Page 1

Ano 3 - Edição de agosto Lages,94 30 -deLages, agosto 30 de 2013 - Ano 3 de 2013

R$ 2,00

Blitzes flagram veículos irregulares

09

Começam celebrações pela Pátria

10

Economia

Contrato com Sinotruk será assinado

Toninho Vieira / Arquivo

12 Marcelo Vieira (Pakinha)

Cidade

Educação

Cresce índice de alunos no ensino técnico

bolido.com

28

Esporte

Inter volta a campo no domingo

Assessoria de Comunicação / Sedu

Divulgação

LOJA EXCLUSIVA

CVC LAGES

Rua Emiliano Ramos, 395 Sala 1

3222-0887 lages@cvc.com.br

COLÉGIO

Agentes de trânsito realizam blitzes em diversas ruas da cidade para verificar situação de carros, motos e motoristas que infringem a lei | PG. 16


Opinião

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

Opinião do Leitor De A Vinha e o Ceticismo

Espaço reservado à opinião de nossos leitores. Caso você queira também se expressar, nos envie um email com sua opinião ou sugestão para:

02

Médicos Cubanos

redacao@vitrinelageana.com.br Ex-presidente Lula diz que é “abominável” protestar contra médicos cubanos que chegaram ao Brasil “para fazer um favor” ao país.

Inferi em meu artigo “A Vinha e o Ceticismo”, no livro “As Profecias sem Mistério” (1998), que é flagrante a necessidade de alargar a ótica espiritual do pensamento humano criador, para que finalmente se torne aríete da gigantesca libertação que resta por fazer. Em que bases?! Nas do Espírito, desde que não considerado medíocre projeção da mente, porquanto é a Sublime Luminosidade que dá vida ao corpo: eis a Extraordinária Vinha que o Criador oferece à criatura para livrá-la da zonzeira do ceticismo excessivo. Embora certa dose dele seja bastante salutar, se apreciarmos esta advertência de James Laver (1899-1975), antigo responsável pelos departamentos de Gravura, Desenho e Pintura do Victoria and Albert Museum, de Londres, entre 1938 e 1959: “O ceticismo absoluto é tão injustificado quanto a credulidade absoluta”. Leis físicas e ceticismo Na nova edição de “Cidadania do Espírito”, nas páginas da obra “O Cérebro Espiritual — Para uma ciência não materialista da mente”, encontramos este raciocínio da bióloga e naturalista religiosa norte-americana Ursula Goodenough: “A ciência na verdade não pode falar de coisas como telepatia, crença, et cetera, de maneira alguma... Tudo o que sabemos sobre leis físicas

consideraria completa e irrefutavelmente que isso não acontece, que não é a forma como as coisas funcionam”. Os autores do compêndio, Dr. Mario Beauregard, Ph.D., e a jornalista Denyse O’Leary, citam ainda reflexões do pesquisador e autor na área de Parapsicologia, Dean Radin, em seu “The Conscious Universe”, que declara: “Aos poucos, na década de 1990, [o ceticismo] foi se deslocando de controvérsias sobre a existência de efeito psi para como explicá-lo... Os céticos, que continuam a repetir as mesmas afirmações de que a parapsicologia é uma pseudociência, ou que não existem experiências reproduzíveis, são mal informados não apenas sobre o estado da parapsicologia, mas também sobre o atual estado do ceticismo!”. E comentam os autores: “Em geral, os materialistas reagem ao psi de quatro maneiras: negação categórica, afirmações de que a ciência não pode tratar psi, alegações de que se trata de um efeito trivial e proposição de hipóteses alternativas que permanecem não testadas”. Encerro chamando a atenção para o que ressaltou Ursula Goodenough: “...tudo o que sabemos sobre leis físicas...”. Ora, e o que sabemos é tão insuficiente! A cada dia, conhecimentos postos como irredutíveis são derrubados, ou quase isso, por novas

Nossa Opinião É impressionante a quantidade de motoristas que desrespeitam as leis de trânsito todos os dias. Não falamos das grandes infrações, mas das menores, aquelas que achamos que ninguém vê e que consideramos, até, perdoáveis. Por que não furar o sinal vermelho se não tem ninguém esperando para trafegar na outra via? E se o semáforo está somente no amarelo, e é só acelerar um pouco mais para conseguir passar antes do vermelho, para que frear o carro e aguardar pacientemente o sinal verde para eu poder passar? Também não custa, né, se aquela pessoa já está esperando

descobertas científicas. Talvez ainda falte mais humildade a esse fabuloso campo. E, para alguns poucos expoentes, menos temor de perder o status quo. Sabemos que é preciso aprender sempre mais. Sócrates (470-399 a.C.), que dispensa apresentação, dizia: “Quanto mais sei, mais sei que não sei”. O caminho do aprendizado é infinito. (...) Ser constantemente revista é o grande apanágio da ciência, o sinete de sua amplitude, a segurança do seu desenvolvimento, o qual tem elevado a novos estágios a humanidade. Ao perscrutar o conhecimento, o ser humano atinge a ciência. Quando vivencia o amor fraterno, alcança Deus, o supino da sabedoria, a equação perfeita.

O governador Raimundo Colombo selou a participação do Estado na construção do Lages Garden Shopping. Na tarde de quarta-feira, 28 de agosto, ele assinou o documento que formaliza a inclusão do empreendimento no Programa Pró-Emprego. O acordo prevê a destinação de cerca de R$

3 milhões, via compensação de Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação para a aquisição de insumos e equipamentos de fornecedores estabelecidos em Santa Catarina.

Shopping 2 O centro comercial está sendo edificado pelo grupo Tenco Shopping Centers S/A, que detém 56% do controle acionista, em parceria com in-

vestidores catarinenses. Com 82 mil metros quadrados de área construída, a estrutura está orçada em mais de R$ 90 milhões.

Apae Na passeata da Apae, somente os vereadores Adilson Padeiro, Gerson Omar, João Alberto e professor Domingos, estiveram presentes para carregar a bandeira da Apae de Lages. A passeata

aconteceu quarta-feira, 28 de agosto, contra a proposta do Senador José Pimentel, do PT do Ceará, que resolveu acabar com o repasse de recursos do Fundeb a partir de 2016.

Mais dinheiro José de Paiva Netto Jornalista, radialista e escritor paivanetto@lbv.org.br

O trânsito nosso de cada dia

há um tempão para atravessar a rua, ela esperar só mais um pouquinho até passar com o carro para ela poder, então, finalmente, atravessar...E assim, sucessivamente, vai-se desrespeitando o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o direito das outras pessoas, correndo-se o risco de provocar acidentes, e confiando que o que eu não faço, um outro alguém vai fazer. Sabemos que este é um problema no trânsito de qualquer cidade. Parece que quanto menor o município, maiores são as infrações. Pode ser somente uma impressão porque em cidades de menor parte, tudo é mais visado.

Shopping 1

E tudo parece permitido, parece que não vai fazer mal se eu fizer só isso. O problema é que faz mal, sim. As pessoas ficam mal acostumadas, intolerantes, egoístas e cegas. Fazem as coisas erradas e no auge do seu erro, acreditam estar certas e defendem essa visão veementemente até para o agente de trânsito quando, sistematicamente, são flagrados dirigindo e falando ao telefone, sem o cinto de segurança, e por aí vai. O que muitos esquecem é que pequenas ações podem ter grandes consequências. E que ninguém é imortal. Nem está acima da legislação. Ou da própria vida.

No Orçamento previsto para 2014, a pasta da Saúde será novamente a que vai receber mais dinheiro (R$ 80,65 bilhões), a exemplo do orçamento para 2013, quando a previsão orçamentária foi R$ 76,67 bilhões. Graças ao Programa Mais Médicos e a outros projetos do Ministério da Saúde, será também a pasta cujo orçamento receberá o maior aumento (mais R$ 3,97

bilhões). Os gastos com conclusão de projetos para a Copa de 2014 e as economias feitas com custeio administrativo implicam redução de R$ 866,6 milhões nas despesas do Poder Executivo, previstas no orçamento de 2014, na comparação com 2013. Os valores apresentados não consideram obras vinculadas ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).


Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

03

Ruy Sardá Behling Economista

Lages dantes O prédio com dois pavimentos, situado à Rua Lauro Müller, ainda hoje é conhecido como “Delegacia”. Há tempos atrás, ali, funcionavam em suas dependências, entre outras coisas, a Delegacia de Polícia Civil e Militar, o presídio, chamado de cadeia, que abrigava presos um tanto “civilizados”. Existia também uma espécie de um “mini Detran”, para quem o usuário era obrigado a dar uma gorjeta para fazer a vistoria do carro, coisa pequena. Mas o que mais chamava a atenção do pobre contribuinte e usuário era a arrogância e pose de um funcionário, uma espécie de escrivão, que abraçava todas as funções da sua repartição, especialmente

no que se referia à emissão de certificado de propriedade de veículo. Ele tratava na palma da mão e a pão-de-ló os amigos e apaniguados, enquanto nós, pobres mortais, quando precisávamos dos seus serviços, tinha que se proteger com um escudo, como se a gente o tivesse perturbando e incomodando. Uma coisa era certa, ele era competente e muito trabalhador, mas se achava o dono do pedaço. Certo dia, por um dos azares desta vida terrena, fomos almoçar, num domingo, num novo restaurante que, por motivos óbvios, teve vida efêmera. Lá se encontrava esse funcionário público estadual, acompanhado do filho e da nora.

O dono de tal restaurante voltou todo o seu atendimento para esse cliente, enquanto a gente era atendido quando um garçom ocioso resolvia. Quando professor de Educação Física, junto ao GD, o então professor Evaldo Pereira Hemckmaier realizou uma corrida rústica na Rua Correia Pinto, quando dois alunos, pelo seu preparo físico e rapidez, formaram um mini pelotão de elite. Ambos eram filhos de fazendeiros abastados, bem conceituados, mas por uma questão de amizade e simpatia, a torcida recaiu para o participante mais baixo, mas bem robusto. Como se sabe, torcida não ganha jogo e muito menos

corrida, então, o Leandrinho, com as longas pernas e habituado às lides campesinas, venceu a prova, enquanto o seu concorrente, que ficou em segundo lugar, corria, corria, mas as pernas curtas não o ajudavam. Restou então para este último a alcunha de “Tatuzinho”. Este ex-estudante do Colégio Diocesano e ex-atleta, é hoje um profissional bem sucedido, muito bem conceituado e respeitado. Creio que ele gostava deste apelido, pois alguns amigos e colegas o tratavam amigavelmente por tal alcunha. Nós, os pobres, estudávamos à noite na Escola Técnica de Comércio Santo Antônio, anexa ao Colégio Diocesano. Surgiu a ideia de que a turma

da noite deveria fundar a própria academia. O Frei Odorico Durieux, diretor do referido estabelecimento de ensino, concordou. Revelando-se um exímio bajulador, o colega Antônio Fernando de Alcântara Athayde não pensou duas vezes, foi logo sugerindo o nome do Reverendo Frei Odorico Durieux para ser o patrono. Deveria se chamar “Academia Frei Odorico”. É claro que, sendo ele um homem sem vaidades pessoais, um homem culto, sem ambições, foi logo dizendo que não se coloca nome de pessoas vivas em qualquer entidade, biblioteca, rua, etc. Então, a referida academia ficou assim batizada e registrada, Academia Frei Sampaio.

Mau humor Há pessoas que são mal humoradas por natureza. Já acordam e se levantam mal humoradas e, quando a gente as cumprimenta dizendo “bom dia”, elas respondem em forma de pergunta: “não está vendo que o dia está bonito e o sol está brilhando?”. É uma questão de paciência e de diplomacia entender e poder conviver com tais pessoas. Para elas, no seu universo de convivência harmônica e tranquila com a sociedade, se acham certas, corretas e sinceras, e o resto do mundo está errado.

Conheci, no início da década de 50, junto ao então 2º. Batalhão Rodoviário, acantonado aqui em Lages, o Major Blazzi, fiscal administrativo, que sofria de uma úlcera gástrica. Era extremamente mal humorado. Felizmente um oficial, especialmente um oficial superior do Exército, só permanece por um período de dois anos em cada Unidade, caso não seja promovido antes desse espaço de tempo. Já no Banco do Brasil havia alguns colegas comissionados que se destacavam pelo prazer de ad-

moestar os funcionários subalternos. Um deles estava sempre de cara amarrada, fechada, achando sempre que havia uma grande distância entre eles, enquanto outro era perfeccionista. Todo o trabalho tinha que ser perfeito e muito bem acabado, não se cansando de 15 em 15 minutos repetir as chamadas e advertências. Era uma espécie de chacrilongo, um cricri da vida. Mas também existia um funcionário muito inteligente e competente que estava sempre emburrado. Um dos poucos funcionários com quem ele conversa-

va era comigo. Quando fiz o 4º ano primário no antigo Grupo Escolar Santo Antônio, em Ituporanga (SC), em 1947, pois em Barracão, hoje impropriamente denominado de Alfredo Wagner (SC), o ensino só ia até o 3º ano primário, lá havia um colega de aula que estava sempre mal humorado. Morava em Araranguá, no período que lá passei de 1948 a 1951, um indivíduo que atravessa a rua para não cumprimentar ou conversar com um conhecido. Aqui em Lages, nos bons tempos que reunia a “velharada” para conversar

num banquinho perto da Banca Central, um dos assíduos frequentadores, há pouco desaparecido, de tão mal humorado, não respondia qualquer pergunta a ele dirigida e caso alguém reclamasse, estava sujeito a receber uma bengalada. Quando cheguei em Lages, em janeiro de 1952, conheci um ex-seminarista procedente de Bom Retiro. Era extremamente irritado e vivia sempre de mau humor, de mal com a vida e com todos. Talvez fosse pouco amado. Ou viveu por tempo contrariado, fechado em quatro paredes em um seminário.


04 Governo e Badesc criam linha de crédito Crensa recebe recursos Política

O governador Raimundo Colombo e o presidente do Badesc, João Paulo Kleinübing, assinaram na quinta-feira, 29 de agosto, convênio que vai disponibilizar uma linha de financiamento para atender as instituições de saúde do Estado, o Badesc Saúde. O ato foi realizado durante a abertura dos trabalhos do 35º Encontro Catarinense de Hospitais e 6ª Conferência de Gestão Hospitalar dos Países de Língua Portuguesa, em Florianópolis. Colombo afirmou que a medida beneficia os cerca de 200 hospitais filantrópicos do Estado, que desempenham um grande papel no atendimento da comunidade catarinense. “Os hospitais filantrópicos do país todo passam por uma dificuldade muito grande”, disse. “A remuneração que o SUS paga está bem abaixo do que custam os procedimentos realizados, então chega o final do mês e as contas não fecham e perde-se a capacidade de investir”. O governo está refinanciando todas as dívidas e reativando todo o processo de trabalho dos hospitais.

O governador ressaltou a importância do convênio ao lembrar que quando os hospitais filantrópicos ficam inadimplentes, eles não podem mais receber recursos públicos, o que agrava a situação. O presidente da Federação das Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas do Estado de Santa Catarina, Hilário Dalmann, estima em R$ 200 milhões a atual dívida dos hospitais filantrópicos do Estado, valor que será refinanciado pelo Badesc. O presidente da Agência de Fomento de Santa Catarina (Badesc), João Paulo Kleinübing, explicou que a parceria garante juros menores (8,5% ao ano para renegociação de dívidas e 7,9% ao ano para investimentos) e maior prazo para pagamento (10 anos, no caso dos refinanciamentos de dívidas). “É uma parceria importante para o fortalecimento dos hospitais e melhoria da gestão, contribuindo com o grande trabalho comunitário e filantrópico dessas instituições”, reiterou. “Isso reforça nosso papel social e o nosso trabalho

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

pelo desenvolvimento de Santa Catarina”. O Badesc foi o único agente financeiro que aceitou trabalhar com o spread (diferença entre o que os bancos pagam na captação de recursos e o que eles cobram ao conceder o empréstimo) mínimo fixado pelo BNDES, que é de 2%. O crédito do Badesc Saúde poderá ser utilizado para reestruturação de até 100% do endividamento bancário e com fornecedores. Também financiará até 100% de projetos de investimento, como obras civis, montagens, instalações, máquinas, equipamentos e capital de giro associado, de acordo com o porte da empresa e a modalidade do investimento. Para ter acesso ao Badesc Saúde, que vai disponibilizar recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a instituição de saúde precisa ter o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social e ter pelo menos 60% dos serviços ofertados via Sistema Único de Saúde (SUS), entre outros requisitos.

Assessoria/SDR

Repasse anual do governo é de R$ 72 mil

O Secretário de Desenvolvimento Regional, Gabriel Ribeiro, e a gerente de Saúde, Beatriz Montemezzo, visitaram a comunidade terapêutica Crensa. Localizada no bairro Chapada, a entidade auxilia dependentes químicos no processo de desintoxicação. Diálogo, disciplina e trabalho são alguns dos ingredientes que fazem parte da rotina da casa, que atualmente atende a 38 pessoas. O Governo do Estado repassa, anualmente, R$ 72 mil para o pagamento de funcionários e compra de alimentos e materiais de higiene pessoal. A verba faz parte do orçamento da Secretaria

de Estado da Justiça e Cidadania. “O combate às drogas é um assunto de ordem social, e é justo que parte da receita pública seja destinada à recuperação de quem deseja abandonar o vício”, ressalta o secretário Gabriel Ribeiro. Ao longo de 15 anos, o Crensa vem ajudando centenas de pessoas na luta contra a dependência química. O tratamento dura entre sete e nove meses. De acordo com a presidente da comunidade, Rosi Maria de Sousa, o trabalho é focado em um novo estilo de vida. “Nosso objetivo é ajudar o indivíduo a socializar-se, batalhando por ideias”, diz ela.


Política

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

05

Vereador é contra corte de repasses BR 282 precisa de reparos Divulgação

Entidade promoveu manifestção contrária ao fim dos recursos

A proposta do vereador Gerson na moção 203/13, encaminhada aos presidentes da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, e do Senado Federal, Renan Calheiros, é de que os legisladores do país rejeitem a proposta de corte de repasses financeiros às Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) a partir de 2016 e derrubem a meta 4 do projeto de lei 103/2012, do senador José Pimentel, que propõe uma inclusão das crianças com deficiências nas escolas de ensino regular. O assunto tem provocado protes-

tos em todo o país. A preocupação dos manifestantes é que as famílias percam a estrutura especializada para o ensino dos estudantes especiais, hoje, oferecido gratuitamente nas Apaes. Para os profissionais da área, os exemplos de inclusão se mostraram ineficazes. “Alguns deputados ou senadores não devem conhecer a realidade dos municípios brasileiros. (...) As cidades não têm capacidades para atender esta demanda extremamente delicada nas escolas. Por isso, peço o apoio para que todos possam rejeitar estas

propostas”, argumenta Gerson. O documento da Câmara de Vereadores de Lages faz um apanhado histórico sobre a ineficácia do Estado em promover políticas públicas sociais que garantissem a inclusão das pessoas com deficiências. Devido a este fator, familiares e profissionais, sensibilizados com esta classe, encontraram a alternativa da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes), sob a missão de educar, prestar atendimento médico, suprir suas necessidades básicas de sobrevivência e lutar pelos direitos destes, especialmente, na perspectiva da inclusão social. Hoje, são mais de 250 mil pessoas atendidas em mais de duas mil unidades em todo o território nacional. Esta mobilização, impulsionada pela Declaração dos Direitos Humanos, é chamada de “Movimento Apaeano”, uma grande rede constituída por pais, amigos, pessoas com deficiência, voluntários, profissionais e instituições parceiras - públicas e privadas - para a promoção e defesa dos direitos de cidadania da pessoa com deficiência e a sua inclusão social.

Divulgação

Verador Pastor Mendes diz que a cidade precisa ser melhor cuidada

O vereador de Lages, Osvaltinei Banhos Mendes, o popular Pastor Mendes (PSD) solicitou ao Supervisor da Unidade Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Enio Spieker, o fechamento de buracos e a substituição da camada asfáltica em algumas partes da BR 282, no trecho entre o trevo

da Vila dos Cabos do Exército e o viaduto da rodovia com a avenida Duque de Caxias, nos bairros São Paulo, Frei Rogério e Passo Fundo. “Isso traz um risco tanto para o motorista quanto para o pedestre, pois nestes locais o tráfego é intenso”, lembra. “Nossa cidade, no perímetro urbano, precisa ser mais cuidada e por falta de verba não é”. Ele recorda ainda que a falta de boas condições para o trânsito no local atrapalha o desenvolvimento econômico de toda a região. A manutenção das rodovias representa um dos principais desafios para o desenvolvimento econômico do país. O escoamento das cargas depende 60% do transporte rodoviário, que tem o desempenho afetado pela falta de infraestrutura. Um dos fatores que prejudica o desenvolvimento econômico do Brasil e a integração das operações produtivas é a precária infraestrutura viária. De acordo com dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) apurados em 2006, somente 12% das estradas do país são pavimentadas, que equivalem a aproximadamente 196.244 quilômetros de vias municipais, estaduais e federais.


Cidade

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

06

Shopping ganha incentivo do governo Curso ensina a pintar Marcelo Vieira (Pakinha)

Governador assina documento que permite ao Grupo Tenco integrar programa Pró Emprego

O governador Raimundo Colombo assinou o documento que formaliza o enquadramento do Lages Garden Shopping no programa Pró Emprego, na quarta-feira, 28 de agosto, criado para gerar renda através do incentivo a empreendi-

mentos considerados relevantes no contexto socioeconômico. O ato ocorreu durante visita ao canteiro de obras. O acordo prevê a destinação de R$ 3 milhões, via compensação de Imposto sobre Circulação de

Mercadorias e Serviços (ICMS), para a aquisição de insumos e equipamentos de fornecedores estabelecidos em Santa Catarina para as obras. A secretaria da Fazenda já tramitou a documentação que concede o tratamento tributário diferenciado. O shopping está sendo construída pelo grupo Tenco Shopping Centers S/A, que detém 56% do controle acionista, em parceria com investidores catarinenses. A estrutura está orçada em mais de R$ 90 milhões. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Regional, Gabriel Ribeiro, o empreendimento representa a ascensão vivida pela Serra Catarinense. “Vários investimentos estão se consolidando, e o shopping surge como um vetor para estimular o comércio e o turismo”, ressalta o secretário. O futuro centro comercial fica às margens da BR 282, próximo ao aeroporto federal. Mais de cem funcionários trabalham no empreendimento, que terá 80 mil metros quadrados, com 180 lojas. Atualmente, os operários estão construindo a laje do pavimento comercial.

Sucatas são transformadas em brinquedos Toninho Vieira

Professores de ciências, artes, educação física e outras disciplinas participaram de uma oficina com o ecobrinquedista Fábio Rohden

O que vem do lixo nem sempre é algo inexplorável. Mesmo com aspecto descartável, com um pouquinho de imaginação e criatividade, o que iria parar na lixeira pode se transformar em objetos com cunho social e, principalmente, alegrar muitas crianças carentes. Assim, brinquedos são confeccionados com materiais recicláveis nas escolas da rede municipal por meio de um projeto da Secretaria de Educação que foca na conscien-

tização ambiental. Professores de ciências, artes, educação física e outras disciplinas participaram de uma oficina para aprender como montar os brinquedos com o ecobrinquedista Fábio Rohden. Ele mostrou que com sucata é possível montar novos e criativos jogos, por exemplo, que se transformam em atrativos recursos pedagógicos e podem ser aplicados nas diferentes áreas de ensino-aprendizagem das crianças.

Os materiais foram resgatados pelas próprias professoras e são, na maioria, embalagens de plástico muito bem lavadas depois de usadas. Utilizando ferramentas como arame, elástico, tesoura e cola quente, o brinquedo está pronto em poucos minutos. “Podemos fazer bonecos, carrinhos, animais e várias outras coisas que a criatividade permitir”, afirma. “Mas os brinquedos precisam ser seguros, muito bem amarrados ou colados, pois crianças pequenas vão brincar com eles”. Fábio é lageano e atualmente reside em Florianópolis. A nova designação, ecobrinquedista, que ele mesmo descobriu há pouco tempo, se tornou um hobby. Às vezes ele realiza trabalhos para o Serviço Social do Comércio (Sesc) da capital. A coordenadora dos projetos ambientais da Secretaria de Educação, Pitch Albuquerque, diz que depois do aprendizado, as professoras levarão a ideia para as salas de aula. “Os brinquedos serão confeccionados junto com os alunos, com participação deles”, fala. “A intenção, além da parte lúdica, é mostrar que materiais que iriam poluir o meio ambiente podem ser reciclados e se tornar coisas interessantes e úteis”.

Daniele Mendes de Melo

Reunião define datas de início do curso de pintor ofertado nos Caics de dois bairros

As pré-inscrições para o treinamento de efeitos decorativos e tintas imobiliárias já estão abertas e podem ser feitas nos Centros de Atenção Integral à Criança (Caics) Irmã Dulce, do bairro Guarujá, e Nossa Senhora dos Prazeres, do bairro Araucária. Os interessados passarão por pré-seleção. Inicialmente os alunos receberão orientações teóricas. Assim que concluírem o aprendizado da teoria, partirão para as aulas práticas. Quem participar terá direito a apostilas, certificado e carteirinha de pintor, comprovando os módulos estudados. A qualificação, destinada para homens e mulheres maiores de 18 anos, terá duração de uma semana. As aulas ocorrem de segunda a sexta-feira, das 19h às 22h. No total, são 15 horas/aula. O treinamento inicia no Caic do bairro Guarujá, no período de 23 a 27 de setembro. No bairro Araucária será entre os dias 21 a 25 de outubro. O curso é destinado para amado-

res e profissionais que já atuam ou desejam aperfeiçoar conhecimentos. Na programação de conteúdos, segundo o empresário Max Ricardo Marin, representante das marcas Tintas Suvinil e Tigre Tubos e Conexões, em Lages e região, há o histórico da empresa Suvinil, com noções sobre componentes das tintas, diferenciações dos tipos de tintas, texturas, abordagem ao cliente, estruturação de orçamento, higienização e desperdícios. Ele garante que, após o treinamento, 100% dos alunos estarão empregados, se ainda não estiverem. “Fora isso, um pintor ‘de mão cheia’, competente e responsável, pode faturar entre R$ 3 mil e R$ 4 mil, de forma autônoma”, calcula. “É uma profissão que dá dinheiro”. E os efeitos decorativos – listras, camurça, bambu, mármore, linho, jeans, palha, lunar, concreto, pátina, aço escovado, craquelado, fundo magnético, madeira e seda –, sofisticados e em alta, prometem também ser grandes atrações das aulas.

Saúde atende no interior O cronograma de atendimentos médicos e odontológicos para o interior do município, no mês de setembro, já foi definido pela Secretaria de Saúde do Município de Lages. Cada localidade será atendida em um dia pré-definido,

das 8h às 12h e das 13h às 17h, com intervalos de uma hora para almoço. Somente os moradores cadastrados nas devidas localidades é que poderão consultar e a marcação das consultas acontece até às 10h.

Cronograma de atendimento para todo o mês 02/09 - Macacos (Unidade Básica de Saúde - UBS) 03/09 - Índios 04/09 - Cedro Alto 05/09 - Lambedor 06/09 - Rancho de Tábuas 09/09 - Sta. Terezinha do Salto 10/09 - Mirante 11/09 - Manfrói 12/09 - Potreiros 13/09 - Bodegão

16/09 - Macacos (escolinha) 17/09 - Salto Caveiras 18/09 - Santa Catarina 19/09 - CDL 20/09 - Morrinhos 23/09 - Passos dos Fernandes 24/09 - Gramado 25/09 - Floresta 26/09 - Entrada do Campo 27/09 - São Jorge 30/09 - Dimas/Cabo de Lança


Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

07


08 Mulheres aguardam exame de mamografia Evento para empreender Cidade

Uma clínica especializada em exames de mamografia foi credenciada para atender as mais de 800 mulheres que aguardam na fila desde o segundo semestre do ano passado. A partir do mês de setembro, será realizada uma média de 300 exames por mês, atendendo a demanda em tempo hábil. A equipe do setor de Saúde da Mulher da Secretaria de Saúde de Lages fará um mutirão para contatar, por telefone, todas as pacientes que possuam a requisição do exame em 2012. O procedimento foi interrompido no ano passado devido a problemas no equipamento do Hospital Teresa Ramos. “Agora a situação será controlada e assim que todas as pacientes de 2012 forem atendidas, passaremos à lista de 2013”, diz a auxiliar ad-

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

Nilton Wolff

Segundo a auxiliar administrativa da Saúde da Mulher, Meiriane Correa Meiriane, a equipe do setor contatará pacientes por telefone

ministrativa da Saúde da Mulher, Meiriane Correa. Neste primeiro momento serão chamadas somente as mulheres com requisi-

ção para 2012. As pacientes que aguardam na fila devem dirigir-se ao setor da Saúde da Mulher para agendar o exame, no terceiro andar da Policlínica Municipal, localizada na rua Governador Jorge Lacerda, no Centro, próximo à Secretaria de Saúde. “É importante que as pacientes confiram a data da solicitação para evitar possíveis transtornos e que sejam encaminhadas com maior agilidade”, explica. Os casos de urgência e emergência não deixarão de ser atendidos. “Estamos trabalhando muito para diminuir cada vez mais a demanda reprimida”, diz Meiriane. Uma das ações é a reforma da sala de raios X e mamografia da Secretaria de Saúde que está em andamento.

Famílias morarão em casas provisórias Arquivo VL

por parte dos empresários. “Está sendo realizado um levantamento sobre as indenizações necessárias para liberar uma das margens do rio o quanto antes”, afirma. “Alguns entraves surgiram em terrenos que são da prefeitura, como no bairro Guarujá, e que precisam ser equacionados”. Início da construção

Famílias tem de ser realocadas para que obras avancem

Para as obras de construção do Complexo Ponte Grande avançarem, muitas famílias que vivem às margens do rio precisam ser realocadas. Devido às dificuldades de encontrar imóveis compatíveis para abrigá-las, através do aluguel social, outra providência será tomada em caráter de urgência. Serão construídas casas provisórias em um terreno particular. A medida será tomada até que o conjunto habitacional que será ocupado definitivamente seja construído. Assim que as habitações estiverem prontas serão realocadas as primeiras 23 famílias. A intenção é liberar um dos trechos da linha de frente da obra, para que os serviços não atrasem. A empresa Melchioretto, de Rio do Sul (SC), executará o serviço e já apresentou o projeto

na Secretaria de Planejamento. Os recursos para a construção das casas são provenientes do aluguel social, destinado para a realocação. O terreno fica ao lado de onde será construído o conjunto habitacional, no bairro Vila Mariza. As casas antigas dos moradores serão desmanchadas. Eles receberão todas as orientações através do trabalho técnico-social desenvolvido pela empresa Prosul. “É uma solução prática para melhor utilizar o recurso do aluguel social, pois estávamos encontrando dificuldades em negociar com as imobiliárias e encontrar imóveis disponíveis para alugar ao valor de R$ 375,00”, afirma o secretário de Planejamento, Jorge Raineski. Quanto às indenizações, o secretário afirma que está havendo uma boa receptividade, principalmente

Esta semana foi conhecida a empresa que vai construir o conjunto habitacional que abrigará definitivamente as mais de 200 famílias realocadas. A Neocon Pré-Moldados é de Chapecó (SC) e venceu a licitação. A Secretaria de Planejamento está analisando o projeto e fazendo as readequações. “O projeto ficou bastante interessante, numa linguagem contemporânea, dentro dos conceitos coerentes de realocação de famílias carentes, mas com qualidade de vida”, diz. No entorno do empreendimento, futuramente, terá um circuito cicloviário que se conectará ao circuito da avenida Ponte Grande, com praças e áreas de lazer. O projeto prevê ainda questões ambientais, como o armazenamento de lixo orgânico para fazer compostagem e cisternas para coleta da água das chuvas. “Aos poucos vamos mudando o conceito dos conjuntos habitacionais destinados às famílias de baixa renda, promovendo mais qualidade de vida e mudando o comportamento de quem não está acostumado a viver em coletividade”, destaca Raineski.

Daniele Mendes de Melo

No mesmo dia haverá divulgação e orientações sobre o Programa Empreender Lages

As atividades da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda serão literalmente transportadas até o bairro São Miguel, no sábado, 31 de agosto, quando será promovida a primeira edição do evento “Desenvolvimento nos Bairros”, das 9h às 15h, na associação de moradores. De acordo com o secretário do Desenvolvimento Econômico, Luís Carlos Pinheiro Filho, a equipe do Banco do Emprego estará recebendo currículos e divulgando as vagas disponíveis. São dezenas de oportunidades em diversos ramos. “Caso o cidadão preferir, poderá levar o currículo pronto de casa, desde que haja uma foto 3x4, além dos dados essenciais, como números de documentos, formação, experiências profissionais”, complementa Pinheiro. No mesmo dia haverá divulgação e orientações sobre o Programa Empreender Lages, que assegura benefícios econômicos às micro e pequenas empresas industriais, comerciais e prestadores de serviços com faturamento bruto de R$ 60 mil por ano, enquadradas nas modalidades Microempreendedor Indi-

vidual (MEI) e Simples Nacional, da Receita Federal. O Empreender Lages possui duas mil empresas cadastradas ativas, beneficiadas com isenção de impostos e taxas municipais – alvarás, certidões, vistorias; formalidade, acesso a linhas de crédito, auxílio contábil com disponibilização de contador durante um ano (para empresas do MEI, com um funcionário, ou do Simples) e cursos de aperfeiçoamento. O gerente de Desenvolvimento Econômico (Empreender Lages), Gerson Raphael de Oliveira Barbosa, acrescenta que o programa contempla somente pessoas jurídicas. Aos empreendedores será explicado como formalizar uma empresa, a abertura de Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), exigências de alvarás para abertura e funcionamento emitidos pelo Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária e Secretaria do Meio Ambiente. “Esclareceremos sobre liberação de créditos junto aos bancos, como os benefícios do Programa Juro Zero”, acrescenta o assessor técnico do Empreender, Cleiton José Fávero Letti.

Ceim vai atender 240 alunos O Centro de Educação Infantil Municipal (Ceim) do Várzea era uma reivindicação da comunidade, pois o bairro ganhou centenas de novos moradores com a implantação do conjunto habitacional Lili e Madruguinha, construído através do programa Minha Casa, Minha Vida, sem ser planejada a demanda. O Ceim, em construção na rua Francisco Felício, está com cerca de 50% da obra concluída. A previsão é de que esteja pronto no início do ano que vem. Toda a estrutura de alvenaria foi erguida e rebocada. Falta o assentamento dos pisos, acabamentos e a parte elétrica e hidráulica. O

Ceim está sendo construído pela empresa lageana Terra Engenharia, que venceu a licitação com um valor de aproximadamente R$ 1,5 milhão, com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – Pró-Infância (FNDE), com contrapartida da prefeitura. Com 1.118,48 metros quadrados, a creche tem capacidade para atender 240 alunos. A expectativa da coordenação da Educação Infantil da Secretaria de Educação com o novo Ceim é amenizar a deficiência de vagas no bairro e adjacências, que cresceu com a implantação do conjunto habitacional.


Cidade

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

Vereadores homenageiam CDL Ernani Fontoura

Presidente da CDL, Nilton Rogério Alves, recebe homenagem do vereador Marião

Algumas das maiores lideranças do comércio lageano estiveram presentes na homenagem prestada pela Câmara de Vereadores à Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) pelos 45 anos da entidade. A solenidade foi proposta pelo vereador Mário Hoeller de Souza (Marião). Além da valorização e dos destaques à atuação da entidade nos últimos anos na defesa dos interesses, prestação de serviços e na busca do desenvolvimento do comércio local, também foram lembrados e agraciados com um título de Honra ao Mérito todos os ex-presidentes da CDL, além do Diretor Executivo, Jhonathan Roberto da Silva, em nome de todos os colaboradores.

Juntamente com o presidente da Câmara, vereador Anilton Freitas, compuseram a mesa de honra da casa o atual presidente da entidade, Nilton Rogério Alves, o vereador David Moro, representante do prefeito Elizeu Mattos, e um integrante do 10º Batalhão de Engenharia e Construção (BEC). No início da Sessão, o serviço de comunicações da Câmara exibiu um audiovisual sobre a entidade a ser homenageada, destacando sua atuação na defesa do comércio, prestação de serviços, bem como falando de sua moderna infraestrutura. Esse material foi produzido pela Tele Câmara. Em seguida, a CDL também apresentou um audiovisual com um pequeno re-

sumo da história do comércio de Lages, produzido por Selio Melim (in memoriam), autor do livro “Reescrevendo uma História”, que rememora fatos relevantes da CDL de Lages. “Quando requeremos esta Sessão Especial nosso intuito não era apenas homenagear uma entidade, seus associados, presidentes, equipe de trabalho. Isto tudo é, sem dúvida, muito importante. Mas nada se compara ao exemplo que todos estes homens e mulheres deram e estão dando à nossa sociedade, que é possível, sim, nos unirmos. E como uma fortaleza defendermos, e quando necessário, lutarmos pelas coisas e causas de nossa gente”, disse o vereador Marião em seu pronunciamento. Ex-presidente da entidade, Antônio Carlos Floriani, falou em nome de todos os homenageados. “Quando Jorge Frank Gaier criou o movimento lojista, há muitas décadas, nos ensinou um grande segredo que até hoje é a síntese do que se busca em todas as CDLs”, falou. “Se eu me reunir com 10 pessoas e contar apenas um segredo. E todos fizerem o mesmo naquela reunião, terei partilhado apenas um segredo. Mas terei recebido outros nove em troca. É o melhor e mais lindo negócio do mundo. Essa é a síntese de todo o movimento lojista: ser solidários e trocar informações para que todos cresçam”.

Domingo iniciam comemorações pela Pátria Domingo, 1º de setembro, iniciam as atividades alusivas à Semana da Pátria, com homenagens cívicas, guarda e arreamento das bandeiras e cinco desfiles oficiais em pontos estratégicos. A solenidade de abertura será às 9h, no calçadão da praça João Costa, com a presença de autoridades civis e militares. As homenagens serão realizadas todos os dias no calça-

dão. A primeira das 9h às 13h, por uma instituição, e a segunda, das 13h às 17h, por outra, alternando entre escolas, grupo de escoteiros e o 10° Batalhão de Engenharia de Construção (BEC). Os alunos ou integrantes de instituições que estarão desempenhando a função de guarda das bandeiras farão sistema de revezamento a cada 15 minutos, de acor-

do com a integrante da comissão organizadora, Pitch Albuquerque. Ainda no domingo será realizado o primeiro desfile oficial, na avenida Camões, no Coral. O evento está marcado para iniciar às 14h, com saída em frente à Igreja do Rosário e dispersão nas imediações do supermercado Bistek. O palanque com autoridades será montado defronte à loja D’Paschoal.

09

Apae: juntos somos mais Convocados pela Federação Nacional, Associações de Pais e Amigos dos Exepcionais (APAES) de todo o Brasil realizam atos em diversas cidades do país com o objetivo de mobilizar a sociedade em prol da manutenção do texto original da Meta 4 do Plano Nacional de Educação (PNE) do decênio 2011-2020, no lugar do substitutivo aprovado no Congresso e que deverá ir à votação ainda este ano. Pensando em um movimento em prol da e pela pessoa com Deficiência Intelectual, a Apae motivou profissionais da área, pais, alunos, colaboradores e comunidade, para uma caminhada/protesto que se deu na tarde de quarta-feira, 28 de agosto, na Praça João Costa. A mobilização, que reuniu cerca de quatrocentas pessoas, teve, por cunho maior, um chamado à população para reflexão e conscientização frente à Meta 4 do Plano Nacional de Educação que prega a inclusão total das pessoas com Deficiência Intelectual de quatro a 17 anos no ensino regular, onde menospreza e minimiza a importância do atendimento oportunizado pela Apae, essa renomada nacionalmente. Sem o subsídio do governo não há como a mantenedora permanecer oferecendo os serviços. Nosso trabalho é pautado na premissa: “a cada um conforme suas necessidades, de cada um conforme suas possibilidades”. Há que se pensar que, em termos de inclusão, o movimento apaeano já trabalha com esses preceitos, não apenas estimulando os alunos para alcançarem as modificabilidades cognitivas de que necessitam, mas leva o trabalho para além dessas, quebrando barreiras e desfazendo estigmas e preconceitos, projetando nossos alunos e incluindo-os no ensino regular (os DI leves e moderados), nos cursos pro-

fissionalizantes e no mercado de trabalho. Pensando assim, torna-se inócua e discordante tal proposta porque somos agentes partícipes da inclusão, mas não comungamos com esta arraigada meta radical de todos até 2016, mas, gradualmente, respeitando as dificuldades e potencialidades, pois pensamos também no amparo àqueles que já ultrapassaram tais idades e àqueles que não apresentam condições de saúde e física para tal; até mesmo porque, após o término do Ensino Médio, eles estarão indo para aonde? Sendo preparados por quem e para que? Pois a plena cidadania não termina aos 17 anos, se começa outra etapa, a vida adulta. Onde se enfatiza ainda mais a importância da Apae e o Centro de Convivência. Analisando que essa situação vigente que vem gerando tanto desconforto em famílias e profissionais é tão somente uma tentativa errônea por parte dos representantes legais da sociedade e das políticas públicas e que tão breve deverá ser revertida, por isso se justifica nossa caminhada e lutamos por este ideal. Confiamos que uma sociedade mais justa de direitos e oportunidades perpassam a errata da máxima matemática porque, quando somados esforços (Ensino Regular e Educação Especial), se divide conhecimentos e se multiplica em ações que se estendem às pessoas com deficiência Intelectual. Pois juntos somos mais!


Economia

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

10

Colombo vai para a China assinar contrato com Sinotruk A fabricante chinesa de caminhões Sinotruk está com o caminho aberto para a construção de uma fábrica da marca em Lages, na Serra Catarinense. A empresa, por meio da sua importadora Elecsonic, foi habilitada nesta semana no Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores (Inovar-Auto), etapa fundamental para continuidade do projeto. O documento foi assinado dia 21 de agosto, pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Fernando Pimentel. Com a medida, a empresa terá direito a benefícios como descontos no pagamento do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os veículos produzidos no Brasil. A unidade de Lages será a primeira fábrica da Sinotruk fora da China. Para o governado, a vinda da fabricante chinesa para Lages é a realização de um sonho. “Vamos gerar emprego e renda e trazer tecnologia em um setor que nós ainda não temos”, diz. “A Sinotruk estabelecida em Santa Catarina reafirma a disposição do governo de incentivar e priorizar uma das

indústrias mais estratégicas, que é a indústria automotiva, uma atividade que gera um movimento econômico muito grande, com desenvolvimento de tecnologia e agregação de valor”. Ele lembra que Santa Catarina estava fora desse mercado. “Com a Sinotruk, a BMW e a GM, entramos definitivamente neste circuito”, acrescenta o presidente da SCPar, Paulo da Costa. “Estamos lutando há bastante tempo para esse projeto e os últimos obstáculos foram superados”, comemora Colombo. “É uma grande notícia para toda Santa Catarina, em especial para a Região Serrana”. Em setembro, o governador Raimundo Colombo e o presidente da SCPar viajam para a China, sede da Sinotruk, para assinar o contrato e criar uma join venture (associação de empresas para explorar o negócio sem perder personalidade jurídica) para o novo projeto. A assinatura está prevista para o dia 6 de setembro. A join venture contará com a participação das empresas Elecsonic, da China National Heavy Duty Truck (CNHT, grupo dono da Sinotruk), e Cotia Trading, além do próprio Governo

do Estado de Santa Catarina, por meio da SC Parcerias. O percentual de participação do Estado ainda não foi definido. Em abril de 2012, o governo catarinense e a montadora de caminhões chinesa Sinotruck assinaram o protocolo de intenções para construção da fábrica em Lages. O presidente da SCPar, Paulo da Costa, diz que o cronograma atual prevê o início das obras em 2014. Os trabalhos devem durar um ano, com o primeiro caminhão sendo fabricado em janeiro de 2015. Durante um semestre, o trabalho na fábrica será em caráter de testes, com os caminhões fabricados em Lages passando a abastecer o mercado a partir do segundo semestre de 2015. A unidade catarinense da Sinotruk será construída no Polo Industrial de Índios, em Lages, ao lado da BR-282. Um terreno com cerca de 150 hectares foi adquirido como parte de um acordo de cooperação técnico institucional firmado entre a SC Par, Secretaria da Fazenda e prefeitura de Lages, para a implantação do polo. O investimento para construção da fábrica catarinense é de R$ 300 milhões. A unidade vai gerar

Divulgação

Formalização da parceria está prevista para o dia 6 de setembro

400 empregos diretos e cerca de 700 empregos indiretos ligados à cadeia de fornecedores. Terá capacidade inicial para produzir cerca de cinco mil caminhões por ano, número que aumentará para oito mil veículos por ano após os três primeiros anos de operação. Em um primeiro momento, os veículos serão produzidos com material importado da China, mas a proposta é chegar ao fim do terceiro ano de operações com até 65% das peças

nacionalizadas. De um caminhão Sinotruk, apenas vidros e pneus não são de fabricação própria da empresa. A proposta da empresa é dar preferência para mão de obra local, por isso também será investido na qualificação profissional. A Sinotruck pretende construir um laboratório no parque industrial e criar cursos específicos, por meio do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), que tem um campus em Lages.


Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

11


12 Aumenta procura pelo ensino técnico Escola espera por móveis Educação

O número de estudantes que optaram por um ensino técnico este ano aumentou em até 50%. Criado em 2011 pelo governo federal, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que tem como meta ampliar a oferta de cursos de educação profissional técnica, de formação inicial e continuada e de qualificação profissional, tem ajudado neste crescimento. Ele vem ganhando força através dos anos. Segundo pesquisa feita pela Faculdade de Tecnologia (Fatecs), 90% dos alunos de cursos técnicos tem empregos. O caminho para a qualificação profissional não se restringe apenas na busca por uma vaga em um curso de graduação. Há alguns anos que os estudantes estão optando por um ensino técnico ao invés de um ensino superior. Foi isso que Ana Carla Pereira fez. Após terminar o ensino médio, ela optou por um ensino técnico. Hoje, é técnica em Higiene Dental. Ana conta que escolheu um curso técnico, primeiro, pelo custo, que é bem menor, e também pela oferta de emprego. “Na época em que terminei o ensino médio o curso

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

Divulgação

Pró-reitora de Ensino da Uniplac, Vera Rejane Coelho

que escolhi tinha bastante vaga no mercado e minha mãe me incentivou a fazer, e também escolhi, pois não queria fazer uma faculdade”, explica ela. Apesar da escolha de Ana ser a da maioria dos estudantes que concluem o ensino médio, o en-

sino superior não sofreu baixa. “A demanda de ingressantes no primeiro semestre letivo são sempre maiores que no segundo semestre”, comenta a pró-reitora de Ensino da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac) Vera Rejane Coelho. “Isto se dá, principalmente, pelo fato de termos a procura dos alunos que concluem o ensino médio neste período”. No segundo semestre, em comparação com os anos anteriores, a Uniplac manteve a expectativa em relação ao número de matrículas, de acordo com Vera. Conforme ela, a Universidade possui uma grande preocupação também com a manutenção dos alunos. “Nós mantemos constantes campanhas para adesão dos acadêmicos em bolsas institucionais e também aos programas de pesquisa e extensão de estudo que são disponibilizados, que proporcionam desconto na mensalidade dos participantes em projetos, facilitando o acesso e a manutenção à educação superior de alunos que talvez não tivessem condições de fazê-lo de forma integral”, diz.

Assessoria/SDR

Secretário de Desenvolvimento Regional, Gabriel Ribeiro, e o prefeito, Flávio da Silva Neto, descerram a fita inaugural

Os 80 alunos da escola municipal Santo Antônio, na localidade Casa de Pedra, em Painel, começaram a usufruir de um novo refeitório. Antes, eles faziam as refeições nas salas de aula ou no pátio. A estrutura foi construída por meio de uma parceria entre o Estado e o município. O Governo investiu R$ 44 mil, e a prefeitura aportou R$ 26 mil, totalizando R$ 70 mil. O secretário de Desenvolvimento Regional, Gabriel Ribeiro, e o prefeito, Flávio da Silva Neto, fala-

ram sobre a importância da escola para as famílias das comunidades que a rodeiam, e projetaram uma nova parceria para a renovação do mobiliário. A escola fica a 22 quilômetros do centro da cidade, e oferece o ensino fundamental, atendendo alunos que residem nas comunidades de Monte Alegre, Farofa, Boa Vista, São Miguel, Faxinal Preto, Campo da Tigela, Curral Falso e Galafras. Eles utilizam o transporte escolar para chegar à instituição.


Educação

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

TCE promove concurso de redação Douglas Santos

TCE na Escola cria hotsite no site da Secretaria Estadual de Educação

O Tribunal de Contas de Santa Catarina publicou no Portal da Instituição, www.tce.sc.gov.br, um espaço para apoiar professores e alunos da rede pública estadual interessados em participar das atividades do Projeto “TCE na Escola”, voltado a fortalecer o debate sobre a fiscalização e a qualidade dos gastos públicos. No hotsite, estudantes e educadores têm acesso às informações sobre o Concurso de Redação, principal ação da iniciativa em 2013, que elegeu o tema “O papel do Tribunal de Contas e do cidadão no combate ao desperdício do dinheiro público”, além de material de pesquisa para apoiar as atividades em sala de aula. Um exemplo é a versão digital do gibi “A Nossa Parte”, que usa a linguagem dos quadrinhos para facilitar a compreensão de temas relacionados aos gastos

dos governos em educação, saúde, transportes, cultura e segurança pública, e a missão do Tribunal na fiscalização. O gibi é uma espécie de convite para o leitor ser parceiro nessa tarefa. O hotsite também disponibiliza a versão digital do folder com “informações ao professor”, vídeo, publicações, as últimas notícias sobre o projeto e outros materiais e fontes que facilitarão a mobilização dos alunos. “O objetivo é mostrar que a defesa do patrimônio público é compromisso de todos”, defende o presidente do Tribunal, conselheiro Salomão Ribas Junior, ao apontar o principal objetivo do Projeto “TCE na Escola” que está na segunda edição. O espaço do Projeto na Internet ainda traz o cronograma das atividades, detalhes sobre a premiação do Concurso de Reda-

ção e a íntegra do regulamento, dados sobre a realização e os resultados da primeira edição da ação, em 2010, e a seção “Fale Conosco”, para facilitar o esclarecimento de dúvidas da comunidade escolar interessada em participar este ano. O “TCE na Escola” é uma iniciativa do Tribunal de Contas de Santa Catarina, desenvolvida em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (SED). Em 2013, o público-alvo são alunos de 6º e 7º anos do ensino fundamental da rede pública estadual, que terão até o dia 13 de setembro para elaborar as redações em sala de aula. O concurso vai premiar os três estudantes classificados em 1º, 2º e 3º lugares e seus professores orientadores, comtablets, e suas escolas, com kits de livros de literatura.

Curso ensina técnicas de primeiros socorros Com o objetivo de oferecer atualização em técnicas de primeiros socorros, por meio de aulas e atividades práticas, a Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac) e o Curso de Enfermagem, realizam o Curso de Extensão de Primeiros Socorros para acadêmicos da área da saúde, e também interessados da comunidade externa com formação na área. As inscrições já estão abertas. O Curso visa ensinar o reconhe-

cimento de situações de emergência e a tomada de decisão. Será ministrado pela professora Camila Rosália Antunes Baccin, na Uniplac, com aulas aos sábados, das 8h às 12h. A certificação total é de 30 horas. As aulas acontecerão nos meses de setembro, outubro e novembro. O valor é de R$ 90, que podem ser pagos em três parcelas de R$ 30 cada. As inscrições devem ser feitas no Setor de Protocolo central.

Mais Informações Estão disponíveis no hotsite www.uniplac. net/primeirosocorros ou solicitadas por mensagens enviadas para o e-mail enfermagem@uniplac. net, ou pelo telefone (49) 3251.1116.

13


Saúde

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

14

Homens fumam mais do que as mulheres Campanha encerra sexta Marcelo Vieira (Pakinha)

Médica pneumologista Fernanda Waltrick Martins

O fumo ou tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo. A OMS estima que um terço da população mundial adulta, cerca de um bilhão e 200 milhões de pes-

soas, entre as quais 200 milhões são mulheres, sejam fumantes. Pesquisas comprovam que 47% de toda a população masculina e 12% da população feminina no mundo fumam. Enquanto nos países em desenvolvimento os fumantes constituem 48% da população masculina e 7% da população feminina, nos países desenvolvidos a participação das mulheres mais do que triplica: 42% dos homens e 24% das mulheres têm o comportamento de fumar. Segundo a médica pneumologista Fernanda Waltrick Martins, é mais fácil um homem deixar de fumar do que uma mulher, pelo fato de serem mais decididos e não terem dúvidas. Adultos que convivem com fumantes vivenciam o mesmo risco de adoecer que de alguém que fuma. Em crianças, a situação se agrava. “Os riscos para uma criança que convive com fumantes é de adquirir doenças pulmonares, em especial se a criança já tem uma doença, por exemplo, asma, e convive com alguém que fuma, ela tende a ter mais crises”, comenta a médica.

O Cigarro é composto por uma série de substâncias, como a nicotina, que é a responsável pelo vício, e algumas cancerígenas. O estrategista digital, William da Rosa começou a fumar quando tinha 18 anos e diz gostar de fumar. “Não sou viciado em cigarro nem fumo por ansiedade, eu tenho prazer nisso”, afirma. Ele conta que já tentou para de fumar, mas não conseguiu. “Eu não quero parar de fumar, não sou uma pessoa que não consegue”, diz. São várias as doenças causadas pelo cigarro, entre elas, câncer de pulmão, de via aérea, faringe, laringe, cordas vocais, esôfago, estômago, intestino, além de doenças cardiovasculares e doenças pulmonares. A médica informa que em Lages há tratamento gratuito para parar de fumar. “Aqui em Lages tem o tratamento do Caps [Centro de Apoio Psicossocial], que funciona muito bem”, fala. “As pessoas se inscrevem a partir de um encaminhamento médico e é oferecido acompanhamento psicológico e psiquiátrico, e ainda é fornecida a medicação”.

As crianças menores de cinco anos devem ser levadas aos postos de saúde para a avaliação da caderneta até sexta-feira, 30 de agosto, data em que encerra a campanha nacional de atualização da certeira de vacinação. O objetivo da campanha é ampliar a cobertura vacinal das crianças e diminuir o risco de transmissão de doenças que podem ser evitadas. Segundo a gerente da Vigilância Epidemiológica, Márcia Spindola, não haverá prorrogação da campanha. Em Lages até o sábado, 24 de agosto, cerca de 3.123 crianças foram levadas pelos pais ou responsáveis até uma unidade de saúde e 1.185 receberam alguma vacina. As salas de vacina no último dia da ação funcionam das 8h às 12h e das 13h às 17h. Já a Vigilância Epidemiológica atenderá no mesmo horário, pela manhã, e das 14h às 18h. A meta é vacinar as crianças que não estiverem com a caderneta em dia. Na campanha,

são oferecidas todas as vacinas do calendário básico infantil: BCG, hepatite B, penta, inativada poliomielite (VIP), oral poliomielite (VOP), rotavírus, pneumocócica 10 valente, meningocócica C conjugada, febre amarela, tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) e DTP (difteria, tétano e coqueluche). As vacinas oferecidas são as mesmas da rotina. Os pais precisam levar a caderneta de vacinação dos filhos. Caso não tenham o documento, a dose das vacinas já dadas à criança deve ser conferida no registro que a Unidade Básica de Saúde mantém. Na falta do registro, os profissionais de saúde seguem o protocolo do Ministério da Saúde, que recomenda recomeçar o calendário de vacinação infantil. As crianças que apresentarem alguma contraindicação para vacinação ou que estiverem com alguma doença febril aguda, serão avaliadas e orientadas quanto à continuidade do esquema vacinal.


Regional

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

15

Prefeitos anunciam contenção de gastos Bazar beneficia Associação Os prefeitos vinculados a Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures) chegaram a um consenso: “acendeu a luz laranja” nas administrações públicas. Um pacote de medidas foi anunciado e nos próximos dias será pedida audiência com o governador Raimundo Colombo para apressar as liberações de recursos até agora prometidas. Será uma forma de enfrentar a crise que já levou alguns prefeitos a demitir secretários e contratados. O que enfatiza o presidente da Amures, Edilson José de Souza, prefeito de Campo Belo do Sul, é que medidas urgentes precisam ser adotadas sob risco de inviabilizar as administrações municipais em poucos meses. O prefeito de Correia Pinto, Vânio Forster, revela que foi obrigado a dispensar sete secretários municipais e quase 40 contratados. “Estamos no limite e sem saída”, afirma. “Até efetivos poderão ser colocados em indisponibilidade como prevê a legislação, caso as contas não se ajustem”, avisa. A possibilidade de fechamento temporário das prefeituras não está descartada.

A ideia é chamar a atenção do governo federal e estadual para a caótica situação que estão caminhando as prefeituras. O que definiram os prefeitos é que todas as medidas extraídas da reunião terão abrangência nos 18 municípios. “As decisões são coletivas e a determinação é dentro da Amures”, reitera Edilson de Souza. “Portanto, deve ser acatado por todos”. Os prefeitos determinaram inclusive, a produção de uma pauta de preço mínimo dos produtos agropecuários da região que são negociados em grande parte sem nota fiscal e com valores aquém dos preços de mercado. Já o prefeito de Urubici, Fidélis Schappo, defende que o Estado isente os municípios da Serra Catarinense da contrapartida de 25% nos recursos liberados do Fundo Social. “Essa contrapartida penaliza os municípios”, acredita. Ele acrescenta que este é um cálculo perverso e impositivo aos municípios. Convênios comprometidos O desequilíbrio financeiro dos

municípios decorre principalmente de obrigações federais e estaduais como contrapartidas. São instituições como Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Centros de Referência da Assistência Social (Cras), Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), Conselho Tutelar e dentre outros, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Epagri) e Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), que acabam incidindo na folha das prefeituras. Ele recomenda, inclusive, a dispensa de pessoal que é mantido pelas prefeituras em cartórios eleitorais ou outras unidades do judiciário. Ao mesmo tempo em que foi listada as contenções de despesas, os prefeitos trocaram informações de como melhorar a performance de arrecadação. E uma delas será fechar o cerco à sonegação fiscal e melhorar o movimento econômico. Também foi sugerida a revisão das execuções e quitação de débitos de contribuintes com a prefeitura.

Divulgação

Bazar ocorre na Apae de Correia Pinto sábado

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Correia Pinto realiza um bazar com mercadorias apreendidas pela Receita Federal doadas pela Delegacia da Receita Federal do Brasil em Lages. O bazar acontece sábado, 31 de agosto, das 9h às 16h, nas depen-

dências da Apae de Correia Pinto, que fica na rua Lauro Müller, 390, no Centro. As mercadorias foram apreendidas em ações de combate ao contrabando e a pirataria realizadas pela Receita Federal em parceria com as polícias Federal, Rodoviária Federal, Militar e Civil.


Geral

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

Blitzes tiram veículos de circulação Marcelo Vieira (Pakinha)

16

Helder Violandi Tendências primavera/verão 2014 Envoltos na correria do dia a dia, diversos fatos nos encantam... E encantamento seria a palavra chave se fosse possível resumir a proposta para a moda verão 2014.

Objetivo da ação é diminuir número de veículos irregulares presentes no tráfego

Há 90 mil veículos trafegando pelas ruas de Lages. Destes, 26% são irregulares. A estimativa é da Diretoria de Trânsito (Diretran) após realizar um levantamento da situação dos carros e motos que andam nas vias da cidade. Para corrigir essa situação, os agentes de trânsito tem realizado blitzes em diversos pontos da cidade. As principais irregularidades verificadas nas blitzes são veículos com placas apagadas, para-choques caindo, documentos vencidos, veículos rebaixados, falta de troca de tarjetas pelas após a transferência, entre outras. “A blitz é uma forma de filtrarmos os veículos em trânsito pela cidade”, diz o diretor de Trânsito, Diego Silva de Oliveira. De acordo com ele, veículos com problemas podem gerar muitos transtornos, como estragar no meio de uma rua de tráfego rápido justamente em um horário de pico, prejudicando a outros motoristas. Além disso, a ação visa buscar os valores devidos pelos contribuintes. A falta de regularização gera um déficit de R$ 6 milhões aos cofres

públicos. O montante corresponde ao imposto que deixa de ser recolhido com o licenciamento veicular e outros encargos devidos pelos proprietários. “Metade desse valor fica com o município e a outra metade com o Estado”, explica o diretor. Em média, 20 veículos são guinchados por semana por apresentar alguma irregularidade. Somando às blitzes realizadas pela Polícia Militar (PM), um total de 200 veículos por mês é levado para o pátio da empresa que presta o serviço para a Diretran. Quem tem o veículo apreendido por causa da documentação que não está em dia paga R$ 191 de multa. Condutores de carros pagam R$ 53 pelo serviço do guincho e R$ 16 pela diária do carro preso no pátio da empresa concessionária. Motociclistas desembolsam R$ 49 pelo guincho e R$ 14 de diária. O valor arrecadado pela Diretran pode ser aplicado somente em sinalização, engenharia de tráfego, de campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito, conforme estabelece o artigo 320 do Código

de Trânsito Brasileiro (CTB). Auxílio da PM O diretor de Trânsito revela que as blitzes são realizadas pelos agentes de trânsito e dois policiais militares responsáveis por cuidar da segurança da ação. “Os agentes não trabalham armados”, justifica. Os principais pontos de fiscalização são em frente à Paróquia Nossa Senhora Aparecida, popularmente conhecida como Igreja do Navio, localizada na Avenida Dom Pedro II, na Avenida Presidente Vargas, próximo ao bairro Penha, na Avenida Caldas Júnior, no bairro Santa Helena, e em frente ao Centro de Educação Infantil (CEIM) Tia Bira, no bairro Triângulo. Diego conta que desde que as blitzes iniciaram se pode notar modificações no trânsito. A meta é intensificar o trabalho para que o índice de veículos irregulares em trânsito não ultrapassem os 11%. “Entre 9% e 11% é o índice que o Detran [Departamento Estadual de Trânsito] aceita”, comenta.

Ela está repleta de feminilidade, sensualidade, cor, elegância e conforto. Nada do que se vê para o próximo verão é morno, nada é monótono ou repetitivo. Continua fortíssima a tendência color block. Cores extremamente intensas nos dão a dica do que reinará nas coleções e nos closets neste próximo verão. A tendência, que une mais de uma cor em um mesmo look, continua com tudo na próxima coleção, fazendo a diferença em sandálias e sapatos de todos os tipos. O color block é uma das principais propostas para um verão radiante, intenso em detalhes presentes nas roupas, sapatos, bolsas e acessórios que garantirão a energia do verão 2013/2014.

Use as cores seu favor Composições color block podem se tornar aliadas femininas, pois são capazes de evidenciar pontos fortes e ofuscar os indesejáveis. Logo, o verde-esmeralda, o amarelo, azul, roxo, alaranjado e o vermelho, por exemplo, se combinam. Equilibre o visual a partir das cores neutras e tons fechados. A regra é: cores claras aplicadas a áreas em destaque do corpo e cores escuras às

regiões onde menos deseja evidenciar.

Dicas de como usar 1. Misturar peças de tons bem vivos com peças na cor nude é garantia de sucesso no look! 2. Para não errar, prefira misturar no máximo três cores extravagantes em uma única produção. 3. Se você não está preparada para ousar no colorido no look todinho, ouse nos acessórios! 4. Peças clássicas, como blazer, são ótimas opções para serem usadas na tendência do color block. Elas garantem looks cheios de sofisticação! 5. Calce os nossos modelos de calçados coloridos e não ande, desfile! Para ficar na moda, sem deixar de lado o seu estilo e personalidade. Aquelas que não gostam muito de misturar cores e preferem apostar em produções mais discretas podem usar calçados coloridos com roupas e acessórios de tons neutros e de cores mais sóbrias. Dessa forma, o destaque e a atenção da produção ficam para os pés. Divirta-se, inspire-se e crie belíssimas produções com toda a riqueza de detalhes que lhe é permitido!


Entrevista

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

17

Música e vida se misturam nas composições de Pedro Freitas Uma composição com mais de 30 anos vem fazendo sucesso no Youtube. A música de Pedro Freitas, Whisky Sem Gelo, tem mais de 40 mil visualizações no site. Composta despretensiosamente por ele e um amigo, é a primeira composição de sucesso do artista. Ele não esperava por isso. Acreditava que outra lhe renderia os frutos que Whisky Sem Gelo tem lhe rendido. Descubra qual na entrevista a seguir.

Arquivo Pessoal

Pedro Freitas tem a música no sangue

Vitrine Lageana - Whisky Sem Gelo é a primeira composição de sucesso? Pedro Freitas – É a primeira. Iniciei a vida na música levando conjunto de baile. Eu tinha carro em uma época em que a maioria dos conjuntos não tinha e eu não era músico. Sempre gostei muito de música. Meu pai tocava violão e eu gostava de ver ele tocar. Depois, eu virei empresário do c o n ju n to e , m a i s t arde, montei conjunto para mim, ‘Os Buenachos’. Esse conjunto me deu muitas alegrias. Gravei dois disco e ganhamos bastante dinheiro. Em 1986 resolvi gravar sozinho e gravei Whisky Sem Gelo. Foi meu primeiro disco solo. Estourei em todo o Brasil.

Vitrine - O que te inspirou a escrever a música? Pedro – Ela tem uma história. Essa música, na verdade, eu não escrevi sozinho. Escrevi com Domingos de Oliveira. Eu contratei o saudoso Sidney Lima para um show em Lages e Correia Pinto, e o Sidney trouxe o Domingos, que era empresário dele, e me pediu para tratar o Domingos com carinho porque a mulher dele foi embora com outro e deixou ele sozinho. Aí eu trouxe ele [Domingos] e fomos na sexta-feira em Correia Pinto, sábado em Anita [Garibaldi] e domingo em Lages. Nós tomamos um litro de uísque e ele me contou a história. Eu disse que tinha uma meia parecida e começamos a letra, e terminamos na minha casa. Tomamos dois litros de uísque. Fiquei três dias

bêbado e nunca mais na vida tomei uísque. O nome da música era para ser Retrato da Minha Paixão. Passou a ser Whisky Sem Gelo. Ela está no yotube pouco há tempo. Gravei em 1986 e até hoje é sucesso. Vitrine - Postar ela no Youtube foi uma estratégia de divulgação? Pedro – Um amigo meu postou. Eu me apresentei no programa do Teodoro e Sampaio, na Rede Bandeirantes. Durante quatro meses o vídeo [do programa] teve 12 mil acessos. Hoje, o vídeo no Youtube tem 40 mil acessos. Foi um amigo de Porto Alegre que colocou. Ele gosta muito dessa música. Vitrine - Esperava que o vídeo tivesse o alcance conquistado? Pedro – Não. Quando gravei, gravei outra muito bonita, ‘Pedido de Amigo’. Calculava que fosse essa que fosse estourar. Ela também é bem acessada.

Agora sou secretário [de Gabinete, do prefeito de Lages, Elizeu Mattos]. Mas sempre vivi das música, embora não seja muito fácil. Tem muita gente que não consegue viver da música. Se analisar, em Lages, é Os Filhos do Rio Grande que se destacaram em todo Brasil e o João Amorim, com os filmes dele. Não sei de mais ninguém. Vitrine - É difícil fazer música no país? Pedro – é difícil. Não é para qualquer um . Inclusive, não me considero compositor, nem perto. Porcaria, qualquer um faz. Agora, fazer algo com começo, meio e fim, e que uma pessoa pare para escutar, tem que ser coisa de fundamento. Vitrine - Alguma vez pensou em desistir da produção musical? Pedro - Não, nunca pensei.l

Eu meio que abandonei quando me envolvi na política. Fui vereador três legislaturas consecutivas e a política exige muito. E eu assumi muita coisa, a presidência do partido, a mesa da Câmara [de Vereadores], e abandonei, em parte. Vitrine – Tem algum projeto em vista? Pedro - Tenho um projeto para 2014. Quero fazer um CD do meu gosto, regravando músicas que gosto de outros artistas e algumas inéditas para lançar em 2014, na Festa do Pinhão. Pretendo, também, elaborar um projeto para fazer um filme documentário mostrando ãs pessoas que às vezes se desacorsoam na vida que se lutar, vence. É só buscar os objetivos. Esta é a intenção. E mostrar nossa tradição, os pontos turísticos da nossa região.

Reprodução

Vitrine - Tens uma longa carreira musical. A música sempre foi uma vocação? Pedro – Gosto demais. Está no sangue. Vivo a música. Gosto de música e gosto de tudo que é estilo. Eu tenho um estilo próprio, entre gaúcho e sertanejo. Além disso, me deu muita alegria. E minha família me incentiva. A minha vida, antes de viver da música, era de chorar. Depois, tudo mudou. Vitrine - a música te sustenta? Pedro – Até poucos dias, sim.

Vídeo do Youtube possui mais de 40 mil acessos


18

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

vmodels.contato@gmail.com

Henrique Beling em um dia especial com modelos da Serra

Clichê, mais chique! com Ana

Beijos Ana Lopes

do Chile, e fez Pós-Graduação Especialização em Dança Cênica na Udesc em Florianópolis/ SC. Ainda dentro deste incrível currículo, atuou nas seguintes companhias: Ballet Stagium (São Paulo/SP), Cia de Danza Contemporânea de Santiago do Chile, Projeto pré-profissional do Teatro Guaíra (Curitiba/PR) e do Grupo da Faculdade de Dança da PUC/ FTG. Trabalhou por nove anos na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil. As modelos fizeram manifestações de agradecimento ao talento dele nas redes sociais.

Fotos Bruno Rosa

também no verão. Sejam grossas, finas, horizontais ou verticais, de todos os jeitos, cores e estilos. Para você, que está um pouco acima do peso e não quer errar na hora de utilizá-las, prefira as linhas grossas e verticais, pois vão alongar sua silhueta, criando uma ilusão de ótica, tanto em calças, shorts, saias, quanto em camisas, blazers e etc. Use as listras a seu favor. Elas vão te ajudar a esconder os quilinhos a mais. Opte também por usar, por exemplo, listras em preto e branco com alguma outra peça colorida. Com certeza vai te deixar mais jovem. Para as que estão no seu peso ideal, está liberado qualquer estilo! Ouse com calças pantalonas, shorts larguinhos, saias longas e curtas. Mas, cuidado para não exagerar nos acessórios, já que a listra chama a atenção por si só. Invista no tradicional look Navy, tendência ligada, e muito, nas listras, o famoso caso de amor entre o vermelho, azul marinho e branco.

Modelo não tem idade. A fofa Laura Mariano Lemos, de 1 ano e 4 meses é exemplo disto. Ela já posa para fotos como se estivesse brincando. Quem sabe estamos olhando para uma futura top model Fotos Bruno Rosa

Pode parecer meio precoce falarmos de primavera - verão 2014, mais não é. Grandes lojas já estão com pré-lançamentos borbulhando cheios de tendências novas, com estampas super coloridas, tecidos fluidos e peças super estilosas, trazendo o que há de mais novo saindo do forno. E o que vem por ai? O que posso usar? Esta é uma pergunta que de cada 10 clientes, 8 me fazem, e minha resposta é sempre a mesma: use o que você gosta, o que você mais se identifica. Mas o que fica mais cool é você utilizar tendências a seu favor. Um exemplo disto é uma tendência já conhecida entre nós! Listras! Elas, que deram suas caras no inverno, vão reinar

Lopes

No sábado, 24 de agosto, a Agência de Modelos V Models teve um convidado especial em sua sede. Henrique Beling, colega colunista neste Jornal, deu uma aula de expressão corporal para as modelos do Curso que a agência está disponibilizando. Henrique é bacharel como bailarino e coreógrafo pela PUC de Curitiba/PR, tem licenciatura como professor de dança também pela PUC, possui curso de Danças Clássicas da Fundação Teatro Guaíra (Curitiba/ PR), fez parte da Escola Nacional de Ballet Clássico de Santiago

Quem estreou muito bem como modelo foi Thuani Kuntze Rodenbusch, 15 anos. Ela fez o primeiro trabalho no último Fashion Hair na apresentação de nada menos que Duda Molinos e chamou a atenção do famoso maquiador e empresário, que rasgou elogios à modelo da V Models. Vindo de Duda Molinos, acredito que a modelo pode se considerar agraciada já no começo de sua carreira. Duda é criador de beleza para os desfiles dos principais estilistas nacionais e diversas campanhas publicitárias das grifes de moda e beleza, e vários importantes editoriais de mídia impressa. É considerado um dos melhores maquiadores do país, detentor de vários prêmios, vencedor de quase todas as edições do Prêmio Avon Color de maquiagem e do Prêmio Abit de melhor maquiador, e ainda foi jurado do programa Brazil’s Next Top Model

A new face, Rafaela Cardoso, 15 anos, que participa do Centro de Treinamento de Modelos da V Models, está dando os primeiros passos como modelo. A bela também participou do último Fashion Hair, realizado pela Lafi, e foi muito bem, sendo destaque de palco na apresentação dos gêmeos cabeleireiros, Maurício e Roberto. Sucesso é o que desejamos


Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

Homem do Campo

19

cesarmissioneiro@hotmail.com

Aninha do Bentão No dia 30 de agosto de 1835 casam-se na igreja matriz de Laguna, Manuel Duarte de Aguiar e Ana Maria de Jesus, na época com apenas 14 anos, uma criança adolescente. É provável que certa pressão familiar apressasse este casamento, pois ela era a terceira filha de uma numerosa família e a mãe, viúva. Por certo, sofriam dificuldades econômicas. O marido, de profissão sapateiro, tinha a alcunha de Manoel dos cachorros. Pacato, gastava o tempo batendo solas, concertando tamancos, pescando. Pelo visto, nem de perto era o tipo de marido que a Aninha sonhara, já que ela tinha como exemplo de homem viril o

pai, que tinha gosto pela aventura, bravateiro e acostumado a lida bruta da vida rural. Por indícios de relatos, em julho de 1839 era provável que o casal não vivesse mais nem em harmonia e nem juntos, já que ela, proprietária de ventre fértil, em quatro anos de casamento não teve filhos. Após a tomada de Laguna pelos farroupilhas, saíram da cidade várias pessoas que, de alguma forma, temiam por sua segurança e honra, principalmente moças e mulheres jovens, mas Anita lá permaneceu sem ter para onde ir e nem marido para garantir-lhe a integridade. Existe a hipótese de que Manoel

Aguiar tenha sido morto na tomada da cidade, já que era integrante da guarda nacional. O desaparecimento do corpo é uma incógnita e a probabilidade de Ana Maria ser viúva deste episódio para frente é muito forte. Garibaldi, revela em suas memórias, sem precisar data, que estavam já há algumas semanas em Laguna quando, no convés da escuna Itaparica, entristecido pela morte dos companheiros, especialmente seu amigo de infância, Edoardo Mutru, de luneta à mão, pesquisando a prainha da barra, avistou uma mulher que lhe chamou a atenção. Foi em terra firme para vê-la de perto. Não a encontrou, mas aceitou o convite de um morador para tomar café em sua casa. Eis que lhe aparece à frente a mulher que vira momentos antes. Impressionado com a coincidência, pronunciou esta frase: “Tu devi esser mia”. Neste momento está selada a súbita paixão que mudaria para sempre a história da simples Aninha do Bentão, a história de Santa Catarina e da própria Itália. Giuseppe Garibaldi estava com

32 anos e era o centro das atenções. Ana Maria, agora com 18 anos, era uma mulher amadurecida pelo infortúnio de um casamento mal fadado de quatro anos e assume toda a sorte futura da paixão mútua que se desenhou. Além do mais, Ana Maria e o tio, Antonio Ribeiro da Silva, eram simpatizantes do movimento revolucionário. Ele teve a casa queimada em Lages a mando do coronel Manuel dos Santos Loureiro, em 1837. Mas é na batalha de Imbituba, em 3 de novembro, que Anita passa pelo batismo de fogo. O convés do Rio Pardo é atingido por uma bala de canhão. Caem Anita e dois marinheiros. Garibaldi corre até a companheira coberta de sangue que, milagrosamente, põem-se em pé sem ferimentos e, ao ser instruída a se proteger no porão, ela retruca: “vou ao porão sim, para acossar os que se acovardaram”. E volta com três marinheiros por diante. Dali a doze dias acontece a batalha que poria fim ao sonho da República Juliana. Na tarde de 15 de novembro de 1839 quase vinte embarcações do

exército imperial, apinhadas de gente e equipamentos, se posicionam na barra da Laguna. Garibaldi estava em terra, bem como Teixeira Nunes e Canabarro. Anita, percebendo o último momento à defesa que se propunha, dispara o primeiro tiro de canhão contra a poderosa frota imperial. Após horas de combate a situação é insustentável e os marinheiros farroupilhas recebem ordens de salvar apenas armas e munição, e queimar os barcos. Garibaldi ordena a dois remadores que põem a salvo Anita e a primeira carga de armas, mas, para surpresa de todos, Anita volta, não só uma, mas doze vezes abaixo da saraivada de balas de tão feroz combate. Qualquer combatente que, por ventura, tivesse este instinto guerreiro, este espírito de contribuição, o destemor imedível pelo cheiro e pela cor da morte, teria no peito quilos de condecorações e honrarias. Seu nome estaria escrito nas lápides, ao pé dos monumentos em todas as praças, em todas as páginas dos livros e o seu heroísmo seria relembrado para sempre por todo o país.


Turismo

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

20

Quanto vale uma boa viagem? BI Porto Seguro

Shutterstock

Setur/RN

1

1

Falésias vermelhas e brancas marcam a paisagem da praia do Rio da Barra, localizada ao norte de Trancoso

Monumento erguido em homenagem ao General San Martín, herói nacional da Argentina

2

3

A Praia de Jenipabu garante diversão com os passeios de buggy por entre as dunas móveis

Fabiano Bachmann fabianobachmann@cvc.com.br

10X

R$

88,

00

SEM JUROS

À vista R$ 880, no hotel Fênix para saída 29/outubro.

Inclui passeio pela cidade e ao litoral sul com as famosas praias do Francês e Barra de São Miguel.

5 dias / 4 noites

10X

R$

94,

00

SEM JUROS

À vista R$ 940, no hotel Reymar Express para saída 23/outubro.

PORTO DE GALINHAS

RECIFE

Inclui passeio em Recife e Olinda.

A grande sensação do Nordeste, eleita a melhor praia do Brasil.

5 dias / 4 noites

8 dias / 7 noites

10X

R$

112,

00

SEM JUROS

À vista R$ 1.112, no hotel Recife Monte para saídas 2, 9, 16/outubro.

10X

R$

114,

00

SEM JUROS

À v i s ta R $ 1 .14 0, n a p ou s a d a Lusitana para saídas 28/setembro, 5, 19, 26/outubro.

FORTALEZA

Inclui passeio pela cidade e Praia de Cumbuco.

5 dias / 4 noites A PARTIR DE

5 dias / 4 noites

MACEIÓ

semana, os destinos próximos, como Balneário Camboriú e Florianópolis, são indicados se você gosta de praias, ou ainda Bento Gonçalves, Gramado, Piratuba e Treze Tílias se você preferir as Serras Gaúcha e Catarinense. São destinos próximos a Lages e com muitas atrações turísticas, e com preços bastante acessíveis! E se você estiver planejando uma viagem mais longa, com pelo menos cinco dias, dentro do Brasil, a sugestão é selecionar algum destino do nordeste brasileiro. Fortaleza, Natal, Salvador, Recife, Maceió e Porto Seguro estão entre as praias mais procuradas e oferecem uma estrutura hoteleira excelente, além de muitos passeios, atrações, comida típica, artesanato, exuberantes praias e belezas naturais que você só encontrará no litoral do nordeste

10X

R$

99, 00

SEM JUROS

À vista R$ 990, no hotel Marbello Ariaú para saídas 15, 22, 29/outubro.

SALVADOR

Inclui passeio panorâmico pelas principais praias.

8 dias / 7 noites A PARTIR DE

Viagens completas com passagem aérea, hotel, passeios e apoio total, com preços imbatíveis, só a CVC oferece.

Inclui passeio pela cidade histórica e transporte gratuito diurno e noturno para a praia e centro da cidade.

A PARTIR DE

É COM A CVC

Quais são os destinos recomendados para as minhas próximas férias? É importante salientar que toda viagem, independente do destino, nasce de um sonho, muitas vezes cultivado há tempos e, quando realizado, quase sempre, compartilhado com a família e com os melhores amigos. Então, vamos sonhar? Se você pretende fazer uma viagem curta, apenas num final de

A PARTIR DE

BRASIL

pelos quatro cantos do mundo. Caribe, Estados Unidos e Europa estão entre os destinos internacionais mais procurados pelos turistas brasileiros. Como está mais barato sonhar e viajar, nestes últimos anos vem aumentando a procura por destinos exóticos como Pequim, Hong Kong, Xangai, Dubai, Abu Dhabi, Jaipur, Nova Deli e Joanesburgo.

PORTO SEGURO

A PARTIR DE

Então, para começar, quanto custa viajar? Realizar o sonho de viajar nas férias já é possível para a maioria dos brasileiros. A queda dos preços médios de passagens aéreas e hospedagem em hotéis, aliada à flexibilidade e formas de pagamento e parcelamento, torna possível planejar novos destinos e também a primeira

viagem para muita gente que até pouco tempo ainda duvidava de que uma viagem de férias poderia caber em seus bolsos. Para onde vale a pena viajar? Você decide! Existem centenas de roteiros e destinos prontos para quem gosta de viajar nas férias. São hotéis, passeios, pontos turísticos e inúmeras atrações especialmente preparadas por profissionais do turismo para melhor atender o turista em cada um dos destinos. As viagens nacionais acabam sendo a melhor opção para os períodos em que o dólar e euro estão em alta. O nordeste do Brasil tem os destinos mais procurados, tanto por turistas brasileiros quanto estrangeiros. Já para viagens internacionais, existem muitos outros roteiros e destinos imperdíveis espalhados

A PARTIR DE

Esta talvez seja uma pergunta que poucos se fazem no momento de planejar e comprar sua viagem, seja para as férias, final de semana ou para um feriado prolongado. A pergunta mais comum, e com toda razão, mesmo quando não feita, mas que ocorre a todos é “Quanto custa?” viajar para este ou aquele destino. Que tal tentarmos esclarecer estas e outras dúvidas sobre a sua próxima viagem?

10X

R$

116, 00

SEM JUROS

À vista R$ 1.160, no hotel Golden Park para saída 26/outubro.

Prezado cliente: preços por pessoa em apartamento duplo com saídas de Florianópolis. Ofertas de lugares limitadas e reservas sujeitas a confirmação. Condições para pagamento em até 0+10 vezes sem juros no cartão de crédito ou em até 1+9 vezes sem juros ou 0+8 vezes sem juros no cheque prédatado ou boleto bancário. Taxas de embarque cobradas pelos aeroportos não estão incluídas nos preços. Reservamo-nos o direito de qualquer erro de digitação ou impressão. Preços, datas de saída e condições de pagamento sujeitos a reajuste e mudança sem prévio aviso devido ao fechamento publicitário em 28/08/2013.

brasileiro. Mas, se você está sonhando com uma viagem internacional, procure planejá-la e comprá-la com bastante antecedência. Assim, você conseguirá prepará-la com mais tranquilidade e aproveitar os melhores preços de hotéis e passagens aéreas. Que cuidados devo tomar ao comprar minha viagem de férias? Dependendo do destino escolhido, cuidados especiais devem ser tomados em relação à documentação para a viagem, transporte aéreo, receptivo, hospedagem, passeios e guias locais. Agentes e consultores de viagem são os profissionais capacitados e indicados para assessorá-lo e ajudá-lo a planejar e comprar o pacote para sua próxima viagem. Tenha uma Boa Viagem!

CVC LAGES Visite nossa loja Via gastronômica Rua Emiliano Ramos, 395 Sala 1

3222-0887 lages@cvc.com.br Horário: Diariamente das 8:30 às 19:00 Sábado das 9:00 às 13:00


Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

21

Evidência

Andrea Bianchini & Mirella Bianchini

Dicas de Mirella Bianchini

As espadrilhas voltaram com tudo e, no verão, se tornam um item indispensável nos looks das fashionistas. O confortável calçado, que virou mania no mundo inteiro, ganha fôlego e dá o ar da graça também no inverno, em novas versões e materiais. A Soulier substituiu a lona, material tão comum na construção das espadrilhas, por renda preta, descartando de vez o visual básico e elevando sua casualidade à máxima versatilidade. A inusitada mistura dos materiais, como a renda e a juta, possibilita seu uso não só no dia a dia como também em um descontraído evento noturno.

Blazer feminino É uma peça curinga de qualquer guarda roupa. Ele consegue tornar aquela produção básica em um look mais fashion e elegante, além de deixar a mulher bem vestida. Antigamente, o blazer era visto como uma peça masculina e só era aceitável as mulheres os usarem se fosse para ir ao trabalho. Repaginado, virou uma tendência e agora ele deixa de ser uma roupa apenas de trabalho e surge com modelagens mais modernas, estruturados e em diferentes cores, ganhando espaço no mundo fashion. Ele pode ser usado em todas as ocasiões, tanto durante o dia quando durante a noite, e combina com quase todo tipo de peças, como saias, vestidos, shorts, jeans. Para compor um look despojado, aposte em uma boa calça jeans skinny com uma t-shirt divertida para quebrar um pouco a seriedade do blazer. Vestidos mais curtinhos, ou então saias de cintura alta, são ótimas opções para formar uma produção mais sofisticada para uma festa ou então eventos importantes. Brinque com estampas, escolhendo algo étnico ou floral no vestido.

Fotos Divulgação

Espadrilhas de renda

Cleverson Bruda comemorando seu aniversario,sua esposa e seu filho lhe desejam muitas felicidades hoje e sempre. Amamos muito você.

Lais Andrade Lima de bem com a vida, comemorou seu niver com a família.

Lindas e elegantes Denise Mello flores e Odete Locatelli


22

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

Vitrine Cultural

Workshop em dança

Divulgação

Henrique Beling hbeling@hotmail.com

Para quem interessar, promovo um workshop de Dança Contemporânea e Clássica para bailarinas e bailarinos acima de 10 anos dispostos a aprender e trocar experiências artísticas.

Música nativista O Show Reginaldo Färber e Grupo apresenta músicas dos CDs da carreira do cantor e violonista Reginaldo Färber, da cidade de Lages. Com três CDs gravados e lançando o quarto trabalho, apresenta músicas com temas falando do campo, da nossa terra e das tradições gaúchas e serranas. No estilo nativista, é um show essencialmente de divulgação deste trabalho autoral que ganha um brilho especial com a participação de excelentes músicos da nossa cidade.

Serviço Workshop Dança Contemporânea e Clássica Ministrante: Henrique Beling (Lages/SC) Data: 1º de setembro Hora: 14h às 15h30 Local: Teatro Municipal Marajoara Ingresso: gratuito

Divulgação

Mostra da Bailarina Domingo, 1º de setembro é o dia em que se homenageiam os profissionais e amadores da dança, arte que mescla postura, força e graciosidade. Para marcar a data, além de agregar conhecimento e técnica, uma bailarina de cada companhia e escola de dança de Lages e região fará uma apresentação

Serviço Reginaldo Färber & Grupo Data: 30 de agosto Hora: 20h Local: Teatro Sesc/ Lages Ingresso: gratuito

Artes na Rua

Serviço

Divulgação

Mostra Dia da Bailarina Data: 1º de setembro Horas: 20h Local: Teatro Municipal Marajoara Ingresso: gratuito

Estão abertas, até o dia 10 de outubro, as inscrições para o Prêmio Funarte Artes na Rua (circo, dança e teatro) 2013. . Ao todo, serão contemplados 70 projetos nas seguintes modalidades: montagem ou circulação de espetáculos de rua; performances cênicas ou intervenções na rua; registro e memória de grupos e suas atividades. O investimento total é de R$ 3 milhões e as premiações variam entre R$ 32,7 mil e R$ 60 mil.

Conferência de Cultura

solo no palco do Teatro Municipal Marajoara, onde irá mostrar todo o seu comprometimento técnico e artístico. A mostra não tem cunho competitivo. O objetivo é que a cada ano, possamos ter mais e mais bailarinas empenhando-se para o evento que fará parte do calendário artístico e cultural.

Alexia Sinclair

Confirmado o apoio à realização do III Fórum de Rede de Pontos de Cultura - I Conferência Livre de Cultura. O evento ocorrerá nos próximos dias 17 e 18 de setembro, no Cinema do CIC em Florianópolis e reunirá 55 Pontos de Cultura do Estado. Marilene Rodrigues / Assessoria de Comunicação FCC

Parabéns pelo seu dia bailarina! (1º de setembro) Que continue, saltando, girando, dançando e encantando a todos com sua graça e dedicação.


Variedades

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

23

Horóscopo semanal Áries 20/03 a 20/04 Nesta semana, o seu planeta regente, Marte, muda o movimento, passando a atuar no signo de Leão, o que enfatiza a criatividade, uma atitude mais confiante, amorosa e generosa aos arianos. Mas deve haver cuidado com a tendência ao egocentrismo e ao orgulho. Touro 21/04 a 20/05 O ingresso do planeta Marte no ponto mais baixo da mandala astrológica taurina reitera a importância de questões familiares e domésticas, vinculadas ao lar e a imóveis. Haverá uma luta em relação a essas questões e à afirmação do que é importante na privacidade. Gêmeos 21/05 a 20/06 A Lua minguante desta semana ocorrerá em seu signo, geminiano, propondo um tempo de interiorização e de reflexão sobre os recentes acontecimentos. Há agora, com um novo movimento de Marte, uma intensificação nos interesses mentais. Câncer 21/06 a 21/07 Ao longo desta semana, o planeta Marte sai do seu signo e passa a atuar em Leão, estimulando a expressão dos talentos e potenciais cancerianos, os negócios, uma nova maneira de lidar com o dinheiro e uma atitude mais assertiva diante dos seus valores. Leão 22/07 a 22/08 O planeta que simboliza a ação, a motivação, Marte, passa atuar em seu signo nesta semana, leonino, um indicativo que você tende a se sentir mais confiante e pode impulsionar novos objetivos e atitudes. Virgem 23/08 a 22/09 A fase lunar minguante, aliada à passagem de Marte pelo signo anterior ao seu, indica que este é o momento de necessárias reflexões aos virginianos, sobre a maneira como têm se comportado emocionalmente e como têm agido.

Libra 23/09 a 22/10 O momento atual enfatiza a relação com amigos, com grupos e o que pode ser feito junto a outras pessoas. Ativa o potencial realizador dos librianos, mas também adverte para tendência a conflitos e confrontos nas amizades. Escorpião 23/10 a 21/11 O planeta Marte passa atuar no setor de carreira e de realização dos escorpianos, impulsionando os seus propósitos profissionais. Mas pode, também, evidenciar uma tendência a conflitos com chefias e autoridades. Sagitário 22/11 a 21/12 Nesta semana, teremos a Lua minguante que ocorrerá no signo oposto ao seu, caracterizando um momento em que você deverá refletir sobre o que deve minguar em seus relacionamentos, as velhas atitudes e padrões que já não servem mais. Capricórnio 22/12 a 21/01 Questões emocionais, que envolvem a sexualidade e negociações ganham ainda mais força nesta semana em que o planeta Marte passa atuar no signo de Leão, impulsionando esta fase de transformações emocionais nos capricornianos. Aquário 21/01 a 18/02 Marte, o planeta guerreiro, passa a atuar no signo oposto à Aquário, impulsionando as parcerias e relacionamentos, mas chamando a atenção para tendência a confrontos nas relações. Você deve respeitar a individualidade alheia e deve evitar atitudes competitivas. Peixes 19/02 a 19/03 Novas energias e situações na vida profissional dos piscianos estão estimuladas a partir do novo movimento do planeta Marte. As atividades criativas, um maior dinamismo no cotidiano e os cuidados com a saúde são fundamentais neste período.

Somos Todos Um

http://somostodosum.ig.com. br/horoscopo/


Utilidade Pública Cleber de Souza Borges Tenente Coronel PM

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

24

(Perguntas ou sugestões enviem um e-mail para a Redação ou para cleber.s.borges@hotmail.com, ou visite o blog www.clebinho-oazedo.blogspot.com.br)

A desmilitarização das Polícias Militares - considerações A desmilitarização das Polícias Militares é um assunto recorrente, já há alguns anos, em diversos meios acadêmicos e policiais, por isso mesmo deve ser melhor estudado. Infelizmente, o conhecimento das pessoas sobre o tema, na verdade, é muito pequeno e limitado, justamente porque geralmente repercutem o que “ouviram dizer” de outros, inclusive dos ditos especialistas que, na maioria das vezes, sem possuir o domínio completo do tema, acabam por influenciar as pessoas menos avisadas. Essas pessoas acabam concordando com estes especialistas sem realizar um estudo mais profundo e juntam-se a eles para afirmar que o modelo de polícia brasileiro dever assim ou “assado”. Contudo, para chegar a um entendimento mais apurado sobre a desmilitarização é necessário um

estudo mais detido, observando a história das Polícias Militares brasileiras e atentando para o caráter meramente retórico de certas afirmações. É de se notar que as Polícias Militares são umas das instituições mais antigas do Brasil, sendo a de Minas Gerais fundada no ano de 1775, a do Rio de Janeiro em 1809, a da Bahia em 1825, a de São Paulo em 1831, a de Santa Catarina em 1835 e aí por diante. É de se notar que quase todas as PPMM tiveram sua fundação na primeira metade do século XIX, antes do aparecimento de muitas instituições públicas e particulares. É possível dizer que as Polícias Militares são as únicas instituições policiais que participaram de praticamente todos os fatos históricos da formação nacional, sempre evoluindo com o país e adaptando-se aos mais diversos

regimes, governos e sociedades. Estava presente na época do Brasil Colônia, atravessou o Império, a República Velha, o Estado Novo, a Ditadura de Getúlio Vargas, o Governo Militar e a redemocratização pós 88, com o advento da Constituição dita cidadã. Dentro das instituições, a discussão sobre a “desmilitarização” das polícias ostensivas brasileiras sempre gera polêmica e discussões acaloradas. Parte dos policiais entende que esta é uma medida que gerará um afrouxamento perigoso, gerando indisciplina e quebra da ordem estabelecida(?). Outra parte defende a desmilitarização como um arejamento do ambiente de trabalho, uma tentativa de aquisição de dignidade e voz. Há, também, aqueles que visualizam o que chamam de “desmilitarização” como a inexistência

de regras, fiscalização e controle. Por fim, ouve-se a sociedade que, por não conviver no cotidiano das instituições, fala de desmilitarização apenas na perspectiva de quem sente a opressão bélica praticada por policiais militares nas ruas. Por mim, de modo geral, defendo Polícias Militares com direito à liberdade de expressão e à manifestação sindical, desvinculação das forças armadas (que possuem vocação e missão distinta das polícias), extinção de medidas administrativas disciplinares medievais como a detenção, moralização ética, iniciando pelos desvios percebidos nos escalões superiores, e intolerância com desrespeitos ao cidadão, notadamente os ocorridos em vielas de periferias com público de cor e classe social bem definida. Antes de iniciar qualquer debate, é preciso dar um passo atrás e, consensualmente, definir o objeto

da discordância: desmilitarizar é acabar com o acatamento às regras, é permitir o desrespeito às ordens funcionais? É, em termos populares, permitir que tudo vire “mangue”? Sem definir o que seja militarismo nas PM’s sempre haverá quem tenha esta interpretação propositadamente, visando desqualificar os argumentos legítimos. Dos elementos acima, conclui-se que há polícias “militares” não só entre as polícias militares. Polícias civis, guardas municipais e outras instituições também estão “militarizadas” em certos aspectos. Mexer nestes elementos é simples, fácil? Nem um pouco. O cartaz levantado nas ruas é bem mais pesado do que se imagina.

Fontes: http://marlonteza.blogspot.com.br/ http://abordagempolicial. com/2013/03/desmilitarizar-e-virar-mangue/


Segurança

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

25

Relatório indica medidas de proteção Capacitação contra drogas A presidenta Dilma Rousseff recebeu, no Congresso Nacional, o relatório final da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Violência contra a Mulher, e disse que utilizará as propostas para implementar políticas de Estado no setor. Dilma elogiou o trabalho do Congresso e disse que trabalhará com todos os Poderes e com os movimentos sociais para fortalecimento dos aparatos institucionais de proteção às mulheres. “As mais de mil páginas desse relatório, fruto de 18 meses de trabalho do Congresso Nacional,

contam histórias trágicas, que devemos repudiar, que nos emocionam, que nos afetam, e que têm de nos fazer agir com toda nossa determinação para coibi-las”, afirmou a presidenta. “Trazem também um diagnóstico e um elenco de propostas, o que é muito importante”. Segundo Dilma, as propostas do relatório serão implementadas nos próximos passos, para que as mulheres vítimas de violência encontrem apoio e proteção na estrutura do Estado. “Assumo o compromisso de, desde já, utilizar os subsídios concretos contidos

neste relatório para implementar políticas combater a violência contra as mulheres”. Dilma disse que no dia 8 de março de 2014, Dia Internacional da Mulher, devem ser inauguradas as primeiras casas da Mulher Brasileira. Quando lançou, em março, o Programa Mulher, Viver sem Violência, Dilma disse que cada uma dessas casas contará com serviços como delegacias especializadas, defensorias públicas, juizados especiais e equipes de psicólogos e assistentes sociais, além de alojamentos e brinquedotecas.

PM e prefeitura combatem o vandalismo Toninho Vieira

Prefeito Elizeu Mattos (centro), major Fernando dos Anjos (de farda) e procurador do município, Fabrício Reichert, definiram ações

Uma ação conjunta entre a prefeitura de Lages e a Polícia Militar (PM) está decretando, no município, tolerância zero contra as ações de vandalismo. “Está muito alto o índice de destruição do patrimônio público”, afirma o prefeito de Lages, Elizeu Mattos. “A partir de agora, quem for flagrado irá pagar pelo dano”. Toda e qualquer ação de vandalismo praticada na cidade e que tiver os autores identificados, terá encaminhamento de uma ação criminal

junto ao Ministério Público Estadual (MPE) e outra de indenização a ser aberta pela Procuradoria-Geral do Município (Progem). “Além de responder criminalmente pelo dano ao patrimônio público, o autor do vandalismo será alvo de uma ação de ressarcimento do erário municipal”, afirma o procurador-geral do Município, Fabrício Reichert. No caso dos autores serem menores de 18 anos, os pais ou responsáveis legais responderão aos processos. As primeiras ações neste sentido

já estão sendo protocoladas. São contra os responsáveis por um casal de adolescentes flagrados, na madrugada de domingo, 25 de agosto, promovendo a destruição de um ponto de ônibus na avenida Dom Pedro II, nas proximidades da Escola de Educação Básica (EEB) Lages (Colégio Industrial). “A Polícia Militar identificou os jovens infratores e vamos cobrar dos responsáveis o valor gasto com a recuperação do patrimônio destruído”, adianta Fabrício. O major Fernando dos Anjos informa que, também no domingo, nas imediações do estádio municipal Vidal Ramos Júnior, um motorista furou uma barreira policial e colidiu contra o meio-fio, causando danos no local. “Ele foi multado na hora e agora estamos encaminhando os dados para que a prefeitura realize a cobrança dos danos causados ao patrimônio público”, explica. A polícia vai utilizar principalmente a câmera de videomonitoramento para identificar vândalos.

Carteira de Identidade terá novo modelo A Carteira de Identidade no Estado de Santa Catarina está mudando. A Secretaria de Segurança Pública (SSP), por meio do Instituto Geral de Perícias (IGP), está modernizando o formato e a maneira de impressão do documento. A nova carteira terá um formato semelhante às carteiras que os estados do Rio Grande do Sul e Paraná já confeccionam há algum tempo. Segundo o diretor do Instituto de Identificação (II), perito criminal José Augusto Koerich, as carteiras no modelo antigo tem validade

indeterminada e não precisam ser substituídas. “As taxas cobradas pela carteira continuam as mesmas, bem como as instruções de levar duas fotos 3x4 e certidões de nascimento ou casamento para que não haja descontinuidade no serviço prestado, já que o novo formato ainda não consegue absorver toda a demanda”, observou Koerich. Elementos de segurança que no modelo atual ficavam sob a plastificação total, agora podem ser avaliados por todas as pessoas que irão receber este documento.

A foto, assinatura e digital serão impressas na nova carteira. O Instituto de Identificação (II) da Capital já está emitindo neste novo formato desde o início de agosto como projeto piloto, testando assim as potencialidades do sistema. Em um primeiro momento, somente a Capital está imprimindo as novas carteiras em novo formato. Em breve outras cidades serão incluídas no processo, imprimindo novos documentos através dos prontuários gerados no interior.

Reprodução

Curso é gratuito. Inscrições estão abertas no site Fé na Prevenção

Estão abertas as inscrições para a segunda edição do curso gratuito de prevenção do uso de drogas para instituições religiosas e movimentos afins, promovido pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça. O curso vai capacitar 15 mil pessoas que desempenham papel de lideranças religiosas ou que atuam em movimentos afins, para ações de prevenção do uso de drogas e outros comportamentos de risco e na abordagem de situações que requeiram encaminhamento às redes de serviço. O curso é realizado à distância, com duração de três meses e certificação de extensão universitária pela Universidade Federal de São Paulo. A capacitação trata de temáticas relacionadas ao conceito e à classi-

ficação de drogas, além de técnicas de abordagem, intervenção breve, formas de encaminhamento e entrevista motivacional na prevenção do uso de álcool e outras drogas. A primeira edição do curso capacitou cinco mil lideranças religiosas de diferentes doutrinas e movimentos afins. A iniciativa pretende ampliar as ações de pessoas que já atuam na prevenção ao uso de drogas, por meio da sistematização de conteúdo técnico atualizado com fundamentação científica. Os alunos receberão todo o material didático no endereço residencial e serão acompanhados por tutores especializados e serviço telefônico gratuito, para dúvidas e orientações. As inscrições podem ser realizadas pelo site fenaprevencao. senad.gov.br.


Esporte

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

Times garantem vaga na Copa do Brasil Fábio Borges/VIPCOMM

Botafogo e Flamengo voltam a se enfrentar em setembro

Apoteótico. Essa é a palavra que descreve o que se viu no Maracanã. O Flamengo e mais 53 mil torcedores vibraram com a classificação de 1 x 0 contra o Cruzeiro, e marcaram o início de uma nova era dos rubro-negros, que vai muito além das

cifras e o consórcio que administra o maior estádio brasileiro. O técnico Mano Menezes, no final da partida, se emocionou. Outro classificado foi o Botafogo, que empatou com o Galo mineiro em 2 x 2 e garantiu também a vaga, pois havia derrotado

26

o Atlécico-MG por 4 x 2 na primeira partida. Uma das partidas das quartas de finais já está definida. Botafogo e Flamengo se enfrentam nos dia 23 e 30 de setembro. Promessa de Maracanã lotado, com um espetáculo digno do grande futebol brasileiro dos velhos tempos. Outro classificado foi o Grêmio, que derrotou o Santos por 2 x 0 na Arena. A Luverdense não resistiu à pressão e, apesar da vitória na primeira partida contra o Corinthians, foi derrotada no Morumbi por 2 x 0. Corinthias e Grêmio fazem a outra quarta de final. O Atlético-PR marcou três gols e foi superior ao Palmeiras, que não balançou a rede, e espera por Inter ou Salgueiro. A vantagem é do colorado que venceu o adversário por 3 x 0 na primeira partida e joga fora de casa. O Fluminense jogou muito mal e não resistiu ao Goiás, perdendo de 2 x 0. Deve ser o único carioca fora das quartas de finais, já que o Goiás espera o vencedor de Vasco x Nacional. Na primeira partida o Vasco venceu por 2 x 0. Pode perder até por 1 x 0 que se classifica.

17ª rodada do Brasileiro começa sábado petição, recebe o Atlético-PR e a Portuguesa enfrenta o Bahia no Canindé. Fluminense e Santos se enfrentam também no sábado, às 21h, no Maracanã. No domingo, 1º de setembro, a emoção fica por conta dos dois grandes clássicos entre cariocas e paulistas. O Botafogo recebe, no Maracanã, às 16h, o São Paulo, em busca de mais uma vitória sob o comando de Luís Fabiano e espantando a crise. No Pacaembu,

Quatro jogos começam às 18h30 de sábado, 31 de agosto. O Grêmio, que vem de três vitórias seguidas e é o terceiro da competição, enfrenta a Ponte Preta na Arena. O Goiás, em 10º lugar, recebe o Atlético-MG, no Serra Dourada. Este, eliminado da Copa do Brasil, pelo Botafogo, jogo todas as fichas no Brasileirão para, pelo menos, garantir novamente uma vaga na Libertadores. O Náutico, lanterna da com-

o Corinthians recebe o Flamengo, num jogo que promete muita polêmica, já que o Ministério Público tenta, por meio de uma ação cautelar, proibir a entrada das torcidas organizadas para evitar os incidentes violentos que vem acontecendo nos estádios. Completam a rodada Vitória e Criciúma, no Barradão. O Coritiba enfrenta o colorado no Couto Pereira e Cruzeiro e Vasco encerram a rodada no Mineirão.

Tabela do Campeonato CLASSIFICAÇÃO

P

J

V

E

D

GP

GC

SG

%

1 Cruzeiro 2 Botafogo 3 Grêmio 4 Atlético-PR 5 Corinthians 6 Coritiba 7 Bahia 8 Internacional 9 Vitória 10 Goiás 11 Vasco 12 Atlético-MG 13 Santos 14 Flamengo 15 Fluminense 16 Criciúma 17 Ponte Preta 18 São Paulo 19 Portuguesa 20 Náutico

31 29 28 27 26 24 23 23 22 22 20 19 19 19 18 17 15 14 13 8

16 16 16 16 16 16 16 15 16 16 16 15 14 16 16 16 15 15 16 14

9 8 8 7 6 6 6 5 6 5 5 5 4 4 5 5 4 3 2 2

4 5 4 6 8 6 5 8 4 7 5 4 7 7 3 2 3 5 7 2

3 3 4 3 2 4 5 2 6 4 6 6 3 5 8 9 8 7 7 10

33 27 22 28 15 20 15 27 21 17 23 15 16 17 19 21 18 15 18 8

14 19 15 22 7 17 16 24 23 21 27 19 12 17 22 28 24 18 26 24

19 8 7 6 8 3 -1 3 -2 -4 -4 -4 4 0 -3 -7 -6 -3 -8 -16

64.6 60.4 58.3 56.2 54.2 50 47.9 51.1 45.8 45.8 41.7 42.2 45.2 39.6 37.5 35.4 33.3 31.1 27.1 19

Supletivo Expressão Termine seus estudos de forma rápida e com qualidade

fone: (49) 3225-4088 APRESENTANDO ESTE CUPOM A MATRÍCULA É DE GRAÇA


Esporte

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

Werley evita bronca em casa com gol Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Werley comemora gol pelo Grêmio contra o Santos

Ao marcar o segundo gol da vitória sobre o Santos, Werley não garantiu apenas a classificação do Grêmio nas quartas de final da Copa do Brasil. Se livrou de uma bronca em casa. A homenagem ao primeiro filho com Renata – o tradicional dedo na boca imitando um bico e a bola embaixo da camiseta, simulando barriga de grávida – atendeu ao pedido de toda a família. Não foi à toa que o zagueiro definiu o lance como o mais importante

da carreira. É de um mês a gravidez. Werley tem 24 anos. E são muitos gols para um defensor. Só pelo Tricolor, 14 - cinco deles em 2013 - em 87 jogos oficiais. “Estava no lugar certo, na hora certa”, diz. “Dediquei à minha esposa e ao nosso filho que está por vir”. A boa fase do sistema defensivo, que não sofre gol há duas partidas, tem explicação no esquema 3-5-2. Para Werley, em especial, retoma uma caminhada que co-

meçou diferente na temporada. Suspenso na Libertadores, disputou o Gauchão com os reservas. “Não fiz os mesmo treinos dos demais colegas”, recorda. “Mas sempre me senti bem”. Será com ele, como futuro pai e de bem com a vida, que o Grêmio enfrentará o Corinthians nas quartas. O confronto começa só em outubro. Antes, portanto, há o Brasileirão. O próximo jogo é contra a Ponte Preta, sábado, 31 de agosto, na Arena.

Inter poupa ataque contra o Salgueiro Alexandre Lops/AI Inter

Forlan desfalca o time para defender o Uruguai nas eliminatórias pela Copa do Mundo

Podendo até perder, por 2 x 0, o Inter preferiu poupar o ataque para o jogo da Copa do Brasil. Diego Forlan, D’Alesandro e Leandro Damião farão somente trabalhos físicos, no Beira Rio, e

nem viajaram com a delegação, permanecendo no estádio. A ideia do técnico Dunga é poupá-los, já que são responsáveis por 45% dos gols da equipe, e a situação no Campeonato Brasileiro do Inter

é delicada. O time está há seis jogos sem vencer no Brasileirão. O trio deve se encontrar com a delegação colorada no sábado, 31 de agosto, em Curitiba, para enfrentar o Coritiba pela 17ª rodada do Campeonato domingo, 1º de setembro, às 16 horas, no Couto Pereira. Ambos os times vivem uma situação parecida. O Inter está em 8º lugar, com 23 pontos, e o Coritiba, em 6º, com 24 pontos. O time colorado e o paranaense ainda não mostraram um futebol regular, e uma vitória para o Inter o deixaria com 26 pontos e com um certo conforto para o próximo jogo, que será contra o Corinthians, no Estádio do Vale. Já é certo o desfalque de Forlan, que deixa o Inter para defender a seleção do Uruguai, em duas partidas válidas pelas eliminatórias da Copa do Mundo.

27


Esporte

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

Internacional enfrenta o NEC domingo Celso Aurélio

28

CA Esportes Por Celso Aurélio

Tem que melhorar A primeira partida do Internacional de Lages diante da torcida deixou claro que a equipe precisa melhorar dentro da competição. O empate com o Jaraguá, aos 46 minutos do segundo tempo, deixou claro que alguns setores do time colorado precisam ser reforçados e melhor trabalhados, A equipe espera a primeira vitória no estadual diante da torcida

A equipe do Internacional de Lages joga no domingo, 1º de setembro, no Estádio Municipal Vidal Ramos Junior, contra a equipe do NEC. A partida é válida pela quinta rodada do campeonato Estadual da Divisão de Acesso (Terceira Divisão).

Para se preparar para a partida a equipe lageana treinou fisicamente durante a semana sob o comando do técnico Nazareno Silva. Na primeira disputa em casa, diante da torcida, o time colorado não foi bem. Empatou em 1x1 com o Jaraguá no domingo, 25 de agos-

Subindo o Morro Celso Aurélio

to. A partida está marcada para as 15h39. O Internacional ocupa a terceira colocação na tabela de classificação da competição. A direção colorada espera um bom público no estádio municipal para prestigiar a partida.

Futsal Sub 17 obtém vitória no Estadual Celso Aurélio

entre eles o ataque e meio de campo. Apesar do mal tempo e das condições precárias do gramado do estádio Vidal Ramos Junior, não podemos mascarar a realidade: a equipe tem que se aprimorar e apresentar um melhor rendimento. Pensemos nisso enquanto é tempo.

Moradores do morro grande não sabiam o que estava acontecendo no topo da escadaria, pois saiu a notícia de que o subtenente Lamin, do 6º Batalhão de Lages, estaria subindo o morro. Algumas pessoas da comunidade acharam que era até um treinamento militar sendo executado. Mas, na verdade, era o subtenente que subiu o morro para treinar e lapidar os seus katas ao ar

livre. O militar, além de estar se preparando para obter a faixa preta, também aguarda a vinda do avaliador, que Reside no Rio de Janeiro (RJ). O policial pertence à academia de Artes Marciais Impacto Total, que tem à frente dos trabalhos o instrutor Claudio Kroitts. O professor fala que depois que o Lamin passar no primeiro módulo, aqui em Lages, irão ao Rio Janeiro (RJ). Valeu galera, até aproxima edição.

O time lageano faz boa campanha na temporada

Jogando pelo returno da terceira fase do estadual Sub 17, a Ki-Bola Futsal venceu as partidas disputadas no fim de semana, em Lages, pelo Campeonato Estadual, no giánsio de esportes Jones Minosso.

A equipe venceu as três disputas que enfrentou. Contra o Nova Itaberaba, venceu por 3x0. Ao enfrentar a equipe de Rio do Sul, levou um gol, mas fez dois, conquistando a vitória. O 3x0 se repetiu no jogo contra o

Seara Futsal, que não teve chance de levar a bola até a rede do gol. A Ki-bola está entre as oito melhores do Estado e aguarda a divulgação da tebela da próxima fase da competição.


Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

29


Esporte

Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

30

Marcada data do Circuito Sesc em Lages Xadrez quer título na Olesc Divulgação

Divulgação

O evento visa incentivar a prática de atividades físicas Lages busca manter a hegemonia da competição

No sábado, 21 de setembro, Lages recebe o Circuito Sesc de Caminhadas e Corridas, evento que tem o objetivo de incentivar a prática de atividades físicas e a adoção de hábitos saudáveis. A programação inicia às 8h30 com a entrega de kits, que encerra às 14h. A largada está prevista para as 15h30, no Sesc em Lages. Homens e mulheres disputarão provas de cinco e 10 quilômetros, e de revezamento (4x 2,5 quilômetros). Haverá, ainda, a competição infanto-juvenil. E a caminhada é aberta a todas as idades. Em meio à programação, o Sesc oferece serviços de saúde, avaliações físicas, atividades recreativas e culturais. Ao todo, o Circuito é composto por 18 etapas municipais, e uma final estadual, em Florianópolis (SC). Além de medalhas e troféus, os comerciários vencedores em cada cidade ganham uma viagem para participar da etapa final na

capital catarinense, no dia 1º de dezembro. A expectativa é reunir mais de 10 mil pessoas em todo o Estado. As inscrições para a etapa de Lages estão abertas até o dia 18 de setembro, no site sesc-sc.com.

br/circuito. Quem for participar das provas de corrida pagam R$ 10 (comerciários e depentendes) e R$ 20 (comunidade). A participação na caminhada é gratuita, mas quem quiser contribuir de alguma forma, pode doar um brinquedo.

Serviço Circuito Sesc de Caminhadas e Corridas – Lages Data: 21/09/2013 Horário: - Das 8h30 às 14h: Entrega dos kits - Das 14h às 15h20: Concentração - Das 15h20 às 15h30: Alongamento - 15h30: Largada da corrida - 15h40: Largada da caminhada Data de limite para inscrição: 18/09 Local: Sesc em Lages Av. Dom Pedro II, 1.693 – Universitário Mais informações: (49) 3222.3936

Tênis de mesa encerra etapa do Jesmel Os Jogos Escolares do Sistema Municipal de Educação de Lages (Jesmel) teve continuidade com a modalidade tênis de mesa, nas categorias sub-13 e 16, masculino e feminino. Na terça-feira, 27 de agosto, no ginásio Jones Minosso, foi realizada a final com a premiação dos primeiros colocados. Teve a participação de 120 alunos/atletas, de 14 Escolas Municipais de Educação Básica (Emebs). A competição foi organizada em forma de eliminatória – cada dupla vencedora disputava com as demais, sob a coordenação de Cleonir Costa.

Os estudantes que conquistaram os três primeiros lugares receberam medalha e a escola campeã levou um troféu. A aluna Liliana de Souza conquistou uma medalha. Ela joga tênis de mesa desde o ano passado e esperava um bom resultado. “Fiquei bastante focada nos treinos”, conta. “Gosto muito desse esporte”. Por exigir disciplina e muita concentração, o tênis de mesa é um dos esportes favoritos da garotada nas escolas municipais. “A modalidade apresenta muitos benefícios aos alunos e já está dentro do cronograma

das aulas de educação física, mas mesmo fora do horário de aula eles gostam de treinar”, garante o professor Paulo Grepan. Chegar a um bom resultado no Jesmel é uma das metas de todos os professores de educação física, que esperam o ano todo para inscrever seus alunos em alguma modalidade e mostrar o talento dos estudantes. “Permanecer mais tempo em uma mesma escola ajuda o professor na busca de resultados, pois mantém uma sequência e progressão nos treinamentos”, destaca o professor Flavio Rosa Liz.

A equipe Lages Xadrez Clube/ FME estará em Caçador, entre os dias 1º e 5 de setembro, disputando a edição 2013 da Olimpíada Estudantil de Santa Catarina (Olesc). A competição reúne 54 equipes no masculino e no feminino. As melhores equipes recebem troféus até 3º lugar e os destaques individuais ganham medalhas pelo desempenho por tabuleiro. O confrontos acontecem no Clube das Bochas, com o Congresso Técnico marcado para dia 31 de agosto, sábado, 17h. De Lages, 12 enxadristas estarão presentes, defendendo o vice-campeonato geral no masculino, conquistado em 2012, em Criciúma. Ao todo, foram 12 medalhas que a equipe lageana conquistou, somando os desem-

penhos individuais e por equipes. A equipe Lages Xadrez Clube/ FME será composta por Felipe Garcia da Luz, capitão da equipe, Leonardo Fernandes Borges e Leonardo Abreu (ambos do Cedup), Pedro Godoy e Jonatan Machado (ambos da Escola Municipal Ondina Neves Bleyer) e Yan Henrique Cordeiro (Univest). No feminino, Lara Carsten Morales Porto (Capitã), e as irmãs Isadora e Rafaela Brandão (todas do Colégio Energia), Mariana Wolff Rossi (Centro Educacional) e Mariana Velho dos Santos (Bom Jesus Diocesano) são as representantes da cidade na competição. A equipe Lages Xadrez Clube/FME espera conquistar mais medalhas para a cidade e o troféu de Campeão.


Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

31

Vitrine do Pakinha marcelopakinha@vitrinelageana.com.br

Casal apaixonado, Moamar e Paula

Dale Inter. Casais nas cabines curtindo o jogão

Entraram em campo e deram um show à parte

Kathelen de Carvalho Camargo, 11 anos, está fazendo curso de teatro na Viva Lages e quer ser modelo. Boa sorte

Valentina e Márcia tocando e cantando

Rapaziada em confraternização no Bar Costaneira

Galera da imprensa. Passando o jogo ao vivo na Imagem TV

Grande Celio, da Honolulu, presidente do Inter, Zezé,conselheiro Anacleto,Charlão, secretários Hampel e Armando nas cabines do estádio

Zumiro, da Cacau Show, Joel, do Ipiranga, Maickon, Helder, Cléo Violandi e Fernando, da AVD, no Jogo do Leão da Serra


Lages, 30 de agosto de 2013 - Ano 3

Previsão do tempo

32

DESTINOS NACIONAIS E CRUZEIROS COM PREÇOS IMBATÍVEIS NA CVC Pacotes pelo Brasil com passagem aérea, hotel, passeios e cruzeiros nacionais e internacionais, com apoio total que só a CVC oferece.

10X

R$

88,

Inclui passeio pela cidade e ao litoral sul com a praia de Pirangi

5 dias / 4 noites A PARTIR DE

A PARTIR DE

5 dias / 4 noites

NATAL

80

10X

R$

92,

MSC ORCHESTRA 4 dias / 3 noites

80

R$

SEM JUROS

15 dias / 14 noites

Entrada R$ 92,60 +

10X

83,

34

10X

R$

SEM JUROS

À vista R$ 888, no hotel Reymar Express para saída 6/novembro.

À v i sta R$ 928, no hotel Aram Residence para saídas 24/outubro, 7/ novembro.

À vista R$ 926, Base US$ 375. Roteiro: Santos, Búzios, Ilhabela, Santos. Preço por pessoa em cabine dupla interna categoria 3 para saída 17/novembro.

PORTO SEGURO

PORTO DE GALINHAS

SOVEREIGN

10X

R$

93, 80

8 dias / 7 noites A PARTIR DE

A PARTIR DE

5 dias / 4 noites

A grande sensação do Nordeste, eleita a melhor praia do Brasil

SEM JUROS

À vista R$ 938, no hotel Casablanca para saídas 29/outubro, 5, 26/novembro, 3/dezembro.

10X

R$

113, 80

4 dias / 3 noites

10X

R$

SEM JUROS

À vista R$ 1.138, na Pousada Lusitana para saídas 23, 30/novembro.

89,

265,

CARNAVAL E PRATA NO COSTA FASCINOSA 15 dias / 14 noites

90

10X

SEM JUROS

À vista R$ 2.659, Roteiro: Santos, Búzios, Salvador, Ilhabela, Santos, Buenos Aires, Punta del Este, Santos. Preço por pessoa em cabine dupla interna categoria Classic IC para saída 16/fevereiro.

R$

321,

90

SEM JUROS

À vista R$ 3.219, Roteiro: Santos, Búzios, Salvador, Ilhabela, Santos, Buenos Aires, Punta del Este, Santos. Preço por pessoa em cabine dupla interna categoria Classic IC para saída 2/março.

NATAL E RÉVEILLON NO COSTA FASCINOSA 16 dias / 15 noites

60

10X

A PARTIR

Inclui passeio pela cidade histórica e transporte gratuito diurno e noturno para a praia e centro da cidade

A PARTIR

SEM JUROS

BAHIA E PRATA NO COSTA FASCINOSA A PARTIR

Inclui passeio pela cidade e ao litoral sul com as famosas praias do Francês e Barra de São Miguel

A PARTIR

MACEIÓ

Cruzeiros Nacionais e Internacionais

A PARTIR

Viaje pelo Brasil

R$

SEM JUROS

À vista R$ 896, Roteiro: Santos, Rio de Janeiro, Búzios, Santos. Preço por pessoa em cabine dupla interna categoria K para saída 24/março.

399,

90

SEM JUROS

À vista R$ 3.999, Roteiro: Santos, Búzios, Salvador, Ilhabela, Santos, Buenos Aires, Punta del Este, Ilhabela, Santos. Preço por pessoa em cabine dupla interna categoria Classic IC para saída 21/ dezembro.

Prezado cliente: os preços publicados são por pessoa, com hospedagem em apartamento duplo para saídas de Florianópolis, exceto quando citado. Nos cruzeiros marítimos, os preços publicados são por pessoa em cabine dupla, conforme cabines mencionadas e não incluem passagem aérea e transporte ao porto. Preços, datas de saída e condições de pagamento sujeitos a reajuste e mudança sem prévio aviso devido ao fechamento publicitário em 21/08/2013. Ofertas de lugares limitadas e reservas sujeitas a confirmação. Condições para pagamento dos pacotes nacionais em até 0+10 vezes sem juros no cartão de crédito ou em até 1+9 vezes sem juros ou 0+8 vezes sem juros no cheque pré-datado ou boleto bancário. Consulte regras e condições específicas de cada navio. Taxas de embarque cobradas pelos aeroportos e portos, além das taxas marítimas, não estão incluídas nos preços e deverão ser pagas por todos os passageiros. Câmbio do dia 21/08/2013, que será convertido ao câmbio turismo da data da compra - MSC Cruzeiros: US$ 1,00 = 2,47. Reservamo-nos o direito de qualquer erro de digitação ou impressão. Alguns itens podem não estar disponíveis para todos os roteiros anunciados. Consulte inclusões e roteiros detalhados com nossos vendedores ou com seu agente de viagens.

CVC LAGES VALE-VIAGEM CVC

Dê o mundo de presente.

Visite nossa loja:

Via gastronômica

Rua Emiliano Ramos, 395 Sala 1

3222-0887 lages@cvc.com.br

Horário: Diariamente das 8:30 às 19:00 Sábado das 9:00 às 13:00

Vitrine Lageana Edição 94  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you