Page 1

Parabéns à população de São Paulo pelo 459 anos desta cidade construída pela diversidade das raças, línguas e nacionalidades VEREADOR GILSON BARRETO

Edição 169 - Ano XXII - janeiro de 2013 - e-mail: contato@jornalvisaoleste.com.br - site: www.jornalvisaoleste.com.br

Geraldo Alckmin anuncia convênio para o corredor metropolitano Perimetral Leste O governador Geraldo Alckmin e o prefeito da Capital, Fernando Haddad, firmaram acordo para desenvolver ações conjuntas e parcerias estratégicas entre as duas esferas de governo. PÁGINA 8

7

Itariri, aventura e diversão para quem gosta de natureza

2

Subprefeito de São Mateus é morador da região

2

Vereador Gilson Barreto empossa o novo prefeito

Estado e Prefeitura selam parceria para 12 mil novas moradias na capital O governador Geraldo Alckmin e o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, estiveram em reunião para criação de grupo de trabalho permanente para desenvolvimento de parcerias estratégicas. Alckmin anunciou construção de 2.230 novas moradias pela CDHU, com investimentos de R$ 140 milhões; a Prefeitura anunciou o aporte de R$ 20 mil em cada uma das outras 10 mil unidades. PÁGINA 8


Página 2 - janeiro de 2013

Para evitarmos tragédias como a de Santa Maria O Brasil tem chorado mais uma de suas catástrofes. O incêndio na boate Kiss, na cidade universitária de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, levou embora a vida de centenas dos nossos jovens e feriu profundamente milhares de outras pessoas, entre sobreviventes, amigos e familiares. É uma dor que tem se alastrado por todo o país e ecoado pelo mundo, pelas manchetes internacionais. Incêndios e outros acontecimentos dramáticos sempre cobraram o seu tributo do coração dos homens, o inesperado é próprio da Natureza. Alguns eventos é impossível evitar, podemos nos precaver, mas não garantir a segurança de todos, diante da fúria de fenômenos como um tsunami ou um terremoto de difícil previsão. Mas esse não parece ter sido o caso

do incêndio na Kiss. Sabe-se preliminarmente que uma série de erros, resultado da indiferença, da irresponsabilidade, da negligência e, em última análise, da ganância foram cometidos pela direção da casa, custaram a vida e provocaram ferimentos em muitos dos seus clientes, com prejuízo físico e emocional de suas famílias, a maioria das quais nunca conseguirá superar o que aconteceu no dia 27 de janeiro. A palavra “ética” guarda relação com os costumes e com a moral. Entre outros significados, “ética” é a morada do homem, é aquilo que a humanidade costuma fazer e que gera tanto boas quanto más conseqüências. O empresário que só pensa no lucro constrói a sua morada em um terreno que acabará por tragar a si mesmo e a vítimas

que não têm sequer a chance de se defender, diante de um sistema de segurança falho ou de um alvará municipal vencido, com ou sem a conivência das autoridades públicas que deveriam fiscalizá-lo. Além do sentimento de impotência que fatos como o de Santa Maria acabam provocando em toda a população, sobretudo nos familiares e amigos dos que já se foram, paira sobre nós a indignação sobre uma realidade: tudo isso poderia ter sido evitado. Cabe aqui a pergunta: quantas outras famílias terão de sofrer para que, enfim, comerciantes e autoridades façam o que deve ser feito, em nome da lei e da moral que se cultiva pelas pessoas de bem?

O Editor

(*) Gilson Barreto

Alguns desafios de São Paulo nos próximos quatro anos Tive a honra de presidir a sessão da Câmara Municipal que deu posse ao novo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, à vice-prefeita, Nádia Campeão, e aos 55 vereadores eleitos. E aproveitei aquele dia de reflexão para conversar com vários cidadãos sobre algumas das minhas prioridades para a cidade. Reafirmei nessa ocasião a importância de medidas como a criação da Subprefeitura de Sapopemba, da Subprefeitura do Tatuapé e da Secretaria dos Direitos do Idoso; e a discussão e aprovação do Plano Diretor, para aumentar no Orçamento o volume de recursos não só para a Zona Leste como para todo o município, de modo que as mais diversas áreas tenham verba suficiente para combater os problemas e para executar as obras de interesse da população, sobretudo as de natureza social.

Já no final do ano passado passou a vigorar uma lei de minha autoria, 15.648, que contribui para o funcionamento dos Centros Integrados de Educação de Jovens e Adultos. Com os rumores de que seriam extintas, tomei a iniciativa de garantir essas escolas, bem como a abertura de outras unidades. Os CIEJAs beneficiam milhares de jovens e adultos que precisam trabalhar para ganhar a vida e que de outro modo não conseguiriam estudar e crescer. Esses centros têm uma grande importância social porque também atendem estudantes com deficiência e as mães que aproveitam o horário escolar dos seus filhos para frequentarem as aulas. A lei prevê, por exemplo, que os cursos e programas de formação inicial e continuada de trabalhadores poderão ser desenvolvidos mediante convênios ou acordos com empresas e entidades, públicas ou privadas.

Os problemas de São Paulo são muitos e se multiplicam a cada dia, também por causa do tamanho do nosso município e da sua população. É o que acontece a cada ano. Mas isso só nos estimula. Em 2013, continuaremos a lutar, com essas e várias outras medidas, para melhorar a qualidade de vida na nossa cidade, em saúde, transporte, educação, infra-estrutura, desenvolvimento, geração de empregos e várias outras iniciativas que são fundamentais para o bem-estar de todas as famílias. Conto também com a sua sugestão. Escreva para mim: gilsonbarreto@camara.sp.gov.br . Vamos trabalhar juntos.

(*) Gilson Barreto é vereador da cidade de São Paulo e foi eleito para seu sexto mandato.

O Jornal Visão L este é uma publicação da empresa Visão Leste Publicações e Edições Ltda. Leste Av. Mateo Bei, 2618 - CEP 03949-200 - São Paulo - SP - Tel: (011) 2919-0613 e-mail: contato@jornalvisaoleste.com.br - site: www.jornalvisaoleste.com.br • Jornalista Responsável: Lilian Calil - Mtb. nº 23.585 • Redatores: Matias Quintino - Mtb. nº 22.016 - matias.quintino@jornalvisaoleste.com.br, Ronaldo Junqueira - Mtb. nº 23.219 - ronaldo.junqueira@jornalvisaoleste.com.br • Colaboradores: Gilson Barreto, Alexandre de Souza, Tia Cida, Antonio Pedro Goes • Projeto gráfico: Eudo Dantas - Mtb. nº 34.669 -eudo.dantas@jornalvisaoleste.com.br Distribuído nos bairros: São Mateus, Sapopemba, V. Alpina, Pq. São Lucas, Jd. Grimaldi, Itaquera, Guaianases, Tatuapé, V. Carrão, V. Formosa, Jd. Anália Franco e Penha.

Impressão: Gazeta São Paulo - 2954-6218


janeiro de 2013 - Página 3

Vereador Gilson Barreto empossa vereadores, prefeito e vice-prefeita Em cerimônia realizada no Plenário da Câmara Municipal de São Paulo na terça-feira (1º. de janeiro) o vereador Gilson Barreto – PSDB deu posse aos novos vereadores eleitos da cidade de São Paulo, juntamente a posse do prefeito Fernando Haddad – PT - e da viceprefeita Nádia Campeão – PcdoB . Durante a realização do evento também foi eleita a nova mesa diretora da Câmara Municipal de São Paulo tendo como resultado a eleição do vereador José Américo (PT)

para a presidência da Casa no ano legislativo de 2013 e do vereador Gilson Barreto – PSDB – como o primeiro suplente. A solenidade presidida pelo vereador Gilson Barreto (PSDB), todos os eleitos fizeram seus juramentos e se comprometeram a honrar as obrigações firmadas com os cidadãos paulistanos, defendendo a justiça social, a paz e a igualdade de tratamento a todos os munícipes. Aos parlamentares coube responder “assim o prometo” ao juramento lido pelo secretário da ses-

são, vereador Floriano Pesaro (PSDB), enquanto Fernando Haddad e Nádia Campeão fizeram

seus juramentos separadamente e prosseguiram com breves pronunciamentos.

Novo Subprefeito de São Mateus é morador e conhece os problemas da região Ao contrários dos últimos subprefeitos, o engenheiro civil Fernando Elias está na Prefeitura Municipal à 12 anos e além de profundo conhecedor da região tem participado das mais diversas ações e projetos para a melhoria desta comunidade. Natural da cidade de Santa Adélia, interior de São Paulo, Fernando Elias Alves de Melo é morador do distrito de São Mateus desde os três anos de idade. Estudante da Escola Estadual Adelino José da Silva de Azevedo do Jardim Santa Adélia, é formado em edificações pela Escola Técnica Federal de São Paulo e graduado em engenharia civil pela Universidade Camilo Castelo Branco. Ingressou na Prefeitura Municipal de São Paulo em 2000 e durante sua carreira profissional atuou como técnico na área de engenharia da Subprefeitura de São Mateus onde participou de diversas ações de interesse da comunidade e da região: Revisão do Plano Diretor e Plano Regional Estratégico; Implantação da Operação Urbana; Formulação da Comissão de Desenvolvimento da Zona Leste; Estudo de Planejamento e Uso do Solo; Regularização de Loteamentos; Planejamento para Implantação de Áreas Verdes; Instauração do Comitê São Mateus em Defesa das Águas Leste II e Estudos da Operação Urbana Rio Verde-Jacu, entre outras ações. Em 2006 assumiu a Coordenadoria de Planejamento e Desenvolvimento Urbano deixando o cargo em dezembro de 2012 para assumir, em 1º de janeiro, o cargo de subprefeito de São Mateus. O novo subprefeito de São

Mateus têm acompanhado ao longo do tempo o desenvolvimento da região e hoje com todos os problemas causados pelo crescimento desordenado, as ocupações em áreas de mananciais e áreas de risco e a saturação das vias principais e acessos, vê com otimismo as medidas e os debates para a melhoria da qualidade de vida da população destacando as metas propostas pela Operação Urbana Rio Verde-Jacu, como a geração empregos e capacitação profissional proporcionadas pelo incentivo e incrementação das atividades econômicas em torno do eixo da av. Jacu Pêssego ao mesmo tempo que vem promover a requalificação ambiental por meio do aumento de parques e áreas verdes na região, a melhoria do

sistema de drenagem e o incentivo à construção de habitações de interesse social. Ressaltou a linha prata do monotorilho Ipiranga-Cidade Tiradentes, como parte de um conjunto de medidas para solução do problema de mobilidade na cidade, assim como os corredores de ônibus e outras obras de infraestrutura viária e ainda estudos para o prolongamento da Avenida Aricanduva até a Avenida Jacu Pêssego, como possíveis para resolver o afunilamento viário da Ragheb Chofh no Jardim Iguatemi. Das alternativas para aliviar o fluxo de veículos na Praça Felisberto Fernandes propõe uma reorganização viária, passando pela obras de conclusão das avenidas Arquiteto Vilanova Artigas e Engenho Novo,

em processo de finalização de projeto, junto com o prolongamento da Avenida Barreira Grande que deverá se interligar a Avenida Engenho Novo. Informado da preocupação dos comerciantes da Avenida Mateo Bei com relação a implantação de um corredor de ônibus, adiantou que a obra já licitada está em implantação e deverá dar mais rapidez às linhas de transportes coletivos que transitam pela avenida em benefícios da população. Outro problema, como o aumento da população de rua e a ocupação dos espaços públicos na região já está sendo levantado e será objeto de estudos para uma solução. A sinalização de solo, com a pintura das faixas no novo recapeamento da avenida, o subprefeito Fernando Elias, já está notificando a empreiteira responsável para a conclusão da obra, ainda na avenida, a recolocação das lixeiras e a uma campanha de conscien-tização para uso e conservação através das lideranças comunitárias, entidades e órgãos de imprensa local. Ainda discorreu a sua preocupação sob às chuvas que tem se mantido constante e as medidas que vem sendo tomadas, como o desassoreamento de córregos, manutenção de bocas de lobo, limpeza de piscinões e o recolhimento de despejos irregulares de lixo e entulhos.


Página 4 - janeiro de 2013

São Mateus intensifica trabalhos Antienchentes

Subprefeitura São Mateus realizará melhorias na Estrada Servidão

Durante a primeira quinzena de janeiro, a Subprefeitura São Mateus priorizou os trabalhos de limpeza de bocas de lobo, galerias e piscinões da região.

Manutenção mecânica da rua e serviços para melhorar a drenagem e o escoamento das águas Preocupado com a segurança e atendendo às solicitações dos moradores da Estrada da Servidão, no Jardim Nova Conquista, o subprefeito de São Mateus definiu, durante vistoria realizada melhorias para o local. Segundo os moradores, a via que recebe tráfego intenso de veículos pesados, vem se deteriorando e sempre que chove forte ocorre movimentação de terra que algumas vezes invadem os terrenos das chácaras.

Para minimizar esses transtornos, a Subprefeitura São Mateus iniciará a partir da próxima semana trabalhos de melhorias para o local. Entre as ações, que serão executadas pela Coordenadoria de Projetos e Obras, está a manutenção mecânica da rua e serviços para melhorar a drenagem, soluções que irão facilitar o escoamento devido ao grande volume de água superficial durante os períodos de fortes chuvas.

Com a chegada do verão, cresce também a preocupação da Subprefeitura São Mateus para minimizar os transtornos causados pelas fortes chuvas. Desde o início de janeiro, a Subprefeitura São Mateus iniciou os trabalhos com base no Plano Antienchentes anunciado pelo prefeito de São Paulo. Das dezesseis medidas anunciadas, destacam-se a importância de coordenar os trabalhos de limpezas de ramais, galerias e bocas de lobo, intensificar o monitoramento das áreas de risco, e agilizar as limpezas manual e mecânica dos córregos de maior incidência de chuva, evitando assim alagamentos. Durante a primeira quinzena de janeiro, a Subprefeitura São Mateus

concentrou os trabalhos nas ações de limpezas de bocas de lobo, limpeza e reforma de galerias e limpeza e manutenção dos seis piscinões da região. Neste período foram limpos cerca de 600 bocas de lobo, 660 galerias e 830 ramais, além disso foram removidas cerca de 2.600 toneladas de detritos dos córregos da região.

Outra ação preventiva desenvolvida pela Subprefeitura São Mateus está na ampliação do monitoramento e limpeza dos piscinões da região e até agora já foram retiradas cerca de 2934,40 toneladas de detritos provenientes dos Piscinões Aricanduva I, II e II, Caguaçu, Limoeiros e Inhumas.

*Tia Cida

Um Plano Diretor para um crescimento ordenado A Zona Leste de São Paulo é a que mais cresce na cidade. Limitada pelos municípios de Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos, Mauá e Santo André a região deverá seguir num breve futuro um caminho de verticalização pelo crescimento da população e a falta de áreas apropriadas para a construção de novos empreendimentos habitacionais. Essa demanda populacional tende a se acentuar com o avanço do Monotrilho Ipiranga- Cidade Tiradentes, o Corredor Metropolitano que seguirá pela avenida Jacú-Pêssego, a construção de Terminais Rodoviários, hotéis e todo conjunto de obras em torno do estádio que sediará a abertura da Copa do Mundo

o

de 2014 atraindo novos moradores. A região antes conhecidas pela violência e miséria ao longo dos últimos tem sido agraciada com uma série de benefícios e melhorias proporcionada pela atuação dos governos municipal e estadual como a construção de moradias, infra-estrutura e transportes que tentam suprir a falta de planejamento, fiscalização e ações ilegais de ocupação de áreas.

imais

A falta de convênios tem dificultado a regularização fundiária com os recursos do Ministério das Cidades, que poderia proporcionar aos moradores do Jardim Vila Bela, Parque das Flores e outras áreas em demanda, a legalização de seus terrenos, permitindo também a urbanização. Outras questões preocupantes são a falta de alojamento para as populações das áreas de risco e de mananciais. A necessidade de moradias para essa

famílias é mais que urgente dada as instabilidades do clima e o aumento das chuvas. E as novas invasões, coordenadas por oportunistas que importam familias de outros municípios ou estados em negociações excusas com proprietários ou “laranjas” prevendo uma grande negociata ou de olho na indústria do bolsa aluguel.


janeiro de 2013 - Pรกgina 5

ocil


Página 6 - janeiro de 2013

Subprefeito de São Mateus promove atendimento diário à população de São Mateus A intenção é administrar com a ajuda dos moradores e lideranças comunitárias Visando estabelecer um canal de diálogo trans-parente junto à comunidade da região, o Subprefeito de São Mateus vem promovendo atendimento diário aos moradores dos Distritos de São Mateus, São Rafael e Iguatemi. A iniciativa vem ao encontro ao plano de governo do prefeito Fernando Haddad, que aponta para uma gestão mais próxima da comunidade com portas abertas para o atendimento da população. As audiências, que acontecem desde o inicio de janeiro, são marcadas pelas apresentações das principais demandas indicadas pela comunidade. Cada reivindicação é devidamente encaminhada para os órgãos competentes para estudo e execução. A intenção, de acordo com o subprefeito, é administrar com a ajuda dos moradores e lideranças comunitárias, tornando mais rápido

o processo de identificação e resolução dos problemas que atingem os três distritos de São Mateus.

Entre os atendimentos houve o encontro com os conselheiros tutelares de São Mateus, onde foi salientada a necessidade de

melhorias em infraestrutura para o atendimento das demandas. Na reunião com os representantes da Associação Cultural Metropolitana Projeto Universitário as reivindicações versaram sobre a implantação de um Centro Cultural na região do Jardim Santo André. Já no diálogo com a comunidade do Jardim Tietê foram debatidas as prioridades para minimizar os problemas causados pelas enchentes do Riacho dos Machados e finalização das obras de ligação viária. A construção de uma UBS e creches no Jardim Palanque foi a principal solicitação dos representantes do Jardim Palanque. Além das audiências, o Subprefeito mantém diariamente a rotina de vistorias nos equipamentos públicos e de acompanhamento dos serviços de manutenção e obras.

12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123 12345678901234567890123456789012123456789012345678901234567890121234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

Lian Gong uma alternativa para uma melhor qualidade de vida O Lian Gong é uma modalidade de ginástica relativamente nova. Foi criada por um médico chinês, Dr. Zhuang Yuan, no ano de 1974. Ele desenvolveu essa técnica para prevenir, tratar dores e restaurar os movimentos naturais do corpo. O Lian Gong segue a linha da medicina tradicional chinesa e das técnicas da acunpultura. O Lian Gong chegou ao Brasil em 1987 pela professora de Filosofia e Artes Corporais Chinesa Maria Lucia Lee. A modalidade de ginástica Lian Gong está dividida em três sequencias e as mesmas divididas em séries, cada série tem movimentos para uma parte do

corpo, os exercícios são praticados seguindo o ritmo de músicas tradicionais chinesas. A modalidade é indicada para

todas as faixas estárias. Há relatos que com a prática de doze minutos diários de exercício uma pessoa pode prevenir-se da maioria dos problemas posturais. O Ministério da Saúde, através da Portaria 971, de 03 de maio de 2006, onde inclui o Lian Gong em 18 terapias a ser oferecidas pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Onde praticar o Lian Gong: no CPN (Centro de Práticas Naturais) localizado na Rua Aureliano da Silva Arruda, 403, telefone 2012-5175.


janeiro de 2013 - Página 7

DVD/BLU RAY

TURISMO

As tevês pagas o aluguel on line e a pirataria não conseguiram abalar o bom atendimento dispensado aos clientes das locadoras, sempre afinadas com os últimos lançamentos buscam disponibilizar os melhores títulos em DVD e Blu ray.

Intocáveis Philippe (François Cluzet) é um aristocrata rico que, após sofrer um grave acidente, fica tetraplégico. Precisando de um assistente, ele decide contratar Driss (Omar Sy), um jovem problemático. De início, eles enfrentam vários problemas, já que ambos têm temperamento forte, mas aos poucos passam a aprender um com o outro. Diretor: Olivier Nakache, Eric Toledano Elenco: François Cluzet, Omar Sy, Anne Le Ny, Audrey Fleurot, Clotilde

Mollet, Alba Gaïa Kraghede Bellugi, Cyrril Mendy, Christian Ameri

Paranorman Norman (Kodi SmitMcPhee) é um menino que fala com os mortos. Para salvar sua cidade de uma

maldição secular, ele terá de lidar com zumbis, bruxas, fantasmas e, pior, adultos idiotas. Porém, em sua missão, o jovem aniquilador de feitiços poderá ter suas habilidades paranormais levadas além de seus limites. Diretor: Chris Butler, Sam Fell. Elenco: Anna Kendrick, Leslie Mann, Casey Affleck, John Goodman, Christopher Mintz-Plasse, Jodelle Ferland, Kodi Smit-McPhee, Bernard Hill, Jeff Garlin, Elaine Stritch, Tempestt Bledsoe, Tucker Albrizzi, Hannah Noyes

Legado Bourne Aaron Cross (Jeremy Renner) é agente secreto do governo que se envolve em um programa de lavagem cerebral muito mais perigoso do que aquele pelo qual passou Jason Bourne (vivido por Matt Damon na trilogia original), desencadeando situações que saem do controle Diretor: Tony Gilroy. Elenco: Jeremy Renner, Rachel Weisz, Edward Norton, Joan Allen, Albert Finney, Corey Stoll, Scott Glenn, Oscar Isaac, Stacy Keach, Sheena Colette, Nilaja

Sun, Michael Chernus, Michael Berresse, EliHarris, Jeff Grossman, Tom Riis Farrell, Page Leong

Pirataria, sai dessa!!! Comprar e possuir produtos piratas é crime. Sua prática além de alimentar as máfias ligadas ao contrabando, ao tráfico de drogas e armas e a prostituição é responsável pela extinção de milhares de empregos no mundo inteiro e colabora para o trabalho infantil e escravo.

Itariri, aventura e diversão para quem gosta de natureza Encravada na Serra do Mar, próximo a Peruíbe, a cidade de Itariri proporciona ao turista a oportunidade para a visitação do que ainda resta da Mata Atlântica na costa paulista. Em Itariri é possível encontrar comidas típicas do litoral e da serra, como pratos a base de peixes e palmito, mas também restaurantes típicos japoneses resultado da forte influência da colônia japonesa na cidade. A cidade possui algumas pousadas próximas à estação ecológica da Juréia, onde é possível se hospedar perto da natureza; além de hotéis no centro da cidade. Nos arredores da cidade estão rios e cachoeiras de fácil acesso, garantia de uma bela paisagem. Trilha do Salto - Com 15 metros de altura a Cachoeira do Salto é ideal para a prática do cascading e tirolesa. O acesso é feito por nove quilômetros de asfalto e mais dois de trilhas pela Mata Atlântica com nível leve de dificuldade.

Pedra Cara do Macaco - O local é um dos mais indicados para a quem gosta de descidas de rapel, mas por ter descida negativa é aconselhável experiência. O acesso é feito por uma trilha de 980 metros, sendo pouco mais de 300 de aclive pela mata nativa, a cinco quilômetros do centro da cidade pela Estrada do

Azeite. O topo da pedra está a 600 metros de altura e proporciona uma vista do vale em que se encontra Itariri.

Sete Quedas - Mais um local para a prática de cascading e tirolesa, a cachoeira de 28 metros fica a 10 quilômetros do centro de Itariri. O acesso é feito por 40 minutos de caminhada por uma trilha de dificuldade média. Cachoeira da Italiana Nas proximidades do Rio do Azeite, também em Igrejinha, a Cachoeira da Italiana é outra opção para quem quer tomar um banho em piscinas naturais, com direito a escorregador na corredeira.

Cachoeira Cabuçu Uma cachoeira ideal para banho, com três metros de queda, a 14 quilômetros do cetro da cidade. Situada no Rio Cabaçu, a cachoeira fica no distrito de Ana Dias. Cachoeira do Saltinho Há apenas dois quilômetros do centro de Itariri fica a Cachoeira do Saltinho, na estrada do Rio do Azeite, formada por corredeiras e uma piscina natural. Pedra da Igrejinha Com 195 metros de altura está em propriedade particular, mas pode ser visitada com monitores ambientais locais. É de rocha basalto e arenito, e proporciona bela vista aos caminhantes. Cachoeira do Araribá A sete quilômetros do centro da cidade é possível encontrar uma pequena cachoeira com piscina natural cercada por pedras. O acesso é feito pela estrada do bairro Igrejinha.

CULTURA

Novas publicações estreiam nas bancas de jornais e revistas A Mythos Editora está lançando nas bancas dois novos títulos de revista: Século21 e New Science. As duas tratam de temas da atualidade de fundo social, científico e comportamental. Com projetos gráficos que evidenciam o texto com o equilíbrio do branco e ilustrações de qualidade esta publicações tentam romper a resistência do público jovem à leitura buscando uma dinâmica na linguagem iconográfica. Cada uma com 64 páginas de muitas informações e curiosidades e com preço de capa de R$ 13,90 as revistas

vem com o desafio de se firmar num mercado editorial de muita concorrência. A Mythos Editora criada em 1996 é conhecida no mercado editorial pela

qualidade de suas publicações. O leque vai de quadrinhos a revistas de saúde e a consagrada revista esotérica Sexto Sentido.


Página 8 - janeiro de 2013

Geraldo Alckmin anuncia convênio para construção do corredor metropolitano Perimetral Leste O governador Geraldo Alckmin e o prefeito da Capital, Fernando Haddad, firmaram acordo para desenvolver ações conjuntas e parcerias estratégicas entre as duas esferas de governo. O governador Geraldo Alckmin e o prefeito da Capital, Fernando Haddad, firmaram acordo para desenvolver ações conjuntas e parcerias estratégicas entre as duas esferas de governo. Um convênio de cooperação técnica já foi formado para implantação do corredor metropolitano Perimetral Leste (JacuPêssego), que vai ligar a região do ABCD a Guarulhos. Um convênio de cooperação técnica já foi formado para implantação do corredor metropolitano Perimetral

Leste (Jacu-Pêssego), que vai ligar a região do ABCD a Guarulhos. O corredor com 24,8 quilômetros de extensão e será construído em duas fases. A primeira terá 19,6 quilômetros, com início no Terminal Metropolitano

São Mateus, a partir do Corredor ABD, até a rodovia Ayrton Senna. A obra irá facilitar o acesso dos moradores do ABC Paulista e da zona Leste de São Paulo ao Aeroporto Internacional de São Paulo e deverá passar a cerca de

um quilômetro do Itaquerão, o estádio do Corinthians, que vai sediar a abertura da Copa do Mundo. A previsão é de entrega no primeiro semestre de 2014. Entre as vias atendidas pelo corredor estão a

Avenida Ragueb Chofi e Avenida Jacu – Pêssego. O sistema será de BRT (Bus Rapid Transit) com espaço exclusivo para os ônibus, separado dos congestionamentos dos demais veículos, e estações de embarque e desembarque em vez de pontos de ônibus comuns. A estimativa é que o trecho inicial atenda a uma demanda de 200 mil passageiros por dia e que quando o corredor Perimetral Leste Jacu Pêssego ficar pronto, a ligação entre São Mateus e Guarulhos deverá ser de cerca de 40 minutos. O grupo de trabalho tserá coordenado pelo secretário estadual da Casa Civil, Edson Aparecido, e pelo secretário municipal de Governo, Antonio Donato.

Estado e Prefeitura selam parceria para 12 mil novas moradias na cidade de São Paulo Alckmin anunciou construção de 2.230 novas moradias pela CDHU, com investimentos de R$ 140 milhões; a Prefeitura anunciou o aporte de R$ 20 mil em cada uma das outras 10 mil unidades O governador Geraldo Alckmin e o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, estiveram em reunião para criação de grupo de trabalho permanente para desenvolvimento de parcerias estratégicas em várias áreas das duas esferas de governo. Durante o encontro, o Governo do Estado autorizou a construção de 2.230 unidades habitacionais na cidade, por meio da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), com investimento estimado de R$ 140 milhões pelo governo estadual. O prefeito também manifestou apoio do município à iniciativa do governo estadual de lançamento da primeira Parceria PúblicoPrivada (PPP) de habitação social no país, para viabilização de dez mil moradias no centro expandido da cidade a partir deste ano. A prefeitura deverá aportar R$ 20 mil em cada

uma das unidades habitacionais viabilizadas pela nova PPP, que também receberá recursos estaduais e federais, por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida. A PPP do Centro de São Paulo O chamamento para a primeira Parceria PúblicoPrivada (PPP) de habitação social no país foi lançado pela Secretaria da Habitação do Estado em abril de 2012, visando à construção ou reforma de 10 mil novas unidades habitacionais na região central da cidade de São Paulo. Para efeitos de apresentação de propostas, o centro expandido da cidade de São Paulo, com grande número de imóveis subutilizados e ociosidade na infraestrutura urbana, foi dividido em seis setores: 1) Ferrovia - Setor

Oeste (Barra Funda, Santa Cecília, Pari, Tamanduateí e Bom Retiro); 2) República/Bela Vista (Minhocão, Av. São João, Grota do Bixiga, Bela Vista-Brigadeiro, Ligação Leste-Oeste); 3) Liberdade/Brás (Brás-Radial Leste, Liberdade-Cambuci); 4) Indústrias Cambuci/ Mooca; 5) Ferrovia - Setor

Leste (Indústrias Brás, ferrovia Brás, Metrô Bresser - Radial Leste, Belenzinho); 6) Industrias Belém (Belém/Celso Garcia). A Secretaria Estadual da Habitação apresentou às empresas interessadas estudo técnico que apontava, para cada setor, os desafios a serem vencidos e as diretrizes orientadoras das propostas dos parceiros privados para revitalização

dos bairros centrais a partir da oferta habitacional. Serão priorizados projetos que incluam, além da oferta de moradias, soluções criativas de melhoria da mobilidade da população, acesso a equipamentos públicos, aperfeiçoamento da infraestrutura local e a oferta e ampliação do comércio e serviços.

Jornal Visão Leste - Edição 169  

Edição 169