Page 1

Bento Gonçalves :: Sábado :: 22 de fevereiro de 2014

Unhas Veja como identificar possíveis problemas de saúde através delas

Página 5

Página 2

Eles sustentam o peso do nosso corpo, passam horas e horas apertados dentro de calçados desconfortáveis... Se forem de salto alto e bico fino, então, pior ainda! Ufa! Depois de tanto sufoco, os pés merecem ser tratados com carinho, você não acha? Confira quais são os cuidados necessários para ter pés de anjo!

REPRODUÇÃO

Trate seus pés com carinho


2

Sábado | 22 de fevereiro de 2014

Trate seus pés com carinho

REPRODUÇÃO

Pouca gente dá a atenção necessária, mas nossos pés precisam de cuidados simples e diários

E

les sustentam o peso do nosso corpo, passam horas e horas apertados dentro de calçados desconfortáveis... Se forem de salto alto e bico fino, então, pior ainda! Ufa! Depois de tanto sufoco, os pés merecem ser tratados com carinho, você não acha? “Pouca gente dá a atenção necessária, mas eles precisam de cuidados simples, porém diários”, alerta o dermatologista Marcelo Bellini, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Proteja-se de bolhas

Elas se formam quando ocorre uma irritação contínua na pele. “O uso de calçados inadequados e de meias dobradas ou úmidas são as principais causas das bolhas”,

comenta o ortopedista Alexandre Póvoa Barbosa. Uma forma de preveni-las é optar por sapatos confortáveis, além de evitar caminhar com os pés molhados. Aliás, enxugar muito bem os pés após o banho, principalmente entre os dedos, é um cuidado fundamental para evitar bolhas e até micoses. “Use meias do tamanho correto e fique atento às dobras. E, se necessário, use palmilhas de gel, que amortecem o impacto”, aconselha o ortopedista. Atenção ao cheirinho O segredo para prevenir o “chulé” é ventilar os pés. “Fique descalço sempre que possível e substitua a meia sintética pela de algodão, que absorve melhor a transpiração e protege de micoses e maus odores. Se houver suor excessivo na região, procure utilizar antissépticos e desodorantes próprios para essa área”, aconselha o dermatologista. Quer deixar seus pezinhos cheirosos durante todo o dia? Então, aposte no antitranspirante e desodorante Rexona Efficient, que pode ser aplicado tanto nos pés quanto nos sapatos. Nas versões aerosol e talco, ele possui fragrâncias refrescantes, com ingredientes cítricos e herbais, e oferece proteção durante 24 horas. Cuidado com calos e rachaduras Sapatos apertados podem deixar a pele dos pés mais

espessas e sensíveis à dor. Para impedir o problema, esfolie-os uma vez por semana e faça uma boa massagem com um creme de hidratação intensa todos os dias antes de dormir. Esse cuidado diário é uma das principais armas para evitar que a pele do calcanhar engrosse ou rache. “E prefira calçados forrados, feitos de couro natural e confortáveis”, alerta Marcelo. Evite as unhas encravadas “Geralmente, a unha encrava pelo uso frequente de calçados apertados ou pelo mau hábito de cortá-la muito rente à pele e em formato arredondado”, conta Alexandre. Se você sofre com esse problema, procure um podólogo para desencravá-la. “Não cutuque nem tente cortar a unha sozinho, pois você pode ser ferir e agravar a situação”, alerta o médico. O ideal é não cortar a unha até a pele – deixe sempre uma pequena porção da borda livre – e manter os cantos em formato quadrado. Evite sapatos apertados ou de bico fino, principalmente se for usá-los por um longo período. Nesse caso, opte pelos modelos de ponta mais arredondada. Fonte: Portalvital.com.br


3

Sábado | 22 de fevereiro de 2014

FOTOS REPRODUÇÃO

Curiosidades sobre cabelos A

vontade de ter cabelos cada vez mais bonitos faz com que muitas mulheres deixem de lado os rótulos dos produtos de beleza e as recomendações dos próprios cabeleireiros. Quem já não deixou o creme de hidratação mais tempo do que a embalagem recomendava para “fazer mais efeito”? Ou resolveu comprar um shampoo de limpeza profunda apenas por achar que “limpar mais certamente é melhor”? O cabeleireiro Eron Araújo, do salão Studio W Iguatemi, nos ajudou a desmistificar esses e outros hábitos de beleza. Confira!

Shampoo de limpeza profunda é melhor porque limpa mais? Esse tipo de produto possui um pH muito alto, que serve para abrir bastante as cutículas. Se você tem cabelos secos, ele vai ressecar ainda mais seus fios. No caso de quem usa coloração ou tratamento químico, esse shampoo pode ainda diminuir o tempo de fixação dos produtos. Abandonar o condicionador e trocá-lo por uma máscara hidrata mais o cabelo? Cabelo precisa de hidratação, mas não é saturando o fio de produto que você vai conseguir nutri-lo. “Em situações específicas, em que se trabalha um fio muito detonado, você pode até recomendar que a pessoa use a máscara toda vez que lava o cabelo, mas por um tempo determinado, até o cabelo se recuperar. Abandonar o condicionador e usar máscara o tempo inteiro não é uma boa ideia”, alerta o cabeleireiro. O condicionador é um produto mais leve que a más-

cara e, por isso, hidrata na medida certa para o dia a dia. As máscaras de tratamento costumam ser ricas em proteína que, em excesso, deixa o cabelo rígido, sem movimento. O ideal é usar esse tipo de produto uma vez por semana e durante o tempo que a embalagem recomenda. Mais que isso, só se o cabeleireiro indicar e da forma como ele orientar. Produtos caros sempre são melhores De jeito nenhum! Diversos fatores podem influenciar nos altos preços de um produto: seja por ser de uma marca famosa, por ser importado, por ter uma embalagem e uma fragrância sofisticada ou simplesmente por ser voltado a um público de maior poder aquisitivo. “Existem ótimos produtos em quase todas as faixas de preço e, certamente, não é isso que define a qualidade. Os ingredientes e a tecnologia do produto precisam ser próprios para cada tipo de cabelo, e o preço precisa ser próprio para cada tipo de bolso”, define Eron. Cortar o cabelo fortalece o fio Aparar as pontas modela o cabelo, deixa-o mais bonito e arrumado, mas não fortalece nem acelera o crescimento, como se costumava dizer antigamente. Se seu cabelo precisa de força, procure produtos antiqueda e corte o cabelo apenas quando achar que necessita! Cabelo sem química nem

tintura é mais saudável Quando feitas da forma correta e com a devida manutenção, as chamadas químicas, como escovas progressivas, alisamentos e descolorações, não impedem que você tenha um cabelo lindo e saudável – até mais do que o de quem nunca fez nenhum desses processos, mas cuida mal e usa produtos errados. Lavar o cabelo todo dia deixa o fio mais oleoso Pelo contrário! Quem tem cabelo oleoso deve lavar todos os dias se achar necessário. Só é preciso tomar alguns cuidados, como usar água morna, shampoo específico para esse tipo de cabelo e não esfregar demais o couro cabeludo. Usar o mesmo shampoo o tempo todo faz o cabelo se acostumar ao produto Imagine se a sua pele “se acostumasse” ao filtro solar e deixasse de ser protegida por ele. Isso não faz muito sentido, não é mesmo? A verdade é que os cabelos jamais se acostumam ao shampoo. Se você começou a usar um produto que parecia ser incrível, mas depois o resultado deixou de agradar, provavelmente está usando o produto errado. No entanto, fazer um revezamento entre produtos indicados para o seu cabelo pode ser uma boa forma de oferecer aos fios ingredientes diferentes!

Cabeleireiro bom é muito caro Outra lenda bastante comum. Toda profissão tem seus tops, aqueles profissionais que se destacam por algum motivo e viram referência. Esses, geralmente, cobram mais. Os que atendem em bairros mais nobres ou têm salões mais sofisticados também costumam cobrar mais, o que não significa que sejam melhores por isso. Se o seu salão usa produtos de qualidade, passa confiança e acerta nos serviços, consequentemente é um ótimo salão, custe o que custar. Cabelo oleoso não precisa de condicionador A função do condicionador é tratar e desembaraçar os fios. Se o cabelo é oleoso, ele merece um produto específico e em pequena quantidade, mas não se deve simplesmente abolir o condicionador. A lua influencia no resultado do corte Você já desconfiava que esse era mito, não é? Simplesmente, não existe qualquer indício científico de que a lua influencie no resultado do seu corte de cabelo. Se você quer que os fios fiquem mais cheios ou domados, o melhor a fazer é escolher o dia mais adequado na sua agenda e pedir ao profissional um corte que crie o efeito que você deseja. Fonte:portalvital.com.br


4

Sábado | 22 de fevereiro de 2014

FOTOS REPRODUÇÃO

Tomate reduz risco de AVC U

m novo estudo finlandês sugere que níveis altos de licopeno no sangue podem estar associados a uma redução significativa do risco de Acidente Vascular Cerebral (AVC), efeito que não ocorre com outros antioxidantes. As hortaliças e os legumes, especialmente os tomates, são uma fonte importante de licopeno. A análise, publicada no periódico Neurology, acompanhou de forma prospectiva 1031 homens entre 46 e 55 anos por meio da medição dos níveis sanguíneos de 5 antioxidantes e do registro de ocorrências de derrame . Durante os mais de 12 anos de acompanhamento ocorreram 67 AVCs, os quais foram mais comuns entre os homens mais velhos e com diabetes . Após levar em conta esses e outros fatores, a probabilidade de ter um acidente vascular cerebral era 55%

menor entre os homens cujos níveis de licopeno no sangue estavam entre os mais altos em comparação com os que possuíam os níveis mais baixos da substância. Não houve associação entre a ocorrência de AVC e os níveis sanguíneos dos outros quatro antioxidantes: alfa-caroteno, betacaroteno, alfa-tocoferol e retinol. Os autores reconhecem que o número de AVCs foi pequeno e que faltaram dados que controlassem outras possíveis influências da alimentação. Mesmo assim, o tempo de acompanhamento longo e os diagnósticos confiáveis oferecem força considerável ao estudo. “Recomendo que as pessoas comam regularmente frutas, hortaliças e legumes, incluindo tomates”, afirmou o principal autor do estudo, Jouni Karppi, pesquisador da Universidade do Leste da Finlândia. “Além da proteção contra derrames, consumir legumes e

hortaliças é benéfico para a saúde de qualquer modo.”

Veja quais alimentos contém essa substância protetora da saúde Tomate: o licopeno presente nesta fruta não se limita a ajudar a prevenir o câncer de próstata, mas também reduz o colesterol na corrente sanguínea. Pitanga: rica em licopeno, a fruta ajuda a reduzir o risco de AVC. Romã: vermelho característico da fruta é resultado do licopeno. Frutas vermelhas: poderosas aliadas da boa saúde. Morango: contém ácido elágico, que protege o organismo de tumores, e licopeno, um poderoso antioxidante. Melancia: O licopeno dessa fruta é muito biodisponível, ou seja, é facilmente absorvido pelo organismo. Cereja: também reduz risco de acidente vascular cerebral. Pimenta vermelha: além de acelerar o metabolismo e ajudar a emagrecer, ela previne derrame. Rabanete: além do licopeno, contém enxofre, cálcio, fósforo e ferro. Pimentão vermelho: contém boas doses das vitaminas A, E e C e licopeno. Goiaba: fonte de licopeno e betacaroteno, potente antioxidante precursor da vitamina A. Suco de uva: somente a variedade vermelha tem licopeno. Mamão formosa: contém papaína e licopeno, ajudando o intestino e prevenindo o AVC. Fonte: Saude.ig.com.br


5

Sábado | 22 de fevereiro de 2014

FOTOS REPRODUÇÃO

O que as marcas nas suas unhas dizem sobre sua saúde?

Coração, pulmão, fígado: olhar as mãos é praticamente um check-up

O

lhe para as mãos e veja como estão as suas unhas. Percebe manchas diferentes? Estão quebradiças? A espessura está normal? Qual a coloração delas? Caso note algo incomum, atenção! Doenças se manifestam da raiz do cabelo à ponta dos pés, mas as unhas são particularmente boas para delatar alterações na saúde. Isso acontece porque produzir unhas saudáveis é uma tarefa complexa e delicada. Se faltar algum zinco, ferro, cobre, água, entre outros, a matriz ungueal, responsável pelo seu cres¬cimento, entrega um trabalho malfeito. Isso sem falar em agentes externos: unhas amareladas, por exemplo, podem ser sinal de fungos que aproveitaram uma imunidade baixa. Por isso, dermatologistas recomendam o autoexame das unhas. Se não estiver rosa e com a lúnula (a popular “meia-lua”) bem branquinha, não precisa roê-las, mas marque uma consulta. Na ponta dos dedos: veja como identificar esses e outros possíveis problemas. • Manchas esbranquiçadas: estão relacionadas à anemia, à carência de zinco e proteínas, a dermatites de contato (alergias a esmaltes, sabões, detergentes), à psoríase, a micoses, à intoxicação por metais pesados ou à insuficiência renal. O uso de determinados medicamentos, como os remédios quimioterápicos e alguns antibióticos, também pode causar esses sinais, assim como tirar demais

as cutículas sem os cuidados de higiene, deixando a porta aberta para outras doenças. • Manchas amareladas: essa característica é bem frequente em pessoas que fumam, pois a nicotina do cigarro muda a coloração das pontas dos dedos, assim como em quem usa esmaltes escuros com frequência. Se nenhum dos dois for o seu caso, a causa pode vir do consumo de antibióticos, da ingestão em excesso de betacaroteno (precursor da vitamina A, encontrado na cenoura, na beterraba e no mamão, entre outras frutas e verduras de tonalidade alaranjada), de diabetes, de micoses, de males do fígado ou de infecção fúngica. • Totalmente amareladas, espessas e sem crescimento: pode haver algum problema ligado a distúrbios pulmonares. • Pontos arroxeados ou azulados: em alguns casos, significa que há falta de oxigenação no corpo – o que indica uma possível infecção nos pulmões. Também vale investigar a existência de micoses, tumores, ingestão de remédios coagulantes, problemas cardíacos ou lúpus eritematoso. • Metade branca, metade avermelhada: sinal de possíveis problemas renais. • Esverdeadas ou com inchaços, vermelhidão e dor que se expande ao redor dos dedos: sugerem alguma infecção bacteriana ou micose. • Faixas escuras: se surgirem essas linhas, procure o médico o mais rápido possí-

vel, pois pode ser câncer de pele. Em alguns casos, pode ser também disfunções hormonais e micoses. • Ondulações: geralmente são consequência de traumas causados pelo uso da espátula de empurrar cutícula com muita força. Caso não tenha ido à manicure recentemente, atenção! Esse sinal aponta anemia, doença cardíaca ou pulmonar. • Fragilidade, sequidão e tendência à descamação: são indicações de falta de cálcio, de zinco e de vitaminas A, B e E (nutrientes presentes na unha) ou de carência de ferro. Em casos mais graves, apontam anemia ou hipotireoidismo. Fonte: Revista Super Interessante


6

Sábado | 22 de fevereiro de 2014

Emagrecer engorda? Médico

Em toda perda rápida de peso, saiba que apesar de ter menos peso, sua quantidade de gordura será maior, pois o peso mais facilmente mobilizável são água e músculo (massa magra), de modo que a queda do seu metabolismo basal fará você recuperar de forma relativamente rápida o peso perdido, porém passará a ter mais dificuldade de perder peso. Quando o assunto é gordura todos tem as suas receitas e dietas, as quais são tão falhas que a população brasileira está cada vez mais gorda. Para piorar a situação muitos profissionais de saúde ainda imputam o problema ao doente, dizendo que o problema é o não fechar a boca e não fazer exercício. Digo-lhe ainda que o tratamento que mais engorda é o que lhe faz “emagrecer” de forma desordenada, o que será visto nas perdas rápidas de peso, situações em que o obeso coloca, realmente, em risco sua saúde. Motivos para vermos a obesidade avançar não faltam e boa parte deles mostra que o problema real não é simplesmente calorias, pois se comer salada emagrecesse o hipopótamo seria manequim. Penso que temos de encarar gordura excessiva como uma doença,

terações endocrinológicas, psiquiátricas, imunológicas, hepáticas, etc. Aqui vemos a “coincidência” do aumento da obesidade e todo o tipo de doença que estamos presenciando no Brasil, entre elas o câncer. Obesidade tem de ser encarada como doença, cujo fundo está num quadro de intoxicação orgânica levando ao desequilíbrio funcional do corpo como um todo. Tratar obesidade não pode ser simplesmente reduzir o peso com dieta e exercícios, pois o peso, inicialmente, pode ser o menos importante de todos, em face de que você precisa perder peso em gordura e aumentar o peso da massa magra, o que pode não gerar mudanças na balança, porém gerando mudanças na sua sensação de bem estar, de vitalidade, de autoestima, etc. Costumo dizer que a qualidade do emagrecimento deve ser visto no espelho, com uma aparência rejuvenescida, sem aquela flacidez vista na face especialmente, pois isto mostra a perda de tônus muscular (perda de massa magra), e viço da pele, que perde o brilho pela desidratação cutânea. Saiba que o emagrecimento saudável, que acontece no espelho, pode ser tratado sem cortes, sem cicatriz e sem lhe afastar do trabalho, auxiliado por tecnologias liberadas pela ANVISA para este fim. Para mais informações busque um profissional da saúde. Seja Feliz!

REPRODUÇÃO

Dr. Cezar de Moura

e como tal a causa nunca será única e isto impede que obesidade, como toda doença, seja tratada simplesmente com medicamento, dieta hipocalórica e exercício. Pois mais importante que caloria é a qualidade desta dieta, grau de vitalidade, presença enzimática, etc. Como podemos esperar emagrecer a população num país que falta informação em relação ao que realmente é uma dieta saudável, pois muitos buscam dieta saudável em alimentos processados, ricos em corantes, acidulantes, conservantes e adoçantes? Quanto aos adoçantes, trabalhos científicos tem mostrado toda a gama de problemas a eles relacionados, dentre estes está exatamente à capacidade de aumentar a fome por doces. Entretanto, “você vai à pizzaria e toma coca zero”, para não engordar? Muitas dietas ainda usam gelatina, pois é hipocalórica, mas eu lhe pergunto onde está a parte saudável desta gelatina? Gelatina pura é incolor e sem sabor, porém a que você ingere tem cor e sabor que quiseres, com corante, acidulante e, novamente, adoçante. Estamos entre os maiores consumidores mundiais de agrotóxicos, aditivos alimentares, alimentos transgênicos, medicamentos, plásticos, etc. Muitos dos agrotóxicos e aditivos alimentares usados hoje estão banidos da Europa, porém permitidos no Brasil. Entre os efeitos colaterais desta parte química citamos: al-


7

Sábado | 22 de fevereiro de 2014

No calor, atenção à pressão Para muita gente, os cuidados com o corpo no verão se restringem à aplicação de protetor na hora de se expor ao sol. Porém, como as temperaturas mais altas frequentemente provocam sensação de desânimo e até de tontura, é fundamental estar atento à sua pressão arterial. Segundo Luís Aparecido Bortolotto, diretor da unidade clínica de hipertensão do Incor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP), a perda de uma quantidade maior de líquidos através do suor é um dos fatores que contribuem para a moleza que eventualmente sentimos. “Caso não beba água rapidamente, a pessoa fica desidratada e a pressão cai”, destaca. Ainda de acordo com o médico, os magros e altos sofrem mais, pelo simples fato de a circulação do sangue ficar mais afastada da coluna nessas pessoas. Idosos também estão entre os que têm queda de pressão com assiduidade maior, pois, com o tempo, o corpo humano perde a capacidade de controlar a pressão.

Quem tem pressão baixa já está acostumado com esses sintomas que aparecem no verão. O problema é quando eles atingem aqueles que possuem pressão alta. “Neste caso, principalmente entre os que tomam medicamentos diuréticos, há uma perda maior de líquidos e sais. Às vezes, o hipertenso está com dor de cabeça, acha que é pressão alta e resolve tomar outro remédio para baixá-la. É um erro”, alerta Bortolotto. Em síntese, a principal recomendação é tomar muito líquido. Caso não ajude, há como, ao menos, contornar o mal-estar. “Basta deitar e levantar um pouco as pernas. Além disso, é bom evitar a exposição excessiva ao sol e procurar fazer exercícios mais cedo ou no fim da tarde”, afirma o especialista. E um alerta: cuidado com os hábitos que fazem parte do folclore e que, na prática, não têm nenhum efeito benéfico. “Aquela história de colocar sal embaixo da língua não funciona”, finaliza o médico. Fonte: Portalvital.com.br

Para a pressão não baixar é bom beber água

Conheça três alimentos que escondem açúcar

É

consenso entre médicos e pacientes que a ingestão excessiva de açúcar é extremamente prejudicial para a saúde. Porém, o que pouca gente sabe é que alimentos que aparentemente são vendidos como “saudáveis”, na verdade, contêm altas doses da matéria-prima. Segundo uma pesquisa realizada por cientistas americanos, o consumo mundial de açúcar triplicou nos últimos 50 anos e está ligado a inúmeras doenças, como obesidade, diabetes e câncer. Uma nova campanha da ONG Action on Sugar elaborou uma lista em que figuram alguns alimentos que “escondem” grandes quantidades de açúcar. O objetivo, além de conscientizar o público, é pressionar os fabricantes a reduzir a quantidade do subproduto da cana. Conheça, a seguir, cinco desses alimentos.

Alimentos com 0% de gordura Alimentos com 0% de gordura não possuem, necessariamente, 0% de açúcar. Este é o caso dos iogurtes. Nesses alimentos, o açúcar normalmente é adicionado para dar sabor e cremosidade ao produto quando a gordura é removida. Um iogurte de 150 gramas com 0% de gordura pode ter, por exemplo, até 20 gramas de açúcar – o equivalente a cinco colheres de chá, alerta a Action on Sugar. Esse valor equivale à me-

FOTOS REPRODUÇÃO

O consumo mundial de açúcar triplicou nos últimos 50 anos tade da quantidade diária de açúcar recomendada para mulheres, que é de 50 gramas. Nos homens, a taxa diária é um pouco superior, de 70 gramas. “O problema é que as pessoas que compram comida com 0% de gordura querem consumir um alimento com um gosto semelhante ao de 100% de gordura”, afirma a nutricionista Sarah Schenker. “Para adequar seus produtos ao paladar dos clientes, os fabricantes adicionam açúcar quando a gordura é retirada. Se as pessoas querem alimentos mais saudáveis, precisam aceitar que eles tenham uma aparência e um gosto um pouco diferente”, acrescenta Schenker.

Polpa de tomate Uma polpa de tomate feita a partir de tomates frescos pos-

sui inúmeros nutrientes, mas aquelas compradas em mercados, normalmente enlatadas, podem ser cheias de açúcar. O ingrediente é normalmente adicionado para que a polpa fique menos ácida. Um terço de uma lata de 150 gramas, por exemplo, pode ter até 13 gramas de açúcar, valor equivalente a três colheres de chá.

Maionese Produtos que contenham maionese são inimigos de quem quer combater o consumo excessivo de açúcar. Uma colher pode conter até quatro gramas do ingrediente. “Molhos, em geral, contêm grande quantidade de açúcar”, afirma Schenker. Fonte: Saude.ig.com.br


8

Sábado | 22 de fevereiro de 2014

Chocolate é bom para a saúde

S

ua matéria-prima, o cacau, era considerada por maias e astecas o alimento dos deuses. Tamanha veneração talvez tenha se originado da dedução de que as sementes do fruto do cacaueiro escondiam diversas propriedades. Se eram realmente divinas, isso ainda carece de comprovação. No entanto, quase cinco séculos depois de os espanhóis enriquecerem o paladar europeu com um dos sabores do Novo Mundo, sobram evidências científicas de que o chocolate amargo, guloseima com um gosto peculiar justamente por ter maior teor de cacau na sua composição, promove uma série de benefícios para a nossa saúde. Os resultados de uma das pesquisas mais recentes sobre esse chocolate con- f i r m a m que ele protege o coração. Realizado na Universidade Hospital Colônia, na Alemanha, o estudo revela que seu consumo rotineiro reduz os níveis da pressão arterial. O trabalho avaliou 44 pacientes entre 56 e 73 anos, pré-hipertensos ou no estágio

inicial do problema. Durante 18 semanas parte deles consumiu 30 calorias diárias, ou 6,3 gramas de chocolate amargo, algo equivalente a um único pedaço de uma barrinha. Os demais participantes ingeriram o tipo branco. Aqueles ínfimos 6,3 gramas da versão de gosto mais acre derrubaram a pressão sistólica, em 1,6 milímetros de mercúrio e a diastólica, em 1 milímetro de mercúrio. Além disso, a prevalência da hipertensão problema que acomete cerca de 1 bilhão de pessoas no globo e é responsável por milhares de casos de infarto e derrame caiu de 86% para 68%. A queda de cada 2 milímetros de mercúrio na medida da pressão máxima já diminui bastante o risco de morrer de AVC ou do coração, assegura o cardiologista Marcus Bolívar Malachias, da Sociedade Brasileira de Cardiologia. No estudo alemão, provou-se ainda que tudo isso pode se dar sem alterações no peso e nas taxas de açúcar e gordura na circulação. O segredo do chocolate amargo está na altíssima concentração de certos flavonoides, como as catequinas, substâncias de nome estranho encontradas no cacau. São elas que agem nas artérias, promovendo a queda da

FOTOS REPRODUÇÃO

Pesquisas mais recentes sobre o chocolate confirmam que ele protege o coração pressão. Esses compostos elevam a produção de óxido nítrico, um vasodilatador natural, explica Malachias, que é diretor do Instituto de Hipertensão Arterial de Minas Gerais, em Belo Horizonte. O endotélio, a camada interna das artérias, fica mais flexível. Assim, o sangue passa por ali gerando menos pressão, explica a nutricionista Vanderlí Marchiori, colaboradora da Associação Paulista de Nutrição. Para que isso ocorra é preciso que o consumo do alimento seja diário. Bastam de 30 a 40 gramas, ou quatro quadradinhos daqueles tabletes grandes, recomenda Vanderlí. Ela dá outra boa notícia: o chocolate amargo não contribui para a subida do colesterol. Os polifenóis impedem a oxidação do LDL, o tipo ruim da

gordura, explica. Eles sequestram essa molécula, formando um complexo solúvel que é eliminado pela urina. Uma pesquisa japonesa publicada no periódico americano Nutrition investigou o papel da procianidina, outro componente do chocolate amargo, no controle do diabete tipo 2. Roedores obesos e com o mal consumiram uma beberagem de cacau rica na substância. Passado um tempo, os níveis de açúcar no sangue dos bichos caíram. Segundo os pesquisadores, isso pode ter ocorrido porque as tais procianidinas melhorariam a eficiência da insulina, o hormônio que bota a glicose dentro das células. Pesquisas com o chocolate amargo cheio de flavonoides mostraram que a ingestão de

100 gramas diários poderia garantir o mesmo benefício aos humanos, algo que ainda requer mais evidências. Portanto, se você é diabético, é cedo para sair se empanturrando. Na Espanha, uma pesquisa realizada na Universidade de Barcelona também focou sua mira nos flavonoides do cacau, mas dessa vez com o objetivo de avaliar sua ação no sistema imune de ratos jovens, principalmente em células do batalhão das defesas, como os linfócitos e os macrófagos. Os animais receberam uma dieta enriquecida com o alimento durante três semanas. Depois os especialistas chegaram à conclusão de que houve um aumento na atividade de certas áreas envolvidas com a imunidade. Fonte: mdemulher.abril.com.br

Fonte: Mdemulher.abril

22/02/2014 - Saúde&Beleza - Edição 3004  

22/02/2014 - Saúde&Beleza - Edição 3004 - Bento Gonçalves/RS

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you