Page 1

POPULAR JORNAL

JORNAL POPULAR DO BRASIL |ANO 1 | Nº 3 | JULHO DE 2009

R$ 0,50

Fim da falta d’água em Japeri Foto: Divulgação/ASCOM Japeri

Modernidade, luxo e... rachaduras

VA UMA NO ÇÃO A M R O INF DA A X NA BAI SE N E N I FLUM

Foto: Poliana Campos

O governador Sérgio Cabral e o prefeito de Japeri, Timor, assinam convênio para construção de novo sistema de abastecimento de água no município. Pág. 6

Foto: Secom

Forró volta a agitar Caxias

Um dos mais modernos de Duque de Caxias, o Edifício Tower Medical Center não chama a atenção somente por sua arquitetura. Estranhamente, suas laterais apresentam diversas rachaduras, preocupando quem vive nas proximidades. Pág. 3

Os amantes do forró têm uma nova opção para dançar a boa música e degustar a deliciosa comida nordestina. Agora, o projeto “Forró na Feira” pode ser curtido ao lado do Mergulhão.

Pág. 10

Moradores da Baixada não querem novo Lixão Pg.03

Pág. 5

Pg.03

Pg.02

Popular.indd 1

28/03/2011 22:51:10


POPULAR

2 | JORNAL POPULAR | Nº3 | JULHO DE 2009

JORNAL

Para agradecer o apoio recebido, o Instituto de Audiologia Santa Catarina homenageou o vice-governador Luiz Fernando Pezão. Em cerimônia realizada na sede, em Duque de Caxias, no final de junho, ele foi recepcionado por um grande número de pessoas, como membros da direção, pacientes – em sua grande maioria crianças – e familiares. Durante o evento, o vice-governador, acompanhado do secretário estadual de Saúde e Defesa Civil, Sérgio Côrtes, e do secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso, ouviu palavras de gratidão e de carinho, ganhou uma placa e flores e ainda foi retribuído com a música “Amigo”, de Roberto Carlos, cantada por meninos e meninas. Tamanha homenagem foi o reconhecimento do empenho de Pezão para que a entidade não deixasse de funcionar. Mesmo fazendo parte do programa de Política Nacional de Atenção à Saúde Auditiva e conveniada com o Sistema Único de Saúde (SUS), o instituto esteve ameaçado de fechar as portas em diferentes ocasiões, por falta de

recursos. Mas nunca deixou de ser referência no tratamento de surdez na Baixada Fluminense. Agora, com o apoio do Governo do Estado, ele, que vai completar três anos em outubro, poderá aumentar em vinte por cento sua capacidade de atendimento. Cuidando desde recémnascidos até pessoas bastante idosas, a entidade realiza procedimentos como avaliação para diagnóstico, avaliação comportamental, audiometria de reforço visual, reposição de molde auricular, terapia fonoaudiológica e distribuição de aparelhos auditivos, entre outros. Para conseguir qualquer desses atendimentos, que são inteiramente gratuitos, o paciente precisa

comparecer ao Instituto de Audiologia com um encaminhamento médico. Ele fica na Rua Itaquarassu, 127, no Centro de Caxias, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Maiores informações: 2672-3131 ou 2672-2320. Atualmente, existem cerca de 34 mil cadastrados. Mais de 55 mil pessoas já foram atendidas e mais de dez mil aparelhos distribuídos. - Além de atuarmos na saúde auditiva em si, trabalhamos a questão da cidadania e da inclusão social de nossos pacientes. – destaca a diretora-geral da instituição, Niura Antunes, acrescentando que o vice-governador foi escolhido como padrinho da entidade. Foto: Arquivo

Sérgio Côrtes também foi homenageado no evento

‘Arraiá Solidário’ arrecada leite para crianças com HIV Cristiane Freitas cristianejornalista@yahoo.com.br

do HIV. Elas também recebem doação de lençóis bordados”, explicou Vera, acrescentando que, há quatro anos, o grupo passou a ajudar crianças e adolescentes de zero a 16 anos atendidos pelo projeto “Vivendo Positivamente” no posto de saúde de Imbariê. Além das doações, todos recebem

Um “Arraiá Solidário” foi realizado na Oficina do Ser, no início do mês. O objetivo foi arrecadar latas de leite em pó para o projeto “Vivendo Positivamente”, que ajuda famílias de crianças portadoras do vírus HIV e que moram em Imbariê, distrito de Duque de Caxias. O evento, idealizado por um grupo de empresárias da região, denominado ‘Mulheres Solidárias’, é coordenado pelas psicopedagogas Vera Ponciano e Solange Maria Amaral. Ambas são voluntárias “Mulheres Solidárias” se mobilizam para amenizar o sofrimento das crianças com o vírus da Aids do projeto desde o seu início, há 16 anos, no Hos- orientação pedagógica. Quem pital Infantil Ismélia Silveira. quiser ajudar o projeto ou obter Segundo Vera, a Oficina do mais informações deve entrar em Ser começou a ajudar o proje- contato pelo telefone 2672-2145. to através da Terapia Solidária, A Oficina do Ser é um conoficina que acontece todas as sultório psicopedagógico que, terças-feiras, com a participação há dez anos, se dedica a atende duas psicopedagogas, uma der crianças, jovens e adultos psicanalista e um terapeuta ocu- que apresentam dificuldades de pacional. “O grupo se reúne para aprendizagem escolares e/ou bordar, pintar, fazer fuxico e ou- emocionais. Ela oferece tamtros materiais que são expostos bém terapia ocupacional para na Feira do Artesão. O que é arre- a terceira idade. O endereço cadado com a venda é destinado da Oficina do Ser é Rua Geneà compra de leite em pó para as ral Câmara nº 18, sala 207, 25 famílias das crianças portadoras de Agosto, Duque de Caxias.

Foto: Arquivo

Instituição referência em surdez homenageia vice-governador

EXPEDIENTE: Jornal Popular do Brasil Razão Social: A6 Organizações Jornalísticas - CNPJ: 10902731/0001-86 E-mail: jornalpopularbr@gmail.com Telefone: (21) 9219-0910. Diretora Executiva: Anne Moreira. Jornalista Responsável: Glauco Rangel (RJ 22774 JP). Reportagens: Anne Moreira, Cristiane Freitas e Glauco Rangel. Colaboradores: Alberto Marques e Valério Cerqueira. Fotografia: Poliana Campos. Publicidade: Francisco Oliveira Dias. Projeto Gráfico e Diagramação: Admilson Trajano. As colunas e artigos assinados, de responsabilidade de seus autores, não representam necessariamente a opinião do jornal. O JORNAL POPULAR circula em municípios da Baixada Fluminense e do Grande Rio.

Popular.indd 2

28/03/2011 22:51:21


POPULAR

JORNAL POPULAR | Nº3 | JULHO DE 2009 | 3

JORNAL

Suntuosidade somente na fachada Foto: Poliana Campos

edificação antiga, como alguns prédios comerciais e residenciais do Centro de Caxias, que apresentam situação semelhante. - Pensei que fosse um desenho, uma obra de arte. Só depois que vi homens fazendo reparos, acreditei que eram rachaduras. – comentou um morador da mesma rua, que preferiu não se identificar. Ao contrário desses edifícios, erguidos há mais de 30 ou 40 anos com arquitetura simples, o Tower Medical Center foi inaugurado há apenas quatro anos, no bairro mais nobre do município. Ele possui lojas e consultório no térreo e 14 salas em cada um dos outros pavimentos. Em algumas salas, fica uma representação da Fundação Getúlio Vargas (FGV). O belo edifício foi erguido pela construtora Azevedo e Cotrik, a mesma que construiu o Mont Blanc Apart Hotel, também no bairro 25 de Agosto. Com previsão de inauguração para 1° de agosto, o empreendimento, que fica entre a Rua Passo da Pátria e a Avenida Marechal Deodoro possui mais de dez andares e será o primeiro apart-hotel de Duque de Caxias.

Qualquer pessoa que passa pela Rua Conde de Porto Alegre, no bairro 25 de Agosto, em Duque de Caxias, tem a atenção despertada para o Tower Medical Center. Com a fachada em vidro fumê, o edifício comercial, de 12 andares, se destaca como um dos mais modernos e suntuosos da cidade, onde esse tipo de construção ainda é uma raridade. Mas, se na frente - e também na parte de trás, voltada para a Avenida Duque de Caxias -, esse conjunto entre modernidade e suntuosidade fazem um grande bem aos olhos de pedestres e motoristas, nas laterais, o visual é capaz de não agradar a ninguém. Tanto à direita quanto à esquerda, um grande número de rachaduras ligando os primeiros aos últimos andares causa um susto, dando a impressão de que se trata de uma

Sem explicações O Jornal Popular procurou a administração do Condomínio do Edifício Tower Medical Center pessoalmente. Ao se apresentar como administradora do condomínio, Regilaine Pereira da Cunha se recusou a se pronunciar sobre o problema e ainda ameaçou processar o jornal, caso a matéria fosse publicada. A reportagem também entrou em contato com o escritório da construtora Azevedo e Cotrik em Nova Iguaçu, pelo telefone 2667-0326, mas não conseguiu falar com nenhum engenheiro que trabalhou na obra. Ainda procuramos a inspetoria do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea) de Duque de Caxias, porém, o órgão informou que somente pode emitir um laudo técnico sobre situações como esse após receber uma denúncia identificada.

POPULAR JORNAL

A notícia que faz a diferença

ANUNCIE: 9219-0910

Popular.indd 3

28/03/2011 22:51:22


POPULAR

4 | JORNAL POPULAR | Nº3 | JULHO DE 2009

JORNAL

Recontando a nossa história Foto: Audenir Damião

Alberto Marques albertojornal@yahoo.com.br

PINGA-FOGO

■ Os suplentes de vereadores, eleitos em outubro, não escondem a ansiedade com que esperam a promulgação da “PEC dos Vereadores”, que irá aumentar o número de cadeiras de 21 para 29 em Duque de Caxias e Nova Iguaçu. Homem precavido, Mazinho já reservou espaço para os novos gabinetes. Assim que a PEC for promulgada e publicada, a Consultoria Jurídica examinará se a lei entra em vigor automaticamente, para dar posse aos novos vereadores. ■ O grupo empresarial Mont Blanc inaugura dia 1º de agosto o primeiro apart-hotel de Duque de Caxias, construído na rua Passo da Pátria, esquina com Marechal Deodoro e em frente ao Clube dos Quinhentos. O sucesso do empreendimento foi tal que um segundo, da mesma empresa, está sendo erguido na Av. Brigadeiro Lima e Silva, ao lado do Bradesco. ■ A extinção da concessão da Funerária Duque de Caxias acabou com um tabu. Agora, a cidade começa a receber novas empresas, que pretendem conquistar o mercado pelos serviços diferenciados que estão oferecendo para a cerimônia de despedida. ■ Mesmo com a opção de uma linha de ônibus expressa, com ar condicionado, ligando Duque de Caxias à Barra da Tijuca, tem funcionário da Câmara querendo “sair” às 16h, antes do “rush” e das sessões plenárias, com o pretexto de que mora na Barra. Será que Mazinho concorda com essa “cascata”? ■ Na volta do recesso, em agosto, a Câmara terá que começar a elaborar o seu orçamento para 2010, enfrentando dois desafios: a queda na arrecadação devido à desoneração do IPI em diversos produtos, como fogões, geladeiras e automóveis, mas também a mudança dos limites de repasse em função da recriação de mais de 7 mil vagas que haviam sido extintas pelo TSE.. ■ Com menos dinheiro e mais oito vereadores, a Mesa terá de fazer muita ginástica para atender às reivindicações dos edis, principalmente dos que irão disputar cadeiras de deputado estadual.

Popular.indd 4

A Mesa da Câmara, presidida pelo vereador Mazinho, decidiu em boa hora dar uma repaginada no prédio do Legislativo, aproveitando para tornar os corredores da Casa uma mostra permanente de arte. E começou pela troca das velhas portas de madeira por blindex, aproveitando para exibir, em baners de cerca de 1,8m de altura, fotos relacionadas à história do Município a partir do início do Século XX, quando nosso território fazia parte de Iguaçu. Além de acabar com a poluição visual exibida pelas portas dos velhos gabinetes, o novo visual aproveita o acervo do Instituto Histórico Vereador Thomé de Siqueira Barreto, comprovando que esse não é um mero apêndice da Câmara para guardar velharias, mas um repositório da história recente da antiga Vila Meriti, além de um grande elo entre historiadores, profes-

sores e intelectuais da região. A escolha das fotos obedeceu um corte na História, com as diversas fases vividas pela Vila Meriti até os anos 80. Assim, vemos a importância da Estrada de Ferro Leopoldina, da Estrada RioPetrópolis no povoamento e no crescimento do antigo 8º Districto (como revelam algumas placas de ruas do bairro Centenário) de Iguaçu, cuja sede acabou sendo transferida para a localidade de Maxambomba, rebatizada como Nova Iguaçu, e da antiga Fábrica de Tecidos do Corte Oito, derrubada a marretas de um dia para o outro. É chegada a hora, portanto, da Câmara sair do casulo e atrair a atenção da população, principalmente da juventude escolar, mostrando a História de Duque de Caxias, que os livros didáticos não contam. E poderia começar por incentivar a visita de grupos de estudantes, guiados por seus professores de História, como acaba de fazer o Colégio Santo Antônio. Essa visita pioneira acabou

por levar um grupo de alunos do ensino fundamental, com idade entre 7 e 9 anos, a um passeio pela História da cidade, com visita guiada à antiga Fazenda São Bento e à Igreja Velha do Pilar. O passeio, além de divertido, foi muito educativo na medida em que mostra que Duque de Caxias, antes de ser a terra violenta pintada pela imprensa carioca nos anos 50, 60 e 70, é uma terra dadivosa, que acolhe quem aqui chega com todo o carinho. Foi assim com a família do humorista Chico Anísio, a dupla Jararaca & Ratinho, Luiz “Rei do Baião” Gonzaga, e outros tantos que, migrantes, de outros Estados ou do Exterior, ajudaram a tornar nossa cidade a 2ª maior em arrecadação do Estado e uma das maiores do País. Outra providência que podia ser adotada pela Câmara é a de fornecer exemplares da Revista “Pilares da História” para integrarem todas as bibliotecas do Município, tornando o estudo do nosso passado um passatempo agradável, pela multiplicidade de abordagem que a revista faz dos fatos pretéritos.

28/03/2011 22:51:24


POPULAR

JORNAL POPULAR | Nº3 | JULHO DE 2009 | 5

JORNAL

Moradores da Baixada não querem mais lixo do Rio Foto: Arquivo Glauco Rangel gcorangel@yahoo.com.br

A declaração do prefeito do Rio, Eduardo Paes, que anunciou, em junho, ter a intenção de construir outro aterro sanitário na Baixada Fluminense, levou o Jornal Popular a ouvir os prefeitos e moradores dos três municípios da região que estão nos planos para receber o novo vazadouro. Se o pro-

jeto for levado adiante, ele poderá ser instalado em Duque de Caxias, onde já existe o Aterro Metropolitano do Jardim Gramacho, administrado pela Comlurb e que está saturado, Nova Iguaçu e Seropédica. Saiba o que pensam os governantes e a população sobre essa intenção de Paes, que, como seu antecessor Cesar Maia, descarta levar o lixo da cidade que administra para Paciência, na Zona Oeste do Rio.

A Cidade dos Meninos, em Duque de Caxias, foi um dos lugares sugeridos por Eduardo Paes para a instalação do novo aterro sanitário

População repudia o projeto de Paes “Por que ele não joga isso no Rio? Em Jacarepaguá, existe um lixão. A idéia é completamente errada e acho que o Eduardo Paes está sendo radical. Se o lixo é do Rio, ele tem que ficar lá. A Baixada não leva lixo para o Rio e ele nem deixaria isso acontecer” (Robson Luiz de Oliveira, comerciante, Centro de Nova Iguaçu)

“Um vizinho não pode colocar o lixo na casa do outro. Aqui, quem manda é o Zito, que foi eleito para representar a população e impedir isso. Acho impossível o prefeito se unir a essa idéia e deixar o Eduardo Paes construir mais um aterro em Caxias, que já tem mau cheiro. Não acredito que o Zito vá permitir que tragam mais imundície para cá. Se deixar, não volta nunca mais à prefeitura”. (Ana Maria Rodrigues, técnica de enfermagem, 25 de Agosto, em Duque de Caxias)

“O lixo do Rio tem que ficar lá no Rio. A Baixada é como uma mãe pobre, que vai tendo vários filhos e acolhendo filhos dos outros, enquanto o Rio é uma mãe rica, que não quer nenhum. O prefeito Eduardo Paes não quer segurar aquilo que é dele. Ele quer colocar para alguém, e isso não é certo” (Nilson Bello, professor, Centro de Nova Iguaçu)

“A intenção é absurda.O Eduardo Paes tem que colocar seus detritos em outro lugar. Seropédica já tem lixo demais e é um lugar pequeno. Se ele tentar fazer isso, estará invadindo a cidade. Já existe um aterro sanitário aqui e, daqui a pouco, vai ter lixo em nossas casas. É errado querer trazer mais lixo do Rio para a Baixada. Aqui não” (Ana Lúcia de Oliveira, comerciante, Boa Esperança, em Seropédica)

Popular.indd 5

O que dizem os prefeitos LINDBERG FARIAS (Nova Iguaçu): “Ele pode construir um novo aterro sanitário em Duque de Caxias ou em Seropédica, mas não em Nova Iguaçu, porque a cidade já tem um aterro sanitário, que construímos e que produz créditos de carbono, atendendo ao Protocolo de Kioto. Por isso, para mim, o Eduardo Paes não vai querer fazer o novo aterro em Nova Iguaçu. Sou muito amigo da secretária Marilene Ramos [secretária estadual do Ambiente] e não acredito que isso vá acontecer”. JOSÉ CAMILO ZITO (Duque de Caxias): “Não existe um local definido com relação ao novo aterro, quando o de Jardim Gramacho, que é administrado pela Comlurb, esgotar a sua capacidade de receber lixo. A Prefeitura tem estudado algumas áreas, respeitando toda a legislação vigente, e está em busca de um local que atenda as exigências. Com relação à Cidade dos Meninos, a área é federal e não há definição quanto a sua utilização”. O Jornal Popular entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Seropédica, mas, até o fechamento dessa edição, não recebemos qualquer resposta a respeito da posição do prefeito Darci dos Anjos sobre o assunto.

“A idéia é péssima. O lixo do Rio tem que ficar no Rio. Outros municípios também jogam o lixo no nosso aterro sanitário. Se aquela lama cair na Baía de Guanabara, vai bloquear a saída dos rios Sarapuí, Iguaçu e Meriti. É impraticável. Temos que lutar muito para que isso não aconteça”. (Daniel Ribeiro, Engenho do Porto, em Duque de Caxias)

28/03/2011 22:51:26


POPULAR

6 | JORNAL POPULAR | Nº3 | JULHO DE 2009

JORNAL

JAPERI: Muitos motivos para festejar

Foto: Roberto de Oliveira

Um dos mais jovens municípios da Baixada Fluminense, Japeri acabou de completar 17 anos de emancipação no dia 30 de junho. E foi com grande festa que o ex-distrito de Nova Igua-

çu comemorou mais esse aniversário. Nas comemorações, que duraram quatro dias, a população também festejou as últimas conquistas da cidade, que, no primeiro semestre desse ano,

foi contemplada com grandes novidades. Tudo isso graças à seriedade, ao dinamismo e ao espírito empreendedor do prefeito Ivaldo Barbosa, o Timor, que trabalha pelo desenvolvimento sócioeconômico de Japeri e pela melhoria da qualidade de vida da população local. Com muita alegria e descontração, cerca de 40 mil pessoas lotaram o Parque de Eventos, entre os dias 9 e 12 de julho, para curtir o 17° aniversário do mu-

nicípio com muita música e grandes atrações. A festa foi aberta com uma queima de fogos que levou o público ao delírio e, em seguida, diversos cantores e grupos subiram ao palco nos quatro dias. Os maiores destaques foram as apresentações de

Arlindo Cruz, Perla, Leonardo, Buchecha e dos grupos Molejo, Bonde do Forró e Bonde da Stronda. Enquanto os adultos cantaram e dançaram, as crianças puderam se divertir no parque infantil montado ao lado. Parabéns Japeri! Foto: Fellipo Brando

O presidente da Câmara, Kerly Gustavo (E), e o prefeito Timor na festa de comemoração dos 17 anos de emancipação de Japeri

Parceriacomgovernadorgarantemaisbenefícios Foto: Divulgação/ASCOM Japeri

Timor assina convênio com o Governo do Estado para a implantação do novo sistema de abastecimento de água

Popular.indd 6

Outro destaque é a boa articulação entre Timor e o Governo do Estado, que vai levar para Japeri investimentos que irão beneficiar ainda mais os moradores. Em visita ao município no dia 9, o governador Sérgio Cabral, acompanhado do presidente da Cedae, Wagner Victer, e de outras autoridades, anunciou a construção de um novo sistema de abastecimento para acabar com a falta de água na região. Orçada em R$ 12 milhões, a obra será em parceria com o Governo Federal, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), e deverá ficar pronta em um ano e meio. O novo sistema vai contar com reservatório capaz de armazenar cinco milhões de litros. Cabral garantiu ainda que o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) vai realizar um “banho de asfalto” na cidade, que também ganhará uma UPA 24 Horas. “Trata-se do maior investimento da história de Japeri. Tenho um carinho especial pelo prefeito Timor, que sempre me procurou para pedir pela população sofrida de sua cidade.” – ressaltou o governador.

28/03/2011 22:51:27


POPULAR

JORNAL POPULAR | Nº3 | JULHO DE 2009 | 7

JORNAL

Viaduto de Engenheiro Pedreira perto de virar realidade Não se pode falar do bom trabalho desempenhado por Timor e do que ele tem conquistado para Japeri sem citar o Poder Legislativo. O Executivo e a Câmara atuam em conjunto e essa união tem sido fundamental para o sucesso do governo e o progresso do município. Uma das maiores provas dessa parceria é o empenho do presidente da Câmara, Kerly Gustavo,

para conseguir a construção de um viaduto para veículos e pedestres sobre a linha férrea, em Engenheiro Pedreira. Há mais de dez anos, ele vem lutando junto com Timor pela obra, que vai evitar tragédias como a que ocorreu há quase 15 anos, quando mais de 20 pessoas morreram em um acidente envolvendo ônibus na passagem de nível. E sua luta

Foto: Poliana Campos

Solenidade promovida pela Câmara, para a entrega de comendas, reúne diversas autoridades

Popular.indd 7

Foto: Arquivo

deu resultado. Recentemente, o Governo do Estado encaminhou a Japeri dois técnicos – um engenheiro e um arquiteto -, para analisar o projeto feito pela Prefeitura. Após estudo detalhado, ele será encaminhado ao vicegovernador e secretário estadual de Obras, Luiz Fernando Pezão. A expectativa é de que o viaduto comece a ser construído no final desse ano.

Timor e outras autoridades recebem título de Cidadão Japeriense

Em grande solenidade realizada na Escola Municipal Ary Schiavo, no final de junho, a Câmara de Japeri prestou homenagem a 60 pessoas, entre políticos, militares e personalidades da cidade. A maioria foi agraciada com o título de Cidadão Japeriense, enquanto outros homenageados receberam a medalha Vereador Francisco da Costa Filho. Entre os que receberam o título, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), deputado estadual Jorge Picciani, o deputado fe-

Um governo construindo uma cidade melhor

Moradores ganham mais qualidade de vida com a pavimentação da Estrada Ary Schiavo

Após os primeiros seis meses de governo, o prefeito Timor já apresenta importantes realizações. Entre várias iniciativas, ele ressalta os investimentos na Educação - com a inauguração de duas escolas e a ampliação de outras três -, a limpeza de canais e redes de esgoto, o início da instalação de nova iluminação - em cerca de 30 quilômetros de ruas, avenidas e estradas –, o aumento para o funcionalismo público e a compra de veículos para intensificar o recolhimento de lixo e a realização de obras na cidade. Entre elas, destaque para o asfaltamento de 3,5 quilômetros da Estrada Ary Schiavo, que corta os bairros Francisco Russo, Vila Nossa Senhora da Conceição e Teófilo Cunha. Também foi mérito do atual governo a escolha de Japeri para sediar uma etapa do Campeonato Estadual de Arena Supercross 2009, em junho, o que contribuiu para colocar o município no “mapa do motociclismo” e projetar ainda mais o seu nome no cenário do esporte e do turismo. “Vim para fazer o que a população merece.” – enfatiza o prefeito. Foto: Arquivo

Foto: Poliana Campos

deral e secretário estadual de Habitação, Leonardo Picciani, o prefeito de Queimados, Max Lemos, e o prefeito Timor: “Se eu já estava empenhado em transformar Japeri, agora estou mais ainda. Aqui é minha casa, onde moro desde criança e, hoje, tenho a Leonardo e Jorge Picciani com Kerly Gustavo(C) oportunidade de melhorar minha cidade. A população pode dar a estreitar esses laços encontar comigo.” – assegurou o tre a Prefeitura de Japeri e o prefeito ao receber o título das Governo do Estado. Com essa mãos do presidente da Câmara, boa relação, quem ganha é o Kerly Gustavo. “Agora como povo.” – destacou Jorge PicCidadão Japeriense e sendo eu ciani em seu discurso de agraamigo do governador, vou aju- decimento.

Prefeitura investe em iluminação pública com a compra de novos braços de luz

28/03/2011 22:51:28


POPULAR

8 | JORNAL POPULAR | Nº3 | JULHO DE 2009

JORNAL

Justiça acaba com monopólio funerário em Caxias A Funerária Duque de Caxias está proibida pela Justiça de fazer sepultamentos. A decisão é da 4ª Vara Cível do município, tomada no dia 18 de junho. A Funerária Duque de Caxias tinha a exclusividade dos serviços por 25 anos, mas atuou durante 37. Com a decisão, ela não pode prestar nenhum tipo de serviço funerário, sob pena de multa diária de R$ 50 mil, sem prejuízo de majoração da multa, caso a empresa insista em operar os serviços funerários. A decisão, fixada em medida liminar, foi tomada a pedido da Prefeitura, tendo em vista uma série de irregularidades no cumprimento do contrato de concessão. Com

Popular.indd 8

a decisão, a administração dos cinco cemitérios retornou à Prefeitura. NOVAS EMPRESAS Enquanto o município não realiza a licitação para a escolha das novas prestadoras, o que deverá ocorrer nos próximos 12 meses, os serviços estão sendo executados por duas novas empresas sem nenhuma vinculação com a anterior: a Funerária Nossa Senhora da Anunciação, com sede na Avenida Jornalista Moacir Padilha, nº 314, Loja 3, telefones 2773-0605 e 36568917, Jardim Primavera, no 2º Distrito, e a CAF-Central de Atendimento Funerário, instalada na rua General Dionísio, nº 596, telefone 2671-

3443, bairro 25 de Agosto. O atendimento é de 24h em ambas as empresas. As duas novas empresas, de acordo com seus diretores, dispõem de equipes experientes para oferecer serviços de alto padrão. “Acompanhamos as novidades do setor e oferecemos preços competitivos. Nosso objetivo é ser a grande referência nesse setor em Duque de Caxias em breve”, assinalou Roberto Biancamano, chefe operacional da Funerária Nossa Senhora da Anunciação. Luiz Cláudio de Lima, su-

pervisor de atendimento da CAF-Central de Atendimento Funerário, também destacou a qualidade dos serviços prestados pela empresa. “Estamos prontos para qualquer

situação. Temos uma grande logística para translado e sepultamento, além de oferecermos urnas dos melhores fabricantes do país”, informou Lima. Foto: Arquivo

População ganha duas novas opções na hora do sepultamento

28/03/2011 22:51:33


POPULAR

JORNAL POPULAR | Nº3 | JULHO DE 2009 | 9

JORNAL

Ministério firma convênio para Aeroporto de Nova Iguaçu profissionalizar jovens em Caxias volta a funcionar Foto: George Fant

Jovens de Duque de Caxias poderão contar com novas oportunidades de capacitação e qualificação profissional através de cursos oferecidos pela Prefeitura de Duque de Caxias, em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego. Em cerimônia na Câmara Municipal, foi assinado pelo prefeito José Camilo Zito e o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, o termo de adesão ao convênio de qualificação profissional e o protocolo de intenções para implantação do Serviço Público de Emprego (SPE) no município. Cerca de sete mil vagas foram disponibilizadas e as inscrições devem ter início após uma avaliação das necessidades profissionais de Caxias. O ministro Lupi elogiou

Popular.indd 9

Depois de passar cinco anos interditado, o Aeroporto de Nova Iguaçu voltou a funcionar há três meses. A reinauguração da sua pista, com 1.250 metros de extensão, é resultado de uma parceria entre a Prefeitura e a iniciativa privada. O horário para pousos e decolagens, de aviões de Secretário de Trabalho e Emprego, Jorge Cézar, assina com o prefeito Zito e o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, convênio para capacitação de jovens

a iniciativa do município e falou da importância do convênio e da municipalização do Serviço Público de Emprego: “Estamos fazendo uma parceria que vai permitir diagnosticar as necessidades do mercado de trabalho local e qualificar o trabalhador. A ci-

dade é que está mais preparada para atender seus trabalhadores e ajudá-los” – afirmou. Também compareceram ao evento o prefeito de Nova Iguaçu, Lindberg Farias, e a deputada federal Andréia Zito, entre outros políticos e personalidades.

pequeno porte, está limitado ao período do dia, por falta de iluminação noturna. A pista segue todas as orientações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para funcionamento e em média recebe 800 voos por mês.O Aeroporto de Nova Iguaçu foi inaugurado em outubro de 1942.

Expo Noivas & Festas Infantis De 05 a 08 de agosto, será realizada, no Unigranrio Shopping Caxias, a Expo Noivas & Festas Infantis. No local, o público poderá assistir vários desfiles e participar de oficinas de festas, palestras, entre outras atividades. A feira vai funcionar de 10h às 21h. A entrada é gratuita.

28/03/2011 22:51:34


POPULAR

10 | JORNAL POPULAR | Nº3 | JULHO DE 2009

JORNAL

Forró na Feira de Caxias Senai e Petrobras selam acordo para volta a animar o povão cursos destinados a profissionais da Reduc Foto: Secom

A unidade do Senai em Duque de Caxias e a Petrobras/ Ierc (Implementação de Empreendimentos para a Refinaria de Duque de Caxias) assinaram um contrato que possibilitará a realização de cursos destinados a 12 mil profissionais da Reduc, nos módulos Qualidade, Segurança do Trabalho, Meio Ambiente e Saúde e Segurança profissional. O investimento total deve ser de aproximada-

mente R$ 804 mil. Os cursos - com carga horária de oito horas - serão realizados na própria unidade do Senai em Duque de Caxias, que disponibilizará toda a estrutura necessária, bem como os instrutores. Além das especificidades, os alunos também podem adquirir noções de equipamentos de proteção individual, segurança na montagem e desmontagem de andaimes,

gerenciamento de resíduos hídricos e atmosféricos, prevenção de doenças infecciosas e parasitárias, higiene pessoal e primeiros socorros. Este é o segundo contrato entre Senai Caxias e Petrobras para cursos de aprimoramento. Em setembro de 2005, as partes firmaram um acordo que beneficiou 26.860 profissionais, cuja receita totalizou R$ 1.743.882,82.

Comida típica nordestina em barraca do Forró na Feira

Interrompido desde o início do ano, o Forró na Feira voltou a funcionar no inicio do mês com força total. A entrega do novo espaço, localizado na Avenida Presidente Vargas, ao lado do Mergulhão, foi feita pelo prefeito de Duque de Caxias, José Camilo Zito. Segundo a Prefeitura, apenas nos dois primeiros finais de semana após o retorno, atraiu cerca de 10 mil pessoas. Para a presidente da Associação dos Expositores do Forró na Feira, Corina Dias Souza, o projeto melhorou bastante e vai atrair mais gente de fora. “Voltamos com

força total e iremos apresentar grupos de forró de qualidade. Não deixem de conhecer o novo espaço. Além da boa comida, o público encontra conforto e segurança”, disse Corina. O Forró na Feira volta a ser a diversão mais agitada de Duque de Caxias. A música ao vivo começa às 18h de sábado e no domingo, às 10h. Os freqüentadores gostaram do novo espaço, que oferece mais conforto e comodidade. São 10 banheiros químicos montados no espaço, que abriga 14 barracas e um grande palco de lona.

Exposição sobre o negro Até 15 de agosto, acontece em Duque de Caxias as exposições “Remanescentes de Quilombos” e “Passado e Presente”, dos fotógrafos Januário Garcia e Christiano Júnior. Tendo como tema o negro, elas foram abertas no dia 10 de julho, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, no Centro, juntamente com a II Conferência Municipal de Defesa dos Direitos do Negro e Promoção da Igualdade Racial e Étnica de Duque de Caxias, encerrada no

Popular.indd 10

dia 11. As fotografias, que atraem grande número de pessoas em cada dia, podem ser vistas na Praça do Pacificador, onde fica o centro cultural, e no palco externo do Teatro Raul Cortez. Além de debater diversas questões, como a cultura e a discriminação dos afro-descentes, a conferência serviu também para eleger os novos membros do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos do Negro e Promoção da Igualdade Racial e Étnica (COMDEDINEPIR).

28/03/2011 22:51:34


POPULAR

JORNAL POPULAR | Nº3 | JULHO DE 2009 | 11

JORNAL

Abandono e descaso no Centenário Foto: Arquivo

Um grande terreno onde funcionou uma fábrica de sabão, localizado na Rua Doutor Manoel Reis, no bairro Centenário, em Duque de Caxias, está completamente abandonado e servindo como local para despejo de entulho e lixo. Além disso, ele está tomado por poças de água, propiciando a proliferação de insetos, ratos e animais peçonhentos. Segundo a moradora Maria Helena da Silva, o lixo, de vez em quando, é recolhido por caminhão da Prefeitura, porém, o mato vai tomando conta do local a cada dia. “Aquilo está abandonado. Disseram que iria virar uma igreja, mas a obra não aconteceu. Tinha até uma família morando ali. Outro problema é quando chove. Inunda tudo e a sujei-

ra vem para o asfalto”, reclama Maria Helena. Procurada pela reportagem, a Prefeitura de Duque de Caxias informou que faz a limpeza regular do local. Com relação à utilização do terreno, o órgão explicou que, na gestão passada, não

foi feita a desapropriação da área, apesar de autorizada a demolição. A Prefeitura informou também que está em entendimentos com o proprietário e, por isso, ainda encontra-se em processo de definição o projeto para ocupação daquele espaço.

Merendeiras são premiadas em Magé Vinte e cinco merendeiras participaram do I Concurso de Merendeiras da Rede Municipal de Ensino de Magé, que aconteceu no início do mês. A intenção da Secretaria de Educação foi incentivar a criatividade dessas profissionais na hora do preparo das merendas. Para a realização do concurso, foi feita uma parceria entre nutricionistas, pedagogos e a secretaria, que premiou, com um cheque no valor de R$500,00, cinco merendeiras, uma de cada distrito. Os critérios avaliados foram: ingredientes utilizados (que devem ser os mesmos da merenda que é servida no dia a dia), criatividade e sabor. As receitas escolhidas farão parte de um livro. O presidente da Câmara de Magé, vereador Dinho Cozzolino, sensibilizado com o projeto doou do seu próprio bolso mais R$ 500,00 para as cinco primeiras colocadas, e ainda R$ 100,00 para as outras 20 merendeiras que chegaram à final, mas não venceram a última etapa. A Prefeitura Municipal de Magé vem a cada dia realizando sonhos e incentivando o trabalho de todos os que colaboram por um município cada vez melhor.

Popular.indd 11

Zito vai pedir à Concer a construção de passarela de acesso a hospital O problema da falta de uma passarela para acesso ao Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo, inaugurado em Duque de Caxias em setembro passado, parece estar com os dias contados. O prefeito José Camilo Zito anunciou que está agendando uma reunião com a concessionária Concer, que administra a Rodovia Washington Luiz, para solicitar a construção da melhoria. A informação foi dada em entrevista concedida ao Jornal Popular, para esclarecer dúvidas e queixas recebidas pela reportagem. Ele lembrou que esse problema foi “mais um” entre vários herdados da administração passada. Sobre a “Tarifa Companheira”, Zito disse que “é uma iniciativa de grande alcance social” e a mesma tem “custo zero” para a Prefeitura, beneficiando 200 mil pessoas em cada dia da promoção. Com relação às queixas de redução de coletivos pelas empresas nos domingos e feriados,

quando as passagens têm desconto de 50%, o prefeito negou que ela aconteça, garantindo que há fiscalização. Mesmo assim, fez questão de anunciar um número de telefone - 2773-6204 - para queixas e reclamações sobre qualquer assunto. “É o Fale com o Prefeito, que funciona 24h nos dias úteis”, esclareceu. Ao falar do problema da contaminação na Cidade dos Meninos, no 2º distrito, causada pelo abandono de várias toneladas de “pó de broca” por uma antiga fábrica de pesticida que funcionou no local, Zito disse que cabe ao governo federal estabelecer os critérios de descontaminação e o período para sua execução. “A área é federal e pertence ao Ministério da Saúde”, lembrou o prefeito, explicando ainda que não há definição quanto à sua utilização para a instalação de um novo aterro sanitário no local, como anunciou o prefeito do Rio, Eduardo Paes, durante solenidade no município.

Merendeiras vencedoras do concurso foram: l Magé, 1ºDistrito, Viviane Pinto da Escola Municipal Verônica Maria Nunes, com a receita Strogonoff de Legumes. l Santo Aleixo, 2ºDistrito, Eliane de Oliveira Ataíde da Creche São Sebastião, com a receita Surpresinha de Filé de Frango. l Suruí, 4º Distrito,Vilma Candido B. Bastos da Escola Municipal Hilda da Silva Coelho, com a receita Bolo Salgado de Aipim. l Mauá, 5º Distrito Erenir da Fonseca Costa da Escola Municipal Hilda da Silva Coelho, com a receita Bolo de Laranja com Casca. l Piabetá, 6º Distrito Verônica Soares Ferreira da Escola Municipal Professora Jupira Ferreira , com a receita Trouxinhas de Repolho.

28/03/2011 22:51:35


POPULAR

12 | JORNAL POPULAR | Nº3 | JULHO DE 2009

JORNAL

Foto: Poliana Campos

Glauco Rangel gcorangel@yahoo.com.br

Com pedras espalhadas por toda parte, balizas caindo aos pedaços e alambrados enferrujados e furados. É assim que se encontra o campo de futebol soçaite Santa Terezinha, no Parque Lafaiete, em Duque de Caxias. Antiga área de lazer dos moradores que gostam de jogar futebol, ele está em completo abandono, sem condições de ser utilizado. Para dar mais conforto e segurança aos jovens e adultos que se acostumaram a bater sua bola ali, a Prefeitura, responsável pelo local, anunciou no ano passado que iria fazer uma grande reforma. O ponto alto seria a colocação de grama sintética em todo campo, que era somente de terra. A obra foi iniciada em outubro, mas, em pouco tempo, estava interrompida. No início da reforma,

que, entre outras melhorias, previa também a retirada dos postes de iluminação das laterais e de um muro lateral, foi feita a escavação e a drenagem. Em seguida, espalhou-se pedra britada na área destinada a ganhar a grama artificial. Os moradores estavam animados, mas, em dezembro, tiveram uma surpresa, quando todo o trabalho foi paralisado. - Deram três meses para a entrega do campo, mas não foi o que aconteceu. No começo desse ano, a Secretaria de Esportes e Lazer mandou um representante aqui, porém, nada mudou até agora. Temos que jogar futebol na rua ou em outros bairros reclama Sérgio Ricardo da Silva, de 23 anos, que mora na rua Padre Roberto Sá e sempre freqüentou o local. A paralisação não prejudicou apenas os praticantes do futebol, que, em quase todos os dias - especialmente nos sábados e domingos -, dispu-

tavam animadas “peladas” e campeonatos e desenvolviam projetos de escolinha para a garotada. As aulas de tai shi shuan, freqüentadas por jovens, adultos e idosos, têm que acontecer em um espaço apertado próximo à cantina, que deixou de funcionar. Já outras pessoas ficaram sem poder continuar suas atividades físicas ali. “Tenho pressão alta e o médico me recomendou fazer caminhadas. Dias depois, a obra começou e tive que sair”, lembra Marlene Coelho, residente na rua São Gonçalo. A Prefeitura, procurada por nossa reportagem, esclareceu que a empresa paga e contratada pela antiga administração não finalizou o serviço que deveria ser feito. No entanto, a atual administração prorrogou o contrato com a firma e há intenção de entregar a área de lazer à população completamente reformada e revisada ainda este ano.

Foto: Poliana Campos

Muitas pedras no caminho da bola

Moradores do Parque Lafaiete reclamam do abandono do campo

Aumento da insegurança O abandono da área de lazer causou outro problema para aquela região do Parque Lafaiete, onde também ficam a Escola Municipal Santa Terezinha - vizinha ao espaço esportivo - e a Igreja Santa Terezinha. Com a falta de movimento no local, os assaltos aumentaram e a presença da polícia diminuiu: - A região é a preferida dos assaltantes e, agora, não vemos mais policiamento aqui. Entra qualquer um no campo, que, à noite, vive escuro e aberto, e já ocorreram furtos nos banheiros e na própria escola. Estamos nos sentindo acuados e desprotegidos. - Confessa Sérgio Ricardo.

ERRATA - Pedimos desculpas aos nossos leitores por um lamentável equívoco ocorrido em nossa segunda edição. No espaço destinado ao texto que narraria a inédita e brilhante conquista do Campeonato Estadual Sub-20 (Juniores) pelo Tigres do Brasil, conforme indicava o título, foi publicado texto referente a outro assunto. Queremos reparar o erro, relembrando que o título foi conquistado após uma vitória por 2 a 1 sobre o Bangu. Com o resultado, os meninos do Tigres se sagraram campeões da Taça Rio (2° Turno). Como também haviam ganho a Taça Guanabara (1° Turno), o título estadual chegou de forma automática. E, no final de junho, o time de profissionais do Tigres do Brasil conquistou a Copa Rio, ao vencer o Madureira por 2 a 0. Com essa conquista, a equipe garantiu uma vaga na Copa do Brasil de 2010. É a Fera de Xerém e da Baixada rugindo mais alto no futebol do Rio. Nossos parabéns!

Popular.indd 12

28/03/2011 22:51:36

Edição nº 03 (JULHO/2009)  

Jornal Popular do Brasil - Edição nº 03 (JULHO/2009)

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you