Page 1

Ano 4

Edição 140

Circulação de 16 a 22 de setembro

Iturama/MG, quinta-feira, 16 de setembro de 2010

R$ 2,00

www.jornaltribunadaregiao.com

Por novo assentamento

Rurícolas de União ocupam LMG-865 Três semanas após reunião com superintendência do Incra, Sindicato mobiliza sem-terra de União de Minas para reivindicar assentamento

E

Zico Pacheco

xatamente 18 dias após se reunir com a superintendente do Incra, Luci Rodrigues, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de União de Minas, Moacir Alves Patrício, o Mochila, arregimentou 32 famílias para construir barracos de lona no acostamento da LMG 865, pista que dá acesso à Usina Coruripe. A ocupação se dá para apressar a decisão. Mochila disse que o proprietário Jairo Assunção de Rezende ofereceu para o Incra 160 alqueires da Fazenda Arco-Íris, localizados na região Norte de União. A área pode assentar até 50 famílias de sem-terra. O Incra pode enviar um engenheiro para avaliar as condições do terreno e abrir negociações nos próximos dias.

Para colocar a comunidade a favor do projeto de assentamento na Fazenda Arco-Íris, famílias sem-terra de União ocupam área marginal da rodovia que dá acesso à cidade

São Francisco

Página 3

Bar Legal

Dia ‘C’ retira dos rios Grande Reunião conta apenas com 30 e Verde 15 toneladas de lixo dos 180 proprietários de bares Página 8

CLASSIFICADOS: CONFIRA AS VAGAS DE EMPREGO

Página 7

Página 7

Ação Policial

Denúncia leva Civil a traficante de drogas

Advocacia

Evento consolida união de escritórios

Zico Pacheco

Dyelen Oliveira

Durante a ação foram apreendidos um celular, 879 reais em dinheiro e uma pedra correspondente a 50 porções de crack

Afonso Celso Praes Júnior (à esq.) da Praes Advogados de Iturama e Arnaldo Silva Júnior da Ribeiro Silva comemoram parceria

Itapagipe

Página 12

Audiência propõe ‘Eleições Limpas’ Divulgação

Página 3

Anastasia lança programa 'Minas Logística' Em Frutal, na terça-feira, 14, o governador Antonio Anastasia, como candidato à reeleição, anunciou pela primeira vez a proposta do “Minas Logística”. A ideia é implantar uma rede de infraestrutura que vai transformar o Triângulo Mineiro na principal região logística do Brasil. O objetivo é construir uma rede de transporte integrada, composta por rodovias, hidrovias e ferrovias. O governador Anastasia reafirmou o compromisso feito em Uberaba de gerar empregos ao atrair empresas para o Baixo Vale nos primeiros dois anos de seu segundo mandato.

Carreata em Frutal Na foto, da esq. para dir.: deputado estadual Zé Maia, Itamar Franco, prefeita de Frutal Ciça, governador Antônio Anastasia, prefeito de Fronteira Sérgio Cóxa, deputado federal Narcio Rodrigues e exgovernador Aécio Neves

Divulgação do projeto faz parte de uma ação conjunta entre AMB e TSE; em audiência juíza conscientiza comunidade sobre o período eleitoral

Página 8

Foto/Rodrigo

Lima/Agência

Nitro


02

Edição 140

OPINIÃO

Circulação de 16 a 22 de setembro

EDITORIAL

A 17 dias do pleito, maioria do eleitorado já define voto A definição do voto do eleitorado brasileiro vem sendo objeto de estudo desde a eleição presidencial de 1989. Interessante o trabalho especulativo, porém científico, desenvolvido pelo doutor em ciência política Luiz Ademir de Oliveira e professor da Universidade Federal de São João Del Rey. O ensaio foi publicado no periódico “Em Debate”, edição de agosto, tratando da importância da mídia nas disputas eleitorais. O pesquisador avalia a estratégia que preponderou nas Eleições 2010. Será mesmo a política-espetáculo a que chama a atenção e define o voto dos indecisos? Para o cientista político, a política precisa se adaptar à lógica midiática, construindo um discurso que ele chama de “mais lúdico e menos argumentativo” para atrair a atenção do espectador-eleitor. Apesar deste “inconveniente político” — o eleitor ainda se pauta por uma lógica midiática que dispensa o debate de ideias —, há um caráter racional evidente na escolha dos representantes do Executivo e Legislativo de Estados e da União. Como caráter racional evidente nesta eleição, o pesquisador cita a transferência de votos que os dois principais ícones do meio político realizam a seus

apoiados: Luiz Inácio Lula da Silva, no plano federal, e Aécio Neves, aqui em Minas Gerais. São dois nomes aprovados em mais de 70% por seus dois últimos mandatos — a aprovação do eleitor para os mandatos dos dois líderes políticos em questão é fruto de uma análise abalizada sobre o trabalho realizado. Assim, o autor pondera que, mesmo com a crescente influência da internet e das redes sociais, é no horário político gratuito da televisão que foram centralizados os maiores confrontos. Há uma expectativa sobre o que o candidato preferido propõe, mas o eleitor não deixa de aguardar a resposta do adversário “para conferir se ele convence mais”. “Trata-se de uma disputa de retóricas em torno do mundo atual projetando-se o mundo futuro”, resume Luiz Ademir de Oliveira. Tratando-se das disputas para os cargos majoritários, o tempo dos candidatos no horário eleitoral gratuito foi a estratégia que dominou os debates entre os partidos no período pré-eleitoral, quando se definiam os aliados. A expectativa dos coordenadores das campanhas se confirmou plenamente nas campanhas de Dilma Rousseff e de Antonio Anastasia: ambas cresceram após o início da propaganda de rádio e televisão.

REGISTRO CIVIL DE SÃO FRANCISCO DE SALES E D I TAL D E P R O C LAMAS ====== == ==========

Livro 06-D Fls- 22Termo: 894 AMBROSIO NUNES VASCONCELOS, Oficial do Serviço de Registro Civil das Pessoas Naturais desta cidade, na forma da lei, etc. Faz saber que pretendem casar-se, em seu cartório os nubentes: UIGO FRANCISCO DA SILVA E FABIANA MANOEL DA SILVA” SENDO ELE, brasileiro, solteiro, auxiliar de serviços gerais, natural de São Francisco de Sales-MG., nascido aos 11 de janeiro de 1980, residente e domiciliado na Fazenda Aldeia Nova, neste Município. Filho: José Javes da Silva, lavrador, nascido aos 31/01/1956, natural deste Município e Aparecida Aureliano do Prado Silva, do lar, nascida aos 23/09/1956, natural de Paulo de Faria-SP., residentes e domiciliados neste Município. SENDO ELA, brasileira, solteira, do lar, natural de Jaboticabal-SP., nascida aos 10 de julho de 1982, residente e domiciliada na Fazenda Aldeia Nova, neste Município. Filha: Pedro Ulicio da Silva, lavrador, nascido aos 12/06/1961, natural de Garanhuns-PE., e Marli Manoel da Silva, do lar, nascida aos 15/10/1964, natural de Américo de Campos-SP., residentes e domiciliados nesta cidade. Os contraentes em virtude do casamento assinam os nomes após o casamento: USO DA MESMA ASSINATURA. Apresentaram os documentos exigidos pelo Art. 1525 e incisos do Código Civil Brasileiro. Se alguém tiver conhecimento de existir algum impedimento legal, acuse-o para os fins de direito. E para constar e chegar este ao conhecimento de todos, lavro o presente que ser afixado no lugar de costume nesta Serventia e publicado na imprensa. São Francisco de Sales-MG. 08/Setembro/2010 ___________________________________________________________ Ambrosio Nunes Vasconcelos, Oficial.

Livro 06-D Fls- 22Termo: 895-

REGISTRO CIVIL DE SÃO FRANCISCO DE SALES E D I TAL D E P R O C LAMAS Matrícula nº 0514900155 2010 6 00006 022 0000895 89 ====== == ==========

AMBROSIO NUNES VASCONCELOS, Oficial do Serviço de Registro Civil das Pessoas Naturais desta cidade, na forma da lei, etc. Faz saber que pretendem casar-se, em seu cartório os nubentes: SEBASTIÃO PEREIRA DA SILVA E IRACI LUZIA NUNES GONÇALVES” SENDO ELE, ELE, brasileiro, solteiro, motorista, natural de Icem-SP., nascido aos 04 de agosto de 1965, residente e domiciliado na Avenida 14 nº3242, Bairro Novo Horizonte, nesta cidade. Filho: Celso Pereira da Silva, nascido aos 04/08/1928, falecido em 25/07/1993, natural que foi de Tauapé-BA., e Valdelice Menezes da Silva, do lar, nascida aos 15/10/1933, natural de Saúde-BA., residente e domiciliada na Avenida 14 nº3242, Bairro Novo Horizonte, nesta cidade. SENDO ELA: brasileira, divorciada, pedagoga, natural de São Francisco de Sales-MG., nascida aos 17 de abril de 1970, residente e domiciliada na Rua E nº95, Bairro Jerônimo Francisco da Costa I, na cidade de Itapagipe-MG. Filha: Cornelia Nunes Gonçalves, nascida aos 10/09/1937, falecida em 05/10/2009, natural que foi deste Município. Os contraentes em virtude do casamento assinam os nomes após o casamento: USO DA MESMA ASSINATURA. Apresentaram os documentos exigidos pelo Art. 1525 e incisos do Código Civil Brasileiro. Se alguém tiver conhecimento de existir algum impedimento legal, acuse-o para os fins de direito. E para constar e chegar este ao conhecimento de todos, lavro o presente que ser afixado no lugar de costume nesta Serventia, no Registro Civil de Itapagipe-MG., residência da pretendente e publicado na imprensa. São Francisco de Sales-MG. 13/Setembro/2010 ___________________________________________ Ambrosio Nunes Vasconcelos, Oficial.

Errata

Na reportagem de São Francisco de Sales “Criança de cinco anos morre atropelada”, publicada na edição 139, diferentemente do que foi divulgado, Gil Filho Mota não morava com os pais, mas sim com a mãe, Marcela Pugas Mota e com os avós maternos. Entretanto ,ele visitava o pai e a família com freguência.

Cá pra nós

Moção de aplauso (1)

30 títulos de cidadania O Parlamento Jovem No dizer de Cristino, “Iturama precisa agraciar a todos que estão se incorporando à comunidade, pois isso é gesto de rompimento com o bairrismo que não cabe mais em nossos dias”. Ele fez o comentário ao elogiar a menção a Ronei. Acrescentou que os 30 títulos de cidadania que serão entregues em 16 de outubro serão insuficientes para reverenciar a tantos cidadãos que aqui chegaram. “Esse é o papel da Câmara”, concluiu.

A vereadora Cidinha Longo convenceu o presidente Nilsinho a agilizar o processo de inscrição da Câmara de Iturama para concorrer a uma das oito vagas oferecidas pela Assembléia Legislativa de Minas Gerais para instituição do Parlamento Jovem 2011. Nesta quinta e sexta-feira, 16 e 17, dois funcionários estarão em BH para curso sobre a instituição. O projeto foi aprovado por Alex Sandro, em sua primeira fala como vereador.

Moção de aplauso (2)

Escolha do secretário

Convênio com Senac

Na sessão da Câmara, realizada excepcionalmente na quartafeira, 8, o líder do prefeito Januário de Andrade (PTB) propôs uma moção de aplauso e reconhecimento ao jornalista da Rádio Metrô FM, Ronei Alves. “É um profissional que executa ações edificantes em favor da comunidade”, justificou o autor, referindo-se também ao trabalho de Ronei como de relações públicas da Prefeitura e membro da Banda Municipal. A proposta de Januário foi unanimidade. Inclusive, quatro deles elogiaram a moção de reconhecimento a Ronei Alves, com comentários dos mais diversos. O primeiro a apoiar foi o colega de PTB Cristino, seguido por Cidinha Longo (PR), Nilsinho (PMN) e Adelvan (PSL). Nilo (PSDB), Gisélia (PR) e Alex (PSC) já haviam falado, mas é de se supor que também teriam o que dizer. O 2º secretário Marciel (PMN) nunca fala.

Na próxima sessão da Câmara de Iturama, segunda-feira, 20, será eleito o novo secretário da Mesa Diretora para o resto do ano. O escolhido, que será empossado imediatamente, vai substituir Dijalme José de Queiroz, morto em 15 de agosto. Nas sessões anteriores, Marciel, ocupou interinamente a vaga. Todos os vereadores poderão concorrer ao cargo vago, desde que registrem suas candidaturas até duas horas antes da reunião.

Depois da negociação de dois meses do presidente da Associação Comercial e Industrial de Iturama, Adir de Souza Lima, os vereadores também estão engrossando o coro para trazer de volta o escritório do Senac, que deixou a cidade por falta de apoio. Três vereadores (Cristino, Cidinha e Adelvan) foram os autores da indicação ao prefeito Cláudio Tomaz de Freitas (PSC) para ceder espaço físico. Até o presidente Nilsinho deu apoio á ideia.

Sugestões e críticas sobre a coluna podem ser encaminhadas no e-mail: jornalismo@jornaltribunadaregiao.com

ARTIGO

O Dia do Cliente merece algo a mais Dalmir Sant’Anna

Com o fortalecimento de criativas ações na área de marketing e, significativos estudos sobre o perfil do consumidor, gradativamente, o cliente passou a receber maior atenção, cordialidade e valorização. O dia 15 de setembro é um momento de entender, que o Dia do Cliente é fundamental, para a continuidade de um negócio. Um momento para perceber, o quanto a mudança no comportamento do consumidor, passa por alterações, partindo de uma ação centrada nos vendedores, para uma atuação centrada nos compradores e, como resultado, o compromisso de intensificar esforços para compreender como conquistar o cliente. Observe a seguir, como estimular a proeminência do desejo de encantar com empatia, respeito, comprometimento e profissionalismo. Reconhecer os objetivos de compra – Conhecer o comportamento do consumidor é um processo em evolução. Entender os objetivos de compra possibilita exercitar a abordagem, além de gerar importante aprendizado sobre o perfil do consumidor. Note que alguns clientes apresentam como objetivo de compra, a aquisição de um automóvel por necessidade de deslocamento, entretanto, outras pessoas realizam a compra de um automóvel por status. Abordar o consumidor com expressões tipo: “Fala

patrão! E aí tio! Manda meu chefe!”, além de demonstrar falta de profissionalismo, expõe nítido despreparo para o atendimento comercial. Perceba na prática, se durante sua abordagem comercial, o cliente demonstra atenção e interesse. Note, se sua abordagem, desperta atenção do consumidor, em ouvir suas argumentações. Lembre-se, reconhecer os reais objetivos da compra, são ingredientes essenciais para um profissional de vendas, que deseja fazer algo a mais, para encantar o cliente e permitir uma maior fidelização. Fazer a diferença no serviço oferecido – No café da manhã de um hotel, a funcionária ao realizar a reposição dos alimentos disse: “Como pode! Essas pessoas parecem estar vazias por dentro. Em não dou conta de tanto repor os alimentos. Elas comem demais!” E eu, sentado, ouvindo tudo aquilo. Esta funcionária do hotel esqueceu que eu, também era um hóspede? A prestação de serviço é complexa, pois conta, com a participação do cliente, para que na prática aconteça. Esse desenvolvimento entre prestador de serviço e cliente também é uma grande oportunidade para encantar e fazer a diferença. Por ano, dispomos de 12 meses, 365 dias, 8.760 horas, para oferecer algo a mais no atendimento. E quantas pessoas desperdiçam as oportunidades? O treinamento

Rua Ribeirão São Domingos, nº 1032 , Centro — CEP 38280-000 — Iturama/MG TELEFAX: (34) 3411-4722 E-mail: adm@jornaltribunadaregiao.com Site: www.jornaltribunadaregiao.com

Dalmir Sant’Anna é palestrante comportamental, mestrando em Administração de Empresas e mágico profissional. Autor do livro “Menos pode ser Mais”

Tribuna da Região

EXPEDIENTE Empresa Jornalística Tribuna da Região Ltda.

constante é uma importante ferramenta para fazer a diferença no serviço oferecido. Prepare os profissionais da sua empresa, possibilitando que conheçam os processos e procedimentos que envolvem a prestação de serviço. Equipes treinadas, que entendem a funcionalidade da empresa, estão mais preparadas para lidar com situações diversas e imprevisíveis, que envolvem a execução de um serviço. Aproveite ao máximo as oportunidades para fazer a diferença. Observe que interessante definição, para valorizar ainda mais o Dia do Cliente: “o meu desafio como gestor de negócios é o de jamais levar stress para o cliente”. Quantas empresas ao contrário de encantar, assustam com um péssimo atendimento. Você conhece alguma empresa assim? Quantos recomendariam seus serviços para outras pessoas? Qual será o comentário do comprador ao desligar o telefone após falar com sua empresa? Profissionais preocupados, com satisfação de seus clientes oferecerem algo a mais. Por meio da missão, visão e valores, buscam demonstrar na prática, compromisso com o comprometimento, comodidade, profissionalismo e vontade de fazer a diferença.

A expressão da notícia no Baixo Vale

Diretora executiva: Kelma Lacerda adm@jornaltribunadaregiao.com Editor: Zico Pacheco MTB 15 274 / SP jornalismo@jornaltribunadaregiao.com

Plano de distribuição: Iturama, Campina Verde, Honorópolis, Carneirinho, Itapagipe, Limeira do Oeste, União de Minas, São Francisco de Sales, Fronteira e Santa Vitória.

Repórter: Dyelen Oliveira dyelen@jornaltribunadaregiao.com

Impressão: Editora J. G. Rio Preto Ltda Tiragem: 3.000 exemplares.

Diagramador: Douglas Caetano diagramacao@jornaltribunadaregiao.com

Os artigos publicados e as matérias divulgadas pelas assessorias de imprensa não expressam necessariamente a opinião do jornal Tribuna da Região. Estas publicações obedecem ao propósito de refletir sobre diversas opiniões.


POLÍTICA

Edição 140

Circulação de 16 a 22 de setembro

03

Reforma agrária

Acampamento de sem-terra instalado na LMG-865

Sindicato dos Trabalhadores Rurais de União foi o primeiro a tomar atitude após reunião com superintendente do Incra Zico Pacheco

O

Sindicato dos Trabalhadores Rurais de União de Minas foi o primeiro do Pontal do Triângulo Mineiro a se mobilizar para organizar um acampamento, após reunião com Luci Rodrigues, a superintendente do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), órgão responsável pela administração da questão agrária em território brasileiro. A reunião foi realizada em 25 de agosto, em Uberaba, onde estiveram presentes cerca de 150 pessoas representando os sindicatos dos trabalhadores rurais de 40 cidades do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Todas as cidades do Vale do Baixo Rio Grande estiveram presentes. Na tarde de segundafeira, 13, já estavam sendo enlonados 32 barracos do acampamento instalado às margens do quilômetro 20 da LMG-865, a 2 quilômetros de União de Minas. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de União, Moacir Alves Patrício, o Mochila, explicou que o processo de aquisição será em forma de negociação. “A ocupação é pacífica e ordeira”, explicou. O proprietário rural Jairo Assunção de Rezende está tentando repassar a escritura para o Incra.

Assim que for concluído o projeto técnico pelo Incra, podem ser transferidos 160 alqueires da Fazenda Arco-Íris, localizada na região Norte do município de União de Minas, assentando de 40 a 50 famílias, todas da cidade. Mochila disse que em União há mais de 100 famílias cadastradas no Sindicato dos Trabalhadores Rurais para serem assentadas. O movimento de União de Minas está recebendo apoio de outros sindicatos e até de órgãos públicos. Segundo explicações de Nirley da Silva Costa, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Limeira do Oeste, que também atende à cidade de Carneirinho, o assentamento traz muito recurso para o município. “Já estamos em fase de licitação para construção das habitações no Assentamento da Reserva, com investimentos de R$ 3 milhões”, contou Nirley, acrescentando que outros R$ 640 mil serão investidos nos 200 contemplados para

Fotos/Zico Pacheco

Linhão do Madeira

Audiência discute linha de transmissão Da Assessoria

Presidente do Sindicato, Mochila (à dir.), organiza acampamento

crédito de apoio à produção agrícola. Segundo estimativas dos sindicalistas das oito cidades da região (incluindo Santa Vitória) há 300 famílias aguardando resposta do Incra. Assessores da superintendência informaram na quarta-feira, 15, que nova reunião será agendada ao final do processo eleitoral para avaliação dos pedidos feitos na reunião de Uberaba. Segundo dados ainda não confirmados, o órgão federal pode negociar até 25 mil alqueires de terra nos próximos anos, para dar condições de trabalho a cerca de 1 mil rurícolas que serão prejudicados com a mecanização do corte de cana-de-açúcar no Pontal do Triângulo.

Até o final da segunda-feira, 32 barracos já estavam instalados na rodovia LMG-865

Denúnicia anônima

Polícia Civil prende ituramense de 42 anos por tráfico de drogas Dyelen Oliveira

Dyelen Oliveira

O ituramense C.A.A.R., de 42 anos, foi preso no último dia 2 em flagrante sob acusação de tráfico de drogas. A equipe do delegado Bruno Gustavo Guaracho Salmen Hussain composta por quatro detetives chegaram ao traficante após denúncia anônima. Com ele foram encontrados um celular, R$ 879 reais em dinheiro e uma pedra de crack equivalente a cinquenta porções, estimadas em R$ 250 reais. De acordo com o delegado a ação ocorreu na Avenida Rio Grande no bairro Jardim América

Com o homem foram encontrados um celular, R$ 879 reais em dinheiro e uma pedra de crack equivalente a cinquenta porções

Uma equipe do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente) estará em Iturama no próximo dia 21 para debater a construção da Linha de Transmissão - 600 KV Porto Velho-Araraquara 2, no 2, por meio de uma audiência pública às 18h, no Espaço Festas, na Avenida Alexandrita, número 1.403, Centro. Segundo os organi-

zadores, trata-se de uma oportunidade única para a comunidade participar das discussões sobre o assunto. No dia 19, no mesmo horário, a audiência será realizada no Sindicato Rural de Santa Vitória, na Avenida Doutor Eduardo Brandão Azeredo, 1.040. As linhas de transmissão em 600k V Porto Velho - Araraquara I e Porto Velho - Araraquara 2 são voltadas para escoar a energia produzida pe-

las hidrelétricas de Jirau (3.450MW) e Santo Antônio (3.150MW), que são construídas no rio Madeira, em Rondônia, até São Paulo. Encontros dos empreendedores responsáveis pelas obras com o Ibama e representantes das regiões afetadas são realizados em Rondônia, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais e São Paulo - estados que serão atravessados pelas linhas.

19 ª edição

Vereador Dijalme é homenageado na abertura da festa de Alexandrita Da Assessoria

Durante a abertura da 19ª edição da festa de Peão do Distrito de Alexandrita realizada entre os dias 9 e 12 deste mês, o prefeito de Iturama Claudio Burrinho lembrou-se do trabalho realizado pelo vereador Dijalme José de Queiroz (in memoriam) para favorecer os moradores do Distrito, oportunidade em que o parlamentar recebeu uma homenagem póstuma por ter sido um dos fundadores da festa de Alexandrita. “Onde ele estiver ele terá a certeza de realizar o sonho de ver Alexandrita como uma cidade com qualidade de vida para todos os seus moradores. A partir de março de 2011, o Distrito estará de cara nova,” finalizou o prefeito. Atraídos pelos prêmios oferecidos aos finalistas nas montarias em cavalos e touros, a Festa atraiu peões de toda a região e

também de outros estados, como por exemplo, de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Os destaques na montaria em cavalos foram: Rodrigo Alberto dos Santos Martins, da cidade de Populina (SP) - ganhador da moto zero quilômetros; Ary Smarra da Silva, de Mira Estrela (SP)- R$ 2,5 mil; Jaime Aparecido Costa, de Carneirinho (MG) – R$ 2 mil; Edson Antônio Filho, de Aparecida do Tabuado (MS) – R$ 1,5 mil; e Arnaldo Gomes da Silva, de Frutal (MG) – R$ 1 mil. Os prêmios para a categoria em touro ficaram com Elton Cid Pereira da Silva, de Populina (SP) – uma moto zero quilômetro; Edmárcio Raimundo Rodrigues, de Estrela da Barra (MG) – 2,5 mil; Érico Daniel Martins, de Populina (SP) – R$ 2 mil; Aparecido Fermino Reis, de São Sebastião do Pontal (MG) – R$ 1,5 mil; e Eduardo Queiroz Ferraz, de

Iturama (MG) – R$ 1 mil. O presidente da Festa, Hélio Correa, diz ter ficado muito satisfeito com os resultados obtidos neste ano. “A edição 2010 da festa superou todas as expectativas. Temos de agradecer o apoio que a Prefeitura de Iturama nos deu, além do auxílio da Câmara Municipal e do Sindicato dos Produtores Rurais. Sem estas parcerias não conseguiríamos promover o evento”, disse ele na abertura oficial da festa, na noite do último sábado, dia 11, quando foi realizado o show pirotécnico. Cláudio Burrinho, citado no evento como o prefeito das obras e das construções, ressaltou o empenho dos organizadores na realização do evento. “Sei como é difícil promover uma festa como esta e é por isso que cumprimento a todos os envolvidos por este grande trabalho.” Fotos/Assessoria de Comunicação

onde o traficante iria entregar a droga a uma usuária. Entretanto, quando o acusado percebeu a presença dos militares tentou desfazer do produto jogando em um mato próximo ao local. No momento da abor-

dagem C.A.A.R., tentou resistir a prisão, mas logo foi rendido e levado a delegacia de polícia civil. Ele responderá pelo crime de tráfico de drogas. A pena varia de 5 a 15 anos de reclusão.

Durante a abertura da festa o prefeito de Iturama, Cláudio Burrinho junto ao público prestaram homenagem ao vereador Dijalme (in memoriam) nascido no distrito de Alexandrita


04

Edição 140

Circulação de 16 a 22 de setembro

LOCAL


LOCAL

Edição 140

Circulação de 16 a 22 de setembro

05

PLHIS

Comunidade vai debater plano local de habitação

Agenda inclui reuniões com autoridades de diferentes setores e oficinas em todas as regiões de Iturama Da Assessoria

A

equipe coordenadora do PLHIS Plano Local de Habitação de Interesse Social -, definiu uma agenda de trabalho para elaborar a primeira e segunda etapas do Plano em Iturama, que são a metodológica – que demandará de uma série de reuniões com a participação de representantes de classes -, e a de diagnóstico – que envolverá a ampla participação da comunidade. Entre as metas estão levantar os problemas no setor habitacional no município e quantificá-los para traçar as soluções, trabalho integrado às esferas estadual e federal e que deverá ser estendido até que as questões sejam solucionadas. Em outubro do ano passado, na Câmara Municipal, uma equipe da Prefeitura de Iturama fez as primeiras explanações

para difundir a iniciativa. “A partir da reunião vamos definir uma série de itens para atingir um de nossos objetivos principais, inicialmente, que é fazer com que as pessoas participem, apontando problemas e sugerindo soluções a serem colocadas em prática”, informa o gestor de Convênios da Prefeitura de Iturama, Clayton José de Oliveira, que integra a equipe de coordenação. Também são membros da comissão o secretário municipal de Governo, Tércio José Araújo, a assistente administrativa da Secretaria Municipal de Saúde, Wania Mendes, a arquiteta da Secretaria Municipal de Obras, Christiane Lima, e a assistente social Vandeli Francisca de Freitas, da Secretaria Municipal de Assistência Social. Após a definição da metodologia, que incluirá também reuniões com o prefeito Cláudio Burrinho,

os vereadores, presidentes de associações de bairro, de clubes de serviço, diretores de escolas e representantes de demais entidades, a segunda etapa, a que envolverá o diagnóstico, deverá pontuar os problemas, como por exemplo, os latifundiários, o número de lotes irregulares, imóveis sem documentação, falta de adequação de moradias, ocupações irregulares e déficit habitacional. Nesta etapa serão feitas várias oficinas com a participação da comunidade. A ideia é que os participantes sejam divididos em grupos para discutir os respectivos problemas. Entre eles, um relator deverá ser escolhido para apresentar os pontos debatidos. “Já a terceira etapa incluirá a execução das ações elencadas como necessárias. Por isso a participação da comunidade é importante, sobretudo, porque é ela que vivência as dificuldades e, desta

Fotos/Assessoria de Comunicação

forma, poderá nos ajudar a resolvê-las da melhor forma possível.” Social Segundo Oliveira, o PLHIS está diretamente ligado a questões sociais. “Sabemos que as famílias que ocupam áreas irregulares, como as de preservação permanentes (APP), criam uma série de vínculos sociais na localidade onde estão inseridas. Além disso, muitas não têm despesas com aluguel, água ou luz. Desta forma, não podemos simplesmente transportá-las para outro setor, sem que tenham um suporte para se adaptar. Isso porque muitas delas acabarão voltando para as antigas áreas. Por isso, vamos envolver o trabalho social, considerado indispensável para atingirmos os objetivos propostos tanto na área urbana quanto na rural de Iturama, buscan-

Na foto funcionários da Cohab demarcam local para construção do bairro Alcides Veríssimo

do expandir ao máximo o trabalho.” Recursos A partir de 2011, os municípios que não estiveram cumprindo as etapas do Plano Local de Habitação de Interesse Social não receberão ou terão dificuldades para receber, de acordo com a pendência, verbas para a execução de projetos no setor habitacional, inclusive os que demandam recursos pelo PAC (Programa de Acele-

ração do Crescimento). “Iturama conta com o Conselho e o Fundo Municipal de Habitação e definiu todo o cronograma para cumprir a etapa metodológica. Além disso, a segunda e terceira serão colocadas em prática assim que concluídas as imediatamente anteriores. Estamos trabalhando amplamente para que os nossos problemas sejam resolvidos e para que nenhum recurso seja perdido”, finaliza.

7 de setembro

Prefeitura mantém tradição e reúne 5 mil pessoas em desfile cívico Da Assessoria

O pelotão da 3.ª Companhia Independente abriu o Desfile Cívico em comemoração aos 188 anos de Independência do Brasil do Reino de Portugal, data lembrada na manhã desta terça-feira, 7 de Setembro, e que reuniu parte da comunidade de Iturama na Avenida Prefeito Juca Pádua – cerca de 5 mil pessoas, entre as que desfilaram e o público que acompanhou as apresentações, aproximadamente 2 mil a mais do que em

2009, segundo estimativas da Polícia Militar. Este foi o segundo ano consecutivo em que a tradição cívica é lembrada, resgate promovido em 2009, início da gestão do prefeito Cláudio Tomaz de Freitas, e do vice-prefeito Anderson Bernardes de Oliveira. Promover manifestações históricas é uma das metas da atual administração, objetivo que também tem sido atingido com as cavalgadas e inaugurações da Casa da Memória e do coreto da Praça Santa Rosa, ambas no dia

23 de agosto, por exemplo. Para o prefeito, retomar a tradição dos desfiles cívicos em Iturama é comemorar a liberdade do Brasil em todos os setores e sentidos. “Lembrar o passado é importante para o hoje e para o futuro porque um povo que tem memória é um povo consciente de sua trajetória. Agradeço a todos os que colaboraram para que o evento fosse possível, principalmente, à Polícia Militar e à Banda Santa Rosa. Ver as famílias ituramenses participando

também é muito gratificante. Até a chuva que caiu um pouco antes do início previsto contribuiu para o nosso evento, tornando a temperatura mais agradável”, considerou o prefeito Cláudio Burrinho. A iniciativa foi elogiada pelo major Ivan José Tavares, comandante da 3.ª Companhia Independente.

Ao som da Banda Municipal Santa Rosa policiais militares abrem desfile cívico

Pelotão Esperança (à esq.) apresenta novo uniforme no desfile; (à dir.) projeto Conviver

cipal, Nilson Conceição de Oliveira, enalteceu a iniciativa da Administração Municipal. A volta do desfile cívico em Iturama é uma forma oportuna de resgatar um marco de nosso País, que foi a nossa independência. Só temos de agradecer ao prefeito Cláudio por esta oportunidade.

Cultura

Jornada Mineira do Patrimônio terá início na sexta-feira, 17, com ações cadastradas Da Assessoria

Prefeito Cláudio Burrinho fala ao público sobre a importância do evento para a cidade

Este era um sonho antigo da Polícia Militar que se transformou em realidade no ano passado, quando o prefeito Cláudio também concretizou uma de suas metas. Para nós é uma satisfação muito grande poder fazer parte deste projeto. Representando o Legislativo ituramense, o presidente da Câmara Muni-

Venda de livros, apresentações artísticas e a exposição de objetos antigos “Redescobrindo a Nossa História” farão parte das ações cadastradas na 2.ª Jornada Mineira do Patrimônio Cultural - “Patrimônio Cultural e Cidadania”, no dia 17 de setembro, das 10h às 22, no Rotary Club, na Avenida Coronel José Felisberto, número 521, iniciativa da Prefeitura de Iturama por meio da Secretaria Municipal de Cultura. Serão oito expositores de Iturama e Jales, além do Cantinho da Leitura, sob responsabilidade da equipe da Biblioteca Municipal “João Garcez de Morais”. A programação incluirá também 12 apresentações artísticas especialmente preparadas por alunos de escolas municipais, es-

taduais e particulares do município de Iturama. Segundo o secretário municipal de Cultura, Romes Damacena, a Jornada busca estimular a realização de atividades de educação e sensibilização da sociedade, favorecendo a transmissão de seus valores culturais e promovendo sua inserção contemporânea em um projeto mais amplo de valorização da diversidade do Patrimônio Cultural

Mineiro. “Com o tema “Patrimônio Cultural e Cidadania”, a proposta é que em 2010 os participantes da Jornada Mineira desenvolvam, junto às ações de promoção dos valores culturais locais, atividades de mobilização dos cidadãos para uma atuação mais ativa e consciente de seus direitos e deveres em relação ao patrimônio cultural,” diz o secretário Romes.

No ano passado as apresentações foram na praça Dona Francisca e este ano o evento será sediado no Rotary Clube, de Iturama


06

Edição 140

ECONOMIA

Circulação de 16 a 22 de setembro

Portal do Empreendedor

Minas tem 10% do número de inscritos em todo país

Estado aparece em terceiro lugar no Portal do Empreendedor do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Agência Minas

M

inas Gerais aparece em terceiro lugar no Portal do Empreendedor do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, com 51.902 trabalhadores inscritos, conforme dados de 1° de setembro. Em todo o Brasil, o programa Empreendedor Individual alcançou a marca de 501.125 mil trabalhadores cadastrados, mantendo uma média de 3 mil pessoas por dia nos últimos meses, com predomínio das atividades de comércio de vestuário e cabeleireiros. Segundo a subsecretária de Indústria, Comércio e Serviços, Marilena Chaves, os números demonstram que o trabalhador está descobrindo que é muito melhor exercer sua atividade ao amparo da legislação. “A formalização está de-

finindo um novo perfil do empreendedorismo, mais profissional e consciente de seus direitos e obrigações perante os órgãos públicos, incluindo a Previdência Social, e a sociedade em geral”, acrescentou. Ela lembrou, ainda, que o custo da informalidade é bem maior que o da formalidade, principalmente a longo prazo, pois à margem da lei o trabalhador não pode desfrutar de diversos benefícios fiscais, creditícios e previdenciários. Muito melhor, então, é o empreendedorismo legal, concluiu o superintendente da Sics, vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico. Além de São Paulo, com 108.640, Rio de Janeiro (65.026) e Minas Gerais (51.902), estão bem posicionados no ranking a Bahia (37.634) e Rio Grande do Sul (29.761). Em todo

o país, dentre as atividades econômicas que se destacam estão: comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios (49.957), cabeleireiros (37.541), lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares (15.830), minimercados, mercearias e armazéns (15.296) e bares (15.830). O programa foi lançado em 1º de julho de 2009 com o objetivo de legalizar aqueles que trabalham por conta própria, têm faturamento de no máximo R$ 36 mil por ano e possuem até um empregado contratado que receba salário mínimo ou piso da categoria. O interessado, também, não pode ter participação em outra empresa como sócio ou titular. Lançada no dia 8 de fevereiro, a segunda geração do portal simplificou o sistema, reduzindo para sete o número de informações

solicitadas, e incluiu todos os estados. Com maior agilidade, houve o aumento do número de beneficiados. Dos meses que se seguiram até hoje, cerca de 440 mil pessoas se inscreveram. Os cadastrados têm como benefícios acesso a compras governamentais, enquadramento no Simples Nacional, isenção nos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL) e pagamento de valor fixo mensal de 11% do salário mínimo (destinado à Previdência Social) mais R$ 1,00 de ICMS (comércio ou indústria) ou R$ 5,00 de ISS (prestação de serviços). A contribuição previdenciária permite o auxílio-maternidade, auxílio-doença, aposentadoria, entre outros. A formalização do empreendedor individual é feita somente pela internet, no site: www.portaldoempreendedor.gov.br.

Só em agosto

Exportações de MG ultrapassam U$ 3,3 bilhões Agência Minas

As exportações mensais de Minas Gerais atingiram, em agosto, US$ 3,32 bilhões, o maior valor já registrado pelo comércio exterior do Estado. Foi de 101,4% o crescimento das exportações mineiras em agosto em relação ao mesmo mês de 2009, já em relação a julho de 2010, o volume apresentou aumento de 17,7%. No acumulado de janeiro a agosto/2010), a expansão foi de 51% em relação ao mesmo período do ano anterior, totalizando US$ 18,47 bilhões exportados. Com esse resultado, Minas Gerais passou a responder por 14,65% das exportações acumuladas pelo país até agosto de 2010. As importações mineiras seguem ritmo de crescimento moderado. No mês passado, elas começaram a se igualar à média dos valores importados no ano

E D I TA L 4 . 6 6 0 JaneMariadaSilvaAvelar, brasileira, substituta II do Tabelionato S. Lima - Serviço de Registro Civil, desta cidade, distrito, município e Comarca de Iturama - Estado de Minas Gerais, FAZ SABER, que pretendem casar-se, prevalecendo-se do que lhes faculta o Art. 1.512 § único e e apresentando os documentos n°s I - III – IV - V, exigidos pelo Art. 1.525, da Lei 10406/02 Código Civil Brasileiro: VALDEZON FLORIANO BARBOSA, brasileiro, solteiro, maior, capaz, gráfico, RG MG 7.310.159 (SSP/MG), exp. em 19/07/99 e CPF 743.427.466/20, nascido nesta cidade de Iturama/MG, a 26/abril/1975, com 35 (trinta e cinco) anos de idade, residente e domiciliado em Iturama/ MG, Bairro Residencial Dr. Diógenes de Souza, Rua Vinte e Um, nº 538, Filho de Guilherme Barbosa Floriano, operário e aposentado e Maria Onirce de Jesus Floriano, operaria de firma, brasileiros, e EDENILZE SANTOS FIEL, brasileira, solteira, maior, capaz, doméstica, RG M 8.173.944 (SSP/MG), exp. a 09/02/93 e CPF 276.149.055/04, nascida em Estância/SE, a 24/ setembro/1967 (vinte e quatro de setembro de mil novecentos e sessenta

de 2008. O valor registrado foi de US$ 6,28 bilhões no acumulado do ano. Esse valor representa uma expansão das importações estaduais de 38,6% em relação ao valor verificado entre janeiro a agosto de 2009. As importações mensais alcançaram US$ 953,06 milhões, apresentando crescimento de 34,8% ao registrado em agosto de 2009. Na comparação com julho de 2010 o crescimento foi de 3,6%. No acumulado do ano, o saldo comercial mineiro foi superavitário em US$ 12,19 bilhões, valor 58,3% superior a igual período do ano anterior. Para o mesmo período esse número foi equivalente a 104,46% do saldo comercial brasileiro. Já o saldo comercial de agosto, que alcançou US$ 2,36 bilhões, consolidouse como o maior saldo de 2010. Em relação a agosto de 2009, o crescimento foi de 151,4%.

E D I T A L - 4 6 6 1 AnaSilvaLimaMendonça, brasileira, substituta I do Tabelionato S. Lima Serviço de Registro Civil, desta cidade, distrito, município e Comarca de Iturama - Estado de Minas Gerais, FAZ SABER, que pretendem casar-se, e presentando os documentos n°s I - III – IV - V, exigidos pelo Art. 1.525, da Lei 10406/02 - Código Civil Brasileiro: FERNANDO DE QUEIROZ LOURENÇO, brasileiro, solteiro, maior, capaz, funcionário público, RG MG 10.864.560 (PC/MG), exp em 06/11/07 e CPF 056.767.316/21, nascido em Fernandópolis/SP, a 05/junho/1984, com

O Empreendedor Individual é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. Para ser um empreendedor individual, é necessário faturar no máximo até R$ 36.000,00 por ano, não ter participação em outra empresa como sócio ou titular e ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria. A Lei Complementar nº 128, de 19/12/2008, criou condições especiais para que o trabalhador conhecido como informal possa se tornar um Empreendedor Individual legalizado. Entre as vantagens oferecidas por essa lei está o registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o que facilitará a

abertura de conta bancária, o pedido de empréstimos e a emissão de notas fiscais. Além disso, o Empreendedor Individual será enquadrado no Simples Nacional e ficará isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL). Pagará apenas o valor fixo mensal de R$ 57,10 (comércio ou indústria) ou R$ 62,10 (prestação de serviços), que será destinado à Previdência Social e ao ICMS ou ao ISS. Essas quantias serão atualizadas anualmente, de acordo com o salário mínimo. Com essas contribuições, o Empreendedor Individual terá acesso a benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outros.

SERVIÇO: Site: www.portaldoempreendedor.gov.br Telefone: (61) 2109-7190 ou 2109-7198

ASSOCIAÇÃO DOS MUNICÍPIOS DO BAIXO VALE DO RIO GRANDE - AMVARIG Extrato de Resultado de Licitação Pregão Presencial n.º 03/2010. Objeto: Contratação de equipe técnica (01 Engenheiro e 01 Técnico Administrativo) para elaboração e acompanhamento das atividades/obras oriundas de recursos destinados à Associação, bem como objetivando ampliar a captação de recursos junto a organizações públicas e privadas. Licitantes Vencedores: Honório José de Lacerda e Daniel Marinho de Miranda. Valor: R$ 100.000,00. Itapagipe - MG, 25 de maio de 2010. Benice Nery Maia – Presidente. Extrato do Contrato n.º 03/2010 Contratante: Associação dos Municípios do Baixo Vale do Rio Grande – AMVARIG. Contratado: Honório José de Lacerda. Pregão Presencial n.º 03/10. Objeto: prestação de serviços à Contratante na elaboração e acompanhamento das atividades e das obras oriundas de recursos destinados à Associação; na elaboração e implementação de projetos objetivando ampliar a captação de recursos junto a organizações públicas e privadas em prol da Associação, bem como promover a adequação institucional e a modernização da mesma, conforme Projeto Básico, que é parte integrante do Edital. Vigência: 1º de junho de 2010 a 30 de novembro de 2010. Valor: R$ 50.000,00. Data de Assinatura: 24/05/2010. Itapagipe – MG, 25 de maio de 2010. Benice Nery Maia – Presidente. Extrato do Contrato n.º 04/2010 Contratante: Associação dos Municípios do Baixo Vale do Rio Grande – AMVARIG. Contratado: Daniel Marinho de Miranda. Pregão Presencial n.º 03/10. Objeto: prestação de serviços à Contratante na elaboração e acompanhamento das atividades e das obras oriundas de recursos destinados à Associação; na elaboração e implementação de projetos objetivando ampliar a captação de recursos junto a organizações públicas e privadas em prol da Associação, bem como promover a adequação institucional e a modernização da mesma, conforme Projeto Básico, que é parte integrante do Edital. Vigência: 1º de junho de 2010 a 30 de novembro de 2010. Valor: R$ 50.000,00. Data de Assinatura: 24/05/2010. Itapagipe – MG, 25 de maio de 2010. Benice Nery Maia – Presidente.

Tabelionato S. Lima

e sete), com 42 (quarenta e dois) anos de idade, residente e domiciliada nesta cidade de Iturama/MG, mesmo endereço dele contraente, filha de José Rodrigues Fiel, guarda noturno e aposentado e Maria Ivonete Santos Fiel,do lar e aposentada, brasileiros. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei.Lavro o presente Edital, para ser afixado nesta Serventia de Iturama/MG, e publicado no jornal local. Iturama/MG, 02 de setembro de 2.010 Iturama/MG, 02 de setembro de 2.010. a) Jane Maria da Silva Avelar- substª II

O que é empreendedor individual?

26 anos de idade, residente e domiciliado em Iturama/MG, Rua Rio Bonito, 372, Filho de Haroldo Fernando Lourenço, autônomo e Ená de Queiroz Lourenço, do lar e aposentada, brasileiros, e VANDA MEDEIROS DE SOUZA, brasileira, solteira, maior, capaz, técnico em enfermagem, RG MG 12.262.416 (SSP/MG), exp. a 15/01/99 e CPF 072.293.636/24, nascida em Iturama/ MG, a 06/outubro/1983, com 26 anos de idade, residente e domiciliada nesta cidade de Iturama/MG, Av. Campina Verde, nº 1153- casa 9, filha de Alexandre Medeiros de Souza, agricultor e Nirce Helena Ferreira do Amorim Souza, do lar e aposentada, brasileiros. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei. Lavro o presente Edital, para ser afixado nesta Serventia de Iturama/MG, e publicado no jornal local. Iturama/MG, 02 de setembro de 2.010. a)- AnaSilvaLimaMendonça- Substª I E D I TA L nº. 4. 6 6 2 JaneMariadaSilvaAvelar, brasileira, substituta II do Tabelionato S. Lima - Serviço de Registro Civil, desta cidade, distrito, município e Comarca de Iturama - Estado de Minas Gerais, FAZ SABER, que pretendem casar-

se, e apresentando os documentos n°s I – III – IV, exigidos pelo Art. 1.525, da Lei 10406/02 - Código Civil Brasileiro: THALES LIMA CRUZ, solteiro, atleta profissional, nascido em Iturama/MG, no dia vinte de fevereiro de mil novecentos e oitenta e nove (20/02/1.989), residente e domiciliado na Av. Campina Verde, 442, centro, Iturama/MG, Filho de Marco Túlio da Cruz e de Joelma Heloisa de Lima. e THAÍS SALVIANO DE CAMPOS, solteira, tele atendente, nascida em Mogi das Cruzes/SP, no dia doze de maio de mil novecentos e noventa e dois (12/05/1.992), residente e domiciliada na Rua Acre, 80 Mogi das Cruzes/SP, filha de José Roberto de Campos e de Elisângela Pires de Souza Salviano CamposSe alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da Lei.Lavro o presente Edital, para ser afixado nesta Serventia de Iturama/ MG, e publicado no jornal local, Edital de Casamento do Oficial de Registro Civil Pessoas Naturais, Interdições e Tutelas da cidade de Mogi das Cruzes/ SP datado de 23/08/2010, recebido em 02/09/2010; Iturama/MG, 02 de setembro de 2.010.a) JaneMariadaSilvaAvelar-subst. II


GERAL

Edição 140 Circulação de 16 a 22 de setembro

07

Lançamento Bar Legal

Dos 180 proprietários apenas 30 compareceram

Pequeno número de empresários esteve presente no lançamento do projeto que visa a proteger comerciantes e clientes jeto aos convidados. “Não queremos fechar nenhum reocupados com os estabelecimento, apenas números de ocor- impedir incidentes nestes rências registrados locais e com isso melhorar em estabelecimentos que o atendimento.” comercializam bebidas Em Iturama, Feital conalcoólicas a Polícia Militar, tou que os números de BOs lançou o projeto Bar Legal. nos bares não são alarmanO programa já iniciou em tes, apesar do número de todas as cidades da região, bares, mas que restando ape“Com este pro- é preciso ações nas Iturama. para evitar dejeto cria-se mandas futu“A cidade tem um grande nú- aqui parceria ras. Na ocasião mero de bares entre comu- o presidente do e similares, são Consep (Conmais de 180, nidade e polí- selho de Seguentão a deman- cia”, Adir de rança), Idenilda é maior”, Souza Lima, ton Henrique explicou o teCorrea elogiou nente Feital, presidente da a iniciativa da responsável p olícia. “S e Aciitu pelo programa eles [policiais] na 3º Cia Ind da PM. estão com este projeto é A reunião realizada no porque já teve bons resulsalão da Associação Co- tados em outras cidades”, mercial e Industrial de argumentou. Iturama reuniu apenas 30 Uma das metas do prodos 180 proprietários de es- grama também é acompatabelecimentos. “Esperáva- nhar os estabelecimentos mos um número maior, até com maiores incidentes. porque fizemos o convite “Os donos destes locais pessoalmente”, lamentou. serão chamados para juntos Com o número abaixo do encontrarmos uma solução, esperado o tenente junto seremos parceiros,nesta aos membros do colegiado iniciativa”,prometeu Feiapresentou as metas do proDyelen Oliveira

P

Dyelen Oliveira

tal. O Bar Legal visa mapear a incidência criminal provendo reuniões de conscientização e ações preventivas e para isto nomeou um colegiado que conta com membros da sociedade e de órgãos públicos. Na ocasião o responsável pelo setor de cadastro da Prefeitura, Mario Filho da Silveira, que falou sobre a criação de uma lei por meio da Prefeitura que facilita aos comerciantes a regularização de seus estalecimentos. “Para obter o Alvará basta apenas ter Tenente Feital expõe aos comerciantes os objetivos do projeto Bar Legal traçados pelo colegiado (à dir.) cadastro de pessoa física, coólicas, jogando nestes trabalhistas já discutidas ceberam um adesivo da o CPF.” em audiência pública com polícia militar, ou seja o loTambém parceira do locais”, enumerou. Aos responsáveis dos membros do Judiciário. cal será reconhecido como projeto o Conselho Tutelar, bares será fiscalizada a Os bares que estiverem parceiro da iniciativa. Aspor meio da conselheira l i m p e z a d o de acordo com as metas segurando a paz social da Patrícia Nuambiente sob proposta pelo projeto re- comunidade. “Nosso papel nes de Souza. Ela esclareceu estará voltado responsabilidade da Vigique a função Antonio Ferreira Barbosa ao adolescente lância Sanid o ó rg ã o a frente do Bar nestes locais”, tária, venda Legal se re- Patrícia Nunes d e b e b i d a s alcoólicas a fere à parte de Souza, menores, sons de zelar pelo automotivos conselheira bem estar dos Dyelen Oliveira têm garantido bons resulque perturadolescentes. tados para a escola. “Nas “Verificaremos se eles es- bem os vizinhos, além da O livro produzido pelos Olímpiadas de Geografia tão ingerindo bebidas al- contratação de adolescen- docentes da Escola Anto- 13 estudantes passaram tes de acordo com as leis nio Ferreira Barbosa, em para a 2º fase”, comentou. 2009, apresentando todas Para os alunos dos últimos as atividades desenvolvi- anos a escola tem projetadas na instituição de ensi- do cursinho de ‘Aprofunno na gestão de Mariliza damento de Estudos’ e de Freitas Leão concedeu levado os estudantes para Vende-se ao Colégio o primeiro conhecer as universidades Impressora HP deskjet 3320, de cor branca lugar no prêmio Nacio- da região, onde fazem tesem ótimo estado. Preço à combinar nal em Gestão Escolar da tes vocacionais. Telefone: 9129-3432 região. A entrega do prêAtividades Vendo salgados variados para festas de aniversário, mio foi realizada este ano. As atividades do 2º sePara dar segmento aos mestre foram abertas com casamentos, confraternizações e eventos. bons resultados obtidos a 3º Conferência do Meio SILVANIA - telefones 3411-4261 ou 9682-1060 pela escola nas avaliações Ambiente organizada pela do estado a atual diretora, equipe de Geografia. O SISTEMA NACIONAL DE EMPREGO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Ordaci Francisca Santos, evento realizado nos dias FUNDO DE AMPARO AO TRABALHADOR - FAT disse que os programas já 9 e 10 teve a participação GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS - SETASCAD. existentes na instituição do gerente do IEF (Insti1 Cozinheira; foram reformulados. tuto Estadual de FloresEm contrapartida, o tas) e apresentação dos 4 Costureiras; Colégio se tornou a pri- trabalhos dos alunos fomeira escola de Iturama a cado nos problemas am1 Atendente; implantar o projeto “Jan- bientais locais e da região. dira”, indicado pela Pro- No encerramento foram 2 Domésticas; motoria de Iturama e pelo plantadas na zona urbana Conselho Tutelar, com o e rural mais de 100 mudas 2 Vaqueiros; objetivo de acompanhar doadas pelo IEF. 2 Entregadores; a participação dos pais na Mas a grande novidade vida escolar dos filhos. está na Mostra Científi1 Eletricista Automotor; “Depois dele, aumentou ca que é promovida anuem 60% a participação almente e pela primeira 1 Operador de máquina Agrícola; dos pais e em comparação vez incluirá todas as discom o ano anterior as no- ciplinas. “Assim todos 1 Mecânico Automotivo; tas melhoraram em 70%”, os alunos poderão expor confirmou a diretora se seus trabalhos”, explicou. 1 Auxiliar de marmoraria; referindo aos 1.121 estu- Mostra é aberta a comu1 Operador de Guindaste; dantes. nidade e será promovida Em avaliações nacio- entre os dias 5 e 6 de ou1 Eletricista Industrial; nais, os alunos também tubro.

Gestão participativa resulta em prêmio nacional à escola

CLASSIFICADOS

Fernandópolis.

1 Caseiro aposentado. 1 Babá; 1 Vendendor (a); 1 Corretor de Seguros; 1 Operador de máquinas

Horário de atendimento: 7:00 as 17:00 Av. Rio Paranaíba, 493 - CENTRO Telefone: (34) 3411-3030

Os alunos e professores durante a 3º Conferência do Meio Ambiente no galpão da escola


08

Edição 140

REGIÃO

Circulação de 16 a 22 de setembro

Dia de Cooperar

Iniciativa da Coopertril recolhe 15 toneladas de lixo

Dia de Cooperar visa a promover e estimular à integração de ações voluntárias; entulhos foram tirados dos rios Grande e Verde Da Redação

A

Coopertril – Cooperativa Rural do Triângulo Ltda-, teve a iniciativa de promover uma limpeza geral nas margens dos rios Grande e Verde, no município de São Francisco de Sales, retirando das águas e barrancos 15 toneladas de lixo e entulhos último dia 28. A movimentação fez parte de um projeto idealizado pelos diretores da Coopertril, como forma de participar do “Dia de Cooperar – DIA C uma ação do Sistema Ocemg/SescoopMG que conta com apoio das cooperativas mineiras com o intuito de promover e estimular a integração de ações voluntárias voltadas a sociedade em geral. Para colocar em prática o projeto, a entidade contou com a participação da Loja Maçônica “João Fernandes de Morais”, da Prefeitura e da comunidade que efetivamente se empenhou colocando na água 28 barcos (equipes) e uma balsa, de propriedade da senhora Vilma que serviu de apoio às equipes. Os diretores da cooperativa são-francisquense, Eder Lopes (presidente), João Gomide (secretário) e Sinézio Cândido Filho (comercial), estiveram durante todo o evento participando juntamente com vários colaboradores. “Estamos

muito felizes, foi pouco perto do que nós da sociedade podemos fazer. Não só num dia como este, mas pelo menos umas duas ou três vezes no ano”, ressaltaram os diretores, fazendo questão de agradecer a todos que contribuíram e participaram da promoção. Os materiais mais vistos durante a limpeza foram garrafas pet, provavelmente deixadas por pessoas que se utilizam das margens do rio para o lazer; vidros de remédios, deixados por produtores e até pneus. “É triste deparar com essa e realidade”, diziam alguns

colaboradores que estavam recolhendo o lixo. O corpo de bombeiros de Frutal esteve presente dando cobertura e apoio. A da Secretaria Municipal de Saúde também disponibilizou uma ambulância. Padre Izael e seu irmão abençoaram a iniciativa. O Comandante da Polícia do Meio Ambiente, sargento Tiago, orientou os participantes, marcando presença e distribuindo várias mudas de árvores conseguidas por meio do Horto Florestal de Iturama. (Colaborou Clayton Sebastião Morais Ferreira) Fotos/Divulgação

Com o auxílio de barcos, os voluntáriosrecolhem os entulhos

Da Redação

A equipe responsável pela divulgação do show da Apae, que este ano terá como atração a dupla Rick & Renner já iniciou, a série de pedágios que irá divulgar o evento em Itapagipe e em outras cinco cidades da região. Evento acontece no dia 11 de outubro, véspera de feriado. As mesas já estão esgotadas já os ingressos para área VIP e arquibancada, devem ser colocados à venda na segunda quinzena deste mês. O primeiro lote será vendido em quantidade limitada por R$ 20 reais área VIP (de pé) e R$ 15 arquibancada. Depois, o segundo lote sobe para

R$ 25 e R$ 20, respectivamente. Pedágios O primeiro pedágio de divulgação foi realizado no Bar do Cazuza, dia 6, com show da dupla Aurélio e Juninho. Já no último dia 11, sábado a equipe esteve em Iturama. Para o mês de

setembro, o calendário prevê ainda São Francisco de Sales, dia 18 e Fronteira, dia 25. Em Frutal será dia 1º de outubro, retornando a Itapagipe no dia 8 e, fechando a série, Campina Verde, no dia 9. (Lucas Queiroz com informações de Cassiano Ricardo)

O primeiro pedágio foi realizado em Itapagipe no último dia 6 com show da dupla Aurélio e Juninho

Audiência pública aborda o tema ‘Eleições Limpas’ em Itapagipe Da Redação

Na foto, alguns dos materiais retirados dos barcos vão para o caminhão

Equipe do Cras de São Francisco de Sales dá continuidade a cronograma de atividades Atividades, sorteio de brindes, dinâmicas e almoço fizeram parte do dia de lazer dos 40 participantes do Grupo Vida Nova. Organizado pelo Cras (Centro de Referência de Assistência Social) e ESF (Estratégia Saúde da Família) os idosos foram passear na prainha Porto Brasil. As atividades fa-

Apae de Itapagipe divulga show de Rick & Renner com pedágios na região

AMB e TSE

São Francisco

Da Redação

Evento

zem parte do cronograma de comemoração do Cras de São Francisco de Sales. Durante o dia de lazer o grupo contou com a presença do prefeito Ernani Uemura Barbosa, do presidente da Câmara Benedito Batista Afonso e dos vereadores, Mauricio Francisco Pereira Costa (Saulim), Cilma Maria Verginio de Urzedo, Madalena Uemura Barbosa e

José Borges dos Santos, (Zezinho do Teofanes). Além das atividades que são realizadas as sextas- feiras das 8h as 10h30 na Extensão do Cras, também são oferecidos cursos de bordados, pintura em tecido, atividade física (ginástica) que atualmente atende cerca de 30 idosos. (Colaborou Clayton Sebastião Morais Ferreira)

O grupo se reúne para registrar dia de lazer na prainha Porto Brasil

Orientar os eleitores, candidatos, partidos políticos e a sociedade é um dos objetivos do projeto ‘Eleições Limpas - Não vendo meu voto’ apresentado durante audiência pública pela juíza Raquel Agrelli Melo. O projeto é encampado pelo Tribunal Superior Eleitoral em conjunto com a Associação dos Magistrados Brasileiro. Raquel explanou sobre os limites das propagandas no período eleitoral. “Em locais públicos como escolas, hospitais, delegacias, quartel, praças, rodoviárias e demais repartições fica proibido os banes, faixas, cartaz em locais públicos”, advertiu. Em contrapartida os locais privados podem instalar desde que haja limite. Segundo a legislação eleitoral os carros de sons devem baixar o volume 200 mts de cada repartição pública. Os showmicios são vetados desde 2006. No dia da votação é proibida qualquer propaganda eleitoral. A juíza lembrou sobre a exigência do documento com foto no dia da eleição. “Não será aceito carteirinha de estudante por não ser um documento oficial. Quem não levar um dos documentos de identificação ficará

sem votar”, alertou. De acordo com Raquel neste mês serão colocadas urnas eletrônicas em pontos estratégicos para que a população possa treinar já que este ano serão dois senadores. “A justiça Eleitoral tem o receio que possa confundir a cabeça do eleitor e ele possa anular seu voto.” Dia da eleição No dia da eleição é permitido ao eleitor usar um botom, ou até mesmo uma camisa que ele tenha feito. Não é permitido que os candidatos distribuam camisas aos eleitores, e mesmo as camisas sendo feitas pelos eleitores eles não podem ficar aglomerados. Em entrevista a juíza falou destacou a importância do projeto. “O Tribunal espera que a sociedade

tenha conscientização da importância do voto para a concretização da democracia e que os candidatos possam agir de modo licito na campanha eleitoral para que seja eleito somente as pessoas que realmente merecem e que estejam trabalhando de acordo com a legislação eleitoral.” Participaram da audiência pública o Promotor de Justiça Leonardo Faria Gignon, a chefe do cartório Eleitoral Luciana Leal de Freitas, a prefeita de Itapagipe Benice Maia, delegado de Polícia Civil Valter André Biscaro Salviano, alunos do 3º colegial, advogados, Lideres de partidos políticos e vereadores de Itapagipe e São Francisco de Sales. (Colaborou Lucas Queiroz)

Juíza Raquel, Chefe do Cartório Eleitoral Luciana, Promotor Leonardo e Técnico Cartório Fernando


EDITAL

Edição 140 Circulação de 16 a 22 de setembro

09

Sicoob Credirama Relatório da Administração Senhores Associados, Submetemos à apreciação de V.Sas. às Demonstrações Contábeis do primeiro semestre de 2010 da Cooperativa de Crédito da Região de Iturama Ltda - SICOOB CREDIRAMA, na forma da Legislação em vigor. 1. Política Operacional Em 2010 o SICOOB CREDIRAMA completará 11 anos mantendo sua vocação de instituição voltada para fomentar o crédito para seu público alvo, os cooperados. A atuação junto aos seus cooperados se dá principalmente através da concessão de empréstimos e captação de depósitos. 2. Avaliação de Resultados No 1º semestre de 2010, o SICOOB CREDIRAMA obteve um resultado de R$-515.791,09 representando um retorno semestral sobre o Patrimônio Líquido de 3,36%. 3. Ativos Os recursos depositados na Centralização Financeira somaram R$-5.352.767,78. Por sua vez a carteira de créditos representava R$-39.505.308,26. A carteira de crédito encontrava-se assim distribuída:

Carteira Comercial Carteira Rural

R$-29.678.499,70 R$-9.826.808,56

Na Assembléia Geral Ordinária realizada em 25/03/2010 foi aprovada alteração do mandato do Conselho Fiscal a partir da AGO/2011 para 03 (três) anos. 11. Código de Ética Todos os integrantes da equipe do SICOOB CREDIRAMA aderiram, em 25/09/2007, por meio de compromisso firmado, ao Código de Ética e de Conduta Profissional proposto pelo Sicoob – Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil. A partir de então, todos os novos funcionários, ao ingressar na Cooperativa, assumem o mesmo compromisso. 12. Sistema de Ouvidoria A Ouvidoria, constituída em 2007 representou um importante avanço a serviço dos cooperados, dispõe de diretor responsável pela área e de um Ouvidor. Atende às manifestações recebidas por meio do Sistema de Ouvidoria do SICOOB é composto por sistema tecnológico específico, atendimento via DDG 0800 e sítio na internet integrado com o sistema informatizado de ouvidoria tendo a atribuição de assegurar o cumprimento das normas relacionadas aos direitos dos usuários de nossos produtos, além de atuar como canal de comunicação com os nossos associados e integrantes das comunidades onde estamos presentes. Atenciosamente CONSELHEIROS E DIRETORIA EXECUTIVA COOPERATIVA DE CRÉDITO DA REGIÃO DE ITURAMA LTDA CNPJ 03.412.878/0001-22 BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 30 DE JUNHO DE 2010 e 2009

75,13% 24,87%

Os Vinte Maiores Devedores representavam na data-base de 30/06/2010 o percentual de 25,81% da carteira, no montante de R$-39.505.308,26. 4. Captação As captações, no total de R$-16.641.314,42, apresentaram uma evolução em relação ao semestre anterior de 46%. As captações encontravam-se assim distribuídas:

Depósitos à Vista Depósitos a Prazo

R$-6.606.670,71 R$-10.034.643,71

39,70% 60,30%

O SICOOB CREDIRAMA adota a política de classificação de crédito de sua carteira de acordo com as diretrizes estabelecidas na Resolução CMN nº 2.682, havendo uma concentração de 83,82% nos níveis de -A- a -C-. 7. Plano de Negócios No exercício de 2007 a cooperativa elaborou o plano de negócio e estudo de viabilidade econômica com vistas à concessão de autorização para funcionamento ou alteração estatutária para cooperativa de livre admissão, em conformidade com o disposto no artigo 11º da Resolução CMN nº 3.859. O plano de negócio foi elaborado com projeções para os exercícios de 2008, 2009, 2010 e 2011. Atualmente há necessidade de adequação em relação a algumas metas não atingidas. 8. Gerenciamento de Risco A Gestão de Riscos é considerada um instrumento essencial para a otimização do uso do capital e para a seleção das melhores oportunidades de negócios, visando a obter a melhor relação risco x retorno para os nossos associados. A estrutura de gerenciamento dos riscos  está composta pelo Conselho de Administração, pela Diretoria-Executiva, pelo Agente de Controle Interno e de Risco (ACI), pelo Monitor de Controle Interno e de Risco e pela área de auditoria da Central. As estruturas completas para gerenciamento dos riscos estão disponíveis para acesso público na cooperativa. A gestão é centralizada na Central, que é responsável pela divulgação das políticas gerais e pela avaliação consolidada dos riscos. Esse processo é contínuo, permanentemente revisado e serve de base para as estratégias da Cooperativa. I - Risco Operacional A estrutura completa para gerenciamento do risco operacional da Cooperativa está disponível, para acesso público, nos seguintes endereços eletrônicos: www.sicoobcredirama.com.br. O instrumento principal por meio do qual é avaliado o risco operacional da cooperativa é o Sistema de Controle Interno e Risco – SCIR, integrante do Manual de Controle Interno – MCI. A estrutura, o gerenciamento e a execução da política de gerenciamento do risco operacional da cooperativa estão contidos no Manual de Gerenciamento do Risco Operacional – MRO. As responsabilidades de cada órgão que compõe a estrutura de gerenciamento do risco operacional da cooperativa estão demonstradas na seqüência:

Definição, aprovação, instituição, atualização, revisão e disseminação da política, estabelecimento de responsabilidades, análise de relatórios, atuação para correção de deficiências, comunicação eficaz.

Balanços Patrimoniais levantados em 30 de junho de 2010 e 2009

42.298.480,88

40.021.355,81

293.070,87

490.479,81

Aplicações Interfinanceiras de Liquidez

-

Títulos e Valores Mobiliários (Nota 3)

5

5.352.767,78

5.450.484,54

36.237.425,03

33.708.881,56

396.094,76

371.509,90

Relações Interfinanceiras (Nota 4) Relações Interdependências Operações de Crédito (Nota 5) Outros Créditos (Nota 6)

19.122,44

Outros Valores e Bens (Nota 7) Não Circulante Realizável a Longo Prazo

3.807.664,40

2.952.473,93

1.090.026,83

787.932,37

2.247.217,15

1.734.865,67

470.420,42

429.675,89

46.106.145,28

42.973.829,74

Operações de Crédito (Nota 5) Outros Créditos (Nota 6) Investimentos (Nota 8) Imobilizado de Uso (Nota 9) Diferido Intangível (Nota 10)

As Notas Explicativas são parte integrante das demonstrações contábeis. SICOOB CREDIRAMA Balanços Patrimoniais levantados em 30 de junho de 2010 e 2009

30/06/2010

Em Reais 30/06/2009

30.414.734,62

28.586.176,00

16.641.314,42

11.338.849,36

6.606.670,71

5.437.636,08

10.034.643,71

5.901.213,28

7.328.690,79

7.736.297,20

PASSIVO Circulante Depósitos (Nota 11)

Depósito à Vista Depósito Sob Aviso Depósito a Prazo

Outros Depósitos

Execução de testes de avaliação da política.

Relações Interfinanceiras (Nota 12)

●1 – Conselho de Administração ●2 – Diretoria-Executiva ●3 – Agente de Controle Interno e de Risco ●4 – Monitor de Controle Interno e de Risco ●5 – Área de Auditoria da Cooperativa Central de Crédito Central. II - Risco de Mercado A estrutura completa para gerenciamento do risco de mercado da cooperativa está disponível para acesso público, no seguinte endereço eletrônico: www.sicoobcredirama.com.br. O instrumento principal por meio do qual é avaliado o risco de mercado da cooperativa é o Sistema Mitra – Risco e Basiléia II, fornecido pela empresa Luz Engenharia Financeira Ltda. (em implementação). A estrutura, o gerenciamento e a execução da política de gerenciamento do risco de mercado da cooperativa estão contidos no Manual de Gerenciamento do Risco de Mercado – MRM. As responsabilidades de cada órgão que compõe a estrutura de gerenciamento do risco de mercado da cooperativa estão demonstradas na seqüência: Responsabilidade

Política de gerenciamento do risco de mercado

1

2

Definição, aprovação, instituição, atualização, revisão e disseminação da política, estabelecimento de responsabilidades, análise de relatórios, atuação para correção de deficiências, comunicação eficaz.

Provimento – ao agente de Controle Interno e de Risco – das condições adequadas de atuação, adoção de providências para mitigar o risco relacionado com as áreas da estrutura organizacional subordinada, interação tempestiva com o agente e o Conselho de Administração.

Monitoramento das ações do agente, comunicação – ao Conselho de Administração – de incorreções na execução do gerenciamento de risco de mercado.

Circulante Disponibilidades

30/06/2009

Cooperativa de Crédito da Região de Iturama Ltda

Monitoramento das ações do Agente de Controle Interno e de Risco, comunicação, ao Conselho de Administração, de incorreções na execução do gerenciamento de risco operacional.

Elaboração da proposta; proposição de revisão e execução da política; identificação, avaliação e monitoramento do risco; documentação e armazenamento de informações sobre o risco; elaboração de relatórios para o Conselho de Administração; sugestões de atualizações da política; e avaliação do cumprimento de normativos aplicáveis.

30/06/2010

Elaboração da proposta; proposição de revisão e execução da política; identificação, avaliação e monitoramento do risco; documentação e armazenamento de informações sobre o risco; elaboração de relatórios para o Conselho de Administração; sugestões de atualizações da política; e avaliação do cumprimento de normativos aplicáveis.

Atividades

ATIVO

TOTAL

Responsabilidade 2 3 4

1

Provimento, ao Agente de Controle Interno e de Risco, das condições adequadas de atuação, adoção de providências para mitigar o risco relacionado com as áreas da estrutura organizacional subordinada, interação tempestiva com o Agente e o Conselho de Administração.

Execução de testes de avaliação da política.

SICOOB CREDIRAMA

Em Reais

Os Vinte Maiores Depositantes representavam na data-base de 30/06/2010 o percentual de 60,87% da captação, no montante de R$-16.641.314,42. 5. Patrimônio de Referência O Patrimônio de Referência do SICOOB CREDIRAMA em 30/06/2010 era de R$-15.691.410,66. O quadro de associados era composto por 2386 cooperados, havendo um acréscimo de 12,28% em relação ao semestre anterior. 6. Política de Crédito A concessão de crédito está pautada em prévia análise do propenso tomador, havendo limites de alçadas pré-estabelecidos a serem observados e cumpridos, cercando ainda a Singular de todas as consultas cadastrais e com análise do Associado através do “RATING” (avaliação por pontos), buscando assim garantir ao máximo a liquidez das operações. A Singular passou a utilizar-se dos serviços prestados pela Cobrança Centralizada do SICOOB CENTRAL CREDIMINAS, visando padronizar os procedimentos de cobrança de créditos de difícil recuperação.

Atividades Política de gerenciamento do risco operacional

Cooperativa de Crédito da Região de Iturama Ltda

3

4

5

Relações Interdependências Obrigações Por Empréstimos e Repasses (Nota 12) Outras Obrigações (Notas 13 e 14) Cob. e Arrec. Trib. e Assemelhado

137.490,18

4.941.144,55

7.930.650,68

1.493.082,25

1.442.888,58

67.132,68

10.253,72

378.333,75

478.000,46

85.517,25

54.706,94

Diversas

962.098,57

899.927,46

Não Circulante

-

-

15.691.410,66

14.387.653,74

Capital Social

9.055.086,02

7.931.091,40

Reserva de Capital

6.120.533,55

4.934.184,79

Sociais e Estatutárias Fiscais e Previdenciárias

Exigível a Longo Prazo Relações Interfinanceiras (Nota 12) Obrigações Por Empréstimos e Repasses (Nota 12) Provisões p/ Riscos Fiscais e Trabalhistas (Nota 15) Patrimônio Líquido (Nota 17)

10.502,61

Reserva de Sobras

515.791,09

1.522.377,55

46.106.145,28

42.973.829,74

Sobras Acumuladas TOTAL

As Notas Explicativas são parte integrante das demonstrações contábeis. ● ●

● 1 – Conselho de Administração ● 2 – Diretoria-Executiva ● 3 – Agente de Controle Interno e Riso ● 4 – Monitor de Controle Interno e Risco ● 5 – Área de Auditoria da Central. 9. Governança Corporativa Governança corporativa é o conjunto de mecanismos e controles, internos e externos, que permitem aos associados definir e assegurar a execução dos objetivos da cooperativa, garantindo a sua continuidade, os princípios cooperativistas ou, simplesmente, a adoção de boas práticas de gestão. Nesse sentido, a administração da Cooperativa tem na assembléia geral, que é a reunião de todos os associados, o poder maior de decisão. A gestão da Cooperativa está alicerçada em papéis definidos, com clara separação de funções. Cabem ao Conselho de Administração as decisões estratégicas e à Diretoria Executiva, a gestão dos negócios da Cooperativa no seu dia a dia. A Cooperativa possui ainda um Agente de Controles Internos, supervisionado diretamente pelo SICOOB CREDIRAMA, que, por sua vez, faz as auditorias internas. Os balanços da Cooperativa são auditados por auditor externo, que emite relatórios, levados ao conhecimento dos Conselhos e da Diretoria. Todos esses processos são acompanhados e fiscalizados pelo Banco Central do Brasil, órgão ao qual cabe a competência de fiscalizar a Cooperativa. Tendo em vista o risco que envolve a intermediação financeira, a Cooperativa adota ferramentas de gestão. Para exemplificar, na concessão de crédito, a Cooperativa adota o Manual de Crédito, aprovado, como muitos outros manuais, pela confederação SICOOB Brasil e homologado pela Central. Além do Estatuto Social, são adotados regimentos e regulamentos, entre os quais destacamos o Regimento Interno, o Regimento do Conselho de Administração, o Regimento do Conselho Fiscal, o Regulamento Eleitoral. A Cooperativa adota procedimentos para cumprir todas as normas contábeis e fiscais, além de ter uma política de remuneração de seus empregados e estagiários dentro de um plano de cargos e salários que contempla a remuneração adequada, a separação de funções e o gerenciamento do desempenho de todo o seu quadro funcional. Todos esses mecanismos de controle, além de necessários, são fundamentais para levar aos associados e à sociedade em geral a transparência da gestão e de todas as atividades desenvolvidas pela instituição. 10. Conselho Fiscal Eleito anualmente na AGO, com mandato até a AGO de 2011, o Conselho Fiscal tem função complementar à do Conselho de Administração. Sua responsabilidade é verificar de forma sistemática os atos da administração da Cooperativa, bem como validar seus balancetes mensais e seu balanço patrimonial anual. Em 2010, 2 (dois) membros efetivos participaram de um curso de formação ministrado pela SICOOB Central Crediminas, com o objetivo de detalhar as responsabilidades dos conselheiros fiscais e as formas de exercê-las.

DEMONSTRAÇÃO DAS SOBRAS E PERDAS PARA OS SEMESTRES FINDOS EM 30 DE JUNHO DE 2010 E 2009 – Valores Expresso em Reais

DESCRIÇÃO DAS CONTAS CONTÁBEIS

30/06/2010

30/06/2009

4.621.854,44

4.511.159,83

4.621.854,44

4.511.159,83

(2.392.614,36)

(1.427.814,93)

Operações de Captação no Mercado

(436.337,86)

(199.811,43)

Operações de Empréstimos, Cessões e Repasses

(590.017,22)

(809.391,32)

Provisão para Operações de Créditos (Nota 5-a)

(1.366.259,28)

(418.612,18)

2.229.240,08

3.083.344,90

(1.700.421,74)

(1.537.549,49)

362.906,78

298.195,43

(1.324.887,77)

(1.018.937,72)

(936.217,34)

(844.131,24)

Ingressos da Intermediação Financeira Operações de Crédito Resultado de Operações com Tít. e Valores Mobil. e Instr. Financeiros Dispêndios da Intermediação Financeira

Resultado Bruto Intermediação Financeira Outros Ingressos/Rec. (Dispêndios/Desp.) Operacionais Ingressos/Receitas de Prestação de Serviços Dispêncido/Despesas de Pessoal Outras Dispêndios/Despesas Administrativas


10

Edição 140

EDITAL

Circulação de 16 a 22 de setembro

Sicoob Credirama Dispêndios/Despesas Tributárias

(32.409,57)

(26.043,15)

-

122.955,63

Ingressos de Depositos Intercooperativos

325.385,90

191.859,93

Outros Dispêndios/Despesas Operacionais

(95.199,74)

(261.448,37)

Resultado Operacional

528.818,34

1.545.795,41

2.674,01

(16.103,36)

Resultado Antes da Tributação e Participações

531.492,35

1.529.692,05

Imposto de Renda e Contribuição Social

(15.701,26)

(7.314,50)

Sobras ou Perdas Líquidas do Semestre

515.791,09

1.522.377,55

Outros Ingressos/Rendas Operacionais

Resultado Não Operacional

economia sistemática e do uso adequado do crédito; e (iii) Praticar, nos termos dos normativos vigentes, as seguintes operações dentre outras: captação de recursos, concessão de créditos, prestação de garantias, prestação de serviços, formalização de convênios com outras instituições financeiras e aplicação de recursos no mercado financeiro, inclusive depósitos a prazo com ou sem emissão de certificado, visando preservar o poder de compra da moeda e remunerar os recursos. Em 28/06/2007 ocorreu a transformação do SICOOB CREDIRAMA para entidade de “Livre Admissão de Associados”; aprovada junto ao Banco Central do Brasil - BACEN em 25/07/2007 processo 0501286615. 2.

As demonstrações contábeis foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, considerando as Normas Brasileiras de Contabilidade, especificamente aquelas aplicáveis às entidades cooperativas, a Lei do cooperativismo nº 5.764/71, a Lei Complementar 130/09, normas e instruções do Banco Central do Brasil - BACEN e apresentadas conforme o Plano Contábil das Instituições do Sistema Financeiro Nacional – COSIF. Na elaboração das demonstrações contábeis é necessário utilizar estimativas para contabilizar certos ativos, passivos e outras transações. As demonstrações contábeis da cooperativa incluem, portanto, estimativas referentes à seleção das vidasúteis do ativo imobilizado, provisão para perdas nas operações de crédito, provisão para contingências e outras similares. Os resultados reais podem apresentar variações em relação às estimativas. As principais práticas contábeis adotadas na elaboração dessas demonstrações contábeis estão definidas a seguir:

As Notas Explicativas são parte integrante das demonstrações contábeis

a)

Cooperativa de Crédito da Região de Iturama Ltda Demonstrações dos Fluxos de Caixa em 30 de Junho de 2010 e 2009

b)

Em Reais

Atividades Operacionais Sobras/Perdas do Exercício

Semestre findo em:

30/06/2010

 

30/06/2009

515.791,09

1.522.377,55

53.047,36

48.974,98

568.838,45

1.571.352,53

4.048.153,85

26.276,28

Depreciações e Amortizações

Provisão para perda com operações de crédito

Operações de crédito

As operações de crédito com cláusula de atualização monetária pós-fixada estão registradas a valor presente, calculadas “pro rata temporis”, com base na variação dos respectivos indexadores pactuados. As operações de crédito com encargos financeiros pré-fixados estão registradas a valor futuro, retificadas por conta de rendas a apropriar. A provisão para perdas com as operações de crédito é constituída em montante julgado suficiente pela administração para cobrir eventuais perdas na realização dos valores a receber, levando-se em consideração a análise das operações em aberto, as garantias existentes, a capacidade de pagamento e liquidez do tomador do crédito e os riscos específicos apresentados em cada operação, contemplando todos os aspectos determinados na Resolução CMN nº 2.682, que determina a classificação das operações por nível de risco. c) Depósitos em garantia Existem situações em que a cooperativa questiona a legitimidade de determinados passivos ou ações movidas contra si. Por conta desses questionamentos, por ordem judicial ou por estratégia da própria administração, os valores em questão podem ser depositados em juízo, sem que haja a caracterização da liquidação do passivo.

Aumento (redução) em ativos operacionais Relações Interdependências Operações de Crédito

Disponibilidades, títulos e valores mobiliários e relações interfinanceiras

As disponibilidades, os títulos e valores mobiliários e as relações interfinanceiras são avaliados pelo custo ou valor de realização, incluindo, quando aplicável, os rendimentos e as variações monetárias auferidos. Compreendem dinheiro em caixa, depósitos bancários e outros investimentos de curto prazo de alta liquidez.

SICOOB CREDIRAMA

DESCRIÇÃO

Apresentação das demonstrações contábeis e principais práticas contábeis

d)

Investimentos

Outros Créditos

-

56,88

44.698,19

Os investimentos são avaliados ao custo de aquisição.

Outros Valores e Bens

-

12.255,75

75.000,00

e)

1.853.274,87

2.571.588,95

-

Aumento (redução) em passivos operacionais Depósitos a Vista Depósitos sob Aviso

2.753,16

Depósitos a Prazo

-

2.607.332,08

Outros Depósitos

Equipamentos de processamento de dados, móveis, utensílios e outros equipamentos, instalações, veículos, benfeitorias em imóveis de terceiros e softwares, são demonstrados pelo custo de aquisição.

116.697,90

A depreciação é calculada pelo método linear para baixar o custo de cada ativo a seus valores residuais de acordo com as taxas divulgadas na Nota 8, que levam em consideração a vida útil econômica dos bens.

2.865.596,10

-

-

23,17

1.297.290,67

-

3.172.735,82

Relações Interfinanceiras

-

Relações Interdependências

-

3.107,23

Obrigações por Empréstimos e Repasses

-

5.640.136,66

Outras Obrigações

-

2.836.181,60

126.503,46

Caixa Líquido Aplicado em Atividades Operacionais

-

708.676,38

3.520.669,58

Alienação de Investimento

-

417.906,25

-

85.825,00

Alienação de Imobilizações de Uso

-

19.699,54

-

417.247,88

-

-

64.370,86

-

437.605,79

-

567.443,74

Ganhos e perdas em alienações são determinados pela comparação dos valores de alienação com o valor contábil e são incluídos no resultado não operacional.

1.038.426,42 -

f)

1.419.919,08

g)

Inversões em Investimentos Caixa Líquido Aplicado / Originado em Investimentos Aumento por novos aportes de Capital

114.786,48

Devolução de Capital à Cooperados

-

h)

-

164.250,36

-

Os demais passivos são demonstrados pelos valores conhecidos ou calculáveis, acrescidos, quando aplicável, dos correspondentes encargos e das variações monetárias incorridos.

-

-

Destinação de Sobras em C/C

-

Caixa Líquido Aplicado / Originado em Financiamentos

-

167.031,89

-

Aumento / Redução Líquida das Disponibilidades

-

1.313.314,06

2.879.369,86

No Ínicio do Período

6.959.152,71

3.061.594,49

No Fim do Período

5.645.838,65

5.940.964,35

1.313.314,06

2.879.369,86

i)

73.855,98

-

As receitas e despesas são reconhecidas na demonstração de sobras em conformidade com o regime de competência. As receitas com prestação de serviços são reconhecidas na demonstração de sobras ou perdas quando da prestação de serviços a terceiros, substancialmente serviços bancários. Os dispêndios e as despesas e os ingressos e receitas operacionais, são proporcionalizados de acordo com os montantes do ingresso bruto de ato cooperativo e da receita bruta de ato não-cooperativo, quando não identificados com cada atividade.

As Notas Explicativas são parte integrante das demonstrações contábeis. Cooperativa de Crédito da Região de Iturama Ltda SICOOB CREDIRAMA

j) Imposto de renda e contribuição social O imposto de renda e a contribuição social sobre o lucro são calculados sobre o resultado apurado em operações consideradas como atos não-cooperativos. O resultado apurado em operações realizadas com cooperados é isento de tributação.

Demonstrações das Mutações do Patrimônio Líquido em 30 de Junho de 2010 e 2009

Capital Subscrito

Capital a Realizar

6.842.882,81

Reservas de Sobras

Capital

(5.630,00)

Em Reais

Sobras ou Perdas Acumuladas

Legal

Descrição

4.934.184,90

1.167.694,57

12.939.132,28

-

Ajuste de exercício anterior

1.167.694,57

(1.167.694,57)

-

90.984,38

(590,00)

90.394,38

Por Subscrição/Realização Por Devolução ( - )

(164.250,36)

(164.250,36)

Reversões de Reservas

-

Sobras ou Perdas Líquidas

1.522.377,55

1.522.377,55

7.937.311,40

(6.220,00)

4.934.184,90

1.522.377,55

14.387.653,85

8.048.778,85

(4.720,00)

6.120.533,56

1.186.348,77

15.350.941,17

-

Saldos em 30/06/09 Saldo em 31/12/09 Movimentações de Capital: Ajuste de exercício anterior

1.177.253,06

806,00

(1.186.348,77)

(8.289,71)

114.786,48

114.786,48

(281.818,37)

(281.818,37)

Reversões de Reservas

-

-

Sobras ou Perdas Líquidas

515.791,09

515.791,09

Com Sobras Por Subscrição/Realização Por Devolução ( - )

Saldos em 30/06/10 9.059.000,02 (3.914,00) 6.120.533,56 As Notas Explicativas são parte integrante das demonstrações contábeis.

3. Títulos e valores mobiliários Em 30 de junho de 2010 e 2009, as aplicações em Títulos e Valores Mobiliários do SICOOB CREDIRAMA estavam assim compostas:

Totais

Movimentações de Capital: Com Sobras

Apuração do resultado

Os ingressos e dispêndios são registrados de acordo com o regime de competência. As operações de crédito com taxas pré-fixadas são registradas pelo valor de resgate, e os ingressos e dispêndios correspondentes ao período futuro são apresentados em conta redutora dos respectivos ativos e passivos. Os ingressos e dispêndios de natureza financeira são contabilizados pelo critério “pro - rata temporis” e calculados com base no método exponencial, exceto aquelas relativas a títulos descontados, que são calculadas com base no método linear. As operações de crédito com taxas pós-fixadas são atualizadas até a data do balanço.

Modificações em Disponibilidades Líquida

Variação Líquida das Disponibilidades

Demais ativos e passivos circulantes e não circulantes

Os demais ativos são apresentados ao valor de custo ou de realização, incluindo, quando aplicável, os rendimentos e as variações monetárias auferidos.

90.394,38

281.818,37

Constituição do FATES

Provisão para contingências

As provisões são reconhecidas quando a cooperativa tem uma obrigação presente legal ou implícita como resultado de eventos passados; é provável que uma saída de recursos seja necessária para liquidar a obrigação e uma estimativa confiável do valor possa ser feita.

Atividades de Financiamentos

Saldo em 31/12/08

Obrigações por empréstimos e repasses

As obrigações por empréstimos e repasses são reconhecidas inicialmente no recebimento dos recursos, líquidos dos custos de transação. Em seguida, os empréstimos tomados são apresentados pelo custo amortizado, isto é, acrescidos de encargos e juros proporcionais ao período incorrido (“pro rata temporis”).

Atividades de Investimentos

Eventos

Imobilizado

515.791,09 15.691.410,66

Cooperativa de Crédito da Região de Iturama Ltda. - SICOOB CREDIRAMA Notas explicativas da administração às demonstrações contábeis em 30 de junho de 2010 e de 2009 (Em reais) 1. Contexto operacional A Cooperativa de Crédito da Região de Iturama Ltda - SICOOB CREDIRAMA, é uma cooperativa de crédito singular, instituição financeira não bancária, fundada em 12/03/1999, filiada à Cooperativa Central de Crédito de Minas Gerais Ltda. – SICOOB Central CREDIMINAS e componente do SICOOB - Sistema das Cooperativas de Crédito do Brasil. O SICOOB CREDIRAMA possui Postos de Atendimento Cooperativo - PAC nas seguintes localidades: Alexandrita, Carneirinho, Limeira do Oeste e União de Minas. O SICOOB CREDIRAMA tem como atividade preponderante a operação na área creditícia, tendo como finalidade: (i) Proporcionar, através da mutualidade, assistência financeira aos associados; (ii) A formação educacional de seus associados, no sentido de fomentar o cooperativismo, através da ajuda mútua da

30/06/2010

30/06/2009

Títulos de Renda Fixa

5.352.767,78

5.450.484,54

Total

5.352.767,78

5.450.484,54

4.

Relações interfinanceiras

Referem-se a depósitos efetuados na centralização financeira do SICOOB Central XXXXX, conforme determinado no artigo 37º da Resolução CMN nº 3.859. 5.

Operações de crédito

a) Composição da carteira de crédito por faixa de vencimento – operações vincendas (dias): Descrição Emp. e Financiamentos Títulos Descontados Financiamentos Rurais

Até 90 9.310.400,38 3.339.932,69 3.824.193,78

De 91 a 360 2.567.675,80 275.032,36 4.912.588,25

Acima de 360 10.425.293,64 1.090.026,83

Total 22.303.369,82 3.614.965,05 9.826.808,86

16.474.526,85 7.755.296,41 11.515.320,47 Obs.: Não inclui Adiantamento a Depositantes, Cheque Especial e Conta Garantida.

35.745.143,73

Total

b) Movimentação da provisão para créditos de liquidação duvidosa de operações de crédito e outros créditos com características de concessão de crédito: Descrição Saldo Inicial

30/06/2010 1.077.393,91

30/06/2009 494.163,15

1.037.253,22 63.209,57 2.177.856,70

32.128,48 412.325,15 938.616,78

Constituições/Reversões no Semestre Transferência/Reversões para Prejuízo no Semestre Total

c) Composição por tipo de operação, e classificação por nível de risco de acordo com a Resolução CMN nº 2.682 de 21/12/1999: Nível / Percentual de Risco / Situação AA

Normal

A

0,50%

Normal

B

1%

B

1%

C

3%

C

3%

D

10%

D

10%

Normal Vencidas Normal Vencidas Normal Vencidas

Empréstimos. Tít. Desc. *

Financiamentos Rurais

Financiamentos

Provisões em 30/06/2010

Total em 30/06/2010

Total em 30/06/2009

Provisões em 30/06/2009

-

-

-

-

-

380,59

-

2.685.739,99

597.283,62

3.936.420,08

7.219.443,69

36.097,22

8.273.318,20

41.366,59

7.963.657,47

1.322.303,97

4.784.215,67

14.070.177,11

140.701,77

29.817,32

1.888,77

-

31.706,09

317,06

1.153.528,46

11.535,28

9.420.382,76

1.028.261,51

1.102.346,18

11.550.990,45

346.529,71

6.546.997,54

196.409,93

238.926,67

3.816,02

-

242.742,69

7.282,28

912.401,47

27.372,51

2.695.920,69

9.117,01

-

2.705.037,70

270.503,77

53.610,89

5.361,09

223.927,82

25.212,19

-

249.140,01

24.914,00

37.414,00

3.741,40

17.906.173,59 179.061,74


EDITAL

Edição 140 Circulação de 16 a 22 de setembro

Sicoob Credirama E E F F G G H H

30%

Normal Venci30% das 50% Normal Venci50% das 70% Normal Venci70% das 100% Normal Venci100% das Total Normal

Provisões Total Líquido

-

-

2.183.270,23

654.981,07

24.243,35

7.273,01

314.731,56

-

3.826,93

410.591,38

-

-

318.558,49

95.567,55

67.396,88

20.219,06

410.591,38

205.295,69

-

-

214.031,13

-

61.787,26

-

-

214.031,13

107.015,57

-

-

-

61.787,26

43.251,08

45.631,89

31.942,32

8.108,19

-

-

8.108,19

5.675,73

-

-

187.492,02

-

-

187.492,02

187.492,07

2.007,95

52.232,12

2.007,95 0,75

52.232,12

-

-

52.232,12

25.608.841,80

2.956.966,11

9.822.981,93

38.388.789,84

1.081.774,81

30.916,98

3.826,93

1.116.518,72

26.690.616,61

2.987.883,09

9.826.808,86

39.505.308,56

Total Vencido Total Geral

2.183.270,23

(2.025.490,41)

(50.623,60)

(101.742,69)

(2.177.856,70)

24.665.126,20

2.937.259,49

9.725.066,17

37.327.451,86

0,75

32.852.364,00

2.170.741,56

2.177.856,70 35.023.105,56 526.291,63   (526.291,63)     34.496.813,93

* Em Empréstimos estão contidos os valores das Operações Renegociadas.

COFINS Outros Passivos Total

Concentração dos Principais Devedores: Descrição

30/06/2010

Maior Devedor 10 Maiores Devedores 50 Maiores Devedores

908.714,47 6.315.436,25 18.676.721,15

e)

% Carteira Total 2,25 15,63 46,21

30/06/2009

14. Instrumentos financeiros O SICOOB CREDIRAMA opera com diversos instrumentos financeiros, com destaque para disponibilidades, aplicações interfinanceiras de liquidez, títulos e valores mobiliários, relações interfinanceiras, operações de crédito, depósitos a vista e a prazo, empréstimos e repasses. Os instrumentos financeiros ativos e passivos estão registrados no balanço patrimonial a valores contábeis, os quais se aproximam dos valores justos, conforme critérios mencionados nas correspondentes notas explicativas. 15. Patrimônio líquido O capital é representado por cotas no valor nominal de R$ 1,00 cada. A Reserva legal destina-se a reparar perdas e atender ao desenvolvimento de suas Atividades; Em Assembléia Geral Ordinária, realizada em 25/03/2010, os cooperados deliberaram pelo aumento do Capital social com as sobras do exercício findo em 31 de dezembro de 2009, no valor de R$-1.186.348,77.

2,24 16,21 47,15

Créditos Baixados Como Prejuízo, Renegociados e Recuperados:

Descrição Saldo início do semestre Valor das operações transferidas no período Valor das operações recuperadas no período Total

30/06/2010 955.794,49 (145.611,35) 82.401,79 1.019.004,05

Montante das operações ativas e passivas no 1º semestre de 2010:

30/06/2009 578.863,13 (384.997,60) 26.228,09 937.632,64

MONTANTE DAS OPERAÇÕES ATIVAS

6. Outros créditos Valores referentes às importâncias devidas à Cooperativa por pessoas físicas ou jurídicas domiciliadas no País, inclusive as resultantes do semestre corrente, conforme demonstrado: Descrição Crédito por avais e fianças honrados (Rendas a apropriar) Rendas a Receber Centralização Financeira Adiantamentos e antecipações salariais Devedores por depósito em garantia Impostos e contribuições a compensar Títulos e Créditos a receber Pagamentos a Ressarcir Valores a receber – Tarifas Devedores Diversos - País Total 7.

30/06/2010 28.018,09 (28.018,09) 56.389,48 70.777,09 267.728,50 115,44 665,25 419,00 396.094,76

30/06/2009 9.953,70 (9.953,70) 50.275,33 41.034,28 254.207,11 3.600,10 16.480,00 847,50 5.065,58 371.509,90

SICOOB CENTRAL CREDIMINAS

2.239.041,15

BANCOOB S/A TOTAL

8.176,00 1.734.865,67

8. Imobilizado de uso Demonstrado pelo custo de aquisição, menos depreciação acumulada. As depreciações são calculadas pelo método linear, com base em taxas determinadas pelo prazo de vida útil estimado conforme abaixo: Descrição

Taxa de Depreciação

30/06/2010

Terrenos

30/06/2009

-

75.000,00

-

4%

15.619,96

75.000,00

Móveis e Equipamentos

10%

218.776,71

187.606,44

Sistema de Processamento de Dados

20%

523.687,86

441.949,39

Sistemas de Comunicação

10%

21.044,00

10.199,00

Edificações

TOTAL Depreciação acumulada TOTAL 9.

854.128,53

714.754,83

(383.708,11)

(285.078,94)

470.420,42

429.675,89

Depósitos

Os depósitos à vista não são remunerados. Os depósitos a prazo recebem encargos financeiros contratados. Os depósitos, até o limite de R$60.000,00 (Sessenta mil reais), por CPF/CNPJ, estão garantidos pelo Fundo Garantidor do Sicoob, o qual é um Fundo constituído pelas Cooperativas do Sistema Sicoob, regido por regulamento próprio. 10.

Relações interfinanceiras / Obrigações por empréstimos e repasses

São demonstradas pelo valor principal acrescido de encargos financeiros e registram os recursos captados junto a outras instituições financeiras para repasse aos associados em diversas modalidades (art. 37, da Resolução CMN nº 3.859/2010) e Capital de Giro. As garantias oferecidas são a caução dos títulos de créditos dos associados beneficiados. Instituições

Taxa

Vencimento

30/06/2010

30/06/2009

BANCOOB S/A

Entre 1,50% Ano a 0,875% mês + TJLP.

05.07.2010 a 15.03.2011

6.657.984,27

6.377.382,49

ITAU S/A

6,75% ano

04.03.2011 a 07.04.2011

567.595,43

736.894,72

SAFRA

Entre 3,00% Ano a 4,50% ano

324.544,12

993.137,76

SICOOB CENTRAL CREDIMINAS

Entre 0,932% mês a 1,068% mês

5.059.068,37

8.177.808,98

(339.356,85)

(618.276,07)

12.269.835,34

15.666.947,88

DESPESAS A APROPRIAR REPASSES

05.07.2010 05.07.2010 a 15.03.2011

TOTAL 11.

Obrigações sociais e estatutárias

Descrição FATES - Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social Cotas de capital a pagar Total

30/06/2010 218.288,75 159.237,92 378.333,75

30/06/2009 265.114,36 212.886,10 478.000,46

O FATES é destinado a atividades educacionais, à prestação de assistência aos cooperados, seus familiares e empregados da cooperativa, sendo constituído pelo resultado dos atos não-cooperados e 20% das sobras líquidas do exercício, conforme determinação estatutária. A classificação desses valores em conta de passivo segue determinação do plano de contas do COSIF. 12. Outras obrigações - Diversas Descrição 30/06/2010 30/06/2009 Cheques administrativos (a) 500,00 Obrigações por prestação se serviços de pagamento 20.354,65 5.298,71 Despesas de Pessoal 373.712,36 244.637,25 Outras Despesas Administrativas 35.887,68 27.467,89 Credores Diversos – País 12.183,34 29.467,03 Cheques Descontados (b) 66.262,97 138.439,61 Total 508.901,00 445.310,49 (a) refere-se a cheques emitidos pela Cooperativa contra o próprio caixa da instituição, porém não compensados até a data-base de 30/06/2010. (b) refere-se a cheques depositados relativo a descontos enviados a compensação, porém não baixados até a database de 30/06/2010. 13.

Outras obrigações - Diversas - Provisões para riscos tributários e trabalhistas

Considerando a avaliação dos consultores jurídicos quanto às chances de êxito em determinados questionamentos fiscais e trabalhistas em que a cooperativa é parte envolvida, foram constituídas as seguintes provisões:

Descrição Passivos Trabalhistas PIS

30/06/2010 67.037,13 84.275,15

30/06/2009 101.080,64 70.424,75

R$-485.423,44

2,92%

Operações ativas e passivas – saldo em 30/06/2010:

VALOR DA OPERAÇÃO DE CRÉDITO

PCLD (PROVISÃO PARA CRÉDITO DE LIQUIDAÇÃO DUVIDOSA)

152.257,95 1.979,79 757.790,61 1.573.326,17

% DA OPERAÇÃO DE CRÉDITO EM RELAÇÃO À CARTEIRA TOTAL

4.515,61 59,39 22.733,72 47.199,79

0,41 0,01 2,03 4,21

OPERAÇÕES PASSIVAS - SALDO EM 30/06/10

1.726.689,67

2.247.217,15

% em relação à carteira total

Cheque Especial/Ad.Dep. Títulos Descontados Empréstimo Crédito Rural

30/06/2009

8.176,00

6,67%

MONTANTE DAS OPERAÇÕES PASSIVAS

NATUREZA DA OPERAÇÃO DE CRÉDITO

O saldo é representado por aportes de capital e o recebimento de distribuição de sobras efetuadas pelo SICOOB Central Crediminas e aquisição de ações do BANCOOB e outros investimentos, conforme demonstrado: 30/06/2010

% em relação à carteira total

R$-2.485.353,22

OPERAÇÕES ATIVAS - SALDO 30/06/10

Investimentos

Descrição

Partes Relacionadas

As partes relacionadas existentes são as pessoas físicas que têm autoridade e responsabilidade de planejar, dirigir e controlar as atividades da cooperativa e membros próximos da família de tais pessoas. As operações são realizadas no contexto das atividades operacionais da Cooperativa e de suas atribuições estabelecidas em regulamentação específica. As operações com tais partes relacionadas não são relevantes no contexto global das operações da cooperativa, e caracterizam-se basicamente por transações financeiras em regime normal de operações, com observância irrestrita das limitações impostas pelas normas do Banco Central, tais como movimentação de contas correntes, aplicações e resgates de RDC e operações de crédito. As garantias oferecidas em razão das operações de crédito são: avais, garantias hipotecárias, caução e alienação fiduciária.

% Carteira Total

863.596,00 5.676.450,12 16.514.127,49

184.630,94 98.480,64 454.616,97

PIS e COFINS - quando do advento da lei no. 9.718/98, a cooperativa entrou com ação judicial questionando a legalidade da inclusão de seus ingressos decorrentes de atos cooperados na base de cálculo do PIS e COFINS. Conseqüentemente, registrou as correspondentes obrigações referentes ao período de março de 1999 a julho de 2004, sendo que os valores equivalentes foram depositados em juízo e estão contabilizados na rubrica Depósitos em garantia.

16. d)

184.630,94 117.254,35 453.197,57

11

Aplicações Financeiras Depósitos a Prazo

% em relação à carteira total 2,92

Taxa Média - % 110% CDI

Foram realizadas transações com partes relacionadas, na forma de: depósito a prazo, cheque especial, conta garantida, cheques descontados, crédito rural - RPL, crédito rural - repasses, empréstimos, dentre outras, à taxa/remuneração relacionada no quadro abaixo, por modalidade: NATUREZA DAS OPERAÇÕES ATIVAS E PASSIVAS Cheque Especial Conta Garantida Desconto de Cheques Empréstimos Crédito Rural - RPL Crédito Rural - Repasses Aplicação Financeira

Taxas aplicadas em relação às partes relacionadas 5,50% mês 3,50% mês 2,00% mês De 1,60% a 3,10% mês 1,2% ao mês De 6,75% a 10,75% ano 110% CDI

Taxa aprovada pelo Conselho de Administração / Diretoria Executiva 5,50% mês 3,50% mês 2,00% mês De 1,60% a 3,10% mês 1,2% ao mês De 6,75% a 10,75% ano 110% CDI

Percentual em Relação à Carteira Geral - Movimentação no 1º semestre de 2.010 Conta Corrente (ad. a depositante, cheque especial e CG)

0,06

Empréstimos e Financiamentos

3,45

Títulos Descontados e Cheques Descontados

0,01

Credito Rural (modalidades)

0,64

Aplicações Financeiras

8,52

17.

Cooperativa Central de Crédito de Minas Gerais Ltda - SICOOB CENTRAL CREDIMINAS

O SICOOB CREDIRAMA, em conjunto com outras cooperativas singulares, é filiado ao SICOOB CENTRAL CREDIMINAS, que representa o grupo formado por suas afiliadas perante as autoridades monetárias, organismos governamentais e entidades privadas. O SICOOB CENTRAL CREDIMINAS tem por objetivo a organização em comum em maior escala dos serviços econômicos financeiros e assistenciais de interesse das filiadas, integrando e orientando suas atividades, de forma autônoma e independente, através dos instrumentos previstos na legislação pertinente e normas exaradas pelo Banco Central do Brasil, bem como facilitando a utilização recíproca dos serviços, para consecução de seus objetivos. Para assegurar a consecução de seus objetivos, cabe ao SICOOB CENTRAL CREDIMINAS a coordenação das atividades de suas filiadas, a difusão e fomento do cooperativismo de crédito, a orientação de suas filiadas, a implantação e implementação de controles internos voltados para os sistemas que acompanhem informações econômico-financeiras, operacionais e gerenciais, entre outras. O SICOOB CREDIRAMA responde solidariamente pelas obrigações contraídas pelo SICOOB CENTRAL CREDIMINAS perante terceiros, até o limite do valor das quotas-partes do capital que subscrever proporcionalmente à sua participação nessas operações. As demonstrações financeiras do SICOOB CENTRAL CREDIMINAS, em 31 de dezembro de 2009, foram auditadas por outros auditores independentes que emitiram parecer datado de 21 de Janeiro de 2010, sem ressalvas. A auditoria de suas demonstrações financeiras de 30 de junho de 2010 está em andamento. 18. Garantias Em 30 de junho de 2010, a cooperativa é responsável por coobrigações e riscos em garantias prestadas, no montante de R$-2.234.075,45; e em 30/06/2009 o valor de R$-2.069.200,47, referentes a aval prestado em diversas operações de crédito de seus associados com instituições financeiras oficiais. 19. Cobertura de seguros Em 30 de junho de 2010, os seguros contratados são considerados suficientes pela administração para cobrir eventuais sinistros relacionados a garantia de valores e bens de propriedade da cooperativa. Iturama – MG 30 de Junho de 2010 COOPERATIVA DE CRÉDITO DA REGIÃO DE ITURAMA LTDA SICOOB CREDIRAMA Fábio Reiff Biraghi Diretor Presidente

Cícero Gomes da Silva Diretor Financeiro

João Machado Júnior CRC 61728-MG

PARECER DE AUDITORIA Ao Conselho de Administração, Administração e Cooperados da COOPERATIVA DE CRÉDITO DA REGIÃO DE ITURAMA LTDA - SICOOB CREDIRAMA Iturama - MG Prezados Senhores: 1. Examinamos o balanço patrimonial da Cooperativa de Crédito da Região de Iturama Ltda – SICOOB CREDIRAMA, e as respectivas demonstrações de sobras ou perdas, das mutações do patrimônio líquido e dos fluxos de caixa correspondentes ao semestre findo em 30 de junho de 2010, elaborados sob a responsabilidade de sua Administração. Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre essas demonstrações contábeis. 2. Nosso exame foi conduzido de acordo com as normas brasileiras de auditoria e compreendeu: (a) o planejamento dos trabalhos, considerando a relevância dos saldos, o volume de transações e os sistemas contábil e de controles internos da Cooperativa; (b) a constatação, com base em testes, das evidências e dos registros que suportam os valores e as informações contábeis divulgados; e (c) a avaliação das práticas e das estimativas contábeis mais representativas adotadas pela Administração da Cooperativa, bem como da apresentação das demonstrações contábeis tomadas em conjunto. 3. A provisão para créditos de liquidação duvidosa, constituída pela cooperativa em 30 de junho de 2.010, é de R$ 2.178 mil, conforme notas explicativas 4-c. Todavia, nosso exame indicou que tal provisão não é suficiente para cobrir as perdas prováveis na realização de tais créditos, sendo a insuficiência não provisionada de aproximadamente R$ 698 mil. Conseqüentemente, em 30 de junho de 2.010, o resultado do semestre e o patrimônio líquido estão superavaliados em aproximadamente R$ 698 mil. 4. Em nossa opinião, exceto quanto aos efeitos da insuficiência de provisão para créditos de liquidação duvidosa, comentada no parágrafo 3º, as demonstrações contábeis referidas no primeiro parágrafo representam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira da Cooperativa de Crédito da Região de Iturama Ltda – SICOOB CREDIRAMA, em 30 de junho de 2010, o resultado de suas operações, as mutações de seu patrimônio líquido e os seus fluxos de caixa correspondente ao semestre findo naquela data, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, aplicáveis às instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil. 5. As demonstrações contábeis do semestre anterior, apresentadas para fins de comparabilidade, foram por nós auditados, sendo emitido parecer, em 30 de julho de 2009, sem ressalvas. Belo Horizonte, 27 de Agosto de 2010 Antonio Alberto Sica Contador CRC/MG 080030/O CNAI 1845


12

Edição 140

ESPECIAL

Circulação de 16 a 22 de setembro

Em defesa dos políticos

Diretor de consultoria questiona Ministério Público

Arnaldo Silva Júnior fez impetuosa palestra para atuais e ex-agentes políticos de Iturama e comentou teses de livro recém-lançado dez artigos de autoria de advogados da empresa e publim evento jurí- cado pela Del Rey Editora. dico realizado na Esta foi a primeira palestra quarta-feira, 1º, na sobre o livro, lançado em Câmara de Vereadores de Uberlândia em 8 de julho, na Iturama, marcou a parceria sede da OAB, com apresenentre duas empresas de ad- tação do professor emérito vocacia: a Praes Advogados da Universidade Federal de Associados, de Iturama, e Minas Gerais, o doutor em a Ribeiro Silva Advogados direito processual civil Arole Associados, com matriz do Plínio Gonçalves. Ao longo de quase uma em Uberlândia e escritórios filiados em Belo Horizonte, hora, Arnaldo Silva Júnior foi contundente, embora Goiânia e Brasília. O primeiro tribuno a fazer nunca tenha depreciado a uso da palavra foi o represen- importância do Ministério tante da empresa ituramense, Público na sociedade. “Logo Afonso Celso Praes Júnior, na abertura do livro apresenque abriu a solenidade apre- tamos nosso apreço e destasentando a mesa de parceiros camos a relevância do Mie sintetizando os objetivos da nistério Público para consunião das duas empresas. “A trução do estado de direito Praes fará o atendimento dos democrático, mas vamos aqui mostrar órgãos públicos do Pontal “Normalmente, o os abusos”, do Triângulo e promotor vai à im- ressaltou Arnaldo. Mas a RS dará todo prensa e adianta as o palestrante o suporte juríirregularidades que marcou logo dico e judicial nas instância chegou até ele e isso de início uma superiores, pe- acaba com a imagem defesa inconlas equipes de do gestor. E depois, teste dos agentes públicos: Belo Horizonquando há prejuízo, “no caso dos te e Brasília”, como quem causou vereadores , adiantou. N a m e s a o prejuízo vai pagar eles devem de convidados pelo erro?” — Arnal- sim receber salário, pois estavam: Crisdo Silva Júnior, em deixam seus tino Ferreira palestra em Iturama. afazeres para de Urzedo, cuidar da coisa representando o Legislativo de Iturama, pública e ainda trabalham Benice Nery Maia, prefeita em todas as áreas, pois tudo de Itapagipe e presidente da é comunitário”. Arnaldo fez uma crítiAmvarig (Associação dos Municípios do Baixo Vale ca à Lei 8.429, conhecida do Rio Grande), Lourenço como Lei de Improbidade Migliorini, juiz da 1ª Vara Administrativa, aprovada da Comarca de Iturama, e pelo então presidente Itaalguns advogados das em- mar Franco. “O objetivo da presas que se consorciaram. lei era coibir a apropriação de recursos públicos; mas improbidade é sinônimo de Tema polêmico O evento teve início com desonestidade e deveria ser a impetuosa palestra de Ar- tratada como irregularidade, naldo Silva Júnior. Como que é o que normalmensócio-gerente da RS falou te ocorre”, ponderou. Ele sobre os limites da atuação exemplificou relatando um do Ministério Público na episódio de um prefeito que esfera da Administração autorizou a instalação de Pública Municipal. Este é o um determinado tubo para título de um livro que os dois substituir o tradicional de diretores — o palestrante e tubo de concreto, apenas seu sócio, Rodrigo Ribeiro num trecho de uma galeria — organizaram, reunindo pluvial, e foi denunciado Zico Pacheco

U

Outras críticas

Além de questionar a Lei de Improbidade Administrativa e o Decreto-Lei 201 — sendo este último de 1967 —, o orador levantou incoerências de várias outras medidas que estão sendo utilizadas sem critérios pelo Ministério Público. Questionou o Inquérito Civil Público, que pode ter início com uma delação anônima, instaurado para averiguação com prazo de um ano, mas sempre recebe renovação recorrente. Ao final, comentando as declarações do palestrante, o outro coordenador do livro, Rodrigo Ribeiro, pontificou aspectos que enfatizaram a necessidade que os agentes públicos têm de visitas técnicas para soluções específicas. O público de cerca de 60 convidados que participou dos debates e do coquetel foi formado em maioria por atuais e ex-agentes políticos atendidos pela empresa Praes Advogados Associados, a quem a mensagem mais interessava. Também estava presente, e participou dos debates, o presidente da 74ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil, Devanil Torres Alves. Compunha ainda o público do evento pelo menos 20 advogados que atuam no setor de direito administrativo municipal.

Por que as prefeituras e câmaras dependem tanto dos escritórios de consultoria jurídica Os escritórios de advocacia realizam diariamente consultas aos gestores públicos — notadamente prefeitos e presidentes de câmaras de vereadores — para emissão de pareceres jurídicos e atuação efetiva no âmbito contencioso. Os trabalhos são tão exigidos que as equipes são obrigadas a se deslocarem para reuniões diretas junto às administrações. O objetivo é “estabelecer um dinamismo na busca de soluções para os diversos problemas enfrentados, bem como para firmar uma sintonia de entendimentos técnicos, práticos e doutrinários de situações jurídicas que envolvem o dia-a-dia dos servidores públicos”, explicam os diretores da Ribeiro e Silva

Advogados Associados. “Não há órgão público que prescinda desse suporte jurídico, que quase sempre envolve também o aspecto judicial”, completa o sóciogerente da empresa Praes Advogados Associados, Afonso Celso Praes Júnior. Ele explica que além de prestar assessoria em ambientes administrativos regionais, os agentes políticos ainda precisam dos advogados em instâncias superiores, daí a necessidade de advogados na capital do Estado, Belo Horizonte, e na capital federal, Brasília. “As visitas técnicas são imprescindíveis para o melhor desempenho de nosso trabalho de consultoria e assessoria aos municípios, na medida em que é através delas que passamos a co-

Fotos/Carlos Fotos e Zico Pacheco

por improbidade. “Normalmente, o promotor vai à imprensa e adianta as irregularidades que chegou até ele e isso acaba com a imagem do gestor”, afirmou. “E depois, quando o prejuízo se institui, como quem causou o prejuízo paga pelo erro?”, questionou o palestrante. Ele lembrou o caso da Escola Base, ocorrido em 1994, quando sete pessoas, incluindo os proprietários, foram acusados de pedofilia e o laudo ficou inconcluso por falta de provas. Os donos faliram e até hoje cobram indenização das emissoras de televisão.

nhecer melhor a realidade de cada administração, suas dificuldades e as características específicas de seus maiores colaboradores, que são os servidores públicas, analisou Arnaldo Silva Júnior. Ele completou explicando que as visitas contemplam diversos setores, como o departamento de licitações, controle interno, tesouraria, contabilidade e recursos humanos. “Às vezes, as reuniões são específicas com agentes de saúde para debater a possibilidade de pagamento de horas extras e gratificações para desempenho na zona rural do município ou com professores para explanação sobre as regras da instituição do piso salarial”, exemplificou. (ZP)

Como anfitrião da solenidade, o representante da Praes, Afonso Júnior, abre e encerra os trabalhos de palestra e debate

Arnaldo Silva Júnior, o palestrante

Rodrigo Ribeiro, também palestrante

Público presente ao debate sobre o livro e anúncio da parceria foi composto por agentes políticos, acadêmicos e advogados

Juiz da Comarca, Lourenço Migliorini

Devanil Torres Alves, da OAB

Trechos do livro 'Limites da atuação do Ministério Público' “Não é raro, e a jurisprudência mostra isso, a instauração de inquéritos civis públicos a partir de uma denúncia anônima. Parece absurdo acreditar que, em tempos que se discute a ampliação dos direitos fundamentais, o alcance, a efetividade e a eficácia desses direitos, que têm tomado contornos de normativos constitucionais de aplicação independente e imediata, possam, logo a partir do órgão ministerial, cujo rol de atribuições detém o de fiscal da Lei, iniciar um procedimento, instaurar uma apuração e movimentar a máquina estatal instigados por uma delação escorada no anonimato.” “A propositura de ações civis públicas para combater o nepotismo: trata-se de um estado subjetivo de aplicabilidade desse conteúdo principiológico, o que tem levado principalmente o Ministério Público a abarrotar o Judiciário de ações sobre o pretexto de se extirpar o nepotismo da Administração Pública. (...) O que temos notado na maioria das vezes é o verdadeiro equívoco de interpretação que fundamenta a propositura dessas ações, sem que, de fato, esteja configurada sequer a figura do nepotismo, quanto mais a existência de qualquer ato de improbidade.” “É muito grave a acusação de improbidade. A simples propositura dessa ação já é suficiente para causar danos irreparáveis, tanto de ordem material como moral. As ações civis públicas manejadas contra os atos administrativos de contratação de advogados através de processos de inexigibilidade resultam da equivocada interpretação do artigo 11 da Lei 8.429/92, que estabelece como sendo ato de improbidade administrativa aquele que atente contra os princípios da Administração Pública. Sob esse enfoque, toda e qualquer ação ou omissão, que em tese viole os princípios explícitos da administração pública — vale dizer: moralidade, legalidade, impessoalidade e tantos outros implícitos, como o dever de honestidade, lealdade, razoabilidade e imparcialidade — será considerado pelo Ministério Público como ato de improbidade.”


Cultura & Lazer Quinta-feira, 16

Circulação de 16 a 22 de setembro

Enquanto 90 casais selaram matrimônio em Iturama, 21 entraram com pedido de separação e 41 o divórcio Dyelen Oliveira

“N

a saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, até que a morte nos separe”, este é um dos juramentos feito pelos casais no altar no dia do matrimônio. Mas na prática o desgaste da relação aliado a vários fatores conjugais termina com a expressão “até que o divórcio nos separe”. Isto porque segundo pesquisa do IBGE- Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas- enquanto 90 casais se casam, 21 se separam e 41 oficializam o divórcio em Iturama. Com estes números o município lidera o ranking dos enlaces matrimoniais. Em segundo lugar está Campina Verde com 69 casamentos, 27 separações e 25 divórcios. A pesquisa

do IBGE foi realizada em 2007. Itapagipe ocupa a terceira colocação com 24 uniões, 28 dissoluções- soma dos divórcios diretos sem recurso e separações. Em contrapartida dos desquites, estão Limeira do Oeste União de Minas, Carneirinho e São Francisco de Sales onde nenhum casal se separou judicialmente, nestas cidades foram registrados apenas casamentos (Veja na ilustração abaixo). Explicações O aumento do número de divórcios pode ser explicado não só pela mudança de comportamento na sociedade brasileira, mas também pela criação da Lei 11.441, de 04 de janeiro de 2007, que desburocratizou os procedimentos de separações e de divórcios consensuais, permitindo

aos cônjuges realizarem a dissolução do casamento, através de escritura pública, em qualquer tabelionato do país. As Estatísticas do Registro Civil, divulgadas pelo IBGE, permitem ainda calcular a idade média dos homens e das mulheres à época do casamento. Em 2007, observou-se que, para os homens, a idade média no primeiro casamento foi de 29 anos e, para as mulheres, 26 anos. A opção por formalizar as dissoluções a partir do divórcio direto tem se mostrado mais ágil por reduzir os trâmites judiciais e o tempo para solução dos casos. Motivos Em 2007, a conduta desonrosa ou grave violação do casamento foi o motivo mais frequente nas separações judiciais de natureza não-consensual, 10,5% delas foram requeridas pelas mulheres e 3,2% foram solicitadas pelos homens. A separação de fato foi fundamento da ação de 10,3% do total de separações. A proporção de separações não consensuais requeridas pela mulher (17,5%) foi significativamente maior que as solicitadas pelos homens (6,6%).

de setembro de 2010

Nova lei

Casais não terão mais que esperar dois anos para requerer o divórcio

Após a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição que prevê o fim da exigência de separação judicial prévia dos casais para a obtenção do divórcio, os cartórios brasileiros esperam um aumento no número de divórcios. Com isso, os casais que pretendem acabar com a união formal poderão fazê-lo a qualquer momento. Pela atual redação da Constituição, o casamento

civil só poderia ser dissol- um aumento entre 20% e vido pelo divórcio após pré- 30% no número de divórvia separação judicial por cios no País. No entanto, mais de um ano nos casos mesmo com a iminente expressos em lei ou com extinção dos processos de comprovada separação de separação, segundo Bafato por mais de dois anos. cellar, a alteração não vai De acordo com o pre- significar menos trabalho sidente da Associação dos para os cartórios. Casamento Notários e Registradores Para Bacellar, o novo Casamento do Brasil (Anoreg Brasil), divórcio deve reduzir a 100 Rogério Portugal Bacellar, incidência de uniões está80 a100mudança naCasamento legislação veis,Divórcio e incentivar o aumenSeparação 60 80 deverá incentivar a procura to noDivórcio número de casamenCarneirinho 35 Separação Casamento 40 60 pelo divórcio. A expectativa tos. “Esse tipo de processo Limeira 19 Carneirinho 35 20 40 União de Minas 15 dos 0cartórios é de que haja já deveria ter sido impleLimeira 19 20 São Francisco 11 União de Minas 15 mentado há muito tempo. 0 Iturama 90 21 de conferir 41 São Francisco 11 Além agilidade Como era e como fica Itapagipe 24 13 15 a medida vai Iturama 90 21 41 ao processo, Campina Verde 69 27 25 Itapagipe 24 13 15 ANTES-Divórcio só podia sair após 1 ano da separasignificar economia finanVerde 69 27 ção registrada em cartório Campina ou 2 anos depois da sepaceira para25partes, já que ração de fato, como viver em residências diferentes não precisarão gastar com processo de separação, AGORA-Divórcio passa a ser imediato, assim que apenas com processo de o casal optar pelo fim do casamento divórcio”, diz.

Separação Separação

Casamento

30 30 Iturama 20 Iturama Itapagipe 20 Itapagipe Campina 10 Verde Campina 10 Verde 0 0

100 80 60

Carneirinho 40 Limeira 20 União de Minas 0 São Francisco Iturama Itapagipe Campina Verde

Separação Separação 21 21 13 13 27 27

Divórcio IturamaDivórcio Iturama Iturama Iturama Itapagipe Itapagipe Campina Verde Campina Verde

Casamento Separação Divórcio 35 19 15 11 90 21 41 24 13 15 69 27 25

50 50 40 40 30

30 20 20 10

100 0

Fonte IBGE/2007

30

Iturama 20 Itapagipe

Separação 21 13

Campina Verde Campina Verde

Divórcio Divórcio

Iturama Iturama

Separação

41 Itapagipe 41 15 Itapagipe 15 25 25

Itapagipe Itapagipe

Campina Verde Campina Verde


02

Edição 140

CULTURA & LA ZER

Circulação de 16 a 22 de setembro

Guerra ao cigarro Pneumonia, asma, bronquite e rinite aparecem com mais frequência mais do que as mulheres e, numa proporção duas vezes maior, elas deixam o fumo. O nível de dependência severa de nicotina dos jovens foi 50% menor do que a dos adultos. Isso mostra a importância do estímulo à cessação entre essa população, e principalmente da prevenção, para evitar que comecem a fumar. De modo geral, os dados demonstram a necessidade de explorar melhor as ações de controle do tabagismo entre a população de 15 a 24 anos. Exemplo: os jovens percebem menos a propaganda antitabaco veiculada por meio do rádio. É preciso reforçar as mensagens sobre prevenção e cessação tanto em programas de rádio e TV, voltados ao público jovem. O cigarro, um dos principais fatores de risco para o câncer, também causa forte impacto no orçamento doméstico. Numa família composta por um casal de fumantes, entre 45 e 64 anos, gasta, por mês, so-

Apesar das campanhas, é alarmante o número de jovens que começam a fumar antes dos 15 anos de idade Da Redação

A

pesar das campanhas educativas e da restrição à propaganda do fumo, ainda é muito grande o número de fumantes, tanto do sexo masculino como do sexo feminino. E tem mais, é maior o número de adolescentes do sexo feminino que começa a fumar antes dos 15 anos, se comparado ao comportamento dos meninos. Infelizmente, algumas pesquisas mostram que os jovens é a parcela da população que menos procurou algum tipo de ajuda para deixar de fumar, apesar de 48% da população relatar que já fizeram pelo menos uma tentativa de parar de fumar. O que mais chama a atenção é que, entre os jovens, os homens fumam

mente com a compra de cigarros, R$ 128,60. Por ano, a despesa chega a R$ 1.543,20. O gasto com cigarro para um casal de fumantes de qualquer região do país chega a R$ 1.495,20 por ano. Todos os valores foram calculados com base em 2008. Naquele ano, o valor do salário mínimo era R$ 415,00, o que levaria esse gasto com cigarro a quase quatro salários mínimos por ano. E mais, o gasto médio mensal com cigarros industrializados de fumantes acima dos 15 anos no Brasil foi de R$ 55,50. Segundo o Banco Mundial e o Conselho Econômico e Social das Nações Unidas, tabaco e pobreza formam um ciclo vicioso, que atrasa o desenvolvimento dos países. Os maiores percentuais de fumantes no Brasil, entre ambos os sexos, foram encontrados na população sem instrução (25,7%) e entre as pessoas de menor renda (21,3%), o que correspondia à população que ganhava menos de

s o t a o B & s Fato

meio salário mínimo por mês. Apesar da queda no consumo de tabaco nas últimas décadas, o número de fumantes no país ainda é elevado: cerca de 25 milhões com idade igual ou superior a 15 anos. Contudo, 45,6% dos fumantes tentaram parar de fumar nos últimos 12 meses, o que correspondeu a cerca de 12 milhões de pessoas. O tabagismo é a principal causa de tumores malignos evitáveis; se as pessoas não fumassem ou parassem de fumar isso evitaria dezenas de tipos de câncer, entre eles, os de pulmão, estômago, bexiga e colo do útero. Outro problema grave é o tabagismo passivo. Quanto mais cedo, uma pessoa é exposta ao cigarro em ambientes com fumantes, maior a possibilidade de vir a desenvolver câncer na vida adulta.

Por Dyelen Oliveira O penteado que se acreditava ser apenas mais um modelo passageiro, ganhou passagem fixa nos cabelos das mulheres. Estou falando das tranças, elas continuam sendo usadas e cada vez ganham novas versões seja solta ou presa. Veja nas fotos os modelos mais usados. Foto/Divulgação

Trança Rabo de Peixe (Espinha) Uma trança mais indicada para quem usa franja ela é uma opção sofisticada mais formal e pode ser usada em produções básicas do dia-a-dia.

R$ 55,50

é o gasto mensal dos jovens com cigarros

Juliana Paes conta que não tem medo da balança por isso tem comido de tudo. Grávida de cinco meses, só voltará ao trabalho no segundo semestre de 2011 e por isso terá muito tempo para se colocar em forma de novo. Quem pode, pode.

Trança Brigitte Bardot Uma Trança formal comum estilo mais usado no dia-a-dia, não indicada para ocasiões mais serias.

Trança Lateral Com jeitinho hippie, elas ficam um chame e é mega estiloso, pode ser usada com cabelo preso ou solto.

Débora Lyra a atual miss Brasil é também a nova namorada de Alexandre Pato, que recentemente se separou da atriz Sthefany Brito. O casal foi flagrado em momentos românticos em Veneza, na Itália no dia em que o jogador completava 21 anos. Claudia Leitte Ousou no figurino para uma apresentação do dia 10, em Paulínia, interior de São Paulo. Com roupas cheia de transparência no estilo Lady Gaga a cantora não poupou sensualidade nas coreografias ousadas. Luciana Gimenez até tentou negar , mas agora não dá mais! A apresentadora foi flagrada de férias na Itália com uma barriguinha saliente. Não tendo como esconder ela confirmou estar grávida. Este será seu segundo filho mas o primeiro com o atual marido.

Trança lateral Frouxa Super fácil de fazer, ela pode resolver aquelas dúvidas de última hora. Com os fios meio frouxos da um chame ainda maior no seu look.

Trança Coque Aparece na versão comportadinha, com os fios retinhos, bem moderno ou também pode ser usando com os fios desfiados.

Trança Tiara Inspiração medieval, ela é um estilo mais romântico usada com coque e também estilo moderno em uma versão bagunçada.


CULTURA & LA ZER

03 Horóscopo

Edição 140

Circulação de 16 a 22 de setembro

Fonte: GB Edições Áries (21/03 a 20/04)

Resumo das Novelas

Espaguete integral com cogumelo Ingredientes

Sexta-feira Ricardo fica atordoado ao descobrir diversas cartas endereçadas a Vicente dentro da caixa de Francisca. Ricardo deduz que Vicente seja o pai de Daniel e não se conforma. Francisca teme que não seja perdoada por Ricardo e Vicente. Pepe leva Viviane até o gabinete e ela fica espantada ao encontrar Ricardo. Yasmin, Dalva e Clara visitam Guilherme em busca de notícias de Judite. Tadeu conversa com Clara sobre o acidente e teme que Mariana não o perdoe. Suely repreende Mariana por sua atitude em relação a Judite. Daniel pede a ajuda de Seth ao ouvir Ricardo contando para Vitória/Viviane que Vicente é seu pai. Vicente chora ao encontrar as cartas de Francisca. Sábado Guilherme fica angustiado com o estado de Judite. Tadeu reza por sua mãe ao lado de seu anjo da guarda. Afonso acompanha Olívia à casa de Judite e encontra Yasmin. Vicente teme não poder se aproximar do filho de Daniel depois que ele nascer. Beatriz reclama com Sofia do apartamento que Vicente arrumou para elas. Velho procura Magali. Beatriz afirma que conversará com Velho sobre o passado de sua mãe e Sofia se preocupa. Vanessa fica decepcionada ao chegar em casa e não encontrar Clara. Mauro, Calixto e Mônica se preparam para contar a verdade para Danusa. Gilmar vê Leninha vestida de noiva. Jovenil se irrita ao encontrar Velho em sua casa. Beatriz pergunta sobre o pai e se surpreende com a resposta de Velho, que conta que seu pai é dono de uma mina de estanho em Minas Gerais.

Ti-ti-ti Quinta-feira Gustavo conta para Bruna que Marcela fugiu de casa e ela passa mal. Rosário, Clotilde e Jaqueline veem as fotos de Valentim enquanto Jacques conversa em particular com Marta. Jacques insinua que Marta foi procurá-lo porque ainda gosta dele. Marta se defende de Jacques e escapa levando a câmera com as fotos de Valentim. Luti e Valquíria namoram. Jacques descobre que a câmera sumiu. Edgar encontra Marcela no parque onde os dois costumavam ir. Edgar conta para Marcela que irá desmanchar seu noivado com Camila para ficar com ela. Ariclenes, Chico, Marta e Nicole comemoram a contratação das novas costureiras. Sexta-feira Marta admite que trabalha para Victor Valentim e Jacques estranha o fato do estilista ter contratado as costureiras da vila. Suzana não aceita reatar com Ariclenes. Edgar não tem coragem de terminar o noivado com Camila. Jaqueline se muda para um dos apartamentos de Jacques. Edgar confessa a Marcela que não conseguiu terminar o noivado, mas garante que não se casará com Camila. Gabriela sofre ao pensar em Luti e Marta tenta confortá-la. Luti revela para Ariclenes que está namorando Valquíria, mas não conta que ela é filha de Jacques. A agência Lugar Models escala Desirée e Amanda para um desfile. Sábado Jorgito apresenta Amanda e Desirée para Rebeca. Luti mente para Valquíria sobre o nome de seu pai. Ariclenes arma um plano para sabotar o vestido de Luísa Brunet, que usará uma roupa assinada por Jacques. Gino é surpreendido por uma mulher desconhecida que finge ser uma ex-namorada. Enciumada, Rebeca vai embora da desta. Breno comemora o sucesso de seu plano. Thaísa descobre o acordo entre Jorgito e Amanda e ameaça revelar toda a verdade para Desirée. Luti conta para Suzana que está namorando a filha de Jacques. Jacques chega na Moda Brasil e flagra Luti com Suzana, mas não percebe a ligação entre os dois. Edgar volta a trabalhar na agência e Luisa fica aliviada.

PASSIONE Quinta-feira Fred é grosseiro com Clara, que pede para falar com ele. Gemma reconhece Giovanni e os dois ficam emocionados. Diógenes inventa uma desculpa para justificar para Brígida a ausência do marido. Antero/Giovanni conta a Gemma o que teve que fazer para se casar com Brígida. Adamo acorda e se desespera ao ver o sítio em chamas. Clara pede para Fred ajudá-la a conseguir a guarda de Kelly, mas ele a destrata. Agostina conta para Totó e Agnello a conversa que teve com Berilo. Jéssica não suporta ficar sem o marido. Berilo sofre pensando em suas duas esposas. Francesca se desespera por não conseguir convencer Adamo a sair da Itália. Diana fica feliz ao saber que Gerson está indo a um psiquiatra. Gerson não consegue contar o seu segredo para o psiquiatra. Sexta-feira Clara pede para Totó não entrar com o processo de divórcio, para que ela consiga a guarda de Kelly. Stela se afasta de Agnello, mas o italiano entra em seu carro. Clara conta sua história para Totó, que decide ajudá-la. Francesca arma para que Adamo a flagre com Ugo. Gemma não acredita que Kelly seja boa pessoa e Alfredo não gosta. Agostina sofre ao falar sobre Berilo com Dino. Berilo convence Fortunato a ajudá-lo a voltar com Jéssica. Stela e Agnello se despedem emocionados. Mônica sugere a Sinval que incentivem a união de Lorena e Chulepa. Felícia aconselha Fátima a procurar Sinval. Clara conta para Kelly sobre a conversa que teve com Totó. Sábado Totó e sua família ficam surpresos com a presença de Fred. Berilo consegue seduzir Jéssica. Bete explica para Totó que não teve como impedir Melina de se casar com Fred e ele resolve falar com o vilão. Agnello se preocupa com Agostina, que sofre por causa de Berilo. Berilo diz a Jéssica que ficará só com ela. Olavo torce para que Clô não tenha traído sua confiança. Mônica pergunta sobre Fátima para Chulepa. Fátima chega à casa de Sinval e Arthurzinho avisa que ele está dando uma festa com os amigos. Lorena decide falar com Chulepa. Mônica beija Sinval ao ver Fátima. Fátima se declara para Sinval e o beija. ATENÇÃO: OS RESUMOS DOS CAPÍTULOS ESTÃO SUJEITOS A MUDANÇAS EM FUNÇÃO DA EDIÇÃO DAS NOVELAS

200g de shimeji 2 col. (sopa) de cebolinha picada 100 g de macarrão integral 1 col. (sopa) de shoyu 1 col. (sopa) de margarina light Modo de Preparo Preaqueça o forno a 180 ° C. Lave os cogumelos, faça uma espécie de envelope com o papel-manteiga, coloque-os lá dentro junto com a cebolinha e o shoyu e leve ao forno por 20 minutos em uma as-

Touro (21/04 a 20/05) É tempo de relaxar mais, de se divertir, apesar de algumas nuvens tempestuosas que se formam ao seu redor.

Gêmeos (21/05 a 20/06)

O momento indica que deverá refletir mais a respeito das questões familiares, principalmente no que se refere ao futuro. .

Dicas para o lar

Maizena no óleo Para fazer frango à passarinho bem sequinho, experimente colocar uma colher de sopa de maizena no óleo de fritura bem quente. O frango vai ficar douradinho e bem sequinho e, o que é

melhor, nem vai grudar na panela. Toalhas limpas Toalhas ficarão mais limpas se colocar na água de enxágüe uma colher de bicarbonato.

Tire da lata Ao usar parte de algum alimento enlatado, retire a sobra e coloque num recipiente com tampa e guarde na geladeira, descartando a lata.

Câncer (21/06 a 20/07)

Ao expor os seus pensamentos, talvez perceba que há muito mais a ser dito e compreendido do que cabe nas palavras e pensamentos comuns. Por isso, analise bem antes de abrir a sua boca.

Leão (21/07 a 20/08)

Piadas

CAÇA – PALAVRAS ENCONTRE PALAVRAS VARIADAS

Truque sujo Uma mulher chegou inesperadamente em casa e encontrou seu marido na cama com outra. Louca de raiva, ela achou forças e arrastou o marido até a garagem. Chegando lá, prendeu o “negócio”dele numa morsa em cima da bancada, apertou até ficar bem preso e retirou a alavanca da morsa. Aí, ela foi no armário de ferramentas, retirou um serrote e colocou na bancada. O marido gritou: - Querida, você não vai cortar ele, vai? - Não! - retrucou a mulher - Você é quem vai, eu só vou é botar fogo na garagem. Chá de Princesa Todas as princesas de contos de fadas estavam reunidas para o chá de bebê da Ariel, a pequena sereia. Era a maior alegria em volta da piscina, até que a pequena sereia, Ariel falou: - Duvido que alguma de vocês pule nessa piscina cheia de jacarés, piranhas e tubarões e consiga atravessar a piscina a nado. Quem conseguir pode me fazer um pedido. Pode ser qualquer coisa. Meu carro, minha casa, meus empregados... De repente, a Branca de Neve pula na piscina, atravessa e ganha tudo! Indignada, Ariel diz: - Er... Parabéns, Branca de Neve! Você conseguiu! E agora o que você quer? - Eu quero saber quem foi a filha da mãe que me jogou na piscina!

Z R S E I D V H Y G W Y F I B I Z E M A

V I T T A M O N G E O Z L N N G Y G J I

L R Y N K N W T P J I W K V I N O R T C

K E S E Z J U T T Z N E U Q T N S É H N

Q G Z G R J B H R I G I D E Z O U G L Ê

R U A N C N E S T R A N G E I R O I Z G

Q S F A E L R C S S Q X V N G Z Y O S I

W E T T B P K N M Q X O I E Z G N G G V

M E G A R I M F L J H V W P G H I R F L

T F O D J X L V X V W I H B B N X E T T

I H I H F G Q X D W M A B O I B A Z I T

W S T P L D L F R Z F G A V K V Z L T I

V S O G J E O W Q Y C E X M C E M R A P

Z T W R G G G R L K G M Y C G H E L Y F

D O R E I A R N Q O X C X O F S H B K Q

F O G V W E W Z A G L Z J R E W P Y J H

Z X A A R G G D G V I I O G Q Y N A D L

H I F J I S U A X Q E Y E Q B I F U Q I

P O G S K V D V I E H X A W T O I Z T N

Z U  H  V  L  B  L  D  V  V  E  V  P  X  W  A  C  S  Y  T 

RESPOSTAS CAÇA PALAVRAS:

Quinta-feira Vitória/Viviane aprova o quarto e o berço que foram usados por Daniel e Ricardo fica satisfeito. Guilherme diz a Mariana que Marcelo garantiu na justiça a guarda de seus filhos até data da audiência. Judite não deixa Tadeu e Laura irem ao colégio. Breno acompanha Luciana até o orfanato onde Magali e Jovenil a encontraram antes da adoção. Magali deixa escapar o nome do pai de Beatriz. Afonso tenta se aproximar de Yasmin. Guilherme pede que Rute o ajude a conseguir a guarda dos filhos. Judite pensa num plano para atingir Mariana e acaba sofrendo um acidente.

sadeira. Enquanto isso cozinhe o macarrão como de costume, até que fique al dente. Retire o cogumelo do forno e misture com a margarina. Numa travessa, junte ao espaguete, regue com shoyu e sirva.

Egrégio - estrangeiro - evangelho - exegese - falange - miragem - monge - ogiva - rigidez sugerir - tangente - viageiro - viagem - vigência

ESCRITO NAS ESTRELAS

Cuidado para não ocupar-se com o trabalho e esquecer-se dos laços que o ligam a outros valores, ambientes e pessoas.

JOGO DOS SETE ERROS

O momento é bom para conversar e se aproximar das pessoas queridas. As propostas de negócios podem abrir seus olhos para novos horizontes. Confie em seu potencial.

Virgem (21/08 a 20/09)

O momento é propício para cuidar um pouco mais de si e de seu espírito. Aproveita para meditar e ordenar os pensamentos.

Libra (21//09 a 20/10)

Aumento da sensibilidade e da emotividade. Prepare-se para viver grandes momentos junto a pessoa amada. No entanto, cuide da saúde e não abuse de bebidas alcoólicas.

Escorpião (21/10 a 20/11)

Precavenha-se quando o assunto for financeiro. Procure ficar ligado mais na realidade. O sucesso profissional depende de seu próprio esforço.

Sagitário (21/11 a 20/12) As tensões na vida a dois começam a ficar mais evidentes. É o trabalho e as responsabilidades materiais que atuam como catalisadores.

Capricórnio (21/12 a 20/01) Não seja tão materialista. Cultive a solidariedade e procure dar mais atenção ao que se passa ao seu redor. No ambiente profissional, não queira impor a sua opinião.

Aquário (21/01 a 20/02) O seu senso crítico está mais aguçado do que nunca. Procure usar isso a seu favor, principalmente no ambiente profissional.

Peixes (21/02 a 20/03)

A sua capacidade de discernimento está mais confusa do que nunca. Daí é melhor adiar todas as decisões importantes.


Edição 140

Tribuna Social

Circulação de 16 a 22 de setembro

04 Fotos/Álbum de família

Parabéns a Danielly Santos Oliveira que recebeu a vinda de mais uma data especial em sua vida no último dia 15

Dia de festa para Thiago foi no dia 14, quando ele acolheu a chegada de mais um aniversário

Felicitações ao juiz Lourenço Migliorini que no dia 15 completou mais um ano de vida

Idade Nova comemorou Karla Alasca do último dia 4. A aniversariante recebeu o carinho de familiares e amigos

Em família Arismendes de Oliveira comemorou, no dia 9, seu aniversário. Votos de saúde dos filhos Deyvson e Dyelen e da mulher Lucia

Aniversário de Luiz Roberto, o Betinho, foi comemorado com muita festa, já que o dia 7 foi feriado nacional

Níver de Michelle Dumont no último dia 2. Neste dia ela foi parabenizada por mais um ano de vida

Data especial para Sabrilene foi o dia 6, em que ela acolheu mais um ano de vida

Felicidades a Agean Anselmo que no dia 8 recebeu o carinho da mulher, amigos e familiares pela passagem de seu aniversário

Edição 140  

Advocacia Itapagipe Bar Legal São Francisco Página 12 Página 7 Página 3 Página 8 Página 7 Página 8 Página 3 Carreata em Frutal Para colocar...

Advertisement