Page 1


SUMÁRIO

1. Dados de identificação..........................................................................................03 2. 2° Prêmio GPSNet de Arte no Muro.......................................................................04 3. A organização.......................................................................................................05 3.1. Comissão Organizadora................................................................................05 3.2. Comissão de Seleção e Avaliação.................................................................05 3.3. Reuniões.......................................................................................................06 3.4. Assinatura do Termo de Cooperação Institucional.......................................06 3.5. Parceria com a Fundação Ivan Goulart.........................................................06 3.6. O Muro.........................................................................................................06 3.7. Lançamento do 2° Prêmio GPSNet de Arte no Muro....................................07 3.8. Visita nas Escolas..........................................................................................07 3.9. Mesa-redonda São Borja Missioneira...........................................................07 3.10. Circuito de Palestras nas Escolas.................................................................08 3.11. Primeira Fase..............................................................................................08 3.12. Entrega das Obras.......................................................................................08 3.13. Segunda Fase..............................................................................................09 3.14. Reforma do Muro.......................................................................................10 3.15. Reunião com finalistas................................................................................10 3.15. Obra Mais Popular......................................................................................10 3.16. Terceira Fase Parte I...................................................................................10 3.17. Terceira Fase Parte II..................................................................................11 4. Objetivos atingidos...............................................................................................12 5. Dificuldades ou mudanças na realização do projeto..............................................13 6. Anexos.................................................................................................................14

1


1. Dados de Identificação

Projeto: 2° Prêmio GPSNet de Arte no Muro Período de Realização: de 22 de maio a 23 de novembro de 2013. Local de Realização: Muro do antigo Hospital São Francisco de Borja.

Supervisão Geral: Gustavo Pozzebon Stock, diretor executivo da GPSNet.

Realizadores: Prefeitura Municipal de São Borja, Câmara Municipal de Vereadores, 35° Coordenadoria Regional de Educação, Universidade Federal do Pampa, Instituto Federal Farroupilha, Folha de São Borja e GPSNet.

Apoiadores: Fundação Ivan Goulart e Santa Ignês Transportes.

Equipe Responsável: Setor de Comunicação da GPSNet, Joseane Reinaço e Luciano Costa.

2


2. 2° Prêmio GPSNet de Arte no Muro – São Borja Missioneira e o incentivo a arte Revitalizar muros e fachadas, valorizar a arte e conscientizar os jovens sobre a importância de valorizar os espaços públicos, e ainda, incentivar o seu intelecto criativo, revelando-os para a sociedade: com este objetivo em mente, Prefeitura Municipal de São Borja, Câmara Municipal de Vereadores, 35º Coordenadoria Regional de Educação, Instituto Federal Farroupilha, Folha de São Borja e GPSNet reuniram-se para organizar um concurso que atendesse não somente os seus anseios, mas também o de toda a comunidade são-borjense. Desta parceria surgiu o Prêmio GPSNet de Arte no Muro, que em sua primeira edição realizada no ano passado, envolveu mais de 20 escolas do município, revitalizou o muro da esquina entre Barão do Rio Branco e João Manuel, reproduziu 15 obras selecionadas e premiou três jovens estudantes de São Borja. O resultado positivo do projeto fez com que a organização apostasse novamente nesta ideia, provendo o 2º Prêmio GPSNet de Arte no Muro, que neste ano trouxe o tema São Borja Missioneira para o concurso e reforça o compromisso socioeducativo de conscientização e incentivo de jovens. O concurso Sua terceira e última fase consiste na reprodução, em escala maior, das 15 obras selecionadas na segunda etapa, em âmbito escolar, no muro do antigo Hospital São Francisco de Borja. Cada espaço possui 3 metros de largura e 1,80 metros de altura. Os jovens artistas recebem todo o material necessário para a reprodução e não é permitido a utilização de qualquer outro material ou recurso previamente acordado pela comissão organizadora. Antes da final, os jovens finalistas, professores assistentes, comissão organizadora e comissão de seleção e avaliação do concurso reúnem-se para acertar os detalhes da última atividade do Prêmio. O encontro serve para repassar as principais informações sobre a final, formalizar a participação dos alunos e sortear a distribuição das obras no muro. A final Segundo o regulamento, a reprodução das obras deve acontecer entre as 9 e 17 horas do dia da Final, tendo o aluno a liberdade de gerenciar seu tempo para concluir a pintura. Sob os critérios de ineditismo, criatividade, fidelidade ao tema, reprodução fiel da obra no muro sua defesa em até dois minutos, a Comissão de Seleção e Avaliação escolherão os vencedores desta edição. Os 15 finalistas do concurso recebem certificados de participação do Prêmio. O participante em 3ª lugar recebe um tablet de 5 polegadas; O 2ª colocado recebe um tablet de 7 e polegadas e o premiado em 1º lugar ganha um tablet de 10 polegadas e

3


seu professor assistente um de 7 polegadas. As escolas recebem ainda um troféu confeccionado pelo artista plástico Rossini Rodrigues. Muito mais que um concurso artístico, o Prêmio GPSNet de Arte no Muro é um projeto que incentiva a valorização da arte e a conscientização de jovens sobre a importância de preservar os espaços públicos. Este ano com um novo tema, o projeto incentiva ainda a valorização da história e cultura missioneira em São Borja.

3. Organização Para melhor desenvolver as atividades relativas à organização do projeto, a organização achou pertinente subdividir-se em comissões, a Comissão Organizadora e a Comissão de Seleção e Avaliação. Assim, coube a cada comissão coordenar ações específicas necessárias para o bom andamento do das ações do projeto, bem como contribuir na execução das diversas atividades necessárias durante as etapas de pré-projeto, projeto e pós-projeto.

3.1. Comissão Organizadora A Comissão Organizadora é composta por um representante de cada instituição parceira do Projeto e tem por objetivo de decidir estratégias, foco, ações e calendário de ações. Responsáveis: Bárbara Panciera e Grede Brasil, da 35° Coordenadoria Regional de Educação; Edson Arce, jornalista da Folha de São Borja; Liliosa Maciel, da Câmara de Vereadores; Michele Jornada, da Secretaria Municipal de Educação; Mônica Vargas, professora do curso de Eventos do Instituto Federal Farroupilha; Valmor Rhoden, coordenador e professor do curso de Relações Públicas da Universidade Federal do Pampa; e Viviane Pimenta, diretora de cultura.

3.2. Comissão de Seleção e Avaliação A Comissão de Seleção e Avaliação é composta por pesquisadores, artistas e professores indicados pelas instituições parceiras do Projeto. Em um primeiro momento, alguns integrantes da comissão ficaram responsáveis por selecionar 15 obras finalistas que iriam para o Muro – 2° fase do concurso. Em um segundo momento, durante a 3°fase, a Comissão foi responsável por avaliar as obras já reproduzidas no Muro dentro dos critérios previstos no regulamento do concurso. Responsáveis: Ana Possobon, da Rádio Fronteira FM; Arieli Goulart, vencedora da primeira edição do Prêmio; Eveline Borchardt, pós-graduanda do curso de Especialização em Imagem, história e memória das Missões da Universidade Federal do 4


Pampa; Fernando Rodrigues, pesquisador e professor do Instituto Federal Farroupilha; Muriel Pinto, professor da Universidade Federal do Pampa; e Thalita Chagas, artista plástica. 3.3. Reuniões Foram realizadas 10 reuniões de trabalho do 2° Prêmio GPSNet de Arte no Muro, que serviram para a Comissão Organizadora decidir as estratégias, ações e melhores datas para os acontecimentos referentes ao projeto. Esses encontros foram de grande importância para o sucesso das atividade do Prêmio visto que, houve uma participação efetiva dos integrantes e sempre se teve o auxílio na tomada de decisões. As reuniões ocorreram na sede da GPSNet e para cada encontro foi criada uma ata. Todos os documentos estão disponíveis no Sistema Synsuite, utilizado na gestão dos processos e projetos da GPSNet. (ANEXOS 1, 2 e 3)

3.4. Assinatura do Termo de Cooperação Institucional Com o objetivo de formalizar a adesão e à cooperação entre as instituições e empresas parceiras da segunda edição do Prêmio GPSNet de Arte no Muro, os apoiadores do projeto reuniram-se para a assinatura do Termo de Cooperação Institucional. O encontro aconteceu no dia 28 de junho e reuniu representantes da Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores, Universidade Federal do Pampa, Instituto Federal Farroupilha, 35º Coordenadoria Regional de Educação, Empresa São-borjense de Comunicação Ltda e GPSNet. Para este evento foram elaborados os convites, cerimonial e termo de Cooperação Institucional (ANEXO 4).

3.5. Parceria com a Fundação Ivan Goulart A curiosidade pelo muro da segunda edição do concurso acabou no dia 3 de julho, quando o diretor administrativo da Fundação Ivan Goulart, Marcelo Borges, formalizou a cedência da face oeste do muro do antigo hospital São Francisco de Borja ao projeto. (ANEXO 6)

3.6. O Muro Localizado à rua Cândido Falcão entre as ruas 20 de Setembro e Soldado Mancias Alves, o muro que passava quase despercebido aos olhares são-borjenses recebeu as cores e formas das quinze obras finalistas. (ANEXO 7) 5


3.7. Lançamento do 2° Prêmio GPSNet de Arte no Muro O evento de lançamento da segunda edição do Prêmio GPSNet de Arte no Muro ocorreu no dia 2 de agosto, durante a programação da II Conferência Municipal de Cultura. Na ocasião foram apresentados um resgate da primeira edição e também o tema deste ano: São Borja Missioneira. (ANEXO 8)

3.8. Visita às Escolas Com o objetivo de divulgar o 2º Prêmio GPSNet de Arte no Muro nas escolas da rede pública e privada do município, a comissão organizadora do concurso realizou visita nas instituições de ensino fundamental e médio de São Borja. Todas as instituições de ensino da cidade, receberam o material gráfico e as novidades do projeto. Ao todo, foram visitadas 10 escolas estaduais, 7 municipais e 2 escolas particulares, num total de 19 instituições. (ANEXOS 9 e 10)

3.9. Mesa-redonda São Borja Missioneira O evento foi promovido pela Universidade Federal do Pampa, através do Curso de Relações Públicas - Ênfase em Produção Cultural em parceria com a comissão organizadora do 2º Prêmio GPSNet de Arte no Muro, lotou a Câmara de Vereadores de São Borja no dia 21 de agosto e promoveu debates e reflexões acerca da arte, memória e identidade missioneira. Na noite, o plenário da Câmara Municipal de Vereadores deu espaço à reflexão da memória e resgate da cultura missioneira em São Borja. Trazendo três olhares sobre o tema, a Mesa-redonda São Borja Missioneira explorou a arte, a cultura e o patrimônio missioneiro. Carlos Alberto Pippi, diretor presidente de Grupo Redemaq, apresentou o modelo de criação de riqueza e sua distribuição na civilização Jesuítico-Guaranítica. O engenheiro e empresário, um entusiasta da memória missioneira, aplica em seus empreendimentos um programa de participação de resultados baseado em um modelo de organização semelhante ao utilizado há mais de 300 anos pela população jesuíticaguaraní, focando em dois pilares de gestão: o material e espiritual, com foco na sabedoria indígena. Eveline Borchhardt, formada em Artes Visuais pela UFPel e pós-graduanda do curso de Especialização em Imagem, História e Memória das Missões: Educação para o patrimônio, da UNIPAMPA, apresentou sua pesquisa sobre a arte visual na região missioneira. Eveline expôs uma distinção entre a arte barroca, resultado do movimento da Contra Reforma no século XVI, e a arte barroca missioneira, um movimento de apropriação de técnicas e interpretações do povo Guaraní.

6


Fernando Rodrigues, produtor cultural, pesquisador e membro do Conselho Municipal de Políticas Culturais de São Borja, apresentou sua pesquisa sobre os resquícios da antiga redução de São Francisco de Borja, expondo a origem do nome de nossa cidade e as características da arquitetura, urbanismo, esculturas, teatro e música dos povoados missioneiros. Para a mesa-redonda, foram feitas duas entrevistas nas rádios, uma na Butuí FM com o professor Muriel Pinto e outra na Fronteira FM com os palestrantes. O evento obteve um bom número de participantes, um total de 106 presentes, as explanações contribuíram com o tema e o evento foi avaliado como positivo. Pontos a melhorar: enviar convite a todos os palestrantes da mesa-redonda pré-evento para entrevista na rádio, procurar dar a palavra às autoridades presentes nos eventos e qualificar estrutura de streaming. (ANEXOS 11 e 12)

3.10. Circuito de Palestras nas escolas Conscientizar os jovens sobre a importância de preservar o patrimônio público da cidade, incentivá-los sobre a valorização da arte, história e seu intelecto criativo, além de apresentar a segunda edição do Prêmio GPSNet de Arte no Muro: com esta proposta, o ciclo de palestras do projeto percorreu todas as escolas do município para a divulgação do concurso. Ao todo, 4 escolas municipais e 10 escolas estaduais participaram, num total de aproximadamente 3,5 mil alunos atingidos com as palestras de conscientização. (ANEXOS 13, 14 e 15)

3.11. Primeira Fase A primeira fase do concurso ocorreu no âmbito interno de cada Instituição de ensino participante, onde os alunos tiveram um tempo para desenvolver as obras dentro da temática desta edição do Prêmio que é “São Borja Missioneira”. Após, a escola fez um certame interno a fim de eleger uma única obra que representou-a na segunda fase. As obras entregues, passaram para a segunda fase, onde a Comissão de Seleção e avaliação do projeto realizou a escolha e divulgação dos finalistas.

3.12. Entrega das Obras A entrega das obras ocorreram no dia 30 de setembro, ao todo foram entregues 20 obras que foram para a segunda fase, sendo elas: (ANEXO 16 e 17) Aluno Obra 1. Patrícia Lago Pedebos Alvorecer Missioneiro 2. Adriel Reinoço Rodrigues São Borja - Terra Missioneira e Acolhedora

Escola CESB E.M.E.F. Duque de Caxias

7


3. William Bruno de Quevedo Arce 4. Luan Martins Fonseca 5. Cainã Rafael Acosta 6. Liara Silva da Rosa 7. Valdair Oliveira Mendonça 8. Rodrigo Seivald Bestetti 9. Guilherme Rodrigues Ferreira 10. Ronaldo Rio Espíndola 11. Lara Isabele Vargas Pereira 12. Maria do Carmo Godoi Lopes 13. Luan Silva, 13 anos 14. Tamara Schwengber 15. Gabriel Benites 16. Eduarda Andrade Navroski 17. Érica Furquim Carvalho 18. João Luis Amarilho Andrade 19. Darlan Siqueira 20. José Leonardo Machado Júnior

Origem Missioneira

E. E. T. Olavo Bilac

São Borja 1ª dos Sete Povos das Missões São Borja Missioneira e GPSNet: Conectadas do passado ao presente Catequese dos Índios em São Borja Origem de São Borja

E. M. E. F. Ivaí

Identidade Missioneira São Borja - Terra de Valor

I. F. Farroupilha E.E.E.M. Apparício Silva Rillo

São Borja Missioneira O primeiro dos Sete Povos das Missões Missões

I. E. Arneldo Matter C.E. Getúlio Vargas

O pioneiro dos Sete Povos Além das Missões São Borja Missioneira Sou Missioneiro de Coração

E.M.E.F. Vicente Goulart C. S. Coração de Jesus E.M.E.F. Sagrado Coração de Jesus E.E.E. Franco Baglione

São Borja em tinta Pontos turísticos de São Borja

E.E.E.F. Tusnelda Lima Barbosa E.M.E.F. São Judas Tadeu

São Borja Missioneira São Borja, das Missões com o mundo

E.M.E.F. Osvaldina Batista da Silva E.E.E.M. Tricentenário

E.M.E.F. Ubaldo Sorrilha da Costa E.E.E.F. Viriato Vargas I.E. Padre Francisco Garcia

E. E. E. F. João Goulart

3.13. Segunda Fase Ocorreu durante a feira agropecuária da fronteira oeste do Rio Grande do Sul – Fenaoeste 2013, A atividade consistiu em selecionar as 15 obras finalistas, que foram reproduzidas no muro. Participaram da comissão de seleção: Arieli Goulart; Fernando Rodrigues; Grede Brasil; Muriel Pinto; e Rossini Rodrigues. (ANEXO 18) Nesta segunda fase foram escolhidas as seguintes obras: Aluno Obra 1. Patrícia Lago Pedebos Alvorecer Missioneiro 2. Adriel Reinoço Rodrigues São Borja - Terra Missioneira e Acolhedora 3. William Bruno de Origem Missioneira Quevedo Arce 4. Luan Martins Fonseca São Borja 1ª dos Sete Povos das Missões

Escola CESB E.M.E.F. Duque de Caxias E. E. T. Olavo Bilac E. M. E. F. Ivaí 8


5. Cainã Rafael Acosta 6. Liara Silva da Rosa 7. Valdair Oliveira Mendonça 8. Rodrigo Seivald Bestetti 9. Guilherme Rodrigues Ferreira 10. Ronaldo Rio Espíndola 11. Lara Isabele Vargas Pereira 12. Maria do Carmo Godoi Lopes 13. Luan Silva, 13 anos 14. Tamara Schwengber 15. Gabriel Benites

São Borja Missioneira e GPSNet: Conectadas do passado ao presente Catequese dos Índios em São Borja Origem de São Borja

E.M.E.F. Ubaldo Sorrilha da Costa

Identidade Missioneira São Borja - Terra de Valor

I. F. Farroupilha E.E.E.M. Apparício Silva Rillo

São Borja Missioneira O primeiro dos Sete Povos das Missões Missões

I. E. Arneldo Matter C.E. Getúlio Vargas

O pioneiro dos Sete Povos Além das Missões São Borja Missioneira

E.M.E.F. Vicente Goulart C. S. Coração de Jesus E.M.E.F. Sagrado Coração de Jesus

E.E.E.F. Viriato Vargas I.E. Padre Francisco Garcia

E. E. E. F. João Goulart

3.14. Reforma do Muro O muro do antigo hospital São Francisco de Borja era mais um dos espaços esquecidos e deteriorados em nosso município, por isso, ele foi a escolha da comissão organizadora para receber as obras da segunda edição do concurso. No mês de outubro, o muro foi revitalizado e pintado, recebendo a identidade visual do projeto pelas mãos do artista e grafiteiro são-borjense Arielson Nunes. (ANEXOS 19 e 20) 3.15. Reunião com Finalistas Os jovens finalistas, professores assistentes, comissão organizadora e comissão de seleção e avaliação do 2º Prêmio GPSNet de Arte no Muro reuniram-se no dia 28 de outubro para acertar os detalhes antes da final do concurso. O encontro aconteceu no plenário da Câmara de Vereadores e serviu para repassar as principais informações sobre a final do concurso, formalizar a participação dos alunos e sortear a distribuição das obras no muro. Os pontos debatidos foram: questões referentes ao dia da pintura, kit de materiais para os finalistas, critérios de avaliação, premiação e sorteio dos espaços. (ANEXO 21) 3.16. Obra Mais Popular Após serem escolhidos os finalistas, as obras foram disponibilizadas na Fanpage da GPSNet em um álbum específico. A votação da obra Mais Popular aconteceu entre os dias 15 de outubro e 9 de novembro exclusivamente no Facebook e não interferiu na avaliação da comissão julgadora. A obra mais popular foi “Origem Missioneira” do aluno 9


William Bruno de Quevedo Arce da Escola Estadual Técnica Olavo Bilac, sendo consagrada com 1.499 curtidas. Neste período, o álbum "A Mais Popular - 2º Prêmio GPSNet de Arte no Muro" teve 33.878 visualizações e 5.872 curtidas. (ANEXO 22) 3.17. Terceira Fase Parte I A terceira e última fase do 2° Prêmio GPSNet de Arte no Muro, estava prevista para acontecer no dia 9 de novembro, porém, por conta da chuva, as atividades foram suspensas. A final aconteceria durante todo o dia, a partir das 9 horas da manhã no muro do antigo hospital São Francisco de Borja e a premiação dos vencedores seria às 18h30 no teatro da Feira do Livro, na Praça XV de Novembro. A última etapa do concurso consiste na reprodução, em escala maior, das 15 obras finalistas feitas pelos alunos da rede pública e privada do município. Nesta edição, cada espaço possuía 3 metros de largura e 1,80 metros de altura. Os jovens artistas recebem todo o material necessário para a reprodução e não é permitido a utilização de qualquer outro material ou recurso previamente acordado pela comissão organizadora, previsto em regulamento. (ANEXOS 23 e 24)

3.18. Terceira Fase Parte II As atividade do 2° Prêmio GPSNet de Arte no Muro foram retomadas no dia 23 de novembro, às 9horas. Foram distribuídos os kit’s em frente aos espaços, cada um contendo: 7 tipos de pincel, pano para limpeza, copo plástico, giz colorido, lápis para desenho 6B, régua de 30 cm, régua de 1 metro, fita crepe, borracha, 2 tipos de rolo de pintura, apontador, tintas disponíveis nas cores primárias (vermelho, azul e amarelo) + branco e preto. Para iniciarem as atividades, foi feito o cerimonial de abertura, dando todas as informações pertinentes ao dia. A atividade consistiu em reproduzir a obra feita na escola, do papel para o muro. Cada participante teve o seu espaço de pintura definido em sorteio, no dia da reunião com os finalistas. A atividade iniciou as 9horas e terminou às 17horas, neste intervalo, os finalistas eram livres para administrar o seu tempo. Chegada as 17horas, alguns finalistas não haviam terminado suas obras no muro, então a comissão deu por encerrado o tempo do concurso, mas proporcionou aos jovens mais meia hora para que pudessem terminar a reprodução no muro, porém, àqueles que optaram pelo tempo extra tiveram um desconto de 5% em cima da nota final. Após o prazo estendido, a Comissão Julgadora passou nos espaços para fazer a avaliação, dentro dos critérios de ineditismo, criatividade, fidelidade ao tema, reprodução fiel da obra no muro e sua defesa, de até 2minutos. Depois da avaliação, todos se direcionaram para a sede da GPSNet, onde aconteceu a contagem dos pontos e a solenidade de premiação dos vencedores. (ANEXOS 25, 26, 27 e 28) 10


Classificação final: (ANEXOS 29 A 34) Aluno

Escola

Nota final

Gabriel Benites

E.M.E.F. Sagrado Coração de Jesus

285,8

Curtidas no facebook 393

Rodrigo Seivald Bestetti

I. F. Farroupilha

275,8

535

Lara Isabele Vargas Pereira

C.E. Getúlio Vargas

272,5

60

Valdair Oliveira Mendonça

I.E. Padre Francisco Garcia

265,9

212

Tamara Schwengber

C. S. Coração de Jesus

264,9

106

Luan Silva

E.M.E.F. Vicente Goulart

255,1

73

William Bruno de Quevedo Arce

E. E. T. Olavo Bilac

254,3

1.499

Adriel Reinoço Rodrigues

E.M.E.F. Duque de Caxias

251,3

131

Patrícia Lago Pedebos

CESB

236,5

287

Liara Silva da Rosa

E.E.E.F. Viriato Vargas

234,1

43

Guilherme Rodrigues Ferreira

E.E.E.M. Apparício Silva Rillo

226,2

487

Maria do Carmo Godoi Lopes

E. E. E. F. João Goulart

224,5

62

Cainã Rafael Acosta

E.M.E.F. Ubaldo Sorrilha da Costa

222,5

48

Ronaldo Rio Espíndola

I. E. Arneldo Matter

222,2

277

Luan Martins Fonseca

E. M. E. F. Ivaí

209,8

51

Vencedores

4. Objetivos atingidos O 2° Prêmio GPSNet de Arte no Muro:   

Promoveu a conscientização sobra a importância de preservar o patrimônio público da cidade; Proporcionou a revitalização de um novo muro; Possibilitou o debate sobre a história, memória e arte Missioneira em uma Mesaredonda;

11


        

Propiciou discussões em sala de aula, tanto sobre o tema como pela questão das pichações; Proporcionou um resgate das origens Missioneiras; Possibilitou o amadurecimento das ações do projeto; Valorizou os jovens artistas através da divulgação de suas obras, da cobertura feita pela imprensa e da divulgação do evento de forma geral. O Prêmio alcançou uma grande diversidade de públicos, devido ao seu caráter educativo e cultural. Proporcionou um momento de integração e confraternização entre alunos, professores e comunidade em geral. Levou as ações desenvolvidas pela GPSNet ao conhecimento da imprensa, poder público do município e membros da comunidade. Disponibilizou o exercício do trabalho em equipe, superação de desafios e estímulo a pró-atividade. Proporcionou, a todos os envolvidos, aprendizado e experiência prática no desenvolvimento de projetos culturais. 5. Dificuldades ou mudanças na realização do projeto

   

Falta de comprometimento das Instituições parceiras, pois se teve pouca participação nas atividades do projeto; Dificuldade na inserção do projeto em eventos da cidade; Condições climáticas, o tempo dificultou a realização da final do Prêmio que foi adiada, causando um trabalho extra. Horário, alguns alunos não concluíram suas obras no tempo estipulado e acabou atrasando a contagem dos pontos e premiação dos vencedores. 6. Sugestões para a próxima edição

   

Incluir a temática da edição na identidade do projeto; Identificar vencedores com “carimbo” no muro; Construir um maior envolvimento com os parceiros do projeto; Pré-agendar 3 datas para a final, próximo da primeira opção verificar a previsão do tempo para evitar o retrabalho;  Encontrar uma maneira de evitar o desperdício de tinta, para um melhor armazenamento (ex.: bisnagas ou pote com tampa).  Encontrar uma maneira de reutilizar as tintas que restaram.

12


Anexos

13


Anexo 1. Primeira reunião de trabalho da Comissão Organizadora.

Anexo 2. Reunião com Comissões Organizadora e de Seleção e Avaliação.

14


Anexo 3. Reunião de Trabalho do 2° Prêmio GPSNet de Arte no muro.

Anexo 4. Última Reunião da Comissão Organizadora antes da Final Parte II.

15


Anexo 5. Evento de assinatura do Termo de Cooperação Institucional.

Anexo 6. Parceria com Fundação Ivan Goulart.

16


Anexo 7. Muro do antigo Hospital São Francisco de Borja antes da reforma.

Anexo 8. Lançamento do 2° Prêmio GPSNet de Arte no Muro durante a II Conferência Municipal de Cultura.

17


Anexo 9. Visita de divulgação às escolas da rede pública e privada.

Anexo 10. Visitas de divulgação do projeto.

18


Anexo 11. Palestrantes da Mesa-redonda São Borja Missioneira e gestores da GPSNet.

Anexo 12. Público assistindo atentamente as explanações.

19


Anexo 13. Início das palestras de conscientização.

Anexo 14. Circuito de palestras nas escolas participantes do concurso.

20


Anexo 15. Alunos assistindo a palestra do 2° Prêmio GPSNet de Arte no Muro.

Anexo 16. Entrega das obras que passaram para a segunda fase.

21


Anexo 17. Entrega das obras na sede da GPSNet.

Anexo 18. Comissão de seleção participando da segunda fase do Prêmio.

22


Anexo 19. InĂ­cio do grafite no muro.

Anexo 20. Arte final do projeto grafitada por Arielson Nunes.

23


Anexo 21. Reunião com finalistas antes da grande Final.

Anexo 22. Resultado da votação da obra “Mais Popular” pelo Facebook.

24


Anexo 23. Final do 2° Prêmio GPSNet de Arte no Muro parte I.

Anexo 24. Atividades suspensas devido as condições climáticas.

25


Anexo 25. Final do 2° Prêmio GPSNet de Arte no Muro parte II.

Anexo 26. Atividade retomadas no dia 23 de novembro.

26


Anexo 27. Comissão de avaliação ouvindo a defesa das obras.

Anexo 28. Prefeito Antônio Carlos Rocha Almeida e vereador Eldomir Marchezan presentes no evento.

27


Anexo 29. Aluno Gabriel Benites, da E.M.E.F. Sagrado Coração de Jesus, vencedor da segunda edição.

Anexo 30. Vencedora da primeira edição, Arieli Goulart fez a entrega do 1° lugar deste ano.

28


Anexo 31. Thalita Chagas, artista plástica e membro da Comissão de Seleção e Avaliação premiando o 2° lugar, Rodrigo Bestetti do Instituto Federal Farroupilha.

Anexo 32. Ana Possobon premiando a professora assistente do 3° lugar, Lara Isabele Vargas Pereira do colégio Getúlio Vargas.

29


Anexo 33. Fernando Rodrigues entregando o troféu ao vencedor da obra Mais Popular no Facebook, William Bruno de Quevedo Arce da escola Estadual Técnica Olavo Bilac.

Anexo 34. Vencedores e autoridades na solenidade de premiação.

30


Agradecimentos

Matheus, da Centro Car Lavagem pela cedência de água e energia elétrica. Régis, vizinho do muro pelo empréstimo de seu banheiro.

31

Relatório do 2º prêmio gpsnet de arte no muro  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you