Page 1

JORNAL UMBANDA BRASIL Ano 8 nº 102 – Distribuição gratuita 10.000 Exemplares – Mensal de 18/04 à 17/05/2018

Editorial

02

Falando de Espiritismo Jovem Espírita

Plantas que curam Benefícios da Mutamba

03 04

Espaço Afro Brasileiro Ogum

O temível guerreiro

Grandes Mestres

São Miguel Arcanjo

14 11

Segredos da Terra Dedicação e Disciplina

13


02 | Jornal Umbanda Brasil

Abril 2018

Editorial

por Armando de Ogum

Ogum em nossas vidas Caro irmãos leitores do Jornal Umbanda Brasil, começamos um novo ciclo dentro de nossas casa assim chega Ogum nosso Patrono General dos Exércitos de Oxalá. Ogum é caminho mudança e porque não transformação, este é um ano que devemos nos preocupar em não sair colocando a coroça na frente dos bois pois a situação em nosso país está difícil não estamos conseguindo ver futuro prospero devemos nos conter e gastar somente o necessário aqueles que tem seu emprego agora é hora de segurar pois não sabemos qual rumo que o nosso país irá, devemos pedir ao senhor dos caminhos que nos ajude nessa caminhada nos dando discernimento para não tomarmos o caminho errado, e que junto aos nossos orixás nos proteja das injustiças causadas pelo nossos governantes.

segurar a economia de nosso país com nossa crença. Se Acha que estou loco faça a conta de quanto cada casa gasta para preparar a feijoada de Ogum mais as Bebidas e põe na conta também as entregas de cada casa e de cada filho, para ver. Pega tudo isso e multiplica pela quantidades de terreiros e de adeptos de nossa crença de matrizes Africanas. Tudo esse valor será gasto em apenas 15 dias os dois finais de semana das festividades. E quanto isso representa em emprego, impostos, para nosso país, será que nossos governantes sabem fazer está conta. Fica o lembrete meus irmãos chega de só tomar pancada a população deve saber que somos muito mais do que uma mera crença em nosso país.

Só vejo o nosso povo reclamar que está difícil de mais a cada ano por isso vos peço discernimento na hora de sua escolha, não podemos mais aguentar um país que não nos dá o mínimo de decência para sobrevivermos, não podemos nos vender por migalhas precisamos de um governo que ame está terra. Nossa religião movimentas milhões de Reais durante o ano, ajudamos a

Renove suas energias

por Bruno

Dimarch

Centro Cultural da Índia Que tal se renovar com energia do Oriente? Localizado na Rua Saruitá, próximo à estação Trianon-MASP do metrô, o Centro Cultural da Índia (CCI) é uma das principais referências e pontes com esse mágico país. A civilização indiana é uma das mais antigas da humanidade. Emmanuel, por meio de Chico Xavier, a descreve como aquela que primeiro trouxe o conhecimento espiritual de Capela ao planeta Terra por meio de seus exilados que lá encarnaram. Ideias de reencarnação e carma já estão presentes em seus registros mais antigos. No CCI, você pode ter contato com as tradições do ensinamento espiritual hindu, da yoga, das danças sagradas, da medicina ayurveda, da culinária e também com elementos da Índia contemporânea, cuja produção científica e cultural mostra que o país evoluiu em questões importantes da

atualidade, sem perder sua ancestralidade. Centro Cultural da Índia Alameda Sarutaiá, 380 - Jardins Horário de funcionamento  Segunda a sexta-feira  12h às 20h 11 3148-3340

h t t p : / / f a c e b o o k . c o m / IndianCulturalCentreSaoPauloBrazil/ Bruno Fischer Dimarch Educação | Arte | Comunicação Skype: bruno.dimarch YouTube: dimarchTV

Abril 2018

Jornal Umbanda Brasil | 15


14 | Jornal Umbanda Brasil

Espaço Afro-Brasileiro

Abril 2018 Por

Bàbálòrísá Mauricio D’ Òṣàgiyán

Ogum (Ògún) é o temível guerreiro Seu dia de saudação se aplica em toda terça-feira, suas cores representantes verde claro ou escuro azul escuro vermelho em algumas qualidades, representados em símbolos como bigorna, faca, pá, enxada entre outros. Parte dominante deste orixa em guerra, conquistas e progresso. Ògún é, na mitologia iorubá, o orixá ferreiro, senhor do ferro, da guerra, da agricultura e da tecnologia. O próprio Ogum forjava suas ferramentas, tanto para a caça, como para a agricultura e para a guerra. Na África, seu culto é restrito aos homens, e existiam templos em Ondo, Ekiti e Oyo. Era o filho mais velho de Oduduwa, o fundador de Ifé, representado materialmente e imaterial no candomblé através do assentamento sagrado denominado igba. Ogum é considerado o principal orixá a descer do Orun (o céu) para o Aiye (a Terra) após a criação, um dos orixas visando a uma futura vida humana. Em comemoração a tal acontecimento, um de seus vários nomes é Oriki ou Osin Imole, que significa o “primeiro orixá a vir para a Terra”. Ogum foi provavelmente a primeira divindade cultuada pelos povos yorubá da África Ocidental. Acredita-se que ele tenha wo ile sun, que significa “afundar na terra e não morrer”, em um lugar chamado ‘Ire-Ekiti’. Orixá conquistador, Ogum fez-se respeitar em toda a África negra pelo seu carácter devastador. Foram muitos os reinos que se curvaram diante do poder militar de Ogum. Foi Ogum quem ensinou aos homens como forjar o ferro e o aço. Ele tem um molho de sete instrumentos de ferro: alavanca, machado, pá, enxada, picareta, espada e faca, com as quais ajuda o homem a vencer a natureza. As pessoas de Ogum são práticas e inquietas, nunca “falam por trás” de alguém, não gostam de traição, dissimulação ou injustiça com os mais fracos. Nenhum filho de Ogum nasce equilibrado. Seu temperamento, difícil e rebelde, o torna, desde a infância, quase um desajustado. Entretanto, como não depende de ninguém para vencer suas dificuldades, com o crescimento vai se libertando e acomodando-se às suas necessidades. Quando os filhos de Ogum conseguem equilibrar seu gênio impulsivo com sua garra, a vida lhe fica bem mais fácil. Se ele conseguisse esperar ao menos 24 hs. para decidir, evitaria muitos revezes, muito embora, por mais incrível que pareça, são calculistas e estrategistas. Contar até 10 antes de deixar explodir sua zanga, também lhe evitaria muitos remorsos. Seu maior defeito é o gênio impulsivo e sua maior qualidade é que sempre, seja pelo caminho que for, será sempre um Vencedor. (Lendas) Itáns de Ògún Ogum dá ao homem o segredo do ferro. Na Terra criada por Obatalá, em Ifé, os orixás e os seres humanos trabalhavam e viviam em igualdade. Todos caçavam e plantavam usando frágeis instrumentos feitos de madeira, pedra ou metal mole. Por isso o trabalho exigia grande esforço. Com o aumento da população de Ifé, a comida andava escassa. Era necessário plantar uma área maior. Os orixás então se reuniram para decidir como fariam para remover as árvores do terreno e aumentar a área de lavoura. Ossain, o orixá da medicina, dispôs-se a ir primeiro

e limpar o terreno. Mas seu facão era de metal mole e ele não foi bem sucedido. Do mesmo modo que Ossain, todos os outros Orixás tentaram, um por um, e fracassaram na tarefa de limpar o terreno para o plantio. Ògún, que conhecia o segredo do ferro, não tinha dito nada até então. Quando todos os outros Orixás tinham fracassado, Ògún pegou seu facão, de ferro, foi até a mata e limpou o terreno. Os Orixás, admirados, perguntaram a Ògún de que material era feito tão resistente facão. Ògún respondeu que era o ferro, um segredo recebido de Orunmilá. Os Orixás invejaram Ògún pelos benefícios que o ferro trazia, não só à agricultura, como à caça e até mesmo à guerra.

o desprezaram e decidiram destituí-lo do reinado. Ogun se decepcionou com os Orixás, pois, quando precisaram dele para o segredo da forja, eles o fizeram rei e agora dizem que não era digno de governá-los. Então Ogun banhou-se, vestiuse com folhas de dendezeiro desfiadas (mariô), pegou suas armas e partiu. Num lugar distante chamado Irê, construiu uma casa embaixo da arvore de Acoco e lá permaneceu. Os humanos que receberam de Ogun o segredo do ferro não o esqueceram. Todo mês de dezembro, celebravam a festa de Uidê Ogun. Caçadores, guerreiros, ferreiros e muitos outros fazem sacrifícios em memória de Ogun. Ogun é o senhor do ferro para sempre. Ogum torna-se o rei de Irê Quando Odudua reinava em Ifé, mandou seu filho Ogun guerrear e conquistar os reinos vizinhos. Ogun destruiu muitas cidades e trouxe para Ifé muitos escravos e riquezas, aumentando de maneira fabulosa o império de seu pai. Um dia, Ogun lançou-se contra a cidade de Irê, cujo povo o odiava muito. Ogun destruiu tudo, cortou a cabeça do rei de Irê e a colocou num saco para dá-la a seu pai. Alguns conselheiros de Odudua souberam do presente que Ogun trazia para o rei seu pai. Os conselheiros disseram a Odudua que Ogun desejava a morte do próprio pai para usurpar-lhe a coroa. Todos sabem que um rei deve ver a cabeça decaptada de outro rei. Ogun não conhecia esse tabu. Odudua imediatamente enviou uma delegação para encontrar Ogun fora dos portões da cidade. Após muitas explicações, Ogun concordou em entregar a cabeça do rei de Irê aos mensageiros de Odudua. O perigo havia acabado. Ogum fora encontrado antes de chegar ao palácio de seu pai. Como Odudua queria recompensar o seu filho mais querido, presenteou Ogun com o reino de Irê e todos os prisioneiros e riquezas conquistadas naquela guerra. Assim Ogun tornou-se o Onirê, o rei de Irê. Ogum livra um pobre de seus exploradores

Por muito tempo os Orixás importunaram Ògún para saber do segredo do ferro, mas ele mantinha o segredo só para si. Os Orixás decidiram então oferecer-lhe o reinado em troca do que ele lhes ensinasse tudo sobre aquele metal tão resistente. Ògún aceitou a proposta. Os humanos também vieram a Ogun pedir-lhe o conhecimento do ferro. E Ògún lhes deu o conhecimento da forja, até o dia em que todo caçador e todo guerreiro tiveram sua ança de ferro. Mas, apesar de Ogun ter aceitado o comendo dos Orixás, antes de mais nada ele era um caçador. Certa ocasião, saiu para caçar e passou muitos dias fora numa difícil temporada. Quando voltou da mata, estava sujo e maltrapilho. Os Orixás não gostaram de ver seu líder naquele estado. Eles

Um pobre homem peregrinava por toda parte, trabalhando ora numa, ora noutra plantação. Mas os donos da terra sempre o despediam e se apoderavam de tudo o que ele construía. Um dia esse homem foi a um babalawo, que o mandou fazer um ebó na mata. Ele juntou o material e foi fazer o despacho, mas acabou fazendo tal barulho que Ogun, o dono da mata, foi ver o que ocorria. O homem, então, deu-se conta da presença de Ogun e caiu a seus pés, implorando seu perdão por invadir a mata. Ofereceu-lhe todas as coisas boas que ali estavam. Ogum aceitou e satisfez-se com o ebó. Depois conversou com o peregrino, que lhe contou por que estava naquele lugar proibido. Falou-lhe de todos os seus infortúnios. Ogun mandou que ele desfiasse folhas de dendezeiro, mariwo, e as colocasse nas portas das casas de seus amigos, marcando assim cada casa a ser respeitada, pois naquela noite Ogun destruiria a cidade de onde vinha o peregrino. Seria destruído até o chão. E assim se fez.Ogun destruiu tudo, menos as casas protegidas pelo mariwo. Ilê Asé Amosun Endereço: Rua Tacoativa N 44 Pirituba Vila Bonilha Telefone (011) 9.8214.9496. Atendimento aos domingos 14:30

Abril 2018

Jornal Umbanda Brasil | 03

Falando de Espiritismo

A BASE PARA O TRABALHO DO JOVEM ESPÍRITA Notável é o numero de jovens adeptos ao Espiritismo, assim como é grande o número de grupos de mocidades espíritas espalhadas pelo país e grande é o trabalho por eles desenvolvidos na área artística e de assistência social; na primeira através da forma de peças teatrais, concertos musicais etc… E na segunda através da realização de campanhas em prol das comunidades carentes, visitas aos hospitais, asilos etc… Porém uma preocupação existe quanto ao estudo das obras basilares do Espiritismo, que, muitas vezes, em meio a tantos afazeres e compromissos acabam passando despercebidas. Nós, como jovens espíritas, devemos estar atentos a este fato, pois temos que estar preparados para responsabilidades que iremos assumir dentro da casa e da causa espírita e também para que haja uma melhor eficiência nos trabalhos que estamos desenvolvendo. É importante que tenhamos a responsabilidade de que

o compromisso com a doutrina espírita nos alerta, para que não deturpemos seus ensinos por falta de conhecimento e imprudência nossa perante aos estudos da Codificação; cabe reconhecermos a responsabilidade que é fazer parte do grupo de jovens espíritas e encararmos isso com seriedade e não apenas como um passatempo. É necessário vivenciar os seus ensinos. Será que nós, jovens espíritas, estamos divulgando de forma correta através de nossos atos a doutrina da qual nos tornamos adeptos? Estamos realmente dispostos vivenciá-la na sua essência? Procuremos apoio dos mais experientes dentro do movimento espírita nessa caminhada que se inicia, não nos esquecendo nunca de que Jesus Cristo é o caminho a Doutrina Espírita é a bússola capaz de nos nortear este caminho.

Aconteceu na Umbanda

Caboclo Itapuarê realiza sua 49º Vigília na Semana Santa Centro Espírita Caboclo Itapuarê faz linda Vigília na Semana Santa. Os Trabalhos tiveram início na noite da sexta-feira Santa,30, e terminaram na noite do sábado de Aleluia. O Centro Espírita de Umbanda Caboclo Itapuarê prestou sua Homenagem à Paixão de Cristo dando início aos trabalhos com uma vigília na sexta-feira às 18h até ás 10h do sábado de Aleluia, a vigília teve fim com a lavagem do terreiro com as Sete Águas. Em seguida, houve a descoberta dos santos do Congá, dando início assim a gira de caboclos. Serviço: Dia de atendimento: sábado Horáio: 16hrs ás 20hrs Endereço: Estrada do Caraguatá,1135, Pq. Santa Inês, Caieras, SP. Rede Social: Facebook/cabocloitapuare. Site: www.itapuare.com.br


04 | Jornal Umbanda Brasil

Abril 2018

Plantas que Curam

por Erik Ferrazzi

Abril 2018

Música

Música: Santo de Fé interior, encontra-se uma polpa esbranquiçada e seca, pouco convidativa para que o fruto seja provado. Diante disso, não surpreende que macacos e outros animais aproveitem muito mais e melhor do que os seres humanos as virtudes alimentares dos frutos da mutamba. Resta, entretanto, a possibilidade de aproveitarse a sombra. Árvore que, com frequência, alcança 15 metros de altura, a mutamba tem copa densa e bela que, não só concebe uma sombra densa e fresca, como também se presta perfeitamente ao paisagismo, em sítios e parques urbanos. Além disso, de acordo com Harri Lorenzi, ela é considerada planta indispensável para a recomposição de áreas florestais degradadas.

Saúde

Prefeitura de Caieiras Inaugura Posto de Saúde Santa Inês O Posto de Saúde Santa Inês, está apto para atendimento nas seguintes especializações; Clinico Geral, Ginecologista e Pediatria, ainda conta com uma enfermeira de plantão para prestar serviços de primeiros socorros aos moradores da região. O Posto funciona de segunda a sexta-feira das 8:00 até às 17:00 horas. Ele foi inaugurado no dia 24 de março e fica localizado na Rua Osvaldo Panelli, nº 9, no município de caieiras, você pode também entrar em contato com o posto pelo telefone 4441 – 8897. Estiveram presentes no local na inauguração o Prefeito de Caieiras Gerson Moreira Romero, Vice Prefeito Adriano Cesar da Silveira Zambelli, Secretário Municipal de Saúde José Torres Fernandes Varela, Vereador O Consultório avançado Santa Inês será futura Wladimir Panelli Presidente da Câmara de base da Estratégia Saúde e Família que terá o Vereadores de caieiras, entre outras autorida- nome de “Vera Yolanda Gamino Panelli”. des presente no local.

Nome da fruta: Mutamba Nome científico: Guazuma ulmifolia Lam. Família botânica: Sterculiaceae Categoria: Origem: América tropical Características da planta: Árvore de até 15 metros de altura, tronco reto. Folhas simples, bordo serreado. Flores pequenas, creme-amareladas, reunidas em inflorescência. Fruto: Tipo cápsula, arroxeado e também apreciado por muitas espécies de animais silvestres. Frutificação: Primavera Propagação: Semente Fonte: Livro Frutas Brasil Frutas

Segredos da Terra

por: Roberta

Ferrazzi

Dedicação e disciplina transformam caminhos

Mutamba - Natureza do Sertão Encontrada no Brasil, da Amazônia ao Paraná, a mutamba é planta originária da América tropical, podendo ser encontrada em toda região da floresta amazônica, úmida e quente. Hoje, cientistas e pesquisadores de todo mundo têm seus olhos voltados para a mutamba, nela depositando grandes esperanças na área farmacológica: acredita-se que a planta seja uma rica fonte natural de substâncias como o tanino e antioxidantes químicos, capazes de contribuir para a dissolução de dois males que há muito tempo assolam a humanidade: o câncer e a calvície. Se realmente forem confirmadas essas propriedades, será mais uma vitória da medicina popular, que há séculos a vem utilizando para variados fins, como o tratamento de males gastrintestinais, diabetes, pressão alta e até doenças venéreas. No México, na Guatemala, no Belize e na Amazônia como um todo, diferentes partes da planta têm sido utilizadas com finalidades medicinais desde os tempos dos maias. Estes foram, provavelmente, os pioneiros no aproveitamento da mutamba, tendo desenvolvido várias técnicas específicas para isso. Ao que tudo indica, tais propriedades só são encontradas significativamente na casca do tronco da árvore e nas folhas, não nos pequenos e comestíveis frutos. A casca arroxeada, quase negra da mutamba tem um aspecto que, de qualquer maneira, não é dos mais atraentes. Em seu

Jornal Umbanda Brasil | 13

Autor: Júnior Jaú e Ricardo Raiz

Ogum é meu santo de fé Ogum vencedor de demandas Estou em sua companhia Ele nunca abandona, a quem lhe reverência Terça-feira para abrir os caminhos Prepare sete adimus Coloque dendê cubra com mel pra adoçar Uma vela acesa junto ao seu alguidar Se vista de branco, vermelho ou então o azul Faça uma oração e peça proteção Para a abençoar todos filhos de Idá Traz no bolso um patuá No pescoço, um fio de contas para proteger Intercedendo em meu nome junto a Oxalá Patakori Ogum Sarava Ogum ie

Nossa mente tem um poder transformador incrível, basta acreditar que somos capazes e, que é possível realizar! Não, como num passe de mágica, mas com dedicação, disciplina e amor por sí mesmo. Já reparou como é bom, quando nos cuidamos, quando respeitamos nossa vontade, quando nos valorizamos, aliás, precisamos estar bem para amarmos e sermos amados. Veja bem, que estamos falando de pessoas maduras, que sabem ganhar e perder, sem subtrair sua real essência. É importante, parar um pouco e refletir, se você está caminhando na direção certa, de encontro com seus sonhos, seus desafios e superações, pois sabemos que mesmo na direção certa, encontraremos os obstáculos que nos farão crescer, então não confunda! Cuide-se, será a nossa palavra chave! Não adianta ficar se cobrando, por tudo que deixou de realizar, lembre-se de tudo que realizou, mesmo das coisas mais simples e, dedique-se na busca do que deseja, isso significa que não adianta só querer, é preciso agir, correr atrás e se preparar para chegar onde deseja, tire a venda dos olhos. Nesse período de busca, é muito importante cuidar também do seu psicológico, afinal podemos valorizar mais, a nossa fé, do que à depressão, desanimo e tristeza! Vamos dar adeus, para qualquer energia que nos remeta um sentimento ruim e, vamos nos dedicar a ser

melhor a cada dia, num processo de aprendizado e busca constante. Quero compartilhar com você, duas pedras, que podem contribuir com todo esse processo, vamos lá? Ônix – ajuda a limpar vibrações negativas, que podem vir de nós mesmos como, por exemplo: medo, insegurança e falta de autocontrole. Mas, também neutraliza aqueles fluidos negativos vindos de fora, como: inveja, obsessões e negatividades.

Anjos e Demônios

Parte 2

A história de Azazel No Alcorão diz-se que Lúcifer-Lumiel (Iblis) se rebelou contra Alá porque foi-lhe dito que se inclinasse e adorasse o “homem da terra” nascido da lama, Adão, que ele rejeitou. Ele foi forçado a lutar no céu com o arcanjo Miguel ou com Michael e seu Exército do Senhor. Como resultado, Lumiel e seus anjos rebeldes foram expulsos do céu e caiu na Terra. Aqui Lumiel tornou-se o “Senhor do Mundo”, e na mitologia cristã ele foi falsamente identificado com o monstro imaginário Satanás (hebraico ha-Satanás = o adversário, o acusador). No entanto, esotericamente na tradição luciferiana, Lumiel ou Lumial não é uma figura satânica malvada que atrai as espécies humanas para a tentação e as más ações, como a Igreja a representa, mas ele é “o anjo de Deus que se rebelou contra a ordem cósmica estática e estabelecida, e desencadeia as forças da mudança e da evolução “.   É possível que Lumiel tenha se originado em Canaã como Shahar, o deus da estrela da manhã (Vênus). Ele tinha um gêmeo chamado Shalem, que também foi simbolizado pelo planeta Vênus, mas como a estrela da noite. Esses gêmeos divinos, brilhantes e escuros, representavam a luz do sol que emerge da escuridão da noite ao amanhecer e desce até o anoitecer. Eles eram os filhos da deusa Ashera (ou Astarte ou Astarot), e há evidências arqueológicas do Oriente Médio que os hebreus adotaram a adoração do primeiro quando se estabeleceram em Canaã e praticaram sua adoração, juntamente com reverência pelo deus tribal da tempestade Yahweh. O Antigo Testamento contém várias referências à adoração contínua de Ashera como “Rainha dos Céus” pelos supostamente monoteístas hebreus. Isso ocorreu em santuários em bosques sagrados nas colinas, onde fizeram oferendas de bolos e incenso à deusa. Na mitologia Cananéia, Shahar, como o Senhor da Estrela da Manhã, foi expulso do céu por desafiar o alto Deus na forma de um raio. Dessa forma, ele fertilizou a Mãe Terra com sua divina força

Magnetita – Possui pólos positivos e negativos, com poder de buscar energias revitalizantes do solo e conduzir ao corpo humano, trazendo maior disposição. Como também, tem o poder de sugar as energias negativas. Por possuir os dois pólos, ela pode ser usada para atrair ou repelir, energizar ou desenergizar. Espero poder contribuir de alguma forma e, desejo a você, que Ogum, abençoe seus caminhos!

Este conceito antigo e arquetípico do bode expiatório sacrificado pelos pecados da raça humana e abandonado no deserto, é um motivo poderoso que aparece várias vezes em mitos bíblicos. Pode ser visto na história de Caim, que se torna um vagabundo no exílio na Terra, depois de ser fálica. marcado por Yahweh e banido ao “Oriente do Éden” depois Azazel é representado como um ferreiro metálico e um de matar seu irmão Abel. feiticeiro ou mago que trabalha com fogo. Ele também foi Em uma lenda judaica, o sábio Rei Salomão, um mago podecomparado ao primeiro ferreiro bíblico, Tubal-Cain, um descendente do Caín semi-humano e semiangelical, “o primeiro roso que poderia invocar e controlar os demônios, caiu da graça porque “se prostituiu aos deuses estrangeiros”. assassino”. O nome atual de Azazel foi traduzido de forma variada como “deus da vitória”, “força de Deus “, “deus forte” Ele foi obrigado por Javé a sair de Jerusalém e a andar no deserto disfarçado de mendigo. e até “o deus cabrito”.  Além de seu êxodo após a escravidão no Egito, Moisés e os No apocalipse de Abraão, ele é chamado de “o senhor dos israelitas foram obrigados a passar quarenta anos vagando pagãos”, sugerindo que ele tinha sido primeiro deus pagão. Ele também foi identificado com a serpente do mito do Éden no deserto antes de serem autorizados a entrar na Terra Prometida (Canaã). Na mitologia egípcia antiga, o conjunto que seduziu a primeira mulher e “Mãe de todos os vivos”, do deus das trevas é retratado como um parente divino Eva. Em um texto persa conhecido como o Urm al-Jibab ou vivendo no deserto, e Lilith ou Liliya, a primeira esposa de o Livro Primordial, que data do século VIII d.C., diz-se que o anjo Azazil ou Azazel se recusou a reconhecer a superiorida- Adão, depois que ele o abandonou, fugiu para o deserto, longe do habitat humano. de de Adão sobre os anjos. No Novo Testamento, Jesus perambulou no deserto por Portanto, Deus o expulsou e seus anjos rebeldes do reino quarenta dias e quarenta noites. celestial para viver na Terra. Mas geralmente, no folclore islâmico Azazel ou Azrael é o anjo da morte, e atua como um Ele não foi aceito como professor na própria cidade de Nazaré, e foi rejeitado como o Messias prometido pelo seu guia para as almas dos mortos. povo. Quando Jesus foi crucificado, assumiu simbolicamente Em Leviticus 16: 8-10 e nos pergaminhos do Mar Morto, há o papel da cabra sacral sacrificada que morre para purificar um curioso ritual hebraico que apresenta Azazel como o os pecados da raça humana. nome do “bode expiatório” que tira os pecados comuns de Israel. É possível que a descrição do ritual do Deus-cabra Azazel Lá diz-se que o sumo sacerdote Aarão levou dois bodes do tenha sido um treta de equinócio de outono ou colheita de rebanho e lançou muitos (adivinhação praticada) para escoorigem síria, hitita ou cananeia, adotada pelos hebreus. lher qual seria o bode expiatório e sacrificado como “oferta Inicialmente, uma cabra teria sido selecionada por meio pelo pecado”. Os pergaminhos do Mar Morto dizem que o sumo sacerdote de um ritual de adivinhação e depois oferecido a um deus confessou todas as “impurezas dos filhos de Israel” na cabe- ou demônio do deserto que teve que ser apaziguado pelo derramamento de sangue. ça da cabra Azazel. Finalmente, o sacrifício foi feito a Javé  como um pedido para Através deste ato ritualmente simbólico, ele transferiu perdoar os pecados de seus seguidores. para o animal infeliz toda a sua culpa e pecados, para que pudessem ser absolvidos deles. A cabra foi então jogada no deserto para morrer ou jogou um penhasco para quebrar em pedaços nas pedras abaixo. 


12 | Jornal Umbanda Brasil

Abril 2018

Contos de Umbanda

Por

Ronaldo Perreira

Conversa de um filho do terreiro com seu dirigente e as entidades. o seu merecimento.”

Em um dia de Gira um médium de um determi-

meu Pai, levo no meu coração todas as vezes isso eu vou sair.”

nado terreiro procura o Pai de Santo e diz: “Pai,

que precisei da sua ajuda, até mesmo em dias O velho Pai de Santo triste disse: “filho realque não tinha Gira, mas que eu precisava de sua mente você precisa conversar com Exu.”

Ronaldo Pereira e Mychelle Urenha Borba

Findou - se os trabalhos, a assistência já tinha

T.U.ZÉ PELINTRA

no final dos trabalhos gostaria de falar com Exu,e pedir a permissão para sair do Terreiro.” O Pai de Santo triste pergunta. “Filho aconteceu algo aqui dentro, alguém fez ou falou algo que te desagradou?” Então o filho respondeu: “Não Pai, adoro o Senhor e todos os meus irmãos de fé.“ “Alguma Entidade te fez ou falou algo ou alguém da assistência, me fala o que está acontecendo filho quem sabe posso te ajudar?” Insistiu o Pai de Santo.

ajuda, de um conforto Espiritual e até mesmo uma bronca o senhor sempre estava lá. A nossa mãe pequena, que muitas vezes me puxou as orelhas, me fazendo crescer como um homem de verdade. Ao nosso Pai Pequeno, que muitas vezes se sentou comigo na assistência me passando inúmeros conhecimentos. Aos nos-

ido embora quando de repente veio Exu e pediu para que todos se sentassem para aprenderem uma lição de humildade. E pediu para que o médium repetisse tudo que ele tinha falado ao Velho Pai de Santo.

sos irmãos aqui do terreiro, que desde que aqui E no final Aquele Exu apenas disse: cheguei sempre me receberam com um sorriso, “Na Umbanda não existe trabalho mais imporum abraço e um beijo na face. As Entidades, que tante ou menos importante, na Umbanda não com as suas energias sempre ajudaram o meu existe o médium mais evoluído ou menos evo-

“Pai não tenho reclamação de ninguém desta

desenvolvimento Espiritual e moral. Se hoje luído, todos estão a caminho da evolução. Na

casa para fazer, ao contrário, só tenho muito que

eu tenho que reclamar de alguém este alguém Umbanda não existe entidade melhor ou pior

agradecer a todos, tudo que até hoje fizeram por

sou eu meu Pai. Sou um médium fraco e muitas existe uma corrente que ajuda o terreiro. O

mim, até mesmo sem eu merecer. Ao Senhor,

vezes até descomprometido com a casa. Por médium cresce de dentro pra fora conforme

Abril 2018

Jornal Umbanda Brasil | 05


06 | Jornal Umbanda Brasil

Abril 2018

Capa

por Armando

São Jorge “Cavaleiro do céu escudeiro fiel mensageiro da paz”.

de Ogum

aos pobres e Deus. Jorge rejeitou as honrarias e, com isso, foi mandado para o cárcere debaixo de estocadas de ponta de lança. Puseram-lhe grilhões nos pés e sobre seu peito uma grande pedra. No dia seguinte, submeteram-lhe a uma roda grande pendurada cheia de navalhas para que fosse despedaçado. Por baixo dela, havia algumas tábuas nas quais estavam pregadas muitas pontas agudas. Passaram-lhe entre a roda e as tábuas, atado com correias duplas em que se amarram o estribo a sela. Jorge mantinha-se fi rme e orava para aguentar. Foi quando, diante do imperador Diocleciano, surgiu uma imensa luz branca, seguida de um trovão e uma voz soou: “Não temas Jorge, porque estou contigo”. Jorge, o destemido cavaleiro da Capadócia, tinha como arma mais poderosa a inabalável fé em Deus. “surgiu,então, um homem vestido de branco, em cima da roda, muito resplandecente no rosto, e deu a mão ao Santo Mártir, e abraçando-o mandou desatá-lo ; e logo desapareceu aquele varão de tanta claridade e ficou Jorge solto, livre e são, dando graças a Deus”. Conta-nos os escritos de “Flos Sanctorum”.O imperador não descansou, mandou Jorge para uma fornalha de cal virgem, três dias, ordenando que o vigiassem para que não viesse de nenhuma parte ajuda alguma. Mais uma vez Jorge sai ileso da tortura. Mas o imperador não desistia, mandou-lhe calçar chinelos de ferro ardente, confeccionados com pregos voltados para cima, e ser levado ao cárcere com açoites e zombarias. Disse Diocleciano: “ Agora veremos Jorge, se diante dos nossos olhos fazes milagres!” Mas continua a tortura a não lhe fazer efeito.O imperador mandou chamar Athanasio, o mágico da localidade. Era um feiticeiro a quem Diocleciano ordenou que destruísse Jorge. O magico preparou bebidas com poderosos venenos para quebra-lhes a fé e o poder que pensava vir de feitiçaria, nada adiantou. Como ultima tentativa de desacreditar os seus poderes, ordenou que ressuscita-se um morto, que ali próximo estava enterrado. Após este feito, não havia como estancar a peregrinação do povo em sua direção. E quanto mais aumentava seus seguidores, mais o imperador o odiava. Sua maior seguidora foi sua própria esposa, a imperatriz Alexandra.E assim o tirano, cheio de ira, o mandou degolar fora da cidade, em Nicomédia, o que ocorreu no dia 23 de Abril de 303. Seu corpo foi sepultado em Lídia ( antiga Dióspolis), e o imperador Cristão Constantino mandou erguer um oratório aberto aos fiéis para que o culto ao santo fosse espelhado. Sua fama percorreu o Egito, a Armênia, Grécia, Itália ( Padroeiro de Genova), Alemanha, França, Gálias, Inglaterra ( Padroeiro do País).

No dia 23 de abril, se homenageia São Jorge. Filho de pais cristãos, Jorge nasceu na Capadócia, região que hoje pertence à Turquia, e logo se tornou um jovem soldado do império Romano em torno do séc. lll. Seguidor das palavras do mestre Jesus, Jorge foi para Palestina com sua mãe depois que seu pai faleceu. Por ser dedicado e responsável, foi promovido capitão do exército do imperador Diocleciano. Com apenas 23 anos, o imperador lhe concedeu o titulo de conde, elevando-o a tribuno militar e ao conselho militar, passando a residir na corte imperial, em Roma.

O reinado romano fazia sacrifício aos deuses, entre eles Apolo. Uma das vezes em que o imperador recorreu aos sacerdotes, eles disseram que havia justos na Terra e que se chamavam cristãos. Diocleciano reuniu todos os senadores e governantes e determinou sua extinção. Iniciou-se, então, uma perseguição implacável contra os seguidores do mestre Jesus. Misturavam-se assim, aos ladrões e matadores da época nas prisões romanas todos aqueles que seguiam Cristo. Jorge, rico por herança familiar, distribuiu tudo

Pinturas de Vittore Carpaccio Em Veneza, na Itália, a Scuela di San Giorgio degli Schiavoni é uma importante escola e artesanato e devoção mantida pela irmandade Dálmata. Seu interior é decorado com uma série de importantes obras de arte que homenageia São Jorge, São Jerônimo e São Mateus. Foi para essa escola que, entre 1502 e 1507 Vittore Carpaccio pintou uma série de telas com as histórias dos santos padroeiros da irmandade

Abril 2018

Jornal Umbanda Brasil | 11

Grandes Mestres

São Miguel Arcanjo Príncipe da Milícia Celeste

Em hebraico, Miguel significa “aquele que é similar a Deus” (mi-”quem”, ka-”como”, El-”deus”), o que é tradicionalmente interpretado como uma pergunta retórica: “Quem como Deus?” (em latim: Quis ut Deus?), para a qual se espera uma resposta negativa, e que implic que “ninguém” é como Deus. Assim, Miguel é reinterpretado como um símbolo de humildade perante Deus. Na Bíblia Hebraica, Miguel é mencionado três vezes no Livro de Daniel, uma como um “grande príncipe que defende as crianças do seu povo”. A ideia de Miguel como um advogado de defesa dos  judeus  se tornou tão prevalente que, a despeito da proibição rabínica contra se apelar aos anjos como intermediários entre Deus e seu povo, Miguel acabou tomando um lugar importante na liturgia judaica. Em  Apocalipse 12:7-9, Miguel lidera os exércitos de Deus contra as forças de Satã e seus anjos e os derrota durante a guerra no céu. Na  Epístola de Judas, Miguel é citado especificamente como “arcanjo”. Os santuários cristãos em honra a Miguel começaram a aparecer no século IV, quando ele era percebido como um anjo de cura, e, com o tempo, como protetor e líder do exército de Deus contra as forças do mal. Já no século VI, a devoção a São Miguel já havia se espalhado tanto no oriente quanto no ocidente. Com o passar dos anos, as doutrinas sobre ele começaram a se diferenciar. Etimologia Do termo “Arcanjo” Arcanjo tem duas raízes, “arch” e “angelos”. O prefixo grego “arch” (ἀρχ) deriva de “arché” (ἀρχή) que se refere tanto a “começo, ponto de partida, princípio”, como “suprema substância subjacente” ou “princípio supremo indemonstrável”. A partir dessa raiz “arché” temos o antepositivo “arch”, em português, com o sentido de “aquilo que está na frente, o que está no começo, na origem, ponto de partida de um entroncamento”,sendo traduzido “acima”, “superior” ou “mais importante” e “o que governa, que dirige, que comanda, que lidera” e ainda carregando consigo ideias de poder, autoridade, império e superioridade. Quanto ao grego “angelos” (άγγελος), vertido para “anjo”,

significa simplesmente “mensageiro”. A partir dessas raízes, portanto, a palavra “Arcanjo” (αρχάγγελος) se traduz “Líder dos Mensageiros”, “Chefe dos Mensageiros”   “Capitão dos Anjos”,”Primeiro Anjo”,“Acima dos Anjos”, “Superior aos Anjos”  “Anjo Superior”  ou “Anjo Chefe”,  num aspecto qualitativo de liderança e substancialmente de superioridade,  da mesma maneira que se traduz palavras com o mesmo radical, tal como “arquiteto” (chefe dos construtores), “arcebispo” (classe hierárquica superior a Bispo), “hierarquia” (poder sagrado) ou “anarquia” (falta ou ausência de poder). Miguel em Hebraico:

‫לגימ‬

Do termo “Miguel” A tradução literal para o nome Miguel é “Aquele/Quem como Deus”. Mi = Aquele/Quem(?) Kha = Como El = Deus Como no hebraico não existia sinais de pontuação, algumas palavras trariam consigo um significado inquisitivo. Por isso a partícula “Mi” que significa “quem” muitas vezes é traduzida sintaticamente como interrogação, ocorrendo em 350 textos do Antigo Testamento onde é mencionada. Exemplo: “Depois disto ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem irá por nós? Então disse eu: Eis-me aqui, envia-me a mim.” (Is. 6:8) ‫תֶא עַמְׁשֶאָו‬- ‫תֶא רֵמֹא יָנֹדֲא לֹוק‬- ‫ְךֶלֵי יִמּו חַלְׁשֶא יִמ‬- ‫יִנְנִה רַמֹאָו ּונָל‬ ‫יִנֵחָלְׁש‬: (Texto Original Hebraico) va’eshma et qol adonai omer et·mi esh’lach umi ielech·lanu vaomar hineni shelacheni (Texto Original Transliterado) Dessa forma, o Talmude sugere uma interpretação inquisitiva para o nome Miguel, tendo a tradução contextual “Quem é como Deus?”ou “Quem é semelhante a Deus?”Este entendimento hoje não é compartilhado somente pela comunidade judaica, pois mais tarde foi incorporado pela cristandade em geral “para não colocar em causa a própria Escritura”, tanto por católicos e evangélicos,

como adventistas, e também por outras comunidades religiosas, como as testemunhas de Jeová e os islâmicos. Mas para as cosmovisões judaica, jeovista e muçulmana, o pressuposto de não haver nenhuma outra pessoa igual a Deus (Sl.  35:10;  89:8) é literal, implicando sugestivamente a resposta “Ninguém é Igual a Deus” num entendimento retórico. Quanto ao sufixo “El”, é também relacionado de forma regular com nomes significando afirmativamente “Deus” em todos os casos, tal como em Daniel (Deus é Juiz), Emanuel (Deus é Conosco), Ezequiel (A Força é de Deus), Samuel (Chamado pelo Nome de Deus), Gamaliel (Deus me Faz o Bem), Ananias (Deus é Clemente), João (A Graça é de Deus), Ismael (Deus Ouve), etc. Esse entendimento é compartilhado por algumas denominações cristãs trinitarianas e alguns famosos comentaristas bíblicos como Matthew Henry e até o próprio João Calvino, pai da Igreja Congregacional, da Presbiteriana e de muitas outras reformadas, trinitarianos convictos, entendendo o termo segundo a tradução literal. Para esses, diferentemente dos judeus, muçulmanos e testemunhas de Jeová, o Arcanjo Miguel não tem natureza angélica, e sim divina, sendo o próprio Cristo que veio com esse “nome de guerra” fazendo um desafio a Satanás que, desde o princípio, sempre desejou estar acima dos anjos e ser igual ao Criador (Is. 14:12–14). Patronatos e ordens No cristianismo medieval, Miguel, juntamente com  São Jorge, se tornaram santos patronos da cavalaria medieval e é hoje considerado como o santo patrono dos oficiais de polícia e militares. No século XV,  Jean Molinet  glorificou o ato de guerra do arcanjo como o “primeiro feito de cavalaria e habilidade de cavaleiro que jamais fora realizado”. Assim, Miguel se tornou o patrono natural da primeira ordem de cavalaria da França, a  Ordem de São Miguel, de 1469. No sistema de honras britânico, uma ordem de cavalaria fundada em 1818 também foi batizada em homenagem aos dois  santos guerreiros, a Ordem de São Miguel e São Jorge. A Ordem de Miguel, o Valente é a mais alta condecoração militar na Romênia. Além de ser o patrono de guerreiros, os doentes e os aflitos também consideram o Arcanjo Miguel como seu santo padroeiro. Baseando-se na lenda de sua aparição do século VIII em Mont-Saint-Michel, na França, o Arcanjo também é o santo patrono dos Paraquedistas e dos marinheiros em seu mais famosos santuário. Após a cristianização da Alemanha, onde as montanhas eram geralmente consagradas aos deuses pagãos, os cristãos colocaram-nas sob o patronato do Arcanjo Miguel e diversas capelas ao santo foram erigidas por todo o país. Ele também é o santo padroeiro de Bruxelas desde a Idade Média.  A cidade de Arkhangelsk, na  Rússia, foi batizada em sua honra e a  Ucrânia  - e sua capital, Kiev - considera o Arcanjo como seu padroeiro.

Arcanjo e “Príncipe da Milícia Celeste” Veneração por

Cristandade; Judaísmo; Islamismo; Religiões Afro-Brasileiras

Festa litúrgica

29 de Setembro

Atribuições

Escudo; Lutando contra o Dragão; segurando a balança, como o juiz dos mortos

Padroeiro

fuzileiros navais, marinheiros, motoristas de ambulância,

paramédicos, policiais, paraquedistas, radiologistas, radioterapeutas e da Santa Igreja Católica apostólica Romana. Além das cidades de Kiev, Arcangel, Dumfries e Santos Dumont.


10 | Jornal Umbanda Brasil

Abril 2018

Abril 2018

Jornal Umbanda Brasil | 07

Preces de Umbanda

ORAÇÃO DE SÃO JORGE CONTRA INIMIGOS ORAÇÃO DO MANTO

São Jorge é um dos santos mais populares do Brasil. Conhecido como o santo guerreiro, ele é famoso pois possui devotos em diferentes religiões: na católica, espírita e também nas religiões afro-brasileiras. Conheça a poderosa oração de São Jorge. Quando orar para São Jorge com essa bonita oração de São Jorge e seu manto. Depois agradeça a Deus o Santo que foi São Jorge e peça para ele as suas graças. Peça sempre com muita força e, sobretudo, com  muita fé: “Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar. Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder, seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meu inimigos. Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo. São Jorge Rogai por Nós. Amém”


08 | Jornal Umbanda Brasil

Abril 2018

Horóscopo

por Pai Nevas de Amaral e Mikhael Oliver está precisando! Pedras: Pedra da Lua e Opala. Cores: Azul Celeste e Amarela. Nº. Sorte: 03, 19 e 29. Boa Sorte!

No amor: Vigie seus pensamentos em relação a este campo, não permita que o desanimo e o baixo astral contribua para ações que mais tarde te tragam arrependimentos. Lembre-se! Pra cada Ação, sempre haverá uma Reação. No Trabalho: Fatos externos poderão surgir do passado trazendo alguns aborrecimentos. Evite procurar culpados, mantenha a harmonia e o equilíbrio! No final tudo se resolverá! Na Saúde: Vigie suas atitudes em relação a sua alimentação e repouso.Tem colocado o peso do mundo sobre seus ombros, o que causa ansiedade e agitação, que são responsáveis por diversos males, principalmente os do coração. Pedras: Coral e Quartzo Verde. Cores: Verde Claro e Marrom. Nº. Sorte: 01, 24 e 51. Boa Sorte!

Touro: Ação! No Amor: É o momento ideal para agir, ser criativo e otimista, tal atitude tende a lhe proporcionar alegrias, contentamento e bem estar. Convites inesperados poderão surgir por meio de quem você menos espera. Fique atento! No Trabalho: Está vivendo um período de Reinício, no qual as coisas parecem sair do eixo e imprevistos podem acontecer, trazendo ansiedade e insegurança. Mas acalme-se, ótimas notícias estão a caminho!  Na Saúde: Momento ideal para meditação e relaxamento. Atividades físicas ao ar livre é uma boa pedia. Invista em você! Pedras: Água Marinha e Quartzo Branco. Cores: Azul Claro e Branco. Nº. Sorte: 13, 27 e 40. Boa Sorte!

Relaxe! No Amor: Tudo tem andado quieto nesse campo, mas transformações de ponto de vista poderão surgir sobre este campo e uma boa oportunidade poderá surgir mais a frente. No trabalho: Está num período de buscas e ansiedade. Relaxe! Para atingir o sucesso tão esperado, demanda tempo, esforço, estudo e paciência. Veja se assuntos externos não estão lhe afastando de sua meta!  Na Saúde: Estresse, ansiedade e sono intranquilo podem acarretar em danos que podem não apenas comprometer sua saúde mental, mas também espiritual e emocional, causando irritações e alterações de humor e até depressão.  Pedras: Cristal e Ametista. Cores: Lilás e Branco. Nº. Sorte: 02, 16 e 34. Boa Sorte!

Família! No Amor: Nessa etapa estará um pouco mais desprendido desse sentimento em relação ao sexo oposto. Está mais devoto da relação familiar e amistosa. Mas depois tende a ressaltar a busca pela melhora em seu campo afetivo e conjugal.  No Trabalho: Propostas poderão surgir por meio de amigos e familiares, o que é bom sinal nesse momento de inercia. Mudanças surgirão em breve trazendo contentamento e novas possibilidades de crescimento. Mas vá com calma! Na Saúde: Alongamentos e atividades moderadas como caminhadas, ioga, relaxamento, são extremamente válidos nessa faze onde tensões e preocupações tem se feito bastante presentes. Mente sã, Corpo São!  Pedras: Green Gold e Perita. Cores: Verde Pinho e Prata. Nº. Sorte: 11, 26 e 39. Boa Sorte!

Espere! No Amor: Não é uma boa fase para iniciar romances, mas se já possui alguém nesse campo, evite conflitos por ego e razões banais. Evite que terceiros mudem seu ponto de vista sobre esse campo. Tire suas conclusões por si próprio.  No Trabalho: Relaxe, calmaria faz parte de toda boa batalha. O momento parece inerte, aproveite para dar andamento em coisas que talvez exijam uma atenção especial, pois em breve muito trabalho e correria se farão presentes.  Na Saúde: Invista em musculação, natação, arte marcial! Momento ideal para dispersar parte de acúmulos energéticos e reequilibrar suas forças.  Pedras: Pedra do sol e turmalina Rosa. Cores: Rosa Choque e Laranja. Nº. Sorte: 09, 21 e 60. Boa Sorte!

Esperança! No Amor: Bom momento para cultivar este sentimento. Algumas coisas não tem sido de fato bem compreendidas nesse campo. Não desanime quando tudo parece desandar. Lembre que tudo tem uma razão, siga em frente! Esperança. No Trabalho: Pouco a pouco as coisas começam a clarear sobre este campo. Tudo tem sido um pouco conflitante e confuso, mas soluções cabíveis e favoráveis estão a caminho. Seja mais flexível e aguarde, boa fase a frente! Na Saúde: Tem andado sobre carregado. Banho de mar, pés na terra, abraçar uma árvore, apreciar o silêncio, meditar, banhos de cachoeira. Natureza. Essa é a palavra chave pra reequilibrar sua vida e proporcionar a si mesmo o bem estar que tanto procura. De fato

Atitude! No Amor: Embora esteja numa fase de contentamento, saiba que conseguir a pessoa ideal não é difícil. O difícil é manter. Boas atitudes que vão desde parceria a cuidar do corpo físico são sim bases importantes para se manter no palanque. No trabalho: Não está contente com a situação atual? O que tem feito para mudar? Pense e veja se de fato são as pessoas, o destino ou você quem não está cooperando para que as coisas funcionem como deseja. Dinheiro não dá em árvores, por tanto não espere, reflita e aja com coerência. Na Saúde: Sedentarismo está matando mais que tabagismo e alcoolismo. Não fique esperando que a boa forma bata à sua porta. Vá a luta, sem exageros!  Pedras: Ônix e Ágata de Fogo. Cores: Vermelho e Preto. Nº. Sorte: 07, 15 e 44. Boa Sorte!

Ouça! No Amor: Não haja impulsivamente nesse campo, sonhar é bom, mas é preciso também ver tudo com clareza e estar atento aos fatos. Não significa que agir de tal forma te fará mais ou menos feliz, mas certamente evitará ilusões e aborrecimentos. É o momento de agir com a razão e não com o coração! No Trabalho: Ouvir tanto os superiores quantos os iguais ou inferiores (questões de cargo) fazem sim muita diferença naqueles que pretendem evoluir. Ouça antes de qualquer atitude e julgamento. Sempre é possível aprender um pouco mais. Na Saúde: Momento ideal para trabalhar sua criatividade. Seja mais ousado, pinte, rabisque, desenhe, leia um livro. Estimule sua mente de forma positiva tanto quanto criativa. Você perceberá um humor extremamente positivo e por consequente, uma saúde física e mental bastante positiva.  Pedras: Jaspe e Ágata Azul. Cores: Azul Royal e Cinza. Nº. Sorte: 06, 33 e 41. Boa Sorte! 

Ousadia! No Amor: Excelente fase para compromissos a dois, romances e criatividades por meio do jogo da sedução e da Arte da Conquista. Seja mais ousado e criativo, pois este mês

Abril 2018 promete contentamento, prazer e intensidade emocional. No Trabalho: Não fique esperando as coisas acontecerem. Atitude e ousadia sempre foram suas qualidades. É o momento ideal para usá-las em seu favor. Se necessita de ajuda, não seja orgulho, peça. É melhor vencer com ajuda, que perder solitário.  Na Saúde: Continua se sobrecarregando com problemas alheios. Ser solidário é uma coisa, servir de caçamba é outra. Precisa aprender a diferença. Sua Saúde mental e física tende ser admirável, mas quando se permite ser usado, isso muda de forma negativa. Pedras: Granada e Turmalina Negra. Cores: Chumbo e Roxo. Nº. 05, 11 e 49. Boa Sorte!

Alegria! No Amor: Período de nostalgia e tristezas chegando ao seu ciclo sinal. O Sol aliado a Vênus brilha com intensidade prometendo um ciclo de renovação e alegrias sobre este campo. Se está só, pode esperar por surpresas agradáveis. No Trabalho: A Sorte continua a brilhar com intensidade sobre este campo. Pare de reclamar da crise e de coisas que não deram certo. Invista em seu otimismo, garra e determinação. Acredite! A maré é de sorte, não permita ver somente o lado negativo das coisas, não se misture nesse meio, pense positivo! Na Saúde: Momento oportuno para novas relações, para bons encontros com amigos, boas gargalhadas que só resultarão em alegrias e bem estar.  Pedras: Esmeralda e Mica. Cores: Dourada e Verde Escuro. Nº. Sorte: 08, 17 e 21. Boa Sorte!

Avance! No Amor: A Lua perde seu poder negativo sobre esse campo e começa a se encher de luz e positividades. Este é o momento ideal para abrir o coração, não apenas para os outros, mas para si mesmo. Siga em frente, seja verdadeiro! No Trabalho: Evite discutir nessa etapa, bater de frente não te trará alegrias e nem benefícios. Passará por algumas situações que colocarão a prova o seu bom desempenho em equipe. tanto quanto sua capacidade de raciocínio. Na Saúde: Como começou a sair sobre influência negativa do aspecto sombrio da Lua, é necessário que verifique as energias e alinhe dos Chakras!  Pedras: Citrino e Obsidiana. Cores: Amarelo Claro e Verde Claro. Nº. Sorte: 04, 22 e 31. Boa Sorte! 

Jornal Umbanda Brasil | 09

Acredite! No Amor: Estará mais sedutor e confiante. Convites prazerosos poderão surgir de forma inesperada por pessoas que se aproximarão atraídos por seu magnetismo e carisma. Grande oportunidades poderão surgir meio a devidas aproximações! No Trabalho: Acredite! A sua chance de triunfar está muito próxima, esteja mais conectado com seu lado espiritual e místico. A Lua trará mais a frente esplendor e satisfação por meio de mudanças radicais. Conecte-se com o Astral e veja! Na Saúde: Evite isolamentos, alimente o corpo e o espírito com moderação. Boa alimentação e bons momentos de reflexão te ajudarão a alcançar a boa forma. Equilíbrio Sempre.! Tudo o que é de Mais faz Mal, mas tudo o que é de Menos também. Pedras: Olho de Tigre e Turmalina Azul. Cores: Violeta e Rosa Pink. Nº Sorte: 01, 33 e 53. Boa Sorte! FRASE DA QUINZENA  CONHECER A SI MESMO É O COMEÇO DE TODA A SABEDORIA. Aristóteles Consulta pelo fone: 29710836

Jornal Umbanda Brasil Edição Ogum  

O jornal Umbanda brasil Edição n°102

Jornal Umbanda Brasil Edição Ogum  

O jornal Umbanda brasil Edição n°102

Advertisement