Page 1

BENTO GONÇALVES

quarta-feira

5 DE MARÇO DE 2014

ANO 47 N°3007 R$ 3,00 www.jornalsemanario.com.br

ANTONIO SERGIO DE OLIVEIRA/RÁDIO DIFUSORA, DIVULGAÇÃO

Gauchão 2014

Feriadão

Esportivo enfrenta o VEC hoje Alviazul precisa vencer a melhor equipe do interior até o momento para fugir da zona de rebaixamento. Página 15

Carnaval GILMAR GOMES, DIVULGAÇÃO

Lucas Bagiston foi morto com três tiros no domingo, 2, e André Luís Chaves morreu em acidente na segunda, 3

Escola fica devendo no desfile

Maria Fumaça encanta o público, mas Embaixadores comete erros durante o desfile Página 8

FGTS

STJ decide suspender processos

Ministro Benedito Gonçalves diz que é preciso que o judiciário alinhe as decisões para que as ações prossigam. Página 9

Página 12

NOEMIR LEITÃO

Mortes marcam o Carnaval 2014


2

Opinião EXPEDIENTE

Quarta-feira, 5 de março de 2014

Editorial

A insistente imprudência SEDE Wolsir A. Antonini, 451 Bairro Fenavinho - Caixa Postal 126 95 700.000 - Bento Gonçalves - RS ESCRITÓRIO CENTRAL Mal. Deodoro, Centro, 101 Galeria Central - Sala 501 DIRETOR PRESIDENTE HENRIQUE ALFREDO CAPRARA DIRETORES ANA INÊS FACCHIN HENRIQUE ANTÔNIO FRANCIO

JORNALISTA RESPONSÁVEL HENRIQUE ALFREDO CAPRARA Registro Prof. DRT 3321 Somos filiados à ADJORI / RS Este jornal não se responsabiliza por conceitos emitidos em artigos assinados e não devolve originais que não foram publicados.

A cada feriado prolongado, a cena se repete: motoristas uma turista carioca que caminhava pela rua Herny Hugo imprudentes e irresponsáveis insistem em trafegar em alta Dreher. Em outro caso, a motorista simplesmente andava velocidade, alcoolizados e cometendo os mais diferentes com uma dezena de garrafas e latinhas dentro do automótipos de imprudências. As campanhas educativas e a divel, fazendo ultrapassagens em alta velocidade nas curvas vulgação frequente dos números da violência nas estradas da morte. ainda se revelam incapazes de pôr fim à falta de conscienPorém, não são apenas os casos de embriaguez que detização dos condutores. Pior para aqueles que respeitam a terminam as mortes no trânsito. Descuidos e imprudências sinalização, conhecem as regras elementares de trânsito e cometidas por motoristas não alcoolizados também provoprocuram agir com cidadania e respeito. São os mais precam perdas de vidas. Na segunda-feira, 3 de março, tivejudicados pelas bandalhas. mos um caso onde a motorista sempre cometia a mesma Chamar a atenção dos motoristas para a imprudência quando chegava na RSC-470, questão é fundamental. Milhares de pesaté que acabou provocando um acidente Enquanto não soas morrem por ano vítimas da violência com morte. Claro que ela não teve intenção houver uma no trânsito, boa parte delas em decorrênde matar, mas o simples descuido e a opção mudança de cia de acidentes causados por embriaguez. de infringir a lei para ganhar tempo fez com Isso, mesmo depois de legislação específica comportamento dos que uma vida se perdesse. determinar que é crime conduzir veículos São inúmeros casos que, muitas vezes, motoristas, e, em após a ingestão de bebida alcoólica. A infrapoderiam ser evitados. Mas nós, motorisção é considerada gravíssima, com suspen- alguns pedestres, os tas, sempre olhamos o nosso lado e nos essão da habilitação por um ano com multa. quecemos de ver o conjunto. A oportunidariscos continuam Inclusive, em caso de acidentes com morte, de de burlar a lei é vista como um mérito e o motorista embriagado será julgado por homicídio dolonão uma imprudência, infelizmente. Seja nas ruas, ou nas so, aquele com intenção de matar. rodovias, o perigo ao volante tem sido praticamente o mesA situação demanda atitudes urgentes por parte do pomo. Todos estamos em risco e o simples ato de viajar com a der público. E por parte de toda a sociedade. Não é de hoje família está cada vez mais perigoso. que a violência no trânsito é debatida. E mesmo assim, os A imprudência no trânsito deixa consequências terríveis casos de infração no trânsito muitas vezes não são considepara inúmeras famílias. Enquanto não houver uma murados pelos envolvidos como situações de violência. dança de comportamento dos motoristas e, em alguns caAqui em Bento Gonçalves, durante o Carnaval, pelo mesos, dos pedestres, os riscos continuam. Está mais do que nos cinco motoristas foram autuados por estarem dirina hora de uma nova consciência ser adotada para que os gindo com sinais de embriaguez. Um deles até atropelou índices possam ser finalmente reduzidos.

AntônioFrizzo antoniofrizzo@italnet.com.br

FALE COM A GENTE Telefones: Central/Fax: 3455.4500 Escritório Centro: 3452.2186 Rádio - Estúdio: 3455.4530 Rádio - Coordenação: 3455.4535 Atendimento ao assinante: 3055.3073 ou 9971.6364 E-mails: classificados@jornalsemanario.com.br jornal.semanario@italnet.com.br radio@radiorainha.fm.br Sites: www.jornalsemanario.com.br www.radiorainha.fm.br Representante em Porto Alegre Grupo de Diários Rua Garibaldi, 659, Conjunto 102 Centro - POA - Fone: (51) 3272.9595 e-mail: fernanda@grupodediarios.com.br

Semanário na Internet Siga-nos no Twitter: @jsemanario Curta a fan-page: on.fb.me/jsemanario

Leia também no nosso site:

www.jornalsemanario.com.br

Eu penso assim também! A jornalista Rosane de Oliveira, ZH, escreveu na sua coluna de ontem, um tópico que traduz fielmente o que eu penso sobre a Copa do Mundo, a ser realizada no Brasil – quer queiram alguns, quer não –, daqui a 99 dias. Eis o que Rosane escreveu: “O que o Rio Grande do Sul e o Brasil ganharão se funcionar a torcida pelo fracasso da Copa? Nada, evidentemente, mas assim mesmo há um contingente expressivo de brasileiros torcendo para que as obras não fiquem prontas, os turistas não venham e a Seleção não passe da primeira fase. Por que, mesmo? Para poderem dizer que tinham razão, que não somos capazes de organizar um Mundial, que se jogou dinheiro fora, que o país se ajoelhou diante da Fifa. Daqui a cem dias, começa a Copa das divergências. Os adeptos do “não vai ter Copa” esquecem que os investimentos já foram feitos e que torcer contra não vai transformar estádios em hospitais ou em escolas. Ignoram que, se há uma forma de fazer esses investimentos se tornarem produtivos, é exatamente torcendo para que a Copa se realize, atraia turistas e gere receita de impostos. A época certa para impedir a realização da Copa já passou. Foi quando a Fifa aceitou a candidatura do Brasil. Agora, o melhor que se tem a fazer é trabalhar para que tudo dê certo e colher os dividendos. A torcida anti-Copa faz lembrar o que ocorreu em Porto Alegre à época do Fórum Social Mundial. A banda

contrária à realização do fórum reclamava do emprego de dinheiro público no aluguel de instalações na PUC, na montagem do acampamento da Juventude, no pagamento de passagens e estadia para palestrantes. Veio o Fórum, Porto Alegre viu sua rede hoteleira com 100% de ocupação e os restaurantes cheios numa época em que, tradicionalmente, esses estabelecimentos viviam às moscas. Os mesmos que vociferavam contra o fórum e classificavam os participantes como esquerdistas desocupados passaram a defender a reedição do encontro, de olho no dinheiro dos turistas – e isso que eram visitantes de orçamento modesto. Diferente é o perfil dos torcedores que viajam para assistir a uma Copa do Mundo. As obras de mobilidade são o grande legado da Copa. Boa parte delas não ficará pronta nos próximos cem dias, mas, pelo menos, estão em andamento. É o caso de viadutos, duplicações de avenidas e corredores de ônibus que ajudarão a dar fluidez ao trânsito nos próximos anos.” Pois é, digo, então, que agora o momento é apelar para que as pessoas de maior esclarecimento, isentas de ranços político-partidários, que sabem avaliar bem as questões para que falem, convençam os radicais de que a Copa do Mundo é uma realidade irreversível e que trará, sim, coisas boas para o Brasil. Portanto, que venha a Copa do Mundo 2014 e que sejamos campeões. Hexacampeões!


Opinião 3

Quarta-feira, 5 de março de 2014

Painel Menores no Carnaval

A pergunta que não quer calar

Envie a sua sugestão de pergunta pelo e-mail redacao@ jornalsemanario.com.br

Enfim, as ciclofaixas

Curto-circuito na Escola Bento

EMANUELE NICOLA/PREFEITURA MUNICIPAL, DIVULGAÇÃO

Vergonha e violação de direitos aos estudantes. Todo o período de férias para fazer a manutenção da escola e já no começo das aulas acontece um curto-circuito?! Impressionante a falta de cuidado do estado com as escolas públicas. Enquanto isso, está passando na tv “propaganda” do poder executivo falando das mais de mil obras (não concluídas é obvio). Tenho certeza que o valor gasto na propaganda institucional seria suficiente para ter evitado o curto-circuito e os prejuízos para os alunos.

O Esporte Clube Santa Helena e o Esporte Clube Sibil promovem no dia 29 deste mês um bingo em prol do esporte veterano. O evento será no ginásio da Associação Santa Helena, com início às 19h, e o valor da cartela é de R$ 10. Contatos e mais informações pelos números (54) 9902-7235, com Kiko, e (54) 9972-6692, com Édson.

Rudolf Reitz Mais essa!!!! É assim que a educação é tratada. Para que pagamos impostos????? Ah, mas a Copa do Mundo vai ser ótima!!!!!!!!! Isso que é importante!!!!! ahahahahaha! Tenho que rir para não chorar! Morgana Leite

Curta e comente na página do Semanário no Facebook. Seu comentário pode ser publicado aqui. www.fb.me/jornalsemanario

Roger Lorenzi, auditor fiscal da Receita Federal falando sobre o benefício de desconto para a compra de veículos por pessoas portadoras de deficiência

LEANDRO BASICHETTI/PRE, DIVULGAÇÃO

Muitos motoristas têm mais sorte que juízo nas rodovias. No final da tarde de segunda-feira, 3 de março, uma motorista foi autuada pelo Grupo Rodoviário de Bento Gonçalves andando em alta velocidade e com sinais de embriaguez. Motoristas assustados ligaram para os patrulheiros, a fim de evitar que o pior acontecesse. Os policiais tentaram fazer o teste do bafômetro na motorista, que negou-se a fazê-lo. O carro foi recolhido e ela multada. Detalhe: Dentro do automóvel Gol haviam várias latinhas e garrafas de cerveja, como mostra a foto ao lado. No interior do veículo havia um compartimento específico para latinhas.

Madeleine Flamia

Bingo dos veteranos

“Não é sempre que a doença garante a aquisição de um veículo”

Imprudência no trânsito

Neste final de semana, lembrei da coluna do senhor Paulo Caleffi, de 26 de fevereiro, no jornal, sobre o Carnaval. Passei o fim de semana no hospital com o meu filho Bernardo e, para distrair, a TV ficava ligada. Quando ele viu a “morena peladona”, me perguntou por que ela estava daquele jeito e se ela gostava de estar daquela maneira. Por fim, depois das minhas respostas sem muitos detalhes, ele disse: “não gostei, se ela tivesse com uma fantasia, ficava mais bonito”. É, as crianças são espertas mesmo.

JOSIANE RIBEIRO

Até o fechamento desta edição, pelo menos um estabelecimento tinha sido autuado e três adolescentes tentaram entrar em festas com documentos falsos. Ainda na semana passada, o Poder Judiciário proibiu o acesso de menores em festas com bebida liberada em Bento Gonçalves. Pelo menos um local foi autuado durante o período de Carnaval. No sábado, 1º de março, integrantes do Conselho Municipal Antidrogas (Comad), Procon, além da Brigada Militar e Polícia Civil, flagraram um adolescente em uma festa localizada no bairro Planalto. O organizador e o proprietário da casa noturna foram autuados. Na madrugada de ontem, três menores tentaram acessar uma casa noturna no bairro Licorsul com documentos falsos. O trio foi conduzido até a DPPA para registro e os responsáveis foram acionados.

Depois de passar a vida toda sendo vegetariano, Roberto Carlos vai fazer, a exemplo de Toni Ramos, propaganda da Friboi. Para ser autêntico ele vai mesmo comer uns bifes e umas picanhas como prometeu?

Nesta segunda-feira, 3 de março, a prefeitura terminou a pintura das ciclofaixas. Inicialmente, são apenas 1,6 quilômetros, no trecho entre as ruas Xingú, Carlos Flores e Herny Hugo Dreher, nos bairros São Bento e Planalto. As cores vermelho e branco delimitam o espaço destinado ao uso das bicicletas, mas somente nos domingos e feriados, no horário das 8h às 20h. Vamos torcer que nossos motoristas respeitem a nova sinalização e que os ciclistas só comecem a utilizar a nova via quando ela for liberada pelo município, o que ainda não tem data para acontecer. Agora, pelo menos, quem gosta de pedalar terá um espaço, mesmo que pequeno, adequado para isso.

Coluna Paulo Caleffi

CURTI! A iniciativa do prefeito Guilherme Pasin em andar nos ônibus urbanos de Bento Gonçalves. Ele ouviu sugestões e reclamações dos moradores para que sejam realizadas algumas mudanças no setor de transporte.

NÃO CURTI... O horário escolhido pelo prefeito para realizar a atividade. Pasin deveria pegar um ônibus nos horários de pico, momento em que as reclamações e os problemas são mais acentuados.


4

Geral

Crônica Paulo Vicente Caleffi

Quando o inverno chegar.....

O que me fez lembrar do inverno foi ver dois haitianos caminhando, magros e apressados, sob frio e chuva. Logo adiante havia mais um, na mesma condição, e lhe dei o guarda-chuvas que tinha no carro. Fiquei imaginando esse povo, no Haiti que conheci antes do último terremoto, em que seu povo nunca precisou usar camisa de manga comprida, que não fosse em solenidades. Um calor daqueles e, agora, enfiados nesta terra que promete um frio de lascar. E não são só os haitianos: tem muita gente moradora de Bento Gonçalves que vai passar frio pois o inverno promete. “Verão muito quente, inverno muito frio!” diziam os antigos. E o verão torrou. O que fazer? Até os guarda-chuvas que estão sobrando em casa precisam ser redirecionados para esta gente que ainda não tem seu carro e que se obriga a economizar a passagem de ônibus. Aquela roupa que ficou guardada dois anos, e não foi preciso usá-la, certamente estará sobrando. Passe adiante, para quem poderá abrigar-se do frio. A campanha do agasalho deve começar mais cedo neste ano de 2014. Os haitianos, e todos os que precisarem, também devem saber que podem procurar sua roupa “nova” para aguentar o inverno de nossa cidade. De minha parte, além de revisar o estoque de guarda-chuvas e as roupas em desuso (não confundir com roupa velha), vou aumentar o estoque de vinho: uma das boas compensações do inverno de Bento. Tem vinhos de excelentes safras de uvas disponibilizadas para os consumidores que espantam o frio com a sagrada bebida. NOTA: o vinho não fará parte das doações da campanha do agasalho.

Lei do Vinho

Decreto garante segurança ao setor Regulamentação esclarece pontos relacionados à produção de vinhos

A

publicação do novo decreto que regulamenta a Lei do Vinho no final do mês de fevereiro deve trazer segurança jurídica e esclarecer pontos importantes sobre a produção de vinhos, sucos, espumantes e derivados no país. A versão atualizada aborda aspectos como a normatização, rotulagem, fiscalização, denominação, certificação quanto à origem, entre outros itens. Uma importante alteração está relacionada aos limites de correção – também denominada de chaptalização – dos mostos e o reconhecimento de novas zonas de produção vitivinícola em 10 estados brasileiros: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso, Goiás, Bahia e Pernambuco. Segundo a assessora jurídica do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Kelly Bruch, no novo decreto há uma definição clara de quais produtos são abrangidos pelo regulamento: todos os derivados da uva e do vinho que têm como origem o vinho ou a uva em percentuais acima de 50%. “Com exceção expressa aos refrigerantes e ao néctar, in-

REPRODUÇÃO FACEBOOK

É o que cantava a música do saudoso Tim Maia, com aquela “vozona” de sacudir o coração. A música se referia ao tempo da vida...... e ele cantava na sua PRIMAVERA.

Quarta-feira, 5 de março de 2014

Diretor-executivo do Ibravin, Carlos Paviani, analisa mudanças clusive quando este passar a ter obrigatoriamente 50% de suco de uva”, completa. Durante uma audiência pública da Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo da Assembleia Legislativa, o diretor-executivo do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Carlos Paviani, destacou as modificações do decreto que atualiza a Lei do Vinho, em relação ao teor alcoólico, da chaptalização, que é o processo de acrescentar açúcar de cana ou de beterraba ao mostro do vinho, antes ou durante

a fermentação, para aumentar a quantidade total de açúcar e assim elevar o potencial teor de álcool. “Com estas modificações, a atividade tornou-se mais nacional do que regional”, afirmou. Para ele, ainda a falta de fiscalização da produção para ajudar a garantir a qualidade do vinho e defendeu a inclusão do suco de uva na cesta básica com a diminuição do valor do ICMS. “Defendemos a inclusão do Simples Nacional na produção de vinho, uma vez que o suco e o vinagre – que são derivados do vinho estão no Simples”, observou. Para o secretário da Federação das Cooperativas Vinícolas do Rio Grande do Sul (Fecovinho) e presidente da Cooperativa Nova Aliança, Alceu Dalle Molle, o setor vitivinícola esta passando por uma mudança adaptando-se às novas demandas de mercado. “Estamos seguindo a tendência mundial, que é uma reformulação no setor. Unimos cinco cooperativas que vendiam basicamente a granel, a baixo do custo, e estamos fazendo uma planta para que não precisemos mais vender vinho a granel daqui há uns três anos”, analisa.

Algumas especificações da regulamentação Harmonizar os padrões de identidade e qualidade complementares dos vinhos e espumantes quanto ao teor de açúcar, equiparando estes às regras do Mercosul; Passa a existir oficialmente o espumante denominado Nature, com a especificação dos índices de glicose por litro para esta categoria e para as classificadas como extra-brut, brut e demi-sec; Regulamentados os índices de açúcar residual para os vinhos tipo seco e suave tanto de mesa como fino; Estabelece a responsabilidade do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) pela fixação de normas para o transporte do vinho a granel, pelo cadastramento vitivinícola, de instaurar e julgar processos administrativos relacionados à infrações previstas no Decreto do Vinho; Permite que o produtor elabore ou engarrafe vinhos, espumantes e derivados da uva e do vinho em estabelecimentos de terceiros, mediante contrato de prestação de serviços; Regulamenta o registro de produtores de vinhos e derivados que não possuem a formalização individual feito através da associação em cooperativas estabelecendo as diretrizes gerais para o seu funcionamento; Uma nova regra estabelece escalonamentos por datas e por tipo de produtos. Esta regra tem uma graduação diferenciada quando aplicada aos vinhos de mesa elaborados com uvas híbridas e americanas. Como contrapartida, foi criado um item que prevê que, em situações excepcionais, o Mapa poderá aumentar a correção para até 3%, índice em vigência atualmente; Quanto à rotulagem, estabelece que todas as partes da embalagem ou de qualquer material utilizado, inclusive para vedação (rolhas), são compreendidas como rótulo; Foram acrescentados alguns itens obrigatórios, como a classificação do estabelecimento de industrialização, com relação à atividade, à frase de advertência conforme estabelecido em legislação especifica, ao prazo de validade e à identificação do lote ou partida; Regulamenta, por meio de Instruções Normativas, o uso de termos qualitativos como Reserva e Gran Reserva nos rótulos nacionais.


Geral

Quarta-feira, 5 de março de 2014

5

Rua Antônio Michelon

Recuperação sem data para acabar Rua cedeu após chuvas nos dias 22 e 23 de fevereiro. Secretaria de Obras encontra dificuldades na reconstrução do trecho FERNANDO LEVINSKI

Fernando Levinski geral1@jornalsemanario.com.br

O

conserto na rua Antônio Michelon, no bairro Santa Rita, ainda não tem prazo para terminar. Um trecho da via cedeu há cerca de duas semanas após uma chuva e, de acordo com o secretário de Obras do município, Valdir Possamai, o prosseguimento dos trabalhos encontra uma série de dificuldades, como infiltrações. A interrupção do trecho, que ocorre apenas na última quadra, nas proximidades do trevo de acesso à rodovia RSC-470, tem atrapalhado a vida dos moradores que costumavam utilizar o trevo para acessar o

Via interditada tem atrapalhado a vida dos moradores da região

IPE Saúde

Benefícios devem ser estendidos DIVULGAÇÃO

O governo do estado começou o ano disposto a aprovar mais um pacote de projetos antes do início das campanhas eleitorais. Na semana passada, além do envio de 19 propostas em regime de urgência à Assembleia Legislativa - a maioria prevendo reajuste para categorias do funcionalismo público -, o governo aproveitou para incluir pedido de urgência no projeto que torna possível colocar pai e mãe como dependentes no IPE-Saúde. Para que a inclusão seja feita, modalidade inexistente hoje, será necessário definir o valor da contribuição mediante cálculo atuarial, conforme a idade dos novos beneficiários. Atualmente o financiamento do IPE-Saúde dá-se pela contribuição de 3,1% por parte dos servidores somado à parcela patronal equivalente. O projeto do Piratini chegou à Assembleia, em regime de urgência, em 9 de julho do ano passado. Um mês antes, proposta semelhante do deputado Paulo Odone (PPS) - que também prevê a inclusão de pai e mãe no IPE-Saúde, mas sem cálculo atuarial - estava pronta para votação na Casa. Na época, o líder do governo, Valdeci Oliveira (PT), iniciou conversas com Odone para chegar a um consenso e levar o projeto do governo a plenário. Em agosto de

Diretor Antonio de Pádua afirma que a mudança será ampla 2013, o governo chegou a recuar e retirou a urgência para negociar com a oposição. Na sexta-feira, 28 de fevereiro, no entanto, a urgência foi recolocada, e o projeto segue à votação em abril. Edegar Pretto, relator do projeto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), afirmou que o diferencial do projeto do governo é a necessidade do cálculo. “A proposta leva em conta os cuidados para não colocar o IPE em risco.”

Benefício ampliado Antônio de Pádua, diretor de Saúde do Instituto de Previdência do Estado (IPE), afirmou on-

tem que a inclusão de novos beneficiários no plano de saúde dos servidores públicos estaduais não deve ficar restrita aos pais. Além do pai e da mãe, o IPE está construindo proposição para que outros dependentes possam ser contemplados. A proposta está atualmente em análise no sindicato dos servidores. O que garantiria a sustentabilidade do sistema é a contrapartida a ser descontada da folha salarial. “O cálculo atuarial ainda não está certo, porque há outros fatores, além da idade dos dependentes e das faixas salariais, que devem ser incluídos. Esse projeto dos pais faz parte de outra proposta mais ampla.”

bairro e sair da cidade. Enquanto as obras não estiverem concluídas, a alternativa mais próxima é seguir pela rua João Cóser até a rua Goiânia, esta segue até a rodovia. Outra possibilidade é utilizar a travessa Sílvia Paes. A via do bairro Santa Rita é apenas uma, de uma série de 10 ruas danificadas por chuvas nos dias 22 e 23 do mês passado. Já no dia 28, foi interditado parte da calçada da rua Marechal Floriano, no centro da cidade. No local há o risco de desabamento do muro de uma escola. A suspeita é que tenham ocorrido infiltrações por causa da chuva, o que danificou a estrutura.

Ruas danificadas nos últimos dias Rua Amos Perissutti Rua João Fianco Rua Pedro Rosa Rua João Lorenzoni Rua Antônio Michelon Rua Benjamin Constant Rua Carlos Flores Rua Osvaldo Filippon Rua Isidoro Cavedon Rua Goiânia - trevo RSC-470

FONTE: SECRETARIA DE VIAÇÃO E OBRAS PÚBLICAS


6 Geral

Quarta-feira, 5 de março de 2014

Impostos de automóveis

Isenção garante preço reduzido Portadores de necessidades especiais podem solicitar a dedução do IPI e do ICMS na compra de veículos novos ESTEFANIA V. LINHARES

Estefania V. Linhares regional@jornalsemanario.com.br

A

s pessoas portadoras de necessidades especiais podem requerer a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual, Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) na compra de automóveis novos. Para isso, é necessário procurar primeiramente a Receita Federal e após a Receita Estadual. Diariamente diversas pessoas procuram o órgão federal em busca de informações de como proceder para ser beneficiado. Conforme os dados do setor público, em 2013 foram aprovados 140 processos. E neste ano, já são quase 35 casos aprovados. Para ter direito a esse benefício é necessário possuir alguma deficiência ou após uma doença ficar com limitações, como por exemplo, o câncer ter deixado sequelas que afetam fisicamente. O auditor fiscal da Receita Federal, Roger Lorenzi, esclarece que às vezes um câncer

Laura Grassalli encaminhou a compra de um novo carro adaptado de mama pode afetar um braço, em outros podem ocorrer nódulos isolados. Assim, cada caso é analisado para que seja concedido o desconto. “Não é sempre que a doença garante esse direito”, ressalta. Algumas doenças congênitas ou por causa de um acidente podem afetar os movimentos. Entre os casos comuns está a utilização de próteses, o que faz com seja necessário a utilização

Como requerer a isenção do ICMS na compra Após encaminhar a documentação para a isenção do IPI, o próximo passo é requerer a isenção do ICMS, que é destinado as pessoas portadoras de deficiência física, visual, mental severa ou profunda, ou autistas, diretamente ou por intermédio de seu representante legal. As deficiências consideradas para o benefício é aquela que apresenta a alteração completa ou parcial de um ou mais segmentos do corpo humano, acarretando o comprometimento da função física, deficiência visual e autismo. O veículo adquirido não pode ter o valor superior de R$ 70 mil. Ainda, para ser beneficiado pela isenção não pode ter débitos com a Receita Estadual e se a operação de saída deve estar amparada por isenção do IPI. Outro ponto que deve ser considerado pelos interessados é a disponibilidade financeira

do requerente ou do deficiente. De acordo com o auditor fiscal Receita Estadual da Agência em Bento, Fernando Knack, após a concessão da isenção é concedida autorização para que o interessado adquira o veículo com isenção, com prazo de validade de 180 dias. Após a compra do veículo há outras obrigações do adquirente, tais como até o décimo quinto dia útil, cópia autenticada da Nota Fiscal (NF) que documentou a aquisição do veículo; e até 180 dias: uma cópia autenticada da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), cópia autenticada da NF referente à colocação do acessório ou da adaptação efetuada pela oficina especializada ou pela concessionária autorizada, caso o veículo não tenha saído da fábrica com as características específicas discriminadas no laudo de perícia médica.

de um carro com câmbio automático ou adaptações.

Os passos Lorenzi explica que existem duas variantes. No entanto, a lei existe há cerca de 20 anos. Primeiramente era comum em cadeirantes que precisavam de automóveis adaptados em alguns comandos nas mãos. Há oito anos, uma reformulação atende

Jovem encaminha nova aquisição Uma das pessoas que se beneficiaram com a isenção do IPI e ICM foi a servidora pública Laura Maria Grassalli. Atualmente ela possui um automóvel adaptado com um elevador que é utilizado em deslocamentos como ir para o trabalho e para as aulas na faculdade. O transporte é realizado com segurança, e ela conta com o auxílio de sua mãe, condutora do veículo, que auxilia no acesso do interior do automóvel. O carro atual possui uma alteração na altura. A compra de um novo automóvel está encaminhada e deve estar chegando nos próximos dias. O carro antigo já possui venda garantida. Os veículos são identificados com um adesivo de portador de necessidade especial o que garante o direito a estacionamento em vagas especiais.

outra gama como deficientes mentais seguindo a Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID), entre elas, o autismo e a deficiência visual (quase uma cegueira). “É necessário obervar os itens do laudo em que se enquadra”, aponta. Conforme o auditor fiscal, o beneficiado é avaliado por um médico oficial que de acordo com a análise define as adaptações necessárias no automóvel para que seja liberada a isenção. O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) possui uma junta médica no processo de renovação de carteira ou no pedido de adaptação. “É verificado a condição física, realizados testes de força, além de exames”, aponta. São adaptações que vem de fábrica ou realizadas por empresas autorizadas. Estas informações irão constar na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Laudo A segunda situação é o laudo emitido pelo Sistema Único de Saúde que é encontrado na

Coordenadoria Especial voltada aos portadores de necessidades especiais que localizada junto a Secretaria de Saúde. Segundo Lorenzi é realizada uma perícia por dois médicos, além de serem considerados os casos de deficientes visuais e autismo. Nessa situação é apontado quem irá dirigir o automóvel, e é especificado o CID apontando a doença, e somente é preenchido o laudo quando se enquadra nos requisitos. “É um trabalho burocrático. Com esse processo concluído é procurado o estado para obter a isenção do ICMS”, comenta. A nota do veículo é emitida de fábrica com os devidos descontos observando as limitações de automóveis, como modelo. Algumas pessoas não se enquadram no perfil ou ons requisitos. “É um processo demorado, pois em alguns casos demora de quarto a seis meses para obter o carro”, afirma. Ainda é necessário que fique com o carro por um período de dois anos. Também é indicado se é para utilização própria ou para a família. Assim, é preciso indicar alguém do circula familiar autorizando a conduzir o veículo.

Algumas doenças Paraplegia, paraparesia, monoplegia, monoparesia, tetraplegia, tetraparesia, triplegia, triparesia, hemiplegia, hemiparesia, amputação ou ausência de membro, paralisia cerebral, membros com deformidade congênita ou adquirida, exceto as deformidades estéticas e as que não produzam dificuldades para o desempenho de funções; deficiência visual, mental e autismo. Documentação Laudo de perícia médica fornecido pelo Detran especificando o tipo de deficiência física. Quando o beneficiário for o condutor, ou laudo apresentado à Secretaria da Receita Federal para concessão da isenção de IPI, quando o beneficiário não for o condutor; Laudo de avaliação emitido em conjunto por médico e psicólogo, nos formulários específicos em casos de deficiência mental ou autismo; Comprovação de disponibilidade financeira ou patrimonial do portador de deficiência Cópia autenticada da Carteira Nacional de Habilitação, quando tratar-se de deficiência física; Cópia da autorização expedida pela Receita Federal do Brasil para aquisição do veículo com isenção do IPI; Comprovante de residência; Cópia da CNH de todos os condutores autorizados; Documento que comprove a representação legal do portador de deficiência ou autista, se for o caso.


Geral

Quarta-feira, 5 de março de 2014

7

Crema/Serra

Daer rescinde contrato com a CSL Após mais de dois meses de negociações, governo do Estado opta por chamar segunda colocada no processo licitatório MARCELO MACIEL, ARQUIVO

Fernando Levinski geral1@jornalsemanario.com.br

A

pós pouco mais de dois meses de indefinição sobre as obras do Crema/Serra na RSC-470 e ERS-431, a secretaria de Infraestrutura e Logística (Seinfra) do Rio Grande do Sul e o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) definiu pela rescisão de contrato com a empresa CSL Construtora Sacchi, que foi a vencedora da licitação para consertar e realizar a manutenção de cerca de 90 quilômetros nas duas rodovias. A próxima etapa será chamar a segunda colocada no processo licitatório, que é a mesma construtora que está realizando os trabalhos do Crema nas rodovias RS-122 e Rota do Sol, para assumir a tarefa. O preço ofertado por esta empresa ficou 0,5% ao da vencedora. Nas últimas semanas a Seinfra e a diretoria do Daer negociavam com a empresa

Recomeço das obras nas rodovias RSC-470 (foto acima) e na ERS-324 ainda não tem data para acontecer a volta ao trecho para recomeçar a recuperação asfáltica. Entretanto, a empreiteira alegou uma série de questões para não retornarem ao trecho. Entre as ponderações estiveram questões relacionadas ao projeto e dificuldades em encontrar o maquinário

ERS-431

Empresa deverá ser conhecida ainda hoje Após a abertura dos sete envelopes das empresas interessadas na reconstrução do quilômetro 13,5 da rodovia ERS-431, que aconteceu na sexta-feira passada, 28 de fevereiro, o governo do Estado planeja anunciar a empresa vencedora nesta quarta-feira, 5 de março. Após comunicar a empreiteira que ficará responsável pela obra, a expectativa é de assinar um contrato em, no máximo, 48 horas. Isso será possível pois as contratações estão acontecendo por decreto emergencial e, desta forma, as licitações são dispensadas. Entretanto, este prazo já está muito ultrapassado comparando com o que foi anunciado pelo secretário de Infraestrutura e Logística do Estado, João Victor Domingues, em sua primeira visita a Bento Gon-

çalves, quando ele afirmou que a intenção era de recuperar o trecho até a primeira quinzena do mês de fevereiro. Entretanto, de acordo com as alegações do Estado, os atrasos aconteceram pelo fato de que as cartas-convite foram encaminhadas para as empresas no final do ano, período de férias coletivas. Domingues também comunicou que o governo irá providenciar as outras reformas na rodovia, como a conclusão da ponte que não possui as cabeceiras. Porém, o secretário não informou prazos para que isso ocorra. O quilômetro 13,5 da ERS431 desmoronou na manhã do dia 22 de novembro do ano passado, a rodovia chegou a ser interditada, mas foi liberada por moradores do local.

para a realização da obra. A CSL recebeu uma notificação do Estado, porém, o governo trabalhava na tentativa de convencer a empresa a retornar para os trabalhos pois, se isso não acontecesse, a tendência seria a aplicação de uma multa e, consequente-

mente, a CSL seria excluída por oito meses do quadro de empresas autorizadas a participar de processos licitatórios do Estado. A expectativa é de que os trâmites entre a rescisão e a troca da empresa responsável pelas obras deve demorar

cerca de 15 dias. Entretanto, não há um prazo estimado para os trabalhos nas duas rodovias recomeçarem.

Relembre A CSL apresentou a melhor oferta para recuperar 43,32 Km na rodovia ERS-431, e 57,18 quilômetros na RSC470. O valor recebido para realização da obra era de R$ 61,1 milhões. Após uma série de atrasos, a empresa iniciou a recuperação asfáltica no início do mês de dezembro do ano passado. Porém, encerrou as atividades no dia 20 de dezembro para férias coletivas. A construtora possui dois contratos com o governo do estado, um de manutenção das vias e outro de recuperação. No início de janeiro era esperado o retorno aos trabalhos, o que não aconteceu. No total o Crema/Serra compreende a reforma de quase 200 quilômetros da Serra ao custo de, aproximadamente, R$ 126,8 milhões.


8 Geral

Quarta-feira, 5 de março de 2014

Carnaval

O trem brilhou mais que a escola Embaixadores do Ritmo cometeu muitos erros na passarela do samba e ficou longe do título em Porto Alegre FOTOS GILMAR GOMES, DIVULGAÇÃO

Fernando Levinski geral1@jornalsemanario.com.br

A

Serra Gaúcha fez bonito no desfile do Carnaval 2014 no Complexco Cultural do Porto Seco. A escola de samba Embaixadores do Ritmo prestou uma homenagem à Região da Uva e Vinho com o tema “O Passeio da Maria Fumaça pela Serra Gaúcha”. A escola entrou na avenida na madrugada de domingo, 2 de março, com cerca de 1.100 integrantes divididos em 16 alas. A homenagem se estendeu aos municípios de Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa. As alas homenagearam aspectos de cada uma das três cidades, de Carlos Barbosa foi destacado o aço, o queijo e o futsal. Sobre Garibaldi a escola apresentou a cultura da produção de espumante, as festas típicas e questões relacionadas com a imigração e, por fim, Bento foi representada no Porto Seco com o Vale dos Vinhedos, a produção moveleira e os outros atrativos turísticos. Susana Giordani, que integra a família proprietária da empresa que é responsável por administrar a Maria Fumaça, Giordani Turismo, ficou feliz em participar do desfile. “É uma experiência gratificante, pois o desfile transmite uma energia muito positiva”, analisa. O patriarca da família, Leonel Giordani, também destacou sua alegria em estar participando ao relembrar sua história. “Comecei como agricultor, depois fui mecânico e motorista antes de ter minha empresa de ôni-

Família Giordani também participou do desfile da Embaixadores bus, que depois se transformou também na Giordani Turismo. Nunca imaginei que um dia seríamos homenageados em um evento desse tamanho e alcance. Isso é resultado de toda a equipe da empresa e da união de nossa família e dos meus filhos, que abraçaram a empresa. Isso nos deixa muito orgulhosos”, analisa.

O que atrapalhou? Apesar da empolgação dos participantes e das fantasias bonitas, algumas coisas atrapalharam o desenvolvimento do desfile da Embaixadores. O carro alegórico que representava o município de Garibaldi apresentou problemas por excesso de peso e, por esse motivo, os integrantes realizaram o desfile caminhando. Outro

ponto que prejudicou o desfile foi quando alguns componentes realizaram o sabrage, que consiste em abrir uma garrafa de espumante com um sabre. A ação espalhou pedaços de vidro pela passarela do samba, fazendo com que a escola de samba perdesse pontos. Apesar da perda de pontos, a Embaixadores do Ritmo conseguiu manter-se no Grupo Especial, graças ao fraco desempenho da Academia de Samba Puro, que perdeu 12,7 pontos e a Imperatriz Leopoldense, que perdeu 18 pontos. Ambas caíram para o Grupo Intermediário. De lá sobe a escola Copacabana, deixando o Carnaval de Porto Alegre com 10 agremiações a partir de 2015. A campeã foi a Imperadores do Samba, que homenageou o escritor Luís Fernando Veríssimo.

Carro abre alas trouxe representações sobre Bento Gonçalves

Maria Fumaça esteve representada em um dos carros alegóricos

Coreógrafo satisfeito com o desempenho dos participantes Sensação de dever cumprido. É desta maneira que o coreógrafo Moacir Corrêa define o sentimento após o desfile. Ele, junto com Lisiane Mazetto, foram os responsáveis pela elaboração da coreografia e coordenaram os ensaios da ala coreografada, com moradores de Bento e região, desde o mês de janeiro. “Acho que conseguimos colocar nossas ideias na coreografia, agora ficou a expectativa de que a escola consiguisse um resulta-

do melhor”, enfatiza. Corrêa destaca que a sensação de responsabilidade durante o desfile foi muito grande, afinal a o enredo destacava três cidades da região. Desde janeiro os dois coreógrafos se reuniram uma vez por semana para realizar os ensaios com aproximadamente 300 participantes da região. Além disso, a ala realizou ensaio no complexo do Porto Seco. Carro sobre Carlos Barbosa apresentou questões sobre a colonização


Geral

Quarta-feira, 5 de março de 2014

9

FGTS

Ministro suspende processos Benedito Gonçalves, do STJ, decidiu analisar a questão de forma mais detalhada, para alinhar as decisões judiciais ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), decidiu suspender o andamento de todas as ações relativas à correção das contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A decisão foi tomada na quarta-feira, 26 de fevereiro. Estima-se que estejam correndo mais de 50 mil processos sobre o tema em todo o país. As ações questionam a correção das contas pela Taxa Referencial (TR) e pedem a aplicação de índices inflacionários. Conforme a decisão do STJ, ficam paralisados todos os processos individuais e coletivos que tenham sido protocolados em quaisquer instâncias da Justiça Federal ou da Justiça nos estados até que a primeira seção do STJ julgue um recurso que chegou ao tribunal e que foi considerado de “controvérsia repetitiva”. O ministro afirmou que a suspensão do andamento das ações visa a evitar “insegurança jurídica” em relação ao tema, já que os processos estão em diversos tribunais. O recurso que será julgado pelo STJ será agora avaliado pelo Ministério Público Federal, que terá até o dia 11 de março para dar um parecer. Depois, o relator levará o caso para julgamento da primeira seção, que reúne dez ministros do STJ que tratam de direito público.

Correção A turma colegiada do Tribunal Superior irá analisar se as contas do FGTS devem ser corrigidas pela inflação, em vez da Taxa Referencial (TR), como reivindicam os autores das ações. Mesmo se os ministros do STJ vierem a considerar ilegais os reajustes pela TR, ainda caberá à Caixa recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF), que dará a última palavra sobre o tema. A decisão do STF terá de ser observada pelas demais instâncias do Judiciário. A questão sobre o índice de correção que a Caixa Econômica Federal deve aplicar na correção do FGTS tem gerado decisões conflitantes. Em algumas decisões, juízes de primeira instância têm entendido que a TR não pode ser usada para correção e determinam que a Caixa adote o IPCA, com cotação superior.

Depósitos Criado na década de 1990, o FGTS é composto por depósitos mensais realizados pelo empregador, correspondentes a 8% do salário do empregado. O valor pode ser sacado em caso de demissão sem justa causa ou para comprar residência, por exemplo.

DIVULGAÇÃO

O

Ministro esclarece que decisão tem como objetivo evitar a insegurança jurídica em relação à temática

Cálculo dos juros ainda aguarda Foi adiado para quarta-feira, 12 de março, o julgamento no STJ do recurso que define o cálculo dos chamados juros de mora, que poderão ser pagos aos poupadores que entraram na Justiça contra as perdas no rendimento da poupança na implantação dos planos econômicos dos anos 1980 e 1990 - em caso de decisão do

Supremo Tribunal Federal a favor dos investidores. O processo, com julgamento inicialmente previsto para o dia 26 de fevereiro, tem o potencial de modificar consideravelmente os valores que os bancos terão de pagar aos poupadores. O relator do caso, ministro Sidnei Beneti, pediu mais tempo para estudar o assunto, já que

o Banco Central e a Federação Brasileira de Bancos entraram com petições ao processo. Os juros de mora são espécie de penalidade que incide sobre o valor devido. O STJ definirá o início da eventual cobrança desses juros - se a partir da citação da ação civil pública ou só a partir da citação de cada ação de execução individual.


10 Geral

Quarta-feira, 5 de março de 2014

SPC

Inadimplência soma R$ 7 milhões Valor devido pelos consumidores no comércio em Bento Gonçalves teve acréscimo de 15,14% em relação a 2012 REPRODUÇÃO

Josiane Ribeiro geral4@jornalsemanario.com.br

A

pós balanço realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-BG), o panorama não é muito favorável para os bento-gonçalvenses. O valor devido pelos consumidores no comércio em 2013 atingiu a marca de R$ 7 milhões, o que corresponde a um aumento de 15,14% em relação a 2012, quando o valor dos débitos somava cerca de R$ 6,79 milhões. O registro de débitos, também em comparação ao mesmo período em 2012, cresceu 3,93%. Segundo Marcos Rogério Carbone, presidente do CDL, a situação é preocupante tanto para os consumidores quanto para os lojistas. “Orientamos que os consumidores inadimplentes busquem negociações diretamente com as lojas credoras, evitando que os débitos se prolonguem, gerando multas e juros”, afirma. Conforme Carbone, o CDL contabilizou 24 mil registros de operações de débito, com 13 mil CPFs, ou seja, uma média de 1,8 registros por CPF. “A população encontra-se muito endividada. Mesmo assim vemos que alguns lojistas acabam fechando negócio sem consultar o CPD do cliente”, analisa.

No primeiro bimestre, cerca de 70% de CPFs foram recuperados

Atenção dos lojistas Para o presidente, cabe ao lojista a preocupação pela concessão de crédito, consultando o SPC, antes de liberar a venda a prazo, para não aumentar sua inadimplência. “O comerciante precisa fazer uma venda segura, sem se preocupar apenas no cumprimento de metas. Venda bem feita é aquela em que o lojista recebe”, destaca. De acordo com o CDL, do total de CPFs consultados entre janeiro e fevereiro deste ano, aproximadamente 40% apresentou restrições.

Perfil do endividado O número de CPFs do sexo feminino cresceu 7,65% em 2013

O número de CPFs do sexo masculino cresceu 2,76% em relação ao ano de 2012

Os solteiros apresentam acréscimo de registro de 9,31%. Os casados apresentam decréscimo de registro de -8,74%. Os separados mantiveram-se na média de 15 registros.

“A cada 100 consultas realizadas pelos associados, 40 possuíam alguma restrição de crédito”, explica o presidente. Além disso, no primeiro bimestre, o comércio registrou uma recuperação de CPFs de 70% - a cada 100 registros, 70 conseguiram quitar suas contas atrasadas para limpar o nome na praça, com um valor de 53% do valor financeiro recuperado. “Isso mostra a qualidade da informação da Base do SPC e também que o lojista, ao fazer venda a crédito, dever ter segurança do negócio”, complementa.

Faixa de valores Até R$500 – 87% representa o montante total de débitos de 2013 De R$501 a R$2.000 – 11,4% representa o montante total de débitos de 2012 Acima de R$2.000 – 1,6% representa o montante total de débitos de 2013 Até a idade de 20 anos, apresenta um acréscimo de débitos de 12,71% De 21 até 30 anos o acréscimo é de 4,82% De 31 até 50 anos o acréscimo é de 7,10% E acima de 50 anos o acréscimo é de 9,26% O registro de débitos do comércio registrado até 31/12/2013 - relativo ao ano de 2013, cresceu 3,93% em relação ao mesmo período de 2012.

Solteiros ainda lideram a lista dos endividados Segundo dados do CDL, os solteiros ainda lideram a lista de inadimplência, apresentando acréscimo de registro de 9,31% enquanto os casados apresentaram decréscimo de registro de -8,74% em relação a 2012. Os separados mantiveram-se no mesmo índice nos dois anos, com 15 registros em 2012 e 16 em 2013. Em 2013, as mulheres tomaram a liderança das dívidas: o número de CPF’s do sexo feminino cresceu 7,65% em relação a 2012 enquanto o número de CPF’s de homens cresceu 2,76%. Quando o critério é a faixa etária, pessoas com até 20 anos apresentam um acréscimo de débitos de 12,71%. Para Carbone, a falta de organização financeira é o principal fator para influenciar nesse crescimento. “Existe uma ten-

dência de crescimento na inadimplência de pessoas solteiras, na faixa de 18 a 25 anos, devido à falta de planejamento financeiro”, justifica. Um aumento significativo também pode ser verificado em consumidores acima de 50 anos – nessa faixa etária o acréscimo foi de 9,26%. O indicador da inadimplência em Bento Gonçalves também verifica que 87% dos débitos de 2013 giram em torno de dívidas de até R$ 500. Os débitos entre R$ 501 a R$ 2 mil correspondem a 11,4%. Em contrapartida, houve uma pequena elevação na concentração de registros de maior valor, acima de R$ 2 mil, com 1,6% representando o montante total de débitos de 2013 – em 2012 o percentual registrado para valores maiores ficou em 1,2%.

Após o Carnaval, organize as dívidas Sem mágica: na avaliação dos especialistas do SPC Brasil, não existe uma fórmula mágica para evitar o aperto no bolso. A decisão de sair do vermelho ou então de se manter financeiramente no azul, requer disciplina tanto no planejamento das contas domésticas como na contenção de gastos considerados supérfluos; Impostos à vista ou parcelado: para o consumidor decidir se vai pagar o IPTU e IPVA a vista ou parcelado, é preciso calcular se o desconto obtido no pagamento das contas à vista é maior do que o valor que esse dinheiro renderia caso estivesse em alguma aplicação financeira; Aplicações: para quem tem aplicações como CDB ou outros fundos, é necessário fazer contas para descobrir se o resgate vale a pena, porque os impostos cobrados e as penalidades por resgate antecipado podem anular o benefício do desconto; Renegociação da dívida: Para os consumidores que já estão inadimplentes, além de cortar gastos desnecessários e evitar compras impulsivas, o SPC Brasil recomenda que se faça uma renegociação da dívida com o credor, barganhando condições e formas de pagamento que melhor se encaixam no orçamento; Procure o credor: demonstre interesse em regularização sua situação. Apresente contrapropostas e negocie facilidades de pagamento. Se sua dívida for com um banco, sugira a troca da dívida por um empréstimo pessoal (consignado ou não) e negocie, informando as menores taxas de mercado do Banco Central. FONTE: SPC BRASIL


Geral

Quarta-feira, 5 de março de 2014

11

Museu do Imigrante

Restauro avançando no papel Para liberação do edital, licitação para obras passam por revisão orçamentária com readequação das necessidades JOSIANE RIBEIRO

Josiane Ribeiro geral4@jornalsemanario.com.br

A

pós captação de mais de R$ 530 mil para restauro do Museu do Imigrante, o projeto se encaminha para uma nova etapa no primeiro trimestre de 2014. As obras que ainda não iniciaram fisicamente, têm andamento apenas no papel. Para liberação do edital, o projeto de licitação passa por uma readequação exigida pelo Ministério da Cultura. Com data de 2008, a licitação precisa passar por uma revisão orçamentária que irá reavaliar todos os números orçados de acordo com as necessidades atuais do Museu. “Essa licitação é de seis anos atrás, por isso é necessário passar por esses entraves burocráticos para readequação. A revisão consiste em avaliar todas as planilhas. Mesmo assim, estamos em um processo acelerado de restauro”, explica o Secretário de Cultura, Jovino Nolasco. Apesar da dificuldade burocrática, o secretário garante que o restauro está em um processo acelerado. “Duas empresas especializadas em

Para revisão orçamentária, uma arquiteta irá trabalhar junto à Secretária de Cultura a partir deste mês restauro já nos procuraram para saber mais sobre o Museu. Assim que o edital for anunciado com certeza teremos empresas demonstrando interesse e logo iniciaremos as obras”, justifica.

Análise de patologias

desta semana, Marília Gabriela de Oliveira irá fazer o acompanhamento especializado. “A arquiteta que acompanha a obra irá verificar as necessidades já informadas na licitação e também analisar novas patologias.

De acordo com Fabiano Mazzotti, integrante da comissão de captação, uma arquiteta foi destinada para realizar a reavaliação do museu. A partir

Vindima

Exposição será aberta à visitação na sexta DIVULGAÇÃO

A exposição “A Vindima em Vinho Tinta” poderá ser conferida a partir da sexta-feira, 7 de março, no Hotel & Spa do Vinho, no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves . O artista plástico Assis Costa apresentará obras que apresentam a cultura do vinho no Rio Grande do Sul, especificamente na Serra Gaúcha. Quatro das 25 telas concebidas a partir da técnica vinarela, desenvolvida há alguns anos pelo artista potiguar, foram pintadas com vinhos da Salton: três com Salton Talento 2009 e uma com Salton Volpi. De acordo com Assis Costa, a inspiração para compor a obra destaque “Talento: um vinho camisa dez”, surgiu tendo como base os dez anos de criação do vinho. “O

Visitantes poderão conferir 25 telas concebidas com a técnica vinarela número dez tem uma simbologia especial dentro do mundo do futebol e, por estarmos

no ano de Copa do Mundo, considerei interessante fazer esta ligação entre o futebol,

o talento e a arte”, comenta o pintor. As pinturas foram produzidas com vinhos das vinícolas apoiadoras e pretendem instigar o público a sentir sensações visuais, mentais e degustativas proporcionadas pela união vinho-arte. A exposição é uma realização da Steffen Projetos e Eventos Culturais, Município de Bento Gonçalves e secretaria de Turismo de Bento Gonçalves, com apoio do Hotel & Spa do Vinho, Giordani Turismo, Hotel Villa Michellon, Vinícola Salton, Vinícola Aurora, Don Giovanni Vinhos, Vinhedos e Pousada, Revista Adega e Lídio Carraro Vinícola Boutique. A mostra poderá ser conferida até o dia 16 de março.

Com o passar dos anos, novas demandas podem surgir que não estavam listadas”, afirma. Conforme Mazzotti, esses trâmites legais já estavam previstos e precisam acontecer antes do início das obras. O objetivo, segundo ele, é conciliar as especificidades da Lei Rouanet com a de lei de licitações. “As pessoas acabam nos cobrando pelas obras ainda não terem iniciado, mas é importante destacar que estamos seguindo o passo a passo de um processo burocrático. As obras não estão acontecendo fisicamente, mas elas estão andando no papel”, destaca. Para a coordenadora de captação da Secretaria Municipal de Cultura e Fundação Casa das Artes, Neusa Zoldan, o trabalho da arquiteta Marília, nesta etapa, irá beneficiar todo projeto e dar consistência às ações desenvolvidas. “Com a revisão do orçamento teremos um panorama real da situação do Museu e poderemos iniciar as obras assim que possível. Os trâmites burocráticos são necessários”, complementa. A campanha de restauro continua em 2014 e permite captação de R$ 1 milhão via Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Assis Costa Nasceu em Currais Novos/ RN, onde está localizado o seu atelier. Ele iniciou o seu desenvolvimento artístico na década de 1990, com o Curso de Desenho e Pintura. Contudo, desde 2002, passa temporadas no Rio Grande do Sul em cidades como Gramado, Nova Petrópolis e Pelotas, no cargo de diretor artístico nos Eventos Culturais como a Chocofest, Natal Luz e Fenadoce. A sua obra como artista plástico é multifacetada, o mesmo desenvolve além da pintura em tela (técnicas: óleo ou acrílica), também a escultura, orbitando no universo das artes pelas suas diversas expressões como a poesia, a música e os quadrinhos.


Segurança

12

Quarta-feira, 5 de março de 2014

Rodovias

Homicídio

Motociclista morre em acidente na 470

Jovem é morto a tiros no bairro Municipal FOTOS ANTONIO SERGIO DE OLIVEIRA/RÁDIO DIFUSORA, DIVULGAÇÃO

André Luís Chaves, de 31 anos, morreu após bater em um Fiat Strada DIVULGAÇÃO

Noemir Leitão policia@jornalsemanario.com.br

U

Lucas Bagiston foi alvejado com três tiros, quando caminhava na rua

André Chaves estava feliz com a chegada do segundo filho, Cainã NOEMIR LEITÃO

m acidente de trânsito ocorrido na manhã da segunda-feira, 3 de março, causou a morte de André Luís Chaves, de 31 anos,, no km 222 da RSC-470, próximo ao Trevo da Telasul. Ele estava em sua motocicleta, quando chocou-se contra uma caminhonete Fiat Strada. De acordo com informações do Grupo Rodoviário de Bento Gonçalves, o acidente aconteceu por volta das 10h30min, quando duas motocicletas, com placas de Encantado, teriam colidido com a caminhonete Strada, com placas de Bento Gonçalves. A motorista da Strada teria atravessado a pista para se dirigir até sua empresa, que ficava no outro lado da rodovia, provocando o acidente. Mozael Rabaioli, cunhado de Chaves, foi jogado há alguns metros do veículo e sofreu ferimentos leves, sendo removido para o Hospital Tacchini, onde recebeu atendimento. Já Chaves bateu com a cabeça no veículo e não resistiu à gravidade dos ferimentos, vindo a falecer ainda no local. A condutora da Strada ficou em estado de choque e também precisou de atendimento médico. Segundo pessoas que

Motociclista bateu com a cabeça no veículo e morreu na hora testemunharam o acidente, a motorista costumava a fazer seguidamente aquele tipo de conversão no local. André Luís Chaves era natu-

ral de Encantado, era casado e tinha dois filhos pequenos. Uma de suas maiores paixões era viajar com sua motocicleta Kawasaki.

Flagrante

BM prende dois acusados de furto Dois homens foram presos pela Brigada Militar após o furto de um veículo na cidade de Garibaldi. O fato ocorreu por volta das 20h deste domingo, 2 de março. Houve fuga e perseguição aos acusados, que foram detidos em Carlos Barbosa. De acordo com a Brigada Militar de Garibaldi, os dois indivíduos roubaram um veículo Onix e fugiram em direção à Carlos Barbosa. Os policiais seguiram os ladrões, que colidiram o veículo em um ca-

minhão no KM 12 da ERS-446, próximo à Santa Clara Baixa. Os bandidos fugiram para o mato, sendo que Sidnei Ortiz, 29 anos, foi capturado pelos policiais. Na manhã desta segunda-feira, 3 de março, os policiais conseguiram capturar o segundo envolvido no roubo. Ele é Jairo Ortiz, irmão de Sidnei. A dupla é moradora de São Leopoldo e já tem vários antecedentes criminais por furtos e roubos. Um revólver calibre .38 também foi apreendido pelos policiais.

Polícia prendeu os dois suspeitos

O segundo homicídio do ano ocorreu na noite de domingo, 2 de março, no bairro Municipal, mais precisamente próximo a uma escadaria na rua Balduíno Alegretti. Lucas Bagiston, 24 anos foi alvejado com vários disparos de arma de fogo e acabou morrendo no local. O fato ocorreu por volta das 21h, quando Lucas passava pela rua e foi atacado por atiradores, que ainda não foram identificados. O rapaz residia no bairro e já tinha sofrido uma tentativa de homicídio na véspera do Natal do ano passado, quando acabou sendo ferido nas pernas. A polícia estava no local para realizar o levantamento das causas da morte de Lucas,

porém não existem suspeitos. A mãe do rapaz, Erni dos Santos, 43, ressaltou que Lucas era usuário de drogas, mas tinha emprego fixo. Ele havia se envolvido em furtos e roubos, porém segundo ela nada justifica a morte de seu filho a tiros. “Tenho certeza que a polícia irá descobrir o autor da morte do meu filho, já que ele não fazia mal a ninguém, embora tenha cometido alguns furtos para adquirir dinheiro para o seu vício”, disse. Indignada, ela espera por justiça e que a morte de seu filho não fique em vão. O rapaz foi velado na igreja do bairro Municipal, e as investigações serão concluídas no prazo de 30 dias.

Trânsito

Motorista capota carro Na segunda noite de carnaval um acidente de trânsito ocorreu na rua Nelson Carraro, no bairro Santo Antão. O fato foi por volta das 3h da madrugada do domingo, 2 de março, quando um veículo Renault/Clio trafegava no sentido bairro/Centro, e teria perdido o controle, chocando-se no canteiro central da avenida, e posteriormente em um poste, vindo a capotar, ficando no meio da rua. O condutor do veículo, no qual não foram fornecidas o seu nome e tampouco a idade foi levado consciente pelo resgate do Corpo de Bombeiros para o Pronto Atendimento 24 horas, com ferimentos leves. Conforme relatos dos bombeiros, ele seria o único ocupante do veículo e estaria embriagado, no momento do acidente.

Motorista perdeu o controle do veículo na rua Nelson Carraro A Brigada Militar acompanhou a ocorrência e parte dos bairros Santo Antão e Santa Marta ficaram sem energia elétrica, devido ao acidente, por várias horas. A energia elétrica foi reestabelecida somente na final da manhã de domingo.


Esportes

Quarta-feira, 5 de março de 2014

Jiu-Jitsu

Bento Open vem mais forte para a 2ª edição

13

Rugby

Federação divulga calendário de jogos Primeiro adversário do Farrapos no estadual será o Centauros de Estrela FOTOS DIVULGAÇÃO

Vinicius Mieznikowski esporte@jornalsemanario.com.br

A

Lutadores de vários lugares do Brasil vão movimentar o município Uma nova edição do Bento Open de Jiu-Jitsu se aproxima. O torneio, agendado para os dias 15 e 16 de março, já ultrapassou a marca de 250 lutadores inscritos de diversos pontos do Rio Grande do Sul e de outros estados do Brasil. A expectativa é de muitas emoções. Com mais de 70 academias inscritas, o Bento Open de 2014 irá reunir os principais lutadores da região sudeste e vários lugares do Brasil. Segundo André Cristófoli, organizador da competição, a empolgação pelo evento é muito grande. “Esta edição vai ter o dobro de competidores de 2013, pois vamos chegar aos

300, sendo que já estamos com 270 inscritos até o momento,” explica Cristófoli. A competição que acontece em Bento Gonçalves será na categoria juvenil, reunindo lutadores de 16 e 17 anos e tem como prêmio um Playstation. Na primeira edição, que ocorreu em 2013, a Garra Team levou o título de melhor equipe e para 2014 a briga por equipes promete ficar mais equilibrada. “Nós já temos um torneio mais forte que o campeonato gaúcho. Na segunda edição cm certeza tem outros time como a Sul Jiu-Jitsu e a Gueto que também podem chegar na frente”, ressalta.

Equipe de Bento Gonçalves irá atrás do pentacampeonato em 2014 o campeonato, pois teremos mais dois jogos para disputar,” explicou o técnico. Baldassari avisa que uma das promessas da competição é a equipe do Centauros, adversário da estreia da representante da Capital do Vinho. O time de Estrela tem apoio da cidade para participar do campeonato e segue uma filosofia de trabalho semelhante ao Farrapos.

Jogos Farrapos Farrapos x Centauros Farrapos x Serra Brummers x Farrapos San Diego x Farrapos Charrua x Farrapos Centauros x Farrapos Serra x Farrapos Farrapos x Brummers Farrapos x San Diego

15/03 29/03 05/04 12/04 26/04 10/05 17/05 24/05 07/06

Série Ouro de Futsal

Judô

Physio inaugura núcleo no distrito de São Pedro

Número de núcleos segue aumentando para formar futuros atletas A Physio Judô passa a contar com mais um núcleo para formar atletas. O projeto que atende cerca de 200 jovens do município, vai estender o seu projeto para mais 200 crian-

Federação Gaúcha de Rugby divulgou o calendário do Campeonato Gaúcho que começa no próximo dia 15. A competição terá trinta jogos, com o campeão gaúcho sendo decidido em confronto entre os vencedores do primeiro e segundo turno. O Farrapos chega novamente como o grande favorito. A representante da Capital do Vinho busca o pentacampeonato gaúcho. Além do time de Bento Gonçalves, quem também está na disputa pelo título estadual são as equipes do Serra, Brummers, San Diego, Centauros e Charrua. Para o técnico do Farrapos Carlitos Baldassari, a expectativa é grande e o campeonato ganha outra cara com o formato de turno e returno. “Eu acredito que agora está mais de acordo o campeonato. No ano passado tivemos uma final depois da fase classificatória e os jogadores já estavam desgastados. Para 2014 temos um time a mais no Gaúcho, o que é bom para

ças, chegando a marca de 400 crianças atendidas no município. O novo espaço vai atender jovens do distrito de São Pedro na Escola Amaro Bitencourt. As aulas iniciam em breve.

Federação atrasa primeira rodada Por solicitação dos clubes, a Federação Gaúcha de Futsal (FGFS) adiou o começo da Série Ouro do Gauchão. Os dirigentes estão insastifeitos com a falta de apoio. Amanhã, dia 6, a entidade receberá os representantes dos clubes para discutir a temporada. As questões financeiras são as que mais preocupam. A reclamação é que, além de não prestar nenhum apoio financeiro, a FGFs impõe muitas taxas. Prevista para o dia 8, a primeira rodada foi remarcada para o dia 15. A BGF de Bento Gonçalves estreia fora de casa contra o ADS de Sananduva.

1º Turno 15/3 - ADS x BGF 19/3 - BGF x América 22/3 - Cachoeira x BGF 26/3 - BGF x Assaf 29/3 - Alaf x BGF 3/4 - ACBF x BGF 6/4 - BGF x Teutônia 9/4 - Afusca x BGF 12/4 - BGF x Assoeva 16/4 - AGSL x BGF 19/4 - BGF x Atlântico BGF estreia fora contra a ADS


14 Esportes

Quarta-feira, 5 de março de 2014

Superliga B

Sonho da elite fica para 2015 Bento Vôlei é eliminado da competição e diretoria opta pelo silêncio, fazendo apenas um comunicado pelas redes sociais FOTOS DIVULGAÇÃO

Vinicius Mieznikowski esporte@jornalsemanario.com.br

O

Bento Vôlei encerrou a sua participação na Superliga B na sexta-feira, 28 de fevereiro. A equipe comandada pelo técnico Fernando Rabelo perdeu a última partida da fase classificatória para a equipe do Sada/Contagem por 3 x 1, parciais de 20 x 22, 18 x 21, 21 x 16 e 18x 21. “Foi um jogo duro contra o líder do campeonato. Eles mostraram por que foram líderes durante toda a competição. Nos dedicamos ao extremo na disputa da Superliga B, tivemos um momento difícil no decorrer do torneio, passamos por ele e terminamos o campeonato em boa fase, disputando a vaga na última rodada do returno – mas na casa do primeiro colocado. Infelizmente não atingimos o nosso objetivo, pois queríamos muito classificar, mas temos a convicção que fizemos o melhor a ser feito. Falo pela diretoria, comissão técnica e jogadores; todos se entregaram ao máximo. De alguma forma, não fomos eficientes, pois não vamos poder jogar as semifinais. Porém, tentamos ao extremo,” disse o técnico. A desclassificação do Bento Vôlei não aconteceu somente em uma partida, mas sim durante todo o campeonato. A equipe iniciou bem a competição com quatro vitórias consecutivas. O time parecia embalar quando começou o “declínio” dos resultados na quinta rodada do primeiro

Sada São José Santo André Voleisul Bento Rio Claro Sesi Rio Claro

32 29 24 21 18 16 15 13

7ª Rodada - Returno 26/02 - Resultados Voleisul 3 x 1 Olympico Bento 1 x 3 Sada Rio Claro 3 x 1 S. André São José 3 x 1 Sesi Na última partida fora de casa o Bento perdeu por 3 x 1 para o líder do campeonato Sada/Contagem turno, o Bento perdeu em casa para o Olympico e a partir deste momento não conseguiu mais manter uma sequência de resultados positivos como no início da competição. Após algumas rodadas, surgiu a suspeita de que a má fase estaria ligada a “noitadas” na residência de jogadores e bares da cidade. O clube respondeu na época as críticas em um comunicado oficial, esclarecendo que tinha conhecimento do que estava acontecendo e que tinha controle sobre a situação. A campanha do Bento na competição foi equilibrada, já que em 14 jogos, o time venceu sete partidas e perdeu sete. A equipe pecou pela irregularidade e as derrotas em casa, já

que três pontos fizeram a diferença para que o Bento pudesse ter passado a fase final da competição. Dessa forma o rendimento no torneio ficou em 50%. Os confrontos da fase final serão: Voleisul x Sada e Santo André x São José dos Campos.

Ânimos exaltados Após a eliminação, o atleta Douglas Bertamoni, que integra o grupo de atletas do Bento Vôlei, publicou nas redes sociais o seguinte comentário: “O Bento Vôlei esculacha tanto os juvenis, que perdeu para um bando deles,”. O comentário gerou descontentamento entre dirigentes, comissão técnica e

jogadores O jogador Brasília, levantador da equipe, pediu desculpas pelas redes sociais e questionou o comprometimento de alguns jogadores. “O aprendizado fica. Claro que fica para quem estava comprometido e embuído com toda a situação. Para alguns, sei que vão curtir as férias, e não terão mais o Brasília “brigão”, o Dentinho “chato”, o Rabelo “filosófico” no ouvido... Enfim, de desculpas vive um perdedor. E isso eu não sou, e por isso tô aqui pedindo minhas sinceras desculpas pela meta não atingida. Dessas pessoas quero distância... Depois não vem mendigar ajuda pra arrumar time hein? #ficaadica”, finalizou o atleta.

Clube agradece o apoio da comunidade A diretoria do Bento Vôlei preferiu não entrar em polêmicas e, mais uma vez, preferiu se manifestar sobre a eliminação na Superliga B, através de uma carta que foi colocada nas redes sociais. Atravé dela, a direção destaca o trabalho que foi desenvolvido antes do início do campeonato e sobre a dor e a angústia de ter saído de forma precoce da fase final do torneio.

Classificação

O clube garante no documento que procurou proporcionar aos atletas as melhores condições de trabalho e em nenhum momento cita qualquer tipo de problema extra-quadra. Confira trechos da carta que foi divulgados nas redes sociais. “A diretoria que assumiu a gestão do Bento Vôlei em 31 de maio de 2013 é formada por profissionais e empreendedores que não temem o desafio e mui-

to menos tem medo da derrota. Não saímos fragilizados do campeonato nacional - Liga B, como pode ser sugerido na derrota para o Sada, como pode ser sugerido, e sim saímos fortalecidos. Infelizmente não atingimos nosso objetivo, apesar de toda a dedicação do grupo. Também sabemos que fizemos muito em pouco tempo de trabalho dentro do Bento Vôlei. A diretoria empenhou-se em proporcionar as

melhores condições possíveis para a equipe dentro de quadra desempenhar o seu papel. Recebemos muitas mensagens de apoio, inclisve de patrocinadores que de forma concreta incentivaram o time. Aos nosso fiéis torcedores, não há palavras suficientes para retribuir o carinho e a confiança. O projeto 2014 segue em andamento e a retomada apenas começou”.

Fase Final Confrontos Voleisul x Sada São José x Santo André

Xapanã acerta previsão da eliminação

O Pai de Santo Fernando de Xapanã, havia feito no final de 2013, a previsão de que o Bento Vôlei não se classificaria para a fase final da Superliga B em 2014. O palpite de Xapanã foi certeiro e como havia dito, o Bento não foi para a final do campeonato. Outra previsão de Xapanã no esporte que pode se “desenhar” é o rebaixamento do Esportivo para a série A2.


Esportes

Quarta-feira, 5 de março de 2014

15

Gauchão 2014

É tudo ou nada diante do VEC Jogo de hoje à noite é decisivo para o Alviazul somar pontos na tabela e ficar mais longe da zona do rebaixamento VINICIUS MIEZNIKOWSKI

Vinicius Mieznikowski esporte@jornalsemanario.com.br

O

Esportivo segue sua busca por pontos para fugir da zona do rebaixamento hoje, 5, contra o Veranópolis no estádio Montanha dos Vinhedos. A partida prevista para às 20h30min, marca o confronto de opostos na Serra. Enquanto o alviazul vacila, o Veranópolis é o vice-líder do grupo A do Gaúchão, atrás apenas do Internacional, líder absoluto com 31 pontos. Na última partida fora de casa, o Alviazul enfrentou o próprio Inter, em Novo Hamburgo, e perdeu pelo placar de 3 x 0. O time de Flávio Campos se esforçou dentro de campo, porém não conseguiu reagir frente a força da equipe colorada. O time da capital deu números ao marcador com Cláudio Winck, Wellington Paulista e Alan Patrick, sendo que somente dois atletas do grupo principal entraram em campo. O Esportivo jogou com Vinícius; Jean Pierre, Cal, Ladeira, Thiaguinho, Luís Felipe, Ricardo Maria, Claytinho, Baroni, Ceará e Brandão. Para o técnico Flávio Campos a equipe não agradou em campo contra o Inter e o time errou novamente na marcação individual. “A nossa equipe permitiu que o Inter fizesse o cabeceio sozinho e com envolvimentos de bolas individuais. Isso nós não podemos repetir. Além disso nós temos que continuar crescendo

Serviço Hoje Esportivo x Veranópolis Local: Estádio Montanha dos Vinhedos Horário: 20h30min Arbitragem: Márcio Chagas auxiliado por Marcelo Barison e Antonio Cezar Padilha.

Ingressos

Esportivo precisa da vitória no clássico serrano contra o Veranópolis, o melhor time do interior até agora pra manter a posse de bola dentro do jogo. Na segunda etapa a equipe conseguiu trabalhar melhor a bola e chegar no Inter e acabamos sendo superados pela técnica do adversário. A equipe correu, lutou e tentou, mas a qualidade do Inter venceu. Nós temos que levantar a cabeça, pois temos um jogo importante pela frente com o Veranópolis, por isso a equipe vai descansar o necessário”, explicou Flávio. Baroni e Ceará estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo e ficam fora contra o VEC. O jogador Felipe Athirson é uma das opções do treinador para o jogo de hoje. Sobre o esquema tático, devi-

do as circunstâncias dos jogos o treinador do Esportivo deverá fazer novas mudanças para hoje. “O que vem ocorrendo, como no jogo de hoje (sexta-feira) onde nós tínhamos três volantes e três

Grupo A Inter Veranópolis Grêmio Lajeadense São José Juventude Aimoré Esportivo

P 31 20 19 16 14 13 12 10

zagueiros, sendo que no segundo quando sinto que a equipe em algum momento foi superada, entro com três atacantes, e isso ocorre porque é natural e a gente precisa vencer,” disse Campos.

Grupo B Grêmio Caxias Novo Hamburgo Cruzeiro São Paulo Pelotas São Luiz Passo Fundo

P 21 17 17 16 11 8 6 5

Torcida visitante Arquibancada: R$ 20 Estudante e Idoso: R$ 10 Torcedor do Esportivo Arquibancada: R$ 10 Estudante e Idoso: R$ 5 Cadeira: R$ 40

Hoje 19h Passo Fundo x São Luis 19h30min Inter x São José 20h30min Lajeadense x Aimoré 22h Cruzeiro x Grêmio

Amanhã 19h Brasil x Juventude 19h30min Caxias x São Paulo 20h30min Novo Hamburgo x Pelotas


www.jornalsemanario.com.br

A Edição

BENTO GONÇALVES

32 páginas

Quarta-feira

5 DE MARÇO DE 2014 ANO 47

Primeiro caderno .................... 16 páginas Classificados .......................... 16 páginas

N°3007

R$ 3,00

ESTEFANIA V. LINHARES

Imposto reduzido

Inadimplência

Consumidores somam dívida de R$ 7 milhões Página 10

Restauro do Museu

Licitação passa por revisão orçamentária Página 11

Acessibilidade com preço baixo Portadores de necessidades especiais podem solicitar dedução de IPI e ICMS na compra de veículos novos

Exposição Vinho Tinta

Mostra abre na sexta Página 11

Página 6

05/03/2014 - Jornal Semanário - Edição 3007  

Bento Gonçalves/RS

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you