Page 1

VERTENTES DE MINAS Jaboticatubas e São José de Almeida - 30 de junho de 2012

O ICA U RIB UITA T S DI RAT G

1

JORNAL VERTENTES DE MINAS - Ano I - Número V - Jaboticatubas e São José de Almeida - 30 de junho de 2012 - R$ 0,50

“Viva São João”

Descasso

Vias urbanas e rurais de Jaboticatubas preocupam moradores e motoristas

Dia de São João é comemorado aos sons dos tambores e a tradicional passagem pela brasa A tradicional Festa de São João, na comunidade Quilombola do Mato do Tição, reuniu mais de mil pessoas de toda a região. A meia noite em ponto, os olhares se voltaram para o tapete de brasas, por onde passaram devotos de São João com os pés descalços.

Motoristas se viram como podem para escapar dos buracos

Moradores de Jaboticatubas sofrem com os buracos que já fazem aniversários pelas ruas da cidade. O descaso se repete em todas

as regiões do município e preocupa moradores e motoristas. Pág 5

Pág 6

Política

Bonifácio Andrada defende reforma integral da Constituição Segundo o parlamentar, o Poder Legislativo vem encontrando dificuldades para a sua atuação e produção. Segundo Andrada, 90% das aprovações da Casa decorrem de medidas provisórias. Pág 3 Teixeiras

Devotos se reúnem em louvor a Santo Antônio e Sagrado Coração

A Festa de Santo Antônio e Sagrado Coração de Jesus, na comunidade dos Teixeiras, reuniu

centenas de pessoas em quatro dias de evento. Pág 4

Festa Junina

Educação

Arraiá do Almeida resgata cultura das festas juninas

Feira de Cultura resgata costumes do passado

Centenas de pessoas foram à praça local assistir a encenação do casamento

na roça e a apresentação de quadrilha. Pág 5

A Feira de Cultura da Escola Estadual Leônidas Marques Afonso (LEMAF), trouxe para o presente, os

costumes do passado, que já se encontram quase esquecidos. Pág 11

PROMOÇÃO DE JULHO! Indicando um cliente para a BOM PASTOR você ganhará a quitação de uma mensalidade e a adesão que seria no valor de R$ 50,00 será apenas o valor da mensalidade! Todos os clientes que fizerem um plano ou indicar alguém durante o mês de julho irá concorrer a um perfume de fragância famosa a escolha dentre as que existem no catálogo.

BOM PASTOR

Continuam os sorteios mensais de prêmios para quem paga as mensalidades no escritório!

E PARA O SEGUNDO SEMESTRE VIRÁ MAIS NOVIDADES!!!

Rua Bom Jesus, 47, Bairro Bom Jesus, Jaboticatubas - MG Telefone: (31) 3683 1248


VERTENTES DE MINAS Jaboticatubas e São José de Almeida - 30 de junho de 2012

Editorial

OPINIÃO Artigo

O que será de nós? O povo brasileiro é um povo trabalhador, alegre, confiante, que tem fé, que tem esperança, que acredita, só que acredita até demais e quando percebe a realidade fria e cruel, se decepciona, se sente fraco, mas da a volta por cima e recomeça a caminhada. Mas é certo que não podemos esquecer certos detalhes fatais: “Não se dorme com o inimigo; nem se abraça um tamanduá; e muito menos pelo fato da jiboia não ter veneno, ela não pode matar”. Todos os dias saem nos jornais escândalos políticos, as articulações de espertos parlamentares tentando se safar de um mal feito, usando brechas da lei para se beneficiarem, (bom, isso já não é novidade, é rotina), parece que já nos acostumamos. Mas como o exemplo vem de cima, e somos um povo que não se rebela e temos no sangue um bom comportamento, as portas ficam abertas para outros aproveitadores que sem escrúpulos algum sugam as pessoas sem medir as consequências. Nos jornais também encontramos relatos de crimes cibernéticos, fraudes no INSS, “chupa cabra” nos caixas eletrônicos, golpes do bilhete premiado (que são aplicados geralmente em idosos e pessoas mal informadas), saidinha de banco, um parente ou membro da família tirando a vida do outro por dinheiro ou herança, menores a serviço da prostituição, trabalho infantil, trabalho escravo em obras e fazendas no interior, mal atendimento e desleixo no serviço médico, crimes hediondos, latrocínio, tráfico de drogas, acertos do tráfico de drogas, violência doméstica, violência contra as crianças, os idosos, os animais...enfim, existem tantos ao nosso redor que a justiça , as leis não dão conta de respirar, interferir, agir com mais rigor. O que cabe à nós, então, frágeis cidadãos, que presenciamos, somos obrigados a conviver com essas pessoas ( se é que podemos chamar assim), com esses crimes, que nos assolam e nos deixam sem esperança de um futuro melhor? Então, o que será de nós? Mas temos a capacidade de filtrar e discernir muitas das maldades, das pessoas más, dos crimes que possam nos acossar. Que empenham-se as pessoas de fé, que tem esperanças, que tem bom coração, que acreditam que sempre o bem vence o mal, para orar e vigiar por todos nós que estamos no mesmo caminho. Não obstante, não devemos ficar parados esperando as coisas acontecerem, temos que agir também, pois como já foi dito, toda ação gera uma reação. Ah, e por falar nisso dia 30 de junho, os candidatos aos cargos municipais para prefeito e vereador já estarão definidos. Para termos um futuro melhor com dignidade e respeito temos que começar de alguma forma. Vamos começar por uma faxina?

Rogério Nolasco Bacharel em História e Professor Universitário www.rogerionolasco.blogspot.com

Ditadura democrática

O excesso de permissão, de poder falar, de fazer o que quiser, de impor leis em nome do bem comum, o ir e vir à vontade e a falta de controle e domínio do Estado e seus representantes na sua grande parte, simplesmente respaldam o título acima. Perderam a verdadeira noção de Democracia! É muita conversa e pouca ação; são mesas redondas, debates, reuniões de consenso, mas não chegam a nada, não chegam a um resultado final descente, que possa ser colocado em prática na sociedade, no cotidiano dos cidadãos. Nossos representantes existem em função disso que é uma lei natural da Democracia. Mas adiam as decisões, emendam aqui, emendam ali, e como sabem que o povo tem uma memória curta, tudo acaba na “pizzaria”. Aí vem um jogo de futebol, um campeonato, a novela da Globo, um carnaval, um feriado para descansar (merecidamente), um final de semana para lavarmos as roupas sujas ( pela correria e opressão do dia a dia)....não tem nada de errado nisso tudo, pelo contrário é merecido, faz parte da vida, mas são nesses supostos descansos mentais é onde o “Estado opressor”, a “máquina” e a “engrenagem” entram em ação. No dia seguinte tudo volta ao normal, as coisas continuam como sempre estiveram, pois foi apenas um desvio de conduta ao qual estávamos com a cabeça cansada de tanto trabalho e acabamos imaginando coisas. Assim a “ditadura democrática” prevalece, perdura, está viva, e o que podemos fazer é ape-

Mande sua sugestão de pauta. Ajude-nos a construir o Jornal Vertentes de Minas.

ção a d re ira à ime s. r s p a ta iva este educat ipe d Car s equ ina s e

a o de Messante s a tod e regiã s e r t r rten o inte arabén atubas novado e V sã al l. P oi io otic Lír o Jorn atérias to lega de Jab ção tã a t i a r Ma panho s as m ” é mu O povo munic a o m o . c d c o Ac o. To Boni balho io de ã o e ra tes ediç luna d belo t um m rten e V o o um nal A“C M pel tempos Jor avés de uV J o á d do cia h atr com ipe e equ es, que toda a ação mer este. a o toda ele Lop o para inform om r com a e z t i zi lc nd de uar araben l a Gra ibiliza canal parcia reD p ia te ar im on oe Cés aria de espec m disp gião es mica e nicípi u e t m e â Gos inas, e ssoal v bas e r a, din to do m n u e r t n M e p e a de enho otic m mod volvim ade. b a p em de de J guage desen ngevid o n nida uma li ra e no sso e l e u com na cult ns, suc é foco . Parab gião

nas reconhecer nossa presunção de achar que o que está aqui pronto agora no mundo moderno é errado. Voltamos então à rotina, e nela esperamos que um dia as coisas possam ser melhores para nós, nossa família, nossos filhos. Quiçá uma vida tranqüila digamos, “financeiramente”. Então vamos a uma loteria e fazemos uma aposta em um jogo qualquer. Eis o mistério da fé financeira! Estamos alimentando o Estado, colocando graxa em sua engrenagem, alimentando nossos sonhos de sonhos. Aí vamos para nosso lar, já exaustos de tanta correria e batalha, onde mal podemos conversar ou interagirmos com nossos familiares. Nos resta então dormirmos e imaginarmos um dia ou uma vida melhor. Mas nessa noite de sono, ou no dia de amanhã, essa vã rotina pode ser interrompida ou por questão de saúde ou por falta de apoio do “Verdadeiro Estado Democrático”, que deveria zelar pela segurança, saúde, educação e respeito aos cidadãos, que contribuem com o suor do seu trabalho e com os impostos que lhes são tirados mensalmente de seus ganhos. Então, a “ditadura democrática” aplaude pois não temos força, competência para reagirmos ou tentar colocar em prática a verdadeira Democracia, que é um governo legalmente constituído com pessoas sérias, eleitas pelo voto e que trabalham para a população (e essas pessoas existem), mas infelizmente outros acabaram gostando da brincadeira.

Siga-nos: Twitter: www.twitter.com/JornalVMinas Facebook: www.facebook.com/VertentesdeMinas

E-mails: bonico@jornalvertentesdeminas.com.br ricardo@jornalvertentesdeminas.com.br rogerio@jornalvertentesdeminas.com.br redacao@jornalvertentesdeminas.com.br publicidade@jornalvertentesdeminas.com.br

(31) 8893 8255 / (31) 9134 2722 www.jornalvertentesdeminas.com.br

EXPEDIENTE:

2

Jornal Vertentes de Minas LTDA Rua Raimundo Alegria Neves, 311, Nossa Senhora da Conceição, Jaboticatubas - MG CNPJ: 15.026.465/0001-99 Editor: João Bosco Sales - MG 06684-JP Diagramação: Ricardo Santos / Colaboradores: José Bonifácio, Paulo Ponce, Rodrigo Siqueira, Rogério Nolasco, Henrique Suppes e Alex Rezende / Impressão: O Tempo Serviços Gráficos / Tiragem: 4.000 exemplares. ACESSE:www.jornalvertentesdeminas.com.br


MINAS

POLÍTICA “Precisamos de uma reforma total na Constituição”, diz Bonifácio Andrada Agência Câmara

O parlamentar defende a reforma total da Constituíção

Agência Câmara O estudo da atual Constituição brasileira e de sua execução revela, entre outras questões muito sérias, a falta de autonomia do Poder Legislativo, dos estados, e das universidades. A opinião é do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), que destacou a necessidade de reforma total da Carta Magna. Segundo o parlamentar, o Poder Legislativo vem encontrando dificuldades para a sua atuação e produção. “O Legislativo brasileiro hoje não passa de uma instituição homologatória. Nós aqui pouco ou nada produzimos. As medidas provisórias impedem os membros desta Casa, deputados e senadores, de realizar seu papel,

BRASIL

as suas atividades de representação popular”, afirmou. Segundo Bonifácio de Andrada, 90% das aprovações da Casa decorrem de medidas provisórias, e o Poder Legislativo é submisso ao Executivo. O deputado afirmou que os estados também não têm autonomia. As unidades da Federação, disse, estão totalmente atreladas ao Poder Executivo Federal, tanto do ponto de vista tributário como do ponto de vista legislativo. Para Bonifácio de Andrada, outro problema é a falta de autonomia das universidades. O deputado disse que o Ministério da Educação e a burocracia federal produzem dificuldades para as instituições, o que provoca, inclusive, as atuais greves.

Polícia Federal Desarticula rede internacional de pornografia infantil Polícia Federal - RS

A Polícia Federal desencadeou nesta semana, a Operação DirtyNet com o objetivo de desarticular uma quadrilha que compartilhava material de pornografia infantil na internet. Estão sendo cumpridos 50 mandados de busca e apreensão e 15 mandados de prisão nos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Ceará, Pernambuco, Maranhão, Rio Grande do Norte e no Distrito Federal. Há seis meses a Policia Federal monitora redes privadas de compartilhamento de arquivos na internet, onde foram detectadas intensas trocas de material de cunho sexual envolvendo crianças e adolescentes. Os suspeitos, integrantes de um mesmo grupo, valendo-se da suposta condição de anonimato na rede, trocavam milhares de arquivos contendo cenas degradantes de adolescentes, crianças e até bebês em contexto

Polícia Federal/Divulgação

de abuso sexual. Além da troca de arquivos foram identificados ainda relatos de outros crimes praticados pelos envolvidos contra crianças, inclusive com menção a estupro cometido contra os próprios filhos, sequestros, assassinatos e atos de canibalismo. Os alvos brasileiros compartilhavam material de pornografia infantil ainda com outros usuários da internet em mais 34 países - Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Bósnia, Canadá, Chile, Colômbia, Croácia, Emirados Árabes Unidos, Equador, Estados Unidos, Filipinas, Finlândia, França, Grécia, Indonésia, Iran, Holanda, Macedônia, México, Noruega, Peru, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Rússia, Sérvia, Suécia, Tailândia e Venezuela. A Polícia Federal já comunicou através da Interpol os países envolvidos para que os seja dado prosseguimento às investigações a fim de identificar todos os envolvidos.

VERTENTES DE MINAS Jaboticatubas e São José de Almeida - 30 de junho de 2012

Cavaleiros de Jaboticatubas se juntam a Romeiros em Conceição do Mato Dentro Jubileu do Bom Jesus de Matozinhos é uma das principais festas que marcam o calendário de Conceição do Mato Dentro. A festa religiosa acontece durante onze dias, começando em 13 de junho, dia de Santo Antônio, e indo até o dia 24, dia de São João. A Comitiva Fazendo Amigos de Jaboticatubas fizeram o passeio à cavalo até a cidade. A cavalgada partiu da casa de “Tinô”, na Serra do Cipó no dia 21 de junho, com destino a Conceição do Mato Dentro. A Comitiva foi composta de 27 cavaleiros e cinco carros de apoio. Joaquim Tumé, cozinheiro oficial, também viajou com a equipe. “Fizemos o trajeto em duas marchas, sendo do Cipó ao Tijucal, que é um distrito de Conceição. Fomos recebidos e pernoitamos na fazenda Fazenda Bom Jesus do Tijucal. No segundo dia, partimos de lá com destino ao santuário em Conceição do Mato Dentro”, conta César Duarte.

3

Fotos: César Duarte/Comitiva Fazendo Amigos

Após a chegada em Conceição, parte dos cavaleiros ficou acampada juntamente com outros romeiros. Todos os anos são recebidos na cidade milhares de romeiros em busca das graças do Senhor Bom Jesus. Durante o período da festa, são realizadas missas em honra ao Bom Jesus, adorações e bênçãos do Santíssimo Sacramento. É durante o jubileu que fiéis de todas as partes do Brasil vem pagar suas promessas e pedir graças para o próximo ano. O Jubileu é realizado há mais de 220 anos e teve sua origem no principio do século XVIII, após ter sido encontrada a primeira imagem do Bom Jesus e a ela atribuídos os primeiros milagres.

INTERNACIONAL

O processo de impeachment que levou à queda de Lugo ocorreu uma semana depois do Congresso abrir o processo

Lugo quer recorrer à Corte Interamericana de Direitos Humanos Antonio Cruz/ABr

O ex-presidente do Paraguai Fernando Lugo analisa a possibilidade de denunciar à Corte Interamericana de Direitos Humanos a forma como foi conduzido o processo de impeachment que o tirou do poder. O argumento Lugo pretende denunciar irregularidades no processo que será levado à Corte pelos advoga- está analisando a possibilidade de ser dos do presidente Lugo é que houve candidato ao Senado nas eleições do violação de direitos humanos por falta ano que vem. Depois de deixar a Presidência, de um processo justo e de direito de defesa. O processo que levou ao impeach- Lugo constituiu um gabinete de governo paralelo e se reúne todos os dias mentde Lugo durou dois dias. “Vamos fazer a demanda, se for com seus colaboradores políticos. O processo de impeachment que possível, diante das cortes internacionais”, disse Lugo. Contudo, seus cola- levou à queda de Lugo ocorreu uma boradores políticos consideram prati- semana depois que o Congresso camente impossível que ele volte à abriu um processo contra ele, aleganPresidência da República. O próprio do mau desempenho na Presidência Lugo informou, anteriormente, que da República.


4

CIDADE

VERTENTES DE MINAS Jaboticatubas e São José de Almeida - 30 de junho de 2012

Graziele Lopes

Os festeiros fizeram uma homenagem para Evelin, que tinha o sonho de organizar a festa na comunidade

Devoção a Santo Antônio e Sagrado Coração reúne fieis na comunidade dos Teixeiras A tradicional Festa de Santo Antônio e Sagrado Coração de Jesus na comunidade dos Teixeiras, reuniu centenas de pessoas em quatro dias de evento. A comunidade está localizada entre as cidades de Jaboticatubas e Taquaraçú de Minas. Em sua 26ª Edição, a festa foi organizada pela família a amigos de Evelin. A jovem tinha o sonho de ser festeira na comunidade. Fieis se reuniram na Capela dos Teixeiras para realizar o tríduo de Santo Antônio e Sagrado Coração de Jesus nos três primeiros dias do evento que começou na quinta-feira (14). No sábado, um grande público reuniu para acompanhar a cavalgada que teve concentração na Fazendo Parreira. Mais tarde, foi finalizado o tríduo. No domingo, encerramento da festa, uma multidão acompanhou o cortejo das imagens de Santo Antônio e Sagrado Coração de Jesus. Houve ainda confissão comunitária, missa solene em louvor aos santos homenageados e

Graziele Lopes

A missa foi realizada ao lado da Capela

leilões de bezerros. “Organizamos a festa com muito carinho e com apoio de amigos e da comunidade. Só temos a agradecer a todos pelo resultado do evento, realizamos o sonho de Evelin”, conta Elen Patrícia Marques, irmã de Evelin. Após a missa, foi distribuído o pão de Santo Antônio, que segundo a crença popular, se colocado junto aos recipientes que guardam arroz e feijão, a família nunca passará necessidade. Festeiros Familiares a amigos de Evelin resolveram ser festeiros para homenagear e realizar o sonho da jovem. Segundo a família, a então recém formada em DireiGraziele Lopes

Capela de Nossa Senhora das Dores está de portas abertas para receber comunidade

A Capela de Nossa Se- espaço para nhora das Dores, localiza- a cultura e a da ao lado do Cemitério história jaboticatubense. Municipal, foi reformada “Não podemos deixar la tão importante para o e entregue aos jabotica- que nossas tradições e município”, observa. tubenses. A obra é fruto nossos patrimônios se O Templo, erguido em do empenho da Confe- acabem. A comunidade homenagem a Nossa Serência de Nossa Senho- já tomou consciência dis- nhora das Dores, foi ideara das Dores e de toda a so. Durante a reforma re- lizado pela mãe do Padre comunidade. “A Capela cebemos muitas doações, Messias Marques Afonestava danificada e pre- inclusive de mão de obra. so. Hoje, a Conferência de cisava muito da reforma. Prova do comprometi- Nossa Senhora das Dores A Conferência tomou mento da comunidade é responsável pela Capefrente para encontrar a para preservar esta Cape- la. Todos os seus memsolução e com o apoio dos bros trabalham vomoradores, que abraçaluntariamente. “A ram prontamente a causa, comunidade confia foi possível reformá-la”, no nosso trabalho e conta o segundo tesoureiestá engajada para ro da Conferência, Marcíajudar e participar lio Moacir Araújo. de todas as ativiA Capela, que já fez dades. Trabalhaparte do roteiro das fesmos por prazer. O tividades religiosas, dennosso pagamento tre elas a Semana Santa, vem das graças está entre as mais antigas que Deus coloca do município e faz parte em nossas vidas”, do patrimônio da cidade. revela o tesoureiro, Segundo Marcílio, a comu- Marcílio é membro da Confeque também é denidade conhece a impor- rência de Nossa Senhora das voto de Nossa Setância da preservação do Dores e devoto da santa nhora das Dores.

to, queria ser festeira na comunidade, mas a pedido da mãe, ela adiou para o ano seguinte sua vontade, devido ao trabalho e o excesso de tarefas acadêmicas. Antes de poder assumir o evento para o ano seguinte, a jovem veio a falecer, aos 22 anos. “Trabalhamos para fazer o evento do jeito que ela sempre sonhou. Sem dúvidas estamos realizando o sonho dela. Evelin merecia isso e muito

mais. É uma pessoa que está marcada na vida dos familiares, dos amigos e toda a cidade”, conta emocionado Diego Armando. A jovem, que era devota de Santo Antônio e Nossa Senhora de Aparecida, sempre foi muito religiosa, mas de maneira muito discreta. “Descobrimos que ela rezava o terço todos os dias dentro do ônibus”, revela Elen.

Graziele Lopes

41 anos de matrimônio O casal Luis de Lima Torres, conhecido como Pacheco, e Francisca Soares Lima, conhecida como Lilica, comemo-

rou o aniversário de casamento. Há 41 anos o casal esteve na Capela de Santo Antonio, no mesmo local onde é realizado o evento, para unir suas vidas. A cerimônia, celebrada pelo então Padre Antônio, marcou para sempre a vida do apaixonado casal. “Desperdiçada a hora que separamos por qualquer minuto. Eu não tolero a minha esposa, eu quero viver com ela”, declara Pacheco. O amor do casal gerou três filhos e seis netos. “Trabalhamos juntos e somos muito felizes. Nunca tivemos uma briga, nosso relacionamento foi sempre pautado na compreensão, na confiança, no repeito e amor”, conta Francisca.

Encontro de mulheres debate temas importantes do universo feminino Graziele Lopes

Graziele Lopes

O encontro é muito esperado pelas mulheres da Igreja O encontro de mulheres na Igreja Batista Aliança com Deus reuniu dezenas de mulheres para tratarem assuntos pertinentes do dia-a-dia. O encontro organizado pela diaconisa Rosa Cristina, é muito esperado e o próximo já tem dada marcada. “O próximo encontro será em setembro. Traremos profissionais para palestrar sobre direito das mulheres dentre outros assuntos”, conta Rosa. Dentre os temas debatidos, a importância da mulher na família foi

um deles. “As irmãs ficaram contentes em poder debater o tema abertamente”, avalia a diaconisa. Elizete participou pela primeira vez e aprovou o encontro. “Adorei! É muito importante ter encontros assim”, afirma a evangélica. A Igreja Batista Aliança com Deus está aberta para todos que queira participar do encontro. No dia 14 de julho será realiado o “Sabadão Jovem!”. Todos estão convidados a participar.


CIDADE

VERTENTES DE MINAS Jaboticatubas e São José de Almeida - 30 de junho de 2012

5

A cena se repete por todo o município e moradores têm medo de acidentes

Moradores de vários bairros em Jaboticatubas reclamam da má pavimentação das ruas Moradores de Jaboticatubas sofrem com os buracos que já fazem aniversários pelas ruas da cidade. O descaso se repete em todas as regiões do município e preocupa moradores e motoristas. Na Rua Joana de Melo, no bairro São Vicente, uma das vítimas foi A. E. M, de 11 anos. A criança perdeu o controle da bicicleta em um dos buracos da via e acabou caindo. A criança foi encaminhada para o Hospital e precisou ser medicada. “Estava voltando para a casa quando a roda deslizou no cascalho e acabei caindo no buraco”, relata a criança. A cena se repete no bairro Bom Jesus onde a Avenida Ernestino Moreira Marques está com asfaltado totalmente danificado. Motoristas fazem manobras arriscadas para escapar dos grandes buracos da via. “Aqui é o acesso para Lagoa Santa. É preciso ter mais cuidado com a via. Passa ônibus, passa carro, motos e até mesmo crianças de bicicletas. A via oferece grande risco de acidente, eu mesmo já presenciei cenas que poderiam resultar em acidentes graves”, conta um morador que pediu para não ser identificado. No bairro São Benedito, a rua São Vicente está com trecho totalmente intransitável. O calçamento da via, que dá acesso a rua São Vicente, foi quase todo levado pelas enxurradas. “A rua foi calçada no final de 2008

Fotos: Graziele Lopes

Av. Ernestino Moreira Marques no Bairro Bom Jesus

Rua Cônego Acácio, Bairro Nossa Senhora da Conceição

Rua Raimundo Alegria Neves, Bairro Nossa Senhora da Conceição

Rua São Vicente, Bairro São Benedito

Estrada que liga Jaboticatubas a São José da Serra

Ao lado do buraco na Rua Joana de Melo, garoto confere os joelhos machucado

e nunca teve manutenção. Os problemas começaram a aparecer logo após a obra. Na primeira chuva o calçamento foi danificado. Não dá para passar nem mesmo a pé, pois a rua é muito íngreme e tem grande chance de queda. Carro nem pensar”, protes-

ta o morador, Wanderson Cassimiro, que mora há mais de 20 anos no local. As ruas Raimundo Alegria Neves e Cônego Acácio, no bairro Nossa Senhora da Conceição, também estão em situação de precariedade. Os buracos tomaram conta das vias e preocu-

pam os moradores. “Para quem está em dia com o IPTU e cumpre com as obrigações, é um absurdo ter uma rua tão ruim. Os carros desviam dos buracos , obrigando os pedestres a procurar uma forma de se proteger. Tem muitas crianças no bairro. Está muito perigoso”, relata Fernanda Santos Gonçalves, 29 anos, que reside no bairro. A Rua Dom Carlos, no Centro da cidade, também tem preocupado os motoristas. A rua está fora de nível e a beira de ficar intransitável. A via, que é caminho para São José de Almeida e várias comunidades, é uma das principais da cidade. Segundo moradores, os problemas começaram a aparecer após o desvio do trânsito da Rua Benedito Quintino, no sentido Centro/Bairro, para o local. Não é só a região urbana do município que sofre com a má pavimentação das vias. Na estrada que liga Capão Grosso a São José da Serra, por exemplo, há alguns meses, um enorme buraco tomou conta da via. Na estrada, além de carros de passeio, passam ônibus escolares e é o principal acesso à comunidade. A Prefeitura informou em março desde ano, que já havia sido feito a licitação e dada a ordem de serviço para pavimentar 30 ruas na cidade. Mas não informou se as ruas citadas estariam incluídas para pavimentação.

Grande Arraiá do Almeida marca festividades juninas em Jaboticatubas Fotos: Graziele Lopes

Peça escrita por D. Nilce ganhou vida no palco

O Grande Arraiá do Almeida marcou as festividades juninas em São José de Almeida, Distrito de Jaboticatubas. Centenas de pessoas foram à praça local assistir o teatro apresentado por adolescentes, que encenaram o tradicional casamento na roça, mas com adaptações aprovadas pelo publico. “A festa foi muito bonita. Não pode parar mais, precisamos de eventos bonitos assim em nossa comunidade”, enfatiza Maria Antonia Bueno, 65 anos. Além do casamento na roça, houve apresentação de quadrilha. Os dançarinos eram de todas as idades e ao final o publico entrou no clima da dança. “Este evento é muito importante para Almeida. As pessoas ficaram ansiosas esperando. O casamento na roça e a quadrilha foram fantásticos.

Com certeza é um evento para marcar a comunidade”, avalia Edinéia Fátima Fernandes. Além das apresentações de teatro e quadrilha, houve bingo, funcionamento de barraquinhas e música ao vivo com Alfredinho e Cia. O casal Adriano Sorrentino e Carina Nunes levou a filha e os sobrinhos para participarem da festa. A expectativa da família é que o evento continue nos próximos anos. “É preciso que o Arraiá tenha continuidade. A festa é ótima e anima o mês de junho. Além de reforçar as raízes culturais, mantém as tradições do local”, enfatiza Adriano Sorrentino. Após vários anos sem ocorrer a festa junina na comunidade, o recém-criado Espaço Cultural Nilce dos Santos Moreira assumiu a realização

do evento. Segundo a presidente do Espaço Cultural, Elicélia Nogueira Soares, a festa terá continuidade. “Para gente é um prazer imenso realizar o evento. Acreditamos na cultura como promoção da cidadania e transformação da realidade. É um prazer promover este resgate cultural. Espaço Cultural O nome do Espaço Cultural Nilce dos Santos Moreira foi sugerido pela ex-presidente da Jabotur, Arlete Nogueira. Nilce foi uma personalidade impar no desenvolvimento cultural do município. Escreveu várias peças teatrais, inclusive o texto do casamento na roça encenado durante “O Grande Arraiá do Almeida”. “Os adolescentes que participaram do teatro ficaram encantados com o texto escrito há mais de 30 anos. Quase não foi necessário fazer ajustes”, conta Elicélia.

Nilce dos Santos Nogueira Nilce dos Santos Nogueira nasceu no dia 05 de agosto de 1928, em Jaboticatubas. Filha de João Nogueira Duarte e Eliza de Paula Santos, Nilce viveu os primeiros anos de sua vida em um local conhecido então como “Retiro”, hoje Fazenda Santa Clara, no distrito de São José do Almeida. Aos sete anos mudou-se para a casa da avó, em Jaboticatubas, para iniciar os estudos. Após quatro anos na cidade teve que retornar para a casa por motivo de força maior, mas levou consigo todos os cadernos de escola e de poemas. Em seu coração, uma imensa vontade de continuar os estudos. Casou-se em outubro de 1949, com Gentil Soares Marques, tiveram 11 filhos 16 netos e quatro bisnetos. Todos herdeiros do prazer de recitar poemas, realizar pequenas peças teatrais, cantar canções patrióticas ou humorísticas, escolhidas entre os cadernos, buscadas na memória ou criadas pela D. Nilce. A corajosa mulher encabeçava abaixo-assinados, escrevia a políticos, cobrava a solução de problemas. D. Nilce dedicou sua vida à família, aos seus cadernos, à sua horta e seu jardim, aos quitutes que preparava como poucos no fogão à lenha, aos bordados, aos cânticos e orações, mas se queixava com freqüência de não ter podido estudar e se formar. No dia 26 de junho de 1983, D. Nilce se despediu de todos, mas ainda contribui, e muito, para o desenvolvimento cultural da nossa cidade.


6

VERTENTES DE MINAS Jaboticatubas e São José de Almeida - 30 de junho de 2012

CIDADE

Dia de São João é comemorado aos son grande demonstração d A tradicional Festa de São João, na comunidade Quilombola do Mato do Tição, reuniu mais de mil pessoas de toda a região. Os visitantes assistiram e dançaram com as apresentações de candombe sob os batuques dos tambores. Maria Francisca, 59 anos, da cidade de Santa Luzia, participou da Festa pela primeira vez e se encantou com a grande manifestação de fé. “Quero voltar mais vezes. É muito bonito as homenagens para São João e impressionante a manifestação de fé da comunidade”, analisa Maria. Devotos de São João se reuniram na casa de Dona Divina para rezar em louvor ao santo. Logo após uma multidão se juntou para segurar o suporte onde foi hasteada a bandeira de São João. E aos seus pés, foram colocadas as velas. Novamente os tambores soaram

anunciando a apresentação do candombe, enquanto a virada da noite era esperada. As brasas de uma grande fogueira foram espalhadas pelo terreiro e chegava o momento mais esperado: O dia de São João. A meia noite em ponto, os olhares se voltaram para o tapete de brasas, por onde passaram devotos de São João com os pés descalços. Fernando Ferreira, 15 anos, atravessou o tapete vermelho pelo terceiro ano consecutivo. “Nasci e cresci na comunidade. Sempre gostei da cultura do meu povo. Quando passo pela brasa sinto ela fria sob meus pés. É a fé que me guia”, revela o adolescente. Igor Eduardo, 12 anos, e Everson José, 13, confessam que ainda precisam criar mais maturidade para passar pelas brasas. Os adolescentes são filhos da comunidade e querem manter a tradição deixada pelos

antepassados e ensinada pelos mais velhos. “Gostamos do candombe, do congado, das brincadeiras de roda e tudo que tem aqui na comunidade. Gostamos principalmente do candombe”, contam os jovens. Sr. Dante e Dona Divina estão sempre de portas abertas para receber as visitas. “Estou muito satisfeito com a presença do povo”, comenta Sr. Dante. “Fico feliz em ver todos animados e brincando na noite de São João. É bonito o terreiro cheio. É isso que gosto de ver aqui na comunidade”, conta Dona Divina. O filho da comunidade, Sílvio de Siqueira, conhecido com Badú, ficou muito contente com a grande presença do publico. O momento faz com que Silvio relembre o dia de São João desde sua infância. “É muito bonito ver a comunidade cheia de visitantes e

pa te um m vi vi da

va de ra se

Fotos: Graziele Lopes

Fláv Sr. Dante

Dona Divina

Sílvio Siqueira

Batuque

Igor Eduardo

Passagem na brasa


VERTENTES DE MINAS Jaboticatubas e São José de Almeida - 30 de junho de 2012

CIDADE

ons dos tambores e de fé

articipando das festividades. Antigamene não tinha luz na comunidade. Fazíamos m pavio, colocávamos azeite de coco ou mamona e amarrava a um bambu, para serir de lamparina. O terreiro ficava cheio de isitantes. Após a passagem na brasa, todos ançavam até amanhecer”, relembra Silvio. Após a passagem na brasa a festa estaa apenas começando. O terreiro foi palco e uma grande roda. Os nativos ensinaam aos visitantes a dança de roda e todos e divertiram pela madrugada.

Vozes do Morro Durante a Festa, foram capturadas imagens para o vídeo clipe da Banda Tambores do Matição. O grupo foi selecionado pelo Projeto Vozes do Morro 2011/2012. Os artistas e bandas selecionadas pelo Projeto recebem cópias de CDs e DVDs com gravações de suas músicas e participam de um grande show que celebra cada etapa do Programa. Além de ter o vídeo clipe exibido nos principais canais de televisão.

"O EMPREENDIMENTO INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA JABOLAC LTDA, CNPJ: 07.565.327/0001-50, POR DETERMINAÇÃO DO CONSELHO ESTADUAL DE POLÍTICA AMBIENTAL - COPAM, TORNA PÚBLICO QUE SOLICITOU ATRAVÉS DO PROCESSO N. 10542/2012, LICENÇA DE OPERAÇÃO PARA A ATIVIDADE PRINCIPAL FABRICAÇÃO DE PRODUTOS ALIMENTARES, NÃO ESPECIFICADOS OU NÃO CLASSIFICADOS, LOCALIZADO NA RUA JK, N. 1688, BAIRRO SANTO

vio, Regiane e filhos aprovaram o Festival

ANTONIO, CEP: 35830-000 JABOTICATUBAS - MG."

TUDO EM MATERIAIS ELÉTRICOS CABO FLEXÍVEL CORFIO - 1,5mm² CABO FLEXÍVEL CORFIO - 2,5 mm²

R$ 39,32

R$ 62,61 PADRÃO CEMIG a partir de

LÂMPADA ELETRÔNICA FLC 15 W

R$ 4,99

R$ 232,00 MANGUEIRA SANFONADA ¾ rolo 50 metros

R$ 19,90

FONES: (31) 3683-1650

Rua Dom Carlos Vasconcelos, 541 Centro - Jaboticatubas www.epieletroeletronicos.com.br

7


8

VERTENTES DE MINAS Jaboticatubas e São José de Almeida - 30 de junho de 2012

CULTURA Uma vida pela comunidade do Bamburral

Graziele Lopes

Aos 81 anos, Enéias Siqueira de Castro, conhecido como Sr. Enéias, conta suas lembranças da comunidade de Bamburral, local onde nasceu, cresceu, criou a família e reside até hoje. Casou-se com Alice Isabeli de Siqueira há 58 anos. Ao lado da companheira, Eneias lutou energicamente para criar os 10 filhos. Hoje, já são 23 netos e 16 bisnetos. “Lutamos muito para criar e educar os filhos. Foi graças as lavouras que plantamos, a farinha, o queijo, a cachaça e muitos outros produtos que produzíamos. Tudo isso sempre ao lado da minha esposa”, revela Eneias. Além do amor e o esforço para sustentar a família, Eneias tinha ouEnéias, uma de suas netas e a esposa tra paixão: a comunidade em que

vivia. Movido por este sentimento, tomou frente, com o apoio da comunidade, para construir o primeiro grupo escolar no local. Em 1954 a construção da Capela de Nossa Senhora das Graças. Em 1961, Eneias também esteve a frente da criação de uma unidade da Sociedade São Vicente de Paula (SSVP), que tem como principio a missão de aliviar a miséria espiritual e material dos que vivem em situação de risco social. “A Sociedade São Vicente de Paula recebe doações de toda a comunidade. Mas como, graças a Deus, atualmente não há nenhuma família necessitada no local, os donativos são encaminhados para o Conselho

PALAVRAS CRUZADAS

Resposta:

Central em Jaboticatubas. Já houve casos extremos que a SSVP ajudou a salvar vidas e hoje essas pessoas caminham independentes”, explica o aposentado. Eneias também foi um dos fundadores da Associação Comunitária de Bamburral, que trouxe benefícios para a comunidade, dentre eles a construção da Escola Municipal Juscelina Maria Maia. “Hoje a nossa comunidade tem comércio, tem escola para as crianças e continua progredindo a cada dia mais. Lutei muito, juntamente com a minha família e a comunidade. Sou um homem realizado, mas tenho em mente que ainda há muito para fazer”, conta Eneias.

SUDOKU

Horizontal Baile a fantasia – ia – G – Alfafa – rara - S – nega – Atestado médico – ano – F – Mi – Li – Alice – Dosa – por pouco - pomar Vertical Readaptado – en – R – fuso – cela – ao – Fla Flu – Afta – D – Comico – Nair – E – T – Anel – Agredido – Agi – OM – Rir – Acusa – Aos – Orar

Previsão para o mês de julho

HORÓSCOPO Áries - 21/03 a 20/04

O mês de Julho será de grandes mudanças tanto a nível interior quanto exterior. Vai sentir uma necessidade muito grande de retomar ou de continuar tudo aquilo que deixou para trás.

Touro - 21/04 a 20/05 Neste mês sentirá necessidade realizar uma autoavaliação e modificar alguns hábitos. A aventura e o desconhecido, assim como novas experiências vão fasciná-lo nesta época.

Gêmeos - 21/05 a 20/06 Este será um período marcado pela transformação. As sensações que causará nos outros serão bastante positivas, pois o seu magnetismo também contribuirá para isso. Saia da rotina.

Câncer - 21/06 a 21/07 Neste período tanto a sua sensibilidade como a sua intuição irão estar bastante apuradas. No entanto, isto poderá não ser tão positivo quanto parece, algumas pessoas poderão te surpreender.

Leão - 22/07 a 22/08

O mês de Julho será propício para o diálogo com pessoas próximas, por necessitar de conselhos e ajuda. Poderá sentir-se um pouco dividido entre a sua vida profissional e emocional.

Virgem - 23/08 a 22/09 Neste mês se sentirá com a energia revigorada. A sua necessidade e capacidade de fazer movimentações, farão com que à sua volta ninguém consiga estar parado. Aproveite para realizar projetos.

Libra - 23/09 a 22/10 Os nativos de Libra vão sentir um grande equilíbrio e bem-estar na sua família. É provável que surja uma grande necessidade de estar com a sua família e mimar quem mais precisa.

Escorpião - 23/10 a 21/11 O mês de julho será uma fase em que a energia estará reforçada e sentirá uma necessidade enorme de pôr em prática tudo o que tem em mente. Momento ideal para avançar.

Sagitário - 22/11 a 21/12

Os sagitarianos se sentirão mais jovens e com mais necessidade de iniciar coisas novas. Estará com um espírito mais aventureiro. A sua mente estará mais aberta e preparada para viver novas experiências.

Capricórnio - 22/12 a 20/01 Julho será um período em que estará mais centrado no ambiente familiar, sobretudo se lida com crianças ou com pessoas de idade. Estará passando por uma fase de transformação.

Aquário - 21/01 a 19/02 Para o nativo de Aquário esta será uma fase repleta de recordações e de grandes emoções relacionadas com o passado. É natural, que sinta uma vontade enorme de voltar no tempo.

Peixes - 20/02 a 20/03 O mês será uma fase de avaliação e conhecimento interior, em que sentirá uma maior necessidade de trazer à superfície as suas convicções e, sobretudo, analisar mais o seu lado espiritual.


VERTENTES DE MINAS Jaboticatubas e São José de Almeida - 30 de junho de 2012

CULTURA

9

Memória VIVA

A escola é a mais antiga do município e possuí até hoje a ata lavrada no dia da inauguração no início da década de 20

São José da Serra comemora 90 anos da Escola Municipal Benfica Moreira Marques Fotos: Divulgação

Benfica Moreira Marques

A Escola Municipal Benfíca Moreira Marques é a escola mais antiga do município de Jaboticatubas. O prédio que sediou a escola foi construído pela comunidade de São José da Serra e inaugurado em 24 de julho de 1922, época em que a cidade ainda pertencia ao município de Santa Luzia. O idealizador e propulsor do projeto foi o fazendeiro da localidade, Benfica Moreira Marques, na época proprietário da Fazenda da Serra. Benfica também doou o terreno, localizado em frente sua residência, para construção da escola. Hoje esse prédio pertence a família de D. Isolina Augusta dos Santos. O primeiro nome da escola foi Escola Rural Mixta do Povoado da Serra. Depois, em homenagem ao seu fundador, passou a chamar E.M.Benfíca Moreira Marques. Na cerimônia de inauguração, registrada em ata, estiveram presentes muitos alunos, o Inspetor escolar Sr. José Luiz Marques (Pai de Leônidas Marques Afonso e sogro de Benfica), a professora D.Marieta Nogueira, primei-

GUIA CULTURAL

ra professora nomeada para trabalhar escola de São José da Serra. A escola funcionou no mesmo local até o ano de 1971, quando foi construído um novo prédio pela Administração Municipal. Na época o prefeito era Reginaldo Costa Reis. O prédio foi construído no terreno doado por Henrique da Costa Santos. Em 1987, a escola foi vinculada a Escola Estadual Cândida de Lima Olyntho Ferraz, localizada no bairro Santo Antônio, em Jaboticatubas, passando ao nome de Escola Vinculada Cândida de Lima Olyntho Ferraz. Em 1996 foi desvinculada e voltou ao antigo nome: Escola Municipal Benfica Moreira Marques. De todos os professores e professoras que passaram pela escola, destaca-se o nome de D. Isolina Augusta dos Santos que lecionou de 1949 a 1974. Bodas de Álamo A Escola irá comemorar, com festa para a comunidade, os 90 anos da Escola. O evento será no dia 21 desde mês, a partir das 15hs.

Fotos: Arquivo/Família

Benfica Moreira Marques, nascido em 17 de setembro de 1885, filho de Veríssimo Moreira Marques e Raimunda Augusta Marques, foi criado no Sopé da Serra do Espinhaço. Esta fazenda muito próspera, no passado pertencia ao Padre João da Costa Viana, por isso todos a chamam “Fazenda do Padre João”, depois Fazenda da Serra, de propriedade da família Marques. Benfica era o mais velho de seis irmãos, estudou em Ouro Preto e se empenhou em cooperar com a educação dessa terra. Atuou também, como inspetor escolar da Escola Rural Mixta do Povoado da Serra de 1927 a 1930. Casou-se com Maria da Luz Marques, filha de José Luiz Marques, inspetor escolar na época. O casamento o aproximou ainda mais de Leônidas Marques Afonso, outro nome voltado a promover o progresso de Jaboticatubas. Benfica era um homem próspero que não teve filhos biológicos. Juntamente com a esposa se dedicavam a ajudar as pessoas, promover o bem estar e juntos organizaram o primeiro coral de São José da Serra. Na ocasião da emancipação de Jaboticatubas em 1938, o casal mudou-se para cidade instalando-se na Rua Dom Carlos ao lado de seu cunhado e amigo Leônidas Marques Afonso. Nesta ocasião recebeu o convite para ser secretário da Prefeitura recém-estabelecida. Depois foi escolhido para ser o primeiro delegado de policia do município. Benfica participou de uma sociedade fundada por Leônidas Marques Afonso e composta por quatro sócios para levar iluminação para Jaboticatubas. Apaixonado com a comunidade, Benfica sempre a visitava. Em sua última visita ao local, no dia 24 de maio de 1947, Benfica sofreu um derrame cerebral e veio a falecer no caminho de volta a Jaboticatubas, nas proximidades do Jacinto.


DE MINAS Jaboticatubas e São José de Almeida - 30 de junho de 2012 10 VERTENTES

Bonico José Bonifácio (Bonico) Professor Universitário e Historiador www.bonicocouto.blogspot.com

30 DE JUNHO 1980 - O papa João Paulo II chega ao Brasil pela primeira vez. Ele visitou 13 cidades durante sua visita ao país. Foi chamado pelo povo de “João de Deus”. Um dos maiores Papas da Igreja Católica. 2002 - A Seleção Brasileira conquista o pentacampeonato mundial de futebol, ao derrotar a Alemanha, na final, por 2 a 0. Gols de Ronaldinho (Fenômeno). 01 DE JULHO 1994 - Um novo plano econômico mudou a moeda brasileira do Cruzeiro Real para o Real. A proposta era de que o Real mantivesse paridade com o Dólar. Ficou só na vontade! A diferença é grande, e a favor do Dólar! 02 DE JULHO 1494 – A Espanha reconhece como válido o Tratado de Tordesilhas. Sei não, mas os portugueses deram o “tombo” nos espanhóis. Em 1500 descobriram o Brasil, que antes do tratado era território espanhol. 1940 – Getúlio Vargas sanciona a lei criando o salário mínimo no Brasil. Põe mínimo nisso. Até hoje não cresceu. 03 DE JULHO 1822 – Dom Pedro I cria o Ministério da Justiça do Brasil, e isto antes da Independência. Ótima atitude do governante brasileiro. 04 DE JULHO 1776 – Proclamada a Independência dos Estados Unidos da América. Nascia o “Tio Sam”. Hoje se acham os “donos do mundo”. Coitados! 05 DE JULHO 1922 - Levante dos 18 do Forte de Copacabana (RJ). Célebre movimento de contestação aos governos da República Velha. Os revoltosos defendiam a implantação de uma democracia de verdade. 06 DE JULHO 1917 – Durante a Primeira Guerra Mundial, tropas árabes lideradas por Lawrence da Arábia e Auda ibu Tayi derrotam os turcos e capturam a cidade de Aqaba (localizada na Jordânia). Esse Lawrence da Arábia fez história. INDICAÇÃO CULTURAL

Lawrence da Arábia Sinopse: O filme indicado conta um pouco da história de T.E. Lawrence (1888-1935), também conhecido como Lawrence da Arábia. Em 1916, durante a Primeira Guerra Mundial, Lawrence, então um jovem tenente do exército britânico, pede transferência para a Península Árábica, onde luta contra os turcos, ajudando os árabes na sua libertação. Lawrence era um admirador do povo beduíno, e muito fez pelos árabes. O filme é um épico do cinema inglês. Venceu 07 estatuetas do Oscar. Vale a pena assistir!

EDUCAÇÃO

Feira de Cultura leva estudantes aos tempos dos avós

Fotos: Graziele Lopes

A Feira de Cultura da Escola Estadual Leônidas Marques Afonso (LEMAF), trouxe para o presente, os costumes do passado, que já se encontram quase esquecido nos dias de hoje. O projeto, que envolve as 30 turmas da Escola e todas as disciplinas, aguçou a curiosidade dos alunos em saber como as crianças se divertiam em uma época que não existiam computadores nem brinquedos eletrônicos. “O objetivo é resgatar os costumes do passado e trazer para o presente. Descobrimos que poderíamos aliar atividades lúdicas ao aprendizado e conquistar a atenção dos estudantes, além de trabalhar a questão do espaço, do respeito e da cidadania”, explica a professora Elizete Guedes. A execução do projeto durou dois meses. Os alunos foram divididos em seis equipes. Cada grupo produziu, utilizando materiais reciclados, uma réplica de um carro que circulavam pelas ruas no passado. Os alunos também produziram mosaicos, cartazes, bandeiras, brinquedos antigos e cordões para enfeitar o

espaço usado para apresentação dos trabalhos para a comunidade na última sexta-feira (29). O projeto também inclui contação de histórias. “Os jovens tem dificuldades para imaginar. A contação de histórias permite sonhar, criar fantasias e crescer”, avalia Elizete. Antonio Carlos Ferreira, conhecido como Picão, 49 anos, está maravilhado com o projeto. Durante o dia ele trabalha na Escola e a noite volta para assistir as aulas. “Voltar a estudar foi como resgatar uma oportunidade que não tive no passado. Esse projeto é muito importante para a comunidade escolar. Estimula a criatividade, contribui para os jovens criar personalidade e nos faz voltar a ser crianças”, avalia Antônio. A aluna do terceiro ano, Sirlene Lima Marques, 42 anos, afirna se sentir uma criança entre os colegas. Ela voltou a estudar após 22 anos longe das salas de aula. Aproveitou a experiência que teve durante a infância e contou histórias para os colegas. “O projeto está sendo

muito importante para resgatar aquela criança que está adormecida dentro de cada um de nós. Eu vivi essa época e fico muito feliz em poder recordar as minha lembranças e repassar para os jovens de hoje”, conta a estudante. Victor Iulian, 12 anos, também encantou os colegas com a contação de histórias. O estudante é filho de Hélio Marinho, renomado artista popular no Estado. “Há alguns anos comecei a ouvir meu pai contando histórias nas escolas e as crianças ficavam encantadas. Em pensamento eu tinha comigo: ‘este é o meu pai’. Ainda sou um pouco tímido, mas gosto muito de contar histórias. Eu vejo a cena em minha frente, eu vivo a história que estou contando”, revela Victor. De tantas coisas boas do passado, não podia deixar de relembrar os deliciosos pratos preparados pelas avós. E como não podia deixar de ser, as próprias avós preparam os pratos, que foram julgados por uma equipe avaliadora com vasto conhecimento em gastronomia.

Descarte do Óleo de Cozinha: impactos e soluções Autoria de Caroline Brunelle, Rosiane Martins, Camila Layanne, Rafaela Magalhães, Rodrigo Itaboray Frade - graduandos em Ciências Biológicas - Izabela Hendrix. Um dos fatores que têm impulsionado a reciclagem de resíduos agrícolas e agro-industriais é a degradação ambiental resultante da ação humana, tanto na exploração do ambiente para a produção, quanto no impacto do descarte de resíduos em locais inadequados. Um desses resíduos é o óleo usado, que quando descartado no meio ambiente, pode gerar várias consequências. A primeira delas é tornar a água imprópria para o consumo. A segunda é resultado da formação de uma película de óleo na superfície da água: essa película dificulta a troca de gases entre a água e o ar, o que resulta na morte de peixes e outros organismos dependentes da qualidade da água. Em contato direto com o solo, o óleo pode tornar sua superfície impermeável, aumentando o escoamento superficial e contribuindo para o alagamento de regiões. O descarte do óleo e gorduras em pias, ralos ou vasos sanitários contribui para o entupimento das redes de esgoto, além de dificultar e encarecer o processo de tratamento da água. Na busca por soluções ambientalmente corretas para o descarte do óleo, uma das ideias discutidas consiste em acondicionar o óleo em frascos ou garrafas PET, descartando-o em lixeiras. Porém, ainda que separado e protegido em uma embalagem plástica, este destino não é apropriado, uma vez que será recolhido pelo Serviço de Limpeza Urbana e provavelmente conduzido a um aterro sanitário.

O esquema característico de um aterro é a compactação do lixo, que acarretaria o vazamento do óleo. Consequentemente, haveria uma infiltração no solo, contaminando-o e originando uma impermeabilização, que o tornaria impróprio para uso. Além de comprometer a fertilidade do solo, esse processo tende a propiciar enchentes, por impedir que a água das chuvas penetre na terra. A Secretaria de Meio Ambiente de Belo Horizonte e a Fundação Estadual de Meio Ambiente trabalham em conjunto com a empresa Recóleo, que realiza a coleta do óleo residual e o destina à reciclagem, ou seja, para a produção de novos produtos. As empresas que produzem frituras (bares, restaurantes, padarias, etc.), interessados em participar do programa, entram em contato com a Recóleo que oferece um vasilhame para o armazenamento do óleo e fornece, em troca, produtos de limpeza, tais como: vassouras, rodos, panos de chão, entre outros. No caso de pessoas físicas que queiram participar, basta entregar – voluntariamente – o óleo usado em um dos chamados ecopontos distribuídos por Belo Horizonte. Para realizar essa separação, não se devem utilizar garrafas de plástico (PET), pois estas são recicláveis e quando sujas pelo óleo, tornam-se inúteis para este fim. O descarte do óleo residual em recipientes apresentaria uma solução ambiental e economicamente viável, a partir da efetivação de uma coleta seletiva. Dessa forma, o material coletado poderia ser encaminhado às empresas ou associações de catadores que reciclariam o óleo, transformando-o em novos produtos, por exemplo, o biodiesel e o sabão.


VERTENTES DE MINAS Jaboticatubas e São José de Almeida - 30 de junho de 2012

ESPORTE

11

Instrutores enfrentam as dificuldades para repassar lições de respeito e cidadania através do futebol As crianças e adolescentes do bairro Santo Antônio, em Jaboticatubas, estão descobrindo no futebol uma oportunidade para uma vida melhor. Os instrutores Antônio Julio Pimentel, conhecido como Nô, e Israel Penido, trabalham voluntariamente nos treinos de meninos e meninas do bairro. “Ao invés das crianças ficarem na rua e se envolver com problemas, elas vêm, treinam e levam o esporte a sério. É importante trabalhar para não perder nenhuma de nossas crianças para as drogas nem para a marginalidade”, avalia o instrutor Antônio Júlio Pimentel. Os instrutores enfrentam dificuldades para manter o trabalho com os atletas, que somam 20 meninas e 60 meninos. Os times não têm uniformes e grande parte dos jovens não tem chuteiras. “A maioria das crianças treinam descalças ou com calçados inapropriados. Não podemos ajudar todos os atletas. Utilizamos dinheiro próprio para adquirir bolas, redes para as traves, tinta para marcar no campo, dentre outras providências que são necessárias”, explica Israel Penido. Apesar de todas as dificuldades, os jovens alimentam o sonho de vencer as barreiras e se destaca-

Fotos: Graziele Lopes

Os times não têm uniformes e grande parte dos jovens não tem chuteiras

do como Campo do Santo Antonio, já foi palco de grandes jogos no passado. Famílias inteiras se reuniam para assistir os jogos no estádio. Hoje, o campo fundado em 1979, sofre com o abandono e a falta de recursos. “O campo não é cercado. Muitas vezes tem cavalos no local. O mato fica alto e nós mesmos que roçamos. O campo está muito abandonado”, relata Israel. “Se não tiver apoio e interesse em cuidar do estádio, a cidade tem grande chance de perder uma tradição que já dura 33 anos. São várias gerações que passaram por aqui, seja para assistir os jogos ou para jogar no time. Meu sonho é formar um time forte e ver o estádio bonito e lotado como era antigamente”, conta Antônio.

rem no esporte. Willer Ander, de Todos se esforçam para fazer o me15 anos, se destacou na posição de lhor. Eu gostaria muito de continugoleiro. Segundo os treinadores, o ar jogando e levar a sério o esporte. adolescente fecha o gol Não temos lazer no quando joga na posiÉ importante bairro e essa é uma das ção. “Gosto muito de trabalhar para nossas poucas oportuesporte. Fico feliz quannidades. Seria bom se não perder do me chamam para tivéssemos uniforme nenhuma de para jogar com outros treinar no time adulto. Eu quero fazer carreira nossas criantimes”, conta a atleta no futebol e vou me esJéssica Marques, de 17 ças para as forçar para isso,” revela anos. drogas. o adolescente. O sonho de fazer carreira no Estádio Totó Guedes esporte também tomou conta das O vestiário do estádio está meninas. “Gosto muito de treinar. O Estádio Totó Guedes, conheci- completamente tomado pelo mato

UFC: Wanderlei não conseguiu vencer a revanche Quem imaginava que a luta principal do UFC 147, entre Wanderlei Silva e Rich Franklin, terminaria em nocaute se enganou. Foram cinco rounds de trocação na revanche entre os dois strikers. Rich começou andando para cima e acertou bons socos. No segundo round, Wanderlei teve a grande chance de definir. Acertou um forte soco e seguiu com joelhadas. Franklin caiu, continuou sendo socado,

mas foi salvo pelo gongo. No terceiro assalto, Rich mudou a estratégia e, depois de um soco, aproveitou para derrubar Wanderlei e castigar no ground and pound. Os lutadores seguiram o ritmo nas duas últimas etapas. Nos últimos instantes, Silva chamou Franklin para a luta e houve novamente intensa trocação. No final, as papeletas anotaram por unanimidade a superioridade de Rich Franklin,

Fotos: UFC/Dilvulgação

que, assim como no UFC 99, bateu Wanderlei Silva. “Depois do segundo round não me lembro de mais nada. Por isso, esse é o tipo de luta que eu gosto. Obrigado!”, resumiu Franklin, aplaudido pelo público. “Agradeço a todos pela força. Quase nocauteei ele no segundo round, queria ter dado esse nocaute para vocês. Foi uma honra ter lutado para Na luta entre Wanderlei e Franklin sobraram vários vocês”, declarou Wanderlei. golpes, mas faltou o nocaute


DE MINAS Jaboticatubas e São José de Almeida - 30 de junho de 2012 12 VERTENTES

PUBLICIDADE DE % 75 NTO É AT SCO DE

02 a 15 de julho Av. Cândido Martins, 89, Centro, São José de Almeida - MG Telefone: (31) 3683 5508

Atenção candidatos Jabó e região 2012 Aqui está o seu completo material de campanha Cartaz Cartões Banners Santinhos

Adesivo de para choque Adesivo micro-perfurado Adesivo tipo botons(praguinha)

Completo serviço de Gráfica

Gravações para som volante

Locutores profissionais/ Vozes feminina e masculina

Locação de som e iluminação/locutores para eventos

JORNAL VERTENTES DE MINAS  

Edição V - 30/06/2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you