Page 12

12 Geral

Sábado, 1º de março de 2014

FOTOS ARQUIVO PESSOAL

Religiosidade

Padre Júlio celebra 58 anos de sacerdócio

Ele estudou no Seminário em Caxias, em São Leopoldo e em Roma ESTEFANIA V. LINHARES

Estefania V. Linhares regional@jornalsemanario.com.br

O

padre Júlio Giordani, 81 anos, completou na terça-feira, 25 de fevereiro, 58 anos de sacerdócio. Natural do Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves, é filho de agricultores. “Eles foram viticultores que desenvolveram experiências e chegaram a cultivar 58 tipos de uvas”, relata. A formação no sacerdócio foi realizada no Seminário em Caxias do Sul. Ainda, concluiu o curso de teologia em São Leopoldo, e após cursou filosofia em Roma, na Itália. No mesmo dia em que Padre Júlio foi ordenado, outros 23 colegas também se tornaram sacerdotes. Além de trabalhar em sua terra natal, atuou em municípios como Antônio Padro e São Francisco de Paula, e hoje exerce atividades na Paróquia Santo Antônio, em Bento. Durante sua trajetória, Padre Júlio foi por 30 anos coordenador do Movimento Pastoral, desenvolveu atividades ligadas a juventude, a agricultores e na formação de lideranças. Atualmente, está escrevendo um livro contando a história de seus pais.

Perspectivas O sacerdote revela que quando esteve em Roma começou uma primavera que era um movimento por um mundo melhor. “Isso me encheu de sonhos. A proposta de surgir uma nova igreja, sendo uma renovação da igreja medieval”, destaca. Para ele, esse momento chegou com a escolha do Papa Francisco. “Agora, a renovação iniciou e posso morrer em paz”, frisa. Segundo padre Júlio, o mo-

A ordenação aconteceu no ano de 1956, após os estudos de teologia Sacerdote relembra trajetória e o trabalho desenvolvido na comunidade mento é de mudanças. “Os jovens estão ausentes da igreja. A fé nos diz que Deus precisa de nós para salvar as pessoas. Deus não precisa de milhões de Pai Nossos, e sim precisa de nós”, esclarece.

Elementos naturais O incentivo a utilização de chás e xaropes naturais é realizado pelo sacerdote. Conforme ele, a mudança da igreja foi para ajudar o povo a resolver os seus problemas. “Foi assim que a igreja começou a ajudar na saúde”, frisa. Para isso, foram realizados cursos populares em todas as regiões. Nestas oportunidades, de acordo com padre, todos ensinavam e todos aprendiam. Desta forma, surgem as pastorais da saúde, que eram procuradas pela comunidade. “Hoje todos estão mais ligados as farmácias”, lamenta. O sacerdote aponta que o uso de agrotóxicos está livre principalmente no Brasil. “A natureza nos ensina que é o caminho da saúde. Ela é um laboratório natural”, ressalta.

Ele comenta que hoje o consumismo é que manda na vida das pessoas. Para justificar, padre Júlio cita os números da Organização Mundial da Saúde (OMS) que, por exemplo, na China, Índia, Europa e Estados Unidos 82% dos remédios são fitoterápicos, e no Brasil apenas 0,8%.

Celebração A comunidade bento-gonçalvense poderá prestigiar a missa pelos 25 anos de criação do Circolo Trentino e pelos 58 anos de sacerdócio do padre Júlio Giordani amanhã, 2 de março, às 18h, na Igreja Santo Antônio. Após será realizada a apresentação do Coro Soldanella da cidade de Brentonico – Trento – Itália. O coro é composto por aproximadamente 30 componentes e estará acompanhado do prefeito e comitiva da cidade italiana, da Assessora da Província-Estado do Trento e da escritora Rita Pedrotti que lançará um livro na segunda-feira, 3 de março, na Casa das Artes às 14h30min.

Esteve em Roma durante quatro anos, onde assistiu a missa do Papa

Pároco se dedica a utilização e o incentivo de xaropes e chás medicinais

01/03/2014 - Jornal Semanário - Edição 3006  

Bento Gonçalves/RS

01/03/2014 - Jornal Semanário - Edição 3006  

Bento Gonçalves/RS

Advertisement