÇÃO DATA: ___ / ___ / ___ Texto Bíblico: Ef 1.3 A salvação é um grande presente de Deus a humanidade através de Jesus. E ela traz algumas outras bençãos para a vida do salvo. As bençãos que estudaremos nesta e na próxima lição devem ser motivo de grande alegria para a vida do salvo. Conforme lemos em Efésios 1.3, não se tratam de coisas materiais, mas são bençãos espirituais. Isso não quer dizer que Deus não nos abençoa materialmente, mas que as coisas espirituais são as mais importantes. Vejamos que bençãos são essas: Redenção (Ef 1.7) Éramos escravos do pecado e estávamos condenados a viver separados de Deus. Tínhamos uma dívida que jamais poderíamos pagar. Contudo, Jesus pagou nossa dívida através de seu sangue precioso (1 Pe 1.18,19). Foi ele quem se deu a si mesmo por nós, a fim de nos livrar de toda maldade e de nos purificar, fazendo de nós um povo que pertence somente a ele e que se dedica a fazer o bem (Tt 2.14). O homem sem Deus vive na pratica do pecado porque é escravo do pecado (Jo 8.34), mas, Jesus tem o poder de libertar todos aqueles que vão a ele (Jo 8.36), por exemplo, se alguém tem, problemas com vício, o Senhor o ajuda a libertar-se deste mal (Mt 11.28,29). Ressurreição (Ef 2.5,6) Devido ao pecado estávamos mortos (separados) de Deus e o resultado desta morte nos levaria a morte eterna. Contudo, através

29


O Plano de Deus para sua Vida da salvação passamos a ter vida espiritual e comunhão com Deus, e esta vida resultará na vida eterna. Justificação (Rm 5.1) Conforme estudamos na lição sobre o pecado, o homem é considerado injusto diante de Deus (Rm 3.23) e por si mesmo não tem como justificar-se diante do Criador (Is 64.6). Mas através da fé em Jesus, Ele em sua justiça e em seu sacrifício por nós, nos permitiu ser justificados diante de Deus (Rm 3.24; 5.9; Gl 2.16). A justificação neste caso é o ato pelo qual o pecador que aceita a Cristo pela fé, é tornado justo diante de Deus. É como se tivéssemos uma dívida em um banco da qual em nossas vidas não fosse possível pagá-la, e Jesus através de seu sacrifício na cruz tivesse um saldo tão grande, que poderia pagar a dívida de toda a humanidade. E Ele fez isso por aqueles que crêem em seu nome. Regeneração Regenerar é dar nova vida, reorganizar, transformar, renovar, restaurar. Quando entregamos nossa vida a Jesus de todo o coração e permitimos que o Espírito Santo faça morada em nossas vidas, experimentamos o milagre da regeneração, somos transformados em novas pessoas: “Quem está unido com Cristo é uma nova pessoa; acabou-se o que era velho, e já chegou o que é novo” (2 Co 5.17). Aceitar seguir a Jesus é um novo nascimento, é morrer para o mundo e nascer para a vida em Deus, este novo nascimento não é um capricho, mas uma necessidade (Jo 3.1-7). Adoção Outra benção gloriosa da salvação é a adoção. Antes estávamos em uma condição terrível diante de Deus, éramos inimigos de Deus (Tg 4.4), condenados (Jo 3.18), destituídos da Glória de Deus (Rm 3.13), Deus nos chamava criaturas e não filhos. Mas Jesus mudou isso em nós, agora temos o PODER de 30


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

sermos chamados de filhos de Deus (Jo 1.12). Não somente filhos de criação, mas filhos que possuem intimidade com o PAI, para tanto “O Espírito de Deus se une com o nosso espírito para afirmar que somos filhos de Deus” (Rm 8.16). Pela adoção temos direitos como herdeiros de Deus juntamente com Cristo (Gl 4.7). Santificação Ser santo significa ser separado do pecado, purificado e consagrado a Deus para seu louvor e serviço. Deus é plenamente santo, por isso, não pode aceitar a comunhão, o louvor e o serviço de alguém que não tenha sido santificado. Desta forma, através do sacrifício de Jesus ele nos santificou (Hb 10.10). Quando alguém aceita a Cristo, através do seu sangue é imediatamente santificado diante de Deus (Hb 13.12), ou seja, purificado. Mas como alguém que acaba de aceitar a Cristo e ainda não se libertou de alguns vícios e atitudes pecaminosas como mentir, falar palavrões pode ser santo? A resposta é que existem duas formas de analisar a santificação: a primeira é a que já citamos, quando alguém recebe Jesus em sua vida; a segunda forma de santificação é um ato progressivo, ou seja, o novo convertido vai se transformando aos poucos, abandonando as praticas que desagradam a Deus progressivamente (Hb 12.14). Mas para prosseguirmos nesta santificação temos dois poderosos aliados que nos ajudam a santificar nossas vidas ao Senhor: o Espírito Santo (1 Co 6.11; 2 Ts 2.13) e a maravilhosa palavra de Deus (Jo 17.17; Sl 119.9,11; Ef 5.26). Estas são algumas das bençãos provenientes da salvação, na próxima lição aprenderemos sobre um amigo glorioso! 31


O Plano de Deus para sua Vida ATIVIDADES: Assinale com “X” a alternativa correta: 1) NÃO é uma benção proveniente da salvação: a. □ Rejeição; b. □ Redenção;

c. □ Regeneração; d. □ Ressurreição. 2) Redenção é: a. □ O ato de Jesus nos tornar justos; b. □ O ato de Deus nos tornar filhos;

c. □ O ato de Jesus nos resgatar da escravidão do pecado; d. □ O ato divino de nos dar vida. 3) Somos santificados: a. □ Pelo sangue de Jesus; b. □ Pelo Espírito Santo Deus; c. □ Pela palavra de Deus; d. □ Todas as alternativas estão corretas. Assinale “C” para certo e “E” para errado:

□ A adoção não quer dizer que somos herdeiros de Deus. 5) □ Ser santo significa ser separado do pecado, purificado e 4)

consagrado a Deus para seu louvor e serviço.

32


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

LIÇÃO 07 – CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO DATA: ___ / ___ / ___ Texto Bíblico: Jo 14.26 Você já ouviu falar na pessoa do Espírito Santo? O que você sabe sobre ele? Nós últimos dias do ministério terreno de Jesus, ele comunicava que voltaria ao Pai e o discípulos estavam preocupados, porque era o mestre que fazia toda a diferença na vida e ministério que eles estavam iniciando. Mas Jesus prometeu que enviaria outro Consolador para estar com eles. No original a expressão outro consolador quer dizer outro do mesmo tipo (mesma essência, qualidade, poder e amor) para estar ao seu lado e lhes ajudar. Esse é o Espírito Santo de Deus, é ele quem faz toda a diferença na vida da Igreja e no ministério que nos concede. O Espírito Santo é quem dá vida a Igreja. Uma vida cristã abundante depende da presença dEle, por isso, devemos cultivar a comunhão com ele através da santificação e da oração. Vamos entender um pouco qual é a ação do Espírito Santo na vida dos salvos: A primeira ação do Espírito Santo é convencer o homem do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16.8). Se você já entregou sua vida a Jesus, é porque permitiu que o Espírito Santo falasse ao seu coração. Se ainda não entregou sua vida a Cristo, sem dúvida já sentiu a ação dele para te convencer. Contudo, leia o que diz a palavra de Deus em Hebreus 4.6,7. Deus é um cavalheiro, ele não agirá em sua vida se você não permitir. Quando entregamos nossas vidas a Deus o Espírito Santo passa a fazer morada em nossas vidas (Jo 14.17). Algumas religiões veneram lugares e edificações como sagrados, acreditando que 33


O Plano de Deus para sua Vida Deus habita nestes lugares. Contudo, a Bíblia afirma que nós somos o templo e a morada do Espírito Santo (1 Co 3.16). Outra ação do Espírito em nossas vidas é comunicar a comunhão que temos com Jesus (Jo 15.26). Através do Espírito se cumpre a promessa de Cristo de estar conosco (Mt 28.20; Mt 18.20). Ele também testifica que somos filhos de Deus e irmãos em Cristo (Rm 8.16). O Espírito Santo produz uma mudança no caráter do salvo, chamado de Fruto do Espírito, sobre isso, veremos na próxima lição. Todo salvo em Cristo entende que existe a vida eterna e a morte eterna, e que a única forma de alcançarmos a vida eterna é através de Jesus, daí procede a necessidade de comunicar àqueles que ainda não entregaram suas vidas a Jesus sobre esta decisão. Porém, para que possamos dar este testemunho de forma eficaz, precisamos da ajuda do Espírito Santo. Para isso Jesus prometeu que receberiam o poder do Espírito Santo para testemunharem de Jesus (At 1.8). Por isso, devemos buscar em oração este poder. Se você mantiver uma vida de comunhão com o Espírito Santo e ler com frequência a palavra de Deus, quando precisar falar de Jesus em qualquer circunstância Consolador te ajudará: Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito (Jo 14.26). Outra ação maravilhosa do Espírito Santo em nosso favor é que ele nos ajuda em nossas fraquezas e intercede por nos em nossas orações (Rm 8.26.27). Conforme você lê neste texto a Bíblia fala que Ele intercede até com gemidos inexprimíveis, uma intercessão tão intensa que não há palavras humanas para explicar. Aleluia! Ele faz isso por nós.

34


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

Através do Espírito Santo também somos guiados pelo caminho da verdade. Esta condução acontece em primeiro lugar pela palavra de Deus, pela iluminação do Espírito Santo (1 Co 2.14-16). Mas, quando vier aquele Espírito da verdade, ele vos guiará em toda a verdade, porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará o que há de vir (Jo 16.13). Outra ação do Espírito de Deus em nosso favor é conceder os dons espirituais para sua igreja (1 Co 12.7-11) sobre este importante tema estudaremos mais detalhadamente no próximo volume. Um fato muito importante que você precisa saber sobre o Espírito Santo é que, apesar de ser Deus, ele é sensível as nossas ações, por exemplo, ele pode ser rejeitado pelo ser humano (Hb 3.7,8). Também pode se entristecer com nossas ações (Ef 4.30) o que o afastará de nós. O Espírito Santo possui por nós um terno ciúme, como um noivo por sua noiva, jamais aceitaria ver sua prometida dar em cima de outra pessoa, assim é o Espírito em relação a nós, se nos percebe flertando com o pecado, sente-se ofendido. Outra recomendação Bíblica é: “Não atrapalhem a ação do Espírito Santo” (1 Ts 5.19) em outra tradução diz: “Não extingais o Espírito”. Isto quer dizer que podemos ser um canal para ação do Espírito ou um obstáculo. Sejamos, portanto, canal de benção pela ação maravilhosa do Espírito. Quando aceitamos a Jesus, recebemos este grande amigo para caminhar ao nosso lado e nos ajudar. Cultive este relacionamento cada dia mais e você conhecerá na prática quão maravilhoso Ele é. É a presença dEle em nós que produz uma alegria inexplicável, que muitas vezes nós leva a chorar e desejar mais da sua presença.

35


O Plano de Deus para sua Vida ATIVIDADES: Assinale com “X” a alternativa correta: 1) NÃO é ação do Espírito Santo: a. □ Convencer o homem do pecado; b. □ Fazer morada na vida do salvo;

c. □ Fazer morada na vida de toda a humanidade; d. □ Guiar o salvo em toda a verdade. 2) O Espírito Santo: a. □ Não pode nós conceder poder para testemunhar; b. □ Intercede somente pelos pastores;

c. □ Guia o salvo pelo caminho da verdade; d. □ É impessoal. 3) O Espírito Santo: a. □ Pode ser entristecido; b. □ Pode ser rejeitado; c. □ Pode ser extinto na vida do crente; d. □ Todas as alternativas estão corretas. Assinale “C” para certo e “E” para errado: 4)

□ Outra ação do Espírito de Deus em nosso favor é conceder

os dons espirituais somente aos pastores. 5)

□ Quando aceitamos a Jesus, recebemos este grande amigo, o

Espírito Santo, para caminhar ao nosso lado e nos ajudar.

36


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

LIÇÃO 08 – O FRUTO DO ESPÍRITO DATA: ___ / ___ / ___ Texto Bíblico: Gl 5.22,23 Na lição anterior aprendemos um pouco sobre a pessoa do Espírito Santo na vida do salvo em Cristo, nesta lição estudaremos especificamente sobre a sua ação no caráter do cristão. Quando o Espírito Santo passa a habitar em nossas vidas, ele nos conduz ou nos influência a nos tornamos parecidos com o Senhor Jesus: Portanto, todos nós, com o rosto descoberto, refletimos a glória que vem do Senhor. Essa glória vai ficando cada vez mais brilhante e vai nos tornando cada vez mais parecidos com o Senhor, que é o Espírito (2 Co 3.18). Observe que essa transformação é gradual e operada pelo Espírito. Quando isso ocorre em nossas vidas, as pessoas verão que mudamos e notarão que somos cristãos, não somente pelo traje, mas pelo comportamento que reflete a imagem de Deus (Mt 7.20). Em Gálatas 5.22,23 encontramos nove virtudes do fruto do Espírito Santo na vida do cristão: Mas o Espírito de Deus produz o amor, a alegria, a paz, a paciência, a delicadeza, a bondade, a fidelidade, a humildade e o domínio próprio. E contra essas coisas não existe lei. Amor – o ser humano é por natureza egoísta. Seu alvo geralmente é seu sucesso, sua satisfação, seu prazer. É obvio, há exceções. Mas quando o Espírito Santo passa a habitar em nós ele nos conduz há um amor altruísta e sacrificial. Leva-nos a perdoar e a amar inclusive os inimigos.

37


O Plano de Deus para sua Vida E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Desses dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas (Mt 22.37-40). Alegria – o ser humano sente-se alegre quando alcança seus objetivos, ou quando encontra satisfação em coisas terrenas e fúteis ou passageiras, mas a alegria como virtude do fruto do Espírito é fundamentada em Deus. O cristão alegra-se por que tem comunhão com Deus e o Espírito Santo habita nele (Sl 30.11; Hc 3.17,78; Rm 14.17). Paz – Antes de voltar ao Pai, Jesus prometeu: "Deixo com vocês a paz. É a minha paz que eu lhes dou; não lhes dou a paz como o mundo a dá. Não fiquem aflitos, nem tenham medo" (Jo 14.27). Por que a paz que Jesus nos oferece é diferente da paz do mundo? A paz do mundo é exterior, mas a paz de Jesus acontece no interior do salvo. Esta paz da certeza de que Deus está no controle de tudo. Mesmo no meio de grandes problemas a pessoa cheia do Espírito Santo confia em Deus (Fp 4.7). Paciência – esta palavra tem dois sentidos, primeiro a capacidade de suportar as pessoas fracas na fé (Rm 15.1) e o outro sentido é de não pagar o mal com o mal, mas sim com o bem e esperar o julgamento que vem de Deus (Rm 12.19-21). Benignidade – é a virtude que nós dá condições de sermos misericordiosos, compassivos, de sermos gentis com as pessoas, é demonstrada pela ternura e brandura no trato com o próximo. Desta forma o cristão torna-se uma pessoa agradável e atrativa como o Mestre Jesus. Bondade – a bondade é o amor em ação, é a prática do bem. Na prática é ajudar aos necessitados. Fazer o bem sem olhar a quem e sem esperar recompensa nesta vida. 38


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

Fidelidade – esta é outra importante característica de um homem de Deus, o sentido da palavra fidelidade é pessoa de confiança. Há muitos que na época que entregam suas vidas a Cristo, não tem nenhuma confiança da família nem da sociedade, mas após ter sua vida transformada vai ganhando confiança que é o resultado de sua fidelidade em tudo o que faz e fala. Humildade – em algumas traduções “mansidão” – é a característica de quem conhece a Deus e é submisso a Sua vontade. O cristão que conhece ao seu Deus e é cheio do Espírito Santo, não faz as coisas do seu jeito, mas espera a direção de Deus para sua vida. Por exemplo, se ele não consegue o emprego que tanto quis, sabe que Deus está no comando e tem o melhor para ele, ou, se não consegue fazer a viagem que planejou, ele pensa: “talvez seja Deus me dando um livramento”. Essa mansidão é resultado da confiança em Deus. Domínio próprio – uma vez que aceitamos a Jesus como salvador, temos a vida regenerada de nossa condição de pecador, deixamos de andar segundo a vontade do mundo, contudo continuamos no mundo e o pecado continua habitando em nossa natureza. Desta forma, todos os dias somos tentador a pecar, seja em pensamentos, palavras ou atitudes. E é justamente o domínio próprio que nos dá a condição de dizer não ao pecado e sim para Deus. Através do domínio próprio podemos decidir fazer o que é correto. Lembrando que está é uma força que vem do Espírito Santo Deus. O fruto do Espírito Santo é a evidência de que Deus habita em nos. Quero dizer a vocês o seguinte: deixem que o Espírito de Deus dirija a vida de vocês e não obedeçam aos desejos da natureza humana (Gl 5.16).

39


O Plano de Deus para sua Vida ATIVIDADES: Assinale com “X” a alternativa correta: 1) Sobre a virtude do amor assinale a INCORRETA: a. □ O ser humano é por natureza um ser que ama; b. □ O ser humano geralmente pensa de forma egoísta; c. □ O amor leva-nos a perdoar;

d. □ Quando o Espírito Santo passa a habitar em nós ele nos conduz há um amor altruísta e sacrificial. 2) Sobre alegria e paz assinale a alternativa correta: a. □ A alegria estudada é resultado de atingir os objetivos; b. □ A paz de Cristo é a mesma que o mundo oferece; c. □ A paz de Cristo vem do interior, é obra do Espírito Santo; d. □ A alegria como virtude do Espírito é fundamentado nas coisas terrenas. 3) A virtude fidelidade significa: a. □ O amor em ação; b. □ Disciplina; c. □ Ser uma pessoa de confiança; d. □ Todas as alternativas estão corretas. Assinale “C” para certo e “E” para errado: 4)

□ Em Gálatas 5.22,23 encontramos sete virtudes do fruto do

Espírito Santo na vida do cristão. 5)

□ O fruto do Espírito Santo é a evidência de que Deus habita

em nós. 40


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

LIÇÃO 09 – FÉ DATA: ___ / ___ / ___ Texto Bíblico: Hb 11.1 Fé, uma pequena palavra que faz toda a diferença na vida de um seguidor de Jesus. Você sabe o que significa ter fé? Sabe qual é a sua importância? O melhor conceito que temos é o que lemos no texto bíblico: “A fé é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e a prova de que existem coisas que não podemos ver”. Observe a definição, diz que fé é a certeza, logo, não deve haver espaço para a dúvida. Ou seja, se você ora por uma benção na sua família, deve acreditar que vai acontecer, ainda que as circunstâncias sejam contrárias. Veja o que a palavra de Deus diz sobre quem duvida: “Porém peçam com fé e não duvidem de modo nenhum, pois quem duvida é como as ondas do mar, que o vento leva de um lado para o outro” (Tg 16). O texto diz que quem duvida é como as ondas do mar levada pelo vento, ela não tem direção própria, porém, quem tem fé sabe o que quer e vai em direção a sua benção, como o caso de uma mulher que tinha um fluxo de sangue e disse: “Se eu apenas tocar na capa dele, ficarei curada”(Mt 9.21). Esta mulher, pela fé, venceu todos os obstáculos e alcançou a sua benção, ela não duvidou que conseguiria. A fé é o meio pelo qual alcançamos as bençãos de Deus para nossas vidas. Sem fé nada receberemos de Deus. Todos os que experimentaram profundas experiências com Deus, o fizeram pela fé. Na Bíblia há um capítulo que é chamado de galeria dos heróis da fé, este é o capítulo 11 de Hebreus, você deve ler. Neste texto encontramos a verdade que Diz que: “Sem fé ninguém pode agradar a 41


O Plano de Deus para sua Vida Deus” (Hb 11.6). Aliás, quando lemos os Evangelhos, em nenhum momento você encontra Jesus elogiando alguém pela riqueza, fama, beleza, inteligência ou conhecimento, mas quando ele encontrava alguém que tinha fé em Deus, Jesus ficava maravilhado. Veja um exemplo em Mateus 8.5-13. Se você deseja impressionar o Mestre, seja uma pessoa de profunda fé. Mas como adquirir fé? Estudando a palavra de Deus (Rm 10.17) e se relacionando com o Senhor. Para ter fé precisamos acreditar em Deus e não naquilo que vemos (Jo 20.29). Tipos de fé Na Bíblia existe algumas variações com relação à fé. Primeiro citamos a fé natural, que todo ser humano possui, todos acreditamos em fazer coisas normais como dormir e acordar no outro dia; sair para trabalhar e voltar no fim do dia; etc. Há a fé para salvação: Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio da fé. Isso não vem de vocês, mas é um presente dado por Deus (Ef 2.8). Talvez você se pergunte, porque Deus quer que alcancemos a salvação pela fé? Quando o homem pecou, ele o fez pela incredulidade e desobediência, foi por esse caminho que nos afastamos do Senhor, agora Ele quer que façamos o caminho de volta pela fé e pela obediência a sua palavra. Há também o dom da fé, que é a capacitação do Espírito Santo para realizar coisas grandiosas através da fé, é a confiança extraordinária no poder de Deus. A fé, mesmo sendo um dom do Espírito Santo, pode ser dividida em graus menores e maiores, da seguinte maneira: "Ainda não tendes fé?" (Mc 4.40), falta de fé; "... pouca fé" (Mt 17.20); "... tanta fé" (Mt 8.10);

42


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

"... grande fé" (Mt 15.28); "... toda a fé" (1 Co 13.2). Para vivenciar um cristianismo vitorioso é preciso ter fé, é através dela que agarramos as promessas de Deus para nossas vidas. Mas tudo começa com a leitura da palavra onde encontramos suas preciosas promessas. Por exemplo, eu leio no Salmo 1 que aquele que medita na palavra de Deus e pratica: "Essas pessoas são como árvores que crescem na beira de um riacho; elas dão frutas no tempo certo, e as suas folhas não murcham. Assim também tudo o que essas pessoas fazem dá certo" (Sl 1.3). A promessa é que serei sempre frutífero e que tudo o que fizer para o Senhor vai dar certo. Ou seja, pela fé eu tomo esta palavra para minha vida. Outro exemplo, quando a caminhada cristã está difícil e parece que não tenho forças, leio Isaias 40.29-31, confio e espero no Senhor e as minhas forças são renovadas. Portanto, leia sempre a palavra de Deus, creia nas suas promessas, acredite de todo o coração que elas são para você também, e seja um cristão vitorioso. Na lição que vem falaremos sobre a oração, mas já adiantamos que o grande triunfo da oração é a fé. Por exemplo, o texto de Tiago 5.14,15, muitos acreditam que o que cura o enfermo é a unção com o óleo, este é apenas o símbolo do Espírito Santo, contudo o que cura é Jesus através da oração da fé. Enfim, toda a vida cristã é fundamentada na fé, a salvação, a leitura da palavra de Deus, a oração, a comunhão com o Espírito, o serviço cristão, as ofertas, nosso louvor a Deus e adoração. A fé é o resultado de nossa proximidade com Deus. Se você se relaciona com alguém e acredita nela, quando ela te faz uma promessa você espera, porque conhece quem te prometeu, de igual modo, nós que temos comunhão com Deus, que o conhecemos em sua fidelidade, soberania e poder. 43


O Plano de Deus para sua Vida ATIVIDADES: Assinale com “X” a alternativa correta: 1) A fé: a. □ É uma pequena palavra sem muita importância na vida cristã; b. □ É a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos; c. □ Não é necessária para alcançarmos as bençãos de Deus; d. □ Não faz diferença na oração. 2) É um tipo de Fé: a. □ Fé natural;

b. □ Fé para salvação; c. □ Dom da fé; d. □ Todas as alternativas estão corretas. 3) Jesus elogiava as pessoas: a. □ Pela riqueza que possuíam; b. □ Pela fé viva em Deus; c. □ Pela beleza que tinham; d. □ Pelo profundo conhecimento e inteligência que demonstravam. Assinale “C” para certo e “E” para errado:

□ Para adquirir fé não é necessário ler a Bíblia. 5) □ Enfim, toda a vida cristã é fundamentada na fé, a salvação, 4)

a leitura da palavra de Deus, a oração, a comunhão com o Espírito, o serviço cristão, as ofertas, nosso louvor a Deus e adoração.

44


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

LIÇÃO 10 – O PODER DA ORAÇÃO DATA: ___ / ___ / ___ Texto Bíblico: Jo 15.5 Jesus afirmou aos seus discípulos que para que pudessem ser úteis ao Reino de Deus, deveriam estar unidos a Ele, esta união ocorre através da santificação, da leitura da palavra e da oração. Afinal, você sabe o que é orar? Como você define oração? Quando lemos a Bíblia, Deus fala conosco, mas através da oração, nos falamos com Deus, e conforme ganhamos sensibilidade para ouvir a voz do Espírito Santo, na oração, Deus também fala conosco. Ou seja, orar é falar com Deus, é um diálogo com o Senhor. Orar é de extrema importância na vida cristã, por que experimentamos uma fé viva, com um Deus vivo, que se relaciona conosco. Um relacionamento só acontece se houver diálogo. Alguns têm o entendimento errado do que é oração, acham que orar é pregar para Deus, outros usam de vãs repetições. Imagine que um filho para manter intimidade dirija-se ao seu pai todos os dias falando as mesmas coisas, da boca para fora, sem sentir no coração e de forma repetitiva. Jesus disse: “Nas suas orações, não fiquem repetindo o que vocês já disseram, como fazem os pagãos. Eles pensam que Deus os ouvirá porque fazem orações compridas” (Mt 6.7). A oração deve ser uma comunicação sincera, racional, do profundo do coração para um Deus maravilhoso que nós conhece e deseja o melhor para nossas vidas. Lembre-se, contamos com a ajuda do Espírito Santo (Rm 8.26). Através da oração:  Mantemos comunhão com Deus (Jo 15.1-5); 45


O Plano de Deus para sua Vida  Acrescentamos nossa fé (Jd 20);  Diminuímos ou eliminamos a ansiedade (1 Pe 5.7);  Recebemos revestimento espiritual (Ef 6.18);  Estamos espiritualmente armados (2 Co 10.4);  Intercedemos diante de Deus por nós e pelo próximo (Fp 1.4);  Alcançamos as bençãos e vitórias que almejamos (Mt 7.711);  A oração é a chave que abre as portas das bençãos do céu. Como devemos Orar? Devemos orar com humildade (Tg 4.6) - há pessoas que em suas orações se atrevem a dar ordens para Deus, nunca podemos nos esquecer que Deus é nosso amigo, mas é também nosso Pai, e acima de tudo é o Soberano Rei. Devemos orar com fé (Hb 11.6, Tg 1.6) – “Se crerem, receberão tudo o que pedirem em oração” (Mt 21.22). Em obediência a sua palavra (1 Jo 3.22) – Deus se agrada dos filhos obedientes, no Salmo 37.4 diz: “Que a sua felicidade esteja no SENHOR! Ele lhe dará o que o seu coração deseja”. Note que o foco é Jesus, e não o desejo do seu coração, há muitos que procuram o Mestre somente por causa do desejo do seu coração. “A oração de uma pessoa obediente a Deus tem muito poder” (Tg 5.16). Orar segundo a vontade de Deus (1 Jo 5.14) – Há quem ensine que se em uma oração falamos: “seja feita a Sua vontade”, estamos demonstrando falta de fé, porém, nosso maior exemplo, Jesus, orou assim em um momento crucial. Orar segundo a vontade de Deus é confiar que Ele tem o melhor para nós.

46


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

Em nome de Jesus (Jo 14.13) – quando oramos não devemos apresentar a Deus aquilo que fazemos e achamos bom, por exemplo, dizer a Deus que somos ofertantes, dedicados na palavra, etc, devemos orar em nome de Jesus, pelo que Ele é, e pelo que Ele fez por nós, é através de Jesus que recebemos as bençãos do Pai. Quando orar Devemos orar quando estamos ansiosos (Fp 4.6); Quando estamos agradecidos (1 Ts 5.18), pela noite de sono, pelo dia que passou, pelo alimento que tem a mesa, pela salvação, devemos ser gratos a Deus em tudo. A Bíblia nos ensina a orar em todo lugar: “Quero, pois, que os homens orem em todo o lugar, levantando mãos santas, sem ira nem contenda” (1 Tm 2.8). A oração é uma grande batalha espiritual e nosso adversário sabe o quanto crescemos espiritualmente e o poder que recebemos de Deus quando oramos, por isso, orar se torna tão difícil. Mas aqueles que descobrem a importância da oração na prática, com o tempo adquirem o precioso habito da oração. A palavra de Deus nos ensina a orar com perseverança e orar sem cessar (Ef 6.18; 1 Ts 5.17). A Igreja do primeiro século foi uma igreja vitoriosa porque viviam em comunhão, aprendiam a palavra de Deus e perseveravam na oração (At 2.42). Desafio E você, está disposto a se aproximar mais de Deus através da oração, abençoar as pessoas da sua família, seus amigos e conhecidos através da intercessão, buscar as bençãos que você e sua família necessitam e revestir-se espiritualmente. A oração é uma ferramenta simples, mas poderosa em Deus e está a sua disposição também.

47


O Plano de Deus para sua Vida ATIVIDADES: Assinale com “X” a alternativa correta: 1) Sobre a oração é errado dizer que: a. □ É um ato de extrema importância na vida cristã; b. □ É fazer repetições para ser ouvido por Deus;

c. □ É a chave que abre as portas das bençãos do céu; d. □ É fundamental para manter comunhão com Deus. 2) Devemos orar: a. □ Com humildade, porém dando ordens para Deus; b. □ Com fé;

c. □ Em nome dos apóstolos; d. □ Pedindo que seja feito somente nossa vontade. 3) Devemos orar: a. □ Quando estamos ansiosos; b. □ Quando estamos agradecidos; c. □ Com perseverança; d. □ Todas as alternativas estão corretas. Assinale “C” para certo e “E” para errado:

□ A Bíblia nos ensina a orar somente na igreja. 5) □ A oração é uma grande batalha espiritual e nosso adversário 4)

NÂO sabe o quanto crescemos espiritualmente e o poder que recebemos de Deus quando oramos.

48


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

LIÇÃO 11 – O BATISMO CRISTÃO DATA: ___ / ___ / ___ Texto Bíblico: Mt 28.19 O Senhor Jesus ao estabelecer a sua Igreja na Terra (Ef 1.22,23) deixou duas ordenanças para sua Igreja: o Batismo em Águas e a Santa Ceia. Através do Batismo nas Águas o crente dá seu testemunho público de sua fé em Jesus Cristo e seu compromisso de segui-lo e tê-lo como Senhor e Salvador de sua. Este é o primeiro sinal de ingresso do novo crente ao Seu Corpo Místico (a Igreja), a Santa Ceia é o sinal que o crente mantém seu compromisso com o Senhor Jesus. Para que alguém seja batizado, é necessário primeiramente crer em Jesus e se arrepender de seus pecados (Mc 15.16; At 2.38). A palavra batismo significa “imergir”, “mergulhar”. Na Bíblia encontramos a idéia de batismo em águas, batismo com o Espírito Santo, batismo de arrependimento, contudo nesta lição falaremos sobre o batismo como ingresso do novo cristão à Igreja do Senhor. No tempo do início do ministério terreno de Jesus, havia um homem chamado João Batista que tinha sido enviado por Deus para preparar o caminho para o ministério de Jesus e este João batizava o povo no rio Jordão e era um batismo como símbolo de arrependimento (Mt 3.1-17). Jesus se dirigiu até João para ser batizado. Ordenança O Batismo e a Santa Ceia são chamados de ordenanças por que o Senhor Jesus ordenou a sua Igreja que o fizessem (Mt 28.19; 49


O Plano de Deus para sua Vida Lc 22.19). Estes dois cerimoniais não têm poder de salvar, mas são sinais de que o crente alcançou a salvação. O Batismo não salva nem tem poder de lavar os pecados, o que salva é Jesus através da sua morte (Ef 1.7) e o que purifica os nossos pecados é o sangue de Jesus (1 Jo 1.6). Contudo, o crente salvo em Cristo terá alegria de dar seu testemunho público de sua fé em Jesus num ato de obediência ao Senhor. Significado do Batismo O batismo nas água é uma identificação pública entre o salvo e o Senhor: Com certeza vocês sabem que, quando fomos batizados para ficarmos unidos com Cristo Jesus, fomos batizados para ficarmos unidos também com a sua morte. Assim, quando fomos batizados, fomos sepultados com ele por termos morrido junto com ele. E isso para que, assim como Cristo foi ressuscitado pelo poder glorioso do Pai, assim também nós vivamos uma vida nova (Rm 6.3,4). a) A descida do crente às águas e sua imersão simboliza a morte com Jesus; b) O levantar das águas simboliza a ressurreição com Cristo em novidade de vida (Rm 6.3,4). A forma do batismo O Batismo nas Águas deve ser realizado de forma que o batizando seja submergido completamente na água, pois, batizar significa mergulhar, e conforme lemos em Cl 2.12, o batismo simboliza nossa identificação com Jesus em seu sepultamento, e ninguém é sepultado só pela metade, ou ficando com parte do corpo para fora. 50


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

A autoridade para batizar e a fórmula do batismo Jesus ordenou que os salvos fossem batizados “em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” (Mt 28.19). Quando o texto fala “em nome” significa que esta autoridade foi concedida pelo Pai, Jesus e o Espírito Santo. Algumas igrejas professam que o batismo deve ser somente em nome de Jesus, contudo em Mateus 28.19, encontramos a fórmula do batismo na expressão: “do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo”, pois a salvação é obra do Pai que planejou e enviou o Filho, do Filho Jesus que efetuou a salvação morrendo por nossos pecados, e do Espírito Santo que convence o homem do pecado e lhe capacita a viver a vida cristã. O batismo conforme Mateus 28.19 destaca a ação da Santíssima Trindade. Batismo de crianças Há igrejas que batizam crianças, contudo, esta ação se mostra desnecessária e até anti-bíblica, posto que, conforme em textos lidos nesta lição, o batismo deve ser precedido de fé e arrependimento e, crianças não possuem as faculdades mentais para exercer estas atitudes. Em certa ocasião Jesus deixou claro que das crianças é o Reino de Deus (Mt 19.14). Aliás, em nenhum texto bíblico encontramos fundamento para o batismo de crianças. Se você já aceitou a Jesus como Senhor e Salvador de sua vida, seu próximo passo será expor ao mundo que você está identificado com Jesus, morreu para o mundo do pecado e ressuscitou para uma nova vida em Cristo. O ato visível do batismo simboliza o que já aconteceu no coração e na vida do salvo quando aceita a Cristo.

51


O Plano de Deus para sua Vida ATIVIDADES: Assinale com “X” a alternativa correta: 1) As duas ordenanças de Jesus para Igreja são: a. □ Batismo nas Águas e casamento; b. □ Batismo no Espírito Santo e Santa Ceia;

c. □ Batismo nas Águas para as crianças e Santa Ceia; d. □ Batismo nas Águas e Ceia do Senhor. 2) O Batismo nas Águas: a. □ Tem poder de salvar; b. □ Purifica os pecados;

c. □ Não tem importância; d. □ É uma identificação pública entre o salvo e o Senhor Jesus. 3) Sobre o batismo é ERRADO afirmar: a. □ A descida do crente às águas simboliza a morte com Jesus; b. □ O batismo em águas é para as crianças também; c. □ O levantar das águas simboliza a ressurreição com Cristo em novidade de vida; d. □ O Batismo nas Águas deve ser feito em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Assinale “C” para certo e “E” para errado:

□ O batismo deve ser precedido de fé e arrependimento. 5) □ O Batismo nas Águas deve ser realizado de forma que o 4)

batizando seja submergido completamente na água, pois, batizar significa mergulhar. 52


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

LIÇÃO 12 – A CEIA DO SENHOR DATA: ___ / ___ / ___ Texto Bíblico: Lc 22.14-20 Na lição anterior aprendemos sobre o Batismo nas Águas que é o cerimonial ordenado por Jesus para que o salvo seja recebido pela Igreja. Nesta lição aprenderemos sobre a Ceia do Senhor ou a Santa Ceia, sendo esta a segunda ordenança cerimonial do Mestre para a Igreja. Jesus foi o maior professor que o mundo já viu, seus métodos de ensino transformavam as vidas e faziam com que os alunos não se esquecessem de suas lições. Jesus tinha uma lição que jamais deveria ser esquecida pelos seus seguidores em todos os tempos, e estas lições foram marcadas através do ato cerimonial da Santa Ceia. Jesus participou de outras páscoas com seus discípulos, mas aquela era especial, seria a última antes da sua morte, no dia seguinte ele seria crucificado. 1 Coríntios 11.23-31 Porque eu recebi do Senhor este ensinamento que passei para vocês: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, pegou o pão e deu graças a Deus. Depois partiu o pão e disse: “Isto é o meu corpo, que é entregue em favor de vocês. Façam isto em memória de mim. ” Assim também, depois do jantar, ele pegou o cálice e disse: “Este cálice é a nova aliança feita por Deus com o seu povo, aliança que é garantida pelo meu sangue. Cada vez que vocês beberem deste cálice, façam isso em memória de mim. ” De maneira que, cada vez que vocês comem deste pão e bebem deste cálice, estão anunciando a morte do Senhor, até que ele venha. Por isso aquele 53


O Plano de Deus para sua Vida que comer do pão do Senhor ou beber do seu cálice de modo que ofenda a honra do Senhor estará pecando contra o corpo e o sangue do Senhor. Portanto, que cada um examine a sua consciência e então coma do pão e beba do cálice. Pois, a pessoa que comer do pão ou beber do cálice sem reconhecer que se trata do corpo do Senhor, estará sendo julgada ao comer e beber para o seu próprio castigo. É por isso que muitos de vocês estão doentes e fracos, e alguns já morreram. Se examinássemos primeiro a nossa consciência, nós não seríamos julgados pelo Senhor (1 Co 11.23-31). O memorial da Ceia do Senhor Jesus disse: “fazei isto em memória de mim”. A Santa Ceia é um memorial onde lembramos quatro pilares do Evangelho do Senhor Jesus:    

A morte expiatória de Jesus; A ressurreição de Jesus; Sua volta para buscar a Igreja; E a comunhão entre o salvo e Deus e entre os irmãos.

A Santa Ceia e os elementos do pão e vinho Cear com outras pessoas era um ato de comunhão. Quando estamos participando da Santa Ceia, estamos declarando que temos comunhão com todos os membros da igreja e comunhão com Deus. Jesus deseja manter a comunhão conosco diariamente, o ato da Ceia é uma cerimônia externa e visível que representa esta comunhão através do Espírito Santo. O pão como símbolo do corpo de Jesus. No capítulo 6 do Evangelho segundo João, Jesus se identifica com o pão: “Porque o pão que Deus dá é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo” (Jo 6.33); Jesus simbolizado pelo pão veio saciar a fome espiritual dos famintos e nos dar vida espiritual: “Jesus respondeu: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim nunca mais terá fome, e quem crê em mim nunca mais terá sede” (Jo 6.35). Este pão foi partido por nós na cruz do 54


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

Calvário para que tivéssemos vida. Ao tomar o pão na Ceia devemos lembrar-nos do pão vivo que desceu do céu e foi partido por nós. O cálice de vinho como símbolo do sangue de Jesus. No Antigo Testamento, as alianças mais importantes eram seladas com um sacrifício de animal, ou seja, com sangue. Em sua morte, Jesus selou uma aliança com a Igreja, através de seu precioso sangue. Quando participamos da Ceia do Senhor lembramos que ele verteu seu sangue na cruz para nos resgatar e que prometeu que vem nos buscar para morar com Ele, o cálice da Ceia nos lembra desta gloriosa aliança. A volta de Cristo – A Bíblia afirma que no ato da Ceia estamos anunciando Jesus, ou seja, declaramos que temos compromisso com Ele. Anunciamos Jesus até que ele volte, isto quer dizer, acreditamos e esperamos por sua volta para buscar a sua Igreja. Comer o pão e beber o cálice indignamente Por nós mesmos, jamais seremos dignos de participar da Ceia do Senhor. O que nos torna aptos é a justiça de Cristo, desta forma, a Ceia é para o salvo que já foi justificado pelo Senhor. Contudo, se um membro tiver cometido algum ato que impeça sua comunhão com Deus, ele deve consertar sua vida espiritual para participar, do contrário, está ofendendo o corpo e sangue de Jesus. A Bíblia ensina que cada um deve examinar sua própria vida e consciência (1 Co 11.28) e de forma humilde, reverente e solene participar da Ceia do Senhor. E você, já recebeu o pão da vida em seu coração, já aceitou a aliança através do sangue precioso de Jesus. Após ser batizado nas águas e integrado à Igreja do Senhor você poderá participar deste maravilhoso ato instituído pelo Senhor.

55


O Plano de Deus para sua Vida ATIVIDADES: Assinale com “X” a alternativa correta: 1) A Ceia do Senhor nos lembra: a. □ Da morte e ressurreição de Jesus; b. □ Da volta de Jesus;

c. □ Da comunhão entre o salvo e Deus e entre os irmãos; d. □ Todas as alternativas estão corretas. 2) Sobre os elementos da Ceia é ERRADO dizer: a. □ O pão simboliza a palavra de Deus;

b. □ O cálice simboliza o sangue de Jesus; c. □ O pão simboliza o corpo de Jesus; d. □ O cálice simboliza o Espírito Santo. 3) Sobre participar da Ceia indignamente é ERRADO: a. □ Por nós mesmos, jamais seremos dignos de participar da ceia do Senhor; b. □ O que nos torna aptos a participar da Ceia é a justiça de Cristo; c. □ Ceia é para o salvo que já foi justificado pelo Senhor; d. □ Um crente que esteja em pecado pode participar da Ceia sem nenhum problema porque ele já aceitou a Cristo. Assinale “C” para certo e “E” para errado:

□ Devemos participar da Ceia de forma humilde e reverente. 5) □ A Ceia é para os salvos que já são membros da Igreja. 4)

56


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

ANOTAÇÕES ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ 57


O Plano de Deus para sua Vida ANOTAÇÕES ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ ___________________________________________________ 58


IEAD-Laranjeiras do Sul-PR

Igreja com Grupos de Crescimento

Marque as datas para você acompanhar o seu progresso: Ponto de partida 1º objetivo 2º objetivo 3º objetivo 4º objetivo 5º objetivo 6 º objetivo 7º objetivo

Fazer o curso Aceitar a Cristo Decidir se batizar Freqüentar os cultos Se batizar Trazer outras pessoas às reuniões Fazer o TLD Se formar um Líder Discipulador

59

/ / / / / / / /

/ / / / / / / /


O Plano de Deus para sua Vida

60

Profile for JOSE SIMPLICIO

O plano de deus para sua vida  

O plano de deus para sua vida  

Advertisement