Page 6

Baixada Página 06

RIO DE JANEIRO,

08 à 15 de janeiro de 2013

Presidente Jane Bizarelli

Editora Chefe Elaine Dourado

Sobrepeso pode garantir vida longa O verão chegou e você está lutando contra aqueles incômodos quilinhos a mais não é verdade? Saiba que este pode ser um sinal de longevidade, isso mesmo, pelo menos foi o que concluiu a pesquisa publicada na última terça (01) no The Journal of The American Association (JAMA). O estudo teve como base outras 100 pesquisas feitas sobre o tema, os cientistas concluíram que pessoas que estão acima do peso e não são consideradas obesas, com Índice de Massa Corporal (IMC) de 25 até 30, conseguem viver mais que os mais magros que em geral apresentam massa corporal entre 18.5 até 25, considerados dentro do peso ideal. E também aos que possuem IMC maior que 30, esses são considerados obesos. Os pesquisadores do Centro para Controle e Prevenção de Doenças, o CDC, órgão de saúde dos Estados Unidos, compararam 97 estudos 2,8 milhões de pessoas de várias partes do mundo participaram do estudo que revelou a seguinte situação: Pessoas acima do peso tem risco de morrer 6% menor que os considerados dentro do peso ideal. Por outro lado os obesos tem este percentual multuplicado por três chegando 18% de

Transporte ilegal

Uma operação realizada pelo Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) no Rio e Baixada, tirou de circulação 33 veículos que faziam transporte de passageiros de forma ilegal. Ao todo foram 21 Kombis, 10 Vans e dois carros particulares. Ao todo, na Baixada Fluminense, três veículos foram recolhidos e levados para o depósito público, uma Kombi em Nova Iguaçu e outras duas em São João de Meriti.

Atendimento 21 3763 6201 Comercial 21 3763 6201

@ redacao@jornalpanorama.net.br comercial@jornalpanorama.net.br

Web

www.jornalpanorama.net.br

Denúncia

chance de morrer. A pesquisa, feita por especialistas do Centro para Controle e Prevenção de Doenças, o CDC, órgão de saúde dos Estados Unidos, cruzou os dados de 97 estudos que, ao todo, envolveram 2,8 milhões de indivíduos de diversas regiões do mundo. Segundo os resultados, pessoas com sobrepeso apresentaram um risco 6% menor de morrer por qualquer causa em comparação com os participantes que tinham peso normal. Essas chances, por outro lado, são 18% maiores entre indivíduos obesos, independentemente do grau do problema. Para os pesquisadores, esses resultados fornecem novas perspectivas sobre a relação entre peso corporal e fatores de risco para a saúde. No entanto, as conclusões devem ser interpretadas com algumas ressalvas, já que o estudo levou em consideração apenas o IMC dos participantes, e não outras medidas de saúde relacionadas ao peso, como hipertensão e diabetes, por exemplo. “Nós não estamos tentando estipular alguma recomendação, mas sim mostrar que o excesso de peso nem sempre é tão letal quanto imaginamos”, afirmaram os autores.

Prefeitura faz obra para “inglês” ver

Antiga Gestão inicia obras de pavimentação e transforma o que ja era ruim em“ pior ainda”e agora , moradores comvivem também com esgoto Eduardo Dourado

Taxis sem insulfilm no Rio

Ainda no final do ano passado, com a divulgação das novas e mais rígidas regras para a Lei Seca, muitos brasileiros já se programam para pegar um simpático taxi. Mas para usar o serviço é preciso ter sorte. Os vidros escuros dos veículos dificultam para o potencial passageiro, saber se o taxi está disponível ou não. Por isso o

prefeito Eduardo Paes determinou medida que proíbe uso de insulfilm nos 33 mil carros que fazem este serviço na cidade e também prevê resolução para os bigorrilhos, que identificam se taxi está livre. “Vamos proibir o insulfilm ainda em janeiro. Os nossos bigorrilhos são modelos antigos e não cumprem a sua função.

Fiscais do TCE iniciam devassa em Caxias Divulgação

O

ano 2012 vai ficar marcado para os moradores da Baixada Fluminense como o ano em que foram esquecidos pelo poder público. É fácil perceber que não só Duque de Caxias sofre com a falta ou irregularidade da coleta de lixo, Belford Roxo e Mesquita estão praticamente na mesma situação. Dentro deste total descaso estão os moradores da Rua José Bonifácio no bairro de Rocha Sobrinho. Mas por lá o problema é outro, porém não menos grave. Depois de iniciar uma obra para finalmente resolver o problema de saneamento básico, a situação ficou ainda pior. De acordo com moradores, as manil-

has e as galerias feitas passaram a dificultar escoamento das águas da chuva, com isso o esgoto voltava para as casas. Além do esgoto e o abandono da obra, os moradores também passaram a conviver com o lixo. O local virou um pequeno aterro sanitário. “Me sinto morando no lixão”, disse Gilmara Barbosa de 32 anos. Recentemente a equipe do RJTV da Rede Globo, esteve no local fazendo, à convite dos moradores, uma denúncia. Na ocasião Giovanni Guidone, secretário de obras do município, esteve presente e prometeu resolução do problema. No dia seguinte à visita da equipe de TV, a obra

simplesmente parou e não foi mais retomada. Os moradores já tentaram entrar em contato com a prefeitura e não conseguiram êxito. “ Eles só vieram aqui porquê o pessoal da imprensa veio. Depois que a reportagem foi embora, as máquinas pararam e ninguém nunca mais veio trabalhar na obra. E o pior agora ninguém nos atende quando vamos a prefeitura para reclamar”, disse Rosangela Tomaz 50 anos dona de casa. A equipe do Jornal Panorama também tentou contato com os responsáveis pela obra não conseguindo sucesso.

?

Você Sabia?

Que em maio de 2009 a imprensa já denunciava que obras estavam inacabadas em rocha sobrinho. Nessa ocasião a denuncia veio do Jornal Extra e tratava das obras do PAC (Programa de Aceleração do Crecimento) que chegou em alguns bairros da cidade, inclusive Rocha Sobrinho mas ficaram inacabadas. Na época os moradores reclamavam que as obras além de não terem sido terminadas tornaram os bairros piores do que já eram e a prefeitura já dava suas desculpas alegando que as obras estavão,“em fase final, faltando apenas as ligações domiciliares de esgoto”.

Queimados oferece serviço móvel de tomografia computadorizada

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) iniciou na sexta-feira a auditoria na Prefeitura de Duque de Caxias. Técnicos solicitaram documentos ao Departamento Jurídico para apurar denúncias de irregularidades como o desaparecimento de computadores do gabinete do prefeito, kit-gás e até motor de carros públicos na troca de prefeitos. A prefeitura tem até o próximo dia 14 para enviar ao órgão contratos, editais de licitação, inventário de bens, extratos bancários, documentos da área de Pessoal e empenhos para pagamento de empresas contratadas. A partir de então, será feita a análise da documentação e o trabalho de campo. A coleta de documentos e infor-

mações e a elaboração do relatório da auditoria deverão durar cerca de um mês e meio. Em seguida, o relatório será encaminhado a um dos sete conselheiros do TCE, para a elaboração do voto, que será levado ao plenário. A partir daí, poderá responsabilizar gestores e encaminhar o resultado da apuração ao Ministério Público, para as devidas ações legais. A equipe foi ao Gabinete de Crise montado em Xerém para formalizar a auditoria junto ao novo prefeito Alexandre Cardoso. Ele, que assumiu no dia 1º, e quarta-feira, quando chegou ao gabinete, encontrou a mesa sem computador, o telefone estava mudo e a estante vazia.

A Prefeitura de Queimados, em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro, oferecerá novamente o Serviço Móvel de Tomografia Computadorizada para queimadenses e moradores de cidades vizinhas a partir desta terça-feira (08/01). Queimados será o "município pólo", atendendo também os municípios de Japeri, Paracambi, Mesquita, São João de Meriti, Nilópolis, Nova Iguaçu e Seropédica. Os exames poderão ser realizados até o dia 26, inclusive sábados e feriados, na Praça Dr. Rubens Lima (Praça dos Eucaliptos), no Centro. A unidade móvel

constituída de tenda climatizada para recepção e acolhimento dos pacientes, com TV, água gelada e contêiner com tomógrafo. Todos os pedidos de exames – inclusive de médicos particulares – serão aceitos desde que seja enviado um encaminhamento emitido pela própria Secretaria de Saúde do município a qual pertence o paciente para a Subsecretaria de Atenção à Saúde de Queimados, na Rua Hortência, 254, no Centro, para que possa ser feito o agendamento. Em casos de urgência e emergência serão permitidos encaixes de pacientes e para os com maiores

dificuldades ou incapacidade de locomoção será disponibilizada uma van. A secretária de Saúde de Queimados, Fátima Cristina, popularmente conhecida como ‘’Dra. Fátima’’, garante a eficácia do Serviço Móvel de Tomografia Computadorizada e afirma que o equipamento tem capacidade para realizar 70 exames por dia. “A tenda continuará funcionando aos sábados e feriados para que possa atender a todos, em especial ao trabalhador que não conseguiria ir até o local durante a semana. Vale lembrar que é necessário fazer o agendamento na Secretaria de Saúde da cidade na qual

o paciente mora’’, destaca a secretária afirmando também que somente em caso de emergência o paciente poderá ir direto à tenda para realizar o exame e/ou fazer o agendamento. O Serviço Móvel de Tomografia computadorizada funcionará na Praça Dr. Rubens de Lima, das 7h30 às 18h30 e aos sábados, das 7h30 às 15h. O paciente pode ter qualquer idade, pesar até 135 quilos e não necessitar sedação/anestesia. Os resultados dos exames serão entregues após 20 dias úteis na Secretaria de Saúde do município de origem do paciente.

ed 64  

jornalpanorama

Advertisement