Page 1

“Um orçamento com a Troika. Qual a Reforma da Administração Pública?” – XVI Colóquios de Administração Pública atraem atenção nacional

Nos passados dias 16, 17 e 18 de Novembro, o Centro de Estudos de Administração Pública (CEAP) apresentou a XVI edição dos Colóquios do respectivo curso, estando o evento deste ano subordinado à intervenção do FMI e respectivas implicações/consequências na administração local: “Um orçamento com a Troika. Qual a Reforma da Administração Pública?” . Com o objectivo de abordar temas que fossem de interesse universal, o CEAP estabeleceu parcerias com os núcleos de Relações Internacionais (CECRI) e Direito (AEDUM). Deste modo, para além de painéis relacionados com a crise económica e a gestão local, houve ainda a oportunidade de se assistir a tertúlias relacionadas com a Reforma da Justiça e a Soberania Nacional. Os painéis pautaram por uma assistência elevada, derivada dos respectivos intervenientes. Enquanto que no dia de abertura podemos ouvir o professor Pedro Camões, Administrador da Universidade do Minho, ou o polémico Marinho e Pinto, Bastonário da Ordem dos Advogados, o segundo dia foi marcado pela presença do prestigiado professor Adriano Moreira, Presidente da Academia de Ciências de Lisboa. Por fim, o último painel contou com a presença dos deputados da Assembleia da República, António Braga e Hugo Soares, seguindo-se a sessão de encerramento na qual o reitor da Universidade do Minho, António Cunha, e Luís Rodrigues, presidente da AAUM, participaram. Para Eduardo Coturela, Presidente do CEAP, “a abordagem deste conjunto de temáticas demonstra a presença da administração pública em inúmeros momentos da nossa vida, embora não tenhamos na maior parte das vezes essa consciência. Quando confrontado com o cumprimento das suas expectativas, Eduardo faz “um balanço bastante positivo, dado que conseguimos integrar diversas personalidades, académicas/não académicas nas conferências. Porém, o que acaba por ser verdadeiramente recompensador é a resposta da comunidade, em particular dos estudantes de administração pública, assumindo uma postura de responsabilidade cívica que se repercussiona na sua participação social e respectivo sentido critico. Como resultado, creio que assistimos presentemente à formação de uma


administração pública desprendida de preconceitos. Em suma, as conclusões produzidas neste evento têm que ser divulgadas, de modo a cumprir com a maior eficácia e eficiência o principal objectivo do mesmo: contribuir de forma positiva para uma mudança de rumo portuguesa que nos permita ultrapassar esta “maré negra”.” Segundo o reitor da UM, a actividade teve “um balanço muito positivo, uma vez que obteve grande impacto a nível nacional, devido fundamentalmente à qualidade dos oradores que aqui discursaram, tendo sido evidenciado pelas repercussões que teve nos diferentes órgãos de Comunicação Social.”

José Maria Mateus Pinheiro

Artigo XVI Colóquios de Administração Pública  

Artigo da minha autoria para o Jornal ACADÉMICO acerca dos XVI Colóquios de Administração Pública - Um Orçamento com a Troika, que reforma p...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you