Page 1

Tudo que acontece no Brasil e Mundo que interfere direta e/ou indiretamente na igreja e corpo de Cristo

BRASIL, 1 semana 03 Agosto 2015

ANO 2

Nº 29 www.jornal.comunicadoressemfronteiras.com.br

Deputados tentam proibir uso de símbolos religiosos em protestos Discutido em comissão, Estatuto da Liberdade Religiosa tem artigo que prevê punição a atos como o protagonizado por transexual em cruz na última Parada do Orgulho LGBT de Pag.04 SP.

TEOLOGIA

“A vinda do Messias é iminente”, alerta influente rabino

DISCIPLINA: ÉTICA DECIMA SETIMA PARTE O rabino Chaim Kanievsky é uma das maiores

PAG.08 Case de celular em formato de arma entra na mira da polícia dos EUA Um case de celular para iPhone 5 ou 6 em formato de arma entrou na mira da polícia dos Estados Unidos. Com a forma de uma pistola, o acessório era encontra por entre US$ 10 e US$ 50 na loja daAmazon dos EUA, mas foi retirado de circulação. Nas cores preta, branca e cor de rosa, o eBay ainda continua vendendo o produto.

LIVROS AGORA O JORNAL CSF LHE TRAS SEMANALMENTE 3 LIVROS PARA VOCE BAIXAR E LER EM SEU PORTATIL GRATIS Pacote 05

pág 7

PASSATEMPOS AGORA O JORNAL CSF TEM UM MOMENTO DE PASSATEMPOS E HUMOR

Assista nossa TV 24hs com noticias, informações e muito mais 24 hs em seu computador, tvled, tablet e celular www.tvmissoes.com.br

PAG. 5

autoridades do judaísmo ultra ortodoxo. Suas mensagens mais recentes são claras e inequívocas: a vinda do Messias é iminente. Ele está pedindo que todos os judeus voltem para Israel o mais rapidamente possível. O entendimento é que essa é uma ação espiritual que marca a vinda do Messias judeu. Pag.02

Jovens terminam o ensino médio sem aprender o básico Pesquisa feita com jovens que terminaram o ensino médio mostra que há uma desconexão entre o que é ensinado nas escolas e os conhecimentos e habilidades exigidos na vida adulta. A pesquisa Projeto de Vida – O papel da Escola na Vida dos Jovens, da Fundação Lemann, foi apresentada nesta quinta-feira (8) em seminário que debate a base curricular nacional comum para a educação básica.

PAG 06

7 passos para juntar dinheiro de uma forma rápida Juntar dinheiro rápido pode ser um desafio para quem não tem o hábito de economizar e, principalmente, no caso de pessoas que têm que lidar com dívidas. Mas ao contrário do que se parece, cuidar das finanças pessoais não é um bicho sem pé nem cabeça. Basta algumas mudanças na rotina e na forma de consumir, além de ter determinação. PAG 06


.

GERAL

2

“A vinda do Messias é iminente”, alerta influente rabino O rabino Chaim Kanievsky é uma das maiores do mundo será o sábado, 12 de setembro de Terra. E mais, essa será a quarta Lua de Sangue. autoridades do judaísmo ultra ortodoxo. Suas 2015. Existem relatos de respostas ao apelo do O teólogo e pastor Mark Biltz vem dando mensagens mais recentes são claras e palestras no mundo todo sobre o que ele que inequívocas: a vinda do Messias é iminente. Elerabino Kanievsky em várias comunidades ao está pedindo que todos os judeus voltem para redor do mundo, principalmente nos Estados são os sinais claros deixados por Deus nos Unidos. céus e na terra. A aparição da “primeira lua de Israel o mais rapidamente possível. O sangue” na Páscoa de 2014, marcou o início de entendimento é que essa é uma ação espiritual Judeus da França começaram a chegar em um cumprimento profético. Israel em massa este ano, estimulados pelo que marca a vinda do Messias judeu. Descendente de judeus, ele passou anos convite do primeiro-ministro israelense Ele tem feito eco aos escritos do rabino estudando as profecias sobre o Sol e a Lua Yitzchak Ben Tzvi, que escreve extensivamente Netanyahu. Nos últimos anos, 7.000 judeus sobre o final dos tempos. São vários os rabinos franceses voltaram para Israel. O Ministério de desde Gênesis, onde a Bíblia afirma que os que começaram a defender nos últimos anos Absorção de Imigrantes espera mais de 3.000 luzeiros no céu serviriam “para sinais e para as estações do ano”. judeus franceses neste verão. que os sinais proféticos são claros. “O termo em hebraico implica que não é Alguns cristãos especializados no estudo de Kanievsky decretou que é uma “Mitzvah profecias vêm apontando para setembro deste apenas um sinal, mas um sinal da Sua vinda”, Dioraita”, ou seja, um mandamento bíblico ano como um mês que trará “sinais no céu”. No esclarece. Biltz diz ainda que a palavra voltar para Israel agora. Vem informando a traduzida como “estações” tem o sentido de dia 13 ocorrerá um eclipse solar parcial, vários sites que desde a guerra do verão “tempo determinado”, que seriam a coincidindo com o início da “Festa das passado em Gaza a expectativa é que o comemoração das festas estabelecidas por trombetas”. momento dessa vinda do Messias seria: “No Deus no Antigo Testamento e que seguem o Já no dia 23, durante a Festa dos final do ano sabático”. calendário lunar adotado pelos judeus. Tabernáculos, ocorrerá o fenômeno da O atual ano sabático no calendário judeu se encerra no dia 29 de Elul, que para o restante Superlua – a lua nunca esteve tão próxima da

Saiba o que não se deve comprar no supermercado Ir ao supermercado é mais prático e eficaz do que rodar as lojas atrás de tudo o que se precisa. Mas, embora eles apresentem preços ‘amigos’ dos consumidores, nem todos os produtos devem ser adquiridos lá. Quem o diz são os especialistas em poupança e economia Andrea Woroch e Kendel Perez. Ao ‘Market Watch’, os dois entendidos se baseiam no que acontece nos Estados Unidos e revelam quais os produtos que, por norma, não devem ser comprados em supermercados. Utensílios de cozinha Salvo as poucas vezes em que estão em vigor promoções para equipamentos de culinária, os utensílios não devem ser comprados em supermercados, uma vez que o preço – mesmo que pareça acessível – tende a ser mais elevado do que nas lojas especializas ou destinadas a produtos de lazer. Material escolar A poucos meses do regresso às aulas, os materiais escolares são protagonistas dos folhetos promocionais. Contudo, embora os preços sejam apetitosos, as filas e os limitados stocks podem fazer da ida ao local uma perda de tempo. Baseando-se no que acontece nos Estados Unidos, as especialistas sugerem que as compras de material escolar sejam feitas ainda no verão em lojas com produtos de escritório e estudo. Flores Elas nem sempre são frescas. Diz a publicação que as flores vendidas nos supermercados são, por vezes, as sobras do dia anterior de lojas de

floristas. Produtos de higiene íntima Todos os meses, uma boa parte do orçamento destina-se a shampoo, condicionador, gel de banho, creme corporal, lâminas de barbear e outros itens. As promoções neste tipo de produtos são frequentes em supermercados, mas o preço aplicado em lojas especializadas pode ser bem melhor. Pilhas e baterias Editorial: Woroch defende que estes produtos devem ser Produção Jornalismo Gospel comprados em lojas especializadas ou até Fonte de matérias www.jornalismogospel.com.br mesmo em sites de comércio online, onde os jornalismo@ packs se mostram mais vantajosos. jornalismogospel.com.br Tempero Jornalista Responsável No supermercado, comprar determinados José Eduardo Viana temperos implica trazer uma quantidade MTB37.737 BR limitada, um frasco ou um recipiente de plástico. jornalismo@comunicadores semfronteiras. com.br Além disso, alguns temperos, dependendo da marca, podem custar muito e trazer poucos Apoio desta edição: Rádio Onu gramas. Para economizar e aumentar a Portas Abertas Brasil quantidade comprada, o site sugere uma ida a Rede Amar Brasil lojas de especiarias, onde a escolha é mais entre outros vasta e a quantidade é escolhida pelo Escritorio São Paulo SP consumidor. 0055-11-3522-9908 skype

Periodista Jose Eduardo CSF

Jornal Comunicadores Sem Fronteiras Edição On line em pdf SEMANAL Fechamento

1 semana Agosto 03-08-2015


Rádios e TV`s Web’s

3

8 dicas para decolar sua Company Page no LinkedIn Estes e outros estão disponiveis no blog http://comotersuatvweb.blogspot.com/ Se a sua empresa não está no LinkedIn é bom se apressar. Hoje a rede possui mais de 364 milhões de perfis profissionais em todo mundo com uma média de 2 novos cadastros por segundo. No Brasil, estamos com 21 milhões de profissionais na rede social nos mais diversos nichos de mercado, e esses números só tendem a aumentar. Company Page x Perfil Pessoal Uma coisa não descarta a outra. Enquanto que seu perfil pessoal mostra todo o seu conhecimento, habilidades e contatos da sua carreira profissional, a Company Page mostra as características e diferenciais da sua empresa. A grande vantagem da Company Page é a possibilidade de gerenciar anúncios, capturar insights e obter diversos dados importantes sobre o seu público, além de aproximar sua empresa do público-alvo e apresentar seus produtos de forma direta e dinâmica. Requisitos para decolar sua Company Page Você só vai poder adicionar uma Company Page se tiver a todos os requisitos abaixo: 1 – Ter um perfil pessoal Você deve ter um perfil pessoal no LinkedIn configurado com seu nome e sobrenome verdadeiros. 2 – Ter um perfil ativo Seu perfil precisa estar ativo e com várias conexões. A força do seu perfil deve ser listada como Intermediário ou Perfil campeão. 3 – Estar trabalhando na empresa Você é um funcionário atual da empresa e seu cargo é listado na seção Experiência do seu perfil. 4 – Ter um endereço corporativo Você possui um endereço de email corporativo (ex.: hiram@nomedaempresa.com) adicionado e confirmado na sua

conta do LinkedIn. 5 – Ter domínio próprio da empresa O domínio de e-mail é exclusivo da sua empresa. Para criar uma Company Page não é possível usar domínios como gmail.com, yahoo.com ou outros serviços de e-mail genéricos uma vez que não são exclusivos de uma empresa. Se a sua empresa não possuir um domínio exclusivo de e-mail, considere criar um grupo. Para criar a sua Company Page siga o passo a passo aqui 8 dicas para turbinar sua Company Page 1 – Crie uma Showcase São páginas dentro do Linkedin que são acessadas ao lado direito na página principal da empresa. Nela, você pode promover um produto ou serviço específico. O layout é dividido basicamente em duas colunas, o que ajuda a sua empresa a criar um conteúdo com textos, imagens, vídeos, artigos e links e atingir com mais facilidade o público consumidor. Para mais informações acesse o nosso post sobre Showcase. 2 – Amplie o contato na rede com sua equipe Interligar todos os seus funcionários no LinkedIn faz com que a empresa amplie sua exposição orgânica. Essa é uma excelente tática, especialmente para empresas com muitos funcionários. Com uma novidade no ar é importante dar o “grito do escritório”, ou seja, fazer com que a equipe se mobilize a divulgar o conteúdo. Conversar em grupos distintos e fomentar boas discussões envolvendo temas relacionados a empresa pode ser uma forma que vai além do compartilhamento via perfil pessoal. Somando-se a isso, sua Company Page ainda

se torna um link clicável dentro do perfil de cada colaborador da empresa. 3 – Aumente o desempenho do SEO Uma Company Page é extremamente amigável para o Google. Isso ajuda você com sua estratégia de SEO. Certifique-se de que você está selecionando as palavras-chave certas e focando o conteúdo para o seu público-alvo. Adicionar palavras-chave relevantes na descrição da sua empresa pode aumentar suas chances de classificação no LinkedIn. Escreva sua descrição de forma concisa e impactante com as palavras-chave corretas, há grandes possibilidades de ser encontrado em buscas provenientes da “barra de pesquisa” do LinkedIn.. 4 – Otimize sua URL Quando a Company Page é criada gera-se uma URL padrão com um código numérico sem significado. Para personalizar a sua página entre em suas configurações do LinkedIn e clique em ‘perfil de público.” Crie uma URL simples e use o nome da empresa se estiver disponível ou mantenha a extensão de outros perfis de outras redes. 5 – Faça anúncios efetivos Diferente de um perfil pessoal, a Company Page permite você executar ações patrocinadas para promover melhor seu conteúdo com segmentação e foco muitas vezes superior a outras redes como Facebook, por exemplo. Essas são excelentes oportunidades para levar um tráfego de alta qualidade ao seu site em um curto período de tempo. 6 – Mensure o desempenho das suas publicações É possível ver a quantidade de

Nova tradução da Bíblia elimina palavras “Pai, Filho e Espírito Santo”

Bíblia “politicamente correta” quer agradar muçulmanos. Organizações cristãs estão trabalhando em uma modificação da Palavra de Deus para se adequar ao que é considerado “politicamente correto”. A ideia seria usar uma linguagem culturalmente relevante. Isso significaria adaptar-se ao que os seguidores de Maomé compreendem por Deus. Sendo assim, o material elaborado por uma missão americana usa um termo equivalente em árabe de “Senhor” para trechos onde apareceria “Pai” e coloca “Messias” em vez de “Filho”. Essa nova Bíblia árabe chama-se Histórias dos Profetas e foi lançada em um esforço conjunto das missões SIL, Wycliffe e Frontiers. Outro material, chamado O

Significado do Evangelho de Cristo, remove a expressão “Pai” para falar sobre Deus substituindo-a pelo termo genérico “Alá”, e remove ou redefine a expressão “Filho”. Quando o original traz “Filho de Deus”, a opção foi usar “Profeta de Deus”. A missão Frontiers produziu uma tradução em turco apenas do Evangelho de Mateus, que usa “guardião” no lugar de “Pai” e “representante” no lugar de “Filho”. Por exemplo, o trecho de Mateus 28:19 diz: “Limpe-os pela água em nome de Alá, o seu Messias e seu Espírito Santo” em vez de “batizando-os em nome de Deus, do Filho e do Espírito Santo.” Diferentes missionários cristãos e alguns tradutores da Bíblia chegaram a lançar uma petição on-line para impedir que essas traduções fossem distribuídas. Por

sua vez, as missões SIL, Wycliffe e Frontiers defendem-se alegando que o objetivo é fazer com que um leitor muçulmano entenda melhor o Evangelho. Na cultura deles, as traduções disponíveis dão a entender que a relação de Jesus com Deus é de filho “carnal” com Maria, o que é veementemente rejeitada. Afirmam ainda que seguem as diretrizes da Aliança Evangélica Mundial (WEA), uma organização que representa diferentes denominações do mundo. O material vem sendo elaborado desde 2011 e já foi distribuído em alguns países.

Para os estudiosos essas modificações servem apenas para “obscurecer” a pessoa de Jesus como membro da Trindade, não

visualizações, cliques e engajamento que cada uma das últimas publicações gerou. Assim conseguimos identificar o que ressoou melhor com a audiência e ajustar o discurso para as próximas publicações. 7 – Tenha informações valiosas sobre seguidores Com a Company Page é possível visualizar qual o perfil de profissionais interessados em sua empresa. Há um painel que indica a demografia dos seguidores com várias informações relevantes (cargos, setor de atuação, porte das empresas, etc) e permitem entender se seus investimentos e conteúdo estão sendo efetivos para atrair o público desejado. 8 – Use os botões sociais Você pode ganhar seguidores através de botões sociais. Há diversos plug-ins que podem ser inseridos no seu site ou blog que levem o seu usuário a seguir a sua página no LinkedIn. Para finalizar Não fique apenas dentro da rede. Deixe seu endreço do LinkedIn em sua assinatura de e-mails, cartões de visita e tudo mais que achar válido para divulgar sua página. O LinkedIn é um dos melhores canais para sua empresa conversar com os profissionais ideais para consumir a sua marca. Foco na comunicação e no cliente dialogando com a plataforma é sucesso na certa.

comunicando sua divindade. Cristãos turcos e árabes também tem se manifestado, afirmando que isso pode confundir os muçulmanos, que geralmente sabem que a Bíblia chama Jesus de “Filho de Deus”.


MUNDO

4

Policiais indianos queimam mulher viva por não pagar suborno Policiais indianos estão sendo acusados de jogar gasolina e atear fogo em uma mulher porque ela se recusou a pagar um suborno em uma delegacia do norte da Índia, reportou esta semana a rede BBC. Os agentes alegam que ela incendiou a si mesma. A vítima, identificada apenas como Dwivedi, disse que foi a uma delegacia no distrito de Barabanki, no Estado de Uttar Pradesh, para pedir à polícia que liberasse seu marido, e os agentes pediram um pagamento de 100.000 rúpias (cerca de 5.000 reais). “Todos os agentes estavam juntos. Atearam fogo em mim após jogarem gasolina”, disse Dwivedi, totalmente coberta de creme por causa das graves queimaduras no hospital em que morreu pouco depois, divulgou a imprensa. O filho de Dwivedi, um jornalista local, alegou que os policiais “a jogaram no chão, a insultaram e depois atearam fogo”, só por não pagar o suborno para liberar seu pai, que tinha sido detido acusado de envolvimento em uma briga. Mês passado, também em Uttar Pradesh, um ministro regional e cinco policiais foram acusados de queimar vivo um jornalista que tinha acusado o político de corrupção. Os agentes envolvidos alegaram que o repórter tinha se imolado. Segundo dados oficiais revelados em 2012 na Índia, dos 61.765 agentes denunciados em 2011 por cometer todo tipo de “excessos”, só 913 foram processados e 47 condenados.

Deputados tentam proibir uso de símbolos religiosos em protestos Discutido em comissão, Estatuto da Liberdade Religiosa tem artigo que prevê punição a atos como o protagonizado por transexual em cruz na última Parada do Orgulho LGBT de SP. Deputados da base evangélica do Legislativo estão pressionando colegas da Câmara e do Senado Federal a darem apoio a um estatuto que passaria a proibir o uso de símbolos religiosos em protestos, como aquele protagonizado pela transexual Viviany Beleboni na 19ª edição paulistana da Parada do Orgulho LGBT, no início do mês passado. O episódio, no qual a transexual encenou a crucificação de Jesus para atacar os preconceitos sofridos por homossexuais no País, repercutiu de tal maneira que parlamentares católicos e evangélicos chegaram a fazer protesto em pleno Parlamento para pedir que casos semelhantes fossem enquadrados como crime hediondo pelo código penal brasileiro. "É um absurdo. Cenas como esta atingem diretamente a família brasileira", criticou, na ocasião, o deputado Rogério Rosso (PSDDF), que participou do ato organizado pela Frente Parlamentar Mista Católica Apostólica Romana e pela Frente Parlamentar em Defesa da Vida e da Família no último dia 10 de junho. Rosso é um dos integrantes da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, que analisa o texto de autoria de Leonardo Quintão (PMDB-MG). De acordo com o artigo 44 do Estatuto Jurídico de Liberdade Religiosa (Projeto de Lei 1219/2015), "consideram-se atos discriminatórios e de intolerância contra a liberdade religiosa praticar qualquer tipo de ação violenta, seja esta real ou simbólica, que seja, assim, constrangedora, intimidatória ou vexatória baseada na religião ou crença da vítima". A punição prevista é de multa de 20 salários mínimos (ou R$ 15.760) – 60 para reincidentes (R$ 47.280). "Aquele ato da parada gay não pode, a meu juízo, ser criminalizado. Pode ser visto como de mau gosto, como excesso, mas não como crime ou contravenção", critica ao iG o advogado Marcelo Figueiredo, presidente da Comissão de Direito Constitucional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). "Nossa legislação deve continuar assim como está, sem criminalizar nenhuma manifestação cultural ou religiosa, mesmo que aos olhos de terceiro pareça intolerância." A implantação do estatuto é justificada pelo autor do projeto como uma proteção à liberdade de religião, já prevista na Constituição Federal do País, promulgada em 1988. Segundo o parlamentar, o intuito é garantir "a dignidade da pessoa, patrimônio de

cada indivíduo, do qual é possuidor desde o dia de seu nascimento". Criado por uma comissão da Associação Nacional de Juristas Evangélicos, "por ser uma entidade já experiente nesta luta", como explica Quintão, o texto foi apresentado em meados de junho ao presidente do Senado, Renan Calheiros, ao líder da Câmara, Eduardo Cunha, e ao vice-presidente da República, Michel Temer. Todos, sem exceção, o receberam com promessas de apoio para aprová-lo com rapidez. "Lutaremos para aprovar o Estatuto na Câmara e, logo em seguida, no Senado, no tempo mais breve possível, de acordo com a dinâmica e os procedimentos do Congresso Nacional", afirma Quintão à reportagem. "O PL 1219/2005 não encontra barreiras do ponto de vista constitucional, legal, jurídico, regimental e de técnica legislativa, pois foi elaborado em conformidade com o ordenamento jurídico pátrio. Assim, vislumbramos que o Estatuto seja aprovado sem empecilhos na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados." "O mundo mudou» Símbolo máximo da polêmica em torno do tema, Viviany Beleboni não se conforma com a mobilização de deputados sobre o estatuto enquanto projetos de lei como o da homofobia acabaram engavetados por legisladores neste ano. Após virar o centro das atenções na performance na cruz feita na última Parada do Orgulho LGBT, a jovem de 27 anos viu proliferarem ataques contra ela nas redes sociais – inclusive de deputados da base evangélica do Congresso – e, ao mesmo tempo, aumentarem as humilhações sofridas na rua. Enumera, em tom indignado, as muitas amigas que perdeu nos últimos anos agredidas e assassinadas como consequência de suas opções sexuais. Diz não sair mais de casa sozinha desde que sua figura ganhou as primeiras páginas dos jornais, quando iniciou o processo de distorção de seu protesto, realizado em 7 de junho. Abriu uma série de ações judiciais contra pessoas que ridicularizaram a sua imagem nas redes sociais. "Fui à Parada para representar justamente as dores de todas as travestis, transexuais, gays, simbolizando isso com a dor de Jesus Cristo, crucificado, flagelado, humilhado. Não rebolei, não desrespeitei ninguém. Pelo contrário, chorei, abracei a causa, fiquei lá, por cinco horas debaixo do sol mostrando essa dor", lamenta Viviany.

"Se a proibição dos símbolos dos religiosos for aprovada, ainda mais antes da lei que criminaliza a homofobia, vai ser o fim do mundo, além da prova viva da panelinha que temos lá dentro do Congresso. Já cansei de sofrer agressão. Todo dia me chamam de traveco, de viado... Depois que repercutiu este protesto da Parada Gay me ligaram várias vezes me ameaçando, e continuam a fazer isso. Falam que sou uma puta, uma vadia, que tenho de trabalhar na rua e morrer de HIV." Ataque a minorias Além do ponto que proibiria o uso de símbolos religiosos em atos como o protagonizado por Viviany, o que deve se estender para casos como charges e quadrinhos como os publicados pelo jornal satírico "Charlie Hebdo" – alvo de ataque terrorista no início do ano que deixou 12 mortos –, o estatuto também dá uma espécie de carta branca a lideranças religiosas para, embasadas em suas crenças, atacarem minorias. De acordo com o parágrafo 2º do artigo 9 do texto, "não se considera crime, na forma de discurso de ódio, a divulgação, na esfera pública ou privada, de ideias de uma religião contrárias a um determinado comportamento social ou mesmo crença de um determinado grupo, religioso ou não, desde que feitas pacificamente, com urbanidade, tolerância e respeito aos direitos humanos fundamentais." "É desnecessário e até um tanto perigoso dizer que as pessoas têm esse direito à critíca", avalia o advogado especialista em Direito Constiucional Marcelo Figueiredo. "O pastor tem o direito de falar se aquilo está na Bíblia, inclusive o que o casamento é algo entre homem e mulher, que é o que a fé dele diz", ameniza outro profissional especializado no tema, Dircêo Torrecillas Ramos. "Mas Direito é algo muito subjeivo. Caberá ao juiz, evitando quaisquer embasamentos em sua fé, avaliar caso a caso e definir quando houve exagero ou não." Autor da proposta, Quintão defende o texto e garante que a proteção dada à liberdade religiosa pelo estatuto "em nada se relaciona com a discriminação e preconceito que ocorrem contra os grupos sociais minoritários, como os homossexuais". "A luta pela liberdade religiosa e a luta pelo fim da discriminação contra minorias não são excludentes ou antagônicas, como pode ser erroneamente interpretada por alguns", afirma o deputado. No dia 17 de junho, Renan Calheiros disse em encontro com lideranças religiosas que acompanharia de perto a tramitação do projeto na Comissão de Constituição e Justiça

da Câmara e que discutiria a abertura de um calendário especial na Casa apenas visando a sua rápida análise. Na mesma semana, Michel Temer e Eduardo Cunha também receberam o texto, demonstrando empolgação e posando sorridentes para fotos ao lado de lideranças religiosas. Composta por 80 deputados – incluindo Quintão e alguns nomes polêmicos, como Marco Feliciano –, a Frente Parlamentar Evangélica da Câmara, principal apoiadora do estatuto, é a mesma que há anos se mobiliza contra a aprovação do projeto de lei que criminalizaria a homofobia, engavetado pelo Senado Federal em janeiro. Parte do mesmo grupo de religiosos, o presidente da Câmara prometeu que instalará uma comissão especial para que deputados já comecem a se dedicar à discussão do estatuto e à sua posterior aprovação.


PASSATEMPOS

BAIXE OS LIVROS GRATIS NO SITE WWW.JORNAL.COMUNICADORESSEMFRONTEIRAS.CO M.BR/ NO LINK LIVROS E COLOQUE A SENHA brasilcssf2015 (minusculos)

5

LIVROS DESTA SEMANA, MAIS DETALHES NO SITE pacote 10

Sudoku é um quebra-cabeça criado a partir da ordenação dos números. Seu objetivo é colocar um número (de 1 a 9) em cada quadrinho vazio do jogo, de maneira que não se repita nenhum algarismo nas colunas ou linhas. Será que você consegue resolver todos os quebra-cabeças de números?


MUNDO

6

Jovens terminam o ensino médio sem aprender o básico Pesquisa feita com jovens que terminaram o ensino médio mostra que há uma desconexão entre o que é ensinado nas escolas e os conhecimentos e habilidades exigidos na vida adulta. A pesquisa Projeto de Vida – O papel da Escola na Vida dos Jovens, da Fundação Lemann, foi apresentada nesta quinta-feira (8) em seminário que debate a base curricular nacional comum para a educação básica. A análise dos resultados mostra que falta aos jovens competências básicas em comunicação, raciocínio lógico e tecnologia. Também foi constatado que há dificuldades de interpretar o que leram, de se expressar oralmente e de construir argumentos consistentes. Além disso, os entrevistados sentem dificuldades para escrever textos do dia a dia como um email e enfrentam problemas com a concordância e ortografia. Foram entrevistados jovens que concluíram o ensino médio – 80% de escolas públicas – que ingressaram recentemente no mercado de trabalho, na faculdade, além de professores, empregadores, especialistas

em educação e organizações não governamentais que atuam na formação e orientação de jovens. No campo do raciocínio lógico, a pesquisa mostra que os jovens não dominam conteúdos básicos da matemática, têm dificuldades com estimativas de valores, com cálculos de descontos e reajustes e para ler planilhas e gráficos. Jovens ouvidos relataram que já erraram ao passar troco a clientes e que saíram da escola sem noções básicas de informática, o que dificultou a entrada no mercado de trabalho. “Apesar de extensos, ainda falta aos currículos conteúdos e habilidades que são essenciais para a vida adulta”, diz a pesquisa Projeto de Vida. Ela aponta que a base curricular nacional comum para a educação infantil, fundamental e média, em discussão no Ministério da Educação, é uma oportunidade de diminuir a desconexão entre o que é ensinado na escola e o que o jovem realmente precisa aprender. O diretor executivo da Fundação Lemann, Denis Mizne, avalia que a base

comum pode contribuir para que a escola abandone o papel de ser apenas um transmissor de conteúdo e prepare o estudante para que ele tenha bom desempenho nas atividades da vida cotidiana. “Nosso grande desafio na construção da base comum é escolher o que é essencial, não o mínimo, e não se limitar a listagens, mas ir além e mostrar como as disciplinas se conectam, como agregar a isso as habilidades do século 21, ser mais investigativo, mais crítico”, disse. O secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Manoel Palácios, explicou que o MEC criou um grupo de trabalho responsável pela redação de uma proposta preliminar da base nacional comum curricular. A proposta é estabelecer um amplo debate para a elaboração do documento, ouvindo professores, estudantes, secretários de Educação, especialistas e organizações envolvidas com o tema. “Colheremos as opiniões de professores e de estudantes que também devem participar desse debate. Especialmente, os estudantes que estão no

ensino médio e tem a expectativa de ingresso na universidade e de profissionalização, para se manifestarem sobre os objetivos de aprendizagem que integrarão a base comum”, disse Palácios. A pesquisa recomenda que a base comum contribua para tornar o estudo mais atrativo ao aluno, inclua habilidades socioemocionais, respeite as diversidades regionais, correlacione as habilidades e ensine o que é fundamental aos alunos aprenderem. As discussões sobre a base curricular nacional foram feitas em Brasília, no Seminário Internacional Base Nacional Comum: o que Podemos Aprender com as Evidências Nacionais e Internacionais. O evento foi organizado pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

7 passos para juntar dinheiro de uma forma rápida Juntar dinheiro rápido pode ser um desafio para quem não tem o hábito de economizar e, principalmente, no caso de pessoas que têm que lidar com dívidas. Mas ao contrário do que se parece, cuidar das finanças pessoais não é um bicho sem pé nem cabeça. Basta algumas mudanças na rotina e na forma de consumir, além de ter determinação. O site GuiaBolso listou sete passos para quem quer juntar dinheiro e não sabe por onde começar. Confira: 1 – Comece devagar Quem não tem o hábito de juntar dinheiro não vai conseguir adquirilo de uma hora para outra. Por isso, é importante começar em uma velocidade normal. Separe uma pequena quantia mensal e coloque na poupança logo que você receber seu salário. Não precisa ser um valor alto. O importante é tornar o hábito de poupar parte da sua rotina. Depois, você juntará dinheiro de forma mais rápida e até mesmo

automática. 2 – Anote os gastos Ao anotar os gastos, você sabe exatamente para onde o dinheiro está indo e consegue identificar potenciais de economia. Analise suas despesas e veja se há alguma categoria em que você pode cortar os gastos para juntar dinheiro. 3 – Tenha um gerenciador financeiro Um gerenciador financeiro é uma ferramenta muito útil para ter uma visão geral das suas finanças e controlar com exatidão receitas e gastos. Use o sistema a seu favor para anotar suas despesas, ver quanto gastou e quanto pode economizar. 4 – Pague as dívidas As dívidas são uma das principais inimigas de quem desejar aprender como juntar dinheiro rápido. Afinal, para ter sucesso nesta missão, é preciso quitar todos os seus débitos (e os juros que acompanham eles). Comece priorizando as dívidas mais caras, como rotativo do cartão de crédito

e cheque especial. Uma alternativa é recorrer a um empréstimo consignado, que cobra juros mais baixos, para quitar as dívidas mais caras. 5 – Tenha objetivos Juntar dinheiro rápido fica mais fácil quando você tem um objetivo. Isso ajuda a manter a disciplina. Uma forma de fazer isso é definindo três sonhos, um de curto prazo (até dois anos), um de médio (até cinco anos) e outro de longo prazo (acima de cinco anos). Reflita e analise o que é importante para você. Seu objetivo pode ir de quitar dívidas até comprar um apartamento ou até mesmo atingir a independência financeira. 6 – Estabeleça uma quantia para poupar Para começar a juntar dinheiro, divida o valor dos objetivos que você estabeleceu pelo número de meses que você irá levar para conquistá-lo. Quem deseja fazer um intercâmbio no valor de R$ 12 mil em 24 meses, por exemplo, deve juntar pelo menos R$ 500 por mês durante este período para

conseguir realizar seu sonho. Independentemente dos sonhos, para conquistar a independência financeira, que é um objetivo de todos, deve-se guardar, em média, 15% do que ganha. 7 – Escolha como vai guardar o dinheiro Além de definir quanto vai juntar, é importante escolher com cuidado o tipo de investimento em que vai aplicar seu dinheiro. Para a quantia usada para realizar um sonho, por exemplo, é uma boa ideia guardar o valor em uma aplicação que pague juros e proteja o dinheiro da inflação. A poupança, que tem baixo rendimento, só é uma boa opção para guardar valores por pouco tempo. Pessoas que pensam em juntar dinheiro para complementar o INSS na aposentadoria podem partir para um plano de previdência privada. Títulos do Tesouro Direto também são opções seguras. Caso queira juntar dinheiro para o futuro escolha papéis com vencimento próximo à data que pretende se aposentar.


Geral

7

Case de celular em formato de arma entra na mira da polícia dos EUA Um case de celular para iPhone 5 ou 6 em formato de arma entrou na mira da polícia dos Estados Unidos. Com a forma de uma pistola, o acessório era encontra por entre US$ 10 e US$ 50 na loja daAmazon dos EUA, mas foi retirado de circulação. Nas cores preta, branca e cor de rosa, o eBay ainda continua vendendo o produto. Embora prometesse livrar os celulares de arranhões, o case, segundo a polícia, podia fazer o

dono tomar um tiro, dada a semelhança com uma arma de verdade. O aviso foi dado pela Procuradoria de Nova Jersey, em 30 de junho. “O trabalho de um oficial de polícia já é difícil o suficiente, sem ter de pensar duas vezes no meio da noite quando alguém decide tirar um desses enquanto é parado no meio da noite por causa de uma violação de trânsito”, afirmou o órgão em sua página no Facebook. “Por favor, amigos, esse case de

celular não é um produto legal ou mesmo uma boa ideia.” A Procuradoria publicou fotos do case posicionado no bolso de trás da calça ou ao ser usado quando uma ligação telefônica é atendida. O Departamento de Polícia de Nova York foi outro que criticou o case. “Eu não sugeriria comprar esse case para celulares, que foi desenhado para se parecer como uma arma de fogo”, aconselhou no Twitter.

Transexual da parada gay toma ‘lambada’ da justiça Criticada após ser “crucificada” durante a 19ª Parada Gay, a atriz e transexual Viviany Beleboni entrou na Justiça de São Paulo com processo contra o Facebook para obrigar a rede social a identificar usuários que, após o desfile, publicaram montagens de fotos dela em meio a imagens de sexo explícito. Ela também abriu sete processos em que reivindica indenização por danos morais no valor total de R$ 800 mil. Porém, já perdeu um contra o senador Magno Malta (PR-ES). ‘Lambada’ da justiça Na ação contra Malta, o juiz Marcos Roberto de Souza Bernicchi indeferiu o pedido antecipando a decisão.

“Claramente o objetivo da pessoa que se dispõe a se postar em uma cruz em uma manifestação popular é de chamar a atenção por meio [de] atitude controversa e chocante. E o objetivo da artista foi alcançado, já que o choque gerou a controvérsia. Não poderia a autora esperar reação outra que não fosse a intolerância de quem assumiu o risco de ofender”, disse o juiz, no despacho. “As manifestações do réu, que constam da petição inicial, não foram exacerbadas contra a autora, já que não atingiram sua pessoa e sim o ato por ela praticado. O conteúdo das críticas manifestadas pelo réu tem cunho político e social, que são inerentes ao

cargos que exerce, e, repitase, em nenhum momento voltou-se contra a pessoa da autora. Indefiro, pois, a tutela requerida”, afirmou. O senador Magno Malta afirmou, por meio de sua assessoria, que recebeu com naturalidade a informação sobre a ação judicial por entender que é direito de Beleboni entrar na Justiça, assim como também é direito dele, senador, falar. O senador acrescentou que não retira nenhum ponto do que falou e que entrou com uma queixa-crime na Procuradoria Geral da República contra a transexual por crime de vilipêndio, escárnio e intolerância religiosa.

Acaba a proibição de bíblias em Cuba, após quase 50 anos governo e as igrejas em Cuba Segundo David Isais, que faz irmãos Castro proibia a Após a reaproximação dos Estados Unidos e Cuba, surgiu uma oportunidade rara para os missionários. Há quase 50 anos Bíblias não eram encontradas nas livrarias cubanas. Um cristão tinha acesso a elas apenas pela rede de igrejas subterrâneas. Agora essa situação mudou. Este mês, a International Missions Board (IMB), maior agência missionária dos Estados Unidos, enviou 83.000 bíblias para a ilha caribenha. Há relatos que existem extraoficialmente cerca de 1.200 igrejas evangélicas em Cuba. O regime comunista dos

abertura de templos “não registrados”. O IMB relata que este é um tempo de crescimento dos evangélicos. A nação comunista proibiu a distribuição da Bíblia abertamente em 1969. Até recentemente as bíblias que chegavam até os cubanos precisavam ser contrabandeadas e seguidamente eram apreendidas pelas autoridades. Centenas de missionários já foram presos e extraditados por tentarem levar literatura bíblica escondida desde a década de 1960.

parte da Comissão Bíblia de Cuba (CBC), o ministério Revival Fires (Fogo do Avivamento) pretende entregar pelo menos 250 mil bíblias em Cuba este ano. O seu objetivo é que as ofertas possibilitem atenderem o pedido de 1 milhão feito por pastores cubanos. Isais explica que o governo está fazendo um programa experimental que pode ser interrompido a qualquer momento se a distribuição “criar muitos problemas”. A Comissão Bíblica de Cuba serve como “ligação” entre o

há mais de seis décadas. Para ele é um grande alívio essa liberdade. Algumas igrejas têm apenas uma ou duas bíblias para toda a congregação e muitos pregadores cubanos precisam dividir um mesmo exemplar para estudar e pregar. A CBC firma que foram autorizados a colocar bíblias não só nas igrejas, mas também em escolas, prisões e bibliotecas. Sua expectativa é que a ampla distribuição da Palavra de Deus gere um avivamento entre os cubanos.


8

CURSO DE TEOLOGIA

DISCIPLINA: ÉTICA

4.8. O pastor como administrador A experiência nos adverte que não basta ao pastor ser um excelente pregador ou ensinador da Palavra, mas que seja apto para administrar o rebanho do Senhor, porque aquele que não sabe conduzir convenientemente o seu próprio lar (1Tm 3.4,5), por conseguinte não terá sucesso à frente da família espiritual da igreja. Administrar não é executar um sem-fim de coisas, não é realizar todas as tarefas, mas fazer com que todos participem do trabalho. Nosso Senhor Jesus Cristo sempre se utilizou princípios fundamentais da administração, como podemos observar nos exemplos vistos nos Evangelhos, quer seja na escolha dos doze apóstolos para o ajudarem (Mt 10.1-4), ou no envio dos setenta (Lc 10.1), ou mesmo quando alimentou as cinco mil pessoas (Jo 6.1- 14). O pastor bem preparado observará algumas regras práticas de administração, determinando os alvos a serem estabelecidos. Para isso é preciso que planeje, estipulando os objetivos e as prioridades. O planejamento o levará ao roteiro das atividades do seu agitado dia. Além disso, deve: 1) desenvolver suas qualidades de liderança, conhecendo o seu próprio trabalho e o daqueles que trabalham com ele; 2) tomar decisões rápidas, demonstrando integridade e justiça; 3) demonstrar entusiasmo e perseverança para observar os horários, manter o orçamento e alcançar outros objetivos; 4) através do planejamento, demonstrar que sabe onde está indo e que alcançará o alvo; 5) manter uma atitude agradável e deixar que os irmãos participem do planejamento e da tomada de decisões, envolvendo-os; 6) delegar responsabilidades e dividir a responsabilidade pelos erros. Ao desenvolver sua equipe, o pastor deve explicar com toda a clareza o trabalho a ser feito, treinar o pessoal e supervisionar o trabalho. Na delegação, deve ter consciência de que o irmão pode fazer melhor o trabalho a executar, em menor tempo, com menos gasto e que se constituirá em seu próprio desenvolvimento espiritual; 7) fazer uma ação corretiva quando o planejamento se descontrolar, reconhecendo, porém, as façanhas publicamente dos que trabalham com ele, criticando-os construtivamente em particular; 8) impor disciplina e ao mesmo tempo mostrar um interesse ativo pelos que o ajudam a alcançar os objetivos estabelecidos; 9) coordenar as atividades para poder obter bons resultados, deixando que as pessoas saibam das mudanças ou desenvolvimentos que as afetará, antes que aconteçam; 10) ser um bom ouvinte, aceitando de bom grado as sugestões para melhorias, avaliando honestamente cada sugestão; 11) receber as reclamações tratando-as de maneira positiva, verificando se a reclamação é ou não um sintoma geral; 12) colocar pessoas capazes à sua volta, ajudando-as a evoluir, e nunca se interpor no caminho daqueles que procuram progredir em sua vida espiritual. 4.9. O Pastor como líder 4.9.1. O que é Liderança? Segundo os mais renomados dicionários,

“Liderança” é a forma de denominação baseada no prestígio pessoal do líder e aceita pelos liderados. Vem a ser a ascendência e autoridade de um indivíduo sobre o grupo. O surgimento de um líder é um fato natural, pois as pessoas têm necessidade de ter alguém que as represente, e comumente ele é apresentado como aquele que “conhece o caminho” “mostra o caminho” ou “segue o caminho”. O líder cristão é aquele que aceita suas responsabilidades, mesmo que signifique um fardo demasiadamente pesado, mas está disposto a servir à causa, sabendo que sua autoconfiança se origina de uma fé profunda em Deus, que o chamou para cumprir seu desígnio em sua igreja aqui na terra. 4.9.2. Conceitos Básicos Sobre a Liderança da Igreja Desde o princípio, foi impossível a um homem só carregar a carga de todo o rebanho e alimentá-lo adequadamente (At 6.1), e hoje, muito menos, poderá fazê-lo, pois ficará altamente “desprotegido quanto aos ataques da soberba, da inflexibilidade do coração e dos extremismos que perseguem o rebanho”. O Pr. Renato Cobra, em um de seus trabalhos, descreve alguns conceitos básicos sobre a liderança da igreja, excluindo as conveniências e tradições religiosas, atendo-se unicamente à Bíblia Sagrada, nossa única regra de fé. 4.9.3. A Pluralidade da Liderança a) É ensinada em Êxodo 18.13-26, quando Jetro instruiu seu genro, Moisés; num dos exemplos mais notáveis do Antigo Testamento. Em At 11.30; 15.4 e 20.17 vemos um ministério colegiado; b) Sendo a Igreja de Jesus Cristo, Ele exerce, como cabeça, o governo através de homens que Ele mesmo capacita e que são reconhecidos pela igreja como líderes espirituais e cheios do Espírito Santo (At 20.28; 1Pe 5.1-4); c) A pluralidade é irrefutável no Novo Testamento. No Novo Testamento encontramos vários exemplos de pluralidade na liderança da igreja, pois ela é o princípio fundamental para sustentar o equilíbrio, a harmonia e o crescimento da igreja local (At 13.1,2; 14.21,23). 4.9.4. Estilos de Liderança O termo liderança tornou-se tão desgastado e confuso que vem sendo usado como qualquer tipo de influência de um indivíduo sobre outro, podendo ir desde a persuasão lógica até a mais brutal dominação física. Atualmente, surge uma nova interpretação de liderança. Vários autores procuram evidenciar o problema através de seus conceitos. “Talvez, ansiosos por encontrarem uma definição para liderança, os teóricos da administração tentem visualizá-la em termos de estilo. Ao usarem uma expressão tão ampla, com certeza buscam descrever a maneira como a pessoa opera, e não o que ela é”. Não tem cabimento, então, falar-se de líder “nato” ou “qualidade de líder”, uma vez que tãosomente a circunstância dirá que membro de grupo, naquela ocasião, é o mais indicado para assumir a liderança. Estilo, assim, vem a ser o “somatório do tipo de ação desenvolvida pelo líder no cumprimento de sua liderança, e a maneira como o percebem os que ele procura liderar, ou os que podem estar observando de fora”. Dentro da organização, podemos ter os seguintes

estilos desenvolvidos pelo líder: 4.9.4.1. Autocrático Esse estilo desestimula inovações, pois o autocrático vê-se a si próprio como indispensável e deixa que o grupo vá debilitando através de debates sobre questões sem importância. Porém, as decisões importantes são tomadas por ele. 4.9.4.2. Burocrático Esse estilo pressupõe que qualquer dificuldade pode ser afastada quando todos acatam os regulamentos, e o líder é uma espécie de negociador entre as partes e a tomada de decisão resulta de um critério parlamentar. 4.9.4.3. Democrático Nesse tipo de ambiente o líder pede e leva em consideração as opiniões do grupo antes de tomar decisões; a responsabilidade é compartida pelo grupo. O líder dá explicações e aceita crítica. Os membros do grupo têm liberdade para o trabalho e escolha dos subgrupos e coordenadores respectivos. 4.9.4.4. Laissez-faire Não chega este a se constituir propriamente um estilo, pois a função do líder restringe-se apenas na tarefa de manutenção. Por exemplo, um pastor estará sujeito a exercer uma autoridade apenas nominal à medida que a liderança mostrar-se interessada somente em sua negação, enquanto que os pormenores de que depende a organização são deixados para outros executarem. 4.9.4.5. Paternalista Nesse estilo, o líder é cordial e amável. É muito adotado nas igrejas e, por isso mesmo, produz indivíduos imaturos depois de certo tempo porque desenvolve o crescimento apenas dos líderes e não dos elementos do grupo. 4.9.4.6. Participativo Na estrutura participativa há um grau elevado de relações interpessoais saudáveis, e os membros demonstram grande identificação com o grupo. Há mais amizade, maior conhecimento dos antecedentes, habilidades e interesses dos demais membros, motivação mais intensa pelo trabalho e os subgrupos espontâneos são em maior número. Aqui o problema é a demora da ação em tempos de crise. 4.9.5. Diretrizes Para uma Excelente Liderança Se o líder não tem confiança em si mesmo, ninguém mais lho dedicará confiança. “A confiança tem de permear o grupo e tem de partir primeiro dos líderes. Em todas as fases tem que haver uma segurança bem sólida, uma convicção de competência baseada na preparação e numa acumulação gradual de experiência e talento”.E se o líder não se sente pessoalmente capaz de superar um trabalho superior ao seu, não conseguirá convencer os outros de sua habilidade.

CONTINUA NA PRÓXIMA EDIÇÃO

Jornal Csf port 2015 29  
Jornal Csf port 2015 29  

Edição 29 - 03/08/2015 Jovens terminam o ensino médio sem aprender o básico 7 passos para juntar dinheiro de uma forma rápida Policiais i...

Advertisement