Issuu on Google+

15/03/2014

Jornall Regionall

Página 1

Deputado federal Marcos Montes mais uma vez em Perdizes. O deputado federal que mais destinou recursos para obras, ações e benefícios para a cidade e população do município de Perdizes, nos últimos anos, esteve mais uma vez visitando a cidade e participando de eventos públicos. Marcos Montes passou a manhã e inicio da tarde do último domingo em Perdizes, participou da abertura da 5ª da Copa Dute, almoçou com amigos e lideranças e elogiou muito o evento que participou e também a limpeza, organização, receptividade e amizade dos perdizenses. O deputado chegou a fazer um breve discurso na solenidade de abertura do campeonato, mas foi o prefeito Fernandinho quem falou dos grandes esforços que o deputado tem

desprendido, para beneficiar Perdizes e sua população nos últimos 10 anos. “Desde quando ainda Marcos Montes era secretário de estado e antes mesmo de se tornar candidato a deputado, já destinava recursos para a cidade e isso acontece até hoje com frequência e com total fidelidade a nossa população. Acredito e confio que, Perdizes têm muito a agradecer e a retribuir ao deputado federal Marcos Montes. Um deputado que vem caminhando ao lado de Perdizes e somando com os esforços de nossa população na busca de melhorias na qualidade de vida.”, disse o prefeito. Em menos de um ano Perdizes inaugurou 03 obras: (centros comunitários do Bom Retiro e

do Cerrado e a Praça Gilsone Tadeu), e recebeu mais 05 veículos (4 tratores e um caminhão pipa) destinados pelo deputado, que confirmou no domingo passado também uma UTI nova e com equipamentos modernos para a saúde de

Perdizes. Após a abertura do campeonato, deputado, prefeito, vice, vereadores e convidados participaram de uma pequena reunião no salão da Maçonaria de Perdizes. Pág.3.

(E) Prefeito Municipal de Perdizes Fernandinho e o Deputado Federal Marcos Montes.

COPA DUTE com muitos gols e clássicos que seguem Os melhores resultados são de amanhã. A 5ª edição da Copa Dute, começou no domingo passado com Perdizes. 11 jogos e 60 gols marcados nos dois estádios de Perdizes. EDUCAÇÃO.

A SEMECELT comemorou na semana passada, mais um ótimo resultado conseguido por alunos da cidade em avaliações realizadas por órgãos estaduais e federais. Desta vez os bons números vieram da avaliação do PROALFA, uma avaliação aplicada pelo Estado de Minas Gerais e que mede a alfabetização de alunos que estão cursando o 3º ano do ensino fundamental. Todas as escolas alcançaram resultados acima do recomendado e os resultados de Perdizes foram ainda destaques na região: 1º lugar da SER Patrocínio. A secretária, Oneida Carvalho, agradeceu o comprometimento da secretaria de educação e da equipe de todas as escolas. O prefeito Fernandinho, parabenizou a secretaria de educação, que segundo ele, através de suas escolas, professoras, servidores e esforços coletivos da administração, vem a cada ano alcançando bons resultados de aprendizagem para os alunos perdizenses.

No estádio Oliveiros Fraga, foi realizada a abertura oficial com inauguração de obras no local e entrega de mais veículos novos para renovação da frota municipal. Mais de 200 atletas participaram da abertura e logo em seguida iniciaram as partidas do dia.Pag. 10

O prefeito Fernandinho, fez o discurso oficial de abertura, agradecendo em especial a presença do deputado federal Marcos Montes.

Pontualidade e Segurança!

34. 9172-3341 / 9919-0136 / 3614-4725


Página 2

Jornall Regionall

Vacinação de meninas contra o HPV começou nesta segunda-feira A partir desta segundafeira (10), o Sistema Único de Saúde (SUS) começou a oferecer a vacina contra o papiloma vírus humano (HPV) para meninas de 11 a 13 anos, em postos de saúde e em escolas públicas e privadas de todo o país. A dose, que ajuda a proteger contra o câncer de colo do útero, estará disponível nos 36 mil postos de saúde da rede pública durante todo o ano, de acordo com o ministério. Em 2015, o público-alvo serão as meninas de 9 a 11 anos e, a partir de 2016, a ação ficará restrita às meninas de 9 anos. Para garantir proteção completa, a imunização

ocorrerá de forma estendida, em três doses. A segunda aplicação deve ser feita 6 meses depois da primeira e a terceira, 5 anos depois. Até 2016, o objetivo do ministério é imunizar 80% do total de 5,2 milhões de meninas de 9 a 13 anos no país. Ao todo, há mais de cem tipos de HPV, vírus transmitido principalmente por meio de relação sexual, pelo contato direto com a pele ou mucosas infectadas. A vacina que será aplicada no Brasil protege contra os quatro tipos mais recorrentes de HPV: 6, 11, 16 e 18 – os dois primeiros ligados a 90% das verrugas genitais e os dois últimos, a 70% dos casos de câncer de

Maria Clara recebe sua primeira dose da vacina que ajuda a proteger do câncer de colo do útero.

colo do útero. Vacinação nas escola continua ainda na próxima semana. Para ser vacinada na escola, a menina precisará da autorização da família e apresentar o cartão de vacinação ou um documento de identificação. O Ministério da Saúde orientou as secretarias estaduais e municipais para que tracem suas estratégias de imunização no ambiente escolar. “A campanha tem o principal objetivo de vacinar todas as meninas que se encaixam no programa, são aproximadamente 396 meninas de 11 a 13 anos que

serão vacinadas no municipio. Segundo o secretário de saúde Fabio Marangoni, as meninas que ainda não tomaram a vacina, poderão procurar os postos de saúde do Novo Horizonte e Divinéia para tomarem a primeira dose da vacina contra HPV. A equipe de agentes comunitários de saúde juntamente com a enfermeira Luizangela Barbosa da secretaria de saúde do município disseram que para esta primeira semana o número de meninas vacinadas atingiu a meta esperada e estão abertas para qualquer dúvidas que os pais ou as próprias meninas tiverem.

A equipe de agentes comunitários de saúde juntamente com a enfermeira Luizangela Barbosa da secretaria de saúde do município realizam a vacinação nas escolas.

15/03/2014

Poemas & CIA.

Nelson Porfírio Barreto

O pedreiro de Deus O meu personagem desta crônica de hoje é padre Antônio Severo, que agora ostenta o título de Monsenhor , mas continua Severo. Para seus paroquianos e amigos, o homem que assina Severo é um poço de bondade, de simpatia e de humildade. Falar da pessoa de Monsenhor Antônio Severo é uma grande satisfação e um grande orgulho. Satisfação porque ele me traz uma lembrança prazerosa de algum tempo que ficou lá trás. Como coisas boas não morrem, carrego sempre comigo. Explicando: Algum tempo, numa casa formadora de padres, eu e Antônio Severo fomos contemporâneos e fizemos algo assim: Ele foi meu Professor de Matemática. E como sabia Matemática! Não só sabia, com sabia bem ensinar, tanto que por algum tempo fui crak em Matemática. Bem, além disso, juntos, praticamos a arte de jogar futebol, E mais: Fomos exímios nos exercícios de barras. Foram atividades de lazer bacana. Porém, o foco maior e especifico era a preparação para sermos padres, pedreiros de Deus, aqueles que, no exercício do ministério apostólico, no dia a dia, constroem, aqui na terra, o Reino de Deus. Ele se ordenou padre e eu fui ser professor. Largo tempo depois, Monsenhor Antônio Severo veio habitar entre nós Perdizenses, e tocar a Igreja de Cristo. E que prazer e que orgulho tê-lo como amigo Vigário ou como Vigário amigo, o qual do alto dos seus oitenta e tantos anos, como uma fortaleza, batiza e prega a palavra de Deus com fé, clareza e entusiasmo. Acima de tudo tem defendido seu sacerdócio com honradez e dignidade. E a cada dia colocando sempre um tijolinho do amor Cristo na construção do Reino de Deus. Com seu carinho e disposição sacerdotal tem guiado seu rebanho de forma convincente de que Deus está presente em cada pessoa como “pai nosso de cada dia”. Esta crônica é uma homenagem a você, Monsenhor Antonio Severo.E como estou feliz! À bênção Monsenhor.

Editorial “A cultura do desperdício Mais que espanto, causa indignação o tamanho do desperdício mensurado no país. O Brasil joga no lixo nada menos que R$ 1 trilhão por ano. Para concretizar a dimensão da cifra, basta lembrar que o valor equivale ao Produto Interno Bruto (PIB) da Argentina. É como de a soma do trabalho anual dos mais de 40 milhões de moradores da nação vizinha evaporasse num toque de mágica. O ralo, abrangente, não discrimina nem dá a vez à monotonia. Vai da ineficiência do Estado, passa pela iniciativa privada, chega aos recursos humanos. Infraestrutura precária, burocracia sufocante, corrupção desenvolta, falhas de logística, baixa produtividade, desqualificação de mão de obra são sintomas de um país que não se preparou para crescer. É como se os pais de uma criança preparassem o enxoval do recém-nascido, mas se esquecessem de que o bebê cresce e deixa de caber nas roupas dos primeiros meses de vida. Sem renovação, o vestuário aperta e não se adapta ao corpo que se torna adolescente e, inexoravelmente, adulto. O calendário, quer se queira, que não, avança e cobra alto custo dos incautos. A analogia serve para o Brasil. Nos 413 anos de história, o país ganhou diferentes apostos. Um dos mais conhecidos, cunhados por Stefan Zweig, é país do futuro. Rico de recursos naturais, deitava em berço esplêndido à espera da ocasião de atualizar o potencial. A imprevidência, aliada à abundância, criou a cultura do desperdício – incompatível com o mundo globalizado. Mantêm-se lâmpadas acesas em ambientes vazios. Lavam-se carros e calçadas com água tratada. Esquece-se o passar das horas com o chuveiro ligado. Deixa-se o fogo alto quando o baixo traria o mesmo efeito. Renovam-se livros didáticos que poderiam ser aproveitados por mais de um ano. Perdem-se em depósitos remédios com o prazo de validade vencido. Joga-se no lixo o alimento que faz falta a brasileiros e estrangeiros. Segundo levantamento do Instituto Acatu, 26,3 milhões de toneladas de comida deixam de ir para a mesa. A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) calcula que tal volume de grãos, carnes, laticínios, verduras e legumes seria suficiente para matar a fome dos 13 milhões de cidadãos que ainda passam fome nas cinco regiões brasileiras. Com a perspicácia que o caracterizava, Stefan Zweig com certeza mudaria a frase que o imortalizou. O país do futuro cederia a vez para o país do desperdício. Deixamos para o depois que nunca chega o que deveria ter sido feito há anos ou décadas. As roupas ficaram todas apertadas: a escola não ensina, o hospital não cura, o trânsito não anda, os impostos não bastam, a excelência não impera, as reformas não vêm, a produtividade não cresce. Sem planejamento, acreditamos no jeitinho – sinônimo de improvisação e mãe do desperdício.”


15/03/2014

Jornall Regionall

Página 3

Obras e Veículos em domingo de futebol. O domingo passado foi dia de início de campeonato em Perdizes com a abertura da Copa Dute, que conta com centenas de atletas e é com certeza a competição mais movimentada dos gramados de Perdizes, mas também foi dia de inauguração de obras de melhoria no Estádio Oliveiros Fraga e ainda

entrega de mais 6 veículos novos que substituirão outros veículos mais velhos na frota do município. O destaque entre os veículos, com certeza foi o novo caminhão pipa. Um veículo novo, robusto, com equipamentos modernos e potentes e que brevemente estará substituindo o velho caminhão que já atende

O técnico da EMATER Perdizes,(E) Roberto Carlos Brandão, representou a entidade através da qual foi viabilizado mais um trator novo para atender os produtores de Perdizes. “A troca de máquinas mais usadas por mais novas é importante na eficiência das prestações de serviços em um município” disse o secretário Renato (D).

A placa de inauguração das obras de melhoria no Estádio Municipal Oliveiros Fraga viabilizada por recursos destinados em 2012 pelo deputado estadual Bosco, foi descerrada por autoridades presentes. ( E) Secretária Oneida, Deputado Marcos Montes, ex prefeito Pessonha, prefeito Fernandinho, vice prefeita Lucimar, presidente da câmara Vinicius e chefe do setor de esportes Oneida Alves.

Perdizes há mais de 15 anos. A solenidade de inauguração e entrega de veículos, precedeu a abertura do campeonato e contou com a participação de vereadores, secretários, do prefeito Fernandinho, da vice-prefeita Lucimar, do presidente da Câmara Vinicius, do exprefeito Pessonha e também

do deputado federal Marcos Montes, que passou boa parte do domingo na cidade. Entre os veículos também está uma trator novo repassado a Perdizes graças ao empenho do deputado Nárcio Rodrigues através da EMATER, na solenidade representada pelo técnico em Perdizes Roberto

Brandão. Secretários, vereadores, prefeito, vice e o convidado Pessonha, que participou do início de alguns convênios concretizados inclusive com contrapartida neste mandato, participaram da solenidade de entrega das chaves e inauguração. Após as entregas e abertura do campeonato as

autoridades presentes se deslocaram para um almoço com o deputado federal presente Marcos Montes, onde o prefeito Fernandinho o agradeceu pelas várias obras que ele tem liberado de sua quota pessoal de recursos para beneficiar a cidade e os moradores de Perdizes.

Esquerda: presidente da câmara Vereador Vinicius, Prefeito Fernandinho, Deputado federal Marcos Montes, secretária de obras engenheira Maria Amélia, e o ex prefeito Pessonha, em entrega simbólica das chaves de um caminhão pipa novo, moderno e com equipamentos melhores para atender as necessidades dos serviços. Mais um benefício do deputado federal através de recursos de sua emenda pessoal no congresso, onde todos os deputados federais têm uma quota para encaminhar para as cidades de sua escolha. Marcos é disparado o deputado que mais encaminha para Perdizes.

Vereadores, prefeito, vice, ex-prefeito e o deputado Marcos Montes ( 4º da direita para a esquerda) na entrega de veículos importantes na renovação da frota do município.

Panda Academia promove, há 14 anos, saúde e bem estar aos cidadãos perdizenses A Panda Academia comemorou, no mês de fevereiro, o 14º aniversário. Fundada pelo empresário, Juliano Magalhães de Castro, conhecido também por Mestre Panda (capoeira), a empresa foi uma das pioneiras no segmento esportivo a instalar-se em Perdizes. Ao longo desses 14 anos, Juliano Magalhães não deixou de investir no empreendimento. Adquiriu

aparelhagem moderna, ampliou o espaço, contratou profissionais da área para o atendimento aos alunos e preparou uma estrutura condizente com que exige o Conselho Regional de Educação Física. “Nós sempre procuramos oferecer à população perdizense um local adequado e confortável para a prática de atividades físicas”, confirma o proprietário.

Hoje são mais de 180 alunos matriculados e a academia é uma das poucas na cidade que oferecem atividades diversas. “Hoje temos sala completa e moderna para musculação, aulas de aeróbica, jump, , ginástica, lutas como: capoeira e Jiu Jitsu, pilates com fisioterapeuta responsável e

avaliação física e consultas nutricionais. Ainda damos a oportunidade aos personaltrainers da cidade para atuarem no espaço. Afinal, acredito que as grandes parcerias resultam no sucesso do negócio”, destaca Juliano. Segundo o empresário, muitas novidades virão por aí. “Nós

estamos sempre em busca atividades que possam agradar os nossos alunos. Vamos continuar investindo para que a Panda Academia continue sendo referência no segmento, em Perdizes, afinal a nossa missão é promover saúde e bem estar a todos os que procuram pelos nossos

serviços”, promete Juliano. A Panda Academia na Pessoa de Juliano e Elaine sócios proprietários querem agradecer a todos os professores, parceiros e alunos pela confiança e dedicação depositada em seu trabalho ao longo destes 14 anos.


Página 4

Jornall Regionall

15/03/2014

MOMENTO ESPÍRITA Centro Espírita Eurípedes Barsanulfo Professora Maria José

Inédita em outros países, vacina contra dengue é testada em Belo Horizonte Pesquisadores do Departamento de Microbiologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) tentam, desde 2006, encontrar a fórmula para uma vacina capaz de combater o vírus da dengue. Desde o ano passado, esse objetivo ficou mais próximo de ser alcançado. Em dezembro de 2013, foram feitos os primeiros testes em camundongos e os resultados se mostraram promissores. No final de fevereiro deste ano, os testes foram repetidos para garantir a eficácia da vacina. Se a resposta for a mesma, a próxima etapa será realizada em macacos. Daí em diante, caso a vacina seja aprovada, o Brasil será o primeiro país a apresentar uma solução preventiva contra a doença que, em 2013, registrou mais de 1,4 milhão de casos no país. A Região Sudeste foi responsável por 63,4% das notificações, o que corresponde a 936.500 pessoas infectadas. A fórmula da vacina utiliza o mesmo componente viral que

resultou na erradicação da varíola. “É o vírus da fórmula utilizada contra a varíola combinado com um pedaço de DNA do vírus da dengue”, explica Fonseca. “A vacina contra a varíola já foi testada antigamente, funciona e é segura”, completa. A combinação é, então, injetada na célula do camundongo, cujo sistema imune reconhece a proteína e passa a produzir células de defesa, impedindo a infecção. Como as cobaias não desenvolvem a doença, foi preciso usar uma estratégia alternativa. “No lugar da dengue, c a m u n d o n g o s desenvolveram uma encefalite”, explica o pesquisador. O mal, no entanto, não foi constatado nos animais vacinados. Com a fórmula injetada e o desafio lançado, teve início uma fase de observação. Após esse período, os resultados demonstraram que no grupo de camundongos contaminados e vacinados, houve 100% de

taxa de sobrevivência, enquanto o g r u p o contaminado que não recebeu a vacina teve 15% de taxa de sobrevivência, ou seja, 85% deles morreram ou ficaram doentes. Com os novos testes realizados no final de fevereiro, a expectativa é de que os resultados se repitam. Neste momento, os animais já foram vacinados e seguem em observação. Caso o resultado seja positivo, novas etapas deverão ser cumpridas, a começar pelos testes nos outros três sorotipos da doença. Até agora, apenas o sorotipo três da dengue foi avaliado. Faltam os sorotipos 1, 2 e 4. Um estágio, no entanto, bem mais simples. “Esta parte será mais rápida, porque temos a vantagem de poder usar a mesma estratégia”, afirma Fonseca. Tempo de espera

As inscrições para as vagas remanescentes do Programa Universidade para Todos (ProUni) começaram dia 10/ 0302014 na página do programa na internet. A estimativa do Ministério da Educação é que cerca de 50 mil bolsas ainda estejam disponíveis. É a primeira vez que o processo de inscrição das vagas remanescentes será feito pelo site. Nos anos anteriores, as vagas eram ocupadas por meio de processo seletivo feito pelas próprias instituições. Outra novidade no preenchimento de vagas remanescentes do ProUni é que agora estudantes já matriculados nos cursos, que cumpram os requisitos do programa mas não têm a bolsa, poderão pleitear o benefício.

Atualmente poderão se candidatar os que se inscreveram em turmas que não se formaram, além de professores da rede pública. A partir de quarta-feira (12), as vagas remanescentes já estão disponíveis para todos os candidatos que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 sem zerar a redação e que tenham obtido pelo menos 450 pontos na média das notas das provas. Após a inscrição online, os candidatos terão dois dias úteis para comprovar as informações na instituição de

ensino em que pretendem ingressar. Em seguida, a instituição deverá registrar a comprovação das informações no Sistema Informatizado do ProUni (SisproUni) até o dia útil seguinte ao final do prazo de comparecimento do candidato. Caso o estudante não compareça ou a instituição não registre o preenchimento da bolsa, a vaga volta a ser oferecida pelo sistema. O ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais em instituições particulares de educação superior. Para o primeiro semestre de 2014, o programa ofereceu 131.636

Antes dos testes em humanos, a vacina ainda será testada em macacos. “Pretendemos fazer isso dentro de um a dois anos, mas existem somente dois centros de testes em primatas no Brasil, então será necessário solicitar autorização junto à Fiocruz ou ao CNPq e aguardar. São testes bastante caros”, pondera Fonseca. Para o pesquisador, se tudo der certo, a vacina deve chegar ao mercado em 2021 ou 2022, já que os testes em seres humanos precisam passar, obrigatoriamente, por cinco anos de estudos. Enquanto isso, a melhor forma de evitar a doença continua sendo o combate aos focos do mosquito.

Começam inscrições para vagas remanescentes do ProUni

bolsas integrais e 59.989 parciais. Mais de 1,2 milhão de candidatos se inscreveram este ano. As bolsas integrais são para estudantes com renda bruta familiar, por pessoa, até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais destinam-se aos candidatos com renda bruta familiar até três salários mínimos por pessoa. O bolsista parcial poderá usar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para custear o restante da

Obreiros atentos “Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade e nisso persevera, não sendo ouvinte esquecido, mas fazedor da obra, esse tal será bem-aventurado em seus feitos.” – (Tiago, 1:25.) O discípulo da Boa Nova, que realmente comunga com o Mestre, antes de tudo compreende as obrigações que lhe estão afetas e rende sincero culto à lei de liberdade, ciente de que ele mesmo recolherá nas leiras do mundo o que houver semeado. Sabe que o juiz dará conta do tribunal, que o administrador responderá pela mordomia e que o servo se fará responsabilizado pelo trabalho que lhe foi conferido. E, respeitando cada tarefeiro do progresso e da ordem, da luz e do bem, no lugar que lhe é próprio, persevera no aproveitamento das possibilidades que recebeu da Providência Divina, atencioso para com as lições da verdade e aplicado às boas obras de que se sente encarregado pelos Poderes Superiores da Terra. Caracterizando-se por semelhante atitude, o colaborador do Cristo, seja estadista ou varredor, está integrado com o dever que lhe cabe, na posição de agir e servir, tão naturalmente quanto comunga com o oxigênio no ato de respirar. Se dirige, não espera que outros lhe recordem os empreendimentos que lhe competem. Se obedece, não reclama instruções reiteradas, quanto às atribuições que lhe são deferidas na disposição regimental dos trabalhos de qualquer natureza. Não exige que o governo do seu distrito lhe mande adubar a horta, nem aguarda decretos para instruir-se ou melhorar-se. Fortalecendo a sua própria liberdade de aprender, aprimorar-se e ajudar a todos, através da inteira consagração aos nobres deveres que o mundo lhe confere, faz-se bem-aventurado em todas as suas ações, que passam a produzir vantagens substanciais na prosperidade e elevação da vida comum. Semelhante seguidor do Evangelho, de aprendiz do Mestre passa à categoria dos obreiros atentos, penetrando em glorioso silêncio nas reservas sublimes do Celeste Apostolado. Texto extraído do excelente livro Fonte Viva, (ditado pelo espírito Emmanuel) Francisco Candido Xavier

Evangelho Segundo o Espiritismo. 150 anos de esclarecimento e consolação.

mensalidade

Ex-bilionário: Eike Batista tem menos de US$ 300 milhões O homem mais rico de 2012, Eike Batista, tinha US$ 30 bilhões (R$ 70,3 bilhões) e a estimativa de que em poucos anos seria o homem mais rico do mundo. Na contramão, o empresário perdeu quase toda sua fortuna em dois anos. Atualmente, possui menos de US$ 300 milhões. O brasileiro e outros 99 executivos serviram de exemplo para a revista Forbes publicar que até negócios bilionários podem ter desfechos muito ruins. Nos Estados Unidos, a publicação cita uma lenda do

petróleo texano, T. Boone Pickens, que perdeu cerca de US$ 300 milhões com iniciativa envolvendo gás natural e energia verde. Já Manoj Bhargava fez fortuna a partir de um tipo diferente de energia alternativa, mas sua empresa enfrenta denúncias sobre seu produto. O patrimônio líquido estimado caiu de US$ 1,5 bilhão em março de 2013 para US$ 800 milhões. Segundo a revista, bilionários americanos se saíram melhor que os estrangeiros no quesito desvalorização de fortunas. A

Ásia teve o maior número de baixas, 47. O Oriente Médio e a África ficou em segundo

com 20, quase todos eram da região da Turquia.

Acompanhe o Trabalho do Legislativo de Perdizes. www.camaraperdizes.com.br


15/03/2014

Jornall Regionall

Página 5

Fernandinho fala da importância de um deputado que caminha com a cidade. “Marcos Montes é assim com Perdizes” O prefeito Fernandinho, que participou do almoço com o deputado Marcos Montes e alguns convidados, fez questão de citar a importância de receber o deputado em sua cidade e lembrou que Marcos Montes, tem sido o deputado que mais destina recursos para obras, serviços e benefícios para a cidade e população de Perdizes. “Além de muitas obras já realizadas o nosso deputado Marcos Montes já garantiu no orçamento deste ano: verba para construção do salão de festas na comunidade dos Lucianos e outro para a sede do Engenho Velho. Marcos Montes ainda conseguiu para Perdizes uma UTI nova, para atender e dar mais segurança para pacientes da Santa Casa, local onde o deputado já doou no mandato passado: um aparelho de RX e um aparelho moderno para o laboratório municipal.

No final do ano passado inauguramos também 3 obras, realizadas graças ao apoio deste deputado que sempre nos dá respaldo e dispensa seus esforços para atender Perdizes, já reiniciamos a construção do poliesportivo na Escola Olinda, com parte da verba sendo encaminhada por Marcos Montes.e lembrome que no mandato do Pessonha, resolvemos buscar o recapeamento da Avenida Gercino Coutinho na entrada da cidade, e foi com o deputado que conseguimos estes recursos, e Perdizes ganhou uma nova entrada, com os buracos que existiam a anos dando lugar para um asfalto novo e bem feito. Poderíamos ainda citar várias obras que o Marcos Montes tem liberado para nossa cidade e consequentemente para nós que aqui moramos, como ainda a cobertura das quadras da escola Lúcio dos

Santos já pronta e da Prefeito Virmondes que já está em processo adiantado para se concretizar, mas, com certeza temos de registrar a importância de um deputado que apoia as iniciativas e as ações que vão resolver as carências de nosso município. No ano passado, graças a atenção e dedicação do

e federal, abrindo assim mais possibilidades para nossa cidade. E foi dito a mim e ao ex-prefeito Pessonha pelo nosso governador Antonio Anastasia, que foi o trabalho do deputado Marcos Montes um grande diferencial para que o asfalto da rodovia (ligação) fosse concretizado e agilizado aqui para nós.

“Portanto eu gostaria de registrar a importância de um deputado que ajuda de fato uma cidade, que destina realmente recursos de emenda parlamentar pessoal para uma cidade e que passa a fazer parte concreta das conquistas que beneficiam as pessoas deste município” Marcos Montes recebemos o governador em nossa cidade e a partir daí Perdizes passou a ser ainda mais conhecida e respeitada no âmbito estadual

“Portanto eu gostaria de registrar a importância de um deputado que ajuda de fato uma cidade, que destina realmente recursos de emenda

“Portanto eu gostaria de registrar a importância de um deputado que ajuda de fato uma cidade, que destina realmente recursos de emenda parlamentar pessoal para uma cidade e que passa a fazer parte concreta das conquistas que beneficiam as pessoas deste município”

Deputado federal Marcos Montes ao centro, agradece ao ex-prefeito Pessonha pela oportunidade de estar trabalhando por Perdizes e parabeniza o atual prefeito, Fernandinho, por ter dado continuidade ao projeto administrativo responsável e eficiente de Perdizes.

Marcos Montes ao centro, com secretários municipais. Ações mútuas e prol de obras e serviços.

O chefe de gabinete, Dr. Flávio Narciso, coordenou o encontro em recepção ao deputado federal marcos Montes no salão de festas da Maçonaria de Perdizes.

parlamentar pessoal para uma cidade e que passa a fazer parte concreta das conquistas que beneficiam as pessoas deste município” Marcos Montes é assim para Perdizes, já há alguns anos e seria injusto não registrar e mostrar como seu apoio tem sido importante para nossa Perdizes. “Agradeço a presença e as ações do deputado federal marcos Montes aqui em Perdizes”. Disse o prefeito que ainda lembrou que assim como já aconteceu em outras datas, também brevemente várias ruas de Perdizes estarão sendo recapeadas graças ao apoio de Marcos Montes. Na reunião do almoço o deputado fez um breve discurso, aproveitou para convidar o ex- prefeito Pessonha para estar ao seu lado e do prefeito Fernandinho, durante o seu pronunciamento e lembrou-se de como em 2005, ele passou a ter oportunidade de trabalhar em Perdizes. “Começamos aqui a atuar, com iluminação de estádio, placar eletrônico no poliesportivo e outras ações, mas, não é só isso, a gente tem o prazer de vir aqui em Perdizes encontrar pessoas sérias, trabalhadoras e comprometidas com a cidade. O Pessonha começou um trabalho brilhante e escolheu juntamente com seu grupo o Fernandinho para dar continuidade a isso e este projeto político de Perdizes,

notoriamente vem dando certo. Eu garanto que pouquíssimas cidades de Minas, tem um trabalho tão bom, e organizado e um grupo tão sério e organizado quanto o de Perdizes, que mesmo em épocas de crises e arrochos consegue manter a cidade, o que hoje já não é fácil, e ainda realizar obras, campeonatos e festas para sua população. Parabenizo ao Pessonha pelo trabalho brilhante que fez agradeço pela oportunidade de estar trabalhando em Perdizes e parabenizo o grupo da administração que, sob a liderança brilhante do prefeito Fernandinho, tem feito um trabalho muito diferenciado, técnico e responsável aqui nesta cidade que eu tanto gosto de estar e trabalhar. Espero que eu continue tendo oportunidade de trabalhar por Perdizes e podem ter certeza que no que depender de mim as coisas vão continuar acontecendo. Nós vamos continuar a nos encontrar independentemente do número de votos que eu conseguir aqui nas eleições e espero que a cada dia a amizade o respeito e consideração entre nós seja mais forte e compensadora”, falou o deputado agradecendo a companhia de todos durante o almoço.

(E) Prefeito Fernandinho, vereador Miltinho, exvereadora e diretora de creche Janete, deputado Marcos Montes, vereador Joel, vereador João Nico e vice prefeita Lucimar.


Página 6

Jornall Regionall

15/03/2014

MAIS UMA VEZ A EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO DE PERDIZES É DESTAQUE REGIONAL. 1º Lugar na Superintendência Regional. A SEMECELT (Secretaria Municipal de Educação Cultura Esporte Lazer e Turismo), está comemorando mais um bom resultado em avaliações externas, promovidas pelo estado ou governo federal no intuito de medir a eficiência e os resultados no aprendizado nos sistemas públicos de educação. As séries avaliadas desta vez, foram os 3º anos do ensino fundamental que em Perdizes, é oferecido nas escolas municipais: Olinda Maria da Cunha e Lúcio dos Santos e a estadual Prefeito Virmondes, além de duas escolas na zona rural, lembrando que todos os alunos do município foram avaliados, através de provas escritas, formuladas pela secretaria estadual de educação e aplicadas por equipe treinada para tal. As avaliações então são levadas pela secretaria estadual e após corrigidas, as notas são divulgadas assim como foram no final do mês passado. É neste processo que a Secretaria de Estado de Educação por meio do SIMAVE – Sistema Mineiro de Avaliação da Educação Pública, busca aferir e analisar as dimensões do sistema educacional da rede pública no estado.

“Este trabalho é realizado através de metodologias adequadas para verificar o desempenho do sistema e ao mesmo tempo, através de uma avaliação imparcial, identificar demandas e problemas que interferem na qualidade da educação em todo o estado”, explicou a secretária Oneida Carvalho, que ainda disse que o SIMAVE é hoje um dos sistemas de avaliação mais consolidados do Brasil, e referência para outros estados e até mesmo para outros países. “O SIMAVE tem como objetivo fornecer informações que viabilizem o planejamento de ações em todos os níveis do sistema de ensino, apontando as prioridades educacionais tanto para os professores, especialistas e diretores, como a definição de políticas públicas voltadas para a melhoria da qualidade da Educação”, completou ela. Após a divulgação dos resultados, esperados com ansiedade pelas diretoras, professoras e toda equipe da SEMECELT, os números puderam então ser comemorados por toda a equipe. Mais uma vez o trabalho no setor de educação em Perdizes, é reconhecidamente e

comprovadamente com números, como destaque regional e até estadual. Os alunos de Perdizes foram os melhores colocados entre todas as cidades da SERPatrocínio (Superintendência Regional de Ensino) e entre as melhores do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. “Sem dúvidas e mais uma vez os bons resultados de aprendizagem de nossos alunos nos deixa orgulhosos e convictos que juntos estamos caminhando no caminho certo”, comentou a secretária Oneida Carvalho, ao lembrar que a média recomendada inicia-se quando a criança atinge 500 pontos e os alunos de Perdizes alcançaram, a boa nota média de 668, crescendo inclusive em relação ao ano de 2012 em 58,2 pontos, quase 10% no crescimento da nota de Perdizes. “Perdizes tem trabalhado com muito envolvimento de todos os profissionais da educação. Temos trabalhos e metodologias desenvolvidas por nossa equipe pedagógica e a dedicação muito profissional de nossas escolas. Estamos felizes pois, é de fato mais uma conquista não só da SEMECELT, mas também

de Perdizes e especialmente das famílias que acreditam em nosso trabalho e no esforço conjunto da administração pública de nossa cidade. Até há alguns anos atrás, dificilmente se falava em melhorias de resultados ou avanços na educação, sempre a gente ouvia em má qualidade, em péssimos resultados, de não aprendizagem, de analfabetismo, mas estamos podendo viver ano a ano, uma mudança nesta realidade e sentir que passo a passo, a realidade está mudando e mudando para melhor”, disse entusiasmada a secretária Oneida. O prefeito Fernandinho, muito feliz com os resultados da educação de Perdizes, parabenizou a SEMECELT e todos os profissionais envolvidos no trabalho da educação no município. “Sabemos da dedicação e seriedade de nossas equipes das escolas e da secretaria de educação de Perdizes. Temos um esforço coletivo em buscar juntamente com as famílias bons caminhos para nossas crianças e com certeza os melhores caminhos passam por uma boa educação. A administração municipal e a secretaria municipal de

Clube Social e Recreativo reabre suas portas Um local onde a maioria dos Perdizenses viveu e curtir bons momentos nas noites de sábado e domingo, onde pessoas se conheceram, namoraram e até se casaram, onde já passaram várias bandas e cantores de nome nacional e por estar em um local privilegiado no centro da

cidade, não pode acabar aos poucos. Depois de mais de um ano interditado, o Clube Social e Recreativo reabre suas portas com o objetivo de oferecer a sociedade um espaço adequado e em boas condições para realização de reuniões, palestras, festa de 15 anos,

casamentos, festas e eventos em geral. O clube segue as normas exigidas pelo corpo de bombeiros, como placas de sinalização, extintores, saída de emergência, bar, banheiros em perfeito estado de funcionamento. Oferecemos também freezer,

mesas, cadeiras e som para locação, portanto, é só entrar em contato com Aureliano Silva pelo fone: 9108-2684 ou Silvinho pelo fone: 9108-3193 para maiores informações. Lembramos a todos que o Clube está aberto a toda sociedade, por isso contamos com apoio de todos.

educação, com certeza e com muito orgulho, cumprimentam a todas as diretoras, professoras do 1º, 2º e 3º ano, tanto da rede municipal, como da rede estadual e aos alunos avaliados e seus familiares, desejando que a cada ano possamos nos preocupar e nos desdobrar ainda mais, buscando sempre alcançar resultados melhores. Que a educação no município de Perdizes continue sendo referência e destaque em

nossa região’’. Falou o prefeito. Segundo os resultados publicados pelo Estado de Minas Gerais, através de sua secretaria estadual de educação, Perdizes mais uma vez, além de obter os melhores resultados de sua regional, também ficou melhor colocada na rede pública do que cidades maiores e bem mais ricas, como: Araxá, Uberlândia, Patrocínio e outras. Veja quadro demonstrativo.

Município Perdizes

Média/Proficiência 668,0

Serra do Salitre Guimarânia Patrocínio

650,6 618,9 614,6

Cruzeiro da Fortaleza Iraí de Minas Ibiá

608,1 583,6 580,5

Município Uberaba Araxá

Média/Proficiência 566,6 602,9

Uberlândia Sacramento Pedrinópolis

549,1 583,9 530,1

Santa Juliana Nova Ponte Patos de Minas

547,6 571,4 590,7

Fonte: www.simave.caedufjf.net

PUBLICAÇÕES DA PREFEITURA M. DE PERDIZES. DECRETO Nº 1.113, DE 05 DE MARÇO DE 2014. “Declara a existência de situação anormal provocada pela escassez hídrica, caracterizada como situação de emergência, na área rural e urbana do município de Perdizes – MG e dá outras providências.” O Prefeito Municipal de Perdizes, Estado de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais, especialmente aquelas contidas no Art. 92, III da Lei Orgânica Municipal. CONSIDERANDO estudo chancelado por técnico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural – EMATER, onde prevê uma perda de até 50% das safras de milho, soja, feijão 1ª safra, café, milho silagem, cana, podendo afetar o setor da pecuária leiteira pela deterioração das pastagens. CONSIDERANDO as condições anormais das chuvas no período de janeiro e fevereiro de 2014 no município de Perdizes, e de acordo com o levantamento realizado junto aos produtores rurais, e concluído a estimativa de redução nas produtividades das lavouras plantadas no município. CONSIDERANDO que os fatos por si só comprovam a situação de emergência, provocada por fatores naturais e imprevisíveis, já que a falta de chuvas causaram e estão causando danos significativos no Município, e ameaça a segurança de pessoas, de bens e serviços, quer de natureza pública ou particular;

(E) Ademir Fiola, Aureliano, Silvinho e Juninho

Clube Social e Recreativo de Perdizes

Oportunidade Única Vende-se uma FAZENDA com 19 alqueires na comunidade da Macega próximo a rodovia. Terras prontas para o plantio (terras de café). Casa nova, energia, maquina de bene?cio, muita água (mina e um lago), dentre outras benfeitorias.

CONSIDERANDO que concorre como agravantes da situação de anormalidade a extrema dependência da economia do município dos resultados da atividade agropecuária, vindo a ocorrer significativa queda da Receita; CONSIDERANDO a necessidade do restabelecimento da normalidade da paz social e da ordem pública. DECRETA: Art. 1º - Fica declarada a existência de situação anormal provocada pela escassez hídrica, caracterizada como Situação de Emergência, na área rural e urbana do Município de Perdizes – MG, pelas exposições retromencionadas. Art. 2º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, retroagindo seus efeitos para 01 de janeiro de 2014. Perdizes, 05 de Março de 2014.

Valor R$120.000,00 mil o alqueire. Tratar Fone: (14) 98117- 6516

FERNANDO MARANGONI Prefeito Municipal


15/03/2014

Jornall Regionall

Página 7

PUBLICAÇÕES DA CÂMARA MUNICIPAL DE PERDIZES. Ata da Terceira Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Perdizes-MG – Plenário “Rui Afonso de Almeida”. Aos dezoito dias do mês de fevereiro do ano de dois mil e

quatorze, às dezenove horas, o excelentíssimo senhor Presidente Vinícius de Figueiredo Barreto com os dizeres: “com a graça de Deus e em nome do povo de Perdizes”, declarou aberta a terceira sessão ordinária. Estavam presentes os Vereadores membros da Mesa Diretora Sandra Teresinha Lacerda Rêgo – Vice-Presidente, Milton Rosa dos Reis – Secretário, Joel José dos Santos – Tesoureiro, os demais Vereadores Gilberto Carneiro de Melo, João Batista Ribeiro da Silva, Lucas Flávio Alvarenga Mariconi, Luiz Fábio Vieira e Reginaldo Antônio Fraga, todos registrados em livro próprio. Estavam presentes também o senhor Fábio Marangoni Secretário Municipal de Saúde e Dr. Jáder Ferreira advogado da AMPLA (Associação dos Municípios do Planalto de Araxá). Verificado o quorum o Presidente Vinícius instalou o pequeno expediente e o Secretário Milton fez a apresentação da pauta da sessão que constava da leitura da ata da segunda sessão ordinária, que foi aprovada; apresentação do Projeto de Lei nº 04/2013 de iniciativa do Prefeito Municipal e que “dispõe sobre reajuste dos vencimentos dos servidores públicos municipais”; leitura do Parecer nº 02/2014 das Comissões de Legislação, Justiça e Redação, de Finanças, Orçamento e Tomada de Contas e de Serviços Públicos Municipais para o Projeto de Lei nº 02/2014 que “autoriza a participação do Município de Perdizes no Consórcio Intermunicipal Multifinalitário do Planalto de Araxá – CIMPLA e dá outras providências”. Continuando, o Presidente Vinícius concedeu a palavra ao Vereador Reginaldo Fraga, que requereu verbalmente a tramitação em regime de urgência para o Projeto de Lei nº 04/2014, e o Presidente colocou o pedido em votação e foi aprovado, passando o respectivo projeto a tramitar em regime de urgência, sendo encaminhado à comissão responsável para análise. Prosseguindo, o Presidente Vinícius disse que tendo em vista o pedido de vista feito pelo Vereador Joel para o Projeto de Lei nº 02/2014, o Secretário Fábio e o Advogado Dr. Jáder vieram esclarecer sobre o consórcio objeto do Projeto de Lei em pauta, concedendo a palavra ao senhor Fábio, que agradeceu o convite para participar desta reunião, se colocando à disposição para esclarecer as dúvidas referentes aos projetos vinculados à área da saúde. Disse que os consórcios serão uma tendência em todos os municípios e o Estado era quem gerava a saúde no âmbito estadual, e estava preconizando a adesão a estes consórcios. Falou de algumas benfeitorias que o Estado oferecia condicionadas ao consórcio como o serviço de transporte e saúde, com fornecimento de ônibus aos municípios para transporte de pacientes a outras cidades que só conseguiria através de consórcio; a rede de urgência e emergência que estava sendo implantada em Minas Gerais que era o famoso SAMU, e será implantado em Araxá para atender a rede de toda nossa microrregião começando com Campos Altos, Pratinha, Ibiá, Araxá, Perdizes, Santa Juliana e Pedrinópolis. Disse que o SAMU terá sede em Araxá, e provavelmente um ponto de apoio em Perdizes e outro em Ibiá e esta foi a proposta feita que será discutida nesse ano e esse projeto também estava condicionado ao consórcio. Falou que o consórcio tinha finalidade multifinalitária e estava dizendo da área da saúde e a dificuldade que eles tinham era em atender os pacientes de consultas especializadas, ressaltando que a Vereadora Sandra trabalhou na Secretaria Municipal de Saúde durante quatro anos e sabia desta dificuldade. Disse que esse mês conseguiram marcar, pactuadas, trinta e sete consultas iniciais especializadas em Uberaba. Que chegava à Secretaria de Saúde encaminhadas pelos nossos médicos e atendendo necessidade da nossa população, de quarenta a cinquenta consultas por semana e eles não tinham como escolher qual pessoa estava precisando mais do que a outra, ficando uma situação difícil. Disse que em Perdizes, graças a Deus, com a competência de todos os governantes daqui, não tinham problema em atenção básica que era o PSF e tinham cinco no Município; não tinham problema em emergência como, por exemplo, os casos de câncer que eram encaminhados para Uberaba e atendidos prontamente, mas a média complexidade era que trazia alguns problemas e, às vezes, a pessoa ficava até ano com uma guia de encaminhamento, e o consórcio aliviará um pouco essa demanda. Disse, então, que para a gestão da área da saúde em Perdizes, o consórcio será muito importante tanto nas consultas especializadas quanto nos exames. Que o consórcio começará nesse segmento e depois passará para as cirurgias desafogando a demanda que tinha. Comentou que participou de uma reunião com o Prefeito de Araxá Dr. Jeová, onde foi falado sobre o Consórcio CISVALEGRAN já pré-existente e que tinha vinte e sete municípios, mas que ficaria mais caro para o nosso Município com pagamento por número de habitantes, com uma despesa fixa em aproximadamente R$4.000,00 (quatro mil reais). Disse que no consórcio CIMPLA vão utilizar toda a estrutura da AMPLA, não tinha taxa de adesão e, por exemplo, se depositassem R$10.000,00 (dez mil reais) por mês para exames e consultas, seria retirado dez por cento para administração, não pagaria aluguel, tinha assessoria jurídica e o dinheiro depositado seria utilizado para exames e consultas e ia descontando no valor total, tendo a Secretaria de Saúde de Perdizes todo o controle. Disse que não teria risco de calote ou de endividar o município e por isso optaram por esse consórcio que era mais perto e precisavam fortalecer nossa região na área da saúde. Ele tinha menos municípios e Perdizes terá mais voz ativa e se tiver possibilidade de credenciar algum médico da nossa cidade eles iam fazer o credenciamento. Falou que viram só vantagens nesse consórcio e se colocou à disposição para responder aos questionamentos. Prosseguindo, o Presidente Vinícius agradeceu ao Secretário Fábio pelas explicações dadas na área da saúde e concedeu a palavra ao Vereador Joel para que justificasse o pedido de vista feito para o Projeto de Lei nº 02/2014. O Vereador Joel iniciou dizendo que tinha receio em mudar uma coisa que estava funcionando bem por outra que não conhecia por que, às vezes, não

era o esperado e nem o que o povo merecia. Disse que a saúde em Perdizes estava com sua gestão bem feita pelo Secretário Fábio que era um jovem empreendedor, de amplo conhecimento na área da saúde e vinha fazendo a diferença atendendo todos que precisavam, não deixando nada a desejar. Disse que o consórcio ia unir os oito municípios próximos e o de Perdizes vinha trazendo a área da saúde muito certa, enquanto outros municípios tinham problemas com a troca de Prefeito, briga política. Falou que a questão da iluminação pública que agora era por conta do município também estava inserida no consórcio e exemplificou, se as lâmpadas da nossa praça queimarem e for solicitada à empresa responsável a troca das mesmas e ela alegar que não fará o trabalho por que os outros municípios não estavam arcando com suas responsabilidades, o nosso município será penalizado, então os bons pagarão pelos ruins. Sua preocupação também era com a área da saúde que estava indo bem e nossos deputados que nos auxiliavam estavam disponibilizando ambulâncias novas, recursos para comprar ônibus para o transporte de pacientes, e se for dito que a liberação ficará condicionada ao consórcio, os demais municípios não poderão ficar inadimplentes senão trarão prejuízos. Essa era sua preocupação, mas achava que tinha tudo para dar certo e continuava dizendo que a área da saúde estava muito boa, com vários médicos realizando o atendimento e não tinha mais reclamação por parte da população, e se passar para o consórcio tendo que dividir com mais oito cidades e não ter o sucesso esperado, isto ele não queria. Aproveitou para agradecer o advogado Dr. Jáder que disponibilizou seu tempo para prestar os esclarecimentos e ajudar o vereador a entender bem o Projeto de Lei; o Secretário Fábio pela maneira como atendia as pessoas e fazendo tudo que estava ao alcance e atendendo também os pedidos feitos pelas pessoas aos Vereadores. Aproveitou para falar que lhe foi dito pelo Secretário Fábio que a Prefeitura daria contribuição ao consórcio, e perguntou se uma outra empresa privada poderia também dar sua contribuição ao consórcio, por exemplo, para ajudar na saúde de Perdizes. O senhor Fábio respondeu que esta também era uma de suas preocupações e um dos motivos que o levou a abonar este consórcio é que vão comprar o serviço adiantado, e não irão assumir dívidas de outros municípios. Disse que o consórcio vinha para somar e especificamente na área da saúde, eles irão utilizar as consultas especializadas que não tinham através do SUS (sistema único de saúde), de acordo com as necessidades, então não tinha risco de inadimplência. Disse que já compravam este serviço para a população de baixa renda e agora reunidos com outros municípios terão maior poder de compra, como por exemplo, não tinha atendimento em nossa cidade de oftalmologista e a partir do consórcio, poderão comprar essa especialidade de acordo com a nossa necessidade e por um preço bem mais baixo. Acerca da possibilidade de doações de empresas privadas para a Secretaria de Saúde isto não era comum sendo necessário verificar com o setor jurídico esta possibilidade. Continuando, o Vereador Joel comentou que acontecia muito da pessoa chegar na Santa Casa com uma fratura ou infartada e ter que aguardar a liberação pelo SUS de uma vaga em outro hospital de cidades vizinhas da rede pública, e conversando com Dr. Jáder, perguntou se nestes casos poderia melhorar com o consórcio e ele lhe respondeu que ia melhorar muito, com isto já ficou muito satisfeito. O senhor Fábio explicou para o Vereador Joel que esses casos eram de alta complexidade e o SUS atendia, mas quando o paciente chegava na Santa Casa era avaliado pelo médico e colocado no sistema, e se estava em risco de morte ele era transferido imediatamente na chamada vaga zero; não correndo risco de morte, estando medicado e acompanhado pelo médico aguardava a vaga do sistema do SUS e, às vezes, se o paciente estava, por exemplo, com uma fratura isto trazia certo incômodo para a família, mas se ele não corria risco de morte era melhor aguardar a vaga aqui acompanhado por enfermeiro, médico, tomando a medicação do que ficar no corredor de outro hospital esperando liberação de leito. O senhor Fábio informou ainda que, no consórcio eles iam começar com as consultas e exames para depois entrar na parte hospitalar, esta era uma maneira que poderia mandar o paciente para o hospital particular, se não tiver vaga no SUS, por um custo mais barato e com legalidade para pagar, por que nem sempre podia pagar uma consulta particular para um cidadão. Prosseguindo, o Presidente Vinícius concedeu a palavra à Vereadora Sandra Lacerda que aproveitou para cumprimentar o Secretário Fábio Marangoni pela forma como vinha conduzindo a Secretaria Municipal de Saúde, e como disse o Vereador Joel, a área da saúde ia muito bem e aquilo que, às vezes, não estava bem era por que não dependia dele. Disse que trabalhou na Secretaria por um determinado período e sabia das dificuldades enfrentadas por esta secretaria e diante da explanação que foi feita, tinha certeza que aderindo ao consórcio ia resolver vários problemas que chegavam na Secretaria, dentre eles o transporte de pacientes para outras cidades que era muito dispendioso. Perguntou se o ônibus que seria adquirido através do consórcio teria a sua manutenção era por conta do consórcio ou da Secretaria de Saúde. O senhor Fábio respondeu que eles davam o ônibus, o município tinha que disponibilizar um enfermeiro para acompanhar o paciente e o acompanhante não podia ir e a conta era dividida entre os municípios como, por exemplo, tinha pacientes de Santa Juliana, Pedrinópolis e Perdizes para Araxá ou para Uberaba a conta era dividida entre eles. Disse que estava analisando o que era interessante para Perdizes e a princípio eram consultas e exames. Em seguida, a Vereadora Sandra perguntou se o senhor Fábio já tinha condições de dizer em que situações, procedimentos e áreas ele queria participar deste consórcio. O senhor Fábio respondeu que nesse consórcio você entrava no que interessava para o município e para nós, na área da saúde, seriam consultas, exames e a média complexidade que, segundo o SUS, o paciente poderia esperar. A Vereadora Sandra reafirmou que nos conhecimentos que tinha da Secretaria de Saúde os dois grandes problemas eram esses mesmos, o atendimento da média complexidade que os


Página 8

Jornall Regionall

pacientes esperavam muito e reclamavam, e o outro era o desgaste do transporte que dava um custo muito alto, e que então precisava pensar bem para o transporte proposto por que ia englobar todas as cidades. O Senhor Fábio disse que o município aderia somente ao que lhe interessasse e o atual transporte era dispendioso, mas a nossa população estava bem atendida e não queria piorar o serviço. Prosseguindo, o Presidente Vinícius concedeu a palavra ao Vereador Luiz Fábio que iniciou dizendo que o consórcio ia trazer benefícios para a cidade, mas sua preocupação era com a qualidade do serviço que será prestado pelo consórcio por que o atendimento dos pacientes de Perdizes, na maioria era em Uberaba. Disse ao Secretário Fábio que conhecia um pouco da saúde de Araxá através da Santa Casa, que era onde ia ser feito o atendimento pelo consórcio, e que achava que não era de boa qualidade e talvez não atendesse tudo que o cidadão perdizense precisava. O Senhor Fábio respondeu ao Vereador Luiz Fábio que o atendimento através do consórcio funcionará com o credenciamento pelos municípios de profissionais da rede particular e não pela rede pública, por exemplo, precisou de um ortopedista o município contratava um profissional que ia receber pelo atendimento através do consórcio. Na sequência, o Presidente Vinícius concedeu a palavra ao Vereador Milton Rosa que perguntou como funcionaria a determinação da compra do serviço pelo CIMPLA, por exemplo, Perdizes precisava de quatro tomografias particulares de imediato e não poderia esperar a demanda de uma outra cidade que fazia parte do consórcio para comprar o pacote de tomografias, como isto ia funcionar. O senhor Fábio respondeu que a ideia do consórcio era ter uma rede de médicos e de clínicas de exames credenciados como se fosse um convênio médico. Hoje, quando precisava desse atendimento para pessoas de baixa renda comprava-se o serviço diretamente com o profissional de acordo com o preço. Disse que no consórcio será tudo previamente licitado e de acordo com a demanda que chegar na Secretaria, será contatada a rede credenciada para marcar a consulta, o dinheiro já estará depositado e a consulta será descontada. Se o dinheiro tiver acabado deposita-se mais um pouco e o serviço era comprado diretamente do prestador. Em seguida, o Vereador Milton disse que será então um grande convênio feito em nome do CIMPLA e a Prefeitura poderá utilizar para a população o serviço desse convênio. Continuando, o Presidente concedeu a palavra ao Vereador Reginaldo Fraga que disse que o consórcio vinha para somar, inclusive observou na lei o artigo 4º e entendeu que o município só ia pagar quando tivesse um projeto que interessasse para ele, nessa situação era que faria o depósito. Disse que como foi dito pelo Vereador Joel, se o município quisesse projeto na área de implantação e expansão de iluminação pública, por exemplo, ele podia fazer com recurso próprio e poderia sair do consórcio, e perguntou ao senhor Fábio se o seu entendimento estava correto. O Senhor Fábio lhe respondeu que o município poderia sair do consórcio quando quisesse e usava de acordo com a sua necessidade, não tinha nenhuma cláusula que obrigava sua permanência e nem que estipulava um valor que teria que depositar. Disse que esse consórcio será um instrumento de gestão muito bom e irá suprir nossas carências de forma legal, por que às vezes o município não tinha meio legal para comprar determinado serviço. Prosseguindo, não houve mais questionamentos ao senhor Fábio e o Presidente Vinícius antecipou os agradecimentos a ele, parabenizando-o pelo excelente serviço que vinha prestando junto à Secretaria Municipal de Saúde tendo em vista que a nossa área de saúde estava indo muito bem e atendendo toda a demanda da cidade, e entre todas as áreas, era a que mais tinha aprovação na gestão do Prefeito Fernandinho. Disse que tinha certeza que na área da saúde, que era a de maior interesse de participação do município neste consórcio, as explicações foram bem feitas a todos Vereadores; concedeu a palavra ao Dr. Jáder que estava gerenciando o consórcio para que esclarecesse as dúvidas dos Vereadores. Com a palavra, Dr. Jader falou sobre a história do consórcio e da incumbência que recebeu do Prefeito de Araxá Dr. Geová quando o Prefeito de Uberaba, Paulo Piau, convidou os municípios para integrarem o consórcio CISVALEGRAN, no qual eles perceberam que os municípios menores teriam pouco poder de decisão e iriam associar-se a vinte e sete municípios que já estavam em andamento. Disse que foi conhecer o CISVALEGRAN e disse ao Dr. Geová que esse consórcio só visava dar emprego a um grupo de pessoas em número de sessenta e duas, e não se enquadrava aos municípios da nossa região. No CIMPLA eles eram apenas dois funcionários. Disse que a partir daí, passou a pesquisar como funcionava os consórcios no Brasil inteiro e verificou que em Uberlândia o consórcio ia muito bem há bastante tempo. Falou que antes o consórcio era uma associação civil privada e hoje era público e intermunicipal, regido pelo Direito Público e todas as obrigações que o município tinha o consórcio também tinha com a diferença que este era criado pelo protocolo das intenções, sendo um fomentador da iniciativa privada para oferecer o melhor serviço para a administração pública que era revertido à população. Disse que do Estado de São Paulo para baixo todos os municípios eram consorciados e que o Governo da República repassava noventa por cento dos recursos para esses municípios. Daí a importância dos consórcios para os pequenos municípios que passavam a ter uma força fenomenal por que a gestão era integrada. Comentou que estava conversando com o pessoal dos resíduos sólidos para fazer apenas um aterro sanitário e atender o consórcio dos municípios integrados e que eles pudessem depositar em um só lugar, e os resíduos serão fiscalizados por engenheiros ambientais, sanitaristas e biólogos constantemente. Na questão da iluminação pública, o consórcio irá contratar uma empresa e o Município só vai pagar pela demanda do seu serviço e não tinha que se preocupar com a do outro município. Disse que a vantagem do consórcio era a diminuição dos custos e a melhor prestação de serviço. Falou que

15/03/2014

tinha aberto nesta data, a licitação para contratação de médico que era extremamente complicada e já estavam há trinta dias tentando fazer o credenciamento e depois de fazê-lo em torno de cinquenta por cento em Araxá, farão também em Uberaba, Uberlândia e Patos de Minas que tinha hoje, um dos maiores centros médicos da região com prestação de serviço de excelente qualidade. Disse que o consórcio vinha somar na área da saúde, com a forma de implantação e eles pegaram o modelo de Uberlândia, que fazia o credenciamento de médicos, clínicas e serviços para consultas e procedimentos menores. Ele irá passar para o município os serviços médicos, o valor, a clínica com endereço e telefone. Funcionará como se fosse uma conta bancária, o município fará um depósito, o consórcio retira a taxa de administração e do saldo que sobrar vai custeando o serviço que o município necessitar, todo esse controle será feito pelo município e pelo consórcio e na área da saúde a secretaria vai avaliar qual paciente precisará ser transferido para outra cidade para fazer consulta ou exame, e qual poderá ser atendido no próprio município, mas o médico terá que ter certeza que o dinheiro para pagar a consulta já estará disponível para pagamento imediato, quinzenal ou mensal por que o custo da consulta era muito menor, e a Secretaria Municipal de Saúde é que irá limitar quanto o município poderá gastar. Falou que o consórcio ia começar com consultas e exames para não haver tumulto com internações hospitalares e cirurgias, que será uma segunda etapa para poder caminhar com os pés no chão. Falou também sobre a questão do custeio que o pessoal estava preocupado e que será o mínimo possível, terá cessão de funcionários das Prefeituras para trabalhar no consórcio e gastos com papel, internet e serão feitos por rateio entre os municípios de acordo com o número de habitantes. Disse que todos os serviços elencados no Projeto de Lei, em seu art. 4º eram objetos de um consórcio e o município participava naquele que interessasse, fazendo o pagamento antecipado do serviço e depois se quisesse sair poderia e sem dever nada ao consórcio. Reforçou mais uma vez que os municípios consorciados tinham preferência em todas as verbas federais e estaduais e em Minas Gerais na área da saúde só para os consórcios destinou-se R$100.000.000,00 (cem milhões de reais). Falou ainda, da transparência do consórcio por que tudo era feito por pregão eletrônico nacional e prestação de contas nacional e essa era uma tendência em todo Brasil que estava dando muito certo. Na sequência, o Presidente Vinícius concedeu a palavra ao Vereador Gilberto Carneiro que também cumprimentou o Secretário Fábio pelo excelente trabalho que estava fazendo frente à Secretaria de Saúde, cumprimentou Dr. Jáder dizendo que suas explicações esclareceram várias dúvidas e que consórcio, associativismo e cooperativa estavam tendo bastante sucesso no Brasil, e quando muitos compravam o preço saía menor, a prestação do serviço era melhor, tudo se conseguia mais rápido e eficiente. Disse que foi falado que por enquanto o consórcio não terá cirurgias e nem internação, e até que esse consórcio possa começar a atender, depois da consulta com o médico pelo consórcio se o paciente precisar de uma cirurgia, perguntou se ele tinha que voltar a Perdizes e começar o procedimento tudo de novo e esperar o encaminhamento para o hospital escola de Uberaba. Dr. Jáder lhe explicou que o SUS tinha uma lista para cada município com um determinado número de cirurgias por ano e se forem liberadas todas em um mês ficará o resto do ano sem cirurgia através do SUS, por isso tinha o controle e aquelas de urgência não entravam nesse trabalho por que tinha o tratamento diferenciado. Quando o consórcio começar a atender as cirurgias elas serão liberadas acima daquelas que já estavam garantidas pelo SUS, dando direito ao município de escolher o hospital, o médico credenciado junto ao consórcio. Disse que o SAMU exigia um consórcio próprio não permitindo consórcio multifinalitário e que o CIMPLA não iniciou o atendimento por que estava há sessenta dias tentando abrir uma conta no Banco do Brasil e não conseguiu ainda, e precisava da conta para receber os recursos dos municípios para pagar os profissionais que prestassem seus serviços e então a Caixa Econômica Federal providenciou mais rápido. Em seguida, o Vereador Gilberto solicitou aparte e lhe foi concedido para agradecer pelas informações prestadas, pedindo a Deus que a diretoria do consórcio agisse com lealdade com todos os municípios tratando tanto aqueles maiores como os menores com igualdade, por que tinham exemplos de consórcios e cooperativas que uns tinham prioridade sobre os outros. Na sequência, o Presidente Vinícius concedeu a palavra ao Vereador Reginaldo que disse concordar com muito do que foi falado por Dr. Jáder, na hora de votar um projeto de lei desta dimensão para o Município. Disse que quando foi falado em licitação que era uma parte importante para os municípios e citou como exemplo, se o município precisasse comprar dez lâminas para patrol e o consórcio fizesse licitação de duzentas lâminas, o município ia comprá-la mais barata. Foi falado também sobre as associações de municípios como AMPLA, AMVAP e hoje os governos federal e estadual só atendiam associações e era raro atender aquele que não estava associado, daí a importância dos consórcios em virtude dos recursos que poderão ser liberados. Outro fato que deveria ser considerado era que nesse ano tinha copa de futebol mundial, eleições e a partir de 2015 os municípios terão maiores dificuldades e os consórcios poderão dar o suporte. Continuando, Dr. Jáder pediu aos Vereadores que visitassem o consórcio, perguntassem, questionassem, fossem fiscais e que o consórcio procurará atender naquilo que o município estiver precisando e tinha tudo para ter sucesso. Prosseguindo, o Presidente Vinícius concedeu a palavra ao Vereador Lucas Flávio que cumprimentou o Secretário Fábio pelo trabalho que vinha fazendo junto à Secretaria de Saúde, e por onde andava só ouvia elogios ficando muito satisfeito de poder trabalhar com eles. E recentemente, ouviu comentários na Câmara Municipal de Araxá sobre o tamanho do nosso município e de como os PSFs funcionavam bem, inclusive na zona


15/03/2014

Jornall Regionall

rural. Perguntou ao Dr. Jáder se o serviço de patrol estava funcionando pelo consórcio, se podia usar as horas aqui e como estavam sendo pagas, por que na região do Cerrado e Antinha que eram mais perto de Araxá e era para onde os produtos colhidos escoavam mais, já necessitava do serviço. Dr. Jáder respondeu que o serviço de estrada estava funcionando da mesma maneira, cada município cuidando de suas estradas, e a AMPLA tinha doze máquinas que poderiam ser usadas por cada município associado dentro da sua programação por um preço bem baixo, dizendo que se a hora normal estava custando R$140,00 (cento e quarenta reais) a hora da AMPLA custava R$40,00 (quarenta reais). Informou que o Governo do Estado tinha dado mais uma máquina zero quilômetro e um caminhão, e nada impedia que quando o consórcio estivesse em funcionamento disponibilizasse mais esse serviço e isto já tinha passado ao Secretário Municipal de Agricultura de Araxá e ao Engenheiro Agrônomo do consórcio para que analisassem toda documentação, e depois levassem a proposta aos Prefeitos dos municípios associados sobre a criação do Conselho de Secretário de Agricultura, especialmente no atendimento aos pequenos agricultores e à agricultura familiar, e se fosse do interesse dos Prefeitos esse atendimento também poderia ser oferecido. O Vereador Lucas disse novamente que tinha uma estrada que ligava o Distrito de Antinha a Araxá, passando pela ponte do rio Tamanduá, que se coincidisse com a disponibilidade das máquinas da AMPLA poderia receber manutenção em parceria. Dr. Jáder informou que esta estrada só não estava asfaltada por que alguns fazendeiros dos mais abastados não quiseram ceder alguns metros da beirada para esse asfaltamento, e disse que no município de Ibiá tinha uma lei delimitando a largura das estradas municipais e a faixa de reserva de cada lado e sugeriu que fosse feito aqui também e o fazendeiro tinha que aceitar. Prosseguindo, o Presidente Vinícius disse que as informações foram bastante detalhadas pelo Dr. Jáder e esclareceram todos os Vereadores a respeito do consórcio intermunicipal multifinalitário, e a partir de agora poderiam votar o respectivo projeto de lei sabendo o que era melhor para nossa cidade. Aproveitou para agradecer a presença do Dr. Jáder e do Secretário Fábio Marangoni que se disponibilizaram a participar desta reunião atendendo convite do Vereador Joel dos Santos. Continuando, o Presidente Vinícius suspendeu a sessão por dez minutos para que as comissões finalizassem seus pareceres. Retornando à sessão, o Presidente instalou a ordem do dia e concedeu a palavra à Vereadora Sandra que fez a leitura do Parecer nº 02/2014 das Comissões de Legislação, Justiça e Redação, de Finanças, Orçamento e Tomada de Contas e de Serviços Públicos Municipais favorável ao Projeto de Lei nº 02/2014, e o parecer foi colocado em votação e aprovado. Na sequência, o Presidente Vinícius colocou o Projeto de Lei nº 02/2014 em discussão. O Vereador Luiz Fábio solicitou a palavra e lhe foi concedida e disse que como as dúvidas foram esclarecidas pelo Secretário Fábio Marangoni e Dr. Jáder, tinha plena confiança que o consórcio veio para somar por que quando havia união prosperava coisas boas. Aproveitou para dizer que o consórcio precisava ser bem administrado para seguir em frente e que não fosse mais um consórcio a ser criado e depois acabava sem ter tido nenhuma finalidade atingida. Queria crer que ele ia somar para melhorar a qualidade de vida dos perdizenses e pediu aos membros da Comissão de orçamento para que, pelo menos uma vez no semestre, verificasse o andamento dos procedimentos desse consórcio para que não caísse no esquecimento sendo esta uma das funções do Vereador, fiscalizar as áreas onde o município estava inserido. O Presidente Vinícius comentou que a Câmara de Vereadores de forma imparcial estava sempre atenta em resguardar o município, pensando no melhor para nosso povo e aproveitou para cumprimentar o Vereador Joel que tinha pedido vista para o referido projeto de lei e nesta reunião receberam ampla explanação e detalhes sobre o consórcio intermunicipal, que se for bem administrado será um excelente negócio para Perdizes. E, em seguida, colocou o Projeto de Lei nº 02/2014 em votação e foi aprovado por unanimidade. Continuando, a Vereadora Sandra fez a leitura do Parecer nº 05/2014 das Comissões de Legislação, Justiça e Redação e de Finanças Orçamento e Tomada de Contas favorável ao Projeto de Lei nº 04/ 2014, e o parecer foi colocado em votação e aprovado. Na sequência, o Presidente Vinícius colocou o Projeto de Lei nº 04/2014 em discussão. O Vereador Joel solicitou a palavra e lhe foi concedida para dizer que estava feliz em poder votar esse projeto de lei sobre o qual era muito cobrado pelos servidores públicos, e que estava sendo concedido pelo Prefeito Municipal com muita responsabilidade. Disse que a vontade de todos seria conceder esse aumento duas vezes por ano, mas o importante não era dar um aumento significativo e sim dar um aumento que todos soubessem que no primeiro dia de cada mês o salário estaria depositado na conta do servidor, e o Prefeito pudesse manter as contas do Município em dia. Prosseguindo, o Presidente Vinícius concedeu a palavra à Vereadora Sandra que reforçou as palavras do Vereador Joel dizendo que ficava muito a vontade para falar que este aumento foi concedido ao servidor que esperava um pouco mais, mas com a certeza de que será pago, de nada adiantaria dar um aumento e não ter condições de pagá-lo, como vem ocorrendo com várias Prefeituras que estavam tendo dificuldades financeiras e nem concedendo reajuste salarial. Aproveitou para cumprimentar o Prefeito Fernando que vinha cumprindo fielmente a participação da Prefeitura em tudo que se fazia. Disse que os servidores tinham que entender essa situação sentindo-se felizes com o aumento que foi dado, e os Vereadores estavam satisfeitos em aprová-lo. Continuando, o Presidente Vinícius concedeu a palavra ao Vereador Reginaldo que agradeceu aos Vereadores por terem aprovado a solicitação em regime de urgência para esse projeto de lei, e ao assessor jurídico da Câmara que deu seu parecer jurídico consciente. Falou que como foi dito pelos Vereadores Joel e Sandra, o percentual não agradava muito aos servidores, mas pelo menos consolava um pouco. Disse que no início do mandato do Prefeito

Página 9

Fernandinho esta Casa aprovou projeto concedendo aumento para funcionários que assumiram cargos de confiança e hoje eles estavam aprovando mais esse aumento, ficou satisfeito agradecendo aos Vereadores e à assessoria jurídica. Continuando, o Presidente Vinícius concedeu a palavra ao Vereador Lucas Flávio que cumprimentou o Prefeito Fernandinho e toda equipe de trabalho pela forma como vinham administrando o dinheiro público de Perdizes e acompanhando a lei, por isso vários critérios tinham que ser obedecidos e não agradavam todos os servidores. Disse que a Prefeitura de Perdizes fechou o ano de 2013 com as contas em dia, folha de servidores de dezembro e décimo- terceiro salário pagos, enquanto outras Prefeituras da região não conseguiram e estavam atrasadas com vários pagamentos. Prosseguindo, o Presidente Vinícius concedeu a palavra ao Vereador Luiz Fábio que cumprimentou o Prefeito Fernando pelo aumento dado ao servidor e nesta Casa desde o ano passado, a maioria dos Vereadores vinha cobrando esse aumento e devido a muitas coisas não foi possível. Mas, estava sendo concedido esse ano e com certeza será o primeiro reajuste de muitos por que o funcionário público não só em Perdizes como em todo país era muito mal remunerado. Disse que para ser cobrado um bom atendimento do servidor ao público tinha que pagar bem, como se fosse em uma empresa, se o empregado era bem remunerado ele trabalhava com mais vontade. Aproveitou para lembrar o senhor Prefeito de priorizar o cartão alimentação que foi prometido e também o uniforme e não era justo o servidor ir trabalhar com sua roupa e seu calçado. Dando continuidade, o Presidente Vinícius concedeu a palavra ao Vereador Milton que falou sobre o comentário feito pelo Vereador Luiz Fábio, dizendo que conversou com o Prefeito Fernando há uns quinze dias e teve oportunidade de cobrar acerca do uniforme que foi uma promessa feita, e ele respondeu que o uniforme já estava sendo confeccionado tendo um atraso na entrega pela empresa e assim que chegar será entregue cumprindo mais um compromisso. Disse que a administração do Fernando dentro da medida do possível estava atendendo e cumprindo o que eles tinham vontade de fazer, e o aumento do salário dos servidores era uma dessas vontades, mas tinham que parabenizar o Prefeito Fernando por esses meses à frente da gestão pública municipal e estar conseguindo cumprir os compromissos financeiros da Prefeitura. Disse que infelizmente era uma realidade do nosso país e algumas Prefeituras atrasaram salários, fornecedores, não tinham conseguido dar o atendimento nas áreas prioritárias do município, o que não acontecia em Perdizes e o Fernando merecia os cumprimentos juntamente com a equipe que o auxiliava. Disse que a Câmara Municipal também merecia cumprimentos pela parceria, por estar juntos e os Vereadores preocupados com as leis que aprovavam. Como já foi dito por vários Vereadores, o salário recebido pelo servidor não era o ideal e tomara pudessem chegar ao ponto de poder oferecer um salário mais digno, mas dentro da medida do que era possível e o Município pudesse cumprir seus compromissos. Prosseguindo, o Presidente Vinícius comentou que de acordo com a lei a Câmara Municipal não podia fazer despesas para o município, e o projeto de lei que veio com aumento de 6,78% (seis vírgula setenta e oito por cento), sendo assim, a Câmara votava ou então não votava e não podia votar nada acima desse percentual. Tinha certeza que o Prefeito Fernandinho gostaria de dar um aumento maior para o funcionalismo, que estava a muitos anos com o salário defasado, mas a realidade atual da Prefeitura não permitia e foi realizado um estudo que permitiu dar esse aumento que eles iam votar, sendo seguro e que o município podia pagar sem comprometer as finanças da Prefeitura e o salário pago em dia ao servidor. Não adiantava dar dez por cento de aumento e atrasar o pagamento do salário por vários dias como já houve em outras administrações. Certamente, o Prefeito já estava estudando outras vias de ajudar o servidor público para poder compensar um pouco o salário. Disse que conversou com o Prefeito acerca de uma indicação de sua autoria pedindo o cartão alimentação e ele lhe respondeu que esse era um sonho e um projeto dele também, que já estava sendo analisado para verificar a viabilidade financeira da Prefeitura e concedê-lo ao servidor municipal. Outra coisa um pouco mais dispendiosa que foi pedida deste o mandato passado era o convênio médico-odontológico, e achava que o servidor merecia também esse convênio que fosse parcial, ou mesmo para pagar cinquenta por cento de uma consulta, contando que tanto o cartão alimentação como o convênio compensariam um pouco o salário do servidor. Disse que tinha certeza que na medida em que a situação financeira da Prefeitura for melhorando o Prefeito Fernandinho irá repassar ao servidor público. Em seguida, colocou o Projeto de Lei nº 04/2014 em votação e foi aprovado por unanimidade e o Presidente Vinícius informou que esse aumento inseria-se no salário do mês de fevereiro a ser pago no final do mês. Terminada a pauta o Presidente Vinícius agradeceu a presença de todos e encerrou a sessão. Para constar a presente ata foi lavrada pela Servidora Zeila Narciso da Fonseca Honorato, Oficial Administrativo I, que após ser lida e aprovada será assinada pelo Secretário Milton Rosa dos Reis, pelo Presidente Vinícius de Figueiredo Barreto e demais Vereadores. Presidente – Vinícius de Figueiredo Barreto – Vice-Presidente – Sandra Teresinha Lacerda Rêgo – Secretário – Milton Rosa dos Reis – Tesoureiro – Joel José dos Santos – Gilberto Carneiro de Melo – João Batista Ribeiro da Silva – Lucas Flávio Alvarenga Mariconi – Luiz Fábio Vieira – Reginaldo Antônio Fraga –


Página 10

Jornall Regionall

15/03/2014

Copa Dute se inicia com muita empolgação. Na manhã do último domingo, o setor de esportes da Prefeitura de Perdizes, realizou a solenidade de abertura da 5ª edição do campeonato Copa Dute de futebol Society. Na solenidade de abertura que contou com a ilustre presença do deputado federal Marcos Montes, houve a inauguração de obras de melhorias no Estádio Oliveiras Fraga e entrega de mais veículos novos para as secretarias de Perdizes. Nos discursos, o presidente da Câmara, vereador Vinicius, desejou aos atletas uma boa competição, pedindo ainda

respeito entre os atletas e com a arbitragem nos jogos. “Boa competição a todos e desejo que todos colaborem para o bom andamento dos jogos” disse o presidente que também agradeceu aos atletas, treinadores por mais esta participação nos eventos esportivos de Perdizes. O prefeito Fernandinho, disse em seu discurso que se sentia feliz em entregar mais obras e mais veículos para melhorar os serviços oferecidos a população de Perdizes e ainda agradeceu a presença especial do deputado federal Marcos Montes, classificado por ele

como o deputado que mais destinou verbas para a cidade nos últimos 10 anos. Marcos Montes também falou na solenidade, parabenizando a organização do evento, parabenizando aos atletas pela organização e ao prefeito Fernandinho pela boa administração frente a prefeitura de Perdizes. Após a solenidade de abertura oficial da 5ª Copa Dute, cerca de 250 atletas, começaram a se enfrentarem em 11 jogos por domingo pela competição mais movimentada dos

campos perdizenses. A equipe do Geraldão, campeã de 2013, fez o jogo de abertura e venceu o Sport por 4 a 2, assumindo também a liderança de sua chave. Segundo esportistas perdizenses, este ano pelo menos 12 das 23 equipes têm condições reais de chegarem ao título, portanto, muitas emoções em grandes jogos estão previstos para mais esta competição em Perdizes. Acompanhe os jogos de amanhã pela manhã e tarde nos dois estádios da cidade.

(E) Secretária Oneida Carvalho, Oneida Alves, Fernandinho, Roberto Caixão, Deputado Marcos Montes, Dute e Pessonha em homenagem feita para Dute e Caixão.

23 equipes participam da 5ª Copa Dute de futebol society.

Vereadores: (Foto da esquerda para a direita) João Nico, Vinicius, Piolho, Buiu, Miltinho e Joel além ainda da vice prefeita Lucimar e do prefeito Fernandinho faz a entrega das bolas para os dirigetes das 23 equipes participantes da Copa Dute 2014

Programação do Dia 16 HORA 09:00 10:00 11:00 15:00 16:00 17:00

JG 12 13 14 15 16 17

CH D D C A A A

09:00 10:00 11:00 16:00 17:00

18 19 20 21 22

C C B B B

/ 03

/2014 ( Domingo)

Equipe Sport Marcenaria Rio Pardo Os Madrugas Macega União Esporte Clube Rocheto 02 Ponte Preta Os Amigos 02 Família Felício Estrela Pré Moldados Pirreia

X X X X X X X

Equipe C.S.A Geraldão Deposito Stª Edwiges Brhamigos Mercado Avenida Os Amigos 01

X X X X X

Os Amigos do Diguin Comercial Perdigueira Os Inconseqüentes Engenho Velho Rocheto 01

Folga; Juventude Antinha

Campo Jaime .A Jaime .A Jaime.A Jaime.A Jaime.A Jaime.A Oliveiros . F Oliveiros .F Oliveiros. F Oliveiros F Oliveiros. F

Dra. Nádia Cristina Martins FISIOTERAPEUTA - CREFITO 4/135484F Contato: (34) 9172-3816 Dr. Diego Brenner Ribeiro FISIOTERAPEUTA - CREFITO 4/135468F Contato: (34) 9175-2207 Firmamos parceria com os convênios: Vivamed Saúde e COPASS SAÚDE e CASSI. Rua Euclides Erotídes Silva, nº. 32 – Com. 02 – Centro – Perdizes/MG.


Ediçoes 911 15 03 2014