Page 1

Nº 162 • ANO 20 www.sucessolondrina.com.br

ANA ROSA STRINI FISIOTERAPEUTA DERMATOFUNCIONAL INDICA OS MELHORES TRATAMENTOS ESTÉTICOS PARA O INVERNO

TRATAMENTO INTEGRADO QUANDO ORTODONTIA E IMPLANTODONTIA ATUAM JUNTAS PARA GARANTIR UM TRATAMENTO ODONTOLÓGICO DE QUALIDADE

REDES SOCIAIS PSICÓLOGA ISABELLA SILVA BORGHESI DAL MOLIN FALA SOBRE OS REFLEXOS DAS REDES DIGITAIS NA ADOLESCÊNCIA


Sarcopenia: quando e como tratar • A Sarcopenia é a perda progressiva e generalizada da massa e força muscular, trata-se de uma síndrome que ocorre devido ao envelhecimento do ser humano, que quando não diagnosticada e tratada a tempo leva à incapacidade e dependência funcional dos músculos. Todas as pesquisas e estudos mostram que as atividades físicas, principalmente os exercícios de resistência (musculação, pilates, etc.), devem ser iniciadas precocemente não devendo deixar primeiro ocorrer a perda da força e massa muscular para então iniciar o tratamento. Estas atividades físicas devem ocorrer de preferência após os 40 (quarenta) anos de idade e não deverão ser interrompidas por períodos longos. A partir desta idade também devemos aumentar a ingestão de proteínas, sendo esta a maior fonte de energia dos músculos. • A perda de massa muscular leva a um desequilíbrio e maior carga sobre a maioria das articulações com consequente presença de dores nas mesmas, sendo que o uso excessivo e inapropriado de Anti-Inflamatórios e Analgésicos pode causar graves problemas renais e gástricos em pacientes nesta fase da vida.

com lesões osteoarticulares e musculares, na grande maioria das vezes causados pela Sarcopenia. Figura 1 - Sarcopenia. Corte de ressonância magnética da coxa de um adulto de 21 anos, fisicamente ativo (acima) e idoso de 63 anos, sedentário (abaixo). A massa muscular (cinza) está diminuída no idoso; a gordura (branco) subcutânea e intramuscular está aumentada. Adaptada de Roubenoff R5

Além das atividades físicas constantes, sabemos que as reposições nutricionais são essenciais para se evitar a perda de massa muscular, podendo até haver o ganho desta, quando essas reposições forem bem balanceadas. • Destaca-se nos estudos em todo o mundo a importância da reposição de nutrientes os quais estimulam a síntese proteica muscular aumentando a massa muscular de idosos. São elas: Proteínas, Leucinas, VIT D, Ácidos Graxos. • Enfim, a Sarcopenia não pode ser desprezada, pois ela é real e presente na evolução do ser humano; o que podemos fazer é a escolha de como queremos envelhecer com ou sem qualidade de vida, com ou sem lesões musculoesqueléticas que muitas vezes poderiam ser evitadas.

• Vemos na evolução do ser humano sua perda gradativa de postura, agilidade, equilíbrio, o que com o passar dos anos leva o indivíduo a sofrer acidentes domésticos como quedas frequentes

Terapia por ondas de choque

Viscossuplementação

Informe publicitário

PST Pulsed Signal Therapy

• Os Hospitais estão cada vez mais lotados e com maiores riscos de infecções, portanto, quanto mais evitarmos internamentos, maiores serão as chances de uma vida saudável e longeva.

www.pstbrasil.com

Para tratamento das tendinites, esporões, calcificações e pseudo artroses

Dr. LEOPOLDO HOFFMANN STORTI CRM 7680 - SBOT 8230

Ortopedia Geriátrica . Clínica da Dor . Fisioterapia . doenças da coluna e aparelho locomotor . artroplastia coxo femural AV. JK, 2758 • FONE/FAX (43) 3324.7372 ortoclin.storti@sercomtel.com.br . www.institutodaartrose.com.br

Líquido sinovial danificado.

Líquido sinovial após viscossuplementação.


EDITORIAL tratamentos

A complexa tarefa de educar Na mesma rapidez com que surgem novas formas de comunicação, crescem as preocupações de pais, cuidadores e educadores. Crianças e adolescentes estão expostos a informações diversas, disponibilizadas nesse mundo digital absurdamente fantástico, que promete poderes e desperta desejos até então desconhecidos, e tudo muito instantaneamente. A psicóloga Dorotéia Murcia Souza alerta pais e educadores para que olhem para os adolescentes, suspeitem quando estes estão isolados em seus quartos ou hipnotizados com seus smartphones. Numa sociedade confusa como a nossa, sem parâmetros definidos para os auxiliarem no processo de desenvolvimento, muitas vezes eles gritam por socorro e nem sempre são ouvidos. Segundo Valéria S. Ferreira, psicóloga especializada em EMDR, muitos jovens, vítimas de bullying, impactados por comportamentos agressivos, físicos ou psicológicos no seu cotidiano, têm o sono alterado, perda de apetite e as interações sociais, a autoestima e a atenção modificadas, levando à depressão. Crianças e adolescentes podem precisar de ajuda, e precisarão muitas vezes. A psicanálise é uma opção que pode ajudar o adolescente a se questionar sobre a necessidade de sua exposição, a priorizar suas atividades, a entender a importância do convívio com os pais e amigos. Isabella Silva Borghesi Dal Molin diz que a terapia traz reflexos positivos nas relações pessoais, questões que estão relacionadas ao processo de amadurecimento e da construção da própria personalidade. Mas, como tudo começa no começo, antes inclusive da idade escolar, educadores lembram pais e cuidadores sobre a importância dos conhecimentos e habilidades anteriores à escolarização. Também destacam que as experiências vividas na Educação Infantil nutrem as crianças de iniciativa e curiosidade. Com certeza, a melhor condução para uma educação para a vida, exatamente como ela for se apresentando, passa pela interação família e escola. Só assim, crianças e adolescentes conseguirão formular um sentido para o mundo que os rodeia. Boa leitura!

diretora Maria Aparecida Miranda maparecida.sucesso@gmail.com

NESSA EDIÇÃO

7

Via internet A PSICÓLOGA AURICIENE ARAÚJO LIDÓRIO APRESENTA ALTERNATIVAS DE ATENDIMENTO TERAPÊUTICO COM A PSICARE WEB

Prótese de joelho O CIRURGIÃO ORTOPÉDICO ALEXANDRE PROVENZA EXPLICA QUANDO E POR QUE RECORRER AO USO DE PRÓTESES NO JOELHO

13

21

Baleia azul UM JOGO CRUEL QUE VEM DEFORMANDO O ADOLESCER. A PSICÓLOGA DOROTÉIA MURCIA SOUZA FALA A RESPEITO

JOÃO LUIS SIMONETI

Anteriores à escolarização SEGUNDO A PEDAGOGA LUCIANA M. ZANGARO, AS EXPERIÊNCIAS VIVIDAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL DÃO ÀS CRIANÇAS INICIATIVA E CURIOSIDADE

18

Deus é o reto juiz e está no controle de todas as coisas

PE. MANUEL JOAQUIM R. DOS SANTOS

EXPEDIENTE EDITORA

COLUNISTAS

Av. Paraná, 71 | sala 201 CEP 86020 360 Londrina - PR 43 3324 .2672 www.sucessolondrina.com.br

Atendimento ao cliente: artefinal.sucesso@gmail.com Diretoria: Maria Aparecida Miranda e Maria Angela Miranda Editora responsável: Maria Aparecida Miranda – MTB 2007 Redação: Samara Garcia e Maria Aparecida Miranda Fotografia: Samara Garcia, Rosângela Oliveira, arquivos pessoais e de clientes e arquivo Editora Sucesso Produção editorial: Editora Sucesso Produção de capa: Samara Garcia Projeto gráfico: IMAGERIA Comunicação Diagramação e arte-final: José Eduardo Martins Revisão: Maria Christina Boni Impressão: Midiograf – 43 3348-4393 Executiva de negócios: Elsye Viani comercial.sucesso@gmail.com

Acreditar que o futuro tem sentido é para homens de fé!

MARIA ANGELA MIRANDA

Nossos medos são avisos que nossa alma nos envia para nos orientar

MARIA DE LOS ANGELES

Lombarda: rápida e deliciosa, a receita é de Maria de Los Angeles

Os artigos assinados, bem como as informações contidas nos artigos de serviço/ publicidade são de total responsabilidade de seus autores e anunciantes. A Sucesso Comunicação em Multimeios não se responsabiliza por conceitos e informações contidas nesses espaços publicitários.


Tratamentos

INVERNO: CHEGOU A HORA DE SE CUIDAR

04 Bem-Estar é abrir a mente para novas ideias

Fisioterapeuta dermatofuncional Ana Rosa Strini explica sobre tratamentos estéticos indicados para a estação

“Técnicas de rejuvenescimento, tratamentos com laser, combate à celulite e gordura localizada são os queridinhos da temporada”

As estações mais frias são as mais indicadas para alguns tratamentos estéticos. Quem gosta de manter a pele bonita e hidratada deve saber que a baixa incidência de raios solares viabiliza procedimentos, cujos resultados são potencializados ao se evitar banhos de sol e ao deixar a área tratada protegida pelo uso de roupas. A cicatrização é outra questão importante. Alguns tratamentos

geram casquinhas ou marquinhas e a exposição solar pode manchar a pele. Para ter uma pele bonita em todas as estações é preciso uma rotina eficiente de tratamento, que deve começar em casa e mesmo durante o inverno. O tempo frio é um grande aliado de quem quer se renovar para o verão. Aproveite o inverno para fazer os tratamentos com mais conforto e segurança nesta estação.

A fisioterapeuta dermatofuncional Ana Rosa Videira Alves Strini, também especialista em Técnicas de Alta Tecnologia, explica que os tratamentos estéticos que mais dão resultado no inverno são os que combatem rugas, manchas, gordura localizada e a flacidez. Confira alguns tipos de tratamento sob a conceituação da especialista:


Tratamentos

TRATAMENTOS CORPORAIS: • Jato de plasma com despigmentação ultrassônica: Indicado para remoção das estrias, tatuagens, verrugas, manchas, vasos superficiais e pintas indesejáveis. O procedimento é recomendado para maiores de idade e os resultados podem ser até de 85%, em até 6 sessões. • Laser de luz pulsada: indicado para tratamento de estrias na fase inicial. O procedimento pode ser feito a partir dos 15 anos, com autorização dos pais. • Drenagem linfática: Indicada para pacientes que, devido à retenção de líquidos no organismo, sofrem de inchaços. Ideal para gestantes e pacientes com má circulação sanguínea. O procedimento é manual e pode ser realizado até 3 vezes por semana.

• I Lipo: Sistema constituído a laser de diodo que promove redução de gordura localizada, melhorando a celulite e realçando o contorno corporal. O método é indolor e pode ser aplicado em qualquer região do corpo. O procedimento não é indicado para gestantes, portadores de marca-passo e pessoas com e problemas cardíacos, epilepsia ou disfunção na glândula da tireoide. São indicadas até 8 sessões e o tratamento pode remover até 30% das camadas de gordura e ser combinado com tratamentos de radiofrequência. TRATAMENTOS CORPORAIS E FACIAIS: Radiofrequência: O objetivo é elevar a temperatura do tecido subcutâneo em intervalos controlados de tempo para garantir melhora da flacidez da pele, redução de rugas, diminuição de celulites, tratamento de cicatrização da acne e estrias.

Criofrequência: Trata-se de uma radiofrequência melhorada que atinge até 60ºC em um aparelho de ponteira resfriada a 10ºC. O choque térmico é capaz de promover um efeito lifting imediato. O tratamento é indolor e pode ser feito em qualquer região. A criofrequência promove um estímulo de colágeno e elastina e os resultados são eficazes no tratamento de flacidez da face, pescoço e corporal, de gordura localizada em papadas, braços, costas, abdômen e culotes e, também, no tratamento de celulites. O procedimento é contraindicado para usuários de marca-passo. Recomenda-se uma sessão a cada 15 dias, sendo necessárias de 4 a 6 sessões por região. Carboxterapia: Aplicação de injeções de CO2 no tecido com pressão controlada. O tipo de agulha causa pouco desconforto e varia de acordo com a região do tratamento. Os resultados são perceptíveis para celulites, gordura localizada, flacidez cutânea e alopecia (perda de cabelo), estrias, olheiras, rejuvenescimento facial e reparos estéticos pós-operatório.

Depilação a laser com luz pulsada: Indicada para todas as regiões, exceto a área dos olhos. Resultados eficazes na remoção de pelos, melanoses, melasmas, rejuvenescimento facial e manchas de idade e causadas pelo sol. A Clínica Ana Rosa Strini também oferece tratamentos faciais com peelings químicos, limpeza de pele, tratamentos com led e tratamentos em cabine com ionizadores para combater acnes, manchas, rugas e para o rejuvenescimento facial. Além disso, há massagens relaxantes e modeladores. “Nossos tratamentos são indicados para homens e mulheres que, através da estética, procuram sentir-se bem consigo mesmo independente da estação”, finaliza a especialista.

ANA ROSA VIDEIRA ALVES STRINI Fisioterapia Dermatofuncional CREFITO 115552-F Clínica Ana Rosa Strini Fisioterapia e Estética R. Tupi, 378 – Centro / Tel: (43) 3025-1977

05

• Lipocavitação: Tratamento indicado para redução de gordura localizada. A energia ultrassônica emitida pelo aparelho penetra até a gordura subcutânea, gerando agitação e aumento progressivo de bolhas nos adipócitos (células de gordura) que rompem e se dividem em ácido graxo (expelido pelo fígado) e glicerol (expelido pelos vasos linfáticos e urina)


Quer melhorar a comunicação da sua empresa?

QUER ALCANÇAR MAIS DE 40 MIL CONSUMIDORES EM POTENCIAL?

GUIA PALH

ANO DE SE

RVIÇOS E PR ODUTOS

GUIA PALHANO DE SERVIÇOS E PRODUTOS

EDITORA

Temos uma proposta personalizada pra você!

EDITORA

Na prestação de serviços, propomos uma comunicação que unifica a linguagem utilizando os meios disponíveis. Da produção de conteúdos personalizados, vídeos para as redes sociais, gerenciamento de sites e fanPages ao assessoramento para produção de projetos de comunicação. Tudo dentro do perfil e da necessidade de cada cliente.

P

Guia Palhano é sua melhor opção: 10 mil exemplares distribuídos em 117 condomínios residenciais da Gleba Palhano.

LIGUE

43 3324-2672

mico.com.br

gastrono www.sucesso

TRO e JARDINS

HANÇAS • CEN

PALHANO e VIZIN

Com as nossas publicações, chegamos a milhares de leitores e internautas com qualidade e seriedade. Trabalhamos, há mais de 25 anos, com informação confiável que orienta e colabora para mudanças que levam a uma melhor qualidade de vida para todos. Sempre à sua disposição! EDITORA

Av. Paraná, 71 | sala 201 Londrina - PR 43 3324 .2672 www.sucessolondrina.com.br


Tratamentos

A PROPRIOCEPÇÃO NO MÉTODO PILATES Diante das necessidades que surgem por causa da vida sedentária que levamos, pilates é um método que vem se destacando, pois tem repercussão nas atividades da vida diária das pessoas. Os resultados se refletem na melhora do rendimento no dia a dia: melhora a postura, traz consciência dos seus limites e potencialidades, não é um trabalho só físico, o pilates traz o entendimento sobre o quanto cuidar do corpo é importante e prazeroso, pois propicia uma conexão entre mente, corpo e espírito. Uma das ferramentas importantes para o sucesso deste método é a utilização de vários estímulos para o corpo se identificar no espaço e entender qual a melhor forma de acionar os músculos corretamente para boa execução de um movimento. Propriocepção é a capacidade em reconhecer a localização espacial do corpo, sua posição, orientação e posição de cada parte do corpo em relação às demais. Essa percepção permite a manutenção do equilíbrio, postura, atividade reflexa em movimentos bruscos, inesperados

ou mudanças de direção de movimento e realização de atividades práticas, criando um mecanismo que protege o corpo e previne lesões e compensações. Pilates traz em seu trabalho a globalidade do corpo, onde todas as estruturas dele estão intimamente interligadas: sistema músculo esquelético, sistema nervoso e todos os outros sistemas do nosso corpo. Por isso, a importância de um trabalho de conscientização corporal, estabilização, centralização e flexibilidade, por isso a necessidade de estimular todos proprioceptores de nosso corpo. É importante o aluno entender a consciência do seu corpo, pois uma pisada pronada pode levar a um joelho valgo, que traz uma compensação de anteversão pélvica, provocando uma hiperlordose lombar e que vai acarretar dores na região da coluna lombar. No pilates, o alinhamento do corpo no espaço é feito através de movimentos onde são estimulados a propriocepção,

desenvolvendo maior consciência corporal, melhorando postura, trabalhando de forma efetiva o mecanismo de descompensação que está causando a dor. Músculos mais profundos ligados à manutenção da postura são ativados através de estímulos proprioceptivos. Nos exercícios de propriocepção abdominais profundos, por exemplo, estes músculos são requisitados, ativando um centro de força. Para estimular estes músculos se utiliza estímulos proprioceptivos. Dentro do repertório de exercícios do pilates, temos apoio unipodal, bases instáveis, deslocamento do corpo, mudança de direção e gestos esportivos. Pilates pode ser aplicado para todos sem contraindicações, pois se adapta à especificidade de cada um.

STUDIO ANA CARVALHO Rua João Wiclif, 111, sala 910 (43) 99905-6026 Facebook: Studio Ana Carvalho

ATENDIMENTO TERAPÊUTICO VIA INTERNET JÁ É POSSÍVEL em Saúde Mental, Cuidados e Aconselhamento Familiar e é Mestre em Teologia (North West University – África do Sul). A psicóloga também presta atendimento e treinamento na ONG Toque de Amor, vinculada ao Hospital do Câncer de Londrina, e tem experiência em atendimento psicanalítico individual, para casais e famílias. Psicologia e cuidados via web - O atendimento online é uma extensão da terapia presencial. Com os objetivos de acolher quem não pode ir até o consultório, democratizar o atendimento e usar a tecnologia a favor do paciente, Auriciene fundou a Psicare Web, onde pacientes podem procurar ajuda via e-mail, Skype ou WhatsApp. Segundo Auriciene, o que caracteriza uma clínica psicológica não é o local onde se realiza o atendimento, mas a qualidade da escuta e da acolhida que se oferece

ao paciente. “O ser não se manifesta somente presencialmente. Hoje, a internet possibilita que se esteja em qualquer lugar. A web cria extensões de um mesmo ser, possibilitando que este receba atendimento online de qualidade, com um profissional capacitado e experiente”. “Sou apaixonada por pessoas e pelas estruturas familiares, como mãe e ser humano, me dedico ao cuidado de pessoas e a trabalhar no resgaste e restauração das relações sociais”. A psicóloga também ressalta que o importante é procurar e receber a ajuda, independentemente do meio que se utiliza. AURICIENE ARAÚJO LIDÓRIO

Psicóloga clínica, CRP 08/20137 (43) 98431 2305 - www.psicareweb.com.br Av. Ayrton Senna, 300 Palhano Business Center Torre I, Sala 108

07

No desafio de alcançar pessoas, a psicologia tem a tarefa de estender sua ação para um número maior de indivíduos, grupos e de classes sociais, bem como produzir novas formas de ação profissional capazes de atender às necessidades de quem precisa, independentemente de sua localização espacial. Neste sentido, a psicóloga Auriciene Araújo Lidório se propõe a uma nova conduta. “É preciso quebrar os paradigmas. Não devemos pensar somente sobre os malefícios da internet, pois, ao pontuar e negativar seus aspectos, estamos perdendo tempo. A tecnologia está à mão, é preciso saber usá-la e inovar pensando em novas propostas. Então cabe aos profissionais buscarem novas estratégias”. Formada em Psicologia (UEL) e Teologia (FTSA), Auriciene é especializada


Tratamentos

INVERNO, IDEAL PARA CIRURGIAS PLÁSTICAS Para o médico Éder Miguel de Carvalho, a cirurgia plástica é um misto de arte e ciência. “Basicamente, ela vive da insatisfação pessoal. Um conflito, entre a pessoa e seu corpo, que acaba eclodindo no procedimento cirúrgico.” Na área desde 1989, ele é pós-graduado em cirurgia plástica pela Universidade Santa Cecília dos Bandeirantes, em Santos, e membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. “O período de maior volume na procura por procedimentos cirúrgicos e não cirúrgicos se concentra entre junho e julho e de novembro a fevereiro. Mas o mais importante, independentemente da época em que é realizado o procedimento, é que se tenha tempo disponível para a recuperação”, afirma o profissional.

No inverno, segundo esclarece o médico, o inchaço é menor, mas a sensibilidade à dor pode ser maior, enquanto no verão ocorre o contrário. “Se a pessoa puder contar com conforto em casa, climatização, poderá se recuperar bem em qualquer época”, afirma. Cuidados antes e depois Tratamentos não cirúrgicos como a aplicação de botox, laser e peeling garantem uma recuperação mais rápida, segundo o médico. “Em poucos dias, a pessoa já está apta para voltar ao convívio social normal.” No caso específico do botox, que se torna uma verdadeira febre durante as festas, os melhores resultados são alcançados, geralmente, de 15 a 30 dias após a aplicação. Por isso, melhor não deixar

para a última hora. “O botox reduz a força muscular, para que relaxe, deixando a expressão mais leve. Pode ser aplicado nos olhos, lábios e testa”, esclarece. Já no caso de procedimentos cirúrgicos, Éder lembra que o período de recuperação pode variar de dois a seis meses. Portanto, quem espera chegar ao verão com o corpo em dia, já deve se planejar. “Uma preparação adequada da pele, através de hidratação e drenagens linfáticas no pré-operatório, garante uma melhor resposta cicatricial e reduz a chance de edemas (inchaços).”

ÉDER MIGUEL DE CARVALHO (CRM/PR 13818), cirurgião plástico e membro titular da SBCP

08 Bem-Estar é ouvir a música de que se gosta

COSMÉTICOS INTELIGENTES E FOTOBIOESTIMULAÇÃO Dois ingredientes imprescindíveis e chaves para o antienvelhecimento: vitamina C e ácido hialurônico. São ingredientes naturais que trabalham juntos para diminuir as rugas e linhas de expressão em nível celular, abaixo da epiderme, por isso mesmo eles são tão efetivos. Considero a vitamina C a fonte da juventude, a primeira peça do quebra-cabeças antienvelhecimento. A vitamina C penetra profundamente na pele danificada e estimula a produção de novo colágeno - uma proteína que faz a pele parecer mais tonificada e firme -, além de clarear as manchas. É o assunto nos círculos da beleza, principalmente porque faz parte de um estudo feito em 2009 o qual informava que a aplicação da vitamina C na pele, sem prescrição, causava uma redução de 60% nas linhas de expressão e rugas Hoje sabemos pela experiência que a vitamina C na dosagem e consistência corretas e aliada ao ácido hialurônico, numa combinação apropriada, literalmente faz seu rosto parecer duas décadas mais jovem, em

semanas. E tenho certeza de que é por isso que Intensiv C Vita Derm é tão eficiente! O ácido hialurônico funciona muito bem se unido à umidade. Ele pode segurar até 1000 vezes seu peso em água, tornando-se um excelente tonificador de pele: ajuda na reparação de sua pele, favorecendo a regeneração, depois de sofrer com desidratação, estresse proveniente do ambiente ou irritação. O estudo diz ainda que um dos produtos, se não o único produto que você pode comprar com uma concentração eficaz de ácido hialurônico, foi encontrado no Serum Ionderm Vita Derm. O Laser Elite a favor da beleza - A fototerapia aliada à cosmética oferece diversos benefícios tanto terapêuticos como estéticos, porém, nos últimos anos, com o surgimento de novas tecnologias de fototerapia para o segmento da estética, os protocolos de rejuvenescimento ganharam espaço nas clínicas estéticas e na preferência das mulheres. A fototerapia não é invasiva e não causa aumento da temperatura da superfície da pele.

Seu uso permite resultado gradativo, seguro e indolor, além de oferecer excelente resultado por atingir as camadas mais profundas da pele permitindo a estimulação e reparação tecidual. Nossa equipe oferece tratamentos para rejuvenescimento, manchas e recuperação da pele. Todos possuem no seu protocolo o uso da fototerapia como diferencial. Os tratamentos faciais estéticos por fototerapia utilizam três cores de luz – vermelha, azul e amarela - e cada uma traz um tipo de benefício à pele. A aplicabilidade do LED é vasta. Hoje, existem estudos comprovando tratamentos para acne, rejuvenescimento, manchas, entre outros. A fototerapia pode ser feita, no máximo, três vezes por semana, em dias alternados e de 15 a 30 minutos por sessão.

ELISANGELA SCREMIN Vita Derm Londrina Rua Piauí, 72 – Loja 1 – Londrina - PR (43) 3325-7322


Tratamentos

QUANDO A PRÓTESE DE JOELHO É A SOLUÇÃO O cirurgião ortopédico Alexandre Provenza explica quando e por que recorrer ao uso de próteses no joelho

Traumas, sobrepeso, entorses, doenças degenerativas e doenças autoimunes como a atrite reumatoide são alguns exemplos de situações que levam ao desgaste da articulação do joelho. Assim como também em casos de deformidades ósseas mais graves, os pacientes poderão recorrer ao uso de próteses no joelho. Primeiramente, estes pacientes são encaminhados aos tratamentos conservadores, como explica o ortopedista e traumatologista Alexandre Provenza. “Prescrevemos analgésicos, anti-inflamatórios, infiltrações, viscossuplementações, indicamos palmilhas personalizadas e encaminhamos à fisioterapia. No entanto, como cada situação tem suas peculiaridades, tudo depende da patologia de cada paciente”, diz. “O paciente é selecionado de acordo com a gravidade do caso, normalmente são pacientes acima dos 60 anos e que passaram pelos tratamentos conservadores, mas não obtiveram sucesso.”

Alexandre Provenza é sócio fundador do Instituto do Joelho, inaugurado recentemente na cidade. Formado pela Universidade de Marília e membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) é também especialista em cirurgia do joelho e contabiliza mais de 700 cirurgias em seu histórico profissional. Pós-operatório - A cirurgia de prótese no joelho, apesar de sua complexidade, é considerada um procedimento simples. “Geralmente os pacientes saem andando do hospital dois a três dias após a cirurgia”, diz o médico. Ele explica que, após a alta, os pacientes são encaminhados à fisioterapia para que haja amplitude de movimento da prótese e alívio de alguma dor, comum em procedimentos cirúrgicos. “Cada paciente evolui de um jeito, alguns chegam a nem precisar da fisioterapia.” O Instituto do Joelho atende, em sua maioria, patologias do joelho, mas também oferece serviços em outras áreas

Alexandre Provenza, cortopedista

da ortopedia como quadril e ombro, por exemplo. O cirurgião conta que em breve o paciente poderá, caso necessário, fazer a fisioterapia na própria clínica, pois o instituto passará a ofertar esse serviço.

RETORNO DA QUALIDADE DE VIDA em danos ao outro joelho e à sua coluna”, explica o ortopedista. Após a operação, a empresária conta que teve uma recuperação rápida. Fez sete meses de fisioterapia, não sente mais dor e tem estabilidade ao caminhar, quando antes mancava. Marlene acredita que, além da técnica, a empatia criada entre médico e paciente contribuiu para os resultados positivos, além da sua grande fé em Deus. “Através das mãos de Deus, o Dr. Alexandre me deu uma nova chance de viver. Hoje posso dizer que não sinto mais dificuldade para caminhar, faço tudo o que fazia antes com mais segurança e me sinto bem física e emocionalmente”. Marlene Ferreira de Souza

um profissionalismo raro, que demonstra real preocupação com o ser humano”. “A lesão no joelho esquerdo de Marlene, também em consequência da artrose, resultou

DR. ALEXANDRE PROVENZA, CRM 2828-1 Ortopedia e Traumatologia Cirurgia do Joelho

09

Sorridente, a empresária Marlene Ferreira de Souza, ativa em seus 70 anos, traz uma expressão diferente daquela que manteve durante longo tempo. Uma lesão no joelho esquerdo, devido aos esportes que praticava há 35 anos, levou Marlene a uma cirurgia de reparo das lesões do menisco. Em decorrência, desenvolveu uma das principais complicações que acometem o joelho: a osteoartrose; caracterizada por uma degeneração da cartilagem que gera um processo inflamatório. Como o problema não se resolvia e as complicações aumentavam, Marlene passou aproximadamente 20 anos buscando opiniões de outros especialistas. “Os médicos diziam que eu só poderia recorrer à prótese em último caso, quando precisasse de uma cadeira de rodas.” E, através da indicação de outros médicos, foi no cirurgião Alexandre Provenza que Marlene encontrou uma nova esperança”. Eu senti nele muita credibilidade e confiança, o atendimento dele é reflexo de


Tratamentos

TRATAMENTO INTEGRADO PARA GARANTIR SAÚDE BUCAL

10 Bem-Estar é ser o primeiro a dar os parabéns

Na Cerqueira Aita Odontologia Especializada, as especialidades de ortodontia e implantodontia atuam juntas para garantir um tratamento odontológico de qualidade

Todo tratamento odontológico deve ser pensado de forma completa para que os resultados funcionais e estéticos sejam os melhores possíveis. Em muitos casos, é possível alcançar resultados eficazes se houver o planejamento integrado de diferentes especialidades odontológicas. Pensando nisso, a Cerqueira Aita Odontologia Especializada oferece a integração da ortodontia (responsável por corrigir problemas de oclusão dentária) e da implantodontia (responsável por substituir elementos dentários ausentes com implantes e próteses dentárias). O tratamento tem como objetivo reparar a oclusão através das movimentações dentárias para corrigir e reestabelecer a função mastigatória e/ou da fala, e preservar a saúde bucal e da saúde em geral .Normalmente os tratamentos são iniciados pela ortodontia, como explica o cirurgião bucomaxilofacial e implantodontista Gustavo Cerqueira. “O preparo do espaço protético, espaço que o dente precisa ser implantado, deve ser realizado antes da instalação do implante. Desta forma, a ortodontia atua para adequar e ordenar esses espaços para permitir uma reabilitação mais precisa e estável ao paciente.” O cirurgião também destaca algumas vantagens do tratamento integrado. “Em algumas situações, os pacientes que necessitam de reabilitação com implantes dentários são encaminhados à avaliação do ortodontista no próprio consultório. Isso garante ao paciente praticidade e segurança para a instalação do implante, além de uma melhor previsibilidade do tratamento.” Gustavo lembra que a ortodontia também permite uma oclusão estável sem sobrecargas na prótese e no implante. Pois uma força que incida fora do eixo adequado do implante pode desenvolver fraturas da prótese, dos componentes protéticos, dificuldade de higienização, desenvolvimento de dores orofaciais e até mesmo a perda do implante. EQUIPE QUALIFICADA - A Cerqueira Aita Odontologia Especializada atende Londrina e Região desde 2013 e tem em seu histórico mais de mil cirurgias bucomaxilofaciais e de implantodontia. Entre os serviços,

Gustavo Faria de Cerqueira, Tiago Gai Aita, Rosilene Aparecida Faria Cerqueira e Dra. Kelly Regina Micheletti Cerqueira - equipe do Consultorio Cerqueira Aita

está o planejamento integrado para o paciente, com serviços de ortodontia para planejar o início do tratamento com implantes dentários. O paciente também recebe um acompanhamento de ambos os profissionais até o fim do tratamento. Esse acompanhamento eleva os índices de sucesso no tratamento e nas reabilitações com próteses implantossuportadas. Sob a filosofia de prestar um atendimento especializado, a equipe demonstra um currículo como poucas. ODONTOLOGIA - Rosilene Aparecida Faria Cerqueira, graduada em Odontologia (UEL) em 1985 também é especialista em Ortodontia (UEL) e tem em seu currículo Aperfeiçoamento em Ortopedia Funcional dos Maxilares, além de mais de 30 anos de experiência em clínica geral e ortodontia. Dra. Kelly Regina Micheletti Cerqueira, graduada em Odontologia (UEM) é especialista em Ortodontia (UEM), mestre em Clínica Odontológica (UEM), doutora em Ortodontia (UNESP-Araçatuba) e PósDoutoranda em Odontologia (UEL). IMPLANTODONTIA - Gustavo Faria de Cerqueira é graduado em Odontologia (UEM), tem em seu currículo Aperfeiçoamento em Cirurgia Bucomaxilofacial (Santa Casa/SP),

especialista em Cirurgia Bucomaxilofacial (UEL), especialização em Implantodontia e atualmente é mestrando em Odontologia (UEL). Tiago Gai Aita é graduado em Odontologia (UEM), especialista em Farmacologia (UEM), especialista em Cirurgia Bucomaxilofacial (UEL), mestrado em Odontologia (UEL) e atualmente é docente do curso de Odontologia na Unicesumar - Maringá. Ambos os profissionais também compõem o Corpo Clínico do Hospital Evangélico, Santa Casa e Hospital do Coração.

CONSULTÓRIO CERQUEIRA AITA ODONTOLOGIA ESPECIALIZADA, Rosilene Aparecida Faria Cerqueira CRO 5134/PR Dra. Kelly Regina Micheletti Cerqueira CRO-PR 21001 Gustavo Faria de Cerqueira CRO-PR 21132 Tiago Gai Aita CRO-PR 20418 Av. Ayrton Senna da Silva, 200, sala 204 Gleba Palhano, Londrina – PR Tel: (43) 3322-2944


Tratamentos

EMDR NO DESBLOQUEIO DE TRAUMAS PSICOLÓGICOS A palavra “Trauma” provém do grego que quer dizer uma “lesão e/ou ferida”, e corresponde a uma experiência emocional muito desagradável, que pode deixar uma marca profunda e duradoura na mente do indivíduo. Geralmente isso ocorre com episódios que compõem perigo à vida, à integridade física ou psicológica e ao bemestar da pessoa. Caracteriza-se por alguns dos seguintes sintomas: • Recordações recorrentes de eventos com alta perturbação; • Sentir bruscamente como se o trauma estivesse ocorrendo; • Alta perturbação ao ser exposto a situações semelhantes ao trauma; • Sonhos recorrentes do incidente; • Esforços para evitar pensamento, sentimento ou lugar associado ao trauma; • Amnésia parcial ou total do trauma, dificuldade de concentração; • Sentimento de desapego ou distância

dos outros; • Incapacidade de sentir e instabilidade emocional; • Reatividade fisiológica (taquicardia, sudorese, hiperventilação, entre outras) Cabe ressaltar que a lembrança traumática permanece aberta e armazenada, mantendo-se fiel às emoções e sensações que acompanham o incidente impedindo o sistema nervoso de reencontrar seu equilíbrio. Podemos entender o trauma como uma experiência ameaçadora, como, por exemplo: acidente, assalto, sequestro, abuso físico ou emocional. O EMDR é uma nova terapia especialmente útil para aliviar a carga e a dor dos Traumas. Sua aplicação é feita a partir da lembrança do evento traumático, sendo assim, o psicólogo identifica junto ao paciente o tema perturbador (trauma), a cena principal, o pensamento ou crença negativa, os sentimentos, as sensações corporais e

tudo que envolve o evento, e assim conduz o paciente à estimulação bilateral (que pode ser ocular, auditiva e/ ou tátil). Os estímulos bilaterais direcionam o cérebro para o reprocessamento de forma particular, ou seja, cada paciente processará seus traumas baseado em seus valores e sua experiência pessoal. O EMDR trata-se de uma psicoterapia eficaz para desbloquear o sistema nervoso, que tem proporcionado resultados fascinantes, recriando potencialidades e promovendo recursos para que o paciente possa desfrutar de uma qualidade de vida positiva e funcional.

ELCIANE PRATES - CRP 08/18436 PSICAM – Clínica de Psicologia Integrada

com Abordagem Múltipla Avenida Higienópolis, 70, sala 73, Londrina PR | (43) 3028-0805

TEMAS DESCONCERTANTES INCOMODAM idades semelhantes, principalmente nas escolas onde há um maior indício destes comportamentos. Pela forma de maus tratos entre pares e a gravidade destas ações, é inconcebível classificar o bullying como uma fase do crescimento que seja desculpável ou simplesmente ignorada. As vítimas são impactadas por estes comportamentos agressivos, físicos ou psicológicos no seu dia a dia, no seu cotidiano, elas têm o sono alterado, perda de apetite e as interações sociais, a autoestima e a atenção modificadas, levando à depressão. Muitos jovens, ao descreverem os acontecimentos marcantes do bullying,  comportam-se como se eles estivessem acontecendo naquele momento. A sensação corporal é modificada, o tom de voz altera-se, relatam sensações, emoções e pensamentos tão reais como os vividos no momento das situações traumáticas. Relatam que mudaram de comportamento, que passaram a evitar contato com qualquer

disparador como lugares, músicas, roupas, pessoas, quaisquer outros estímulos que sejam associados ao trauma. Os relatos são impregnados de sofrimento semelhante ao discurso de quem sofreu transtorno de stress pós-traumático (TEPT). No caso de bullying, as situações  vividas são experiências que o cérebro não consegue armazenar de forma adaptativa. Com o EMDR, a pessoa conseguirá processar e reprocessar as memórias traumáticas, integrando informação emocional e cognitiva mais adaptativa. A eficácia surpreendente do EMDR acentua-se em cérebros jovens, uma vez que as suas redes neurais parecem estar mais acessíveis. VALÉRIA DE SIQUEIRA - CRP 08/18422 PSICAM – Clínica de Psicologia Integrada com Abordagem Múltipla

Avenida Higienópolis, 70, sala 73, Londrina PR | ) 3028-0805

11

Fui surpreendida com a polêmica existente em torno do seriado “13 Reasons Why”. Ouvi algumas críticas, que chegaram ao extremo de argumentar que a nova série original da Netflix seria um manual de instrução de como se matar, não deveria ser assistida, pelo perigo que representa. É claro que o objetivo recomendado foi o oposto, só aumentou o interesse pela série. A série causa desconforto por trazer à tona temas desconcertantes que necessita discussões reflexivas como a solidão, o amor não compreendido, discriminação de gênero, estupro, assédio moral e sexual, alcoolismo, vício em craque e maconha, depressão e o bullying. Quero chamar a atenção para esta última palavra bullying que, ao ouvi-la, já associamos automaticamente a um conjunto de comportamentos agressivos, repetitivos no seio de relações sociais onde existe uma representação de poder, portanto, geralmente vítimas e agressores sejam de


Estética Total Gilbraci Barbosa - esteticista

• Tratamentos corporais

para gordura localizada, bumbum e celulite: desentoxica o organismo, reduz a retenção de líquidos e oferece relaxamento profundo

• Massagens

modeladora, relaxante e drenagem

• Tratamentos faciais

para liffiting de papada, peeling, rejuvenescimento, limpeza de pele, micro corrente e pós parto

Agende sua avaliação! Rua Piauí, 211 sl 1114 - Ed.Mônaco

25 anos de experiência (43)99658-7570

CABELEIREIROS Ary & Equipe (43) 3321-7363 / 3324-2088 Rua José Oiticica, 312 - Londrina/PR


Saúde

BALEIA AZUL, TÉRMINO TRÁGICO DA ADOLESCÊNCIA A sociedade pós-moderna vem vivenciando um colapso social, presencia-se uma transição de uma nova era sob uma nova ordem e esta passagem vem trazendo com ela, como em todo encerramento de fase, uma desorganização de referências de vida. E já estamos sofrendo um grande impacto oriundo desse inusitado mundo digital, que nos dá mostras do que deverá ser o futuro. Em meio a todas essas mudanças, nossas crianças e jovens perdem o parâmetro do sentido de pertencer dentro da família, aos grupos sociais, na escola, etc. Na adolescência, o idealismo é uma característica do adolescente normal ou deveria ser. Daquele que se indigna diante das injustiças e arbitrariedades do mundo. E é exatamente nessa fase que ocorre o distanciamento dos pais, no momento em que o adolescente entra em contato com a realidade para encontrar-se consigo mesmo, é onde a ambivalência emocional se manifesta com muita intensidade.

E frente a todo esse processo nos deparamos com um jogo que na atualidade nomeia-se de “Baleia Azul”, um jogo cruel que vem deformando o adolescer, pois para se encontrar consigo mesmo implica ter que abandonar a proteção dos pais. E, para conseguir isso é necessário se rebelar contra eles e colocar toda sua energia de vida para lutar intensamente com seus conflitos complexos. O jogo encontra a vulnerabilidade do momento e, com a expansão das mídias digitais, vem ganhando uma grande proporção e tem despertado a curiosidade de muitos adolescentes e jovens que encontram uma forma de se rebelar, induzidos por um jogo criminoso que começa quando, em uma página privada do Facebook, o jovem recebe instruções para cumprir 50 desafios, que vão desde a automutilação, desenhar uma baleia no seu corpo até tirar self assistindo filmes de terror, etc. E, sendo o último dos desafios, tirar a própria vida. O que torna este jogo criminoso e, ainda mais preocupante, é que

o instrutor ameaça aqueles que pretendem desistir, então isso vai se tornando uma verdadeira prisão para aqueles que ingressam. Defrontando-se com o jogo cruel “Baleia Azul” o adolescente, com poucas habilidades sociais, o que gera muita insegurança para lidar com estas novas possibilidades de existir, vivencia uma enorme angústia e dores emocionais profundas que, caso não descobertas e não cuidadas pelos adultos, podem desencadear um quadro de depressão e, ao se agravar, produz pensamentos suicidas, deixando-o suscetível a este tipo de jogo. DOROTÉIA MURCIA SOUZA (CRP 03534-8), psicóloga clínica especialista em psicopedagogia Centro de Desenvolvimento do Potencial Humano (43) 3026-7990 | Londrina/PR Rua Fernando de Noronha, 720 http://www.doroteiamurcia.com/ http://www.cdph.com.br/


Saúde

TRANSTORNO DE APRENDIZAGEM Dificuldades no uso da escrita, fala, leitura, raciocínio ou habilidade em matemática podem significar transtornos específicos de aprendizagem

14 Bem-Estar é ouvir a avó contar histórias

A aprendizagem é um assunto complexo, porém muito importante e muito presente no dia a dia de nossas famílias. Está relacionada ao processo de desenvolvimento do ser humano e acompanha todo o seu processo de evolução. O período escolar é crucial, onde acontecem as mais variadas formas de aprender e no qual muitos fatores e condições interferem. Perceber que algo não vai bem no processo de aprendizagem é importantíssimo, pois todo indivíduo com dislexia ou transtorno de aprendizagem demonstra os sintomas a partir de uma dificuldade acadêmica. No campo científico, a aprendizagem foi conceituada como “a aquisição de conhecimentos ou de especialização” (ROSS, 1979), ou então como “uma mudança permanente de comportamento, resultado de exposição a condições do meio ambiente” (TRAIVERS, 1977). Neste último caso, ela é considerada um sistema de eventos inter-relacionados. A Fisiologia da Aprendizagem

considera importantes os processos neurais: integridade básica das funções psicodinâmicas, sistema nervoso periférico (receptores sensoriais) e funções do sistema nervoso central (armazenamento, elaboração e processamento da informação). Prestar atenção, compreender, aceitar, reter, transferir e agir são alguns dos componentes principais da aprendizagem. E podem ser observados, estudados, avaliados e reabilitados através da Neuropsicologia. A Fonoaudiologia contribui com os aspectos cognitivos-linguísticos que são preditores da aprendizagem da leitura e escrita, como as habilidades metalinguísticas (saber a representação do som de cada letra, saber que um som pode ser representado por mais de uma letra dependendo do contexto da palavra, ex: som do /Z/ em “caSa” e “Zíper”, fazer rimas, aliterações, manipulação; segmentação e transposição silábica e fonêmica), a leitura com fluência e velocidade adequada, a escrita seguindo a ortografia da língua portuguesa, o processamento auditivo central e visual e o

Luciana Negrão, psicóloga e Cristiane Fumagalli, fonoaudióloga

raciocínio lógico. Contudo, nem sempre tudo corre bem no processo de aprendizagem e algumas habilidades acadêmicas ficam substancialmente e mensuravelmente abaixo do esperado, quando a criança é comparada a outras da sua faixa etária. Isso tem muitas consequências, desde a interferência significativa no rendimento escolar, a baixa autoconfiança até comportamentos inadequados em sala de aula e no ambiente familiar. Então, é necessário considerar que existem as dificuldades e os transtornos de aprendizagem. Segundo VALLET (1977), dificuldade de aprendizagem é um termo para indicar uma perturbação ou falha na aquisição e utilização de informações ou habilidade de solução de problemas. Já os Transtornos Específicos de Aprendizagem (Dislexia – dificuldade na leitura, Discalculia-dificuldade em cálculos e Disotografia – dificuldade na ortografia) receberam como conceito “um grupo heterogêneo de transtornos que se manifestam por dificuldades significativas na aquisição e uso da escrita, fala, leitura, raciocínio ou habilidade em matemática. Esses transtornos são intrínsecos ao indivíduo, supondo-se ocorrer devido à disfunção do sistema nervoso central, e que podem acontecer ao longo do ciclo vital”. (HAMMILL, 1988/1991). Se apresentar uma ou mais dessas características, é sugestivo procurar uma avaliação da aprendizagem.

INVITA FONOAUDIOLOGIA E PSICOLOGIA Fonte: Cartilha Dislexia – InstitutoABCD

Avenida Bandeirantes, 1021, sala 105, (43) 3323-2476 | Londrina PR


Saúde

“A CONSULTA MÉDICA DEVE SER AGRADÁVEL E PRODUTIVA” Clínico geral Adriano Brandão defende a importância da boa relação médico-paciente para o adequado restabelecimento da saúde

Adriano Brandão, clínico geral

clientes no consultório como clínico geral. Segundo o médico, quando se fala em especialista, mesmo em um cenário em que o paciente tenha acesso a todos os especialistas (e subespecialistas!), a atuação do clínico geral continua decisiva. “Se pensarmos nas doenças como folhas em uma árvore, cada especialista ficaria responsável por um galho. E como existem sintomas que são comuns a doenças de diferentes áreas (folhas de galhos diferentes), existe o risco de o paciente que procura direto o especialista apresentar dificuldades para ter o seu problema descoberto e tratado.” Relação de confiança - Qual a influência do Dr. Google neste cenário? O médico lembra que ainda vivenciamos um período de algoritmos precários para determinar as nuances particulares a cada sinal e sintoma que podem ser decisivas para orientar o diagnóstico. “Existe, ainda, neste tipo de consulta, a falta do tratamento personalizado, adequado às exatas necessidades do paciente. E por fim, mesmo em um futuro próximo, em que se aproxime bastante da perfeição técnica, por se tratar de saúde, o paciente precisa de um quesito a mais chamado confiança (que se adquire com interesse, dedicação e carinho) e de alguém que bata no peito e chame a responsabilidade para si quando a situação apertar”.

“Via de regra”, como define o médico, “o clínico geral deve ser o primeiro profissional procurado em qualquer problema de saúde, exceto nas condições que envolvam uma causa externa, como um trauma ou um acidente, e nos casos de menores de 12 anos (para os quais se recomenda a consulta com o pediatra).” Ele explica como se constrói essa relação, tão importante, de confiança. “Tudo começa na anamnese: o médico conversa com o seu cliente sobre as suas condições de vida, pesquisa sinais e sintomas dos diversos sistemas do corpo, realiza um exame físico completo e solicita exames complementares para pesquisar as doenças mais comuns.” “Por fim, vale ressaltar que, quanto melhor for a relação médico-paciente mais eficaz é o processo de diagnóstico e de tratamento das doenças. O médico de confiança deixa o paciente mais confortável para relatar informações que podem se mostrar fundamentais para o raciocínio clínico.” Além disso, acredita o especialista que o paciente se sinta mais seguro e determinado a seguir o tratamento orientado quando enxerga no médico o seu porto-seguro.

ADRIANO BRANDÃO Clínico Geral – CRM 17468 PR

15

Se, graças aos avanços da medicina, as pessoas estão vivendo cada vez mais, talvez o maior desafio agora seja melhorar também a qualidade de vida. “Deve-se investir na saúde agora a fim de se desfrutar de uma vida saudável e produtiva nos anos extras que a medicina tem proporcionado”, argumenta Adriano Brandão, médico clínico geral. “O check-up periódico é a ferramenta adequada para atuar em todas as etapas deste investimento: educação em saúde, diagnóstico dos problemas atuais, tratamento das condições detectadas e prevenção de suas potenciais complicações.” O especialista explica que neste tipo de consulta médica, diferentemente da consulta clássica, a motivação não vem de uma queixa específica, mas sim do interesse em verificar se existe a possibilidade de alguma doença que ainda não tenha se manifestado. “Meu trabalho é pautado na aliança entre um sólido conhecimento técnico e uma excelente relação médico-paciente. Conduzo meus clientes com muito respeito, carinho e atenção.” O médico destaca ainda a importância de atendimentos individualizados, de estudar a fundo os problemas e buscar com afinco as respectivas soluções. “Acredito que a característica marcante de todo clínico geral deva ser a de transformar a consulta médica numa experiência agradável e produtiva. E é isso que busco fazer sempre.” O profissional- O Clínico Geral é o profissional que cuida desde a prevenção até a detecção e tratamento das doenças de seu cliente, tanto em âmbito físico quanto mental, social e familiar. “Este atendimento globalizado resulta em resolutividade de mais de 90% das situações e garante que as demais sejam encaminhadas ao especialista correto, otimizando o adequado restabelecimento da saúde.” Adriano Brandão atualiza e aprofunda constantemente seus conhecimentos nos congressos dos principais centros médicos do Brasil. Em seus 19 anos de prática médica atuou em vários estados brasileiros e desenvolveu atividades desde o controle de doenças crônicas, até a direção clínica hospitalar. Mas nunca deixou de realizar aquilo de que mais gosta: atender seus


Saúde

Danielle Muller  Fabretti (CRM/PR - 37432) Endocrinologia e Metabologia

EM QUE CASOS A REPOSIÇÃO HORMONAL É RECOMENDADA PARA HOMENS? E POR QUÊ?

A

reposição hormonal masculina é um tema considerado repleto de tabus e dúvidas para muitos homens. O distúrbio androgênico do envelhecimento masculino (DAEM), ou andropausa, decorre da diminuição da produção de testosterona, hormônio masculino produzido nos testículos. Os níveis de testosterona no homem começam a diminuir, a partir dos 40 anos de idade, com o envelhecimento. Mas não é somente a diminuição da produção que causa a escassez do hormônio. Com o envelhecimento masculino, passa a haver aumento de certas proteínas sanguíneas de transporte, que se unem à testosterona e assim bloqueiam o hormônio, impedindo que fique livre para exercer sua ação biológica. Outros fatores também podem desencadear esta baixa da testosterona: atrofia testicular decorrente de cirurgias, uso de medicamentos antiandrogênicos e alguns usados no tratamento de câncer, torção do testículo, presença de varizes escrotais e obesidade. O quadro normalmente evolui de maneira lenta e progressiva e se acentua de acordo com o grau de deficiência e com o tempo de permanência dos baixos níveis de androgênios. A deficiência de testosterona se manifesta clinicamente por múltiplos sintomas, como queda do desempenho físico e mental, depressão, ansiedade, irritabilidade e dificuldade de concentração, redução do desejo (libido) e da capacidade de ereção, ausência de ereções

espontâneas pela manhã e infertilidade. Pode ainda causar mudanças do padrão masculino de pelos (crescimento reduzido da barba e diminuição de pelos), perda de massa muscular e aumento da distribuição de gordura, com acúmulo no abdômen. De acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, cerca de 15% dos homens entre 50 e 60 anos têm a deficiência androgênica (diminuição da produção de testosterona). Aos 80 anos, este índice passa para 50%. O diagnóstico é feito pelo histórico clínico do paciente, pelo exame físico, exames laboratoriais e por meio do espermograma (se necessário). Quando bem indicada, e feita com acompanhamento médico, a reposição hormonal traz benefícios aos homens como melhora da libido, perda de peso, aumento da massa muscular e da densidade óssea Para os homens que tenham câncer de próstata, insuficiência cardíaca, apneia do sono e epilepsia, este tratamento não é recomendado. Se ele estiver neste grupo, o médico deverá ser informado para que indique alternativas que beneficiarão a saúde do paciente. Além disso, uma dieta equilibrada, aliada à prática de exercícios físicos regulares, boa qualidade do sono, controle do peso e a não utilização de cigarros, são hábitos que compõem uma vida saudável que ajudarão a retardar o aparecimento da deficiência na produção do hormônio masculino.

Pe. Manuel Joaquim R. dos Santos

16

Pároco da Paróquia Sant’Ana em Londrina

MEDO E CONFIANÇA EM DEUS

V

ivemos tempos em que as mudanças rápidas nas várias dimensões da vida humana nos geram inevitáveis inseguranças e medos. O que foi ontem não vale mais e o que será amanhã ninguém arrisca palpite. Nunca o futuro foi tão imprevisível. Mas o medo será necessariamente negativo? Tudo indica que não! Sempre será uma sensação de alerta para a sobrevivência; o medo nos prepara para reações possíveis – o confronto ou a fuga. Mas o medo é essencial. Por que temos medo? Porque não dominamos a grande maioria absoluta dos fatores externos e variantes e muito menos nos “dominamos”! O medo sempre será reflexo de uma insegurança ontológica que coloca o ser humano em patamares razoáveis de sobrevivência. E não em poucos casos, sobrevivemos porque temos medo! Então o medo tem uma vertente positiva não desprezível. Mas, no hoje da história, os homens e as mulheres andam mais medrosos e isso é paradoxal, pois nunca tiveram tantos recursos em mãos para enfrentar o desconhecido. O medo também é proporcional a esse paradoxo: Avançamos, nos conhecemos melhor, mas nos sentimos minúsculos frente aos monstros que a sociedade

foi criando. O terreno que pisamos é pantanoso e escorregadio e surgem do nevoeiro estranhas criaturas que avançam sobre nossas parcas certezas, tentando devorá-las. Ficamos petrificados e a coragem muitas vezes se esvai nas areias movediças. Se o medo é conatural ao ser humano, superá-lo ou equacioná -lo em patamares digamos razoáveis, tem muito a ver com a crença e a certeza de que não estamos sozinhos. Uma criança se sente segura com a presença do adulto a quem atribui o poder de lhe dar segurança em todas as circunstâncias; assim acontece com o crente. A confiança em Deus dá ao ser humano instrumentos para vencer medos ou usá-los a seu favor. Biblicamente falando existem certezas: uma delas é de que Deus nunca abandona os homens. Essas certezas vindas pela fé abrem perspectivas de futuro bem mais tranquilas e seguras. Ecoam nos nossos ouvidos as palavras de Jesus em Mateus 6,34: “Não vos preocupeis com o dia de amanhã...” ou em João 16: “Coragem! Eu venci o mundo”. Ter medo pode não ser ruim. Mas acreditar que o futuro tem sentido e trilhar um caminho com segurança é para homens de fé!


Educação

O

Gênesis bíblico relata que Deus moldou o homen do barro e soprou em suas narinas o sopro da vida. Este sopro é a centelha divina que todos possuem. Portanto, todo sentimento, toda emoção, toda sensação que habita em nossa alma é derivada desta centelha e fundamental para nosso desenvolvimento emocional, psíquico e moral. O grande problema é que, por ainda não termos aprendido a lidar com alguns destes sentimentos como raiva, medo ou decepção, os classificamos como sentimentos negativos, como sentimentos de segunda categoria. Esquecemo-nos que tudo o que Deus colocou em nós é para nosso desenvolvimento, são ferramentas extremamente necessárias na construção do melhor em nós. Analisemos o medo, este sentimento que costuma nos paralisar, nos tornar indefesos, impotentes, tirar nosso sono. Quando crianças, tínhamos medo de ficar em pé, necessitávamos aprender a engatinhar, a confiar nas mãos que nos davam sustentação e, então, de repente ficamos em pé sozinhos, nos sustentamos em nossos músculos e começamos a andar, a correr. Outros tantos medos foram superados até chegarmos à idade adulta, porém alguns permaneceram conosco como a nos lembrar que temos limites. Hoje temos medo moral, a centelha divina que existe em nós nos alerta toda vez que estamos propensos a tomar uma decisão contrária à Lei Maior, gravada em nossas consciências pelo sopro da vida. Neste momento em que o Brasil passa por situações de incertezas imensas sentimos muito medo, estamos diante de um remendo

de política e políticos, empresários corruptores e corrompidos, judiciário que, no limite da lei, oscila ora para um lado, ora para o outro. Será este cenário a real fonte dos nossos medos? Já auscultamos nossa alma com todo desejo de encontrarmos sua origem? Podemos afirmar com toda certeza que nosso medo não vem de nossa intuição de que ainda não conseguimos vencer estes mesmos vícios em nós? Deus nunca permitiria que passássemos pela crise que estamos passando se não fosse para o nosso bem, para o nosso melhor. Sempre que desprezamos os muitos avisos enviados pelo medo de que estamos cometendo enganos na condução de nossas decisões, de nosso comportamento, que não estamos nos responsabilizando pelas consequências de nossas escolhas, nos candidatamos a receber uma corrigenda na medida de nosso descaso. Nossos medos são avisos que nossa alma nos envia para nos orientar no melhor caminho a seguir. Que precisamos reavaliar nossa conduta. É imprescindível darmos maior atenção a este grande aliado da nossa construção moral. Quando agirmos em sintonia com o sopro de Deus em nós, não sentiremos mais medo moral. Assim, como na infância quando tivemos que superar diversas etapas para nos mantermos em pé e andarmos por caminhos que escolhemos sem medo de cair, hoje é o momento de analisarmos nossos medos, entendermos sua mensagem, confiarmos em nossa centelha divina e, então, com a segurança que conseguimos construir, escolher novos caminhos que com certeza serão melhores. “Tenha fé em Deus, tenha fé na vida!” Raul Seixas.

Maria Angela Miranda Espírita

MEDO, NOSSO MELHOR ALIADO EM TEMPOS DE CRISE

O que estava ruim ficou pior! Tem sido uma expressão recorrente para nós como povo brasileiro. A descrença, a decepção e a desconfiança têm feito parte do nosso dia a dia. Isto tem nos causado insegurança, medo, pavor; até onde isso tudo pode chegar, é a nossa inquietação. O medo tem se instalado em nossas vidas. Medo do desconhecido, do amanhã, do que não temos domínio. Ao pesquisar na rede descobri que “medo é um sentimento de grande inquietação ante a noção de um perigo real ou imaginário, de uma ameaça; pavor, temor, terror. Medo é uma reação obtida a partir do contato com algum estímulo físico ou mental (interpretação, imaginação, crença) que gera uma resposta de alerta no organismo. Esta reação inicial dispara uma resposta fisiológica no organismo que libera hormônios do estresse (adrenalina, cortisol) preparando o indivíduo para lutar ou fugir, portanto o medo também pode ser benéfico. Se não fosse pelo medo, atravessaríamos a rua sem olhar para os lados, desceríamos escadas correndo pelo prazer da emoção, frequentaríamos irresponsavelmente lugares perigosos, etc.; por isso o medo também se torna um inimigo protetor livrando-nos de perigos e situações de risco”. Alguém disse que nossas vidas são feitas de muitos acontecimentos terríveis, sendo que a maioria deles nunca acontece. Muitos medos

são gerados em nossa imaginação. E o que fazer diante de um quadro que nos parece desesperador e incontrolável? Somos seres frágeis, mas humanos, dependentes de uma força maior para enfrentarmos bem a vida com todos os medos que ela nos apresenta. A nossa única saída é apelarmos para o sobrenatural, para o metafísico. Em 1 João 4.18 diz: “No amor não existe medo; antes o perfeito amor lança fora o medo”. O perfeito amor nós o conhecemos no texto de 1 João 4.16: “E nós conhecemos e cremos no amor que Deus tem por nós. Deus é amor, e aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus, nele”. A única saída para superarmos o medo é nos ligarmos a Deus, ligarmos àquele que tem o domínio sobre todas as coisas. No texto base diz que: “O temor do SENHOR é fonte de vida para evitar os laços de morte”. Muitos definem a palavra temor como medo, mas em se tratando de Deus podemos defini-la como respeito, reverência, devoção. Quando o medo e os laços de morte vierem e com certeza eles virão, o escape é nos voltarmos para Deus e confiar no seu poder e soberania buscando o domínio sobre o desconhecido. Neste momento desafiador por que passamos devemos buscar em Deus, o único ser totalmente confiável, a nossa segurança e confiança de que viveremos dias melhores. Nosso país será melhor depois de atravessarmos esta tempestade inimaginável. Deus é o reto juiz e está no controle de todas as coisas.

João Luis Simoneti

temor do SENHOR é fonte de vida para evitar os laços de morte.” Provérbios 14.27

17

O

Pastor da Igreja Presbiteriana Independente Filadélfia de Londrina

VENCENDO O MEDO


Educação

CONHECIMENTOS E HABILIDADES ANTERIORES À ESCOLARIZAÇÃO As experiências vividas na Educação Infantil procuram nutrir as crianças de iniciativa e curiosidade

Luciana Zangaro, propietária da Galileo Kids

Disse a Antropóloga Clarice Cohn (2005) que “a criança produz cultura, não pelos objetos ou relatos que constrói, mas pela formulação de um sentido que dá ao mundo que a rodeia”. Segundo ela, criança não sabe menos, sabe outra coisa e, assim, nós, adultos, precisamos entrar neste mundo respeitando a cultura que já existe. E mais, segundo Loris Malaguzzi, “escola para crianças pequenas precisa responder às crianças”. Em qualquer contexto, as crianças não esperam para fazer perguntas e formarem estratégias de pensamento, princípios ou sentimentos. A qualquer momento, em qualquer lugar, as crianças assumem um papel ativo na construção e na aquisição de aprendizagem e de compreensão. Para a criança, aprender é uma experiência satisfatória, e compreender é desejo, drama e conquista (nas palavras do psicólogo Nelson Goodman), tanto que em muitas situações, especialmente quando se estabelecem desafios, as crianças nos mostram que elas sabem como trilhar o caminho até a

compreensão. Quando as crianças são auxiliadas e se percebem como autores ou inventores, quando são ajudadas a descobrir o prazer da investigação, sua motivação e interesse explodem. Por meio da brincadeira, utilizando todas as ferramentas que estiverem a sua disposição, elas observam, exploram, manipulam, organizam e experimentam sentimentos, situações e objetos. Assim, a forma como nos relacionamos com as crianças influencia o que as motiva e o que elas aprendem. Deve haver uma conexão entre o desenvolvimento e a aprendizagem, entre as diferentes linguagens simbólicas, entre pensamento e ação e entre autonomias individuais e interpessoais. Devem ser valorizados os contextos, os processos comunicativos e a construção de uma ampla rede de trocas recíprocas entre crianças e entre crianças e adultos. As experiências vividas nessa época do desenvolvimento procuram nutrir as crianças de iniciativa e curiosidade. Deste modo – brincar de faz de conta, de casinha ou de ir ao supermercado; – colecionar objetos e separá-los em caixas; – contar histórias, ouvir poemas etc. fazem parte dos campos de experiências que possibilitam as experiências de brincar e imaginar, de exploração da natureza e exploração da linguagem verbal, por exemplo. Esses campos de experiências são as vivências nas quais as crianças podem expressar-se e interagir com situações que

permitem exploração, pesquisa, imaginação, expressão, movimento, entre outras. Se a criança experimenta brincando e se expressando, é por meio da brincadeira e da expressão que os diversos campos serão desenvolvidos articuladamente. Experiência é o que é significativo, nos toca, deixa marcas. Experiência a criança tem que viver!

LUCIANA MOURA ZANGARO, Pedagoga e socióloga, proprietária da Galileo Kids – escola especializada em Educação Infantil. Rua Denis Papin, 450 – Londrina –PR (43) 3039-1099 – facebook.com/ GALILEOKIDS www.escolagalileokids.com.br


Conheça a experiência de quem faz Ginástica para o Cérebro na Terceira Idade

Na primeira hora de aula de ginástica para o cérebro, aprendemos a usar o ábaco (soroban) para fazer soma, subtração, multiplicação e divisão. Cada um no seu ritmo e na sua apostila. Na segunda parte da aula, temos jogos em equipe, o que nos faz pensar e tirar o cérebro da zona de conforto. É um momento de integração entre os colegas.

Mafalda Cortez Bongiovanni, 72 anos

Cheguei à escola SUPERA-Ginástica para o Cérebro por indicação do meu amigo Fuad Sérgio Ferreira, que já era aluno há anos e convidou-me. Fui a uma aula e gostei bastante. Encontrei nas aulas pessoas amigas, e um relacionamento muito bom. Faço as aulas com o pessoal da 3ª idade. É um grupo muito animado. As professoras são excelentes e o ambiente super agradável. A secretária Lúcia é sempre disposta e muito amável com todos os alunos.

apostila. Hoje percebo que o curso SUPERAGinástica para o Cérebro melhorou muito a minha capacidade de memorizar e tem ajudado bastante na minha vida tanto emocional, como no trabalho e na vida social... Depois que comecei a frequentar as aulas e a fazer os exercícios, melhorei não só a minha concentração, mas a minha capacidade de aprender coisas novas.

Na escola, há um especialista em Sudoku. As aulas de Sudoku com o Prof. Valter são excelentes. Os jogos e as atividades são variados e eu, na verdade, gosto de todos os exercícios. Mas o gostoso mesmo é você aprender a desenvolver sua capacidade de concentração e outras habilidades cerebrais. Sempre levamos pra casa exercícios e desafios como tarefa.

Estou no curso há quase dois anos e pretendo continuar sempre... Acho imprescindível este exercício de ginástica para o cérebro, porque desenvolvemos a capacidade de interpretação e memorização. E deixo uma dica para todos. Não importa a idade ou a atividade que a pessoa faça, temos que exercitar o cérebro assim como fazemos exercícios para o corpo. É a qualidade de vida que temos que ter para uma vida saudável física, mental, emocional, espiritual, social. Recomendo o curso SUPERA-Ginástica para o Cérebro a todas as pessoas, não importa a idade, nem o sexo.

Existe uma apostila chamada Abrindo Horizontes que levamos para casa para que possamos vencer todos os exercícios e desafios que ela tem. É gratificante cada troca de

Mafalda Cortez Bongiovanni, 72 anos, apresentadora de TV, aluna Supera há 1 ano e 9 meses

Ligue para 3304-0404 • R. Fernando de Noronha, 876 • Londrina-PR Agende uma aula gratuita e experimente o Método Supera

Informe publicitário

As aulas ocorrem uma vez por semana com duração de 2 horas, com um rápido intervalo, em que sempre temos um lanche gostoso preparado pela Lúcia. O lanche não é só pra saborearmos, mas também para estimular nossa memória de paladar e olfato.


Gastronomia

Maria Aparecida Miranda Editora da Revista Bem-Estar & Saúde

BOLO DE FUBÁ ASSADO NA BOCA DO FOGÃO

S

empre fui uma entusiasta da gastronomia, apaixonada mesmo! Nem é que cozinhe tão bem assim, mas adoro cozinhar, qualquer que seja o cardápio, para qualquer grupo de pessoas. Gosto do fogão aceso, da panela ali refogando o alho e a cebola..., mas fazer bem bolos, para mim, sempre é uma possibilidade que pode dar errado no final. Sabe aquela cena em que o bolo cresce, fica lindo, douradinho, e depois murcha virando um emplasto borrachudo? Comigo isto sempre foi mais ou menos comum. Acho que Vó Olívia diria: “Nem todo mundo tem mão boa para bolos...” E já tentei várias receitas, algumas muitas vezes (até porque as adoro!) como o bolo de milho verde, receita da tia Mada. Ela faz sempre e é imbatível: todos nos deliciamos. Eu, quando me arrisco, o bolo sai mais ou menos assim-assim. Minha sorte é que todos na minha família adoram milho verde! Mas tem um bolo de fubá que acerto muito bem, que é assado na boca do fogão. Aprendi essa receita aos 12 anos de idade, quando iniciei minha não bem-sucedida missão de boleira e esta, especialmente e não sei a razão, acerto em cheio! Bolo de fubá com queijo curado é uma receita simples, que me faz lembrar de Minas, terra de meus avós e de meus pais. Faço assim: bato bem três ovos inteiros com uma xícara de açúcar e, depois, adiciono meia xícara de manteiga amolecida ou óleo. Coloco uma xícara de leite em seguida, depois entram uma xícara de farinha de trigo, uma xícara de fubá, uma colher (chá) de erva-doce. Por último, uma colher (sopa)

rasa de fermento e três colheres (sopa) de queijo curado ralado. Misturo bem todos os ingredientes e coloco na forma (aquela de pudim) untada e enfarinhada. E polvilho queijo curado ralado por cima, e deixo em fogo baixo até dourar. Fica a dica: se você não for bom em fazer bolos e quiser impressionar, faça este, que fica lindo e delicioso, além de ser rapidinho!


Gastronomia

B

aseado em minhas últimas leituras, estou mais do que feliz por poder dar aos meus leitores uma boa notícia, a saber: que o prazer da mesa está longe de ser prejudicial à saúde, e que, em idênticas condições, os gastrônomos vivem mais que os outros” Brillat- Savarin, A Fisiologia do Gosto. A  receita a que me proponho hoje é de um acompanhamento. Uma “mistura” a ser feita com o prato principal que, se for um assado de ave, fica perfeito. Com um bom arroz e feijão de todos os dias também combina.  O repolho roxo, chamado na Espanha de Lombarda, tem à mesa natalina, protagonismo de estrela. Primo quase de primeiro grau da beterraba e da cebola roxa, essa consanguinidade faz dele uma verdura nobre no último grau. Por ser muito alcalino, diz a lenda que, comendo todos os dias repolho, o cabelo branco volta a ser da cor natural. Ainda não testei, mas dia desses ainda vou fazer esse experimento. Brincadeiras à parte, já é sabido que entre as couves, o repolho é um dos mais saudáveis: rico em fibras e enzimas, seu suco e mesmo as folhas inteiras são usadas medicinalmente. E seu sabor é delicioso, ao mesmo tempo delicado e intenso. Os povos nórdicos têm várias maneiras de prepará-lo, sendo o chucrute uma das mais conhecidas. Isso é fácil de entender: nos muitos meses de frio congelante, com um solo que não nasce nem meia batata, é uma maneira de ter sempre à mão uma verdura em conserva. A receita de repolho de hoje, não é uma conserva e tem origem inglesa. É para comer quentinha, recém feita, de preferência. Rápido e fácil, combina com marreco e frango assado. Carne de porco também. Queijos, arroz, polenta......e até puro é uma delícia!

Repolho Charles Dickens ( receita para quatro porções fartas) 1 repolho roxo que pese 1 kilo ou pouco mais 2 xícaras de chá de água quente 1/2 xícara de chá de vinagre- de maçã, de arroz ou qual quiser. Eu uso o de sempre,de vinho tinto. 2 folhas de louro rasgadas 1/2 xícara de chá de açúcar mascavo 50 gramas de manteiga 2 pitadas de sal e pimenta do reino recem moída, a gosto Corte ao meio o repolho e retire o centro duro. Pique em tiras que não precisam ser muito finas. Numa panela junte o repolho com os demais ingredientes. Cozinhe até as tiras de repolho ficarem macias e a água evaporar quase toda.

MERCEARIA CASA DE CARNES PADARIA Os melhores produtos nacionais e importados

MERCEARIA . CASA DE CARNES . PADARIA Os melhores produtos nacionais e importados Mercado Municipal Shangri-lá . Londrina

ABERTO DE SEGUNDA A SÁBADO, DAS 7h00 ÀS 19h00 DOMINGOS E FERIADOS DAS 7h00 ÀS 12h30 FONE : (43) 3327-2796

Maria de Los Angeles Autodidata, especialista em culinária espanhola e cronista gastronômica

LOMBARDA- REPOLHO ROXO


Qualidade de vida

OS REFLEXOS DAS REDES SOCIAIS NA ADOLESCÊNCIA

22 Bem-Estar é dar boas gargalhadas

Psicóloga Isabella Silva Borghesi Dal Molin fala sobre os reflexos das redes sociais e como a psicanálise pode contribuir para minimizar os abusos digitais

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a adolescência começa aos 10 e termina aos 19 anos. É importante observar que ocorre uma variabilidade no tempo de início, duração e progressão da adolescência entre os diversos grupos sociais de uma população. No geral, este período de transição entre a infância e a vida adulta é caracterizado pelo desenvolvimento físico, mental, emocional, sexual, social e pelos esforços do indivíduo em alcançar os objetivos relacionados às expectativas culturais da sociedade em que vive. Naturalmente, o adolescente busca identidade e pertencimento a um determinado grupo. Neste sentido, ao viabilizar a comunicação rápida, as redes sociais insurgem o questionamento acerca das relações pessoais e interpessoais. “A adolescência é uma fase que por excelência tem suas questões. Então, quando se é influenciado por muita coisa, pode haver reflexos na formação da personalidade”, explica a psicóloga e psicanalista Isabella Silva Borghesi Dal Molin. Formada pela Unifil, onde hoje atua como docente, Isabella fez sua formação em Psicanálise no Instituto Sedes Sapientiae São Paulo; também é especialista em Teoria e Clínica Psicanalítica (PUC-SP), Gestão Pública (INSEP) e Transtornos do Desenvolvimento na Infância e Adolescência (UNIFEV), área que atua com ênfase hoje em Londrina. A psicóloga também explica que, ao facilitar o acesso às informações, a internet é passível de influenciar o adolescente em sua organização social. “Essa urgência de que se responda tudo prontamente é um sintoma atual. Em razão disso, os jovens não estão sabendo priorizar o que de fato é importante”, comenta a psicanalista. Quando procurar ajuda? - Em algumas situações, os pacientes são encaminhados pelos pediatras e psiquiatras a procurar ajuda terapêutica. Por parte dos próprios adolescentes surgem as queixas físicas como dores posturais, articulares, de cabeça, de visão; e a insônia, que leva ao baixo desempenho escolar. Sintomas físicos

Isabella Silva Borghesi Dal Molin, psicóloga

que levam jovens a perceberem os sinais do exagero no mundo virtual. Alguns sintomas como busca por solidão, tristeza, introspecção e mau comportamento escolar precisam ser observados. “Todo excesso é prejudicial. É preciso encontrar um ponto de equilíbrio. O jovem não precisa privar-se de ter uma rede social, mas ter um controle sobre o tempo e o conteúdo a que ele se expõe”, explica a psicanalista. “Além disso, está se perdendo o contato cara a cara, muitas vezes, dentro da mesma casa, pais e filhos têm se comunicado por mensagens de texto ou através das redes”, enfatiza. “Os pais não necessariamente se incomodam por serem de outra geração, mas porque essa atenção ao mundo virtual muitas vezes excede os limites. Pais e filhos precisam entender que dizer ‘não’ também é um ato de amor e de cuidado”. Contraponto - As redes não podem ser vistas somente como dificultadoras de uma vida social saudável, em alguns casos ela é instrumento de potencialização das relações sociais, afirma a psicóloga. “Para quem

tem dificuldade de socialização, a internet pode ser positiva ao revelar habilidades desconhecidas e ou possibilitar a inclusão de um indivíduo em determinado grupo social”, destaca a profissional. Como a terapia pode ajudar? - Para Isabella, a psicanálise pode ajudar o adolescente a se questionar sobre a necessidade de sua exposição, a priorizar suas atividades, a entender a importância do convívio com os pais e amigos. “Ao pensar sobre suas questões internas, sofrimentos e incômodos, o adolescente consegue lidar com o mundo externo e assim conviver com o outro se mostra menos difícil. A terapia traz reflexos positivos nas relações pessoais, questões que estão relacionadas ao processo de amadurecimento e da construção da própria personalidade”, pontua.

ISABELLA SILVA BORGHESI DAL MOLIN, Psicóloga - CRP 08/13071 Av. Harry Prochet 550, sala 3A Tel: (43) 3344-0007 / (43) 99977-6844


Qualidade de vida

DHERMUS: 22 ANOS DE TRADIÇÃO EM LONDRINA A Dhermus Farmácia de Manipulação tem 22 anos de mercado em Londrina atendendo com uma equipe de 10 profissionais altamente capacitados as áreas da manipulação humana e veterinária, como medicamentos, cosméticos, nutracêuticos e fitoterápicos. “Nosso foco é suprir a necessidade do paciente. Fazer especialmente para ele, e não produzir em massa”, afirma a farmacêutica Maria do Rocio Lázaro Rodrigues, fundadora da Dhermus. Vale a pena lembrar que a Dhermus é a única farmácia de Londrina especializada em homeopatia veterinária. E se tratando de manipulação, humana ou veterinária; homeopática ou alopática, Maria do Rocio é referência em Londrina. Ela é formada em química pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Arapongas; e em farmácia, pela UEL, com habilitação

em bioquímica. É ainda especialista em manipulação alopática pela Anfarmag (Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais); e em manipulação homeopática pela ABFH (Associação Brasileira de Farmacêuticos Homeopatas). Além disso, é a coordenadora de farmácia do curso de especialização em homeopatia promovido pela AOPS (Associação Opção Pelo Semelhante). Quebrando paradigmas - O que difere a homeopatia dos outros tipos de tratamentos é o conceito de que “semelhante cura semelhante”. Isso significa que, para tratar uma doença, o homeopata irá indicar a mesma substância que causaria seus sintomas. À primeira vista, a ideia pode parecer estranha, mas trata-se de uma área da medicina comprovada cientificamente e amplamente estudada.

No Brasil, a homeopatia é reconhecida como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina. Segundo a farmacêutica, muita gente ainda desconfia da eficácia do método, mas muda de opinião ao comprovar seus resultados. “Geralmente, as pessoas procuram homeopatia quando já tentaram de tudo e ficaram sem recursos. Quando conhecem a melhora, no entanto, há essa mudança de paradigma e elas mesmas passam a indicar para outras pessoas. Dessa forma, a homeopatia vai se disseminando pelos bons resultados”.

DHERMUS FARMÁCIA DE MANIPULAÇÃO Rua Professor João Cândido, 1466 (43) 3322-6277

Agora também no almoço! A qualidade gastronômica que você já conhece. De segunda a sexta-feira, das 11:30 às 14:00 h. Comida Caseira com uma rica e saborosa variedade de saladas e pratos quentes! (Buffet por quilo).

Aos sábados, das 12:00 às 15:00 h. Feijoada Mais Que Completa Brasiliano (Buffet livre por pessoa). Música ao Vivo!

R. Espírito Santo, 655 (esq. c/ Av. Rio de Ja neiro)

Estacione fácil: meia hora grátis no Estacionamento Motoori

23

Fone: (43) 3322-9211


Qualidade de vida

WORKSHOP CORPORAL É SÓ RESPIRAR

24 Bem-Estar é reunir a família num almoço de domingo

Sob o objetivo de libertar das tensões e ampliar limites através de movimentos da conscientização corporal, Rita Vercesi relança o Workshop Corporal

Os benefícios da meditação e da respiração adequada nunca estiveram tão em alta. Conforme afirma o jornalista e psicólogo americano Daniel Goleman, autor dos livros Inteligência Emocional e Como lidar com as Emoções Destrutivas “Três décadas de pesquisas mostraram que a meditação é um bom antídoto ao stress”. Atualmente a meditação e a boa respiração são recomendadas pelos médicos, estudada pelos cientistas, praticada por milhões mundo afora. E este fato já começa a ser comprovado por alguns renomados centros de pesquisa ocidentais, como as universidades Harvard, Columbia, Stanford e Massachusetts, nos Estados Unidos, e pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), no Brasil. “Focalizar a atenção no mundo interior, como se faz na meditação, é uma situação terapêutica”, diz o psicólogo José Roberto Leite, coordenador do instituto de medicina comportamental da Unifesp. “Queremos avaliar o alcance dessa prática e isolá-la de seu aspecto supersticioso.” Mas como meditar e respirar se nosso corpo não tem condições para isto? Por estar todo amarrado, tenso e bloqueado? O corpo vai se organizando e se moldando a partir do que vivemos, sentimos e experienciamos. Isto acontece sem nos darmos conta, é um processo corporal de defesa, não passa pela sua mente “agora vou tencionar os músculos das costas para enfrentar esta situação”. Ficar atento à própria respiração, perceber como o corpo se organiza diante das situações da vida está totalmente fora de propósito em nossa rotina frenética. Atualmente a maioria das pessoas está mais consciente das condições do seu saldo bancário, da competição em seu ambiente de trabalho, das suas próximas férias, do que do estado corporal e respiratório em que se encontram. A tensão muscular é a forma encontrada pelo corpo para informá-lo de que você está sob stress. Por isso é que organizei o WorkShop Corporal É só respirar. É para permitir que você se acesse e descubra como você está hoje.Os principais objetivos com este workshop que proponho são: proporcionar condições para que o corpo solte suas tensões, tornando a respiração ampla e fluida: permitindo que você medite. Ou seja, preparar seu corpo para funcionar melhor

Rita Vercesi: terapeuta corporal

e poder respirar livre e meditar; reduzir os impactos do stress provocados pela vida moderna; aumentar a capacidade natural de relaxar através das técnicas praticadas; melhorar o equilíbrio corporal ampliando o domínio de movimentos do dia a dia, aprender a praticá-los de maneira inteligente e revitalizar o corpo e a mente com as dinâmicas apresentadas. Conscientização corporal - Através de movimentos necessários ao corpo para ter a possibilidade de relaxar, soltar as tensões, liberar antigos bloqueios que estão presentes há muito tempo. São movimentos de conscientização corporal, às vezes simples e às vezes bem complexos e difíceis. Como você quer respirar bem sem ter condições físicas, orgânicas e emocionais para fazer isto? É como querer que seu carro funcione sem gasolina, ele tem condições de funcionar mas precisa estar capacitado, ou seja, com combustível. Temos a consciência corporal como o primeiro passo para se reconhecer e reduzir o stress. O desempenho anti stress da meditação, que será possível depois de praticar os movimentos do Workshop Corporal, tem explicação lógica: segundo estudos das universidades americanas Stanford e Columbia, ele acontece porque a mente aquietada inibe a produção de adrenalina e cortisol – hormônios

secretados nas situações de stress – , ao mesmo tempo que estimula no cérebro a produção de endorfinas, um tranquilizante e analgésico natural tão poderoso quanto a morfina e responsável pela sensação de leveza nos momentos de alegria. Rita Vercesi é jornalista e terapeuta corporal com formação em Dança pela University of London Laban School GoldSmith´s College. Estudou Dança Moderna na França, no Centre Internationale de La Danse, em Paris. Fez especialização em Terapia Corporal no Body Mind Centering, Massachussets, USA . Cursos em Bioenergética, Feldenkrais, Ideokinesis, Alexander Technique, Contact Improvisation & New Dance. E trabalha com conscientização corporal e movimento terapêutico desde 1978, quando cursou a escola de Angel e Klaus Viana, no Rio de Janeiro.

RITA VERCESI

WORKSHOP CORPORAL - É só Respirar! Grupos semanais e mensais. Período: manhã, tarde e noite. Av Ayrton Senna, 300 Sala 1207 Palhano Business Center, torre I Contato: (43) 98475-7627


Qualidade de vida

ALÉM DA ESTÉTICA Em defesa da beleza além da estética, Vanessa Garibalde ressalta o papel da Fisioterapia Dermatofuncional na recuperação do bem-estar emocional

Vanessa Garibalde, fisioterapeuta

as funções inestéticas (celulites, edemas, inchaços, flacidez, rugas) dos indivíduos, que estão envelhecendo mais rápido”, comenta. Para tanto, a especialista ressalta a funcionalidade da terapia manual, baseada em técnicas chinesas, para o restabelecimento emocional do paciente. Terapias manuais: Shiatsu: A técnica Sei Tai, uma das mais antigas técnicas orientais de massagem, é específica para tratar os 3 meridianos que estão em desequilíbrio no corpo, comprometendo a funcionalidade do organismo. De acordo com Vanessa, a técnica é eficaz para o tratamento de dores, pois atua desde os órgãos internos até a derme. Tem como função reequilibrar o ser humano e resgatar a funcionalidade do corpo. Bamboterapia: Técnica que trabalha os níveis do tecido conjuntivo. Específica para redução de celulite e flacidez (edemas crônicos e flacidez da pele). Através de estímulos dos três diâmetros de bamboo é possível alcançar todas as camadas da pele, tratando-a desde os níveis mais profundos. “Os estímulos de pressão manual mandam respostas para o sistema nervoso, para que

se restabeleça a funcionalidade do tecido muscular, tissular e profundo”, explica Vanessa. Diferencial e qualidade - Sob a filosofia de prestar um atendimento de qualidade, Vanessa Garibalde conta que a sessão de terapia pode incluir mais de uma proposta terapêutica, ao elencar terapias manuais e flexibilidade entre diversos recursos de aparelhos dentro da área estética, e o tempo é acima da média, podendo durar até 1h e 40 minutos. Os tratamentos também contam com a qualidade de produtos e cosméticos diferenciados; sem toxinas, sem parafinas e sem hormônios. A fisioterapeuta dermatofuncional também disponibiliza tratamentos com fototerapia, UVB de banda estreita (Narrow Band) em casos de psoríase ou vitiligo; terapias de SPA (pedras quentes, pindas chinesas, massagem com velas específicas) e acupuntura auricular.

VANESSA GARIBALDE

Clínica Santo Corpo Av. Ayrton Senna, 550 – sala 602

25

A fisioterapia dermatofuncional tem por objetivo tratar pacientes com doenças dermatológicas e problemas estéticos que afetam a funcionalidade do organismo e, consequentemente, do bem-estar. Reconhecida em 2009 pelo Conselho Federal de Fisioterapia, a especialidade estuda os efeitos terapêuticos com ênfase na restauração das funções dos tecidos tratados, melhora e restaura a aparência atingindo os objetivos do paciente. Isso acontece, segundo Vanessa Garibalde, porque a fisioterapia dermatofuncional considera o indivíduo em sua totalidade. “Deve-se ter uma visão global do ser humano, avaliar desde sua respiração e postura diária para reestruturá-lo e para que ele melhore sua qualidade de vida”, explica. Vanessa Garibalde é formada em Fisioterapia há 13 anos, pós-graduada em Acupuntura (IBRATE) e, atualmente, estuda o campo da Dermatofuncional. A profissional tem experiência junto à medicina dermatológica, cirurgia plástica, dermatologia a laser na área médica e fisioterapia corporal e facial. A profissional defende também que, para um tratamento completo, devem ser analisados peso, medidas e hábitos de vida e alimentares dos pacientes. Assim é possível personalizar o tratamento para que esteja de acordo com o seu perfil e objetivos. Essa avaliação determina os recursos terapêuticos, a duração e a frequência do tratamento. De acordo com Vanessa, o bem-estar começa no emocional. “O valor da beleza está essencialmente além da estética, pois engloba o ser humano como um todo: corpo, mente e espirito.” Emoções - A fisioterapia dermatofuncional também estuda as reações do organismo perante os estímulos corporais recebidos, sejam resultados de alterações patológicas ou psíquicas e orgânicas. De acordo com Vanessa, a beleza é um valor agregado à estética, mas está também no emocional. “Hoje, eu vejo que o emocional tem que estar em equilíbrio. As questões do dia a dia comprometem

Revista bem estar 162  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you