Issuu on Google+

Entrevista Cultura Segurança Educação Opinião Saúde Turismo Cidade R$ 2,00

Lages, Sexta-feira 7 de Janeiro de 2014 Ano 04 - Edição 116

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Obra dentro do cronograma As obras da nova ala do Hospital Tereza Ramos completam seis meses e estão totalmente de acordo com o cronograma. Pág. | 03 Paulo Chagas

Alesc tem novo Presidente Romildo Titon (PMDB) foi empossado nesta semana Polítia 4

Novas máquinas em operação Interior de Lages contemplado com “Patrulha Rural” Cidade 6

Beleza natural em Campo Belo No município, lajeados se transformam em “praias” Turismo 13

O bom momento da Uniplac Reitor fala sobre as novidades para o ano de 2014 Entrevista 14

Clubes adotam camisas amarelas Fabricação de camisas amarelas gera polêmica Esporte 20


Opinião

02 21

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Ajudar os filhos na escola

M

ais um ano letivo se inicia e os pais preocupam-se em como ajudar os filhos no desempenho de sua vida escolar. Isto é natural, afinal, nunca na história da humanidade houve tanta expectativa e investimento da família em relação ao ensino como atualmente. ndependente da “inteligência” da criança existe hábitos saudáveis em relação à vida escolar que podem ajudá-la a melhorar ou manter um

I

bom desempenho na escola. anter uma rotina em todas as atividades é recomendado, pois, a disciplina é um requisito básico para tornar-se um bom estudante. Desta forma, desde para acordar, dormir, banhar-se e alimentar-se deve haver horários pré-estabelecidos, e naturalmente deve haver uma rotina em relação às tarefas escolares, horários de estudo, preparo de mochilas e material escolar, etc.

M

T

ambém muito importante é a organização; pais e professores devem supervisionar e orientar a organização do material e principalmente do local de estudo, onde os objetos necessários devem estar disponíveis e ordenados. O local de trabalho, preferencialmente com mobiliário apropriado, por exemplo, mesa ou escrivaninha, deve estar arejado, iluminado, limpo e livre de barulho excessivo, sem rádio ou TV ligados.

F

inalmente, o apoio dos pais e a demonstração de um genuíno interesse pelas atividades escolares dos filhos (e não apenas as notas do boletim!) mantêm a motivação para o engajamento na vida escolar e o progressivo amadurecimento que levará a uma vida adulta saudável.

Por Maria Angela M. Gorayeb

Nossa Opinião

Grimpa

Só depois do Carnaval

Julgam-se

Seguindo

C

O

‘‘

É

sabido por todos que o ano de 2014 será diferenciado no Brasil, em razão especialmente pela realização da Copa do Mundo e depois, em seguida, devido às eleições. Então, poderiam deixar de lado a velha premissa de que tudo começa depois do Carnaval, e olha que ele acontece somente em março. Então se subentende que as coisas só irão funcionar somente depois da quarta-feira de cinzas, ou seja, dia 5 de março. Daí vem a quebra da semana de rescaldo pós-carnaval, então, 10 de março, segunda-feira, é dia de começar o ano. ogicamente o ano começa para quem tem tempo para ficar “coçando” entre janeiro e fevereiro, em especial, boa parte da classe política que larga os “afazeres” em meados de dezem-

L

Espertos bro, e só agora está, aos poucos dando o ar da graça. A diferença deste Carnaval é que ele começa um tanto fora dos padrões do fevereiro, ou seja, em março, que sabe alguma coisa produtiva possa acontecer então por agora, mais pelo começo do ano letivo, e a petizada deve estar na escola. Assim, não faz mal pensar também em trabalho. sso tudo sem contar o número elevado de feriados. Serão oito em dias de semana, sem contar a esticada dos pontos facultativos transformando-se em feriadões. Três deles no domingo (7 de Setembro – Nossa Senhora Aparecida, no dia 12 de outubro, e Finados, dia 2 de novembro. O do sábado é dia 15 de novembro, o da Proclamação da República.

I

‘‘

!

omum, muito comum ver a “esperteza” de alguns motoristas cortando as sinaleiras por dentro dos espaços de postos de combustíveis localizados nas esquinas, entre outros cruzamentos de fáceis acessos, como na Av. Dom Pedro II, caso do pátio da Reunidas Cargas. Proibido é. Mas nada se faz para que se evitem os cruzamentos nessas áreas restritas, usadas normalmente como atalhos. Por outro lado, talvez, sejam tomadas as medidas quando um desses motoristas irresponsáveis atropelar alguém, que inocentemente esteja pelo caminho. E não é difícil acontecer!

Ainda

...

A

o assunto

?

que leva uma pessoa que se julga motorista a ignorar por completo os itens de segurança do carro. É irritante até para quem conserva e pratica as regras normais do trânsito, quando à frente sempre alguém decide manobrar para a esquerda ou direita sem fazer uso da seta indicativa, apontando para que lado vai seguir. O “sem noção”, não percebe que em torno do carro que ele dirige tem outro mundo à parte. Tão fácil, mas infelizmente, para muitos, a seta não passa de um ornamento sem utilidade. E você, como age ao volante?

briga na justiça para a manutenção do velho e condenado Colégio Aristilhado Ramos, de nada vai servir, a não ser por condená-lo à ruina total pelo abandono. A comunidade de um modo geral já o Aristiliano se manifestou pelo fim do ex-educandário, e para o lugar dele, a cedência do espaço para a revitalização da Praça João Costa. O pensamento é futurístico, e não retrógrado. A cidade de Lages precisa se pessoas ousadas e de visão. Há muito que preservar, como o Mercado Público, por exemplo, e nesse ponto, nossas autoridades jurídicas estão ausentes, mas...


DESTAQUE

03

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Obra da nova ala do HTR em bom ritmo

seja, da primeira laje. O processo está sendo rápido e deve ser terminado até o dia 12 de

fevereiro. As demais lajes devem ser colocadas, uma após outra, a cada semana. Os pila-

Representantes do Conselho Nacional de Justiça estão em Lages durante essa semana conhecendo experiências de práticas em saúde que surtiram resultados positivos ao município e região. Por meio de entrevistas com representantes de vários órgãos, entidades e profissionais do setor, a equipe busca dados sobre o funcionamento do Núcleo de Conciliação para Redução das Demandas de Assistência em Saúde na Serra catarinense. O grupo já entrevistou o juiz

da Vara da Fazenda Pública de Lages, Silvio Orsatto. Na tarde de terça-feira (4) esteve com o procurador-geral do Município, Fabrício Reichert, e no decorrer da semana entrevistou o prefeito Elizeu Mattos, a secretária de Saúde, Cristina Subtil, farmacêuticos municipais, Agentes Comunitárias de Saúde (ACSs) e demais profissionais envolvidos direta e indiretamente na saúde pública. A ideia é ter o máximo de embasamento para atender a coletividade. Eles estão avaliando

cientificamente o método de trabalho e com os resultados poderemos buscar mais recursos para atender a população. Dos trabalhos inscritos nesta frente de pesquisa, quatro foram selecionados, sendo dois pertencentes ao Núcleo de Conciliação. “Com o resultado desse estudo, vamos estabelecer uma comunicação entre todos os profissionais que trabalham nesses órgãos e entidades”, ressalta a coordenadora do Núcleo e diretora executiva do Consórcio Intermunicipal de Saúde, Nalú Julio.

Paulo Chagas

As obras do Hospital Tereza Ramos, em Lages, completam os primeiros seis meses de edificação. Conforme explica o engenheiro residente responsável, Gustavo Cantadori, a fase inicial, a da implantação do estaqueamento, das sapatas e das vigas de baldrame está 100% concluída. A obra avança criteriosamente dentro do cronograma previsto, ajudado pelo tempo seco, sem chuva. “A partir de agora, a cada 15 dias, a obra terá nova aparência, em função da agilidade do trabalho”, ressalta o engenheiro Gustavo. Sobre o andamento dos trabalhos, a parte térrea dos pilares está perto de 55% instalada, o que favorece a colocação do primeiro pano, ou

Com a base inicial da obra pronta começam a ser erguidos os pilares

res de sustentação dos demais pisos em breve estarão sendo erguidos.

Orçada em R$ 44,9 milhões, a nova torre do hospital Tereza Ramos ajudará a sanar o problema da falta de leitos na região. A estrutura terá 92 novas unidades de internação, e 30 leitos de UTI. Os serviços de urgência e emergência também serão oferecidos. A obra faz parte do Pacto Por Santa Catarina, um programa criado pelo Governo para acelerar o desenvolvimento do Estado. “O projeto da nova ala do Hospital Tereza Ramos dará uma nova dinâmica à Saúde dos Serranos, melhorando a prestação dos serviços a milhares de catarinenses, num raio de 66 municípios que serão atendidos pelo Hospital”, reforça o secretário regional Gabriel Ribeiro.

Toninho Vieira

*Título da modalidade incentivo emitido pela Icatu Capitalização S/A, CNPJ/MF nº 74.267.170/0001-73, Processo SUSEP nº 15414.900130/2013-82. A aprovação deste título pela SUSEP não implica, por parte da Autarquia, incentivo ou recomendação à sua aquisição, representando, exclusivamente, sua adequação às normas em vigor. Serviço de Informação ao Cidadão SUSEP: 0800 021 84 84 (dias úteis, das 9h30 às 17h) ou www.susep.gov.br. Ouvidoria Icatu Seguros: 0800 286 0047. Fundos de investimento não contam com a garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do Fundo Garantidor de Crédito - FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. É recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar os seus recursos. Promoção válida durante o período de 20/01 a 31/07/2014, para os associados das cooperativas de crédito participantes. Consulte o regulamento completo da promoção em sorteemcamposicredi.com.br ou nas cooperativas de crédito participantes. Produtos e serviços sujeitos à disponibilidade na sua cooperativa de crédito. Para informações sobre produtos e serviços e condições de contratação, dirija-se a uma de nossas unidades de atendimento. Prêmios pagos em moeda corrente nacional e líquidos de impostos. SAC Sicredi - 0800 724 7220 / Deficientes Auditivos ou de Fala - 0800 724 0525. Ouvidoria Sicredi - 0800 646 2519.

Pesquisa busca auxiliar na melhoria da saúde pública

O procurador-geral do Município, Fabrício Reichert foi um dos sabatinados pela equipe de pesquisa

INVISTA

E Concorra a

RS

30 mil ea

RS

por semana

250 mil

no FInal da promoção. R$ 200

em depósitos a prazo

ou

R$ 300 em poupança

=

2

números da sorte

Confira outros produtos e formas de acumular números em sorteemcamposicredi.com.br


04

política VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Titon é o presidente da Alesc Lucas Gabriel Diniz/Agência AL

O deputado Romildo Titon (PMDB), de Campos Novos, assumiu na última segundafeira (3) a presidência da Assembleia Legislativa. A ascensão aconteceu após a renúncia do deputado Joares Ponticelli (PP), que cumpriu acordo firmado em 2013, que estipulou a divisão do mandato de presidente. O presidente anunciou que entre suas metas destaca-se “colocar Santa Catarina no mapa do petróleo”, acompanhando politicamente os leilões da Agência Nacional do Petróleo (ANP), uma vez que a Petrobras detém os direitos de exploração dos “210 mil km2 que compõem a bacia do rio Pelotas”, bem como incentivar “o fim dos lixões”, a “implantação da lei dos resíduos sólidos” e a criação de “uma galeria dos municípios”

PMDB ocupa o comando do Parlamento após 25 anos

no Palácio Barriga Verde. Joares Ponticelli explicou seu gesto dizendo que “palavra acordada não se discute, se cumpre” e revelou que es-

tava com a “alma serena e o coração cheio de gratidão”. Em seguida, renunciou à presidência do legislativo estadual. Ato contínuo, o 1º secretário da Casa, Kennedy Nunes (PSD), declarou vago o cargo e convidou o vice-presidente para assumir a presidência, que aceitou. No dia seguinte, na terça-feira (4), em sessão especial no Palácio Barriga Verde a abertura dos trabalhadores do quarto e último ano da 17ª Legislatura foi marcada com a palavra do governador Raimundo Colombo. Além de divulgar as ações do Poder Executivo, a solenidade permitiu a retomada dos trabalhos legislativos, com a realização da 1ª sessão ordinária de 2014, na quarta-feira.

Ano começa na Câmara A Câmara de Vereadores de Lages começou o novo ano com algumas mudanças, principalmente no que tange às sessões especiais que serão reduzidas. O presidente Anilton Freitas (PTB) reitera que a redução visa oferecer qualidade, sem necessariamente diminuir os trabalhos. O objetivo é oferecer resultados. Nas segundas e terças-feiras permanecem as Sessões Ordinárias para a discussão de projetos, análises e votações. Nas quartas e quintas-feiras, as demais, porém, apenas duas durante todo o mês. Como Presidente, Anilton Freitas tem alguns objetivos traçados para este ano. O maior deles é efetivar a compra de uma área em anexo à Câmara de Vereadores. No momento, as discussões gi-

ram em torno do valor. Se as negociações se consolidarem, Anilton avalia a ideia de formar uma parceria com a Prefeitura, a fim de contemplar com a extensão da obra de ampliação da Câmara, a instalação do Restaurante Popular, além de construir novos gabinetes aos vereadores e estacionamento. Outro projeto que ele pretende consolidar é o do Jovem Vereador. Em parceria com escolas estaduais e municipais, seis de cada esfera, é criar 12 câmaras jovens. Todas vão trabalhar na apresentação de projetos com a devida assistência da Câmara. No final das proposições, em prazo estabelecido, três dos projetos serão escolhidos para serem melhorados e analisados em plenário, podendo ser transformados em Lei.


POLÍTICA

05

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

pchagas@brturbo.com.br

VITRINE POLÍTICA

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Por Paulo Chagas

Titon, o presidente

Mudanças

A

envolvendo imóveis ao lado da sede da Câmara. Um lugar que poderá abrigar o Restaurante Popular, novos gabinetes dos vereadores e um estacionamento apropriado. Mas, a novidade de parte de Anilton Freitas (PTB), é a possibilidade de também se candidatar a deputado estadual. Nada ainda está decidido. Porém, admite a pressão da Executiva Estadual. Pelo que percebi, está determinado a ceder à ideia.

A

cordo cumprido. O depudado Juarez Ponticelli (PP) abriu mão do cargo possibilitando que o colega Romildo Titon (PMDB), tomasse posse na Presidência da Assembleia Legislativa de SC. O ato, realizado na tarde de segunda-feira (3), mobilizou centenas de partidários, amigos, familiares, entre outros políticos de legendas distintas, como os deputados federais Esperidião Amin (PP) e Jorginho Mello (PR), mas principalmente, a figura do governador Rai-

mundo Colombo (PSD). Um prestígio com sobras de observações. Em ano político, Titon terá sua influência nas decisões futuras. Aliás, no momento da posse, muitos aproveitaram para reforçar a tese de candidatura própria por parte do PMDB. Ser vice e manter cerca de 70% dos cargos parece pouco. A intenção, que não é de todos, diga-se de passagem, é buscar o poder absoluto. Obviamente, cercado de riscos, e quem sabe, ficar sem nada.

Bancada de oposição aperta o cerco em questões discutíveis na Casa

Discussões

N

o primeiro dia de Sessão Ordinária de 2014, os debates foram bastante acalorados. Tudo por conta da viagem de um assessor parlamentar que foi à Capital, algumas vezes, a mando de um vereador para serviços pessoais e fazendo uso de diária. Coisa que a oposição quer saber detalhadamente e não permite tais façanhas. De outro lado, o vereador do PT, que a qualquer custo quer

a esposa jornalista trabalhando na Assessoria da Casa. Para tanto, teve o aval da situação. O ato está sendo julgado como sendo de nepotismo escancarado. São assuntos que vão render muito ainda no campo das discussões. Além disso, tem pela frente a situação do vereador Marcius Machado que está na eminência de perder o cargo, por ter trocado de partido.

Pressão local

O

PMDB de Lages, Através de nota, reclama da forma em que vem sendo tratado, e ameaça a romper com o Governo e ainda desembarcar de todas as funções que exercem. É a chamada pressão local. A afirmativa, segundo o Partido foi feita por ampla maioria, com a sinalização à Executiva Estadual do PMDB o possível desligamento. Nos pontos divergentes, o descontentamento passa, pelo distanciamento do governo

com o partido na Região; o desrespeito com o partido nas decisões político administrativas na Região; a completa dissintonia da Secretaria Regional com o Partido na Região, e a oposição cega e intransigente dos vereadores do partido que comanda a Secretaria Regional e o Governo do Estado à Administração Municipal de Lages. Um choro dos grandes que deverá ter suas repercussões. Cabe aos citados do governo concordar ou não.

Governador Raimundo Colombo prestigiou posse de Titon

Observo que:

U M

m grande número de candidaturas a deputado estadual está por acontecer na Serra. A justificativa é de que os partidos estão “impondo” a obrigatoriedade da representação. Balela!

ensaleiros presos juram inocência e fazem campanha na internet para arrecadar recursos para o pagamento das multas. E conseguem rapidinho. Uma farra sem tamanho. E tá tudo certo né!

E J

ntre os pontos de discussão do PMDB na formatação da aliança do o PSD em Santa Catarina estão os objetivos de, além do vice, mais cargos nos escalões, e a vaga ao Senado, na Majoritária; á o Partido dos Trabalhadores está agarrado com unhas e dentes na chance de conquistar a parceria do PMDB para o pleito de outubro. Vê nisso a forte possibilidade de sucesso nas eleições.

Jaqueline Noceti/SECOM

Paulo Chagas

Câmara de Vereadores de Lages iniciou o ano com propostas de mudanças. E, a reorganização das sessões foi parte dessas mudanças. Por exemplo, as especiais, só vão acontecer duas vezes por mês, e as de homenagens, duas vezes por ano, porém, de forma coletiva. A intenção é dar mais qualidade às sessões. Por outro lado, o presidente Anilton Freitas está dando andamento às negociações


06

Cidade VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Implantada“PatrulhaRural” Toninho Vieira

Sandro Scheuermann

Projeto muda nome

Uma das novidades para 2014 são as atividades físicas duas vezes por semana

Os serviços já estão sendo feitos com as novas máquinas adquiridas pelo Município

A Secretaria de Agricultura e Pesca montou, no início desta semana, um canteiro de obras na localidade de Santa Catarina. Esse é o primeiro passo para recuperar os 18,3 quilômetros da estrada que liga Pedras Brancas até Caetano Versa, na divisa com o município de Painel, com a Patrulha Rural da Prefeitura de Lages. De acordo com o secretário Moisés Savian, foram deslocadas para a região duas retroescavadeiras, três patrolas, dois tratores-rolos e sete caçambas, além de uma carregadeira e uma cavadeira.

Durante cerca de um mês, os 32 funcionários envolvidos em uma das maiores ações de recuperação das estradas do interior do município vão cumprir jornadas de trabalho entre oito e dez horas diárias. Para que isso ocorra sem a necessidade de deslocar os trabalhadores, foi instalada uma cozinha de campanha. O dormitório será no salão da Igreja de Santa Catarina, localidade situada a aproximadamente 15 quilômetros da sede do município. A equipe de trabalho pretende, além de melhorar a

trafegabilidade, alargar a pista de forma com que dois veículos possam transitar simultaneamente. Ou seja, a estrada deverá ter mais ou menos seis metros de largura. Para que isso ocorra, as máquinas farão, quando necessário, o nivelamento do leito viário e a derrubada de barrancos. Também será efetuada a limpeza manual das laterais, através da poda das árvores e arbustos. Em seguida, haverá o patrolamento, criando condições para a etapa de cascalhamento, que é a última fase do serviço.

Concepções na área de paisagismo Sandro Scheuermann / Arquivo

Meio Ambiente de Lages busca exemplos alternativos em paisagismo no litoral

Buscando ampliar os conhecimentos e trazer novas referências para Lages na área de paisagismo, o secretário de Meio Ambiente e Serviços Públicos, Mushue Hampel, e o gerente de Parques e Praças, Rafael Pitz, estiveram no Bairro chamado Cidade Universitária Pedra Branca, no município de Palhoça (SC). “Eles trabalham um conceito de acessibilidade e paisagem urbanística que vale e a pena conhecer, aprimorando o ponto de vista de agentes públicos”, destaca

Hampel. Aproveitando a viagem, eles fizeram uma visita técnica à Secretaria de Meio Ambiente de Balneário Camboriú (SC), onde existe um trabalho social na área de fitoterapia, que é o estudo das plantas medicinais e suas aplicações na cura das doenças. “Acreditamos trazer muitas novidades que poderão ser aplicadas no nosso município. Precisamos conhecer bons exemplos como estes para termos referências positivas”, destaca.

Desde 2007, o Projeto Acolher já contribuiu para a mudança de vida de 1.655 homens, internados na casa de passagem enquanto se recuperam das cicatrizes deixadas pela situação de rua decorrente ao vício em bebidas alcoólicas, drogas ilícitas, abandono, agressões físicas e psicológicas, sendo negligenciados e excluídos pela sociedade. A permanência na casa é por tempo indeterminado. Há situações de esquizofrenia, transtornos de humor, depressão e problemas com insucesso no casamento ou em relações familiares com pais e irmãos. Na casa, os internos recebem tratamento médico, dentário, psicológico e psiquiátrico, terapias do grupo espiritual e dos Alcoólicos Anônimos

(AA), emissão de documentação, encaminhamentos sobre habitação, internamentos para desintoxicação nos casos mais complexos, a exemplo do Crensa, de longa duração. Com as famílias é realizado um trabalho acerca de reinserção. A mudança vai ocorrer no nome. O “Projeto Acolher” deixará de existir, passando para Serviço de Acolhimento Institucional para a População de Rua. Em setembro de 2013 foi assinado o reordenamento do serviço, passando a atender homens, crianças acompanhadas de pai ou mãe, e famílias. O governo federal já começou a repassar a verba e no máximo em maio o serviço deverá começar. A capacidade da casa, que é de 20, passará para 25 pessoas.


Cidade VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Atenção com as ocupações Defesa Civil

Há situações de intransigência, quando então é realizada a interdição

Em 2013, a Defesa Civil de Lages efetuou dez interdições, segundo a Coordenadoria Municipal, em relação a imóveis construídos em áreas de risco. “O número é pequeno porque atuamos de forma amigável, com diálogo, explicando a iminência de risco, a urgência da saída. A maioria compreende e abandona o local, ou aceita seguir para o aluguel social, custeado pela Prefeitura de Lages”, detalha

o coordenador Adilson Panek. Há casos de intransigência, quando então é realizada a interdição, e outros, em que se faz necessário o acionamento judicial e a força policial. “Na situação de um grave deslizamento, por exemplo, que afeta uma família ou grande proporção de moradores, trata-se do tipo de caso em que a saída é urgente, e não opcional. Após a desocupação, o local é interditado para evitar novas mo-

radias e, portanto, liberado para análise geológica”, especifica o assistente especial Moacir Tadeu Wasielewsky. Áreas de risco são espaços considerados impróprios ao assentamento humano por estarem sujeitas a riscos naturais ou decorrentes da ação antrópica. Por exemplo, margens de rios sujeitas à inundação, florestas sujeitas a incêndios, áreas de alta declividade, encostas ou topos de morros.

Nova mudança no secretariado Nilton Wolff

O novo Secretário terá um forte aparato de maquinários para ajudar no trabalho

Desde a última terça-feira (4), a Secretaria de Infraestrutura, conta com novo titular: Benjamin Schltz. Ele assumiu o cargo no lugar de Joel Netto Momm, que por motivos pessoais pediu exoneração. Durante o ato de posse, o prefeito Elizeu Mattos anunciou novidades para este

ano quando várias frentes de trabalho serão intensificadas com a criação de coordenadorias específicas, como a de patrolamento, operação tapa-buracos e macrodrenagem. “A chegada dos novos equipamentos irá facilitar o trabalho”, afirmou. Para o ex-secretário Joel a de-

cisão pela aquisição dos equipamentos foi essencial para a continuidade dos trabalhos na secretaria e dará suporte para o novo secretário Benjamin, que na condição de novo secretário, garante que as portas sempre estarão abertas para ouvir a comunidade. “Nós temos um grande desafio pela frente. Esta é uma secretaria dinâmica que tem atividades em toda a cidade. A primeira atitude a ser tomada é nos inteirarmos de todas as obras em andamento. Após isso daremos continuidade àquelas iniciadas pelo Joel. E vamos verificar o que a população está solicitando e necessitando para implantar novos projetos”, ressaltou.

07 07


08

economIa VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira e o secretário da Fazenda, Antonio Gavazzoni, estiveram na terça-feira, 4, em Brasília, onde participaram da reunião dos governadores com o presidente do Senado, Renan Calheiros. O objetivo era de mobilizar o Congresso a votar o projeto de lei que altera os índices usados na correção das dívidas de Estados com a União. Tal votação era objeto de um acordo estabelecido no final do ano passado entre os líderes do Senado para que fosse votado na primeira semana do Legislativo de 2014, porém não

ocorrerá. “Fica evidente que a matéria não foi levada a diante por pressão do Governo Federal, que não quer a votação neste momento”, destacou o vice-governador. O governo federal freou o projeto em pauta no Senado, alegando temor por uma classificação alarmante de risco do país, entre outros motivos. “Há uma manifestação clara do ministro da Fazenda no sentido de não haver a votação dessa matéria neste momento, em atenção aos indicadores macroeconômicos”, relatou o líder do governo no Senado, Eduardo

Braga (PMDB-AM). Se votado no Senado Federal, o projeto de lei representaria uma redução de R$ 2,2 bilhões nos encargos da dívida de Santa Catarina até o ano de 2028. “Os Estados já têm uma margem muito pequena para investimentos em seus territórios porque cada vez mais as receitas tributárias se concentram em Brasília. Os recursos absorvidos pelo serviço da dívida só agravam essa situação. A renegociação nos dá um pouco de fôlego para investir no Estado”, afirma o secretário da Fazenda, Antonio Gavazzoni.

Jeferson Baldo/GVG

Santa Catarina renegocia dívida com a União

Estados à espera da indexação dos juros da dívida dos Estados com a União

Empresa gaúcha começa a atuar em maio de 2014 Daniele Mendes de Melo

Obra da empresa gaúcha que começa a operar a partir de maio está quase pronta

Com sede, em Caxias do Sul, desde 1997, a empresa Conesul Comercial e Importadora Ltda, que distribui produtos no Rio Grande do Sul, está com a construção em fase final, na Av. Papa João XXIII, no Petrópolis. O setor de atuação é o de distribuição para o comércio atacadista, com 70% dos produtos fornecidos nacionalmente, e o restante, importado de países como Taiwan, Índia, China, Áustria, Argentina e Suécia. “Os produtos devem começar a chegar

em menos de 60 dias”, diz Alfredo Attilio Visoná, um dos sócios do empreendimento. A empresa já tem escritório no Centro, responsável por transferências de notas fiscais. Para a inauguração, prevista para maio, faltam instalação elétrica, colocação das prateleiras internas e equipamentos de informática, asfaltamento do pátio e fixação da cerca de frente. São 5.750 m² de área construída, além de dois mil metros reservados para estacionamento. O total

do espaço do terreno é de 30 mil m². O faturamento anual está estimado em R$ 25 milhões. O empreendimento abrirá com 12 mil itens, entre ferragens em geral, materiais elétricos, hidráulicos, de construção civil e agropecuários, com venda para Santa Catarina e Paraná, onde estão concentrados dois mil clientes. Já no Estado gaúcho, os clientes somam três mil. São 55 representantes comerciais nos três Estados.


PUBLICIDADE

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

09


10

SAÚDE VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Tomar sol na medida certa Sandro Scheuermann

Sandro Scheuermann e Nilton Wolff

Tratamento docâncer deverá ser mais cedo

A intenção é reduzir o tempo para o tratamento após o diagnóstico da doença

A pele e o organismo das crianças são mais sensíveis e requerem cuidados específicos

Os níveis de radiação solar nos últimos dias têm causado uma série de transtornos, principalmente aos que não estão acostumados com temperaturas tão elevadas mesmo nesta época do ano. A equipe da Secretaria de Saúde de Lages orienta sobre as melhores maneiras para se proteger do sol e evitar problemas maiores, principalmente em relação às crianças, que são mais sensíveis. Entre os principais fatores que devem ser levados

em consideração está o uso contínuo de bonés, chapéus (muitas pessoas preferem o uso de sombrinha para se proteger dos raios solares) e filtro solar, evitar a exposição direta ao sol entre as 10h e 17h, manter uma dieta a base de alimentos leves e beber bastante água. “É muito importante que os pais ou responsáveis ofereçam água aos pequenos antes mesmo que eles peçam. Pelo menos um copo d’água de hora em hora contribui e muito para

evitar a desidratação”, afirma a enfermeira do Programa Saúde da Criança, Nathalia Paes. Ela explica que o número de atendimento, por conta de desidratação e queimadura de sol, aumentou significativamente. “A pele e o organismo das crianças são mais sensíveis e, aliada à radiação exacerbada dos últimos dias, requerem cuidados específicos, por isso é extremamente necessário que sejam redobrados”, enfatiza.

O Projeto de Decreto Legislativo 1293/13 retira de resolução (876/13) do Ministério da Saúde o critério para início do tratamento de neoplasias malignas (câncer) no Sistema Único de Saúde (SUS). Pela norma, o prazo de 60 dias previsto na Lei 12.732/12 conta a partir do registro do diagnóstico no prontuário do paciente. Conforme explica a autora do projeto, deputada Carmen Zanotto (PPS-SC), o prazo para início do tratamento cirúrgico ou quimioterápico ou radioterápico, pela lei, começa a contar a partir do diagnóstico. Segundo a parlamentar,

“embora possa parecer sutil, essa discrepância pode representar a diferença entre a vida e a morte do paciente”. Carmen destaca que, normalmente, o registro do diagnóstico no prontuário ocorre na ocasião da consulta e não da assinatura do laudo pelo patologista. “É de conhecimento público que o registro no prontuário poderá se dar muitos dias depois da data em que o laudo for assinado pelo patologista”, afirma. O projeto será analisado pelas Comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois, será votado pelo Plenário.


PUBLICIDADE

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

11


12

EDUCAÇÃO VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Ano letivo em discussão

Todos os anos centenas de alunos matriculados nos cursos da Universidade do Planalto Catarinense contam com as bolsas de estudos disponibilizadas pela instituição de ensino com o objetivo de facilitar a sua manutenção e a sua permanência na Universidade. O Governo do Estado de Santa Catarina disponibiliza recursos por meio do Artigo 170 e Artigo 171 da Constituição Estadual. Estes recursos viabilizam bolsas que podem ser de Estudo, em que os critérios se baseiam na vulnerabilidade social dos candidatos, e de Pesquisa e Extensão, que se constituem no apoio a projetos de pesquisa e extensão universitária elaborados pelos candidatos. Há ainda no Artigo 171 a bolsa de Licenciaturas, que garante assistência financeira integral aos alunos matriculados em cursos

Prestes a voltarem para as escolas e iniciarem mais um ano no gerenciamento das ações de cada unidade, os diretores reuniram-se na quarta-feira (5), no Clube Princesa, durante todo o dia, para discutirem as principais demandas do setor. A programação foi elaborada pela Secretaria de Educação de Lages. Logo cedo foi oferecido um café da manhã e depois uma palestra com o tema “Desafios da Gestão”, ministrada pelo psicólogo Clécio Carlos Gomes, de Criciúma (SC). No período da tarde a pauta esteve voltada para questões administrativas e de planejamento, discutindo os encaminhamentos, diretrizes e o cronograma da educação para este ano. “É um momento de reflexão e planejamento das ações do ano letivo de

Claine Andrade

Bolsas de Estudos na Uniplac

Futuros acadêmicos podem buscar os benefícios das bolsas de estudo

ESDE também oferecem bolsas. Somente em 2013 a média de percentual de acadêmicos com bolsas de estudos foi de 53% do total de mais de 4.000 alunos matriculados. Por outro lado, estão abertos os processos de seleção de acadêmicos bolsistas para as Bolsas de Estudo do Artigo 170 e Bolsas de Iniciação à Pesquisa. A primeira tem inscrições até dia 10 de março de 2014 e a segunda até dia 05 de março de 2014.

Toninho Vieira

presenciais de Licenciatura. Programas Institucionais como os de Bolsas de Iniciação à Docência - PIBID, de Bolsas de Iniciação Tecnológica (PIBIT), de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) - via Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) - o Programa de Educação pelo Trabalho (PET-SAÚDE) e o Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional - PRO-

2014. É fundamental parar e refletir sobre estas questões. Na vida precisamos de planejamento e na educação não é diferente. Temos que saber onde queremos chegar e para alcançar os objetivos necessitamos de metas e ações”, destaca a secretária de Educação, Marimilia Coelho. “Temos um desafio constante, que é tornar a educação cada vez com mais qualidade e para isso as escolas têm que estar preparadas”, reitera.

Além dos gestores das unidades escolares, agentes administrativos marcaram presença


TURISMO

13

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

v i a j e

m a i s

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

D E

C AM P O

A

Serra Catarinense, além de acolhedora e bonita, reserva aos olhos dos visitantes, lugares paradisíacos de beleza imensurável. Em praticamente todos os municípios, há o que ser visto e explorado pelo turismo, respeitando as dimensões de cada lugar. Notem o exemplo do Campo Belo do Sul, um pequeno município brasileiro do Estado de Santa Catarina, localizado na Serra Catarinense, com aproximadamente 7,5 mil habitantes. Segundo a história, o povoamento do vilarejo começou graças ao comércio de cavalos. Chamada inicialmente de Nossa Senhora do Patrocínio dos Baguais, a localidade era ponto de descanso dos tropeiros que cruzavam toda a região, a caminho do Rio Grande do Sul ou no sentido inverso, rumo a São Paulo.

Fotos: Paulo Chagas

As ‘‘PRAIAS’’

B E L O

U

ma delas, a Scott, no pequeno lajeado dos Tijolos, a água corre mansamente sobre as lajes, facilitando até mesmo o estacionamento de carros dentro dele, e servindo de balneário, com diversos pontos onde a água se acumula, incluindo pequenas cachoeiras. As crianças são as que mais curtem. O lugar fica próximo aos assentados da Baesa, e é de fácil acesso. Portanto, o desfrute de um lugar assim, limpo e agradável, junto à natureza, ajuda e muito a quem procura o lazer e o descanso, por algumas horas. Está lá, em Campo Belo do Sul, para quem quiser ver e desfrutar.

N

o campo econômico, hoje, Campo Belo do Sul orgulha-se de ser um dos maiores produtores brasileiros de Kiwi. Embora seja originária da China, a fruta foi batizada na Nova Zelândia e daí ganhou o mundo. Na região da Serra Catarinense, encontrou condições adequadas para o cultivo. Há também a exploração da madeira e do cultivo de grãos. Assim, o município vem mostrando grande potencial para o desenvolvimento em todos os setores, sem deixar de lado o turismo.

‘‘

‘‘

E

, nesse quesito do turismo, além dos vastos campos que propiciam grandes cavalgadas, pode parecer uma inverdade, pois, Campo Belo do Sul possui dois pontos turísticos conhecidos como praias, inclusive, com placa indicativa em plena SC 390: a praia do Scott e a do Euzébio. Logicamente, o que chamam de “praia”, é para denominar às límpidas águas dos riachos, em que os visitantes da região procuraram para passar o dia, ou acampados por períodos maiores.

O lajeado do Scott, é um dos que chamam de “praia”. A beleza do lugar é o que conta.


14

ENTREVISTA VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Paulo Chagas

UNIPLAC O reitor da Universidade do Planalto Catarinense, Luiz Pfleger, em entrevista, relatou detalhadamente os rumos da Instituição para este ano de 2014. Entre os projetos, a instalação de novos cursos de graduação, incluindo cursos de mestrado e doutorado.

Um ano promissor VL – Qual a expectativa para o ano de 2014 na Uniplac? LP - Nós estamos hoje iniciando o período letivo de 2014. Nossa expectativa é muito boa em relação às novas matrículas e aos novos cursos que estamos lançando, os quais, eu acredito que venham a colaborar muito com a formação profissional dos novos acadêmicos. VL - E quais são estes cursos e quais as áreas de atuação? LP - Dentre os novos cursos de graduação que lançamos agora, estão o Curso de Arquitetura e o de Engenharia Mecânica. VL - E quantos cursos têm hoje a Universidade? Fale sobre eles. LP - Hoje a Universidade tem 36 cursos de graduação em funcionamento – destes, 25 estão sendo oferecidos no Processo Seletivo de Verão, com inscrições abertas até dia 28 de fevereiro de 2014. Ainda mais 30 Cursos de Pós-graduação - dentre eles, 24 cursos de especialização, quatro MBAs e dois mestrados, caso do de Educação, em andamento, e o de Ambiente e Saúde que está com as inscrições abertas até o dia 17 de fevereiro. Também estamos lançando para este ano mais dois mestrados: um na área de odontologia, um mestrado profissional, e outro na área de engenharia de produção. A novidade é que deveremos estar lançando ainda este ano dois doutorados, ou possivelmente três, nas áreas de engenharia de produção, odontologia e educação. Lembrando que para os MBAs as inscrições vão até dia 29 de março (MBAs em: Gestão Estratégica de Finanças e Controladoria, Gestão Empresarial, Gestão de Logística e Produção, e Engenharia de Manutenção). VL – E o Vestibular de Verão foi a contento este ano? LP - O Vestibular de Verão neste ano foi muito bom. Ele atendeu às nossas expectativas, inclusive, fechando quase todas as turmas que estavam abertas a partir do Vestibular.

Reitor Luiz Pfleger acredita no crescimento da Instituição

VL - E quanto ao processo seletivo? LP - Nós estamos com o Processo Seletivo aberto até dia 28 de fevereiro. Temos alguns

cursos com algumas vagas em aberto, e nós pretendemos fechar até nesta data, porque no dia 6 de março nós iniciamos as aulas. VL - E no que tange à distribuição de Bolsas de Estudo? LP - São diversas as modalidades ofertadas tanto com recursos próprios, como também com recursos do governo, além de parcerias com outras entidades. Neste período estão abertas as inscrições de alunos matriculados para as bolsas de estudo e pesquisa do Artigo 170. Destaque para as Bolsas do PIBID - Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência. Além disso, a Uniplac oferecerá bolsas de até 100% para novos alunos de cursos de Licenciatura. O programa é específico para formação de professores para educação básica, permitindo que os participantes recebam bolsas de estudos durante toda a graduação. Nos projetos em que os acadêmicos são inseridos eles desenvolvem atividades didático-pedagógicas sob orientação de um docente da licenciatura e de um professor da escola. VL - E quanto ao processo da escolha do novo reitor. Como estão os encaminhamentos? Atualmente, nesse caso, foi aberto um prazo até o final deste mês de fevereiro ou início de março. Devemos então ter um edital em andamento, para que as eleições aconteçam entre março e abril. Por fim, mais alguma novidade no campo pedagógico? As novidades são de que nós estamos com a expectativa de aumentarmos o número de acadêmicos, a partir do lançamento dos novos cursos. Por outro lado, a Uniplac está em amplo crescimento, com a suas questões financeiras e administrativas equalizadas quase que totalmente. Poucas coisas faltam para que a gente consiga deixar zerada a questão. Todavia a questão mesmo zerada há problemas, portanto, nós temos que ter sempre uma fatia de crescimento. E o nosso objetivo é fazer com que a Uniplac cresça muito nos próximos anos.


SOCIAL vmodels.contato@gmail.com

15

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Por Vinicius Di Carlo

2

3

A Agência V Models inicia o ano cheia de novidades. Uma delas foi o Super Teste que avaliou mais de 120 aspirantes a modelo no último fim de semana. As categorias eram as mais diversas: infantil, teen, adulto e plus size, no masculino e feminino. A Agência tem o objetivo de compor um casting amplo para 2014 a fim de atender os clientes dos mercados publicitários e fashion. Os resultados sairão na próxima semana, onde mostraremos algumas novidades neste espaço. 1. A Modelo teen, Nalu Brüggemann Hansen é uma das grandes promessas da Serra Catarinense, com certeza em breve terá seu espaço garantido no mercado fashion. 2. Luiz Henrique Alves, modelo que está concluindo seu curso no Centro de Treinamento V Models,

4

se sente preparado para qualquer trabalho. Ele que teve grande aproveitamento e está apto a fazer comerciais em vídeo, editoriais e desfiles. 3. Murilo Cavalheiro Perão é um dos novos modelos infantis da V Models. Ele é primo da empresária e modelo Franciele Perão (ela que já ganhou diversos concursos nacionais de relevância). Agora a família Perão está na torcida para ter mais um modelo de sucesso. Sucesso! 4. Guardem o nome de Natália Spíndola, a bela mal ingressou como modelo new face e de acordo com gente entendida do ramo deve muito breve estar no mercado nacional. Na foto ela aparece com a diretora da V Models, Letícia Zanchetta, que está lhe preparando para o que vem por ai.

Fotos Bruno Rosa

1


16

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

PUBLICIDADE


SEGURANÇA

17

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

SAMU atendeu mais em 2013

Utilidade Pública

Divulgação

por Cleber de Souza Borges - Tenente Coronel PM

A relação da PM com os municípios cidade é o espaço geográfico no qual o cidadão A vive, e que a faz palco das políticas públicas e ponto de convergência das questões urbanas e sociais,

Governo renova frota para dar mais segurança e agilidade aos atendimentos

O governo do Estado e a Secretaria da Saúde mudaram a forma de trabalho do SAMU, em agosto de 2012, com a contratação da Organização Social Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) para administrar os atendimentos. Desde então, o número de profissionais aumentou de 460 para mais de

mil. “A OS deu maior celeridade ao funcionamento do SAMU em todo o Estado e essa é uma das razões do crescimento no número de atendimentos”, explica a secretária de Estado da Saúde, Tânia Eberhardt. No decorrer de 2013, a Secretaria de Estado da Saúde entregou 51 veículos destinados ao SAMU. Desse total, 10 viatu-

ras do tipo Unidade de Suporte Avançado foram entregues para substituir a frota dos municípios de Araranguá, Canoinhas, Florianópolis, Itajaí, Jaraguá do Sul, Mafra, Rio do Sul, São Joaquim, São Miguel D’Oeste e Xanxerê. Outras 29 Unidades de Suporte Básico em substituição da frota foram entregues a 26 outros municípios, incluindo Lages.

Menos mortes por assassinato

Janeiro de 2014 foi o mês que registrou o menor número de homicídios dolosos desde 2008. Este ano, ocorreram 57 assassinatos contra 66 em 2013, e 72, em 2012. Em termos percentuais, a redução foi de 13,6% em relação ao mês de janeiro de 2013. Os casos de latrocínio também registram queda neste primeiro mês do ano em comparativo com 2013. Foram três casos registrados

contra seis em janeiro do ano passado, uma redução de 50%. A taxa de homicídios por grupo de 100 mil habitantes, em janeiro de 2014, ficou em 0,91 mortes. Ocorreram assassinatos em 35 cidades de Santa Catarina, assim distribuídos por regiões: Oeste – 13 assassinatos; Grande Florianópolis – 11; Norte – 9;, Vale do Itajaí: 8; Sul: 8 e Planalto: 8. Os dados constam no bole-

tim de homicídios, organizado pelo Núcleo de Geoprocessamento e Estatística, da Diretoria de Informação e Inteligência (DINI), da Secretaria de Estado da Segurança Pública. Chapecó, com oito assassinatos, Florianópolis, com cinco, e Caçador e Criciúma, com três casos, são as cidades que registraram, em números absolutos, as maiores taxas de homicídio doloso em janeiro de 2014.

propiciando a aproximação dos conceitos de cidade e de cidadania. O desafio das políticas públicas é alcançar a sustentabilidade urbana para o pleno exercício da cidadania, assegurando uma vida harmônica do homem em seu meio ambiente. os municípios constitucionalmente cabe oferecer A serviços básicos, essenciais, de transporte público, educação pré-escolar e ensino fundamental, atendimento à saúde, a promoção do ordenamento territorial e a proteção do patrimônio histórico-cultural local. s poderes públicos municipais, que não têm O atribuição expressa de zelar pela ordem pública, participam de sua preservação quando consideram

as questões que envolvem seguridade, salubridade e tranquilidade no planejamento urbano, nas ações de controle do uso do solo, na oferta de serviços públicos de qualidade, como escolas, áreas de lazer e esportes, iluminação, asfalto, e na elaboração de programas sociais desestimuladores da violência. s municípios dispõem de instrumentos eficazes O para prevenir o crime e a desordem, pois concentram atribuições e recursos que possibilitam melhorar a qualidade de vida da população, podendo contribuir primariamente para a redução da criminalidade, tanto intervindo em aspectos urbanos quanto sociais.

proximidade da Polícia Militar com o município, A frequente em muitos pontos de interseção de responsabilidades, pode produzir cooperação, competi-

ção ou, simplesmente, nada produzir. Nada produzirá se houver conflito negativo de competências, se a polícia entender que aquele problema relativo à organização do espaço físico não lhe compete, por se tratar de um “problema social”, e simplesmente ignorá-lo, pois, “não é problema seu”. Nessa situação, quem perde é a sociedade, por se ver privada de ter seus problemas resolvidos. competição se caracteriza pelo conflito positivo A de competências, pela disputa de espaço, com cada um querendo dar a sua solução para o problema,

desconsiderando a responsabilidade do outro. Tal situação também é caracterizada pelo prejuízo à sociedade, que paga a conta por serviços duplicados, e às vezes conflitantes, para um mesmo fim. (Extraído parcialmente de Revista do Laboratório de Estudos da Violência da UNESP-Marília- Ano 2010 - Edição 5 – Número 05 Maio/2010 - ISSN 1983-21)


REGIONAL

18

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Falta de chuva reflete na safra

por Cesar Missioneiro cesamissioneiro@vitrinelageana.com.br

Telurismo II

C T

asa de romano é lar, casa de índio é oca. Na casa do romano, um pequeno altar com o fogo sempre aceso, na casa do índio o fogo de chão.

ERRA – FOGO – AR – ÁGUA, são os elementos da sobrevivência, são os elementos da felicidade mais primitiva na formação das nossas células, como é bom andar de pés descalços na terra ou nas areias do litoral, que estranho prazer acariciar com os pés, o orvalho do capim ao principiar o dia. Que magnetismo quase hipnótico nos atrai as melenas avermelhadas de um fogo de chão com seu calor confortante. Quem não se encanta com a leveza do ar rural mesclando aromas de campo e macega, do musgo das matas, das flores e frutos silvestres e o cheiro dos bichos. As águas, as barrentas que lavam aqui e fertilizam acolá, as transparentes que matam a sede, as cristalinas sangas de campo que no rebordo das covas brindam com o sol, com a lua e com as próprias barrancas bordadas ora com o verde ora com o amarelo do capim.

A R

relação entre o homem e a terra, esta força cósmica, a necessidade de sentir e de cheirar a terra, o amor pela querência, pelo lugar onde nascemos isto é telurismo.

eparem na lindeza desta carta do mestrede-campo André Ribeiro Coutinho, ao chegar no Rio Grande do Sul em 1737 e ao se reportar a um superior: “A este país, meu senhor, tenho chamado a terra dos muitos, e ouça Vossa Mercê a razão. Na verdade, há aqui muita carne, muito peixe, muito pato, muita marreca, muito maçarico real, muita perdiz, muita courama, muito pântano. No verão, muito calor, muita calma, muita mosca, muita mutuca, muito mosquito, muita pulga. No inverno, muita chuva, muito vento, muito frio, muito trovão. Em qualquer tempo, muito trabalho, muita faxina, muita água boa, muita esperança e muita saúde para bem servir Vossa Mercê.

S

er tradicionalista é compreender toda a cadeia da simbiose telúrica entre o homem, sua alma e a terra, os elementos essenciais, a vegetação e os bichos.

Mesmo com a estiagem Secretário da Agricultara acredita numa boa safra

pecuária e Extensão Rural) e do Ciram (Centro de Informações de Recursos Ambientais e

de Hidrometeorología de Santa Catarina) estão monitorando a situação da falta de chuvas e a alta temperatura registrada no Estado. “Os valores dos prejuízos ainda não foram quantificados, mas há expectativa de volta de chuvas a partir da segunda quinzena deste mês”, destaca. Como as estiagens são fenômenos climáticos frequentes em Santa Catarina a Secretaria da Agricultura e da Pesca estimula e orienta com seus programas a captação, armazenagem e uso racional de água de chuva nas propriedades rurais. “Recomenda – se que as prefeituras e produtores priorizem investimentos em captação e armazenagem de água da chuva através de cisternas, açudes ou reservatórios”, diz o secretário João Rodrigues.

Festa das Hortaliças de Urubici A prefeitura municipal, comunidade e empresários de Urubici já estão trabalhando na organização e divulgação da Festa Nacional das Hortaliças – XII Fenahort, que será realizada de 21 a 23 de março. No evento, haverá exposição e feira de hortaliças, rodeio crioulo, concurso de gado leiteiro e apresentações culturais, além de shows e gastronomia local. Uma comitiva de Urubici liderada pelo prefeito Fidelis Schappo esteve reunida recentemente com o secretário de Turismo, Cultura e Esporte, Valdir Walendowski e com a diretora de Políticas Integradas do Lazer, Elisa Wypes de Liz, para tratar da organização

Saul Oliveira/SOL/ASCOM

do Campo

Paulo Chagas

homem

A temperatura elevada combinada com a falta de chuva já está causando prejuízos em algumas culturas agrícolas de Santa Catarina, principalmente na soja, nas hortaliças, temperos, folhosas e na pecuária bovina, além de muitos municípios já estarem fazendo o transporte de água para o abastecimento de granjas de suínos e aves. A avaliação é da Secretaria de Estado da Agricultura que considera que apesar desta situação, a safra de grãos deverá ser boa, pois o milho/safra já está com sua produção consolidada e a soja, caso volte a chover nos próximos dez dias, poderá se recuperar. O secretário da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, salienta que a todos os órgãos da Secretaria, por meio da Epagri (Empresa de Pesquisa Agro-

Festa das Hortaliças é uma grande oportunidade de mostrar o que Urubici tem de melhor

do evento. Durante o encontro, Walendowsky destacou que a Festa das Hortaliças é um exemplo de como se pretende trabalhar o turismo rural no estado. Foi elaborado o Planejamento-Ação do Turismo Sustentável de Urubici que pretende orga-

nizar o setor turístico e nortear as ações pelos próximos 10 anos. O Plats foi elaborado pela Secretaria de Estado do Turismo, Cultura e Esporte (SOL) e prevê uma série de obras físicas e trabalhos de conscientização e capacitação da população”, destacou.


REGIONAL

19

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

10ª Feijoada da Serra é lançada oficialmente Dorotóvio Couto

No sábado, dia 3 de fevereiro de 2014, num um dia ensolarado e cheio de emoções, a Chácara Batisttela em Lages, se transformou no palco do lançamento e da escolha das Musas da 10ª Feijoada da Serra. O público convidado esteve formado por autoridades, patrocinadores e imprensa. Todos puderam prestigiar o tema da Feijoada de 2014, que esse ano será a Copa do Mundo. O evento será nos dias 15 e 16 de março na Chácara Batistella em Lages SC. Logicamente, no cardápio, não poderia faltar a saborosa feijoada feita pelo Chef Ângelo Rocha, que tem sua marca nas principais festas e eventos do estado de Santa Catarina. Outra novidade será a Cerveja Oficial do evento, uma grande parceria com a Cerveja Devassa. Vanusa Córdova através da

Musas 2014

A organizadora da Feijoada da Serra Vanusa Córdova com as musas Camila, Irinéia e Priscila

Multiplik Eventos é a organizadora da Feijoada da Serra. Segundo ela, esse ano será

muito especial para o evento. “A Feijoada da Serra está comemorando 10 anos e a ide-

ia é fazer o melhor evento de todos. Por isso, minha equipe está trabalhando como nunca,

Implantação de rede coletora Ana Eduarda Borges

Nessa obra serão investidos recursos na ordem de R$ 1.278.495,03, destes R$ 1 milhão vem da FUNASA, R$ 236.317,00 da CASAN e R$ 42.278,03 a contrapartida do município. Serão assentados 6.407 metros de rede coletora, que atenderá em torno de 65 a 70% da área urbana do município.

João Nilton

goto do município. Segundo o Secretário de Administração e Finanças e Vice-presidente do Conselho, Alesandro Muniz Pereira falta apenas o encaminhamento de alguns documentos a Fundação Nacional da Saúde (FUNASA), dentre eles, o parecer do Conselho de Saúde, para a concretização.

Durante o lançamento foram eleitas, entre 11 lindas candidatas, as três musas que irão representar a Feijoada da Serra e a beleza da Serra Catarinense. A responsabilidade das escolhidas que agora irão para uma maratona de eventos até o dia da Feijoada, recaiu à Kamilla Dayandra Galvani – 3ª Musa, à Priscila Rodrigues – 2ª Musa, e à Irinéia Baldessar, eleita a 1ª Musa. “A missão delas agora ser a convidar o Estado de Santa Catarina, a prestigiar a 10ª Feijoada da Serra e principalmente conhecer as belezas da Serra Catarinense”, ressaltou Vanusa.

Referência Ambiental

Município de Urupema terá alto investimento em saneamento básico

Urupema - Durante reunião de escolha dos novos membros da diretoria, conselheiros, titulares e suplentes do Conselho Municipal de Saúde (CMS) que ficarão a frente dos trabalhos durante o período de 2014/2015, representantes da Administração de Urupema anunciaram a execução da 1ª Etapa da Rede Coletora de Es-

para proporcionar a todos, dois dias de muitas alegrias, tudo isso em ritmo de Copa do Mundo”.

Otacílio Costa - O Prefeito Luiz Carlos Xavier visitou a execução da obra do Centro de Referencia Ambiental no Bairro Poço Rico esta semana, e pode constatar que a obra esta bem adiantada, O Prefeito conversou com os funcionários da Empresa Responsável pela obra B&P Construtora e Incorporadora, eles dizem que estão felizes por construir uma obra de tamanha importância que servirá de modelo no estado de Santa Catarina por sua Arquitetura, e pelos serviços de informação a comunidade referente ao Meio Ambiente.

A Prefeitura Municipal investirá R$ 629 mil, uma Parceria com o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) um instrumento de caráter executivo extrajudicial que tem como objetivo a recuperação do meio ambiente degradado ou o condicionamento de situação de risco potencial às integridades ambientais, por meio da fixação de obrigações e condicionantes técnicos, estabelecidos pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que por sua vez, passará a atender no Centro de Referência, assim que ele ficar pronto.

Obra do Centro de Referência Ambiental ficará pronta em breve


20

ESPORTE VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Nike lança camisas amarelas

A Nike lançou nesta última terça-feira (4) camisas amarelas para os principais clubes que patrocina no Brasil e deixou clara a disputa comercial por uniformes alusivos à Seleção Brasileira contra seus principais concorrentes no ano da Copa do Mundo. A empresa americana, que fornece todo o material esportivo das equipes da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), vem trabalhando nos bastidores junto com a entidade para que seja a única que possa fabricar camisas com qualquer referência ao selecionado. Os uniformes que

relacionam um clube à seleção concorrem no mercado com os da equipe nacional. Recentemente, a CBF, que é patrocinada pela Ambev (leiase Guaraná Antárctica), ganhou uma ação contra a Coca-Cola por usar uma camisa amarela em uma propaganda na década passada. A CBF confirmou que notificou empresas que criaram camisa alternativa amarela para clubes. Mas não quis identificar os alvos. Enquadram-se nesse caso Adidas e Umbro, que comercializaram fardamentos comemo-

Rivalidade entre Pelé e Maradona Divulgação

Na opinião do Rei, duas equipes europeias chegarão ao Brasil com pinta de favorita

A rivalidade entre Pelé e Maradona parece não ter fim. E nesta quarta-feira, 5, ela ganhou um

novo capítulo. Durante o evento de lançamento de um relógio suíço em sua homenagem, no Rio de Janeiro, o Rei comentou a provocação do argentino que, após o brasileiro ser homenageado durante a Bola de Ouro em janeiro, disse que foi o primeiro a receber o prêmio especial e provocou Pelé, afirmando que Ayrton Senna foi esportista da história do brasil. “O Maradona me ama”. Os argentinos gostam de uma comparação. Eles tiveram grandes jogadores como Di Stefano,

Sivoli, Maradona e Messi. Sempre digo aos meus amigos argentinos: “Primeiro decidam quem é o melhor da Argentina para depois ver quem é o melhor do mundo” – brincou Pelé, arrancando gargalhadas dos presentes no evento. Em tom mais sério, Pelé abordou outros assuntos. Entre eles, é claro, a Copa do Mundo. O ex-jogador mostrou confiança moderada com a seleção brasileira. Para ele, o time de Felipão pode conquistar o hexa em julho.

Divulgação

Divulgação

Os uniformes que relacionam um clube à seleção

rativos de Palmeiras, Chapecoense/SC, Atlético-PR e Remo/PA. “É um procedimento de rotina quando acontece um uso indevido. A CBF tem que proteger suas propriedades e dos seus patrocinadores. É um fato recorrente. Acontece às vezes no exterior”, contou o diretor de comunicação da confederação, Rodrigo Paiva. A Nike apresentou nesta terça (4) uma terceira camisa amarela para Corinthians, Santos, Internacional, Coritiba e Bahia, com anunciado vínculo ao selecionado nacional. Oficialmente, ela afirma que não toma nenhuma atitude contra as camisas das concorrentes porque é a CBF, detentora dos direitos sobre o uniforme da seleção, que poderia fazer isso. A empresa entende que pode produzir camisas alusivas ao selecionado porque é licenciada para isso, mas não se manifesta sobre o fato de outras marcas fazerem o mesmo.

Seleção será convocada

A convocação poderá ter algumas novidades

A bola vai começar a rolar para a Seleção Brasileira no ano da Copa do Mundo no Brasil. No dia 11, na terçafeira da semana que vem, o técnico Luiz Felipe Scolari divulgará a lista de convocados para o duelo de 5 de março contra a África do Sul. Felipão convocará a Seleção Brasileira na sede da Vivo (Avenida. Ayrton Senna, 2200), uma das patrocinadoras da CBF, às 12 horas do dia 11 de fevereiro. Como de

costume, o técnico concederá entrevista coletiva logo após a divulgação da lista. Tanto a convocação quanto a coletiva de imprensa serão transmitidas ao vivo pela CBF TV através do site da entidade. O duelo entre Brasil e África do Sul será o último antes da convocação final para a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. O amistoso será disputado em Joanesburgo, capital do país africano, no Estádio Soccer City.


ESPORTE

21

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Campeão do Sênior sai no sábado

E

O jogo será no Estádio Municipal Vidal Ramos Junior

ago joga pelo empate para ser Bicampeão. Não existe saldo de gols. Caso o Nacional vença,

a decisão do título acontece em cobrança de penalidades máxima.

Celso Aurélio

regulamento. A decisão para saber quem será o primeiro colocado foi pelo número de cartões, onde o América levou vantagem com 17 amarelos, contra 23 do Guarujá. Os resultados da última rodada foram estes:

A rodada entra a 8ª rodada

empatadas em todos o critérios, tanto em gols sofridos, gols marcados e em outros itens do

América 1 x 0 Vila Mariza, Assolan 5x 2 Inter Amigos, Juventude 6 x 3 Cruzeiro Junior , Guarujá Junior 2 x 0 Cristal, Guarujá 8x0 São José.

da Silva (secretário-executivo), Jane de Fátima Furtado, (1ª secretária) e Marcos de Andrade (tesoureiro) discutiu sobre os locais de competições, as obras em andamento e ainda os valores que serão repassados pelo Governo do Estado. Conforme o presidente da Comissão, Álvaro Provesi, os preparativos estão em ritmo acelerado. “Nossa intenção é realizar um dos melhores Jogos Abertos dos últimos anos e para isso, a Comissão já está tendo bastante trabalho”, salientou.

Todos os ginásios de esportes da cidade que foram solicitados pela comissão deram resposta positiva e sediarão as competições. Também está sendo finalizada a construção das pistas de ciclismo para as competições de Bike BMX, Cross Country e Downhill. Outra grande obra que está em fase final é a da reforma do Ginásio Poliesportivo Jucílio de Castro Fernandes, no Bairro Cordeiros, que recebeu diversas melhorias e receberá a modalidade de Futsal.

stá um bagunça generalizada o futebol brasileiro. Se não bastassem as liminares e as indecisões no caso Portuguesa, CBF e STJD, o movimento do Bom Senso Futebol Clube (que de bom senso não tem nada),agora temos conviver com as atitudes constantes de violências das torcidas nas arquibancadas dos estádios e também invadindo CT-Centro de Treinamento da equipes, colocando em risco a integridade física e própria vida do atletas. É lamentável o quadro do nosso futebol, como também é lamentável o desenrolar da situação que não apresenta nada de positivo na caminhada. E ao mesmo tempo não vislumbramos uma luz no final do túnel. Parece que os Deuses do futebol se esqueceram de nós. “Pensemos nisso enquanto é tempo”.

Inter

O

Internacional de Lages já conhece seus adversários nas categorias de base para os campeonatos júnior e juvenil da temporada 2014. A estreia será dia 15 de março contra o Canoinhas.

Em Foco

A

dupla Mauricio Sofiatti e Samuel Ramos está empenhada em manter vivo o Inter Fut 7. A equipe que na temporada passada teve boa participação nas competições e ganhou experiência, está se estruturando para 014 com muitos projetos à vista. Celso Aurélio

Reunião sobre os Jogos Abertos 2014 Itajaí - Os membros da Comissão Central Organizadora (CCO) dos 54ª Jogos Abertos de Santa Catarina reuniram-se pela primeira vez na última segunda-feira (3) para tratar de assuntos administrativos que envolvem a competição. Esta será a quarta vez que Itajaí irá sediar o evento, marcado para o período de 15 a 25 de novembro. Durante o encontro, o grupo formado por Álvaro Provesi (presidente), Tarcizio Zanelato (vice-presidente), Paulo José

por Celso Aurélio caesporteselazer@hotmail.com

Uma bagunça

Equilíbrio no futebol da Liga Serrana

Um dado curioso: as duas equipes que lideram a competição estão rigorosamente

CA Esportes

Celso Aurélio

O campeonato de futebol Sênior da Liga Serrana de Futebol Teve no último sábado, 1º de fevereiro. A primeira partida da final entre Nacional Junior x Candiago Funerária Nossa Sra do Rosário. Em partida disputada no Estádio Municipal Vidal Ramos Junior a equipe do Candiago/Funerária Nossa Sra do Rosário venceu pelo placar de 4 x0, gols de Volmir (2), Sandro Porcão e Gordo. Neste sábado, dia 8 de fevereiro, no Estádio Municipal Vidal Ramos Junior acontece afinal da competição. A 15h, tem a decisão de 3º lugar entre Ouro Verde e Kayuba ITP e às 17h, a grande final entre Nacional Jr x Candiago. O time do Candi-

Valeu galera, até a próxima edição!


22

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

PUBLICIDADE


23

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Vitrine do Pakinha

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

por Marcelo Vieira Muniz

1

2

4

5

1 - Auria, Ivete, este colunista Pakinha, Vanusa e Beto juntamente com a equipe da Feijoada da Serra. 2 - Dr. Tuigo, Cosme com esposas e amigos. 3 -Empresária da revista Click Ivani com o maridão Edson e sua filhinha Gabriela, na Feijoada da Serra. 4 - Equipe da Imagem TV presente na Feijoada da Serra. 5 - Grandes amigos Gugu e Zumiro. 6 - O empresário Nelson Jr e Denise.

Studio K:

reinauguração com estilo O Studio K, em Lages, depois de cinco anos atuando apenas como salão de beleza, decide inovar. A partir de agora, junto ao novo espaço, acrescenta-se a opção do SPA, englobando também completo serviço de relaxamento corporal. As opções variam entre a banheira de hidromassagem, pedras quentes ou cromoterapia. E, juntamente com essa nova modalidade de atendimento, o salão de beleza segue funcionando com a costumeira qualidade, tanto para os homens quanto para as mulheres. Vale ressaltar que a proposta do SPA se encaixa perfeitamente na lista de presentes. Caso você queira dar algo diferente a alguém, basta ligar para (49) 3224 3685, agendar, e pronto. O horário do atendimento é das 13 às 22 horas. O Studio K, está localizado na Rua Otacílio Vieira da Costa, nº 227, próximo à Câmara de Vereadores.

3

6


24

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Realocações na Ponte Grande

CONTRACAPA

Instituto Paternidade pede apoio à SDR

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 7 de FEVEREIRO de 2014

Marciano Correa

Divulgação

Ao todo são mais de 150 famílias que precisam ser realocadas na Ponte Grande

A Administração Municipal através da Secretaria de Habitação, alcançou a marca de 40 realocações de famílias que residiam às margens do rio Ponte Grande, permitindo o avanço das frentes de trabalho e evitando o risco de elas sofrerem com alagamentos por conta da proximidade com o rio. O total de realocações necessárias soma pouco mais de 150. As transferências correspondem aos trechos de divisão das

áreas números 2, 3 e 4. As realocações nestes territórios estão ocorrendo simultaneamente. No 1 ainda não foram iniciadas, no 3 estão próximas de serem concluídas. Atualmente, oito realocações estão em andamento. Do trecho 1 constam os Bairros Gethal, parte do São Sebastião e São Vicente, e do 2 os Bairros Santa Maria e parte do Coral. Caravágio, Guarujá, uma parcela do São Sebastião, outra do Coral e uma do Ferrovia for-

mam o trecho 3. O 4 é composto pelos bairros Popular, Várzea e parte do Ferrovia. As 40 famílias retiradas dos locais de risco foram transferidas para imóveis com locação custeada pela Prefeitura de Lages em valores de até R$ 442,75 com aluguel social, onde permanecerão até que as obras do condomínio de alvenaria, no Várzea, sejam concluídas, permitindo a mudança definitiva.

Paternidade pede apoio do Governo

Na quarta-feira (5) a coordenadora de projetos Rita Lang esteve no gabinete do Secretário Regional Gabriel Ribeiro para buscar apoio do Governo do Estado, para que seja reconhecido o trabalho feito pelo Instituto, na Serra Catarinense. Lembrando que o Paternidade tem reconhecimento nacional, mas

carece de investimento por parte do Estado. Hoje quem apoia financeiramente a entidade é o Município de Lages. O trabalho tem sido mantido durante esses anos, porque a equipe tem buscado junto às empresas da região, aporte financeiro para o custeio de projetos, e que são aplicados tanto em Lages como em diversas cidades de Santa Catarina. “O instituto é procurado por diversas cidades, mas não tem condições de atender à todos. A equipe é comprometida com o trabalho e desenvolve diversos projetos, mas sem o incentivo do Estado e do Município dificulta o andamento do processo, pois, dependemos de transporte, alimentação e hospedagem para os integrantes do teatro”, disse Rita. O Secretário Gabriel disse que intermediará o diálogo entre a diretoria do IPR e o Governador Raimundo Colombo.


Vitrine Lageana 116