Issuu on Google+

CÂMARA DE VEREADORES

Retorno quente Parlamentares retomam atividades analisando possível quebra de decoro em caso envolvendo Ênio de Paris (PP) e Moacir Camerini (PT) Páginas 14 e 15 BENTO GONÇALVES, SÁBADO, 1º DE FEVEREIRO DE 2014 – ANO 47 – N°2998 – R$ 3,00 – www.jornalsemanario.com.br

Rodovias da Serra

Em guerra com o Daer

Problemas com a ERS-431 estão afetando as estradas de Santa Tereza e Monte Belo do Sul e prefeitos estão indignados

Página 6

SITUAÇÕES DISTINTAS

ALEGRIA Irete é a primeira mulher em Bento a realizar a reconstrução imediata da mama após cirurgia Páginas 16 e 17

TRISTEZA Após dois anos, Ana Bortolini ainda não sabe quem foi o autor do disparo que matou seu marido em Faria Lemos

NOEMIR LEITÃO

JOSIANE RIBEIRO

Página 24


2

Opinião EXPEDIENTE

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

EDITORIAL

Mais cinquenta anos? SEDE Wolsir A. Antonini, 451 Bairro Fenavinho - Caixa Postal 126 95 700.000 - Bento Gonçalves - RS ESCRITÓRIO CENTRAL Mal. Deodoro, Centro, 101 Galeria Central - Sala 501 DIRETOR PRESIDENTE HENRIQUE ALFREDO CAPRARA DIRETORES ANA INÊS FACCHIN HENRIQUE ANTÔNIO FRANCIO

JORNALISTA RESPONSÁVEL HENRIQUE ALFREDO CAPRARA Registro Prof. DRT 3321 Somos filiados à ADJORI / RS Este jornal não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados e não devolve originais que não foram publicados.

Não é necessário ser um profundo conhecedor de política para entender que o fluxo de tudo neste mundo vem de cima para baixo, do governo federal para o estadual e, por fim, para os municípios. Desta maneira também ocorre a cedência de ajuda e envio de recursos para assuntos variados. Porém, quando um município precisa, de maneira repetitiva, pedir auxílio para algum assunto, isso possivelmente aponta para a falta de compromisso de alguma das partes. Porém, quando o administrador de uma cidade Resta saber qual o maquinário que será enviado para a Serra, recebe, de maneira inesperada, a promessa de se será o de uma empresa uma ajuda, não há quem contratada por meio de licitações não fique com as esperanças renovadas e mais demoradas, ou o antigo de alegre do que ver chuva propriedade do Daer, que é nesse verão. datado da década de 80. Monte Belo do Sul e Santa Tereza receberam, e ainda aguardam, a promessa de um auxílio do Daer para melhorar estradas que têm servido como desvio para quem necessita passar pela ERS-431, que tem trechos em péssimo estado e um ponto desabado desde o final de novembro. Porém, esse roteiro que é conhecido há cerca de cinquenta anos, já teve capítulos e mais capítulos somente nos últimos meses, e ainda parece muito longe de um final feliz daqueles, dignos de reunir

a família em frente à televisão. Quando esteve em Bento Gonçalves no mês de janeiro acompanhando o secretário de Infraestrutura, o diretor-geral do Daer, Carlos Eduardo Vieira, comunicou que os dois municípios receberiam verbas da autarquia para colaborar na manutenção das estradas. Entretanto, desde o anúncio em tom salvador, os prefeitos já ouviram a mudança do discurso. Agora, os administradores aguardam o Daer chegar com as máquinas para tomar conta de tudo. Resta saber qual o maquinário que será enviado para a Serra, se será o de uma empresa contratada por meio de licitações demoradas, ou o antigo de propriedade do Daer, que é datado da década de 80. Enquanto ainda discutem de quem é este filho, resta aos prefeitos dos dois municípios, com orçamentos modestos, prepararem os chapéus e armar o acampamento às margens da rodovia para recolher ajuda. Desta maneira o socorro certamente será mais rápido, ágil e eficiente. E para aqueles que imaginaram que por ser ano de eleições a rodovia estaria renovada num piscar de olhos, fica a prova de que o cobertor curto do Estado continua pequeno. O processo de sondagem que antecede a reconstrução do trecho está acontecendo mas, Santa Tereza e Monte Belo, que até então não tinham relação com o buraco do descaso, agora aguardam pacientemente por providências. Para aqueles que ainda tem fé, resta rezar para que esta novena não demore mais cinquenta anos para ser concluída.

ARTIGO

O beijo não é questão de homofobia. FALE COM A GENTE Telefones: Central/Fax: 3455.4500 Escritório Centro: 3452.2186 Rádio - Estúdio: 3455.4530 Rádio - Coordenação: 3455.4535 Atendimento ao assinante: 3055.3073 ou 9971.6364 E-mails: classificados@jornalsemanario.com.br jornal.semanario@italnet.com.br radio@radiorainha.fm.br Sites: www.jornalsemanario.com.br www.radiorainha.fm.br Representante em Porto Alegre Grupo de Diários Rua Garibaldi, 659, Conjunto 102 Centro - POA - Fone: (51) 3272.9595 e-mail: fernanda@grupodediarios.com.br

Semanário na Internet Siga-nos no Twitter: @jsemanario Curta a fan-page: on.fb.me/jsemanario

Leia também no nosso site: www.jornalsemanario.com.br

O beijo tem muitos significados. Beija-se por amor, por ternura, por afeto e até como traição (o beijo de Judas em Jesus). O beijo é uma tradição cultural em cada país e tem diversos significados. Nos países árabes e nos cáucasos é comum o beijo entre homens como cumprimento e é comum naqueles caminharem de mãos entrelaçadas. Em nosso país, beija-se na face até mais de uma vez quando pessoas amigas se encontram, muito mais entre as mulheres. Os homens são mais recatados e raramente beijam-se entre si, mesmo entre parentes. É a nossa cultura. O beijo na boca já tem outro sentido, de lascívia entre macho e fêmea. É o começo de uma relação libidinosa sem limites. Inicialmente, há que se distinguir o beijo lascivo do simplesmente afetuoso e do chamado social. O beijo lascivo, destinado a produzir ou estimular prazer sexual, e o ósculo ou selinho como dizem o beijo não lascivo, simplesmente afetuoso ou, por extensão, social. Beijar criança na boca menor de 14 anos com ou sem consentimento dela é crime de “estupro de vulnerável” pela violência presumida. Aí não se trata mais de questão cultural. É crime mesmo, com penas que variam de 5 a 10 anos de cadeia. Enfim, cada povo com sua cultura. Engana-se quem pensa diferente, que um beijo é apenas um beijo. O beijo, como se viu, têm muitos significados em seu contexto cultural. O beijo gay não é bem visto pela nossa sociedade, embora haja quem o defenda. Não se trata de homofobia como querem crer alguns desavisados.

A maioria do povo brasileiro rejeita o beijo lascivo em público, seja entre homo ou heterossexuais (diferentes) por uma questão cultural. Cultura significa cultivar. Genericamente a cultura é todo aquele complexo que inclui o conhecimento, a arte, as crenças, a lei, a moral, os costumes e todos os hábitos e aptidões adquiridas pelo homem não somente em família, como também por fazer parte de uma sociedade como membro dela que é. O uso de minissaia, por exemplo, na década dos anos sessenta, era considerada falta de decoro e houve, inclusive, prisão de duas adolescentes, com 16 e 14 anos, pelo seu uso. Porém, os costumes não mudam de uma hora para outra, como desejam alguns reformistas de plantão. Há que se respeitarem as tradições culturais de um povo como parte de sua história. A desconstrução de tabus em torno da sexualidade humana é um processo gradual que enfrenta dificuldades em nosso meio. O beijo lascivo, carregado de desejo, é visto com muita reserva em horários nobres da televisão brasileira, principalmente em novelas que desrespeitam a classificação por faixa etária. Desrespeitada a faixa etária, resta aos pais ou responsáveis pela guarda de menores desligarem os seus aparelhos ou então, de maneira mais simples, mudarem de canal.

ALCEU MEDEIROS Advogado

O texto para esta seção deve conter aproximadamente 2.500 caracteres, incluindo os espaços, e ser enviado para o endereço de e-mail redacao@jornalsemanario.com.br


Opinião 3

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

Painel

Moedas comemorativas

R$ 40 mil para tela

Capacitação A Câmara de Dirigentes Lojistas de Bento Gonçalves (CDL-BG) está com inscrições abertas para o Curso Atendimento Eficaz, voltado para vendedores, funcionários e interessados em se aperfeiçoar na área de vendas. O curso será ministrado nos dias 18, 19, 20, 25 e 26 de fevereiro, das 19h30 às 22h30, na sede da CDL-BG. Mais informações pelo telefone (54) 3455.0566 ou por e-mail cdltreinamento@cdlbento.com.br.

Sem água, de novo Os moradores da comunidade de Veríssimo de Mattos, no Distrito de Tuiuty, não sabem mais a quem recorrer no que diz respeito à falta de água na região. De acordo com os vizinhos, a região toda está sem água desde terça-feira. Detalhe, na tar-

de de ontem, a água voltou durante uma hora apenas, coincidentemente no momento em que um funcionário da Corsan fazia a entrega das contas do mês. Eles afirmam que, apesar das reclamações, a Corsan alega que está fazendo manutenção na canalização.

ESTEFANIA V. LINHARES

O Conselho Pró-Segurança Pública (Consepro) vai efetuar o pagamento da tela a ser instalada no Presídio Estadual de Bento Gonçalves, a fim de evitar que objetos sejam jogados para os detentos no pátio. Os R$ 40 mil necessários para a instalação foram levantados em apenas duas semanas, graças ao auxílio do empresariado bento-gonçalvense. A tela terá vãos de apenas 1,5 centímetros, dificultando a passagem de objetos.

O Banco Central (BC) lançou na quarta-feira, 29, uma série de moedas comemorativas oficiais da Copa do Mundo. Ao todo, serão nove moedas especiais, destinadas a colecionadores: uma de ouro, duas de prata e seis de cuproníquel, liga metálica de cobre e níquel. As moedas poderão ser compradas no site do Banco do Brasil ou nas representações regionais do BC, onde pagamento deverá ser feito em dinheiro. Os preços variam entre R$ 30 e R$ 1.180.

Curta-metragem

Farmácia fechada A Secretaria Municipal da Saúde informa que a Farmácia SMS (Rua Goiânia, 590, bairro Botafogo) estará fechada no dia 06 de fevereiro das 08h às 14h, para realização de balanço. Nesse período os pacientes poderão retirar medicamentos na Farmácia da Unidade Central de Saúde, ou ainda, nas demais Unidades de Saúde do município. DIVULGAÇÃO

HUMOR

Moacir Arlan As belas paisagens de Bento Gonçalves novamente servirão de cenário para a produção de um curta-metragem. A partir de maio será rodado no Município “O Corpo”, dirigido por Lucas Cassales, uma produção da Sofá Verde Filmes, e ganhadora do prêmio FUMPROARTE, da prefeitura municipal de Porto Alegre.

Espero que a polícia consiga acabar com estes dois anos de dor e angústia que estou vivendo ANA BORTOLINI, ESPOSA DO AGRICULTOR MORTO POR UMA BALA PERDIDA EM 2012

TrêsPontos... O que você acha dos preços do material escolar?

“Acho um pouco caro, porque deveria de ser mais benéfico principalmente para os estudantes de baixa renda, o que acaba prejudicando na hora das compras”. Janete Biazuz, 48 anos, professora, moradora do Centro.

“Acho que está dentro do padrão normal, mesmo que os preços possam ter aumentado, é costume das pessoas em comprar o que é necessário, já que todos os anos isso virou rotina”. David Sebben, 29 anos, vendedor, morador do bairro Borgo.

“Em algumas lojas o preço disparou, porém é preciso fazer uma pesquisa para comparar os valores e buscar sempre as vantagens para adquirir todo o material aos estudantes”. Ivânia Maria Rampazzo, 48 anos, secretária executiva, moradora do bairro Vila Nova.


4 Opinião

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

AntônioFrizzo

Antônio Frizzo

antoniofrizzo@italnet.com.br

PARABÉNS! Pois, pelo jeito, “eles” estão conseguindo. Sim, encheram tanto o saco com “a disparada da inflação”, tão insistentemente, que fizeram valer a velha máxima: “uma mentira dita repetidas vezes acaba sendo aceita como verdade”. Os índices inflacionários destes últimos três anos do governo Dilma são, na média, INFERIORES aos dos governos de fhc e de Lula. Mas, diante da possibilidade de nova vitória de Dilma em outubro, os pit bulls da chamada “grande imprensa” – sempre a soldo dos “donos do Brasil”, regiamente remuneradas, certamente – partiram para o ataque. Sem regras, sem quartel, sem a menor preocupação com o Brasil e seu povo. O importante é vencer as eleições, custe o que custar. Eles vinham tentando minar o governo desde antes das eleições de 2010. Depois, diante da solidez da economia brasileira – que, ao contrário do governo fhc, quando o Brasil quebrou três vezes por crises na Rússia, México e alguns países asiáticos, manteve-se estável e até crescendo -, perceberam que o melhor era baixar a bola. Mas, havia e há um objetivo. Consideraram um “recuo estratégico” para aglutinar forças.

PARABÉNS! II Com o mundo, a partir de sua maior potência, os Estados Unidos, abaladíssimo e vivendo a maior crise econômica da história da humanidade, restava a eles desconversar, tergiversar, mas sem perder a pose. Como são eles, os “donos do Brasil”, que comandam o tal de “mercado”, decidiram partir para o tudo ou nada. Revitalizaram a história da “inflação descontrolada”, valendo-se da “imprensa amiga” para suas profecias, insistentemente. Os sindicatos de trabalhadores começaram a exigir reposições salariais bem acima dos índices inflacionários (chegam a pedir absurdos 12%, 14%), promoveram e ainda estão promovendo greves, notadamente nos setores que afetam diretamente a população. Os políticos sensíveis, como sempre, às manifestações das ruas, mesmo as mais estapafúrdias e sem nexo, juntamente com os sindicatos patronais, passaram a ceder a estas pressões. Daí a se tornar uma “norma” para todos os sindicatos foi um passo. O resultado, óbvio-ululante, que poderia ser previsto até pelo mais inexpressivo estudante do primeiro ano de qualquer faculdade de economia, reflete-se nos PREÇOS. Os “profetas do apocalipse”, a serviço dos “donos do Brasil” e dos partidos aliados, estão de parabéns, sem dúvidas. Conseguiram prejudicar o Brasil mais do que a crise mundial que ainda assola países europeus. Mas, se vencerão as eleições não há certeza.

ÚLTIMAS

A FALÊNCIA DAS INSTITUIÇÕES? Num regime tido como “democrático”, a representação é intrínseca, ou seja, votamos em políticos para que governem, elaborem leis, contratem funcionários, façam obras públicas, cuidem da educação, saúde, segurança pública, transportes, etc. E até mesmo em democracias não tão “liberais” como no Brasil (aqui todos dizem, escrevem, falam o que querem, quando querem) funciona assim. Mas, ultimamente, esses princípios basilares da democracia estão sendo violentados por grupos – uma minoria, certamente, mas muito barulhenta – que “exigem” coisas , muitas não sendo de interesse da maioria da população. Em Porto Alegre, uma decisão judicial foi solenemente ignorada pelos sindicatos dos rodoviários; um acordo assinado também não. Os tais de “black blocs” (que devem ser seguidores das teorias anarquistas, sendo um de seus precursores William Godwin (1756 - 1836) e, depois, no século XIX, o anarquismo e suas teorias foram aprofundadas por Mikhail Bakunin, Joseph Proudhon, Enrico Malatesta, Leon Tolstoi, Max Stirner e Peter Kropotkin) entendem que o que fazem é “normal”, é “licito”. São reprimidos muito timidamente pelas autoridades constituídas. Não são sinais, demonstrações claras da falência das instituições e, por conseguinte, da DEMOCRACIA? O que pensa o prezado leitor?

ENTENDO QUE FALIRAM, MESMO E uma prova contundente disso foram as explicações dadas pela presidenta Dilma aos seus críticos. Dilma viajou, com uma comitiva de ministros e assessores – como fazem todos os chefes de estado -, para Davos, na Suíça, a convite do Fórum Econômico Mundial (o Fórum Mundial de Davos é um encontro anual que reúne líderes da economia mundial, como empresários, ministros da Economia e presidentes de Banco Centrais, diretores do FMI, Banco Mundial e organismos internacionais), onde palestrou, representando o Brasil. Depois iria participar da reunião de Cúpula dos Países da América Latina e do Caribe. A comitiva saiu de Zurique e parou em Lisboa. Em Portugal, as informações dão conta de que se hospedaram em hotel cinco estrelas e jantar em fino restaurante. Até aqui, tudo normal (ou queriam que se hospedassem em albergue e jantassem hot dog?). O anormal, no meu entender, foi Dilma DAR EXPLICAÇÕES à imprensa e dizer que “paga do bolso suas refeições e exige que os que a acompanham paguem também”. Se isso não é a falência das instituições, o quê é? Em 2000, fhc viajou para os Estados Unidos, gastou 70 mil reais e fez o que devia: não deu explicações a ninguém.

Primeira: Nível de desemprego é o menor da história. Mas, os “profetas do apocalipse” querem porque querem ver problemas nisso; Segunda: Quinta-feira à noite, em jornal de rede nacional, um desses “economistas de ponta” tentou, de todas as forças, convencer que “havia algo de ruim” nesse baixo desemprego; Terceira: Ele “descobriu” que os que não querem trabalhar não entram na estatística. Os chamou de “nem-nem”, ou seja, nem procuram emprego, nem querem trabalhar, motivando, assim, menos desempregados; Quarta: Em nenhum momento o “gênio da economia apocalíptica” pensou em dizer que muitos ex-empregados ou desempregados se tornaram microempresários e, por isso, não procuram emprego porque dele não precisam; Quinta: E as profecias apocalípticas já provocam seus efeitos maléficos na medida em que remarcações preventivas de preços estão sendo percebidas nitidamente; Sexta: Enquanto isso, alguns tucanos de alta plumagem estão torcendo para que o tempo passe – e não falta muito – e aconteça a prescrição dos processos penais em que estão envolvidos, caso do mensalão tucano mineiro; Sétima: Mas, chama a atenção o fato dos jornalões, revistonas e redes nacionais de TV pouco ou nada mencionarem sobre o propinoduto do “trensalão paulista”, onde milhões de reais foram e estão sendo desviados; Oitava: Apenas a Revista Carta Capital desta semana fez ampla matéria, documentada, sobre o propinoduto de membros do PSDB de São Paulo; Nona: Tomou posse nesta terça-feira na presidência do SINDMÓVEIS o empresário Henrique Tecchio, da Bentec, em belo jantar no Clube Aliança. Henrique tem na bagagem a experiência de haver presidido o CIC/BG no último biênio. Sucesso, Henrique! Décima: E o Grêmio continua sua pré-temporada, preparando-se para a Copa Libertadores da América, enfrentando o Juventude domingo, em Caxias do Sul; Décima-primeira: Já o Esportivo terá pela frente o Novo Hamburgo, na Montanha dos Vinhedos, domingo, às 19 horas. O Esportivo precisa do apoio da torcida para alcançar essa vitória tão necessária.


Sรกbado, 1ยบ de fevereiro de 2014

5


6

Geral

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

ERS-431

Prefeitos na bronca com o Estado Convênio com Monte Belo e Santa Tereza para reformas de estradas que servem de desvio à rodovia foi anunciado em janeiro pelo Daer Fernando Levinski

ARQUIVO

REPRODUÇÃO FACEBOOK

O

s problemas na ERS-431 não têm afetado somente quem precisa passar pelo local. Algumas estradas dos municípios de Monte Belo do Sul e Santa Tereza têm sido deterioradas por causa do tráfego de caminhões que usam essas rotas como um desvio à ERS-431. Quando o diretor-geral do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Carlos Eduardo Vieira, esteve em Bento Gonçalves e, na oportunidade, visitou o trecho desmoronado no quilômetro 13,5 da rodovia, houve um anúncio de que o Daer faria um convênio com Monte Belo e Santa Tereza para o fornecimento de verbas para auxiliar na manutenção das estradas. Entretanto, até o momento

Prefeitos Lírio Turri, de Monte Belo, e Diogo Siqueira, de Santa Tereza

os prefeitos dos dois municípios, Lírio Turri e Diogo Siqueira, afirmam que não receberam nenhum tipo de ajuda.

Eles revelam que em contatos com o Daer o convênio passaria por modificações. Ao invés do fornecimento de ver-

bas, as estradas passariam a ser responsabilidade do Daer durante o período de reformas na ERS-431. O administrador de Monte Belo reclama das péssimas condições da via que liga a Linha Colussi ao município. “Resolvi contratar uma empresa para realizar uma série de reparos nas estradas e, somente neste trecho, será necessário um investimento superior a R$ 50 mil”, enfatiza. Ele afirma que caminhões com mais de 10 toneladas têm transitado pelo local. Já Siqueira revela que recebeu a visita de membros do Daer há cerca de um mês para tratar do convênio. Quando foi informado da mudança dos moldes do auxílio, o prefeito afirma que chegou a providenciar os estudos técnicos necessários. Porém, até o momento

nada ficou acertado. O prefeito de Santa Tereza afirma que tem tentado realizar os reparos necessários. “Mas não temos condições”, afirma. Quando recebeu a visita dos membros da autarquia, o líder do Executivo de Santa Tereza foi informado que a situação das estradas do município, na comparação com Monte Belo, estariam em condições mais precárias. O trajeto precário de Santa Tereza, segundo o prefeito, compreende cerca de 18 quilômetros. Em Monte Belo são aproximadamente 13 quilômetros. Os prefeitos revelam que nos últimos contatos feitos com o Daer foram comunicados de que o convênio estava sob análise do departamento jurídico. geral1@jornalsemanario.com.br

Etapa da sondagem está atrasada FERNANDO LEVINSKI

Segunda perfuração está sendo feita ao lado do trilho do trem

O processo de sondagem, que antecede a contratação da empresa que fará os reparos na ERS431, está atrasado. Os trabalhos iniciaram no dia 20, porém, a previsão inicial era para encerrar na terça-feira, 28. Entretanto, de acordo com as informações do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) não há uma data definitiva para conclusão. A sondagem consiste em realizar furos em alguns pontos do local onde será realizado o conserto, os furos precisam identificar pontos com rochas de, pelo menos, cinco metros contínuos de profundidade. Para a reforma da ERS-431

serão realizados cinco furos. Um no asfalto, um ao lado da via férrea e mais três ao lado da pista. A previsão inicial era de realizar um buraco a cada dois dias, entretanto, o que foi registrado na foto acima, ao lado da via férrea, demorou pelo menos seis dias para ficar pronto. O responsável pela sondagem, Casemiro Rodrigues, explica que para concluir o primeiro buraco, foi necessária a perfuração de 11 metros, mais os cinco metros de rocha. Pelas dificuldades em realizar a sondagem, o Daer não confirma um prazo para a contratação da empresa e a data para o início da realização das obras.


Sรกbado, 1ยบ de fevereiro de 2014

7


8 Geral

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

Habitação

Quitação é requisito para distrato Débitos, como condomínio, devem estar em dia para que o imóvel possa ser devolvido à Caixa e outra pessoa possa comprar Estefania V. Linhares

DIVULGAÇÃO

A

lgumas pessoas que são beneficiadas pelo programa habitacional Minha Casa Minha Vida desistem do apartamento. No entanto, poucas delas conhecem o caminho para fazer a desistência do imóvel. Em Bento, alguns destes casos podem ser constatados no Residencial Novo Futuro. O superintendente regional da Caixa na Serra, Ruben Valter Grams explica que é necessário que se faça o destrato com a Caixa. No entanto, é preciso estar com todos os débitos quitados. “É necessário que seja apresentado o

Superintendente da Caixa, Ruben Valter Grams, detalha o processo

comprovante de desligamento da luz, quitação da água e do condomínio”, afirma. Na prefeitura e na Caixa são disponibilizados os formulários que devem ser preenchidos pelo titular do imóvel. Além disso, as dúvidas podem ser esclarecidas nos dois órgãos. O supervisor da Caixa José Carlos Hapkcabarp revela que a próxima pessoa que adquirir a residência não será contemplada pelo Minha Casa Minha Vida, apenas poderá utilizar a carta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), por se tratar de um imóvel do Programa de Arrendamento Residencial (PAR). Assim, como se trata de um projeto social o próximo beneficiado não será o da fila como muitas pessoas pensam que é. “Esse imóvel

será disponibilizado em uma imobiliária parceira para comercialização”, ressalta. Em caso de dívidas, o superintendente esclarece que a Caixa deverá abrir um processo jurídico para retomada de posse. Após concluído o processo, o imóvel será posto para venda em leilão. Os recursos obtidos serão utilizados, por exemplo, para quitar as dívidas com o condomínio e parte ficará para saldar os débitos com a Caixa. Grans orienta que a pessoa que deseja desistir de um destes imóveis procure quitar as dívidas. “É possível negociar com a administradora do condomínio o pagamento. Assim, fica mais fácil realizar o distrato”, comenta. regional@jornalsemanario.com.br


Geral 9

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

Novo Futuro

Inadimplência supera os 30% Medidas serão adotadas para diminuir as dívidas das famílias junto ao condomínio que possui um déficit superior a R$ 190 mil ESTEFANIA V. LINHARES

Estefania V. Linhares

E

m levantamento realizado no dia 22 de janeiro, o Residencial Novo Futuro estava com um déficit de R$ 190.502,18. Somente de famílias inadimplentes com o condomínio gira entre 30% e 35%. Das 420 unidades habitacionais apenas cinco estão desocupadas. Na quinta-feira, 30 de janeiro, o síndico do residencial Luiz Carlos dos Santos Jardim esteve reunido com a secretária de Habitação e Assistência Social (SEMHAS) Rosali Faccio Fornazier e o prefeito Guilherme Pasin para debater a temática. “Estamos estudando as medidas. Ainda não temos nada de concreto, mas poderá ir à justiça”, comenta. Entre as ações está o agendamento com

Projetos beneficiam os moradores O condomínio conquistou através do Município em parceria com a Associação de Moradores do Bairro do Ouro Verde uma parceria para a instalação de uma biblioteca no Salão de Festas do Condomínio. Jardim explica que existe um recurso disponível de R$ 20 mil para essa iniciativa. “O projeto está em andamento e o valor está disponível, porém faltam alguns detalhes”, aponta. O sindico relata que está programando para o mês de fevereiro uma série de palestras que terá entre os ministrantes o comandante do 3º Batalhão de Policiamento de Áreas Turísticas (3º BPAT), major José Paulo Marinho. As crianças serão encaminhadas para o Centro de Atendimento a Criança e ao Adolescente (Ceacri) no bairro Aparecida através do fornecimento do transporte no contraturno escolar. Também está previsto o atendimento de saúde pelas unidades móveis para as famílias.

Um dos principais problemas é manter em dia a conta de água

o promotor no Ministério Público Federal Alexandre Schneider para orientações. Diversas ações foram desenvolvidas com os condôminos, entre elas, uma reunião com os subsíndicos de blocos que já está obtendo um pequeno re-

sultado. “É preciso que as pessoas se sensibilizem. Porque caso não ocorra, existe um sério risco de um corte de água”, comenta. Uma renegociação com a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) de três contas foi realizada. A

dívida girava em torno de R$ 62 mil, com juros e a multa resultando em um valor total de R$ 78 mil, que foi divido em 45 parcelas. “Se deixar de pagar uma conta de água o parcelamento fica anulado”, explica. Além disso, tem o custo da religação da água. A secretária Roseli esclarece que foi pensado em instalar relógios individuais por bloco, porém foi constatado que a estrutura dos prédios não comporta a modificação. O sindico relata que a remuneração que recebe do condomínio, está atrasada há dois meses e ainda para quitar a última conta foi necessário desembolsar R$ 3 mil. “Teremos que ver o que pode ser feito para o próximo mês”, analisa. O vencimento da conta é no

dia 21 de cada mês. “Vamos ter que esperar pelo pessoal porque a fonte de recursos acabou”, desabafa. Estudo A Universidade de Caxias do Sul – Campus Carvi está desenvolvendo um trabalho social com os moradores, porém aguarda alguns encaminhamentos burocráticos que devem acontecer após o inicio do ano letivo. As atividades iniciaram no mês de novembro de 2013, e possuem a duração de 18 meses. Segundo a secretária da SEMHAS todas as famílias serão visitadas e irão receber orientações dos profissionais envolvidos no projeto. regional@jornalsemanario.com.br


10

Sรกbado, 1ยบ de fevereiro de 2014


Geral 11

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

IPTU 2013

Inadimplência atinge quase 20% Secretaria de Finanças não prevê a concessão de descontos para quem estiver com o imposto atrasado. Parcelamento é uma opção ARQUIVO

Fernando Levinski

O

IPTU referente ao ano de 2013 não foi pago por 19,41% dos contribuintes em 2013 no município de Bento Gonçalves. De acordo com informações da Secretaria de Finanças do município, 56,46% pagaram em cota única e 24,12% optou por realizar o pagamento de maneira parcelada. O secretário de Finanças, Marcos Fracalossi, alerta que os inadimplentes não terão a possibilidade de realizar o pagamento com algum desconto. “Não temos a pretenção de reeditar a lei do Recupera Bento, cuja a vigência foi até 27 de dezembro de 2013 e concedia descontos aos inadimplentes”, explica. Fracalossi enfatiza que a secretaria busca uma maneira

ruas com problemas estruturais, o secretário preferiu não se manifestar. IPTU 2014

IPTU atrasado corresponde a 19,41% do total dos contribuintes. Dívidas serão encaminhadas para a PGM

de motivar os contribuintes a realizar os pagamentos, mesmo sendo de forma integral, tendo o valor recalculado no momento da quitação. A outra maneira, segundo o secretário, é seguir uma opção disponível no Código Tributá-

rio do município, que possibilita o pagamento em até 36 parcelas, sendo que por causa dos atrasos haverá a atualização de valores de cada uma. Porém, Fracalossi faz um alerta aos devedores. Ele explica que o contribuinte que

estiver inadimplente terá sua dívida encaminhada para a Procuradoria Geral do Município (PGM), para que o valor seja cobrado judicialmente. Perguntado sobre a possibilidade de descontos para os contribuintes que moram em

O imposto deste ano passa por uma atualização monetária de 5,52% de acordo com o IGPM, que é o índice responsável pela atualização dos valores. Os carnês deverão ser entregues durante o mês de fevereiro e há duas possibilidades de pagamento. A primeira é à vista, com a quitação no dia 15 de março. Com essa opção há o desconto de 10%. A segunda opção é realizar o parcelamento em quatro vezes. As parcelas serão nos meses de março, maio, julho e setembro. geral1@jornalsemanario.com.br


12 Geral

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

Empregos 2013

Desligamentos reduzem 10% Setor metalúrgico constatou a diminuição de 221 demissões de trabalhadores de 2012 para 2013, somente no município ARQUIVO

Estefania V. Linhares

O

setor metalúrgico, mecânico e material elétrico fechou o ano de 2013 com uma redução no número de rescisões comparado com 2012. Neste período, foram realizados 1.935 desligamentos, enquanto no ano anterior foram 2.156, o que aponta uma redução de aproximadamente 10%. A diminuição no número de demissões é avaliada positivamente pela entidade. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Bento Gonçalves (Stimmme-BG), Élvio de Lima, relata que a entidade teve um aumento de trabalhadores na base. Em 2013, o quadro foi de 8.813 vagas, contra 5.958 em 2012. Assim, é possível constatar um aumento de 2.855 vagas, o que representa 45%. “Foi constatado o aumento pelo número de contribuições. Um aumento de quase três mil surpreende”, afirma. Ele explica que esses dados são somente referentes ao município de Bento Gonçalves e que são motivados pelo crescimento do município. “Esperamos que esse crescimento continue sendo registrado”, projeta. Levantamentos Nos últimos 12 meses foram gerados 1.991 postos de trabalho no município, um crescimento de 4,99%, conclui o levantamento realizado pelo Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged). Neste mesmo período, os setores de Serviços e Indús-

Evolução do emprego em Bento* Atividade Econômica Extrativa mineral Serv. Ind. Util. Pública Construção Civil Comércio Serviços Adm. Pública Agropecuária Total

Saldo -14 555 9 285 491 683 0 -18 1.991

Empr % -9,93 2,77 7,83 17,10 7,69 6,03 0,00 -909 4,99

*DURANTE O ANO DE 2013 - FONTE: MTF - CAGED

O número de funcionários na base aumentou cerca de 45%

tria de Transformação criaram 683 e 555 novos postos de trabalho, respectivamente. Os setores de Construção Civil e Serviços Industriais de Utilidade Pública foram os que obtiveram o maior crescimento relativo, com, respectivamente, 17,10% e 7,83%. O presidente do Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC/ BG) Leonardo Giordani, analisa que o aumento de postos de trabalho mostra que a economia está em movimento, e evoluindo. “Entretanto, nos preocupa quando nos deparamos com falta de mão de obra especializada, uma carência presente em todos os setores produtivos de nosso município”. Para ele, uma das alternativas para suprir essa demanda é seguir o que está fortemente presente na indústria, que a automação seja uma alternativa para as empresas suprirem essa demanda. Outra opção são os programas como o Menor Aprendiz, assim como o Departamento de Educação Profissional e Estágio (Depe) que o

CIC/BG oferece aos seus associados como forma de auxiliar a identificar profissionais com perfil que atenda as demandas. Da mesma forma, o Depe também ajuda estudantes a aprender uma profissão. “Além de ajudar as empresas a encontrar potenciais capazes de atender a demanda existente, também promove o desenvolvimento educacional e profissional do estudante e seu ingresso no mercado de trabalho”, ressalta. Outra alternativa é oportunizar a qualificação interna, permitindo que avancem degraus vindos a ocupar postos mais qualificados. Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Bento Gonçalves (Sitracom BG), Itajiba Soares Lopes, os números gerais apesar dos acontecimentos é um saldo positivo, se referindo ao aumento de 4,99%. Ele aponta que ainda existem questões pontuais no setor moveleiro. regional@jornalsemanario.com.br

Estado elevou em 3,47% as vagas KÁTIA CASAGRANDE, ARQUIVO

Construção civil foi o setor que mais criou vagas no estado

Nos últimos 12 meses foram gerados 90.164 postos de trabalho no Rio Grande do Sul, um aumento de 3,47% indica o levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O setor de Serviços foi o que criou mais postos de trabalho nos últimos 12 meses, com 40.889. Com o maior crescimento relativo, destaca-se o setor de Construção Civil com 4,72%. Nos últimos 12 meses, foram gerados 1.117.171 empregos no país, um aumento de 2,82%.

Nesse período, o setor que mais abriu postos de trabalho foi o de Serviços, com 546.917. Destaca-se o setor de Construção Civil com os maiores crescimentos relativos dos últimos 12 meses com 3,44%. No país, o nível de emprego no setor da construção civil, encerrou 2013 com alta acumulada de 1,54%, ou seja, foram criadas 52 mil vagas. O setor empregou, no total, 3,426 milhões de trabalhadores até o final de dezembro. Na comparação com 2012, houve alta de 1%.


Geral 13

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

Vindima

Programação movimenta o Vale Vinícolas e hotéis da Serra Gaúcha promovem eventos variados para atrair turistas e moradores durante a colheita da uva

T

odo o charme da Serra Gaúcha durante a colheita da uva pode ser conferido em passeios sensoriais, visita a cantinas, filós e roteiros especialmente elaborados para a época. A vindima é a oportunidade ideal para apreciar a beleza e o sabor das uvas e dos vinhos nesta época do ano. A Vinícola Salton, em parceria com as vinícolas Cainelli e Cristófoli apresentam o roteiro “Fascínios da Vindima”. A programação especial acontece nos dias 1º, 8, 15 e 22 de fevereiro e de 1º a 3 de março permitindo que o visitante participe de uma imersão cultural, vivenciando os costumes e práticas mais tradicionais desta época. Durante o roteiro é possível participar da colheita das uvas, degustar delícias da região com um merendin nos parreirais, passear

GILMAR GOMES, DIVULGAÇÃO

Turistas e moradores podem conferir os roteiros especiais até março

a bordo de um tuque-tuque e realizar a pisa das uvas colhidas. Em seguida, visitar a fábrica da Salton, a cave das bordalesas, a cave subterrânea e, ainda, fazer um curso de degustação harmonizado. A programação encerra com um almoço típico italiano.

O Hotel Villa Michelon promove a abertura da Vindima também hoje, com apoio da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale (Aprovale). Colheita e pisa das uvas, bênção e filó italiano integram a programação, com mesa farta, cantoria e jogos típicos.

Esta é a sexta safra que o Vale dos Vinhedos celebra neste estilo. Chegando de todas as partes do Brasil e das diversas comunidades que formam o Vale, crianças, jovens, adultos e idosos se encontrarão no Parreiral Modelo que integra o complexo turístico do Villa Michelon, a partir das 18h. Depois, todos seguem a pé para o salão da comunidade 8 da Graciema, onde ocorre a celebração religiosa e, na sequência, o filó italiano com a presença de corais típicos da região e o conjunto de acordeões de Santa Tereza. A programação é regada a vinhos, espumantes e suco de uva de vinícolas do Vale dos Vinhedos e conta, ainda, com jogos típicos de baralho, a mora e o jogo de damas de vinho, onde as peças são taças de vinho branco e tinto.

Serviço Fascínios da Vindima Datas: 1º, 8, 15 e 22 de fevereiro / 1º, 2 e 3 de março 9h30: Vinícola Cainelli abertura e colheita das uvas 12h: Vinícola Salton - visita à fábrica e cave 14h30: Vinícola Cristófoli Visita à propriedade, cantina e almoço típico italiano Investimento: R$ 280 Inf.: (54) 3452.6042 Vindima Villa Michelon

Data: 1º de fevereiro abertura da Vindima A colheita e a pisa podem ser compartilhadas por quem tiver interesse Para participar do filó italiano é necessário adquirir o ingresso de R$35 Informações: (54) 2102.1800


14 Geral

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

Câmara de Vereadores

Sessões ordinárias retornam segunda Somente um projeto de lei está na pauta para a votação. Presidente Valdecir Rubbo (PDT) analisa desafios ao longo deste ano FERNANDO LEVINSKI

Fernando Levinski

A

s sessões ordinárias da Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves recomeçam na segunda-feira, 3 de fevereiro. Uma sessão extraordinária já havia sido realizada no mês de janeiro. Até a manhã de ontem, sexta-feira, somente um projeto estava incluído na pauta de votação. De autoria do vereador Moacir Camerini (PT), o projeto de resolução prevê a criação do programa “Transparência no Legislativo”. A ação tem o objetivo de disponibilizar na internet informações variadas sobre as atividades do Legislativo no município, como as reuniões no plenário, sugestões de emenda à Lei Orgânica, projetos, requerimentos e indicações, planilhas de votação,

Além disso, ainda há a possibilidade de divulgação referentes à gestão administrativa, como a divulgação de orçamento, execução orçamentária e financeira, licitações e outros assuntos. Projeção para 2014

Rubbo acredita que programação da TV irá ao ar no mês de fevereiro

presença em plenário, leitura na íntegra de relatórios e pareceres da Comissão Técnica Permanente de Constituição e Justiça e Jurídico, com exceção dos anexos. O projeto de resolução tam-

bém prevê a disponibilização de informações sobre comissões técnicas, permanentes e temporárias, mais especificamente sobre composição, reuniões, presenças nas comissões e audiências públicas.

O presidente da Câmara, Valdecir Rubbo (PDT), espera que os debates desse ano possam ser somente políticos, ficando acima de questões pessoais. “Dessa maneira quem tem a ganhar será a comunidade”, analisa. Perguntado se algumas discussões entre vereadores no ano passado possam ter prejudicado os trabalhos da Câmara, Rubbo acredita que nada foi afetado. “Todos os projetos puderam ser apreciados pelos vereadores”,

afirma. Sobre as dificuldades para este ano, Rubbo pontua que a revisão do código de postura já está em discussão há mais de uma legislatura. Outra questão apontada pelo presidente da Câmara é a revisão do Plano Diretor. “Sabemos que há uma comissão fazendo este trabalho na prefeitura, temos que estar preparados para que quando isto chegue à Câmara possamos fazer um bom debate sobre o assunto”, avalia. Ele também destaca a possibilidade de no mês de fevereiro entrar no ar a programação completa da TV Câmara Bento e, por fim, Rubbo ressalta a necessidade da realização de algumas alterações no regimento interno. geral1@jornalsemanario.com.br


Geral 15

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

POLÊMICA

Possível quebra de decoro é investigada O ano mal começou e a polêmica já começa a tomar conta dos corredores da Câmara de Vereadores. Uma comissão foi formada por vereadores para investigar uma acusação de quebra de decoro parlamentar contra o vereador e líder do governo na Câmara Enio De Paris (PP). A acusação é feita pelo líder da bancada do Partido dos Trabalhadores (PT) no Legislativo, Moacir Camerini. Ele acusa De Paris de ter entrado em seu gabinete na companhia de um funcionário da Secretaria de Meio Ambiente para intimidar um de seus assessores. A razão, segundo Camerini, seria a denúncia feita por ele de que uma funcionária da bancada do PP, não estaria cumprindo o horário de expediente. “Eu fiz uma denúncia, pois houve uma conduta não condizente com a conduta de um vereador, ele (De Paris) e um funcionário entraram no

Acusação de Camerini também conta com um registro de BO

MARCELO MACIEL

Membros

Fernando Levinski

Raquete (PTB) Clemente (PDT) Neilene Lunelli (PT) Gilmar Pessuto (PSDB) Adelino Cainelli (PP) Moisés Scussel (PMDB) Marlen Peliciolli (PPS) Marcos Barbosa (PRB) FONTE: CÂMARA DE VEREADORES

Como acontecerá o trâmite Inicialmente os oito vereadores escolhidos para compor a comissão realizarão um trabalho interno. Se for constatada a quebra de decoro parlamentar, o assunto será levado ao plenário. Esta comissão terá 30 dias para realizar as investigações. Caso nada seja constatado, o assunto será encerrado. O regimento interno da Câmara prevê três tipos de punições de acordo com a gravidade da situação analisada. Censura verbal ou escrita, suspensão do mandato por até 30 dias e perda do mandato. meu gabinete e o De Paris pegou meu assessor pelo braço convidando para almoçar”, relata sobre a situação. Além disso, Camerini afirma que o funcionário da Secreta-

ria de Meio Ambiente fez uma ameaça verbal contra o parlamentar. Este fato teria motivado o registro de um Boletim de Ocorrência (BO). O advogado do vereador

Advogado do vereador De Paris não divulgou qual ação será feita

De Paris, André Bernardo dos Santos, afirma que isso é uma tentativa de “criar uma situação favorável ao PT perante a opinião pública, inventou-se um factóide onde imputou-se

ao vereador Enio uma determinada conduta agresssiva”. Sobre a versão do parlamentar De Paris sobre os fatos, o advogado afirma que a versão conhecida até o momento era a nota de repúdio divulgada pela bancada do PT, que afirmava que o vereador De Paris havia cometido “atos de violência física e verbal”, contra o vereador Camerini e seu assessor. Entretanto, ele afirma que a ocorrência registrada aponta somente “a narrativa de uma suposta ameaça”. “Não há correspondência entre a nota divulgada pelos vereadores do PT em jornais locais e o que fora relatado pelo vereador Camerini na ocorrência policial, o que demonstra, de imediato, as inverdades de ambas acusações”, analisa o advogado. Perguntado sobre a atitude que será tomada sobre o assunto, ele preferiu não se manifestar. geral1@jornalsemanario.com.br


16 Geral

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

Câncer de mama

Sem medo de encarar o espelho Irete da Silva, primeira mulher de Bento a realizar a cirurgia imediata de reconstrução da mama, fala sobre superação, fé e vitória JOSIANE RIBEIRO

Josiane Ribeiro

A

s lágrimas que escorrem pelo rosto borram um pouco a maquiagem. O cabelo curto, que volta a crescer aos poucos, revela parte da história de uma mulher de força. A emoção, estampada nos olhos de Irete Mileski da Silva, é de felicidade. Aos 41 anos a dona de casa comemora a vitória contra um câncer de mama. Mais do que uma etapa vencida, Irete celebra o orgulho de ser a primeira mulher de Bento Gonçalves submetida à mastectomia com reconstrução imediata da mama – procedimento realizado através do Sistema Único de Saúde (SUS). Da descoberta da doença até o dia da cirurgia foram sete meses de espera, 16 sessões de quimioterapia e um turbilhão de sentimentos. “Quando descobri o tumor o chão caiu. Não tem como não ficar lá embaixo. Mesmo assim fui em frente. Sabia que tudo ia aca-

Para Irete, a cirurgia é um presente para as mulheres que não precisarão passar por uma mutilação

bar bem”, conta Irete. O apoio da família no período foi fundamental. As filhas Mariana e Marina, de 4 e 12 anos, e o marido João Edinilson da Silva assumiram os afazeres domés-

ticos e a ajudaram a enfrentar o tratamento. “Foi realmente uma luta de família. Eles estão comigo nos momentos bons e ruins. Quem descobre a doença deve ter força, sem medo de

enfrentar tudo”. Irete optou por realizar a mastectomia nos dois seios como forma de prevenção. A notícia que faria a reconstrução imediata surgiu em um

misto de emoções. “Me imaginava chegando em casa e ao me olhar no espelho me ver sem uma parte do corpo. Saber que não precisaria passar por isso foi um alívio. Penso em todas as mulheres que precisaram passar por esse trauma”, destaca. Para ela, o benefício da cirurgia também em Bento é um presente. “Todas as mulheres que passarem por um câncer de mama não vão mais precisar se sentir mutiladas. É um presente de Deus para todas as mulheres”. Ao final, as lágrimas são enxugadas e dão lugar a um sorriso contagiante e a palavras de gratidão. “Deus colocou na minha caminhada pessoas incríveis. Só tenho que agradecer a Deus e a toda equipe de médicos do Hospital Tacchini que me acompanharam. Lá fui tratada como uma princesa por profissionais super competentes”, agradece. geral4@jornalsemanario.com.br

Autoexame da mama para diagnóstico precoce Com histórico de câncer de mama na família, Irete sempre esteve atenta aos sintomas da doença. Consultas médicas e o autoexame de mama sempre fizeram parte da rotina da dona de casa. E foi assim, com o autoexame durante o banho, que ela descobriu precocemente o tumor no seio esquerdo. “Percebi um pequeno caroço com o toque. Como durante a semana seguinte ele não diminuiu, resolvi procurar o posto de saúde do bairro para uma consulta”, afir-

ma. Irete destaca a importância desses cuidados básicos com a saúde das mulheres. “Temos tudo ao nosso alcance, como médicos e exames. É preciso mesmo um cuidado especial das mulheres”, complementa. Para Irete o momento agora é de seguir em frente. “Me considero uma vitoriosa. Depois do ‘deserto’ sempre vem a alegria. Como aprendizado levo a importância de se viver mais em família e seguir no caminho que Deus me colocar”, finaliza.


Geral 17

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

Cirurgia é direito da mulher A reconstrução imediata já faz parte do tratamento do câncer de mama em vários centros da Europa e Estados Unidos, além dos Centros de Excelência no Tratamento do Câncer de Mama no Brasil. No país a lei que determina a cirurgia plástica imediata está em vigor desde abril de 2013. Em Bento Gonçalves, o primeiro procedimento foi realizado na última semana. De acordo com o mastologista e especialista em cirurgia reconstrutora da mama, Maximiliano Kneubil, a tendência é que o município continue proporcionando às mulheres essa oportunidade. “Esta é com certeza uma conquista que merece ser comemorada. Todas as mulheres devem cobrar seus direitos e estamos batalhando para isso junto com a Liga de Combate ao Câncer de Bento e também com o total apoio do Hospital Tacchini”, explica. Segundo o cirurgião, os benefícios para a autoestima das mulheres é inestimável. Acre-

ARQUIVO

Dr. Maximiliano Kneubil responsável por realizar o procedimento

dita-se que o seio é o ponto principal da feminilidade. “O ganho para as pacientes em termos emocionais é muito grande. Elas não precisam mais passar por uma mutilação. É uma nova forma de se encarar a doença”. Com a cirurgia, conforme o médico, as mulheres têm mais confiança para continuar o tratamento contra o câncer de mama. Algumas restrições ain-

da devem ser levadas em conta, como o estágio do tumor e a idade, mas na maioria dos casos a reconstrução é possível. “Muitas pacientes não conseguem se olhar no espelho e acabam passando por crises familiares. Tudo isso será amenizado. Temos muito ainda para evoluir junto ao SUS, mas esse é um passo importante e estamos orgulhosos com os resultados”, finaliza.

LIGA DE COMBATE AO CÂNCER

Um avanço para todos Para Maria Lucia Gava Severa, presidente da Liga de Combate ao Câncer de Bento, a realização da cirurgia de reconstrução mamária pelo SUS em Bento Gonçalves marca um importante avanço na política de saúde pública do país. “Esse procedimento tem um valor que vai muito além da estética, permitindo à mulher uma nova perspectiva de vida na luta contra o câncer, contribuindo sobremaneira em sua reabilitação, por meio do fortalecimento da auto-estima relacionada à feminilidade”, afirma. Segundo Maria Lucia, essa

conquista é fruto de uma luta antiga, reivindicada há mais de três anos por gestores da área de saúde, mastologistas e, também, por entidades como a Liga de Combate ao Câncer de Bento Gonçalves, representada por suas voluntárias. “Juntos todos direcionaram esforços pela obtenção deste que é um direito das pacientes e fundamental na manutenção de sua qualidade de vida. Esperamos que essa prática seja incorporada às rotinas médicas e tenha sua abrangência ampliada, podendo beneficiar, assim, pessoas de toda a comunidade e região”, destaca.

O que diz a Lei A Lei 12.802/2013 obriga o SUS a fazer a cirurgia plástica reparadora da mama logo em seguida à retirada do câncer. A lei anterior (Lei 9.797/1999) já previa que mulheres que sofressem mutilação da mama (mastectomia) teriam direito à cirurgia, mas sem especificar o prazo em que ela deveria ser feita.


18 Geral

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

O que Bento precisa melhorar

Grupo engajado na preservação da água Objetivo também é chamar a atenção sobre mudanças do Plano Diretor DIVULGAÇÃO

Meta é conseguir 4 mil assinaturas para abaixo-assinado que deverá ser entregue ao prefeito Pasin

Josiane Ribeiro

P

ara conscientizar a população sobre a problemática da água no município, os cinco administradores do grupo “O que Bento Gonçalves precisa melhorar e nossos representantes não enxergam”, organizado na rede social Facebook, decidiram ir às ruas. Os participantes, observando a insatisfação da população, decidiram organizar um abaixo-assinado contra as possíveis mudanças no Plano Diretor que possibilitará a instalação de indústrias na bacia de captação do Arroio Barracão. “Decidimos botar a mão na massa, não ficando apenas postando fotos com denúncias, mas organizando este abaixo-assinado para divulgar a problemática que afeta toda a população e aos que nos visitam”, explica o integrante Mauro César Noskowski. Contra mudanças no Plano Diretor De acordo com Noskowski, a população não deve permitir a mudança no Plano Diretor referente ao artigo 53, que prevê a liberação e instalação de indústrias e loteamentos populares no Barracão. Segundo

ele, 20% das águas que chegam às torneiras são do Arroio Barracão e estão poluídas pela falta de tratamento do esgoto nos bairros Santa Helena, Santa Marta, Fátima, Imigrante e Fenavinho. Os outros 80% são provenientes da Barragem de São Miguel, localizadas em Farroupilha. “A Corsan faz milagres em transformar nosso esgoto em água. Se Farroupilha mudar o Plano Diretor deles, como ficaremos? Outra questão que preocupa é o fato de que em dias de chuvas fortes, indústrias de Farroupilha liberam produtos químicos misturados à água, como aconteceu no ano passado”, destaca. A iniciativa pretende reunir ao todo quatro mil assinaturas. Após uma ação realizada no centro da cidade no final de semana, cerca de três mil foram contabilizadas. Para Noskowski falta preocupação do poder público e também da população. “Notamos que algumas pessoas desconhecem o problema ou sentem medo de sofrer represálias”. Para ele, é preciso que a população entenda a realidade e crie consciência para que a cidade não fique sem água. “Bento Gonçalves é um dos 65 desti-

nos turísticos do Brasil, recebeu o 20º Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos e por isso foi chamada de Cidade das Águas, realiza a Feira Internacional de Tecnologia para o Meio Ambiente (FIEMA) e possui ainda a Proamb e Abepan. É de estranhar que com tantas entidades relacionadas ao tema água, por que não se preocupam com sua água? O que tem por trás disso?”, questiona. Na segunda-feira, 3, o grupo poderá participar da sessão na Câmara de Vereadores para usar a tribuna. O espaço foi liberado para os integrantes explicarem os motivos que os levaram para criarem a petição. Na quarta-feira, 5, o grupo tem uma reunião marcada para entregar o abaixo-assinado ao prefeito Guilherme Pasin solicitando um parecer sobre esse tema. Mesmo com o número suficiente de assinaturas coletadas, a petição continuará em aberto para quem quiser participar. Os interessados podem acessar o site www.change.org/arroiobarracao e realizar a assinatura. Na página, a população pode conferir todas as informações sobre a iniciativa. geral4@jornalsemanario.com.br


Sรกbado, 1ยบ de fevereiro de 2014

19


20 Geral

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

Fretes

Jogo de empurra na fiscalização DMT afirma que só fiscaliza infrações e Desenvolvimento Econômico diz que responsabilidade da secretaria é a emissão de alvarás FOTOS ESTEFÂNIA V. LINHARES

Fernando Levinski

O

serviço de transporte de mercadorias por veículos regulamentados pelas placas de aluguel, de cor vermelha, não tem fiscalização em Bento Gonçalves. Com uma volta no centro é possível identificar veículos, pequenos caminhões e pick ups, parados em frente às lojas de varejo carregando produtos. Alguns destes automóveis possuem identificações com telefones de pessoas que realizam os fretes. De acordo com as informações da Secretaria de Desenvolvimento e do Departamento Municipal de Trânsito (DMT), o profissional que deseja ingressar neste mercado de maneira regular precisa solicitar um alvará junto à Secretaria da Fazenda. Após receber o documento, o motorista deverá seguir para o Detran para dar entrada nos documentos para receber a placa vermelha, concedida para veículos de táxi, vans de

Veículos com placa cinza podem ser vistos realizando fretes no centro da cidade, principalmente nas proximidades das lojas varejistas

transporte e automóveis para transporte de cargas. Porém, em Bento não há entendimento sobre qual o órgão público é o responsável pela fiscalização dos veículos que desempenham a atividade de frete. O diretor do DMT, Clóvis Bedina, afirma que a responsabilidade do departamento é fiscalizar as irregularidades

de trânsito. “Porém, caso alguém encaminhe alguma denúncia, nós podemos averiguar”, pondera. Já o encarregado pelo departamento de fiscalização da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Marcos Antônio Friedrich, enfatiza que a responsabilidade da secretaria é a concessão do alvará. “Nós não temos a condição de exi-

gir a documentação de um motorista”, conclui. Jefereson Pereira, gerente de uma das lojas do Centro onde foi flagrado (foto acima) o carregamento de produtos em um veículo irregular, afirma que o automóvel da foto não pertence à loja. “As entregas são feitas com um caminhão da loja, porém, os freteiros costumam deixar al-

guns cartões aqui e os clientes acabam utilizando os serviços”, afirma. Sobre o veículo branco registrado na foto, Pereira ressalta que o proprietário teria informado à direção da loja que já está providenciando a documentação para receber a placa de aluguel. geral1@jornalsemanario.com.br

Ilegalidade atrapalha regularizados UCS recebe inscrições para processo seletivo por aproveitamento do Enem A Universidade de Caxias do Sul está com inscrições abertas para o processo seletivo para ingresso nos cursos de graduação com aproveitamento da nota do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem, realizado nos anos de 2008 a 2013. São oferecidas vagas em cursos nas unidades de Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Canela, Farroupilha, Vacaria, São Sebastião do Caí, Nova Prata e Guaporé.

As inscrições devem ser feitas somente pela internet no site www.ucs.br, até dia 26 de fevereiro. No momento da inscrição, o candidato deverá informar o número da inscrição no Enem e o ano da realização do Exame. Se o candidato prestou o Enem em mais de uma oportunidade, deverá optar pelo resultado de somente um dos anos. O valor da inscrição para o processo seletivo é de R$ 30,00.

Os freteiros José Roman, que está no mercado há cerca de 13 anos, e Volmir Bortolanza, trabalhando com frete há cerca de nove anos, reclamam dos veículos irregulares que estão atuando na cidade. “Pagamos todas as taxas, impostos para estarmos regularizados”, enfatiza Bortolanza. Os colegas de trabalho ressaltam que têm acumulado prejuízos por causa dos veículso que estão em desconformidade com a lei. “Temos visto caminhonetes e caminhões sem a placa vermelha e o registro da ANTT circulando pela cidade”, reclamam. O registro na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) é obrigatório para veículos que realizam o transporte rodoviário de cargas no Brasil, sejam empresas, autônomos ou cooperativas.

FERNANDO LEVINSKI

Freteiros regularizados afirmam que pagam taxas para poder trabalhar


Regional 21

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

Monte Belo do Sul

PINTO BANDEIRA

Comunidades ganham pavimentação asfáltica Primeiro trecho contemplado por asfaltamento é de mais de mil metros Prefeito João Pizzio recebeu o superintendente da Caixa, Ruben Grams

Município assina contrato de R$ 365 mil O mês de janeiro encerra com boas notícias para a agricultura de Pinto Bandeira. Na manhã de quinta-feira, 30, foram assinados dois contratos com a Caixa Econômica Federal (CEF), totalizando R$ 365 mil. Deste valor, R$ 292,5 mil são oriundos do Ministério da Agricultura e R$ 72,5 mil de verbas próprias do município. O ato aconteceu no gabinete do prefeito João Pizzio e contou com a presença do superintendente regional da CEF, Ruben Valter Grams, do gerente da agência de Bento Gonçalves, Giovani de Carli,

secretários municipais e assessores das duas instituições. Os contratos são para a aquisição de máquinas para a patrulha agrícola mecanizada, composta de uma retroescavadeira no valor de R$ 240 mil com contrapartida de R$ 45 mil do município, e de um trator ao custo de R$ 125 mil, sendo R$ 27,5 mil do tesouro municipal. A liberação dos recursos foi publicada no Diário Oficial da União do dia 14 de janeiro. As máquinas vão reforçar a patrulha agrícola da Secretaria da Agricultura, que conta apenas com um trator.

GARIBALDI

Obra de ampliação da Apae ganha forma O ano letivo ainda não começou, mas a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) Garibaldi segue em ritmo acelerado nas obras de ampliação da entidade, na Rua 20 de Setembro. O primeiro pavimento do prédio, já está sendo construído por meio do Projeto Solidificando com Cidadania. As obras tiveram início em outubro do ano passado, quando também foi firmada a parceria entre Apae e Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, através de empresas patrocinadoras. O projeto permitiu o repasse de R$542 mil por parte das cinco empresas participantes, através do ICMS, para aumentar a estrutura da entidade. O novo prédio, anexo ao já existente, terá 757 metros qua-

drados e três pavimentos. O espaço abrigará um refeitório mais amplo para os usuários e também terá salas para oficinas de arte, teatro, dança, argila, culinária, entre outras atividades. Os programas sociais terão como objetivo promover o desenvolvimento das capacidades dos atendidos e a inclusão social. De acordo com a presidente da Apae, Neusa Berteli Sartori, a construção do novo espaço físico representa a realização de um sonho antigo da entidade e é resultado da união de forças de todos os envolvidos. “É um sonho que se concretiza. Estamos todos, diretoria, funcionários, alunos e voluntários, muito ansiosos e na expectativa para começar a utilizar mais este espaço, que é fruto de uma união de esforços”, afirmou Neusa.

FOTOS DIVULGAÇÃO

Estefania V. Linhares

A

pavimentação asfáltica que ligará a Comunidade de Santa Bárbara à Capela Nossa Senhora da Saúde em Monte Belo do Sul já está em andamento. O projeto prevê o asfaltamento de 1.100 metros, com um investimento de R$ 800 mil, de recursos próprios do município. O prefeito Lirio Turri explica que a base para a camada já está concluída, porém o trabalho está paralisado em virtude de que a estrada é um dos acessos utilizados pelos viticultores escoarem a safra da uva. “Pela estrada passam cerca de cinco milhões de toneladas de uva e precisa de condições de trafegabilidade. Assim, vamos aguardar para que a pavimentação seja concluída”, comenta. A projeção é que a estrada esteja concluída entre o final do mês de fevereiro e o início de março. Ao ser concluído esse trecho, está prevista a pavimentação da Capela Nossa Senhora da Saúde até a Comunidade Santa Rita. Turri explica que serão investidos R$ 510 mil, oriundos do governo federal em 1.500 metros. O Município tem trabalhado para melhorar as condições de diversas vias da cidade.

Conclusão da obra deverá ocorrer no máximo no início de março

Área urbana Além da área rural, o perímetro urbano será beneficiado com a pavimentação asfáltica e a drenagem de vias. Na quarta-feira, 29, o prefeito assinou o contrato de repasse com a Caixa no valor de R$ 730.460,00. Os recursos são oriundos do Ministério das Cidades. Segundo Turri, os valores foram conquistados através do auxílio do deputado federal Luiz Carlos Busato e o deputado estadual Ronaldo Santini. “O projeto está sendo analisado para verificar quais as ruas ou trechos vão receber a pavimentação”, afirma. Ele relata ainda que para conseguir os recursos

para o município é necessário que se tenha o auxílio e neste caso contou com a colaboração dos deputados. “Existem mais recursos que estão a caminho”, relata. O prefeito revela que esse ano será um ano em que o município irá receber diversos recursos e também serão feitos investimentos próprios. O calçamento da rua próxima ao campo municipal e a escola já estão com a verba de R$ 245 mil garantida. “A escola atende a cerca de 200 alunos que serão beneficiados com o calçamento de 200 metros”, comenta. regional@jornalsemanario.com.br

Ano inicia com frota nova Sobre a renovação da frota de veículos do Município, conforme o prefeito Lírio Turri foram adquiridas três viaturas: uma destinada à educação, um furgão para a manutenção e uma camionete para as obras. Os veículos sairão de circulação e irão a leilão no mês de março. Os recursos obtidos serão utilizados para a compra de novos veículos. Amanhã, 2 de fevereiro o prefeito Lirio Turri viaja à

Brasília, onde possui uma série de compromissos em Ministérios e deverá retornar ao município com novos anúncios que deverão beneficiar a comunidade com mais investimentos do governo federal. Balanço O ano de 2013 contou com a arrecadação de R$ 11.563,190,61, sendo que, destes 30% foram aplicados

em Educação, e 17% em Saúde. O superávit de 2013 foi de R$ 1.247.553,30, destes R$ 840.330,14 são recurso livre. Vale ressaltar que o superávit de 2012 foi de R$ 302.029,47, ficando como recurso livre R$ 122.029,47. Turri explica que o saldo positivo dará mais tranquilidade para desenvolver projetos. “Se acontecer imprevistos contaremos com recursos em caixa para atender a demanda”, destaca.


22

Obituário

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

Faleceram em Bento FRIDA BOTH, no dia 22 de janeiro de 2014. Natural de Três de Maio, RS, era filha de Fredolino Gerhardt e Christina Gerhardt e tinha 82 anos. ANGELO CAVALET, no dia 23 de janeiro de 2014. Natural de Bento Gonçalves, RS, era filho de Antônio Cavalet e Ludya Facchini e tinha 91 anos. LOURDES ELVIRA DONADEL CARRARO, no dia 23 de janeiro de 2014. Natural de Bento Gonçalves, RS, era filha de Lourenço Donadel e Zefeferina Milani Donadel e tinha 87 anos. ALCIDES PARPINELLI, no dia 23 de janeiro de 2014. Natural de Guabiju, RS, era filho de Dionisio Parpinelli e Ignes da Silva Parpineli e tinha 54 anos. TEREZA APOLONIA TIBURSKI, no dia 23 de janeiro de 2014. Natural de Sarandi, RS, era filha de Eduardo Zaleski e Emilia Zaleski e tinha 83 anos. GECILDE LOURDES TAFFAREL ZARDO, no dia 24 de janeiro de 2014. Natural de Cotiporã, RS, era filha de João Taffarel e Domingas Marcuzzo e tinha 81 anos. DENIR MARGARIDA PICOLI BERTOL, no dia 24 de janeiro de 2014. Natural de Santa Inês, PR, era filha de Santo David Picoli e Júlia Engel Picoli e tinha 47 anos. IVANIR ARALDI LIVIERA, no dia 25 de janeiro de 2014. Natural de Guaporé, RS, era filha de Jacob Araldi e Alice Lourensini e tinha 55 anos. EMILIA DOS SANTOS CORDEIRO, no dia 25 de janeiro de 2014. Natural de Vacaria, RS, era filha de Bernardina Barreto dos Santos e tinha 79 anos. OLYMPIA MARIA PERIN SANTIN, no dia 25 de janeiro de 2014. Natural de Casca, RS, era filha de Aquilles Perin e Thereza Castellani e tinha 84 anos. JOSÉ LUÍS FRANCO LEIRIA, no dia 26 de janeiro de 2014. Natural de Bento Gonçalves, RS, era filho de Ari Silveira Leiria a Maria Madalena Franco Leiria e tinha 59 anos. MARCIA SANTOS, no dia 26 de janeiro de 2014. Natural de Bento Gonçalves, RS, era filha de Valdir Santos e Nair Maria Teixeira Santos r tinha 36 anos. LEONILDA DÉCIMA ZANELLA ARSEGO, no dia 27 de janeiro de 2014. Natural de Bento Gonçalves, RS, era filha de José Zanella e Angela Nicchetti Zanella e tinha 86 anos. WANDA GERTRUDES CAPRARA FRANCIO, no dia 27 de janeiro de 2014. Natural de Bento Gonçalves, RS, era filha de Henrique Caprara e Irene de Bacco Caprara e tinha 83 anos. DIAMANTINA ALVES DA SILVA, no dia 27 de janeiro de 2014. Natural de Fontoura Xavier, RS, era filha de Adelaide Alves da Silva e tinha 87 anos. ANILDO PALINSKI, no dia 27 de janeiro de 2014. Natural de Capanema, PR, era filho de Pedro Palinski e Maria Palinski e tinha 49 anos. SEVERINO GIROLAMO LUVISON, no dia 28 de janeiro de 2014. Natural de Nova Bassano, RS, era filho de Luiz Luvison e Angela Carollo e tinha 92 anos.

MÁRCIA ROSANA DE CAMPOS VELHO, no dia 28 de janeiro de 2014. Natural de São Lourenço do Sul, RS, era filha de Neldo Ribeiro Wille e Iria Bork Wille e tinha 41 anos.

HILDO FEDERIZZI, no dia 28 de janeiro de 2014. Natural de Bento Gonçalves, RS, era filho de Mário Federizzi e Rosalina Fleck Federizzi e tinha 67 anos.

ERIBERTO KALB, no dia 29 de janeiro de 2014. Natural de Augusto Pestana, RS, era filho de Edemar Kalb e Maria Iris Kalb e tinha 43 anos.


Sábado, 1º de fevereiro de 2014

Publicações Legais

23


24

Segurança

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

Solução para homicídio

Família está em busca de justiça Agricultor João Bortolini foi morto por uma bala perdida em abril de 2012, na Linha Paulina, quando estava dentro de sua casa FOTOS NOEMIR LEITÃO

Noemir Leitão

U

ma espera incessante. É desta forma que vive a família de Ana Orsatto Bortolini, 57 anos, aposentada por invalidez e que há quase dois anos não consegue repousar tranquila em sua casa, depois da morte misteriosa do marido, o agricultor João Bortolini de 68 anos, com quem conviveu por 40 anos e teve três filhas. Ele foi morto no dia 22 de abril de 2012, quando estava na janela de sua casa, na Linha Paulina, distrito de Faria Lemos, ao ser alvejado com um tiro no peito, disparado por um rifle, calibre. 22. Segundo a viúva, muitas versões foram dadas para a morte do seu marido. Ela relata que foi ameaçada diversas vezes por algumas pessoas para não levar o caso adiante. “Convivo com um drama que não consigo esquecer. Meu marido foi morto por pessoas que estavam caçando próximo da minha casa e, além disso, o caso ficou esquecido, por isso não somente eu, mas minhas três

Ana Bortolini exibe a foto do marido morto. Família espera que a justiça esclareça o caso

filhas querem uma solução da justiça”, disse. A agricultora destaca ainda que entrou em contato com a Corregedoria

da Polícia Civil, em Porto Alegre, e eles estão lhe ajudando nesta questão. Desta feita, o caso está sendo retomado pela

1ª Delegacia de Polícia para averiguações e com objetivo de apontar quem foi o responsável pelo disparo que matou o

Inquérito policial está em andamento As investigações do crime foram retomadas pela delegada Cristiane Pasche, da 1º Delegacia de Polícia. Cristiane afirma que o registro havia sido efetuado e estava em mãos do delegado da época, Leônidas Reis mas, com a sua saída, ela tomou a frente dos trabalhos e vem realizando buscas por evidências do crime, inclusive com perícias feitas no local onde o agricultor foi morto. Pessoas que possam estar envolvidas com o fato, incluindo o empresário citado por Ana Bortolini, já foram ouvidas pela delegada. “Estamos analisando as perícias que foram feitas e aguardando outras que foram solicitadas, e que ainda estão em Porto Alegre. Quando isso acontecer, juntaremos outras provas ao inquérito

Delegada Cristiane Pasche é a responsável por conduzir o inquérito

para então chegarmos a uma conclusão, porém todo esse processo está em andamento e não podemos dar maiores detalhes, ou seja, tudo está sendo bem conduzido”, explica a delegada. Com relação às pessoas que possam estar envolvidas, Cristiane Pasche destaca que ainda é cedo e prematuro para afirmar quem está envolvido na morte do agricultor ou quem deu o tiro, mesmo que acidentalmente, atingindo o morador e levando-o à morte. “A polícia está fazendo a sua parte no que for preciso e a família sabe disso, então tudo é questão de tempo para que possamos encaminhar ao MP e formalizar o processo normal, com a acusação”, conclui.

agricultor João Bortolini. Ana Bortolini ressalta que após a morte de seu marido, algumas pessoas iniciaram boatos afirmando que sabiam quem eram os autores do crime. Um mês após o falecimento do seu marido, ela recebeu a visita de um empresário da cidade, que afirmou saber quem eram as pessoas que estavam caçando nas proximidades de sua residência, mas que não relatou o fato por não querer se envolver no incidente. “Minha luta agora é para que a polícia retome as investigações, que ficaram paradas por mais de um ano”. Ana destaca que a perda do marido e a indefinição do caso, que ainda não aponta suspeitos, lhe deixa cada dia mais angustiada, inclusive seus netos que sentem a falta do avô. “Quero lutar até atingir meu objetivo de ver prosperar a justiça, porque ainda acredito que as pessoas devem ter seu caráter correto e assumir uma culpa”, disse. policia@jornalsemanario.com.br

PLANTÃO Polícia encontra carro roubado Um automóvel Monza, placas IDT 7955 de Garibaldi, foi encontrado na rua Osiris Ferreira Motosselli, no bairro São Roque em Bento Gonçalves, nesta quinta-feira, 30. A Brigada Militar informou que o veículo havia sido roubado em Garibaldi na tarde de quarta-feira, 29. O carro foi recolhido para o depósito do Detran.

Arma é apreendida no bairro Progresso Em cumprimento de mandado de busca e apreensão, agentes da 1ª DP, apreenderam uma espingarda sem registro, e uma televisão supostamente roubada. A ação aconteceu na manhã da quarta-feira, 29, no bairro Progresso, em Bento Gonçalves. Ninguém foi preso.


Segurança 25

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

CRIME AMBIENTAL PATRAM, DIVULGAÇÃO

Júri Popular

Primeira sessão será no final deste mês Acusado será julgado pela prática do crime de homicídio qualificado NOEMIR LEITÃO

Noemir Leitão

J

Queima foi descoberta e responsável pelo ato recebeu uma multa

Patram aplica multa por queima irregular O 3º Grupamento de Polícia Ambiental da Brigada Militar realizou no dia 22 de janeiro uma autuação por queima irregular no bairro Panazzolo, em nossa cidade. Os Bombeiros compareceram até o local e confirmaram que havia queima de resíduos, sem qualquer autorização e em

desacordo com a legislação ambiental. Integrantes da Patram multaram o responsável, que agora passará a responder por crime ambiental, já que no local, também existem espécies de aves e animais que devem ser preservados, além de árvores centenárias.

CARRO FURTADO

Polícia Rodoviária recupera veículo ANTÔNIO SÉRGIO DE OLIVEIRA/RÁDIO DIFUSORA, DIVULGAÇÃO

á está datado o primeiro júri popular de 2014. Ele ocorrerá no dia 28 de fevereiro, no salão do tribunal do júri de Bento Gonçalves, iniciando às 9h, e decidirá o futuro do réu Rogério Antonio Martins de Quadros. A acusação é de homicídio qualificado (Art. 121, §2º Inc. III e IV do CP). O acusado irá ser defendido por um defensor público e terá como prolatora dos trabalhos a Dra. Juíza Fernanda Ghiringhelli de Azevedo, e nos trabalhos por parte da acusação, promotor de justiça, que ainda não está definido pelo Ministério Público de Bento Gonçalves. Relembre o caso O crime ocorreu no dia 13 de março de 1999, nas proximidades do aeroclube de Bento, no bairro São João, quando o denunciado Rogério Antônio Martins de Quadros, em comunhão de esforços e conjugação de vontades com seu irmão Jorcelir José Carvalho na época adolescente, mediante violência exercida pelo emprego de faca, que não foi apreendida, matou o taxista Sérgio Paese, esfaqueando-o na região pescoço e do tórax,

Júri popular acontecerá no dia 28 de fevereiro no Fórum de Bento

produzindo lesões que causaram a morte da vítima, e ainda subtraíram, para si, o automóvel Monza, que estava na posse da vítima no momento. Naquela ocasião, os denunciados abordaram a vítima, que trabalhava como taxista, junto ao ponto situado em frente à Igreja Santo Antônio, no centro, e solicitaram uma corrida até as proximidades do aeroclube. Lá chegando, passaram a agredir e esfaquear o ofendido, que acabou falecendo no local, e fugiram levando o automóvel. O bem subtraído foi recuperado cinco dias após o fato, no Vale dos Vinhedos. Paese tinha mulher e filhos

e era muito bem relacionado com amigos e familiares. Mesmo que o crime tenha sido cometido em 1999, somente agora o julgamento irá ocorrer, em virtude de trâmites processuais que estavam sendo avaliados no Tribunal de Justiça do Estado, que desclassificou o delito de latrocínio para o homicídio qualificado, logo sendo apreciado pelo tribunal do júri de Bento Gonçalves. Esta sessão será a primeira deste ano, mas segundo informações, até dezembro de 2014, mais sessões do júri serão realizadas na comarca do nosso município. policia@jornalsemanario.com.br

INVESTIGAÇÃO

Homem é encontrado morto Veículo Kadett encontrado havia sido furtado em Farroupilha

Na tarde da quarta-feira, 29, os Patrulheiros da Polícia Rodoviária Estadual recuperaram o veículo Kadett, placas IEL 1323, de Farroupilha. Ele foi encontrado às margens do quilômetro 5 da ERS 444, próximo ao bairro Eucaliptos, em nossa cidade. Segundo informações do pa-

trulheiro rodoviário Luiz Fernando Garcia, o automóvel havia sido furtado na terça-feira, 28, na rua Ângelo Bartelli, em Farroupilha. O carro está sem o rádio e com o painel danificado. A Polícia Rodoviária não encontrou nenhum suspeito e o veículo foi recolhido para o depósito do Detran.

A polícia está investigando a morte de um homem que foi encontrado já sem vida em uma pousada aqui em Bento Gonçalves. O fato aconteceu na quarta-feira, 29. Na noite de terça-feira, 28, o homem deu entrada na pousada, que fica localizada na rua Saldanha Marino, no Centro. Na quarta-feira, devido a demora do hóspede em sair do quarto e seu celular

tocar com bastante frequência, a proprietária do local acionou a Brigada Militar por volta das 12h. Ao chegarem na pousada, entraram no quarto onde o homem estava hospedado, com a chave reserva, e encontraram ele deitado na cama, de cuecas, já sem vida. O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) chegou a ser chamado, mas,

foi confirmado o óbito. O homem foi identificado com Eriberto Kalb, de 43 anos, natural de Augusto Pestana. A perícia realizou no local um levamento fotográfico e a remoção do corpo para necrópsia. Foram encontrados junto com a vítima documentos pessoais, cartões de crédito e R$ 148.


26

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

IGVariedades

Itacyr Luiz Giacomello | italugi@yahoo.com.br | n° 1.909

Valorizando o que é nosso

SBMI – Projetos e tecnologia

DENTRO da nossa trajetória jornalística e linha de pensamento procuramos desde o início, por volta de 1958 de forma coerente valorizar o que aqui se faz, ou seja, promover o que é nosso! Méritos de quem trabalha, e de espírito empreendedor busca avanços em seus negócios. O que vamos descrever aqui pode merecer reparos de alguns e provavelmente a aprovação da maioria. Já afirmamos em outras oportunidades que além de valorizar o que é nosso precisamos também ostentar a bandeira do bairrismo, pois salvo melhor juízo se não o fizermos alguém e de fora poderá tomar o nosso lugar. Estamos nos referindo a uma indagação muito simples! A evolução do Comércio local ao longo dos anos!

VISÃO empresarial, determinação e tecnologia – linha de princípios – de quem busca caminhos para o crescimento da empresa que dirige ao lado de profissionais qualificados. Este é o perfil do empresário Araci Carlos Basso, diretor da SBMI – Equipamentos de Movimentação Interna – via Linha Salgado fundada em 1997, fone 2105 71 00. Com matriz em Bento Gonçalves e filial em Curitiba – PR espírito empreendedor e mercado atuante a SBMI engenharia e tecnologia avançada, desenvolve máquinas especiais para diferentes segmentos empresariais em parceria com empresa italiana. Participa em feiras de porte como a FIMMA BRASIL. Parabéns Araci e sucesso! É a boa semente em ação!

Fortalecendo o comércio

Festa São Bento 2014

É indelicado ser bairrista promovendo por exemplo, a evolução, investimentos, qualificação e melhorias constantes efetuadas junto ao COMÉRCIO e prestadores de SERVIÇOS do município?...Isto sem falarmos da Indústria! O empenho e dedicação de Dirigentes de Entidades ligadas ao Comércio bentogonçalvense vem provando seu crescimento e com ele acompanhando o crescimento da cidade em todos os aspectos. ASSIM sendo prestigiando e comprando no comércio da cidade – os recursos – recolhimento de impostos, ficam aplicados aqui gerando mais investimentos para o município. Com o comércio evoluindo, novo visual, aprimoramento, profissionalismo e bom atendimento, comerciantes e comerciários merecem o reconhecimento da comunidade, pelo avanço e conquistas atribuídas ao trabalho de equipe, através de suas entidades representativas. Fortalecendo o Comércio – comprando em Bento – é uma questão de opção! Assim como é opção também prestigiar ou não as coisas desta terra, uma vez que a decisão é de cada consumidor.

Gerando riqueza e economia DE qualquer forma de nossa parte é melhor ser bairrista consciente e continuar valorizando o empreendedorismo da nossa gente gerando empregos, fonte de renda e economia para o município. E tudo isso é mérito do trabalho e dinamismo de empresários e de todos quantos labutam pelo comércio local que, diga-se de passagem, avança com qualidade e tecnologia oferecendo ao consumidor o que há de melhor. Esta é a nossa modesta opinião e se estamos certos ou errados, o tempo dirá! Ou será mera coincidência?.. Aquele abraço!

A Equipe Administrativa, Comunidade e Igreja acabam de anunciar a Comissão Organizadora da Festa do Padroeiro São Bento que acontece em 06 de julho 2014. Após consultados aceitaram a missão de promover o evento religioso, social e recreativo que contará com uma série de atrações. Casais festeiros: Vitalino e Nair Zanotto Nichetti, José Lírio e Lucilene Scapin Panizzi, Gentil e Ana Lúcia Panizzi Santa Lúcia, Oswaldo e Maria Fontanive Zorzi e Mauri e Cassiane Demarchi. O resultado da festa será aplicado na pintura, reformas e melhorias na Igreja e Praça.

Atrativos A Festa de São Bento terá ainda: 10º Passeio Ciclístico dia 06 de abril 2014, com programação a cargo da Jamar Cia do Esporte, brindes e premiações! Na noite de 10 de maio no CTG Laço Velho as 19h45 o 5º Jantar Baile Dell Vin animado pelo Conjunto Ragazzi Dei Monti do maestro Alvaro Manzoni. Cardápio especial e vinhos Batistello. A Banda Municipal A Furiosa do maestro Alves Rossatto animará as festividades.

Clube Botafogo NESTE domingo, às 16h, Sede Campestre do Clube Botafogo a escolha da Garota Verão Bento Gonçalves 2014 em parceria Botafogo – RBS. Fica o convite do presidente botafoguense José Antonio Kerber! Prestigie!

A FRASE O tempo não apaga o que em vida deixamos registrado para a história! (IG)

DenisedaRé

denisedarebg@gmail.com

Verdade ou Mentira? Depois de ler na WEB que, na China, existe a profissão de coletadora de sêmen, devidamente regulamentada e com remuneração atraente, inclusive com gratificação pelo risco de lesão inflamatória por esforço repetitivo, resolvi fazer uma busca. Aquilo não me pareceu coisa de país superpovoado, onde impera a lei do filho único. E a questão dos salários também me intrigou: por que justamente a China pagaria tão bem às “profissionais do ramo” (ou do seu sinônimo)? Essa “tecnologia de ponta” combinaria antes com a Suécia, mais aberta a inovações e com condições de trabalho seguras e flexíveis. Depois de navegar em diversos sites, concluí que o significado original de WEB – teia ou rede – continua atual. Uma notícia é uma “bomba” que, verdadeira ou não, provoca “sinapses” por todos os “terminais nervosos” do sistema e logo se transforma em anarquia internáutica. Apesar da dificuldade de separar o trigo do joio, há indicativos de que o explosivo acima, detonado em 2008, não passa de tremenda gozação (sem trocadilho), e que as imagens divulgadas fizeram parte de um filme pornô chinês de 1999. Mas a fofoca, em nível mundial, abalou o conceito do Banco de Sêmen de Xangai, que teve de se pronunciar, dizendo que o procedimento é feito pelo próprio doador, sozinho, em sala especial, sem a ajuda de enfermeiras, enfim com toda a privacidade. Que nem no Brasil.

Um Caso Real Para quem já leu a crônica “Mister X”, fique tranquilo que este não é o mesmo texto. Entre ambos há uma distância de cinco anos, tempo suficiente para a modernização dos procedimentos e “incentivos”. Se bem que, nesta área... Melhor eu contar fato: Um candidato a pai, percebendo que não havia vencedores na “Olimpíada de Fertilização”, obrigou-se a fazer um espermograma. Só assim saberia por que seus espermatozoides andavam tão lerdos, se era devido ao excesso de calor, ou por falta de competência, coisa e tal. Munido de um frasco, o homem foi conduzido a uma sala para a sessão “privée”. Numa breve avaliação, ele constatou que o ambiente não fora equipado com estímulos visuais e/ ou sensoriais: luz branca que nem a dos açougues, nenhum equipamento de multimídia, nada de ar-condicionado. Só umas revistas ensebadas e um ventiladorzinho que fazia tec-tec-tec com suas varetas flácidas. Para piorar a situação, o buraco da fechadura parecia um olho espião. O cara tirou a camisa e estendeu-a na maçaneta, tapando o furo. Sem coragem de tocar nas revistas, fez um esforço hercúleo para se concentrar. Que esperança! A imagem que lhe vinha à cabeça era do pessoal do lado de fora controlando o tempo com um sorrisinho irônico. Finalmente, a porta abriu. Com passos leves para não ser percebido, o cidadão deixou o frasco “mágico” sobre a mesa da recepção e ia se mandar quando... -Hei, hei, hei! Volta aqui! – gritou a recepcionista – tem umas questões pra responder. -??? -Quanto por cento foi desperdiçado? – perguntou a moça, apontando para o nível baixo de material coletado. O rapaz envaretou. Estavam mexendo com seus brios. Então, com o rosto vermelho de vergonha e raiva, respondeu alto para que não pairasse nenhuma dúvida no recinto. Afinal, ele era muito macho. -Noventa por cento.


27

Sábado, 1º de fevereiro de 2014

AssuntaDeParis O emprego generoso do trabalho humano livre

Visita de Nunes Leal A

Casa de madeira com diversas janelas

Produzir registros de uma memória coletiva significa estabelecer referências que definam um grupo, uma classe, uma sociedade, uma cultura significa definir fronteiras localizadas primeiramente pela cronologia e pela importância dos fatos históricos, por meio dos quais se constituem identidades. Embora no Rio Grande do Sul tivesse iniciado oficialmente treze anos antes da abolição da escravatura no Brasil, não houve escravos nas áreas de colonização italiana (mesmo porque uma lei imperial o proibia). Na ausência de processos mecanizados e industriais, a princípio o conjunto dos elementos que faziam parte das construções provinha de elaboração artesanal. Este processo essencialmente manual acarretava a demanda de imenso esforço físico. Entretanto o amor ao trabalho característico da imigração italiana, valorizava a atividade braçal, ao contrário da sociedade luso-brasileira escravagista que dele tinha aversão. “ Quando uma moça tinha as mãos bonitas, os rapazes diziam: Essa não vale pra mim, olha que mãos ela tem.” Numa sociedade de iguais, à própria família, geralmente com a colaboração de um profissional prático, cabia ao encarregado edificar seus espaços organizados. Somente os comerciantes mais fortes tinham condições de assalariar toda a mão- de- obra para suas construções, serrarias, olarias ; as casas comerciais surgiam numa segunda etapa. Para os grandes pensadores do mundo moderno, o regresso às fontes é o caminho em direção à sabedoria. “As fontes” podem residir tanto no passado quanto na obra dos primitivos. Os antropólogos logo que esta simplicidade ficava compensada por uma complexidade muito maior no que se refere às relações sociais, nas bases em se assentam e nas formas que se manifestam. “Os homens levavam um tempo para chegarem ao tamanho certo de uma janela, dentro de várias tradições arquitetônicas: com o tempo os arquitetos aumentaram o tamanho da janela até tomar uma parede toda. A parede de vidro deixa 10 vezes mais a irradiação do que a parede cega”. Julio Posenato entende a arquitetura da imigração italiana no Rio Grande do Sul como popular, não só porque erigida sem arquitetos de maneira espontânea, mas sobretudo por brotar de uma população sem elites.

Capa da edição de 2 de fevereiro de 1974

Aniversário

foto registra a visita feita pelo secretério dos transportes, Cel. Nunes Leal, ao Prefeito Darcy Pozza na semana que passou. Na oportunidade, aquele eminente homem público inspecionou, juntamente com o chefe do Executivo, de quem é amigo pessoal, trabalhos de pavimentação da Rodovia São Vendelino.- já concluídos até a cidade, de conclusão e pavimentação dos acessos à cidade, de construção do viaduto sobre a São Vendelino no Bairro Antena, o Parque da FENAVINHO que será pavimentado, e a Estrada Tamandaré-Farroupilha também a ser pavimentada, obras estas que o governo do Estado concluiu ou concluirá na administração do Governador Euclides Triches, e que beneficiarão nosso Município. Nunes Leal, que tem sido sensível às reivindicações que o Município lhe endereçou, obtendo assim a especial admiração de nosso povo e lideranças, na oportunidade declarou que Bento é um município grande e importante.

Curiosidades O vidro comum se fabrica com areia, cinzas sódicas e cal, mas há centenas de composições especiais. Considera-se que a humanidade conhece o vidro desde o ano 3.000 antes de Cristo. A cebola nos faz chorar, porque contém uma substância química oleosa que se evapora no ar, a qual irrita facilmente a membrana delicada que reveste nossos olhos. Estes de defendem, lavando-se em lágrimas.

Kátia, filha do casal Vasco e Helena Bisol, foi a pequena anfitrioa da alegre festa de seu aniversário, na tarde de sábado. Muitos amiguinhos, entre os quais as gêmeas Silvana e Rosana Ferrari, Liege Bertolini, Sônia

Antonini, Ricardo Pasquetti, Sandra Domit, Sandra Zeni foram cumprimentá-la e levar-lhe o seu abraço. Na foto acima, de Espaçofoto, Kátia Bisol, no dia de seus nove anos, cercada pelos seus queridos amiguinhos.

Piada Um calvo, querendo fazer humor, diz para um senhor de cabelos brancos: “Caiu muita neve em seu telhado, não?” Realmente. Em compensação, do seu voaram todas as telhas, não?


A Edição

www.jornalsemanario.com.br

64 páginas

BENTO GONÇALVES

Sábado

1º DE FEVEREIRO DE 2014

Primeiro caderno .................. 28 páginas Esportes ................................. 4 páginas Empresas & Empresários ......... 8 páginas Saúde & Beleza ........................ 8 páginas Caderno S ................................ 8 páginas Especial Volta às aulas ............. 8 páginas

ANO 47

N°2998

R$ 3,00

Serviço de frete

NOVO FUTURO

Dívidas devem levar a consulta ao MPF Páginas 8 e 9

NATALIA DALLE LASTE

Caminhonetes circulam pela cidade com mercadorias sem serem incomodados, enquanto freteiros regulares não têm para quem reclamar

Caderno S

Página

20

VERÃO E BELEZA

Cabelos: saiba como tratá-los nesta estação Saúde&Beleza

Editorial Mais cinquenta anos destaca a morosidade dos governos para recuperar as rodovias

ESTEFANIA V. LINHARES

Responsável, humilde e independente

Irregularidade sem fiscalização


01/02/2014 - Jornal Semanário - Edição 2998