Issuu on Google+

jornaltem@gmail.com

twitter/jornaltem

orkut - jornaltem

o uiçã b i r t Dis ratuita G

de 26 de junho a 02 de julho de 2010 - sábado - ANO 6 - Edição nº 123

www.jornaltem.com.br

“Bel” consegue mais R$ 150 mil de verba para Paraisópolis pág/ 05

Foto: ilustração

Wagão e Zezé aparecem na lista do TCU pág/ 03

Curta-metragem de taxista será lançado em 2011 pág/ 05

APAE de Paraíso recebe Presidente da Federação Nacional das APAES pág/ 08 150 mil serão para aquisição de caminhão caçamba para atender demandas de serviços de estradas rurais


de 26 de junho a 02 de julho de 2010 - sábado

02 Opinião

www.jornaltem.com.br

jornaltem@gmail.com

JGeraldo

J. A. Braga Barros

Vuvuzelas no Paraíso

N

o primeiro jogo da Copa contra a Coreia do Norte as vuvuzelas paraisopolenses foram sopradas timidamente, nos moldes do futebol sem brilho apresentado pela seleção de Dunga. 2 a 1 e só. Kaká, Luís Fabiano e a cidade ganharam moral na segunda partida e o grito contido finalmente ganhou as ruas do centro com direito a congestionamento na Bueno de Paiva. Os 3 gols do Brasil contra a Costa do Marfim colocaram em transe boa parte da população brasileira que tem o futebol quase como religião - fazendo-a esquecer que o dia seguinte era: segunda-feira. Em todo país, a alegria adquiriu tons carnavalescos e as vuvuzelas falaram mais alto. O epicentro da folia em Paraisópolis foi em frente ao “Tar Coi-

sa”, com centenas de pessoas comemorando e dançando ao som embolado emitido simultaneamente por automóveis estacionados na Presidente Juscelino. O “Tar Coisa”, que tem uma identificação com o espírito alegre e irreverente do povo brasileiro, já se sagrou campeão de point da Copa do Mundo assim que os juizes apitam o final de cada partida na África do Sul. O jornal TEM estará na gráfica no momento em que a seleção brasileira enfrenta a portuguesa. Portanto, assim que você estiver lendo esta coluna é provável que o Brasil tenha ganhado mais um jogo e classificado invicto para os oitavas de final. Não temos mais o futebol de 58, 62, 70, 94 e 2002, mas temos sorte que, exceto pela Argentina,

o futebol apresentado pelas demais seleções é pior do que o nosso. É neste ponto que reside a chance de levarmos a taça. Abrindo um pouco mais o jogo, confesso: precisamos de motivos para alegrar a triste Paraisópolis e todas as vidas que dão vida à cidade. Se a alegria vem através do futebol aproveite a oportunidade: mire seu foguete em direção à lua, reúna os amigos, faça novos amigos, abrace o desconhecido, solte o grito de gol que - na verdade contém muitos outros gritos entalados na garganta. Que venham os hermanos e o hexa! E, claro, que as músicas das comemorações sejam o verdadeiro samba brasileiro e que - para o bem geral da nação - as vuvuzelas sejam silenciadas até a próxima Copa: no Brasil.

José Antônio Braga Barros recebe homenagem em São José dos Campos Em seção solene, na noite de quarta-feira, 23 de junho, na Câmara Municipal de São José dos Campos, os escritores nascidos, ou residentes naquela cidade, receberam uma homenagem em forma de Diploma de Reconhecimento Público, pela dedicação e singular trabalho realizado em prol da cultura. José Antônio Braga Barros, pelo livro Minhas Gerais e participação na III Edição do Festival da Mantiqueira - “Diálogos com a Literatura”, realizado no distrito de São Francisco Xavier, no período de 28 a 30 de maio de 2010, recebeu seu diploma das mãos do vereador Dilermando Dié, autor do requerimento que

homenageia os escritores que estão atuando em São José dos Campos. Nascidos em Paraisópolis, além de Braga Barros que é colaborador do jornal TEM, também foram homenageados Cristina Hernandes e João Carlos Faria. Na mesma noite, o Shopping Centervale recebeu a Medalha “Chico Mendes”, que destaca pessoas e empresas que cuidam, preservam e atuam positivamente na atenção ao Meio Ambiente. O ponto alto desta homenagem foi a mensagem gravada pela filha de Chico Mendes ressaltando a ação de seu pai em prol da floresta amazônica e de todo o planeta. Outro

Atenção, depois da Copa tem Eleição P

ara mostrar a força que o povo tem, o projeto Ficha Limpa é o grande exemplo do momento. Mesmo contra a vontade de muitos políticos, em dois anos de tramitação, foram colhidas mais de um milhão e seiscentas mil assinaturas de eleitores que não querem mais saber de condenados e corruptos disputando as eleições. Agora é lei. E já vale para as próximas eleições. Políticos condenados por tráfico de drogas, homicídio, improbidade administrativa, compra de votos e abuso de poder político, econômico ou de meios de comunicação ficam inelegíveis por oito anos. A mesma lei sancionada pelo presidente Lula no dia 4 de junho de 2010 também veta o registro de condenados por crimes eleitorais com pena de prisão e de políticos que renunciem ao mandato para fugir de processos por quebra de decoro.

A chamada Lei da Ficha limpa tem também o seu aspecto didático-pedagógico. Ela ensina, na prática, que quando o povo quer, se organiza e se mobiliza é capaz de atingir os seus objetivos. No velho livro Fazenda Modelo de Chico Buarque pode ser buscada a seguinte frase: “se o boi soubesse a força que tem não ficava preso em curral”. É este o comentário político que deixo para você leitor, em plena Copa do Mundo, depois dos jogos começam as campanhas eleitorais. Cuidado, não se deixe enganar. E preste atenção aos detalhes. Por exemplo, viu a dificuldade do Serra em arrumar seu vice, nem os companheiros de partido querem ficar com ele. Mas se você prefere Serra, olhe para as estradas de Minas e as de São Paulo, aqui pelas redondezas e veja as estradas que aparecem na televisão. O seu mundo é virtual, ou é real?

E

tora Lygia Fagundes Telles, fazendo a integrante da Academia Brasileira de Letras sorrir de modo tão descontraído?

destaque da noite foi a apresentação da Banda Novo Campo, formada por jovens do Campo dos Alemães, mostrando qualidade musical, capacidade e talento. “Com iniciativas deste porte, com certeza estaremos construindo um futuro melhor”, ressaltou o José Carlos, Secretário da Câmara Municipal de São José dos Campos. Zenilda Lua, representando todos os escritores, falou emocionada: “Há muito tempo sonho com um evento deste tipo, para dar visibilidades aos nossos escritores que estão produzindo uma literatura de qualidade aqui no Vale do Paraíba. Muito obrigado mesmo!”.

Expediente TEM Cambraia e Pelosi Editora de Jornais Ltda - [CNPJ 07492204/0001-36] Direção - Tatiane Cambraia e Cláudio Marcelo Pelosi Jornalista responsável - Sérgio Cardoso [MTb 26.373-SP] Dep. Jurídico - Émerson Clayton R. Santos/ OAB/ MG 114.933 Vendas - 9198-0001 (Cláudio) E-mail - jornaltem@gmail.com Redação - Rua Pampulha, 439 - Jd. Aeroporto Paraisópolis - MG - CEP 37660-000 Tel.: (35) 9106-2672 / 9198-0001 Copyright Jornal TEM/2010. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta publicação em qualquer meio de comunicação sem autorização escrita do jornal.

m recente encontro lite rário, que história o jornalista Carlos Aulicino - nosso João da Praia - teria contado à escri-


www.jornaltem.com.br

jornaltem@gmail.com

de 26 de junho a 02 de julho de 2010 - sábado

03

em foco

Wagão e Zezé são um dos 4.922 gestores com contas julgadas irregulares pelo TCU Foto: Arquivo TEM

Tatiane Cambraia

Os nomes do ex-prefeito de Paraisópolis Wagner Ribeiro de Barros e do prefeito de Conceição dos Ouros José Joaquim Afonso apareceram na lista do TCU (Tribunal de Contas da União), entregue na segunda-feira (21), ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A irregularidade apontada pelo órgão, teria ocorrido entre os municípios de Paraisópolis e Conceição dos Ouros com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Em nota, O ex-prefeito Wagner Ribeiro de Barros, se defende. “Venho esclarecer que o motivo de meu nome constar da lista de contas julgadas pelo TCU e enviadas ao TSE foi em razão de que no ano de 2004 houve um erro sanável de prestação de contas de verba repassada à Prefeitura Municipal de Paraisópolis no valor de R$ 17.293,94 do Governo Fe-

deral (FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação). Na ocasião, não foi feito qualquer aviso ou comunicado da chegada de tal verba ao setor técnico responsável da Prefeitura Municipal, o que ocasionou na ausência de prestação de contas da referida verba no tempo devido pelo referido setor técnico. O fato ocorrido resultou em irregularidade da prestação de contas de 2004, a qual foi sanada plenamente pelo setor técnico da Prefeitura Municipal no ano seguinte, em 2005, com a regularização dentro dos trâmites normais e legais. O fato da lista de gestores públicos terem sido encaminhadas ao TSE é situação rotineira uma vez que prevista na lei das eleições, não trazendo qualquer prejuízo de ordem eleitoral em relação a minha pessoa seja nesta eleição ou em outras futuras eleições. Assim sou e te-

Wagão, ex-prefeito de Paraisópolis

nho a Ficha Limpa para disputar qualquer cargo eletivo.” O prefeito de Conceição dos Ouros não foi encontrado por nossa reportagem para comentar o assunto. Até o ano passado, estar na

Zezé, prefeito de Conceição dos Ouros

lista do TCU significava que o gestor estava inelegível. Mas, com a mudança na lei das inelegibilidades feita pelo Congresso (Lei da Ficha Limpa), o artigo específico das contas irregulares foi modificado.

O documento trás uma lista com 4.922 pessoas com contas julgadas irregulares pelo órgão TCU. No total, são 7.854 condenações, sendo 575 em Minas Gerais (um mesmo gestor pode ter mais de uma condenação).


www.jornaltem.com.br

de 26 de junho a 02 de julho de 2010 - sábado

04

jornaltem@gmail.com

Comportamento

João da Praia

A primeira vez... Era a rotina, praiana como ela só. Pouco depois das dez saía de casa ainda ajustando o biquíni, dirigia-se à banca localizada na esquina onde trocava dedo de prosa com o sorveteiro amigo e sem ligar para as observações do mundo seguia em frente a fim de aproveitar as delícias da orla. Nascera litorânea, jamais imaginou abandonar a vida leve, livre, solta que marca a existência da gente do mar. Gente do mar... Qualificação contida num livro qualquer, lido na juventude. A expressão reflete uma realidade inconteste. Quem nasce diante das águas oceânicas obedece ao ritual de vida próprio, facílimo de identificar. O praieiro é risonho. Não se deixa aprisionar por modismos ou comportamentos sociais capazes de amordaçar-lhe a espontaneidade no trato com ocorrências profanas. Tem modo peculiar de ser e estar. Pouco interessa a sutileza gramatical da expressão. Ser ou estar depende da força e direção do vento... Importa-lhe interpretar, com segurança, a mensagem eólica dos deuses do sol, da chuva, das marés. Para ele, o decifrar um suspiro marítimo possui igual valor que o solucionar de intrincado teorema. Assim o caiçara eterniza a passagem pelo planeta. Sem esquentar a cuca ou descumprir obrigações de trabalho. Vai levando... Anita não fugia à regra O balancear das vagas dançantes apenas contribuía para aumentar-lhe a capacidade de atrair desejos quando, despida de outras afetações corporais, punha-se a rebolar os quadris com graça e desenvoltura de quem conhece a arte de dominar a ciência do bem e do mal, serpente tentadora de ilusões. Mulher charmosa espichou olhares para o boteco, lugar onde, ao entardecer, a galera estaria reunida. Ato contínuo atravessou a grande avenida, o jardim de palmas, pisou no chão arenoso, segundo lar. O mar guarda sigilos? Nunca. Está sempre disposto a proclamar verdades, por mais doídas que sejam. Não consegue,

sequer, esconder as próprias intenções. Basta visualizar seu aspecto e todas elas estarão expostas à curiosidade popular. Anita cumpriu a liturgia litorânea. Depositou a sacola de praia junto aos badulaques das companheiras. Estendeu a tanga com desenhos psicodélicos em cima da cadeira armada a jeito pelo moleque Gasolina, serviçal simpático, honesto, prestativo, competente. Não titubeou além de minuto para iniciar andanças, excepcional ocasião para satisfazerlhe a vaidade feminina. Samba vai, rumba vem, ao encerrar-se longínqua temporada, época já esquecida, elegeram-na Garota Sedução. Desde então, deslumbrou-se. Pensando-se eterna rainha circulava ao deus-dará, sem rota ou destino planejado. Excitavam-na ouvir assovios e fingir não escutar gracejos de quem lhe notasse estampa e formosura. Melhor aceitas, frases eróticas que lhe esquentavam o ventre. Brejeira de carne e espírito não percebera o rarear de choramingas desse tipo. Pavor de defrontar-se com a realidade? Descuido em relação às mudanças que ocorrem em nossa vida a cada rodopiar do planeta? Impossível responder... Há mês e meio, o inevitável. Anita retornou a casa na maior fossa. Caminhara toda sirigaita ostentando os conformes sem despertar frenesis. Disposta às aventuras não fora correspondida por ninguém. A idade fizera sua parte. O anonimato lhe batera à porta. Afora velhos camaradas, não houve quem ligasse para o desfile da coroa piririca, alcunha disseminada na pra-

ça. Invejas mal administradas, qual dúvida? Então... Encarou o espelho com petulância e valentia. A natureza aceita mentiras e justificativas que aliviam penares, mesmo de foro íntimo. Desculpa até extravagâncias. Espelho, não! Reflete nossa imagem de forma cruel. Nada de subterfúgios. Nada que se possa encobrir. Desnuda, Anita chorou por si e pela vida. A dor da Primeira Vez ! Ligou o notebook, ingressou no chat, travestiu-se de Misteriosa. Misteriosa - mulher capricho, capa de revista, viajante compulsiva, herdeira de avô fazendeiro, amante de comidas e bebidas – curtia paixão com Peixe Encantado – advogado, altura 1.90, atleta, família rica, papo erudito, sabedor de libertinagens. Lástima morarem tão distantes um do outro. Todavia, araruta tem seu dia de mingau... Peixe Encantado quis surpreendê-la. Anunciou presença para conhecer a amada internauta, dona de predicados dignos de sua pessoa. Anita (ou Misteriosa?) delirou. Homem de finos traços, cavalheiro, o amado viria buscá-la no BMW prata, na porta de casa, tão logo deixasse as malas no Flat do Copacabana, hospedagem de hábito. Aprumou-se cabeça aos pés. Problema, o retrato. Mandara foto quando muito jovem. Ele, pela imagem, um pão de homem. Como termina a crônica? Bem... Necessário escrever? Depois de muito esperar no hall do prédio onde residia, viu a bichona do terceiro andar (um estupor de criatura) sair do elevador social, ramalhete de rosas champanhe nos braços. Sem a menor cerimônia aproximou-se, foi direto no queixo: -São flores, Misteriosa! Surpresa! Surpresinha! Anita engoliu em seco. Calou-se. Ao abrir a fechadura do apartamento jogou-se sobre o sofá da sala. Não lembra quanto chorou. Felizmente, não era a primeira vez que se debulhava em lágrimas... Por si e pela vida!

Roberto Dimas Pinto

Masculino e Feminino III

V

ocê sabia que procuramos lugares com que identificamos como fontes de energia masculina ou feminina que falta em nós? “Nossa vida é afetada pelo local que escolhemos para viver e trabalhar”, afirma Amauri Pereira. Muitas vezes buscamos por lugares que acreditamos preencher aquele vazio deixado pela ausência da energia oposta, seja ela masculina ou feminina. Aquela natureza espetacular capaz de nos relaxar, de nos deixar extasiados, de nos fazer livres, nos inspirar... parece substituir a energia feminina que nos faz tanta falta; aquele lugar impregnado de energia, com seus prédios exuberantes, movimento, intensidade, igualmente parece nos encher daquela energia masculina que nos falta. Os lugares, por mais lindos e exuberantes, silenciosos ou mo-

vimentados apenas nos satisfaz por alguns momentos. Aquela energia, que nos trazem, não é duradoura, mas efêmera. A verdadeira satisfação se dá pela intimidade, pela entrega total, arriscada que seja a outra pessoa com a energia oposta à nossa. Esta outra pessoa, não importa que seja do mesmo sexo ou do sexo oposto. Ela corresponderá. Permitirá aquela intimidade profunda, aquela entrega total com possibilidade de ser duradoura ou não. Este é o caminho essencialmente correto para a satisfação da necessidade crucial, avassaladora que nos atormenta. Quem já experimentou sabe o quão grande é a alegria, a felicidade!... A natureza não indica substituto. Ou você se realiza por este caminho ou, como diz o ditado, “estará ferrado”!

Quadrilha Solidária Para alegria dos idosos do Asilo São Vicente de Paulo, o Grupo de 3ª idade “Na Flor da Idade”, coordenado pela Profª. Eliana Lopes Carvalho, esteve no sábado, dia 19 de junho, dançando uma animada quadrilha. Após a quadrilha, houve um forró, animado pelo cantor Raí, que há alguns anos também faz Foto: Ilustração/Arquivo TEM

esta promoção para os idosos. O Grupo “Na Flor da Idade” se apresenta na entidade há sete anos. Todos os anos, os internos do Asilo São Vicente de Paulo aguardam ansiosamente por este evento. El iana Lopes Carvalho Grupo “Na Flor da Idade”


www.jornaltem.com.br

jornaltem@gmail.com

de 26 de junho a 02 de julho de 2010 - sábado

05

Informe Publicitário

Novo caminhão basculante para estradas rurais Após ter conseguido, na semana passada, verba no valor de 100 mil reais para aquisição de um trator agrícola para atender os produtores rurais do distrito dos Costas, a Vereadora Bel, com os vereadores Toninho Félix (PMDB), Toninho Matias (PSDB), José Carlos (PSC) e o Presidente do PV Municipal Geraldo Carlos Goulart, reivindicaram, e foram prontamente atendidos pelo Deputado Federal Fábio Ramalho (PV) e Deputado Estadual Deputado Tiago Ulisses (PV), verba para compra de um caminhão basculante caçamba para a Prefeitura Municipal de Paraisópolis que será utilizado nos serviços de melhoria das estradas rurais do Município. Esta verba do Governo Federal de 150 mil reais será liberada por meio do Ministério do Desenvolvimento Agrário e só foi possível graças a emenda individual do Deputado Federal Fábio Ramalho e o apoio do Deputado Estadual Tiago Ulisses, tendo a anuência do Prefeito

Fazenda ‘Pinga Amélia’ serve de cenário para 2º filme de taxista Tatiane Cambraia

Vereadora Bel

Municipal Sérgio Bizarria que, imediatamente, aceitou celebrar este convênio que gerou o protocolo nº 075381/2010 em 23 de junho de 2010. Questionada, a Vereadora Bel explicou que, independente de lado político partidário, ela foi eleita para atender os anseios de

toda a população, que mantém boa relação com o atual Prefeito e continua trabalhando incansavelmente tanto na Câmara Municipal quanto junto aos Governos Federal e Estadual atrás de recursos para serem liberados e empregados na melhoria da vida do povo de Paraisópolis.

Depois do sucesso de sua primeira obra cinematográfica, o longa-metragem independente, ‘O Massacre na Fazenda Pedregulho’ lançado em 2009, o taxista diretor, produtor e roteirista Adão Alves Corrêa de 52 anos, já está gravando seu novo filme. Desta vez um curta-metragem, de 40 minutos, que deverá estrear em março de 2011 no Centro Cultural Geraldo Rosa (antigo cinema), em Conceição dos Ouros. ‘Pedrinho, o Escravo Amaldiçoado’ é uma ficção, e conta a história de negros, que mesmo após a abolição da escravatura, ainda são mantidos como escravos por barões e coronéis, em fazendas de cana de açúcar e de café, no interior de Minas Gerais. As gravações acontecem sempre aos domingos e esta sendo feita pelos cinegrafistas João

Cândido e Maurício Moreira em duas fazendas do bairro da Lagoa, no município de Paraisópolis. Uma delas é a fazenda Santa Luzia conhecida pela fabricação da pinga Amélia. O elenco, selecionado pelo diretor, é formado por 40 pessoas de diversas atividades profissionais, sem nenhuma formação acadêmica dos municípios de Paraisópolis, Conceição dos Ouros e Cachoeira de Minas. “São amigos, pessoas que já trabalhavam com teatro, professores e até um mecânico que se dedica voluntariamente nas gravações” comenta. Segundo Adão, o custo com o curta-metragem esta estimado entre 15 e 20 mil reais. Mais uma vez o taxista-diretor dependerá de apoio e patrocínio. O primeiro filme do taxista‘O Massacre na Fazenda Pedregulho’, lançado em 2009, foi assistido por mais de 5 mil pessoas.

Cena do novo filme independente do taxista e diretor Adão Alves Corrêa


www.jornaltem.com.br

de 26 de junho a 02 de julho de 2010 - sábado

06

horóscopo áries - 21/03 a 20/04

touro - 21/04 a 20/05

Invista na sua carreira e conquiste sua independência, mas reflita sobre o que considera importante e avalie se há correções a fazer em suas atitudes. No amor, atenção com interferências. Terá que se desligar do passado para viver o presente. Cuidado com atitude agressiva ou mudança brusca.

Trabalhe em equipe, mas atentese a falsos amigos. Estará mais sensível e consciente de seus limites. O céu envia ótimas energias para o campo afetivo, afaste o desânimo e vá à luta! Pelo menos uma boa chance você terá nesta semana: alcançar o objetivo que está perseguindo há tempos.

gêmeos - 21/05 a 20/06

cancer - 21/06 a 21/07

É hora de se desapegar do que não é mais útil. Há sinal de conflito entre trabalho e romance: avalie o que é prioridade agora. Evite dívidas. A Lua Cheia lhe dá o dom da renovação! Suas qualidades vão se destacar. Chegou a hora de usar corretamente o seu grande poder de comunicação.

Procure aceitar pressões e exigências. Encare os desafios com confiança e poderá ter uma grande vitória nesta fase. Na paixão, seja menos exigente, abra-se ao diálogo e tudo ficará bem. Olha aí, canceriano (a), o seu signo tem facilidade para transformar angústias em doenças. Cuide-se mais!

leão - 22/07 a 22/08

virgem - 23/08 a 22/09

Tenha disciplina para cumprir suas metas e evite agir se estiver em dúvida. Não deixe nada abalar sua autoestima. Na área afetiva, a sua estrela vai brilhar em dobro. É só aproveitar! Trace prioridades e cultive mais a espiritualidade, pois através dela terá as respostas que procura.

Mostrará maturidade, profissionalismo e terá maior facilidade para “vender” suas ideias. Problemas e emoções poderão vir à tona: enfrente-os! No amor, um pouco de ousadia fará bem. Troque experiências com gente comunicativa e poderá contar com boas contribuições para progredir.

libra - 23/09 a 22/10

escorpião - 23/10 a 21/11

Terá motivação para conquistar algo que parecia impossível. Seja transparente para evitar mal-entendidos. No amor, a discrição será a sua maior aliada para chegar onde deseja. Fuja da rotina. Se tiver condições, mude hábitos, faça uma viagem ou retome às aulas de ginástica.

Não queira fazer mil coisas de uma só vez e fique atento (a) a prazos e documentos, pois pode se aborrecer. Concursos estão favorecidos. No amor, o clima é de grande entusiasmo. Procure investir no seu aperfeiçoamento pessoal para crescer na profissão. Combata a insegurança.

sagitário - 22/11 a 21/12

capricórnio - 22/12 a 20/01

Pode sentir vontade de desistir de um projeto, reaja! Tire da sua vida tudo e todos que não servem mais. O céu anuncia grande vitória para você no campo afetivo. Evite extravagâncias. Aproveite essa vontade de se libertar das amarras e abuse do seu lado criativo. Tenha bons pensamentos.

Seu empenho será reconhecido no trabalho. Problemas familiares à vista: converse e saiba respeitar as diferenças de opinião. No campo afetivo, a privacidade vai estimular a paixão. Terá que ter jogo de cintura e bom humor para resolver contratempos que surgirem neste período.

aquário - 21/01 a 19/02

peixes - 20/02 a 20/03

Atenção com distrações no trabalho. Aceite numa boa as críticas que receber e aprenda com elas! Perceberá que o silêncio, às vezes, vale ouro. Siga sua intuição. Forte atração a dois. Poderá descobrir maneiras alternativas de ganhar dinheiro, mas fique atento (a) com pessoas oportunistas.

Cuidado com a concorrência no trabalho. Sua autoestima está em baixa? Capriche no visual e reaja! Na vida amorosa, em vez de sonhar com algo distante, valorize o que já é seu! Não tente abraçar o mundo, é melhor fazer uma coisa de cada vez para não se sobrecarregar demais.

CRECI 18008

Angela Vasconcellos IMÓVEIS

07 – Casa Nova no Boa Vista II c/ 2 dorm., dorm., e banheiro. Área: 224m²/ Constr: sala, coz., banh., lavand e garagem . Área: Aprox. 140m² R$ 130.000,00 125 m² e Constr: 101 m² R$ 75.000,00 53 – Terreno no Res. Paraíso Área: 250 12 – Casa no Res. Paraíso c/ 2 dorm., m² R$ 18.000,00 sala, banh., lavabo, copa, coz., suíte nos 59 – Terreno no Centro Área: 93,48m² fds, garagem e nos fds 1 cômodo. Área: R$ 40.000,00 397 m²/Constr: 270 m² R$ 170.000,00 61 – Terreno no Res. Paraiso Área: 25 – Terreno no Centro com 2 frentes, 250m² R$ 17.000,00 Área: 905,66 m² R$ 85.000,00 64 – Vende-se farmácia no Centro, 27 – Fazenda no B. Vargem Alegre preço sob consulta. c/ 3 casas, paiol, matas preserva- 71 – Negócio no setor alimentício no das, curral, água em abundância. Centro R$ 60.000,00 Área: 40 alqueires sob consulta 85 – Sítio no B. Áreas c/ 3 dorm., sendo 1 31 – Terreno no Jd. Eldorado. Área: suíte, banh., sala, coz., área de serv., la150 m² R$ 12.000,00 (dois terrenos) vand., garagem, churrasqueira c/ pia e 33 – Sítio no B. Pedra Branca c/ 3 sauna. Área: 1 alqueire R$ 96.000,00 dorm., sala, coz., banh., lago, poço 87 – Terrenos no Jd. Eldorado. Área: artesiano, fornalha. Área: 1,5 alquei- 150 m² R$ 9.000,00 res e Constr: 100 m² R$ 170.000,00 89 – Casa no Jd. Eldorado c/ 2 dorm., 50 – Casa no Centro, c/ 3 dorm., sala, sala, coz., área de serv., e garagem. Área: coz., banh., copa, garagem, lavanderia, 1 308,91 m²/Constr: 70 m² R$ 65.000,00 Casas novas a partir de R$ 58.000,00 financiadas pela Caixa Econômica Federal Rua Bueno de Paiva, 276 - centro - Paraisópolis - MG - Tel.: (35) 3651-4614 / 9993-7322 / 8403-3331

jornaltem@gmail.com

Homens são surpreendidos caçando capivaras no rio Capivari Tatiane Cambraia

Dois homens fugiram após serem surpreendidos pela Polícia Militar Ambiental de Paraisópolis caçando capivaras, na noite de sexta-feira (18), no leito do Rio Capivari, no município de Conceição dos Ouros. Os militares, atendendo a uma denúncia anônima, chegaram ao local e avistaram uma canoa com dois homens que pularam no rio quando perceberam a presença dos policiais. Os homens nadaram até a outra margem e fugindo mato

Notificação de Abandono de Emprego “SÔNIA DE FÁTIMA GUSMÃO FARIA CARDOZO, CNPJ 03.964.778/0001-09, solicita o comparecimento no prazo de 10 (dez) dias, do Sr. ACÁCIO VIEIRA DA SILVA, portador da CTPS nº 022119/00099-MG, sob pena de caracterização do abandono de emprego, de acordo com o art. 482, alínea “i”, da CLT.”

adentro. Na fuga os caçadores deixaram para trás, além da canoa, um bornal de lona verde; uma jaqueta jeans na cor roxa, um chapéu tipo australiano bege e um remo. As capivaras de médio e grande porte, pesando aproximadamente 75 kg cada uma, estavam dentro da canoa, que virou na fuga, e rodaram rio abaixo. Elas foram encontradas mortas com várias perfurações de tiros no crânio. No corpo de um dos animais, abatidos pelos caçadores, a polícia retirou uma fisga de metal.

Os policiais não conseguiram capturar e apreender a arma utilizada e os outros equipamentos de caça, que estavam no interior da canoa, porque eles afundaram. Os demais objetos encontrados foram encaminhados à delegacia de polícia. As capivaras passaram por inspeção veterinária e a carne, cerca de 150 kg foi doada ao asilo da cidade de Conceição dos Ouros. Os criminosos ainda não foram encontrados pela PMA. Com informações da PMA


www.jornaltem.com.br

jornaltem@gmail.com

de 26 de junho a 02 de julho de 2010 - sábado

Saúde oral é fundamental para o bom Risco cardiovascular 07 aumenta em mulheres desempenho do atleta com menopausa precoce

Neste mês de Copa, os jogadores ficam em evidência, todo mundo quer acompanhar pelos jornais a saúde dos atletas, para saber se está tudo certo para lutarem pelo hexa. O esportista precisa levar uma vida saudável, cuidar dos hábitos alimentares e ter um bom condicionamento físico, e a saúde oral não pode ficar de fora deste contexto. Por exemplo jogadores que usam protetor bucal, como é o caso do atacante português, do Manchester United, Cristiano Ronaldo, pois quando colocado o protetor, o jogador contrai os músculos ao mordê-lo, esse ato possibilita a maior força para os chutes e ajudaria, também em um alinhamento de cabeça e tórax, proporcionando mais equi-

líbrio ao atleta, além de proteger os dentes de possíveis impactos como a fratura de dentes, corte nos lábios. Além da história do fenômeno Ronaldo, atacante do Corinthians. No início de sua carreira, não tinha um rendimento físico apropriado, descobriu-se que o craque tinha dois canais infeccionados, falha dental e respirava pela boca. Depois do tratamento de canal, colocação do implante e tratamento ortodôntico associado à fonoaudióloga, melhorou ainda mais seu rendimento físico, pois não conseguia atingir os resultados por conta da infecção e dores que sofria e uma lentidão na recuperação das contusões musculares. Outros problemas podem estar presentes na boca dos

atletas. Alterações bucais como, má oclusão, respiração bucal, perdas dentárias, desordens na ATM, alterações gengivais e periodontais, cárie dentária, raízes residuais etc. podem levar à redução do desempenho dos mesmos. Assim é fundamental para todos os atletas e não atletas o cuidado com a boca, pois outros fatores de nossa saúde podem estar sendo comprometidos. Procure o cirurgião dentista, faça uma revisão e assegure-se que está tudo bem com a sua boca.

Renato Goulart Provenzano Cirurgião-dentista - Especial ista em Periodontia e Prótese Dúvidas e sugestões: (35) 3651-1799 renato@ortodontista.com.br

Mulheres que entram na menopausa antes dos 46 anos de idade podem correr duas vezes mais risco de ter um ataque cardíaco ou derrame, mesmo se fizerem terapia de reposição hormonal, disseram pesquisadores em um encontro da Endocrine Society em San Diego, nos EUA. A idade média da menopausa é 51 anos. Melissa Wellons, da University of Alabama at Birmingham, que liderou o estudo, disse que essas mulheres precisam se esforçar mais para melhorar os fatores de risco para o coração que podem ser modificados, como o colesterol alto e a hipertensão. O estudo avaliou mais de 2.500 mulheres, de 45 a 84 anos, no ano 2000. Quase 28% delas reportaram menopausa precoce, das quais 18% tiveram menopausa natural e 10%, causada pela remoção dos ovários. Nenhuma dessas mulheres sofreu derrame, ataque cardíaco ou angina, entre outros problemas, antes dos 55 anos de idade. Mas, depois disso, aquelas que entraram mais cedo na menopausa tiveram mais que o dobro do

risco de ter um desses problemas em relação às demais. Quase 6% delas tiveram algum evento cardiovascular, contra 2,6% das outras mulheres. “Nosso estudo é observacional; entretanto, nós não podemos concluir que menopausa precoce causa, de alguma forma, doença cardiovascular”, disse Wellons. “Entretanto, os resultados apoiam a uso da idade ao entrar na menopausa como um marcador de doenças cardiovasculares no futuro”, completa a pesquisadora. Até 2002, era comum médicos prescreverem terapia de reposição hormonal para baixar o risco de doença cardíaca ou osteoporose, que aumenta significativamente após a menopausa. Mas o uso da terapia caiu vertiginosamente em 2002 com a publicação do estudo Women’s Health Initiative, que descobriu um aumento do risco de câncer de ovário e de mama, de derrame e de outras doenças associadas à reposição. Pesquisas mostraram também que ela não protege contra doenças do coração. Fonte: Das Agências Internacionais


www.jornaltem.com.br

de 26 de junho a 02 de julho de 2010 - sábado

jornaltem@gmail.com

08

Presidente da Fed. Nacional das APAEs inaugura novas salas em Paraisópolis

Tatiane Cambraia Na manhã da quarta feira (23), a APAE de Paraisópolis recebeu a visita do Presidente da Federação Nacional das APAES, médico pediatra e fundador da Federação das APAEs de Minas Gerais, Dr.Eduardo Barbosa, para a festa de inauguração das salas de

inclusão digital, integração sensorial e psicomotricidade. Dr. Eduardo Barbosa, enfatizou em sua fala, sobre a importância do fortalecimento da participação das famílias dentro do movimento apaeano, e também a respeito da Inclusão e da necessidade de Apoios para as pessoas com deficiência na sociedade, na comunidade,

Aluno mostra a Dr. Eduardo a sala de psicomotricidade

na escola, no trabalho e na família. Em relação à inclusão de pessoas com necessidades especiais em escolas públicas e privadas, Dr. Eduardo disse em entrevista ao TEM, que é contrário às diretrizes do Ministério de Educação e Cultura (MEC). Ouça a entrevista na íntegra em nosso site www.jornaltem.com.br. O presidente da Federação Na-

cional das APAES ficou surpreendido ao conhecer as novas salas e parabenizou toda a equipe apaeana de Paraisópolis, em especial a liderança da presidente da APAE de Paraisópolis, Zú. “O mérito de todo trabalho de uma instituição depende de liderança. E a Zú tem essa liderança, ela uma mulher corajosa e destemida. Ela enfrentou todos os obstácu-

Presidente da APAE, Zú e Dr. Eduardo na sala de computação

los e transformou nossa instituição em uma das mais acolhedoras e mais bonitas do Brasil. Para mim a Zú, representa o trabalho voluntário, efetivo, de qualidade e transformador. Participaram do evento pais, alunos, funcionários, membros da diretoria e demais autoridades. Ao final do evento foi servido um café da manhã para todos os presentes.

Zú e Dr. Eduardo na sala de integração sensorial


Edição 123