Issuu on Google+

CAMPANHA INTERNACIONAL

CONTRA EXPLORAÇÃO SEXUAL É LANÇADA NO DF Objetivo é incentivar cidadãos a denunciarem o crime contra crianças e adolescentes por meio do Disque 100, sobretudo durante a Copa do Mundo de 2014 PÁG. 05 www.jornaltaguacei.com

MORADORES DE CEILÂNDIA CELEBRAM ANIVERSÁRIO DA CIDADE Programação incluiu bolo de 43 metros, cortado pelo governador Agnelo Queiroz PÁG. 02 Ano 2 Número XXIX - 16 a 31 de março de 2014

JORNAL

“BRASÍLIA SEM FRONTEIRAS”

DEVE INCLUIR A FRANÇA PÁG. 08

CAJE dá lugar às novas instalações em que a palavra-chave é humanização

DF É A UNIDADE DA FEDERAÇÃO COM MAIOR INVESTIMENTO PER CAPITA EM SAÚDE Pesquisa do IBGE mostra que os recursos aplicados pelo GDF no setor são equivalentes a R$ 924,12 por habitante do Distrito Federal PÁG. 09

DEMOLIÇÃO DO ANTIGO CAJE PÕE FIM À DEGRADAÇÃO DO SISTEMA SOCIOEDUCATIVO DO DF

PÁG.03 Foto: Dênio Simões/GDF

POPULAÇÃO DE RUA TERÁ ATENDIMENTO GRATUITO ATÉ SEXTA-FEIRA EM TAGUATINGA PÁG. 06

ATLETAS SEM PATROCÍNIO PARTICIPAM DE COMPETIÇÕES COM AJUDA DO GDF

Benefícios de incentivo ao esporte, vão desde passagens aéreas, a auxílio financeiro para compra de suplementos e equipamentos PÁG. 04

SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL GANHA NOVO PACOTE DE MELHORIAS PÁG. 14


2

16 A 31 DE MARÇO DE 2014

MORADORES DE CEILÂNDIA CELEBRAM

EDITORIAL Na nova edição do jornal TaguaCei é possível verificar as novas ações tomadas pelo Governo do Distrito Federal para a melhoria da população. Um dos destaques é o programa “Brasília sem Fronteiras”, a demolição do antigo CAJE, patrocínio para atletas, investimento em saúde, transporte público, ações comunitárias para moradores de rua, campanhas contra exploração sexual e o aniversário de Ceilândia. Além dessas iniciativas, o jornal fez também a cobertura do primeiro voo direto entre Paris e Brasília, realizado no Aeroporto JK, que ajudará consolidar nossa cidade como um hub internacional. Outro ponto importante para a população são as obras no complexo cultural de Samambaia, que está a todo vapor, e é mais um dos investimentos feitos para a valorização do esporte. Jornal Taguacei

JORNAL TAGUACEI Endereço: QNN 18 CONJ. D LOTE 41 Telefone: 3048-2040 CGC: 14.477.633/0001-06 Matérias: Agência Brasília Diagramação: Ido Emanuel Nacional Press - 3322-0553 O Jornal TAGUACEI não se responsabiliza pelo conteúdo de matérias assinadas.

TELEFONES ÚTEIS

Aeroporto Internacional SLU (Limpeza) CAESB (Plantão) CEB (Plantão) Corpo de Bombeiros Correios Delegacia da Mulher Defesa Civil Detran DFTRANS Doação de Órgãos Farmácias de plantão GDF Metrô Polícia Militar Procon Polícia Cívil Samu

JORNAL TAGUACEI

3364-9000 3313-0153 115 0800-610696 193 3003-0100 3442-4301 3901-5815 154 156-Opção 6 3325-5055 132 156 3353-7373 190 151 197 192

ANIVERSÁRIO DA CIDADE

M

aior região administrativa do Distrito Federal e berço dos nordestinos que vieram em busca de melhores condições de vida no Centro-Oeste, Ceilândia celebrou, na última quinta-feira (27), 43 anos, com muita música e animação em palcos montados ao lado da feira central. “Essa é uma cidade maravilhosa, de um povo bom, trabalhador. Quarenta e três anos é um tempo até curto para se ter uma cidade tão maravilhosa como essa, ainda mais agora, com todos os investimentos que estamos trazendo para Ceilândia. Então, a cidade está de parabéns”, disse o governador ao cortar um bolo de 43 metros.

Com mais de 600 mil habitantes, Ceilândia deixou de ser uma cidade dormitório e conquistou sua independência. A região conta com aproximadamente 12 mil estabelecimentos comerciais, formais e informais, que aquecem sua economia e contribuem para a criação e manutenção de milhares de empregos. PROGRAMAÇÃO – Por volta das 20h, foi aberta a terceira edição das Olimpíadas de Ceilândia. Os jogos serão realizados até 15 de abril. Os interessados poderão baixar a ficha de inscrição, bem como os regulamentos dos jogos, no blog do evento. No sábado (29), das 9h às 18h, houve o “Ceilândia em Ação”, em que os mora-

Foto: Dênio Simões / GDF

dores tiverão acesso a serviços como informações sobre direitos do cidadão, corte de cabelo, odontologia, atendimentos e orientações sobre saúde, entre outros. Para encerrar a festa, no domingo (30), das 9h às 17h, foi feito o “Domingão de Lazer – Especial de Aniversário”, em frente à Administração Regional, na Via M1, em Ceilândia Sul. O evento, tradicional na cidade, atraiui milhares de moradores, que participarão de atividades de recreação, espaço hip hop, corte de cabelo, brinquedos infláveis e outros, para todas as idades. Fonte: Agência Brasília


16 A 31 DE MARÇO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

3

DEMOLIÇÃO DO ANTIGO CAJE PÕE FIM À

DEGRADAÇÃO DO SISTEMA SOCIOEDUCATIVO DO DF

A

s paredes do antigo Caje, que por 38 anos deram sustentação à principal unidade de internação socioeducativa do Distrito Federal, foram demolidas no último sábado (29). O som alto de antes, provocado pelos internos dentro dos quartos superlotados e insalubres, agora, deu lugar ao barulho das máquinas e tratores que trabalham para encerrar um capítulo triste do antigo sistema de ressocialização. “Esse é um governo de mudança, transformação, que veio para mudar e não fazer puxadinhos. Essa derrubada é um marco importante de rompimento com o passado e do fim de uma tragédia humana. Não foi fácil fazer esse rompimento, mas nós tivemos a coragem”, frisou o governador Agnelo Queiroz, acompanha-

Foto: Dênio Simões / GDF

do do vice-governador, Tadeu Filippelli. Em toda a sua história, o Caje abrigou milhares de jovens em conflito com a lei, que cometeram os mais diversos atos infracionais. A realidade dos internos, conforme a Agência Brasília noticiou na última semana, era marcada pelo excesso de pessoas nos quartos, falta de ventilação e, principalmente, de estruturas adequadas nas áreas educacionais, de saúde e de formação profissional, problemas crônicos enfrentados pela gestão Agnelo Queiroz. O governador, inclusive, fez questão de subir em uma pá mecânica e iniciar a derrubada. “Quero dedicar esse momento aos 30 adolescentes que aqui morreram. Esta demolição significa uma ruptura com um modelo ultrapassado

que ceifava a dignidade humana. A ruptura com velhas práticas não foi fácil, mas, com muita luta, conseguimos”, disse, emocionada, a secretária da Criança, Rejane Pitanga. As paredes que foram ao chão são as mesmas que presenciaram a morte de 30 internos e 2 servidores ao longo da existência da unidade. Essa realidade, segundo o auxiliar administrativo Wagner Ribeiro, 51 anos, será difícil de esquecer. “Moro na Asa Norte há 44 anos e fico feliz hoje por ver essa decisão de demolir. Já tive a oportunidade de trabalhar, por pouco tempo, aqui, e vi de perto suicídio, jovens queimados, o que é difícil de esquecer. A população ganhou um presente”, frisou. DEMOLIÇÃO - A derrubada dos blocos do antigo Caje foi feita com o apoio de

10 máquinas- quatro pás carregadeiras, dois tratores de esteira, uma retroescavadeira e três escavadeiras hidráulicas, além de 20 caminhões basculantes para remoção do entulho, que deverá ser transportado para o lixão da Estrutural. A demolição ficará a cargo da Novacap, órgão que reaproveitará o material metálico que foi retirado e transportado em 80 caminhões. Os equipamentos utilizados no local, tanto os de escritório, quanto os das oficinas, já foram destinados a outras unidades. NOVO SISTEMA - A desativação do Caje, é um fato histórico para o DF, faz com que o sistema socioeducativo entre em nova fase. Os internos, antes acomodados em situações degradantes e até “desumanas”, conforme

lembrou o governador, agora contam com novas unidades, amplas, em São Sebastião e Santa Maria -que já atende aos jovens. Há ainda uma terceira edificação, em Brazlândia, que será entregue também neste ano para completar a rede de unidades, e cumprir, de fato, o papel ressocializador. As novas instalações, construídas em terrenos de 6,2 mil metros quadrados, tem capacidade para atender, cada uma, até 140 adolescentes distribuídos sozinhos ou em duplas nos quartos arejados e espaçosos. Cada nova unidade é composta por 10 módulos, salas de oficinas profissionalizantes, escolas, área para visitantes, refeitório, campo de futebol, ginásio coberto, teatro de arena e espaço ecumênico, entre outras instalações. Fonte: Agência Brasília


4

16 A 31 DE MARÇO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

ATLETAS SEM PATROCÍNIO PARTICIPAM DE COMPETIÇÕES COM AJUDA DO GDF O

desejo de alcançar o pódio e ter no peito uma medalha é a força que impulsiona atletas a buscarem a superação. Essa corrida, que muitas vezes é dificultada pela falta de patrocínios, hoje se tornou mais fácil com incentivos do GDF, fato que possibilitou, por exemplo, o corredor paralímpico Aniceto Antônio dos Santos, 37 anos, conquistar diversas vitórias em sua carreira de 26 anos. Apesar de ter apenas 10% de visão no olho direito, 30% no esquerdo, e usar mais de 10 graus nos óculos, o atleta, que é morador de Samambaia, não desiste diante dos entraves que aparecem no cotidiano desde que entrou para o mundo do atletismo, aos 11 anos de idade. “Comecei no atletismo por causa de um vizinho, quando morava na Ceilândia, e todo dia ele saia para correr. Eu tinha 11 anos na época e uma vez ele disse que eu não dava conta de correr. Para provar, comecei a correr junto, descalço, e ainda consegui fazer 10km”, lembrou Santos. A baixa visão, que na infância e adolescência não o atrapalhava, é uma das consequências da hipermetropia, problema que dificulta a visualização clara de objetos a curta distância. Porém, com o passar dos anos, os sintomas tornaram-se mais severos, o que faz com que o atleta trave uma batalha consigo mesmo, a cada dia, para conquistar resultados satisfatórios nas provas de 5 e 10km.

“Não é permitido correr com óculos, mas já sou acostumado e nem sinto tanta dificuldade mais. Por correr sem enxergar, já torci o pé várias vezes, mas mesmo assim continuo tentando e por isso consigo ganhar”, acrescentou o corredor. As vitórias de Santos, que o faz colecionar medalhas e troféus, foram alcançadas com muito esforço e também com a ajuda de incentivos do GDF. O atleta participou de quatro provas fora do DF, graças a passagens cedidas pelo Programa Compete, que este ano já beneficiou 33 atletas de modalidades individuais além de quatro equipes de futebol, karatê e basquete. Outra grande conquista é o “Bolsa Atleta Paralímpico”. A partir desse mês Santos começa a receber o auxílio de R$ 1,4 mil destinado à compra de vestuário, alimentos, suplementos e tênis. Esse último item, como é usado com muita frequência, precisa ser trocado a cada três meses. “Muitas vezes não tenho condições para ir às competições e essa ajuda do Compete é uma das melhores iniciativas que já vi em relação ao esporte. Amo corrida, o atletismo é tudo para mim, e quando corro esqueço dos problemas e me sinto um vencedor. O esporte me proporcionou uma mudança de vida e sou muito agradecido por isso”, disse o corredor, que também é estagiário de direito de um órgão do Executivo Federal.

O “Bolsa Atleta”, que é utilizado por diversos esportistas brasilienses e também de outras unidades da federação, faz parte de um esforço do governador Agnelo Queiroz para melhorar o rendimento dos competidores ao dar-lhes melhores condições de treino e qualidade de vida. A iniciativa, que é festejada hoje pelos atletas, foi criada pelo governador quando exercia, então, mandato de deputado federal. OPORTUNIDADES – Também atleta, nascida e criada no DF, Ângela Cristina Rebouças Lavalle Vieira, 32 anos, se dedica ao vôlei de praia, esporte em que chegou, em 2003, ao alto nível. Antes, ela praticava vôlei de quadra e também já atuou no karatê e atletismo. Cheia de medalhas e de uma vasta bagagem de experiências adquiridas em competições nacionais e internacionais, ela, que é sargento temporário do Exército Brasileiro, graduada em administração, e pós-graduada em marketing, garante que os incentivos ao esporte oferecidos pelo GDF são significativos para o acesso ao pódio. “A nossa capital sempre foi muito ativa, apesar dos recursos de patrocínios serem limitados. Pelo que eu tenho de conhecimento, Brasília está um passo à frente das outras cidades pela organização e pelo incentivo do governo. Isso é bom para os atletas, é bom para todos”, ressaltou a jogadora.

Com o incentivo de R$ 1,8 mil do “Bolsa Atleta”, a esportista pode treinar diariamente e adquirir coisas básicas que dão suporte à sua carreira, como suplementos alimentares e bolas. Diariamente ela treina 1h30 na academia e depois mais 2h nas quadras de areia do Parque da Cidade, que são consideradas “excelentes” por ela. “Brasília, por conta de não ter praia, as pessoas gostam muito de clubes. Hoje, inclusive, muitos clubes já têm quadra de areia. Aqui no Parque da Cidade temos essa quadra, de boa qualidade, e de graça, que costumamos dizer que é a nossa ‘Copacabana”, nosso ‘Leblon’. Ela mostra uma preocupação do GDF em melhorar a estrutura es-

portiva da cidade”, frisou. Aliado ao valor recebido pelo “Bolsa Atleta”, Ângela também é beneficiada pelo Compete, programa que a possibilitou participar de diversas competições no esporte que, segundo ela, proporciona uma realização pessoal. “Sempre encarei o vôlei como a minha profissão, com muita paixão. Tento fazer o meu melhor, mesmo quando não estou me sentindo bem. Tento viver aqui como um lugar sagrado, a final, não tem resultado se você não tiver dedicação. Você tem que ter disciplina e lutar pelo seu objetivo. Tem que se doar para alcançar os resultados”, concluiu. Fonte: Agência Brasília


16 A 31 DE MARÇO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

5

CAMPANHA INTERNACIONAL CONTRA

EXPLORAÇÃO SEXUAL É LANÇADA NO DF

P

ara enfrentar a exploração sexual de crianças e adolescentes, foi lançada, na última segunda-feira (24), no Distrito Federal, a campanha internacional “Não Desvie o Olhar”. A iniciativa pretende conscientizar cidadãos sobre esse crime, sobretudo durante a Copa do Mundo de 2014, com ações voltadas, principalmente, para o segmento turístico, como táxis, hotéis, bares e restaurantes. “Queremos travar esse combate de forma permanente, diária, implacável. Usaremos a Copa, evento com grande visibilidade, para reforçar essa luta”,

Foto: Dênio Simões / GDF

disse o governador Agnelo Queiroz. Uma das motivações para a iniciativa foram os dados registrados na Copa realizada na África do Sul, que mostraram aumento de 30% nos casos de exploração de crianças e adolescentes durante o evento esportivo. “É um exercício de cidadania, não só para o turista internacional, mas de dentro do Brasil. Precisamos que haja consciência de que isso é crime”, disse o secretário Extraordinário da Copa do DF, Claudio Monteiro. A iniciativa envolverá as 12 cidades-sede da Copa,

com ações em táxis, hotéis, bares, restaurantes, aeroportos, aeronaves, estradas, estádios, pontos de ônibus, agências de viagens e redes sociais. A mensagem será trabalhada por meio de banners, outdoors, busdoors, panfletos e palestras. Os jogadores Kaká e Juninho Pernambucano estrelam a campanha. O objetivo é sensibilizar e incentivar cidadãos brasileiros e estrangeiros a denunciarem o crime por meio do Disque Denúncia (Disque 100), dos Conselhos Tutelares e da Coordenação do Sistema de Denúncias de Violação dos Direitos da Criança e do

Adolescente, e da Secretaria da Criança, pelo telefone (61) 32342876. “A conscientização da população é fundamental. Abraçar essa campanha tem que ser tarefa de toda a sociedade”, afirmou a secretária da Criança do DF, Rejane Pitanga. INTERNACIONAL – Promovida pela rede End Child Prostitution And Trafficking (EPCAT – em português: Fim da Prostituição e do Tráfico Infantil), a campanha também será veiculada em outros 19 pa��ses da Europa e África, com recursos da União Europeia: França, Áustria, Holanda, Polônia, Luxemburgo, Su-

íça, Gâmbia, Bulgária, Bélgica, Ucrânia, Espanha, Madagascar, Romênia, República Tcheca, Quênia, África do Sul, Reino Unido, Senegal e Estônia. A campanha é resultado de uma integração do GDF com o Conselho Nacional do Serviço Social da Indústria (CN/SESI), a Frente Nacional de Prefeitos e o Comitê de Proteção da Criança e do Adolescente do DF. Também foi assinado, hoje, o Termo de Cooperação de Adesão à Agenda de Convergência com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Fonte: Agência Brasília


6

16 A 31 DE MARÇO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

POPULAÇÃO DE RUA TERÁ ATENDIMENTO

GRATUITO ATÉ SEXTA-FEIRA EM TAGUATINGA

O

projeto-piloto “Tenda Viva”, criado para facilitar o acesso da população de rua aos serviços públicos do GDF, continuou em Taguatinga Centro até sexta-feira (21). A ação permaneceu no estacionamento do Conselho Tutelar da cidade, com atendimentos feitos de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h. O objetivo da ação, acompanhada pela Casa Civil, foi alcançar o público-alvo, que dificilmente procura os programas ofertados pelo governo. São oferecidos serviços de assistência social, saúde, educação, trabalho, justiça e direitos humanos. “Percebemos que a população de rua tem dificuldade de acessar esses serviços porque não se sente à vontade de procurá-los”, explicou o médico psiquiatra da Diretoria de Saúde Mental, da Secretaria de Saúde, Renato Canfora. O profissional ressalta que o foco não é retirar as pessoas das ruas ou pressionar os usuários a deixarem o vício, mas acolhê-los para que cui-

dem da saúde e, se desejarem, encaminhá-los a abrigos e programas sociais do governo. “Nosso objetivo aqui é oferecer os cuidados de saúde dos quais eles precisam e mostrar meios de mudança. As pessoas que querem mudar de vida são devidamente encaminhadas”, complementou o médico. A “Tenda Viva” é promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda, em parceria com as secretarias de Saúde, Educação, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, além da Administração Regional de Taguatinga e da Defensoria Pública do DF. SERVIÇOS OFERTADOS Assistência Social: * Orientação sobre serviços socioassistenciais; * Promover a aquisição de benefícios socioassistenciais básicos; * Declaração de isenção de taxa para a segunda via de RG; * Orientação e providência para solicitar a certidão de nascimento; * Acolhimento institucional;

* Declaração de endereço (referência a pessoa no serviço e permite o acesso a outros serviços públicos); local para banho, oferta de lanche e guarda de pertences; * Inclusão no Cadastro Único (necessário CPF ou Título de Eleitor); Saúde: * Atendimento clínico individual; * Oficinas; * Aferição da pressão arterial e glicose; * Vacinação Hepatite B e Tétano; * Pequenos curativos; * Testagem rápida de HIV com aconselhamento pré e pós-testagem; * Orientação sobre o serviço do Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS); * Orientação sobre o uso abusivo de substâncias tóxicas; * Distribuição de material para prevenção de DST’s; Educação: * Orientações sobre inclusão em escolas transitórias para readaptação e na rede de ensino regular; * Captação de demanda de al-

fabetização de pessoas com 15 anos ou mais; Secretaria do Trabalho: * Orientação e inclusão nos cursos “Projovem” e “Qualificopa”; * Elaboração de currículo profissional; * Emissão de carteira de trabalho; * Cadastramento no Sistema

Nacional de Emprego (Sine); * Encaminhamento para vaga de emprego; * Oficinas de artesanato em argila; Defensoria Pública: * Orientações sociojurídicas; * Promoção de acesso à documentação civil. Fonte: Agência Brasília


16 A 31 DE MARÇO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

7

DF GANHA PRIMEIRO SEMINÁRIO SOBRE

TAGUATINGA PROMOVE

SEGURANÇA PÚBLICA

HOSPITAL VETERINÁRIO MÓVEL

F A

segurança pública em Taguatinga foi debatida na última quarta-feira (2) durante seminário com o tema: “Violência social: o que você tem a ver com isso?”. O objetivo foi implantar ações de melhoria na cidade com o envolvimento do cidadão e das instituições. Autoridades, técnicos e especialistas da área, lideranças políticas e comunitárias participaram do evento para discutir a problemática do conflito social. O seminário teve como foco a possível implantação do Observatório da Segurança

Pública em Taguatinga. Para participar bastava preencher a ficha de inscrição no site ou na recepção da Administração Regional de Taguatinga e apresentá-la no dia do evento, no auditório da Universidade Católica de Brasília, Bloco M. O seminário foi uma iniciativa da administração regional, Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), Comissão Permanente da Agenda 21 de Taguatinga e 2º Batalhão de Polícia Militar, entre outros órgãos. Fonte: Agência Brasília

oi lançado, no domingo (23), o primeiro hospital veterinário móvel do Distrito Federal especializado em castração de cães e gatos. A unidade, que é projetada em uma espécie de carreta, tem três salas independentes e espaço adequado para realizar até duas castrações simultâneas. “Essa é uma demanda de muitos anos, e temos a necessidade absoluta de controlar cães e gatos. Estamos chegando a 600 mil animais no Distrito Federal, a maioria

deles abandonada nas ruas”, lembrou o subsecretário de Saúde Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente, Luiz Maranhão. Conforme planejamento da pasta, o lançamento ocorreu no Parque Lago do Cortado, em Taguatinga, às 10h, quando ocorrereu uma castração demonstrativa. Depois da solenidade, o Castramóvel, como foi batizado o hospital veterinário, ficará durante uma semana em cada região administrativa e realizará atendimentos pré-agendados.

A iniciativa, conforme lembrou Maranhão, minimizará riscos de doenças e terá seus efeitos mais perceptíveis, a médio e longo prazos, quando as ruas do DF terão menos cães e gatos abandonados. “Essa é a medida número um porque a castração garantirá à população humana mais qualidade na questão da saúde coletiva, uma vez que se reduz a proliferação de doenças como a leishmaniose “, concluiu. Fonte: Agência de Brasília


8

16 A 31 DE MARÇO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

“BRASÍLIA SEM FRONTEIRAS”

DEVE INCLUIR A FRANÇA A

França deverá ser incluída, ainda neste ano, no programa “Brasília Sem Fronteiras” (BSF), que beneficia alunos dos Centros Interescolares de Línguas (CILs), da rede pública de ensino, com a oportunidade de intercâmbio no exterior, em países como Estados Unidos, Áustria, Espanha, França, Nova Zelândia ou Holanda. O assunto foi discutido de 28 a 31 do mês de Março, durante encontro, em Paris, entre o secretário-chefe da Assessoria Internacional do GDF, Odilon Frazão, e o embaixador do Brasil na capital francesa, José Maurício Bustani, que também examinarão o estabelecimento de parceria estratégica entre Brasília e Paris. O GDF, por meio do BSF, deverá enviar o mínimo de 50 estudantes de francês dos CILs para programas de imersão internacional na França. Nesse contexto, Odilon Frazão realizou visita prospectiva ao Centro Cavillam (cidade de Vichy, a 316 quilômetros de Paris), no sábado (29). O compromisso, agendado com o apoio da Embaixada da França no Brasil, será com o diretor-geral da escola, Michel Boiron. BRASÍLIA-PARIS - No domingo (30), o secretário recebeu a delegação oficial do GDF, chefiada pelo governador Agnelo Queiroz, que visitará Paris para participar da cerimônia de inauguração do voo direto entre as capitais do Brasil e da França. Agnelo e Odilon encontrarão, no dia 31,

os presidentes da Air France, Frédéric Gagey, e do Grupo Air France/KLM, Alexandre de Juniac, bem como o embaixador José Maurício, entre outras autoridades dos dois países. Nesse mesmo dia todos embarcaram juntos, às 13h30, para o voo inaugural. O pouso está previsto para as 19h40 no Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek. No dia 1º de abril foi realizada uma comemoração desse voo na Embaixada da França. Em 2011, o governador Agnelo deu início à política pública para relações exteriores, centrada na visão de transformar Brasília em um centro captador de grandes eventos internacionais, investimentos e oportunidades. Para tanto, estabeleceu, a partir de 2012, plano de ação integrado com o governo federal, Legislativo, setor privado e o Aeroporto Internacional de Brasília a fim de atrair voos diretos internacionais. BRASÍLIA GLOBAL PARTNERS - O GDF, por meio de sua Assessoria Internacional, estabeleceu o programa “Brasília Global Partners” para fazer alianças com importantes capitais do mundo. A iniciativa visa reforçar o posicionamento global de Brasília e trocar boas práticas públicas, sobretudo nas áreas de planejamento urbano, habitação, transporte, sustentabilidade, educação, cultura, turismo e atração de investimentos. Mais de 20 capitais ao redor do mundo integram essa rede. Fonte: Secretaria de Saúde


16 A 31 DE MARÇO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

9

DF É A UNIDADE DA FEDERAÇÃO COM MAIOR INVESTIMENTO PER CAPITA EM SAÚDE

O

Governo do Distrito Federal intensificou a destinação de recursos para a área de Saúde nos últimos três anos. Pesquisa do IBGE aponta que o maior investimento por pessoa no setor em 2013, considerando todo o país, foi realizado pelo DF. Para cada habitante da capital federal, foram investidos R$ 924,12, cerca de 350% a mais que o último colocado, o Pará. O DF ficou à frente, ainda, de estados como São Paulo (7º), Rio de Janeiro (17º) e Minas Gerais (22º). O valor utilizado em saúde no Distrito Federal é ainda maior, pois a pesquisa considerou apenas o Orçamento Fiscal e de Seguridade Social do DF sem levar em conta que a capital recebe também recursos do governo federal. Com isso, o investimento no setor chega a R$ 3,2 bilhões. Somente em 2013, por exemplo, foram entregues três Clínicas da Família, quatro Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), 13 hospitais receberam melhorias, além da reestruturação dos serviços e reformas em 15 centros e postos de saúde. O ranking foi estabelecido com base na Pesquisa de Informações Básicas Estaduais – Estadic, realizada pelo IBGE. Confira o estudo na íntegra. CLÍNICAS DA FAMÍLIA – O DF já tem nove Clínicas da Família, todas inauguradas a partir de 2011. As unidades de Samambaia (4), Sobradinho (2), Recanto das Emas (2) e uma no Areal, em Águas Claras, prestam servi-

ços básicos, como vacinação, exames de pré-natal, acompanhamento de doenças crônicas e consultas. CARRETA DA MULHER – Desde 2012, quando o programa foi criado, quatro unidades móveis de atendimento à mulher entraram em funcionamento. Três delas, conhecidas como “Carreta da Mulher”, foram entregues no ano passado. Mais de 120 mil exames já foram realizados pelo programa. Cada uma tem capacidade para fazer 150 exames por dia, entre mamografias, ecografias e preventivos de câncer de colo de útero, o Papanicolau. UPAs – Criadas para desafogar as emergências dos hospitais, as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) são uma realidade para os moradores de Samambaia, Recanto das Emas, Núcleo Bandeirante e São Sebastião. Juntas,

elas já fizeram mais de 670 mil atendimentos. Quatro novas unidades estão sendo construídas: duas em Ceilândia, uma no Gama e outra em Sobradinho. A que fica na região do Ceilambódromo deverá ser inaugurada até o segundo semestre de 2014. As UPAs têm capacidade para receber de 500 a 700 pacientes por dia e funcionam 24 horas nas especialidades clínica médica, pediatria e odontologia. Além disso, oferecem exames de raio-X, eletrocardiografia e laboratório. LEITOS – Em apenas um ano, foram instalados 40 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI): 20 no Hospital de Base; 10 no Hospital Regional de Sobradinho; e 10 exclusivos para novas mães, no Hospital Materno Infantil de Brasília, a primeira UTI Materna do DF.

O número de leitos conveniados e contratados também aumentou no ano passado, e subiu de 71 para 90, com a contratação de 19 vagas no Instituto de Cardiologia de Brasília.

Com essa expansão, que ocorre desde 2011, o número de leitos de UTI cresceu 185% em três anos, passando de 236 para 437. Fonte: Agência Brasília


10

16 A 31 DE MARÇO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

AEROPORTO JK RECEBE PRIMEIRO VOO DIRETO ENTRE PARIS E BRASÍLIA

F

oi inaugurado na noite de segundafeira (31) no Aeroporto Juscelino Kubitschek o primeiro voo direto entre Paris e Brasília, que teve duração de 10h45. A ceri-

mônia contou com jatos de água para batizar o avião e iniciou a nova rota estabelecida entre as duas capitais, que será realizada todas às segundas, quartas e sextas, sem escalas.

“Com esse voo vamos ampliando os destinos e consolidando nossa cidade como um hub internacional. Isso é fundamental para o desenvolvimento econômico de Brasília, que cada vez mais recepciona turistas e grandes eventos internacionais, como a Copa do Mundo e a Universíade”, afirmou o governador Agnelo Queiroz, que participou da viagem inaugural. A nova rota é feita pelo Boeing 777-200 da empresa Air France, com o número do voo AF 515. A aeronave partiu da capital francesa na segunda-feira de manhã, e chegou a Brasília por volta das 19h45. O avião comporta 309 passageiros, 35 deles na classe executiva, 24 na econômica Premium e 250 na classe econômica. “Foram 10h45 (de viagem) que entraram para his-

tória de Brasília. É um marco nesse trabalho do governador Agnelo Queiroz de transformar a capital em uma cidade global e entre as principais do mundo, capaz de receber investimento, grandes eventos internacionais e gerar prosperidade aos cidadãos locais”, ressaltou o secretário-chefe da Assessoria Internacional, Odilon Frazão. Esta nova rota é a segunda de ligação com os países da União Europeia. A primeira é entre Brasília e Lisboa (Portugal). Com o AF 515, serão cinco voos internacionais diretos (Miami e Atlanta – EUA), Buenos Aires (Argentina), Lisboa (Portugal) e Paris (França). “Um voo desses é muito importante para a capital, porque alivia a sobrecarga de aeroportos, como o de São Paulo, apresenta todo o charme de Brasília aos turistas e

será uma vantagem a todos da capital que desejam visitar mais um destino internacional”, elogiou o embaixador do Brasil na França, José Maurício Bustani. Também estiveram presentes na viagem inaugural o presidente do Consórcio Inframérica, Allyson Paolinelli, responsável por gerir o aeroporto JK atualmente, e o presidente da empresa Air France, Frédéric Gagey. Ambos elogiaram o estabelecimento de uma nova rota direta entre as capitais brasileira e francesa. Depois da inauguração, o voo AF 515 partiu de Brasília às 22h40, com chegada em Paris-Charles de Gaulle às 14h20 do dia seguinte. Já a saída de Paris-Charles de Gaulle deve ocorrer às 13h30, para chegar a Brasília às 19h15 do mesmo dia. Fonte: Agência Brasília


16 A 31 DE MARÇO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

11

PRIMEIRAS MORADIAS DO PARANOÁ

PARQUE SÃO ENTREGUES A 224 FAMÍLIAS O s primeiros apartamentos do conjunto habitacional Paranoá Parque foram entregues no sábado (29) a 224 famílias de baixa renda. Serão construídos no local um total de 6.240 unidades, divididas em 390 blocos de quatro pavimentos. A previsão é que até dezembro de 2015 todas as moradias sejam entregues juntamente com a escritura definitiva do imóvel. “O DF é o que vai fazer o maior número de unidades do Brasil por meio do programa Minha Casa Minha Vida, um total de 100 mil. Hoje é um

dia muito especial, pois depois de participar da demolição do Caje, que era uma escola do crime, agora entrego esses apartamentos com esse padrão de qualidade. O custo foi de R$ 65 mil, mas assim que o morador entrar, já valerá mais de R$ 100 mil”, afirmou o governador Agnelo Queiroz. O ministro das Cidades, Gilberto Magalhães Occhi, ressaltou a qualidade dos apartamentos. “Aqui sou testemunha da qualidade e esmero das unidades habitacionais. Essa é apenas a primeira parte de um grande empreendimento. Esse programa traz a oportunida-

de de sonhar e realizar o sonho da casa própria. Parabéns ao governo que abraçou com toda a força esse programa. O que estamos fazendo aqui não é um favor, é uma obrigação.” As obras de infraestrutura de todo o conjunto habitacional vão custar aproximadamente R$ 45 milhões, que serão aplicados na implantação de água encanada, esgoto, iluminação pública, drenagem pluvial, pavimentação, calçadas e meios-fios. Cada bloco terá 16 unidades habitacionais de 46 metros quadrados, com dois quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço.

“Não estou nem conseguindo dormir de emoção e ansiedade”, declarou a dona de casa Edilucia Rodrigues, 32 anos, ao saber que receberia sua casa própria. Moradora da Ceilândia, ela se inscreveu no programa em 2009 e há um ano foi contemplada com a unidade, onde residirá com os dois filhos e o marido. O secretário de Habitação, Geraldo Magela, disse que essa é uma oportunidade única aos moradores do DF. “Tem gente aqui com mais de 50 anos de Brasília que não tinha a casa própria. Antes do governo atual não tinha ne-

nhum programa habitacional como esse”, relatou. Todos os meses serão entregues cerca de 250 unidades até chegar ao montante total. PROGRAMA - O Morar Bem foi lançado em 2011 pelo GDF. Para ser habilitado, o candidato precisa atender a critérios da Lei 3.877/2006, que trata da política habitacional do Distrito Federal. Entre eles estão morar no DF há pelo menos cinco anos; nunca ter tido imóvel na região; possuir renda familiar mensal de até R$ 8.136 e ser maior de 18 anos. Fonte: Agência Brasília


JORNAL

ANUNCIE CONOSCO (61) 3048-2040

WWW.JORNALTAGUACEI.COM

Leia notícias neste blog. O mais atualizado do Distrito Federal www.ceilandiaemalerta.com.br Eventos Assessoria de Imprensa Editora Propaganda Pesquisa Tecnologia da Informação Contato: 3322-0553 / 3344-5404 www.nacionalpress.com.br

NACIONAL MEDIA GROUP O grupo completo para o que você precisa


16 A 31 DE MARÇO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

13

SAÚDE BUSCA MAIS ÁREA ESPORTIVA DE SAMAMBAIA DOADORAS DE LEITE RECEBE INVESTIMENTOS

O O

s amantes de esporte de todas as idades ganharam no domingo (30) um campo de futebol sintético na QS 310 de Samambaia, com medidas oficiais da Fifa. A entrega da nova área faz parte apenas da primeira etapa das obras. No local ainda serão construídos arquibancada, vestiários, cobertura, quadra poliesportiva, parque infantil e Ponto de Encontro Comunitário (PEC). “Esta área estava completamente abandonada, era quase um lixão e agora beneficia toda a comunidade de uma forma saudável.

BRASILIA NO

CAMINHO CERTO

Hoje, por exemplo, é a final do campeonato de crianças e jovens que, para participar, tiveram que apresentar bom rendimento na escola. Investimos R$ 800 mil nessa primeira etapa que entregamos hoje e investiremos mais R$ 300 mil para finalizar a Praça de Esporte”, afirmou o governador em exercício, Tadeu Filippelli. O gerente de Esporte de Samambaia, Josenaldo Silva, mais conhecido como Lino, ressaltou a importância do novo espaço para a comunidade. “O campo que todos utilizavam aqui tinha sido feito pelas mãos dos próprios moradores. Era

precário, muita terra. Foi uma conquista muito grande esse campo sintético, e tenho a certeza que todos os usuários irão preservar como se fosse de cada um”, destacou. O adolescente de 14 anos Felipe Alencar não escondeu sua felicidade, e sua mãe, a satisfação com a nova área de lazer. “A gente ficava sujo, e minha mãe brigava muito. Agora não vamos ficar mais sujos porque o campo sintético é mil vezes melhor”, declarou o jogador mirim, que participou do campeonato realizado durante a inauguração. Fonte: Agência Brasília

s 10 Bancos de Leite Humano (BLH) e dois postos de coleta da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF) estão com os estoques insuficientes para atender os 150 bebês internados nos hospitais da rede pública. Apesar de a quantidade de leite coletado ter apresentado acréscimo de 405 litros no período de janeiro a fevereiro de 2014, em comparação com o mesmo período do ano anterior, esse número não é satisfatório. Os Hospitais Regionais de Sobradinho (HRS), Asa Norte (HRAN), Paranoá (HRPa) e Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB) estão com os estoques mais baixos. “Após o carnaval, ocorreram várias desistências nas doações e novas doadoras não apareceram, com isso, a situação está preocupante”, alertou a coordenadora dos Bancos de Leite Humano e Aleitamento Materno da SES/ DF, Miriam Santos.

As mães que estão amamentando e com excesso de leite podem procurar os Bancos de Leite Humano ou ligar para o DisqueSaúde, telefone 160 opção 4, para que uma equipe do Corpo de Bombeiros recolha o leite na residência. Segunda a coordenadora, toda mulher saudável que goza de boa saúde e esteja em processo de amamentação pode doar leite. De acordo com Miriam, as mães que residem no Entorno também estão convidadas a doar. “Mulheres de Águas Lindas poderão ligar para o Hospital de Brazlândia (HRBz), as moradoras de Santo Antônio, para o Hospital de Ceilândia (HRC), e as de Planaltina de Goiás, para o Hospital de Planaltina (HRPl). Quanto às mães que são de Valparaíso de Goiás, Cidade Ocidental e até Luziânia poderão entrar em contato com o Hospital do Gama (HRG) ou Hospital de Santa Maria (HRSM)”, explicou.

Conversa ao pé do ouvido e uma boa noticia aos petistas e a base aliada do governo do Distrito Federal. O ex-presidente Lula afirmou ao governador Agnelo Queiroz que vai participar da campanha de sua reeleição. Os dois estiveram

juntos em São Paulo, na semana passada, e conversou um longo tempo sobre política. Agnelo disse a Lula que hoje tem uma grande base aliada na Câmara federal e Distrital e vai trabalhar para ampliar e também eleger o Senador.

Fonte: Agência Brasília


14

16 A 31 DE MARÇO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO HOSPITAL DE TAGUATINGA INTENSIFICA AÇÕES DE HUMANIZAÇÃO

DO DISTRITO FEDERAL GANHA NOVO

PACOTE DE MELHORIAS

O

sistema de transporte público do Distrito Federal ganhou um pacote de melhorias e investimentos. Entre as novidades que impactarão diretamente na qualidade do serviço prestado à população estão a capacitação dos rodoviários em um curso sobre gentileza, a disponibilização de internet dentro dos coletivos e a implementação de um cartão específico para idosos. “Queremos humanizar o sistema de transporte e esse curso é o primeiro de vários

investimentos que vamos fazer nesse sentido. Estamos, no conjunto das ações, fazendo uma transformação profunda no DF e mostrando que, no nosso governo, o transporte público é prioridade”, ressaltou o governador Agnelo Queiroz, durante a solenidade no Palácio do Buriti. No conjunto de melhorias, o programa “Gentileza Urbana” é uma das ações que prometem iniciar uma transformação profunda no transporte local, principalmente em relação à valorização e respeito aos pas-

sageiros. A iniciativa capacitará, entre abril e outubro deste ano, cerca de 500 rodoviários. Pelo cronograma, serão 17 horas/aula, ministradas às terças e quintas-feiras, na Escola de Trânsito do Detran. Na instrução, os participantes receberão uma cartilha com temas voltados à cidadania no trânsito, direção defensiva, direitos e deveres dos usuários, entre outros assuntos. A expectativa é que todos os rodoviários do DF participem dessa capacitação. Fonte: Agência Brasília

S

ervidores do Hospital Regional de Taguatinga participaram, nesta quarta-feira (26), às 14h, da oficina sobre Programa Nacional de Humanização (PNH). O encontro, que aconteceu no auditório da unidade, faz parte da preparação da semana nacional sobre o tema, que será realizada entre os dias 7 e 11 de abril. Na Semana de Humanização, cerca de 3.500 servidores da regional intensificarão as ações de acolhimento ao doente e as relações interpessoais entre usuários e profissionais de saúde. Mãe de três pacientes operados no HRT, Maria Cândida da Costa, ressalta a importância de um atendimento humanizado. “Sou muito agradecida ao doutor Jaime Siqueira e aos profissionais de saúde que atenderam os meus filhos, agora sou e tenho filhos felizes e com a autoestima elevadíssima”. Na programação, o Núcleo de Pedagogia do HRT proporcionará ações lúdicas e práticas com as crianças internadas, que incluem arte e educação, projeto Lego e a

Biblioteca Viva. Para os pacientes adultos está prevista a realização da prática integrativa “liang gong”, orientação sobre hábitos saudáveis e automassagem. Aos servidores da regional será oferecido o projeto Servidor Saudável, que oferecerá a coleta de material no laboratório para exames complementares de saúde, avaliação médica com clínico geral, avaliação nutricional e caminhada. “Gradativamente, estamos intensificando as ações de humanização na regional, pois sabemos da importância do acolhimento e do tratamento mais humano e respeitoso ao paciente e ao profissional”, declarou o coordenador-geral de Saúde de Taguatinga, Otávio Augusto de Siqueira. No Distrito Federal, a Semana Nacional de Humanização, proposta pelo Ministério da Saúde, acontecerá em todas as regionais de saúde e contará com a participação efetiva dos seus servidores. Fonte: Agência Brasília


16 A 31 DE MARÇO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

15

OBRAS DO COMPLEXO CULTURAL DE SAMAMBAIA COMEÇAM EM ABRIL

A

Contatos para Show:

3035-2628 / 9284-4314

primeira etapa das obras do Complexo Cultural de Samambaia começará em abril, a partir da assinatura da ordem de serviço feita nesta sextafeira (28) pelo governador Agnelo Queiroz. Com investimento de R$ 4,8 milhões, a construção contará com uma área multimídia para música, dança, teatro, cinema e oficinas de artes, com palco e arquibancada. “Esse espaço é o símbolo de como a cultura é algo essencial à população, e por meio dela a comunidade de Samambaia e do DF pode ter acesso a uma riqueza de atividades e eventos”, afirmou Agnelo Queiroz, acompanhado do vice-governador, Tadeu Filippelli, durante a 7ª edição do “GDF Junto de Você”. Segundo a previsão do administrador regional de

Samambaia, Risomar Carvalho, as obras, localizadas na quadra 301 Sul, deverão durar aproximadamente seis meses. “O complexo é uma luta histórica do movimento cultural de Samambaia. A comunidade artística local reivindica um espaço na cidade para fazer sua arte, sem precisar ir ao Plano Piloto. Agora teremos um lugar do mesmo nível de qualquer outro no DF”, informou Carvalho. A obra foi licitada pela Novacap em janeiro deste ano, com a empresa PH Engenharia vencedora do certame. A expectativa da Administração Regional de Samambaia é que a segunda etapa das construções tenha seu processo licitatório iniciado até o próximo ano. SALA DA PARTICIPAÇÃO SOCIAL – Na passagem por Samambaia,

Agnelo Queiroz também inaugurou a Sala da Participação Social, local onde funcionarão os conselhos da cidade que tratam sobre saúde, planejamento, transporte, cultura, segurança e meio ambiente. “Agora a cidade tem um local onde os movimentos sociais poderão se encontrar e discutir as melhorias que envolvem vários setores de Samambaia. É um ponto de encontro para todos eles, e uma forma de melhorar o acesso do governo às demandas”, explicou a coordenadora de Participação Social da Secretaria de Governo, Niedja Taboada. O espaço foi reformado, com troca de piso, de janelas quebradas, além da revitalização na sede com pintura e restauração. Fonte: Agência Brasília


Secretaria da Mulher Secretaria de Transporte Secretaria de Segurança Pública

Governo do Distrito Federal


Taguacei 16 a 31 marco