Page 1

Entrevista Cultura Segurança Educação Opinião Saúde Turismo Cidade R$ 2,00

Ano 04 - Edição 112 - Lages, Sexta-feira, 10 de Janeiro de 2014

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

Assume presidente da Amures

Campos das Tropas dobra produção

Estado repassa recursos a municípios

MP/SP em defesa da Portuguesa

Diminuem homicídios dolosos em SC

Posse de Edelvânio ocorreu na segunda-feira

Consumidor tem mais carne nobre à disposição

Dinheiro vai amenizar os efeitos da última enchente

É a última chance para o time voltar à Série A

A dimunuição ocorre pelo terceiro ano consecutivo

Polítia 4

Economia 8

Regional 12

Esporte 14

Segurança 13

Obra da fiação vai começar A obra da fiação subterrânea do Centro de Lages vai começar por este ponto, na rótula da Marechal Floriano. Pág. | 06 Paulo Chagas

CVC LAGES Via Gastronômica

3222-0887 Hipermercado BIG

3224-9293

Os empresários apostam no ramo em Lages, e com diferenciais. Para tanto, montaram uma grande estrutura. Pág. | 09

Marcelo Vieira (Pakinha)

Empresários investem em serviços funerários


Opinião

02 21

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

Tomara que aconteça

A

ntes, uma parcela de nossa população precisa se conscientizar de que lugar de lixo é na lixeira. É impressionante a capacidade desta gente de sujar nossas praças e ruas. Jogam de tudo no chão. De papel de bala até animal morto. Ao lado da lixeira ou longe dela. Alguns às odeiam tanto que fazem de tudo para destruí-las. As de plástico eles tocam fogo. As de concreto, quebram. Acho que deveriam experimentar um modelo de ferro bem mais resistente para aguentar estes vândalos; colocar mais câmeras nos lo-

gradouros, além de a Secretaria da Educação iniciar uma campanha muito bem bolada, em todas as escolas, mostrando o valor da limpeza em locais públicos. ão é tão fácil, assim, aliviar o árduo trabalho dos garis, em todos os cantos de nossa querida RAINHA DA SERRA. Se não houvesse estes mal educados, não haveria necessidade de garis. No Rio de Janeiro, parece que já estão multando quem joga lixo na rua. Fumantes também colaboram em muito para emporcalhar nossa cidade.

N

A

lém de toda esta sujeirada, somos ainda obrigados a conviver com estes malditos carros de propaganda com sons altíssimos, patrocinados por comerciantes inescrupulosos. Há todo tipo de veículo com sons e descarga aberta em carros e motor, sem que nada seja feito pelas autoridades. Seria fácil, se no ato do licenciamento estes itens fossem observados, como era antigamente. emos um clima altamente privilegiado, uma população amiga, hospitaleira, grupos que se doam aos mais

T

Nossa Opinião

Grimpa

Só o que se fala

Lugar

‘‘

L

ogicamente não poderíamos nós deixar de também tocar no assunto da falta de água em Florianópolis e nas mais diversas praias do nosso litoral. Curiosamente, o Estado tem sido apontado como o melhor destino turístico do Brasil, isso, há sete anos seguidos. Um privilégio, sem dúvida. Por outro lado, aguarda-se durante todo o ano a chegada dos milhares de turistas, mas o despreparo segue o mesmo. Além da falta de água ou luz, quem mais sofre é a população local que também paga um preço alto, literalmente, pois, os abusos na cobrança em tudo o que se consome não poupa nem os nativos. mpresários mal preparados e gananciosos se fartam no período de veraneio, sem se importar com as reclamações. Difícil entender, como o Estado, ou até mesmo as administrações municipais

E

não tomam medidas drásticas contra tudo o que for considerado abusivo. Passa ano, e as discussões sobre como bem atender o turista em nada avançam. Assim, chega o verão, e a bagunça se generaliza. É um Deus nos acuda! Ainda há a falta de mobilidade. O trânsito em um verdadeiro caos. is que agora surge a “brilhante” ideia de limitar a entrada de turistas na Ilha de Florianópolis. Sabe-se lá também se as coisas não deveriam mesmo enveredar para este lado. Porém, há que ache a ideia uma estupidez. A defesa é para que haja mesmo mais investimentos no setor visando dar qualidade nos serviços a quem procura a Capital para curtir o período de verão. Por fim, até parece que Santa Catarina está apenas começando no quesito turismo, tamanho o acúmulo de problemas.

E

‘‘

de Lixo

Antonio Andre Soro Aposentado. Sonhador.

!

E

ra comum ver os amontoados de lixo próximos ao Banco do Brasil, na Rua Hercílio Luz, bem no canto do Calçadão Túlio Fiuza. Uma rala providência foi tomada, com a instalação de lixeiras gigantes. Rala porque se trata de uma providência paliativa. O lixo continua exposto. Lages precisa encontrar alternativas mais bem adequadas diante do seu ordenamento urbano, tal como, a instalação de containers. A medida seria a mais correta e mudaria o perfil não só na zona central da cidade, ou não...

Aristiliano

necessitados, acordando de madrugada para preparar os tradicionais churrascos beneficentes, outros, em suas lidas, fazendo qualquer coisa que possa ajudar os menos favorecidos. Muito dignificante estas atitudes, mas para ultrapassarmos Blumenau, (alemães). Treze Tílias, (austríacos), Piratuba e tantas outras cidades catarinenses, será preciso muita dedicação de todos os serranos.

...

Duas

Rodas

?

É

assombroso o índice de acidentes envolvendo motociclistas, em Lages. No entanto, falta mesmo é maturidade para um grande número de condutores, que andam como se a moto fosse o objeto dos prazeres, apenas para sentir na pele a “adrenalina”. De resto, a fiscalização falha não tem controle. As Ruas e Avenidas são convidativas para a velocidade acima dos limites. Fica a impressão de que para quem anda de moto, tudo pode. Até morrer nos cruzamentos e nas esquinas. Até quando?

A

demolição do Colégio Aristiliano Ramos, junto ao Calçadão da Praça João Costa está prevista no projeto de revitaRamos lização do Centro de Lages. A decisão de pô-lo por terra ainda aguarda manifestação da Justiça. Difícil entender a razão de alguém querer a manutenção daquele espaço. Nos dias de hoje, mantê-lo em pé está na contramão de qualquer proposta de desenvolvimento. O prédio já está condenado pela interdição. Alguém precisa tomar uma atitude!


03

Ruy Sardá Behling

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

Despedida P

reliminarmente quero agradecer à direção, aos jornalistas, repórteres, editores e funcionários do jornal “Vitrine Lageana”, que me disponibilizaram a página 3 da mencionada gazeta, dando-me inteira liberdade para eu expressar minhas ideias, minhas opiniões e o meu ponto de vista sobre os mais variados assuntos, razão por que eu ficarei eternamente grato a todos que me abriram as portas dando-me tal oportunidade. Recebam, pois, o meu muito obrigado e que Deus lhes pague. Em segundo lugar, quero agradecer aos nossos leitores que atentamente leram a nossa coluna e de um modo geral enalteceram os meus comentários. Transmito a todos, nesta oportunidade, os meus sinceros agradecimentos, mas sempre que posso eu os faço pessoalmente. Quero reforçar a minha opinião de que eu sou frontalmente contrário aos políticos demagogos, oportunistas, incompetentes, populistas e demagogos. A eles, a minha eterna repulsa. Quero dar um até breve a todos, pois inclusive a nossa passagem aqui pela terra é também breve e passageira. Aqui nada é eterno. Minha saída temporária, por tempo indeterminado, prende-se ao fato de que pretendo veranear em nos-

sas belas praias do litoral catarinense, em Balneário Camboriú e Meia Praia. E quando retornar à Serra Catarinense quero planejar uma nova viagem à Europa, continente dos nossos ancestrais, e terra de tanta cultura, beleza, riqueza e história. Lá eu me sinto em casa. Vou reiterar dois pedidos que fiz em outras ocasiões: 1. Considerando que já faz perto de 10 anos que recolhi aos cofres da Prefeitura Municipal de Lages, em tempo hábil, a contribuição de melhoria, a mim afeta, para que fosse asfaltada a minha rua, Rua Caetano Vieira da costa, trecho compreendido entre a Rua Correia Pinto e Rua Quintino Bocaiúva, inclusive com troca da antiga e desatualizada tubulação, mas que depois de muita insistência – de minha parte – veio uma equipe de trabalho e simplesmente, em meio expediente, uma rasa camada asfáltica sobre o calçamento de paralelepípedo, do tipo tapa pó usado nos bairros distantes para baratear o transporte coletivo urbano, de recursos “a fundo perdido” que as prefeituras recebem da União. Ou a Prefeitura faz um asfaltamento decente conforme contrato realizado entre as partes ou então – em caso contrário –

devolva o meu legítimo dinheiro devidamente corrigido. Interessante registrar que a Rua Fausto de Sousa, onde um Secretário Municipal tinha interesse, foi rapidamente asfaltada, com asfalto de boa qualidade. 2. Novamente presenciei turistas encontrando dificuldade para fotografar a nossa bela e majestosa Catedral Diocesana, tudo isso porque aquele velho, desgastado e mal cuidado pedestal que abriga o busto de Getúlio Vargas está num ponto estratégico da Praça João Ribeiro (Praça da Catedral). Está mais do que na hora de retirá-lo dali, acomodando-o em outro espaço que não atrapalhe quem por ali passa e nem atrapalhe os turistas (e mesmo as pessoas da cidade) que querem fotografar a nossa Catedral, cartão postal da cidade. Digo mais uma vez, sem medo de errar, que aquele estorvo só está servindo para escorregador da criança, de cama para os sem teto e de pombal para os pombos que por ali vivem, donde se conclui que a sua parte superior está servindo de pombal, parte do arco de escorregador para a petizada e a parte plana de cama para os moradores de rua. (Não é privilégio de país de 3º Mundo ou de país em desenvolvimento) a pobreza dormir praticamente ao relento. Eu vi em Paris, numa manhã fria de garoa, miseráveis imigrantes acordando, cobertos por folhas de jornal, sob marquises de suntuosos prédios, um contrassenso, pois se trata

de uma das cidades mais belas e ricas do mundo. ara fechar, outra de Renan Calheiros. Desta vez ele embarcou num jatinho da FAB em Brasília para ir fazer transplante de cabelo em Recife; tudo por conta do nosso rico e suado dinheirinho. Cara de pau. Safado. Só mesmo aqui no Brasil que um político mais do que corrupto e sem vergonha na cara consegue se eleger e se reeleger senador da República e depois também consegue se reeleger Presidente do Senado.O brasileiro, num todo, não sabe votar e os nossos políticos, como regra geral, são uns safados e corruptos. E agora a Presidenta da República, fica distribuindo a seu bel prazer favores e agrados aos seus apaniguados políticos e protegidos, principalmente neste momento às vésperas de novas eleições, quando a Dilma e o Lula, quando ambos só pensam em reeleição e nas novas eleições de 2018 e 2020 para se perpetuarem no poder. Vamos acabar, antes que seja tarde demais, com esta ditadura Lula/Dilma/PT, estamos cansados de tanta incompetência, de tanto populismo, de tanta demagogia e tanta roubalheira. Para quem não sabe, o Lula é um dos homens mais ricos do Brasil, e quiçá do mundo, enquanto os seus filhos já estão milionários. De onde surgiram tais fortunas? Do céu – em forma de chuva – que não foi. Eu sei muito bem, foi do nosso bolso, do pobre e indefeso contribuinte.

P


04

política VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

Ao se manifestar como presidente da associação de municípios, Edelvânio disse estar preparado para assumir novos desafios. Ao reiterar não ser prefeito de gabinete, o novo presidente da Amures antecipou que visitará os 18 municípios. “Não vou fazer só uma visita. Mas levarei a estrutura da Amures para por a disposição e ajudar a resolver problemas dos municípios. Uma das primeiras ações de Edelvânio será dialogar com os secretários regionais de Lages e de São Joaquim. Buscará depois uma audiência coletiva dos prefeitos com o governador Raimundo Colombo para entregar uma pauta coletiva de necessidades prementes. Edelvâno promete uma verdadeira “peregrinação” pelos municípios.

voto secreto para a cassação de mandados os mesmos estão renunciando”, salienta Carmen. A Casa Legislativa aprovou no dia 10 de julho, o Projeto de Lei nº 5.500/2013, do Poder Executivo, que trata da destinação dos royalties do petróleo para educação e saúde, ficando assegurado 75% para a educação e 25% para a saúde. A deputada apresentou o projeto de lei nº 4902/12 juntamente com o deputado Arnaldo Jordy para determinar que fossem destinados 50% para às áreas da saúde e 50% para a educação. Outros projetos: CPMI da violência contra a mulher; as CPIs da Violência e Exploração sexual de crianças e adolescentes, e a do tráfico de pessoas; a Lei dos 60 dias e o Orçamento Impositivo.

Presidente da Amures quer visitar todos os municípios da Associação

Eleito presidente da Amures dia 13 de dezembro o prefeito de Bom Jardim da Serra, Edelvânio Topanoti foi empossado na tarde de segunda-feira (06/01). Junto foi dada a posse ao presidente do Consórcio de Saúde, o

prefeito de Bocaina do Sul, Luiz Carlos Schmuler e do Consórcio Saneamento Básico e Meio Ambiente (Cisama), o prefeito de Palmeira, José Valdori Hemkemaier. A solenidade aconteceu no auditório da Amures.

Ascom da deputada

Carmen relata ações

Agnes Samanta da Silva

Edelvânio assume a Amures

Deputada federal Carmen Zanotto (PPS)

A deputada federal Carmen Zanotto destaca as ações que realizou na Câmara Federal durante o ano que passou. Entre as atividades Carmen ressalta a apreciação dos vetos presidenciais, que por mais de 10 anos não eram apreciados no plenário, e a PEC do “fim do voto secreto”, um grande momento para a democracia e para os cidadãos. “Agora cada voto tem nome e sobrenome, e com o fim do


POLÍTICA

05

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

pchagas@brturbo.com.br

VITRINE POLÍTICA

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

Por Paulo Chagas

Na SDR de Lages Paulo Chagas

cupantes de cargos em pastas estratégicas do Governo do Estado têm até o dia 5 de abril para a desincompatibilização. Na terça-feira (7), passei pela SDR de Lages para me ambientar com as novidades. O secretário Gabriel Ribeiro, que retomou os trabalhos na segunda-feira (6), estava com a agenda repleta. Sobre o desembarque, deverá deixar a função no final de março, cuidando tão somente do projeto que pode levá-lo a ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa.

Conversações I

S

ão muitas as conversas, divergentes, inclusive, sobre os acertos políticos visando o pleito de outubro. Na verdade, se percebe que a briga mesmo é pelo quinhão das partilhas. O PMDB, para quem não sabe, ocupa a maioria das principais secretarias e cargos do Governo, e deverá continuar assim, ou aumentar ainda mais, conforme o acerto. Afinal,

não deverá indicar ninguém para concorrer ao Governo, devendo manter o apoio já declarado à reeleição de Raimundo Colombo. Ainda pelo lado do PMDB, a birra pela inclusão do Partido Progressista, PP, é passageira. Os progressistas substituem os tucanos do PSDB, que devem desembarcar em breve do Governo. O novo desenho da tríplice já está no papel.

Conversações II

A

boataria em torno das conversas entre o PMDB e o PT também rola solta. Não há nenhum indicativo oficial de que uma união entre os dois partidos possa acontecer. Mesmo porque, se algo se encaminhar nesse sentido, haverá tumulto dos graúdos. Será preciso falar em desembarque do PMDB do Governo. E isso é complicado. Portanto, o imbróglio

seria maior do que se pensa. Será muito mais condizente, a manutenção dos alinhavos com o PSD. Por outro lado, acho também difícil a inclusão do Partido dos Trabalhadores na aliança envolvendo o PMDB e PSD, mas não impossível. Lembro que as bases do governo visando a reeleição de Raimundo, hoje, têm solidez. Somente o PT perde com a não aproximação.

Multa pelo lixo

P

orto Alegre foi a segunda cidade brasileira a decretar a aplicação de multa para quem jogar lixo diretamente no chão. A primeira foi Rio de Janeiro, no ano passado. A medida começa a valer a partir de

abril. O Código de Limpeza Urbana entrou em vigor já na quarta-feira (8), mas ainda sem aplicação de regras que pesarão no bolso. O valor da multa é salgado: R$ 263,82. Leis como essa deveria valer em todo o País.

I

mpressionante como ganha relevância a escolha do lugar que o prefeito Elizeu fez para passar as férias. Seja no Salto Caveiras, acampado, ou na Flórida (EUA), creio que ninguém tem nada com isso. Eu, se pudesse, faria também uma viagem assim, e não daria satisfação para ninguém. Por ser ele, o prefeito de Lages, tem, como qualquer cidadão, o direito de ir para onde bem quiser. Por outro lado, desejo sucesso no compromisso dado ao vice, Toni Duarte, que comanda o Executivo por pouco mais de 15 dias.

Sandro Scheuermann

O

Férias do Prefeito

Santa Isabel

R

odeio Tradicionalista de Santa Isabel começou nesta quinta-feira (9). O evento, na 47ª Edição, promete ser o melhor dos últimos tempos. Por lá muitas autoridades marcaram presença. Há quem diga que o melhor

do evento está no prato servido, o carreteiro de ovelha e os assados de borregos, na noite de abertura. Logicamente, o principal está mesmo na cultura gaúcha através das mais diversas atrações. O rodeio termina domingo, dia 12.

Observo que:

A T C

s lombadas eletrônicas já deveriam estar com o processo mais bem avançado. A velocidade, sem um sistema eficaz de controle, segue sendo a premissa de muitos motoristas e motociclistas;

umulto nas ruas centrais de Lages, em razão da retirada da decoração natalina é normal. O processo leva tempo. Não poderia ser feito num único final de semana;

omo já estou falando sobre trânsito, sugiro que o município adote um sistema de educação, in loco, radical. Parar em faixas de segurança deveria ser um processo natural por parte dos condutores de veículos, por exemplo. A educação deve ser levada às ruas;

P

or fim, ainda é aguardada uma providência para o semáforo entre os calçadões Túlio Fiuza e o João Costa, na rua Coronel Córdova. Talvez, após a revitalização do Centro, este ponto possa ter controle no cruzamento de carros e pedestres.


06

Cidade VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

Ary Barbosa

Obra do cabeamento subterrâneo deve causar transtornos. A comunidade deve compreender

A primeira etapa das obras de cabeamento subterrâneo, que compreenderá toda a região central da cidade, inicia segunda-feira (13) pela Rua Marechal Deodoro. Obedecendo ao cronograma estabelecido pelo prefeito Elizeu Mattos, a equipe coordenadora das obras definiu, na tarde de quarta-feira (8), os primeiros procedimentos a serem tomados. “É muito importante que as obras fluam de acordo

com o cronograma para que, de maneira rápida e eficaz, o lageano possa usufruir das melhorias”, destaca o prefeito interino, Toni Duarte. Na segunda-feira está prevista a marcação dos pontos e bancos de dutos em toda a extensão da rua Marechal Deodoro, a partir da rótula com a Marechal Floriano até o calçadão Túlio Fiúza de Carvalho. As obras estão orçadas em mais de R$ 7 milhões.

Por outro lado, os trabalhos estão previstos para começar às 7h e para isso o estacionamento da via será interrompido e liberado pouco a pouco. “Vamos trabalhar através do sistema de ponto-controle, visando à simultaneidade de um projeto e outro, com uma única intervenção. Esta será uma obra única para o Centro e precisamos da parceria e compreensão de toda a comunidade, principalmente os que serão diretamente atingidos com o impacto dos trabalhos”, afirma o secretário de Planejamento, Jorge Raineski. Como ficará o trânsito Na terça-feira (14) iniciam os trabalhos de escavações da via. Para a realização deste serviço, o trânsito será parcialmente interrompido. “Neste dia vamos escolher o lado da rua para trabalhar e efetivamente dar início às obras de escavação e colocação dos bancos de dutos, objetivando a fluidez do tráfego de veículos, primeiro de um lado da via e em seguida, após o recapeamento do asfalto, do outro”, explica o engenheiro responsável pelas obras, Ricardo Sandri,da Quantun Engenharia.

IPTU 2014 com desconto Nilton Wolff

Cabeamento subterrâneo no centro inicia na segunda-feira

Contribuintes poderão optar pela melhor data e o melhor desconto ao pagar

Conforme explica o secretário da Fazenda, de Lages, Mateus Lunardi, o percentual de desconto é possível graças aos benefícios oferecidos ao contribuinte que mantém suas contas em dia com a municipalidade e aos valores garantidos por intermédio da Lei Municipal 103/98, que prevê redução gradativa do IPTU, no período dos últimos de dez anos, obedecendo o limite máximo de 18%. Mateus lembra que os 18% de desconto equivalem ao rendimento proporcionado ao longo de três anos se o dinheiro fosse depositado na poupança. “Assim como buscamos dar uma alternativa ao contribuinte em atraso, através de programas como o Refis, damos estes descontos para quem paga em dia”, lembra o secretário. Para este ano os valores do IPTU sofreram reajuste equivalente ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), acumulado nos últimos 12 meses, e que é de 5,58%. Os carnês começam a

serem distribuídos, via Correios, a partir de 3 de janeiro. O contribuinte que não receber o boleto até a data limite (29/01/14) deverá solicitar a segunda via, que poderá ser emitida através do site www. lages.sc.gov.br ou no balcão da Secretaria da Fazenda, localizada junto ao prédio da Prefeitura de Lages. Pagamento

Além do pagamento em cota única com vencimento no dia 10 de fevereiro de 2014, cujo volume total de descontos pode chegar a 36%, o contribuinte tem ainda mais duas datas para quitar em cota única. No dia 24 de fevereiro o desconto máximo pode chegar a 31% e com o pagamento da cota única que vence no dia 10 de março, terá direito a um desconto máximo de 28%. Já quem optar pelo parcelamento terá de cinco até dez vezes para pagar, sendo que a primeira parcela vence no dia 28 de fevereiro.


PUBLICIDADE

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

07


08

economIa VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

Produção Integrada dos Campos das Tropas amplia abate Paulo Chagas

O ano de 2014 iniciou bem para o projeto de Produção Integrada dos Campos das Tropas idealizado pela Associação Rural de Lages. Em março de 2013, quando a carne nobre começou a chegar para o consumidor, eram apenas cinco cabeças abatidas por semana. A partir de agora, a produção dobra. A novidade é que o mesmo produto passa a ser entregue na rede Mezzalira, também em Rio do Sul. “É a nova etapa do projeto que segue crescendo. Os dois mil quilos de carne limpa seguirão sendo comercializados somente nas sextas-feiras e sábados. “A diferença é a de que nossos consumidores poderão se beneficiar ainda mais com o aumento da oferta”, ressalta a coordenadora do projeto, Caroline Ribeiro. A carne diferenciada ent-

Consumidor tem mais carne nobre à disposição junto ao Supermercado

regue no mercado, com selo de qualidade, teve ótima aceitação e contou com a forte participação dos produtores agregados. O projeto que segue crescendo, foi extremamente positivo no ano que passou. Os números demonstram o sucesso. Ao todo, foram abatidos 210

animais britânicos, machos e fêmeas. O preço médio de venda (mesmo o produtor pagando o frete até o frigorífico) atingiu R$ 8,27 pela carcaça e R$ 4,29 o Kg vivo. A média de peso vivo na fazenda foi de 480 Kg. Já a média de peso de carcaça, atingiu 261 Kg. Vale ainda

ressaltar o bom rendimento de carcaça, de 56%, e a média de idade de abate dos animais 20 meses (de 15 a 24 meses). A conclusão no final de 2013 foi a de que o consumidor deu a resposta esperada, garantindo assim o aumento da produção. O grande fator da adesão ao

consumo se deve à qualidade da carne, totalmente livre de agrotóxicos, de antibióticos e respeitando o prazo de carência de produtos usados nos animais, ou seja, a carne é livre de qualquer tipo de resíduo medicamentoso. O diferencial do Programa é de que a comercialização não é do boi, mas da carne, e com garantia de qualidade assegurada, e sem atravessadores. Trata-se de uma Aliança Mercadológica da Carne Bovina. Os produtores estão muito bem organizados e trabalhando dentro das normas técnicas. “Estamos tranquilamente podendo oferecer ao consumidor um produto com segurança alimentar, sustentável, respeitando as boas práticas agropecuárias, e com chance de ampliar ainda mais o número de abates”, reitera Caroline.


GERAL

09

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

Serviços fúnebres com atendimento diferenciado Ernani Fontoura

Empresa funerária São José, além de ser uma das maiores da região, conta com estrutura completa

É preciso entender que a morte está presente na vida de todos nós, para alguns mais cedo, para outros, de modo mais trágico, e para os privilegiados, de forma a corresponder com os grandes ciclos naturais da vida. Há quem veja a morte como algo a ser evitado, postergado, mas quando acontece, causa muita dor sentimental. Por outro lado é preciso aceitar e buscar as melhores alternativas no atendimento do inevitável processo. Nesse caso, quando alguém morre, além de outros procedimentos burocráticos, o serviço funerário passa a ser prioridade. E, para justificar um melhor atendimento, Lages acaba de ganhar uma nova funerária, a São José, com uma gama de alternativas que atende todas as necessidades essenciais de uma família enlutada. A empresa está instalada há um mês,

no bairro Copacabana, na Av. Belizário Ramos, ao lado do supermercado Martendal. Os empresários Áureo Arruda Ramos, Claudemir Branco e Michael Machado, mantêm o negócio também nas cidades de Correia Pinto, Ponte Alta, Ponte Alta do Norte e em Timbó Grande. Atendimento

Especificamente na Funerária de Lages, o atendimento é personalizado e exclusivo, com rapidez e qualidade. Tudo é realizado por profissionais experientes e capacitados, inclusive, através de cursos reconhecidos pelo MEC, o que garante o desempenho do trabalho com serenidade e responsabilidade. Dentro do que é proposto, tudo é feito com atendimento full time, 24h, e de maneira imediata para chamadas em domicílio ou hospitais, dia e noite. Os

procedimentos contemplam desde a remoção e transporte (intermunicipal ou interestadual), incluindo os serviços burocráticos relacionados ao póssepultamento, como despacho de certidões de óbito junto ao Cartório, e sempre com acompanhamento integral de um funcionário da funerária. Serviço diferenciado

A funerária conta com moderno laboratório de tanatopraxia, garantindo, em caso de necessidade a manutenção do corpo, por vários dias, através do embalsamento. Além disso, atua na completa aparência do corpo, incluindo também, se for preciso todas as vestimentas. A funerária ainda conta com um médico próprio para a expedição dos laudos. Para total controle interno, e em caso de necessidade, todo o

serviço de tanatopraxia é registrado através de filmagens e fotografias. Uma segurança a mais para a empresa funerária e para o cliente. Além de toda a assistência, a funerária também conta com serviço de cremação, através de convênio com a empresa Araucária, de Curitibanos (SC), com a prática de com valores compatíveis, ou seja, em torno de R$ 2 mil. Estrutura

O local onde a funerária São José está instalada conta com mais de 200m², com o já citado laboratório de tanatopraxia. Possui três veículos ano 2013, completos e todos dentro das normas estabelecidas para o transporte fúnebre. No campo profissional, conta com seis funcionários capacitados que atendem por 24 horas diariamente, e em breve vai contar

com capela própria, já em construção. Vale lembrar que a empresa está totalmente dentro da legalidade e com a documentação completa. Foram 11 meses de trabalho para reunir os documentos, e só depois de prontos, a funerária entrou em funcionamento. Segurança

A funerária São José trabalha somente com seguradoras renomadas, as maiores do país. Portanto, qualquer interesse na aquisição de planos especiais, há garantia de segurança às famílias. Além disso, há ocasiões em que as negociações poderão ser analisadas caso a caso. E por fim, a empresa ainda procede ao serviço gratuitamente, desde que a família comprove total carência. A diretriz é sempre atender as pessoas com amor e muito respeito.


10

SAÚDE VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

Perigos da desitratação Sandro Scheuermann / Arquivo

Divulgação

Vacinação nas UBSs volta ao normal

O recomendável é tomar muito líquido no verão

O atendimento se dará na Central, na Vigilância Epidemiológica, anexo à Secretaria de Saúde

A Secretaria de Saúde do Município de Lages lembra que as vacinas existentes nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), devido ao recesso de fim de ano, foram

recolhidas. O motivo é que estas precisam estar armazenadas na rede frio central. Por conta dessa situação, as vacinas estarão sendo realizadas na Vigilância

Epidemiológica – Central de Vacinas, anexo à Secretaria de Saúde. O atendimento nas UBSs foi normalizado no dia 3 de janeiro de 2014.

Cuidado com o excesso de sol e calor no verão. A desidratação é uma doença que se caracteriza pela baixa quantidade de água e fluidos. Os sintomas são boca seca e olho mais fundo. Para evitar, beba muita água, chá, suco ou água de coco. Use roupas leves e coma frutas como laranja, banana e mel-

ancia. Em casos mais graves, quando houver sintomas como pressão baixa, fraqueza e dor de cabeça, o recomendável é preparar o soro caseiro. A receita é simples: um copo de água filtrada ou fervida, uma colher rasa de chá de sal e duas colheres rasas de sopa de açúcar.


PUBLICIDADE

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

11


12

REGIONAL VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

Dinheiro ameniza estragos Fábio Ramos

homem

do Campo por Cesar Missioneiro cesamissioneiro@vitrinelageana.com.br

O Natal dos campeiros

D

É andar juntos mesmo distante; É ser honesto, jamais superficial; Dizer o que pensa sem ofensa; Calar e ouvir sem intervir; Falar sem rodeios, ser sincero, não ser falso; Secar o pranto, dar o ombro, guardar segredo; Estar pronto para o que der e vier e jamais abandonar; É ser alguém com quem se pode confiar; É transcender a indecência e o egoísmo; Ser amigo é ser especial!

N

ós outros, homens de campo, por sermos campeadores do mesmo ideal, além da família, mantemos viva a amizade por nossos amigos, nossos parentes, nossos comparsas, nossos parceiros e àqueles que se foram para a morada do Criador. A todos que acompanham a coluna deste humilde pastor de animais, com o pala branco da paz, abano para todos; UM FELIZ ANO NOVO!

O Governo de Santa Catarina está liberando recursos do Fundo Estadual da Defesa Civil para a região serrana. Nos próximos dias, serão descentralizados R$ 300 mil para Lages, e R$ 100 mil para Bocaina do Sul. Os recursos serão aplicados na recuperação de estradas vicinais danificadas pelas enchentes de 2013, quando ambos os municípios decretaram situação de emergência.

A documentação foi assinada no começo da tarde desta quarta-feira, 8, na SDR. Participaram do ato o secretário de Desenvolvimento Regional, Gabriel Ribeiro, o assessor da Secretaria da Defesa Civil, Alécio Pereira, o prefeito de Bocaina do Sul, Luiz Schmuler, e o coordenador da Defesa Civil de Lages, Adilson Panek. Por outro lado, o Secretário

Regional lembra que nos próximos meses, o Governo entregará uma ponte de concreto pré-moldada a cada um dos 18 municípios da região. Orçadas em R$ 52 mil, as estruturas serão instaladas por uma empresa contrata pelo Governo em locais estabelecidos pelas prefeituras. Como contrapartida, os municípios construirão as cabeceiras.

Caminhão para Campo Belo do Sul Gessica Mendonça Pereira

ezembro é o mês mais amigo dos camponeses, quando homens, mulheres e crianças confraternizam-se instintivamente. Nos mormaços das tardes, mulheres risonhas em cozinhas barulhentas fazem bolo frito, comadres tomam mate doce, no terreiro a algazarra das crianças e do papagaio no poleiro, exercitam a mística mensagem da amizade. No galpão, os compadres mateiam sob o incenso dos palheiros e matam a sede da vida nos goles de uma aguardente forte. As mulheres remendam bombachas, bordam panos, assam pães e bolachas. Na brincadeira alegre nos terreiro as crianças brincam com ossos, jogam água umas nas outras, é tempo de “intrude”. Os homens fazem planos da tropa que engorda, da lavoura de milho, que dia será a minguante para enfrenar o redomão. As baitacas disputam a doçura das pitangas, das ameixas e outras farturas do frutal. Dezembro é o encontro de amigos, é o mês em que homens fortes se curvam ao milenar aniversário de nascimento do menino mais falado do mundo, é o mês de presentear, de receber e dar abraços sinceros, de confraternizar, de dar trégua aos combates, é o mês em que exercitamos a amizade, pois “Ser Amigo”:

Municípios que decretaram estado de emergência vão receber recursos

O caminhão é usado, mas de grande utilidade

Ainda antes do Natal, na tarde de quarta-feira (23), o delegado da Receita Federal

do Brasil em Lages Mauro de Brito, fez a entrega de um caminhão Iveco para o prefeito

de Campo Belo do Sul, padre Edilson de Souza. O veículo irá ajudar para melhores condições de atendimento a comunidade. Vale informar que o veículo é fruto de apreensões da Receita Federal em parceria com as Polícias Federal, Rodoviária Federal, Militar e Civil. Ações como essa em benefício dos municípios se devem à atuação no combate ao contrabando e à pirataria. “Crimes estes prejudicam a economia e a geração de emprego no Brasil”, ressalta Mauro de Brito.


SEGURANÇA

13

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

SC registra redução no número de homicídios dolosos em 2013

Utilidade Pública

James Tavares/Secom

por Cleber de Souza Borges - Tenente Coronel PM

Veículos Licenciamento Anual

O

A cidade de Lages na Serra Catarinense está entre as que apontaram a diminuição de homicídios

Pelo terceiro ano consecutivo, Santa Catarina registrou redução no número de homicídios dolosos – com intenção de matar. Em 2013, no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro, foram praticados 704 assassinatos contra 742 ocorrências atendidas em 2012, uma redução de 5,12%. Em números absolutos são 38 homicídios a menos no comparativo com 2012. Em 2011 foram registrados 759 assassinatos e em 2010, 767. A taxa de homicídios por grupo de 100 mil habitantes ficou em 11,26 mortes, menor que a registrada no mesmo período de 2012, que foi de 11,87 mortes. O número de latrocínios em 2013 também registrou redução. Foram 55 casos este ano contra 60 em 2012 e 58 em 2011. Os dados constam no boletim de homicídios, organizado pelo Núcleo de Geoprocessamento e Estatística, da Diretoria de Informação e Inteligência (DINI), da Secretaria de Estado da Segurança Pública. Houve registro de assassinatos em 143 dos 295 municípios de Santa Catarina. Em outras 152 cidades não foram registrados assassinatos e em 62 cidades ocorreu um homicídio. Para o secretário César Augusto Grubba, da Segurança Pública, a redução no número

de assassinatos é resultado de uma série de ações desenvolvidas na área da segurança pública ao longo deste ano. Ele lista, por exemplo, a efetiva integração policial e das agências de inteligência, os investimentos feitos pelo Pacto da Segurança que permitiram, por exemplo, a aquisição de kits de segurança para os policiais e a renovação da frota de viaturas. Grubba cita, ainda, a reposição dos efetivos policiais com a inclusão de mais de 4,3 mil servidores na área da Segurança Pública desde 2011, além da ocupação de áreas antes dominadas pelo narcotráfico, a intensificação ao combate ao tráfico de drogas e o incremento de novas tecnologias de suporte operacional. “Todas essas ações garantiram essa queda no número de homicídios dolosos. São 38 assassinatos a menos no comparativo com 2012”, complementa o secretário. Entre as cidades que registraram as maiores diferenças com redução de assassinatos, no comparativo entre 2012 e 2013 estão Camboriú, Criciúma, Jaraguá do Sul, Içara, Lages, Florianópolis, Palhoça, Campos Novos, Caçador e Penha. Já os municípios que tiveram aumento no número de assassinatos estão Navegantes, Ita-

poá, Balneário Camboriú, São José, Itajaí, Balneário Rincão, Chapecó, São Francisco do Sul, Santa Cecília e Biguaçu. Os assassinatos foram motivados por desavença, seguido por tráfico de drogas e passional. No entanto, mais da metade dos homicídios não teve a motivação registrada. Índice de esclarecimento é alto

O índice de esclarecimento dos assassinatos no Estado alcançou 60,51%. Em Florianópolis, que conta com uma Delegacia Especializada, este percentual chega a 70,59%. Já o percentual de vítima e autor de crimes violentos com antecedentes policiais é alto. No caso de vítima, este número chega a 64,8% com registros anteriores na polícia. Já com relação aos autores de homicídio, 80,8% possuem antecedentes criminais. Os assassinatos acontecem com maior intensidade no período compreendido entre 20h e meia-noite. Dos 704 homicídios dolosos 196 ocorreram no Vale do Itajaí; 154 no Norte; 119 na Grande Florianópolis; 93 no Sul; 105 no Oeste, e 37 no Planalto. Dos 704 assassinatos, 86% das vítimas são homens e 14 % mulheres.

O artigo 130 do Código de Trânsito Brasileiro dispõe que “todo veículo automotor, elétrico, articulado, reboque ou semirreboque, para transitar na via, deverá ser licenciado anualmente pelo órgão executivo de trânsito do Estado, ou do Distrito Federal, onde estiver registrado o veículo”. Para isso, é necessário pagar o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) e a taxa de licenciamento, além de eventuais multas atribuídas ao veículo.

O

IPVA, o seguro obrigatório e a taxa de licenciamento dos veículos registrados em Santa Catarina podem ser pagos numa agência do Banco do Brasil. Os débitos podem ser quitados mediante apresentação de guia emitida a partir do site do Detran, ou na cooperativa Creditran, a partir da simples apresentação do número do RENAVAM do veículo.

P

or determinação do Decreto nº 2.867/98 e da Portaria Interministerial nº 4.044/98, o seguro obrigatório deve ser quitado junto com a primeira parcela ou a quota única do IPVA. Estão isentos de pagamento do IPVA os veículos de fabricação anterior a 1985.

P

ara retirar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), basta comparecer ao órgão de trânsito onde o veículo está registrado. Não serão licenciados veículos com débitos anteriores ou multas não pagas.

O

Detran não encaminha documentos por via postal. Pode retirar o documento o proprietário do veículo ou portadores de procuração com firma reconhecida por autenticidade, além dos despachantes de trânsito credenciados.

N

o caso do licenciamento de Santa Catarina, é obrigatório assim como o IPVA, a inspeção veicular e o pagamento de multas. No caso do licenciamento pode-se consultar o site do DETRAN SC (http://www.detran.sc.gov. br/) para retirar duvidas ou mesmo dados sobre o veículo.

A

taxa de licenciamento é de R$ 57,06, além das taxas de IPVA, seguro obrigatório, eventuais multas de trânsito, etc. O licenciamento 2013 e 2014 SC e o prazo de pagamento variam de acordo com o final da placa.


14

ESPORTE VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

Amador entra na LSF na 5ª rodada

CA Esportes

Celso Aurélio

Neste próximo final de semana acontece a disputa da 5ª Rodada do campeonato de futebol da LSF-Liga Serrana de Futebol. Serão cinco partidas que serão disputadas no Estádio Municipal Vidal Ramos Junior e no campo do Amadores, no Bairro Pisani. Confira os Jogos programados para esta rodada: Sábado, (11): Estádio dos Amadores, às 15h - Vila Mariza x Juventude; Estádio Municipal Vidal Ramos Junior, às 15h - America x São José. Domingo, (12): Estádio dos Amadores, às 10h -Cruzeiro x Guarujá Júnior; às 15h - Guarujá x Assolan, e às 17h - Inter Amigos x Cristal WL Madeiras.

por Celso Aurélio caesporteselazer@hotmail.com

Amador em ação

O

Campeonato de Futebol da Liga Serrana de Futebol está entrando em sua 5ª rodada. A competição, que é marcada pela regularidade das equipes em sua maioria, traz ao público de maneira singular um futebol amador de agilidade e técnica. Grande parte das equipes tem jogadores qualificados, o que torna a competição um diferencial na Região da Serra Catarinense. Tal característica faz a diferença, e, sem sombra de dúvida, atrai a atenção popular. Daqui para frente, a competição tende a ser mais acirrada e equilibrada.

A competição é disputada por 10 equipes

“Pensemos nisso enquanto é tempo”

Portuguesa ainda luta pela Série A Divulgação

A Portuguesa foi rebaixada no tapetão

com isso contrariou o Estatuto do Torcedor. O promotor garantiu que a medida não visa ajudar a um clube específico, mas sim esclarecer se as leis foram cumpridas na última decisão do STJD, que retirou quatro pontos da Portuguesa pela escalação de Héverton na partida contra o Grêmio, pela 38ª rodada. “Se vai beneficiar Flamengo, Portuguesa, Fluminense, isso para o Ministério Público é irrelevante. Mas se uma pessoa é condenada e não foi avisada, essa condenação não vale. O problema é esse, a CBF diz que o efeito é imediato, mas o Estatuto do Torcedor exige a pub-

A

Comissão de Arbitragem da Federação Catarinense de Futebol divulgou as datas da avaliação para os árbitros e assistentes que pretendem compor o quadro de árbitros que atuará no Campeonato Catarinense Série A 2014. As avaliações serão nos dias 11 e 12, em Blumenau, no Complexo Esportivo do Sesi. As avaliações teóricas serão aplicadas após a realização dos testes físicos. No sábado (11), serão aplicadas as avaliações para os árbitros assistentes. A apresentação será às 15h30min, no Complexo do Sesi. Imediatamente após os testes físicos, serão aplicadas as avaliações teóricas. Já no domingo (12), também a partir das 15h30min, o procedimento será o mesmo para os árbitros e para as integrantes do quadro feminino.

Torcedor da Lusa tem ação negada

Também na quarta-feira (8), a juíza Priscila Buso Faccinetto, da 40ª Vara Cível de São Paulo, negou a ação movida pelo advogado Marcelo Azem Mofarrej na Justiça comum. A intenção do torcedor era responsabilizar a CBF e não o clube paulista, pela escalação irregular de Héverton. A juíza considerou que o autor da ação não possuía legitimidade para a discussão da matéria e extinguiu o processo. Outros torcedores da equipe, no entanto, prometem entrar com ações semelhantes na Justiça comum em várias cidades.

Em Foco

W

illians Sales e Matheus Neto da Silva em viagem ao litoral catarinense no final do ano, mais precisamente em Itapema, encontraram no caminho nada menos, nada mais do que o craque Neymar, jogador do Barcelona e Seleção Brasileira. A gurizada não perdeu tempo e tirou uma foto para a prosperidade com o craque. Divulgação

O MP-SP (Ministério Público de São Paulo) decidiu intervir nas últimas decisões do STJD e pode ajudar a Portuguesa a permanecer na Série A do Brasileirão em 2014. Na quarta-feira (8) o promotor de Justiça do Consumidor, Roberto Senise Lisboa, anunciou que o MP abrirá um inquérito civil contra a CBF sobre os motivos da punição ao clube paulista. Em entrevista coletiva na sede do MP-SP, Senise se baseou na tese de que a CBF não publicou a condenação do meia Héverton – suspenso após ofender um árbitro na partida entre Portuguesa e Cruzeiro na antepenúltima rodada – em seu site oficial, e

licidade da punição no site da CBF”. Para Roberto Senise Lisboa, o Estatuto do Torcedor está acima do Código Brasileiro de Justiça Desportiva e, por isso, o MP exigirá a devolução dos pontos à Portuguesa. O inquérito contra a entidade que regula o futebol nacional é a grande aposta da Lusa para permanecer na elite, tanto que seus diretores esperaram o parecer do MP para definir seus próximos passos.

Avaliação

Valeu galera até próxima edição!


15

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

Vitrine do Pakinha

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

por Marcelo Vieira Muniz

1

8 5

2

9

6

3

10

7 4

1 - Rapaziada já bem estruturada para o rodeio de Santa Isabel. 2 - Barbicacho Dança show com a participação do bailarino Henrique Beling. 3 - Gatinhas curtindo o Green Bar. 4 - Green Bar o melhor para seu happy hour. 5 - Jean Guedes feliz na Formatura da filha Marina, do Colégio Bom Jesus. 6 - João Batista com seu filho marinheiro Maurinho. 7 - Olha o look do nosso amigo Itelmar. 8 - Os manos Lenon, Beto e Paulinho Theiss. 09 - Rapaziada no Moto Churrasco. 10 - Roda de gaita e amigos no Refúgio do Lago.


16

VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

CONTRACAPA

Inaugurada a revitalização da SC-110 em Urubici VITRINE LAGEANA - Lages, SEXTA-FEIRA, 10 de JANEIRO de 2014

para os produtores da região. O município de Urubici é considerado o maior produtor catarinense de hortaliças, com 20 variedades e uma produção de 74 mil toneladas anuais. São Joaquim que é o maior produtor nacional de maçãs, também utiliza a rodovia para escoar parte da produção. O Estado, hoje, responde por 50% da produção nacional da maçã. Em Santa Catarina, são em torno de 2,5 mil produtores, o município de São Joaquim tem cerca de 1650 fruticultores. Outro dado relevante é que Urubici e São Joaquim são os dois principais polos turísticos da Serra catarinense, com a grande concentração de pousadas rurais. A obra deve desenvolver ainda mais o setor, garantindo mais segurança e conforto aos visitantes. Transmissão do cargo

Após a cerimônia, o governador Raimundo Colombo transferiu o cargo ao vice, Edu-

Fábio Ramos

Na quarta-feira, 8, o governador Raimundo Colombo inaugurou a revitalização da rodovia SC-110, entre o município de Urubici e a BR-282, em Bom Retiro. Para a realização das obras foram investidos R$ 3,7 milhões do governo do Estado por meio do Programa Pacto por Santa Catarina. Foram revitalizados 24,6 quilômetros da estrada que é a principal via de acesso à Capital do Estado, utilizada principalmente pela população de Urubici e São Joaquim. “A obra é fundamental para o desenvolvimento do turismo, da economia e para segurança das pessoas. As belezas naturais e o potencial dessa região são extraordinários. A estrada estava em péssimas condições, nós a reconstruímos completamente. Estamos implantando soluções estruturantes para cada região desse Estado. Para o progresso dos locais é necessário estradas de qualidade”, disse o governador. A recuperação da via tem uma importância muito grande

Após a solenidade de inauguração da estrada Raimundo transmitiu o cargo a Pinho Moreira

ardo Pinho Moreira. Colombo iniciou nesta quinta-feira, 9, missão oficial para os Estados Unidos. A primeira parada, em

Nova York, inclui uma reunião de prospecção fechada com investidores americanos. Na sequência, o governador viaja ao

Alabama para acompanhar os testes e avaliar o radar meteorológico que será instalado em Lontras, no Vale do Itajaí.

Vitrine Lageana Edição 112