Issuu on Google+

CÂMARA LEGISLATIVA APROVA PROJETO QUE CRIA A CARREIRA SOCIOEDUCATIVA DO GDF

PROGRAMA ASFALTO NOVO CHEGA AO P-SUL

Estão previstas 500 vagas para especialistas, 1,5 mil destinadas atendentes de reintegração, 700 a técnicos e 145 a auxiliares

Até a próxima semana, deve ser iniciada a terceira etapa, onde o serviço vai entrar nas entre quadras e conjuntos residenciais PÁG. 02

PÁG. 13 www.jornaltaguacei.com

Ano 2 Número XXXII - 01 a 15 de Maio de 2014

JORNAL

MORAR BEM JÁ HABILITOU CERCA DE 97 MIL FAMÍLIAS PÁG. 15

Evento traz como novidade espaço reservado para representantes de 13 países

INGRESSOS DA COPA DO MUNDO JÁ PODEM SER RETIRADOS Para evitar filas, torcedores podem agendar dia de recebimento no site da Fifa e depois ir buscar bilhetes no Centro de Convenções Ulysses Guimarães PÁG. 06

7ª EDIÇÃO DA AGROBRASÍLIA ESTÁ ABERTA AO PÚBLICO

PÁG.05 Foto: Dênio Simões/GDF

CONFIRMADA PRÉ-CANDIDATURA DE AGNELO QUEIROZ AO GOVERNO DO DF PÁG. 03

INDÚSTRIA DO DF QUER SETOR MAIS COMPETITIVO

Propostas foram apresentadas pela Fibra durante lançamento da pauta da Indústria e da Agenda Legislativa que chega a sua 12ª Edição PÁG. 07 Foto: Dênio Simões/GDF

ESCOLA TÉCNICA DE CEILÂNDIA OFERECE 860 VAGAS PÁG. 07


2

01 A 15 DE MAIO DE 2014

EDITORIAL Na nova edição do Jornal Taguacei verificamos as novas ações do Distrito Federal. Esta Edição traz destaques como a abertura da 7º Edição AgroBrasília 2014. A Feira Internacional dos Cerrados trouxe como novidade um espaço exclusivo para representantes de 13 países, em especial, da América do Sul e África, para apresentarem inovações tecnológicas. A previsão é de que o evento atraia 80 mil pessoas e movimente aproximadamente R$ 700 milhões em negócios agropecuários até o encerramento. Além disso, na última semana, o Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria de Habitação (Sedhab) e da Companhia de Desenvolvimento Habitacional (Codhab), habilitou, mais 619 famílias pelo programa “Minha Casa, Minha Vida/Morar Bem”. Com a nova lista, já são 96,9 mil famílias que comprovaram os dados do cadastro e estão de acordo com a política habitacional do DF. Outro ponto importante é a aprovação em primeiro e segundo turnos, do Projeto de Lei nº 1.851/2014, que cria a carreira socioeducativa no quadro de pessoal do GDF. Veja também nesta edição o artigo exclusivo do Governador Agnelo Queiroz que fala sobre a educação.

JORNAL TAGUACEI

PROGRAMA ASFALTO NOVO

CHEGA AO P-SUL

Jornal Taguacei

JORNAL TAGUACEI

D

Endereço: QNN 18 CONJ. D LOTE 41 Telefone: 3048-2040 CGC: 14.477.633/0001-06 Editor: Loianne Lacerda O Jornal TAGUACEI não se responsabiliza pelo conteúdo de matérias assinadas.

TELEFONES ÚTEIS

Aeroporto Internacional SLU (Limpeza) CAESB (Plantão) CEB (Plantão) Corpo de Bombeiros Correios Delegacia da Mulher Defesa Civil Detran DFTRANS Doação de Órgãos Farmácias de plantão GDF Metrô Polícia Militar Procon Polícia Cívil Samu

3364-9000 3313-0153 115 0800-610696 193 3003-0100 3442-4301 3901-5815 154 156-Opção 6 3325-5055 132 156 3353-7373 190 151 197 192

ez regiões administrativas do DF incluindo o P-Sul receberão o programa “Asfalto Novo” desta segunda-feira (12) até sábado (17) e serão beneficiadas com a troca da pavimentação de suas ruas e avenidas. Os serviços fazem parte da iniciativa do GDF para recuperar a malha viária e garantir melhores condições de trafegabilidade. Serão investidos nas obras cerca de R$ 737,2 milhões. Com esse valor será possível fazer aproximada-

mente 6 mil km de nova pavimentação, que representam mais de 50% da malha viária total do DF. Em Taguatinga, por exemplo, o “Asfalto Novo” chega à Avenida Comercial. Toda a extensão da via (4km) passará por obras de troca do asfaltamento. Essa é uma grande conquista para a população da cidade e conta com um investimento de cerca de R$ 2,5 milhões. Para não atrapalhar o tráfego, o recapeamento será feito no período noturno e

terá apoio do Detran e da Polícia Militar para a organização do trânsito. A partir de 21h, apenas uma via da Comercial Norte estará liberada para o trânsito de veículos. A obra se estenderá pela madrugada até, no máximo, as 6h. Primeiro será feito o recapeamento do asfalto no sentido Hélio Prates e, após o término de toda a extensão, o sentido inverso da via. A previsão é que a obra seja concluída no mínimo em 30 dias. Fonte: Novacap


01 A 15 DE MAIO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

3

CONFIRMADA PRÉ-CANDIDATURA DE AGNELO QUEIROZ AO GOVERNO DO DF

A

gnelo Queiroz é o pré-candidato do PT ao governo do Distrito Federal. O nome dele foi homologado na manhã deste sábado (10), durante o Encontro Regional do PT DF, realizado na Legião da Boa Vontade. O encontro teve início na noite da última sexta-feira (9), com a definição dos trabalhos, além da apresentação da tática eleitoral do partido e dos pontos que serão abordados no Programa de Governo do PT para o DF. O presidente nacional do PT, Rui Falcão, saudou a militância petista e dos partidos aliados, destacando a importância do evento. “Esse encontro marca a largada para a reeleição do companheiro Agnelo Queiroz. Temos a força da militância, argumentos e ações concretas para mostrar para a população que este é o melhor caminho. Quero convocar cada

um de vocês para a tarefa de reelegermos Dilma e Agnelo, mostrando o que fizemos, fazemos e faremos. Nada substitui a militância combativa, com raça e coragem de ir para rua defender o projeto de transformação do Brasil, que não pode ser detido pelas elites”, destacou. Agnelo Queiroz, précandidato ao governo do Distrito Federal, foi ovacionado pela militância presente. Ele disse que ainda está tomado pela emoção do DF ter sido reconhecido como território livre do analfabetismo, algo definido no programa de governo, fruto de muita luta para ser erradicado. “Essa é a essência do nosso governo, atender quem mais precisa. Todos os avanços promovidos foram alcançados com a sintonia do nosso governo com o governo da presidenta Dilma. Esse projeto precisa continuar. Pegamos a cidade

destruída, com credibilidade zero e recuperamos o crédito para investimentos, recuperamos a administração pública e principalmente o Estado, que estava esvaziado”, afirmou. O pré-candidato do PT ao Buriti ressaltou avanços importantes do governo, como a contratação de 29 mil servidores, o controle total da gestão, além do maior investimento já realizado no Distrito Federal, da ordem de R$ 2,3 bilhões. Agnelo Queiroz convocou a militância para a batalha eleitoral que se aproxima. “Desenvolvemos políticas públicas comprometidas com o nosso povo. Nosso governo tem lado, sem vacilação. Estamos do lado daqueles que mais precisam. Temos muitos desafios pela frente e o Distrito Federal não pode retroagir. Vamos andar para frente. Vamos fazer o debate político, vamos

para rua, para aprofundar Magela fez questão de mais ainda essas mudanças”, dizer que será o candidato de declarou. todos militantes petistas e que o momento é de união. “Vamos fazer uma campanha vigoroNome para o Senado sa junto com a militância para No período da tarde, os ajudar a presidenta Dilma e o delegados presentes ao En- governador Agnelo Queiroz a contro Regional do PT DF es- continuarem os projetos que colheram o nome de Geraldo iniciamos. Vamos colocar não Magela como pré-candidato apenas energia, mas o nosso codo partido ao Senado Fede- ração. Que possamos ter um seral. Magela obteve 199 votos nador petista”, festejou Magela. contra 53 de Chico Leite, outro postulante a indicação do Ato Político partido. O Partido dos TrabaNo período da manhã lhadores no Distrito Federal de sábado, foi realizado um homologou a pré-candida- grande ato político, com a tura de Geraldo Magela ao presença de militantes e lideSenado Federal. A decisão ranças dos diversos partidos ocorreu durante o Encon- que fazem parte do arco de tro Regional do partido, na aliança petista. O ato homolotarde deste sábado (10), na gou a pré candidatura de AgLBV da 915 Sul. Geraldo nelo Queiroz ao governo do Magela obteve 199 votos Distrito Federal, mantendo a dos delegados presentes ao composição com o vice Tadeu encontro. O outro postulan- Filippelli (PMDB). te a vaga, Chico Leite obteve 53 votos. Fonte: PT-DF


4

01 A 15 DE MAIO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

EDUCAÇÃO INTEGRAL

N

o passado, como bem salientou o ex-presidente Juscelino Kubitschek, coube a Brasília a tarefa “de puxar, para o Oeste, a massa populacional do litoral, de forma a povoar o Brasil igualmente e, através desse empuxo migratório interno, realizar, quando muito no período de duas décadas, a verdadeira integração nacional”. (Kubitschek, J. Por que construí Brasília. Rio de Janeiro: Bloch, 1975) Hoje, transcorridas mais de cinco décadas desde a inauguração de Brasília, estamos reconstruindo o Distrito Federal. À Brasília futurística, patrimônio mundial, cabe equacionar os problemas decorrentes do próprio crescimento. O desafio é transformar Brasília em cidade referência mundial, uma verdadeira capital do desenvolvimento humano.

Foto: Dênio Simões / GDF

É dessa percepção que emana a diretriz de governo. E é a partir dela que estamos iniciando uma revolução no Distrito Federal: a implantação da Cidade-Escola Candanga de Educação Integral. Uma cidade-escola é o espaço no qual todos têm a possibilidade de aprender e ensinar. A escola ultrapassa os seus limites, o seu território, e convida a comunidade a participar, a aprender. Os muros escolares são transpostos, e o acesso ao conhecimento passa a pertencer a todos, transformando a escola em fonte irradiadora de cultura e conhecimento. É de conhecimento público que há um grande número de escolas no Distrito Federal, fruto do esforço contínuo do Estado em assegurar o direito dos cidadãos à educação. O fato novo é que agora temos uma cidade-escola: Brazlândia.

A Cidade-Escola Candanga surge, portanto, a partir da arrojada implementação de sua proposta em 23 escolas de Brazlândia. Essas unidades escolares, que vão desde a creche ao ensino médio, estão prontas para o atendimento em sete ou 10 horas diárias. A iniciativa visa beneficiar até 11 mil alunos da rede pública. Esses estudantes terão acesso a esportes, artes plásticas, teatro, iniciação científica, línguas estrangeiras, educação ambiental, musicalização e outros projetos pedagógicos. Para que isso fosse possível, foram repensados tempo e espaço, e uma outra organização de trabalho pedagógico foi planejada, de modo a propiciar, nesse templo ampliado, um espaço de aprendizagem significativa e, principalmente, voltada às possibilidades que a cidade lhe oferece.

Participam desta primeira etapa dois centros de educação infantil, 11 escolas classes, um Caic, três centros de Ensino Fundamental, dois centros educacionais, um centro de ensino médio, um de ensino especial e um de línguas. Foram contratados nutricionistas, psicólogos, professores de informática, além de professores específicos para a educação infantil e educadores sociais; aumentamos o número de coordenadorias pedagógicas; estamos firmando parcerias com a Vila Olímpica, a administração da cidade, a Secretaria de Saúde, o Detran, o Jardim Botânico e universidades; oito escolas foram ampliadas; e teremos a primeira escola parque construída fora do Plano Piloto. A Cidade-Escola Candanga abriga, dessa forma, não só a possibilidade de uma cidade desenvolver um novo

conceito de escola, um novo conceito de educação, mas também um novo conceito de gestão na educação. Nosso desafio será não só valorizar cada vez mais a escola, de modo a preparar o educando para a vida, mas implantar gradativamente a educação integral em todo o Distrito Federal. Sigamos em frente, sem hesitar. O Brasil precisa de respostas sustentáveis, e esse é um passo decisivo que estamos dando para a construção de uma sociedade mais justa. Temos realizado grandes obras, mas a maior delas é justamente a que busca dar oportunidade para nossas crianças. Uma nova geração de crianças que estão iniciando a vida na educação só estudará em escolas de tempo integral. O futuro de Brasília é agora. Por Agnelo Queiroz


01 A 15 DE MAIO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

5

7ª EDIÇÃO DA AGROBRASÍLIA ESTÁ

ABERTA AO PÚBLICO

C

om previsão de movimentar aproximadamente R$ 700 milhões em negócios agropecuários, a 7ª Edição AgroBrasília 2014: Feira Internacional dos Cerrados, aberta nesta terça-feira (13), trouxe como novidade um espaço exclusivo para representantes de 13 países, em especial, da América do Sul e África, para apresentarem inovações tecnológicas. A expectativa é que o evento, no Parque Tecnológico Ivaldo Cenci (PAD-DF), atraia 80 mil pessoas até o encerramento, no próximo sábado (17). Em instalações reformadas e ampliadas, o espaço contará com 410 expositores. “A AgroBrasília é um sucesso. Aqui, temos um espaço importante para os agricul-

Foto: Dênio Simões / GDF

tores com alta tecnologia para aprenderem novas técnicas e o que há de melhor no mundo. Também estamos oferecendo orientação para ampliar a produção familiar, seja na piscicultura, na floricultura, em plantações e em outros ramos”, destacou o governador Agnelo Queiroz. O ministro de Agricultura, Neri Gueler, elogiou a promoção da AgroBrasília e destacou sua importância para o desenvolvimento do ramo. “Essa feira está entre uma das melhores do Brasil. Fiz questão de vir a essa feira pelo potencial dessa região e pela dinâmica do nosso setor que realmente nos orgulha. Estou surpreso positivamente pelo tamanho e organização”, disse.

O Espaço de Valorização da Agricultura Familiar (Evaf) foi reinaugurado, após ser ampliado de 28 mil metros quadrados para 40 mil metros quadrados. No local, serão ministrados cursos e eventos para a integração e diálogo entre os produtores e o governo. Além disso, quem passar pelo local poderá levar o Caderno de Inovações Tecnológicas, que ensina aos participantes a desenvolver o que foi ensinado em sua propriedade. No Evaf, também serão apresentadas nove rotas com tecnologia de baixo custo com demonstração de métodos de produção orgânica e convencional em sintonia com as práticas ecológicas para horticultura, leite, avicultura, floricultura, agroecologia, pis-

cicultura, fruticultura, legislação ambiental e dinâmica de máquinas e tecnologias adaptadas. “Vamos mostrar aos agricultores que, mesmo em um sistema de produção convencional, é possível produzir seguindo princípios agroecológicos, reduzindo o uso de insumos químicos”, informou o coordenador do espaço, Ricardo Magalhães. O produtor de grãos de Planaltina, Vilson Thomas, que apresentou uma colheitadeira financiada pelo BRB ao governador Agnelo Queiroz, destacou a importância do auxílio do governo para alavancar o crescimento do segmento. “É de suma importância para o nosso progresso.

Sem o auxílio do governo, estaria trabalhando com máquinas menores sem viabilidade e dinâmica. Na minha área, chego a produzir milhões de sacas de feijão, soja, milho e outros cereais”, contou. MELHORIAS – O Parque Tecnológico Ivaldo Cenci possui área de 500 mil metros quadrados, onde estão campos demonstrativos de empresas públicas e privadas do agronegócio brasileiro, área de máquinas e implementos agrícolas. Durante a reforma, houve avanços logísticos e estruturais no local para atender melhor o público. Além de estar totalmente asfaltado, foi implantado projeto paisagístico e plantada grama. Fonte: Ailane Silva


6

01 A 15 DE MAIO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

INGRESSOS DA COPA DO MUNDO

JÁ PODEM SER RETIRADOS

B

rasilienses que compraram ingressos para os jogos da Copa do Mundo podem retirá-los no Centro de Convenções Ulysses Guimarães até o fim de maio, de segunda a sexta, das 12h às 20h, e aos sábados e domingos, das 10h às 18h. A Fifa, no entanto, recomenda o agendamento feito pelo site oficial da entidade para retirada do tíquete. Com o prazo de retirada das entradas aberto desde o último sábado (10), diversos torcedores já estão com os ingressos em mãos. Um deles é o servidor público Pedro Ernesto. “Eu sou um grande fã de futebol. É um sonho participar de jogos da Copa na cidade onde moro”, contou. Ao todo, Ernesto conseguiu entrada para cinco das sete partidas que a capital federal sediará e disse estar confiante no desempenho da

Seleção Brasileira durante o Mundial. “Eu acredito que o Brasil será campeão. Também tenho a certeza que todos os visitantes que vierem ao país serão contagiados pela alegria e hospitalidade do povo brasileiro.” Brasília sediará sete partidas, número máximo de jogos autorizado pela entidade de futebol. A primeira fase começa no dia 12 de junho, quando o Estádio Nacional Mané Garrincha faz sua estreia no campeonato com a partida Suíça X Equador (15 de junho). Seguidos de Colômbia x Costa do Marfim (19 de junho), Brasil x Camarões (23 de junho) e Portugal x Gana (26 de junho). Também haverá uma partida pelas oitavas de final, uma pelas quartas e a decisão do terceiro lugar. OBSERVAÇÃO - Os fotógrafos e cinegrafistas

podem registrar a operação no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, mas por motivos operacionais, a imprensa não terá acesso ao interior do Centro. Para solicitações, entrar em contato pelo email mediabrazil@ fifa.org , pois não haverá porta-vozes na Central de ingressos. SERVIÇO: Retirada de ingressos Copa do Mundo de 2014 Local: Centro de Convenções Ulysses Guimarães Endereço: SDC Eixo Monumental - Lote 05 -Ala de Exposições Oeste Horário Segunda a Sexta, de 12h as 20h Sábado e domingo, entre 10h e 18h Com informações Secretaria de Turismo


01 A 15 DE MAIO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

7

ESCOLA TÉCNICA DE INDÚSTRIA DO DF QUER CEILÂNDIA OFERECE SETOR MAIS COMPETITIVO

860 VAGAS

A

A

E s col a T écni ca d e C ei l â ndi a infor m a q u e es tã o a b e r ta s a s i ns cri ções p a ra o Pr o ces so Cl as si f i ca tór i o, p a r a o s ortei o d e va g a s para o 2º S em es tr e d e 2 014. A s i n scr i ções v ã o de 12 a 2 8 d e m a io d e 2014 com so r teio el etr ôni co no di a 29/05/2014. Sã o o fer eci da s 540 va g a s p a r a cu r s os técni co s pr es enci a i s em adm i n i s tr a çã o e i nfor máti ca , d is tr i bu íd a s nos três tur n o s, a l ém d e 320 va-

Foto: Pedro Ventura / Arquivo

g a s para cu r sos técnicos a di s tâ nci a par a as mesmas es peci a lidades, integ ra da s ao Ensino M édio na modal i dade de Educa ção de Jovens e Adultos /Proej a . O edital e os planos dos cursos estão disponíveis no endereço eletrônico da ETC (http://www. etc.se.df.g ov.br). Mais infor mações poderão ser obtidas pelos telefones: 3901-6927 e 3901-7545. Fonte: Administr ação de Ceilândia

Federação das Indústrias de Brasília (Fibra) lançou nesta quarta-feira (14) dois documentos com propostas para o desenvolvimento do setor. O primeiro, A Agenda Legislativa da Indústria do DF 2014, chega a sua 12ª edição, após um amplo debate para definir os 30 temas em tramitação na CLDF que têm relação com o cotidiano das empresas locais. Já o segundo documento, a Pauta da Indústria, reconhece que o DF teve nos últimos 4 anos um crescimento acima da média dos estados que compõem a região Centro-Oeste, mas

Foto: Dênio Simões / GDF

atribui esse resultado ao setor público. Para os empresários há um forte mercado consumidor a ser explorado. O documento com as propostas foi dividido nos seguintes temas: Tributação, Relações de Trabalho, Meio Ambiente, Infraestrutura, Inovação, Política Industrial e Regulação Econômica. “Tenho convicção de que esse esforço conjunto entre setor produtivo e os poderes Legislativo e Executivo terá pleno sucesso”, enfatizou o vice-governador Tadeu Filippelli, presente no evento. Entre as reivindicações apresentadas estão:

linhas de crédito mais atrativas para indústria local, criação do Fundo Garantidor Distrital, mais fiscalização na entrada de mercadorias nos estados e reforma tributária, criação do código de defesa do contribuinte, entre outros. “Esse documento é importante porque é o próprio setor produtivo quem sabe quais são os gargalos e as dificuldades. O documento contribui tanto em propostas quanto em legislação”, concluiu o governador Agnelo Queiroz, que também acompanhou a cerimônia. Fonte: Agência Brasília


8

01 A 15 DE MAIO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

DF E GOIÁS DISCUTEM SEGURANÇA

PÚBLICA DE FORMA INTEGRADA A

Foto: Glaycia Braga

utoridades e especialistas em segurança pública se reuniram no Tribunal de Contas da União (TCU) para apresentar os resultados desenvolvidos na área. No evento, intitulado “Diálogo Público – em busca de soluções para a governança das políticas públicas de segurança”, também foi abordada a gestão integrada das políticas, com ênfase na região do Entorno do Distrito Federal. “O papel do TCU é preventivo, de ajudar na elaboração das políticas públicas. Todos os gestores do país querem isso: ações para resolver o problema e não só fiscalizar. Estamos avançando em relação à segurança pública no DF. Investimos muito na parte humana, de material e equipamento, tecnologia, além de termos ampliado o sistema prisional em 400 vagas e integrado as nossas Forças de Segurança”, afirmou o governador Agnelo Queiroz. Quando questionado em relação à segurança no Entorno, o governador afirmou que a integração é a solução para esse problema. “Temos uma população na região do Entorno de mais de 1,2 milhão de habitantes, e não temos a governabilidade sobre essa área, por isso a dificuldade é maior. Tem que ter uma ação integrada que envolva o estado de Goiás com a ajuda do governo federal. Temos interesse direto nessa relação”, ressaltou o chefe do Executivo local. Sobre o assunto do Entorno, o governador de Goiás, Marcone Perillo, foi categórico ao dizer que o estado precisa “de ajuda financeira, de um pacto com o governo federal e o de Brasília para termos recursos e efetividade na segurança do ci-

dadão do Entorno”. De acordo com ele, só neste ano, foram contratados 3,8 mil novos policiais para a região. “Conseguimos melhorar as estatísticas, mas ainda não estamos satisfeitos”, concluiu. O presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Augusto Naves, destacou que o quadro em relação à segurança pública no Brasil ainda é preocupante, justamente pela falta de “política nacional integrada e de uma comunicação entre todo o sistema de segurança no Brasil”. Para melhorar o quadro atual, o ministro enfatizou o novo sistema adotado pelo TCU, que são as auditorias coordenadas. “Estamos chamando os outros tribunais de contas dos estados para fazer uma sistematização de todos os setores. Com isso, os governos passarão a ter consciência dos gargalos de cada setor, levantamento que ajudará os gestores na tomada de decisões”. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, sinalizou que o governo federal já está cumprindo as orientações do tribunal. “Buscamos o aperfeiçoamento na gestão e o aumento no controle da forma com que os gastos são feitos. Esse é um grande desafio que o TCU nos orienta e que estamos conseguindo. Em segurança pública, o governo federal não pode ser uma casa da moeda, que abastece os estados. Ele é alguém que é parceiro”, avaliou. O seminário segue na parte da tarde com palestras sobre o debate da segurança pública no Legislativo e o papel da União, dos Estados e dos Municípios no tema. Fonte: Agência Brasília


01 A 15 DE MAIO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

9

MAIS DOIS CURSOS DA UNB

CEILÂNDIA RECEBEM NOTA MÁXIMA DO MEC

D

uas novas aprovações com excelência na Faculdade UnB Ceilândia (FCE). Os cursos de bacharelado em Farmácia e Enfermagem receberam nota máxima, numa escala que vai de 1 a 5, de consultores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação. O exame é realizado com o intuito de reconhecer e credenciar os cursos de graduação do país. O relatório do Inep destacou a qualidade do corpo docente, a infraestrutura das salas de aulas e laboratórios e o projeto pedagógico dos cursos. “A nota é o reconhecimento de cinco anos e meio de muito trabalho dos três segmentos que compõem o campus”, falou a diretora da FCE, Diana Pinho, em referência aos técnico-administrativos, professores e estudantes que atuam na faculdade. O campus oferece seis cursos, todos na área da saúde: Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Saúde Coletiva e Fonoaudiologia. Todos que passaram pela avaliação do Inep receberam a nota máxima. A expectativa é de que se repita a avaliação em relação às demais graduações. “Existe uma tensão nos cursos que ainda não foram avaliados. Os estudantes estão ansiosos, pois querem manter a nota cinco”, conta a diretora. Os cursos de Terapia Ocupacional e Saúde Coletiva deverão receber os técnicos do Inep ainda neste semestre. Já o bacharelado em Fonoaudiologia deve esperar um pouco

mais. A graduação foi implantada na faculdade há pouco mais de dois meses e será avaliada após a formatura da primeira turma, que está prevista para o segundo semestre de 2016. FARMÁCIA – Para comemorar a menção recebida pelo Inep, estudantes e professores do curso de Farmácia realizaram uma confraternização no final da tarde de quinta-feira (8). Na ocasião foi inaugurada a sede do centro acadêmico do curso. “Já estávamos esperando ser bem avaliados. O curso é novo e temos uma boa estrutura”, afirma Larissa Fernandes Matos, coordenadora do curso na FCE. De acordo com a professora, 94% do corpo docente da Farmácia é formado por doutores e um grande quantitativo também possui pós-doutorado. Outro ponto positivo é o envolvimento dos estu-

dantes com o curso. “Esse quesito também foi avaliado e nos beneficiou. Os estudantes estão satisfeitos e na mesma sintonia que a coordenação”, pontua. O único quesito mal avaliado foi a carga horária destinada ao estágio. “Não estávamos cumprindo o tempo previsto na diretriz, mas já estamos tramitando a alteração na universidade. Essa questão será solucionada”, garante. A cada semestre a graduação em Farmácia da FCE recebe 50 novos alunos, e possui uma média de 400 matriculados. O curso já formou duas turmas e um total de 31 profissionais. A UnB oferece o curso de Farmácia no campus Darcy Ribeiro, nos períodos diurno e noturno, e em Ceilândia, onde a graduação foi implantada mais recentemente, em agosto de 2008. Apenas o curso da FCE foi avaliado com a nota máxima. O curso

diurno do Darcy Ribeiro obteve nota quatro e o noturno ainda não passou pelo exame do Inep. ENFERMAGEM – Para o curso de Enfermagem receber a nota cinco foi uma conquista alcançada gradualmente. O bacharelado teve início em agosto de 2008, com um corpo docente formado por apenas dois profissionais. Ao longo dos últimos cinco anos e meio, o curso cresceu orientado pela política institucional da UnB e pelas diretrizes curriculares do MEC. “Automaticamente, na hora em que são atendidos esses pontos são atendidos os critérios do Inep”, defende Mani Indiana Funiz, coordenadora adjunta do curso da FCE. Entre os pontos mais bem avaliados pelos consultores do MEC, a professora destaca a interdisciplinariedade entre os cursos do campus,

“regra fundamental preconizada internacionalmente dentro da Educação em Saúde”. Outra questão bem pontuada pelo Inep foi a inserção precoce dos estudantes no Sistema Único de Saúde (SUS). “A partir do terceiro semestre, os alunos são inseridos na rede, em contato com a realidade”, explica. “Estamos muito felizes com o reconhecimento do MEC. A nota máxima significa que nosso curso contempla com excelência todos os quesitos. Temos laboratórios completos e com alta tecnologia”, diz Laire Camargo, estudante do 6º semestre de Enfermagem. A estudante acredita que sairá da FCE com a melhor formação oferecida, e pretende atuar com pediatria pelo SUS. Fonte: Rodrigo de Souza Almeida


10

01 A 15 DE MAIO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

SUPERAÇÃO DO ANALFABETISMO

E DA POBREZA NO DISTRITO FEDERAL O

Gover no do Distrito Federal, a par tir de 2011, com a posse do g over nador Agnelo Queiroz, definiu como eixo estratégico de g over no o desenvolvimento humano, priorizando as políticas de educação e combate à pobreza e às desigualdades. Em sintonia com o Gover no Federal, o GDF implantou o Plano DF Sem Miséria, for talecendo os investimentos nas áreas de educação, qualificação, assistência social, transferência de renda e segurança alimentar e nutricional. Com a implantação do Plano DF Sem Miséria, o Gover no do Distrito Federal passou a beneficiar 90 mil famílias no Prog rama Bolsa Família, sendo que 60 mil famílias recebem suplementação financeira do GDF. Com esta suplementação nenhuma família no DF possui rendimento inferior a R$140,00 per capita. Isso significa a abolição da extrema pobreza e bem próximo da superação da pobreza no DF. O impacto dessa política de transferência de renda já pode ser obser vado a par tir dos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – PNAD/IBGE, que demonstram uma redução no Índice de Gini do DF, que passou de 0,624, em 2009, para 0,598, em 2011, e 0,572, em 2012. A redução deste índice

rompe com o ciclo de crescimento da desigualdade no DF, resultando, pela primeira vez, desde a constr ução da série histórica em 2001, na redução da desigualdade da distribuição de renda, o que retirou o DF do 1º lugar do ranking da desigualdade no País. Na área da educação, o Gover no do Distrito Federal ampliou seus investimentos em Educação Integ ral de R$ 457 mil, em 2011, para mais de R$ 6 milhões, em 2014. O número de estudantes matriculados nessa modalidade de ensino no DF saltou de 13,6 mil para 52,6 mil, no período em questão. Na Educação Infantil, estão em implantação 112 creches públicas, quando antes existia apenas 1 (uma). Outra ação estratégica foi a implantação da Bolsa Alfa, criada em parceria pelas Secretarias de Educação e de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda. Esta ação incentiva a alfabetização de jovens e adultos no âmbito do Plano DF Sem Miséria. A Bolsa Alfa destina-se aos beneficiários do Prog rama Bolsa Família, com idade superior a 15 anos que estejam inscritos e frequentando a 1ª ou a 2ª etapa do 1º segmento da Educação de Jovens e Adultos/EJA ou do Prog rama DF Alfabetizado. O beneficio no valor de R$ 30,00 é repassado

mensalmente e concedido para cada membro da família d Bolsa Família. No período de novembro de 2013 a abril de 2014, foram distribuídas 5 mil bolsas, o que representa investimento de R$150 mil. O Distrito Federal possui taxa de alfabetização superior a 96% em relação à população total de 15 anos ou mais de idade. Nesse g r upo etário, segundo a PDAD/ Codeplan/2011, a taxa de analfabetismo é de 2,5%, sendo que o número de pessoas sem alfabetização com 15 anos ou mais cor responde a 2% da população total do DF, percentuais inferiores a 4%, taxa exigida pelo Ministério da Educação para considerar o ter ritório livre do analfabetismo. Esses resultados são oriundos do esforço de gestão do Gover no do Distrito Federal em promover o desenvolvimento humano incluindo as populações que sempre estiveram invisíveis aos olhos do Estado. Receber, do Ministério da Educação, o Selo Ter ritório Livre do Analfabetismo demonstra a impor tância da implementação pelo GDF de políticas públicas sociais integ radas nas áreas da educação e desenvolvimento social. Por: Osvaldo Russo - Secretário de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda do Distrito Federal


01 A 15 DE MAIO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

11

CAMPANHA DE PROMOÇÃO DE TRABALHO DECENTE NA COPA

DO MUNDO FOI LANÇADO NO PALÁCIO DO PLANALTO

O

governo federal e entidades representativas de empresas e de trabalhadores assinaram nesta quinta-feira (15) o Compromisso Nacional pelo Emprego e Trabalho Decente na Copa do Mundo e o Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho no setor de Turismo e Hospitalidade. A assinatura ocorreu durante lançamento da Campanha de Promoção do Trabalho Decente na Copa do Mundo 2014, no Palácio do Planalto, e contou com a presença do governador Agnelo Queiroz. “Hoje é um dia especial. Colocamos no centro da Copa do Mundo a questão do trabalho decente, para mostrarmos para o mundo os passos importantes dados pelo nosso país. Aqui temos uma das menores taxas de desemprego do mundo e temos a cultura de negociação. Mostrar que é possível construir, através do diálogo, a resolução de conflitos. Isso é exemplo de que em todos os setores é possível haver esse tipo de entendimento”, observou a presidente da república. O objetivo da campanha e dos documentos

Foto: Dênio Simões / GDF

assinados é orientar as ações do governo e das instituições comprometidas com a geração de empregos e com o trabalho decente, o que envolve a obser vância de nor mas trabalhistas e a promoção de segurança, da saúde, da inclusão laboral e da qualificação do trabalhador. “Grandes empresas já estão aderindo ao acordo. Esse compromisso mostra que a sociedade consegue dar soluções práticas e democráticas para muitos problemas do país”, destacou o ministro-chefe da Secretaria-

Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho. A presidente destacou, como pontos a serem resolvidos, a questão da igualdade de salário entre homens e mulheres que desenvolvem as mesmas atividades, o combate ao trabalho escravo e ao racismo e a luta contra o trabalho infantil. “Não podemos aceitar que crianças e adolescentes entrem para o mercado de trabalho, perdendo um tempo precioso em que poderiam estar estudando”, completou a presidente.

Dilma Rousseff também ressaltou que o legado do Mundial fica para o povo brasileiro. Ela afir mou que os aeroportos, as obras de mobilidade urbana e os estádios ficam para o Brasil, enquanto os turistas “levam na mala” a garantia de ter visitado um país alegre e hospitaleiro. DISTRITO FEDERAL- No DF, há um comitê regional de trabalho decente que trabalha de for ma alinhada com as políticas públicas do governo federal. “Estamos interagindo com outras

secretarias para que elas nos repassem ações que estão desenvolvendo nesse sentido, para que assim possamos fazer um protocolo com tudo isso”, destacou o secretário do Trabalho do DF, Wagner Rodrigues. Para Agnelo Queiroz, a Copa está sendo uma excelente oportunidade de geração de emprego. “Ninguém compreendeu melhor a oportunidade da Copa como o povo de Brasília”.

Fonte: Agência Brasília


JORNAL

ANUNCIE CONOSCO (61) 3048-2040

WWW.JORNALTAGUACEI.COM

Leia notícias neste blog. O mais atualizado do Distrito Federal www.ceilandiaemalerta.com.br Eventos Assessoria de Imprensa Editora Propaganda Pesquisa Tecnologia da Informação Contato: 3322-0553 / 3344-5404 www.nacionalpress.com.br

NACIONAL MEDIA GROUP O grupo completo para o que você precisa


01 A 15 DE MAIO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

CAMINHÕES-PIPA DEVEM OBEDECER REGRAS NA CAPTAÇÃO DE ÁGUA DE RIOS E CÓRREGOS

T

odos os caminhões-pipa deverão obedecer às diretrizes definidas pela Resolução nº 13, publicada no Diário Oficial do DF no início de maio, que determina as regras para que a água de rios e córregos da capital do país seja retirada. A mudança é resultado de debates, exposições e contribuições do setor, já que os chamados pontos de captação foram abertos pelos próprios caminhoneiros de forma improvisada e sem qualquer estudo técnico. Com a Resolução, a Agência Reguladora de Águas do DF (Adasa) estabeleceu quais desses locais em atividade possuem condições mínimas como disponibilidade hídrica e acesso com baixo comprometimento ao leito do rio. Segundo o estudo, 15 pontos foram considerados

viáveis para a atividade e receberão placas de identificação. Qualquer caminhão que for pego captando fora desses locais estará sujeito à multa que pode variar entre R$ 400 e R$ 10.000. Além da sinalização dos pontos autorizados, o veículo de grande porte receberá, gratuitamente do órgão, adesivo de identificação com validade igual ao prazo de vigência da outorga – 31/12/2019. O usuário que já possui outorga deve entrar em contato pelo telefone 61-3961-4945 e agendar a retirada dos adesivos. Segundo Pablo Serradourada, Coordenador de Regulação da SRH, “conhecer o setor por meio do relato dos proprietários de caminhão-pipa foi fundamental para que a regulação pudesse construir um texto que considerou a situação estabelecida no DF e a necessidade de apresentar

critérios de utilização bem definidos”. Entre as inovações anunciadas, estão a proibição de captações simultâneas em cada ponto, a simplificação do formulário de solicitação de outorga, a extensão do prazo de vigência (até 31 de dezembro de 2019) e a possibilidade de captação de água subterrânea. Com a simplificação burocrática, a ADASA pretende dar maior agilidade aos procedimentos, não somente pela diminuição de documentos, mas principalmente pelo conhecimento da disponibilidade e demanda em cada ponto autorizado, salienta Pablo Serradourada. Para saber mais e obter o mapa com os pontos autorizados e demais documentos acesse sitewww.adasa.df.gov.br. Fonte: Adasa

13

CÂMARA LEGISLATIVA

APROVA PROJETO QUE CRIA A CARREIRA

SOCIOEDUCATIVA DO GDF

O

s deputados distritais aprovaram na última terça-feira (13), em primeiro e segundo turnos, o Projeto de Lei nº 1.851/2014, que cria a carreira socioeducativa no quadro de pessoal do GDF. A proposta, de autoria do Executivo, provocou ampla discussão na Câmara Legislativa, já que a nova categoria fazia parte da carreira de assistência social, em sua maioria contrária à separação. Para tentar contemplar os interesses dos dois grupos, o GDF enviou à CLDF o PL nº 1.901/2014, também aprovado ontem, que modifica a carreira pública de assistência social e estabelece a criação de um comitê gestor de política de assistência social. Ambas as propostas seguem para a sanção do governador. A carreira socioeducativa foi criada por meio de um substituto, apresentado pelos deputados Arlete Sampaio (PT), Celina Leão (PDT), Wasny de Roure (PT), Eliana Pedrosa (PPS) e Washington

Foto: Pedro Ventura / Arquivo

Mesquita (PTB) na Comissão de Assuntos Sociais (CAS). A carreira socioeducativa será dividida em quatro categorias: especialistas (500 vagas), atendentes de reintegração (1.500 vagas), técnicos (700 vagas) e auxiliares (145 vagas). RESTRIÇÕES LEGAIS – O projeto da carreira de assistência social (PL 1.901/2014) não traz ganhos financeiros, devido às restrições legais do período eleitoral, mas traz a criação de um comitê gestor de política de assistência social, reivindicação antiga da categoria. De acordo com a líder do governo, há o compromisso do GDF de que haverá uma revisão do plano de carreira dos servidores após as eleições. A secretária da Criança, Eliane Cruz, afirmou que o projeto é uma ação pioneira do governador e gera melhores condições de funcionamento do sistema socioeducativo do Distrito Federal. Fonte: CLDF


14

01 A 15 DE MAIO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

PT PEDE JUSTIÇA PARA JOSÉ DIRCEU

R

eincidente em negar a José Dirceu o direito de trabalhar fora do presídio da Papuda, em Brasília, o ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal, mantém um inexplicável “comportamento persecutório”, afirma o presidente do PT, Rui Falcão, em nota divulgada, hoje. Dirceu foi condenado em regime semiaberto na

AP-470 e aguarda a liberação judicial para trabalhar num escritório de advocacia da capital federal. Barbosa, no entanto, apesar de parecer favorável do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, insiste em prejudicar o ex-ministro. Para o ministro, Dirceu só poderá sair do presídio quando cumprir um sexto da pena, o que só acontecerá em 2015.

Segundo a defesa de Dirceu, desde novembro de 2013, contudo, ele tem direito à mudança de regime prisional. A progressão foi negada com base em denúncia – intencionalmente plantada e desmentida em apurações – de que ele teria usado celular no presídio. Agora, o argumento de Barbosa é que Dirceu não precisa exercer atividade fora do presídio por-

que ele trabalha na Papuda, onde ajuda a organizar a biblioteca e realiza faxina. Na nota divulgada hoje, Rui Falcão acusa Joaquim Barbosa de, novamente, obstruir “de forma irregular e monocrática” o direito de José Dirceu cumprir a pena em regime semiaberto. Segundo Falcão, o presidente do STF apoiou-se em “interpreta-

ção obtusa” para tomar decisão sobre o caso, da mesma maneira que obrigou o ex-deputado José Genoíno, também condenado na AP470, a deixar a prisão domiciliar, apesar de gravemente doente. Abaixo, a íntegra da nota de Rui Falcão: Por : Rui Falcão - Presidente Nacional do Partido dos Trabalhadores – PT

Nota da Presidência Nacional do PT “Ao obstruir novamente, de forma irregular e monocrática, o direito de José Dirceu cumprir a pena em regime semiaberto, o ministro Joaquim Barbosa comete uma arbitrariedade, tal como já o fizera ao negar a José Genoíno, portador de doença grave, o direito à prisão domiciliar. Mais ainda: apoiando-se em interpretação obtusa, ameaça fazer regressar ao regime fechado aqueles que já cumprem pena em regime semiaberto, com trabalho certo e atendendo a todas as exigências legais. O PT protesta publicamente contra este retrocesso e espera que o plenário do STF ponha fim a este comportamento persecutório e faça valer a Justiça”.


01 A 15 DE MAIO DE 2014

JORNAL TAGUACEI

15

MORAR BEM JÁ HABILITOU CERCA DE 97 MIL FAMÍLIAS

O

G ove r n o do D i s t r i t o Fe d e ral, por meio da Secretaria de Habitaç ã o, Re g u l a r i z a ç ã o e D e s e nvo l v i m e n t o U r b a n o (Sedhab) e da Compan h i a d e D e s e nvo l v i m e n to Habitacional (Codhab), habilitou, nesta terça-feira (13), mais 619 famílias pelo programa “Minha Casa, Minha Vida/Morar Bem”. O anúncio foi publicado no Diário Oficial do DF d e h o j e. C o m a n ova l i s t a , já são 96,9 mil famílias q u e c o m p r ova r a m o s d a dos do cadastro e estão de acordo com a polític a h a b i t a c i o n a l d o D F. Pa r a a s e c r e t á r i a d e H a b i t a ç ã o, Ja n e D i e h l , e s s e é um importante passo na conquista da casa própria. “É uma etapa ava n ç a d a d o p r o g r a m a . A p ó s a h a b i l i t a ç ã o, o s dados dessas famílias serão encaminhados ao banco para a assinatura

do contrato de financiamento”, explicou Diehl. Do número div u l g a d o h o j e, 4 2 8 s ã o d a Re l a ç ã o d e I n s c r i ç ã o I n d iv i d u a l ( R I I ) e 1 9 1 d a Re l a ç ã o d e I n s crições por Entidade (RIE), ou seja, com ind i c a ç ã o d e c o o p e r a t iva s. D e s t e ú l t i m o m o n t a n t e, 187 famílias residirão em prédios constr uídos p o r e m p r e s a s, d u a s v ã o v ive r n o Ja r d i n s M a n gueiral e mais duas ocuparão prédios erguidos p o r c o o p e r a t iva s h a b i t a c i o n a i s. Pa r a p a r t i c i p a r do “Minha Casa, Minha Vida/Morar Bem” é preciso estar inscrito no N ovo C a d a s t r o d a H a b i t a ç ã o — u m a d a s f e rramentas do programa. A o t o d o, f o r a m 3 7 5 . 9 6 0 candidatos i n s c r i t o s, sendo 323.015 na RII e 52.945 na RIE.

Contatos para Show:

3035-2628 / 9284-4314 Fo n t e : S e d h a b


Graças ao trabalho do GDF, Brasília acaba de ganhar este selo do MEC. Parabéns Brasília, a unidade da federação com o menor índice de analfabetismo: apenas 2,03% das pessoas com mais de 15 anos. Isso é o resultado de um conjunto de ações que coloca a Educação como prioridade para este governo. • 5.659 servidores da Educação contratados

• 46 creches em construção ao mesmo tempo

• 37 escolas novas entregues

• Cobertura de 24 quadras poliesportivas

• 347 escolas reformadas

• 4 novas Escolas Técnicas

• 236 escolas adaptadas para o Ensino Integral

• 200 laboratórios de informática reabertos

• 51.000 estudantes ficam de 7 a 10 horas

• 1.851 tablets entregues a professores

na escola e tem 5 refeições por dia

• 8.000 alunos de escolas públicas estudando

• 20 mil adultos alfabetizados

inglês, espanhol, francês, japonês e alemão no

• 7 creches entregues

novo Centro Interescolar de Línguas

Ministério da Educação Governo do Distrito eFderal


Taguacei 01 a 15 maio