Page 1

Ano 3 - Edição de -Maio Lages,78 10 -deLages, Maio de10 2013 Ano 3 de 2013

R$ 2,00

Animais nem tão abandonados nas ruas

Marcelo Vieira (Pakinha)

Ação voluntária e quase solitária do vigilante Luis Silva ajuda animais das ruas a ter comida e remédios | PG. 13 10

Economia

Nordeste é o destino predileto dos brasileiros Setur/AL

15

Especial

Conheça a história de quem se tornou mãe de diversas formas neste especial sobre as Mães

LOJA EXCLUSIVA

CVC LAGES

Divulgação

Rua Emiliano Ramos, 395 Sala 1

3222-0887 lages@cvc.com.br

Aberto de Terça a Domingo Das 16h às 23h


Opinião

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

Opinião do Leitor

Espaço reservado à opinião de nossos leitores. Caso você queira também se expressar, nos envie um email com sua opinião ou sugestão para:

Educadoras da humanidade

As mulheres do século 21 estão cada vez mais inteligentes: destacam-se nos meios acadêmico, científico, político, artístico, filosófico, empresarial. Mas o fato de serem grandes profissionais, reconhecidas por todos, não deve impedi-las de exercer a prerrogativa mais nobre que a natureza lhes concedeu: a de serem as educadoras da humanidade. Após séculos de opressão, as mulheres finalmente estão muito próximas de conquistar a tão sonhada igualdade de direitos. Porém, elas têm buscado a igualdade com os homens em aspectos que eles mesmos deveriam lutar para superar. Não é necessário citar exemplos de condutas inadequadas praticadas pelas mulheres atualmente, pois basta observar à nossa volta. Isso vem ocasionando uma perda de valores dos quais elas eram verdadeiras guardiãs. As mulheres sempre foram responsáveis por elevar os ambientes em que se encontravam. A simples presença de uma respeitável senhora já era suficiente para que os homens

controlassem seu vocabulário e polissem seus modos. Não há dúvidas de que foram elas que preservaram as reservas morais da humanidade sempre que os seres humanos demonstraram atitudes que inferiorizavam sua espécie. Ser mulher é uma dádiva. Além de poder gerar uma vida dentro de si, elas carregam consigo a nobre missão de transmitir aos filhos a herança espiritual da família. A mãe, as babás e as professoras moldam o caráter da criança. Por meio de suas palavras e de seu exemplo, são elas que definem, em grande parte, quem será aquele ser humano no futuro. Mas como todo poder está ligado a uma grande responsabilidade, a mulher deve buscar se capacitar para tamanho desafio. O cultivo das virtudes que tanto embelezam a sua fisionomia moral – afabilidade, discrição, modéstia, suavidade, autodeterminação, honestidade, tolerância, paciência – contribuirá para torná-la um grande exemplo a ser seguido, influenciando todos os seus descendentes e

Nossa Opinião Domingo celebra-se o dia de uma pessoa que nos carregou no ventre por nove meses. Todos tiveram alguém que fez isso por nós. Essa pessoa fez planos e sonhos por todos nós, quando ainda nem planejávamos sair de seu útero. Ela lutou, e ainda luta, da forma que pode para nos ver realizados. Você pode não saber se é, não ser ou talvez ser muito mais do que ela sonhou. E pode ter se esforçado ou estar se esforçando para ser digno ou digna da educação que ela te deu, assim como de todos os ensinamentos. Se você não a tem por perto

redacao@vitrinelageana.com.br

aqueles que com ela tiverem contato. A Logosofia – ciência que ensina a evoluir conscientemente – apresenta todos os conhecimentos necessários para que as mulheres possam se tornar aquilo que sua sensibilidade sempre lhes disse que deveriam ser. “Quem, senão os próprios filhos, haverá de recordar com gratidão essa graça quase sublime que uma mãe inteligente e culta derrama sobre suas almas? Que prêmio maior pode haver para seus sacrifícios que o de ver seu nome, símbolo de exemplo, ser bendito e venerado por todos? Mulheres assim são as que forjam o ideal das gerações” (González Pecotche).

Luciana Vencato Servidora pública e estudante de Logosofia

Mulher e mãe

para sentir o afago de mãos delicadas ou calejadas e o aconchego do colo de mãe, lamentamos. E se a tiver, não deixe passar a oportunidade de dizer o quanto a ama, o quanto é grato e de pedir desculpas pelas vezes que errou, a deixou de lado, a ignorou. Ela pode não ser perfeita, mas é sua mãe. Ela pode ter te decepcionado e nem por isso deixou de ser a pessoa que te trouxe ao mundo. Nem todas as mulheres nutrem o desejo de ser mãe. Porém a grande maioria o é, contrariando as próprias convicções. Quem sabe é o caso da sua,

quem sabe não. O importante é lembrar que as mulheres conquistaram o direito de escolha e por escolher uma coisa e acontecer outra, não se tornam mães gloriosas, mas aceitam e cumprem esse papel da melhor maneira que podem. E por isso, tem de ser compreendidas invés de condenadas. Quem julga é possível que detenha uma consciência limitada quanto à condição de se dar ao luxo de escolher que o sexo feminino detém atualmente e ainda não considere que as mulheres não cumprem seu papel perante a sociedade.

02

Erros de português O Ministério da Educação fez alterações no edital deste ano do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tornando-o mais rigoroso. Uma das medidas é que as redações com inserções indevidas serão zeradas. Outra mudança prevê que serão aceitos apenas desvios gramaticais excepcionais e que não caracterizem reincidência. Antes, eram permitidos “escassos” desvios. A correção das redações será mais rígida. A expecta-

tiva é que uma a cada três redações irá para um terceiro corretor, antes o índice era de aproximadamente 21%. Isso ocorrerá quando houver uma discrepância de mais de 100 pontos entre os dois primeiros corretores. No ano passado, a discrepância tinha que ser de mais de 200 pontos para que fosse encaminhado a um terceiro avaliador. É o mínimo que se espera de um país que deve valorizar a educação. Qualidade também importa.

Desaposentadoria Trabalhadores que optaram pela aposentadoria parcial e que desejam renunciar ao benefício para requerer outro mais vantajoso poderão fazê-lo sem ter de devolver valores à Previdência Social. O entendimento foi consolidado, por unanimidade, pelos ministros da Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O assunto vinha sendo

julgado de forma individualizada pelo tribunal, mas agora a corte se pronunciou dentro do sistema de recurso repetitivo. Nesses casos, todos os processos que tratam sobre o mesmo tema são suspensos nos tribunais locais para aguardar a palavra final do STJ, que é uma orientação às instâncias inferiores. Aposentados que trabalham podem comemorar uma vitória.

Maior contribuição O aumento de 2,99% no preço de remédios em abril foi a principal contribuição para a inflação de 0,55% medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do mês. Eles responderam por quase 20% do total da taxa medida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo a coordenadora de Índices de Preços do IBGE, Eulina Nunes dos Santos, os preços dos remédios são tradicionalmente reajustados nos meses de abril. No ano passado, a taxa de inflação dos remédios no mesmo mês havia sido de 1,58%. E quem precisa de medicamentos tem de reforçar o bolso.


Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

03

Ruy Sardá Behling Economista

Lendas Certo dia me disse o nosso amigo, Hernane José de Castro Gamborgi, “há certas coisas que, quando ditas a respeito de qualquer pessoa, ficam para o resto da vida, mesmo que sejam coisas inventadas e inverídicas, pois o ser humano é muito criativo e certas pessoas têm o dom e o poder de convencer quem lhes dê crédito, ouvido e atenção, e estes ainda fantasiam um pouco e vão transmitindo aos demais viventes”. Sempre ouvi dizer que os franceses não são dados à limpeza e à higiene. Ledo engano. Pura fan-

tasia. Na minha viagem à Europa tive a oportunidade de me hospedar em dois hotéis em Paris, num quando cheguei em voo de Roma – pela Alitalia – para Paris e em outro quando demos um giro de ônibus, visitando e conhecendo oito países, retornando à França quando deixamos a bonita Suíça. Hotéis nos quais nos hospedamos em Paris: quando chegamos nos hospedamos no “Novotel Atria Paris Charenton” e no retorno, no “Novotel Paris Est”. Em ambos os hotéis, nos restaurante e praça de alimentação, sem exceção e sem reparos,

tudo é impecável. A limpeza e a higienização servem de bom exemplo e modelo. As toalettes ali vêm ao encontro daquilo que eu acho ser o certo, ou seja, são separados a pia e o chuveiro do local onde está o vaso sanitário, pura higiene. Costuma-se dizer que a alimentação na Europa é servida em pequena porção. Pura confusão de quem diz tais coisas. Nos oito países que visitei na Europa - Itália, França, Bélgica, Países Baixos (Holanda), Alemanha, Áustria, Eslovênia e Suíça -, em todos, sem exceção, a comida é

farta e abundante. No café da manhã servido nos hotéis há fartura e uma variedade enorme de opções. E depois de uma refeição destas, a gente vai almoçar lá pelas 14h30min ou 15 horas. Convém esclarecer que quanto ao almoço ou jantar, normalmente eles servem três variedades de pratos, de acordo com a vontade do cliente, entretanto, em quantidade mais do que suficiente para satisfação de qualquer pessoa. O que nós, latino-americanos, estranhamos na Europa é o preço de tudo, como, por exemplo, pa-

gar por uma água mineral cerca de 4 ou 5 euros que, convertidos na nossa moeda, equivalem a R$ 12,00 ou R$ 15,00, enquanto um ingresso para assistir a um espetáculo no Moulin Rouge custa 90 ruros, mais ou menos R$ 270,00. Mesmo com toda a sua beleza, riqueza e ostentação, lamentavelmente eu pude presenciar uma cena triste e chocante. Numa manhã fria de garoa vi aquilo que eu não gostaria de ver: pobres moradores de rua acordando debaixo de uma marquise, protegendo-se das intempéries com jornais.

//

Variedades O que fazem com o nosso rico dinheirinho é uma verdadeira tristeza e uma pouca vergonha. Dando uma repassada na Revista Veja, edição de 14 de abril de 2013, sob o título “Que Rainha Sou Eu”, pode-se constatar e ver claramente o que o ex-presidente Lula fazia com a sua dileta, predileta e preferida namorada Rosemary Noronha, que também fora sua secretária. Não sou eu quem vou proibir alguém de namorar, ter

suas amantes, presenteá-las e protegê-las, mas que faça com o seu próprio dinheiro e não com o meu suado dinheiro, e com o dinheiro do indefeso contribuinte. O Lula sempre foi mentiroso, dissimulado e arrogante. Soube se aproveitar, em benefício próprio e de seus filhos, tirando enormes vantagens pecuniárias e amorosas. Seus filhos estão podres de rico. E o Lula hoje é um dos homens mais ricos do Brasil e, quiçá, do mundo. O Lula sem-

pre fez cortesia com o chapéu alheio. Ele sempre tratou de se eleger e conseguiu. Agora é a tal Dilma Rousseff que está trabalhando em seu próprio benefício, querendo se reeleger. A suas tropa de choque está labutando diuturnamente, objetivando garantir a reeleição da Dilma. Deveria haver coincidência das eleições em todos os níveis, pois é um desperdício de tempo e dinheiro eleições municipais numa data e as demais eleições

em outra, mas os políticos gostam muito de eleições, infelizmente. É um abuso este troca-troca de partidos. Quem mudar de partido deve ficar inelegível por dez anos, e quando já estiver eleito por um determinado partido, que não seja admissível sua migração para outro, sob pena de perder o mandato. Outro atraso na nossa lei eleitoral é o tal coeficiente eleitoral. Muitas vezes um candidato com maior número de votos não se elege,

enquanto outro, com menor votação, se elege só porque é filiado a um partido nanico. As eleições – em todos os níveis – devem eleger seus candidatos para um mandato de cinco anos, sem direito a reeleição. Por exemplo, quem se elegeu vereador ou deputado estadual ou deputado federal, etc, não poderá jamais se candidatar ao mesmo cargo eletivo, valendo também para governador, senador e presidente da República.


Política

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

04

Cidades de SC realizam recadastramento biométrico http://bandnewsfmcuritiba.files.wordpress.com

Até as Eleições 2014 o Tribunal Eleitoral espera que mais de 16 milhões de eleitores estejam recadastrados

Com a meta de recadastrar mais 16 milhões de eleitores até as Eleições 2014, a Justiça Eleitoral deu início ao Programa de Identificação Biométrica em 24 estados e no Distrito Federal.

Santa Catarina é um dos que retomou o projeto de identificação biométrica dos eleitores do Estado. A ação contempla inicialmente os eleitores dos municípios de Nova Trento e

Major Gercino, que compõem a 53ª Zona Eleitoral, com sede em São João Batista. De acordo com a Assessoria de Imprensa do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina, não há data prevista para o recadastramento dos eleitores das demais cidades catarinenses. A expansão para outros municípios está em estudo. O próximo a receber os kits biométricos deve ser Florianópolis, ainda neste mês. A identificação biométrica do maior número possível de eleitores é uma das prioridades da presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia. No início deste ano, ela se reuniu com os presidentes de cada Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e solicitou que indicassem os Municípios que consideravam viáveis para realizar o recadastramento até 2014. Essa indicação foi feita pelos Tribunais Regionais e o TSE, por meio da Corregedoria-Geral Eleitoral, autorizou o início dos trabalhos. Por meio dessa tecnologia, o

a e emdia

mesário identifica o eleitor após comparar as impressões digitais deste com as digitais previamente cadastradas no banco de dados da Justiça Eleitoral e inseridas na urna eletrônica. Além de praticamente eliminar a intervenção humana nessa etapa, outra grande vantagem da tecnologia da biometria é impedir qualquer tipo de falha no momento da identificação. Dessa forma, a Justiça Eleitoral avança no sentido de eliminar a possibilidade de fraude no processo eleitoral. A Justiça Eleitoral conta hoje com cerca de quatro mil kits biométricos para atender a todos os estados que farão o recadastramento. Cada kit é composto de dispositivo de capturas de fotos, scanner para captura de digitais, maleta de transporte e cenário (mini-estúdio fotográfico com assento). Com apenas um kit biométrico o servidor da Justiça Eleitoral treinado para fazer o recadastramento consegue cadastrar, em média, 25 a 30 eleitores por dia.

Prioridade O objetivo é que até as eleições do dia 5 de outubro do próximo ano, 23,7 milhões de brasileiros possam votar sendo identificados pela impressão digital em todos os estados e também no Distrito Federal. Somente em 2013 e até 25 de abril de 2014, o recadastramento ocorrerá em 488 cidades alcançando o número de 14,6 milhões de eleitores. Nas últimas eleições realizadas em outubro de 2012, quando os brasileiros escolheram seus novos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, 7,7 milhões de eleitores localizados em 299 cidades de 24 estados puderam votar na urna biométrica. Apenas os estados do Amazonas e de Roraima, além do Distrito Federal, ficaram de fora dessa conta porque ainda não tinham dado início ao recadastramento. Agora, essas três unidades da Federação também já deram andamento ao recadastramento, fazendo com que eleitores de todo o Brasil votem em urnas com identificação biométrica.

INFORMATIVO DA CÂMARA DE VEREADORES

NICÍ MU

PIO DE LAGE

S

Marin preside Escola do Legislativo A Escola do Legislativo da Serra contribui para o aperfeiçoamento dos integrantes das Câmaras de Vereadores fortalecendo a relação com a sociedade. Ela propicia capacitação política e de educação para a cidadania, através de seminários e ciclo de palestras sobre temas atuais da realidade político-brasileira. Eleito para presidir a Escola do Legislativo, Luiz Marin, pretende desenvolver projetos que aproximem cada vez mais a comunidade do legislativo.

Serão trabalhadas questões como preconceito, inclusão, diferenças e politização.

Marin (PP) preside a Escola do Legislativo

Polese de olho na água Vereador Juliano Polese (PP) fez um pedido de informações. Quer saber se as empresas responsáveis pela manutenção e fornecimento de água e tratamento de esgoto em Lages foram trocadas. O vereador indaga ao Executivo o motivo e o critério da troca de empresas, caso isso tenha ocorrido. E ainda se houver ou não licitação. Caso não tenha ocorrido licitação, qual justificativa para tanto.

Juliano quer informações sobre quem está tocando a Semasa

camaralages.sc.gov.br | twitter.com/camaralages Rua Otacilio Vieira da Costa, 280 | Centro | lages | CEP 88501-050 |49 3251.5422

Pneus Moção conjunta dos vereadores Marcius Machado e João Maria Chagas pede ao prefeito Elizeu Mattos que fomente a criação de indústria para a reutilização de pneus inservíveis. Entendem os vereadores que com essa providência, além de gerar renda, minimiza um grave problema ambiental decorrente da falta de uma destinação correta de tais pneus. Vereador Chagas lembra ainda que os pneus abandonados na cidade também são alvo de incidência de insetos, podendo transmitir doenças.

Ferrovia Vereadores da chamada bancada de situação (partidos que dão sustentação ao Governo Elizeu) elaboraram e aprovaram uma moção endereçada ao governador Colombo. Alguns deles, como o vereador Chagas e o presidente Anilton Freitas, acompanharam a discussão em torno do traçado da Ferrovia do Frango passar pela Serra Catarinense. E a moção endereçada ao governador reivindica exatamente essa providência.

Juíza Patrícia e Clara Mello (Ministério do Trabalho) abordando os 70 anos da CLT na Câmara

Aniversario da CLT A Consolidação das Leis Trabalhistas – CLT que reúne toda a norma em torno da proteção ao trabalhador perante a Justiça está completando 70 anos. Para destacar a data o vereador Elói Bassin (PP) coordenou discussão na Câmara

sobre o assunto. Para tanto convidou o presidente da OAB, Marcelo Menegotto; a juíza diretora do Foro Trabalhista de Lages, Patrícia Pereira de Sant´Anna e a representante Regional do Ministério do Trabalho, Clara Reginaldo Melo.

Academias Enquanto o vereador Marião (PSB) pediu providências para que haja monitores nas Academias de Terceira Idade, os vereadores Gerson e David (ambos do PMDB) argumentaram que é necessário fazer um planejamento de como irão funcionar tais academias. Segundo eles, é preciso esclarecer quanto tempo os monitores irão acompanhar a população durante os exercícios, os horários que es-

tarão atendendo e que tipo de profissional fará esse trabalho, se será um estagiário ou um profissional graduado.

Vereador David Moro aborda questão das Academias


Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

05


Cidade

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

06

Parque começa a ganhar forma para Festa do Pinhão Os profissionais da empresa Cotempo Estruturas, vencedora da Concorrência Pública 01/2013, que executará os trabalhos de infraestrutura da 25ª Festa Nacional do Pinhão começaram a trabalhar no parque de exposições Conta Dinheiro. A Cotempo é responsável pela montagem de três ruas, o portal de entrada do parque, bilheteria, camarotes, camarins, backstage, Palco Pinhão, Sapecada da Canção, Galpão da Sapecada, sonorização e iluminação. De acordo com o vice-prefeito e presidente da Comissão Central Organizadora (CCO), Toni Duarte, os trabalhos estão em ritmo acelerado. “Agora começa o trabalho mais intenso na montagem da estrutura e também o dimensionamento de cada projeto destinado aos pavilhões”, afirma. Mais de 100 colaboradores estão trabalhando, em três turnos. “Agora são dia e noite de trabalho para que no dia

Toninho Vieira

24 de maio o lageano e o turista encontre o parque completamente estruturado e pronto para dar início ao evento”. Megaestrutura Para atender ao público, a 25ª Festa Nacional do Pinhão contará com uma estrutura focada em valorizar todos os artistas que passarão pelo evento. O Palco Nacional será repaginado, inclusive com mudança na localização. Segundo o responsável pela empresa Cotempo, Sérgio Amorim, para esta edição será oferecido o que há de mais recente em tecnologia. “Utilizaremos tecnologia de ponta com um sistema de som da Alemanha, presente no segundo maior show do mundo, que é da cantora Madonna”, explica. A maioria dos locais das atrações será readequada. “Hoje a Festa do Pinhão é uma referência nacional

Empresa vai utilizar tecnologia de ponta com um sistema de som da Alemanha

e ofereceremos a inovação ao público, aliada à qualidade no serviço prestado, de forma a contribuir na valorização do município e do

Estado, através deste evento”, relata Sérgio. Afirma ainda que a inovação requer mais cautela. “Montamos uma logística para nos

adequarmos ao tempo recorde de montagem do parque e não nos preocupar com problemas, e sim na resolução dos mesmos”.

Ingressos para lageanos serão Pistas da Duque serão vendidos somente até domingo liberadas para o evento As famílias lageanas podem adquirir os ingressos para a Festa do Pinhão com 30% de desconto até o domingo, 12 de maio. As vendas, que começaram na segunda-feira, 6, estão sendo feitas no teatro Marajoara, das 14h às 20h. Para

efetivar a compra é necessário ter em mãos documentos pessoais e o comprovante de residência, que pode ser uma conta de água, energia elétrica ou carnê do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Outra orientação trata da forma

de pagamento. Não estão sendo aceitos cartões de crédito e débito, apenas dinheiro. Ao todo, serão vendidos 30 mil ingressos para os dias de programação paga. Isso representa 30% da bilheteria total do evento.

Como funciona a venda de ingresso para lageanos >>> Quem pode adquirir o ingresso? O lageano que comprovar residência fixa em Lages. >>> Quais os comprovantes válidos? Conta de água, energia elétrica ou carnê do IPTU. >>> Como será feito o cadastro? É preciso cadastrar o titular de um dos comprovantes de residência. O cadastro terá informações pessoais do titular, como número do CPF e identidade, e será feita uma foto. Os outros membros da família também precisam levar o comprovante de residência e o documento pessoal que prove o grau de parentesco (carteira de identidade, certidão de nascimento, certidão de casamento, comprovante de união estável registrado e outros). >>> O titular precisa ir ao Marajoara? Não há necessidade. Mas é preciso que o familiar

tenha os documentos do titular em mãos. >>> Será vendido mais de um ingresso por pessoa? Não. Cada membro da família precisa adquirir o seu ingresso. Não haverá a venda de mais de um bilhete por pessoa para o mesmo dia. >>> Todos os compradores precisam ser fotografados? Sim. No ato da compra é feita uma foto de quem está adquirindo o bilhete. No dia do evento, ao passar a catraca, o número do ingresso será digitado e aparecerá a foto. Isso evitará a atividade de cambistas. >>> O ingresso vale para camarote, área vip e backstage? Não. Os ingressos com desconto são apenas para a pista.

Faltando menos de 20 dias para o início da Festa Nacional do Pinhão, as obras de revitalização da avenida Duque de Caxias tomam novo fôlego e são aceleradas. O prefeito Elizeu Mattos solicitou, por meio da secretaria de Infraestrutura, que a empresa Consórcio Viapav – Engedal acelerasse a parte de competência da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc). Segundo o fiscal da obra, Dieferson Branger, o trabalho se concentra na parte do canteiro central, no meio-fio, na drenagem para captação da água (no trecho entre a Cepar e o Posto Ipiranga), e na travessia final. “Na próxima, se houver tempo bom, será feita a base nesse trecho para receber a primeira camada asfáltica”, afirma. A próxima etapa será a construção das calçadas, que terá início na altura da praça onde está erguida a estátua de Correia Pinto até a avenida Belizário Ramos (Carahá), no lado esquerdo. “Esse primeiro trecho de calçadas deve estar pronto até a data da festa”, afirma Dieferson. Concluída esta fase, a parte da obra, que é de competência do Badesc, estará cerca de

50% pronta. Após readequação do projeto, foi determinado que caberá à prefeitura a construção da ponte, no entroncamento com o rio Carahá, do muro de contenção e a pavimentação do estacionamento com paver. Já foram investidos aproximadamente R$ 1 milhão dos recursos destinados à obra. “Estamos trabalhando dentro do cronograma”, destaca o secretário de Infraestrutura, Joel Netto Momm. “Esta é a fase mais complicada e ainda dependemos da definição do projeto da parte elétrica, que está sendo feito pela Celesc [Centrais Elétricas de Santa Catarina]”. Depois resolvidos os entraves, o secretário acredita que execução da obra será mais rápida. Durante a Festa Para não atrapalhar o grande fluxo de trânsito que se concentra na avenida durante o evento, a Duque de Caxias estará liberada, em pelo menos uma faixa de cada lado. A Diretoria Municipal de Trânsito (Diretran) está estudando alternativas para desviar a avenida.


Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

07


Cidade

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

08

Projeto Ciranda atenderá 33 bairros Biblioteca Pública também Toninho Vieira

A ideia é reunir as mulheres em torno de objetivos comuns, compreendendo as atividades produtivas

Mais 13 grupos serão inseridos ao Projeto Ciranda no mês de junho deste ano. Desenvolvido pela Diretoria de Inclusão Produtiva da secretaria de Assistência Social da prefeitura de Lages, tem como objetivo integrar a comunidade por meio de cursos de artesanato. Iniciado em janeiro deste ano, o projeto já está funcionando em 20 bairros, devendo passar para 33 em maio, logo que terminar a Festa Nacional do Pinhão. Até junho 40 bairros e loteamentos participarão do Projeto. “Nossa meta é de que o Ciranda seja levado para todos os bairros e loteamentos até o final do ano”, explica a diretoria de Inclusão Produtiva, Rosa Abou Hatem. A ideia é reunir as mulheres em torno de objetivos comuns, compreendendo as atividades produtivas (artesanato) e palestras multidisciplinares com temas educacionais, voltados para o dia a dia das pes-

soas, ao relacionamento conjugal e familiar, por exemplo. As aulas ocorrem uma vez por semana no período de três horas. Cada monitora é responsável por cinco grupos de trabalho. Cursos ministrados Os cursos são variados, entre eles o de patchwork, biscuit, tricô, pintura em tecido, costura industrial e artesanato em geral (fuxico, bando, trilhos de mesa, peças em fita tuza). O incentivo às cursistas não se limita apenas à fase de aprendizado. Durante o processo produtivo, há incentivo e promoção de feiras, e postos de venda de artesanato, entre eles a Casa do Artesão, no pátio da Fundação Cultural de Lages. As peças produzidas também serão vendidas no Pavilhão Artesanato durante os dez dias da Festa do Pinhão, de 24 de maio a 2 de junho.

Bairros inclusos no Projeto Itapuã; Vila Comboni; Vila Mariza; Gralha Azul; Guadalajara; Popular; São Luiz; Bom Jesus; Caravágio; Brusque; Frei Rogério; São Sebastião; Tributo; Várzea; Copacabana; Loteamento Nadir; Loteamento Cristal; Loteamento Morada do Sol.

é local de aprender esporte

Um prédio onde a lei do silêncio se faz necessária, tudo para não atrapalhar a concentração de quem procura um local tranquilo para a leitura, se tornou um ambiente ideal para as aulas de xadrez. Aproximadamente 30 alunos, de várias idades, estão matriculados no curso gratuito ministrado pelo professor da rede municipal, Luciano Justi Antunes, na Biblioteca Pública, localizada no parque Jonas Ramos (Tanque). No piso superior se encontram alunos compenetrados e focados no jogo. Aceitam-se matrículas de crianças a partir dos 6 anos, embora alguns alunos tenham até menos que isso. Mas para provar que no xadrez não há limites de idade, Saul Westphal, de 82 anos, dá o exemplo. Ele é o mais velho da turma e diz que há muitos anos ensaiava algumas jogadas, e agora voltou a treinar de verdade. “É um esporte ótimo para estimular o raciocínio e a concentração”, garante. Uma parceria com a Fundação Municipal de Esportes (FME)

permite que o grupo participe de torneios e campeonatos representando a cidade. O mais recente título conquistado foi no Campeonato Estadual de Xadrez, na categoria sub-8. O enxadrista Dora Blue do Amaral, obteve o sexto lugar na disputa em São Bento do Sul. Eles já participaram de outros eventos esportivos, como no interior de São Paulo e em Vacaria (RS). A secretaria da Educação de Lages avalia a possibilidade de inserção do xadrez em todas as escolas municipais, por meio dos programas desenvolvidos no contraturno escolar, como o Projeto de Atividades Culturais Complementares (PACCs) e o Mais Educação. “Vemos que o esporte ajuda muito na disciplina dos alunos. Muitas crianças hiperativas e com déficit de atenção ficam mais calmas e concentradas”, afirma o professor Luciano. As aulas na Biblioteca acontecem todas as segundas, quartas e sextas-feiras, das 9h às 12h e das 14h às 18h (com exceção da sexta-feira, que a aula é até às 17h). Nilton Wolff

Jogo ajuda a desenvolver a concentração

Semana dos Museus tem programação especial para professores Taina Borges / Arquivo

Carla Souza diz que o objetivo é proporcionar momentos de formação aos educadores da rede pública de ensino de Lages e região

As atividades comemorativas ao dia 18 de maio, Dia Internacional de Museus, começam na próxima semana. O ciclo de palestras e oficinas para profissionais da educação de Lages e região inicia na segunda-feira, 13, e se estende até sexta-feira, 17. A 2ª Semana Integrada de Museus e Instituições de Memória de Lages será realizada

pelo Museu Histórico Thiago de Castro, Museu Malinverni Filho, Espaço Cultural Reche, Museu Ferroviário e Memorial Nereu Ramos, com o apoio da Fundação Cultural de Lages (FCL). Um dos compromissos do evento deste ano é homenagear e discutir a obra do artista Malinverni Filho, que em 2013 completaria 100 anos de nascimento. Serão oferecidas

mais de 30 atividades visando contemplar estudantes da educação infantil ao ensino médio, professores, acadêmicos, estudantes do curso de magistério e comunidade em geral. Uma das organizadoras, Carla Souza, diz que é objetivo da Semana de Museus proporcionar momentos de formação aos professores da rede pública de ensino de Lages e região.


Cidade

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

Palhaça Barrica estará em Lages http://blogdapalhacabarrica.blogspot.com.br/

Palhaça se apresenta também em Otacílio Costa dia 16

O Serviço Social do Comércio (Sesc) apresenta o espetáculo “Barrica Poráguabaixo” em 13 cidades catarinenses na programação do EmCenaCatarina em maio. Lages é uma delas. A apresentação é gratuita e ocorre na cidade no dia 15 de maio, às 15h, no Teatro Sesc. Em Otacílio Costa está marcada para o dia 16 no Auditório Elza Deeke, às 20h30. Além de difundir a produ-

ção teatral catarinense, o projeto EmCenaCatarina tem o objetivo de despertar e desenvolver o interesse e o prazer pelo teatro. Com uma hilária interpretação da artista Michelle Silveira da Silva, de Chapecó, a peça utiliza a linguagem clown para narrar a trajetória da palhaça em busca do desejo de ir à praia, um bom motivo para atrapalhações. Num lugar de proximidade com

o público e utilizando-se de recursos concretos e imaginários, a Palhaça lança mão de graça e sensibilidade para vencer os limites impostos pelos padrões a fim de alcançar o prazer e a alegria em momentos de pura brincadeira consigo mesma e com a plateia. A peça é composta por diversos momentos de brincadeira e interação da personagem com o público.

09

Biblioteca na Apae de Lages: que espaço é este? Segundo dicionário Houaiss de Língua Portuguesa, “biblioteca é, entre outras acepções, um edifício ou recinto onde ficam depositados ordenadas e catalogadas diversas coleções de livros periódicos e outros documentos que o público, sob certas condições, pode consultar no local ou levar de empréstimo para devolução posterior”. A biblioteca da Apae de Lages atende seus alunos e profissionais, oferecendo seus títulos e espaço para desenvolver o trabalho de grupo, onde cada grupo tem uma forma própria de se expressar e que são entendidas pelos elementos que fazem parte, juntamente com sua linguagem. Mas nem sempre precisamos da palavra para comunicar: o riso, o choro, os gestos, a música, a pintura, também são formas que podemos utilizar para mostrarmos o que entendemos, sentimos quere-

mos e pensamos. Este ambiente tem como objetivo principal oportunizar vivências sociais através de atividades realizadas com fantoches, músicas, histórias lidas, contadas e recontadas para desenvolver situações de ensino aprendizagem, primando pela autonomia e independência dos envolvidos. Pedagoga Responsável: Márcia Perão de Arruda Graduada em Pedagogia e mestranda em Ciência da Educação


Economia

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

10

Brasileiros têm a intenção de viajar mais pelo País Conhecer as belezas espalhadas pelo Brasil é um desejo de muitos cidadãos brasileiros, conforme indica pesquisa. A Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem, realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), feita em sete capitais, registrou crescimento no interesse pelo turismo doméstico. O resultado da preferência foi: a maioria – ou 48,2% – optou por viagens dentro do Brasil. Pouco mais de 21% dos entrevistados manifestaram intenção de viajar ao exterior. O sócio e gerente de uma agência de viagens de Lages, Fabiano Bachmann, observa esse fluxo maior no turismo doméstico na própria agência. “Mês a mês a procura por destinos nacionais cresce perante os internacionais”, confirma. De acordo com ele, de cada 10 pessoas que chegam à agência procuram por informações acerca de destinos locais. “Este trimestre, em relação ao anterior, teve um aumento de 20% na procura por pacotes de viagens dentro do país”,

Shutterstock

Capitais dos estados nordestinos, como Fortaleza, estão entre os destinos mais procurados

complementa. A vontade maior de conhecer o Brasil é beneficiada pela alta do dólar. “A oferta encoraja as pessoas que não tem o hábito de viajar durante o ano a adquirir esse hábito”, diz. Outro fator que contribui são

as promoções de passagens aéreas que as empresas realizam na intenção de atrair o consumidor, o que ajuda a diminuir o valor dos pacotes turísticos. Segundo Fabiano, as pessoas dificilmente escolhem uma viagem

internacional como primeiro destino. Para ele, isso é bom por vários motivos. “A pessoa que viaja três ou quatro vezes para o nordeste se habitua a viajar e depois escolhe um pacote internacional”, descreve. “Isso se torna um circulo virtuoso”.

De fato, o destino predileto dos brasileiros são as regiões Nordeste e Sudeste, como apontou a pesquisa da FGV, na qual a região Nordeste detém 46,4% da preferência, seguido da Sudeste, com 24,6%, e da Sul, com 21,6%. “O volume maior de passageiros embarcando é para o Nordeste”, confirma o gerente. Capitais estaduais, como Fortaleza, Natal, Maceió e João Pessoa, são os destinos mais procurados. A Fundação promove o levantamento mensalmente, e em abril indicou aumento expressivo no nível de indecisão em relação ao destino da viagem, que foi de 30,4%, o maior do ano. Pela mensuração de Fabiano, 40% daqueles que têm a intenção de adquirir um pacote de viagem na agência em que é sócio não demonstra a segurança necessária para viajar. A sondagem também revelou que a intenção de viagem cresceu também no comparativo com abril do ano passado, de 24,7% para os atuais 28,3%.


Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

11


Regional

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

12

Correia Pinto comemora 31 anos no final de semana

Fotos Divulgação

Com várias atrações, a cidade de Correia Pinto espera grande público para as comemorações do 31º aniversário do município. Levando em conta a previsão do tempo que garante um final de semana ensolarado, a festa pode ser uma boa opção de lazer para o público da região serrana. As comemorações começaram no dia 9 de maio com uma Sessão Solene que aconteceu na Câmara de Vereadores com a presença do atual prefeito, Vânio Foster. Entre as atrações principais estão os shows nacionais de Danny e Rafa e Oswaldir e Carlos Magrão, além do show tradicionalista com a Banda Iguaria Campeira na sexta-feira, 10, na Praça Central de Correia Pinto. Na sexta-feira também acontece a 3ª Corrida Rústica da Cidade, promoção da Fundação Municipal de Esportes. A Corrida inicia às 9h. Às 10h30 está marcado um culto ecumênico na Praça. Para a criançada, a partir das 14 horas inicia-se o

Oswaldir e Carlos Magrão se apresentam nas festividades de aniversário

Projeto Criançada na Praça, com brinquedos algodão doce e DJ BAND FM. Entre as novidades das come-

morações está a possibilidade de poder dar um passeio de helicóptero sobre o município e a região. A Empresa Russi e

Danny e Rafa é outra atração em Correia Pinto no fim de semana

Russi Taxi Aéreo estará disponibilizando voos panorâmicos de cinco minutos a um custo de R$ 80 por pessoa.

Para culminar os festejos, no sábado, 11, o Grupo de Cavalgadas Chilenas de Prata promove a 1ª Cavalgada de Correia Pinto.


Geral

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

Animais abandonados recebem ajuda

13

Marcelo Vieira (Pakinha)

Helder Violandi As famosas botas no estilo montaria já virou um clássico do inverno.

Luis alimenta os cães e trata os machucados com medicamentos

“A vida sem doação é nada”. É motivado por esse pensamento que Luis Carlos de Souza e Silva, 50 anos, acorda quase todos os dias às 4h30, organiza a casa, arruma uma sacola com comida, uma mochila com remédios, carrega a caixa que mantém presa à bicicleta e sai, por volta das 5h30, pedalando pelas ruas de Lages em busca de mais mantimentos enquanto alimenta, pelo caminho, cães e gatos abandonados. Luis é funcionário público. Trabalha há dois anos na prefeitura de Lages. Atualmente é vigilante noturno no Pronto-Socorro Municipal Tito Bianchini. Nos dias em que trabalha, leva consigo a sacola de alimentos, a mantém guardada durante o trabalho e na volta para casa, às 7h, dá de comer aos animais que encontra no trajeto. Alguns o esperam. Sentem que ele está por perto e vão até ele. Já são quase treze anos de dedicação diária aos animais que tem a rua como lar. Tudo começou porque Luis se imaginou no lugar de um cachorro ou um gato que não tem uma casa para a qual voltar. “Eu me coloquei na pele do bichinho que está sofrendo”, diz com simplicidade. Para o vigilante, não há motivo para “viver só em função do próprio umbigo”. Acredita que “uma vida sem doação” resulta em “droga, depressão e morte”. Para poder ajudar, ele divide o pouco que tem e consegue por meio de doações. “O salário da prefeitura é pouco”, afirma. O que auxilia são algumas doações que recebe voluntariamente de pessoas anônimas que deixam uma quantidade de ração paga na agropecuária Marin, localizada no Centro da cidade, para ele retirar. Luis até prefere ser ajudado desse jeito. “Quem quer ajudar, não dê dinheiro”, recomenda. “Paga a ração e os remédios que eu me viro”.

Por semana, são necessários 100 quilos de ração e 20 quilos de arroz para alimentar os animais. Diariamente ele paga R$ 7 por uma quantidade de gordura no açougue que ajuda a apaziguar a fome dos cachorros e gatos abandonados. A isso acrescenta algumas cascas de pão que consegue gratuitamente em uma padaria e mais gordura animal que outro estabelecimento de lanche cede a ele. “Não peço um tostão para ninguém”, declara. “Às vezes acontece de alguém parar na rua e me dar dinheiro”. Aos animais mais doentes Luis também dá uma dose de remédio. Geralmente mistura uma ampola à comida dos animais mais arredios. Nos mansos, consegue injetar o antibiótico. Por isso também carrega na caixa presa à garupa da bicicleta luvas e seringas. Às fêmeas, chega a ministrar uma dose de anticoncepcional para evitar que procriem e mais animais apareçam soltos, sofrendo abandonados. Os medicamentos, aprendeu a administrar quando trabalhava com um biólogo, um veterinário e um químico em um laboratório em Curitiba (PR) que produzia vacina contra raiva canina. Os remédios duram em torno de 20 dias. O pet shop Bicharada contribui dando a ele amostras grátis de remédios. Luta Diária “É uma guerra todo dia”, define. Não só por ter de medicar os animais ou, às vezes, ter de fazer malabarismos para alimentar a todos que atende, e sim por ter de sair preparado para enfrentar o preconceito das pessoas que não concordam com o que ele faz. “Tem quem amaldiçoa e quem abençoa o que eu faço”, conta. “Na verdade quem faz esse bem sempre sofre muito mais porque é mal entendido nas ruas, é mal tratado, as pessoas

não entendem a dificuldade que se passa para conseguir as coisas”. Os que concordam, até ajudam. Quando Luis não consegue atender um animal que está distante do Centro, área em que mais atua, recorre a algumas pessoas que agem por si e sabe que querem e podem ajudar. “Onde as pessoas indicam que tem um cachorro abandonado, eu tento ir”, diz. “Mas tem pessoas que se aproveitam, pois tem condições [de cuidar do próprio animal] e [mesmo assim]pedem ajuda”. Quando pode ele vai e dá o remédio. “Não faço distinção, mas os que estão na rua são mais sofredor”, relata. Mas há o outro lado. “Às vezes os que estão presos sofrem muito mais porque não tem como conseguir um pão”. Muitos cachorros que Luis já ajudou, e ainda ajuda, permanecem amarrados a guias em casas “de pessoas que tem condições”, de acordo com ele, sem água e sem comida. Quando foi alimentar um desses, foi mordido. “O bichinho não teve culpa”, explica. Para limpar possíveis ferimentos que podem surgir, como esse, leva consigo uma mistura de água sanitária e sabão. O sonho do vigilante é cursar a faculdade de Veterinária, não para ganhar dinheiro. “Fazendo faculdade tenho mais como ajudar”, crê. “Com o que tenho, tento fazer o melhor para o bichinho, seja grande, seja pequeno”. O que ajuda Luis a custear as despesas que tem para realizar o trabalho voluntário é o valor ganho pelas músicas compostas na campanha eleitoral para os candidatos a prefeito e vereador do Estado, que mantém guardado. O que consegue com a venda de dois CDs que tem composições dele, chamados “Tijolinho” e “Uma canção te encontrará”, é outro auxílio financeiro que possui. Ele também escreve poesias e trabalha em um livro que conta a história da própria vida.

Para ajudar: Entre em contato com Luis Carlos de Souza e Silva pelo telefone 49 9802.2711

Elas estão com tudo e vão permanecer no inverno 2013 com modelos e novidades que vão emplacar ainda mais. Por ser uma bota de salto baixo o conforto é garantido, além de deixar qualquer produção mais quentinha. Com a chegada do frio já podemos notar que as botas montarias continuam em alta, esse modelo de bota dificilmente cairá da moda. A cada ano novos modelos renovados aparecem para deixar o look ainda mais moderno. As botas montaria, além de serem lindas, são versáteis e super confortáveis, mas ainda muitas mulheres não sabem como usar esse modelo de bota com diferentes looks. Assim daremos algumas dicas de como usar bota montaria da moda inverno 2013. As calças jeans skinny e leggins, usadas com a bota montaria por fora da calça, deixam o look super charmoso e elegante, mas esse é o estilo mais usado, sendo que com as botas montarias é possível compor vários looks. Outra dica de como usar as botas com muito estilo é com shorts e meia calça que também continua em alta no mundo da moda. Alguns modelos de vestidos mais leves e saias combinam perfeitamente com as botas montaria. Looks delicados e românticos como, por exemplo, as estampas florais também fazem um par perfeito com as botas montarias, garantindo o glamour do visual.

Vamos dar algumas dicas básicas e muito eficientes para você saber exatamente o que fazer na hora de combinar a bota montaria com sua roupa, confira as a seguir: - Podem ser usadas de muitas maneiras: em pleno verão, outono, inverno, primavera… enfim, ela é para todas as horas e todas as estações, basta saber como adequá-las as suas roupas. - Botas montaria são confortáveis, elegantes, mas essencialmente esportivas, ideais para o dia a dia, no trabalho (informal), passeios. - Para as que gostam de combinar vestido com bota, a dica é usar um modelo com mangas. O estilo mullet fica muito charmoso! -As moças mais baixinhas devem tomar cuidado com o uso da bota montaria, porque dá uma sensação de achatamento. Nesses casos o “truque do tudo escuro” é a melhor opção. As cores que melhor se encaixem para esse perfil são as cores preta, marrom ou café. - Usar a bota montaria com meia calça e shorts curto no inverno estará super na moda, deixando o visual bem arrojado. - A bota montaria está encantando as mulheres cada vez mais, pois é confortável, delicada e traz um jeito ousado e elegante para deixar você e seu look arrasador. Para você que achava que as botas montarias eram usadas somente no inverno, você está enganada, pois é comum usar as botas quando está chovendo ou até mesmo quando está sol. As botas são ideais para dar um destaque maior em seu look e deixá-lo ainda mais sofisticado. Aproveite essas dicas de como usar bota montaria da moda inverno 2013 para compor vários looks com muito estilo e modernidade para esta temporada.


Entrevista

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

14

Prefeito prepara Otacílio para o

desenvolvimento

Otacílio Costa comemora o aniversário de 31 anos este mês. Em praticamente três décadas o município conseguiu se destacar na região e esta é uma das maiores conquistas da cidade, de acordo com o prefeito Luiz Carlos Xavier, o Tio Ligas. O obetivo dele, agora, é fazer com que Otacílio se desenvolva e seja cada vez melhor. Para isso, uma das prioridades é a qualificação da mão de obra. Descubra mais a respeito na entrevista a seguir.

Arquivo VL

de em pleno desenvolvimento, somos um município próspero que pensa e age sempre em rumo ao progresso.

Luiz Carlos Xavier, o Tio Ligas, deseja administrar Otacílio com sucesso

Jornal Vitrine Lageana Quais são as maiores conquistas de Otacílio Costa nestes 31 anos? Luiz Carlos Xavier - São muitas as conquistas nesses 31 anos. A meu ver uma das maiores conquistas é o respeito e o posicionamento de destaque que o nosso município adquiriu e alcançou na região serrana e no Estado. Isso se deve a todas as pessoas que batalharam pela emancipação do nosso município e também a todas as administrações que nos antecederam, pois cada uma delas pode dar a sua contribuição, cada qual a seu jeito, para o crescimento da nossa cidade. Agora é a vez de nós darmos a nossa contribuição para que o nosso município se desenvolva e seja cada vez melhor. Otacílio Costa não é mais uma cidade promissora, nós somos uma realidade, nós somos uma cida-

Vitrine – Qual é o maior orgulho que o otaciliense deve sentir da terra em que nasceu, na sua opinião? Tio Ligas - O Orgulho de ter nascido ou estar morando no município que mais cresce na região serrana. O crescimento do nosso município é acima da média e isso vai continuar, por isso devemos sentir orgulho e estarmos felizes. O otaciliense é trabalhador, educado e hospitaleiro, e também é o responsável pelo desenvolvimento da nossa cidade. Vitrine – O que a comunidade de Otacílio Costa deve esperar do futuro? Tio Ligas - Melhoria na qualidade de vida, planejamento, compromisso com o progresso e com o desenvolvimento. É isso o que a comunidade otaciliense deve esperar e pode ter certeza que estamos trabalhando incessantemente para isso. Coisas muito boas estão por vir. Vitrine – Quais são os projetos para o município? Tio Ligas - São muitos e audaciosos os nossos projetos. No entanto, gostaríamos de destacar alguns que temos a pretensão de executar nos próximos quatro anos: a construção de um Centro de Eventos Multiuso; de um Estádio

Municipal, com arquibancadas e iluminação; de casas populares, do Projeto Minha Casa minha Vida, do Governo Federal, para as famílias carentes; e da terceira ponte ligando o bairro Fátima ao bairro Igaras; e a pavimentação asfáltica da Avenida Olinkraft, no bairro Santa Catarina. Esses são alguns projetos que estamos trabalhando para que, em quatro anos, se tornem realidade. Sempre lembrando que toda obra a ser construída deve ser projetada para os próximos trinta anos, pois o município está em pleno crescimento. Vitrine – Os investimentos que a prefeitura tem realizado na cidade, inclusive com repasses e auxílio dos governos Estadual e Federal, são os ideais? Tio Ligas - Dentro do Pacto Federativo, que estabelece as relações, os direitos e as obrigações entre a União, os Estados e os Municípios, o município é o que está na ponta, é o mais próximo do cidadão. Os municípios estão sobrecarregados de responsabilidades e sobra muito pouco ou quase nada da arrecadação própria municipal para investimentos. Os recursos próprios são suficientes apenas para a manutenção da máquina pública. Para investimentos em obras e melhorias é necessário os convênios com o Governo do Estado e com o Governo Federal, por isso que dispomos de um setor de Captação de Recursos pra ir em busca de convênios para investimentos.

Vitrine – Hoje, qual é a prioridade para a cidade: investir em educação, assistência social, qualidade de vida, obras...? Tio Ligas - A prioridade é a melhoria da qualidade de vida das pessoas, pois quando se fala em melhora na qualidade de vida está se falando em investimento em políticas públicas que vão melhorar o atendimento na saúde, na educação, no social e também o investimento em infraestrutura. Estamos preocupados também com a qualificação da mão de obra dos nossos jovens, pois o município está atraindo novas empresas e precisa estar preparado para isso. A qualificação da mão de obra também é uma prioridade para a nossa cidade. Vitrine – A arrecadação do município permite pensar, planejar e realizar investimento nessa ação prioritária? Tio Ligas - O município tem uma boa arrecadação. Estamos minimizando os custos e maximizando os resultados, desta forma esperamos alcançar os resultados esperados, no entanto, para investimentos em obras necessitamos de convênios, ou seja, necessitamos de recursos Estaduais e Federais. Vitrine – A saúde parece ser uma área que estava em descrédito na cidade por parte da população. Está se conseguindo reverter esta visão da comunidade?

Tio Ligas - Aos poucos estamos recuperando o crédito na saúde. Muito ainda há por fazer, pois as necessidades das pessoas nesta área são cada vez maiores e os recursos são limitados, no entanto, completamos quatro meses de administração e estamos buscando corrigir algumas falhas, e muitas ações ainda serão realizadas para melhorarmos o atendimento às pessoas. Vitrine – Como administrador, qual é o seu desejo para Otacílio Costa? Tio Ligas - Eu e a minha equipe estamos dando o melhor de nós para buscar o melhor para nossa cidade. Estamos trabalhando incessantemente para melhorar o atendimento em todos os setores da prefeitura. Buscaremos, incansavelmente, melhorar a qualidade de vida das pessoas. Nos foi delegado uma missão de administrar o município, as pessoas acreditaram em nós, as pessoas acreditaram em nosso plano de governo e estamos trabalhando para cumprir este plano que as pessoas acreditaram ser o melhor para a cidade. Cumprindo o que prometemos teremos sucesso na gestão e é esse o meu desejo: ter sucesso na administração, pois tenho a consciência de que se tivermos sucesso, Otacílio Costa terá sucesso e isso será bom para todos os otacilienses.


Vitrine Lageana Sexta, 10 de maio de 2013

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

15

Ser mãe é... ... Tornar-se mãe da noite para o dia | PG 02

... Uma recompensa contínua de gratificação | PG 03

... Criar uma geração melhor | PG 04


Vitrine Lageana Sexta, 10 de maio de 2013

Feliz Dia das Mães

uma semana depois da adoção, o resultado do teste do pezinho das recém-nascidas acusou uma enfermidade rara em uma delas. Vitória foi diagnosticada com fibrose cística, também chamada mucoviscidose, uma doença que afeta certas glândulas, secretando um muco mais viscoso que o normal. Depois de ficar internada por uma semana num hospital infantil de Florianópolis, Vitória voltou para casa. Começava aí uma maratona de exames, tratamentos e, principalmente, dúvidas. “Nunca tínhamos ouvido falar sobre essa doença”, relata Cintia. “Começamos imediatamente a pesquisar sobre o assunto”. A mãe conta que as informações da internet não eram nada animadoras. “Muito do que a gente lia era pessimista demais”. À medida que Vitória crescia, crescia também a busca por orientação. Se-

gundo a mãe, foi na Associação Catarinense de Atendimento ao Mucoviscidótico (Acam) que encontraram suporte. Ao longo destes sete anos, Vitória tem recebido acompanhamento contínuo, com frequentes idas à capital do Estado. Semanalmente a menina participa de sessões de fisioterapia respiratória. “A fibrose atinge principalmente os pulmões e o aparelho digestivo”, explica Cintia. O acúmulo de secreções espessas pode comprometer o funcionamento desses órgãos. O excesso de muco também favorece a contaminação por vírus e bactérias. De acordo com a mãe, até os micro-organismos menos agressivos

podem ser perigosos. Mesmo sendo gêmea não idêntica, a irmã foi testada também. “Se não fossem de duas placentas diferentes, as duas poderiam ter fibrose”. Hoje com 34 anos, Cintia sorri ao contar do desafio que é cuidar das necessidades da filha. Vitória faz nebulização diariamente e deve tomar certa enzima antes de cada refeição, para facilitar a absorção dos nutrientes. “Apesar de tudo, ela é uma criança normal. Faz tudo que as outras crianças fazem”, ressalta a mãe. “Mas sempre deixamos claro para ela que deve ser mais cuidadosa, porque

É com orgulho que Cintia luta dia a dia para dar o melhor às filhas

Lucas Pagani

“Virei mãe da noite para o dia” Em 2006 a vida da editora Cintia de Liz Müller mudou completamente. Depois de cinco anos de casada, ela descobriu que não poderia engravidar. Mas para quem moveu todos os esforços possíveis, o sonho de ser mãe não precisou ser adiado. Pouco tempo depois de entrar com o pedido de adoção, chegavam à família as gêmeas Mariana e Vitória, então com menos de um mês de idade. “No começo é tudo complicado. Afinal de contas, virei mãe da noite para o dia”, diz Cintia. “Numa hora eu estava esperando resposta do pedido de adoção e de repente me vejo comprando roupinhas, mamadeira”. Para ela, o apoio do marido foi fundamental. “Aos poucos a gente se acostumava, porque era o que queria mesmo”, afirma. Em meio à alegria que as pequenas trouxeram, um susto. Cerca de

16

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

sua saúde é debilitada”. Mariana é peça chave na rotina da irmãzinha. A mais quieta das duas, ela desde nova se acostumou a ajudar a gêmea. “Às vezes surge uma disputa por atenção, mas isso acontece em qualquer família com crianças”, admite Cintia. “O importante é que não haja rivalidade”. Para Cintia, cada dia é um prêmio, resultado de esforço incessante, porém gratificante. “Ser mãe é tudo”, crê. “Os problemas que vêm, a gente supera”. Brincando com a irmã, indo à escola ou fazendo balé, Vitória vive cada dia com ânimo renovado. Cercada pelo carinho materno, a garotinha é uma verdadeira vitoriosa.


Vitrine Lageana Sexta, 10 de maio de 2013

Feliz Dia das Mães

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

Maternidade é

gratificação constante Lucas Pagani

Sofia (esq.) e Beatriz são a razão da alegria da mãe coruja, Elise

Seis anos atrás, a cientista social Elise Branco de Liz dava à luz à primeira filha. Mas a gravidez tão desejada traria uma surpresa. Nenhum dos exames de acompanhamento da gestação havia apontado qualquer anomalia, mas no momento do nascimento não houve dúvidas quanto ao diagnóstico: a pequena Beatriz era portadora da síndrome de Down. Apesar de a situação ter sido imprevista, Elise garante que não houve choque. “Toda mulher, quando engravida, deve estar preparada para qualquer dificuldade que surja”. Para ela, o verdadeiro desafio foi a cardiopatia: uma série de más-formações cardíacas que ameaçavam a perspectiva de vida de Beatriz. Aos cinco meses de idade, a menina foi levada a Curitiba (PR), onde passou por uma delicada intervenção cirúrgica. “Foi praticamente uma reconstituição total do coraçãozinho

dela”, lembra a mãe. “Graças a Deus correu tudo bem e hoje a Bia pode ter uma vida normal”. Desde então, a rotina da família passou por diversas mudanças para acomodar as necessidades da nova integrante. Ainda no primeiro ano de vida, Beatriz começou a participar de atividades que lhe assegurassem um desenvolvimento de habilidades básicas. “Na verdade, ela consegue executar toda função normalmente”, explica Elise. A diferença está no tempo de aprendizagem. “A Beatriz tem um ritmo próprio, que, se respeitado, permite a ela realizar as mesmas atividades que qualquer criança”. Tendo sempre frequentado escolas regulares, a garota não enfrentou dificuldade no convívio com os colegas. “O portador de Down já tem tendência a ser muito carinhoso”, conta a mãe. “E a Bia é extrema-

mente amorosa”. Na relação com a irmã, Sofia, três anos mais nova, não há desigualdade. “Elas tanto brincam quanto brigam, assim como quaisquer irmãos”. Atualmente, Beatriz faz visitas semanais a terapeuta ocupacional, fonoaudióloga, fisioterapeuta e psicopedagoga, tudo para incentivar ao máximo o crescimento da autonomia. “Seria um erro criar um filho para ficar para a gente”, diz Elise. “A missão da mãe, a minha missão, é garantir que a Bia — e a Sofia também — possam conviver com o mundo”. Depois de tantos anos, a mãe se considera privilegiada. “Ser mãe é uma bênção e eu tenho esse amor redobrado na Sofia e na Beatriz”, afirma ela, sorridente. “É um exercício diário de paciência, atenção e zelo, mas uma recompensa contínua de gratificação”.

17


Vitrine Lageana Sexta, 10 de maio de 2013

Feliz Dia das Mães

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

Trabalho com foco em mães busca resgatar

valor de família

Lucas Pagani

Rosa mostra boneca confeccionada pelas mães do Projeto Ciranda

Quem procura pela presidente da Associação de Assistência Social, Trabalho e Cidadania (SAMT) pode ter alguma dificuldade em encontrá-la. Isso porque a blumenauense Rosa Abou Hatem não possui gabinete, escrivaninha, secretária: ela passa a maior parte do expediente na rua, aproximando-se da população, levando simpatia e serviço aos que mais precisam. Nos quase 35 anos de atividade, a administradora de empresas por formação tem a solidariedade por vocação. Com humildade, vai ao encontro de diversas comunidades carentes e pessoas em situação vulnerável. Como representante da instituição, realizou trabalhos de assistência com crianças recolhidas em abrigos, o que acabou por despertar nela a vontade de ir além. “Foi cuidando desses abrigos que tive a sensibilidade de propor um projeto para as mulheres”, conta

Rosa. Ela explica que muitos dos problemas familiares que atingem grande parte dos lares poderiam ser evitados se às mães fossem dadas oportunidades de crescimento. “Porque, se você trabalha essa mulher que é o esteio da família, toda a estrutura se fortalece”, defende. Nessas circunstâncias nasceu o Clube de Mães Madre Teresa de Calcutá, um programa de atenção às mães que desenvolve habilidades e incentiva a autoestima. “No começo, muitos desacreditavam do potencial dessas atividades”, reconhece Rosa. “Mas foi uma semente que acabou dando resultados surpreendentes”. Derivado desse plano de mobilização, teve início nos primeiros meses de 2013 o Projeto Ciranda, que já instalou núcleos em quase 50 bairros. Ao longo da semana, dez monitoras da SAMT se revezam em visita,

levando palestras e atividades que propõem um resgate do papel da mulher na família. Também são desenvolvidos trabalhos de artesanato como bordado, modelagem com biscuit e confecção de bonecas. A iniciativa deu certo e os números deixam Rosa otimista: “A princípio, esperávamos um grupo reduzido, mas frequentemente passa de 30 moradoras num encontro”. Mãe de três filhos, todos adultos, ela afirma que tenta transmitir a todas as mães tudo que aprendeu. “Ninguém dá o que não tem”, diz. “Uma mãe não pode dar a instrução e a atenção devidas a um filho se ela mesma é carente disso”. Ao rememorar a história que tem ajudado a construir, Rosa se emociona. “Sou privilegiada por poder levar perspectiva de futuro a muitas famílias”. E é com esperança que ela conclui: “Está nas mãos de cada mãe criar uma geração melhor”.

18


Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

Homem do Campo

cesarmissioneiro@hotmail.com

Guerras, fome, tratores e comida Na atual sociedade urbana ocidental carregamos o conceito dos sem tempo para nada, a não ser para a correria do dia a dia, que nos deixa sem tempo para os parentes e para a própria família. Mas é na catástrofe, na doença, na morte, na dor, que nos encontramos, nos unimos, nos abraçamos e ficamos solidários. Os conjuntos sociais dos humanos buscam mudanças radicais após grandes catástrofes e, delas, provocada pelo próprio humano, a maior ou a pior é a guerra. A guerra, como todos sabem, deixa destruição em todos os segmentos sociais e a morte em massa. Pois bem; o que ficou claro após as duas

grandes guerras mundiais foi a necessidade de produzir comida, com urgência e numa escala muito maior de produção, mesmo com uma população obviamente menor nas regiões de conflito, pois durante e no pós-guerra o maior fantasma era a fome. Data de 1918 o primeiro trator de que se tem notícia. Era um Massey Harris totalmente de ferro, inclusive as rodas, já que neste período a utilização da borracha era muito limitada e não existia o plástico. Do mesmo período também são os tratores John Deere. Os motores eram movidos a querosene e gasolina, depois a óleo diesel. Os primeiros

motores tinham 17 cv de força. Mas foi depois da segunda guerra que explodiu no planeta a palavra de ordem “produzir alimentos” e, junto aos subsídios criados para estimular a produção, oferecidos aos agricultores pelos governos da Europa e EUA, registra-se neste período a maior concentração na criatividade de inventos de acessórios e máquinas auto propelidas para agricultura, tal como, borracha, pneu, câmara de ar, etc. São catalogadas a partir deste período mais de 40 marcas diferentes de tratores e inúmeros modelos desde o Canadá, EUA, Inglaterra, França, Alemanha (entre outros, o primeiro modelo traçado, o Ursus Allrad 4X4), Itália (Landini, com pneu e semi-esteira), Polônia, Áustria. O Deutz DM 55 (alemão), fabricado em Minas Gerais, foi o primeiro trator refrigerado a ar. O Brasil não ficou de fora das invenções das máquinas agrícolas. Um brasileiro, infelizmente não tão conhecido, o genial empreendedor catarinense, Osvaldo Olsen, da cidade de Caçador, fabrica os famosos TMO formiga e o TMO caçador, versão esteira, em 1960. Em seguida, a CBT e a Agrale, em Caxias do Sul (RS). Os tratores das décadas 40 e 50 tinham motores com potência

de 60 cv. Depois, com os motores seis cilindros, a potência mais que dobrou. Hoje, no Brasil, existe um modelo da John Deere: trator articulado com oito pneus e 500 cv de força. Toda esta prosa é para lembrar a todos que tudo o que comemos, muito do que bebemos, muito do que vestimos e outros afins que usamos todos os dias, até boa parte dos combustíveis, não são produzidos nos supermercados, nas lojas ou postos. São produzidos embaixo das garras dos pneus, do aço dos implementos, estes manejados por mãos calejadas de agricultores determinados, talvez instintivamente, a produzir comida e carregar resignadamente o rótulo de criminosos ou inconscientes do meio-ambiente. Enquanto a grande maioria destes agricultores somente conhece a geografia entre a lavoura, as lojas de insumos e as oficinas de concertos, os protetores do meio-ambiente cortam os oceanos produzindo em uma única viagem muito mais emissões e consumo de combustível fóssil do que um médio agricultor produz em um ano. Nesse ano registra-se um marco histórico no desenvolvimento agrícola de Santa Catarina e do Brasil. Já está com 50% da construção

19

pronta em Araquari uma fábrica Sul-Coreana de tratores agrícolas, estes com inovações e tecnologia de ponta, sem ficar devendo para as marcas mais famosas. É interessante frisar que a indústria tecnológica de equipamentos mecânicos e automecânicos Sul-Coreana, a exemplo dos automóveis, é muito superior aos produtos chineses em confiabilidade, manuseio e acabamento. Quando as primeiras máquinas forem montadas totalmente na fábrica brasileira catarinense é provável que as máquinas já participem dos programas Pronaf, Proger, etc. A empresa coreana apresenta este trator no Brasil com a nomenclatura L S. A iniciativa desta empresa, além de corajosa para competir com dezenas de marcas já solidificadas, confirma o que da longínqua Ásia também é visível: o Brasil é o país com dimensões continental, com as maiores possibilidades agrícolas do planeta. Então, como diz o chavão popular: Para os catarinenses é um orgulho ter em seu pequeno território uma fábrica de tamanha importância na participação da produção de alimentos e, no caso do amigo leitor já ter se alimentado hoje, agradeça a algum produtor rural.


Turismo

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

20

Um grande tour cultural - Parte V

De puno a Cusco, no Peru

por José Ferreira da Silva

Uma dúvida no ar... Depois de se conhecer a ilha flutuante de Uros, uma das muitas, situada no lago Titicaca, e os habitantes, o comentário da volta era que pareciam normais, mas na verdade para viverem ali eram, isto sim, anormais, porque o local é úmido e frio, longe de tudo, sem nenhum recurso. Saímos do local em silêncio, cada um avaliando o quanto de dificuldades eles têm. Isto me deixou intrigado: será que eles residem ali mesmo ou eles ficam durante o dia e à noite vão para suas casa em Puno ou outra cidade por perto? Pelo sim, pelo não, o que vimos foi chocantes e, se alguém, no passado, realmente viveu naquelas ilhas era por algum motivo de segurança contra alguma ameaça vinda de quem vivia nas terras que circundam o lago. Voltamos para onde o ônibus estava estacionado e de lá viajamos em direção à cidade de Cusco. Em Cusco... Chegamos à noite em um hotel cinco es-

trelas e muito bom. Nesse hotel ficamos três dias, tempo quase suficiente para conhecer alguns sítios arqueológicos, onde se inclui Machu Pichu. No primeiro dia visitamos Sacsaihuaman, Qenqo, Tampumachay e Qoricancha, todos nos arredores de Cusco e todos com as ruínas representativas da cultura Inca. No segundo dia saímos de madrugada de ônibus para sítio arqueológico Ollantaytambo, local onde o trem nos pegaria para levar-nos a Machu Pichu. O trem é bem mais moderno que em 1968, quando estive naquela região de lambreta, em minha viagem em torno do mundo. O trem de hoje é confortável, especialmente para levar turistas até Água Caliente, cidadezinha ao pé da montanha, onde se situa Machu Pichu, a cidadela sagrada dos Incas. No trajeto houve vários desmoronamentos de terra que atingiram os trilhos e perdemos duas horas até desimpedirem os trilhos. Machu Pichu Da pequena vila de Água Caliente seguimos de micro-ônibus em direção à

montanha sagrada dos Incas, onde se situa as ruínas de Machu Pichu. A subida de veículos só é permitida aos credenciados pelo governo local. A organização é de dar inveja aos brasileiros, aos governantes que querem fazer turismo no Brasil e só fazem besteiras. Aliás, nos países que passamos argeNtina, Chile, Bolívia e Peru - o turismo é muito organizado e ninguém entra de graça nos locais turísticos. Os guias, ao se deslocar para os pontos turísticos, já estão sendo pagos pelo governo, que cobram uma taxa dos turistas para poderem visitar os sítios arqueológicos que geralmente ficam distante dos centros urbanos. Tudo lá é fantástico... Ao se visitar a cidadela sagrada, a impressão que se tem é de que o local foi construído com tecnologia super moderna, grandes guindastes, máquinas que cortaram as pedras com um super acabamento, num ângulo e num esquadro que hoje é quase impossível de os engenheiros conseguirem usando a tecnologia que existe. São pedras de muitas toneladas, sobrepostas.

Acredito na hipótese de que o império inca todo tenha sido trabalhado com tecnologia dos alienígenas, mas parece que foram os antecessores dos Incas ou os pré-incaicos que trabalharam na construção. Uma história que não convence As formações dos prédios e ruínas estão bem conservados, levando a gente a crer que foram construídos e/ou reconstruídos para chamar a atenção dos visitantes, dos turistas. Mas mesmo que tenham mexido nas obras, não modificaram as estrutura. Os responsáveis pelos sítios arqueológicos - que são muitos, alguns ainda não descobertos - estão trabalhando muito na tentativa de mostrar ao mundo a grandiosidade do poderoso império Inca. Em se tratando da cidade sagrada Machu Pichu, é quase impossível se descrever o que lá existe. Ao andar em seu interior ficamos maravilhados com os pontos onde se conta o porquê da cidade existir. O guia tenta justificar os mistérios que norteia o lugar, mas não convence.

Fotos Arquivo Pessoal

Um recanto do sítio arqueológico de Ollantaytambo situado no vale sagrado dos Incas, no Peru Ingreja matriz da cidade de Cusco, no peru, com muitos altares revestidos de ouro Uma parte das ruínas de Machu Pichu, cidadela sagrada dos Incas Local onde ficava o vigia da cidadela, para vigiar os arredores contra ataques de outras tribos


Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

21


Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

22

Evidência

Andrea Bianchini & Mirella Bianchini

Dicas de Mirella Bianchini Sapatilhas de bico fino Junto com os scarpins de bico fino, que voltaram com força total, vieram também as sapatilhas. As badaladas bailarinas, com os bicos bem arredondados, deram lugar às mais “pontudinhas”! A sapatilha é o tipo de calçado que combina com tudo, desde produções básicas para o dia a dia, mais sérias para o trabalho, looks informais ou até mesmo sofisticadas para eventos noturnos. É possível ficar elegante usando as sapatilhas no lugar do salto alto, principalmente se você não é acostumada a manter o equilíbrio com alguns centímetros a mais por muito tempo ou não dispensa o conforto. A dica também vale para as mulheres muito altas que preferem apostar em calçados baixos mais modernos.

Tricô e inverno tem tudo a ver! O tricô é uma daquelas peças clássicas, que cada coleção aparece repaginado, desde a cartela de cor à modelagem e textura. O maxi tricô pode ser usado de diversas maneiras. Em produções moderninhas, quando combinados com saias ou shorts de couro, até às mais relax, com vestidos, saias longas, jeggings e jeans boyfriend. Outro jeito bacana de usá-lo é com camisa por baixo e um maxi colar, que compõe um look “trend”. Fica um charme sempre, só precisa tomar um pouquinho de cuidado para não dar aquele aspecto: “o defunto era maior”!

1, A coluna Evidência quer homenaegar todas as mães. Aqui, algumas mães muito especiais. Noemi Mota, de Balneário Camboriú 2, Neusa Agustini 3, Parabéns, neste Dia das Mães, à mãe do diretor do Jornal, Marcelo Vieira Muniz (Pakinha), Dona Vilma 4, Aninha Amarante 5, Regina S. Manzochi, de Curitiba (PR)


23 “Guri de Uruguaiana” em Lages Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

Vitrine Cultural Henrique Beling hbeling@hotmail.com

Divulgação

Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura O Estado, por meio da Fundação Catarinense de Cultura, anunciou, nesta quarta-feira, em Florianópolis, o lançamento do Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura. O investimento de R$ 7,2 milhões tem como objetivo democratizar a distribuição de recursos públicos para a área da cultura, além de fomentar sua promoção e difusão. Serão sete as categorias premiadas: artes populares, artes visuais, dança, letras, música, teatro e patrimônio cultural. Também foi lançado o Prêmio Catarinense de Cinema, edição 2012/2013. Os dois editais juntos somam mais de R$ 10 milhões de investimentos na Cultura.

Divulgação

>>> Data: Sexta, 10 de maio, 19h >>> Local: Clube Caça e Tiro em Lages/SC. Com participação especial no jantar com apresentação dos lageanos Grilo Seco e Testa de Lampião, e para fechar a noite especial, “Circo Beat” faz um tributo ao Roupa Nova. Venda de mesas: Cacau Show e Laura Violandi. >>> Realização: Eficácia Produções >>> Informações: (49) 9972 0002 / 8424 9204

Prêmio Catarinense de Cinema

O edital representa um investimento de R$ 3 milhões. As inscrições gratuitas ficarão abertas entre 8 de maio a 26 de agosto de 2013 e a abertura dos envelopes se dará no dia 2 de setembro de 2013, às 14h, no Cinema do CIC. A premiação foi criada com a intenção de estimular a produção audiovisual no Estado, mover o mercado e gerar empregos. Diversas produções percorrem Santa Catarina com esse estímulo, que agrega fotografia, música, teatro e arte em um único produto.

Acads Integrar-se à Associação Catarinense de Dança de Salão (Acads) traz diversas outras vantagens além do intercâmbio entre pessoas interessadas nesta atividade. São muitos os eventos que surgem durante o ano, no Estado e no País, como também convênios fixos que oferecem aos associados promoções e descontos, oportunizando assim um convívio social ainda maior. Atualmente, 10 escolas na Grande Florianópolis mantêm parceria com a entidade, abonando 10% do valor da mensalidade para aprender qualquer ritmo da dança a dois. Quem quer, além da prática,

estudar teoria e movimento da dança de salão em curso superior de pós-graduação, pode formar-se pela Faculdade Metropolitana de Curitiba (Famec) pagando taxas especiais. Fora isso, a Acads garante abatimento em congressos, bailes, práticas e casas noturnas que promovem a dança de salão. Na 12ª Mostra de Dança de Salão de Florianópolis – Baila Floripa 2013, um dos mais completos encontros do gênero no País, que ocorrerá de 30 de maio a 2 de junho, os sócios pagam R$ 70,00 a menos pelo pacote promocional (inscrição em workshops de nível intermediário/

avançado, entradas para espetáculos e bailes e camiseta oficial). Se a preferência for por aulas individuais e ingressos avulsos, também há desconto. Seja como aluno, praticante ou plateia, “é uma ótima oportunidade para a nossa comunidade experimentar esta arte e perceber que é possível viver no mundo da dança, como atividade física, terapêutica ou por puro divertimento, mantendo uma vida mais saudável”, incentiva a presidente da Acads, Aline Menezes. Para saber como associar-se ou renovar a anuidade, basta acessar o site www.acads.org.br.

“Leve uma escola sob sua asa” Divulgação

Pela primeira vez, o Raide Latécoère passou pelo Brasil, contemplando, em sua 7ª edição, duas cidades: Rio de Janeiro e Florianópolis, de 6 a 8 de maio de 2013. A expedição, que tem por lema “Leve uma escola sob sua asa” realizou o percurso dos pioneiros franceses da aviação vinculados à Aéropostale nos anos 1920-1930, entre os quais Saint-Exupéry. Embora com o maior número de escalas à época, o Brasil ainda não havia sido visitado pelos aviadores reunidos em torno da memória do criador da chamada “Linha”: Pierre Georges Latécoère (1883-1943). O Raide Latecoere é organizado pelo Aeroclube Pierre-Georges Latecoere desde 2007 e financiado pelos Fundos Latécoère para a Aeronáutica, cujo objetivo é fazer viver o patrimônio aeronáutico francês, principalmente o da Aéropostale, no contexto do século 21, apoiando projetos humanitários centrados na Educação e ligados à Aeronáutica. Nesta, que é a 7ª edição, inclui-se a cidade de Florianópolis, onde contou com oito aviadores franceses.


Variedades

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

Horóscopo semanal Áries 20/03 a 20/04 Nesta semana teremos a Lua Nova ocorrendo no setor de valores, talentos e recursos arianos, um indicativo de que uma nova fase pode iniciar em relação à expressão de suas habilidades. Touro 21/04 a 20/05 Uma importante Lua Nova vai ocorrer no seu signo essa semana, taurino, marcando o início de uma nova etapa de desenvolvimento, em que você deve confiar no seu potencial, agir com assertividade, acreditar ser possível materializar o que você vem pensando. Gêmeos 21/05 a 20/06 Espiritualidade, contemplação e observação são as questões estimuladas nesta semana, em que teremos uma Lua Nova ocorrendo no signo anterior ao seu. Um indicativo que pelas próximas quatro semanas você estará fechando um ciclo de desenvolvimento. Câncer 21/06 a 21/07 A Lua Nova desta semana ocorrerá no setor de amizades, de contatos com grupos e instituições, favorecendo negócios com empresas e uma nova energia relacionada à maneira como você vivencia a amizade, ao papel que tem dentro dos grupos e da sociedade, canceriano. Leão 22/07 a 22/08 Uma nova etapa na carreira e no desenvolvimento profissional dos leoninos pode iniciar mais intensamente a partir desta semana, em que teremos a Lua Nova ocorrendo no signo de Touro. Virgem 23/08 a 22/09 A Lua minguante sinaliza que Investir em cursos, estudos, conhecimentos e viagens, que ampliem os seus horizontes é a tendência astrológica desta semana de Lua Nova, virginiano. É um excelente momento para se abrir a outros pontos de vista.

Libra 23/09 a 22/10 O seu planeta regente, Vênus, passará a atuar no signo de Gêmeos, estimulando o contato com pessoas e locais distantes, libriano, o que sem dúvida ampliará as suas perspectivas de relacionamento e de vida afetiva. Escorpião 23/10 a 21/11 Novas energias nos seus relacionamentos, parcerias e associações estão indicadas na fase lunar nova, que ocorre nesta semana, escorpiano. É um excelente momento para ter novas atitudes em suas relações e também para firmar vínculos que são preciosos e valiosos a você. Sagitário 22/11 a 21/12 Um novo ciclo poderá iniciar nesta semana em relação ao trabalho. É o que indica a Lua Nova, um indício astrológico da necessidade de ter novas atitudes, de dar ao seu cotidiano uma nova dinâmica, de rever hábitos e também de pensar em termos de bem-estar e saúde. Capricórnio 22/12 a 21/01 É em relação ao amor e à vida afetiva que você perceberá uma nova energia a partir desta semana, já que teremos a Lua Nova. Um momento oportuno para ter novas atitudes e cuidar com a tendência a agir de forma apegada, ciumenta e possessiva. Aquário 21/01 a 18/02 É no setor doméstico, familiar e privado que ocorrerá a Lua Nova desta semana, um indicativo aos aquarianos das novas energias e situações ligadas ao lar e à privacidade. O mais importante agora é o que ocorrerá em família, interiormente. Peixes 19/02 a 19/03 Novos aprendizados, interesses, contatos e ambientes estão estimulados nesta semana de Lua Nova, pisciano. Novas energias, pensamentos e ideias.

24

Sonhos BR Sonhosbr.com.br


Utilidade Pública Cleber de Souza Borges Tenente Coronel PM

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

25

(Perguntas ou sugestões enviem um e-mail para a Redação ou para cleber.s.borges@hotmail.com, ou visite o blog www.clebinho-oazedo.blogspot.com.br)

Denúncias de crimes ambientais* A consciência ambiental, apesar do recente crescimento, ainda não é uma regra entre todos os cidadãos. Ainda vemos muito desrespeito com a natureza nos nossos bairros, municípios e estados. Em Lages, as denúncias de crimes e/ou infrações ambientais podem ser feitas diretamente na Sede da Companhia de Policia Ambiental ou por telefone – 3222.3171 (atendimento 24hs). Como o cidadão deve proceder na hora de fazer denúncia? É importante que o denunciante apresente dados claros e precisos acerca do tipo de ocorrência; É indispensável que conste o nome da rua, número, municí-

pio, e algum ponto de referência e, se possível, indique o nome ou apelido do responsável; A deficiência de dados, muitas vezes, impossibilita o próprio atendimento. Ao receber uma denúncia, o Policial responsável pelo atendimento preenche um Cadastro de Ocorrência Ambiental (COA) no qual constam as informações essenciais para o atendimento, como localização, resumo do fato, etc. Esse documento é encaminhado na primeira oportunidade ao setor responsável pelo planejamento da ação, onde é feita a triagem e estabelecimento de prioridade no atendimento. Quando se trata de fato que, pela gravidade ou até mesmo

pela questão da oportunidade, necessita de atendimento imediato, os policiais de serviço são acionados imediatamente após a comunicação do fato e deslocados para o atendimento. Muitas vezes isso não é possível em razão de que os meio disponíveis são menores do que a demanda, mas muito disso é decorrente da, ainda, falta de repressão constante, que por sua vez decorre da falta de denúncias. Ainda existe muito sentimento de impunidade. A Sede da Companhia da Policia Ambiental, que fica na cidade de Lages, é responsável pelo atendimento a 17 municípios e caso as guarnições estejam empenhadas em local distante, é comum ser efetuado o registro

e na primeira oportunidade a GU se desloca a fim de atender o cidadão. A melhor sugestão, então, é que cada cidadão se torne um fiscal do meio ambiente, protegendo nossas matas, uma riqueza que ainda é soberana em nossa região. Outra questão grave, e que muitos não olham como crime ambiental, mas é, são as situações de maus tratos a animais. Quando uma denúncia nesse sentido é recebida, a Policia Ambiental se desloca para o atendimento, ao tempo que é efetuado contato com o Setor Municipal responsável para que um veterinário acompanhe o atendimento da Ocorrência a fim de emitir parecer sobre a

situação do animal. Por vezes é o pessoal da prefeitura que contata a PMA para comparecer a um local onde está ocorrendo uma situação de maus tratos, em razão de que eles não têm competência para a lavratura do TC e a Polícia Ambiental presta, dessa forma, esse atendimento. A área de abrangência da quarta companhia é composta por 53 municípios, sendo estes atendidos pela Sede (Lages), Pelotão de Herval D’Oeste, GPPMA de Videira e GPPMA de Curitibanos, sendo o efetivo composto por 50 PPMM.

*Agradecimentos ao 2º Sgt Malinoski


Polícia

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

26

Marido de jovem se entrega à polícia Divulgação

Supletivo Expressão Termine seus estudos de forma rápida e com qualidade

fone: (49) 3225-4088 APRESENTANDO ESTE CUPOM A MATRÍCULA É DE GRAÇA

Paulo chamou o Samu e depois fugiu de casa

Paulo Cesar Antonello dos Santos, 28 anos, apresentou-se na Delegacia da Mulher e menor infrator na tarde de segunda-feira, 6 de maio, acompanhado do advogado e foi preventivamente. Antonello teria agredido a esposa de 22 anos na noite de quinta-feira, 2, no bairro Santa Helena, em

Lages, com vários golpes na face, deixando a jovem com o rosto completamente deformado. A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada ao Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, onde passou por diversas cirurgias e não corre

risco de morrer. Em seu depoimento, o acusado disse que ele e a esposa andavam muito ner vosos e ambos há tempos brigavam. Ele ainda disse que a mulher foi quem investiu contra ele, que pegou a machadinha e golpeou a esposa. Disse, ainda, que fugiu após ligar para o Samu.

Homem é preso por violar medida protetiva Um caso de violência doméstica resultou na prisão de Jânio José Belo Antunes, 48 anos, na manhã de terça-feira, 7 de maio, na Rua Pedro Borges,

no Santa Catarina, em Lages. Borges foi acusado de tentar arrombar a casa da ex- mulher T. A. R., 48 anos, com chutes e ponta pés para agredi-la. A

vítima apresentou para a guarnição uma medida protetiva de afastamento que ocasionou na prisão em flagrante do ex-marido.

Ambiental apreende armas de caçadores Divulgação

As armas pertenciam a três homens

A Polícia Militar Ambiental, juntamente com a Polícia Militar de Urupema, realizou uma barreira policial na localidade Fazenda do Rincão, próximo ao local em foi feita uma denúncia de caça de animais silvestres. Dois veículos foram abordados. Em um deles, um Fiat Uno com placas de Urubici, foram encontradas duas armas de fogo, sendo um rifle, marca CBC, calibre 22, municiada com oito cartuchos do mesmo calibre, e uma espingarda sem marca aparente, calibre 32, sem munição na câmara.

O segundo veículo abordado foi um Gm Corsa com placas de Urupema. O condutor portava uma espingarda marca Boito, calibre 12, dois canos, sem munição, e quatro munições intactas calibre 12. Com o passageiro estava uma espingarda marca Rossi, calibre 32, sem munição, seis munições calibre 32 intactas e uma munição calibre 32 deflagrada. Os motoristas e o passageiro foram presos e conduzidos a Central de Polícia Civil de São Joaquim.


Grêmio

Grêmio treina em Bogotá Divulgação

Jogadores do Grêmio chegam a Bogotá para jogo com Santa Fé, no dia 16

A viagem gremista a Bogotá terminou na noite de quarta-feira, 8 de maio. Perto das 23h30 (horário de Brasília), a delegação chegou a capital colombiana para a partida do dia 16, contra o Independiente Santa Fé. Sem tempo para descanso, os atletas já treinaram em dois turnos na quinta-feira, 9. A primeira parte da viagem foi até São Paulo, a segunda, da capital paulista até Bogotá. Como deixaram o estádio Olímpico perto do meio dia de quarta-feira, a

viagem total levou quase 12h. Isso porque durante muito tempo os jogadores tiveram de permanecer em aeroportos e aguardando voos. Mas não houve tempo para descanso. Na quinta o primeiro treinamento do dia teve ênfase física. O preparador Antonio Mello mira adaptar os atletas a hiperventilação, que consiste na respiração rápida. Para isso, deu alta carga de exercícios em curto período de tempo. À tarde a atividade foi técnica e

27 Tricolor quer avançar às quartas da libertadores Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

comandada por Vanderlei Luxemburgo. A rotina de treinos duplos deve seguir durante toda a semana para facilitar a adaptação dos atletas à altitude. O duelo com o Santa Fé ocorre no dia 16, às 22h (horário de Brasília) no estádio El Campin. Por ter vencido o jogo de ida pelo placar de 2 a 1, o Grêmio avança na Libertadores com vitória, empate ou até derrota por um gol de diferença desde que marque dois ou mais como visitante.

O Grêmio viajou com oito dias de antecedência para a Colômbia para se ambientar aos 2,6 mil metros de Bogotá. Todo o planejamento do clube gaúcho é voltado para superar o adversário que perdeu apenas um jogo na Libertadores. Para atingir tal meta, o grupo de jogadores quer esquecer o retrospecto em gramados colombianos e concentrar no time vermelho e branco. Ao todo, o Grêmio disputou oito partidas válidas pela Libertadores na Colômbia e venceu apenas uma. No restante, seis derrotas e um empate. Porém, o resultado negativo mais recente em Bogotá ocorreu na Sul-Americana de 2012 contra o arquirrival do Santa Fé. Depois de vencer no Olímpico por 1 a 0, o tricolor gaúcho foi superado pelo Millonarios, por 3 a 1, e não obteve a vaga para a semifinal da competição organizada pela Conmebol. Apesar das lições aprendidas no

triste episódio, o momento é de focar no presente e aproveitar a vantagem conseguida no primeiro jogo na Arena para classificar para as quartas de final. Vencer e empatar, por qualquer placar, garante o Grêmio na próxima fase. Vanderlei Luxemburgo acredita que o confronto contra o Santa Fé tem muitas diferenças em relação ao jogo contra o Millonarios em 2012. Principalmente, a preparação e o período do ano em que ocorreram as partidas. A principal preocupação é com a velocidade da bola, que sofre alterações pela altitude, mas o treinador pretende usar a mesma sistemática de exercícios utilizada antes da partida contra a LDU, na pré-Libertadores, para que todos estejam acostumados com a mudança. “Vamos para um jogo contra um adversário difícil, com um estádio lotado, mas o Grêmio tem condições de buscar o resultado”, declara.


28 Inter, o maior vencedor dos Pampas Colorado precisa vencer o Santa Cruz no dia 15 Internacional

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

Alexandre Lops/AI Innter

D’Alessandro comemora Gauchão 2013 erguendo a taça diante da torcida do Inter

Após a conquista por antecipação do tricampeonato Gaúcho, com a vitória nos pênaltis sobre o Juventude, no domingo, 5 de maio, a hegemonia colorada no futebol no Rio Grande segue. O Internacional é o clube que mais vezes ergueu a taça do Campeonato Gaúcho. São 42 títulos obtidos em 92 edições da competição regional. A vantagem em relação ao Grêmio, o segundo time da lista, agora é de seis títulos.

Pela segunda vez o time conquistou os dois turnos do Gauchão desde que a fórmula atual está sendo utilizada (a outra foi na edição de 2009). Além disso, manteve 100% de aproveitamento no returno desta nova fórmula de disputa, tendo vencidos todos desde 2009. O Campeão de Tudo – que ampliou seus domínios com as conquistas do Mundial FIFA, do Bi da Libertadores, da Copa Sul-

-Americana, do Bi da Recopa, do Tri do Brasileirão e da Copa do Brasil – segue fazendo questão de manter a hegemonia permanente na terra natal, onde a gloriosa jornada começou há 104 anos. E vale também destacar: desde 2002, o Inter conquista pelo menos um título por ano. Esta é 17ª taça levantada (incluindo Dubai Cup e Copa Suruga Bank) em pouco mais de uma década.

Com a conquista antecipada do tricampeonato gaúcho, o Internacional ganhou mais tempo para recuperar os jogadores para a partida da próxima semana contra o Santa Cruz-PE. A ‘folga’ no calendário é bem-vinda, tendo em vista o desgaste provocado pela sequência de confrontos nas últimas semanas, tanto pelo Gauchão como pela Copa do Brasil. O jogo de volta da segunda fase do torneio nacional ocorre no dia 15 de maio, às 22h, no Centenário, em Caxias do Sul. O time colorado precisa de uma vitória simples por qualquer escore para avançar à próxima etapa, já que empatou sem gols na partida de ida, disputada no Recife. Empate com gols por qualquer escore é favorável aos pernambucanos. Nova igualdade, sem gols no placar, levaria a decisão da vaga para os pênaltis. Como o título gaúcho foi obtido por antecipação, eliminando a necessidade pela realização de mais

duas partidas decisivas, os jogadores titulares estão de recesso até os treinos e dois turnos. Como não haverá jogo pelo Gauchão no final de semana, o grupo poderá dar sequência à preparação para o duelo com o Santa Cruz também no sábado, 11, e domingo, 12, em atividades programadas para o turno da manhã. O atacante Leandro Damião sofreu uma lesão muscular na final contra o Juventude. Com isso, o camisa 9 não poderá atuar contra os pernambucanos. Em contrapartida, D’Alessandro, que cumpriu suspensão no jogo de ida, fica novamente à disposição de Dunga. O Inter também já projeta a estreia no Campeonato Brasileiro de 2013. O time colorado começa a luta pelo tetracampeonato atuando fora de casa, no dia 25 de maio, diante do Vitória, em Salvador. Na segunda rodada, dia 30, recebe o Criciúma.


Esporte

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

Caça decide título da Copa SC sábado Celso Aurélio

29

CA Esportes Por Celso Aurélio

É a vez de Lages

O time está a um empate do título

Jogando em casa o Caça e Tiro Honolulu precisa de apenas um empate para obter o título de campeão da Copa Santa Catarina 2013. A Vitória de 3 x 0 em Pinhalzinho concedeu a vantagem ao time. A partida

está marcada para sábado, 11 de maio, às 20h15, no ginásio de esporte Jones Minosso. O Técnico Juninho vai contar com a força máxima da equipe, inclusive o jogador Paquito, que desfalcou o time sábado, 4, em

Pinhalzinho. A direção do Caça está convocando a torcida para prestigiar a partida e torcer pelo êxito do time Alviverde. A expectativa é que cerca de três mil pessoas compareçam ao ginásio Jones Minosso.

Nadador é campeão Sul brasileiro O nadador do Caça e Tiro 1º Julho/Asena-FME, Pedro da Silva Mattoso, sagrou-se campeão sulbrasileiro juvenil em uma prova muito disputada. Pedro conquistou o tempo de 1’09’’86 na prova dos 100 metros nado peito disputada no último final de semana no complexo aquático da Unisul. Com esse resultado o lageano segue para o Campeonato Brasileiro Juvenil de Natação, no mês de junho, em Belém do Pará com a terceira melhor marca nacional.

O campeonato foi marcado por um alto nível técnico e mais de 500 nadadores dos três estados do Sul do país. Vários nadadores do Caça disputaram as provas finais. Também competiram Luana Ferreira, Gabriela Macedo, Eduarda Cardoso, Ana Clara Indalencio, Gabriela Pires, Meline Muniz, Mirela Valle da Silva, Dara Oliveira, Gustavo Athayde, Bruno Leite, Ricardo Sirtoli, Guilherme Carniel e Matheus Westphal.

Olá, amigos! Neste sábado, 11 de maio, no ginásio de esporte Jones Minosso, vamos ter a final da Copa Santa Catarina. A equipe do Caça e Tiro Honolulu vai enfrentar a equipe de Pinhalzinho. Joga com vantagem de poder empatar para ser campeã. Pelo volume de jogo apresentado em Pinhalzinho, onde ganhou por 3 x 0 no sábado passado, com certeza vai confirmar o seu favoritismo.

Mas não podemos disser que o jogo é favas contadas, pois o time do Oeste é bem articulado. Todo o cuidado é pouco. Mas para uma geração que não viu o esporte de Lages ser campeão em nenhuma modalidade, fica aí o nosso apelo. Compareça ao ginásio de esportes Jones Minosso e tire da garganta esse grito: “é campeão”. Pensemos nisso enquanto é tempo.

Nova edição Já está circulando na cidade a edição de maio/junho da revista CA Esportes. Entrevista, informação e entretenimento em 20 páginas coloridas, editada especialmente sobre o esporte lageano.

Em Foco Celso Aurélio

Celso Aurélio

Foi sucesso absoluto a 1ª etapa do Campeonato Catarinense de Carrinho de Rolimã, que aconteceu no domingo, 5 de maio, na Avenida Duque de Caxias. Pedro conquistou o tempo de 1’09’’86 na prova dos 100 metros nado peito

Valeu Galera até aproxima edição


Esporte

Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

Inter Lages empata em São Joaquim Celso Aurélio

A equipe está em fase de testes

Em mais um jogo de teste e observação dos atletas, o Internacional de Lages obteve um empate na partida contra o Cruzeiro, de São Joaquim, por 1 x 1. A disputa ocorreu na terça-feira, 7 de maio e foi realizada em São Joaquim como parte das comemorações dos 126 anos do município. Pela primeira vez, desde o início da excursão “Inter da Serra” (série de jogos-exibição em cidades da região iniciada em março),

o Inter contou com uma base de atletas mais experientes. Até agora as partidas contavam com basicamente com juniores. A eles se juntavam poucos jogadores do time adulto, como o zagueiro Erlon e o atacante Tiago Capeta. Dessa vez, o Inter contou com vários atletas que já defenderam o clube em outras temporadas. Entre eles estavam os zagueiros Dédo e Pecos, os laterais Lucas Cebola e Gabriel Netto, e os meias Tio Nanas e Alex Folha.

O time ganhou em experiência, mas, como ainda não havia treinado junto, perdeu em entrosamento. No início, Rafael, de pênalti, marcou para o Cruzeiro. O meia Ederson, uma das novidades no grupo colorado, empatou de cabeça e foi eleito o melhor jogador em campo. Ederson, ex-Imbituba, foi indicado pelo treinador Nasareno Silva e tem idade para atuar tanto no time de juniores quanto na equipe principal.

Vôlei obtém segundo lugar em quadrangular Celso Aurélio

O time lageano prepara-se para os Joguinhos Abertos

No último final de semana a equipe infanto de voleibol feminino de Lages FME/Avofel/ Colégio Santa Rosa de Lima, foi à Nova Veneza (SC) jogar um

quadrangular contra as equipes de Forquilhinha, Cocal do Sul e Nova Veneza. O time lageano ficou em segundo lugar no evento. A equipe está se se preparan-

do para a Etapa Regional dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina. O comando é do técnico e professor Francisco Lima, o Chiquinho.

30


Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

31

Vitrine do Pakinha marcelopakinha@vitrinelageana.com.br

Carlos (Caco), novo Presidente do Serrano Tênis Club, e sua esposa, Elise

Grandes amigos deste colunista, Paulinho e Sr. Osvaldo, meu paipai meu garoto

Aniversário do Pita

Ernani Fontoura, Gilcelio, da GR Comunicação, e o grande amigo, sargento Antunes (Pity)

Equipe de futebol do bombeiro João e amigos


Lages, 10 de Maio de 2013 - Ano 3

Previsão do tempo

PROMOÇÃO CVC TAM

Compre no mês de aniversário da CVC. 41.000 pacotes para comemorar 41 anos. Assim você pode viajar com conforto e preços muito baratos.

VOANDO

SEM JUROS

R$

57,

67

SEM JUROS

SALVADOR

4 dias / 3 noites

12X

R$

60,

NATAL

4 dias / 3 noites

33

SEM JUROS

12X

R$

59,

4 dias / 3 noites

75

SEM JUROS

Passagem + Hotel + Café. À vista R$ 594, no hotel Aeroporto Othon Travel.

Passagem + Hotel + Café. À vista R$ 692, no Smart Hotel.

Passagem + Hotel + Café. À vista R$ 724, no Fortpraia Hotel.

Passagem + Hotel + Café. À vista R$ 717, no Express Hotel Salvador.

PORTO DE GALINHAS

MACEIÓ

BRASÍLIA

RECIFE

Passagem + Hotel + Café. À vista R$ 765, na pousada Vivenda dos Corais.

R$

64,

42

SEM JUROS

Passagem + Hotel + Café. À vista R$ 773, na pousada Mahon Mar.

12X

R$

74,

50

SEM JUROS

Passagem + Hotel + Café. À vista R$ 894, no St. Paul Plaza Hotel.

12X

R$

76,

12X

R$

62, 58

SEM JUROS

Passagem + Hotel + Café. À vista R$ 751, no hotel Porto Suites Natal.

COSTA DO SAUÍPE 4 dias / 3 noites

4 dias / 3 noites A PARTIR DE

63,

SEM JUROS

12X

A PARTIR DE

R$

75

A PARTIR DE

A PARTIR DE

4 dias / 3 noites

12X

4 dias / 3 noites

4 dias / 3 noites

A PARTIR DE

49,

12X

FORTALEZA

92

SEM JUROS

Passagem + Hotel + Café. À vista R$ 923, no Vela Branca Praia Hotel.

A PARTIR DE

R$

50

4 dias / 3 noites

A PARTIR DE

12X

JOÃO PESSOA

Ofertas em até 12x sem juros.

A PARTIR DE

A PARTIR DE

3 dias / 2 noites

A PARTIR DE

RIO DE JANEIRO

32

12X

R$

93, 58

SEM JUROS

Passagem + Hotel + Café. À vista R$ 1 .123, na s Pou sada s de Sauípe.

Promoção válida para compras até 12/05/2013. Preços para saídas diárias em Agosto e Setembro, por pessoa, com hospedagem em apartamento duplo saindo de Florianópolis. Taxas de embarque aeroportuárias não estão incluídas. A oferta dessa tarifa é limitada e os preços poderão variar sem prévio aviso, de acordo com a disponibilidade no ato da reserva. Parcelamentos com cartão de crédito com entrada e saldo em 11x iguais ou em 10x sem entrada; cheque pré-datado ou boleto bancário com entrada e saldo em 9x iguais ou em 8x sem entrada.

LOJA EXCLUSIVA

CVC LAGES

Rua Emiliano Ramos, 395 Sala 1

(49) 3222-0887 lages@cvc.com.br

Edição 78  

O Vitrine Lageana é um jornal semanal publicado às sextas-feiras em Lages e região.

Advertisement