Page 1

Prefeito Rogério Franco vistoria obras da duplicação da Estrada de Caucaia Regional

Foto: Vagner Santos

Circulação: Região Oeste da Grande São Paulo e Interior • ANO VI • EDIÇÃO Nº 95 • 1ª QUINZENA DE JULHO DE 2019

10 MIL EXEMPLARES • Distribuição Gratuita

PÁGINA 03

COTIA

Foto: Vagner Santos

Prefeitura prorroga anistia de juros de impostos até o dia 26 de julho Contribuintes com imposto atrasado poderão aderir ao programa de parcelamento de débitos. Pagamento à vista garante desconto de 95% nas multas e juros PÁGINA 03

SAÚDE

Estudo mostra que adolescentes de faixas carentes estão mais obesos PÁGINA 02

BARUERI

SANTANA DE PARNAÍBA

Novo viaduto sobre a alameda Araguaia é aberto ao tráfego

PÁGINA 07

Parnaíba entregará a sua primeira Maternidade no dia 27 de Julho

PÁGINA 06


SAÚDE

PÁGINA 02

Circulação: Região Oeste da Grande São Paulo e Interior • EDIÇÃO Nº 95 • 1ª QUINZENA DE JULHO DE 2019

Estudo mostra que adolescentes de faixas carentes estão mais obesos Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Adolescentes residentes no Brasil, de faixas mais pobres da população, estão mais obesos e ainda sofrem de desnutrição. É o que mostra estudo feito por pesquisadores da Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e do Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde da Fundação Oswaldo Cruz da Bahia (Cidacs/Fiocruz Bahia). Esta é a primeira vez que uma investigação como essa é feita no Brasil, observando fatores socioeconômicos associados à desnutrição e à obesidade. Para fazer o trabalho, os técnicos utilizaram dados das edições de 2009, a primeira, e da mais recente, de 2015, da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (Pense), desenvolvida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O trabalho investiga doenças crônicas não transmissíveis entre adolescentes escolares brasileiros. O estudo comparou os índices nutricionais de alunos de 13 a 17 anos, separados entre os que apresentam somente sobrepeso ou baixa estatura e aqueles que apresentam as duas condições. Sobrepeso Na visão dos pesquisadores, houve aumento de sobrepeso entre os adolescentes de todos os níveis socioeconômicos e, ao mesmo tempo, também aparece nesses estudantes a desnutrição, revelada pela baixa estatura. Segundo o estudo, os adolescentes de escolas privadas têm maior chance de desenvolver excesso de peso em relação aos estudantes da escola pública, mas ao longo do tempo a diferença se reduziu. Entre 2009 e 2015, o índice de adolescentes com excesso de peso na rede privada, que era 28,7%, permane-

ceu inalterável, mas a taxa entre os da rede pública aumentou de 19% para 23,1%. Dupla carga No estudo, os pesquisadores identificaram que a dupla carga de má nutrição, uma característica de desnutrição e obesidade, simultâneas, atinge menos de 1% dos estudantes. Apesar disso, nem sempre uma melhoria nas condições socioeconômicas vem acompanhada de maior qualidade nutricional. “O indivíduo que tem dupla carga é aquele adolescente que apresenta baixa estatura, um sinônimo de desnutrição crônica e excesso de peso. A dupla carga pode se manifestar de três formas. Tanto em nível individual, que é o caso do nosso estudo, sendo os dois desfechos no mesmo indivíduo. Pode ser também em nível familiar, por exemplo, uma mãe com excesso de peso e um filho com desnutrição, ou em nível comunitário, onde em um mesmo local temos taxas altas tanto de desnutrição quanto de obesidade. No nosso estudo foi bem específico, com adolescente de baixa estatura e excesso de peso”, disse a pesquisadora da UFBA, Júlia Uzêda, em entrevista à Agência Brasil. Em 2009, na análise separada, o grupo que apresentou os dois desfechos de saúde, independentemente de sexo, e diferenciando entre estudantes de escola pública e privada, a simultaneidade aparece em 29 estudantes do ensino particular (0,2%) contra 185 do público (0,4%). Isso significa que a dupla carga é maior entre estudantes da rede pública. Em 2015, a taxa de dupla carga entre os estudantes de escola privada atingiu 0,3% e nos da rede pública permaneceu

EXPEDIENTE 10 MIL EXEMPLARES DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Jornal REALIDADE - CNPJ 26.688.680/0001-71 - JMF Propaganda e Marketing Ltda-ME

Filial: Redação, Administração e Publicidade: Calçada Aldebara, 180 - Alphaville - Barueri - SP - Tel: (11) 97099-2019

e-mail: jornalrealidadebarueri@hotmail.com Visite o site: www.jornalrealidade.com.br DIRETORA E JORNALISTA RESPONSÁVEL:

LUCIANE MACHADO - MTB Nº 74578/SP -

Depto. Jurídico: Souza & Paro Advocacia Dra. Graziele Regina Paro de Souza - OAB/SP nº 336084 Depto. Administrativo: Jennifer da Cunha Diagramação e Arte: Jornal Realidade Periodicidade: Quinzenal

Ciculação: Cajamar, Pirapora do B. Jesus, Santana de Parnaíba, Osasco, Carapicuíba, Cotia, Embu das Artes, Itapevi, Jandira e Barueri, Vargem Grande Paulista, Mairinque, Batatais e Campinas

O JORNAL REALIDADE se reserva o direito de não publicar textos anônimos, ofensivos ou que, na avaliação dos moderadores, não contribuam para o debate sadio de ideias e para a edificação dos leitores. Os artigos e comentários publicados são de única e exclusiva responsabilidade dos seus autores e não representam a opinião do JORNAL REALIDADE, que também não mantém vínculos empregatícios.

Esta é a primeira vez que uma investigação como essa é feita no Brasil, observando fatores socioeconômicos associados à desnutrição e à obesidade

em 0,4%. As meninas, com 0,4%, ainda são maioria, enquanto entre os meninos ficou em 0,3%. Fatores De acordo com o pesquisador do Cidacs Natanael Silva, embora o estudo não tenha se baseado em classes sociais, há variáveis analisadas que indicaram um crescimento de obesidade, atingindo cada vez mais a população menos favorecida socioeconomicamente. Segundo ele, os alimentos processados podem ser um dos fatores da obesidade, por serem também de preços mais baixos. “Os alimentos processados acabam sendo mais baratos do que qualquer alimento natural e por terem maior aporte calórico, muitas vezes serem vendidos em grandes quantidades, mais baratos e atrativos, chamam bastante a atenção do público mais vulnerável”, disse. Além disso, foram selecionadas informações socioeconômicas de adolescentes, como escolaridade da mãe, raça, sexo e tipo de unidade escolar. Os filhos de mulheres que completaram a educação primária revelaram melhores índices de nutrição, apresentando a metade da taxa de dupla carga do que os estudantes cujas mães não finalizaram essa etapa. Júlia Uzêda informou que há estudos comprovando que a desnutrição em

período intrauterino provoca mecanismos no corpo que aparecem futuramente na vida da criança, por causa de problemas na absorção de gordura, que resultam na obesidade. “O adolescente é um público vulnerável por todas as mudanças físicas, então, quando o indivíduo tem dupla carga, ele passa a ter riscos tanto de desnutrição quanto de obesidade, por isso o nome de dupla carga”, observou. Políticas Públicas Os pesquisadores defenderam que o estudo serve para ajudar na elaboração de políticas públicas. Para Júlia Uzêda, existem fatores que não foram analisados no estudo, como o consumo alimentar e, principalmente, a qualidade dos alimentos ingeridos, mas as informações encontradas já podem servir para a adoção de medidas com o foco na qualidade da nutrição. “Muitas vezes as políticas públicas são destinadas isoladamente à obesidade ou à desnutrição e acabam tratando um e esquecendo outro. A transição nutricional tem o perfil que é a diminuição da desnutrição, mas não deixa de existir, enquanto a obesidade e o excesso de peso aumentam. Isso muda o foco das políticas públicas”, disse a pesquisadora.


Circulação: Região Oeste da Grande São Paulo e Interior • EDIÇÃO Nº 95 • 1ª QUINZENA DE JULHO DE 2019

COTIA

PÁGINA 03

Prefeitura prorroga anistia de juros de impostos até o dia 26 de julho Foto: Vagner Santos

Contribuintes com imposto atrasado poderão aderir ao programa de parcelamento de débitos. Pagamento à vista garante desconto de 95% nas multas e juros Devido à grande procura de munícipes interessados em negociar os seus débitos com a Prefeitura e aproveitarem a anistia de juros e multas em impostos municipais, a Secretaria da Fazenda informou que foi prorrogado o prazo de adesão ao Sistema de Parcelamento de Débitos de Cotia (SPDC) – anistia – até o dia 26 de julho. A anistia visa recuperar créditos tributários, ou não, com vencimento até 31 de dezembro de 2018. Pelo SPDC, o contribuinte poderá parcelar a sua dívida em até 18 vezes. Está fora do SPDC dívidas referentes a infrações de trânsito, multas por descumprimento de contratos e valores decorrentes de decisões judiciais. “Estamos tendo uma grande procura de contribuintes interessados em quitar as suas dívidas. Em respeito a eles, o prefeito Rogério Franco optou por prorrogar o prazo até o dia 26 de julho”, disse Paulo Godoy, Secretário da Fazenda. O pagamento da dívida em parcela única garante abate de 95% nas multas e juros e o boleto pode ser emitido diretamente pelo site (www.cotia.sp.gov.br), basta entrar em “Cidadão On-line” e in-

formar o número da inscrição do imóvel em “Pagamento à vista”. Os contribuintes que optarem por parcelar a dívida devem procurar o CIT de Cotia ou de Caucaia e, no caso de parcelamento em seis vezes, haverá redução das multas e juros na ordem dos 85%. Sete a 12 parcelas, desconto de 75%. Para quem parcelar entre 13 e 18 vezes, o abate nas multas e juros será de 65%. O SPDC prevê que as parcelas não poderão ser inferiores a R$ 50, para contribuintes Pessoa Física e, R$ 100, Pessoa Jurídica. Para aderir ao Programa de Parcelamento de Débitos de Cotia o contribuinte precisa estar adimplente no exercício de 2019 junto à Secretaria da Fazenda. CIT Cotia Avenida Benedito Isaac Pires, 35 – Parque Dom Henrique Telefone 4616-8522 CIT Caucaia do Alto Avenida Roque Celestino Pires, 1.204 – Centro Telefone 4243-9537

Prefeito Rogério Franco vistoria obras da duplicação da Estrada de Caucaia Foto: Vagner Santos

Na manhã de segunda-feira (1/07), o prefeito Rogério Franco vistoriou o andamento das obras de duplicação da Estrada de Caucaia do Alto. Um projeto orçado em cerca de R$ 63 milhões que vai melhorar o acesso ao distrito, aumentar a segurança dos motoristas e pedestres, garantir o fácil escoamento da produção agrícola daquela região, levar progresso ao distrito e melhorar a qualidade de vida da população. As obras começaram em dezembro de 2018 e estão dentro do prazo programado. Durante a passagem pela obra, o prefeito pôde conferir a qualidade dos serviços que estão sendo realizados no local, como retirada do antigo pavimento, afundamento da via, colocação de rachão, compactação do solo, base, drenagem, novo pavimento, alargamento da via, implantação de canteiro central, iluminação com fiação subterrânea, passeios públicos, entre outros. “Esta é a maior obra viária do município de Cotia. Um trabalho de qualidade que vamos entregar para a população de Caucaia e de toda Cotia”, disse o prefeito. O prefeito Rogério Franco fez um convênio com o município de Vargem Grande Paulista para que a duplicação também contemplasse os 2,5 km de extensão da via que cortam aquele município. “Não fazia sentido o trecho de

Vargem Grande não ser duplicado”, destacou o prefeito. O prefeito lembrou que as obras estão dentro do prazo programado e que serão concluídas no final

primeiro semestre de 2020. Na duplicação da Estrada de Caucaia do Alto serão executados 44 metros quadrados de guias, 4.180 me-

tros cúbicos de calçadas, quase sete mil metros de tubulação de águas pluviais, 250 mil toneladas de massa asfáltica e muito mais.


COTIA

PÁGINA 04

Circulação: Região Oeste da Grande São Paulo e Interior • EDIÇÃO Nº 95 • 1ª QUINZENA DE JULHO DE 2019

Programa Asfalto Novo passa por ruas da região central de Cotia Fotos: Vagner Santos

Nesta semana, o Programa Asfalto Novo, da Prefeitura de Cotia, chegou à região central da cidade. Os trabalhos estão em andamento na avenida Dr. Antônio Bastos, no Atalaia - a rua da Delegacia de Cotia. No local, a Secretaria de Obras e Serviços executa a fresagem, ou seja, a retirada da antiga pavimentação, para aplicação de uma nova massa asfáltica. O programa passará ainda pela avenida Ralf Boli (a partir da Antônio Bastos até a saída da rodovia Raposo Tavares) e pela rua Ladislau Nunes dos Santos. Durante a execução dos trabalhos, os motoristas devem ficar atentos à sinalização colocada ao longo da via que indicam quais faixas estão interditadas durante a obra. Agentes de trânsito, da Secretaria de Transportes e Trânsito, permanecem no local para auxiliar e orientar os motoristas. “O programa Asfalto Novo está mudando a realidade de nossa cidade. São centenas de quilômetros de pavimentação nova que melhoram os acessos e a qualidade de vida da população”, disse o prefeito Rogério Franco.

São centenas de quilômetros de pavimentação nova que melhoram os acessos e a qualidade de vida da população”, disse o prefeito Rogério Franco.

Cotia fica dentro da meta do Movimento Paulista de Segurança pelo 4º mês consecutivo

Dados do Sistema Infosiga (Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo) dão conta de que Cotia ficou dentro da meta estipulada pelo Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, do Governo Estadual, em relação às mortes por acidente de trânsito, nos meses de fevereiro, março, abril e maio deste ano. O último relatório mostrou que, em maio, três pessoas morreram em acidentes de trânsito, a meta estipulada era três. Duas mortes aconteceram na rodovia Raposo Tavares e um em via municipal. Em abril, a meta estabelecida foi de até três mortes, houve o registro de uma, na rodovia. No mês anterior, foi anotada uma vítima fatal em via municipal

e uma em rodovia. “São resultados positivos, sem dúvida, mas sabemos que o ideal é não perdemos nenhuma vida em acidentes, por isso desenvolvemos um trabalho educativo e de conscientização permanente em nossa cidade. Trabalhamos na construção de um trânsito mais seguro e acreditamos que isso passa pela educação dos cidadãos”, disse o titular da Secretaria de Transportes e Trânsito, Joaquim Brechó. O secretário também citou que, desde 2017, Cotia realiza diversas ações educativas com crianças, pedestres, motoristas, motociclistas, ciclistas por meio da Campanha Permanente de Educação para o Trânsito, instituída pelo prefeito Rogério Franco.


Circulação: Região Oeste da Grande São Paulo e Interior • EDIÇÃO Nº 95 • 1ª QUINZENA DE JULHO DE 2019

COTIA

PÁGINA 05

Guardiões Ambientais Mirins fazem visita técnica à cooperativa de reciclagem Fotos: Vagner Santos

Rádio Vitrola, Como parte do conteúdo pedagógico Mercado de formação dos alunos que particidas pam do Projeto Guardião Ambiental Pulgas e Mirim, nesta quarta-feira (3/07), um grupo Oficinas de alunos datambém Escola Municipal Vicentina Pires de Oliveira fazem parte dofez uma visita técnica à Cooperativa Coopernova ReEvento cicla, localizada no bairro Caiapiá. O local recebe todo o material reciclado coletado em Cotia em parceria com a Prefeitura. Durante a visita técnica, os alunos foram recepcionados pela responsável pelo local, Marly Andrade. As crianças foram divididas em dois grupos e visitaram todas as instalações da Cooperativa. O tour foi feito por guias que explicaram cada etapa do processo de separação dos materiais, da destinação de cada tipo de material, os alunos acompanharam o trabalho de separação de algumas peças do lixo eletrônico, do funcionamento da prensa. O aluno Ricardo Evangelista, de 9 anos, participou da visita e ficou surpreso com o que aprendeu. “Em casa, a gente separa o lixo reciclável, mas eu não sabia que acontecia tudo isso depois e nem que muita coisa pode ser feita com o lixo”, disse. O futuro Guardião Ambiental Mirim está gostando do curso e disse que divide o que aprende com a família. “Sempre falo tudo que aprendo”, garantiu.

O curso é um projeto da Secretaria de Meio Ambiente e Agropecuária, com apoio da Secretaria de Educação. Até o final do ano, os alunos participarão de aulas-palestras com agentes ambientais e biólogo do Meio Ambiente. Nos encontros eles aprendem sobre Sustentabilidade, Biodiversidade, Recursos Naturais, 3 R’s, Ciclo da Água, Resíduos, Crimes Ambientais e muito mais. Ao final do curso, os alunos receberão um certificado de Guardião Ambiental.


PÁGINA 06

SANTANA DE PARNAÍBA

Circulação: Região Oeste da Grande São Paulo e Interior • EDIÇÃO Nº 95 • 1ª QUINZENA DE JULHO DE 2019

Moradores dos bairros Parnaíba entregará a sua primeira Cento e Vinte e Fazendinha Maternidade no dia 27 de Julho Maternidade contará com equipamentos modernos e terá participam do Mega Bazar capacidade para realizar mais de 2 mil partos por ano Santana de Parnaíba entrou em contagem regressiva para inaugurar a Maternidade Municipal. A assinatura do contrato foi realizada na última quinta-feira (27) no Gabinete do Prefeito e a inauguração está prevista para o dia 27 de julho.

Com o objetivo de ajudar as famílias parnaibanas em condição de vulnerabilidade, o Fundo Social de Solidariedade de Santana de Parnaíba realizou, na última semana, mais um Mega Bazar no Colégio João José de Oliveira e no CRAS Fazendinha, onde centenas de pessoas compareceram para retirar gratuitamente centenas de agasalhos, além de calçados em bom estado que foram arrecadados na

Campanha do Agasalho deste ano. Entre outras ações o Fundo Social realizou um jantar para arrecadar recursos que serão destinados na confecção de roupas, afim de beneficiar mais moradores carentes da cidade. Para doar basta deixar um agasalho nas caixas de coleta localizadas nas repartições públicas e nos centros comerciais da cidade. Informações (11) 4154-6248

Localizada no bairro Vila Nova, entre o Complexo Hospitalar e o PAM Santa Ana, as obras estruturais já estão concluídas e os equipamentos estão na fase final de implantação. No contrato, a empresa que administrará a maternidade ficará encarregada de fazer os últimos ajustes, bem como a contratação dos profissionais que trabalharão na unidade, gerando diretamente mais de 100 empregos. De acordo com o Secretário de Saúde, Dr. José Carlos Misorelli, a maternidade terá capacidade para realizar entre 150 a 180 partos por mês,

o que totaliza mais de 2 mil partos por ano. Nos últimos cinco anos a prefeitura já inaugurou 6 unidades de saúde: UPA Fazendinha, UBS Alphaville, Pronto Socorro Infantil, AME Parnaíba, UBS Ingaí e UBS Chácara das Garças, além da ampliação da UBS do Bairro 120. Neste ano, o objetivo é entregar a ampliação da UBS Colinas da Anhanguera e as unidades hospitalares dos bairros Sítio do Morro, Refúgio dos Bandeirantes e Cururuquara. Até 2020 serão 15 unidades de saúde entregues em toda a cidade.


Circulação: Região Oeste da Grande São Paulo e Interior • EDIÇÃO Nº 95 • 1ª QUINZENA DE JULHO DE 2019

BARUERI

PÁGINA 07

Novo viaduto sobre a alameda Araguaia é aberto ao tráfego O novo viaduto sobre a alameda Araguaia foi liberado ao tráfego na quarta-feira (dia 10), às 16 horas, com objetivo de reduzir o tempo para quem trafega na região de Alphaville e Tamboré. O investimento tem como objetivo desafogar o fluxo de entrada e saída de veículos na região, estendendo-se a Santana de Parnaíba, sem a necessidade de tráfego pela alameda Rio Negro e avenida Piracema. O Demutran, órgão vinculado à Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana, prevê que 20% dos veículos deixarão de passar pelo Km 21 da rodovia Castello Branco (saída e entrada pela avenida Piracema) e pelo Km 23 (região da alameda Rio Negro). Os motoristas terão como nova opção o acesso pelo Km 22 (para quem vai e volta) pela avenida Sylvio Honório Álvares Penteado. Ainda segundo o Demutran, o motorista demorava de 15 a 20 minutos para cruzar a alameda Araguaia e, com o novo viaduto, o tempo médio será de 5 a 8 minutos. “Essa é uma obra que demorou por conta de algumas interferências. E uma delas foi o aterramento de muitos fios da Eletropaulo (atual Enel), mas todos os obstáculos foram removidos. Estamos felizes porque entregaremos mais uma melhoria do sistema viário da região de Alphaville”, destacou o prefeito de Barueri Rubens Furlan. Estrutura Denominado Antonio Furlan (de acordo com a lei 2.501, de 20 de março de 2017), o complexo se destaca pelo formato em “S” e complementa o minianel viário formado pela interligação envolvendo a alça de aces-

so, viaduto sobre a rodovia Castello Branco, avenida Sylvio Honório Álvares Penteado e avenidas Tucunaré e Paiol Velho. A obra foi construída pelo sistema de pré-mol-

dado, com duas faixas de rolagem em cada sentido e pistas elevadas. Soma 7,3 metros de largura, tem extensão total de 680 metros e 11 metros de altura variável.


PÁGINA 08

BARUERI

Peça sobre Clarice Lispector tem apresentação no Centro de Eventos

Circulação: Região Oeste da Grande São Paulo e Interior • EDIÇÃO Nº 95 • 1ª QUINZENA DE JULHO DE 2019

Vacinar ainda é o melhor remédio, alerta Saúde de Barueri

“Minhas Queridas” é uma produção da Cia. de Teatro Diversão & Art

A Sala de Espetáculos de Barueri, coordenada pela Secretaria de Cultura e Turismo, apresenta no próximo dia 20, às 20h, a peça teatral “Minhas Queridas”, espetáculo criado a partir das correspondências entre a escritora Clarice Lispector e suas irmãs Elisa e Tania, nas décadas de 1940 e 1950. A entrada é gratuita. “Minhas Queridas” é uma produção da Cia. de Teatro Diversão & Arte, com patrocínio do Programa de Ação Cultural (Proac), da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, em homenagem ao centenário de nascimento da escritora. Nas palavras dos produtores da peça, o espetáculo tem o poder de transportar o espectador da era digital para um outro tempo, em que as palavras eram saboreadas com mais paixão, carinho, fraternidade e admiração.

Clarice viveu 15 anos de sua vida em trânsito por diversos países, acompanhando o marido em missão diplomática. Durante esse tempo, escreveu sempre às irmãs Elisa e Tânia, por quem nutria um amor incondicional. São correspondências íntimas que revelam o percurso interior dessa experiência. O recorte proposto nessa montagem inédita de “Minhas Queridas” mostra a relação com seu trabalho como escritora, mas sobretudo o que esses anos como “esposa de diplomata” lhe causaram na alma. Serviço Minhas Queridas Direção e Dramaturgia: Stella Tobar Dia 20/07, às 20h. Centro de Eventos Av. Pastor Sebastião Davino dos Reis, 672, Vila Porto. 4168-5114

A Secretaria de Saúde de Barueri alerta sobre a importância de manter em dia a caderneta de vacinação, uma vez que uma pessoa desprotegida coloca em risco não apenas sua saúde, mas a de todos que convivem com ela, já que a maioria das doenças passíveis de prevenção por meio da imunização são transmitidas por contato físico ou em objetos contaminados, espirros, tosse e fala. As Unidades Básicas de Saúde do município dispõem de todas as vacinas previstas no Calendário Nacional – algumas o ano todo e outras nos períodos específicos de campanhas. Em Barueri, a Coordenadoria de Vigilância em Saúde tem trabalhado duro para garantir a vacinação de todos os públicos prioritários nas diferentes campanhas preconizadas pelo Ministério da Saúde e, principalmente, recuperar a confiança das pessoas nos imunobioló-

gicos disponibilizados pelo governo. É importante destacar que o programa de vacinação brasileiro é considerado modelo perante o mundo. Recentemente o município fez bonito na vacinação contra a febre amarela, chegando a cobrir 99,4% do públicoalvo. Muitas cidades brasileiras ficaram abaixo da média, ainda sofrendo com o reflexo da desconfiança popular. A colaboração do cidadão é primordial, destacam os especialistas. As vacinas ofertadas no país são totalmente confiáveis. Antes de chegarem às unidades de saúde passam por diversas fases de avaliação, além de rígida regulação de institutos como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Procure a UBS mais próxima de sua casa para obter mais informações sobre as vacinas disponíveis e atualizar sua caderneta de vacinação.

Profile for Jornal Realidade

Jornal Realidade - Edição 95  

Jornal Realidade - Edição 95  

Advertisement