Issuu on Google+

Entrevista Cultura Segurança Educação Opinião Saúde Turismo Cidade R$ 2,00

Ano 04 - Edição 113 - Lages, Sexta-feira 17 de Janeiro de 2014

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

Serra livre de apagões Investimentos em vários setores da regional da Celesc, em Lages, são garantias de que a Serra não deverá sofrer colapso energético nos próximos anos. Pág. | 03 Paulo Chagas

PT e PDT fecham parceria

Obras de ponte estão paradas

Indústria de SC cresce em 2013

Vacina contra HPV para meninas

Governo entrega novas viaturas

Partidos estarão juntos nas eleições de outubro

A conclusão deve ocorrer na metade de fevereiro

O setor que mais cresceu no Estado foi o de alimentos

Pela primeira vez o acesso à vacina é gratuito

O reforço é de mais 40 veículos para a região

Polítia 4

Cidade 6

Economia 8

Saúde 10

Segurança 13


02 21

Opinião VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

O evento esquecido

L

históricas, uma vez que está presente na sociedade lageana desde 1880, mais precisamente, no século XIX. Durante as décadas de 30,40 e 50, houve a presença do Corso (desfile de carros de mola) e o Zé-Pereira (a primeira bateria carnavalesca surgida no Rio, em 1956) nas ruas da Princesa da Serra. Também podemos lembrar-nos das sociedades carnavalescas Cravo Preto (1919) e Vaiou-Racha (1917) que tornaram nosso carnaval o primeiro e mais famoso do Estado.

ages, a Capital Nacional do Turismo Rural, é rica não só em belas paisagens como a Coxilha Rica, mas também em eventos, dentre os quais podem ser citados a Paixão de Cristo, Festa nacional do Pinhão, FETEL, Brilho de Natal e o Carnaval. Todos esses sempre receberam atenção especial, com exceção do último que vem sendo esquecido há sete anos pelo Poder Público. Até quando irão brincar com nossa identidade cultural? ais uma vez quero lembrar que o carnaval de Lages possui raízes

M

A

partir da década de 60, surgem, então, as escolas de samba cujas origens são as sociedades carnavalescas. Lages já teve até dez escolas de samba. Mas por que o carnaval lageano tem sido esquecido? As escolas de samba sempre planejaram o desfile oficial. O problema é que as autoridades públicas não valorizam o grande potencial turístico e profissional do nosso carnaval. Apenas o critica, rechaçando e desvalorizando-o. Há aqueles que até tentam mantê-lo através de pequenos eventos.

Nossa Opinião

Grimpa

O grito da maçã

Reavaliar

‘‘

N

a última segunda-feira (13), produtores de maçã de São Joaquim, soltaram o grito, mais uma vez, para pedir atenção às estradas, uma vez que o escoamento da safra está por começar. A primeira providência para chamar atenção das autoridades responsáveis foi bloquear o trajeto da estrada Caminhos da Neve. Afinal, é por ela que quase 60% da produção da fruta são escoadas. Infelizmente, ano após ano, o sofrimento dos produtores nesta época se repete, exatamente pela falta de manutenção das estradas. overno do Estado e município devem atuar juntos para não mais provocarem lamentos. A estrada Caminhos da Neve, depois de pavimentada será a solução definitiva para os problemas dos produtores quanto ao escoamento da safra. No entanto,

G

estão tristes pela morosidade com que a obra está sendo tocada. Eles lembram que o Exército, levou 12 anos para fazer apenas cinco quilômetros de asfalto. O medo é de que a mesma situação se repita e o trecho agora que é maior, leve 100 anos. descontentamento recai sobre as lideranças. De um lado, o governador que abraçou pessoalmente a causa, parece ser o último, a saber, das coisas que acontecem em São Joaquim. A SDR, que deveria ser o órgão fiscalizador anda ausente. Nesse caso, os produtores estão realmente com a razão. A resposta dada é de que a Secretária Solange Pagani estaria de férias, e não há máquinas para a melhoria das estradas. Afinal, se não há quem responda, então, que se coloque alguém mais capaz na função de Secretário Regional.

O

‘‘

Planejamento

e tanto falar que tudo tem que ser muito bem planejado; de que nada se faz sem planejamento, este talvez esteja sendo o maior calo do prefeito Elizeu Mattos. O quesito planejamento tem falhado em diversas ocasiões. Vejam por exemplo, a obra do cabeamento subterrâneo. Segundo o planejamento era para começar dia 8 de janeiro. Já a obra de saneamento do Complexo Araucária está parada. Exatamente porque o planejamento falhou. E tem outros exemplos!

...

ue o Conselho Municipal de Política Cultural possa manifestar-se positivamente em favor ao carnaval. Quanto ao senhor prefeito eleito, digo-lhe para não copiar o esquecimento da atual gestão! Humildade e não arrogância. Prometeu restaurar o carnaval de nossa cidade? Cumpra sua palavra! Foi bem na urna! Então, seja bom na prática administrativa! Olho na cultura!

Rafael Lecy Madruga da Silva (professor do sistema municipal)

!

D

Férias

Q

O

Erro

na escrita

?

P

laca indicativa das obras do cabeamento subterrâneo no Centro de Lages, confeccionada pela Celesc, constava o nome de Lages, com “j” (Lajes). Um erro grosseiro. Obviamente, quem confeccionou não deve saber a grafia correta. No entanto não se concebe o fato de que a placa deva ter passada por outras mãos fiscalizatórias, e ninguém reparou o erro. Assim, foi “plantada”, junto à obra para o espanto dos lageanos. Pode?

s administradores da Prefeitura de Lages vão ter que avaliar muito bem se valeu ou não a pena o sistema de 30 dias de férias coletivas. Muitos serviços Coletivas ficaram prejudicados, especialmente no quesito atendimento. A população não pode ficar tanto tempo sem assistência total do órgão administrativo municipal. As repartições esvaziadas criam embaraço a quem precisa do serviço público municipal. A grande maioria da população trabalha normalmente a partir do primeiro dia útil do ano. Portanto...


DESTAQUE

03

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

Serra não corre risco de colapso energético Paulo Chagas

Gerente regional Etamar Eger tranquiliza a população

Apesar de ter uma enorme área territorial, com mais de 19 mil quilômetros de rede, a maior das agências de Santa Catarina, a regional da Celesc, não corre risco de ter nos próximos anos, algum tipo de colapso energético. A garantia é do gerente regional, Etamar Eger. Segundo ele, o estímulo para enfrentar a demanda de energia em 2014/2015, provém de investimentos na ampliação de carga das subestações Vidal Ramos Júnior, no Centro, e da região da Lages Industrial, além da construção de oito novos alimentadores. Um desses alimentadores vai servir para atender o Shopping Center, também às necessidades da

Sinotruk, e das demais empresas que deverão se instalar no entorno da montadora chinesa. Cada um dos alimentadores terão capacidade de geração de 23 mil e 100 volts. Ainda conforme o gerente da concessionária de energia, a agência de Lages, que atende 24 municípios, a região está bem servida. O atendimento, para se ter ideia, compreende desde Santa Cecília até a divisa com Vacaria (RS), ou, de Bom Jardim da Serra até Celso Ramos. Todo o controle é feito através de um sistema interligado. Além disso, a empresa está investindo em automação, facilitando a religação automática de geradores.

tabelecido para a conclusão. Além dos complementos com asfalto e passeios públicos, falta a instalação do esgotamento sanitário, e, principalmente, a remoção dos postes para a definitiva implantação da rede subterrânea de energia e dos demais serviços compartilhados. Sobre isso, nossa reportagem conversou com o gerente regional da Celesc, Etamar Eger. Segundo ele, a empresa elaborou dois projetos que foram encaminhados à Prefeitura de Lages: num deles, no valor de R$ 2,9 milhões, se baseia apenas na rede elétrica. Um segundo

projeto leva em conta também as linhas compartilhas, e o valor se estende a R$ 3,9 milhões. Conforme explica Etamar, através de correspondência, o Município encaminhou o pedido para que o Governo do Estado, para que ele se comprometa com o projeto energético. Caso a autorização ocorra, a licitação será aberta e a execução da obra será rápida. No entanto, o solicitante é quem deve arcar com as despesas, e se o Governo interpretar dessa forma, poderá negar os recursos, e o Município terá que encontrar outra alternativa, o que deverá postergar

Assim, quando falta energia em determinada região, o Centro de Operação determina a manobra de distribuição de energia e o serviço é restabelecido em dois ou três minutos. Antes, levava no mínimo, três horas. Lages, curiosamente, tem a maior extensão territorial e o menor potencial de consumo do Estado. São pouco mais de 153 mil unidades consumidoras distribuídas em 12 mil 747 quilômetros de rede na zona rural, e apenas 1, 794 mil, na área urbana. Em outras regiões ocorre o inverso. Porém, o que mais preocupa é a falta de linhas de distribuição. Por outro lado, outro fator

relevante é o serviço de manutenção das redes. Na regional serrana, somente em 2013, foram feitas diversas roçadas, das quais, foram retiradas mais de 4 mil árvores que comprometiam a rede de distribuição. Para o serviço, mais de R$ 2 milhões foram aplicados. Conforme Etamar, recursos que poderiam ser dirigidos para outros investimentos. “O nosso maior problema são as plantações de pinus. Muitos produtores insistem em seguir cultivando junto às redes. Isso sem contar os problemas das descargas elétricas provocadas por raios que causam a queima dos para-raios e racham os isoladores”, ressalta Etamar.

A obra de revitalização da Av. Duque de Caxias, acabou se tornando uma das mais complexas para serem concluídas em Lages. Numa previsão inicial, o investimento seria de R$ 4,7 milhões, sendo R$ 3,4 milhões, com recursos oriundos de financiamento junto ao Banco do Estado de Santa Catarina (Badesc), e o restante na contrapartida do Município. A assinatura do convênio foi há pelo menos quatro anos. Passado esse tempo todo, entre problemas como a falta de recursos complementares, modificações do projeto e paralizações, ainda não há prazo es-

Paulo Chagas

Duque ainda aguarda remoção dos postes

Obra de revitalização da Av. Duque de Caxias ainda não tem prazo para terminar

o serviço por no mínimo, mais seis meses. “O projeto elétrico da Av. Duque de Caxias é uma obra importante, tanto para a Celesc, quanto para a cidade.

Portanto, tudo precisa ser resolvido rapidamente. A remoção dos postes implica, inclusive, na segurança da via”, argumenta Etamar Eger.


04

política VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

PT e PDT fecham aliança Andréia Cristina Oliveira

PT e PDT se aliam e buscam agora ajuste com o PMDB

A última segunda-feira foi promissora para o Partido dos Trabalhadores (PT), de Santa Catarina. Em reunião na parte da tarde, o Partido, coordenado pelo ex-deputado Cláudio Vignatti, deu início a uma nova etapa de diálogo com as siglas para construção de um projeto alternativo para as eleições 2014. Neste dia, dois encontros: um com o Partido Democrático Trabalhista (PDT) e outro com o Partido do Movi-

mento Democrático Brasileiro (PMDB). No primeiro encontro, com as lideranças do PDT, que já haviam manifestado intenção de caminhar com o PT neste processo, os representantes dos dois partidos falaram sobre as pretensões e a vontade de trabalhar por um projeto unificado em âmbitos nacional e estadual. A aliança entre o PT e PDT será oficializada após processo interno das siglas, mas os par-

tidos já somam forças para concretização deste bloco. No segundo encontro, na noite de segunda-feira (13), o PT, PMDB e PDT avançaram em novo diálogo. Na conversa entre os três partidos, o assunto em pauta foi novamente a ideia da construção de um projeto alternativo para Santa Catarina nas eleições 2014. Na avaliação de Eduardo Pinho Moreira, o PMDB não está em condição fechada. “Eu diria que hoje o quadro está aberto dependendo das conversas que tivermos”, enfatiza. O ministro Manoel Dias reafirmou a posição do partido em caminhar junto neste projeto, “queremos ser parceiros na construção deste projeto alternativo para Santa Catarina”, declarou.

Para doações partidos deverão abrir contas Os diretórios nacionais e estaduais dos partidos políticos que quiserem receber doações eleitorais neste ano de 2014 devem abrir conta bancária específica com essa finalidade. Para solicitar a abertura da conta específica ao banco, o partido precisa gerar no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o Requerimento de Abertura de Conta Bancária Eleitoral (Racep). “O Racep é o documento gerado pelo partido, na página eletrônica do TSE, para entrega na instituição financeira, possibilitando a abertura de conta bancária para a movimentação de recursos de campanha. Dessa forma os bancos podem verificar a autenticidade do documento”, informa Thiago

Bergmann, assessor-chefe de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias do TSE. Após a abertura da conta, o partido poderá arrecadar recursos para a campanha, devendo emitir recibo eleitoral referente a cada doação recebida. Os diretórios nacionais e estaduais poderão solicitar e imprimir faixa de recibos eleitorais, por meio do Sistema de Recibos Eleitorais (SRE), também disponível no Portal do TSE. Isto porque, assim como o partido, cada candidato e comitê financeiro precisa abrir conta bancária específica para movimentar seus recursos de campanha, registrando a entrada de doações e o pagamento de gastos eleitorais. (Fonte: TSE).


POLÍTICA

05

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

pchagas@brturbo.com.br

VITRINE POLÍTICA

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

Por Paulo Chagas

Falta ética

A

E

não é que as obras do cabeamento subterrâneo começaram efetivamente, na última terça-feira. Importante nisso tudo, para que o leitor entenda, é o começo de uma novidade que deve transformar a área central de Lages. Isso quer dizer que todo o emaranhado de fios pen-

durados nos postes irão desaparecer, em breve, criando um novo visual das ruas. E, depois disso, vem a revitalização das ruas e das praças. Então, dá para imaginar o que está começando a acontecer? Estou ansioso para ver o resultado de tudo, dentro de mais alguns meses.

PT e PDT juntos

D

iferentemente e seguindo ideologias parecidas, o PT e o PDT firmaram compromisso para, juntos, enfrentarem as urnas em outubro. O aval da parceria foi dado pelo presidente do PDT no Estado, Manoel Dias,

durante encontro na tarde de segunda-feira (13). A proposta é construir um projeto alternativo para Santa Catarina nas eleições 2014. As conversas vão prosseguir visando o acerto com novos parceiros no projeto político.

Decisão rápida

C

om certeza as novidades no campo político plantadas na última segunda-feira deve ter mexido com meio mundo. No jogo de interesses está valendo tudo. Sou favorável a uma decisão da continuidade ou dissolução da tríplice o mais rápido possível. O eleitor, por

sua vez, observa indignado, tanta conversação voltada a interesses pessoais visando a conquista do poder. Gostaria muito de ouvir o que tem a dizer a respeito das interlocuções entre PT e PMDB, o governador Raimundo Colombo e o senador Luiz Henrique da Silveira.

De se pensar

O

gozo de férias é justo e necessário. No entanto passo a questionar o tempo de 30 dias para um afastamento coletivo numa prefeitura do porte de Lages. Naturalmente, uma avaliação criteriosa deverá ser feita, assim que os trabalhos voltarem à normalidade, e com todas as repartições em pleno

funcionamento. Passar um tempo longo sem atendimento máximo prejudica principalmente a população que, na maioria, não sabe o que é tirar férias em janeiro. Para piorar, dificilmente telefones são atendidos, não se encontram as pessoas certas, e de quebra, portas fechadas pela manhã. Há exceções.

Observo que:

O G E

vandalismo segue sem controle em Lages. Lixeiras de plástico são queimadas; de concreto, quebradas; e de ferro, roubadas. Cidadão indignado relatou-me isso, perplexo;

overnador Raimundo Colombo traçou as diretrizes para encerrar o último ano do mandato, em reunião do colegiado, nesta última quinta-feira, em Lages, durante encontro na Pousada Rural do SESC;

m se tratando se serviço público, quando um funcionário se compromete a retornar sobre qualquer informação pendente, que o faça. Caso contrário, o não retorno indica incapacidade e total incompetência;

T

rajeto da BR 116 a Campo Belo do Sul, está tomado de buracos, e dos grandes. Embora, em alguns pontos, houve certa melhora com tapamento superficial.

Ary Barbosa

lo Afonso, confabulam em discussões paralelas outros interesses. Foi o caso da reunião com as cúpulas do PT e do PDT, na última segunda-feira. O Partido dos Trabalhadores está certo em assediar o PMDB e não tem nada a perder. Porém, ser governo e discutir um caminho diferente que leva ao mesmo lugar, deveria ser feito dentro da ética, se é que ela existe no meio político.

Andréia Cristina Oliveira

Executiva Estadual do PMDB precisa adotar uma postura mais ética quanto à conduta partidária. Embora seja livre e democrática a construção de alicerces partidários visando a disputa de um pleito, o Partido é governo e deveria se comportar como tal. No entanto, alguns líderes como o vice-governador Eduardo Pinho Moreira e o deputado federal Pau-

Cabeamento


06

Cidade VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

Ponte à espera da conclusão

Ary Barbosa

Paulo Chagas

Obras do cabeamento subterrâneo avançam

Os trabalhos de escavações começaram pela Rua Marechal Deodoro

Por hora os trabalhos de conclusão da ponte estão parados

Em Julho de 2011 foi dada a informação de Lages ganharia uma nova Avenida, a Anastácio da Silva Mota, ligando o centro da cidade à Rodoviária Dom Honorato Piazzera, e vice-versa. Assim, conforme fora dito, as obras de abertura da nova Avenida tiveram início, com recursos oriundos de convênio firmado entre a Prefeitura de Lages e o Ministério das Cidades. No projeto de implantação da Avenida, consta a construção de uma ponte sobre o rio Carahá – exatamente na altura do ponto de confluência da Rua Caetano Vieira da Costa com a Av. Belizário Ramos (Carahá).

E assim, os trabalhos de execução, em etapas, foram se sucedendo. No que tange aos serviços de drenagem, implantação de rede de esgoto, rede pluvial – execução de obras especiais -, pavimentação e construção de calçadas (passeios públicos), estes, estão praticamente prontos. Estes serviços e obras foram executados numa extensão de 336 metros da nova Avenida e no trecho de cerca de 100 metros da Rua Henrique Dias – com acesso à Av. Dom Pedro II – bem em frente ao Terminal Rodoviário de Lages. Já a ponte, projetada com uma extensão de 20 metros; 16 metros de largura (vão de 20 met-

ros), está com o acabamento paralisado. O total de recursos conveniados entre a PML e o Ministério das cidades é de mais de R$ 1,5 milhão. Conforme o secretário de Obras e Infraestrutura, Joel Monn, a empresa responsável pela obra deve retomar os trabalhos em breve, com a previsão de término na segunda quinzena de fevereiro, próximo. Quanto ao trânsito, a Prefeitura está avaliando qual a melhor forma de utilização do trajeto, ou seja, se manterá o projeto original de mão única, tanto na Caetano Vieira da Costa, quanto na Frei Gabriel, ou deixar ambas as vias com mão dupla.

Os operários da empresa Quantun Engenharia, responsável pela execução das obras de cabeamento subterrâneo do Centro da cidade, iniciaram as escavações na Rua Marechal Deodoro, na manhã de terçafeira (14), próximo à rótula com a Rua Marechal Floriano. A previsão é de que esta etapa seja concluída em até dois meses; após esta via, o canteiro de obras muda para as ruas Correia Pinto e Emiliano Ramos (Via Gastronômica). De acordo com o secretário de Planejamento, Jorge Raineski, dois projetos serão executados ao mesmo tempo. “Tratase das obras de cabeamento de energia elétrica da Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina), esta financiada pelo governo do Estado, e o cabeamento das compartilhadas, que

fica por conta do Município”, afirma. “A Quantun Engenharia ganhou as duas licitações.A primeira etapa das obras refere-se à tubulação que receberá o cabeamento em toda a extensão da via. Para a organização do fluxo de veículos, a equipe conta com o apoio dos Agentes Municipais de Trânsito e como os trabalhos são executados na área de estacionamento, a rua não precisou ser interrompida. “Não iremos passar a fiação antes que toda esta etapa esteja concluída, bem como o projeto de iluminação pública. Em breve teremos galerias e caixas de inspeção que irão proteger os cabos em toda a via; somente após esse processo concluído é que haverá a mudança de toda a fiação dos postes para as galerias”, explica Raineski.


Cidade

07 07

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

A restauração do prédio popularmente conhecido como Colégio Rosa, já mostra na parte externa, a mesma forma dos primórdios do funcionamento, há mais de 100 anos. O investimento por parte do Governo do Estado, de R$ 5,9 milhões do Fundo Social para transformar a edificação centenária em um centro cultural, está sendo justificado. O local vai agregar, depois de pronto, atividades ligadas à educação, arte, turismo, lazer e gastronomia, num espaço que será a administrado pelo Sesc. Mais detalhadamente, o Serviço Social do Comércio irá oferecer ao público no futuro,

aulas de dança, música e arte, exposição de obras de artistas locais, gastronomia, leitura e recreação infantil. O espaço ainda terá ainda um local para a prática de jogos de carta e dominó, dois auditórios e acesso à internet. Para melhorar a acessibilidade, um elevador será instalado para interligar subsolo e os dois pavimentos. As paredes externas já foram restauradas, e estão sendo pintadas com a cor original. A parte interna do prédio, por sua vez, está recebendo tinta branca. Praticamente todas as portas e janelas já foram restauradas, assim como o forro do segundo piso. Várias peças

tipográficas foram refeitas a partir de fôrmas com desenhos idênticos aos fixados no prédio na época da construção. Elas substituíram as peças danificadas. A restauração deve ser concluída neste primeiro semestre de 2014. Mais de 40 operários estão engajados na obra. O prédio foi construído no início do século passado para ser um dos primeiros grupos estudantis de Santa Catarina. Entre 1912 e 2011, a escola estadual Vidal Ramos funcionou no local. Os alunos ganharam um novo espaço, mas a edificação centenária será devolvida à população em um formato cultural.

Paulo Chagas

Revitalização do Colégio Rosa quase pronta

O conhecido Colégio Rosa está sendo transformado em Centro Cultural

Ações de limpeza estão ocorrendo por toda a cidade As equipes de limpeza e manutenção da Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Público estão espalhadas em vários pontos da cidade, desde o início de janeiro, mesmo sendo período de férias coletivas, para manter a cidade

limpa e organizada. Segundo o secretário Mushue Hampel, gradativamente as equipes vem executando roçadas, capinadas, pintura das vias públicas, desbastes, restauração e instalação de parques infantis. “Dividimos os trab-

Fim da falta d’água na Penha As obras e instalação do booster da Secretaria Municipal de Águas e Saneamento (Semasa), na rótula entre a Av. Presidente Vargas e a Rua Bruno Luersen, no bairro Penha, iniciaram no dia 6 de janeiro. A previsão é de que o equipamento comece a operar a partir de 15 de fevereiro. De acordo com o diretor de Saneamento, Vilson Rodrigues, a expectativa é de que a região que compreende os bairros Penha, São Miguel, Jardim Panorâmico, Vila Mariza, Guarujá e adjacências não sofram

mais com desabastecimentos. A instalação do booster nessa região aumentará significativamente a quantidade de água armazenada no reservatório R3, situado na Penha. O R3 tem capacidade para armazenar 4,5 milhões de litros. Quando preenchido todo esse espaço, cerca de 60 mil moradores serão beneficiados. Após esta etapa a equipe partirá à outra região da cidade, a ser definida, para continuar com os serviços de manutenção no abastecimento de água e nas redes de esgoto.

alhadores em várias frentes. Mesmo neste mês de férias não podemos deixar a limpeza de Lages de lado”, explica. Sob a coordenação do diretor de Terminais, Antonio Polese, e do gerente de Parques e Praças, Rafael Pitz, em tor-

no de 30 servidores estão em plena atividade. Nesta semana alguns dos colaboradores concentraram-se na área central e bairros próximos. Entre as ações, a limpeza com os Bobcats no bairro Brusque, enquanto outra equipe ficou

responsável pela Av. Papa João XXIII, no Petrópolis. O bairro Morro do Posto também recebeu reparos e até o fim desta semana as equipes efetuarão melhorias nos bairros Frei Rogério e Conta Dinheiro.


08

economIa VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

Cresce a produção da indústria Divulgação

A produção industrial catarinense acumulou alta de 1,6% no período de janeiro a novembro de 2013, quando comparada ao registrado nos

11 primeiros meses de 2012. Segundo dados do IBGE divulgados recentemente, este desempenho foi maior que o nacional, que teve elevação

Desde a quarta-feira, 8 de janeiro, está disponível para consulta o lote multiexercício de restituição do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física referente aos exercícios de 2013 (ano-calendário 2012), 2012 (ano-calendário 2011), 2011 (ano-calendário 2010), 2010 (ano-calendário 2009), 2009 (ano-calendário 2008) e 2008 (ano-calendário 2007). O crédito bancário em nível de Brasil será para 73.581 contribuintes e realizado no dia 15 de janeiro, totalizando o valor de R$ 159.916.620,04 milhões. Desse total, R$ 30.612.170,87 refere-se ao quantitativo de 7.774 contribuintes de que trata o Art. 69-A da Lei nº 9.784/99, sendo 6.772 contribuintes idosos e 1.002 contribuintes

com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave. Em Lages serão 85 beneficiados no total de R$ 131.968,89. No estado de Santa Catarina será liberada a importância de R$ 4.529.489,00 para 2.397 contribuintes. Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet (http://www.receita.fazenda.gov.br), ou ligar para o Receitafone 146.

Divulgação

Setor de alimentos registrou bom desempenho no período

de 1,4% no mesmo período. De acordo com o levantamento, se destacaram positivamente em Santa Catarina os setores de alimentos, vestuário, metalurgia básica e papel e celulose. Já os segmentos de motocompressores e produtos têxteis tiveram os maiores recuos. No mês de novembro, a atividade da indústria de Santa Catarina teve recuo de 2,7%, na comparação com o mesmo mês de 2012. A desaceleração foi a maior das 14 regiões pesquisadas e o indicador nacional registrou aumento de 0,4%.Na comparação com outubro de 2013, a atividade da indústria catarinense diminuiu 3,1%, em dados dessazonalizados.

Restituição do IRPF de janeiro está disponível


GERAL

09

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

Obras do Órion Parque avançam em ritmo acelerado Loreno Siega

Obras do Órion Parque estão com o cronograma adiantado

Na quarta-feira (15/1) o Presidente do Instituto Órion, Roberto Amaral, acompanhado do Secretário Regional de Lages, Gabriel Ribeiro, do pre-

feito em exercício, Toni Duarte e do empresário Valmir Tortelli, do Núcleo de TI da ACIL, estiveram visitando as obras de construção do prédio central do

Órion Parque, que está sendo implantada pela construtora JK Engenharia entre os bairros São Paulo e São Francisco, próximo ao terreno do IF-SC. “Estamos impressionados com o rápido andamento das obras. Depois de um longo tempo de espera, acreditamos que até o final deste ano ou no máximo até o começo de 2015 os quatro pavimentos e todo o prédio central, com 4 mil m² de área construída, estejam prontos”, explicou Roberto Amaral. Para o Secretário Regional, Gabriel Ribeiro, com o Órion

Parque Lages torna-se referência em Santa Catarina no setor de tecnologia e avança rumo a um novo ciclo de desenvolvimento econômico. “O Governo do Estado, através da Fapesc, desde o começo acreditou e aprovou a iniciativa. Tanto que aportou R$ 5 milhões para a construção deste prédio central ainda em dezembro de 2011”, lembrou. “Agora, finalmente, a obra avança rápido. E vamos continuar apoiando naquilo que for necessário e possível. Lages precisa muito disso”, disse Ribeiro.

As obras do prédio central do Órion Parque iniciaram oficialmente no dia 19 de julho de 2013. O prazo de entrega por parte da construtora JK Engenharia é janeiro de 2015. Mas, pelo atual estágio da obra, acredita-se que será possível concluir com até três meses de antecedência. Nos demais terrenos do complexo, cuja área total tem 89 mil metros quadrados, serão instaladas outras quatro empresas e uma instituição: a NDDigital, Softecsul, Flex Contact Center, Plasoft e Faculdades Tecnológicas do SENAC/SC.

Máquinas distribuídas em todos os municípios de SC de 3.282 estacas e 3296 boias marinhas até o fim de fevereiro, num investimento de R$ 31.128.766,86 em recursos próprios, do Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR) ou em parcerias com o Governo Federal. O secretário da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, salienta que a distribuição beneficiou cerca de 1 milhão de pessoas residentes no meio rural e mais de 193 mil de propriedades da agricultura familiar. Em 2014, o atendimento prioritário continuará com a en-

trega de outros implementos e maquinários. “Pela primeira vez na história catarinense, 100% dos municípios foram contemplados com algum tipo de equipamento agrícola. Em três anos do mandato do governador Raimundo Colombo, a Secretaria da Agricultura e da Pesca aplicou mais de R$ 300 milhões no setor, entre entrega de equipamentos, financiamentos e demais programas da pasta”, lembra. Entre os implementos agrícolas estão ensiladeiras, carretas agrícolas, distribuidores de

Ney Bueno/Agricultura

Todos os 295 municípios catarinenses terminaram o ano de 2013 com, pelo menos, um implemento ou maquinário agrícola cedido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura e da Pesca. A entrega destes equipamentos integra o conjunto de ações para auxiliar os municípios na melhoria da sua agricultura familiar e o agronegócio. A iniciativa entregou 943 implementos ou maquinários para prefeituras e associações de agricultores, além de estarem previstos a entrega

Equipamentos vão atender as propriedades rurais que respondem por 70% da produção agropecuária no Estado

calcário e de adubo, balanças bovinas, grades niveladoras e aradoras, entre outros. Entre

os maquinários estão retroescavadeiras, pá carregadeira de esteira e tratores.


10

SAÚDE VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

dade verificar o uso e cultivo de plantas medicinais em áreas urbanas de municípios localizados no Planalto Sul Catarinense. A demanda no uso de plantas medicinais justifica a implementação do Programa Nacional de Plantas Nacionais no SUS – Sistema Único de Saúde (Portaria nº 2960 de 9 de dezembro de 2008). A pesquisa, que ainda se encontra em fase exploratória terá como passo seguinte a coleta de dados com visitas agendadas às famílias. Serão realizadas entrevistas por meio de um questionário semiestruturado sobre as plantas de uso medicinal, evidenciando a origem do conhecimento, finalidade de uso, procedência das espécimes usadas e técnicas de cultivo e coleta.

aplicada gratuitamente em meninas de 11 a 13 anos em 2014 e, a partir do ano seguinte, será ofertado também para meninas de 9 e 10 anos. O Ministério da Saúde investiu na compra de 15 milhões de doses da vacina para este ano, quantidade suficiente para que 5 milhões de pré-adolescentes sejam imunizadas. É a primeira vez que a população terá acesso gratuito, em nível nacional, à vacina contra o HPV. Cada menina deve receber três doses da vacina para estar imunizada contra o HPV. Após a primeira dose, a segunda deverá ocorrer em dois meses. E a terceira, em seis. A vacina deve ser aplicada com autorização dos pais ou responsáveis. Ela tem eficácia comprovada para mulheres que ainda não iniciaram a vida sexual e, por isso, não tiveram nenhum contato com o vírus.

Mestrando Alisson Martins Duarte (E) foi quem elaborou o projeto

A diversidade étnica e fitogeográfica do Brasil proporcionou a construção de um patrimônio cultural de uso de plantas medicinais que parece resistir até mesmo às investidas da indústria farmacêutica. Pensando nisso, o Mestrando Alisson Martins Duarte, do Programa de Pós-Graduação Stricto

Sensu – Mestrado em Ambiente e Saúde da Uniplac elaborou o projeto “Etnobotânica e cultivo de plantas medicinais em áreas urbanas de municípios do planalto sul catarinense”. Com orientação do professor Pedro Boff e co-orientação da professora Karine Louise dos Santos, o projeto tem por finali-

Divulgação

Vacina contra HPV

Claine Andrade

Cultivo de plantas medicinais

A vacina contra HPV é a quadrivalente, que previne contra quatro tipos de HPV

O Ministério da Saúde recebeu o primeiro lote da vacina contra o papiloma vírus (HPV), com quatro milhões de doses, que serão distribuídas gratuitamente na Campanha de Vacinação deste ano, em março, no Sistema Único de Saúde (SUS). O insumo, que previne contra o câncer de colo de útero, será


PUBLICIDADE

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

11


12

REGIONAL VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

Casa da Cidadania em Bocaina do Campo por Cesar Missioneiro cesamissioneiro@vitrinelageana.com.br

O barbeiro e o gaiato

U

m homem tinha uma barbearia em um bairro pobre de uma pequena cidade do Rio Grande do Sul. Era um cidadão quieto, pacato, do tipo submisso e vivia tranquilo assim. Mas, aparece um morador novo no bairro, um tipo gaiato, que ao passar todos os dias em frente à barbearia revolve provocar o barbeiro, ou melhor, infernizar a vida do pobre homem. Todo o santo dia na ida e na volta do trabalho, ele, o gaiato, xinga o outro, fala palavrões, faz provocações do tipo; palhaço, bobalhão, etc. E o barbeiro aturando quieto como se nem fosse com ele. Esta pantomina já estava para mais de um ano e como o barbeiro não reagia o gaiato resolveu incrementar. Numa segundafeira, para à porta da barbearia e desfere da boca de cobra duas picadas fatais ; corno e filho de uma puta. O barbeiro que até então não havia movido um músculo de reação, vai até a porta sem ser brusco, se aproxima com o olhar congelado e sem piscar desfere como a chispa de um raio, a navalha que sutilmente trazia à mão, num golpe certeiro e profundo, dilacerando o rosto do infeliz.

N

o dia do julgamento na sala do júri, as figuras essenciais já na sala, o renomado criminalista inicia a defesa mais ou menos assim: Sr. Meritíssimo Juiz do Trabalho. . . o juiz imediatamente interpelou dizendo; como o senhor sabe eu não sou juiz do trabalho. O advogado se desculpa folheia algumas páginas do processo e reinicia: Sr. Meritíssimo juiz do trabalho. . . E o Juiz interpela e corrige com mais rispidez. O advogado repete mais ou menos os mesmos movimentos e na quinta vez que pronuncia: Sr. Meritíssimo juiz do trabalho. . . o Balão da paciência explode, e o juiz se põe em pé, vermelho de raiva e exclama aos gritos; Se o senhor me chamar mais uma vez de juiz do trabalho eu mando lhe prender! Com calma o advogado responde: Meritíssimo se o senhor com toda a sua instrução, todo seu preparo, sua cultura, sua inteligência, todos os degraus que o senhor galgou até aqui, e na quinta vez que eu o chamei de algo que o senhor não é o senhor já quer me prender, imagine o senhor, a reação de réu um simples barbeiro, semianalfabeto, sendo chamado todos os dias por mais de um ano de algo que ele não é, se comparada à reação que nós magistrados teríamos em muito menos tempo, a reação deste homem foi no “mínimo de legítima defesa”. O barbeiro foi inegavelmente absolvido. O caso empolgou plateias e os criminalistas mais famosos.

Delegada Regional da Polícia Civil firma parceria com Bocaina

Bocaina do Sul, para o funcionamento da casa da cidadania, para a confecção de documentos, entre eles identidade. “Esperamos que essa parceria en-

tre a administração, Delegacia Regional e Secretaria de Segurança Pública seja por muitos anos. Quem ganha é a população “ - disse o Prefeito.

Entre os cargos disponibilizados no edital estão de odontólogo, médico, técnico de enfermagem, fisioterapeuta, técnico de informática, professores, merendeira, monitor de creche, tratorista, entre outros. Os salários oferecidos variam de R$ 800,00

a R$ 12.000,00. Para fazer a inscrição o candidato deve acessar o site www. altovaleconcursos.com.br, preencher os dados e imprimir o boleto bancário. As provas escritas acontecerão no dia 23 de fevereiro de 2014.

Aberto processo seletivo em Painel A Prefeitura de Painel divulgou na segunda-feira, dia 13 de janeiro, o edital do processo seletivo 001/2014. O edital contempla diversas áreas profissionais e os interessados têm até o dia 30 de janeiro para efetuar a inscrição.

Prefeitura do Cerrito recupera máquinas

A atual Administração Municipal encontrou a frota de veículos e máquinas da Prefeitura em péssimo estado de conservação. Para utilizar essas máquinas na realização de melhorias para o município, a administração solicitou a reforma de alguns veículos, entre eles um caminhão caçamba. Para o prefeito Arno, a entrega do veículo poderá dar um ritmo mais acelerado, na execução dos trabalhos, auxiliando na recuperação de estradas do interior.

Divulgação

O

caso correu à boca miúda, primeiro na cidadezinha depois na Capital. O pobre barbeiro estava com a vida complicada. Como contratar um bom advogado com tão escasso recurso pecuniário? Mas eis que a luz da providência se ascendeu e um famoso e requisitado advogado criminalista resolve defender o homem por pura pena e amor a profissão já que o barbeiro não tinha posse para contratá-lo.

Rodrigo Pereira

homem

O Prefeito de Bocaina do Sul Luiz Carlos Schmuler recebeu na segunda-feira (13) em seu gabinete a Delegada da 8ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Santa Catarina, Luciana Rodermel. Acompanhada do Delegado Alexandre Poroscki e do agente de Policia Civil Carlos Manoel Mendonça, a Delegada falou com o Prefeito sobre a segurança no município e demonstrou satisfação com os trabalhos realizados pela Polícia Civil em Bocaina do Sul. Na ocasião, firmou parceria com a administração local, autorizando a utilização de duas salas na Delegacia de Polícia de

Caminhão caçamba completamente recuperado após reforma


SEGURANÇA

13

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

Balanço do sistema prisional Radio Tropical FM

Estado tem hoje 17,2 mil detentos, sendo 1,3 mil mulheres e 15,9 mil homens

As 48 unidades prisionais de Santa Catarina fecharam o ano de 2013 com 17,2 mil detentos, sendo 1,3 mil mulheres e 15,9 mil homens. Mais da metade (57%) têm entre 18 e 29 anos de idade e a região da Grande Florianópolis é a que tem maior concentração de presos (24%). Entre 2012 e o final de 2014, com as verbas do Pacto por Santa Catarina, estão sendo criadas 6.480 novas vagas, zerando o déficit existente. Hoje, são 11,3 mil vagas no sistema, o que gera um déficit real de 4,2 mil vagas (não considerando as do regime aberto). Atualmente, dos 17,2 mil detentos, 6,6 mil estão em

regime fechado, 3,7 mil em regime semiaberto, 1,7 mil em regime aberto e 5,2 mil são presos provisórios (que aguardam julgamento). Os presos em regime fechado são aqueles já condenados a uma pena específica e que permanecem nas unidades prisionais. Os em regime semiaberto permanecem soltos durante o dia ou em trabalho (dentro ou fora da unidade prisional) e dormem em alojamentos coletivos. E os do regime aberto são aqueles que têm autorização judicial para trabalhar externamente e justificar frequência periodicamente.

Em 2013, considerando todo o sistema catarinense, 48% (8,3 mil) dos presos estavam trabalhando, exercendo atividades laborais por meio de 200 convênios com empresas privadas. É a maior média do país, segundo levantamento realizado pelo Departamento Penitenciário Nacional. E o percentual de presos estudando foi de 11,7% (1,8 mil), também superior à média nacional, que é de 8,7%. Neste indicador específico não estão inclusos os detentos do regime aberto. O sistema prisional catarinense conta com 1,6 mil agentes penitenciários. Foram realizadas 48 mil escoltas em 2013, entre audiências judiciais, transferências, tratamento de saúde e atividades sociais. A evasão, que é o índice de presos beneficiados com saída temporária e que não retornam ao sistema prisional, caiu de 4,5% em 2012 para 3,5% em 2013. E o número de fugas caiu de 194 em 2012 para 140 em 2013, uma baixa de 28%. Considerando as 525 fugas registradas em 2011, a redução no ano passado foi ainda mais significativa, de 73%.

Novas viaturas para a região Fábio Ramos

Registro das viaturas entregues no ano passado na Uniplac

Nesta quinta-feira, 16, o governador Raimundo Colombo fez a entrega de mais um lote de viaturas adquiridas com recursos do Pacto Por Santa Catarina para os batalhões e delegacias de polícia da macrorregião serrana. A cerimônia acontecerá às 17h30, no pátio da Secretaria de Desenvolvimento Regional

(SDR) de Lages. Na ocasião, foram entregues 23 veículos para a Polícia Civil, e 17 para a Polícia Militar. O ato contou com a presença do secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, do secretário de Desenvolvimento Regional, Gabriel Ribeiro, e de representantes

dos órgãos contemplados. No ano passado, o governo fez a maior compra de viaturas da história de Santa Catarina. Mais de 1,7 mil veículos foram adquiridos para renovar a frota das polícias, Corpo de Bombeiros e Instituto Geral de Perícias. Eles estão sendo entregues à medida que são equipados para o trabalho finalístico de cada uma das intituições. No último mês de dezembro, a macrorregião serrana recebeu seu primeiro lote. Na época, o Estado entregou 34 viaturas novas para a PM, e duas para o IGP. No total, os órgãos de segurança pública que atuam na macrorregião receberão 151 automóveis de vários modelos, que custaram R$ 7 milhões.

Utilidade Pública

por Cleber de Souza Borges - Tenente Coronel PM

O trânsito e a sua importância erá que as pessoas se dão conta realmente da importância do trânsito na vida delas? Achamos que S não, se entendessem o quanto é importante não cometeriam tantas imprudências para colocar sua vida em risco e ceifar a vidas de outras.

sistema de trânsito, embora a maioria não atente para o problema, ocupa um papel de destaque, sob O o aspecto econômico e social, na medida em que envolvem

no dia a dia praticamente todos os cidadãos, no exercício de ir e vir, de se locomoverem em busca da satisfação de suas necessidades e em busca do bem estar da comunidade onde vivem. ratando mais especificamente da cidade de Lages, nos aparenta a necessidade de olharmos com mais cariT nho a esta questão. Temos um costume de ver a segurança pública muito ligada à violência social relativa à criminalidade, enquanto ao trânsito, vemos como uma questão casuística.

ntão vejamos. Muito se foca nos homicídios, aliás, matéria corriqueira ao final de cada ano, onde lemos E nos noticiários, que houve queda ou diminuição nos índices de homicídios. Isto não deixa de ser importante, mas as estatísticas referentes ao trânsito podem nos oferecer outra perspectiva sobre essa questão. etirei a estatística disponível na Polícia Militar do ano de 2013, envolvendo a questão, e facilmente se vê que R os índices envolvendo o trânsito têm uma relevância muito

grande sobre a segurança da comunidade. Então vejamos. Em 2013 foram os seguintes dados coletados: acidentes foram 3.065; dos quais 06 mortos registrados. (considerar que a PM só registra a morte quando acontecida no local). Dos 3.065, 489 foram com lesões corporais. ara chamar melhor a atenção dos leitores, é necessário informar que no mesmo ano houve 08 homicídios P e 108 lesões corporais causadas por agressões de arma de fogo e outros instrumentos.

ransitando pela cidade você vê os motivos disto. Motoristas irresponsáveis, engenharia de tráfico fraca, T sinalização inexistente ou inoperante, e um gerenciamento amador, levando-se em conta que certas funções não podem ser exercidas por amadores ou políticos.

esta forma, há de se perguntar qual será a postura a ser adotada neste ano de 2014 pela Sociedade e pelo D Poder Público, pois estes não podem manter-se passivos

diante do que se pode, sem dúvida, chamar do maior mal relativo à segurança pública da cidade de Lages.


14

ESPORTE VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

Plantel pronto para a temporada Celso Aurélio

As atividades do plantel começam em fevereiro

O Caça e tiro Honolulu FME Futsal está com a equipe praticamente pronta para a temporada 2014. A nova formação será oficialmente apresentada no próximo dia 17 de fevereiro, durante solenidade para

a imprensa, colabores e simpatizantes. Mesmo antes da apresentação formal, os jogadores já começarão se entrosar nas atividades. Os treinos iniciaram nos primeiros dias do mês de fevereiro.

CA Esportes

Segundo o presidente José Maximiliano Batalha, o popular Capella, a equipe será forte, aguerrida e competitiva. Os patrocinadores da equipe em sua grande maioria já confirmaram apoio para a temporada 2014. Confira o elenco para este ano. Foram renovados contratos com o treinador Juninho, Ferrugem, Allan, Fabrício, Marinho, Japinha e Duduzinho. Foram contratados os goleiros: Roger - ex – Concórdia, em 2013, Nilton ex- Joaçaba e Canígia (Ki- Bola Futsal Lages) Mário Junior que estava atuando na Copa Grill, Gean (Ki- Bola futsal Lages), Wllian Carioca ( Rio do Sul) e Paulo (Paulista) da AD Blumenau. Este ano a equipe vai disputar a Copa Santa Catarina, na qual busca o bicampeonato, o título do estadual da Divisão Especial e os Jogos Abertos de Santa Catarina - Jasc.

por Celso Aurélio caesporteselazer@hotmail.com

Um ano que promete

A

equipe do Caça e tiro Honolulu FM-Lages está articulada para 2014. O time está bem estruturado e promete uma boa campanha na temporada. O crescimento com certeza virá e vamos tirar pontos positivos nesta caminhada. Mais uma vez a torcida tem que ser o fator fundamental para alicerçar este novo desafio. Desde já estamos convocando o torcedor para estar engajado no trabalho, pois, será primordial que esteja junto. “Pensemos nisso enquanto é tempo”

Torneio no Copa

O

s desportistas Edilson Pereira dos Santos (Bastião) e o Giovani (Batoré) estão realizando no Bairro Copacabana, mais precisamente no campo de futebol do Dorides, um torneio de Futebol Suíço Sub 15. A competição conta com a participação de 10 equipes.

Arbitragem brasileira é convocada Divulgação

Boa iniciativa da moçada!

Em Foco

O

O trio escolhido trabalhou junto na final do Mundial de Clubes da FIFA 2013

para contar a notícia e a família inteira está comemorando. É o sonho de qualquer um” disse o auxiliar Marcelo Carvalho Van Gasse. “Estou em pré-temporada aqui em São Paulo. Aí desci para o café da manhã no hotel e os colegas já vieram me cumprimentando. Como foi tanta gente, vi que não era brincadeira e já comecei a comemorar. Chega a ser difícil explicar o sentimento, é muita coisa que um árbitro auxiliar passa para

chegar aqui. Trabalhar em uma Copa do Mundo e ainda no Brasil, na sua casa, é como se fosse o seu escritório, bom demais”, falou um ainda animado Emerson Augusto de Carvalho. Recentemente, o trio escolhido para a Copa do Mundo trabalhou junto na final do Mundial de Clubes da FIFA 2013 entre Bayern de Munique e Raja Casablanca. A atuação foi bastante elogiada, mas o ponto alto, como todos disseram, será em junho deste ano, no Brasil.

jogador das categorias do futebol de base e profissional de nossa região Hiago Luan, 21 anos de idade, agora está na carreira de modelo. Ele está fazendo parte da equipe V Modls. Sucesso nesta nova caminhada! Divulgação

A FIFA anunciou na quartafeira,15, a lista de árbitros da Copa do Mundo 2014. O Brasil será representado pelo trio formado por Sandro Meira Ricci e os auxiliares Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse. “A satisfação e a alegria por participar de uma Copa do Mundo no Brasil é indescritível. Porém, representar bem o país do futebol será um desafio enorme e venho me preparando com afinco para isso. Meus familiares estarão torcendo pela Seleção Brasileira e para que todos os árbitros realizem um grande trabalho no Mundial ”, comentou Sandro Meira Ricci. “Recebi o e-mail da FIFA eram cinco horas da manhã. Cheguei a me assustar pelo horário porque o celular vibrou e me acordou. Quando vi o que era, fiquei feliz demais. Passa todo um filme das dificuldades, de tudo que você passou na carreira, mas é a ratificação do trabalho bem feito. Acordei minha esposa

Valeu galera até próxima edição!


15

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

Vitrine do Pakinha

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

por Marcelo Vieira Muniz

1

5

8

2

t

6 9

3

7

1 - Cabeça, prefeito interino Toni e o vereador Thiago. 2 - Ex-prefeito Renatinho, Paulo Marques e o vereador Luiz Marin. 3 - Jorge e o prefeito Luiz. 4 - Pres. da Câmara de Vereadores de Lages, Anilton Freitas, João, vereador Thiago e o vereador Jones Paulo. 5 - Pres. da Câmara de Vereadores de Lages, Anilton Freitas, João, vereador Thiago e o vereador Jones Paulo. 6 - Ramiro Romão e sua esposa. 7 - Vera e o casal Evandro e Danyela. 8 - Casal simpatia Fridy Vieira e Eliane Zanotto. 09 - Fabiana Barbosa (foto Nando Velho). - 10 - Sec. Regional Gabriel Ribeiro e o defensor público Ivan Ranzolin.

4

10


16

CONTRACAPA

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014

Governador faz reunião do colegiado em Lages VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA 17 de JANEIRO de 2014 Revista Visão

Governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira coordenaram a reunião

O governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira participaram nesta quinta-feira, 16, em Lages, de reunião do colegiado pleno, contando com a participação de secretários de Estado e de presidentes de empresas estatais. O objetivo do encontro foi fazer um balanço das ações de 2013 e anunciar medidas planejadas para 2014. As secretarias de Desenvolvimento Regional também estão presentes, com a participação dos secretários regionais e de gerentes de Educação, Saúde e Infraestrutura. Durante a manhã, o secretário de Educação, Eduardo Deschamps, fez uma apresentação sobre a preparação das escolas para o início do ano

letivo e o secretário da Infraestrutura, Valdir Cobalchini, apresentou um balanço da infraestrutura nas estradas. Na parte da tarde, a programação contou com apresentação da secretária de Saúde, Tânia Eberhardt, e com uma palestra dos secretários de Assuntos Estratégicos, Geraldo Althoff, e do Planejamento, Murilo Flores, sobre as ações do programa de investimentos Pacto por Santa Catarina. Também ocorreu uma apresentação do procurador-geral do Estado, João dos Passos Martins Neto, e do secretário de Comunicação, Nelson Santiago, com orientações de conduta para os agentes públicos no período eleitoral deste ano.

Mesmo jovem conquistou vários títulos em rodeios Divulgação

Crioulo de Vacaria (RS), na categoria Piá. No decorrer do tempo, foi acumulando troféus. Em 2011, com 10 anos, ainda na vaca parada, foi Campeão Nacional, em evento realizado em Caxias dos Sul. O desafio maior estava por vir, quando teve início às conquistas sobre a montando a égua Shanaya. Muito bem pontuado no ranking dos competidores na categoria Guri entre os serranos, foi convocado para ir a Chapecó, em 2013, onde se sagrou campeão estadual por equipe, e vice, na individual. Depois disso, juntamente com a mesma equipe, defendeu Santa

Catarina, no Rodeio Nacional de Jataí, em Goiás, e mais uma vez ficou com o troféu de primeiro lugar em equipe. A dedicação e o gosto pelo esporte são grandes. Guilherme treina de 3 a 4 horas por dia, mas sem deixar de lado a responsabilidade com os estudos. Embora classifique as laçadas como um hobby, faz do laço, o esporte preferido. “Identificome muito com o laço, com o cavalo e com os torneios. É uma forma de viver a tradição gaúcha e colaborar no desenvolvimento da cultura, como representante da Serra Catarinense”, ressalta o jovem laçador.

O manuseio do laço é a principal atividade esportiva de Guilherme Divulgação

Perto de completar 14 anos no final de fevereiro próximo, Guilherme Figueiredo, tem muito que contar em termos de participações e conquistas nos diversos torneios de laço em que participou. Desde que começou, aos oito anos de idade, acumula nada mais nada menos do que 57 troféus de 1º lugar, sem contar os vicecampeonatos. E, dentre todas estas conquistas estão troféus de nível internacional, nacional, e inúmeros estaduais e regionais. O gosto precoce pelo esporte foi motivo suficiente para que, mesmo com pouca idade, tivesse amplo domínio do laço, tanto em competições com vaca parada, como em grandes armadas, montado. Guilherme, que figura nos quadros do CTG Anita Garibaldi, é atualmente um dos principais competidores. Por mês, participa de no mínimo dois torneios pelo Estado. Os pais, Adilso e Tatiana Figueiredo deram apoio desde o início, propiciando a ele a estrutura necessária para as competições, com a compra do animal (Shanaya) e carreta para o transporte. Mas, mesmo com fácil domínio do laço sobre a montaria, foi na vaca parada, em 2010, aos nove anos, que conquistou o primeiro grande título, internacional, no Rodeio

Guilherme Figueiredo exibe dois dos principais troféus


Vitrine Lageana Edição 113