Page 1

Centro de Ciências Sociais Licenciatura em Ensino Básico – 1º Ciclo Disciplina: Estágio 4º Ano/ 1º Semestre Docente: Mestre Helena Paula 2009/2010 Diário da semana de estágio 2 /12/09 À quarta-feira como habitualmente desloquei-me ao Externato do Bom Jesus, para mais um dia de estágio. Mas este foi diferente das outras quartasfeiras, porque o plano do dia teve de ser alterado devido ao facto de terça-feira ter sido feriado e também ao facto das professoras de Inglês e de Música darem as suas aulas na quinta e na sexta-feira, respectivamente. Assim para este dia temos:  Plano do dia, tarefas e Ler, Mostrar e Contar;  Tempo de leituras;  Matemática: exploração dos sólidos geométricos;  Apresentação do projecto "Os jogos";  Tempo de Estudo Autónomo/Informática;  Tarefas e balanço. Este dia começou com a verificação do Plano do Dia e das tarefas que os alunos vão desempenhar no dia. Após este início de aula foram ler textos o F., o D., a L. e a H. no tempo do Ler, Mostrar e Contar. Relativamente ao F., continua a ter um bom desempenho, pois em minha opinião é um dos melhores alunos da turma. Já é capaz de ler e escrever sem problemas e até de criar textos a partir de ficheiros/imagens. Já em relação ao D. gostaria de dizer que é um aluno em ascensão porque criou um texto com base nos cartões, e notou-se claramente que existia um certo encadeamento entre eles. Pude verificar que o D. já lê melhor, aliás este foi um dos comentários da professora cooperante em relação à sua apresentação. Relativamente à prestação da L., esta surpreendeu-me ao vir falar de moral apresentando um texto da Lebre e da Tartaruga. Este texto diz-nos que nem sempre o que corre mais rápido chega primeiro. A professora S. disse que ela tinha feito uma boa escolha, porque vem ao encontro do que tem dito na aula em relação ao Tempo de Estudo Autónomo, ou seja, não é preciso fazer as coisas depressa e mal, mas sim devagar e bem. Além de trazer-nos um texto, a L. trouxe também dois livros para a biblioteca da sala, o


que é de salientar. Mas não foi a única a trazer livros para a sala, pois a professora S. também trouxe “o livro das datas”, o qual fala-nos sobre os dias mais importantes do nosso país. A professora aproveitou o facto de ter sido feriado no dia anterior (1 de Dezembro) e leu o texto do livro que falava nesse dia, onde os alunos puderam ouvir entre coisas, que no dia 1 de Dezembro de 1640 celebrou-se o dia da Restauração da Independência e que fez com que D.João IV fosse conhecido como o restaurador. Trouxe ainda uma imagem da praça dos Restauradores para mostrar aos alunos e para colocar depois no ficheiro das imagens. Depois passaram à segunda parte da aula, ou seja, o Tempo das Leituras, onde os alunos, aos pares foram escolher que livro queriam ler. Importa referir que o facto de lerem aos pares, nem sempre acontece, os alunos são livres de escolherem se querem ler a pares ou individualmente. Após o intervalo, provámos dois tipos de broas de areias, feitas pela L. e pela mãe. Além de ter gostado das broas, gostei mais ainda do modo civilizado como as crianças souberam fazer a retoma aos seus trabalhos. Este momento foi aproveitado pela professora cooperante para propor à L. que trouxesse a receita das broas e a colocasse nos ficheiros dos textos. E ainda para relembrar os adjectivos, pois facto de eu ter dito que as broas eram boas, a professora S. aproveitou para perguntar aos alunos que outros adjectivos podiamos aplicar às broas. Posteriormente, a R. e o H. no TEA, irão fazer uma lista dos adjectivos ditos pelos colegas. Seguidamente a professora disse aos alunos que iam trabalhar com os sólidos geométricos e que por cada grupo ia distribuir um conjunto de sólidos. No grupo, terão de falar baixinho sobre as coisas iguais, diferentes e parecidas existentes entre os sólidos para que depois partilhem essa informação com o resto da turma. Nesta tarefa, foram ajudados pelos professores que iam passando pelos grupos tirando eventuais dúvidas, ou até mesmo explicando alguma coisa que não sabiam. Posteriormente foi distribuída uma folha por cada aluno, onde tinham de dividi-la ao meio e num lado, iriam colocar os sólidos que rolam (ex: ) e no outro os que não rolam (ex: ). Na parte detrás da folha tinham de desenhar possíveis objectos, que contivessem tais formas. Terminado o trabalho com os sólidos, o grupo do J. e do H. apresentou o seu Trabalho de Projecto com o tema: “Os Jogos”. Mas antes de começarem com a apresentação foi-lhes relembrado algumas das regras inerentes à audição de uma apresentação, como por exemplo: estarem calados, não interromper e estarem atentos, pare depois poderem colocar questões ao grupo. O trabalho foi afixado no quadro e os alunos fizeram a sua apresentação a partir do mesmo, o que fez com que estes apresentassem o trabalho de costas

2


voltados para os colegas. Facto que foi referido pelos colegas após terminada a apresentação e onde eu fiz questão de levantar o braço para deixar uma opinião, que teve a ver com o facto de que eles podiam ter escrito o texto numa outra folhas e assim tinham evitado terem ficado de costas durante a apresentação. Fiz ainda outra observação uma vez que ajudei-os na construção do projecto, dizendo que houve alturas em que o trabalho foi pouco, mas que outras houve em que trabalharam muito bem, e que o resultado final foi um bom trabalho, onde todos os alunos ficaram a saber parte da história da PS (PlaySation) e da PSP (Play Station Portable). A professora S. perguntou-lhes se concordavam com a avaliação feita por todos, ao que responderam que sim. Logo de seguida foi distribuída uma folha a cada um que continha questões sobre o trabalho apresentado. Após o almoço a H. leu a história “O Passarinho do bairro “Estrelinha””, retirada da capa “Era uma vez…” (ver Fig.2). Este foi um texto criado por ela, pelos pais pela tia e pela prima que fez a ilustração. Nesta capa podemos encontrar um caderno com histórias, assim como um tipo de guião para a elaboração das mesmas, onde consta quem pode ajudar na construção do texto, o tipo de letra a utilizar, assim como o tamanho e o espaçamento. Terminada a leitura da história, metade da turma fez Fig.2 TEA e a outra metade desceu para a sala da Informática. No Tempo de Estudo Autónomo, tive a oportunidade de ajudar a A., a T. e o D. a trabalharem a construção de texto. Durante este trabalho, apercebi-me que a A. e a T. já conseguem escrever um texto praticamente sem erros ortográficos e que por outro lado o D. que revela alguma insegurança na escrita, mas que hoje estava bastante inspirado para tal, continua a dar muitos erros. Apercebime que o D. tem uma escrita alfabética, mas ainda com substituição e troca de alguns fonemas, bem como a agregação de fonemas (al – ale; ar-are,etc). Penso que será necessário estar atento ao trabalhar com ele, de modo a fazermos registos das nossas observações para traçarmos estratégias de trabalho com o aluno. Entretanto alguns dos alunos foram fazendo a sua autoavaliação, assinalando no quadro de registos da Matemática sou capaz de… ordenar números por ordem crescente e decrescente, assim como identificar números pares e ímpares. Este tipo de exercício, fá-los reflectir acerca daquilo que já sabem fazer e no que

2


realmente acham que precisam de melhorar, ajudando deste modo a traçarem um plano de trabalho com base no que sabem menos, assim como ajuda o professor, a tomar conhecimento da realidade de cada aluno relativamente às suas aprendizagens.

José

João

Pereira

Fernandes Aluno nº2074906

2


reflexao de 2 de Dezembro  

reflexao de 2 de Dezembro

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you