Page 1

Apucarana conquista linha aérea com Curitiba Vôos da Aerosul começam a operar no próximo dia 27, do Aeroporto Capitão João Bussi para o “Afonso Pena” em Curitiba PÁGINA 03

www.jornalportaldoparana.com.br

ANO XXIII | Nº 1039 | Venda nas bancas R$ 2,00

APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

ARAPONGAS

Prefeitura inaugura sede da Gerência Distrital em Aricanduva PÁGINA 04

Com planejamento, Governo resolve demanda histórica e transfere gestão de todos os presos ao Depen PÁGINA 22

Prefeito Toledo tem audiência com o Governador Ratinho Junior e assina convênio PÁGINA 17

Prefeitura de Marilândia conquista e destina verbas para reforma do Lar São Vicente de Paulo PÁGINA 07


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

EDITORIAL

Ex-mulher de Bolsonaro é convocada pela CPI da Covid-19

Nuvens carregadas rondam o Palácio do Planalto em Brasília

APUCARANA

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

02

Vereadores recebem secretário Municipal de Saúde de Apucarana Dr. Emídio conversou sobre os assuntos da pasta que assumiu recentemente

A Comissão Parlamentar de Inquérito do Senado Federal, (CPI), que investiga supostas irregularidades na compra de vacinas contra o coronavírus convocou nesta última quarta-feira (15/09), uma das ex. mulheres do presidente da república Jair Bolsonaro para depor. A senhora Ana Cristina Valle, mãe de Jair Renan, é suspeita de exercer forte influência no Ministério da Saúde.O requerimento para convocação foi aprovado pelos membros da CPI logo após o depoimento Marconny Albernaz de Faria.O suposto lobista é suspeito de ter intermediado a negociação da compra da vacina Covaxin junto ao Ministério da Saúde. Depois de diversas denúncias de irregularidades o contrato foi cancelado. Segundo integrantes da CPI, Faria também teria participação em um esquema de corrupção que envolveu a compra de testes da covid-19. Os Senadores acreditam que a ex. esposa de Bolsonaro e o lobista são extremamente próximos, eles teriam feito forte pressão para a nomeação de cargos importantes no Governo Federal. A ex. mulher de Bolsonaro vive com o filho Jair Renan no Distrito Federal, eles residem em uma mansão cuja avaliação é de 3,2 milhões de reais.Esse é outro fato que chama a atenção da CPI, uma vez que a mesma não possui rendimentos compatíveis para residir e muito menos adquirir o referido imóvel. Apesar da mudança do comportamento do Presidente, que deixou de atacar as instituições democráticas do país nos últimos dias, os parlamentares não dão trégua ao mesmo, continuam investigando \e tudo indica que a CPI deverá denunciar o chefe do executivo nacional por inúmeros crimes. Bolsonaro vive o seu inferno astral, fora os problemas inerentes ao seu comportamento e a CPI da Covid-19, o judiciário avança nas investigações contra seus filhos, ao que parece, o caso das famosas “rachadinhas” renderão muitos problemas aos familiares do presidente. O Tribunal Superior Eleitoral, (TSE), vem sendo rigoroso em casos semelhantes que envolvem outros personagens da política brasileira. O que será do Brasil nas mãos dessa turma? Essa é a pergunta que fica!

Uma empresa da: D M S PUBLICIDADE LTDA CCNPJ 39.427.911/0001-35 - Av Curitiba 1202 - Apt 05 Apucarana-Pr - CEP 806800-704 - Fone: 043 99105-1626

Impressão: GRAFINORTE S/A. CNPJ: 03.758.336/0001-06 Av. Zilda Seixas do Amaral, 4270 - Apucarana - PR - Fone 43 3420 7777 As matérias assinadas são de responsabilidade do autor, exceto as charges que são do Departamento de Criação da Editoria Política

CIRCULAÇÃO REGIONAL Apucarana, Arapongas, Bom Sucesso, Borrazópolis, Califórnia, Cambira, Faxinal, Ivaiporã, Jandaia do Sul, Jardim Alegre, kaloré, Lunardelli, Mandaguari, Marumbi, Mauá da Serra, Marilândia do Sul, Novo Itacolomi, São Pedro do Ivaí, Rio Bom.

O presidente da Câmara Municipal de Apucarana, Franciley Preto Godoi, Poim, ao lado do vereador Rodrigo Recife e da vereadora professora Jossuela, recebeu na quarta-feira (15/09), a visita do secretário Municipal de Saúde, Dr. Emídio Bachiega. Na última semana, o prefeito Junior da Femac deu posse a Bachiega como novo secretário da pasta. “Parabenizamos o Dr. Emídio pelo cargo e temos certeza que ele fará um excelente trabalho na saúde. É um profissional capacitado, dedicado, comprometido com a saúde”, enfatizou Poim. Dr. Emídio já vinha trabalhando ao lado do ex-secretário Kaneta há algum tempo.“Ele conhece a Autarquia Municipal de Saúde

como ninguém, o Sistema Único de Saúde (SUS) e conhece nosso secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. Esse elo nos ajuda e ajuda nossa cidade. Estamos em um momento que pede medidas especiais, tomadas de decisões técnicas e o Emídio saberá conduzir muito bem todo trabalho na nossa cidade”, disse o presidente Poim. “A Câmara está de portas abertas e estamos sempre à disposição para ajudar e colaborar no que for preciso e possível”, completou o presidente. O secretário de Saúde explicou para a vereadora Jossuela e aos vereadores Poim e Recife que novas metodologias de trabalho estão sendo estudadas. “Vamos adotar um fluxo

de trabalho diferenciado para que a população tenha sempre o melhor atendimento possível”. Assuntos como o Hospital de Apucarana, andamento das cirurgias, a nova sede que irá abrigar a Autarquia Municipal de Saúde, novas obras que estão sendo realizadas pela administração municipal e a vacinação contra a Covid foram temas discutidos. O secretário ouviu algumas sugestões dos parlamentares para a área. Atualmente a Autarquia conta com cerca de mil servidores. “Conto com os servidores para me ajudar nesse trabalho”, disse. Os vereadores parabenizaram e elogiaram, também, o trabalho feito pelo ex-secretário Roberto Kaneta durante os

18 meses que esteve frente à Secretaria Municipal de Saúde. A partir de agora, Kaneta irá coordenar, dentro da AMS, o setor de ensino e extensão dirigindo a Residência Multiprofissional, a Residência Médica em Dermatologia, e Residência de Medicina de Família e Comunidade. A partir de 2022, Roberto Kaneta também irá comandar um novo programa de formação continuada direcionado a todos os servidores da saúde pública de Apucarana.

QUEM É O NOVO SECRETÁRIO EMÍDIO BACHIEGA Dr. Emídio Bachiega, dentista, é servidor com 15 anos de carreira na saúde pública municipal. Ele ocupou ocupava o cargo de vice-presidente da Autarquia Municipal de Saúde por 5 anos.


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

APUCARANA

Apucarana conquista linha aérea com Curitiba Vôos da Aerosul começam a operar no próximo dia 27, do Aeroporto Capitão João Bussi para o “Afonso Pena” em Curitiba Em audiência no gabinete do governador Ratinho Junior, na tarde desta quinta-feira (16), no Palácio Iguaçu, foi oficializada a criação de uma linha aérea Apucarana-Curitiba. Além do governador, participaram os secretários Beto Preto (Saúde) e Guto Silva (Casa Civil), o prefeito Junior da Femac e o empresário Adilson dos Santos Silva, diretor-proprietário da Aerosul. A compra de passagens já está aberta no site www.aerosul.com.br da Aerosul Linhas Aéreas. O primeiro voo acontece na segunda-feira, dia 27 de setembro, com saída pela manhã, do Aeroporto Municipal Capitão João Bussi, e chegada em Curitiba, no Aeroporto Afonso Pena, em uma hora. A companhia irá disponibilizar voos nas segundas, quartas e sextas-feiras, sempre no início da manhã, na rota ApucaranaCuritiba. O retorno Curitiba-Apucarana será na terça, quinta e sexta, sempre no final da tarde. No ato, o governador Ratinho Junior disse que havia lançado o programa “Voe Paraná” antes da pandemia. “O programa estava funcionando bem, mas com a pandemia acabou sendo interrompido em função da baixa procura. E agora com a retomada forte da economia no Paraná, com geração de mais empregos e atração de indústrias, a aviação também volta a se normalizar”, avalia o governador. Ratinho Junior disse que no planejamento do Governo do Estado, Apucarana sempre esteve no mapa de conexões com Curitiba. “hoje conseguimos ativar isso com a Aerosul, uma empresa paranaense que vem crescendo com linhas regionais e que passa a atender Apucarana e todo o Vale do Ivaí”, diz ele. Conforme sustenta o governador, Apucarana é uma cidade

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

03

POLÍTICA AstraZeneca em atraso

O secretário de saúde de Apucarana, Emídio Bachiega, tranqüiliza as pessoas que aguardam a segunda dose da AstraZeneca em Apucarana. “Infelizmente, houve problemas na liberação de novos lotes da AstraZeneca – pelo atraso no recebimento do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) pela Fiocruz - e hoje já acumulamos cerca de 900 pessoas com alguns dias de espera pela segunda dose”, comentou Bachiega.

Sem risco

O secretário lembra que, estudos científicos da Universidade de Oxford apontam que, quem tomou a primeira dose da AstraZeneca, atinge 80% de proteção por até dez meses. “Portanto, é preciso um pouco de paciência até a chegada de novos lotes, considerando que não há risco para os que receberam apenas a primeira dose”, frisa o Emídio Bachiega. Nesta sexta-feira, dia 17, Apucarana deve receber um novo lote da AstraZeneca para normalizar a aplicação da segunda dose.

importante para o Paraná, com sua força no agronegócio, como pólo de vestuário e outros segmentos da economia. “Com a conexão aérea com Curitiba, Apucarana vai se desenvolver ainda mais com essa dinâmica, aproximando-se inclusive de investidores de outros estados”, avalia Ratinho Junior, frisando que tem um apreço especial pela cidade. O prefeito Junior da Femac se manifestou empolgado com a agenda com o governador, os secretários Beto Preto e Guto Silva, além do empresário Adilson dos Santos Silva, da Aerosul. “Essa linha aérea Apucarana-Curitiba-Apucarana vai atender todo o segmento produtivo da cidade e da região centronorte do Estado. Todos poderão usufruir, levando em conta que o nosso aeroporto é muito bem localizado e acessado por rodovias duplicadas. Tenho convicção de que essa conquista irá gerar muitas oportunidades de negócios e serviços, contribuindo para acelerar o desenvolvimento”, pontua o prefeito. Para Junior da Femac com a conexão aérea não existe perda de tempo e tudo fica mais próximo. “É possível viajar pela manhã, ter o dia todo de

trabalho, resolver tudo na capital e, no final da tarde, voltar a Apucarana em total segurança com uma aeronave segura, a um preço razoável”, avalia o prefeito, que manifestou agradecimentos ao governador Ratinho Junior e aos secretários Beto Preto e Guto Silva O secretário de saúde, Beto Preto, destaca que o aeroporto de Apucarana é de ótima qualidade e com a operacionalização dos voos pela Aerosul irá atender principalmente os empreendedores da cidade e região. “Com a linha aérea até Curitiba, os empresários de Apucarana e do Vale do Ivaí podem fazer conexão com qualquer parte do país; e existe a possibilidade, num futuro breve, de ser criada também uma linha para a capital paulista, contemplando principalmente os nossos empresários da área da confecção”, anuncia Beto Preto, acrescendo que nos últimos Apucarana vem aflorando suas potencialidades e acelerando seu desenvolvimento. O proprietário da empresa AeroSul, Adilson Silva, se diz otimista com esse início. “Sentimos a necessidade de fazer novas rotas regionais ligando cidades-polo com a capital. Essa é a proposta da nossa empresa e estamos otimistas quanto ao futuro”, disse. A AeroSul surgiu como empresa de táxi aéreo e, a partir de 2020, recebeu a certificação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para operar voos regulares regionais. Os voos serão feitos com aeronaves modelo Caravan, de fabricação americana, com capacidade para nove passageiros. As passagens da Aerosul já podem ser adquiridas pelo site da companhia.

Ferra Mula de volta

O prefeito Junior da Femac fez questão de elogiar a conduta da diretoria da Associação Filantrópica Ferra Mula, na retomada das suas costeladas presenciais. “A instituição está de parabéns pelos cuidados preventivos adotados no retorno das suas tradicionais costeladas beneficentes. Que o Ferra Mula sirva de exemplo aos demais, pois as reservas são feitas antecipadamente, com vagas limitadas e com a exigência de apresentação de teste negativo para Covid-19 ou apresentação da carteira de vacinação”, comentou Junior da Femac.

Decreto estadual

Ainda sobre a pandemia do coronavírus, o prefeito Junior da Femac anunciou ontem que o Município de Apucarana seguirá o Decreto Estadual Nº 8705, publicado no Diário Oficial do Estado neste dia 14 de setembro. “Caberá à Polícia Militar a fiscalização do cumprimento do decreto, com apoio da prefeitura. A partir de agora as restrições são menos rigorosas, principalmente em relação a eventos, mas precisam ser obedecidas”, comentou.

Capital do Esporte

Apucarana está se colocando à disposição da Paraná Esportes para sediar mais duas competições. A cidade está assumiu a fase regional dos Jogos Abertos do Paraná (JAPS) e também dos Jogos da Juventude (JOJUPS). As modalidades de futebol de salão e basquetebol, no masculino e feminino, seriam sediadas em Jandaia do Sul, mas devido ao vendaval que atingiu a cidade na quarta-feira, muitos danos materiais foram registrados, inviabilizando as competições. O prefeito Junior da Femac foi contatado pelos dirigentes da Paraná Esportes e, prontamente, topou sediar as regionais dos JAPS e JOJUPS. Recentemente, a cidade sediou as finais dos Jogos Universitários do Paraná (JUPS). E, para novembro e dezembro, Apucarana irá sediar as finais estaduais dos JAPS e JOJUPS.


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

ARAPONGAS

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

04

Prefeitura inaugura sede da Gerência Distrital em Aricanduva Nesta quinta-feira, 16, o prefeito de Arapongas, Sérgio Onofre, e o vice-prefeito, Jair Milani, realizaram a inauguração da nova sede de Gerência Distrital situada em Aricanduva.

O espaço funcionará de maneira semelhante a uma subprefeitura, recebendo e encaminhando demandas da comunidade para o gabinete do prefeito e as secretarias municipais. O espaço é sediado na Avenida Guarani, nº 787 - próximo ao Módulo Policial, e está sob a coordenação do gerente distrital, Evangelista Pereira da Silva, o Lita. Durante a inauguração, que seguiu todos os protocolos sanitários, o prefeito mencionou o compromisso firmando junto ao distrito. “Nós temos um compromisso com Aricanduva desde o primeiro mandato. Muitos não acredi-

taram que iríamos dar maior qualidade de vida para o distrito, mas assim temos feito. Entre os destaques, temos a pavimentação do prolongamento da Rouxinol até a Colônia Esperança, feita com recursos do Estado, e da Colônia até a entrada de Aricanduva; com recursos do município. E a instalação de um módulo policial integrado, garantindo maior segurança para a população”, disse o prefeito. Onofre relembrou também o trabalho dedicado feito em Aricanduva pelo servidor municipal Vanderlei Fornasieri, que fale-

ceu em decorrência da Covid-19 neste ano. “O Fornasieri foi uma grata surpresa para nós. Logo de cara ele criou um forte laço com a comunidade. Ele se identificava com o povo trabalhador e humilde daqui. Era um profissional comprometido, não apenas com Aricanduva, mas também com outras demandas de Arapongas. Por isso, queremos que essa sede da Gerência Distrital de Aricanduva siga os seus passos, sempre atendendo e trazendo o melhor”, reforçou. Jair Milani também desejou a execução de bons serviços por

meio da Gerência Distrital. “Muito foi feito por Aricanduva e muito mais virá. Lembro de como o Fornasieri tinha paixão e dedicação por este lugar e nós também. Seguiremos neste ritmo, indo ao encontro das necessidades da população”, pontuou. Lita se mostrou empolgado com a nova sede. “Estamos entusiasmados para manter a qualidade dos serviços prestados em Aricanduva. Nossa equipe é composta por oito pessoas e vai continuar levantando todas as demandas da população e cooperar para que tudo seja atendido de maneira prática e eficaz. Há 44 dias que estamos aqui e agora, com esse novo espaço físico, vamos otimizar ainda mais a atuação”, mencionou. Ao final dos discursos, o diácono Antonio Alher, da Paróquia Bom Jesus de Aricanduva, e o Pastor Ronald, da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, fizeram uma prece ecumênica. Na sequência, as autoridades

descerram a fita inaugural e conheceram as novas instalações. MAIS INVESTIMENTOS Ainda conforme Onofre, Aricanduva vai receber novos investimentos, entre eles a duplicação da Avenida Guarani, instalação de uma unidade do Meu Campinho – já liberada pelo Governo do Estado; ATI e parque infantil; além de uma extensão de um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI), a fim de diminuir a fila de espera

das crianças. “Tem muita coisa que nós precisamos fazer em Aricanduva ainda. E vamos fazer. Queremos a cada dia melhorias as condições do nosso distrito”, ressaltou. Participaram da solenidade o presidente da Câmara, Rubens Franzin Manoel, demais vereadores, secretários municipais, e representando o deputado federal, Pedro Lupion, o assessor Radamés Bonora, além de pessoas da comunidade.


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

05


portaldoparana

APUCARANA

www.jornalportaldoparana.com.br

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

06

Encontro de grafiteiros terá 40 artistas de oito estados em Apucarana A proposta artística do “Wall of Street 2021” é de que os participantes expressem o “sentimento sobre o momento atual” junto às paredes da Praça CEU O prédio do Centro de Artes e Esportes Unificados do Jardim América (Praça CEU) será a tela do 4º Encontro Nacional de Grafite – “Wall of Street 2021”. Uma realização da Secretaria da Promoção Artística, Cultural e Turística (Promatur) da Prefeitura de Apucarana, Zion Grafitti e Turboélice Publicidade e Design, o evento acontece neste sábado e domingo (18 e 19/09), sempre das 8 às 18 horas, e vai contar com a presença de 40 grafiteiros do Paraná, sendo seis artistas de Apucarana, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceará e Amazonas, e do Chile. O prefeito Júnior da Femac salienta que o gra-

fite, ou grafitti, é uma das manifestações culturais de rua que mais cresce no mundo e está bastante presente em Apucarana. “Na edição anterior, em 2019, os artistas deram nova vida aos muros do Colégio Estadual Nilo Cairo. Desta vez será o prédio da Praça CEU, onde os participantes irão expressar a percepção de cada um sobre as relações entre as pessoas em tempos de pandemia. Para a prefeitura é uma satisfação ser apoiadora deste movimento cultural e um orgulho ter artistas da envergadura do Zion, que hoje possui reconhecimento nacional com obras em diversas cidades do país”, disse o

OPINIÃO

Novo ciclo de vida!!

Estou em uma fase nova da minha vida, completei 36 anos no ultimo dia 14 de setembro. Um novo ciclo iniciou, estou mais maduro e humano. Sei muito mais o que eu quero e, principalmente, o que eu não quero em minha vida. Sei identificar as amizades que quero levar pra vida toda das que são só de alguns momentos. Sei quando uma pessoa vai marcar a minha vida e não apenas passar por ela. Estou mais confiante e corajoso. Embora as decepções sejam várias. Devemos saber esperar e não agir por impulso! A vida é um ciclo, os amigos de hoje não serão mais os amigos de amanhã! As pessoas erram e as marcas desses erros permanecem como cicatrizes para sempre. Quando alguém precisar de um consolo, o console, mesmo que amanhã ele nem lembre mais da sua existência, enquanto você o lembrará para sempre!

prefeito. Coordenador-geral do Wall of Street 2021, o grafiteiro apucaranense Márcio de Luchtenberg (Zion), destaca a escolha da Praça CEU. “É um ambiente construído com o intuito de promover a cultura e o social, então sem dúvidas vai ser um movimento muito legal. O grafite é uma arte que permanece além do dia do evento. No local fica um painel (pintura) para que a sociedade possa ir e fazer a leitura da obra. É isso que nos move. Promover inserção social através da cultura”, destaca o artista. A discotecagem do evento estará a cargo do DJ Frá, de Londrina. “Importante dizer que trata-se de um evento sem fins lucrativos. Ninguém recebe nada. Todos esses artistas que estarão em Apucarana, dos oito estados e também do Chile, estão arcando com todas as suas despesas, assim como eu também faço quando vou há eventos fora de Apucarana. Tudo pela arte, pela missão de levar a cultura até

as pessoas”, enfatiza Zion, enfatizando que o encontro conta patrocínio das empresas Manos Caps, Commanders Smart Wear, Classic Car, Zua, Ticantê, Suvinil, Coletudo, John Roger e Supercap. “Duas mil máscaras descartáveis de proteção com a logomarca do evento, patrocinadas pela empresa Lola, também serão distribuídas ao longo da programação”, cita o grafiteiro. Em função das restrições sanitárias impostas pela pandemia, a organização do evento planejou a agenda de forma a evitar aglomerações. “É um evento ao ar livre, mas que naturalmente atrai o interesse de muitas pessoas. Por isto, diferente das demais edições, este está sendo executado por um grupo menor de artistas, sem aglomerações, com respeito ao distanciamento social exigido pelo momento”, relata Zion, frisando que mais de 100 grafiteiros manifestaram interesse em participar da iniciativa. A tecnologia também será parceria do evento. “Todos os artistas do Wall of Street 2021

Pré-agenda – Nesta sexta-feira (17/09), a partir das 15 horas, também na Praça CEU, acontece um workshop sobre grafite aberto ao público. O momento, direcionado a pessoas interessadas em saber mais sobre a arte de rua, será ministrado pelos artistas Carão, de Londrina, e Mia, de Manaus. A Praça CEU fica localizada na Avenida Central do Paraná, nº 1.420, no Jardim América.

O projeto é de autoria do vereador Marcos da Vila Reis medula óssea para atender aos pacientes que necessitam.

Apenas viva da melhor maneira possivel esse ciclo complicado chamado vida. Viva, aprenda, chore, levante, lute e VENÇA!

#PensePositivo #Positividade #Autoestima #Empatia #Atitude

A secretária da Promatur, professora Maria Agar Borba, salienta que o grafite é uma arte urbana que embeleza a cidade. “O prefeito Júnior da Femac é um grande incentivador da cultura e muito nos honra organizar este evento de abrangência nacional e que vai reunir

tantos talentos em Apucarana”, destaca a secretária. Segundo ela, os trabalhos que serão realizados no local vão integrar um roteiro cultural de promoção da arte junto à população e também de educação artística, junto a estudantes.

Em 1ª votação, Câmara aprova projeto de lei que isenta doadores de sangue de taxas em concursos públicos

Não se é possível dizer que existem amigos para sempre, porque como a vida é um ciclo as coisas estão mudando a todo momento e pessoas novas entrando no nosso caminho.

William Madureira

vão realizar “lives” em suas redes sociais, para que o público possa acompanhar através da internet”, relata Zion. Postagens da programação também serão realizadas nas redes sociais oficiais do encontro: https://www. facebook.com/wallofstreetbr e https://www. instagram.com/wallofstreet2021/.

Na sessão ordinária desta segunda-feira (13/09), os vereadores e vereadora aprovaram por unanimidade, o projeto de lei nº 99/2021, de autoria do vereador Marcos da Vila Reis, que estabelece a isenção do pagamento de taxas de inscrição em concursos públicos municipais para pessoas doadoras de sangue e medula ós-

sea. O projeto ainda deve passar por mais uma votação na próxima segundafeira (20/09) e segue para sanção do prefeito Junior da Femac. O projeto, de acordo com o vereador, não se trata apenas de um benefício, mas um incentivo e conscientização às pessoas para que doem sangue e

“Todos nós temos ou já tivemos um familiar ou um amigo precisando de sangue e sentimos na pele como isso é difícil conseguir. Doar sangue ou medula óssea é um gesto nobre de salvar vidas, um gesto de amor ao próximo”, justificou Marcos da Vila Reis. Segundo a lei, considera-se doador regular de sangue aquele que realize, no mínimo, três doações por ano, atestadas por órgão oficial ou entidade credenciada pelo Poder Público. “Com essa medida vamos ajudar a melho-

rar a falta de estoque no banco de sangue na nossa cidade. Também vamos estar conscientizando a nossa comunidade sobre a importância da doação de sangue e medula com esse incentivo do poder público. Sempre estamos acompanhando o Hemonúcleo pedindo e fazendo campanhas para doações de sangue e, isso com certeza vem para somar e diminuir essa carência”, finalizou Marcos da Vila Reis.

DOAÇÃO O Hemonúcleo Apucarana fica na Rua Antônio Ostrenski, 03 – esquina com Corifeu de Azevedo Marques, ao lado do Lagoão. A doação pode ser agendada pelo número 3420-4200.


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

MARILÂNDIA DO SUL

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

07

Prefeitura de Marilândia conquista e destina verbas para reforma do Lar São Vicente de Paulo Prefeito Aquiles Takeda anunciou nova parceria entre setor público e o Lar, que vai tornar possível um investimento de aproximadamente R$130 mil em melhorias para a entidade. Uma visita ao gabinete do Prefeito Aquiles Takeda, trouxe ótimas notícias para a diretoria do Lar São Vicente de Paulo de Marilândia do Sul e principalmente aos idosos atendidos pela instituição. A novidade é a aprovação de um projeto na casa dos R$ 130 mil reais. São R$120 mil de investimento público, vindos do Governo Federal e da Prefeitura de Marilândia do Sul, que trabalhou intensamente nos últimos meses para a aprovação da proposta e conquista da verba, além de R$ 9.200 de contrapartida da instituição beneficiada. O Prefeito Aquiles Takeda recebeu a presidente

OPINIÃO

Manifestação da APMP sobre o Código Eleitoral

do Lar São Vicente, Oraci Borges, no gabinete para a formalização da parceria, com a assinatura do contrato. O projeto vai modernizar a estrutura do Lar São Vicente, criando novas acomodações indivi-

duais e coletivas para trazer mais conforto e segurança aos internos. “Nossa parceria com o Lar começou em 2017, desde os primeiros dias de gestão, temos um com-

promisso de ajudar no que for preciso para que as pessoas que vivem por lá, sejam bem atendidas, e os funcionários também se sintam bem.” Comentou o Prefeito Aquiles Takeda.

Prefeitura de Marilândia reabre parquinho da Praça da Rodoviária Crianças já podem utilizar espaço entre 9hs e 11hs da manhã e das 14hs às 22hs, com controle da quantidade de pessoas, uso obrigatório de máscaras e higienização com álcool em gel. Ao mesmo passo que a vacinação em Marilândia do Sul avança de forma organizada e ágil, para garantir a proteção de toda a população, a Prefeitura também executa o cronograma de liberação das atividades com presença de pessoas, e autoriza o uso de espaços públicos. Uma das novidades é a liberação do parquinho da nova praça da rodoviária, que estava interditado desde o ano passado por conta da pandemia, e do alto risco de contaminação, já que na maioria dos casos, crianças não apresentam sintomas da COVID-19 e poderiam espalhar o vírus com facilidade para as famílias.

Mesmo com a liberação para a utilização do espaço, a prefeitura orienta que os cuidados precisam ser mantidos, para evitar a propagação do vírus da Covid-19. Uso de máscaras por todos os usuários continua sendo obrigatório, assim como a higienização com álcool em gel, que está sendo disponibilizado logo na entrada do parquinho. Pais devem ficar atentos ao horário de funciona-

mento, de manhã das 09hs até às 11hs, e no período da tarde os portões são abertos às 14hs e o expediente vai até às 22hs, sempre com um funcionário da Prefeitura presente para realizar o controle de entrada dos usuários, não excedendo 16 pessoas em nenhum momento do dia. Segundo o Secretário de Administração e Planejamento, Maicon Paulo Nunes, outras no-

vidades devem ser apresentadas em breve, como por exemplo, a abertura dos novos banheiros do calçadão. “Temos um cronograma de reabertura e liberação dos espaços públicos, ainda estamos enfrentando uma pandemia e temos que continuar tomando todos os cuidados, outra boa notícia é que a população poderá voltar a utilizar o banheiros.”

A Câmara dos Deputados concluiu, na quartafeira (15), a votação dos destaques do projeto que cria o novo Código Eleitoral (PLP 112/21). Uma das emendas aprovadas impõe uma quarentena para integrantes de determinadas categorias poderem disputar as eleições. Juízes, membros do Ministério Público e integrantes de forças de segurança terão de se afastar definitivamente de seus cargos e funções quatro anos antes do pleito.O texto original sobre a quarentena já tinha sido votado na semana passada e derrubado por três votos. Entendemos que ao fazer distinção das categorias, a imposição de quarentena fere a isonomia e institui injusta limitação à capacidade eleitoral passiva. Mas, esta não é a única mudança do texto que agora segue para o Senado. São ao todo 898 artigos que tratam de mudanças significativas e muitas podem ser considerados um retrocesso ao retomarem práticas já abolidas no processo eleitoral. Um risco a democracia brasileira. Podemos destacar alguns artigos que nos causam preocupação como a possibilidade de candidatos “ficha-suja” serem eleitos, um paradoxo em relação a quarentena imposta a juízes, promotores e policiais. As alterações tratam da investigação de abusos, condutas ilícitas e corrupção que será restrita. Os crimes eleitorais como boca de urna e o transporte de eleitores no dia da eleição serão punidos apenas com multas. Há ainda a utilização do fundo partidário, prestação de contas pelos candidatos, doações para campanhas, propaganda eleitoral e tantos outros assuntos que necessitam ser examinados. O momento agora é buscar o diálogo com o Senado Federal, para que tenhamos o tempo necessário para um debate mais aprofundado que nos permita uma reforma capaz de modernizar, com coerência e racionalidade, as regras do processo político-eleitoral. A urgência não pode atropelar o bom senso. Corremos o risco de que direitos fundamentais assegurados pela Constituição a todos os cidadãos sejam suprimidos e quem pagará a conta, mais uma vez, será o povo brasileiro.

André Tiago Pasternak Glitz Promotor de Justiça do Ministério Público do Paraná e Presidente da Associação Paranaense do Ministério Público


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

08


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

ARAPONGAS

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

09

Arapongas implanta projeto “Cidade Segura” A Prefeitura de Arapongas, por meio da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Trânsito (Sestran); Guarda Municipal e em parceria com comerciantes, empresas e sociedade civil passa a contar com o projeto “Cidade Segura”, que busca inibir a ação de criminosos e aumentar a segurança dos munícipes.

O projeto de Lei foi de autoria do vereador Márcio Nickenig, e sancionada pelo prefeito Sérgio Onofre. O secretário da Segurança, Paulo Argati, explica que o projeto se trata de uma importante ferramenta do Poder Público para detectar, prevenir e reagir às situações de

emergência. Além disso, é uma ação onde o setor público e o setor privado compartilham de informações para integralidade da segurança pública municipal. “As imagens cedidas pelo concedente; mediante um termo

de compromisso assinado entre ambas as partes, poderão ser visualizadas em tempo real pela Guarda Municipal, através Centro de Comando Operacional – CCO. Basta ser disponibilizado pelo solicitante o login e a senha, para que a

GM tenha o acesso 24 horas por dia”, afirma. Argati acrescenta ainda que é vedada a utilização de câmeras para captação de imagens das áreas internas, e também fica proibida a exibição de imagens para terceiros, exceto para instruir inquéritos policiais ou processos

administrativos e judiciais. Todas as especificações das câmeras e equipamentos a serem utilizados ficam a cargo da Sestran. O Jardim Portal das Flores foi o primeiro bairro que aderiu ao projeto “Cidade Segura”. A localidade conta com 16 câmeras de Rua, sendo

vigiada em tempo real pela Guarda Municipal. ADESÃO - Para aderir ao projeto basta entrar em contato com a Sestran/Guarda Municipal (3902 - 1010) que um técnico responsável irá até o local para esclarecimento de dúvidas.


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

ESTADO

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

10

Estado inicia capacitação de gestores da saúde sobre transparência e controle social Primeiro módulo foi realizado nesta quinta-feira e segue até a próxima semana. Curso sobre o Sistema de Informação sobre Orçamentos Públicos em Saúde (Siops) é realizado em parceria com o Ministério da Saúde e o Conselho de Secretários Municipais de Saúde. A Secretaria estadual da Saúde iniciou nesta quinta-feira (16) o primeiro módulo da capacitação sobre o Sistema de Informação sobre Orçamentos Públicos em Saúde (Siops), realizado em parceria com o Ministério da Saúde e o Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems). A iniciativa busca aprimorar a transparência e a gestão dos recursos. O primeiro módulo, que segue até a próxima semana, é direcionado para as Regionais de Saúde e gestores municipais, sob coordenação do Siops e do Fundo Estadual de Saúde

(Funsaude), por videoconferência. O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, participou da abertura e destacou

a importância da legalidade nos procedimentos da administração, do controle interno e social do orçamento e

das despesas na área. “É uma importante ferramenta que temos para mostrar à popula-

TRANSPORTE DE CADÁVERES: PROJETO DE ANIBELLI NETO AGORA É LEI O deputado Anibelli Neto, do MDB, comemorou a sanção, nesta quarta-feira (dia 15) pelo governador do Estado, da Lei 20.692/2021, um projeto de sua autoria, que garante a liberação de cadáveres visando seu sepultamento em município diverso do local do falecimento, vedando a exigência de documentos não previstos em legislação estadual ou federal para formalizar tal liberação. Segundo o deputado, o projeto foi sancionado na íntegra até porque “foi um trabalho bem feito” que, tem certeza, vai ajudar muitas famílias através das pequenas e médias funerárias. O projeto de lei 697/2019 foi aprovado em agosto pela Assembleia Legislativa por unanimidade e, agora que é lei, garante a liberação de cadáveres visando seu sepultamento em município diverso do local do falecimento, vedando a exigência de documentos não previstos em legislação estadual ou federal para formalizar tal liberação. Ao apresentar a proposta, o deputado Anibelli Neto garantiu que o objetivo é assegurar o direito de os familiares velarem e sepultarem seus

entes queridos de forma respeitosa, sem que sejam feitas exigências abusivas em um momento tão delicado. Anibelli Neto revelou que a necessidade da apresentação do projeto se deu por um fato ocorrido no Município de Curitiba, quando uma moradora de rua faleceu e seu irmão foi impedido de transladar o corpo para sepultamento em sua cidade natal, mesmo com uma funerária de tal cidade já contratada. O enterro acabou sendo feito e uma área destinada a pessoas carentes, contra a vontade da família. Segundo o deputado, o impedimento se deu por haver, na época, uma Portaria do Município de Curitiba que estabelecia

regras para que fossem efetuadas tais liberações, imputando condições burocráticas desnecessárias às famílias enlutadas. Anibelli Neto relatou que posteriormente a este fato a Secretaria do Meio Ambiente de Curitiba alterou tal legislação, “mas o que pretendemos é garantir que em nenhum Município do Estado do Paraná ocorra qualquer

episódio semelhante novamente”. “Fiquei muito feliz de poder ter tido a sensibilidade de aceitar a demanda deste setor e poder participar da criação de uma legislação estadual na tentativa de que sejam cobrados valores absurdos num momento de muita dor com o falecimento de algum ente querido”, afirmou.

ção e órgãos de controle, a transparência total da gestão do Estado e dos municípios em relação aos investimentos financeiros em saúde. É do Estado que vem o dinheiro para contratar os serviços, pagar a folha dos servidores, que permite a realização de cirurgias e que leitos possam ser mantidos. Tudo isso tem que ser colocado de forma transparente. É essencial que todos os gestores e técnicos municipais participem”, afirmou o secretário. TURMAS – O treinamento é dividido em duas turmas, a primeira participou nesta quinta-feira e segue nesta sexta (17) e reúne profissionais das macrorregiões Leste (Curitiba, Região Metropolitana, Litoral e Centro-Sul) e do Oeste do Paraná. Já

a segunda, dias 23 e 24 deste mês, participam os profissionais das macrorregiões Norte e Noroeste.

SIOPS – O Siops, desde a sua criação em 2000, constitui um instrumento para o acompanhamento e monitoramento dos valores aplicados pelos estados em Ações e Serviços Públicos de Saúde (ASPS), a fim de verificar a aplicação de recursos exigida conforme Lei complementar nº 141/2012. O sistema faculta os Conselhos de Saúde e à sociedade em geral a transparência e a visibilidade sobre a aplicação dos recursos públicos. Nenhum outro sistema de informação permite a consolidação de dados de Saúde no Brasil de forma semelhante. As informações produzidas são essenciais para aperfeiçoamento do SUS.


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

ESTADO

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

11

Assistência Social de Apucarana nomeia conselheiros para novo biênio Ao agradecer nominalmente todos os conselheiros que atuaram no biênio 2019/2021, o prefeito Júnior da Femac contextualizou a relevância do trabalho que realizaram durante a maior crise sanitária recente da humanidade O prefeito Júnior da Femac empossou nesta segunda-feira (13/09), em ato no salão nobre da prefeitura, os novos membros do Conselho Municipal de Assistência Social para o biênio 2021/2023. Durante o ato, por aclamação entre os presentes foram eleitos Eliana de Lourdes Lima Rocha e David Brito, como presidente e vice-presidente da entidade para o período. Ao agradecer nominalmente todos os conselheiros que atuaram no biênio 2019/2021, o prefeito contextualizou a relevância do trabalho que realizaram. “Vocês estiveram à frente do conselho durante a maior crise sanitária recente da humanidade, foram guerreiros e fizeram um grande trabalho, contribuindo para que nenhuma pessoa passasse fome em Apucarana. Muitos de vocês, a maioria, permanecem na nova composição e agora têm à frente outros desafios dentro do pós-pandemia. Por isso quero registrar que podem continuar contando com a Prefeitura de Apucarana. Temos um grande apreço por todos os conselhos e entidades sociais, que são compostas por pessoas que realizam trabalho sério e fundamental em prol das pessoas de nossa cidade”, destacou o prefeito Júnior da Femac. Ele lembrou que nos últimos anos a administração municipal elevou as subvenções sociais, que eram na ordem de R$500 mil, para cerca de R$1,3 milhão. “E vamos aumentar ainda mais, pois em Apucarana ninguém pode ficar para trás, sentir-se excluído. Assistência social não é favor, é direito. Todos merecem ter acesso ao mínimo para ser feliz e, para que isso aconteça, não medimos esforços. Juntamente com os conselhos e entidades, estaremos sempre de braços abertos e mãos estendidas para atender a todos”, afirmou Júnior da Femac. Ao repassar a presidência à Eliana Rocha, Paulo Antônio da Silva afirmou que embora tenha-se a impressão de que o biênio te-

nha “passado rápido” devido o advento da pandemia, foi um período intenso para a assistência social. “Agradeço a todos os conselheiros que, com grande compromisso, caminharam junto e deram todo apoio às deliberações aprovadas”, pontuou. Ao assumir a presidência, Eliana Rocha disse que irá dar continuidade às ações do conselho. “Agradeço a confiança depositada na escolha

do meu nome. Juntos vamos realizar um grande trabalho em prol da assistência em nosso município”, projetou. O Conselho Municipal da Assistência Social conta com membros titulares e suplentes da esfera governamental e da sociedade civil, sendo usuários, organizações, entidades, prestadores de serviços e trabalhadores do Sistema Único da Assistência Social (SUAS).


portaldoparana

ESTADO

www.jornalportaldoparana.com.br

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

12

Audiência pública debate impactos socioambientais da PEC 14/2019 Proposta facilita a construção de hidrelétricas de até 30 megawatts, retirando a exigência de aprovação prévia de projeto de lei pela Assembleia Legislativa. Os impactos socioambientais da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 14/2019, que tramita na Assembleia Legislativa do Paraná, foi tema de uma audiência pública realizada nesta quarta-feira (15) para discutir a proposta que altera o artigo 209 da Constituição Estadual, facilitando a construção de hidrelétricas de até 30 megawatts (MW) no Estado. A matéria retira a exigência de aprovação prévia de projetos de lei pelo Legislativo estadual. O debate contou com a participação de parlamentares, especialistas, representantes do setor e população impactada por barragens. A iniciativa foi das Comissões de Ecologia, Meio Ambiente e Proteção aos Animais, presidida pelo deputado Goura (PDT), e de Direitos Humanos e da Cidadania, presidida pelo deputado Tadeu Veneri (PT). A PEC 14/2019, de autoria do deputado Tião Medeiros (PTB), altera o artigo 209 da Constituição Estadual, facilitando a construção de centrais hidrelétricas no Paraná. A proposta pretende retirar a necessidade de aprovação pela Assembleia da autorização para construção de centrais de até 30 megawatts (MW) de potência. Para o deputado Goura (PDT), a proposta retira do Poder Legislativo a prerrogativa constitucional de fiscalizar os atos do Poder Executivo, cria insegurança jurídica e ainda deixa os órgãos ambientais expostos à pressão de empresas interessadas nestes empreendimentos. “O relatório apresentado na Comissão Especial tem problemas, que trazem insegurança jurídica.

Nosso compromisso é que esse debate se aprofunde. É uma questão formal que estamos discutindo, das competências do Poder Legislativo de agir dentro das premissas da gestão pública. Esses empreendimentos não são pacíficos, então é importante que a Assembleia faça seu papel. Na minha perspectiva, a Assembleia não deve aprovar esta PEC”, afirmou o parlamentar. Segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), o Paraná tem hoje 68 Centrais Geradoras Hidráulicas (CGHs) em atividade, com 82 megawatts de geração; além de 32 Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs), que geram 380 MW. “Não existem pequenas barragens em PCHs. Elas têm mais de 50 metros, com contenções de água extremamente danosas. Mesmo assim, a Assembleia nunca negou a construção de uma PCH. Porém, temos a obrigação constitucional de fazer este acompanhamento. Sem isso, é como se nós lavássemos as mãos sobre quem vai fazer isso”, alertou o deputado Tadeu Veneri. Proposta – A proposição do deputado Tião Medeiros altera a redação do artigo, que passa a determinar que “a construção de centrais termoelétricas, hidrelétricas com potência superior a 30 MW e a perfuração de poços de extração de gás de xisto pelo método de fraturamento hidráulico da rocha dependerá de projeto técnico de impacto ambiental e aprovação da As-

sembleia”. Já a construção de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH’s) com potência inferior a 30 MW não precisa passar pelo crivo legislativo. A proposta também diz que a construção de centrais termonucleares dependerá, sempre, de projeto técnico de impacto ambiental, da aprovação da Assembleia Legislativa e de consulta plebiscitária. O parecer sobre a PEC 14/2019 já foi aprovado na Comissão Especial da Assembleia. Desta forma, a proposta está apta para seguir para discussão e votação em plenário. Discussão – O debate desta quarta-feira contou com opiniões favoráveis e contrárias à PEC. O Presidente do Conselho de Administração da Associação Brasileira de Fomento às PCHs (ABRAPCH), Pedro Dias, defendeu a mudança constitucional e a instalação das pequenas hidrelétricas. “As PCHs não consomem água, passam por rigoroso processo de licenciamento ambiental, auxiliam nas crises hídricas. Também é, entre as fontes renováveis, a com menor pegada de carbono. Além disso, é uma tecnologia nacional, que traz resultados positivos para os municípios. Condicionar a aprovação de empreendimentos é inconstitucional”, disse. O promotor de Justiça Leandro Garcia Algarte Assunção, do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Meio Ambiente e de Habitação e Urbanismo do Ministério Público do Paraná (MP-PR), disse que a temática que

justifica a PEC é centrada na dicotomia entre a preservação do meio ambiente e a retomada da economia. Para ele, neste sentido, a participação da Assembleia Legislativa é importante. “É importante salientar que esta não é uma posição de contradição. Temos que salientar o fato de que estamos tratando deste artigo como um reforço democrático de preservação do meio ambiente. O papel da Assembleia é acompanhar qual o caminho tomado pelo gestor. A Assembleia deve fiscalizar e exigir que os empreendedores apresentem estudos de impactos”, afirmou. Para Gustavo de Brito Ribas, presidente da Associação Paranaense dos Geradores de Energia (APG), a aprovação da PEC dará celeridade ao processo de instalação de pequenas hidrelétricas, que, segundo ele, são benéficas. “Encaramos projetos de pouco impacto ambiental que tivemos que esperar até seis meses para ser aprovado na Assembleia. Essas usi-

nas impulsionam o desenvolvimento das regiões em que são instaladas. Todas indenizam as propriedades. O impacto ambiental traz uma melhora para as regiões, pois há uma concentração de água”, argumentou. O procurador de Justiça do MP-PR, Saint Clair Honorato Santos, reafirmou a necessidade de realização de audiências públicas para discutir com a comunidade os impactos da instalação dos empreendimentos. “Estamos mudando de rota. Ao falarmos hoje em empreendimentos que afetam o meio ambiente estamos indo na contramão, atacando ambientes vivos. Os rios voadores não estão mais chegando aqui por causa da expansão das fronteiras agrícolas. Da forma que estamos, não podemos continuar. Não vamos deixar que os rios intactos do Paraná fiquem a mercê destes empreendimentos”, opinou. Maristela da Costa Leite, mestra em Geografia e participante da Coordenação Estadual do Movimento dos Atin-

gidos por Barragens (MAB), colocou-se contra a proposta. “A PEC vai contra a tudo o que a Assembleia devia fazer, que é fiscalizar. Retirar esse poder da Assembleia aumenta a dívida com os atingidos por barragens. Deveríamos estar discutindo uma politica estadual trazendo diretrizes fundamentais para os afetados por barragens. A Assembleia deveria ser interlocutora deste processo. Não podemos olhar para esse empreendimento de uma forma isolada. A partir dessa abordagem ocorre uma reincidência de impactos socioambientais”, encerrou.

Participações – Também participaram do debate a presidente do Instituto Os Guardiões da Natureza, Vânia Mara Moreira dos Santos; o promotor de Justiça de Paranavaí, Robertson Azevedo; Giem Guimarães, representante do Observatório Justiça e Conservação; Alana Lima, do Movimento Guardiões da Cachu; e José Volnei Bisognin, diretor de licenciamento e outorga do Instituto Água e Terra.


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

ARAPONGAS

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

13

Prefeitura envia projeto à Câmara revogando reajuste de servidores e se adequando a decisão do STF Uma decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), proibindo a concessão de qualquer reposição aos salários dos servidores públicos, está fazendo com que 356 prefeituras (das 399 existentes no Paraná) retirem, a partir da folha de setembro, a recomposição da inflação concedida na data-base da categoria. A situação atinge também os servidores do município de Arapongas. Ao longo do ano, os prefeitos repassaram o índice da inflação do período. O entendimento dos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE -PR) era de que incorporar o percentual da inflação não representava reajuste salarial. Porém, o ministro Alexandre de Moraes emitiu decisão contrária ao parecer do TCE-PR. O ministro entendeu que, pela Lei Complementar 173/2020, União, Estados e municípios estão proibidos de aumentar os gastos com a folha de pagamento dos servidores públicos até 31 de dezembro deste ano. A medida integra um pacote de ações adotadas, em 2020, para combater e prevenir a pande-

mia da Covid-19. Desta forma, o prefeito Sérgio Onofre está encaminhando à Câmara um projeto de lei revogando a Lei Municipal 4.958/2021, que versou sobre a revisão geral dos valores dos vencimentos, funções gratificadas e cargos em comissão dos servidores ativos. O comunicado foi feito nesta quarta-feira (15) à diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais. “Antes de enviar o projeto à Câmara, nós falamos com o Tribunal de Contas e com a Procuradoria Jurídica do Município. Pessoalmente, eu discordo da interpretação do STF porque, na

prática, ela tira um reajuste de 6% concedido apenas como forma de repor a inflação do período. É um grande prejuízo para os servidores públicos de todo o país. Porém, infelizmente, não temos outro caminho a não ser revogar a lei, sob pena de termos as contas reprovadas. Caso o cenário jurídico se altere, o município poderá reestabelecer a revisão, inclusive retroativamente”, afirma Sérgio Onofre. Para o Procurador Jurídico do Município, Rafael Felipe Cita, é importante mencionar que quando da remessa do Projeto de Lei para a concessão, a Prefeitura estava amparada por decisão do TCE-PR, conforme

Acórdão 293/21, de fevereiro deste ano, que entendeu por admitida a revisão. Porém, agora, o cenário mudou com a decisão do STF e inclusive já foi objeto de manifestação de equipe técnica do próprio TCE -PR. Diante disso, o Exe-

cutivo Municipal concluiu como urgente a necessidade de revogação das leis concessivas, de forma que os efeitos se deem a partir de 1º. de setembro, razão pela qual foi solicitado aos vereadores que a matéria seja discutida e votada em

regime de urgência. A medida é necessária inclusive para evitar eventual risco de devolução dos valores que fossem recebidos após a decisão do Supremo e até mesmo a potencial responsabilização dos gestores.

Programa CastraPet atendeu 209 animais em Arapongas O Programa Permanente de Esterilização de Cães e Gatos (CastraPet Paraná) atendeu 209 animais em Arapongas. A ação começou no domingo (12) e terminou nesta quarta-feira (15). A ação foi promovida pela Secretaria estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), em parceria com os municípios, responsáveis pelo cadastro das famílias beneficiadas. O Programa visa o bem-estar animal e humano, evitando nascimento desenfreado de cães e gatos e propagação de doenças. Para Arapongas foram destinados cerca de R$ 50 mil. O objetivo é prevenir zoonoses e evitar a ninhada indesejada de animais abandonados. O programa está

no segundo ciclo, que contempla 80 municípios, com investimentos de R$ 2,5 milhões. A primeira etapa atendeu 15 mil animais em 45 municípios, com investimentos de R$ 2,4 milhões. “ Ficamos contentes com o resultado desta primeira ação do Castrapet em Arapongas. Parcerias entre os municípios e Governo do Paraná que somam com a qualidade de vida dos nossos animais, o que influencia também na saúde pública do município. Esperamos receber novas edições do programa”, pontuou o prefeito de Arapongas, Sérgio Onofre. O secretário estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, re-

afirmou a importância dos serviços junto aos municípios. “O CastraPet está sendo um sucesso. A equipe de veterinários é muito competente e faz um trabalho importante para o controle de zoonoses, ou seja, doenças que passam dos animais para os humanos”, diz o secretário Márcio Nunes. COMO PARTICIPAR – Para o município receber o CastraPet é preciso entrar com pedido junto à Sedest ou aos deputados estaduais para liberação de recurso. Ao ser contemplada, a cidade define pontos para cadastro dos animais, dentro do número de vagas disponibilizadas. A prefeitura também estabelece a prioridade de atendimento, seja para ani-

mais de famílias de baixa renda, de protetores ou/e de rua. CIRURGIAS – As cirurgias são feitas dentro do castramóvel, veículo equipado para garantir a segurança dos pets durante os procedimentos. É preciso que os tutores respeitem o jejum absoluto (comida e água) dos animais por oito horas antes da castração. A medida é necessária para que se recuperem bem da anestesia.

Após a castração, as famílias recebem gratuitamente a medicação pós-operatória e aplicação de microchip eletrônico de identificação animal, além de todas as orientações para cuidados após o procedimento.

de zoonoses envolvendo o meio ambiente. Além de prevenir doenças, como o câncer, e outro objetivo do programa é evitar o nascimento desenfreado de cães e gatos, o que pode provocar maus-tratos, como abandono dos animais.

SAÚDE ÚNICA – O Programa CastraPet Paraná foi pensado dentro da política de saúde única da Secretaria, visando o bem-estar animal e humano e trabalhando na prevenção

Saiba mais sobre o trabalho da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo em: www.facebook.com/ desenvolvimentosustentaveleturismo/


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

14


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

ARAPONGAS

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

15

UBS Campinho retoma atividades do projeto “De bem com a vida” A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Unidade Básica de Saúde (UBS) Campinho, retomou nesta semana as atividades do projeto “De bem com a vida”; grupo que envolve pessoas de diferentes faixas etárias; especialmente os idosos, na promoção de um estilo de vida saudável, com diversas atividades gratuitas, estimulando os cuidados com a saúde. As atividades contam com a parceria da Secretaria Municipal de Esporte,

los sanitários que retornamos com as ações do projeto “ De bem com a vida”. Esse retorno foi conduzido pela educadora física, Jéssica, e acompanhado pela equipe da Equipe Saúde da Família (ESF) do distrito”, explicou Valério.

através do acompanhamento de educadores físicos. Segundo a en-

fermeira da UBS Campinho, Amanda Valério, o projeto existe desde

2018, mas teve suas atividades suspensas em 2020 por decorrência

da Covid-19. “É com alegria e seguindo todos os protoco-

Todos os participantes passam por avaliação médica e exame de eletrocardiograma antes de darem início às atividades físicas.


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

APUCARANA

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

16

Com agenda educativa, Semana do Trânsito inicia neste sábado em Apucarana Solenidade de abertura acontecerá às 9 horas deste sábado, na Praça Rui Barbosa, e programação prossegue até o dia 25 de setembro.

Com o mote “No trânsito, sua responsabilidade salva vidas”, Apucarana promove neste sábado (18/09), a partir das 9 horas, na Praça Rui Barbosa, solenidade de abertura da Semana Nacional de Trânsito. “A segurança viária é uma questão muito séria, envolve vidas. Em Apucarana não temos medido esforços para promover intervenções técnicas que tragam maior segurança tanto para os condutores, quanto para os pedestres. Pensamos o trânsito todo o dia e a semana nacional torna-se um período valioso onde intensificamos o contato com as pessoas, lembrando e reforçando princípios básicos de educação no trânsito”, pontua o prefeito Júnior da Femac. Júnior frisa que Apucarana conta atualmente com mais de 90 mil veículos. “Somos cidade polo do Vale

do Ivaí, para onde diariamente convergem moradores de dezenas de outros municípios que buscam serviços nas áreas da saúde, educação, rede bancária, comércio, indústria, entre outros serviços, o que exige observação diária da dinâmica para promover sempre as intervenções necessárias e tecnicamente adequadas. Como bem contextualiza o slogan da campanha neste ano: no trânsito, a responsabilidade de cada um de nós, salva vidas”, acentua o prefeito. As atividades locais dentro da Semana Nacional de Trânsito, que iniciam neste sábado, seguem até o dia 25 de setembro. “Preparamos uma agenda educativa que vai promover conscientização em ambientes diversos de nossa sociedade, em pontos estratégicos da área central, e

também palestra em colégios”, relata Vilson Laurentino da Silva, superintendente de Trânsito e Segurança do Instituto de Desenvolvimento, Pesquisa e Planejamento da Prefeitura de Apucarana (Idepplan). De acordo com ele, alguns momentos da programação irão contar com parceria da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Apucarana (Acia) através da presença de um mascote em formato de semáforo, visando chamar ainda mais a atenção de adultos e crianças. “Vamos também promover conscientização de impacto, com exposição de veículos sinistrados e fotos de acidentes reais”, revela Silva. Além do ato de abertura deste sábado, que vai contar com presença de autoridades municipais e terá sequência com abordagens de motoristas e pedestres visando conscientização sobre a importância do uso

da faixa de pedestres, a programação terá continuidade na segundafeira (20/09) com ato educativo na Rua Ponta Grossa; na terça-feira (21/09), blitz educativa na rua Desembargador Clotário Portugal (próximo Edifício Mediterrâneo); na quarta-feira (22/09), “Operação

Faixa Segura” na rua Dr. Munhoz da Rocha e palestra no Colégio Estadual Tadashi Enomoto; na quinta-feira (23/09), Dia do Agente de Trânsito, haverá bênção das viaturas do Departamento Municipal de Trânsito; sexta-feira (24/09), blitz educativa na rua Padre

Severino Cerutti, próximo ao quartel central do 11º Grupamento de Bombeiros de Apucarana e, no sábado (25/09), encerramento das ações na Praça Rui Barbosa, próximo ao módulo da Polícia Militar, com ações de conscientização do uso da faixa de pedestres.


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

CAMBIRA

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

17

Prefeito Toledo tem audiência com o Governador Ratinho Junior e assina convênio para pavimentação de estrada rural O recurso é destinado para pavimentação com pedras irregulares, da Estrada Velha que liga Jandaia do Sul. O trecho, que faz parte do município tem a distância de 2,7 km, indo do final da Avenida Brasil até o antigo IBC.

PREFEITO TOLEDO RECEBE O COMANDANTE DO 10° BPM TEN. CEL. FACIO

“O Investimento melhora a qualidade de vida de todos moradores das regiões contempladas, agilizando a infraestrutura e a

logística do agronegócio, da indústria e economia para nossa cidade.” Afirma Toledo. O Recurso foi uma conquista do Depu-

tado Dr° Batista, junto ao Secretário de Estado da Agricultura Norberto Ortigara e na assinatura, também esteve presente o Chefe da Casa Civil, Guto Silva.

Nesta manhã da última sexta-feira, esteve reunido no gabinete do Prefeito Emerson Toledo, o Secretário de Indústria, Comércio, Turismo, Segurança e Trânsito, Marcos

Roberto, Secretário de Administração e Planejamento, Jorge Marcato, Chefe de Gabinete Osmar Rocon e o comandante do 10° BPM Ten. Cel. Facio. Na pauta de hoje foi

discutido vários assuntos referentes a segurança pública da nossa região e principalmente do nosso Município de Cambira, como o monitoramento das câmeras.


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

ARAPONGAS

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

Sestran e 17ª Ciretran realizam ação alusiva ao Dia do Caminhoneiro A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Trânsito (Sestran); através da Guarda Municipal e o Detran - 17ª Ciretran de Arapongas realizaram nesta quinta-feira, 16, uma ação alusiva ao Dia Nacional do Caminhoneiro.

As atividades em homenagem contaram com entrega da lembrancinhas e conscientização de trânsito. Os atos aconteceram em locais estratégicos na Avenida Maracanã – local com grande fluxo de veículos pesados. Segundo a GM, Michele Zanin, a data simboliza a importância dos caminhoneiros, além de alinhar e reforçar as práticas de segurança. Segundo ela, a Lei Federal 11.927 de 17 de abril

de 2009, instituiu o dia 16 de setembro como Dia Nacional do Caminhoneiro. “Pensando nisso, a Sestran, a GMA e a Ciretran organizaram tal ação. Uma forma de homenageá-los. A ação ocorreu em alguns pontos da Avenida Maracanã e em alguns postos de combustíveis, onde a equipe realizava a entrega de cartões comemorativos; junto com um kit conten-

do balas e bombons. Importante ressaltar que estes profissionais estão diariamente no nosso trânsito, percorrendo Ruas e Rodovias do nosso país, precisando sempre estar atentos quanto aos riscos que encontram no trânsito ”, disse. Aproximadamente 150 caminhoneiros receberam a homenagem.

18


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

APUCARANA

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

19

Secretária Marli Fernandes participa de fórum nacional de Educação Na manhã desta quinta-feira (16/9), ela fez a mediação de um debate sobre a ‘Implementação dos novos currículos’ durante o 18º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação

A secretária de educação Marli Fernandes encontra-se em Brasília nesta semana, onde participa do 18º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de

Educação, promovido pela Undime. Na manhã desta quinta-feira (16/9), durante a programação do evento, ela fez a mediação de um importante debate

sobre a Implementação dos novos currículos. “Desde que ingressou na diretoria executiva da Undime-PR e da Undime-Região Sul, professora Marli tem compartilhado a sua expertise com outros dirigentes municipais de educação das diferentes regiões do país. Apucarana foi uma das primeiras cida-

des brasileiras que implantaram um currículo unificado na rede municipal de ensino, em 2014. Por isso, a contribuição da nossa secretária foi bastante requisitada quando das discussões sobre a construção da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e do Referencial Curricular do Paraná. Nós sentimos muito orgulho da atuação dela nos seminários e fóruns,” afirmou o prefeito Junior da Femac. “O currículo unificado possibilitou que todas as crianças apucaranenses passassem a aprender os mesmos conteúdos, independentemente de estarem matriculadas em escolas

situadas nos distritos, nos bairros ou na área central. Outro benefício relevante foi a inclusão na grade das disciplinas de Inglês e Espanhol, que são ministradas para as turmas da Pré-Escola ao 5º ano do Ensino Fundamental,” destacou a secretária municipal de educação, Marli Fernandes. Participaram ainda da mesa redonda sobre Implementação dos novos currículos, o secretário de educação

básica do Ministério da Educação (MEC), Mauro Rabelo; o vice-presidente da UndimeNacional e dirigente municipal de educação de Senador CanedoGO, Marcelo Ferreira Costa; e a diretora-presidente da Comunidade Educativa Cedac e representante do Movimento pela Base, Tereza Perez.

O tema central do 18º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação contempla os 35 anos da Undime como protagonista na construção de políticas públicas educacionais. A programação, que se estende até sexta-feira (17), também é comemorativa ao centenário de Paulo Freire, patrono nacional da educação e presidente de honra da instituição.


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

ESTADO

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

20

Chamada pública vai conectar startups e indústrias para promover inovação no setor agro

Chamada Agrotech PR foi lançada pela Fundação Araucária em parceria com o Senai. As indústrias e startups selecionadas vão desenvolver projetos de promoção da transformação digital e indústria 4.0 no contexto do agronegócio, em um período de 12 meses, com apoio da rede dos Institutos Senai de Tecnologia e Inovação.

Com o compromisso de promover a transformação digital em todo o Estado, a Fundação Araucária lançou nesta quarta-

no canal do Sistema Fiep no YouTube. As indústrias e startups selecionadas vão desenvolver projetos de promoção da transformação digital e indústria 4.0 no contexto do agronegócio, em um período de 12 meses, com apoio da rede dos Institutos Senai de Tecnologia e Inovação.

feira (15), em parceria com o Senai, a chamada pública Agrotech PR. A iniciativa pretende conectar as indústrias do agronegó-

cio com startups que possam oferecer soluções na área de inovação para essas empresas. O lançamento aconteceu em uma live

COMO PARTICIPAR – O prazo para inscrições de indústrias interessadas em lançar desafios na chamada é até 18 de outubro. Cada indústria âncora pode adquirir de uma a cinco cotas

no valor de R$ 50 mil para lançamento dos desafios que serão propostos às startups, sendo que cada uma corresponde a um projeto de inovação. Para cada cota/ projeto, além da contrapartida da indústria âncora, o Senai e a Fundação Araucária vão investir até R$ 200 mil para apoiar o desenvolvimento do projeto em parceria com os Institutos Senai de Tecn ologia e Inovação. As inscrições das startups, por sua vez, devem ser realizadas de 20 de outubro a 21

de novembro. Além dos recursos disponibilizados para o desenvolvimento dos projetos com os Institutos, as startups receberão mentorias e aceleração do Instituto Euvaldo Lodi (IEL Paraná), em conjunto com parceiros do ecossistema de inovação, e até R$ 25 mil para custear horas da equipe técnica da startup e insumos. Mais detalhes estão disponíveis no site da chamada Agrotech PR www. agrotechpr.com. br e podem ser obtidos também pelo e-mail: inovacao@ sistemafiep.org.br.


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

ESTADO

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

21

Ministério da Saúde confirma mais 324,9 mil vacinas contra a Covid-19 ao Paraná São 115.500 doses da AstraZeneca/Fiocruz e 209.430 da Pfizer/BioNTech que desembarcarão no Estado nesta quinta-feira (16). Doses serão encaminhadas para o Cemepar, onde passarão por conferência e armazenamento até que sejam descentralizadas para as Regionais de Saúde. O Ministério da Saúde confirmou na tarde desta quarta-feira (15) o envio de mais 324.930 vacinas contra a Covid-19 ao Paraná. São 115.500 doses da AstraZeneca/Fiocruz e 209.430 da Pfizer/ BioNTech. Os imunizantes da Pfizer estão previstos para chegar em dois lotes, às 8h25, no voo LA 4787, e às 10h20, no voo G3 1126, no Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, dentro da 100ª pauta de distribuição do Ministério da Saúde. Já as doses da AstraZeneca desembarcam no voo AD 4193, às 10h05, e contemplam a 99ª pauta. As doses serão encaminhadas para o Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), em Curitiba, onde passarão por conferência e armazenamento até que sejam descentralizadas. A distribuição dos imunizantes para as 22 Regionais de Saúde está condicionada à divulgação do Informe Técnico referente a esta pauta, para confirmar se o lote se trata de primeira ou segunda dose. A Secretaria de Estado da Saúde já questionou o Ministério da Saúde sobre o Informe Técnico referente o lote de 63.180 doses da Pfizer que chegaram ao Estado nesta quarta-feira (15) e também sobre este novo lote. Ainda não há previsão de envio do documento. Segundo os dados do Vacinômetro nacional, 11.910.383 doses foram aplicadas no Estado, sendo 7.713.003 D1, 322.052 doses únicas (DU) e 3.875.328 segundas doses (D2). Entre D1 e DU, o Paraná já atingiu 92,1% da população adulta estimada em 8.720.953 pessoas.


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

ESTADO

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

22

Com planejamento, Governo resolve demanda histórica e transfere gestão de todos os presos ao Depen A medida encerra um ciclo de 168 anos de custódia de presos pela Polícia Civil, o que fez o Paraná carregar por muito tempo o posto de ser o estado com a maior população carcerária em delegacias do País. No total, cerca de 12 mil pessoas privadas de liberdade tiveram a situação regularizada desde 2019.

O dia 15 de setembro de 2021 é histórico para a segurança pública do Paraná. Após anos de espera, o Estado não terá mais presos custodiados por integrantes da Polícia Civil. Isso só foi possível com o decreto assinado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior nesta quarta-feira (15), em cerimônia no Palácio Iguaçu, que autoriza o início da terceira e última fase do processo de transferência de gestão, com o repasse da custódia dos últimos detentos das carceragens da Polícia Civil para a gestão plena do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen). No total, cerca de 12 mil pessoas privadas de liberdade tiveram a situação regularizada desde 2019. A medida encerra um ciclo de 168 anos de custódia de presos pela Polícia Civil, o que fez o Paraná carregar por muito tempo o posto de ser o estado com a maior população carcerária em delegacias do País. A transferência física de todos os presos custodiados nos municípios ainda depende da abertura de novas vagas em penitenciárias – o Paraná ficou ao longo dos últimos anos sem construir presídios, o que ampliou consideravelmente a demanda. Enquanto isso, eles já serão atendidos pelo Depen, com acesso ao Fundo Pe-

nitenciário e às políticas de ressocialização (educação e trabalho). “Era algo que envergonhava o Paraná. Quando começamos a gestão, em 2019, tínhamos mais de 12 mil presos em delegacia. Uma tarefa árdua, difícil, mas que a Secretaria da Segurança Pública e a Polícia Civil estão conseguindo resolver. Não há mais desvio de função. Agora, o policial civil poderá se dedicar exclusivamente à investigação e resolução de crimes, colaborando ainda mais para a queda nos índices de violência do Estado”, destacou Ratinho Junior. As transferências de gestão das carceragens envolveram três fases. Na primeira etapa, iniciada em 2019, 37 carceragens de delegacias foram transferidas para o Depen, em 36 municípios. Em um segundo momento, a partir do decreto assinado pelo governador em novembro de 2020, a mudança atingiu 41 carceragens de delegacias, além do fechamento definitivo de outras 15, em uma ação que envolveu 56 cidades. Contabilizando as duas etapas, o número de presos das delegacias

que foram para custódia do Depen passou de 11.063 em janeiro de 2019 para 1.724 em maio de 2021, ou seja, redução de 9.339 pessoas. A fase atual envolve 70 municípios e vai zerar o número de presos sob os cuidados da Polícia Civil em outros 58 municípios. No total, 73 carceragens foram totalmente fechadas. “Era uma situação que gerava insatisfação, insegurança, violação de direitos. Aos poucos fomos resolvendo a questão. É mais uma das conquistas que tivemos na área da segurança pública porque resolve a demanda da Polícia Civil e garante um ambiente mais adequado ao sistema penitenciário, com fluxo de presos para unidades maiores e melhorias nas cadeias públicas existentes”, disse o governador. “Com esse decreto estamos proibindo a custódia em prédios da Polícia Civil”. Segundo o delegado-geral da Polícia Civil, Silvio Jacob Rockembach, a transferência de gestão e o fechamento das delegacias já tiveram resultados positivos, como a melhoria no fluxo dos serviços da polícia judiciária, além do cres-

cimento da solução dos casos. “Os resultados já são perceptíveis, conseguimos constatar nitidamente uma melhoria na qualidade das investigações e um aumento na solução de casos de grande complexidade. A delegacia não é local adequado para presos, então a ação é importantíssima para a Polícia Civil do Paraná”, afirmou.

Estado, além da contratação de mais servidores para ocupar esses espaços onde trabalhavam policiais civis. Ele citou entre essas ações a Cadeia Pública de Campo Mourão II, a Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu I e o Centro de Integração Social (CIS) de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba.

A população paranaense, disse Rockembach, é a principal beneficiada pela medida. Além de ter mais segurança, contará com atendimento mais abrangente da Polícia Civil, com os policiais dedicados exclusivamente às atividades de polícia judiciária. Possibilitará ainda um aumento nos índices de solução de crimes e de operações, inclusive de repressão qualificada, já que contará com mais efetivo disponível para suas ações.

“Fizemos um planejamento estratégico há pouco mais de dois anos para retirada destes presos das carceragens e mudança da gestão. Este processo envolve a construção de penitenciárias, como as de Foz do Iguaçu e Campo Mourão, recém-inauguradas, e outras obras em andamento. A expectativa é de no futuro próximo resolver a questão das carceragens que ainda restaram nos municípios”, afirmou.

PLANEJAMENTO – Secretário de Estado da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares explicou que o processo de transferência de gestão e fechamento de algumas carceragens foi possível com planejamento estratégico, comprometimento e com a entrega de obras ao sistema penitenciário no

Ainda de acordo com ele, para encerrar definitivamente esse fluxo na prática, outras obras serão entregues nos próximos meses, entre elas a Cadeia Pública de Curitiba, que já está concluída, e a Cadeia Pública de Londrina, em fase de conclusão. Nessa estratégia, as unidades ficam em locais afastados de

grandes centros urbanos, resolvendo esse gargalo que gera insegurança. “Conseguimos destravar uma demanda antiga da população paranaense”, reforçou o secretário. OPERAÇÃO XADREZ – A retirada dos presos das carceragens está sendo possível, também, graças à integração das forças policias estaduais, que auxiliam nos processos de realocação, transporte e escolta dos presos das carceragens para penitenciárias e de um presídio para o outro.

Dentro desta terceira etapa, a Secretaria da Segurança Pública realizou entre os dias 19 e 27 de agosto, a Operação Xadrez, que possibilitou a realocação e transferência de 850 presos remanescentes sob custódia da Polícia Civil para penitenciárias e cadeias públicas do Paraná. A ação envolveu as polícias Civil, Militar, Federal e agentes do próprio Departamento Penitenciário. Outras operações ocorreram desde 2019 para a efetivação desta medida. Para isso, o Depen vem contando com um grande aparato de segurança, envolvendo agentes penitenciários, agentes do Setor de Operações Especiais (SOE) e o apoio das policias Civil e Militar do Paraná.


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

SOCIAL

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

23


portaldoparana

www.jornalportaldoparana.com.br

JORNAL PORTAL DO PARANÁ APUCARANA, 17 DE SETEMBRO A 07 DE OUTUBRO DE 2021

24

Profile for jornalportaldoparana

Jornal Portal do Parana  

Jornal Portal do Parana  

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded