Page 1

jornaltem@gmail.com

twitter/jornaltem

orkut - jornaltem

o uiçã b i r t Dis ratuita G

de 01 a 07 de maio de 2010 - sábado - ANO 5 - Edição nº 115

www.jornaltem.com.br

MPF denuncia ex-diretora e ex-presidente da FEP Fotos: Tatiane Cambraia/arquivo TEM

pág/ 03

Câmera filma roubo em agência dos Correios pág/ 05

MPF coloca ex-diretora da FEP, atual vereadora, Silvia Renata e ex-presidente da FEP, o engenheiro civil, Esrael Castro no banco dos réus

Jovem critica falta de apoio cultural. Leia na coluna do JGeraldo pág/ 02


www.jornaltem.com.br

de 01 a 07 de maio de 2010 - sábado

02 Opinião

O

lá leitores! Obrigado por es tarem sintonizados neste espaço democrático e livre. Vamos começar nosso programa de hoje com uma informação da amiga Ana Isa Ferreira. Play. “Duas semanas atrás estive no museu, conversando com o secretário de cultura, com a seguinte proposta: trazer a Orquestra Experimental do Conservatório de Pouso Alegre (da qual faço parte) para se apresentar em algum dia da OPIS. Ele me disse que a prefeitura não faz parte da organização desse evento, mas que teria a possibilidade de encaminhar a proposta até os organizadores. Sugeriu também de apresentarmos no sarau da semana Amilcar de Castro em junho. Conversei com o maestro que concordou em apresentar aqui e como a Orquestra não cobra cachê, a prefeitura teria apenas que arcar com o transporte e alimentação dos integrantes, sendo que alguns residem em Pouso Alegre e outros nas cidades próximas. Teria que ser feito então um requerimento para o ônibus”. Pause. Se você chegou aqui não pare! Esta é a Rádio Jornal. Continuem ouvindo a declaração de Ana Isa... Play. “Fiquei aguardando resposta até que fui informada que a prefeitura negou os pedidos, mas que se o município tivesse ônibus próprio seria possível. Segundo nosso prefeito, a prefeitura iria comprar ônibus novos até o mês de maio. Sei que existem prioridades como saúde, educação e emprego, mas isso não justifica a falta de apoio à cultura. Fiquei triste com a notícia, pois a cultura já foi, em outros tempos, um pouco mais apoiada”. Stop. Play. Alô! Alô! Para todos que estão ligados na coluna do Jota Geraldo esta foi a Ana Isa com mais um exemplo da boa vontade dos Expediente TEM Cambraia e Pelosi Editora de Jornais Ltda - [CNPJ 07492204/0001-36] Direção - Tatiane Cambraia e Cláudio Marcelo Pelosi Jornalista responsável - Sérgio Cardoso [MTb 26.373-SP] Dep. Jurídico - Émerson Clayton R. Santos/ OAB/ MG 114.933 Vendas - 9198-0001 (Cláudio) E-mail - jornaltem@gmail.com Redação - Rua Pampulha, 439 - Jd. Aeroporto Paraisópolis - MG - CEP 37660-000 Tel.: (35) 9106-2672 / 9198-0001 Copyright Jornal TEM/2010. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta publicação em qualquer meio de comunicação sem autorização escrita do jornal.

Rádio jornal nossos políticos em promover atividades culturais para os paraisopolenses (ou meros eleitores?). Paraisópolis Terra de Amilcar. Ah!Ah! A mais nova piada do botequim da esquina. Na cidade, existem muitos artistas em plena atividade e estes sim precisam ser apoiados! Paraisópolis é também Terra de Luís Pretinho, Geraldo Muniz, João Formiguinha, Carlos Gonzaga, Gauchada e muitos outros. No município “impera” um modelo de gestão cultural elitista, condenado a fracassar justamente por excluir o povo, a maioria... Sabemos que é muito interessante para determinadas classes políticas manter a população em estado de alienação. Afinal, para certos indivíduos o povo só serve para votar e nada mais. É isso que querem do povo: votos... Exemplo prático: o Hélio Costa vai ser candidato a governador. Será que ele veio aqui por achar Paraisópolis uma cidade bonita, promissora? No máximo, somos sociologicamente “um curral eleitoral”, presas fáceis para manobras políticas e hasta la vista. Se as portas da prefeitura estão fechadas para propostas culturais interessantes, se só um grupo fechado pode ter ideias e - sem consultar o povo - definir “políticas culturais” para a cidade, se por causa de um ônibus o povo não terá direito de ouvir boa música, se a burocracia impede a cultura de se desenvolver, a saída não é ficar lamentando no canto da parede, mas buscar parcerias com ONG’s, empresários, bancos ou unindo as forças e fazendo as coisas acontecerem. A cultura nasce do povo. Nesse sentido, independente de apoio político, existe e se processa de forma espontânea. Pelo que parece um empresário local irá patrocinar a vinda da orquestra para Pa-

raisópolis, mas isto só foi possível com o esforço de Ana e Marcos Alexandre da banda Mente Explícita, caso contrário a história se repetiria como aconteceu com a Orquestra de Viola, também do conservatório de Pouso Alegre, que se disponibilizou para uma apresentação de graça na praça. A condição era ter somente o transporte garantido pela nossa prefeitura. Adivinhem o que aconteceu? Entre a série de absurdos que assolam Paraisópolis temos a genial ideia de pintar as paredes do campo de futebol com desenhos de Amilcar de Castro. Qual é o valor artístico disso? Reproduzir as obras do escultor neo-concretista nada tem de original, pelo contrário, é cópia, deformação de um verdadeiro pensamento estético crítico que precisa nascer baseado no contato direto com as obras originais. Obras de arte não são produtos, não podem ser produzidas em série e reproduzidas como se fossem figurinhas do campeonato brasileiro. Andy Warhol - de certa forma - fazia isso, mas como uma crítica à ânsia consumista... Aproveito para indicar a leitura de “Viagem na Irrealidade Cotidiana” de Humberto Eco que discute a questão da reprodução de obras de arte no contexto do capitalismo. Voltando à transmissão. Por que não convidar artistas da cidade para pintarem suas próprias criações? Isso sim despertaria uma verdadeira reflexão estética, tanto por parte de quem vê as obras como de quem as executa. Enquanto isso a população assiste calada e de olhos fechados à formação de um aparelho cultural reducionista, repressivo e autoritário, onde as ideias já nascem prontas e são despejadas goela abaixo como se fossem verdades absolutas.

jornaltem@gmail.com

JGeraldo Sei quem Amílcar de Castro foi e reconheço de joelhos a sua colossal importância artística. Sua arte não é provinciana. Pelo contrário, é universal. Suas obras, seu pensamento, até hoje influenciam as novas gerações de artistas e críticos de arte. Mas, sinceramente, se alguém quiser saber algo de Amilcar é muito melhor ir a Nova Lima, onde existe um luxuoso ateliê com centenas de seus magníficos trabalhos. Paraisópolis tem uma só escultura, uma dezena de quadros, (alguns inclusive “desaparecidos”), desenhos e gravuras e é provável que terá um portal o qual se abrirá para a fabulosa Terra de Amilcar. Não podemos ser tão inocentes ao ponto de acreditar nesta farsa. Nenhum turista gastará seus dólares, euros ou reais motivados por esta jogada de marketing e nenhum pensamento crítico sobre arte será formado reduzindo toda riqueza cultural de uma cidade a um artista. A cidade precisa ser descoberta e não inventada. Quando começarão a ouvir o que o povo pensa? Não é por acaso que o número de pessoas descontentes com a atual administração cresce a cada dia. Paraisópolis tem um grande coral. O coral dos descontentes com a atual gestão! Em maio - de acordo com promessa feita - começam as construções do tão sonhado Centro Cultural, ao lado do campo de futebol. Talvez a prometida mudança comece aí. Ou continuaremos a ser os espectadores desta grande farsa que poderá acabar em tragédia. Enquanto isso, o Centro Cultural Amilcar de Castro continua abandonado ao sabor do vento e das traças. Agora de volta a nossa programação. Com vocês a banda de Paraisópolis Crime Forjado com a música “Terra do Vento”.


www.jornaltem.com.br

jornaltem@gmail.com

de 01 a 07 de maio de 2010 - sábado

03

em foco

MPF afirma que Sílvia e Esrael obtiveram vantagem ao firmarem acordo de rescisão trabalhista Foto: Tatiane Cambraia/arquivo TEM

Tatiane Cambraia

A ex-diretora executiva da Fundação Educacional de Paraisópolis (FEP), atual vereadora e presidente do PT, Silvia Renata Teixeira Rodrigues, e o ex-presidente da Fundação, Esrael Souza Castro estão sendo acusados pelo Ministério Público Federal por suposta prática de estelionato qualificado, artigo 171 do Código Penal. A denúncia foi formalizada e apresentada na Justiça Federal em setembro de 2009. O TEM só tomou conhecimento do fato, na semana passada. Uma pessoa, que prefere não ser identificada, procurou a redação para entregar a documentação. De acordo com o MPF, os acusados teriam obtido vantagem ilícita ao firmarem um acordo de rescisão trabalhista, em 2000, no qual teriam induzido a erro à Caixa Econômica Federal. Segundo os fatos descritos no processo, ao invés de Silvia pedir demissão de seu cargo junto à Fundação para assumir a

pasta da Educação do município, ela, e o então presidente da FEP, Esrael Souza Castro, firmaram um acordo pela qual Silvia seria demitida sem justa causa por iniciativa do empregador. O que lhe proporcionaria o incremento das verbas trabalhistas rescisórias, constituindo-a, ainda, no direito à percepção do saldo do FGTS. Em contrapartida a acusada teria se comprometido a restituir os cofres da fundação com os 40% do FGTS referentes à multa patronal. Segundo o MPF, “em dezembro de 2000, a documentação foi apresentada à Caixa Econômica Federal, e diante a suposta aparência de regularidade dos documentos, Silvia teria sacado o saldo do FGTS de sua conta vinculada, e teria devolvido aos cofres da Fundação o percentual relativo á multa patronal”. Para o MPF, ao colocarem o acordo em prática, os denunciados, teriam obtido vantagem ilícita, consistente na percepção indevida de saldo do FGTS, induzindo ao erro, à Caixa Econô-

mica Federal, mediante simulação de uma despedida involuntária. No dia 26 de março, a juíza federal substituta, Trícia de Oliveira Lima, através da Subseção Judiciária Federal de Pouso Alegre, determinou, através de Carta Precatória, a citação dos acusados para responderem à acusação. Procurada pela reportagem, a vereadora Silvia Renata Teixeira Rodrigues afirmou que não foi notificada oficialmente e que só tomou conhecimento do fato através da nossa reportagem. Em relação à acusação do MPF, Silvia afirmou ser inocente. “Com certeza dentro de algum tempo eu estarei mostrando para todo mundo que a Justiça me declarará inocente, porque foi uma demissão como outra qualquer”. Silvia acredita que tal documentação só foi entregue ao jornal por questões políticas, para denegrir sua imagem. E afirmou ter recebido uma carta anônima antecipando o fato.

Vereadora Silvia afirma que é inocente das acusações

“Sou vereadora e tenho plena certeza que essa documentação só foi entregue ao jornal por uma questão política, para denegrir a minha imagem. Tanto é que, independente da reportagem do jornal, recebi uma carta anônima, na minha casa, antecipando que alguma coisa relacionada

a esse fato iria aparecer”, finaliza Silvia. O ex-presidente da FEP, Esrael Silva Castro afirmou que não “tem nada a declarar” sobre a acusação do MPF e que até o momento não foi notificado oficialmente. “Não recebi nada, não tenho nada a declarar”, disse.


www.jornaltem.com.br

de 01 a 07 de maio de 2010 - sábado

04

João da Praia

Honesta, franca, sincera

M

uita gente ignora ser Mar got carinhosa alcunha de Margareth ou nome comum entre antigas vedetes francesas, que fugidas das misérias da Primeira Guerra Mundial aportaram no Rio de Janeiro esforçando-se por sobreviver, rebolando o corpo na ribalta dos velhos Teatros de Revista. Meg tem mais a ver com Margarida; Daisy para os norte-americanos. Não acredito que o Príncipe Philip se dirija à Rainha Elisabeth na intimidade, indagando a Liz se já saiu do banho. A corte inglesa continua rígida em matéria de protocolo. Eles tiveram três filhos, o mundo inteiro sabe como acontece a gravidez. Neste particular, nobres e plebeus se assemelham. Sábia natureza... Para o cronista Margot, Meg, Daisy ou Liz dá no mesmo. A personagem é bem outra, nunca se envolveu com problemas internacionais. Jamais visitou cidades grandes, pavor de assalto. Muito lhe basta escutar informações sobre horrores acontecidos nas capitais. Por cuidado e precaução vive na santa terrinha do paraíso onde nasceu, cresceu, trabalha e ganha honestamente o pão de cada dia. Todavia, desde criança, a Margarete interiorana transformou-se em Margot, assim ficou conhecida, encanto de criatura. É prestativa, simpática, eficiente em tudo quanto executa. Além de admirador, proclamo sua arte maior – erudita em cachaça! Não fosse vítima de nosso sistema educacional, que a obrigou a pouco armazenar letras e números na cachola, poderia escrever um compêndio acerca daquela que mata a veia, o guarda, amansa corno, levanta cacete, abre bondade, limpa goela, além de doidinha, marvada, ximbira, xarope de virgem, urina de santo, cobertor de pobre, azuladinha, cuspe de anjo, macangaba, calibrina e mil outras denominações para honra e glória de produtores. Gosta de conversar – como aprecia um papo! Caso perguntem, discorre com sabedoria sobre a origem da bicha nos alambiques coloniais, a razão de existir diferenças na coloração, as madeiras mais apropriadas para a construção de tonéis, os porquês da utilização de os vocábulos envelhecimento e descanso, a influência do tempo de

maturação na qualidade da pinga, a forma de apreciar cada gole, o modo de aspirar odores antes de sorver a aguardente... Atravessa horas entretendo curiosos com histórias fantásticas do mundo da pinga... Não pode estar ao lado de turistas. Bastou juntar um grupo, principia a peroração: -Trata-se de bebida fermentada feita da “borra” do caldo de cana ou do cabaú. Era servida aos animais e escravos nos antigos engenhos. A espuma grossa que se forma a partir da 1ª fervura na produção do açúcar é retirada, destila-se e passa por processo de fermentação alcoólica... O tipo de aguardente final muito depende do controle da matéria prima empregada, os equipamentos utilizados... E tome blá, blá blá.... Numa dessas manhãs encontrei-a separando garrafas e mais garrafas para enfeitar vitrine de vendas. Não me fiz de rogado. - Pensou abrir Curso sobre Bebidas Nacionais? Vai aparecer aluno de tudo quanto é parte... Pode fazer Poupança, logo comprar carro, casa nova, deixar de lado a bicicleta que nem pode usar quando chove... Alguém imagina a resposta? Descrevo milagre e santo. Em menos de minuto, lascou firme. - Gozação comigo, nem de longe. Adoro mexer com as branquinhas. Para falar a verdade, nunca bebi. Cheiro o produto, classifico a qualidade, dou opinião. Às vezes me arrependo da maluquice. Sou moça da roça. Aproveito a inclinação para melhor servir a clientela do patrão, dever de empregada. Impossível ouvir e calar. Retruquei: -Tem idéia da quantidade de dinhei-

ro que um Liceu qualquer proporciona aos donos? Recordo de certo malandro “convidado” a desligar-se do Banco do Brasil. Aproveitando a política dos mandachuvas de esconder escândalos saiu de fininho, montou Instituto de Piano e Violino. De passo a passo aumentou a “freguesia”. Em determinado instante proclamou-se Reitor de Universidade particular, complexo de faculdades prá todos os gostos. Todo final de ano promove a festividade para entrega de diplomas na presença de Ministros e autoridades federais, alegres com convite para fim-de-semana à beira-mar. Tudo pago! - É “Seu João”... Aí está o xis da questão. Trabalho não mete medo. Apavora é ser picareta. Pensa que não percebo conversas sobre essas escolas abertas por influência de dinheiro corrido solto em Brasília? Sou nada burra. Agora ainda, a filha da Gismunda das calças foi aprender corte e costura para ser modista com Curso Superior reconhecido no MEC, por falha do computador diplomouse Economista. Não encaro fofocagem. Coisa provada! Vi o canudo e o desespero da mãe. A menina não pode ser modista e o tal Conselho não sei das quantas se recusa a examinar o que realmente aconteceu. Ta um empurra-empurra danado de ruim. - Pega leve... - Leve na opinião dos maiorais. No Brasil, as confusões apenas se resolvem se houver proteção de cima. Por sinal, ouço comentários acerca de seus escritos. Alguns gostam, outros não... Pessoalmente acho as crônicas compridas demais. Leio e não leio, dependendo do tamanho. Assim mesmo pulo pedaços. Cadê tempo? Saio daqui, preciso lavar, passar, varrer, escovar, cozinhar, chuveirar, fazer cama, deixar a casa em ordem, ninguém ajuda... Quer me fazer acreditar em escola? Bem que me disseram ser amalucado! Chegou momento de confessar – foi a crítica mais contundente que o escriba recebeu na vida. Meia dúzia de frases. Disse tudo! Vai ser honesta, franca e sincera assim no círculo da cachaça. In vino,veritas!

jornaltem@gmail.com


www.jornaltem.com.br

jornaltem@gmail.com

Homens são presos após roubo

Perret é reeleito presidente do Clube de Campo Da redação

Foto: blog Policiais em Ação

A eleição que reelegeu Antônio Carlos Azevedo, “Perret”, a dar continuidade, por mais um ano, ao trabalho realizado na presidência do Paraisópolis Campestre Clube, ocorreu no domingo, 24 de abril. Confira como ficou a nova diretoria: Presidente Antônio Carlos Azevedo; vice presiden-

Tatiane Cambraia

A agência dos Correios de Paraisópolis foi assaltada, pela segunda vez só este ano, no início da tarde da última segundafeira (26). Quatro homens encapuzados, um portando arma de fogo, invadiram a agência e levaram 3.708,00. Após o roubo, os quatro fugiram a pé. Toda a ação dos assaltantes foi registrada pelo circuito interno de segurança da agência. Os supostos autores do roubo, M.A.B. “Bonnucci”, 30 anos, N.M.P. “Cidrake”, 19 anos, D.A.R. “lobão”, 21 anos e L.D.A. “Burguetinho”, 19 anos, todos desempregados, foram encontrados pela polícia militar durante rastre-

amento na rua Santos Dumont, Vila São Luís. A PM realizou busca pessoal e na casa dos acusados, que moram juntos. Na residência foram encontrados roupas, celulares, uma munição calibre 22 intacta, uma touca de cor preta, tênis e a importância de R$ 43,72. Os policiais deram voz de prisão aos quatro homens depois de serem reconhecidos pelo gerente da agência e pelas vítimas. Os acusados foram encaminhados à delegacia da Polícia Civil de Paraisópolis, e em seguida, para a cadeia de Pública do município, onde deverão aguardar decisão da Justiça. Com informações do blog Policiais em Ação

de 01 a 07 de maio de 2010 - sábado

te José Marcondes Barbosa; 1º tesoureiro Jumara Aparecida de Faria; 2º tesoureiro José Donizete Nogueira de Carvalho; 1º secretário Vitória America da Silva; 2º secretário Weiber Fortunato; 1º diretor social Dircenéa de Castro Oliveira, 2º diretor social Pedro Marcos Floriano Gomes; conselheiros André Ribeiro Dantas, Carlos Roberto

05

dos Santos, Hamilton Corrêa de Carvalho, Rubens Adriano Nogueira, Sebastião Daniel de Souza, Ramiro Olívio Giacomelli e Leonel Raimundo da Ferreira; conselho fiscal Domício Cardoso Dias, Luiz Celso Cundari e Tuany Pereira Custódio; suplentes Marco Antônio Medina Pereira; José Carlos Simões e José Afonso Medeiros.


www.jornaltem.com.br

de 01 a 07 de maio de 2010 - sábado

06

horóscopo áries - 21/03 a 20/04

touro - 21/04 a 20/05

Aposte em suas ideias e coloqueas em prática. O céu favorece os estudos, as viagens e os novos contatos, aproveite e faça ajustes em seus relacionamentos. O romance ganhará novos estímulos. Seu tino comercial ajudará a finalizar bons negócios. Quem trabalha em casa não poderá reclamar da sorte.

Evite insistir em metas que não dão certo e busque novos caminhos para a felicidade. Seu poder de sedução estará nas palavras e as relações superficiais não terão espaço no seu coração. Deixe as coisas acontecerem naturalmente e não aja por impulso, pois isso só trará aborrecimentos.

gêmeos - 21/05 a 20/06

cancer - 21/06 a 21/07

Sentirá maior integração com o mundo. Que tal fazer contato com quem está distante? Não deixe o egoísmo afastar pessoas que estima. Há chance de receber uma declaração de amor. Não é preciso impor nada aos outros para conseguir o que anseia para o futuro, lembre-se sempre disso!

Procure unir o útil ao agradável ao cumprir suas tarefas e tenha cautela com interferência exagerada da família na sua vida amorosa. Está livre? Pode pintar romance com amigo (a). Seu comportamento será testado nos assuntos do coração, procure manter a calma e tudo ficará bem.

leão - 22/07 a 22/08

virgem - 23/08 a 22/09

Dê atenção aos seus pressentimentos, pois eles podem estar corretos. Mostre que tem determinação e responsabilidade pelo que faz. Movimentar a vida social servirá de estímulo à paixão. Encare seus defeitos de forma positiva. Dessa maneira, você atingirá sua meta com mais facilidade.

Poderá fazer contatos importantes: aproveite e lute pelo que deseja! Aja com maturidade e terá apoio de onde menos espera. Mas guarde segredo no que diz respeito à sua vida afetiva. Controle seus pensamentos e suas ações para se dar bem. Poderá ter de volta algo que julgava perdido.

libra - 23/09 a 22/10

escorpião - 23/10 a 21/11

Tenha discernimento com o que você fala, porque pode ser malinterpretado (a). Terá sucesso ao se dedicar a uma atividade criativa. No amor, evite prometer mais do que pode cumprir. Há sinais de prejuízo em sua vida. Tente lidar de maneira positiva com a situação e dê a volta por cima.

O céu anuncia alguns contratempos e até aborrecimentos. Mostre seu jogo de cintura e tudo acabará bem. Seu poder de comunicação vai surpreender e a conquista amorosa promete: invista! Terá algumas vantagens se souber lidar com as pessoas que estão ao seu redor. Confie em sua intuição.

sagitário - 22/11 a 21/12

capricórnio - 22/12 a 20/01

Relacionamento exige equilíbrio. Saiba ceder e fazer algumas vontades dos outros, senão, conflitos serão inevitáveis. O ciúme ou a sua individualidade pode trazer problemas ao romance. Tenha determinação para conseguir o que quer e aproveitar as oportunidades que o mundo oferece.

Convém ter mais cautela ao escolher seus amigos. Poderá haver desentendimentos nas relações em geral, cuidado! Capriche no visual e levante seu astral. A dois, aja com discrição. A sorte estará presente para ajudar a alcançar seus sonhos, mas convém ficar longe de gente pessimista.

aquário - 21/01 a 19/02

peixes - 20/02 a 20/03

Abra seu coração e não se deixe abater pelos desafios, some forças com gente dinâmica e otimista: parcerias trarão enorme bem-estar. O excesso de ciúme pode colocar em risco a paixão. Escute mais os conselhos que os amigos lhe dão e repense seu romance: não brinque com coisa séria.

Você estará mais crítico (a) em relação às pessoas. Cuidar da sua vida espiritual será a maneira mais adequada de conquistar a paz interior. No amor, astral afinado, é só aproveitar! Um aviso importante pode chegar a qualquer momento, procure aproveitar o recado da forma mais correta.

CRECI 18008

Angela Vasconcellos IMÓVEIS

12 – Casa no Res. Paraíso c/ 3 dorm. c/ 1 suíte, sala,copa, coz.,banh.,lavabo, garagem. nos fds 1 cômodo c/ banh e dorm. Aceita proposta de troca no ABC. Área: 630 m² / Constr: 320 m² R$ 158.000,00 31 – Terreno no Jd. Eldorado 150 m² R$ 12.000,00 ( 2 terrenos) 41 – Casa no Centro c/ 3 dorm., 2 salas, banh., coz., área de serv. e porão. Área: 132,90 m²/Constr: 73,80 m² R$ 97.000,00 51 – Casa no Novo Horizonte c/ 3 dorm., sala de estar e jantar, banheiro, garagem, lavand., e área de lazer. Área: 360,76 m² / Constr: 185,47 m² R$ 170.000,00 57 – Terreno no Centro c/ ótima localização 405 m² R$ 200.000,00 63 – Casa no Res. Paraíso c/ 2 dorm., sala, cozinha, banh., área e canil - Área: 372,55 m² / Constr.: 60 m² R$ 60.000,00 69- Casa no Lavapés c/ 5 dorm., 3 banh., sala, coz. e garagem para 3

carros. Área: 994 m² / Construção: 150 m² R$ 126.000,00 74- Terreno no B. Goiabal c/ Área: 450 m² R$ 10.000,00 77- Casa no Lavapés c/ 2 dorm., sala, coz, banh. e garagem. Área: 260 m² e Constr: 54 m². R$ 45.000,00 81- Chácara no Ribeirão Vermelho c/ 4 dorm., 1 banh.,sala, copa, coz., Área: 4.511 m²/ Constr: 144 m² R$ 170.000,00 84 – Casa no Novo Horizonte c/ 4 dorm.,sala, coz., banh. e garagem para 2 carros. Área: 250 m² / Constr.: 120 m² R$ 95.000,00 90- Casa no Centro c/ 3 dorm. sendo 1 suíte, coz., sala, banheiro, área de serviço, garagem e 2 cômodos nos fds. Área: 104 m² e Construção: 68,43 m². R$ 115.000,00 91- Terreno no Bairro Bela Vista c/ Área: 2000 m². R$ 15.000,00

Casas novas a partir de R$ 58.000,00 financiadas pela Caixa Econômica Federal Rua Bueno de Paiva, 276 - centro - Paraisópolis - MG - Tel.: (35) 3651-4614 / 9993-7322 / 8403-3331

Cultura

jornaltem@gmail.com

O Poeta Amílcar de Castro

“Como mineiro, fui impregnado do espírito do poema de Drummond, que diz que nós temos ferro na solo e na alma. Vivo cercado pelas montanhas de ferro”. Com esta palavras Amílcar de Castro faz referência ao poema Confidência de Itabirano, de Carlos Drummond de Andrade, o poeta de Minas Gerais e do Brasil.O referido poema começa assim: “Alguns anos vivi em Itabira./ Principalmente nasci em Itabira./ Por isso sou triste, orgulhoso: de ferro./ Noventa por cento de ferro nas calçadas./ Oitenta por cento de ferro nas almas”. E foi exatamente com o ferro de Minas Gerais, sua terra natal, que Amílcar de Castro “construiu a sua poética própria, única”. Na arte de cortar e dobrar o ferro, Amílcar “cria um espaço de passagem que acolhe, liberando o ar, a luz, o fluir de pessoas”, escreveu Tadeu Chiarelli. (FSP, 11/12/ 2003). Amílcar faz o “entorno se integrar à obra”, relatou Isabel Bertcher. (Veja, 31/05/2002). “Amílcar de Castro construiu ao longo de meio século de arte uma obra marcada pela concisão e pelo rigor sem, em nenhum momento, abandonar o caráter central da obra de arte: a emoção”, publicou Maria Hirszman (O

Estado de S. Paulo, 23/11/2002). Desta forma, Amílcar de Castro criou sua “Castrografia”, quer nas esculturas, quer nos desenhos, quer nos poemas que escreveu. Para compreender bem os poemas de Amílcar de Castro é preciso mais uma vez recorrer ao poeta maior, Carlos Drummond de Andrade, que dizia; “um poema antes de ser lido, precisa ser visto”. Esta regra faz o leitor olhar para o poema de Amílcar, com a mesma atenção que se deve dar ao admirar uma escultura, ou uma tela sua. Amílcar de Castro não se considerava poeta, dizendo que literatura era com seus amigos Otto Lara Resende, Ferreira Gullar..., e que usava esta linguagem poética mais para refletir sobre suas obras escultóricas e sobre sua vida de artista. Então, para ler os poemas de Amílcar de Castro é preciso, antes, olhar o branco da página e as manchas criadas pelas letras e pelas palavras, do mesmo modo como se olha para os cortes e as dobras de suas esculturas de ferro, ou como se olha para as tintas pretas de suas telas, onde parecem arrancar do branco um novo sentido, um novo significado a cada olhar. É Amíl-

JBraga

car de Castro quem diz que seus poemas existem mais para a reflexão sobre sua própria vida e sua produção artística, é preciso frisar. Sobre o grande pintor, excelente desenhista e ótimo professor Guignard, alegre, brincalhão e grande amigo, Amílcar escreveu o texto seguinte:

“Guignard-desenhista” Ensinou a desenhar a lápis 7,8, 9H. Esse método de desenho trouxe o gesto pelo bem feito. Sem sombras. Pelo que é sensível sem exageros sentimentais Pela comunicação direta, sem adjetivos ou preciosismos. Foi o que nos deu o conhecimento da linha. Ela mesma. O caminho. O ritmo. O que separa e valoriza espaços. O que é força e suavidade ao mesmo tempo sem intermediários. Música necessária. Solo de tempo contido na precisão do espaço. E trama e tece teia de poesia linha e luz sobre Ouro Preto que amanhece agora. Foi o que fez com absoluto talento e sabedoria. Grande Mestre.


www.jornaltem.com.br

jornaltem@gmail.com

07

de 01 a 07 de maio de 2010 - sábado

Vacinação contra vírus Você pode ter seus Dentes de Volta H1N1 é prorrogada I

As pessoas que ainda não se vacinaram contra a Influenza A (H1N1) terão mais uma oportunidade. Gestantes, doentes crônicos, crianças de seis meses a menores de 2 anos e jovens de 20 a 29 anos poderão receber a vacina até o dia 07 de maio. O período foi prorrogado pelo Ministério da Saúde, que até segunda-feira, 26/04, registrou 36,9 milhões de brasileiros que receberam a vacina, o que representa 60% da meta. Em Minas, até o momento foram vacinadas 405.423 crianças de seis meses a menos de 2 anos, o que corresponde a uma cobertura de 104,49%. A vacinação das gestantes e dos jovens de 20 a 29 anos são as que mais necessitam ser in-

tensificadas. Já foram vacinadas 164.786 gestantes, o que corresponde a uma cobertura de 54,04%. Entre os jovens de 20 a 29 anos já foram vacinados 2.295.016, o que corresponde a 63,44% da cobertura. A coordenadora de doenças transmissíveis da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais Jandira Lemos afirma que a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é de 80% e que esta é mais uma oportunidade para quem ainda não se vacinou. “Como sempre, a melhor forma de se evitar uma doença é a prevenção. As pessoas devem tomar a vacina, pois ela é segura e apresenta grande eficácia.”, afirmou. Fonte Ministério da Saúde

mplantes dentários osseoin tegráveis são parafusos confeccionados em titânio que podem ser colocados dentro dos ossos, funcionando como fixação para diferentes tipos de próteses dentárias: de um único dente, de vários dentes, ou até mesmo de todos os dentes. Os pacientes costumam confundir implantes com prótese fixas; na realidade, implantes servem para substituir as raízes dos dentes, em situações de perda ou impossibilidade de aproveitamento destas. Praticamente todos os pacientes em bom estado geral (que não apresentem doenças de ordem médica) podem receber implantes dentários. Alguns fatores podem influenciar no sucesso do

tratamento, como, por exemplo, o fumo e a diabetes, devendo ser avaliado previamente. Após a colocação, os implantes permanecem em repouso por um período que varia de 2 a 6 meses, para que ocorra o fenômeno biológico da osseointegração (união direta do titânio ao osso), após o qual os implantes são descobertos e uma prótese dentária é conectada ao implante. Em alguns casos específicos, a prótese pode ser

instalada já no primeiro dia da cirurgia de implantação. Não existe perigo de rejeição, a taxa de sucesso dos implantes é alta, havendo diversos estudos científicos comprovando a eficácia. Os implantes, assim como os dentes e gengiva, têm de ser muito bem limpos, utilizando-se dispositivos (fio dental e escova). O comparecimento regular às consultas de manutenção faz a diferença em qualquer tratamento, para se obter o sucesso desejado. Marque sua consulta, tire suas dúvidas, a reabilitação da sua boca com implantes pode ser mais fácil do que imagina. Sorria. Renato Goulart Provenzano Cirurgião-dentista - Especial ista em Periodontia e Prótese Dúvidas e sugestões: (35) 3651-1799 renato@ortodontista.com.br


Informamos que o resultado da nossa enquete, que seria divulgado hoje 1º de maio, foi prorrogado para o dia 5 de junho. Agora você tem até o dia 31 de maio para acessar o nosso site www. jornaltem.com.br e responder a pergunta: Em 2009, qual vereador representou melhor a população de Paraisópolis?

Edição 115  

Edição 115

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you