Page 1

André Barbosa

Camilo Mota

www.jornalpoiesis.com.br

Servidores de Araruama têm desconto em terapias

Marcia Jeovani propõe criação de feira rural de mulheres

Página 3

Página 3

Ano XXIII- nº 246 - Saquarema, Araruama, setembro a novembro de 2016

Uma breve história da ópera Como um gênero tão fantasioso em que os personagens cantam em versos normalmente em vez de falarem como todo mundo, pode representar a realidade? Para responder esta pergunta, o escritor Gerson Valle traça uma grande reflexão sobre as óperas, fazendo um apanhado histórico de sua evolução e refletindo sobre seu papel no contexto das artes. Página 5.

Ateliê Antoniarte oferece aulas de pintura e desenho

Divulgação

Faculdade Unilagos debate o ofício de ser professor

Divulgação

Curso de Reiki será realizado em Jaconé

Divulgação

Centenas de profissionais da educação assistiram à mesa redonda promovida pela Faculdade Unilagos tendo como tema “Ser Professor”. Mediada pela historiadora A artista plástica Antônia Lúcia realizou mais uma exposição dos trabalhos de seus alunos e alunas na Casa de Cultura José Geral-

do Caú. O resultado é muita beleza e revelação de talentos. Os interessados em aprender a arte de desenhar e pintar podem procurar

o Atelier Antoniarte, que está localizado na Avenida Getúlio Vargas, 221, sala 203, no centro de Araruama. Página 6.

Marcia Campos, a mesa contou ainda com a presença dos professores Cláudio Overné e Ralph Russo, da psicóloga Andréa Vidal e o filósofo Fábio Marchon. Página 4.

Consultório de nutrição é inaugurado em Bacaxá Página 4

A Casa da Palavra, em Jaconé, Saquarema, está com inscrições abertas para o Curso de Reiki nível 1 com o terapeuta holístico e psicanalista Camilo Mota. A técnica, que acontecerá no dia 10 de dezembro. O seminário oferece apostila e certificado, acompanhamento individual do aluno, além de ambiente EAD para acesso a materiais online. Página 4.

Consultório de Psicanálise e Terapias Naturais Camilo de Lélis M. Mota -

Psicanalista, Terapeuta Holístico,

CRT 42617

Psicanálise Transpessoal Florais de Bach Acupuntura Auricular Reiki (cursos e terapia) ( (22) 99770-7322

Av. John Kennedy, 121 sala 13 - Centro - Araruama (ligue e marque sua consulta)

(Vivo)

/ 99103-0047

(Claro)

www.camilomota.com.br


2

nº 246 - set/out/nov de 2016

Bons lares, bons filhos!

Wase Rival

Wilson Aquino

Christiane Michelin

N

E

lá estava ele, ansioso para pegar a estrada. Ângela não entendia o motivo de tanta animação, já que se tratava, na verdade, de uma viagem curta, rotineira, apenas para os pagamentos de contas de uma pequena propriedade rural que tinham, sobre a qual, aliás, até pouco tempo, ele vivia reclamando. - Anda, chega de tanto se arrumar. Nós só vamos até Chiador pra pagar contas. - Justamente... Não sei o motivo de tanta pressa e ansiedade. Até parece que vamos viajar de verdade. Calma... Já estou terminando. - Ah... Vou descendo. Vou te esperar no carro. Ao entrarem no carro, a cena se repetiu mais uma vez. Ângela queria aproveitar o momento a dois, sem as crianças, para conversarem sobre alguns planos do casal, entretanto, mais uma vez, não conseguiu abrir a boca. Teve que suportar aquela mulherzinha irritante competindo com ela. - Mas Paulo, será possível que depois de anos fazendo este mesmo percurso você ainda precisa de ajuda pra chegar a Chiador? - Calma, meu bem... Só quero ver se tem trânsito... - Trânsito, Paulo? Onde você já viu trânsito nessa estradinha? - Fica quieta, Ângela... Assim eu não escuto... Pode ter tido um acidente na estrada... Nunca se sabe... E Ângela, novamente, acabou se calando diante daquela voz azucrinante que, nos últimos meses, estava tirando o pouco tempo que sobrava para qualquer conversa entre ela e Paulo. Aquele som metálico, anasalado, estava tirando Ângela do sério. Paulo não conseguia mais ir até a esquina sem acionar o Wase no seu celular. E lá vinha aquela mulher-

Gospel10.com

zinha dando ordens sobre o melhor caminho a seguir. Outro dia, voltando da Barra da Tijuca, Ângela queria pegar a Niemayer para ver o pôr do sol, mas, a mulherzinha cismou que tinham que pegar outro caminho. Paulo não pensou duas vezes. Pior foi o dia em que a pilantra mandou Paulo entrar na contra mão. Na verdade, esse dia Ângela bem que gostou, muito embora estivesse no carro e tenha corrido o risco de sofrer um acidente, mas, adorou a bola fora da dita cuja, sempre dona da verdade. - Ciúme? Ah... Era só o que me faltava, né, Paulo? Eu ter ciúme de uma voz idiota dessas... É claro que não é ciúme, mas, devo dizer que minha vontade é de jogar esta porcaria deste celular longe. Parece que você ficou obcecado por esta mulher. Quer dizer... Olha só o que estou dizendo... Até parece que tem mesmo uma mulher aí dentro, pela maneira que esta porcaria deste aplicativo te fascina. - Ah, Ângela... Faça-me o favor, né? - Faça-me o favor, digo eu. Você vai à padaria agora de carro, só pra poder levar essa mulherzinha no bolso. Nunca vi isso... Parece vício, doença... Sei lá... E depois ainda fala que as crianças vivem no celular... E não é que Ângela estava mesmo com a razão? Paulo criou uma dependência tal com “aquela mulher” que passou a pensar “nela” mesmo quando não estava no carro. Se precisasse ir a pé a algum lugar, sentia falta daquela voz, daquela

Vidraçaria Recanto do Sol Box - Vidro Temperado - Espelho Fechamento - Vidro Importado Vidros coloridos, lisos e canelados BOX PRONTA ENTREGA Aceitamos

Av. Saquarema, 5170 Bacaxá - Saquarema ( (22) 2653-4190 / 99262-6507

espécie de presença invisível. Na hora do almoço, inventava trajetos só para ter a desculpa de ouvir “sua” voz e privar de “sua companhia”. Diante do estranhamento de algum colega explicava que estava vendo o melhor caminho para chegar a determinado local após o expediente, ou coisa que o valha. Até que, um dia, voltando do trabalho, viu-se conversando com a dita... Reclamou do chefe, da vida... - Ah... Tô cansado de ver o cara achando que pode mandar em todo mundo, viu? - Vire à esquerda. - Já tentei... Quis mesmo mudar de direção... Jogar tudo pro alto... Mas... Não tive coragem.... Pensei nos filhos... Aí... Sabe como é, né? - Rua fechada a 300 metros. - Exatamente. Foi isso o que senti... Como se estivesse diante de uma rua sem saída... - Vire à direita. - Isso... É isso mesmo o que vou fazer. Dar uma guinada à direita. É disso que estou precisando. Ser mais positivo. Obrigada, minha querida! Obrigada! Não sei o que seria de mim sem você... E, assim, Paulo foi levado às pressas para uma clínica de desintoxicação digital. No começo, recebia visitas de Ângela e das crianças apenas de 15 em 15 dias. Agora, já foi liberada a visita semanal, mas, os passeios de carro, só dentro de alguns meses.

JCEL

A maior variedade com beleza e qualidade você encontra aqui! Av. Saquarema, 5442 - Bacaxá

( (22) 2653-2744

isso, o adolescente, que naturalmente, num determinado tempo, começa a achar os pais “chatos”, ficam ainda mais distantes quando os pais não perseveram em permanecer presentes e atuantes. Pais que não perseverarem na educação dos filhos, possivelmente vão perdê-los. E o mais grave de tudo isso é que eles (pais) se esqueceram ou nunca souberam que a presença de Deus nos lares inibe o mal, aflora o verdadeiro amor, a alegria, a harmonia e fortalece e frutifica bons pensamentos, atos e ações! Crianças e jovens em ambientes assim, certamente crescem, em corpo e mente, virtuosos e saudáveis. Raramente enveredam por caminhos tristes e tortuosos. E o melhor de tudo na vida é que mesmo para as famílias esfaceladas, destruídas, sempre é tempo de mudar e contar com Deus para restabelecer a ordem das coisas e estabelecer um lar Cristão para que todos possam viver, de fato, em amor e alegria. Wilson Aquino é Jornalista e Professor em Campo Grande-MS.

Estar na mídia faz toda diferença para o desenvolvimento do seu empreendimento. Ligue e marque um orçamento:

(22) 99982-4039 (22) 98818-6164

SERVIÇOS E INTERMEDIAÇÕES Léa Dias Creci/RJ 063643/O Empréstimos BMG, BV, Itaú, Bradesco e outros. Aposentados e Pensionistas, precisando de dinheiro, fale conosco! Compras, Vendas e Legalizações de imóveis.

R. Domingos da Fonseca, 5 - Bacaxá - Saquarema ( 2653-4544 / 2031-1392 ENTREGA GRÁTIS EM DOMICÍLIO

Aceitamos cartões de crédito

(22) 2655-3115 (22) 2655-3220

ra venham tomar na vida. A pais presentes não basta apenas impor autoridade para fazer prevalecer sua vontade. É preciso muito mais que isso. É preciso diálogo! Muita paciência, persistência e perseverança na educação e convivência no dia a dia e, sobretudo, muito amor. É preciso ouvi-las e ser criativo para mostrar-lhes as consequências das suas escolhas e nutri-las de verdades e virtudes procedentes de exemplo próprio, principalmente. O fim dos encontros e reuniões familiares, práticas que se perderam há muito tempo, desde que a televisão, o computador e a tecnologia, invadiram os lares, desestabilizando os alicerces, desatando os laços e isolando pais e filhos entre as paredes da casa, transformando-os em pessoas estranhas, desconhecidas umas das outras. Pais e filhos já não se encontram mais, vagam no labirinto de onde um dia já foi(?) um lar. Vivem em mundos diferentes, jogados à própria sorte. Perderam o diálogo porque fracassaram. Não perseveraram na força que deveria ser maior e mais forte: a família! Como se não bastasse

Anuncie no Jornal Poiésis!

Christiane Michelin é escritora, presidente da Academia Petropolitana de Letras

Dê plantas a quem você ama!

SHOW DAS PLANTAS

ão é uma regra, mas estudos comprovam que jovens criados em bons lares, especialmente ambiente Cristão, na sua maioria, não se envolvem com o mundo da violência, das drogas, da prostituição ou qualquer outro caminho indesejável que os levariam à desgraça, à perdição. Exemplos não faltam aqui, ali, em todo lugar, de meninas e meninos protagonistas de barbáries inacreditáveis, de brigas, espancamento e morte. E quando ouvimos uma adolescente confessar a um delegado de polícia que ela, juntamente com outras colegas, espancou violentamente uma menina, por motivos fúteis e que só está arrependida de não tê-la matado... como cidadãos, nos desabamos incrédulos e pesarosos por constatarmos quão perdidos estão muitos dos nossos jovens e adolescentes. Outro caso de grande repercussão, o do jovem que por urinar num pneu de um veículo, foi espancado, violenta e covardemente por um grupo de jovens, quase até à morte. Se esses fatos, que estão se tornando cada vez mais corriqueiros nesses últimos tempos, nos estarrecem, penso em como devem sofrer os pais desses meninos e meninas em seus lares, que tiveram seus alicerces familiares ruídos, destruídos. É responsabilidade dos pais educar, orientar e prevenir as crianças, desde cedo das consequências que sofreriam pelas escolhas erradas que porventu-

Ó

Filho do Espírito! Meu primeiro conselho é este. Possui um coração puro, bondoso e radiante, para que seja tua uma soberania, antiga, imperecível e eterna. (Bahá’u’lláh) www.bahai.org.br Ortopedia - Traumatologia Fisioterapia Medicina Desportiva Pilates Studio - Psicologia

Dr. Newton Oliveira Valladão Medicamentos, Perfumaria e Variedades

Av. Saquarema, 3663 Loja D - Porto da Roça

Aberta de 2ª a sábado de 8 às 20h e domingo de 8h às 13h

R. Com. Bento José Martins, 297 sl. 208 ( (22) 2665-4632 - Araruama

R. Adolfo Bravo, 26 - Bacaxá - Saquarema ( (22) 2653-3324 / 98802-6709

EXPEDIENTE O Jornal Poiésis - Literatura, Pensamento & Arte é uma publicação da Mota e Marin Editora e Comunicação Ltda. Editor: Camilo Mota. Diretora Comercial: Regina Mota. Conselho Editorial: Camilo Mota, Regina Mota, Fernando Py, Sylvio Adalberto, Gerson Valle, Marcelo J. Fernandes, Marco Aureh, Francisco Pontes de Miranda Ferreira, Charles O. Soares. Jornalista Responsável: Francisco Pontes de Miranda Ferreira, Reg. Prof. 18.152 MTb.

Rua das Bougainvilleas, 4 - Rio do Limão - Araruama-RJ CEP 28970-000 ( (22) 98818-6164 ( (22) 99982-4039 ( (22) 99770-7322 E-mail: jornalpoiesis@gmail.com Site: www.jornalpoiesis.com.br. Facebook: www.facebook.com/ jornalpoiesis Distribuição dirigida em: Saquarema, Araruama, São Pedro da Aldeia, Iguaba Grande, Cabo Frio, Arraial do Cabo e Petrópolis. Fotolito e Impressão: Tribuna de Petrópolis.

Colaborações devem ser enviadas preferencialmente digitalizadas, espaço simples, fonte Times New Roman ou Arial, corpo 12, com dados sobre vida e obra do autor. Os originais serão avaliados pelo conselho editorial e não serão devolvidos. Colaborações enviadas por e-mail devem ser anexadas como arquivo .doc ou .docx. Os textos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal Poiésis.


3

nº 246 - set/out/nov de 2016

Servidores municipais de Araruama ganham desconto em consultas

A

s Terapias Holísticas (também conhecidas como Complementares e Naturistas) têm se tornado cada vez mais conhecidas do público, tanto pela eficácia de resultados terapêuticos quanto pela condição de favorecer o equilíbrio emocional e a prevenção de doenças, além de proporcionar bem estar e relaxamento. Numa sociedade em que cada vez mais pessoas apresentam problemas associados a estados depressivos e crises de ansiedade, o acolhimento proporcionado pelas práticas naturistas favorece a

melhoria do estado de saúde dos indivíduos. Com o objetivo de facilitar o acesso de funcionários públicos a serviços terapêuticos complementares, o Consultório de Psicanálise e Terapias Naturais do psicanalista Camilo Mota assinou convênio com o Sindicato dos Servidores Municipais de Araruama, garantindo desconto em consultas e procedimentos nas especialidades oferecidas. “Queremos possibilitar que servidores da Prefeitura de Araruama tenham mais facilidade para se beneficiar de

O atendimento com hora marcada inclui psicanálise, terapia floral, reiki e acupuntura auricular francesa

serviços de psicoterapia e de outras práticas que trazem melhorias para sua saúde, refletindo diretamente em sua qualidade de vida e na melhoria

de suas relações interpessoais no trabalho e na família. Como essas terapias se baseiam numa continuidade terapêutica, num acompanhamento mais próxi-

Complexo Educacional Darcy Ribeiro se destaca no IDEB

O

Complexo Educacional Darcy Ribeiro, em Araruama, se destacou no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB, em 2015, conforme divulgação feita pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP. De acordo com informações do diretor Ruan Carlos da Silva, há um ano e meio na direção da escola, o índice do quinto ano foi de 5,1, e o nono ano conseguiu a pontuação de 4,2, uma diferença significativa perante os números de 2013, que havia sido de 3,8 no quinto ano. O IDEB foi criado em 2007 com o objetivo de verificar dois pontos importantes para a qualidade da educação: o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações. Os dados são obtidos com a aplicação da Prova Brasil, cuja avaliação envolve alunos da 4ª série/5º ano Para Ruan Silva os resultados obtidos foram devido à formação realizada juntamente aos professores sobre a Prova Brasil. “Fizemos treinamento em apenas quatro meses. A nossa escola foi a que mais avançou no índice no município, foi o mais elevado, referente às notas anteriores”, afirmou o

Regina Mota

O diretor Ruan Carlos da Silva entende que a escola avança na medida em que estimula o sentimento de pertencimento de seus funcionários

diretor. Com relação a Provinha Brasil, o Complexo Darcy Ribeiro também se destacou. Trata-se de mais um método de avaliação, que visa verificar o desenvolvimento das habilidades relativas à alfabetização e ao letramento em Língua Portuguesa e Matemática, para crianças do 2º ano do Ensino Fundamental, aplicada duas vezes ao ano. As conquistas não param por aí. Alunos se despontaram na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP, criado em 2005 para estimular o estudo da Matemática entre alunos e professores, revelando talentos. “Em 2014 um aluno passou

para a primeira etapa; já em 2016 a escola classificou 28 alunos da primeira para a segunda etapa. Alunos do 6º ao 9º anos, dos períodos matutino e vespertino participaram”, disse. Dentre os planejamentos para um futuro breve, o Complexo Darcy Ribeiro contará ainda com o desenvolvimento do Método Supera, criado em 2005 pelo engenheiro do ITA – Instituto Tecnológico de Aeronáutica, Antonio Carlos Perpétuo, 52, e que visa aplicar ginásticas para o cérebro. O método juntou o ábaco, jogos e exercícios com a finalidade de fortalecer o cérebro que, por sua vez, representa 2% do corpo, mas tem 100 bilhões de neurônios ligados

por mil conexões sinápticas cada. “O Método Supera deverá ser iniciado em breve. A escola aderiu ao programa para elevar o potencial dos alunos, levando-os a um tipo de aprendizagem diferenciada. Para isso já contamos com uma sala-ambiente, um dos requisitos exigidos pelo programa”, continuou Ruan. Questionado sobre ao que se deve o sucesso do ensino e do aprendizado na instituição, Ruan relata acreditar que primeiro o gestor trabalha de forma participativa e integrada, fortalecendo a equipe diretiva, de suporte pedagógico, professores, funcionários e alunos com seus responsáveis, que, por sua vez, fazem parte do Conselho Escolar, que tem papel importante e fundamental nas ações da unidade. “A primeira meta foi fazer com que o funcionário entendesse o sentimento de pertencimento, que a escola pode avançar porque pertence a todos. É o trabalho de uma escola que pertence a uma equipe. Houve o resgate da identidade, a autoestima foi trabalhada para que funcionários e professores dessem o melhor de si para o bom desempenho da escola”, finalizou o diretor. (Regina Mota)

mo entre o profissional de saúde e o seu cliente, nem sempre as pessoas estão dispostas ou têm condições de arcar com esses custos. O desconto para os servidores é uma maneira de motivar as pessoas a procurarem ajuda, a se engajarem também como agentes responsáveis por sua própria saúde”, disse Camilo Mota. O consultório oferece desconto de 30% nas consultas para todos os servidores da Prefeitura de Araruama, que terão acesso a serviços de Psicanálise, Terapia Floral de Bach, Reiki e Acupuntura Au-

ricular Francesa. As consultas são com hora marcada e o servidor é atendido de acordo com o agendamento, sem necessidade de ficar em fila de espera. Para maiores informações, os interessados podem entrar em contato através do telefone/WhatsApp (22) 99770-7322 ou pelo e-mail camilomota@terapeutaholistico.com.br. Para conhecer mais sobre os trabalhos desenvolvidos pelo Consultório de Psicanálise e Terapias Naturais, acesse o site www. camilomota.com.br.

Projeto institui feira de trabalhadoras rurais Divulgação/ANPr

Com o objetivo de incrementar e valorizar as atividades desenvolvidas pelas mulheres que trabalham na área rural, está em tramitação na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ) a proposta de criação do programa Feira das Mulheres Trabalhadoras Rurais. O projeto de lei, de autoria da deputada estadual Marcia Jeovani (DEM), vai garantir também a oferta de produtos de qualidade e a preços mais baixos, assim como a melhoria da qualidade de vida das famílias rurais. O Estado do Rio de Janeiro tem proporcionalmente mais mulheres do que em todos os outros estados do Brasil. Existem

REIKI

7.625.679 homens contra 8.364.250 mulheres. As mulheres representam 43% da mão de obra agrícola nos países em desenvolvimento e mais de 70% da força de trabalho em algumas economias baseadas fundamentalmente na agricultura. Nas Baixadas Litorâneas, a presença marcante do artesanato, como é o caso do município de Araruama, através do material produzido por meio da taboa, planta extraída da Lagoa de Juturnaíba, no distrito de São Vicente de Paulo. Esses trabalhos artesanais são orientados pelas profissionais que atuam nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).

Assessoria Contábil Legalização de Empresas

Cursos e Terapia

As leis da Alerj servem para quem tem sede de justiça. Ou só sede, mesmo.

(22) 2653-3164 (22) 2653-3357 www.reikiadistancia.com.br

Camilo de Lélis M. Mota Terapeuta Holístico, CRT 42617

( (22)99770-7322

AGRIJAR BACAXÁ Rações nacionais e importadas Medicamentos e Sementes

www.transitcontabilidade.com.br

Rua Alfredo Menezes, 200 - Sobrado - Bacaxá Saquarema-RJ

ASSISTÊNCIA MÉDICA ALBUQUERQUE MAGIOLI

Dr. Cid José C. Magioli Clínica Geral - Homeopatia CRM 52-44061-6

Dra. Eulenir M. A. Magioli Ginecologia - Homeopatia CRM 52-42685-2

Dr. André Luis de A. Magioli

Chegou o aplicativo Carteirada do Bem.

agrijar@hotmail.com Av. Saquarema, 5320 Bacaxá - Saquarema

Lei Estadual 2424/95: “Bares e restaurantes estão obrigados a oferecer água filtrada de graça quando solicitada pelo cliente.”

Baixe na

BAIXE, CONHEÇA AS LEIS QUE FAZEM PARTE DA SUA VIDA E TOME POSSEAlerj. DA SUA CIDADANIA. #carteiradadobem | carteiradadobem.com.br Aqui você tem poder.

CRC RJ 001040/0-0

( (22) 2653-3114

Fotografia de Eventos Aniversários Infantis, Casamentos, Cerimônias em Geral

Regina Mota (22) 99982-4039

Cardiologia - Clínica Médica CRM 52-94985-0

ARARUAMA: Av. Brasil, 10 SL 709 - ( 2665-6320 S. VICENTE: R. Farmacêutico Faria, 20 ( 2666-4576


4

nº 246 - set/out/nov de 2016

Politécnica de Araruama está com inscrições abertas

E

stão abertas até 30 de novembro as inscrições para os cursos oferecidos pela Escola Municipal Politécnica Antônio Luiz Pedrosa para o ano letivo de 2017. A prova será realizada no dia 08 de janeiro de 2017, às 9 horas, sendo constituída de redação e questões objetivas de português e matemática. Para se inscrever nos cursos pós médio, o candidato deve ter concluído o Ensino Médio ou estar cursando o último ano; para os cursos concomitantes, é necessário estar cursando o segundo ou terceiro ano do Ensino Médio. Os interessados devem se dirigir à secretaria da Escola portando original e cópia de RG ou CNH, CPF e comprovante de residência atualizado A unidade oferece 720 vagas no pós médio para

Camilo Mota

os cursos de Contabilidade, Edificações, Eletrotécnica, Enfermagem, Informática, Meio Ambiente, Petróleo e Gás, Saúde Bucal, Secretaria Escolar e Segurança do Trabalho. Na modalidade Concomitante, são 120 vagas distribuídas entre Informática, Meio Ambiente e Secretaria Escolar. A Escola Politécnica fica no Centro Empresarial Delfim Carvalho – Av. Brasil nº 10 – 3º andar – Centro, Araruama. A secretaria funciona das 8h às 21h, de segunda a sexta–feira.

Curso de Reiki em Jaconé O psicanalista e terapeuta holístico Camilo de Lélis M. Mota realizará o Curso de Introdução ao Reiki, nível 1, Sistema Usui Tradicional Tibetano, no dia 10 de dezembro de 2016, sábado, no horário de 9h às 17 horas, em Saquarema. As aulas acontecerão na Casa da Palavra (Av do Canal, 9000, loja E, Bairro Jaconé). As aulas orientam o aluno no conhecimento da técnica de imposição de mãos desenvolvida por Mikao Usui no início do século XX, e que auxilia a pessoa a uma maior harmonização dos

vários aspectos de sua saúde nos campos físico, emocional, mental e espiritual. O praticante poderá utilizar o sistema para atuar sobre si mesmo e também para auxiliar outras pessoas a harmonizarem sua saúde, promovendo relaxamento, bem estar, concentração, e equilíbrio mental e emocional. Maiores informações podem também ser obtidas pelo WhatsApp (22)997707322 ou diretamente na Casa da Palavra, pelo celular (22) 98153-1280 e no site www.reikiadistancia.com. br.

Receita Low Carb Pudim de Coco Ingredientes: 1 lata de creme de leite, 1 vidro pequeno de leite de coco, meio pacote de coco ralado e desidratado sem adição de açúcar, gelatina sem sabor, 100 ml de água, adoçante a gosto. Modo de preparo: Bata no liquidificador o creme de leite, o leite de coco, e o coco ralado. Aqueça a água e misture a gelatina até que dissolva completamente. Em seguida, junte a gelatina ao restante dos ingredientes no liquidificador e bata novamente por alguns segundos. Acrescente o adoçante a gosto. Coloque numa vasilha e leve à geladeira. Pode

consumir quando estiver consistente e firme. Com essas medidas rende uma uma porção para servir de 2 a 4 pessoas. Confira mais receitas no site: http://www.dietalowcarb. org/

“Ser professor” foi tema de debate na Unilagos

Saquarema ganha consultório de Nutrição Personalizada

F

O

curso de Pedagogia da Faculdade UNILAGOS Araruama, através de sua coordenadora Ivana Campos de Oliveira, realizou no último dia 11 de outubro uma mesa redonda com o tema “Ser Professor”, para discutir a importância da profissão e entender quem é esse professor mediante os novos desafios da sociedade contemporânea. A mesa foi mediada pelo mestre em História Márcia Campos, tendo como

debatedores a professora mestre em Educação Ivana Campos de Oliveira, os professores mestres em Educação Cláudio Overné e Ralph Russo, a professora mestre em Psicologia Andréa Vidal e o professor mestre em Filosofia Fábio Marchon. Na plateia, mais de 500 estudantes do curso de Pedagogia participaram do debate, inclusive fazendo questionamentos aos debatedores. A mesa fez parte da semana em que se comemora o dia do professor.

oi inaugurad o em B a c a x á , S a q u a r ema , o ma i s n o v o c o n c ei t o em s a ú d e d a Reg i ã o d o s L a g o s . Tr a t a - s e d o c o n sultório da nutricionist a Ren a t a A l v a r en g a , q u e, a l ém d a n u t r i ç ã o , d ev er á u n i r t a mb ém o u t r a s es p ec i a l i d a d es n a á r ea d a s a ú d e. D e a c o r d o c o m Ren a t a A l v a r en g a , h o u v e a p r eo c u p a ç ã o em a d eq u a r o c o n s u l t ó r i o para que outros profiss i o n a i s p u d es s em a t u a r d e u ma f o r ma h a r mô nica. “A s i n s t a l a ç õ es f o r a m eq u i p a d a s c u i d a d o s a men t e, visando u m ma i o r b em es t a r d o s p a c i en t es , s em q u e o s mes mo s p r ec i s em s e d es l o c a r p a r a o u t r o s l u g a r es p a r a c o mp l et a r em o c i c l o d e t r a t a men t o ” , d i s s e, O es p a ç o o f er ec e a v a l i a ç ã o e a c o mp a -

A nutricionista Renata Alvarenga

n h a men t o n u t r i c i o n a l , c o m a d o u t o r a Ren a t a A l v a r en g a , A c u p u n t u r a e M ed i c i n a C h i n esa com o doutor Isaac M a c h a d o , F i s i o t er a p i a com a doutora Flávia Ra b el o , e Ps i c o l o g i a com a doutora Lilian Fortunato. O consultório fica n a Ru a B ea t r i z A ma r a l , 2 6 , s a l a 0 8 , em B a c a x á . Tel ef o n e ( 2 2 ) 2031-0283.

Feira do Livro já está funcionando no calçadão do Itaú em Araruama Ascom/PMA

Araruama volta a receber em novembro a Feira do Livro no Calçadão Cultural Dr. Fábio Freitas, no Centro. O projeto cultural tem como objetivo levar livros a preços mais baratos e, com isso, incentivar a leitura. A feira prossegue até o início do mês de dezem-

A

bro com estandes onde podem ser encontrados livros didáticos, infantis, lançamentos e usados de várias editoras, com preços a partir de R$ 2. O horário de funcionamento é de segunda-feira a sábado, das 8h às 20h e domingo das 16h às 20h.

Beleza negra é destaque em exposição de fotografias em Saquarema

jornalista e fotógrafa Michele Maria realiza este mês a exposição “Negro é a raiz da liberdade”, com fotos de afrodescendentes de todos os gêneros e idades. A mostra está em cartaz na Casa de Cultura Walmir Ayala, em Saquarema, podendo ser visitada até 1º de dezembro. Segundo a jornalista Mi-

Michele Maria

chele Maria, a beleza negra deve ser ressaltada como traço da cultura brasileira. “Somos todos vermelhos, porque temos a mesma cor de sangue; esta é uma das minhas lutas e pretendo, com este projeto, contribuir para a erradicação do preconceito racial em nosso país”, disse a jornalista.

Guarda Civil, futuro ou presente da Segurança Pública? André Soares

C

om o advento da lei 13022 de 2014, a lei que trata sobre o Estatuto Geral das Guardas Municipais, que diz Art. 2o “Incumbe às guardas municipais, instituições de caráter civil, uniformizadas e armadas conforme previsto em lei, a função de proteção municipal preventiva, ressalvadas as competências da União, dos Estados e do Distrito Federal.” As guardas civis de todo Brasil, passaram a assumir um papel se antes de coadjuvante na segurança pública, agora sobe no palco da atuação no combate à violência, e outras calamidades sociais juntamente com os demais atores no cenário da Segurança Publica. Baseando-se nisso a Guarda Civil de Saquarema vem pleiteando desde o ano de 2014, a implementação da Lei Federal, que prevê: carreira de forma ascendente; Guarda sendo comandada por integrante da carreira; corregedoria própria; ouvidoria; e criação da central telefônica 153 para atendimentos de ocorrência (número gratuito e padronizado para todas as Guardas do Brasil). O prazo

concedido pela Lei Federal para implantação nos municípios, expirou em 08 de agosto de 2016. Dois anos se passaram e pouco avanço em relação a essa regulamentação, principalmente em nosso Município. Mediante tal fato alguns integrantes da Guarda Civil estão acionando o Ministério Público Estadual, requerendo o cumprimento e o respeito a Guarda Civil e conceda os direitos básicos contidos na lei acima apresentada. Estamos vivemos um momento de colapso dos serviços

públicos que antes eram deixados sob a responsabilidade dos Estados, o que levou a asfixia das finanças estaduais. Dessa forma as Prefeituras precisam adequar as suas Guardas para atuação efetiva na proteção à população e prevenção através do policiamento de proximidade, comunitário, e equipá-las com o devido aparato para o desenvolvimento eficaz e cumprimento dos princípios constantes na referida Lei em seu Art 3ª que diz “- São princípios mínimos de atuação das guardas municipais: I - pro-

teção dos direitos humanos fundamentais, do exercício da cidadania e das liberdades públicas; II - preservação da vida, redução do sofrimento e diminuição das perdas; III - patrulhamento preventivo. IV - compromisso com a evolução social da comunidade; e, V - uso progressivo da força”. Dessa forma essa instituição para os Municípios que já estão em processo de adequação, é o presente na segurança pública, uma grande realidade já causando grande impacto na redução de pequenos furtos, roubos, e diminuição de demais dados da violência. Entretanto para aqueles que ainda estão engatinhando na adequação, vislumbramos um futuro promissor, para essa instituição que sendo treinada, trabalhada e equipada trará grandes e frutíferos resultados, para a população Saquaremense. André Soares - GCM Em Saquarema – Especializado em Planejamento e Gestão Municipal de Segurança Pública pelo CEDESH – CENTRO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO/SP


5

nº 246 - set/out/nov de 2016

TEATRO REALISTA CANTADO Gerson Valle

A

s representações no teatro grego eram com música. Como a grafia musical não era desenvolvida como se tornou após o século IX da nossa era, Sófocles, Eurípedes ou Aristófanes são representados hoje só com as palavras. A Renascença foi um período de retorno à apreciação das artes greco-romanas. Ocorreu de forma mais intensa na Itália, onde cidades enriqueceram com banqueiros e negociantes. Muitos deles se tornaram mecenas de artistas. Na cidade de Florença, em 1600, investiu-se na representação que procurava refazer o teatro grego com a junção da poesia com a música. O resultado foi a criação de um novo gênero teatral, a ópera! O que merece mais destaque na nova criação são as narrativas mitológicas gregas, sem, obrigatoriamente, muita verossimilhança, com trechos de danças, madrigais, interlúdios instrumentais e o que mais a caracteriza: o recitar cantando. Por conseguinte, a ópera nasceu sob a égide do teatro de fantasia, mesmo porque ninguém “fala cantando”. E isto agradou tanto que logo criaram-se óperas pelo resto da Europa. Durante os séculos XVII e XVIII foram inúmeros os compositores que a ela se dedicaram. E a forma se consolidou entre recitativos, onde diálogos ou monólogos faziam a situação se explanar, e árias, onde a ação se paralisava para entrarem melodias normalmente na forma fixa “a-b-a e coda”, com muita exibição de bel-canto. Um teatro predominantemente estático e sem compromisso com a realidade, mas somente com a música e cantores. Estes, durante o século XVIII, se tornaram em grandes figuras da sociedade. As vozes tinham uma predominância feminina: ou sopranos, mezzos e contraltos, ou de “castrati” (homens castrados pela Igreja Católica na adolescência para permanecerem com a voz do período de

transição) e os papéis masculinos tanto podiam ser cantados por homens como por mulheres. Tais cantores ganhavam mais dinheiro que o compositor ou o libretista. Era por eles que se ia à ópera, que, sobretudo na Itália, se tornou na diversão preferida de classes mais favorecidas, passando-se noites jogando-se nas plateias e balcões, comendo-se, bebendo-se, conversando e até fazendo amor, segundo relato da época. Prestava-se atenção ao palco nas árias dos cantores mais elaboradas virtuosisticamente. Ainda no início do século XVIII apareceu (primeiro em Nápoles) a ópera bufa, geralmente crítica a situações sociais ou familiares, com isto guardando mais contato com a realidade da época, como o caso de “La Serva Padrona”, de Pergolesi, onde uma empregada esperta força as situações da vida de seu patrão. Mas como em toda a comédia caricaturava-se bastante a realidade. C. W. Gluck, em meados do século XVIII revolucionou a ópera, fazendo a música acompanhar mais de perto o desenvolvimento teatral, mas os assuntos ainda se voltavam para a mitologia grega, longe da realidade. No final do século XVIII, Wolfgang Amadeus Mozart se encanta com uma peça de Beaumarchais que causava furor na França pré-revolucionária, e que muitos acham que até contribuiu para as opiniões revolucionárias, onde a corte de um nobre é retratada com seus empregados mostrando-se mais capazes e espertos que ele, que só desejava gozar dos privilégios sociais. “As Bodas de Fígaro” (1786) em que Mozart, com o admirável libreto de Lorenzo da Ponte, faz a ação musical não mais se dividir somente em recitativos e árias, mas se desenvolve em duetos, trios, coros, conjuntos, que vão dando continuidade à peça com valores de seu tempo. Talvez seja a primeira vez em que se possa falar em um certo realismo na ópera, que vem, porém, disfarçado com

POESIA Tema antigo adaptado Dinovaldo Gilioli se for para o bem de todos diga ao povo que o circo está pegando fogo Dinovaldo Gilioli é poeta, reside em Florianópolis-SC

NO GALHO A CASCA NÃO É DEFINITIVA

a comicidade que dá relevo à representação teatral. Na primeira metade do século XIX a ópera volta-se mais às encenações históricas, com muita exacerbação romântica e a atração do bel-canto. Por volta dos anos de 1820, o tenor passa a ser o jovem herói, galã e destemido, com um tipo de voz mais vibrante, aparecendo o famoso “dó de peito” (Giocchino Rossini - 17921868, que tinha se aposentado aos 37 anos, após ficar rico escrevendo óperas, passando a dedicar-se às badalações sociais, piadas e culinária - quem não conhece o “tornedor à Rossini”? - critica que isto é gritaria, não é mais canto!). Em Paris, centro da civilização europeia, existiam várias casas de ópera. A “Ópera”, onde se firma o espetáculo da “grand opéra”, que segue a tradição de recitativos, árias, mas agora com conjuntos e uma preocupação com a suntuosidade da apresentação, sempre com números de “ballet”. A “Ópera Cômica”, que em vez de recitativos, os trechos não cantados são de teatro falado, procurando temas exóticos, chegando ao ridículo que faz surgir o gênero opereta (como as de Offembach do tempo de Napoleão III), de que vão originar burletas, zarzuela, musicais, e no século XX o “filme musical”. O “Théatre italien” permanece levando as novidades vindas da Itália. É importante observar que desde a criação da ópera até meados do século XIX, as temporadas eram mantidas sempre com novidades, repetindo-se pouco o mesmo repertório, e libretistas e compositores sobreviviam com as encomendas de empresários, editores e administradores teatrais. Era uma espécie de indústria antecessora a do cinema no século XX. Alexandre Dumas era um autor romântico, de livros de capa-e-espada. Como toda geração se volta contra a dos pais, seu filho, Alexandre Dumas Filho, ao contrário, escreve “A dama das camélias” como uma obra rea-

lista de seu tempo, em que uma cortesã é a heroína. A peça é de 1852. Giuseppe Verdi, que vivia um caso com uma cantora desprezada pela irregularidade da situação para a época, em 1853 lança a ópera baseada na peça de Dumas, “La Traviata”, com libreto de Francesco Maria Piave. Além da ação passar-se na época, a ópera termina com a agonia e morte da “transviada” empobrecida, desprezada pela sociedade, tuberculosa. Pode-se dizer que esta foi a primeira ópera de intenção realista. Somente 23 anos depois aparece uma segunda ópera realista, baseada na novela de Prosper Mérimée: “Carmen”, de Georges Bizet (1875), que dentro do espírito da “Ópera Comique”, de que eram colaboradores assíduos seus libretistas Meillac e Halévy, moldou uma cor “exótica” (a Espanha) com grupos marginais como os contrabandistas e cenas com danças e movimento de rua. A cena final, em frente à “Plaza de Toros” de Sevilha, em que o amante abandonado que desertara do exército pela Carmen, tenta desesperadamente que ela volte para ele, e ela, com sua personalidade altiva o despreza, fazendo-o matá-la com uma faca, é de uma musicalidade agressiva, sincera, apaixonada, que fez Nietzsche escrever que ali estava toda a luminosidade mediterrânea em confronto com as brumas do norte das óperas wagnerianas, que ele então combatia. Confessa que já assistira à “Carmen” 20 vezes, e ele, que além de filósofo era músico, elogia ainda o tratamento da orquestra dado por Bizet. A brutalidade cênica de “Carmen” acabou invadindo a escola “verista” italiana. Em 1890 a ópera “Cavalleria Rusticana” de Pietro Mascagni, baseada num conto do naturalismo regionalista de Giovanni Verga, se situa na Sicília com seus costumes rudes e de moralidade inflexível. Em 1892, Ruggero Leoncavallo estreia “Os palhaços” que trata da representação num circo de uma cena de

CONVERSA COM O AMIGO

Luís Augusto Cassas no longo diálogo sobre a vida foste o verbo preferido

a liturgia das horas as mensagens cósmicas (a troca de guarda dos anjos na alvorada) as vigílias intermináveis do joio e o trigo antes que o vento apague as minhas pegadas na relva guarda as minhas pérolas de silêncio (jamais os meus extremos)

Salomão Sousa No galho a casca não é definitiva Para filhotes surgem tocas, as juntas amontoam pó e surgem trevos

teu excesso de amor abrevia o quebra-cabeça

possa renascer com olhos de epifania: só se realiza o ser quando o amor vence o poder em todas as hierarquias Luís Augusto Cassas reside em São Luís-MA. O poema acima faz parte de sua poesia reunida no livro: A Poesia Sou Eu, vol. 2, p. 317

Vivo de mudar de caminhos para não ter de dar o mesmo tédio Dar outro gosto à ternura

Êxodo de pássaros na manhã: O espantalho Caminha no horizonte.

Vamos mudar de banda Vamos bandear de brisa E em meus braços nasçam ninhos

Claudio Feldman é autor de “Cerca viva”, de onde extraímos o poema acima. Reside em Santo André-SP.

Claudio Feldman

Gerson Valle é escritor, membro da Academia Petropolitana de Letras e da Academia Brasileira de Poesia Casa de Raul de Leoni.

DISTÂNCIAS Guardei distâncias dentro de mim: Um poço, duas montanhas, um vento forte em fim de tarde. Entre frestas e gravetos meus olhos navegavam no silêncio dos lábios: nada a dizer até que. Era longe saber de mim. Era preciso tomar a água nas mãos, sentir-lhe o frescor e a fonte de onde viera. E sem nada esperar, o horizonte era ainda mais amplo e não havia desertos. O vento sabia a resposta, e eu. Até que. Distâncias são plumas ao vento. Camilo Mota é editor do Jornal Poiésis, psicanalista e membro da Academia Araruamense de Letras.

SOMBRA O VAGABUNDO

senta com a expressividade equivalente de nosso subjetivismo. E é significativo que todos os teatros de ópera do mundo continuem funcionando com um repertório repetitivo, mas ainda tocante para seu público. Uma estatística dos últimos anos revela que “La Traviata” continua sendo a mais representada ópera em toda parte. E seguem na classificação a “Boêmia”, a “Tosca” e a “Carmen”. Talvez a realidade se faça virtual na sensibilidade artística (ou vice-versa!). Sob o enfoque contemporâneo dom José, da “Carmen”, não passa de um machista possessivo. Porém, há que se ater ao tempo e à realidade “fotografada” através das artes. Dom José é uma pessoa de baixo nível social atrelado aos preconceitos de sua formação. As paixões suscitadas pela trama acentuam a luta contra o destino. Com isto a ópera, sob muitos aspectos, realmente consegue atingir a finalidade primeira de sua criação na Renascença: trazer os elementos da tragédia grega para os tempos modernos. Assistir à paixão e inexorabilidade do destino de Carmen e dom José cria no espectador a sensação de encontro com diversas de suas angústias existenciais, com isto as libertando, havendo aí certa correlação com a psicanálise freudiana. Esta liberação do espectador pelo sofrimento da tragédia, chama-se CATARSE. E quando a música reforça a expressão comovida, parece avivar no inconsciente uma renovação para a vida!

Camilo Mota

mas as últimas peças cobram a promessa da alegria

Muda o pássaro a plumagem só para ter outra mais viva e assim combinar com a nuvem

Salomão Sousa mora em Brasília-DF. O poema acima faz parte de seu livro “Descolagem”.

ciúme que reflete a realidade do ciúme do ator (palhaço) por sua mulher atriz (colombina). Nesta metalinguagem o teatro passa por representar, na ficção, a realidade. E esta é que tudo sobrepuja. O mais representativo do grupo verista é Giacomo Puccini, em cuja “La Bohème”, com libreto de Illiaca e Giacosa, estreada no Teatro Alla Scalla de Milão em 1896, descreve a vida de pobres artistas sonhadores de Paris, com a dureza das condições sociais, fome, frio do inverno... No final, curiosamente, repete a agonia e morte de uma jovem tuberculosa, como em “La Traviata”, mas com os recursos de um pós-romântico, meio impressionista, com conhecimento da obra de Wagner. Em 1901, “Tosca” (baseada na peça de Victorien Sardou, grande sucesso da atriz Sarah Bernard), com os mesmos libretistas, coloca em música no segundo ato todo o horror de uma perseguição política que tenta desvendar segredos pela tortura, capitaneado pelo chefe de polícia que chantageia a protagonista para conseguir favores sexuais. É um do ato de crueza realista, com a ação continuada em tensão dramático-musical. Pelo século XX adentro inúmeras óperas seguiram correntes realistas, além do costumeiro simbolismo e mais modernos expressionismos. Mas o que aqui se indaga é como um gênero tão fantasioso em que os personagens cantam em versos normalmente em vez de falarem como todo mundo, pode representar a realidade. E aí acho que temos de compreender o sentido da Arte. A fantasia da encenação pode parecer realidade, sim, para nossos sentidos, se esta realidade se apre-

Hugo Pontes A fantasia da noite É do homem que não dorme É do homem Que perdeu os olhos na noite, Que olhou a menina dos olhos Que bateu palma às pálpebras Para a noite clarear. Hugo Pontes mora em Poços de Caldas-MG


6

nº 246 - set/out/nov de 2016

Em Foco

A exposição dos alunos da Antoniarte foi um sucesso

com Regina Mota

Daumas na Argentina - A equipe de bailarinos da Daumas Academia participou recentemente com suas coreografias na Argentina, de onde trouxe troféus e mais troféus para a coleção que só cresce cada vez mais. Esse é o resultado do trabalho e dedicação de cada participante da equipe liderada por Rita Daumas, de Itaúna, Saquarema. Parabéns a todos!!! Mafalda Minnozzi - No Serra Serata de Petrópolis desse ano a cantora italiana contou com a participação de Luiz Gonzaga, meu aluno de Italiano na Setid, de Araruama. Ela o chamou no palco e fez brincadeiras e cantaram juntos, arrancando aplausos e sorrisos do público. O evento ficará para a história e o guardaremos na memória.

Aula de Italiano - Dia 20/10 foi nosso último dia de aula na Setid de Araruama. A notícia da despedida nos pegou de surpresa, por isso choramos muito e nos despedimos com o coração apertado. Tudo que passamos juntos nesse tempo de estudos guardaremos para sempre. Restou amizade, carinho e respeito entre todos. Grazie, miei amori!

O

s alunos do Atelier Antoniarte, de Araruama, obtiveram sucesso na III Exposição que fizeram recentemente na Casa de Cultura José Geraldo Caú, onde puderam mostrar suas belíssimas artes confeccionadas durante as aulas que acontecem semanalmente. A cada traço apresentado nos quadros pôde-se

Yoga participa do Outubro Rosa - O grupo de Iguabinha, formado por cerca de cinquenta pessoas, participou da campanha Outubro Rosa, com o apoio da Avon. A secretária da Terceira Idade e Desenvolvimento Humano, Lourdes Belchior, é uma das ativistas em prol do movimento que acontece anualmente. Nesse dia, além da Yoga, os alunos ouviram palestra de Tania Macedo e degustaram um delicioso café da manhã bem natural. Parabéns! Feira de produtos orgânicos - O Núcleo de Arte e Cultura do Círculo Artístico Cultural de Saquarema (CACS) está realizando feira de produtos orgânicos todo sábado de 9 às 17 horas. No local, você encontra produtos artesanais, frutas, doces, pães, ovos caipiras e muito mais. O núcleo fica na Av. N. S. de Nazareth, 1920, no Boqueirão.

nhar e pintar podem procurar o Atelier Antoniarte, que está localizado na Avenida Getúlio Vargas, 221, sala 203, no centro de Araruama. As aulas acontecem às segundas, terças e quartas feiras, de 9h às 17h. Informações podem ser obtidas através do telefone (22) 99993.8023, ou, através do e-mail antoniarte@gmail.com

Exposição Achados Criativos movimenta a Casa de Cultura

A

OAB no Outubro Rosa - Em Araruama a entidade é presidida pela advogada Rosana Jardim. Nesse dia festivo muitas se reuniram por uma boa causa: a luta contra o câncer de mama. Rosana, sempre muito simpática, participou ativamente de toda a programação, juntamente com o grupo de advogadas que a acompanhava e seus familiares.

notar a influência da renomada artista Antonia Lucia, que já participou de vários eventos culturais de Araruama e cidades vizinhas. “A desenvoltura apresentada pelos alunos em seus trabalhos demonstra o verdadeiro amor pela arte e é isso que é gratificante”, disse ela. Os interessados em aprender a arte de dese-

exposição “Achados Criativos”, do artista plástico Robson Sales, está em cartaz na Casa de Cultura José Geraldo Caú, em Araruama. A mostra apresenta cerca de 20 trabalhos do artista, podendo ser visitada até o dia 24 de novembro. Robson Sales é pernambucano de nascimento, mas adotou o Rio de Janeiro como seu lugar para expressar suas múltiplas influências culturais. O artista apresenta alguns de seus trabalhos “quadros cenas” unindo seus conhecimentos da arte da representação cênica aos da arte da representação pictóri-

Camilo Mota

ca. Com premiações em exposições diversas, o artista esteve recentemente expondo seus trabalhos na ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Niterói e no Salão nobre da Câmara

de Vereadores de Niterói. A Casa de Cultura José Geraldo Caú está localizada na Alameda Manoel Bragança, 148, Centro, e fica aberta de segunda a sexta de 9 às 18h.

Novembro Azul em Araruama

O

mês dedicado à Campanha Novembro Azul também será lembrado em Araruama. A Escola Técnica Destake montará uma tenda em frente ao Fórum, nos dias 16, 17 e 18, onde serão distribuídos materiais informativos sobre o câncer de próstata, com a presença de técnicos e coordenadores em Enfermagem e Radiologia. A falta de informação, bem como o preconceito, afasta os homens das consultas ao Urologista, em consequência, deixam de fazer os exames necessários

para identificar o câncer de próstata, que, segundo o INCA – Instituto Nacional de Câncer, deverá contar com sete novos casos a cada hora, somando um total de mais de 61 mil novos casos no Brasil em 2016. O objetivo da campanha é de alertar os homens para os exames de toque e do exame sanguíneo PSA – Antígeno Prostático Específico, que servem para verificar com antecedência o aparecimento de tumor, com isso, evitar as consequências do segundo câncer que mais mata.

Oficina de Culinária Funcional Low Carb

A

contecerá no dia 26/11, de 9h às 13h, a Oficina de Culinária Funcional Low Carb, com orientações de como fazer receitas saudáveis e deliciosas para a ceia de Natal. As vagas são limitadas e as inscrições já estão abertas, no valor de R$ 80,00 (oitenta reais).

Curta uma vida alegre e saudável!!! Wanny Louzada A partir dos 2 anos e meio, até onde sua mente comandar seu corpo. Homens e mulheres, sintam-se vivos! Baby Class * Pré-Ballet * Ballet Clássico Jazz Dance * Dança Moderna * Sapateado Capoeira * Alongamento Av. Vilamar, 276 B - Itaúna - Saquarema - (22)2655-3654 www.grupodaumas.wix.com/daed

Dentista - CRO 37604

( (22) 2665-2566 / 98801-8109 / 98836-2400 Rua Rudy Alberto, Qd.38 Lot. 01 - Loja 01 (ao lado da Edumar auto peças)-Vila Capri - Araruama

Além das aulas práticas, os alunos terão também apostilas e poderão degustar os alimentos elaborados no dia. A iniciativa é das nutricionistas Renata Alvarenga e Debora Carvalho. A oficina acontecerá na Rua Manoel Domingos, 155, na rua do novo hospital, em Bacaxá, Saquarema.


Poiesis 246  

Edição de setembro, outubro, novembro de 2016.

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you