Page 1

O seu canal de comunicação

FUNDADOR: ROGERIO SANT’ANA - ANO XIV, Nº 2373

PRESIDENTE: JANIA BIZARELLI - RIO DE JANEIRO, 15 À 22 DE JANEIRO DE 2013

0,50

Acesse o nosso portal www.jornalpanorama.net.br R$ Anuncie: (21) 3763-6201 - comercial@jornalpanorama.net.br

Moradores usam fogo para protestar contra falta D’agua Nilópolis

Eleição

Hospital abandonado foi a herança

Caixa Beneficente escolhe presidente para 2013-2016 Moralização N.Iguaçu

O prefeito Alessandro Calazans trabalha em ritmo acelerado para recuperar a unidade e devolver à população Pág 5

Aprovados em concurso suspeito sem pagamento

BBB 13

Fernanda vira Musa

Presidente da Camara de Mesquita Profº Max acata decisão judicial e suspende pagamento de conscursados suspeitos Pág 7

Enfermeira debocha de paciente na Posse Em meio à visita do prefeito Nelson Bornier, acompanhante reclama de profissionais ignorantes e mal preparados Pág 4

Para ganhar o prêmio de 1,5 milhão , a mineira garante que vai extrapolar todos os seus limites, mas sem perder a dignidade. Nas festas, ela vai dar o que falar Pág.8

Limpeza

FALE CONOSCO

Salve Jorge

Mesquita já recolheu seis Théo e Morena reatam e toneladas de lixo das ruas tem noite intensa de amor

Atendimento

21 3763 6201

Web

www.jornalpanorama.net.br

financeiro@jornalpanorama.net.br @ redacao@jornalpanorama.net.br comercial@jornalpanorama.net.br @ promocao@jornalpanorama.net.br


Serviço Presidente Jania Bizarelli

RIO DE JANEIRO,

15 à 22 de janeiro de 2013

Editora Chefe Elaine Dourado

Nova Iguaçu não tem nada para comemorar Dia 15 de janeiro, Nova Iguaçu completa 180 anos de vida. Com quase 800 mil habitantes, a cidade não tem motivos para comemorações. O novo governo municipal herdou uma dívida de mais de R$ 1 bilhão. A maior dívida é do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Nova Iguaçu (Previni): R$ 544 milhões; seguido do Hospital da Posse, com dívidas de R$ 126 milhões referentes a fornecedores, prestadores de serviço, alimentação e lavanderia. A Empresa de Limpeza Urbana (Emlurb), o Aterro Sanitário, conveniados da Saúde, bancos, fornecedores de merenda e serviço de telefonia estão entre os credores do Município. Ainda segundo o prefeito da cidade, Nelson Bornier (PMDB), outros credores podem aparecer. A solução, então, será conversar com cada um deles e negociar os pagamentos da dívida. Vale lembrar, que às véspera do aniversário, a própria prefeitura ficou mais de uma semana fechada por ordem do próprio Bornier. Sem lenço e documento, como mesmo se definiu neste começo de mandato, o

prefeito acionará o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro para equacionar o débito com a Previni. No levantamento, a comissão de transição da prefeitura descobriu um empréstimo feito junto à Caixa Econômica Federal, para ser pago por 20 anos em parcelas mensais de R$ 990 mil; e uma ordem de despejo por um atraso no aluguel do imóvel onde funciona o PAM Dom Walmor, no valor de R$ 4 milhões. Coleta de lixo O orçamento do município para 2013 é de cerca de R$ 1 bilhão, mas o valor ainda não foi votado pela Câmara. Bornier anunciou também a contratação emergencial de uma empresa para coleta de lixo por 180 dias: “ Contratei por R$ 3,8 milhões. Mas vamos fazer licitação nos próximos meses”, afirmou. Com o objetivo de sanar as dívidas, Bornier anunciou a extinção de quatro secretarias: Trânsito, que será absorvido pela Secretaria de Transporte, Planejamento, que será um braço da Secretaria de Urbanismo, Meio Ambiente e Comunicação, que serão subsecretarias do governo. Além disso, 1.085 cargos comissionados foram extintos.

TELEFONES ÚTEIS

País

SALÁRIO MÍNIMO NACIONAL: REGIONAL:

R$ 678,00 R$ -------,--

MEC divulga resultado SISU O Ministério da Educação disponibilizou por volta de 8h15 desta segunda-feira (14) no site do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) a relação dos aprovados no processo seletivo. É possível fazer o fitro por instituição, curso e turno das listas de aprovados. Quase dois milhões de candidatos se inscreveram para disputar 129.319 vagas em 3.752 cursos de ensino superior. Esta é a primeira edição do Sisu a incorportar o sistema de cotas sociais e raciais estabelecido por lei sancionada em agosto de 2012.

Panorama Edição Ano XV - O Jornal Panorama é órgão oficial editado e publicado pela Panorama Comunicação

Fundador

Rogério Sant’Ana

Presidente

Jania Bizarelli

Direção Executiva Ronaldo Cabral Franklin Beiruth

Diretor Jurídico Dr. Paulo Cesar Cunha

Conselho Editorial

Pedro Chavarry Duarte

Panorama Comunicação da Baixada LTDA CNPJ: 08.219.620/0001-28 Fundado em 1997 - Rogério Sant’Ana

Internet

www.jornalpanorama.net.br

Classificados

www.classificados.jornalpanorama.net.br

E-mail

redacao@jornalpanorama.net.br

Relações Públicas

Editora Chefe

Itamar Júnior Editor

Financeiro

Wagner Carvalho - Interino

Elaine Dourado Franklin Beiruth

Marketing

Viviane Duque Estrada

Comercial

Ronaldo Cabral

Terça - Feira Sol e nuvens + 33 ºc

Tábua de Marés

Opinião

 20º BPM Rua Tenente Aldir Soares Filho, 245-Centro, Mesquita 2796-1049  Delegacia da Mulher 3765-6730  Delegacia do Turista 2511-5112  Delegacia Policial 53ª 3765-6730  Prefeitura de Mesquita 0800-282-9260  PROCON 2224-4916  Centro de Informação Turística Av. Princesa Isabel, 183 Tel: 2542-8080 / 2542-8004

Segunda - Feira Sol e nuvens + 32 ºc

Diagramador

Diego Oliveira de Azevedo

Repórteres

Gustavo Mendes , Larissa Souza Marcio Santos , Carlos Santos

Fotógrafo Carlos Santos/Gustavo Mendes

Comercial - Telefax- 3763-6201

Redação : Rua Oscar Soares nª 54 Juscelino, Mesquita CEP -26556-160, Telefone - 3763-6201 Administração: 2796-6633 / Redação: 3763-6201 Os nossos colaboradores não possuem obrigações de horário ou continuidade, não mantendo nenhum vínculo empregatício com esse jornal , em consonância com a Lei de Imprensa 5250/67. Os conceitos emitidos pelos colunistas e matérias assinadas são de inteira responsabilidade dos mesmos.

13:11 19:04

1,10m 0,20m

Quinta - Feira Chuva + 34 ºc Estações do Ano Verão 21/12

Outono 20/03

Domingo Sol e Chuva - 31 ºc

Sexta - Feira Sol e Chuva + 33 ºc

Quarta - Feira Sol e nuvens + 34 ºc

Sábado Sol e Chuva + 31 ºc Inverno 21/06

Primavera

22/09

Velocidade dos ventos N - 10km/h

Fases da Lua Nova

11/01

Cresc. 18/01

Cheia 27/01

Ming. 05/01

DESTAQUE

Mestre Azulão, o cordelista orgulho da população da Baixada Fluminense

Aos 81 anos, José João dos Santos — o Mestre Azulão — é a prova de que idade e sabedoria caminham lado a lado. Poucos minutos de conversa já foram capazes de traçar um perfil daquele que é o cordelista mais antigo da famosa Feira de São Cristóvão, no Rio de Janeiro. Foi em Japeri que o paraibano, vindo de Sapé, encontrou abrigo e um terreno fértil para dar continuidade aos trabalhos. — Quando cheguei aqui, em 1954, já escrevia. Hoje, tenho mais de 400 livros de literatura de cordel publicados, mais de 700 poemas inéditos — conta. O conhecimento para escre-

ver tantos trabalhos, segundo ele, não foi conquistado na escola. — Estudei até o antigo terceiro ano primário. Isso não se aprende em escola, Deus já me fez assim. No Nordeste, há poetas analfabetos que fazem livros — exemplifica Azulão, que mora com sua esposa, Maria das Neves, de 66 anos. Por ser um curioso nato, ele mantém a rotina de ler muitos livros, o que contribui para seus trabalhos. — Os livros fazem com que eu conheça novas palavras. Minha arte sempre pediu que fosse uma pessoa esclarecida, procurei correr atrás disso.

E ele correu. Ainda hoje, Mestre Azulão continua a publicar trabalhos novos. O mais recente é o “Namoro Moderno”. “O Azulão tem suma importância, pois iniciou a atividade cultural no espaço. Ele traz um segmento importante, que é a literatura de cordel”, destaca Gilberto Teixeira, produtor cultural da Feira de São Cristóvão, de 58 anos. Ele, que também é cantor e compositor, publicou, em 2011, o livro “Contos e Cantos da Feira”, da série Etsedron (Nordeste ao contrário). — O Mestre Azulão é o mais antigo cordelista do espaço.

Esse trabalho traz a história dele e de outros 11 personagens importantes do espaço — explica Gilberto, que considera a feira uma ferramenta fundamental para a difusão da cultura nordestina. Apesar de concordar com ele, Mestre Azulão já não guarda a mesma visão daquele lugar que conhece com propriedade. — É um local importante, mas acho que perdeu a essência. Alguns antigos já morreram e os novos não têm preservado — opina Azulão, que todo santo domingo é visto por lá e manda o seu recado: — Chego umas 9h30m e vou embora umas 18h.

A presidente Dilma Rousseff sancionou a lei 12.783, que renova concessões do setor de energia e permite o barateamento da conta de luz dos brasileiros. A lei foi publicada na edição desta segunda-feira (14) do “Diário Oficial da União”. De acordo com cálculos do governo federal, as medidas previstas na lei vão levar a uma redução média de 20,2% na tarifa de energia a partir de fevereiro. A lei permite ao governo prorrogar, por até 30 anos, concessões de geração (usinas hidrelétricas e térmicas), transmissão e distribuição de energia que vencem entre 2015 e 2017. Em troca, esses concessionários tiveram que aceitar receber, já a partir de 2013, uma re-

muneração até 70% inferior pelo serviço prestado. Uma parte da redução na conta de luz vem através dessa medida. A outra vem da eliminação, da conta de luz, de dois dos encargos setoriais incidentes: a Conta de Consumo de Combustíveis (CCC) e a Reserva Geral de Reversão (RGR). Já a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) será reduzida a 25% de seu valor atual, e assume o custeio de programas contidos nos outros dois. A energia produzida pelas usinas cujas concessões estão sendo prorrogadas, mais barata por conta do corte na remuneração desses agentes, será transformada em cotas e repartida entre todas as distribuidoras do país. Des-

sa maneira, segundo o plano do governo, o barateamento na conta de luz vai poder chegar a todos os brasileiros.

executadas com terceiros. Segundo o governo, a razão do veto, nesses casos, ocorre porque os incisos pretendiam atribuir à Aneel “competência estranha à sua finalidade”, além de os assuntos já serem tratados em outras legislações, como a trabalhista e a de defesa do consumidor. Um terceiro veto é com relação à devolução, às operadoras, de montantes arrecadados com a Taxa de Fiscalização de Serviços de Energia Elétrica que não forem utilizados. Na opinião do governo, a devolução da taxa aos empreendedores “desvirtua a vinculação do produto da arrecadação da atividade que deu causa à sua instituição”, contrariando a Constituição.

Governo publica lei que reduz 20,2% da conta de luz em todo País Vetos

O texto publicado nesta segunda-feira apresenta seis vetos em relação ao aprovado pelo Congresso. Os vetos dizem respeitos a assuntos técnicos, que não alteram as regras para o barateamento de energia. Dois deles são relacionados à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O primeiro previa que a agência definisse padrões de saúde e segurança no trabalho e de respeito aos direitos e garantias dos consumidores a serem submetidos pelas operadoras. Outro previa que a Aneel definisse atividades acessórias que poderiam ser


40% do preço do material escolar são impostos

Pais preparem o bolso em janeiro! Além das despesas com IPVA, IPTU e matrícula, o bolso está comprometido também com a lista de material escolar. No 30º país com a maior carga tributária do mundo, quase metade do preço de itens como agenda, apontador, borracha, caneta, cola e régua é representada por impostos, de acordo o IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário). Atendimento 21 3763 6201 Comercial 21 3763 6201

@

redacao@jornalpanorama.net.br comercial@jornalpanorama.net.br

Web

www.jornalpanorama.net.br

Geral

Presidente Jania Bizarelli

Editora Chefe Elaine Dourado

RIO DE JANEIRO,

15 à 22 de janeiro de 2013

Página 03

CEDAE

Moradores se revoltam contra seca de um mês em Mesquita Para Cedae existe dificuldade no abastecimento em toda região mas considera situação normal

Motivados pela constante falta d´agua, que atinge o bairro desde o fim de dezembro, moradores de Cosmorama em Mesquita, organizaram protesto para sensibilizar a Cedae no sentido de solucionar o problema. Na manifestação pneus e lixo foram queimados e ruas próximas tiveram fluxo interrompido. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros precisaram ser acionados para conter os mais exaltados. Porém ninguém foi detido. De acordo com os moradores, a Cedae esteve no bairro há mais de dois anos fazendo uma espécie de mapeamento da região para instalação de hidrômetros, pouco tempo depois, no entanto, apenas algumas residências receberam o medidor de água, dessas, poucas são abastecidas com regularidade. Ainda segundo os moradores, inúmeras reclamações foram direcionadas à Cedae, que sempre informa que a situaçaõ está normal. Maria de Fátima, mora há 15 anos no bairro e diz que este problema não é de hoje. “Aqui é sempre assim, agora estamos sem água desde o Natal. Com este calor, já imaginou?”, indagou a moradora. Com motivos para reclamar da concessionária, a moradora, apesar de ter que gastar em média R$17 por semana comprando água mineral, mostra uma conta paga e outra que chegou com o impressionante valor maior que R$ 4 mil reais. Dona Maria conta ainda que

Gustavo Mendes

estranha a cobrança porque na conta consta apenas seu nome. No documento, não tem o número do CPF da titular da conta. “Tenho em mãos uma conta que está com este valor absurdo e o que é mais estranho é que meu número de CPF não está aparecendo. Já reclamei inúmeras vezes, porém não adiantou. É triste saber que nosso bairro está abandonado. Arthur Messias não fez nada pela nossa cidade, lamentável”, finalizou.

Prefeito vai ao bairro O prefeito de Mesquita Gelsinho Guerreiro ao toar conhecimento da manifestação se dirigiu ao local para dialogar com os moradores. Apesar de não ser responsabilidade direta a prefeitura o abastecimento de água, Gelsinho expressou sua preocupação com o problema e conversou com os manifestantes. O prefeito disse que apesar de justas as reivindicações, alertou que o protesto deve ser feito de forma ordeira e que as vias públicas não devem ser obstruídas e nel fogo ser ateado. Ele foi prontamente atendido e assumiu um compromisso de buscar uma audiência pública com o vice governador afim de buscar uma resposta definitiva sobre a inauguração do reservatório JK2, que representa a solução definitiva para o problema de falta D’água.

Informe da CBPMERJ Cel. Pedro Chavarry

20º Batalhão da PM recebe novo Comandante com solenidade

Este é um espaço destinado aos leitores do jornal PANORAMA que são associados da Caixa Beneficente da Polícia Militar.

Eleições para escolha de nova diretoria da CBPMERJ será nesta terça (15/01)* Faltam poucos dias para que a nova diretoria da Caixa Beneficente da Polícia Militar, que cumprirá o triênio 2013- 2016, seja conhecida. Após alguns anos sem participação dos associados nas votações, esse pleito marca também o retorno das eleições diretas. O poder de escolha cabe aos associados, seguindo regras do regimento interno de 2004.

As votações terão início às 9h, encerrando-se às 17h. Serão aptos a votar todos os associados que estiverem em dia com suas obrigações juntos à instituição. Quatro chapas estão concorrendo para a presidência, no entanto, a chapa “O Trabalho Tem Que Continuar”, encabeçada pelo atual presidente da Caixa Beneficente, Pedro Chavarry, lidera as intenções de votos.

A

conteceu na última quarta-feira (09) a solenidade de passagem de comando do 20º Batalhão de Polícia Militar do Rio de Janeiro. A cerimônia aconteceu na unidade, em Mesquita e contou com a presença de várias autoridades. Na ocasião, o tenente coronel Marcos Borges passou o comando do Batalhão para o também tenente coronel Max Fernandes dos Santos. Os prefeitos Alessandro Calazans (Nilópolis) e Gelsinho Guerreiro (Mesquita) prestigiaram o evento: “A parceria da prefeitura de Nilópolis com o 20º Batalhão será fundamental. Nós queremos fazer com que Nilópolis tenha a maior central de monitoramento 24 horas do país, aproveitando a pequena extensão de nossa cidade. Nossa ideia é fazer do Mu-

nicípio, um pequeno condomínio fechado. Quem andar por Nilópolis saberá que são bemvindas e ao mesmo tempo vão saber que estão sendo filmadas”, afirmou Calazans. O prefeito de Mesquita Gelsinho Guerreiro falou sobre a parceria com o 20º Batalhão e seus planos de segurança em relação ao Município: “Nós estamos criando a Secretaria de Segurança, antes era a Guarda Municipal. A partir de agora, a prefeitura vai buscar parcerias tanto com o governo do Estado quanto com a União. É fundamental um canal aberto com esses órgãos. O segredo para uma boa segurança é uma construção coletiva. Vamos dar as mãos e trabalhar muito”, destacou Gelsinho. A passagem de comando do 20º Batalhão foi marcada pela

a emoção. O Tenente Coronel Marcos Borges, que ficou durante um ano e três meses chefiando a segurança de Nilópolis, Mesquita e Nova Iguaçu, se mostrou satisfeito com seu trabalho ao longo da gestão: “Eu saio com consciência do dever cumprido, embora ainda exista muita coisa para fazer. Existe uma deficiência de efetivo no Batalhão e uma aglomeração de criminosos em áreas como Morro Agudo e KM 32 (Nova Iguaçu). Fizemos o máximo que podíamos fazer”, disse Borges. Já o novo comandante Max Fernandes falou de seus planos frente ao Batalhão: “Nossa expectativa é a melhor possível. Na Chatuba, já temos um trabalho bastante interessante sendo desenvolvido. Vamos dar muita importância ao bairro e o

20ºBatalhão está atuando muito bem na região. Com certeza vamos dar cada vez mais apoio aos policiais militares que estão trabalhando na comunidade. Em relação a toda região, nós pretendemos usar bem nossos recursos, pretendemos até mesmo mudar o foco de atuação do Batalhão. É importante ter a população como nosso cliente. A nossa visão é de proteção ao cidadão”, enfatizou. Também estiveram presentes na solenidade a presidente do Jornal PANORAMA Jania Bizarelli, a delegada Dra. Juliana Amorim, a delegada do DEAM (Delegacia Especial de Atendimento à Mulher), Dra. Tereza Pezza , o Tenente Coronel Cláudio do 21º BPM, o Coronel PM Danilo, comandante do 3° CPA (Comando de Policiamento da Área), entre outros convidados.


Cidade Página 04

RIO DE JANEIRO,

15 à 22 de janeiro de 2013

Presidente Jania Bizarelli

Editora Chefe Elaine Dourado

Fim do MSN

A Microsoft enviou um e-mail para os mais de 100 milhões de usuários do MSN informando que o serviço será completamente desativado até o dia 15 de março. Quem ainda usa o Messenger terá sua conta automaticamente transferida para o Skype, outro serviço de mensagens da Microsoft, e terá sua lista de contatos atualizada, caso mantenha o e-mail para entrar no serviço. Basta baixar o software para usar.

Atendimento 21 3763 6201 Comercial 21 3763 6201

@ redacao@jornalpanorama.net.br comercial@jornalpanorama.net.br

Web

www.jornalpanorama.net.br

Caxias: polícia investiga denúncia contra administração de hospitais A polícia investiga denúncia de que organizações que administravam unidades de saúde em Duque de Caxias teriam tentado fechar suas portas e impedir o atendimento da população, na manhã de sábado. Um dia antes, o prefeito Alexandre Cardoso rescindiu o contrato com as instituições Igepp e A Marca, que geriam seis Unidades Pré- Hospitalares (UPHs) e o Hospital Municipal Moacyr do Carmo. Segundo o prefeito, a ação das organizações foi uma retaliação ao rompimento do contrato. Em audiência realizada no último dia 8, a 1ª Vara Federal de Duque de Caxias decidiu a possibilidade de contratação de outra Oscip pelo município por seis meses. No dia 11, o prefeito rescindiu o contrato. À noite, a equipe da prefeitura recebeu informação de que as unidades amanheceriam fechadas, por ordem da direção das Oscips. — Chegamos cedo nas unidades e impedimos o fechamento — afirmou Cardoso.

O delegado titular da 59ª DP (Caxias), Cláudio Vieira, intimou a direção das instituições para depor amanhã: — Já ouvi alguns médicos, o secretário de Governo e o procurador do município. Na porta do Hospital Moacyr do Carmo, o prefeito e sua equipe afirmam ter encontrado comunicados de dispensa de profissionais pela Igepp. Após ter desligado as organizações, o prefeito disse que vai contratar apenas o serviço de outras empresas. Entretanto, a gestão das unidades será assumida pela prefeitura. Cardoso também vai pagar aos funcionários das duas organizações salários e 13 atrasados: — Pagarei os funcionários na segunda-feira (hoje). Faço apelo aos médicos e enfermeiros para que continuem trabalhando porque vou contratar todos. A direção das organizações Igepp e A Marca não foi localizada. A atuação das Oscips em Caxias A organização A Marca

administrava, segundo a prefeitura, seis unidades pré-hospitalares (UPH) nos bairros Xerém, Pilar, Imbariê, Saracuruna, Campos Elíseos e Parque Equitativa. A Igepp administrava o Hospital Muni-

cipal Moacyr do Carmo, na Vila São Luiz. Segundo o procurador geral do Município, André Marques, era preciso rescindir o contrato com as organizações para contratar novas organizações. No

Moacyr do Carmo, o clima era de receio. Nenhum funcionário quis comentar a ordem de fechar a unidade. Quem procurou o hospital se queixou. Segundo uma paciente, que não quis se identificar, só

os casos mais graves eram atendidos. O prefeito Alexandre Cardoso afirmou que a saúde irá merecer atenção especial durante seu governo e que irá buscar recursos junto ao Ministério da Saúde.

Na última sexta-feira (11), o prefeito de Nova Iguaçu Nelson Bornier esteve no Hospital da Posse. A intenção da visita foi mostrar aos vários veículos de comunicação presentes o estado da unidade de saúde que é referência em toda Baixada Fluminense. O prefeito percorreu o hospital acompanhado da vice-prefeita Dani Nicolasina, do novo secretário de Saúde do Município, Luiz Antônio Teixeira, do novo diretor do hospital, Dr. Joé Gonçalves Sestello, além de secretários e assessores. As enfermarias 46 e 47, que estavam com infiltrações e mofo passam por obras emergenciais. Cada uma delas vai receber quatro camas hospitalares e poltronas reclináveis para acompanhantes, mobiliário doado pela Secretaria

estadual de Saúde. O secretário de Saúde Luiz Antônio Teixeira explica que o valor repassado ao HGNI não é suficiente para custeio de estrutura, compra de medicamentos e pagamento da folha salarial, que hoje está na ordem de R$ 3 milhões. “O hospital da Posse recebe mensalmente R$ 5 milhões, enquanto na capital, o hospital federal que menos recebe orçamento ganha R$ 12 milhões somente para custeio. Por isso, na próxima quarta-feira, o prefeito vai à Brasília cobrar uma posição do ministro da Saúde Alexandre Padilha, sobre o aumento dos recursos para o hospital. Nosso problema não é com gestão. Sabemos que muita coisa pode melhorar, mas precisamos dos recursos para conseguir ge-

renciar uma unidade que é do Ministério da Saúde. Nós somos apenas gerentes do Hospital da Posse ”, disse. Ainda segundo o secretário, em apenas dez dias de trabalho, pequenas melhorias já podem ser vistas: “A primeira providência nossa em conjunto foi tentar humanizar o atendimento no hospital. Encontramos o hospital numa situação muito difícil, mas hoje, os dois aparelhos de raio-X e o tomógrafo estão funcionando e o atendimento está normalizado. Conseguimos fazer cerca de 200 altas e 46 remoções para hospitais federais do estado. Estamos providenciando melhorias. O apoio do governo do Estado e da Secretaria de Saúde têm sido funda-

mental neste começo de administração”, destacou. Ele disse ainda, que os pacientes foram retirados do corredor e uma grade de medicamentos e insumos foi enviada pela secretaria estadual de Saúde. O prefeito Nelson Bornier deu prazo de três meses para o atendimento no HGNI voltar à normalidade. “Queremos a boa saúde dos iguaçuanos e do povo da baixada. Dentro de 40 à 50 dias vamos está reabrindo a Maternidade Mariana Bulhões, única referência em gravidez de alto risco. O Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI) é composto por aproximadamente 300 leitos, 2.500 funcionários e presta diariamente cerca de 300 atendimentos.

Em meio a caos e dívidas, Nelson Bornier visita Hospital da Posse

Enfermeira do Hospital da Posse: “Aqui a gente dança conforme a música” Na saída do hospital da Posse, a reportagem do Jornal Panorama foi procurada pela a dona de casa, Raquel dos Santos Rolemberg. Seu pai, o funcionário público aposentado do PRODERJ (Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Rio de Janeiro), Evangelista Pereira Rolemberg está internado há um mês no hospital por conta de uma queda do telhado de casa. Ele acabou fraturando a coluna. De acordo com Raquel, o atendimento no hospital da Posse é precário em razão da mal vontade de muitos médicos e enfermeiros: “A enfermeira chefe não comparecia há quase um mês aqui no hospital. Ela só veio hoje arrumar a enfermaria por causa da visita do prefeito. Tem médicos e enfermeiros que não dão atenção”, afirma Raquel. Ela disse ainda, que os profissionais são mal preparados. Evangelista ficou das 07 às 19 horas sem poder fazer cateter porque a enfermeira não sabia fazer o procedimento: “Ele quebrou a coluna, o colete foi mal colocado e nasceu uma ferida. A ferida tem que ser tratada para operar. Mas aqui, tem alguns enfermeiros que não fazem nem curativo no paciente”, salientou. Seu Evangelista está esperando por uma transferência desde o

dia 09 de dezembro. O HGNI não tem condições de fazer uma operação na coluna. O problema, é que por falta de responsabilidade o prontuário autorizando o procedimento simplesmente sumiu: “O médico que saiu do hospital fez o pedido de transferência. Ele fez o encaminhamento e pediu a ressonância. Só que perderam este pedido na regulação”. Durante o tempo que acompanha o pai, Raquel também faz os serviços que deveriam ser do próprio hospital. Éla própria lava o banheiro, limpa o chão, dar banho no paciente e joga álcool para esterilizar alguma coisa. Como se não bastasse todo o sofrimento de ver o pai enfermo numa cama há um mês, Raquel ainda é obrigada a ouvir os abusos e mal humor da enfermeira chefe: “Hoje (sexta-feira), a enfermeira chefe colocou meu pai onde está dando um vazamento por causa da chuva, eu alertei-a sobre o problema. Daí, simplesmente ela se virou pra mim e disse: “Minha filha, aqui a gente dança conforme a música. Ele vai ficar aqui e acabou. “Se chover, você que dê um jeito de arrastar a cama dele para o lado”. O PANORAMA fez contato por telefone com o novo diretor do HGNI, Dr. Joé Gonçalves Sestello. Ele garantiu que iria tomar todas as providências e investigar as denúncias de Raquel.


Presidente Jania Bizarelli

Editora Chefe Elaine Dourado

RIO DE JANEIRO,

15 à 22 de janeiro de 2013

Página 05

Saúde

Hospital abandonado foi herança deixada para Calazans em Nilópolis Gustavo Mendes Pelo jeito os moradores de Nilópolis têm apenas um único orgulho na cidade: a Escola de Samba Beija-Flor. Isso porque, se dependesse dos antigos administradores do menor Município do Rio de Janeiro (19,157 km² ), e mais de 157 mil habitantes, não nasceriam ninguém na Terra da tradicional e charmosa escola de samba do carnaval carioca. Detalhe: os antigos mandatários são patronos da agremiação. O único hospital municipal de Nilópolis está fechado, sucateado e abandonado há pelo menos um ano e seis meses. A emergência da unidade chegou a funcionar até dezembro de forma precária e a maternidade está fechada há dois anos. O local se tornou abrigo para moradores de rua, cachorros, ratos e pombos. Também há lixos e entulhos espalhados nos três andares do hospital. Nos tetos há infiltração e reboco caindo. O piso está alagado com as goteiras. As paredes estão descascando, os fios elétricos estão expostos sem nenhuma manutenção e os vidros Gustavo Mendes das janelas estão quebrados. O terceiro andar do prédio está com as obras paralisadas. Dois pombos mortos caracterizam bem o sinal degradante e mórbido do hospital que tem mais de 50 anos e chegava a atender 500 pacientes por dia só na emergência. No último dia 02 de janeiro, o novo prefeito Alessandro Calazans (PMN) decretou estado de calamidade na saúde do Município. De acordo com ele, o hospital está fechado por falta de equipamentos e medicamentos de atenção básica à saúde. Calazans chegou a anunciar que montaria seu gabinete no hospital mas voltou atrás logo depois de ver pessoalmente a real situação: “Não é só problema de gestão, 80% da estrutura está que-

Gustavo Mendes

Belford Roxo

Dauttmam quer ações urgentes na saúde da cidade

brada. Essa é a verdadeira situação em que se encontra o hospital, um verdadeiro desrespeito à nossa população”, enfatizou Calazans. Segundo o prefeito, o governador do Estado Sérgio Cabral se comprometeu a liberar R$ 5 milhões para Nilópolis, mas primeiro, o governo municipal terá que tirar a prefeitura do CAUC (Cadastro Único de Convênios). O CAUC é uma lista de inadimplentes com o governo federal, uma espécie de “Serasa” das prefeituras. Foi idealizado pelo Tesouro Nacional em 2001 para impedir repasses a municípios e estados que não cumprem exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal ou que usam de forma irregular recursos da saúde e da educação. “Estamos com uma dívida de mais de R$ 40 milhões. Infelizmente, a saúde está falida”, afirmou o prefeito. Além da indignação que leitos e serviços de saúde desativados provocam na comunidade, esses estabelecimentos degradam a paisagem e trazem insegurança, porque tornam o local escuro, com pouco movimento e pichado. São também atrativos para bandidos e moradores de rua e desvalorizam o entorno. “É triste ver um hospital desse tamanho abandonado. Do que adianta uma cidade investir em cultura e deixar de lado a saúde, educação e saneamento básico? Um bom mandato reúne um conjunto de realizações”, destaca Jaqueline Corecha, que mora próximo ao Hospital. Para piorar a situação, uma grande quantidade de lixo hospitalar está entulhado no pátio do Hospital Municipal Juscelino Kubstheck. O lixo que era descartado em Adrianópolis, Nova Iguaçu, não tem previsão de recolhimento porque a empresa responsável está há um ano e três meses sem receber o pagamento da prefeitura.

Rio recebe a 69ª Clínica da Família, em Sepetiba

Novo prefeito afirma que área será priorizada em sua gestão Na primeira semana de governo, o prefeito de Belford Roxo Dennis Dauttmam (PC do B), determinou uma série de ações na Saúde, deixando claro que a pasta terá prioridade em sua administração. Ele já visitou o Hospital do Joca, para conhecer as deficiências e as demandas dos funcionários, promoveu encontros com representantes da categoria, como médicos e profissionais de enfermagem, além de determinar ações imediatas, como o cumprimento de mandados judiciais, entre eles, a entrega de uma cadeira de rodas a Roger Cristyan Fraga de Araújo, 11 anos, morador de Santo An-

tônio na Prata, que aguardava uma solução há quatro anos. O secretário de Saúde, Oscarino Barreto garantiu que a população vai perceber em pouco tempo as mudanças no atendimento. Uma das medidas adotadas pelo secretário foi reativar a agenda de marcações de cirurgias eletivas (não urgentes). Segundo ele, pelo menos 150 procedimentos estavam há mais de seis meses sem programação no sistema. Oscarino, que começou a gestão despachando com sua equipe no Hospital do Joca, operou cinco pacientes na primeira semana à frente da secretaria.

O secretário conta que encontrou muitos problemas nas instalações da unidade, falta de medicamentos e até desfalque na equipe médica. “Alguns médicos foram colocados à disposição, no fim do governo, e outros entraram de férias. Os hospitais estavam sem lençol, sem nenhuma roupa de cama. Estamos fazendo obras emergenciais. Um dos problemas é um vazamento no almoxarifado. Quando chove, atinge todo o estoque de remédios”, declarou. Cumprimentos imediatos de ordens judiciais: Outra ação determinada pelo prefeito Dennis Dauttmam foi a de cumprir os

mandados judiciais que estavam emperrados na secretaria. Um deles, foi a entrega de uma cadeira de rodas a um menino de 11 anos, que há quatro esperava uma solução da prefeitura. “Vamos cumprir todas as determinações judiciais. As pessoas precisam de assistência. Nosso governo será feito com transparência, decência e respeito ao cidadão” disse o prefeito Dennis Dauttmam durante um encontro com profissionais de enfermagem, na manhã da última sextafeira, no auditório da Associação Brasileira de Ensino Universitário (Abeu), em Belford Roxo.

A Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil inaugurou na manhã desta quinta-feira, 10 de janeiro, a Clínica da Família Waldemar Berardinelli, em Sepetiba. A unidade, que fica na Rua Francisco Trota, é a 69ª da cidade e beneficiará 27.600 moradores da área. A cobertura de saúde da família na região de Sepetiba, Santa Cruz e Paciência chega a 95%. Em toda a cidade, o número também é expressivo: 40,6% da população têm acesso à atenção integral de saúde. “É muito importante começar o ano e a nova gestão com a abertura de mais uma unidade de saúde. Especialmente na Zona Oeste, região que deixou de ser o ‘vazio sanitário’ do município para receber cada vez mais recursos e serviços essenciais à população. Nosso compromisso foi renovado e vamos trabalhar para cumpri-lo com a eficiência e a qualidade que o carioca conhece”, afirma o secretário Hans Dohmann. A 33ª clínica da família da Zona Oeste, que recebeu investimentos de R$ 3,5 milhões, contará com oito equipes de saúde da família e quatro de saúde bucal. Cada equipe de saúde da família fará, em média, 400 consultas médicas por mês, totalizando 3.200 consultas mensais, além dos demais procedimentos, serviços e consultas de enfermagem e dos agentes de saúde Mais de 80 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, cirurgiões-dentistas e au-

xiliares, vão trabalhar na clínica. No local, os pacientes vão passar por procedimentos ambulatoriais e consultas com médicos, equipe de enfermagem e agentes de saúde. Será possível, também, realizar exames laboratoriais, ultrassonografia, raios-x, eletrocardiograma, curativos, vacinação, planejamento familiar, teste do pezinho, acompanhamento de pré-natal e doenças crônicas, e distribuição de medicamentos. A nova Clínica da Família terá em sua estrutura consultórios, sala de ultrassom, sala de raios-x, sala de observação clínica com 3 leitos, sala de procedimentos, sala de curativos, sala de imunização, salas de coleta, de hipertensão, de reunião, dos profissionais, auditório, sala de saúde bucal, farmácia e almoxarifado. A unidade funcionará de segunda a sexta, das 8h às 20h, e aos sábados, das 8h, às 12h. Sobre Waldemar Berardinelli: Considerado o pioneiro da endocrinologia no Brasil, fundou o Instituto de Endocrinologia da Santa Casa de Misericórdia da cidade do Rio, dos Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia e da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Foi catedrático de clínica médica da congregação da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro e um dos principais estudiosos da biotipologia no Brasil. Foi diretor do Hospital Escola São Francisco de Assis e membro titular da Academia Nacional de Medicina.


Baixada Página 06

RIO DE JANEIRO,

15 à 22 de janeiro de 2013

Presidente Jania Bizarelli

Editora Chefe Elaine Dourado

Cuidado com os olhos no verão

Que pegar sol demais faz mal à pele, todo mundo sabe. Mas os malefícios da radiação ultravioleta para os olhos ainda não são levados em conta por quem costuma curtir o verão sem proteção adequada. Queimaduras na córnea, catarata precoce, alterações degenerativas e até tumores podem surgir. Atendimento 21 3763 6201 Comercial 21 3763 6201

@ redacao@jornalpanorama.net.br comercial@jornalpanorama.net.br

Web

www.jornalpanorama.net.br

Médico do caso Adrielly Vergonha faltava plantões há 5 anos

Trem vira cachoeira em dia de chuva na Baixada Gustavo Mendes

Eduardo Dourado

As investigações da Delegacia Fazendária (Delfaz) sobre o caso da menina Adrielly comprovaram que o neurocirurgião Adão Orlando Crespo não comparecia aos plantões no Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, no Subúrbio do Rio, há pelo menos cinco anos. A informação foi confirmada pela polícia na noite desta sexta-feira (11). As faltas do médico vieram à tona depois que ele não compareceu ao plantão na unidade na noite do dia 24 de dezembro, quando a menina Adrielly dos Santos, de 10 anos, baleada na cabeça, teve de esperar oito horas por uma cirurgia. A criança morreu no dia 4 de janeiro, no Hospital municipal Souza Aguiar, para onde havia sido transferida. De acordo com a titular da Delegacia Fazendária, Izabela Santoni, um outro médico do Hospital Salgado Filho, cujo nome não foi divulgado, trabalhava nos plantões no lugar de Adão Crespo. “Há pelo menos cinco anos, um outro médico do próprio hospital usava a matrícula do Adão e tirava os plantões por ele. Era esse médico que efetivamente trabalhava. Isso era um acordo entre eles”, afirmou a delegada, acrescentando que esse médico, além do chefe do plantão e

chefe do setor de neurocirurgia foram chamados para prestar depoimento sobre o caso. Procurado pelo G1, o médico negou que faltasse ao plantão há cinco anos, mas confirmou que usava um substituto. Segundo ele, essa prática era comum entre os médicos do Hospital Salgado Filho há cerca de dois anos. A Secretaria municipal de Saúde disse que o processo administrativo disciplinar instaurado vai apurar todos os aspectos do caso para definir as responsabilidades e aplicar aos eventuais responsáveis as sanções previstas. A secretaria municipal de saúde afastou preventivamente dos cargos de chefia dois funcionários que trabalhavam na noite do dia 24 de dezembro no Hospital Salgado Filho. O chefe do plantão Ênio Lopes e o chefe do setor de recursos humanos, Alexandre Moreira de Carvalho. Segundo Izabela Santoni, a polícia já solicitou ao hospital os prontuários do neurocirurgião Adão Orlando Crespo, mas até a noite desta sexta-feira não tinha recebido documento algum. “Não deve ter prontuário dele porque ele não trabalhava. De qualquer forma, nós pedimos todos os prontuários do plantão”, disse.

Queimados: Idoso tem sua própria secretaria Queimados, mais uma vez, dá passos largos na busca de atender com qualidade todos os públicos queimadenses. A coordenadoria de políticas públicas para a terceira idade se tornou Secretaria Municipal da Terceira Idade, conquistando assim o título de 2° município do Estado do Rio de Janeiro a possuir esta pasta. A transição é uma ação direta do Prefeito Max Lemos para que a terceira idade tenha um atendimento ainda melhor por parte do governo. Assumem a pasta José Alves de Carvalho, Dequinha, como Secretário e o Professor Antônio Amorim Alves como sub-secretário. O novo secretário da pasta, Dequinha, já traça os objetivos e metas da nova secretaria para os próximos 4 anos. “Queremos cuidar do idoso, que contribui para o crescimento da nossa cidade. Vamos equipar e inaugurar o Centro Esportivo, ampliar projetos como o “motorista legal”, que incentiva motoristas de ônibus a tratarem e cuidarem dos idosos que embarcam nos automóveis e vamos trabalhar para que em Queimados o idoso seja cuidado e respeitado”, enfatiza Dequinha. A maior novidade para este ano é o Centro Esportivo para a Terceira Idade, onde os anciãos terão a oportunidade de praticar esportes, fazer ginástica, dançar, aprender a

usar o computador e ter um espaço para reuniões e confraternização. Ao longo dos últimos 4 anos, a então Coordenadoria de Políticas Públicas para a Terceira Idade, articulou e fundamentou um conselho composto de voluntários para cuidar estruturar e organizar as ações para os idosos. Neste tempo os idosos foram organizados e, em uma parceria com as igrejas da cidade, realizam ginástica, passeios, encontros e treinamentos em cursos especiais, como o de Voluntários da Defesa Civil. Com a transição de coordenadoria para secretaria, as ações poderão se ampliar e atender com melhor qualidade e a muito mais idosos. Elvira Costa, 81 anos, (foto ao lado) é uma das senhoras que participam das atividades e expressa como o trabalho com idosos melhorou sua qualidade de vida. “É muito difícil para os idosos viver com qualidade, geralmente somos viúvas e não temos mais nenhum dos filhos morando com a gente. È o que acontecia comigo até participar do trabalho com os idosos da Prefeitura de Queimados. Hoje eu pego ônibus sozinha, caminho, faço ginástica, viajo e tenho um grupo de amigos aqui. Agora estamos ansiosos pelo Centro Esportivo que está para ser inaugurado!” conta Elvira.

E

sse é o transporte que a “SuperVia” chama de trem. Em péssimas condições, flagramos uma composição fazendo normalmente o trajeto do ramal Japeri x central. A forte chuva que invadia os vagões formou rapidamente uma cachoeira colocando em risco centenas de passageiros já que bem próximo aonde escoava a água existia aberto um compartimento com disjuntores e fios. Passageiros que não quiseram se identificar, acostumados com o descaso e a falta de respeito da Supervia, disseram tam-

bém que é normal que os horários não sejam respeitados. Segundo os usuários, os atrasos acontecem principalmente em dias chuvosos, muitos usuários reclamam também que os trens novos não costumam circular nos ramais Japeri e Queimados, somente as composições “velhas e caindo aos pedaços” como eles mesmos classificaram. Esses são apenas alguns dos problemas e reclamações encontrados nos vagões pois, viajando em outras composições ou ramais é possível constatar trens com luminárias despencando, por-

tas emperradas, lixo espalhado, assentos e janelas quebradas, entre outros. Na web é notória a insatisfação da população para com a empresa, são inúmeros os sites e blogs dedicados a reclamações e todo tipo de manifestação contra a concessionária. Em 2010 a Supervia foi a segunda empresa que mais teve ligações de reclamações no disque concessionárias. A equipe do Jornal Panorama tentou entrar em contato com a Super Via para esclarecer o caso dos vagões em péssimo estado, mas não obteve sucesso.

Multa e aumento de passagem

Vale lembrar que andar de trem no Rio vai ficar mais caro a partir de Fevereiro. A passagem vai passar de R$2.90 para R$3.10. O aumentou foi autorizado desde dezembro, pela Agetransp, agência reguladora do Rio de Janeiro. A super via foi multada e terá que pagar o equivalente a R$36 mil, a penalidade é devido ao acidente ocorrido em 2011, quando a composição parou na linha férrea e os passageiros tiveram que desembarcar na parte superior da estação Coelho da Rocha.

Defesa Civil realiza operação no bairro de Santa Terezinha

Árvore que caiu sobre casa é retirada sem deixar feridos. Órgão esta de plantão Os agentes da Defesa Civil de Mesquita estiveram no bairro de Santa Terezinha para mais uma operação. Liderada pelo diretor operacional, Diego Pereira, a equipe esteve no local para a remoção da árvore que caiu em uma casa no número 295 da Rua Guarapari. “A segurança está sempre em primeiro lugar”, frisou Diego, enquanto coordenava o trabalho. Janeiro é um mês em que as chuvas costumam assustar os moradores da Baixada Fluminense. A secretaria de Defesa Civil de Mesquita já tomou uma bateria de medidas de precaução neste início de ano,

dentre as quais se destaca um mapeamento das áreas em que o risco de deslizamento de terra e enchentes é maior. “Algumas regiões merecem mais nossa atenção, como Chatuba, Santa Terezinha e Coreia. Estamos alerta 24h para manter a população segura”, alertou Diego. A Defesa Civil de Mesquita realizou mais de 30 atendimentos em uma semana. Sob o comando do Secretário Coronel Benites, o órgão tem procurado atender prontamente as solicitações das população A Defesa Civil pode ser acionada através dos números 199 ou 2696-2391.

Seis mil toneladas de lixo recolhidas

Seis mil toneladas de lixo já foram retiradas das ruas de Mesquita, desde o dia 2 de janeiro, quando foi inciado um mutirão para limpar a cidade. A ação começou no Centro e já passou por Edson Passos, Vila Emil e Cosmorama. Somente em um dia, na Avenida Baronesa de Mesquita, em Vila Emil, foram retiradas 300 toneladas de lixo. Na última quartafeira, o mutirão chegou a Banco de Areia. Cem agentes participam da limpe-

za nas ruas, usando equipamentos como caminhões, tratores e retroescavadeiras. De acordo com o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Gilson Teixeira, a prefeitura conta também com o apoio de moradores locais: - É de extrema importância que a população nos ajude a manter a limpeza da nossa cidade. Estamos fazendo o possível para retirar toda a sujeira, mas é preciso também a conscientização de que o lixo deve ser jogado no local e no dia certo para a coleta. A limpeza do município está prevista para ser concluída até o fim de janeiro.


Presidente Jania Bizarelli

Editora Chefe Elaine Dourado

RIO DE JANEIRO,

15 à 22 de janeiro de 2013

Página 07

Irregularidade

Baixada

“Concursados” de Mesquita terão pagamento suspenso

QUEM CALA CONSENTE

Justiça vai acabar com a farra dos Concursos públicos

Eleições na Caixa Beneficente: apoiamos e votamos na chapa1

E

ntrar no serviço público com todos os benefícios que este cargo traz é o grande objetivo de muitos brasileiros. A única maneira legal de ser efetivado em uma função pública é através de concursos públicos, nos quais todos os dias, milhares de pessoas se focam para alcançar este objetivo, no entanto veio à tona em alguns Municípios da Baixada Fluminense, uma prática que já é muita usada em várias cidades brasileiras e que fere a Constituição em todas as regras e princípios da administração pública: as cartas marcadas. Em Nova Iguaçu e Mesquita, dois concursos públicos para preencher um total de 70 vagas para cargos como analista legislativo, jornalista, contador, garçom e motorista foram suspensos temporariamente por suspeita de favorecimento e nepotismo cruzado, nas Câmaras Municipais dos dois Municípios. Em Nova Iguaçu, o presidente da Câmara, Maurício Morais, abriu sindicância para apurar denúncias de que, entre os 35 aprovados, no concurso realizado no dia 29 de julho de 2012, houve favorecimento a parentes e assessores de vereadores de Mesquita. Os aprovados não chegaram a tomar posse, mas têm salários previstos entre R$ 1,5 mil e R$ 630. “As denúncias afirmam que houve favorecimento para a aprovação de candidatos que seriam parentes ou assessores de vereadores de Mesquita. Não sei se houve a mesma coisa em Mesquita, mas aqui o concurso está suspenso até segunda ordem, e se tudo for confirmado, será anulado”, garantiu Maurício Morais, que assumiu no dia 1º de janeiro. Mesquita, mas aqui o concurso está suspenso até segunda ordem, e se tudo for confirmado, será anulado — prometeu Maurício Morais, que assumiu no dia 1º de janeiro. O ex-presidente da Câmara de

n Presidente do Legislativo Mesquitense Prof Max confirmou a suspensão dos pagamentos cumprindo decisão judicial Vereadores de Nova O presidente e o prefei- 2012. Entre eles está cem na mesma lista de Iguaçu, Marcos Fernan- to Nelson Bornier são Thadeu Fernandes, fi- aprovados. des (PRB) disse não ter meus adversários polí- lho de Marcos Fernan- O atual presidente da medo de ser convocado ticos e querem denegrir des, ex-presidente da Câmara de Mesquipara depor sobre possí- minha imagem. Se não Câmara de Nova Igua- ta, vereador Joelson veis irregularidades do provarem que houve çu. Ele foi aprovado Max (PPS), confirmou concurso. Ele preferiu irregularidades vão res- para o cargo de técnico ter suspendido o paatacar os adversários ponder por isso na Jus- de finanças. Já Sandra gamento dos concurpolíticos: “O atual presi- tiça”, ameaçou Marcos Marques dos Santos, sados. Eles tomaram dente da Câmara pode Fernandes. mãe de um dos filhos posse em novembro, fazer o que quiser. Fize- Já em Mesquita, onde do ex-presidente da e chegaram a receber mos o concurso porque os salários dos concur- Câmara de Mesquita, dois meses de salários. só há 19 concursados sados variam entre R$ André Taffarel (PT), que De acordo com Roberto na Câmara e cerca de 4,2 mil e R$ 1, 2 mil, contratou a empresa Pontes, procurador da cem ocupantes de car- uma liminar expedida responsável pelo con- Câmara de Mesquita, a gos comissionados. pelo desembargador curso, aparece como previsão é a de que tão Num concurso público, Maldonado de Carva- aprovada para analista logo os vereadores voltodo mundo pode pas- lho, do Órgão Especial legislativo. Parentes tem do recesso parlasar. Meu filho passou do Tribunal de Justiça, de dois vereadores de mentar, no dia 19, seja em Mesquita, mas mi- determinou a suspen- Mesquita, que não fo- aberto um procedimennha mulher também são da remuneração ram reeleitos, e um ex- to para apurar as possífez e não passou. Isso dos 35 aprovados no -funcionário da Câmara veis irregularidades do é uma guerra política. concurso realizado em de Nova Iguaçu, apare- concurso.

Japeri faz trabalho de prevenção contra enchentes nos bairros

A prefeitura de Japeri, através da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (SEMOSP), está intensificando o trabalho de limpeza de rios e canais, além da execução de obras de drenagem. O objetivo é a prevenção contra alagamentos devido às fortes chuvas de verão. Nesta terça-feira (08/01) os técnicos da SEMOSP iniciaram o serviço de construção de 200 metros de rede de drenagem na rua Vereador Francisco da Costa Filho, no bairro Santa Inês. “No meu primeiro mandato vários bairros receberam obras de drenagem e pavimentação. São mais de 200 ruas beneficiadas. E neste novo mandato mais bairros receberão melhorias com obras e serviços”, anunciou o prefeito Ivaldo Barbosa dos Santos, o Timor O trabalho de limpeza de canais começou a ser intensificado em outubro. O serviço já foi realizado no canal do Golfe, no bairro Par-

que Natal, no canal Teófilo Cunha, que corta os bairros Santa Branca, Francisco Russo e Primavera, e nos canais próximos à rua Rebeca e à avenida Ayrton Senna da Silva, no bairro Nova Belém. Nesta semana o serviço está sendo executado no centro de Japeri, próximo à linha férrea. O próximo bairro a ser beneficiado será Chacrinha. “A prefeitura realiza o trabalho contínuo de limpeza de rios e canais. O serviço é executado durante todo o ano, e intensificado no verão. A manutenção das ruas também é constante. Estas melhorias contribuem para a segurança e também para o visual dos bairros”, destaca o secretário de Obras e Serviços Públicos, Daniel Coelho.

Cursos profissionalizantes

Teve inicio na semana passada as inscrições para cursos profissionalizantes, gratuitos, do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC) em Japeri. No total serão oferecidas 130 vagas para os cursos de Operador de Computador, Eletricista Predial e Auxiliar Administrativo. A iniciativa é uma parceria entre a prefeitura e os governos estadual e federal.Os cursos serão oferecidos através das secretarias municipais de Educação (SEMED) e Assistência Social e Trabalho (SEMAST). As inscrições devem ser feitas, ate o dia 31 de janeiro, no site www.semecjaperi.rj.gov.br ou no Departamento de Trabalho da SEMAST, que fica na Avenida São João Evangelista, s/nº, centro do distrito de Engenheiro Pedreira. No total serão oferecidas 30 vagas para Operador de Computador, 40 para Eletricista Predial e 60 para Auxiliar Administrativo.

Queimados

PARTO

Criança nasce na viatura Uma ocorrência fora do comum marcou a carreira de dois policiais militares do Batalhão de Queimados (20º BPM) na noite da última quinta-feira (10), na Baixada Fluminense. Um bebê nasceu dentro da viatura da PM, minutos antes de chegar ao hospital, em Engenheiro Pedreira, no município de Japeri. O cabo Rômulo da Silva Tavares, que é pai de uma menina, conta que foi um momento emocionante e que este foi o primeiro parto feito por policiais do batalhão. “Já fomos chamados outras vezes para socorrer grávidas. Sabemos que corre o risco de o bebê nascer dentro da viatura, mas esta foi a primeira vez. Quando o cabo Tavares e o sargento Efraim Marques da Silva chegaram na casa de Tais Karina da Silva Felipe, de 18 anos, no bairro Delamare, em Japeri, a bolsa já havia estourado. Eles socorreram a grávida e a levaram para a Políclinica de Japeri. Cabo Tavares contou que “ganhou pontos” dentro de casa. A mulher dele ficou feliz em saber que o marido participou do nascimento de uma criança. “Ela ficou feliz por saber que esta é uma boa ação da polícia e que aconteceu logo comigo. Segundo o PM, a jovem estava grávida há mais de nove meses. Apesar de o bebê ter nascido praticamente sozinho, o policial disse que as noções de primeiros socorros ajudaram na ocorrência.

Fale comigo no telefone 7862-4359 pelo email janiabizarelli@jornalpanorama.net.br

Esta semana vamos eleger a nova diretoria de uma importante instituição da sociedade civil , a Caixa Beneficente da PM . O pleito acontece no dia de janeiro e quatro chapas estão concorrendo, inclusive aquela que defendo e peço voto, encabeçada pelo grande amigo e líder Coronel Pedro Chavarry, pois o Trabalho Tem que Continuar. Nos últimos três anos , sob o comando de Chavarry a Caixa, viveu um de seus melhores momentos. Conse-

guiu em um curto período de tempo, controlar o endividamento, atingindo também, a marca de R$ 5,5 milhões em benefícios pagos. Um feito e tanto, quando a última gestão não conseguiu nem a metade em oito anos de administração. Portant peço aos amigos e amigas policiais militares e bombeiros associados a CBPMERJ. Compareça as urnas e de seu voto de confiança a chapa 1 de Chavarry. Aqui na Baixada teremos urna no 20º BPM

Uma consumidora receberá R$ 4 mil por danos morais da Ricardo Eletro. Eugenia dos Santos comprou armários de cozinha em uma das lojas da ré, mas os mesmos demoraram quase um ano para serem montados. A decisão é da desembargadora Jacqueline Lima Montenegro, da 15ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio. Segundo a autora, os móveis foram entregues em 15 de setembro de 2009, três dias após a compra, porém não foram montados. Como ela já havia desmontado seus armários anteriores com base na promessa de montagem dos novos produtos feita pela loja, que era de três a cinco dias após a entrega, Eugenia ficou com seus alimentos espalhados pela sala de estar durante quase um ano. Diante do descaso da ré, a consumidora se viu obrigada a

contratar um montador para realizar o trabalho. Para a desembargadora, a autora foi vítima de falha na prestação de serviço pela empresa. “Não há dúvidas de que o adimplemento contratual era possível à ré que, por razões desconhecidas, preferiu voluntariamente desrespeitar todo o sistema de proteção ao consumidor e tornar inequívoca sua intenção de não proceder à montagem na forma pactuada”, afirmou na decisão. “Houve, portanto, falha na prestação do serviço, gerando na autorauma frustração em suas legítimas expectativas de que teria seu armário montado no prazo combinado. Não há dúvidas de que tal situação gera repercussão negativa e relevante à esfera psíquica da pessoa comum, superando o mero aborrecimento cotidiano”, completou a magistrada.

Consumidora receberá R$ 4 mil por atraso em montagem de armários

Nilópolis tem motivos para ter esperança

Na semana passada estive na Posse do novo Comandante do 20º Batalhão da PM com o prefeito de Nilópolis Alessandro Calazans. Com muito atenção , bom humor e carinho jovem prefeito que encontrou em sua cidade uma situação caótica , principalmente na área da saúde, tem procurado enfrentar os problemas

com muita determinação e otimismo. A recuperação do Hospital Juscelino Kubitesck que já foi referencia em nossa região e socorreu muitas vidas é uma clara demonstração de seu compromisso com aquele povo . Precisamos apoiar e incentivar o seu trabalho que vai romper um ciclo de 40 anos de dominação.


Musa BBB 13

Bem humorada e tagarela, Fernanda garante que sabe desconcertar as pessoas de tanto falar. Mas a geminiana, de 26 anos, acredita que esse jeito extrovertido também possa atrapalhar: “Tenho a necessidade de resolver tudo na hora”, diz. Depois de lidar com a morte de dois irmãos, ela se diz frustrada como advogada e quer entrar no BBB13 para realizar o sonho de ser apresentadora e atriz.

Atendimento 21 3763 6201 Comercial 21 3763 6201

@

redacao@jornalpanorama.net.br comercial@jornalpanorama.net.br

TV&Lazer Presidente Jania Bizarelli

Web

www.jornalpanorama.net.br

Editora Chefe Elaine Dourado

SALVE JORGE

RIO DE JANEIRO,

15 à 22 de janeiro de 2013

Página 08

Gustavo Mendes

Morena e Théo se entregam à paixão e prometem ficar juntos A cena que vai ao ar na próxima quinta (17) mostra que o sentimento nunca deixou de existir entre Morena (Nanda Costa) e Théo (Rodrigo Lombardi). Bastou um encontro para acabarem juntos na mesma cama. Após uma linda noite de amor entregue à paixão, o capitão tem uma curiosidade: ele quer saber o que fez a bela do Alemão voltar da Turquia para o Brasil. Morena ainda não pode revelar que foi traficada e prefere mudar de assunto. O capitão cede,

mas passa a querer saber por que ela demorou a procurá-lo. A moça conta que ficou sabendo por Áurea (Suzana Faini) que ele tinha reatado com Érica (Flávia Alessandra) e preferiu não revê-lo. Théo confessa que se precipitou ao retomar a relação com Érica e promete consertar todas as besteiras que fez. Morena fica nas nuvens e se declara ao amor de sua vida. “A gente não vai se separar nunca mais, Théo! Nunca mais!”, afirma.

Show de Ousadia e Alegria em N.I. LADO A LADO

Isabel desmoraliza Constâcia em teatro lotado Isabel (Camila Pitanga) vai protagonizar uma cena que a sociedade carioca não esperava. Na episódio que vai ao ar na próxima quinta (17), a dançarina irá desmascarar Constância (Patrícia Pillar) diante do teatro lotado. Ao final do espetáculo, Isabel revela ao público que a

ex-baronesa roubou seu filho e ainda fez com que acreditasse que ele estava morto. Sem transparecer a raiva que sente, Constância mantém a pose e não se deixa abater com os olhares incrédulos que recebe, junto com uma enxurrada de vaias da plateia.

Na noite de Domingo (13) a Rio Sampa através da Gold produções e Leandro Dany Entretenimento trouxeram para baixada o show Ousadia e alegria do ex- vocalista do Exaltasamba Thiaguinho. O Evento contou também com a participação do grupo Imagina Samba e Bonde do Tigrão. A ousadia da noite ficou por conta da assessoria de imprensa do cantor Thiaginho que parece não compreender o trabalho da imprensa que na ocasião seria: Divulgar da melhor maneira possível o evento para qual estão designados “cobrir”. De forma antipática os assessores do cantor blindam o mesmo de maneira exagerada atrapalhando e algumas vezes tratando com

Variedades Estréia

“Gonzaga – De Pai Para Filho”

descaso os jornalistas. Já a alegria ficou por conta do imagina Samba que mesmo não sendo os principais artistas do Line-up conseguiram animar o público arrancando alguns sorrisos do publico que já se aglomerava para ver o suposto grande “astro” da noite. E parecem entender que a imprensa é quem divulga o trabalho do artista é a ligação “deles” com os fãs e por conta disso trataram de maneira bem mais simpática e profissional de um modo geral a imprensa presente. Divergências a parte o Público que compareceu a Rio Sampa teve uma boa noite de diversão, triando uma pequena confusão logo no início do evento, mas

EPs ganham força no mercado

rapidamente contida pelas seguranças do local , tudo ocorreu como esperado muita animação e ociosidade para ver Thiaguinho. Até que exatamente às 21 horas o cantor entrou no palco e acabou com agonia principalmente das fãs que o esperavam na primeira fila. O cantor agracia a plateia com a simpatia que ele não demostra nos bastidores, sorte deles, e cantando todos seus sucessos da carreira solo o ex- vocalista do Exalta Samba conseguiu cumprir as expectativas daqueles que o aguardavam ansiosamente uma fã gritava que fazia aniversário e aquele seria o seu melhor presente poder ver uma apresentação do cantor.

Discos mais baratos e curtos Sandy, Jota Quest e Roberto Carlos optaram por álbuns com menos faixas. Empresário do ‘rei’ e diretor da Som Livre apostam no formato para 2013. A sigla EP vem do inglês “extended play”, usada para um disco longo demais para ser um single, geralmente com duas faixas, e curto demais para ser um LP, ou “long play”, de cerca de doze músicas.

CULTURAL ATRAÇÃO PARA CRIANÇA

Até o dia 27 de janeiro, o Top Shopping transformará sua praça de eventos em um divertido episódio do desenho animado Charlie e Lola, que é um sucesso entre a meninada de todo o mundo. Charlie e Lola são irmãos que quando se unem sempre inventam histórias. E, para entrar no clima da história, as crianças entre três e 12 anos participaram das oficinas de invencionices de histórias, fábrica de foguetes do Charlie e Charlie e Lola online, onde os visitantes poderão desfrutar de divertidos games educativos dos personagens, e ainda terão um painel de fotos 3D, para a criançada tirar uma foto exclusiva com os personagens. O serviço será oferecido até o dia 27 de janeiro, das 14h às 20h, na praça de eventos do Top Shopping, na Av. Governador Roberto Silveira 540, Centro – Nova Iguaçu.

Cinema

O

centenário de Luiz Gonzaga – falecido em 1989 – foi comemorado em dezembro de 2012, mas a Globo presta sua homenagem ao Rei do Baião a partir desta terça, dia 15. É nesta data que a emissora estreia, após o “Big Brother Brasil 13”, a microssérie “Gonzaga – De Pai Para Filho”, adaptação televisiva do longa homônimo lançado no circuito nacional no final de 2012. Escrito inicialmente para o cinema por Patrícia Andrade com a colaboração de George Moura, o filme narra os encontros e desencontros do cantor com seu filho Gonzaguinha, que morreu em um acidente de carro em 1991, aos 45 anos. “Demoramos seis anos para escrever e não pensamos inicialmente em transformar em série de tevê. Mas tinha a pegada popular por causa do Breno (Silveira, diretor), que tem esse foco. É uma estrutura que cabe na televisão, foi fácil adaptar”, conta Patrícia. A microssérie será exibida em quatro capítulos, de terça a sexta, e conta com três atores interpretando cada um dos personagens principais. “Para viver Luiz Gonzaga, chegamos a ter cinco mil candidatos”, lembra Breno Silveira. Foram escolhidos Land Vieira, que o interpreta dos 17 aos 23 anos;

o sanfoneiro Chambinho do Acordeon, que vive o músico dos 27 aos 50; e, na fase final, Adelio Lima, guia do Museu Luiz Gonzaga em Caruaru, localizado em Pernambuco. Já Gonzaguinha é vivido por Giancarlo Di Tommaso, Júlio Andrade e Alisson Santos. Além deles, a microssérie conta com a participação especial de Nanda Costa e Domingos Montagner, que interpretam a mocinha Morena e o turco Ziah de “Salve Jorge”, e de Cecília Dassi, João Miguel e Zezé Motta, entre outros. “Gonzaga – De Pai para Filho” foi a quarta maior bilheteria do cinema nacional no ano passado, conquistando mais de 1,5 milhão de espectadores. Para a televisão, o filme ganhou mais velocidade e algumas cenas exclusivas, que não foram vistas no longa, mas inseridas agora no projeto. “É muito bom ver que ‘Gonzaga’ não vai ficar apenas no cinema, sendo exibido para o país todo, para quem não pôde ir ao cinema ou mesmo para as cidades onde sequer há salas de exibição. Sempre pensei nos meus filmes como um produto para o Brasil inteiro ver”, comemora Breno Silveira, que dirigiu outro sucesso do cinema nacional, “Dois Filhos de Francisco”, lançado em 2005.

Gustavo Mendes

O Último Desafio

OPORTUNIDADE Vagas para a Prefeitura de Japeri A Prefeitura de Japeri lançou concurso para preencher 1.200 vagas em cargos de níveis médio e superior. Das chances, 480 são para início imediato e as outras 520 para formação de cadastro de reserva. Os salários variam de R$ 789,52 a R$ 2.143,88. A taxa de inscrição é de R$ 47 para nível médio e R$ 78 para nível superior. A prova objetiva está prevista para acontecer no dia 14 de abril. O prazo de validade do concurso será de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período. Como se inscrever: As inscrições devem ser feitas até o dia 10 de março pelo site da organizadora, a Fundação Benjamin Constant (www.fbcm.org.br).

Preparação da Inocentes Belford Roxo

C

om estreia marcada para 18 de janeiro, O Último Desafio marca o retorno de Arnold Schwarzenegger ao cinema como protagonista. É o primeiro filme protagonizado pelo ator desde que se tornou governador da Califórnia, o último foi O Exterminador do Futuro 3 - A Rebelião das Máquinas (2003). No novo filme, Arnold fará o papel do Xerife Owens, um policial de Los Angeles aposentado que, depois de um acidente de trabalho, muda-se para uma pequena cidade chamada Sommerton Junction, que faz fronteira com o México. Quando acha que seus dias de glória terminaram, Owens descobre que sua cidade

é o último obstáculo que um fugitivo do FBI, líder do tráfico de drogas mexicano, precisa ultrapassar para alcançar a liberdade do outro lado da fronteira. Formando uma equipe com nenhuma (ou quase nenhuma) experiência para combater o mexicano, o Xerife Owens deve se preparar para um tiroteio épico para evitar a fuga do bandido. Na equipe do Xerife está Rodrigo Santoro vivendo Frank Martínez, um policial que adora uma boa festa. O filme de ação é o primeiro hollywoodiano do diretor sul-coreano Kim Ji-Woon (Os Invencíveis).

A Inocentes de Belford Roxo fará sua sonhada estreia no Grupo Especial do Carnaval, contando a história da colonização sul-coreana no Brasil. Campeão do Grupo de Acesso no ano passado, a azul vermelho e branco vai abrir os desfiles no domingo de carnaval com o enredo “As Sete Confluências do Rio Han”, desenvolvido pelo carnavalesco Wagner Gonçalves, que quer colocar a Inocentes no mapa. “Vamos contar a trajetória da integração entre Brasil e Coreia do Sul em sete capítulos. O restante é segredo”, despista.

Nova Iguaçu completa 180 anos Para comemorar o aniversário da cidade a Prefeitura preparou uma série de atrações. As comemorações iniciaram no domingo (13) e vão terminar nesta terça (15). Os festejos para o encerramento começam às 9h com uma missa de aniversário na Catedral de Santo Antônio (Av. Marechal Floriano Peixoto, 2262 - Centro, Nova Iguaçu). À noite, o cantor gospel Davi Sacer, que é natural da cidade, abre a festa na Via Light às 18h. Bruna Karla sobe ao palco logo em seguida e Fernandinho encerra a festa com chave de ouro.

ed 67  

jornalpanorama

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you