Page 1

Saúde&Beleza Faz bem ao coração e prolonga a vida

Pesquisa, que será apresentada em setembro, quer revelar se o vinho realmente protege contra problemas cardiovasculares e retarda o envelhecimento celular. Página 5

Sábado, 4 de junho de 2011

DIVULGAÇÃO


2

Sábado, 4 de junho de 2011

Saúde&Beleza

Mix de azeite e linhaça faz perder barriga Já pensou que temperar a salada com os ingredientes certos pode emagrecer mesmo que você continue comendo besteiras? Um estudo realizado pela Universidade Estadual de Campinas comprovou que sim. Segundo o estudo, alimentos ricos em ômega-3 e ômega-9 emagrecem. A pesquisa foi feita pelo nutricionista Dennys Cintra, em anide leite, ricos em gordura saturamais obesos. Todos eles continuda, mas acrescentaram à dieta o aram a comer as “porcarias” de ômega-3 e o ômega-9. Em dois sempre, como manteiga e creme meses, os animais perderam cerca de 20% da gordura total. E, o melhor: a maior perda de peso foi na barriga. A dica é fazer um mix de azeite com alguns alimentos ricos em ômega-3 e ômega-9, para emagreçer sem passar fome.

DIVULGAÇÃO

sopa no almoço e outra no jantar. Óleo de linhaça: O ideal é consumi-lo em saladas, com algum legume ou fruta antioxidante, como cenoura, acerola e goiaba. Uma colher de sobremesa ao dia é suficiente. Fonte: Site M de Mulher

Onde encontrar...

Quantidade ideal

Ômega-3: Sardinha, linhaça marrom e óleo de canola.

Azeite de oliva: Ele pode ser usado na salada ou servir de base para cozinhar o arroz em vez de óleo comum. Consuma duas vezes ao dia com outros alimentos, de preferência uma colher de

Ômega-9: Nozes, amendoim, azeite de oliva e óleo de macadâmia.

Receita do Mix de Azeites Ingredientes: • 250 ml óleo de linhaça • 100 ml azeite de oliva orgânico • 1 anis-estrelado • 1 cardamomo • 7 pimentas-rosa • 7 sementes de coentro • 1 col. (café) de sálvia seca • 1 col. (café) de alecrim seco

Caderno

Edição: Maikeli Alves

Saúde&Beleza

maikeli@jornalsemanario.com.br Revisão: Patrícia Lima redacao@jornalsemanario.com.br Diagramação: Noeli Ogrodoski cadernos@jornalsemanario.com.br Projeto Gráfico: Maiara Alvarez

Este caderno faz parte da edição de sábado, 4 de junho de 2011, do Jornal Semanário

• 1 pitada de flor de sal • 1 pitada de alho seco • 1 canela em pau • 3 cravos Modo de fazer Misture tudo e armazene em vidro. Deixe adquirir sabor e aroma por pelo menos 24 horas. Com o tempo, ficará mais saboroso.

Direção: Henrique Alfredo Caprara jornal.semanario@italnet.com.br SEDE Wolsir A. Antonini, 451 - Bairro Fenavinho Bento Gonçalves, RS 54. 3455.4500


Saúde&Beleza

3

Sábado, 4 de junho de 2011

Volte a sorrir com o implante dentário Voltar a sorrir normalmente e não sofrer com as próteses dentárias, é o sonho de muitas pessoas. A solução para estes problemas pode ser o implante dentário, uma técnica muito utilizada atualmente, que devolve aos pacientes, principalmente, a função da mastigação e a beleza estética de seu sorriso. Como o implante dental é instalado de maneira definitiva e fixa, não há desconforto, causado por problemas de instabilidade de próteses parciais removíveis ou dentaduras, e também não há necessidade de comprometer os dentes naturais adjacentes, situações muito comuns em pessoas que usam prótese. Além disso, a extração de um dente promove um aspecto de envelhecimento com a perda de estrutura óssea e falta de suporte para os lábios e bochechas, o implante dental minimiza esses problemas, melhorando a autoestima do paciente. No entanto, será que fazer um implante dentário dói? Ele dura para sempre? Confira as dúvidas

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Por que perdemos os dentes? Perdemos os dentes por vários motivos, como doenças na gengiva, cáries profundas ou fraturas por traumas – no Brasil, as duas primeiras causas são as mais comuns. Por isso, é bom consultar um dentista ao primeiro sinal de dor e fazer limpeza anual em consultório. Como evitar a perda de dentes:

mais frequentes sobre a técnica e Exemplo de esclareça seus questionamentos: implante Como o implante é colocado? Para repor a raiz do dente perdido, o paciente passa por uma cirurgia. O procedimento é feito no consultório, com anestesia local, e dura cerca de 40 minutos por dente. A “nova raiz” é então rosqueada ao osso – por isso fica totalmente presa. Entre dois e seis meses após a cirurgia, o implante recebe uma prótese, geralmente de porcelana. Há algum risco? Se realizado com um dentista especializado em implantes, não há risco. Além disso, os implantes atuais são feitos de titânio e não causam rejeição.

dentário

Dói? Não. A anestesia local utilizada permite que o dentista faça a operação sem causar dor. Após o procedimento, seu médico recomendará alguns medicamentos que evitam a dor e ajudam na cicatrização. Dura por quanto tempo? Se feitas por profissionais especializados, as próteses podem durar até oito anos. Porém, é importante fazer uma visita anual ao dentista para evitar inconvenientes, como coroas soltas ou parafusos quebrados. Quem pode colocar? Estando em boa condição de saúde e com exames em dia, qualquer pessoa pode implantar dentes perdidos. Quanto custa? Depende do profissional, do tipo de prótese e da cirurgia. Mas é possível implantar um dente a partir de R$ 1,2 mil. Fonte: Revista Ana Maria

Fio dental. Passe todos os dias, antes ou depois da escovação, deslizando-o com cuidado para não ferir a gengiva. A cada dente, utilize uma nova parte. Escovação. Deve durar, no mínimo, dois minutos. Passe a escova delicadamente nos dentes superiores e depois nos inferiores. Lembre-se de escovar também a língua. Enxaguante bucal. Após passar fio dental e escovar os dentes, finalize com enxaguante bucal com flúor, que combate cáries. Use-o de preferência à noite.


4

Sábado, 4 de junho de 2011

Saúde&Beleza

Condição saudável depende de equilíbrio do organismo Nosso organismo é formado por bilhões/trilhões de células as quais em harmonia definem o estado de saúde. Seguindo o raciocínio de Linus Pauling quando uma parte ou o total das moléculas se desequilibram aparecem as doenças, uma vez que somos formados de matéria e espírito. A física quântica já nos mostra que nossa energia (espírito) como tudo no universo vibra e oscila em diferentes frequências de ondas que quando alteradas também produzem doenças. Podemos entender porque hoje ficamos frequentemente doentes. Estamos expostos

DIVULGAÇÃO

a todos os tipos de agressores tóxicos (ambientais, químicos, etc.) e mesmo com os avanços da medicina, aumentam os índices de câncer, infarto do miocárdio, alergias e doenças degenerativas. Necessita-se muito mais do que somente combater o estresse, ter bons hábitos de vida, com exercícios e boa alimentação para manter a saúde. Existe um universo a ser pesquisado, analisado e combatido. No início dessa longa caminhada, encontramos o processo de detoxificação hepática, hoje muito analisada para manter o terreno biológico do organis-

mo, evitando a alteração do nosso DNA. Através de nutrigenômica podemos prevenir cânceres estrogênicos dependentes, desativando genes deletéricos, prejudiciais a saúde. As alergias alimentares devem ser combatidas, pois, já estão na lista dos marcadores de câncer. Podemos sim, interferir e ajudar nosso organismo na prevenção e tratamento do envelhecimento e das doenças.

Várias provas e exames podem ser realizados para determinar, identificar e tratar os elementos nocivos que produzem essa toxidade. Modernos métodos descobrem alergias e permitem tomar as precauções necessárias para evitar os efeitos das mesmas. Vacinas incorporam-se a esses arsenais trazendo grandes benefícios. Outra dica é a imunoterapia para melhorar a imunidade e alergias.

Enfim, é hora de começar nossa viagem por esse universo fascinante onde cada sintoma é um ponto a ser pesquisado na procura de encontrar cada vez mais soluções para equilibrar nossa saúde.

Zênia D’Arrigo Dermatologista - CRM 10516 3452-2802

Câncer de pele O câncer de pele se manifesta com a forma de manchas escuras, de tamanho pequeno ou médio. Nos homens é mais comum no tronco e nas mulheres aparece com mais frequência nas pernas. Os amantes do sol devem tomar cuidados redobrados, tais como, uso diário de protetor solar, evitar a exposição das 10h às 15h e ter atenção especial com qualquer mancha que surja na pele, principalmente, nas áreas de depilação, no caso das mulheres. Fonte: Informativo Tacchimed


Saúde&Beleza

5

Sábado, 4 de junho de 2011

Beber vinho pode trazer benefícios ao coração FOTOS: DIVULGAÇÃO

Ao comemorar o dia do Vinho neste domingo, 5, é importante salientar os diversos benefícios desta bebida. Vários estudos demonstram que o consumo de vinho tinto regularmente é associado ao menor risco cardiovascular. Estes estudos afirmam ainda que pessoas com o hábito de beber, pelo menos, um copo de vinho todos os dias tem maior longevidade. Estudos experimentais sugerem que o vinho tinto afeta favoravelmente mecanismos envolvidos no desenvolvimento da aterosclerose, oferecendo assim uma plausibilidade biológica para as observações clínicas. Segundo o médico André Lugokenski, da CVD – Diagnóstico por imagem, “compostos flavonoides presentes no vinho tinto parecem ser os agentes principais, responsáveis pelos efeitos benéficos; entre tais efeitos incluem-se vasodilatação endotélio-dependente e ação antiplaquetária”. Lugokenski diz ainda que, mais recentemente, surgiu interesse pela possível ação de resveratrol, um dos flavonoides do vinho tinto, que atua no envelhecimento celular. “Este fato pode sugerir a razão da diminuição de mortalidade em indivíduos que consomem vinho tinto regularmente”. Por esses motivos, um grupo de pesquisado-

res do Instituto do Coração de São Paulo (Incor), coordenados pelo Prof. Dr. Protásio Lemos da Luz (Phd) e pelo Prof. Dr. Emílio Moriguchi (Phd) da Ufrgs, estão estudando indivíduos bebedores moderados de vinho e abstêmios. O objetivo é verificar, através de testes que medem a reatividade endotelial, ou saúde das artérias, de ambos os grupos, se realmente o consumo moderado de vinho propicia benefícios à saúde, como proteção contra a aterosclerose e maior longevidade. A pesquisa deve apontar os resultados finais em setembro deste ano.

hiperemia reativa, realizado com ultrassom de alta definição. Este teste está sendo aplicado pelo CVD, na população de Veranópolis, notória por sua longevidade. Em janeiro deste ano, o Dr. Lugokenski esteve representando o Centro, no Incor, com o intuito de dar início aos testes, incluindo o CVD neste importante trabalho, principalmente para a região da Serra Gaúcha, maior produtora de uva e vinho do Brasil. Segundo Dr. Lugokenski, a atividade científica e a busca pelo conhecimento são muito importantes para o CVD, pois é uma forma de contribuir com o esclarecimento de várias questões. “Estamos honrados em particiSobre os testes par desta pesquisa, juntamente com grandes nomes da medicina Um dos testes realizados é a brasileira”, destaca o médico.

Dr. André Lugokenski, do CVD, e Dr. Protásio Lemos, do Incor


6

Sábado, 4 de junho de 2011

Saúde&Beleza

Eduardo Garcia eduardogarcia@terra.com.br

Pneumologista e Geriatra

O CELULAR, A RADIAÇÃO E O CÂNCER Recentemente fomos surpreendidos com a notícia na mídia comum de que a radiação potencializa o risco de câncer cerebral. Esta notícia admite que se trata de resultados parciais, preliminares e que necessita-se mais estudos para afirmar o impacto, levando-se em conta que há quase um celular por habitante no planeta (algo em torno de 5 bilhões de celulares em nosso planeta Terra, e em constante expansão). Outrora um pesquisador gaúcho, reconhecidíssimo por sua capacidade intelectual e cientifica, Dr. Ivan Izquierdo, postulou a possibilidade de danos a memória devido ao uso constante de telefone celular junto ao ouvido. São sinais, mas temos que avaliar essa possibilidade como plausível, e até não termos segurança sobre sua potencial malignidade, aconselha-se a todos usar minimamente o celular e preferencialmente com dispositivos de fala a distância, tipo viva voz e Blue-tooth, por exemplo. As radiações emitidas por telefones celulares foram classificadas como “possivelmente cancerígenas para os seres humanos.” pela Organização Mundial de Saúde, em 31 de maio passado. A agência lista o uso do telefone móvel como potencial causador de câncer, mesma categoria do chumbo, escapamento de motor de carro e clorofórmio. Antes do anúncio de hoje, a OMS havia garantido aos consumidores que a radiação não tinha sido relacionada a nenhum efeito nocivo à saúde. Uma equipe de 31 cientistas de 14 países, incluindo Estados Unidos, tomou a decisão depois de analisar estudos revisados por especialistas sobre a segurança de telefones celulares. Isto significa que não existem estudos suficientes a longo prazo para concluir se a radiação dos telefones celulares é segura, mas há dados suficientes que mostram uma possível conexão, e que os consumidores devem ser alertados. O tipo de radiação que sai de um telefone celular é chamado de não-ionizante. Não é como um raio-X, mas mais como um forno de micro-ondas de baixa potência.

A OMS classifica os fatores do ambiente em quatro grupos: cancerígenos - ou causadores de câncer - para o homem; possivelmente cancerígeno para os seres humanos; não classificados quanto ao risco de câncer para o homem; e provavelmente não cancerígeno para os seres humanos. O tabaco e o amianto estão na categoria “cancerígeno para os seres humanos”. Chumbo, escapamento do carro e clorofórmio estão listados como “possivelmente cancerígeno para os seres humanos”. O anúncio foi feito do escritório da OMS em Lyon, na França, após o número crescente de pedidos de cautela sobre o risco potencial da radiação do celular. A Agência Européia do Ambiente pediu mais estudos, dizendo que os telefones celulares podem ser tão nocivos para a saúde pública quanto o tabagismo, o amianto e a gasolina. O líder de um instituto de pesquisa do câncer da Universidade de Pittsburgh enviou um memorando a todos os funcionários, pedindo a diminuição do uso do celular por causa de um possível risco de câncer. A indústria de telefonia celular afirma que não há provas conclusivas de que a radiação dos aparelhos cause impacto sobre a saúde dos usuários. O anúncio pode ser um divisor de águas para as normas de segurança. Os governos costumam usar a lista da Organização Mundial de classificação de risco cancerígeno como orientação para as recomendações de regulamentação ou ações. Porém, algumas nações - como Áustria, Alemanha e Suécia - recomendam aos seus cidadãos que minimizem os riscos da radiação ao: * Usar “hands-free” ou viva-voz para diminuir a radiação na cabeça. * Manter o aparelho celular longe do corpo. * Não usar o aparelho celular dentro do carro sem uma antena externa. Segundo esse parecer emitido pela OMS, o uso de um celular por meia hora, diariamente, ao longo de 10 anos, aumentaria em até 40% (não é 40 vezes !) o risco de desenvolver tumores no cérebro. Por via das dúvidas, sugere-se minimizar o uso.


Saúde&Beleza

7

Sábado, 4 de junho de 2011

Nem tudo é câncer de mama DIVULGAÇÃO

A mastite é a alteração mais comum e aparece logo após o parto. A infecção causada por bactérias traz dor e inchaço às mamas e em alguns casos há febre. Como tratamento é necessário tomar antibióticos durante dez dias. Para aliviar as dores, analgésicos e compressas. Possíveis abscessos (acúmulo de pus) devem ser drenados.

maioria dos casos ele é tratado clinicamente com medicamentos. Algumas situações mais graves exigem intervenção cirúrgica. Descamação

Já a descamação pode afetar uma das mamas ou as duas ao mesmo tempo, por inteiro ou não. Está relacionada a dermaFluxo papilar tites, eczemas e processos alérgicos. O tratamento é simples, O fluxo papilar é a secreção após exame clínico, o mastoloespontânea de um líquido bran- gista prescreve cremes, pomaco, esverdeado ou amarelado das ou outros medicamentos. por ambos os mamilos. Afeta mulheres de várias idades. Na Fonte: Revista Saúde

Será que é câncer? A ideia, aterradora, é a primeira que passa pela cabeça de qualquer mulher que se queixa de dor nos seios ou é surpreendida por um nódulo. A providência imediata é procurar um ginecologista ou mastologista e fazer os exames de praxe. Felizmente, entre 60% e 80% não são alterações malignas. Conheça as principais doenças benignas que afetam as mamas: Cisto O cisto é uma espécie de bolsinha cheia de líquido, que em geral não dói e costuma desaparecer espontaneamente. É mais frequente depois dos 35 anos. O tratamento funciona da seguinte

maneira: se o cisto for maior de que dois centímetros ou provocar dores, o especialista esvazia seu conteúdo. A técnica utilizada é a punção por meio de agulha. Fibroadenoma A fibroadenoma (nódulo) é um tumor benigno, que nem sempre é palpável ou dolorido. É frequente entre as mulheres mais jovens, além de ser formado por células glandulares e estromais. Como a maioria não cresce, precisa apenas de acompanhamento. Se houver evolução no tamanho e muita dor, ele é retirado cirurgicamente. Mastite


8

Sábado, 4 de junho de 2011

Saúde&Beleza

Combatendo a compulsão alimentar Emagrecer não é apenas o controle da alimentação e o aumento da atividade física, mas é também o controle das emoções, de impulsos, dos sentimentos, da mudança de hábito, enfim, é a busca pelo autoconhecimento. O acompanhamento psicológico auxilia neste processo de conhecer-se, buscando o entendimento da importância desse comer em demasia e quais as relações existentes entre as emoções e o alimento. Dar-se conta desta necessidade psicológica sobre o comportamento alimentar, vai além do objetivo de emagrecer e passa pelo controle do ser. A fome é uma sensação indispensável a vida, precisamos reconhece-la e diferencia-la do que é gula ou necessidade, através das escolhas tomadas evitamos o comer compulsivo, o que na maior parte do tempo não é percebido. A compulsão ocorre quando muita comida é ingerida em pouco tempo, na

maioria das vezes sem prazer algum, movidas pela ansiedade. Sabemos que a vida é feita de escolhas as quais também refletem na nossa alimentação, a falta de tempo e o ritmo estressante sempre são desculpas para não nos depararmos com a realidade. O certo é que vivemos num ritmo frenético que nos possibilita muitas opções de alimentação, porém nem sempre optamos pelas mais saudáveis. Comer de forma saudável implica em uma responsabilidade consigo mesmo que geralmente preferimos não assumir. Deste modo, sustentamos a ideia de que deixaremos sempre para iniciar a dieta na próxima segunda-feira, o que de fato nunca ocorre, sugerindo assim uma projeção ilusória para um desencargo de consciência. No entanto, um sentimento de culpa é gerado impossibilitando a percepção da relação existente entre nós e a nossa alimentação.

DIVULGAÇÃO

Com o apoio e o acompanhamento adequados o emagrecimento passa ser o início de um novo estilo de vida. O acompanhamento nutricional juntamente com a psicoterapia é

capaz de lhe proporcionar uma mudança na sua percepção alimentar, melhorando assim sua saúde, qualidade de vida e possibilitando uma ótima redução de peso.

Paula Daiana Guerra Nutricionista CRN2/8162 3452-0042

Os nossos erros nas alergias DIVULGAÇÃO

Achamos que a alergia é apenas um incômodo. Mas a exaustão que provoca (por causa da medicação ou da própria doença) pode afetar o desempenho escolar e profissional, e já foi relacionada a acidentes de trânsito. Esperamos demais É mais eficaz evitar os alérgenos do que tratar o sofrimento causado pela exposição. Mantenha a casa e as cortinas livres de poeira para evitar crises de rinite. Usamos o remédio errado Os anti-histamínicos não reduzem a congestão nasal. Os descongestionantes nasais podem resolver o problema, mas a simples higiene das vias nasais com soro fisiológico pode ajudar bastante quem vive com o nariz entupido. Fonte: Revista Seleções


04/06/2011 - Saude Jornal Semanário  

Saude, Jornal Semanário - Edição 2726 - 18/11/2011 - Bento Gonçalves

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you