Page 1

Vitrine Lageana Ano 2 - Edição 39 - Lages 10 de agosto de 2012 Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

Centro de Zoonoses: animais também precisam ser bem tratados

CNPJ DO JORNAL: 12574282/0001-10 - Tiragem: 5000 CNPJ DO CANDIDATO: 16110381/0001-00 - R$ 1.300,00

Página 05

CNPJ DO JORNAL: 12574282/0001-10 - Tiragem: 5000 - R$ 1.300,00

www.vitrinesc.com.br - R$ 2,00


Opinião

Opinião do Leitor Quem precisa de segurança? Talvez por conta do início dos Jogos Olímpicos, ou quiçá pelo julgamento dos 38 réus do mensalão, a lei nº 12.694, não teve ainda a necessária repercussão sobre seu conteúdo. E não vou abordar aqui o aspecto inquisitorial da norma, de prejulgar e, em evidente violação ao princípio da não culpabilidade condizente com nosso Estado Democrático de Direito, criar um procedimento especial para aqueles que eventualmente tenham praticado atos ilícitos contra os únicos cidadãos que, segundo a nova lei, mereçam efetivamente a proteção do Estado, juízes e os promotores, que poderão ser protegidos por escolta policial. Esse o espírito discriminador da norma, não só para com os demais operadores do direito, como os advogados e defensores

que, evidentemente, no exercício de suas atribuições também estão sujeitos aos mesmos riscos pelos quais padecem promotores e juízes. Na verdade, maior perigo ainda sofrem os policiais, porque os que exercem a atividade de maneira ostensiva têm contato direto e imediato com os criminosos, de modo que de sua conduta surgem os primeiros elementos, em regra, que poderão ser utilizados numa eventual instrução criminal. Da mesma forma com o trabalho investigativo, donde delegados e agentes obtém as informações necessárias para que o promotor possa atuar. Sem a perfeita atuação dos policiais, portanto, dificilmente o Ministério Público conseguirá o que necessita para bem instruir uma ação penal. Porque proteger, então, apenas parte dos que atuam no fazimento da Justiça, juízes e

Nossa Opinião

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

Espaço reservado à opinião de nossos leitores. Caso você queira também se expressar, nos envie um email com sua opinião ou sugestão para: jornalvitrinelages@gmail.com promotores? Não creio que um delegado encarregado de investigar o crime organizado, ou o que quer que seja, seja menos passível de ameaças ou de retaliação. Todos nós precisamos de segurança, “dever do Estado, direito e responsabilidade de todos”, dispõe o art. 144 da Constituição. E “todos” não pode ser limitado para alguns poucos, ainda que promotores e juízes. A vigência dessa lei, prevista para 90 dias depois de publicada, além de ferir os objetivos fundamentais da República de “promover o bem de todos, sem preconceitos”, ditos no art. 3º, inciso IV, da Constituição, estabelecerá duas classes de brasileiros: a dos que têm assegurada efetivamente a garantia constitucional de segurança pública, promotores e juízes, e a dos demais, que podemos contar apenas com a própria sorte.

Vladimir Polízio Júnior (vladimirpolizio@gmail.com)

Educação para o lixo Lages não tem muitos espaços públicos, locais que tenham estrutura para receber famílias. O Parque Jonas Ramos, se não o único, é o lugar mais procurado por quem gosta de curtir o tempo bom aos finais de semana. O nosso querido e famoso Tanque recebe, a cada final de semana repleto de sol, não apenas famílias. Por lá passeiam adolescentes dos mais variados estilos, jovens procurando amigos, pais procurando filhos, cachorros caminhando na grama com suas donas cheias de estilo. Há também os que leem, os que ouvem música, os que correm e os que brincam. O Tanque tem parque infantil, tem academia da terceira ida-

de, tem pônei pra animar a criançada, tem grama verde e peixes coloridos. Estes, coitados, muitas vezes ficam escondidos no meio do lixo. É, é isso mesmo! Lixo por lá também não falta. Assim como o fluxo de pessoas é grande, o número de lixo também é. São garrafas, latinhas de refrigerante, pacotes de bolacha, papel, metal, até vidro. Ah! E tem também as fezes dos cães. E mesmo que alguns profissionais da limpeza pública se esforcem pra manter o espaço limpo, tem gente que precisa vir de casa com sacolinha pra levar o lixo que produziu para o lugar certo. E

não é uma questão de bom senso, apenas. É uma questão de educação, aquela que todos deveriam receber em casa, dos pais, avós, tios e tias. E se a educação para algo tão simples, não está vindo de casa, o que esperar quando o assunto é um pouco mais sério, como a política, a economia brasileira, a cultura e a história? É, parece mesmo que o futuro será macabro. Ou se aprende a educar e se aprende a aprender. Ou se especializa em recolher lixo do Tanque, dos bairros, dos carros, das urnas...

02

Sinotruk E a Sinotruk está se achegando. O lançamento oficial aconteceu mês passado. As informações dão conta de que a empresa deve gerar 400 empregos diretos e 700 indiretos, investindo R$ 1 bilhão em Lages. Mas será que ela vem

mesmo? Essa questão povoa os pensamentos de muitos lageanos, especialmente dos mais desacreditados, há quem diga sofridos, depois de tantas promessas não cumpridas, tantas vindas que não vieram. É, o jeito é esperar, e rezar.

Olimpíadas E o Brasil, na maior competição esportiva do mundo, está deixando muito a desejar. Frustração não apenas para os esportistas, mas também para a nação toda, que passa horas em frente à televisão esperando

“chorar” com alguma medalha, especialmente se for de ouro. Mas competição é assim mesmo, uns ganham, outros perdem. E se o Brasil vai tão mal assim no esporte, há quem diga que falta incentivo financeiro...

Finanças E se falta incentivo financeiro para o esporte, sobrou para o bolso da turma do mensalão, que começou a ser julgado no último dia 2 de agosto. Os réus, para quem vê mais jogo de futebol do que se preocupa com política, são José Roberto

Salgado, Marcos Valério e José Genoíno. Os três são acusados de formação de quadrilha, corrupção ativa, corrupção passiva, peculato, gestão fraudulenta de instituição financeira e evasão de divisa. Espera-se que a justiça seja feita.

Celular E mais confusões com as operadoras de celular começam a aparecer. Em Santa Catarina, apenas a Claro ficou proibida de vender novas linhas e alguns outros serviços. Agora já pode. Mas o fato é que, o que muita gente reclama, é que a Tim também tinha que ter sido proibida de vender no estado. Em Lages,

inúmeros clientes reclamam constantemente de queda nas ligações, não envio de sms, e telefone fora de área. A empresa foi acusada de fazer com que as ligações caíssem de propósito, no caso daqueles que possuem o plano “Infinity”. A empresa nega. E quando é que o consumidor vai parar de ser lesado?

Expediente Vitrine Lageana Ernani Fontoura Diretor Executivo

Marcelo Vieira Muniz (Pakinha) Diretor Comercial

Luciano Marin Diretor Administrativo

Dariã Rodrigues Repórter

José Ferreira da Silva Jornalista Responsável RGMT 0038 O Jornal Vitrine é uma publicação da Tendência Comunicação Ltda Os artigos assinados não representam a linha editorial deste jornal Fones: (49) 3224-4091 Email: redacao@vitrinelageana.com.br


Política

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

Prestação parcial de contas de partidos e candidatos está disponível na internet Já é possível consultar a primeira prestação parcial de contas de partidos e candidatos que concorrerão nas eleições municipais deste ano. A informação pode ser obtida no site do Tribunal de Justiça Eleitoral (www.tse. jus.br), nos links “Eleições”, “Eleições 2012”, “Prestação de contas”, “Prestação de Contas Parcial”. As prestações de contas dos candidatos à prefeitura de Lages, Antonio Ceron (PSD) e Elizeu Mattos (PMDB) está disponível. No sistema consta que Ceron enviou o relatório no dia 1º de agosto, e Elizeu Mattos um dia depois. Os relatórios parciais discriminam as doações em dinheiro recebidas para o financiamento da campanha eleitoral e os gastos realizados. Caso os candidatos e partidos não apresentem os relatórios parciais de contas, a Justiça Eleitoral divulgará os saldos financeiros, a débito e a crédito, dos

Mailza Maria Rosa Goulart

Prestações de contas dos candidatos à prefeitura de Lages, Antonio Ceron e Elizeu Mattos, podem ser acessadas por qualquer cidadão extratos bancários encaminhados pelas instituições financeiras. De acordo com a Lei das Eleições (Lei 9504/97), somente na prestação de contas final, partidos e candidatos devem indicar os nomes dos doadores e dos valores doados para as campanhas. Porém, os doadores e os fornecedo-

res poderão, no curso da campanha, informar à Justiça Eleitoral sobre as doações que fizerem a candidatos, comitês financeiros e partidos. Para enviar as informações, partidos e candidatos precisam realizar cadastramento prévio nas páginas da internet dos Tribunais Eleitorais.

E-mails falsos em nome do Tribunal Eleitoral estão circulando O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) alerta que estão circulando e-mails em nome do Tribunal comunicando o cancelamento de títulos eleitorais e solicitando a atualização de dados cadastrais para a Justiça Eleitoral. Também circulam e-mails

falsos informando ao internauta que uma suposta ausência dele como mesário teria gerado o cancelamento do seu título de eleitor. A Justiça Eleitoral não envia e-mails a eleitores, nem para comunicar cancelamento de títulos

eleitorais, nem para convocar cidadãos para atuarem como mesários. O TSE não autoriza nenhuma outra instituição a enviar e-mails em seu nome. Mensagens dessa natureza devem ser apagadas, pois podem conter vírus de computador.

Nasceu em 11 de junho de 1953, em Campo Belo/SC. Possui graduação em Pedagogia pela Uniplac. Tem especialização em Orientação Educacional Fundação l Severino Sombra-RJ. Especialização em Educadora a Distância-UNIVALI-UFPR. Especialização em Metodologia do Ensino Superior –mestrado em Educação pela Uniplac (2008). Tem experiência profissional na área de Educação. Livros publicados/organizados ou edições: Educação do Campo: A Pedagogia da Alternância na Casa Familiar Rural de São José do Cerrito (2010) Operários Literários (2010)

03


Cidade

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

04

Lages é referência no acolhimento de pessoas em situação de rua Quem foi beneficiado pelo Projeto Acolher afirma que a vida mudou para melhor Se lidar com o frio do inverno serrano já pode ser difícil para quem chega em casa e encontra uma cama bem aconchegante e quentinha, imagine para quem vive nas ruas? Pois é, esta ainda é uma realidade para alguns lageanos que insistem em negar apoio e vivem em situação de rua. Maria Leonilde Manfrói, diretora de promoção social especial de alta complexidade, afirma que o município tem um projeto que recolhe gratuitamente estas pessoas

Paulo quer que a família sinta orgulho dele

e oferece apoio até a reinserção na sociedade. “A assistência social de Lages desenvolveu o Projeto Acolher. Uma ideia que desde 2007 vem diminuindo o número de pessoas em situação de rua, antes do projeto eram cerca de 40, 50 pessoas e hoje este número diminuiu para dez casos, o que faz com que Lages se torne referência no estado”, diz a diretora. Ainda conforme a diretora, a Casa de Passagem atende lageanos do sexo masculino, acima de dezoito anos, usuários de substâncias psicoativas que estão em vulnerabilidade social e direitos violados. “Atendemos apenas pessoas com este perfil por termos somente esta realidade aqui em Lages. Todos são homens e possuem algum tipo de dependência química. Nós temos também cinco mulheres, mas que ficam nas ruas durante o dia e a noite vão para a casa de familiares”, acrescenta Maria Leonilde. No projeto, os integrantes recebem cuidados como atendimento psicossocial, escuta terapêutica,

grupo Acolher com a família, resgate sociocultural, palestras, atendimento familiar, visita domiciliar, realização de documentos, atendimento odontológico e médico, corte de cabelo, assistência judiciária e reinserção escolar. E desenvolvem atividades como dinâmica de grupo, oficinas com sucatas, atividade física, trabalhos em artesanato, além de serem responsabilizados por determinados segmentos do interior da casa, atividades como limpeza e manutenção que contribuem para o resgate das responsabilidades, tudo isso é o que afirma Mara Luísa Matos, coordenadora do projeto. ”Nós tiramos eles das ruas e proporcionamos qualidade de vida, isso mexe com o ego deles e por isso a maioria não se torna reincidente. Mostramos que eles têm um papel e que são importantes para a sociedade, sentimentos estes abolidos com a situação de rua”, esclarece Mara Luísa. Ansioso para mostrar o trabalho artesanal que realiza dentro da casa, Paulo Lavir (37) conta que

antes de viver em situação de rua tinha família e trabalhava como pintor. “A casa de passagem foi o que me salvou, vivia nas ruas destruindo a minha vida. Mas aí surgiu este projeto que é muito bom, me acolheu, ocupa minha mente, me ensina coisas novas, me ajudou a superar aquele momento difícil que pra mim já ficou lá pra trás”, conta Paulo. Ele diz também que está há quatro meses no projeto e já se sente outra pessoa, tem sonhos e acredita em si mesmo. “Tudo que mais quero hoje é me aproximar dos meus filhos e fazer com que me vejam como um exemplo de vida. Ainda serei o maior orgulho deles”, desabafa Paulo emocionado. Ouvindo a história do colega e querendo também dividir a própria, Edson Luiz Pereira Branco (44) também conta que é terrível viver na rua, sem ter para onde ir, principalmente no inverno intenso de Lages. “Ainda bem que existem programas assim, se não, não sei o que seria de mim. Lá fora eu tinha apenas apoio do meu pai, o

Edson, um cidadão, sonha em abraçar os filhos resto da minha família desistiu de mim”, diz Edson. O antes vigilante agora terá a oportunidade de fazer um curso técnico de soldador, que segundo ele poderá mudar o destino. “Não vejo a hora de chegar a segunda quinzena de agosto e eu poder estudar, quero aprender e me tornar outra pessoa. Quero me reaproximar dos meus três filhos e poder abraça-los. Rua nunca mais, agora eu sou um cidadão”, afirma Paulo, motivado.


Cidade

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

05

Adotar animais exige muita responsabilidade Grande número de animais nas ruas está diretamente relacionado à irresponsabilidade dos donos, é o que afirma a gerência do Centro de Zoonoses de Lages.

A adoção Qualquer pessoa maior de idade, ou com responsável, que realmente queira dispor de tempo, atenção e inclusive gastos, pode se dirigir até o Centro de Zoonoses, localizado na Rua Albaní de Athayde, 1300, bairro Tributo, com CPF, RG e comprovante de residência. A pessoa escolhe o animal, é feito um cadastro e o novo dono já leva na hora o seu bichinho de estimação. Foi o que aconteceu com a Tigra, uma Pit Bull de quatro anos que havia sido recolhida com sinais de maus tratos. Após três meses de tratamento ela foi adotada no dia 29 de maio deste ano. “Nós temos contato com o dono e com a Tigra e ela está bem, é bem tratada e o dono gosta muito dela e por isso ela sempre retribui com carinho. A adoção de animais é um gesto muito bonito, mas as pessoas precisam ter consciência que eles dão trabalho, exigem tempo do dono, paciência e muito amor. Então antes de adotar é fundamental que as pessoas analisem se é o que realmente querem”, conta Geanice. As ONG’s Estas Organizações não Governamentais, são formadas por pessoas que recolhem animais das ruas, que se encontram em situação de maus tratos, bem como aqueles que ainda vivem com os donos, mas que estão nas mesmas condições. Uma das ONG’s mais conheci-

das de Lages é a Spaa (Sociedade Protetora e Amiga dos Animais), regulamentada há mais de dois anos, a organização se mantém apenas com doações e abriga atualmente 50 animais. O trabalho é totalmente voluntário, não existe remuneração para nenhum dos membros. Eliamara Tomazi, atendente, é voluntária na ONG e contribui diariamente recolhendo os animais que não recebem os cuidados necessários do dono. ”É absurdo o grande número de donos irresponsáveis hoje em Lages. As pessoas não pensam antes de adotar e depois ficam maltratando ou abandonam. Os animais percebem isso, se sentem rejeitados, se não gosta, não adota”, desabafa Eliamara. Mas é na casa da Eliana de Oliveira (61), dona de casa, que fica a sede da organização. Há mais de 20 anos ela desenvolve esse trabalho, que segundo ela, começou com o amor pelos animais e a repulsa ao vê-los mal cuidados. “O trabalho não é fácil, eles são muitos e os custos acabam sendo pesados. Ainda que nós podemos contar com o apoio do Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV) que nos apoia com castrações e alguns cuidados veterinários, fora isso são apenas doações mesmo. As pessoas simplesmente enjoam dos bichinhos e deixam jogados em qualquer lugar, mas nós não conseguimos recolher e cuidar de todos. É preciso um trabalho de conscientização com quem pretende adotar”, diz Eliana. Periodicamente são realizadas feiras de doação em alguns bairros de Lages, onde o novo dono assina um termo de compromisso e depois é feito um trabalho de acompanhamento pela ONG. “Pedimos que as pessoas ado-

Centro de Zoonoses possui vários animais para adoção tem animais, mas somente se tiverem a consciência do que é ter um bichinho de estimação. Se não, não adianta! Eles saem da ONG hoje e amanhã estão na rua novamente, isso causa além de transtorno ao animal uma sobre carga para a organização que tem que desempenhar todo trabalho

novamente com esse animal. Pedimos também para quem poder que nos ajude com ração, por que imaginem o tamanho do gasto com 50 cachorros comendo”, orienta Eliana. O telefone para quem pretende contribuir com o trabalha da Spaa ou adotar um animal é 8428-0348.

CNPJ DO JORNAL: 12574282/0001-10 - Tiragem: 5000 CNPJ DO CANDIDATO: 16134880/0001-29 - R$ 100,00

maus tratos e por isso são recolhidos, tratados e liberados para adoção. “Nós pegamos apenas aqueles que estão sendo maltratados, não temos como dar conta de todos aqueles que os donos não querem mais”, diz a gerente.

CNPJ DO JORNAL: 12574282/0001-10 - Tiragem: 5000 CNPJ DO CANDIDATO: 16210083/0001-83 - R$ 100,00

A redução do número de animais nas ruas é uma das principais preocupações dos profissionais da saúde aqui de Lages. O combate ao abandono e maus tratos está à frente dos projetos, tendo em vista os trabalhos exercidos pelo Centro de Zoonoses, um dos departamentos da secretaria de Saúde. Com ações de recolhimento, vermifugação, vacinação, castração e microchipagem, o centro de Lages vem se tornando referência no estado. Um dos trabalhos que mais se destaca é a microchipagem de cães, que consiste na inserção de um microchip do tamanho de um grão de arroz sob a pele do animal. Com este procedimento é possível registrar o nome e endereço do dono, idade do animal e data da esterilização, fatores que contribuem para um acompanhamento de bons tratos e em caso do cachorro fugir, o mesmo poderá ser identificado por meio do microchip e entregue ao dono. A gerente do Centro de Zoonoses de Lages, Geanice Ledo, afirma que existe uma Lei Municipal Complementar 313/2008, sancionada no dia 3 de setembro de 2008, que estabelece normas sobre criação de cães e gatos na cidade, incluindo a determinação de registro de todos os animais no órgão municipal responsável pelo controle de zoonoses ou em um estabelecimento veterinário devidamente credenciado. “Como estamos trabalhando com a conscientização, ainda não estão sendo efetuadas multas para aqueles donos que não microchiparem os animais, porém, assim que nossas metas forem alcançadas, isso deverá acontecer”, afirma Geanice. O Centro de Zoonoses de Lages recolhe centenas de animas das ruas todos os anos, de acordo com a gerência, eles costumam sofrer


Educação

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

Laboratório de Biomedicina atenderá a comunidade Considerado referência pelos acadêmicos, o espaço aprimorará a formação de novos profissionais Um laboratório com equipamentos de última geração, salas destinadas ao estudo da genética, parasitologia, bioquímica, imunologia, hematologia entre outros segmentos da Biomedicina. Assim é o novo espaço destinado aos alunos da área da saúde da Universidade do Planalto Catarinense. Com investimento superior à R$ 700 mil reais a nova estrutura do Centro de Ciências da Saúde da Universidade, o Laboratório Escola de Biomedicina, também prestará atendimento à comunidade. De acordo com a instituição, estão sendo articuladas parcerias com o Sistema Único de Saúde para que os acadêmicos realizem este trabalho de forma gratuita ao paciente, o que também os fornecerá experiência profissional. Ana Liezi, coordenadora do laboratório, afirma que o espaço é referência estadual e que a qualidade da formação dos alunos também será elevada, tendo em vista que terão a oportunidade de adquirir conhecimentos práticos ainda em fase acadêmica. “O nível de aprendizagem é extremamente elevado, eles poderão realizar exames clínicos, e iniciar aqui dentro a prática que a profissão vai exigir deles lá fora. Lógico que tudo acontecerá sobre nossa orientação e principalmente quando houver atendimento a comunidade”,

Novo laboratório vai atender também a comunidade diz a coordenadora. Dentre os equipamentos, o laboratório conta com 20 microscópios com lâmpada de Led, uma espécie de componente eletrônico semicondutor que tem a capacidade de transformar energia elétrica em luz. A luz de Led é mais econômica e tem maior luminosidade, o que aprimora a visão microscópica e como consequência, o aprendizado. Jaime Macerado Farias é acadêmico da 8ª fase de Biomedicina e afirma que ter a oportunidade de estudar nesse laboratório é fundamental para a formação profissional. “Não tem nem como explicar o valor que tem estudar em um laboratório referência, ele tem todos os recursos que preciso, torna mais fácil o aprendizado e de maior qualidade, isso tudo sem falar no atendimento

ao publico que é experiência única para nós e um apoio que a sociedade realmente precisa”, afirma o acadêmico. O laboratório foi criado com verbas vindas da Fundação Uniplac e tem como prioridade formar profissionais que também sejam referência estadual, é o que afirmam os responsáveis pelo projeto. Já para o Secretário Municipal de Saúde de Lages, Dr. Paulo Alberto Duarte, o laboratório é impressionante. “São instalações de primeira classe, que demonstram o proveito extraordinário do processo de intervenção”, afirma o secretário. Ele diz ainda que serão viabilizados futuros convênios para realização dos exames laboratoriais das unidades de saúde do município, localizadas no entorno da Universidade, no novo laboratório.

Centro Universitário Catarinense aposta em novos cursos Além de novos cursos, os antigos continuarão recebendo atenção especial para que mantenham sua qualidade Há 14 anos prestando serviços à comunidade, a Facvest acrescenta à grade mais quatro cursos de bacharelado nas áreas de biomedicina, bem como nas engenharias civil, de alimentos, de produção, elétrica e química. Com isto a instituição pretende se fortalecer no município bem como desempenhar um trabalho com ainda mais qualidade aos acadêmicos, é o que afirma o professor Renato Rodrigues. “Estamos buscando alternativas de suprir as necessidades da região. Nós trazemos cursos novos, mas não abrimos mão das licenciaturas com cursos presenciais.”

Ainda conforme o professor, o Centro Universitário conta com mais de 28 cursos de pós-graduação nas áreas de fisioterapia, farmácia, engenharia, gestão e direito, a instituição dispõe também de um quadro de professores Mestres e Doutores atuando estritamente na área de formação, a exemplo do Professor Mestre, Doutor e Juiz Federal Dr. Oscar Valente Cardozo. A instituição desempenha também papel social, tendo em vista que realiza eventos junto à comunidade. “Não são eventos assistencialistas, e sim educativos, levamos à comu-

nidade exemplos de como não se endividar e direitos do cidadão”, afirma Renato. “Aqui tem profissionais de qualidade, a instituição é avaliada pelo Ministério da Educação com as melhores notas do país, onde o acadêmico se forma e já sai empregado (na maioria dos casos) e durante o curso conta com novos e modernos laboratórios e uma biblioteca com livros atualizados que atendem as exigências do MEC, por isso dizemos que este é o melhor lugar para se estudar”, afirma Renato Rodrigues.

06


Publicidade

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

07


Regional

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

Prefeitura investe R$1,8 mi em reforma de escolas Seis escolas do município de Correia Pinto receberão melhorias, facilitando a vida dos alunos e professores

Professores de SC, PR e RS estiveram participando da 7ª edição do Congresso de Educação

A prefeitura de Correia Pinto está reformando e ampliando integralmente seis escolas do município. Quatro na área urbana e duas no interior. O investimento é superior a R$ 1 milhão e 800 mil. No interior foram construídas novas salas de aula e ampliadas as atuais instalações, atendendo todas as exigências técnicas do Ministério da Educação, como acessibilidade e dependências internas e externadas. As escolas estão situadas nas localidades de Atrás do Cerro e no Avencal. Esta última, com laboratório de informática com 18 computadores. Os quase R$200 mil investidos foram todos com recursos próprios da prefeitura. As outras quatro escolas são Caldas Junior, Bráz Manoel Floriano, no bairro São Pedro, Araucária e José do Patrocínio no bairro Nossa Senhora Aparecida. O projeto prevê a revitalização dos espaços de lazer, laboratórios, banheiros, cozinhas e a própria infraestrutura física, como substituição integral das coberturas, telhado, forro e colunas, pois há décadas, nenhuma manutenção foi realizada. O investimento é de R$1 milhão e 400 mil, com recursos do Fundo Nacional para

o Desenvolvimento da Educação e também recursos da prefeitura, como contrapartida. Segundo a empresa que está executando a obra, até final de setembro as escolas deverão estar prontas, com exceção da escola Jornalista Caldas Júnior, por ser a maior da rede municipal, demandará mais tempo. A rede municipal de ensino possui atualmente cerca de 2300 alunos. Nenhum aluno está sendo prejudicado devido às reformas, segundo informou a secretária de Educação, Lúcia Raquel Rodrigues Ortiz. “Nós realizamos um planejamento muito bem elaborado, com remanejamento dos alunos para locais muito próximos das escolas a ponto de não alterar a rotina da nossa comunidade escolar. É claro que neste momento alguns transtornos acontecem, até para os nossos professores e diretoras, porque são grandes obras que estão sendo realizadas, mas é para o bem de todos. Terrenos das escolas não estavam escriturados A equipe técnica da prefeitura trabalhou no silêncio, cerca de um ano e meio para conseguir escriturar todos os terrenos das escolas. A principal exigência do Ministério da Educação para assinar o convênio

é a comprovação de que o terreno onde está construída a escola pertence realmente à prefeitura. As situações mais complicadas, que atrasaram as obras foram o Grupo Escolar Araucária, onde o registro do loteamento Pereira Alves não foi feito, na escola Caldas Júnior, o terreno ainda estava em nome da Prefeitura de Lages e na escola José do Patrocínio, localizada no bairro Nossa Senhora Aparecida, onde o terreno ainda estava em nome de particulares. Porém, com o falecimento dos titulares, tudo foi para inventário retardando ainda mais o registro legal. Segundo a secretária de Administração, Emy Shinozaki Mesquita, estas escrituras foram os maiores obstáculos encontrados para aprovar os projetos no FNDE. “Ninguém imaginava que o município com 30 anos de emancipação não estava com as escrituras das escolas regularizadas. Coube a minha equipe correr atrás disso tudo, para conseguir toda a documentação exigida. Levamos anos para superar a enorme burocracia dos cartórios. Até à Justiça recorremos, protocolando uma ação, para poder fazer as escrituras e provar que o terreno era da prefeitura”, desabafou.

08

Tradicionalismo

Ciência e Campo Recentemente cientistas de campo do Instituto Butantã obtiveram resultados fantásticos e revolucionários a respeito do controle e talvez a cura de alguns tipos de câncer, tal como melanoma e, principalmente, câncer no pâncreas, este incurável. Vejam que inocente ironia, estes cientistas estavam pesquisando as substâncias coagulantes produzidas por carrapatos ao sugarem o sangue de animais, principalmente bovinos, quando se inspiraram em fazer pesquisa em células cancerosas. Embora os carrapatos não sejam bichos domésticos, lá estão os personagens rurais novamente, ajudando de alguma forma o melhoramento da vida dos humanos. É lógico que, sem a inteligência e talento especial doado por Deus a alguns desses humanos, pouca coisa nos restaria a fazer, além de alguns chás e algumas benzeduras. Mas ainda bem que a humanidade pode contar com estas abnegadas pessoas chamados de cientistas. E para ilustrar ainda mais esta página, para enriquecer esta edição jornalística e principalmente orgulhar Lages e o estado, dois jovens doutorandos de Medicina Veterinária, Saul natural de Campos Novos e Leonardo Tondello Martins de Lages, liderados pelo experiente ex-professor do CAV, Marcelo Bertollini e sua esposa Luciana Relly Bertollini, estão nos principais noticiários do Ceará, pois

conquistaram medalha de ouro na inédita e desafiante pesquisa ao combate à desnutrição e mortalidade infantil da região nordeste. De forma inusitada, esta equipe com o apoio da Unifor, conseguiram produzir cabras transgênicas. Estas passaram a produzir no leite, duas substâncias do leite materno importantíssimas para a redução da mortalidade dos pequeninos do semi-árido. A lisozima e a lactoferrina são substancias imunomoduladoras e antibióticos naturais que conferem a proteção pelo leite promovendo a saúde e o crescimento do lactente. Como se não fosse o bastante a equipe da Unifor está produzindo clone de caprinos transgênicos, os primeiros de toda a America Latina. O resultado desta importantíssima pesquisa não se restringe apenas ao nordeste, mas a outras regiões do planeta, principalmente a países do continente africano que vivem dificuldades semelhantes. Agora só nos resta pedir a Deus que de a estes corajosos trabalhadores, dedicados cientistas, muita saúde, energia e inspiração para que continuem rompendo as mazelas da doença e da morte, afim de que nós seres humanos comuns nos beneficiemos com o resultado de suas descobertas.

Por Antônio Cezar missioneiro


Social

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

09

Na Vitrine Por Amauri Felisberto

navitrine.amauri@hotmail.com

Toque De Etiqueta CORRIGIR ERROS Evite corrigir alguém que cometeu um erro de português em público, no caso de pessoas com muita intimidade pode-se dizer depois, quando estiverem a sós, com muita delicadeza, qual foi o erro cometido. Mesmo sem ter gostado da correção, quem foi corrigido deve sempre agradecer.

VEM AÍ!!! SHOW DE MODA - 900 Executivo Desfile encerramento Curso Manequins/Modeos e Boas Maneiras. Aguardem!

ANIVERSARIANTES - PARABENS! Amanda Foppa Melo – 03/08 Jessica De Liz Mota – 05/08 Ana Maria Andrade – 11/08 Kétlin Goedert – 12/08 Juliany Pinheiro – 13/08 Lucas Ouriques – 13/08 Gessica Mendonça Pereira – 13/08 Gabriela Fiori – 15/08

As modelos Claudia Rath de Oliveira Gargioni e Pamela Dalmolin, do casting deste colunista concluem este ano o curso de Medicina. Parabéns às modelos e amigas.

Na foto com este colunista e amigo e a belíssima modelo Karen Saldanha, que volta a brilhar nas passarelas. Ela faz parte do casting de modelos deste colunista.

Faça seu cadastro pelo fone: 49. 8834-0132 O modelo Juliano Assink, 19 anos, 1.85 de altura, cursa Administração e é modelo do casting deste colunista. A amiga Isadora (Eva Boutique), a modelo Vania, este colunista, e as modelos Larissa Oliveira e Yara Petry, comemorando sucesso do desfile Eva Boutique.

A bela modelo e amiga Ana Maria Andrade, do casting de Amauri Felisberto, estará aniversariando 11 de agosto. Parabéns!

A modelo MARINA PEREIRA, 15 anos, com 1.75 de altura, filha de Marcos e Micheline B.Pereira, é mais uma modelo do casting deste colunista. Agora fazendo parte da Agência Ford Models SC, do amigo e parceiro Everaldo Antunes, Marina estará este mês em Florianópolis, participando de trabalhos da Ford Models. Parabéns e sucesso à modelo.


Cultura

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

10

Clube Vinil resgata valores da música do século passado De acordo com colecionadores, o vinil é uma forma física da música e por meio dele pode-se conhecer o artista. Desenvolvidos na década de 50, os discos de vinil experimentaram o auge nas vendas no início dos anos 90. Conta a história que em 1990, somente no Brasil, foram vendidas mais de 31 mil unidades. Porém, apenas seis anos depois o declínio aconteceu na mesma proporção em decorrência da substituição pelo CD. O disco de vinil é um material plástico, usualmente de cor preta, que registra informações de áudio, as quais podem ser reproduzidas através de um toca-discos. O disco de vinil possui ranhuras em forma espiral que conduzem a agulha do toca-discos da borda externa

até o centro no sentido horário. Trata-se de uma gravação analógica, mecânica. Essas fissuras são microscópicas e fazem a agulha vibrar, essa vibração é transformada em sinal elétrico e por fim amplificado e transformado em som audível (música). O vinil é um tipo de plástico muito delicado e qualquer arranhão pode comprometer a qualidade sonora. Os discos precisam constantemente ser limpos e estar sempre livres de poeira, ser guardados sempre na posição vertical e dentro de sua capa e envelope de proteção. A poeira é o pior inimigo do vinil, pois funciona como um

abrasivo, danificando tanto o disco como a agulha. Tudo isso parece não mais ter valor se partir do princípio em que a sociedade de hoje é quase que totalmente digital, porém há quem afirme que o item retrô é uma tendência. Mas não é nada disso que motiva os integrantes do Clube Vinil de Lages a resgatar estas relíquias. O clube funciona na casa de um dos integrantes e os requisitos principais são ser apaixonado pelo vinil e ter em casa alguma peça, de preferência rara. Roger Fraga é colecionador há 20 anos e foi ele que reuniu amigos para mostrar as próprias relíquias, encontros estes que se transformaram hoje no Clube Vinil. São 15 apaixonados pelo vinil, que se reúnem periodicamente para conversar, ouvir música e descobrir novas raridades de peças. “Um dos discos mais raros do clube é meu, e inclusive é meu predileto. O Yellow Submarine, dos Beatles, traz além de boa música, uma capa muito bonita”, diz Roger. O clube é aberto apenas para amigos devido ao fato de a sede ser na casa de Roger e isso faz com que o número de integrantes também seja restrito, mas o objetivo é ampliar. Os colecionadores compar-

Colecionar discos de vinil é a alegria de alguns lageanos tilham mais de mil obras, sendo cinco mil de uma única pessoa. “A ideia do clube surgiu entre amigos, porém precisava do aval da minha esposa, pelo menos enquanto não tivermos sede própria. Para minha surpresa ela apoiou a ideia e hoje é uma das pessoas que mais contribui para minha coleção”, conta Fraga. Lionello Carlos é colecionador há 38 anos, e dono de um acervo de mais de quatro mil discos de vinil e seis mil cds. Nello, como é conhecido dentro do clube, afirma que a evolução tecnológica auxilia

sua coleção, pois é por meio da internet que ele consegue comprar as obras mais raras. “O que me faz colecionar é meu amor pela música, ela alimenta minha alma. Hoje eu já me considero além de colecionador um pesquisador musical”, diz Lionello. De acordo com os integrantes do Clube Vinil, a qualidade do som do vinil é superior a do cd, a arte das capas e a criação também são incomparáveis. “O vinil é uma forma física da música, por meio dele podemos conhecer o artista”, afirma Roger Fraga.

Banda Quarta Estação realiza sonho de gravar cd Campeões de festival, músicos têm muitos planos para o futuro da banda A Banda Quarta Estação nasceu de um sonho de infância dos primos Pedro Alexandre (vocal e baixo) e Diego Oliveira (guitarra), depois de um período intenso de ensaios, participaram em abril deste ano do Festival Interbandas aqui em Lages, conquistando o primeiro lugar com a música “Teus olhos” de autoria da banda e “Estoy aqui” cover da cantora Shakira. Depois disso a banda de Pop Rock deslanchou, tocando em eventos na cidade e inclusive no Palco Cultural da Festa Nacional do Pinhão. Os músicos trabalham intensamente na confecção do primeiro cd que contará com dez faixas e deve ser lançado ainda este ano. “A Quarta Estação é um sonho que vem se realizando mais rápido do que esperávamos, mas sempre

trabalhamos muito para termos esse reconhecimento. Tocamos em eventos diversos como festas particulares, bares e eventos comunitários. Em nossos shows costumamos tocar músicas atuais, de nossa autoria e também aquelas mais antigas que marcaram época, bandas como J Quest, Creedence, Mamonas Assassinas, e cantoras como Shakira e Pitty também fazem parte do nosso repertório”, diz o vocalista. “Ouvimos muito as pessoas falarem que o que chama atenção para nossa banda além da qualidade musical é a afinidade, parceria e amizade que temos. Nós somos nossos maiores críticos e nossos maiores fãs”, conta Diego Oliveira. Contato Quarta Estação: quarta-estação@hotmail.com ou pelos fones: 3223-8653 ou 9940-1667.

Integrantes da Quarta Estação estão conquistando seu espaço de maneira rápida


Entrevista

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

11

Deputada fala sobre ações na saúde brasileira No mês em que se comemora o Dia Mundial da Saúde (5 de agosto), o Vitrime Lageana traz uma entrevista com a deputada federal Carmem Zanotto, que afirma estar trabalhando para melhorar a saúde serrana. “Buscamos um prazo máximo de 60 dias, contados do diagnóstico médico, para o paciente começar a receber o tratamento contra câncer no Sistema Único de Saúde (SUS)”, diz a Deputada.

Vitrine Lageana: Quais projetos já apresentados para a melhoria da saúde pública no Brasil? Carmen Zanotto: Neste primeiro semestre, tivemos a oportunidade de aprovar dois projetos importantes entre tantos, como no caso da MP 563/12, que criou o Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon) e o Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (Pronas). Programas que permitem que empresas e pessoas físicas deduzam do Imposto de Renda, as doações ou patrocínios a instituições filantrópicas dedicadas ao tratamento de câncer e reabilitação de pessoas com deficiência. Outro projeto de grande importância, foi o que determina o prazo máximo de 60 dias, contados do diagnóstico médico, para o paciente começar a receber o tratamento contra câncer no Sistema Único de Saúde. VL: Além destas aprovações, há alguma proposta importante ainda em tramitação na Câmara? CZ: Outras proposições ainda tramitam aqui na Casa e estamos trabalhando para que sejam incluídas na pauta de votações. Falo do projeto de lei que regulamenta a jornada de 30 horas para os profissionais de enfermagem, cuja tramitação completou 12 anos, e da definição do piso salarial nacional para os agentes comunitários de saúde, que já está há seis anos nesta Casa. Outra questão de extrema importância e que tem relação direta com a qualidade dos serviços do SUS é a revisão dos valores

da tabela do sistema, cuja defasagem vem provocando um êxodo de profissionais que vem comprometendo a qualidade e sobrecarregando o sistema. VL: Quais as principais dificuldades enfrentadas pelo setor? CZ: Um ponto preocupante é a dificuldade de acesso dos pacientes, em especial às consultas especializadas e aos procedimentos como um simples raio-x. Esta situação já passou do suportável e é sim, um dos principais desafios que os gestores precisam enfrentar. Volto a dizer que, aqui na Câmara, estamos pedindo a revisão dos valores da tabela do SUS, mas posso afirmar que o poder público municipal vai precisar comprar esses serviços, pois a população precisa ter seu acesso garantido. VL: O que os serranos ainda podem esperar de sua atuação na Câmara? CZ: Levamos ao conhecimento do presidente nacional do INSS, as grandes dificuldades enfrentadas pela agência de Lages, cuja atual estrutura tem tido grandes dificuldades para atender à crescente demanda na região.Estivemos também, juntamente com o governador Colombo, em reunião com o Departamento de Engenharia e Construção do Exército, que definiu a retomada às obras de pavimentação da rodovia SC-430.Em relação aos casos de gripe A no estado, peedimos a antecipação de calendário vacinal da H1N1 para os estados do sul, onde o inverno é mais longo e rigoroso que nos demais estados brasileiros. CNPJ DO JORNAL: 12574282/0001-10 - Tiragem: 5000 CNPJ DO CANDIDATO: 16145561/0001-19 - R$ 100,00


Turismo

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

12

Cidade gelada com economia aquecida Turismo serrano de inverno destaca Urubici, pequena cidade que tem sido uma das mais visitadas pelos turistas que vem ã Serra CAtarinense e onde a neve chegou em 2010 e acumulou em vários locais

Durante o inverno a Serra Catarinense se destaca no cenário turístico do país, dentre as cidades mais visitadas está Urubici. Localizada a 167 km da capital Florianópolis e conhecida como Terra das Hortaliças, a cidade se mantém da pecuária e da agricultura, sendo considerada a maior produtora de hortifrutigranjeiros do estado. Também se destaca pelo cultivo de maçã, especialmente com a variedade Gala, considerada a melhor de toda a região serrana.

Outro aspecto importante é o cultivo de erva-mate, produto básico do tradicional chimarrão. O cenário deslumbrante, repleto de belas e exclusivas paisagens, faz com que muitos turistas associem Urubici à Europa. Durante os dias mais frios do ano, são os campos e os principais pontos turísticos cobertos de branco que se tornam irresistíveis para quem busca novas experiências e curte um friozinho serrano. Se a geada já atrai pessoas de diversos lugares do

Brasil e do mundo, imagine quando é neve, aí não tem jeito, são pousadas lotadas e cidade movimentada, cheia de curiosos que se deslocam até os pontos mais altos da serra para experimentar esta sensação. Em todos os caminhos, o visitante encontra surpresas jamais vistas em outros lugares. Obras da natureza, o Morro da Igreja, com 1.828 metros, que permite enxergar todo o Litoral Sul Catarinense. Local onde mais acumulou neve em 2010, última vez em que o fenômeno foi registrado em grande intensidade. Nesse morro, chama a atenção a Pedra Furada, uma verdadeira escultura natural em forma de janela, ligando formações rochosas a exuberantes e preservadas matas nativas, as cascatas revelam o respeito que a população local tem por sua terra, percebido pela preservação desses locais de beleza indescritível. Um exemplo é a Cascata do Avencal, com água despencando em queda-livre a mais de 100 metros de altura. De acordo com informações da secretaria de turismo de Urubici, o município é considerado um dos

mais frios do país. Em 29 de junho de 1996 registrou temperatura recorde nacional, com 17 graus negativos e sensação térmica de menos 40 graus. Este ano a temperatura mais baixa registrada pela secretaria foi de nove graus negativos. O responsável pelo turismo do município, Iran Croda de Souza, afirma que o setor se mantém aquecido durante todo o ano tendo em vista que os segmentos rural e ecoturismo

também atraem um grande número de turistas em todas as estações. Mas ele confirma que é no inverno que a cidade aumenta o número de visitantes que vem sim em busca do frio. “Nós trabalhamos o turismo em tempo integral, mas é no inverno que a cidade se torna mais atrativa devido às baixas temperaturas e as nossas paisagens que ficam ainda mais lindas cobertas de gelo ou de neve”, afirma Iran.

Plano Catarina 2020 em debate A Santur inicia um novo período de trabalho em conjunto com a consultoria Chias Marketing para ordenar e orientar a implantação do Plano Catarina 2020 – Marketing Turístico do Estado de Santa Catarina. Gestores das regiões turísticas, gerentes, coordenadores e técnicos da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte responsáveis por produto e interlocução com as instancias regionais participaram deste seminário. Segundo o presidente da Santur, Valdir Walendowiski, a eficiência e o sucesso deste trabalho dependem do envolvimento direto de todos os gestores regionais, que deverão estar, ao final, devidamente preparada para colocar em prática os procedimentos compatíveis e adequados à implantação das estratégias e programas de marketing estabelecidos para suas Regiões Turísticas, sistematizados nos

Plano Operacional das Regiões Turísticas que compõem a FASE IV do Plano Catarina 2020. “O Plano Catarina tem que estar em constante evolução, já que turismo é dinâmico”, afirmou. A diretora de Políticas Integradas de Lazer, Elisa Wypes Sant´Ana de Liz, explicou que neste momento o estado trabalha com o realinhamento das três áreas, Turismo, Cultura e Esporte. “Já estamos visitando as 10 regiões turísticas e por isso é importante os gestores e técnicos estarem a par dos próximos passos do Plano Catarina”, disse Elisa. Segundo a diretora da Chias Marketing, Patrícia Servilha, Santa Catarina é um dos cinco estados brasileiros que está investindo em um plano de marketing a longo prazo. Os últimos dois anos serviram para pesquisar e assim direcionar estrategicamente os investimentos do Estado em marketing. Saul Oliveira/Sol

17

08


Publicidade

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

13


Economia

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

14

Juros abusivos em financiamentos de veículos Procon de Lages alerta sobre cobranças indevidas. Consumidor que se sentir lesado deve procurar o órgão, que tomara as medidas necessárias para cada caso

Na hora de comprar ou financiar um automóvel são tantas as taxas cobradas que muitas vezes o consumidor nem sabe o que realmente precisa pagar, a maioria ainda parcela em diversas vezes e durante o pagamento corre o risco de atrasos e com eles a cobrança de juros que nem sempre são legais. Isso foi o que aconteceu com o comunicador Pedro Silva. Quando ele fez o financiamento estava trabalhando em uma determinada empresa, agora mudou de emprego e com isso a data em que recebe também foi alterada. De acordo com o banco o dia de pagamento do boleto não pode ser mudado. Com esses fatos, Pedro acabou atrasando a prestação que venceu dia 18 de junho, no dia em que recebeu se dirigiu ate o banco para efetuar o pagamento, para surpresa do cliente o boleto não poderia ser emitido naquele momento. “A atendente do banco me disse que o meu boleto já estava retido para cobrança e que assim que fosse liberado me telefonaria, para que então eu fizesse o pagamento. Só que demorou cerca de 10 dias para o boleto ser liberado e

enquanto isso o juro ficou correndo e eu tinha o dinheiro para pagar”, afirma Pedro. Ainda de acordo com o cliente, o juro é cobrado R$ 7,00 pelo atraso e mais 1,10% ao dia, o que alterou o valor da parcela de R$ 341,80 para R$ 397,00, um acréscimo de R$ 55,00 (isso já tendo incluído o valor referente aos dias de atraso pelo cliente). O Procon de Lages afirma que esta cobrança é indevida, porém comum. O que acontece é que a resolução 3919/2010 do Banco Central autoriza os bancos a cobrar estas taxas, enquanto os Procon’s defendem que se o cliente tem o dinheiro e o atraso está acontecendo por demora no sistema interno do banco, não há motivos para o cliente arcar com este valor. “Os juizados especiais nacionais concordam com nosso posicionamento, tendo em vista que a legislação que protege o consumidor se impõe sobre as normas internas do Banco Central”, defende Ineida Maria Berwig Vieira, coordenadora Executiva do Procon de Lages. No caso do Pedro Alexandre, o problema se repetiu este mês quando o acréscimo foi de R$

50,00. Ineida, orienta para que todos os clientes que tenham dúvidas na hora de comprar, financiar ou pagar qualquer produto procurem o Procon. “Nós estamos aqui para isso, embora nem todo mundo saiba que esse é nosso papel. Quando for assinar algum contrato que tenha dúvidas, traga-o até nós para que façamos a orientação. No caso desse jovem, o Pedro, ele

poderia ter nos procurado antes, nós temos como emitir o boleto na hora em que nos procurar. O Procon serve para isso, para evitar esses abusos com o consumidor”, diz Ineida. Ainda de acordo com a coordenadora, irregularidades são ainda mais comuns quando se trata de taxas de financiamento ou refinanciamento de veículos. “Cada caso é um caso

e por isso não há como resumir aqui, o fato é que estes são valores de responsabilidade do banco. Nós estamos disponíveis para esclarecer antes, mas também para auxiliar depois que o problema já existe”, acrescenta a coordenadora. O banco em que Pedro Silva fez o financiamento não quis comentar o caso e afirma estar obedecendo as normas do Banco Central.


Economia

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

15

No Dia dos Pais, a maior procura é por presentes tradicionais Comércio lageano concilia a data com promoções de inverno Vitrines decoradas e chamando atenção para o setor masculino, lojas com movimento mais intenso e clientes com dúvidas, assim é a realidade do comércio lageano no período que antecede o Dia dos Pais. Roupas, calçados, perfumaria e eletroeletrônicos são os itens mais procurados, de acordo com alguns comerciantes. Diógenes Rodrigues, gerente de uma loja de moda masculina, afirma que por mais que o filho conheça o pai sempre surgem dúvidas na hora de escolher o presente. “O Dia dos Pais é diferente do Dia dos Namorados quando o presente pode ser mais alternativo e variado, agora o medo de errar está mais evidente quando na maioria dos casos o pai é mais conservador e prefere o tradicional, por isso surgem as dúvidas”, afirma o comerciante. Na loja onde Diogenes é responsável, o acréscimo nas vendas pode chegar até 10% neste mês. Mas para isso eles investem em atrativos para o cliente, como uma sacola personalizada desejando um feliz dia dos pais, cartão exclusivo da loja onde o parcelamento pode ser feito em até 10x sem juros ou ainda

nos acessórios como carteira, meia, cinto e cachecóis, que por terem um preço menor também podem se tornar uma boa alternativa. Este pode ser um período adequado para contribuir com entidades de Lages. O gerente da loja masculina afirma que todo ano no mês de agosto é doado 1% dos lucros para a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais de Lages. “Não é uma forma de atrair o cliente dizendo que ele vai ajudar a Apae, até porque o cliente na maioria dos casos nem sabe disso. O que a rede de lojas busca é aproveitar este mês bom de vendas para então cumprir seu papel solidário”, explica Diógenes. De acordo com a Câmara dos dirigentes Lojistas de Lages, esta é a terceira melhor data para o comércio em geral, perdendo apenas para o Natal e o Dia das Mães. Este ano os lucros devem aumentar ainda mais, pois a data coincide com o período de promoções e liquidações de inverno. “Este ano o inverno foi cruel com os vendedores. Tivemos aquele friozinho durante a Festa do Pinhão e depois ficamos nesse clima quente durante o dia e tem-

peraturas baixas apenas a noite e ao amanhecer. Com isso os consumidores não sentiram tanta necessidade em comprar. Esperamos que com o Dia dos Pais junto com as promoções, os lojistas consigam

diminuir um pouco do prejuízo”, diz o Presidente da CDL de Lages. Manuela Arruda Aver, de 11 anos, já escolheu o presente e optou pelo tradicional. “Eu acabei escolhendo uma blusa de lã

marrom porque eu acho que ele vai gostar mais do que se eu levar uma colorida, na verdade não sei se ele usaria. Este foi um jeito que encontrei de agradar meu pai neste dia tão especial”, conta Manuela.

Enquete: Qual o melhor presente para o seu pai?

Deise Paes da Silva – vendedora. O melhor presente para o meu pai é roupa, coisas mais tradicionais. Na verdade o que mais importa é agradecer por tudo que ele já fez por mim.

Sandra Glades Waltrick dos Santos – vendedora. Eu sempre compro roupa ou calçado, é mais fácil e eu sei que ele vai gostar. O importante é encontrar uma forma de agradecimento por ele ter me dado a vida e me acompanhado até hoje.

Cristiane Arruda Aver – professora. Blusa de lã tradicional é uma forma de não errar e os preços são acessíveis. Mas o que importa mesmo nesse dia é o carinho dado e recebido.


Vitrine do Pakinha

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

Churrasco de inauguração BRUIMPORTS

Fernando Somariva, Adalto, João Somariva, Airton Amaral

Daiane Toldo, Vanessa Schelemper, Amanda Farias, Juliana Mazon, Marina Matteucci, Dianyne Matteucci e Maiara Ramos

Churrasco de inauguração BRUIMPORTS

Dé, Itamar e esposas

Aniversário do Zé

16

Davi Ramos Rosa Amaral, filho de Rodrigo Amaral e Amanda Farias - Completa 6 meses dia 13 de agosto

Amanda Ramos, Paula Bassin, Roberta Oliveira, Bruna Oliveira e Chay Corona

Aniversário do tio Maura

Amigos de Bom Jardim da Serra


Publicidade

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

17


Polícia

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

18

Bingo clandestino é fechado pela DIC Acidente em cruzamento deixa uma pessoa ferida Foto: Fabiana da Silva

Na noite de quinta-feira (2), policiais civis da Divisão de Investigações Criminais (DIC) Lages deram cumprimento ao mandado de busca e apreensão em uma residência na rua Lídio Reis, no centro da cidade, logrando êxito em encontrar um bingo clandestino em funcionamento. No local além de identificado o responsável, também foi flagrado um jogador. Ambos foram conduzidos à Central de Polícia onde responderam a um Termo Circunstanciado com audiência marcada para o Fórum de Lages. Ainda foram apreendidos R$ 120,00 (cento e vinte reais) em espécie que estavam em uma das máquinas, 06 (seis) máquinas caça-niqueis tipo gabinete em funcionamento, uma agenda com dados de contabilidade relacionados às máquinas apreendidas.

A equipe de reportagem do jornal Vitrine Lageana foi acionada no cruzamento das ruas Manoel Thiago de Castro e Candido Ramos, no centro, em frente ao Supermercado Kloppel, no início da tarde da última segunda-feira (6). No local, apurou que a condutora do Peugeot, prata, placas

Mais um ponto de tráfico é fechado pela PM Foto: Fabiana da Silva

Policiais Militares do Batalhão do 6ºBPM prenderam três pessoas com envolvimento com o tráfico de drogas no bairro da Várzea. A prisão ocorreu por volta das 11h da manhã de quinta-feira (2), onde foram detidos e encaminhados à delegacia, Maria Aparecida Cândido, de 46 anos, Willian Cândido, de 21 anos, e um menor de 16 anos. Na casa de ambos a Polícia localizou quase 100 gramas de maconha embalada.

Redes e peixes apreendidos em Correia Pinto A Polícia Militar Ambiental (PMA), de Lages, atendeu no sábado (4), em Correia Pinto, uma ocorrência de pesca ilegal. Foram encontrados no rio Tributo, seis redes de espera, que continham cinco quilos de peixes das espécies: traíra, jundiá e cascudo. Não é época de reprodução de peixes (piracema), porém, só se pode pescar com auxílio de redes, o pescador profissional, pois possui carteira autorizando a atividade. A PMA autuou o homem que estava pescando e apreendeu os peixes. O autuado possuía carteira provisória de pesca, expedida pelo sindicato de Anita Garibaldi. Porém, este documento, não permite a pesca com redes. A Polícia Ambiental continuará com as ações de fiscalização de pesca predatória na Serra Catarinense. Já em Alfredo Wagner, a PA constatou o corte seletivo de 80 araucárias em uma área de 0,64 hectares de preservação permanente (APP), nas margens de um curso d’água e nascente. Não foi possível gerar os procedimentos em razão de o proprietário não estar na residência, ficando para domingo (5), a autuação do envolvido no local dos fatos.

de Lages, Maria Lúcia Brun Sá, seguia pela rua Manoel Thiago de Castro, quando cruzou a Candido Ramos, sendo colhida pelo caminhão Ford Cargo, placas de Joinvile, conduzido por Jeferson Bueira. Maria sofreu ferimentos e foi socorrida pelo Samu ao Hospital. Foto: Fabiana da Silva


Esporte

Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

Equipes de Futsal de Lages CA Esportes jogam no final de semana A largada

A bola vai rolar no Ginásio de Esportes Jones Minosso nesse final de semana. Os atletas das equipes de futsal do Caça e Tiro e da ABCV entram em quadra pelo Campeonato Estadual da Primeira Divisão. Na sexta-feira (10), a equipe do Caça e Tiro estará jogando contra Pinhalzinho. O jogo será às 20h30m. A equipe estreou no returno da Competição no dia 4 de agosto, quando as atletas foram até enfrentaram a ACBV e golearam as 7 a 3. Apesar do resultado elástico, o jogo foi bastante disputado, segundo os técnicos. No sábado (11), quem entra em quadra é a equipe da ACBV, que disputa a também o Estadual da Primeira Divisão de Futsal. A partida é contra o time da Xaxiense, às 20h30m. A equipe da ACBV conta com o apoio da torcida para recuperar na classificação e seguir na briga por uma boa campanha na competição.

Caça e TIro

Por Celso Aurélio

Na próxima quarta - feira, 15, o Internacional de Lages inicia a sua caminhada pelo Campeonato Estadual da Terceira Divisão. O Adversário será o Maga de Indaial, equipe que na temporada passada fez um péssima campanha na competição. Independente do adversário o que a torcida lageana quer é ver o Internacional sair esta situação, que para a história do Leão da Serra, beira a margem do ridículo. Para um time que já foi campeão do estado e tem mais de 60 anos de caminhada no Futebol profissional, com certeza não é esta a divisão que deve pertencer. Mais uma vez a torcida renova a esperança por dias promissores. “Pensemos nisso enquanto é tempo”

Futsal Caça e ACBV entram em quadra pelo estadual neste final de semana. O Caça na sexta-feira contra Pinhalzinho e a ACBV no sábado com Xaxim. É uma pedida para os desportistas da cidade. Todos os caminhos levam ao Jones Minosso.

ACBV

Brasileiro de seleções de bolão 23 em Lages Nesta sexta-feira (10) e abado (11), o Clube Caça e Tiro 1 de Julho recebe o Campeonato Brasileiro de Seleçõe de Bolão 23, feminino e masculino. Participam os estados do Paranß, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A seleção catarinense conta com bolonistas lageanos nos dois naipes. Veja a lista dos atletas de Lages convocados: Seleção feminina: Camila Pereira, Dary Koech, Josiane Oliveira, Mßrcia Kirst e Rosenice Sartori; Seleção masculina: Darvin Becker, Max Ei-

19

Vôlei

Iniciou no último domingo mais um torneio de Voleibol do JocolJogos Comunitários de Lages. A competição desta temporada deverá encerrar-se dia 23 de agosto.

Sênior

Iniocia- se no próximo dia 19 de agosto o Campeonato de Futebol Sênior da Liga Serrana de futebol. Esta competição é a mais tradicional e bem sucedida da referida liga.

Em Foco

neck (Panga) e Alexandre Haacke. Os técnicos das duas equipes também sπo integrantes do Caça e Tiro/FME Lages, Darvin Becker comandar o

time feminino e os homens ficarão sob as orientações de Dirceu Boufler, o coordenador do evento serão Alceu Moraes, também do Caça e Tiro.

Lages recebeu pela primeira vez uma etapa da Copa Serra Litoral Lages recebeu pela primeira vez uma etapa da Copa Serra Litoral de Velocross, foi nos dias 04 e 05 de agosto, que contou com 267 pilotos inscritos e um p·blico animado que lotou a pista do Morro do Prudente, podendo conferir de perto os melhores pilotos do estado e torcer pelos pilotos da casa que fizeram bonito e venceram 6 categorias. Destaque para os vencedores que foram: Leandro Lemos - Lages, vencedor na Vx2, Nacional 230 e Força Livre Nacional. Guilherme Pereira - Lages venceu a Nacional 300. Roberto Pereira - Lages venceu a 65cc. Julia Polmann - Lages venceu a Batom. Ralf Schaefer - Cambori·, venceu a Nacional 150. Anthony Gervásio - Cambori·, venceu a 50cc. J·lio Deschamps - Ilhota venceu a Junior. Alexandro Medeiros - Brusque venceu a Vx3. Alisson da Silva Deko - São José venceu a Street Cilindrada Livre. Antônio Pato Correa - Rio do Sul, venceu a Mßster Nacional. Luis Henrique Zimmerman Priminho - Blumenau venceu a Vx1.

O técnico Luizinho Vieira do Internacional de Lages. Pelo esforço e a maneira com que vem trabalhando acreditamos que dará muitas alegrias a torcida no Estadual da Terceirona, que se inicia na próxima quarta-feira. Valeu Galera até a próxima edição.


Lages, 10 de agosto de 2012 - Ano 2

Tênis de Mesa é atração na segunda etapa do Jesmel Os Jogos Escolares do Sistema Municipal de Educação de Lages (Jesmel), concluiu a segunda etapa da competição, que envolvia os jogos de mesa. Os jogos aconteceram no dia 7 de agosto, no ginásio Jones Minosso, com a participação de 17 equipes e aproximadamente 60 alunos atletas, nas categorias sub 13 e sub 16 nos naipes masculinos e femininos. De acordo com o professor de Educação Física da EMEB Prof. Eduardo Pedro Amaral, Julio Cesar Rodrigues dos Santos, os alunos cumprem uma rotina de treino de cerca de 2 horas por semana no contra turno escolar, principalmente nas vésperas do Jesmel, para aperfeiçoar as técnicas. “São jogos que exigem muita prática. Muitos iniciam sem muita habilidade e com o tempo vai melhorando”, diz. Ele conta que cresceu muito o interesse em participar da competição. “É uma das modalidades que eles mais gostam. Ficam eufóricos quando ganham alguma medalha”. Para o coordenador do Tênis de Mesa pelo projeto Bate Bola na Escola e técnico da seleção de Lages, Ricardo Ramos Faria, a modalidade tem evoluído a cada ano. “A organização dos jogos tem melhorado bastante. Dividindo os jogos

por rodadas não se torna tão cansativo para os competidores e para a equipe que organiza. O nível técnico dos alunos também melhorou, eles treinam cada vez mais para participar de competições de nível mais elevado”, comenta. A próxima e última etapa do Jesmel contemplará os jogos de quadra, com o Basquetebol e o Voleibol, nos dias 29 e 30 de agosto, no ginásio Ivo Silveira. Classificação da modalidade: Sub 16 masculino: 1° lugar- EMEB Lupercio de Oliveira Koeche, 2° lugar - EMEB Santa Helena, 3° lugar - Escola Itinerante.

Sub 16 feminino: 1° lugar - Escola Itinerante, 2° lugar - EMEB Eduardo Pedro Amaral, 3° lugar- EMEB Lupercio de Oliveira Koeche. Sub 13 masculino: 1° lugar - EMEB Eduardo Pedro Amaral- 2° lugar - Escola Itinerante-3°lugar-CAICIrmãDulce(Caicid). Sub 13 feminino: 1° lugar - Escola Mutirão, 2° lugar - EMEB Eduardo Pedro Amaral, 3° lugar - CAIC Irmã Dulce (Caicid). Classificação Geral: 1° lugar - EMEB Eduardo Pedro Amaral, 2° lugar - Escola Itinerante, 3° lugar - EMEB Lupercio de Oliveira Koeche.

20

Muse tocará na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos Como já era possível de prever, o trio Muse estará presente na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de 2012, no próximo domingo, 12 de agosto. A banda, cuja faixa “Survival” foi escolhida como tema oficial do evento, fará a performance da mesma, segundo o baterista Don Howard revelou à revista NME. “Não é algo (a canção) que fizemos para as Olimpíadas. Eles (organizadores do evento) plantaram a semente ao pedirem para compormos uma música, mas então cinco meses

se passaram. Nós lhes mostramos algumas canções quando nos pediram para tocar na cerimônia de encerramento e eles amaram. Ela (Survival) representa a competição gigantesca que é as Olimpíadas” contou Don. O line-up da cerimônia, que também celebrará os 50 anos da música britânica, ainda está sendo mantido em sigilo e somente Ed Sheeran, George Michael e agora o Muse foram confirmados. Há rumores de que The Who, Take That e Spice Girls também se apresentarão.

Edição 39  

O Vitrine Lageana é um jornal semanal publicado às sextas-feiras em Lages e região.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you