Page 1

Tudo que acontece no Brasil e Mundo que interfere direta e/ou indiretamente na igreja e corpo de Cristo

BRASIL, 4 semana 24 Agosto 2015

ANO 2

Nº 32 www.jornal.comunicadoressemfronteiras.com.br

Por que há cada vez mais igrejas do Vale do Silício?

Quem passeia pelo Vale do Silício, na Califórnia, nota ultimamente algo mais do que os inúmeros edifícios de concreto que abrigam algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo e uma infinidade de start-ups: estão ali também várias igrejas e templos.

Pag.06

SUCESSO FINANCEIRO. Pesquisa internacional revela os 10 piores países para ser cristão EU QUERO Um guia bíblico e prático para você compreender e alcançar o sucesso financeiro

PAG.08

LIVROS

Doação de tecidos de fetos abortados causa polêmica nos EUA

AGORA O JORNAL CSF LHE BRINDA SEMANALMENTE 3 LIVROS PARA VOCE BAIXAR E LER EM SEU PORTATIL GRATIS Pacote 05

A polêmica é um novo capítulo da ‘guerra’ contra o aborto nos Estados Unidos Começou a batalha nos Estados Unidos para definir quem disputará as eleições presidenciais de 2016 pelo Partido Republicano e, como em campanhas anteriores, o aborto voltou a aparecer no discurso da maioria dos candidatos.

pág 7

PASSATEMPOS AGORA O JORNAL CSF TEM UM MOMENTO DE PASSATEMPOS E HUMOR

Dados disponíveis no site do Fundo Nacional de Saúde revelam que desde agosto de 2013, o governo brasileiro desembolsou 2,85 bilhões de reais como pagamento pelo envio de 11 400 médicos de Cuba para o Brasil. As transferências são realizadas em nome da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), que embolsa 5% dos valores, como pedágio para triangular a operação – que seria considerada ilegal sem a sua intermediação.

pag 02 Com bom resultado de ‘Os Dez Mandamentos’, Record poderá

No início do mês, o SBT estreou a trama infantil ‘Cúmplices de um Resgate’. A adaptação brasileira da novela mexicana, de autoria da esposa de Silvio Santos, Íris Abravanel, alcançou a média de 15 pontos logo na estréia. Diante de um novo “concorrente”, a Record avaliou que uma estratégia para manter a boa audiência é esticar o número de capítulos da novela bíblica ‘Os Dez Mandamentos’, segundo informa o Blasting News.

PAG 06

Grupo de cristãos está há um mês no telhado de uma igreja Cerca de duas dezenas de cristãos estão há um mês no telhado de uma igreja da cidade de Huzhou, na província oriental chinesa de Zhejiang, para evitar que as autoridades retirem a cruz do campanário, informou a China Aid. O protesto ocorre numa altura de intensa campanha de retirada de cruzes públicas por parte das autoridades de Zhejiang.

Assista nossa TV 24hs com noticias, informações e muito mais 24 hs em seu computador, tvled, tablet e celular www.tvmissoes.com.br

PAG. 5

Pag 04


.

GERAL

2

Pesquisa internacional revela os 10 piores países para ser cristão constantemente invadidas pelo governo. Pelo O Pew Center, um dos institutos de pesquisa consequência, muitos cristãos se encontram menos 75 cristãos foram presos no Irã no ano mais respeitados do mundo, divulgou um em segredo no país. estudo publicado em abril de 2015 com as Porcentagem de cristãos no país: menos de 1% passado. Porcentagem de cristãos no país: menos de 1% projeções para o crescimento das populações Iraque Paquistão religiosas nas próximas quatro décadas. O Depois da queda do governo de Saddam relatório intitulado “O futuro das religiões do Hussein, muitos cristãos fugiram do Iraque já Um dos países mais conservadores do mundo mundo: População e Projeções de Crescimento que a perseguição ao cristianismo só tendia a – bebidas alcoólicas são proibidas, mulheres só 2010-2050″ constatou que na América Latina, aumentar. Como o Estado islâmico assumiu o saem na rua se cobertas por véus e o governo os cristãos seguirão sendo o maior grupo controle de grande parte do país, os cristãos e censura novelas e filmes – trata, religioso nas próximas décadas. O crescimento outras minorias foram forçados a se converter, frequentemente, os cristãos como cidadãos de segunda classe. Mulheres e crianças cristãs do grupo será de 25% entre 2010 e 2050. O pagar um imposto punitivo ou ser morto. podem ser alvo de abuso sexual, leis de documento também listou os países que os Estima-se que 100.000 pessoas fugiram de blasfêmia são abusadas para atacar seguidores cristãos mais sofrem violência e perseguição. suas casas em Mosul, uma cidade em uma e as igrejas são monitoradas e, por vezes O estudo projeta que em 2050 o número de região de maioria cristã no norte do Iraque. cristãos irá girar em torno de 2,9 bilhões de Porcentagem de cristãos no país: menos de 1% atacadas. Porcentagem de cristãos no país: 2.8% pessoas. Hoje, os cristãos já são 2,17 bilhões Síria Eritreia em todo o mundo. O maior aumento será entre Desde o começo da guerra civil, em 2011, Os cristãos são considerados uma ameaça estima-se que 700.000 cristãos fugiram da aqueles que dizem não ter uma crença, que para a Frente Popular pela Democracia e Síria. Assim como no Iraque, seguidores do passará de 45 milhões em 2010 para 65 Justiça, o partido político que controla o país. milhões em 2050. Para os Estados Unidos, o cristianismo são perseguidos e muitas vezes Muitos tiveram suas casas atacadas ou foram raptados, mortos ou feridos no país. estudo calcula que em 2050 a população de torturados, espancados e presos. Há relatos de Porcentagem de cristãos no país: 4,9% muçulmanos irá ultrapassar a de judeus, que alguns tenham sido mantidos em Afeganistão embora os cristãos ainda apareçam como No Afeganistão o cristianismo é visto como uma containers de navios em condições desumanas. maioria. Porcentagem de cristãos no país: 36.8% Conheça os dez piores países para ser cristão: religião ocidental e os poucos cristãos que existem devem manter sua fé em segredo ou Nigéria Coreia do Norte Na Coreia do Norte as religiões são proibidas. arriscar sofrer atos cruéis como rejeição familiar Desde que o grupo terrorista Boko Haram e até mesmo execução. No país não há igrejas ganhou destaque na mídia, milhares de cristãos Milhares de cristãos estão presos no país, e foram sequestrados ou mortos. No norte do e os religiosos mantêm a prática cristã em muitos foram torturados e executados. país, os cristãos são tratados como cidadãos segredo. Religiosos que se encontram secretamente correm o risco de serem presos. Em 2011, por Porcentagem de cristãos no país: menos de 1% de segunda classe. Segundo relatos, crianças cristãs não são autorizadas a frequentar a exemplo, Pyongyang reclamou muito de uma Sudão escola e aldeias cristãs têm água limpa e árvore de Natal de 30 metros colocada sobre No Sudão, pessoas que param de seguir o islamismo e passam para outra religião podem acesso aos cuidados de saúde negados pelo uma colina na Coreia do Sul, que podia ser ser punidas com morte. Existem relatos de que governo. vista do território norte-coreano. O regime Porcentagem de cristãos no país: 48.2% acusou o Sul de tentar espalhar a religião entre o governo já chegou a atacar cristãos com bombardeios direcionados. O país também tem os norte-coreanos. leis de blasfêmia que serviram para justificar a Porcentagem de cristãos no país: 1.2% prisão de muitos cristãos. Somália Porcentagem de cristãos no país: 4.8% O Islamismo é a religião oficial do país e a conversão para outra religião é um ato ilegal. O Irã O Islamismo é a religião oficial no Irã, isso Al Shabab, grupo terrorista, almeja impor na Somália um sistema de governo doutrinado por significa que qualquer cidadão que se converta ao cristianismo é considerado apóstata. uma interpretação radical da sharia, o rígido Armênios e assírios que vivem no Irã estão controle de leis islâmicas. O grupo islâmico quer “livrar” a Somália de todos os cristãos. As autorizados a praticar o cristianismo, mas muitas vezes são tratados como cidadãos de pessoas suspeitas de seguir a fé são Editorial: segunda classe. Igrejas são monitoradas e susceptíveis a serem mortas. Como Produção Jornalismo Gospel Fonte de matérias www.jornalismogospel.com.br

Coreia do Norte vai adotar fuso horário próprio A Coreia do Norte anunciou nesta sexta-feira (7) que vai adotar um fuso horário próprio – a “hora de Pyongyang”. Com a medida, todos os relógios do país serão atrasados em 30 minutos a partir de 15 de agosto. A mudança marca o aniversário de 70 anos da libertação da península coreana do domínio japonês, ao final da II Guerra Mundial. Segundo a agência de notícias estatal KCNA, a medida busca eliminar o legado do período em que a região foi uma colônia do império japonês, entre 1910 e 1945. Antes de o Japão igualar por decreto o horário coreano ao de Tóquio, em 1912, a península tinha o fuso que agora passará a ser adotado por Pyongyang. “Os cruéis imperialistas japoneses cometeram muitos crimes imperdoáveis, até o de privar a Coreia de sua hora padrão enquanto pisoteavam suas terras sem piedade”, destacou a agência oficial do regime norte-coreano. A Coreia do Sul estimou que a mudança pode causar algumas complicações na zona industrial de Kaesong, uma das poucas iniciativas de cooperação entre as duas Coreias. Por praticidade, Seul mantém o fuso horário estabelecido na época do império japonês. Contudo, por um curto período entre 1954 e 1961 a Coreia do Sul retornou ao fuso pré-colonial, também em uma iniciativa de ruptura com o Japão.

jornalismo@ jornalismogospel.com.br Jornalista Responsável José Eduardo Viana MTB37.737 BR jornalismo@comunicadores semfronteiras. com.br

Apoio desta edição: Rádio Onu Portas Abertas Brasil Rede Amar Brasil entre outros Escritorio São Paulo SP 0055-11-3522-9908 skype Periodista Jose Eduardo CSF

Jornal Comunicadores Sem Fronteiras Edição On line em pdf SEMANAL Fechamento

3 semana Agostp 17-08-2015


Rádios e TV`s Web’s

3

4 dicas para se produzir mais conteúdo em menos tempo Estes e outros estão disponiveis no blog http://comotersuatvweb.blogspot.com/ Para se ter um blog ou site com conteúdo atualizado, aumentar suas chances de receber mais visitas e melhorar o seu posicionamento no Google é preciso escrever com frequência. Contudo, só pensar no tempo que essa tarefa pode levar é, para muitas pessoas, um fator desanimador. Para gerar conteúdo é preciso muito mais transpiração do que inspiração. Saber como conduzir esse processo ajuda a economizar tempo e produzir muito mais rápido. Separamos 4 dicas práticas que, se bem executadas, podem economizar um tempo valioso na sua produção de postagens. 1 – Antes de tudo separe um tempo para isso Escrever não é apenas sentar e colocar as ideias no papel, é preciso estar atento, com um objetivo em mente. Em meio a tantas tarefas no dia a dia é importante ter um momento para trabalhar em cima do seu texto. Agende-se Guarde um momento do seu dia para escrever e tenha em mente que você vai fazer isso. Quando você cria esse compromisso suas ideias geralmente começam a chegar antes mesmo de escrever. Ter foco é fundamental Ao escrever muitas ideias podem fugir e estar focado é fundamental. Há diversas metodologias para isso. Muitos de nós aqui na Resultados Digitais trabalhamos na produção de conteúdo usando fones de ouvido. A música, em muitos casos, estimula o foco e aumenta a produtividade e isso reduz o tempo na produção textual. Outro método utilizado é a técnica Pomodoro. Ela consiste em usar um cronômetro para dividir o trabalho em períodos de 25 minutos chamados de ‘pomodoros’. Basicamente você escolhe uma tarefa e ajusta o alarme para 25 minutos. Após o toque do alarme faça, uma pausa de 3 a 5 minutos e volte a tarefa. A cada quatro “pomodoros” faça uma pausa mais longa de 15 a 30 minutos. Outra forma é bloquear sites que causem distrações. Muitas vezes site e as redes sociais podem ser um caminho para sair do foco. Uma medida é bloquear esses links com o seu anti-vírus ou aplicativos dos navegadores. Essa medida não precisa ser definitiva e pode ser usada no momento da produção conteúdo em um curto período de tempo. Não há uma forma mágica ou

ideal para isso, o melhor é testar alguns métodos de concentração e escolher o que se encaixa melhor para você. Estipule um prazo Correr contra o tempo também ajuda muito a agilizar o seu processo de escrita, só tome cuidado para a pressa não reduzir a sua qualidade textual, algo muito comum. Trace um plano com horas para trabalhar em um post. O Google Agenda (imagem abaixo) colabora e muito para esse processo, deixe agendado quantas horas no seu dia será preciso para cumprir essa tarefa e tenha foco no prazo. Observe que nesse dia a postagem está em amarelo, isso também ajuda e muito a visualizar o seu prazo para a produção do conteúdo e colabora com o seu foco na tarefa. 2 – Defina o seu tema Anote tudo Anote suas ideias sempre que possível. Muitas vezes temos elas até mesmo fora do contexto do trabalho. Ter esse arquivo mental transformado em apontamentos no computador ou mesmo em um caderno cria um “backlog”, ou seja, uma caixa de informações que pode ser usado como tema em algum post futuro. Faça um brainstorming Você pode ter diversas ideias sozinho ou reunir a sua equipe para ver qual o melhor assunto para sua pauta. Ao trabalhar com o Brainstorming o melhor é não boicotar as primeiras ideias. Deixe elas fluirem, por mais que possam ser irrelevantes. Ao desenvolver linhas de raciocínios bons temas podem sair de ideias nem um pouco convencionais. Google Trends O Google Trends é uma ferramenta do Google que informa os termos com maior número de buscas em um determinado período de tempo. Para saber quais palavraschaves do seu brainstorm são mais procuradas, por exemplo, vá até o canto superior esquerdo, abra o menu e clique em “Explorar”. A seguir a tela de “compare” deve aparecer. Com essa ferramenta é possível tirar a dúvida de qual termo é o melhor caso forem semelhantes como no nosso exemplo de mídias sociais (azul) x redes sociais (vermelho) ou mesmo qual tema está mais relevante. Palavras-Chave Crie uma lista de temas com palavras-chave com uma variedade de palavras que

estejam relacionadas ao seu negócio. Uma ferramenta muito interessante que pode ajudar nisso é o Planejador de PalavrasChave do Google. A partir de algumas palavras sugeridas, ele consegue fornecer uma grande lista de sugestões valiosas para os seus posts. Para alimentar a ferramenta, sugerimos que sua empresa insira cada um desses itens no planejador: 1 – Palavras que descrevam sua empresa, produtos/serviços e o mercado em que atua; 2 – O seu próprio site; 3 – O site de concorrentes ou de referências no mercado; 4 – Se você já usa alguma ferramenta que meça o tráfego do site, como o Google Analytics, inclua as palavras que já te geram tráfego orgânico. Temos ainda um post que ajuda você a escolher as melhores palavras-chave para os mais diversos momento de compra do cliente dentro do seu funil de vendas. Para ter ainda mais ideias temos um post específico onde apresentamos 6 fontes para criar um conteúdo efetivo para os mais diversos estágios do seu funil de vendas. 3 – Crie a estrutura Pesquise sobre seu tema Sempre há líderes do mercado ou empresas especializadas que podem ser sua referência. É valioso saber no mínimo qual é a forma que tratam o assunto e como abordam.Fique sempre de olho, acompanhe constantemente esses concorrentes, assine seu feed de notícias, suas newsletters e fique de olho no que fazem nas redes sociais. Sites estrangeiros também são sempre uma boa referência. Se o seu nicho possui informações fora do Brasil, é sempre bom estar de olho nas tendências internacionais da sua área. Muitas informações relevantes acontecem fora do país e só depois tornam-se tendênciais nacionais. Fique atento. Não escreva tudo de uma vez Mesmo que as ideias estejam “fervendo” na sua mente, escrever tudo de uma vez, na maioria das vezes, não é a melhor opção. Em muitos casos os parágrafos demoram mais a sair e organizar tudo leva tempo além de um desgaste mental desnecessário. O melhor é organizar cada ideia a partir de um outline.

Crie um outline Ter um outline é criar uma estrutura planejada para o seu post. Escrever um post inteiro, grande, por exemplo, é algo difícil e demorado. Se perder no meio a tantas ideias é comum se não há um planejamento traçado anteriormente. Quando pensamos em montar só a estrutura, é algo simples e às vezes até passa a ideia de se perder tempo ou demorar muito. Mas depois que montamos, podemos pensar que basta “preencher as lacunas”, assim fica mais fácil se empolgar e terminar logo. Ter um bom outline em mãos é transformar algo complexo em uma solução muito simples e lógica dentro de um processo. Aqui na Resultados Digitais temos visto que essa metodologia tem economizado em algumas horas a produção de conteúdo de diversos colaboradores. Aprenda como fazer um outline em nosso post. 4 – Desenvolva seu texto Cada tópico por vez Com a estrutura do outline pronta fica mais fácil organizar as ideias. Faça isso com cada uma delas. Reúna links, textos referências, citações, dados estatísticos e o que achar mais interessante para aquele tópico. Depois é hora de começar a escrever. Você inicia com diversas ideias soltas e elas organizadas começam a se tornar um conteúdo único. Casa de ferreiro, espeto de ferro Sempre que possível tente transmitir a sua experiência sobre aquele assunto. Aqui na Resultados Digitais em diversas postagens inserimos um pouco da nossa experiência para mostrar como as coisas funcionam e quais foram mais acertivas. Assim, além de mostrar um conteúdo inédito você apresenta credibilidade e fica mais difícil alguém copiar o material para colocar em outros posts, por exemplo. Tudo isso acelera o processo de criação do post, afinal é muito mais fácil desenvolver uma ideia com a sua experência anterior do que partir de uma proposta do zero. Pense como ir além Além do texto o que mais você pode inserir em seu post? Inserir imagens, além de ilustrar o post, deixa a leitura mais leve e rápida. Colocar infográficos também ajuda a deixar .... leia completo em nosso blog


MUNDO

4

Grupo de cristãos está há um mês no telhado de uma igreja Cerca de duas dezenas de cristãos estão há um mês no telhado de uma igreja da cidade de Huzhou, na província oriental chinesa de Zhejiang, para evitar que as autoridades retirem a cruz do campanário, informou a China Aid. O protesto ocorre numa altura de intensa campanha de retirada de cruzes públicas por parte das autoridades de Zhejiang. O grupo, que na quarta-feira viu a polícia militar chinesa cercar a Igreja Jinjiaer com a intenção de a desalojar e retirar a cruz, encontra-se no telhado, onde passa dia e noite, desde o início de julho, altura em que emitiu um comunicado em que prometeu defender o recinto religioso. Os manifestantes foram-se revezando nas últimas semanas no telhado, tendo alguns chegado a ameaçar saltar se o governo local continuar com os seus planos de retirar a cruz. As autoridades detiveram pelo menos sete manifestantes, pertencentes a uma comunidade protestante denominada 'Amor Sagrado', enquanto os que continuam no alto do edifício se vão debilitando pela forte onda de calor, umidade e duras condições, segundo porta-vozes do grupo. O protesto ocorre numa altura de intensa campanha de retirada de cruzes públicas por parte das autoridades de Zhejiang, uma das províncias chinesas com maior número de comunidades cristãs

protestantes. O governo provincial defende que a retirada dos símbolos religiosos -que já começou no ano passado -- prende-se unicamente com razões de segurança, enquanto grupos de cristãos asseguram tratar-se de um ataque à liberdade religiosa. Calcula-se que existam na China cerca de 60 milhões de crentes, ainda que metade (37 milhões) se agrupe em congregações não filiadas ao Governo, pelo que em algumas ocasiões consideram-se perseguidos.

Silvio Santos e Edir Macedo tem sociedade em empresa de TV paga Pode parecer inusitado, mas Silvio Santos e Edir Macedo serão sócios. De acordo com informações da coluna de Daniel Castro, as emissoras Record, SBT e RedeTV! estão se unindo para a criação de uma empresa para negociar a venda de seus sinais para a TV por assinatura. A ideia é que, no começo, essa empresa cobre das operadoras pelo carregamento dos canais digitais das três redes. Posteriormente, poderiam ser lançados canais exclusivos para assinantes – algo que já acontece a Globosat, a Turner e a Discovery Communications. A empresa se chama Newco e ainda não saiu do papel. Em julho, Record, SBT e RedeTV! comunicaram ao Cade (Conselho

Administrativo de Defesa Econômica) a criação da joint venture (associação entre diferentes empresas em uma nova empresa). As três redes terão partes iguais, porém, a remuneração será de acordo com o valor de cada uma delas estipulado pelas operadoras. Segundo o colunista, as três redes pediram a aprovação da sociedade em rito sumário, mais rápida, sem a análise aprofundada de impacto no mercado. Entretanto, a Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA) e a Sky apresentaram contestações e querem que o processo siga em rito ordinário. Caso isso aconteça, a joint venture pode levar anos para ser aprovada. Como argumento para fundamentar o

pedido, a ABTA e da Sky dizem que a junção das três redes pode acarretar no aumento dos preços das mensalidades de TV por assinatura. Essa argumentação se deve ao fato de que, como explica a reportagem da coluna, Record, SBT e RedeTV! avaliam que, juntas, terão mais força para cobrar das operadoras de TV paga. Hoje, elas cedem de graça seus canais e consideram que isso não é justo, uma vez que são responsáveis por cerca de 20% da audiência no cabo e no DTH (TV paga via satélite). No Cade, as redes argumentaram que a nova empresa não acarretará uma “sobreposição horizontal” no mercado, já que atuam em um mercado distinto do

da Newco. São empresas de radiodifusão, que vivem de publicidade, enquanto a nova empresa atuará no segmento de TV paga. Por questões legais, as três emissoras não podem se manifestar oficialmente à imprensa durante a tramitação do processo.

Com bom resultado de ‘Os Dez Mandamentos’, Record poderá aumentar número de capítulos No início do mês, o SBT estreou a trama infantil ‘Cúmplices de um Resgate’. A adaptação brasileira da novela mexicana, de autoria da esposa de Silvio Santos, Íris Abravanel, alcançou a média de 15 pontos logo na estréia. Diante de um novo “concorrente”, a Record avaliou que uma estratégia para manter a boa audiência é esticar o número de capítulos da novela bíblica ‘Os Dez Mandamentos’, segundo informa o Blasting News. De acordo com o colunista Fernando Borges, ‘Os Dez Mandamentos’ ganhará mais 22 capítulos, por enquanto. Diferente de outras emissoras, as novelas da Record geralmente exibem o último capítulo no meio da semana; não se sabe se farão o mesmo desta vez. Os números da trama assinada por Vivian de Oliveira e que tem direção geral de Alexandre Avancini são grandiosos, assim como a audiência que teve média de 14 pontos em junho, tanto no Rio de Janeiro quanto em São Paulo — o que significa uma vice-liderança consolidada, de acordo com informações de O Dia. Em cena, são 80 atores. A cidade cenográfica, que fica em um sítio em Barra de Guaratiba, tem 7.000m² de área construída. Na equipe de efeitos visuais, comandada por Gustavo Dominguez, são 29 pessoas se revezando 24 horas por dia. “Sem dúvida alguma, essa é a maior produção que eu já comandei. Mas tenho a tranquilidade de trabalhar com a mesma equipe que já

tinha feito comigo ‘José do Egito’ (2013). O maior desafio em ‘Os Dez Mandamentos’ foi sair do formato de seriado para o de novela. Agora, o processo é industrial. Temos quatro frentes de gravação, sendo duas externas e duas de estúdios, de segunda a sábado”, conta Avancini, que comanda uma equipe de 450 profissionais. A expectativa é que ‘Os Dez Mandamentos’ chegue ao ápice de audiência a partir da segunda quinzena de agosto, quando as pragas vão invadir o Egito, momento bíblico que precede a abertura do Mar Vermelho. “Essas sequências são muito esperadas pelo público, por isso investimos tanto (as cenas que estão sendo pós-produzidas em Los Angeles vão custar cerca de 9 milhões de dólares cada uma). Pela curva que se desenha, a expectativa é que a novela alcance 20 pontos de ibope. Esperava parte desse sucesso, mas o que vem acontecendo superou as minhas expectativas”, revela Avancini.


PASSATEMPOS

BAIXE OS LIVROS GRATIS NO SITE WWW.JORNAL.COMUNICADORESSEMFRONTEIRAS.COM.BR/

NO LINK LIVROS E COLOQUE A SENHA salvacao(minusculos)

5

LIVROS DESTA SEMANA, MAIS DETALHES NO SITE pacote 13

Sudoku é um quebra-cabeça criado a partir da ordenação dos números. Seu objetivo é colocar um número (de 1 a 9) em cada quadrinho vazio do jogo, de maneira que não se repita nenhum algarismo nas colunas ou linhas. Será que você consegue resolver todos os quebra-cabeças de números?


MUNDO

6

Por que há cada vez mais igrejas do Vale do Silício? Quem passeia pelo Vale do Silício, na Califórnia, nota ultimamente algo mais do que os inúmeros edifícios de concreto que abrigam algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo e uma infinidade de start-ups: estão ali também várias igrejas e templos. Eles atendem à bem-sucedida e rica população da capital mundial da tecnologia, surpreendendo uma região dos Estados Unidos que é conhecida por seu agnosticismo. "O Vale do Silício atrai profissionais com uma personalidade mais ambiciosa e proativa", afirma Skip Vaccarello, autor do site Finding God in Silicon Valley (Encontrando Deus no Vale do Silício, em tradução literal), que reúne notícias e histórias de fé na região. "Trata-se de um tipo de gente que não vai à missa aos domingos. Seus deuses se tornaram coisas como dinheiro e sucesso." Uma recente pesquisa colocou as cidades californianas de San Francisco, Oakland e San José – todas localizadas na região ou nas proximidades da área do Vale do Silício – entre as que possuem o menor número de fiéis que frequentam a igreja em todos os Estados Unidos. Mas essa imagem trai a realidade atual, já que igrejas, templos e outros locais de adoração estão surgindo em prédios de escritórios, galpões e centros comunitários – e atraem uma entusiasmada congregação. Alguns especialistas acreditam que, entre os profissionais do Vale do Silício, existe uma carência por uma experiência espiritual que não pode ser atingida no trabalho ou em casa. "Muita gente vem para cá e descobre que, apesar de estar ganhando mais dinheiro do que sabe gastar ou de ser promovido para uma posição mais alta do que jamais sonhou, não há nada realmente preenchendo suas almas", diz Austin Walterman, de 25 anos, funcionário de uma empresa de videogames. 'Desejo por algo mais’ O termo Vale do Silício foi criado nos anos 1970 e se refere à alta concentração de empresas de tecnologia em

uma pujante região ao sul de San Francisco. Isso inclui cidades como Palo Alto, Mountain View, Sunnyvale e San José. A área é uma usina financeira com um Produto Interno Bruto (PIB) compatível com o de algumas das maiores economias do mundo. San Francisco, que por si só já é um grande centro financeiro, serve como a porta de entrada da região. À medida que o boom da tecnologia foi tomando conta, o centro da cidade foi se tornando cada vez mais o sinônimo de uma ânsia por riquezas do que por uma realização espiritual. Mas foi ali que se instalou uma nova igreja cristã evangélica, a Epic Church. O local não se parece muito com templos mais tradicionais. No entanto, começou a atrair as almas solitárias de San Francisco e pessoas que passam o dia trabalhando no Vale do Silício. Fundada em 2011 pelo pastor Ben Pilgreen, a igreja criou raízes em um prédio moderno, ao sul do famoso Union Square. O único sinal de sua existência, por trás de uma grande porta de vidro, é uma pequena placa colocada na calçada. Os fiéis chegam usando jeans ou shorts, e chinelos. Os pais colocam seus filhos diante de tablets enquanto outros se dirigem a uma sala chamada de "centro de conexão", onde ocorrem discussões em grupo. Dentro do hall principal, a banda se prepara para a missa. A congregação de cerca de 500 pessoas é bem otimista e está crescendo. "Isso nos mostra que existe uma fome", afirma Pilgreen. "Temos pessoas que viraram milionárias da noite para o dia com o lançamento em bolsa do Facebook e do Twitter e gente incrivelmente bem-sucedida. Elas sentem um forte desejo por algo a mais." Apesar de Walterman ter o que diz ser "o emprego dos sonhos", ele começou a frequentar a igreja por achar que faltava alguma coisa especial em sua vida. "A igreja me tornou um líder melhor no trabalho", conta o jovem. "Ela me fez ser um amigo melhor para quem está ao meu redor e mudou toda a minha vida." Doações milionárias

As sutis igrejas do Vale do Silício abarcam várias religiões e níveis de fé, e surgem nos lugares mais incomuns. Faz parte da cultura tech, por exemplo, começar empresas e garagens. Portanto não é de surpreender que alguns armazéns agora sirvam como templos. "Não vemos construções tradicionais, com domos e minaretes", afirma Philip Boo Riley, professor de Estudos Religiosos na Universidade de Santa Clara. "Do outro lado do Centro Zen de Chung Tai, em Sunnyvale, está um novo templo hindu. Na mesma rua está uma igreja presbiteriana coreana. Ninguém os nota porque eles parecem com qualquer outro prédio de escritórios." Boa parte do capital usado na construção ou na expansão desses locais vem de doações feitas por empresários de sucesso. A riqueza do Vale do Silício permitiu que templos hindus que antes estavam decadentes pudessem voltar a se tornar importantes pontos de encontro para a comunidade. "Nos últimos 30 anos, notamos uma diversidade de crenças cada vez maior. E, apesar de não ser algo visível, há mais presença religiosa por aqui", afirma Riley. A força do hinduísmo A comunidade indiana é uma das mais ativas em meio às inovações que ocorrem no Vale do Silício. Um estudo da Universidade de Berkeley descobriu que, entre 2006 e 2012, o empreendedorismo indiano respondeu por 32% das empresas fundadas por imigrantes na região. E alguns dos mais inteligentes analistas da comunidade se tornaram bilionários. O templo hindu de Sunnyvale passou recentemente por uma reforma de US$ 2,4 milhões e reabriu com um enorme hall onde estão dezenas de estátuas de mármore de divindades da religião. "Viajamos mais de 16 mil quilômetros para estabelecer aqui nossos lares e trouxemos nossa essência conosco", explica Annapurna Devi Pandey, professora de Antropologia da Universidade da Califórnia em Santa Cruz. "Sabemos que nossos filhos serão criados aqui, portanto

queremos que este seja um lugar onde eles se sintam em casa." A igreja da 'não religião’ No coração do Vale, em Palo Alto, a C3 Church (Christian City Church) promove seus cultos com o slogan: "Você não é religioso? Nós também não!". Todos os domingos, a C3 enfeita com bandeirinhas uma sala alugada de um centro comunitário judaico. O clima dentro do auditório escuro é mais de boate do que de igreja. E a abordagem junto aos fiéis é bastante energética, uma aposta do pastor Adam Smallcombe, um australiano que se mudou para o Vale do Silício com o objetivo de fundar a igreja. "Queríamos que as pessoas tivessem um sentimento de pertencer a algo maior, independentemente de suas crenças", explica ele. A C3 se diz "não religiosa" em suas atividades e não se enquadra no que "o governo define como sendo uma organização religiosa". "Em vez disso, acreditamos que a comunidade vem antes de Cristo", afirma o pastor. Vadim Lavrusik, gerente de produto do Facebook, frequenta a C3 com sua família. Para ele, a igreja reflete a cultura empresarial do Vale, onde a ideia de "pensar fora da caixinha" é aplaudida. "Me sinto incentivado a refletir mais e a encontrar soluções novas para os problemas", conta. Religiosos ou não, os fieis do Vale do Silício parecem ter dado trégua à cultura local do sucesso a qualquer preço. A adoção da espiritualidade se tornou mais fácil e menos estigmatizada nessa sociedade movida a dados objetivos. "O Vale do Silício pode ser um mundo autocentrado onde as pessoas se perdem tentando criar a nova grande tecnologia ou a nova grande empresa", afirma Vaccarello. "Mas isso nem sempre é a receita da felicidade."


Geral

7

Doação de tecidos de fetos abortados causa polêmica nos EUA Começou a batalha nos Estados Unidos para definir quem disputará as eleições presidenciais de 2016 pelo Partido Republicano e, como em campanhas anteriores, o aborto voltou a aparecer no discurso da maioria dos candidatos. Desta vez, os aspirantes conservadores da Casa Branca têm os olhos voltados para o Planned Parenthood (PP), que realiza abortos e atende a mais de 2 milhões de pessoas por ano. Os serviços do PP ganhou as manchetes nas últimas semanas depois que um grupo antiaborto publicou um vídeo que mostra alguns dos altos executivos do grupo supostamente discutindo com uma linguagem bastante explícita a venda de órgãos e tecidos de fetos abortados. Além disso, nas gravações com uma câmera oculta feitas pelo The Center for Medical Progress, os representantes da Planned Parenthood aparentemente falam sobre modificar a forma como os abortos são realizados para obter determinados órgãos. Em um dos vídeos divulgados, feito com uma câmera escondida, Deborah Nucatola, diretora sênior de Pesquisas Médicas da PP, discute o fornecimento de tecido fetal. Ela diz ao cinegrafista – que se passou por um funcionário de uma empresa de biotecnologia – que os médicos que farão o aborto podem ajustar seus métodos para deixar os órgãos intactos. “Nós somos bons em tirar o coração, pulmão, fígado, porque sabemos o que fazer, então não vamos esmagar aquela parte, vamos esmagar mais em baixo, em cima, pra conseguir tudo intacto”, diz Nucatola no vídeo. Nos Estados Unidos, tanto a venda de órgãos fetais, como a modificação das técnicas de aborto para obtenção desses órgãos estão proibidas por lei. A Planned Parenthood se defendeu dizendo que os vídeos

foram editados para prejudicar a imagem da organização e garantiu que não faz negócio com os abortos que pratica, cobrando somente pelos gastos de conservação e transporte dos tecidos fetais aos centros de pesquisa que os utilizam. Financiamento A polêmica fortaleceu o argumento de grupos antiaborto, que receberam apoio da maioria dos pré-candidatos republicanos à Presidência dos Estados Unidos. Eles se comprometeram a retirar o financiamento público à Planned Parenthood, que chega a US$ 500 milhões. Foi exatamente isso que os Estados de Alabama e Louisiana fizeram nos últimos dias, enquanto alguns membros conservadores do Congresso estão ameaçando bloquear futuros orçamentos do governo federal se ele não acabar com o financiamento para a PP – eles não conseguiram aprovar uma lei com esse objetivo na semana passada. Do lado democrata, os congressistas defendem o papel da Planned Parenthood como provedora de serviços de saúde para muitas mulheres de baixa renda e insistiram que os abortos representam somente 3% das suas atividades, que incluem a prescrição de anticoncepcionais e a realização de exames para detectar câncer e HIV. Além disso, eles pontuam também que os cerca de 300 mil abortos feitos por ano pela PP não são financiados com dinheiro público, já que isso é proibido por lei, a não ser em casos de risco de morte da mãe. Ao mesmo tempo, o governo também menciona que as pesquisas feitas nas últimas décadas usando tecidos fetais têm ajudado a medicina a conseguir inúmeros avanços na luta contra doenças como a poliomielite e o mal de Parkinson. Por enquanto, o The Center for Medical Progress publicou cinco

vídeos da Planned Parenthood e já anunciou que publicará novas gravações nos próximos dias, garantindo que assim a questão do aborto permaneça no centro do debate político às vésperas das eleições presidenciais de 2016. Dúvidas “É verdade que algumas das coisas que se dizem nos vídeos são preocupantes”, afirmou Arthur Caplan, diretor da Divisão de Ética da Faculdade de Medicina da Universidade de Nova York (NYU) à BBC. “Não acredito que seja possível tirar qualquer conclusão desses vídeos, porque o que se fala neles são coisas gerais. Mas sim, me parece que a linguagem utilizada pelos representantes da Planned Parenthood neles é pouco respeitosa”. Questionado sobre quão comum é o uso de órgãos fetais no campo da pesquisa médica nos Estados Unidos, Caplan conta que, nas últimas décadas, eles têm sido substituídos por células-tronco. “No início dos anos 1990, as pesquisas com tecido fetal era muito promissoras, ainda que muitos experimentos não tenham atingido os resultados esperados”. “Então, no fim da década de 1990, a maioria dos pesquisadores interessados em Medicina Regenerativa passaram a usar células-tronco em vez de tecidos fetais, que na realidade são usados principalmente para estudar patologias de fetos”, acrescentou. Intermediários Caplan afirma que os que estão se aproveitando dessas doações de fetos – que só podem ser feitas com consentimento das mães – são os intermediários, “que são tanto companhias, como indivíduos que colocam à disposição dos pesquisadores os tecidos em troca de grandes quantidades de dinheiro”. “Não sabemos realmente se o

que estão cobrando corresponde somente aos custos que têm e se isso deveria ser investigado pelas autoridades”, complementou. Segundo o especialista da Universidade de Nova York, “os cientistas que trabalham com tecidos fetais sabem que se trata de uma atividade polêmica e preferem não falar sobre isso em público, temendo até pela sua segurança pessoal”. Caplan considera que as doações de tecidos fetais não estão sendo fiscalizadas como deveriam. Isso acontece porque “entre outras coisas, os próprios políticos não querem falar sobre esse assunto polêmico.” “O aborto é uma polêmica nos Estados Unidos por diversas razões. Esse país é mais religioso que outros países desenvolvidos e isso é um assunto que foi solucionado no plano judicial, mas não no político, e essa não é a melhor forma. “Além disso, nos últimos anos ficou mais fácil poder ver imagens dos fetos porque entendemos melhor sobre seu desenvolvimento, o que os faz ainda mais reais e influencia a opinião das pessoas”, opina Caplan. Segundo o especialista, “esta polêmica é um novo capítulo na ‘guerra do aborto’” que vem sendo travada nos Estados Unidos há décadas.


8

CURSO DE TEOLOGIA

SUCESSO FINANCEIRO. EU QUERO Um guia bíblico e prático para você compreender e alcançar o sucesso Uma pessoa rica é mais feliz que uma pobre? Não necessariamente. O que quero dizer é que nem todas as pessoas ricas são felizes, pois não é a quantidade de dinheiro que determina sua felicidade. Analisando os parâmetros bíblicos, a felicidade está diretamente ligada à sensação de cumprimento de sua missão. Sim, é isso mesmo, é sensação do dever cumprido. Por exemplo, o apóstolo Paulo foi compelido pelo Espírito Santo a ir para Jerusalém. O mesmo Espírito avisou que ele passaria por prisões e sofrimentos. E aí? Paulo desistiu de ir a Jerusalém? leia em suas próprias palavras: “Todavia, não me importo, nem considero a minha vida de valor algum para mim mesmo, se tão somente puder terminar a corrida e completar o ministério que o Senhor Jesus me confiou, de testemunhar o evangelho da graça de Deus” (Atos 20:24). O que você pode entender a partir das palavras de Paulo? A felicidade dele não estava ligada ao seu bem-estar, e sim a fazer a vontade de Deus. Isso não significa que ele não desejasse o bem -estar, mas, para Paulo, fazer a vontade de Deus era superior à sensação de bem-estar passageiro. Com o dinheiro é semelhante. Uma pessoa pode ter muito dinheiro, mas se ela não o usa segundo os princípios de Deus, de nada adiantará e, mais cedo ou mais tarde, ela vai perceber que seu dinheiro não é suficiente para lhe garantir a felicidade. Por outro lado, uma pessoa pobre e que administra bem seu dinheiro pode sim ser feliz. Veja que eu não estou advogando a pobreza em detrimento da riqueza. Minha tese é: o sucesso financeiro não depende da quantidade de dinheiro que você tem, mas sim de se fazer a coisa certa com ele. Como faço para ter sucesso financeiro? Esta é uma excelente pergunta. E é sobre ela que quero falar ao longo deste livro. Até agora estou argumentando para desmistificar o conceito comum de que o sucesso financeiro ficou apenas para pessoas que tem muito dinheiro. Eu desejo mostrar a você que, aprendendo os princípios corretos e colocando -os em prática, você pode ser e será uma pessoa financeiramente bemsucedida. Eu acredito piamente que este é o desejo de Deus para todas as pessoas, independentemente de qual tenha sido seu histórico financeiro até o presente momento. Existem passos específicos para se alcançar o sucesso financeiro? Sim. Eu aprendi que há pelo menos dois passos essenciais e um terceiro desejável. Certa vez eu estava lendo a Bíblia e me deparei com o seguinte texto que, aparentemente não tem nada a ver com sucesso financeiro, mas no final, você vai

ver que tem tudo a ver. Leia lá em Esdras 7.10: “Pois Esdras tinha decidido dedicar-se a estudar a Lei do Senhor e a praticá-la e a ensinar os seus decretos e mandamentos aos israelitas.” Então, vamos lá. 1o Passo: Estudar a Lei do Senhor. O que isto significa? Que você precisa conhecer os princípios bíblicos que tratam de como administrar o seu dinheiro. Você se lembra do conceito de sucesso financeiro que eu estou adotando aqui, não? Então vamos recordar: “Fazer o que Deus quer com o dinheiro que você tem.” Bem, se é o que Deus quer então você precisa conhecer o que a Bíblia fala sobre o assunto. Veja que não é o que as pessoas falam sobre o assunto, ou o que este ou aquele especialista diz. Mas sim o que a Bíblia diz. 2o Passo: Praticar. Este é um fator-chave que pode fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso financeiro. Eu quero chamar sua atenção para isso aqui. Você provavelmente vai perceber que já conhece alguns dos princípios bíblicos sobre a administração do dinheiro. Mas a pergunta que eu faço é a seguinte: você está praticando esses princípios? Eu digo isso porque por experiência sei que muitos cristãos acham que o sucesso financeiro é como uma unção que é colocada sobre você durante um culto e tudo estará resolvido. Mas não é bem assim não. Certamente há algumas pessoas que têm o dom de administração, o que dá a elas uma vantagem sobre os que não têm. Mas mesmo os que têm o dom precisam colocá-lo em prática, caso contrário, de nada adiantará. Você deve se recordar de quando Jesus concluiu o sermão da montanha. O que ele disse? “Portanto, quem ouve estas minhas palavras e as pratica é como um homem prudente que construiu a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha” (Mateus 7.24-25). Veja! O sermão da montanha é maravilhoso, é um excelente padrão para a vida cristã, não acha? Mas o que Jesus está dizendo ao final de tudo? Pratique! Por esta razão, quando você coloca em prática os princípios bíblicos sobre como administrar seu dinheiro, sua vida financeira sempre será sólida. Não tem como ser diferente. Agora, se você não praticar de nada adiantará. Leia com atenção esta declaração de Jesus: “Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda” (Mateus

7.26-27). Muitas pessoas sofrem ou por desconhecer ou por conhecer e não praticar os princípios bíblicos de administração do dinheiro. Coloque em prática e viverá! 3o Passo: Ensinar. Se você conseguir dar os dois primeiros passos anteriores, já será uma pessoa financeiramente bem-sucedida. Mas, que tal passar seu conhecimento adiante e abençoar a vida de muitas pessoas, começando com sua própria família? Não é fantástico isso? Você pode estar pensando: “Mas eu não sou mestre” ou “nunca fiz pedagogia para poder ensinar”. Não se preocupe. Basta que você queira passar seu conhecimento adiante de uma forma bem natural. Compartilhe esses princípios com seu cônjuge. Oriente seus filhos, ou seus sobrinhos, ou netos, ou seus vizinhos, enfim. A lista pode ser bastante extensa e com certeza você vai ter o discernimento e a criatividade necessária para passar seu conhecimento adiante, se estiver a fim de fazer isso. Uma das coisas que Deus me deu foi essa paixão de compartilhar meu conhecimento bíblico financeiro com outras pessoas. É por isso que estou escrevendo para você agora mesmo. E espero que isso acenda em você o desejo de exercer influência sobre outras pessoas que vão necessitar de sua ajuda. Ter metas financeiras é importante? Eu diria que é fundamental. Imagine-se no seu dia a dia. Você acorda cedo de manhã, toma seu café e vai para o trabalho. Pode estar chovendo, ou ser um dia muito frio, mas você faz o que tem que fazer, pois sabe que precisa chegar ao trabalho na hora certa, sem atrasos, de preferência. Agora, se for um feriado, o que acontece? Você não se preocupa com a hora, pois pode acordar mais tarde. Pelo fato de não ter algo específico para fazer neste dia é muito possível que seja um dia em que vai fazer poucas coisas, não é mesmo? Qual a diferença entre os dois cenários?

SEGUE NA PRÓXIMA EDIÇÃO

Jornal Csf port 2015 32  
Jornal Csf port 2015 32  

Nesta edição Edição 32 - 24/08/2015 Pesquisa internacional revela os 10 piores países para ser cristão Coreia do Norte vai adotar fuso horár...

Advertisement