Page 1

Bento Gonçalves Sábado | 19 de setembro de 2015

Infecção urinária Se não for bem curada, pode causar consequências desagradáveis

SONO ESTÁ RELACIONADO À APRENDIZAGEM! Crianças que não têm um sono adequado, apresentam mais problemas comportamentais, impulsividade e déficit de atenção, além de sintomas como inquietação, dificuldades de concentração e de relacionamento, com impacto direto na aprendizagem. Fique atento.

SONO DE QUALIDADE É QUALIDADE DE VIDA!

Rua General Osório, 309| sala 703 Centro Clínico Osvaldo Cruz|BG|RS 54 3452.5458|54 3451.4170

Reprodução

Página 3


Sábado, 19 de setembro de 2015

2

Laser Co2 fracionado Dr Rafael Loeblein Médico Le Corps Clínica Estética Cremers 26273 Telefone 3452.1706 www.rafaelloeblein.com

O laser de CO2 é um tratamento para reduzir rugas faciais e irregularidades da pele como manchas ou cicatrizes de acne e combater a flacidez. O CO2 está colocado hoje entre os mais modernos e eficientes aliados no combate ao envelhecimento da pele, sendo recomendado especialmente para peles sem viço e com tendência a flacidez.

Como funciona o laser de CO2?

A técnica concentra feixes de luz na pele, emitido um calor em pontos, retirando precisamente camadas de pele como se fossem pequenos furos imperceptíveis

de queimadura. Esta queimadura superficial é a responsável pela retração do colágeno que produzirá o efeito “lifting” na pele. Este procedimento é também chamado peeling a laser ou vaporização a laser.

Quem é um bom candidato para resurfacing a laser ?

Quem tem flacidez de pálpebras, linhas finas ou rugas ao redor dos olhos, boca ou testa, cicatrizes superficiais de acne e estrias. O laser CO2 deve ser evitado em pacientes com acne ativa e ser utilizado com cautela em pessoas com a pele mais morena ou oriental.

O laser de CO2 é dolorido? Quais os cuidados pré e pós aplicação?

Segundo o médico Rafael Loeblein, este método tem sido usa-

do há anos para tratar diferentes problemas de pele, através de danos com calor. O procedimento é um pouco dolorido, por isso são utilizados anestésicos em creme cerca de 30 a 50 minutos antes de sua aplicação, bem como, ar e compressas frias ou geladas durante e após, assim o desconforto é bastante reduzido. É recomendável o preparo da pele com o uso de ácidos esfoliantes em dias alternados a base de tretinoína ou ácido retinóico (que geralmente fazem parte da rotina de nossos tratamentos) pelo menos 2 a 4 semanas antes do tratamentp e suspensos poucos dias antes do procedimento. Após o Laser, a pele fica sensível e levemente dolorida. Para amenizar a ardência, aplicamos máscara de gel resfriada e creme cicatrizante e, a paciente fica em observação na clínica por cerca de 30 minutos. Reprodução

Você deve ingerir cálcio Muitas pessoas não consomem a quantidade suficiente de cálcio, que ajuda a prevenir a osteoporose, por meio da dieta. Mulheres com idades entre 19 e 50 anos devem ingerir 1000 mg/dia de cálcio. Homens de 19 a70, a dose diária recomendada é de 1.000 mg/dia. Mulheres com mais de 50 anos e homens acima de 70 requerem 1.200 mg/ dia, ou comer de 3 a 4 porções de alimentos ricos no mineral por dia.


Sábado, 19 de setembro de 2015

3

A urina é formada nos rins onde ocorre a filtração do sangue. A partir dali, ela é conduzida por pequenos canais que a transportam até a bexiga, onde é armazenada. A urina é estéril, ou seja, não há bactérias, fungos ou qualquer outro micro-organismo. A infecção urinária ocorre quando alguma bactéria entra em contato com a urina e começa a crescer lá. Isso não é muito simples, pois o sistema urinário tem vários mecanismos de defesa, e a infecção somente ocorre quando a bactéria supera estas defesas. As bactérias que causam infecção com maior frequência são as que vivem no intestino e acabam entrando na bexiga através da uretra. Algumas condições podem predispor a infecção, como pedra nos rins, pouca ingestão de água, períodos longos sem ir ao banheiro. Além disso, mulheres e idosos também apresentam maior índice de infecção. A infecção na maioria das vezes causa sintomas como dor ao urinar, aumento da frequência de idas ao banheiro e dor abdominal. Menos frequentemente pode causar febre. E algumas pessoas ela pode não causar nenhum tipo de sintoma ou então causar sintomas inespecíficos como diminuição do apetite, cansaço ou mal estar. Na suspeita de infecção urinária, deve-se procurar atendimento médico. Para confirmar o quadro de infecção, a equipe médico pode pedir exames como sedimento urinário e urocultura com antibiograma, sendo este último o exame que vai identificar qual bactéria causa a infecção e qual o melhor antibiótico para combatê-la. Apesar deste exame demorar de três a cin-

co dias para ficar pronto, ele é essencial principalmente para infecções de repetição ou resistentes ao tratamento inicial. Como o agente que causa infecções urinárias é uma bactéria, o tratamento é sempre feito com uso de antibióticos por via oral, por períodos que podem variar de três a sete dias nos casos menos graves, podendo muitas vezes necessitar de antibióticos endovenosos por períodos que se estendem até 21 dias. A ingestão de bastante líquido ajuda no tratamento, agilizando o efeito dos antibióticos. Os sintomas da infecção começam a melhorar em 12 a 24h após o início do tratamento e geralmente após 48h não há mais sintomas. Atualmente algumas bactérias podem ser resistentes aos antibióticos mais comuns, e os sintomas podem persistir após o tratamento, nestes casos o paciente deve retornar ao médico para troca de antibiótico. Quando a infecção atinge os rins, chamado de pielonefrite, o quadro é mais grave e os sintomas mudam, podendo aparecer febre alta, dor na região lombar, vômitos e mal estar. Como o rim recebe um fluxo de sangue, é muito grande a possibilidade das bactérias entrarem na corrente sanguínea e causarem um infecção ge-

neralizada, ainda mais grave, chamada de sepse. Além de poder se espalhar pelo organismo, a infecção quando atinge o rim pode também causar abscesso (bolhas de pus) nos rins e também diminuir a sua função. O tratamento da pielonefrite necessita do uso de antibióticos endovenosos, e muitas vezes internação. Quando há abscessos nos rins pode haver necessidade de punções ou mesmo cirurgias para remover esse pus. Se o rim for acometido por abscessos muito grandes ou numerosos há necessidade de retirar todo o rim para o controle da infecção. Desta maneira, qualquer sintoma de infecção deve levar o paciente a procurar um médico para o correto diagnóstico e tratamento com medicamentos adequados. O tratamento da infecção é simples e rápido, porém se não tratada pode evoluir para infecção nos rins (pielonefrite) que é muito mais grave, podendo levar a infecção generalizada, abscessos renais, perda da função dos rins e quando causadas por bactérias mais resistentes e em pacientes com imunidade reduzida. Fonte minhavida.com.br

Reprodução

Infecção urinária não tratada pode gerar graves complicações


Sábado | 19 de setembro de 2015

4

Quanto tempo dura um luto? Psicóloga Especialista em Teoria, Pesquisa e Intervenção em Luto e Perdas CRP 07/24082 Telefone 9934.1643

O luto normal, cujas emoções decorrem de um rompimento com algo ou alguém que se deseja preservar, envolve uma ampla esfera de sentimentos e comportamentos comuns e mesmo esperados, considerando que o contexto coloca à prova o ser humano em relação à finitude da vida. A perda pode ser caracterizada pelo processo que ocorre após uma morte, enquanto o luto tem sido vislumbrado, por diferentes pesquisadores, como um processo essencialmente em estágios, fases e tarefas. Como área de pesquisa e intervenção, no Brasil, os estudos relacionados ao luto têm sido desenvolvidos recentemente, diferentemente dos países do hemisfério norte e naqueles de língua inglesa. Contudo, fontes de pesquisa específicas da área das perdas entendem o luto, semelhantemente, como uma reação natural diante do rompimento de uma relação significativa, apresentando impacto sobre o indivíduo e a família e, muitas vezes, estendendo-se a longo prazo. Por tais razões, torna-se fundamental avaliar adequadamente o choque sofrido em função da perda, a fim de que sejam identificadas as medidas de intervenção a serem propostas. Tem-se encontrado, mais recentemente, fundamento na concepção

Fotos Reprodução

Franciele Sassi

teórica de um novo modelo para a compreensão dos fenômenos decorrentes do processo de luto, com respaldo tanto na pesquisa quanto na prática clínica. O Modelo do Processo Dual questiona aspectos visualizados como ultrapassados nas teorias tradicionais que propõem formas de resolução eficientes frente ao luto. Nele, existem dois tipos de fatores estressores, sendo um orientado para a perda e o outro direcionado à restauração, considerando a existência de um processo dinâmico e regulador do enfrentamento, pela oscilação por meio da qual o enlutado pode às vezes confrontar, às vezes evitar as diferentes tarefas do luto. Deste modo, propõe-se que o enfrentamento adaptativo do luto encontra-se amparado pela confrontação/ evitação da perda, concomitante às necessidades de restauração. Isto significa que há momentos em que a expressão do pesar é fundamental diante do grau de estresse gerado pela perda, mas também há períodosem que é preciso existir um movimento direcionado à continuidade da vida e ao reinvestimento nas demais relações. Cada enlutado apresentaumtempoindividual para atravessar a dor da perda. Então, pouco é eficiente considerar a temporalidade no contexto específico de um, dois, três meses, por exemplo, quando o processo de luto se trata, sobretudo, das maneiras como cada enlutado dispõe para enfrentar as perdas da vida durante um tempo fundamentalmente singular. O mais importante é que o enlutado se sinta confortável ou, ao menos,

num grau menor de estresse para poder dar os primeiros passos rumo ao desligamento e, neste contexto, poder entrar em contato com os pertences ou fotos da pessoa que sente saudade, e mesmo conseguir ir a lugares que a lembre, de modo a não mobilizar-se como inicialmente.É difícil, portanto, afirmar que um luto se encerra. Afinal, o amor é parte da memória e aqueles a quem se ama serão sempre lembrados dentro de nós. Os enlutados, ao longo de um tempo individual, encontrarão modos de lidar com as emoções e sensações provindas da perda, bem como desenvolverão estratégias para continuar a caminhada da vida. Cada pessoa tem a capacidade de crescer, evoluir da dor, ampliar-se e alargar-se para novas formas de viver, podendo encontrar diferentes estratégias de enfrentamento diante das perdas da vida.

Sal pode retardar puberdade e afetar a fertilidade Para chegar às conclusões, a equipe estudou como diferentes quantidades de sal afetavam a

puberdade de ratos, e percebeu que os que ingeriam grandes quantidades do alimento demo-

ravam para entrar na puberdade. Por outro lado, ratos que seguiram uma dieta sem sal também tiveram a puberdade atrasada. A ingestão de sal é necessária para o início da puberdade, mas seu excesso pode prejudicar a saúde reprodutiva. Dados recentes da Organização Mundial da Saúde mostram que a população está consumindo mais sal do que o necessário. Um grande número de pessoas estão ingerindo mais do que os 5g recomendados por dia para adultos. Fonte saude.terra.com.br

19/09/2015 - Saúde e Beleza - Edição 3166  

19/09/2015 - Saúde e Beleza - Edição 3166 - Bento Gonçalves/RS

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you