Issuu on Google+

Panorama O seu canal de comunicação

PRESIDENTE: ROGERIO SANT’ANA - BAIXADA FLUMINENSE, 25 JUNHO Á 10 DE JULHO DE 2011 - ANO XIV, Nº 2354 - R$ 0,50 - WWW.JORNALPANORAMA.NET.BR

Exclusivo OBRAS NA RODOVIA PROVOCAM QUILOMÉTRICOS ENGARRAFAMENTOS, CAUSANDO TRANSTORNOS EM TODA REGIÂO Mateus Vellasco

NOVA DUTRA FECHA ACESSOS À MESQUITA Mateus Vellasco

SEGURANÇA

Mão forte no combate ao

CRIME NA BAIXADA

Coronel Sérgio Luiz Mendes assumiu o comando do 20º Batalhão da Polícia Millitar para reduzir os índices de criminalidade e combater a migração dos traficantes . Pag 5 Ação Social

Divulgação

Benefícios para todos

Presidente da Caixa Beneficente da PM, Cel. Pedro Chavarry , anuncia abertura da entidade para participação do cidadão que poderá, a partir de agora, usufruir de vantagens antes restritas aos militares . - Pág 4

ESPORTE

Sem necessidade , pois bastava apenas modernizá-lo , acabaram com o templo do futebol, certamente para faturar e atender interesses comerciais da FIFA. Pag.7 Mateus Vellasco

UNIÃO EM DEFESA DOS MUNICÍPIOS n Max Lemos, Ivaldo dos Santos, Sheila Gama, Tarciso Pessoa e Alcides Rolim: prefeitos se reúnem periodicamente para discutir melhorias na região. No último encontro definiram um cronograma de ações e projetos a serem implementados na área da saúde. Pag.6

VIOLÊNCIA

TRANSPORTE

SAÚDE

LETÍCIA GUIMARÃES

Prostituição de menores aumenta dia-a-dia : “ Quem cala, consente” Pág 3 Queimados produzirá remédio para combater mosquito da Dengue Pág 4

Divulgação

Futebol de luto

Obras do aeromóvel iguaçuano não saem do papel , há quase um ano Pág 3

Musa da Inocentes de Belford Roxo brilha nas passarelas 2º Cad.

UM EMAIL PARA PROMOÇÃO@JORNALPANORAMA.NET.BR E CONCORRA PROMOÇÃO MANDE A ENTRADAS PARA CINEMA E CONVITES PARA SHOW COM LUCIANO BACKER FALE CONOSCO

Atendimento 21 3763 6201 Comercial 21 3763 6201

Web

www.jornalpanorama.net.br

@ redacao@jornalpanorama.net.br comercial@jornalpanorama.net.br

@

financeiro@jornalpanorama.net.br promocao@jornalpanorama.net.br


Panorama - Página 02 - BAIXADA FLUMINENSE, 25 JUNHO Á 10 DE JULHO DE 2011

Página 2

Destaque desta edição EDITORIAL V

eio à tona com a queda do helicóptero que infelizmente ceifou vidas, onde a população tomou ciência de fatos no mínimo duvidosos: as estranhas relações entre o governador Sergio Cabral e o empresário Fernando Cavendish, dono da construtora Delta, que mantém uma convivência íntima ,regada de presentes finos entre autoridades públicas e empresários que disputam licitações de milhões e vão muito mais além: financiam campanhas. É impressionante, a Delta Construções, além de estar reformando o Maracanã, é também a empreiteira que mais recebeu recursos do Programa da Aceleração do Crescimento (PAC). Segundo o portal Transparência, da Controladoria-Geral da União, do total de R$ 11,8 bilhões já despendidos pelo governo federal este ano, a Delta Construções foi a que recebeu a maior fatia: R$ 254,6 milhões. O governador, após voltar de sua licença, terá que dar explicações à sociedade sobre esse episódio e esclarecer de vez essas perigosas relações.

10 segundos INSS estuda desistir de ações judiciais

A cada 20 segundos morre uma criança

Sem dúvida, uma boa notícia para quem reivindica direitos no INSS e tem todas as chances de ganhar a ação, mas não consegue por força, principalmente, dos recursos que o órgão do governo utiliza na Justiça. Começaram os estudos para o instituto desistir das ações com poucas chances de vitória, conforme anunciou o presidente do órgão, Mauro Hauschild. Para isso, o instituto formou um grupo de trabalho com assessores do presidente do STF, Cezar Peluso, para levantar o número de ações que tramitam na Corte e quais poderão ser alvo de desistência.

Graças aos quase três milhões de euros angariados na conferência internacional de doadores para vacinação, em Londres, mais de 250 milhões de crianças deverão ser vacinadas até 2015. O fundo que superou as expectativas vai permitir combater doenças como a diarreia e a pneumonia, nos países em desenvolvimento. Em tempos de crise, o Reino Unido foi um dos países que mais contribuiu. O primeiroministro britânico diz que o dinheiro vai servir para proteger 250 milhões de crianças de doenças fatais e salvar quatro milhões de vidas.

Hotéis e motéis na lei de prevenção de dsts

Idosos da Baixada contra a violência

Por força de outra lei criada no mês passado, a de número 5.977/11, publicada no Diário Oficial do Executivo, hotéis e motéis deverão informar sobre a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. O autor da nova lei, o deputado Sabino (PSC), conseguiu incluir as demais Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) nos folhetos que, por lei, hotéis e motéis devem disponibilizar com informações sobre prevenção à Aids. A medida representará um grande estímulo ao uso do preservativo.

A campanha organizada pela Superintendência de Políticas para a Pessoa Idosa, vinculada à Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH) teve como alvo os motoristas de ônibus. Tem havido várias ocorrências na Baixada fluminense de maus tratos e constrangimentos na hora do embarque. A atividade de conscientização contou com a participação de 30 idosos no Dia Mundial de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa da Terceira Idade.

Panorama Edição Ano XIV Nº 2354 O Jornal Panorama é órgão oficial editado e publicado pela Panorama Comunicação

www.jornalpanorama.net.br Presidente

Alto índice de gravidez na adolescência Cerca de 30% do número total de gestações na Nicarágua são de adolescentes, o que coloca o país em segundo lugar no quesito gravidez na adolescência, à frente inclusive de países africanos, como Gana. Os dados preocupam o governo e já debatem uma ampla campanha de conscientização.

Exposição ‘Plural’ em S.joão de Meriti na Nossa Galeria de Arte de 1 à 29 de junho

Pág 6 Especial

Cidade

Aonde foram parar os bandidos expulsos do Rio? 25 de novembro de 2010 foi um dia que entrou para a

história. Traficantes fogem da polícia, que começa a ocupar o Complexo do Alemão no Rio de Janeiro. Na fuga, os bandidos largaram drogas, armas, munição. A população até hoje se questiona sobre o paradeiro dos bandidos expulsos das favelas pacificadas.

Caixa Beneficente da PM abre portas para o cidadão

A Caixa Beneficente da Polícia Militar mudou seus estatutos a fim de permitir que qualquer cidadão possa participar da instituição na condição de associado instituído e desfrutar de todas as vantagens oferecidas na area de atendimento social, orientação jurídica, tratamento médico e lazer. O Presidente, Coronel Pedro Chavarry Duarte, explica nesta edição como você pode se habilitar e se tornar sócio e anuncia a abertura do primeiro núcleo de atendimento na Baixada Fluminense, em Mesquita

Pág 5 Cultura

Baixada Caxias renova praça da Conquista

Caxias tem mais um motivo para se orgulhar: o prefeito Zito, depois de construir em sua primeira gestão a praça do Parque da Conquista, retorna e não deixa a população na mão. Reformou a praça e entregou aos caxienses na última sexta-feira, já que seu antecessor não zelou pelo patrimônio público. Completamente reformada, a praça ganhou campo de grama sintética, quiosque, bancos, playground para as crianças e canteiro de plantas por todos os lados.

Festival de cordel em Nova Iguaçu

Será o acontecimento mais esperado da Baixada fluminense onde estão programados uma invasão de rimas, métricas e musicalidade da literatura de cordel, durante o Festival de Cultura Popular “Cordel com a corda toda”, que será realizado entre os dias 13 e 16 de julho, em Nova Iguaçu, no Espaço Cultural Sylvio Monteiro.

Proteção à vida

A

atitude do governo federal em reconhecer que não consegue proteger nem 30 dos 165 ativistas da Amazônia, apontados pela Comissão Pastoral da Terra (CPT) como pessoas ameaçadas de morte, são lamentáveis, porém retrata a realidade da precária política nacional no que diz respeito à vida. Afinal, o direito de viver dignamente é garantido na nossa Constituição, mas em lugar nenhum do país temos total tranqüilidade quanto a isso, seja interior, no campo ou nas grandes cidades. Em verdade, o valor da vida humana nunca esteve tão banalizado e diariamente são muitos os episódios de assassinatos e violência de toda ordem. Os motivos são os mais variados, sendo certo que a futilidade dos crimes choca e nos faz refletir sobre a racionalidade do homem. Em recente reunião do vice-presidente da república com ministros, ficou decidido que o governo dará prioridade

Arquivo

máxima à proteção de pessoas marcadas para morrer. Devemos reconhecer que na Zona Rural há historicamente conflitos ferrenhos, como na Região Amazônica, que carece de medidas efetivas de prevenção a líderes rurais, indígenas, quilombolas, sem-terra e ambientalistas. Mas, tudo isso traz a reflexão de um modo geral sobre quem no Brasil não está marcado para morrer, diante da violência que insiste em crescer tanto no interior como nas grandes cidades. No Rio, avançamos nos últimos anos, mas há ainda muito a ser feito. Com as UPPs houve sim melhorias, porém não é o suficiente. Em vez de tantos escândalos políticos, de tanta euforia com a proximidade dos Jogos e de tanto investimento em estádios e arenas esportivas, a sociedade ganharia bem mais com maiores recursos em segurança e na preservação do maior bem de todos nós, a vida.

Marcos Espínola - Advogado criminalista

Ligue, faça sua denúncia e nos chame

Tel: 2220-6343- Email : redação@jornalpanorama.net.br

Homenagem do Panorama às 500 edições da Mônica

CNPJ: 08.219.620/0001-28

Fundado em 1997 por Rogério Sant’Ana

Cartas e e-mails

Diretora - Executiva da Redação

PARTICIPE

Editor - Geral de Jornalismo

Parabéns pelo jornal Panorama

O desrespeito da Supervia

Povo sem direito às calçadas

Editor de Esporte

Carlos Vieira Lote XV

Ricardo Bernardes Irajá

Ademir Silva Mesquita

Comercial

Ao que tudo indica, finalmente surgiu um jornal de verdade na Baixada Fluminense: bonito, moderno, todo a cores e, o que é mais importante, com conteúdo. E conteúdo voltado para nós, povão, sem voz há muito tempo devido ao comprometimento dos grandes jornais com os políticos e as grandes empresas. Só espero que o Panorama continue assim, sempre nos defendendo e nos dando voz a fim de podermos, no mínimo, ajudar a mudar esse caos que nos humilha em todos os lugares, desde o transporte ao criminoso atendimento nos hospitais. Esse Brasil terá que mudar, principalmente para punir os políticos.

Muito importante a matéria “Supervia, mais uma afronta ao povo”, do Wilson de Carvalho, pois faz denúncias como nunca se viu em jornal nenhum. Matéria ótima para o Sérgio Cabral ler e, finalmente, tomar providências contra essa concessionária porca e incompetente. Entre as denúncias do Wilson, preferi reforçar sobre os novos trens que estão para chegar: que não tenham o triste destino da maioria dos coreanos com a prática nociva e criminosa do tal de “envelopamento” que descaracteriza os vagões com aquelas pinturas horríveis. Os trens parecem verdadeiros circos ambulantes com propagandas que danificam o prateado e nos desrespeitam com a vedação das janelas.

É de impressionar como os prefeitos e seus guardas municipais nada façam contra o estacionamento nas calçadas. Mais grave, ainda: estacionamento de caminhões. Tem caminhão descarregando em lojas sobre as calçadas ou fazendo a calçada de garagem e quebrando-as. E pensar que esse país vai realizar Copa do Mundo e Olimpíada. Claro, passaremos vergonha, pois tudo está abandonado e não se iludam que até 2014 tudo se resolverá, pois já se criou a cultura da bagunça em todos nós. Uma pena que tudo isso aconteça num país tão lindo, mas de um povo que não se respeita, principalmente por culpa dessa maldita televisão que só ensina o que não presta, com apoio dos governantes.

Jânia Bizarelli

Jorge Bernardes

Wilson de Carvalho Nildo Faustino

Diretor Jurídico

Dr. Paulo César Cunha

Diagramação - Projeto Gráfico Genaro Braga

Fotógrafo

Mateus Vellasco

Conselho Editorial

Elaine Dourado, Wilson de Carvalho

Colaboradores

Viviane Duque Estrada , Juliana Chaves, ItamaJunior, Bruna dos Santos

Comercial - Telefax- 3763-6201

Os nossos colaboradores não possuem obrigações de horário ou continuidade, não mantendo nenhum vínculo empregatício com esse Jornal , em consonância com a Lei de Imprensa 5250/67. Os conceitos emitidos pelos colunistas e matérias assinadas são de inteira responsabilidade dos mesmos.

Pág 10

Panorama Comunicação da Baixada LTDA

Rogério Sant’Ana

Redação : Av Rio Branco, 185 Grupo 2101 Rio de Janeiro CEP 2220-6343 Administração Rua Miracema, 102 - São João de Meriti Sucursal Baixada: Rua Mônaco , 24 Mesquita

Pág 4

JP

Você pode enviar as suas críticas e sugestões através do e-mail redacao@ jornalpanorama.net.br ou pelo telefone : (21) 2220-6343 Av.Rio Branco, 185- Grupo 2101 Centro-Rio de Janeiro

TELEFONES ÚTEIS  Hospital São Lucas Travessa Frederico Pamplona 252-5552  Delegacia da Mulher 3399-3690  Delegacia do Turista 2511-5112  Policia Militar 190  Delegacia Policial 13ª 2247-0359  Prefeitura do Rio 2503-3000  PROCON 2224-4916  Centro de Informação Turística Av. Princesa Isabel, 183 Tel: 2542-8080 / 2542-8004 Fax: 2542-0694


Agência Nacional de saÚDE define prazos para consultas

São João de Meriti recebe 26 milhões do BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social vai financiar o projeto de modernização e aprimoramento da gestão tributária em São João de Meriti, único município no Estado do Rio de Janeiro selecionado. O projeto foi aprovado pelo Programa de Modernização da Administração Tributária.

CAOS VIÁRIO

Obras da Nova Dutra infernizam o trânsito

Mateus Vellasco

,

Política BAIXADA FLUMINENSE, 25 JUNHO à10 DE JULHO DE 2011- Página 03

Quem cala consente...

A

n Entrada da Dutra pelo bairro Jacutinga, blo-

queada; O vereador Marcelo Canto e o Presidente do Jornal Panorama,Rogério Sant´Ana, debatendo os problemas.

A

s obras de duplicação da Rodovia Presidente Dutra, além de provocar grandes transtornos à população com sucessivos e quilométricos engarrafamentos , está trazendo sérios prejuízos a diversos municípios da Baixada, principalmente Mesquita, que antes contava com quatro acessos e agora conta com apenas um. Quem alerta para a situação é o vereador mesquitense Marcelo Canto que fala ainda do desrespeito que a concessionária tem com a população. A cidade de Mesquita tem quase toda a sua extensão territorial às margens da Rodovia Presidente Dutra e a obra nem terminou e a população já sente os transtornos que com o passar dos tempos só tende a piorar. Preocupado com

o futuro da cidade, o vereador Marcelo Canto busca discutir com os diretores da CCR Nova Dutra, uma saída para o problema, e diz que não é contra as obras de ampliação, muito pelo contrário, ela trará benefícios para todos. Porém, o que tem se observado é que Mesquita ficará apenas com uma entrada ao invés de quatro, tornando inviável o crescimento da cidade. Experiente e profundo conhecedor dos problemas da região ,Marcelo alerta que as obras de ampliação da Nova Dutra irão trazer mais fluxo de veículos para a cidade já tão engarrafada e esburacada. E conclui que é preciso buscar alternativa para facilitar a entrada e saída de matéria prima e mercadorias para o comércio e a industria mesquitense e de toda

Aeromóvel prometido pela prefeitura ainda é uma possibilidade distante concretizada

S

e existe uma cidade com maiores problemas de trânsito é Nova Iguaçu. E isso acontece há, pelo menos, uma década, agravado, agora, com o excesso de carros e o crescimento da cidade cada vez maior com a vinda de empresas e a construção de novas habitações. Muito normal, aliás, para toda a Baixada Fluminense, a região que mais cresce no Estado do Rio. Quando depende da iniciativa privada. Importantíssima para aliviar esse caos, a Via Light, que já teve a extensão até a Av.Brasil prometida pelo governo Rosinha Garotinho, não saiu do papel o que,agora, com nova promessa, a do Governo Sérgio Cabral, em seu segundo mandato, vale enfatizar, poderá se tornar ou não realidade. Nova Iguaçu é uma das maiores vítimas de promessas não cumpridas, o que é mais grave, pois não demorará muito para ficar intransitável. Isto sem falar na bagunça generalizada, com passarelas ocupadas em quase sua totalidade até por quiosques contratados pela Supervia, e caminhões ocupando e destruindo as calçadas, a exemplo, aliás, do Rio. Ao assumir em outubro do ano passado, a prefeita Sheila Gama prometeu a implantação do aeromóvel, transporte sobre trilhos, para diminuir os constantes congestionamentos no centro da cidade. Uma promessa, sem dúvida alguma, muito boa, pois grandes cidades do mundo têm resolvido

problemas de trânsito com essa alternativa. O aeromóvel foi Idealizado pelo expert em engenharia de transportes, Fernando Mac Dowell, para fazer a ligação do centro ao bairro de Santa Rita, numa extensão de 4,5 quilômetros em dez minutos, ao contrário de hoje, por ônibus, que levam, em média, segundo usuários, uma hora ou mais, devido aos engarrafamentos. Há também a promessa de modernização do aeroporto da cidade e da estação ferroviária, além da revitalização do Shopping a Céu Aberto, no centro da cidade, em reformas que não param, consumindo mais dinheiro dos altos impostos pagos por um povo sofrido e humilhado. “Nova Iguaçu cresce a cada dia. Em cada esquina, tem um novo empreendimento. Temos que pensar no futuro. Todo o projeto foi elaborado baseado em estudos, em pesquisas. É um sonho, que com a nossa determinação, se tornará real” comentou a prefeita Sheila Gama na ocasião do lançamento O Projeto do aeromóvel será apresentado oficialmente à sociedade no dia 29 de julho, em solenidade no SESI de Nova Iguaçu. Depois, virá o edital de licitação. O problema é saber quando a obra irá começar, mesmo com o interesse da iniciativa privada em investir R$ 230 milhões em troca de concessão por 25 anos, segundo o próprio idealizador do projeto, Fernando Mac Dowell.

a Baixada Na questão especifica dos acessos à cidade de Mesquita, em conversa com o Presidente do Jornal Panorama , jornalista Rogério Sant´Ana , o vereador apresentou algumas alternativas a serem levadas a discussão junto à concessionária que administra a Rodovia. A principal delas é a manutenção da via de acesso com entrada e saída pelo bairro da Jacutinga. “ Como a obra está sendo realizada o único acesso será feito pelo bairro do BNH, o que representará um colapso no trânsito na avenida Celso Peçanha , com grande fluxo de veículos .” diz Marcelo Marcelo Canto e Santana também conversaram sobre outras alternativas viárias para Mesquita, que, na opinião de ambos, precisa ser repensada. Um dos pro-

jetos discutidos é a construção do viaduto sobre a linha ferrea entre Mesquita e Nilópolis , com uma ligação com a Via Light e uma saída para Dutra. “O projeto é bom ,mas, na verdade, precisamos de um grande programa de revitalização do município, passando por um projeto viário”. A CCR Nova Dutra e a Agência Nacional de Transportes Terrestre (ANTT) anunciaram no ano passado um investimento de R$ 122 milhões em obras de novas vias marginais a serem construídas na Baixada Fluminense nos próximos três anos. Não discutiram, por exemplo, os novos acessos para os municípios da Baixada. Ao contrário, fecharam os poucos que existiam, atrapalhando o desenvolvimento de várias empresas da região. Mateus Vellasco

Motoristas e passageiros pedem o fim dos engarrafamentos Cansados pelos transtornos causados pelos quilômetros de engarrafamentos entre São João de Meriti e Nova Iguaçu, passageiros e motoristas já não agüentam mais. São horas perdidas dentro de ônibus, poluição, barulho e o aumento de horas no trajeto. O trajeto Baixada x Rio que, há alguns anos, eram feitos em até 40 minutos, hoje é feito em até duas ou três horas, isso tem causado demissão em massa de trabalhadores e superlotando o metro e o trem. A CCR NovaDutra, para amenizar os transtornos causados com os engarrafamentos, criou operação pista-reversível de tráfego na região da Baixada Fluminense que consiste nas manhãs de segunda à sexta-feira, na pista expressa, sentido São Paulo, operar no sentido Rio entre o km 172,7 e o km 170,4 (de Belford Roxo a São João de Meriti). A operação, que era para aliviar, aumentou o congestionamentos da via no sentido Rio, entre 6h e 10h da manhã, trazendo mais transtornos.

prostituição infantil tem sido disseminada de uma maneira alarmante no Brasil e em outros países. Há pelo menos 500 mil crianças no Brasil sendo exploradas sexualmente. Muitas, pelo dinheiro, se deixam seduzir, outras, pela pobreza. De acordo com a Unicef , atinge 927 municípios do Brasil. Crianças com nove, dez anos, trocam um momento de sexo por um prato de comida ou um pagamento miserável que esses exploradores fornecem. Meninas que trabalham de três a quatro horas, com mais de cinco parceiros por dia, são expostas a todo tipo de doenças sexualmente transmissíveis, entre elas, a AIDS. Correm o risco de uma gravidez indesejada, não conhecem a infância e se tornam mães, sem mesmo saber trocar uma fralda, além de muitas transmitirem para seu filho(a) (que não tem culpa nisso), o vírus do HIV. Dados comprovam que muitas garotas vêm de uma desestrutura familiar inadmissível, onde pais, padrastos e até irmãos abusam sexualmente delas. Há casos em que a própria mãe conhece o fato e finge desconhecer. Além desses agravantes, o aborto tem sido executado

Jânia Bizarelli

Cresce a exploração sexual infantil por muitas delas. Chás que prejudicam sua saúde, agulhas de crochê para matar o feto, remédios que destroem o seu útero. Muitas pagam para esses “médicos charlatões” efetuarem o processo de aborto, sofrendo dores terríveis para eliminar a criança. E a fiscalização, onde se encaixa nisso? Como nos tornarmos sensíveis a esse tipo de dor? Há programas que lutam para erradicar a exploração sexual de menores, porém não tem sido suficientes, como comprova os dados no início do texto.

O maior problema, no meu ponto de vista, é que existem pessoas que praticam esses atos inescrupulosos. Sanar os problemas da miséria, educação para esses pequeno, é de suma importância. Conscientizá-los é imprescindível, mas e os autores desses abusos? Essas mães que se calam diante dos fatos porque o marido “sustenta” a casa? Discutam, denunciem, opinem.


Cidade

não dá mais para aturar o abuso de até caminhões nas calçadas.

Página 04 - BAIXADA FLUMINENSE, 25 JUNHO à 10 DE JULHO DE 2011

Cabral anuncia bilhete único para o interior

Os benefícios do bilhete único intermunicipal serão finalmente estendidos ao interior fluminense e, em especial, à Baixada Fluminense, cujos moradores não podem continuar pagando tão alto por suas passagens, caso, por exemplo, da Transmil que faz um péssimo serviço com ônibus velhos e cobra mais de R$ 5. A implantação do bilhete dependerá ainda de estudos, segundo anunciou o Governador Sérgio Cabral. Mateus Vellasco

“Saúde, justiça, esporte e educação para a Baixada Fluminense“ Coronel Pedro Chavarry Duarte

Caixa da PM aberta à toda população

N

o próximo dia sete de julho, a Caixa Beneficente da Polícia Militar dará mais um passo importante de sua administração: desta vez, em benefício da população em geral, tão carente de serviços sociais, com a inauguração do seu primeiro núcleo de atendimento na Baixada Fluminese. Com atendimento que se estenderá à assistência jurídica, com advogados especializados, o primeiro núcleo funcionárá na antiga rua Regina, 324, em frente ao 20º Batalhão da PM, em Mesquita.

Há mais de 100 anos realizando trabalho social em prol do policial militar e seus dependentes, a instituição abre as portas para atender a população da Baixada Fluminense. Com a mudança no Estatuto da entidade, qualquer cidadão poderá fazer parte do quadro de associados. Visando dar tranqüilidade e mais qualidade de vida aos seus associados e dependentes, a instituição oferece uma ampla rede de proteção. São inúmeros serviços na área de saúde, lazer, formação profissional, justiça, crédito financeiro, assistência funeral, entre tantos outros

serviços que valem a pena conferir. O núcleo de atendimento de Mesquita é o primeiro de muitos que serão inaugurados em breve na Baixada Fluminense. A iniciativa foi do secretário executivo da Caixa, Rogério Sant’Ana, que, como morador da região, conhece bem a realidade. “Mesquita é um município que vem crescendo timidamente desde sua emancipação. Acho importante trazermos para os moradores desta região a facilidade de serviços básicos como educação, saúde e lazer. A Caixa Beneficente faz um trabalho de qualidade e, tenho certeza, será bem recebida pela população de Mesquita”, ressaltou Rogério. A orientação jurídica será um dos serviços oferecidos gratuitamente ao povo, com advogados de plantão agindo na defesa de seus direitos .

Entrevista : 5 minutos com o Presidente da Caixa Beneficente, Coronel Pedro Chavarry Duarte

Panorama: A Caixa Beneficente passa por um momento importante em que deixa de atender apenas policiais militares, expandindo seus serviços para a população em geral. Qual a expectativa? Pedro Chavarry: A expectativa é a melhor possível. É um passo importante e tenho certeza que faremos a diferença nas vidas das pessoas. Nosso objetivo é levar à população, por um custo simbólico, serviços essenciais como saúde, educação, profissionalização, lazer, Justiça, entre outras benefícios. Hoje contamos com quase mil empresas conveniadas e vamos aumentar, pois nossa finalidade é oferecer aos nossos associados o que há de melhor .

Panorama: Como vai funcionar a adesão dos novos associados? Pedro Chavarry: A adesão é muito simples. Os pretendentes a sócio preenchem uma ficha , que passará por aprovação do Conselho Diretor da Caixa. Aprovado, o novo associado passa a ter direito aos mesmos benefícios dos sócios natos. Panorama: Quais serviços serão oferecidos nesses núcleos de atendimento? Pedro Chavarry: Em cada loja teremos um grupo de profissionais altamente capacitados para esclarecer qualquer dúvida sobre nossos serviços e adesão. O associado terá atendi-

mento jurídico, entrada de processos, reserva de pousadas, entre outros serviços. Teremos neste espaço uma agência do Banco do Brasil, onde o associado, além de pagar suas contas, poderá adquirir empréstimo bancário, desconto em folha e com as melhores taxas do mercado. Temos parceria também com a Renault do Brasil, que oferece aos nossos associados a realização do sonho do carro zero e com descontos especiais. Neste espaço, o associado terá acesso a todos os serviços oferecidos pela Caixa Beneficente. Convido a todos os moradores de Mesquita a nos fazer uma visita e nos conhecer.

Queimados produzirá remédio para combater mosquito da Dengue Priscila Bispo e Bruno Anacleto Numa parceria inédita entre a Prefeitura de Queimados e o laboratório farmacêutico Riolab, foi dado mais um passo rumo ao desenvolvimento e a melhoria de qualidade de vida da população. A realização do “I Simpósio Brasileiro de Biotecnologia” para combate a epidemias e outras enfermidades, serviram para o lançamento oficial da primeira fábrica no Brasil. A Riolab se utiliza de novas tecnologias oriundas da Ilha de Cuba para o desenvolvimento de diversos produtos biológicos e naturais, como vacinas e medicamentos para uso animal, produtos naturais para uso na agricultura orgânica, produtos homeopáticos, entre

outros. Inicialmente serão fabricados três produtos: Bacillus Thuringiensis (BT), que combate especificamente o Aedes aegypti; Bacillus Sféricos (BS), que combate o culex, a febre amarela, a malária e outros mosquitos, além do Biorat, utilizado no combate aos roedores e demais enfermidades causadas por eles, como, por exemplo, a peste bubônica. Segundo o diretor comercial da Riolab, Ricardo Cohen, as vantagens dos produtos são consideravelmente maiores em relação aos demais já encontrados no mercado porque, além de serem 100% biodegradáveis, são próprias para o uso humano já que as formulações utilizadas são preparadas

para atuar apenas nas larvas dos mosquitos. “Os outros produtos que existem no mercado são desenvolvidos para a agricultura, por isso há risco de intoxicação quando entra em contato com o organismo do homem”. Cohen acredita ainda que a eficácia dos produtos se dê também por ser uma solução líquida, diferentemente das que são produzidas atualmente, em formato de grãos. Para ele a aplicação do produto se torna mais fácil e eficaz por não deixar nenhum sedimento a ser dissolvido. Com o lema “prevenir é melhor que curar”, os pesquisadores e profissionais da área da saúde acreditam que é possível fazer de Queimados um verdadeiro centro de referência no combate à den-

gue. O prefeito da cidade, Max Lemos, foi quem ficou entusiasmado com a dimensão da eficiência dos testes, destacou a importância da vinda da empresa para Queimados e afirmou que a chegada das novas tecnologias beneficiará todo o país. “Sem dúvida alguma ficamos muito orgulhosos com a instalação da fábrica aqui na nossa cidade, com certeza seremos uma grande referência na confecção dos produtos de combate à dengue e outras epidemias que assolam o nosso povo. São de empresas como estas que vão permitir que arrecademos mais recursos para investirmos em melhorias do serviço público como saúde, educação e infra-estruturar urbana”, declarou Max.


Geral

Brasil, país de tristes estatísticas

ABSURDO: A cada feriadão, mais mortes nas estradas

O Brasil , a cada dia, se c onsolida como um dos principais países envolvidos em homicídios e tráfico de drogas. É o que divukgou a ONU esta semana , depois de mais uma pesquisa, apontamdo o nosso país como o segundo na rota do tráfico, recebendo as drogas dos EUA e passando para o continente africano e daí para a Europa. Enquanto isso, há quem defenda o uso da maconha...

20º Batalhão

Aumento do efetivo é a meta do novo comandante

BAIXADA FLUMINENSE, 25 JUNHO À 10 DE JULHO DE 2011 - Página 05

Justiça Itinerante de Mesquita realiza casamento comunitário

Mateus Vellasco

Coronel Sérgio Luiz Mendes assume policiamento na Baixada para reduzir os índices de criminalidade e combater o tráfico na região

Mateus Vellasco

Henrique Barbosa

D

esignado para comandar um batalhão com 41 anos de existência, o coronel Sergio Luiz Mendes entende a responsabilidade como uma oportunidade. Assumindo uma missão em um município relativamente novo na historia do Estado, o coronel ainda é responsável por garantir a segurança dos moradores de Nova Iguaçu e Nilópolis. Os focos de criminalidade, ou como gostamos de chamar, as manchas criminais, ocorrem especialmente nos grandes centros comerciais da Baixada, mas notadamente em Nilópolis e Nova Iguaçu. Como uma área de comércio extenso e bastante concorrido, Nova Iguaçu faz com que haja preferência pelos marginais em virtude até do número de pessoas e o dinheiro que circula no local. Em segundo plano está Nilópolis e em terceiro, Mesquita, por ser uma área ainda em expansão, explica o coronel.

No município, onde está instalado o batalhão, as ocorrências criminais são baixas, mas tendo destaque maior no roubo de veículos e na Chatuba onde existe a presença de traficantes. De acordo com o comandante, as ações programadas em toda a Baixada têm surtido efeito, porém existe uma necessidade no aumento do efetivo do 20º B atalhão que, hoje, conta com aproximadamente 600 homens.

– O efetivo atual presente no batalhão está aquém daquilo que necessitamos, isso é, algo que tanto o comando da Corporação quanto a Secretaria de Segurança já sabem, e inclusive já possuem estudos para fazer esse re-completamento. Havendo essa ação, partiremos para medidas de

expansão do policiamento. No momento estamos fazendo o acompanhamento destas manchas criminais, atuando e fazendo o deslocamento de policiais onde elas ocorrem, e atuando contra o tráfico de uma forma geral nos locais a onde ele existe. – Conta.

Caxias renova praça da Conquista

A

gora a população de Duque de Caxias tem mais um motivo para se orgulhar, o prefeito Zito depois de construir em sua primeira gestão a praça do Parque da Conquista, retorna e não deixou a população na mão, reformou a praça e entregou aos caxienses na última sexta-feira, já que seu antecessor não zelou pelo patrimônio público. Completamente reformada, a nova praça ganhou campo de grama sintética, quiosque, bancos, playground também com grama sintética para as crianças e canteiro de plantas por todos os lados. De acordo com a ONU (Organização das Nações Unidas), o projeto Segurança Cidadã, que estimula a construção de praças, tem mudado a realidade de países na América Latina e cidades no Brasil. Segundo a ONU, o projeto baixou o índice de violência e criminalidade e, por isso, se tornou exemplo e está servindo

Divulgação

Prefeito Zito descerra placa alusiva à reinauguração da Praça da Conquista, que foi abandonada pelo seu antecessor

de modelo para implantação de um projeto semelhante. Em Duque de Caxias, no entanto, tal política de implementação de espaços de convivência são muito

INFORME PANORAMA Rogerio Sant’anna

presidencia@jornalpanorama.com.br

Walney Rocha afirma que candidatura é pra valer

Reprodução

“ Olhe dentro dos meus olhos agora e tenha convicção do que vou lher falar. Eu sou o próximo prefeito de Nova Iguaçu”

normais. Desde o primeiro governo do prefeito Zito, em 1997, a cidade ganhou mais de 120 praças por todos os bairros, trazendo a população para as ruas, dando opção de Esta afirmação determinada foi feita pelo Deputado Federal Walney Rocha, durante encontro com a equipe de JORNAL PANORAMA, em resposta à pergunta feita pelo Diretor- Presidente, Jornalista Rogério Sant´Ana, sobre sua candidatura à prefeitura iguaçuana. Depois ter sido vereador, quatro vezes deputado estadual e deputado federal, o parlamentar considera o momento ideal para participar desta disputa majoritário. Filiado ao PTB ( Partido Trabalhista Brasileiro) ele trabalha para a construção de uma ampla frente que poderá reunir partidos como o DEM(Democratas), tendo como pré-candidato o ex- deputado Rogério Lisboa, com o ex-prefeito e senador Lindberg Farias, passando ainda pelo PV e PR, entre outras forças.

esporte e lazer para crianças, jovens e adultos e, de certa forma, inibindo a ação de marginais, que têm mais dificuldade de atuação em áreas mais populosas e iluminadas.

N

o dia de Santo Antônio, comemorado neste 13 de junho, 39 casais disseram “sim” na cidade de Mesquita, na Baixada Fluminense. A celebração faz parte do mutirão de conversão de união estável em casamento realizado pelo projeto Justiça Itinerante, do Tribunal de Justiça do Rio. Às 9h30, foram feitas as audiências para regularizar a situação de cada casal e, às 17h, começou a cerimônia realizada pelos juízes Richard Robert Fairclough e Vitor Moreira Lima. A festa aconteceu em um salão de festas cedido pela Prefeitura Municipal e contou com a participação do prefeito da cidade, Arthur Messias, entre outras autoridades. “Percebi que existia aqui em Mesquita pessoas que viviam juntas há anos, mas que ainda não tinham oficializado a união por diversos motivos. Por isso, a realização desse mutirão é muito importante”, destacou o juiz da Justiça Itinerante do município, Richard Robert Fairclough. É o caso de Zilma Maria Alves da Silva, de 69 anos de idade, e de José Geraldo da Silva, de 66. Juntos há 40 anos, eles resolveram se casar oficialmente para facilitar a vida civil dos dois para a retirada de documentos. “Várias pessoas sugeriram que nós nos casássemos. Como sou cristã, acho que Deus também deu uma ajudinha”, disse Zilma. Fernanda Cristina Arruda de Andrade, de 22 anos, e Tiago Anselmo da Silva, de 24, também aproveitaram a oportunidade para oficializar a união. “Nos co-

Presidente da Beija Flor é candidato em Mesquita O ex-prefeito de Nilópolis e presidente da Escola de Samba Beija Flor, Farid Abraão David , ensaia candidatura à prefeitura de Mesquita pelo PDT, segundo informou o presidente da legenda no município Guilherme de Almeida. O projeto vem sendo discutido internamente e ganha força nas articulações políticas e na direção regional. O projeto visa reconduzir o PDT ao comando do município , o que não acontece desde o governo interino de Framínio Gonçalves .

ALERJ premia jornalista Marcos Manso

O autor da indicação da mais alta honraria que a ALERJ concede ao jornalismo, o Deputado Alessandro Calazans destacou a seriedade e independência que Marcos Manso desenvolve na Baixada Fluminense e em todo do Estado do Rio. O Deputado Federal Simão Sessim lembrou a luta de um menino pobre e idealista que ele conheceu, recebendo o Prêmio Barbosa Lima Sobrinho. Ex-assessor Especial de Comunicação Social da Prefeitura de Nilópolis (1993), Marco Manso é Presidente da Associação de Imprensa da Baixada Fluminense(AIB), Vice-Presidente do Mesquita F.C. , Cronista de Disco & Televisão da Revista Caxias Magazine e redator-chefe dos jornais Tribuna do Grande Rio e Folha da Baixada convencional e Online.

Felicidade Zilma Maria Alves da Silva, de 69 anos de idade, e de José Geraldo da Silva, de 66. Juntos há 40 anos, eles resolveram se casar oficialmente para facilitar a vida civil dos dois para a retirada de documentos. nhecemos há sete anos e moramos juntos há cinco, desde que nossa filha nasceu. Sempre quisemos nos casar, mas acabamos adiando por causa dos gastos. Quando soubemos do casamento comunitário, decidimos aproveitar a chance”, contou Fernanda. Outro casal que se uniu legalmente foi Sandra Rita Alves e Rubem de Souza. Há dois anos eles moram juntos e, com a união, acabaram aumentando a família. São sete filhos: quatro dele e três dela. “Nós nos conhecemos em um bar há dois anos e desde então não nos separamos mais. Hoje haverá muita comemoração”, disse Sandra, animada. Na cerimônia, o juiz Vitor Moreira Lima parabenizou e desejou felicidades aos noivos. “Em um mundo cada vez mais corroído pela maldade, esta celebração mostra que ainda há muito amor entre nós, seres humanos. Essa é uma oportunidade de tornar legal à lei dos homens o que para Deus já era reconhecido. Sejam felizes para sempre”, ressaltou o magistrado.

Paulo Ramos acusa Cabral O Deputado Paulo Ramos (PDT) acusou o governador Sérgio Cabral de cometer crime de improbidade administrativa e anunciou que vai entrar com uma representação, convocando-o para explicar na Alerj as relações “promíscuas” que mantém com empresários. As denúncias do deputado se referem ao recente noticiário envolvendo o governador, que usou jatos de empresários para viagens de lazer ao Sul da Bahia. Além disso, por manter negócios com os empresários. Para Paulo Ramos, Cabral infringiu o artigo 146 da Constituição Estadual ao misturar o “público com o privado”.


Cidade

Assista ao Projeto Canal Saúde (FIOCRUZ) ao vivo

Página 06 - BAIXADA FLUMINENSE, 25 JUNHO À 10 DE JULHO DE 2011

Por dentro das comunidades Acesso para A Via - Light

Mateus Vellasco

Santo Elias pede socorro Mateus Vellasco

Aliança Global lança campanha ‘Pare, Olhe, Escute!’

Em virtude da situação em que o tráfico de pessoas se encontra em todo o mundo, e ciente das ações que vêm sendo desenvolvidas para enfrentar este crime, a Aliança Global contra o Tráfico de Mulheres (GAATW, por suas siglas em inglês), e suas entidades parceiras, lançaram a campanha “Pare, Olhe, Escute!”. A ideia é fazer uma análise rigorosa dos esforços promovidos pelos Governos para sanar o problema.

Para onde estão indo os bandidos expulsos do Rio? Pelo menos os que fugiram do Alemão migraram para a Baixada Fluminense Arquivo

A Moradores da Vila Emil cobram à Light e à Prefeitura a construção de acessos devidamente saneados para a Via - Light. A Associação de Moradores do Parque Ludolf e Adjacências (Ampla) fez um abaixoassinado pedindo providências. O líder comunitário Manoel Joaquim Fiqueira da Silva diz que,desde 2009, vem lutando pela autorização da passagem da Light e, enquanto nada acontece, os caminhos viram verdadeiras lixeiras

Maria Cristina abandono total

Andar pelo cruzamento entre as ruas Rufino e Procópio tem causado pânico aos moradores e motoristas, pois a margem do rio está desmoronando e avançando para a rua. O líder comunitário Epifânio Pimentel l a m e nta o d e s c u i d o d a administração municipal para com os contribuintes e cobra das autoridades a construção de um canal para acabar de vez com o problema.

Conselho comunitário de segurança

Mateus Vellasco

Mateus Vellasco

Sem saber a quem reclamar, José Eustáquio da Silva, morador, há dez anos, da Rua Riachuelo, e D. Maria Cristina procuraram a nossa equipe de reportagem e desabafaram que não aguentam mais o mau cheiro da vala em frente as suas casas, além de ratos e mosquitos. Isto sem falar nas constantes enchentes que provocam a perda da mobília da casa. “Vou morrer e não verei as melhorias na comunidade, pois, até agora, a Prefeitura não ajudou em nada”.

Obras de encosta não saem do papel Mateus Vellasco

Os moradores da "antiga rua da Vala" já não acreditam nas promessas feitas pelos administradores de Mesquita. É só chegar às vésperas de um pleito eleitoral que rapidamente anunciam aos "quatro ventos" o início de obras nas encostas na Coréia. A população, cansada de reinvindicar melhorias, já pensa em recorrer à Justiça para obter as obras prometidas pelo PAC.

Fundado há mais de um ano e presidido pela combativa Raimunda Oliveira Landa , o Conselho Comunitário de Segurança de Nova Iguaçu (AISP 20) vem desempenhando um exelente trabalho no que diz respeito à segurança pública em escolas e comunidades. No próximo 12 de julho, o CCSNI se reunirá na Casa da Melhor Idade, localizado na rua Virgínio Tinoco, 170 - Jardim Nova Era, em Nova Iguaçu.

População quer saber Mateus Vellasco

A pergunta que não quer calar e que circula entre as rodas de conversas dos segmentos organizados da sociedade, é a seguinte: quem autorizou a Balprensa a ocupar a rua ao lado da linha ferrea em Rocha Sobrinho? Os moradores da região querem saber como aconteceu essa invasão de solo público. O estranho é que até hoje não há uma resposta plausível. Cabe ao Ministério Pùblico apurar.

cada mês o Instituto de Segurança Pública (ISP) divulga pesquisa sobre os números da violência no município do Rio de Janeiro. Desde o início das instalações das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), a população carioca comemora a redução da criminalidade no Rio e mais ainda nas áreas pacificadas. Em contrapartida, os institutos de pesquisa não divulgam o aumento de incidência de criminalidade nos últimos dois anos na Baixada Fluminense, Região dos Lagos e Região Serrana. Foi em 25 de novembro de 2010, um dia que entrou para a história. Traficantes fogem da polícia, que começa a ocupar o Complexo do Alemão no Rio de Janeiro. Na fuga, os bandidos largaram drogas, armas, munição. A população até hoje se questiona sobre o paradeiro dos bandidos expulsos das favelas pacificadas. Na maioria delas, quando o Estado entrou, não houve troca de tiros e os bandidos simplesmente foram embora. Mas para onde foram, se não estão presos? Como se justifica o aumento da criminalidade no interior do Estado, mudando assim, a rotina dos moradores? São questionamentos que até o momento as

autoridades não conseguiram responder. Enquanto isso, moradores de Mesquita e adjacências sofrem com as constantes ondas de assaltos a residências e o visível aumento da criminalidade nas comunidades carentes fora do município do Rio de Janeiro. Desde 2008 o Rio de Janeiro tem adotado a política de invasão

militar em um território, com a implantação de uma base fixa na comunidade invadida. O que se começa a perceber é que o projeto de segurança pública ainda está longe de ser a perfeição mostrada pela mídia. Há quem garanta que nas unidades onde foram implantadas as UPPs o tráfico não acabou. Continua acon-

tecendo, porém de forma mais discreta, sem armamento, pessoas nas ruas vendendo drogas a céu aberto. O mais grave de tudo isso é que houve uma migração de parte destes bandidos para vários pontos do estado, tornando o controle da Segurança Pública insustentável.

União dos prefeitos da Baixada

Municípios se unem para acelerar desenvolvimento, buscar apoio e criar projetos, numa idéia que já é sucesso nas áreas de cultura e saúde

O

s prefeitos da Baixada Fluminense estão concentrando esforços comuns para assegurar o desenvolvimento de seus municípios e da região de forma integrada. Através de desenvolvimento de ações conjuntas de planejamento e de busca de recursos, eles têm conseguido resultados para áreas consideradas estratégicas e fundamentais , como, por exemplo, a saúde. Nesta área, os prefeitos formaram um bloco para buscar recursos federais, a fim de terminar as obras do Hospital de Queimados e reduzir a carência de leitos para internação. Enquanto a verba está em negociação, ações integradas são criadas para melhorar o atendimento, através do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Baixada Fluminense (Cisbaf), um sistema de regulação do atendimento hospitalar. Prefeitos conseguiram a aprovação dos três projetos no Ministério da Saúde: con-

Divulgação

Prefeitos Max Lemos, de Queimados, Timor, de Japeri, Sheila Gama, de Nova Iguaçu,Tarciso Pessoa, de Paracambi, e Alcides Rolim, de Belford Roxo, firmaram acordo clusão das obras do Hospital Regional de Queimados; ampliação e equipagem dos três hospitais regionais (Posse, Saracuruna e Moacyr do Carmo) e incremento das UPAs. O Prefeito de Belford Roxo

e o presidente do Cisbaf, Alcides Rolim, esclarece que uma meta é suprir a carência na região, de unidades de emergência, além de reforçar a atenção básica, com mais hospitais de referência. O prefeito de Queimados, Max Lemos, ressalta

a união. “É a primeira vez que os municípios se juntam”. Já Sheila Gama, de Nova Iguaçu, destaca a reestruturação dos hospitais e a criação de unidades regionais para desafogar o Hospital da Posse, unidade referência. Tarciso

Pessoa, de Paracambi, chama a atenção para a necessidade de mudanças na região. “O País cresce e temos que acompanhar”, justifica. Para o prefeito de Japeri, Ivaldo dos Santos, o Timor, a união deve atrair empresas e gerar empregos.


Até quando o povo pagará a conta de obras faraônicas?

Por que um estádio ao custo de R$ 1 bilhão na cidade de Manaus, de tanta miséria para um mês de Copa do Mundo? Por que um estádio para o Corínthians, com o dinheiro do povo, tendo o Morumbi, com a modernização financiada pelo próprio São Paulo FC? Para a FIFA , empreiteiras, políticos e outros picaretas ficarem mais ricos?

O futebol está de luto

A destruição do templo do futebol tem capítulos nebulosos e inacreditáveis, só contados nesta matéria

Esporte BAIXADA FLUMINENSE, 25 JUNHO Á 10 DE JULHO DE 2011- Página 07

Celeiro de craques em Mesquita, Brasileirinho comemora 48 anos

Mateus Vellasco

Wilson de Carvalho

O

que estão fazendo com o maior estádio do mundo, templo do futebol, é marca registrada do Brasil, onde se destrói a história, não se respeita leis, cada governante faz o que bem entende, muitos roubam à vontade, sem nenhuma punição. Se o ex-governador Garotinho tivesse concordado, o Maracanã teria sido implodido, atendendo sugestão do presidente de honra da FIFA, João Havelange. Desta vez, Sérgio Cabral aceitou a destruição considerada um verdadeiro estupro pelo Jornal Marca. É assim que funciona neste país de câmaras de deputados e vereadores manipuladas. Ou corruptas. E até órgãos de

fiscalização. Se um governante não quer, não acontece. Ou vice-versa. A desculpa de agora é a de que havia ameaça de desabamento. Mas como aceitar, se houve ampla reforma para o Pan-Americano de 2006, ou seja, há apenas cinco anos? Na verdade, o que importa é faturar. Ou superfaturar. E assim se acabou o templo do futebol, que tinha o cenário do milésimo gol de Pelé; da Copa de 50; da “folha seca” de Didi; do gol de Romário que classificou o Brasil para a Copa de 94; das festas das torcidas; do setor da geral, onde o mais pobre podia pagar ingresso; dos Fla x Flus, maior clássico mundial; dos golaços de Zico e Roberto Dinamite, maiores ídolos

do Flamengo e Vasco; de Botafogo x Santos, com Pelé e Garrincha; de Santos x Milan, América x Benfica. Acabou o maior estádio do mundo de quase 200 mil pessoas nos grande jogos ou até mais de 200 mil, conforme aconteceu na decisão da Copa de 50. Em dezembro de 2012, conforme eles prometem, teremos um estádio, mais moderno, sim, mas de apenas 80 mil pessoas, mais parecendo um anfiteatro(para privatizar?...), sem os dois setores mais tradicionais(arquibancadas e cadeiras inferiores), sem o setor de geral destruído anteriormente em outra das inúmeras “reformas”. Acabou o templo do futebol. Quem quiser ver, é só comprar um DVD...

n O futebol feminino do Brasileirinho F.C tem o comando da coordenadora Vera Lúcia e do técnico João Paulo

Mateus Vellasco

Arquivo

n Mantido pelos associados e a abnegação do presidente José Carlos de Aquino(centro) , filho do fundador, o Brasileirinho é orgulho de mesquita Mateus Vellasco

Não havia necessidade de destruir a arquibancada, o setor de cadeiras azuis e a cobertura, renovados para o Pan-2006 construído em 2006, para o Pan-Americano

A

reforma do Maracanã há cinco anos, para o PanAmericano, já o tornou moderno, inclusive mais seguro, de acordo com o laudo dos engenheiros. Pena que acabaram com o setor da geral, local do povão mais pobre, que não se importa em assistir os jogos em pé, até porque a paixão pelo futebol supera tudo. Para a Copa, se poderia, sim, modernizar mais ainda o estádio. Jamais o que acabou de ser feito, o verdadeiro fim do templo do futebol, admirado por todo o mundo, a exemplo de outras obras históricas

como as Pirâmides, a Basílica de São Pedro, o Coliseu ou o Teatro Municipal. Este, reformado recentemente, e muito bem, vale enfatizar, pelo atual Governo do Estado, pois não alterou as suas características ou violentou a sua história. Conforme, aliás, fizeram com o Maracanãzinho, tornando-o um dos melhores ginásios do mundo, com tecnologia avançada, sem estupro. O próprio estádio de Berlim, de arquitetura obsoleta, foi preservado e modernizado para a Copa de 2006. A diferença é que lá, a FIFA(S/A...)não conseguiu impor os seus interesses comerciais.

Por várias vezes, mudaram o projeto do Maracanã para a Copa do Mundo com o objetivo de chegar ao custo de quase R$ 1 bihão, que daria para construir hospitais, escolas e casas populares. E acreditem: teriam destruído também o estádio de atletismo Célio de Barros e o Parque Júlio Delamare, de natação, não fosse a ação de alguns deputados que, infelizmente, esqueceram o principal: o templo do futebol, visitado diariamente por centenas de turistas que o valorizavam tanto quanto o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor e a praia de Copacabana.

América faz parceria com a Prefeitura de Mesquita

O

que o América deveria ter feito há 12 anos, quando transferiu o futebol para a Baixada Fluminense, principalmente conquistar o povo local,

produzir novos torcedores, "fabricar" craques e valorizar o estádio Giulite Coutinho, só agora começa a agir, firmando acordo de parceria com a Prefeitura de Mesquita.

O bom relacionamento do prefeito Artur Messias e seu vice Paulinho Paixão com o presidenteinterino Vinícius Cordeiro possibilitou essa parceria inédita. Cordeiro destaca que há anos a dívida com a própria Prefeitura só crescia e nada era feito. "Estou interino no cargo de presidente do América, mas trabalho para resgatar a credibilidade do clube. Vamos, na medida do possível, tentar equacionar nossas dívidas". Para começar, a dívida de mais R$ 500 mil de impostos municipais será quitada através de compensação tributária, ações sociais e divulgação publicitária do município no Estádio Giulite Coutinho. Também serão realizadas obras para melhorias, em especial a acessibilidade e segurança do torcedor no estádio, o que possibilitará a liberação para jogos dos chamados grandes, caso de Flamengo x Santos, valorizando a própria Baixada Fluminense.

Fundado há 48 anos por Ari Prado de Aquino, o Brasileirinho Futebol Clube, localizado na Chatuba, em Mesquita, é um exemplo vivo de persistência e dedicação ao esporte na Baixada Fluminense. Mantido pelos associados e a abnegação do presidente José Carlos de Aquino, filho do fundador, o Brasileirinho é também celeiro de craques como Dé, ex-atacante do Vasco, e inúmeros jogadores que se encontram no exterior, tais como Moela, Jorge Luiz, Leandro e Delmir, entre muitas outras revelações que jogam em times da Primeira Divisão

do Brasileiro e dos Campeonatos Estaduais. Sempre aberto e integrado com a comunidade, em especial com o s j ove n s , e s co l a s , i g re j a s , n ã o i m p o r ta n d o a d e n o m i n a ç ã o, o Brasileirinho também dá a maior força ao futebol feminino, patrocinado por Paulo da barraca Ganha. Com Delson Silva Feliciano na coordenação do projeto, o futebol mirim, a exemplo do femiinino, já é sucesso entre crianças de até 13 anos, contribuindo em muito para evitar que os jovens entrem na ilegalidade.

Programação de aniversário Um Culto de Ação de Graças iniciará as comemorações pelo 48º. aniversário, neste dia 23, às 20h. Para o domingo, dia 26, depois da Alvorada, às 7h30m, o show de futebol com a participação de escolinhas e veteranos:às 8h15m, Escolinha A x Escolinha B; às 9h, combinados Amigos do Brasileirinho X Anchieta; às11h, e Veteranos do Brasileirinho Azul X Verde.

Às 12h, haverá uma interrupção do futebol com churrasco e pagode, voltando às 13h, com o futebol feminino do Brasileirinho; às 14h, entra em campo o Grupo Barcaças e, às 16h, o presidente José Carlos de Aquino prestará homenagem pelo aniversário, com bolo e refrigerantes. Às 20h, as comemorações se encerrarão na sede do clube.

Instituto Esperança faz o Domingo da Alegria no BNH

Em clima de muita tranqüilidade e desportividade, as crianças fizeram a festa na Rua das Oliveiras, à margem do Rio Sarapuí, com brincadeiras e jogos de todo tipo, muito refrigerante e comida,

especialmente pipoca e cachorro quente.E não foram somente as crianças que se divertiram, mas as quase 600 pessoas, entre pais, amigos, convidados e moradores da região, que já pediram bis.


Segundo Caderno www.jornalpanorama.net.br

Panorama

25 DE JUNHO À 10 DE JULHO DE 2011

Não pode ser distribuido separadamente

Swing & Simpatia é um grupo de pagode formado na cidade de Nova Iguaçu / RJ em 1994 por Luciano Becker (voz e cavaquinho), Sandro Becker (pandeiro e voz), Thigu Danda (surdo e voz), Paulinho Simpatia (tantã e voz), Alexandre Alvim (violão e voz), Maicon Simpatia (teclados), Márcio Lopes do Monte (baixo), Dudu Oliveira (bateria) e Pereira (percussão).

S

omos da Baixada Fluminense, Nova Iguaçu e como todo grupo de samba nos começamos tocando em festas de amigos, nas praças e a partir daí o lance começou a se profissionalizar, apareceu o nosso empresário “Paulo Crispin” e viu que estava na hora de gravarmos o nosso primeiro CD. Produzimos o primeiro CD com Waguinho (ex-Morenos e hoje na área gospel) Charles André que também era dos Morenos que foi lançado pela Sony Music. Logo em seguida nos fizemos outro CD com o Adilson Vitor que foi quem deu o nome do “Swing & Simpatia e que também produziu o primeiro de vários artistas como Katinguelê, Cara Metade, já participou muitas vezes com “Fundo de Quintal” uma pessoa que nos temos um respeito muito grande”. O terceiro CD foi produzido pelo Leandro Sapucaí “Toda noite” lançado pela BMG do Brasil pegou na boca do povo e foi um sucesso. Desde o início nada que a gente conseguiu foi com facilidade. A estrada árdua, difícil mais o respeito que nos temos pela música,

o carinho que temos pelos nossos fãs, isso faz com que a gente supere todas as dificuldades. Passamos-nos momentos difíceis como chegar a determinados lugares para tocar a música como algumas rádios, mais isso acontece com todo mundo e serviu para a gente amadurecer. Hoje nos estamos fazendo um trabalho com muita seriedade, nossa música nova de trabalho “Pede que eu dou” e nosso show toda segunda-feira na Rio Sampa com Swing & Simpatia e convidados. Sofremos um acidente na BR-101, altura do trevo de Santa Maria Madalena, quando voltávamos de um show em Trajano de Moraes, no Centro Sul Fluminense. Como diz Luciano vocalista do grupo sou devoto de Nossa Senhora Aparecida e, assim que saímos do show, avistei uma capela e pedi que ela nos guiasse. “Graças a Deus, dos males, nos aconteceu o menor”. Agora peço para todas as pessoas que curtem a galera do Swing & Simpatia que continue pedindo nossa música nas rádios e assistindo nossos shows que é feito com carinho para vocês.

PROMOÇÃO

MANDE UM EMAIL PARAANORAMA.NET.BR PROMOÇ ÃO@JORNALP AS PARA CINEMA E E CONCORRA A ENTRADCOM LUCIANO CONVITES PARA SHOWO DE TIRAR FOTO BACKER COM O DIREITE SIMPATIA COM O GRUPO SWING

500 EDIÇÕES D

epois de 40 anos, em que a personagem mudou de casa - passando por três editoras - e até ficou mais fofinha, não gorducha, a revista da Mônica acaba de atingir a marca histórica de 500 edições. Criada por Mauricio de Sousa em 1963, a menina de vestido vermelho e coelho azul nos braços ganharia revista própria em 1970, pela editora Abril. Duzentos números depois, em 1987, ela passaria a ser publicada pela Editora Globo, que lançaria 246 edições da revistinha. E, em 2007, chegaria em sua casa atual, a Panini, que mandou para as bancas, esta semana, o número 54 do gibi, equivalente à edição 500. A personagem de Mauricio cresceu tanto nestes anos que ganhou até versão adolescente, com direito a namoro com seu amigo do bairro do Limoeiro, o Cebolinha. Mas, apesar do sucesso da turma jovem, a versão clássica da turminha continua firme e forte, com histórias espertas. É o que podemos ler nesta edição especial, de número 500. São duas histórias em quadrinhos. Na primeira, Mônica, Magali, Cebolinha, Cascão e Jotalhão descobrem que todas as lembranças destes 40 anos de aventuras desapareceram do quarto da memória. E, com a ajuda do lápis mágico da Marina, partem em busca do tesouro

que deveríamos guardar dentro de cada um de nós. Poesia pura. Na segunda HQ, estrelada pelo Cebolinha (cuja revista vai demorar dois anos e dois meses para chegar ao número 500, reclama ele), descobrimos o que aconteceria se outro personagem tomasse o lugar da Mônica na comemoração da marca histórica. E se ela nunca tivesse sido a garota mais popular - e forte - da rua? Só viajando no tempo para tentar consertar.

O Editor do Jornal Panorama Jornalista Jorge Bernardes conversa com Mauricio de Souza sobre a edição 500 da revista da Mônica


Cultura

RÁDIO PANORAMA

Jorgete Arantes

Conheça a mais nova rádio da Baixada e concorra a vários prêmios ouvindo a nossa programação!

Editora de Cultura

E-mail: jorgetearantes@yahoo.com.br

www.jornalpanorama.net.br

Página 10 - BAIXADA FLUMINENSE, 25 JUNHO Á 10 DE JULHO DE 2011

Ninguém segura

S

em dúvida um dos maiores fenômenos que a música baiana e brasileira já emplacou, o grupo É o Tchan está voltando à cena com muitas novidades. Hoje, com mais de 10.000.000 discos vendidos, responsável por criar ritmos, lançar moda e encantar gerações, o Tchan, como é conhecido pelos fãs, decide escrever uma outra parte da história a partir de agora.

o Tchan!

No intuito de alcançar o mesmo sucesso, de início, eles começaram a usar os mesmos ingredientes de outrora. O retorno de Beto Jamaica foi o primeiro deles, que ao lado Compadre Washinton volta a formar a tão querida dupla de sucesso. As belas dançarinas, que não poderiam faltar, também foram eleitas através de uma seleção. Seguindo os passos de Sheila Carvalho, Carla Perez e Sheila Melo, as meninas compareceram ao concurso

Beto Jamaica e Compadre Washinton voltam com o mesmo ingrediente de antes e prometem repetir a dose

decidido a serem as novas loiras e morenas do Tchan. Só que muito além de apenas uma dupla, o grupo agora apresenta suas novas CINCO, dançarinas. É isso mesmo, cinco! A morena Juliane Almeida, agora divide o palco com as novas escolhidas: Alessandra Quintino – a Lelê Pingo de Mel, Juliana Chocolate, Julie Pinho, Gabriella Zecchinelli, e Karol Loren. Além de sua forte musicalidade, agradando as crianças,

jovens, adultos e até idosos, o grupo promete despertar outra vez o sonho que já completa mais de dez anos, e renderam nada menos que dez CDS e um DVD especial que comemora esta trajetória. Seja no exterior, a exemplo de vários países por onde o Tchan passou, em shows em praça pública, em casas de show com venda de ingresso ou em shows fechados para empresas o É o Tchan é comprovado por toda sua história, sucesso garantido.

A

professora de educação física Letícia Guimarães, de 26 anos, adora participar de um concurso de beleza. Embora não se ache bonita ela prefere evitar o espelho ao acordar, quando ouve falar em competição, a morena corre para pegar uma ficha de inscrição. Por isso, ao saber que seria indicada para o concurso Rainha Tudo de Samba, representando a Inocentes de Bel Ford Roxo, sua escola de coração, Letícia festejou. Quando tomou conhecimento de que a disputa envolveria todas as demais agremiações da Liga das Escolas de Samba do Grupo A (Lesga), acabou se convencendo de que não teria chances de ganhar o título. Letícia fez bem em se manter esperançosa. Afinal, ela levou a melhor e desbancou as outras onze concorrentes, numa disputa que esteve acirrada até poucos minutos do encerramento da votação. Estou muito feliz por ter ganhado - confessa a mulher de Cezinha do Cavaco, do grupo de pagode Pique Novo e um dos melhores produtores musicais do momento. Letícia não sai de casa com os cabelos presos e adora uma praia. A morena está concorrendo para musa da cervejaria Cintra foi sondada pela revista Sexy para um ensaio sensual mais ela está pensando se aceita ou não? Os marmanjos de plantão estão torcendo para ela aceitar!

O

Grupo @RT.COM mostra sua história espelhada em grandes grupos como Fundo de Quintal, Pique Novo, Exaltasamba, Revelação e outros sambistas. Sua trajetória teve como ponto de partida o bairro de Brás de Pina no subúrbio do Rio de Janeiro no ano de 2001. Desde então iniciou uma longa jornada. Percorreram vários bairros do Rio de Janeiro mostrando seu trabalho em casas de show de médio e grande porte tendo o privilégio de acompanhar, em diversos eventos. Sendo assim realizaram com muito orgulho a gravação independente do primeiro CD, contando com o apoio e ajuda de um irmão que é um dos grandes compositores da música brasileira o sambista Moises Santiago do qual tem admiração e respeito. Nesse, 12/06 completando 10 anos de estrada resolveram comemorar com seus amigos e fãs uma linda festa no Clube Coimbra na Penha (Rj) com a presença de Mumuzinho, Jorginho China (Grupo samba Pra Gente), Moisés Santiago, Clebinho (segundo puxador da Portela) e Bateria da Escola de Samba Unidos da Tijuca com muito pagode e uma deliciosa feijoada o samba rolou até de madrugada. O grupo é formado por: Vinicius Lima – cavaco e voz – Gustavo Menzi – violão e voz – Fernandinho – pandeiro e vocal – Taxinha – Percussão e vocal

LETÍCIA GUIMARÃES PROGRAMAÇÃO CULTURAL “Na Lona” no Teatro SESI Caxias O Teatro Sesi Duque de Caxias apresenta quinta-feira, às 19h, o espetáculo “ Na Lona”. A comédia, que tem entrada franca, é inspirada no universo circense e é produzida pelo grupo “As Comediantes”, que tem por missão o riso e a comemoração da vida em cena. Com direção de Fabianna de Melo e Souza, o espetáculo conta a história de três

Teatro

OPORTUNIDADE

atrizes de um circo decadente, vividas por Cris Muñoz, Fabiana Poppius e Flávia Lopes. “Na Lona” apresenta, de forma bem humorada, o dia- SENAI abre seleção para Cursos a-dia do ofício de quem sobrevive da arte de fazer rir. Técnicos com oferta de 1.500 vagas Local: Teatro Sesi Duque de Caxias – Rua Arthur Neiva,100, bairro Estão abertas, até o dia 01 de julho, as 25 de Agosto -Classificação etária: 12 anos - Entrada: Franca

O menino que vendia palavras

Exposição

A

V

encedor do prêmio Jabuti de 2008 como melhor livro de ficção, ‘O menino que vendia palavras’ de Ignácio de Loyola Brandão conta a história de um menino que tem muito orgulho de seu pai, um homem culto, inteligente e que conhece as palavras como ninguém. Se os amigos do menino querem saber o significado de alguma palavra, é ao pai dele que sempre recorre. Quer saber o que é epitélio? Alforje? Lunático? Ele sempre tem uma resposta. A curiosidade dos amigos é tão grande que o menino logo percebe: e se começasse a negociar o significado das palavras? Gorgolão? Vale uma fotografia de um navio de guerra. Enfado? Um sorvete de picolé, trazido pelo dono da sorveteria. Pantomima? Um chiclete.E assim começa seu “negocinho” no bairro, escondido do pai, é claro. O

menino, sempre com um humor leve e envolvente, descobre como é importante conhecer as palavras, pois assim ele vai saber conversar, orientar as pessoas, explicar suas idéias e sentimentos, desempenhar melhor suas tarefas, progredir na vida, entender todas as histórias que lê e até mesmo convencer uma menina a namorá-lo! E, assim, vai aprendendo essas e outras lições valiosas e percebendo com seu pai o quanto a leitura é necessária, pois quanto mais palavras você conhece e usa, mais fácil e interessante fica a sua vida. O espetáculo “O menino que vendia palavras” será no SESC Nova Iguaçu, nos dias 6 e 7/07 às 10h00 é voltado para todas as idades e focado no público infanto-juvenil. Maiores informações, entre em contato através do telefone 2797-3426

galeria de arte da Baixada Fluminense, a Nossa Galeria de Arte, está pronta para a inauguração do seu novo espaço. Com iluminação projetada especialmente para valorizar cada detalhe das obras expostas, os artistas não precisarão mais se deslocar para grandes centros a fim de pontuar a sua trajetória artística. A Nossa Galeria de Arte fica em Vilar dos Teles e mais de 100 artistas de todo o Brasil participaram das exposições realizadas pela mesma desde a sua abertura em 2007. A partir de 1º de julho, a exposição Coletiva PLURAL estará em exibição. A mostra apresenta 34 obras entre pinturas, escultura e fotografias, que retratam a riqueza e a diversidade cultural brasileira. Sob curadoria de

Xanda Nascimento foram selecionados 21 artistas do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina e Distrito Federal, desses, 14 artistas são da Baixada Fluminense. Os artistas que representam a Baixada são: Adriana Nassar [São João de Meriti/ RJ]; Almira Corrêa [Nova Iguaçu/RJ]; D. Lino [São João de Meriti/RJ]; D. Vasconcelos [São João de Meriti/RJ]; Daruich K. Hilal [Nova Iguaçu/ RJ]; Ernesto Duarte [Nova Iguaçu/RJ]; JL Almeida [São João de Meriti/RJ]; M. J. Ney [São João de Meriti/RJ]; Magues Souza [São João de Meriti/RJ]; Pasquale Gentile [São João de Meriti/RJ]; Ruth Martins [Nova Iguaçu/RJ]; S. Vasconcelos [São João de Meriti/RJ]; Theophilo Rodrigues [Nova Iguaçu/RJ] e Zi Mendonça [São João de Meriti/RJ].

inscrições para os cursos técnicos do SENAI para o segundo semestre de 2011. O edital prevê 1.500 vagas para os cursos de Alimentos, Segurança do Trabalho, Automação Industrial, Eletrotécnica, Eletromecânica, Eletrônica, Manutenção Automotiva, Mecânica, Logística, Edificações, Comunicação Visual e Petróleo e Gás. Devido à proximidade com o mercado de trabalho, já que faz parte do Sistema FIRJAN, o SENAI apresenta elevados índices de inserção profissional de seus alunos. Como se inscrever - (www.firjan.org.br/cursostecnicos).

“Prêmio Baixada” será dia 19 de agosto em Itaguaí O Fórum Cultural da Baixada Fluminense e a Secretaria de Educação e Cultura de Itaguaí realizarão o Prêmio Baixada que irá acontecer no dia 19 de agosto, no Teatro Municipal de Itaguaí. Na avaliação e seleção dos escolhidos para a premiação, é levada em conta a contribuição dada à Baixada Fluminense e a valorização e promoção da região.


Cultura

MUMUZINHO

Ele tem o samba no sangue e um talento impressionante. Mesmo com pouca idade já emplacou há 5 anos um grande sucesso nas rádios cariocas com o grupo Trânsito Livre. De lá para cá, cantou em bares, rodas de samba e participou de grandes filmes como ator. “No curriculum já se somam o premiado “Tropa de Elite”, “Cidade dos Homens”, Cidade de Deus” e “Xuxa Popstar”.

BAIXADA FLUMINENSE, 25 JUNHO Á 10 DE JULHO DE 2011- Página 11

Festival de cordel em Nova Iguaçu

A

Baixada Fluminense será invadida pela rima, métrica e musicalidade da literatura de cordel, durante o festival de cultura popular “Cordel com a corda toda”, que será realizado entre os dias 13 e 16 de julho, em Nova Iguaçu. Com patrocínio da Eletrobras e apoio do Ministério da Cultura e Prefeitura de Nova Iguaçu, o festival acontecerá no Espaço Cultural Sylvio Monteiro e levará ao público uma maratona de atividades gratuitas, que resgatam, celebram e discutem a Cultura Popular Brasileira. Oficinas de teatro de cordel, composição de cordéis e xilogravura, repentistas, rodas de debates com pensadores da cultura popular e artistas, exposição fotográfica e apresentações de manifestações típicas são algumas das atividades que integram a programação do festival. Informações: 21. 2233-6870 (Burburinho Cultural) , acesse: http://projcordelcomacordatoda.blogspot.com/ Entrada Franca | Censura Livre

Bloco Xarope de Mesquita é só sucesso

J

á foi o tempo em que só reunir com os amigos no bar terminasse em bate-papo, descontração e despesas, a turma do Bloco do Xarope de Mesquita e quem diz o contrário: dá samba. A rapaziada do Bairro Coréia, desde anos 80, viviam num convívio de união e se reuniam o Bar do Fifa, Bar do Nininho e Bar da Dona Rosa, onde se debatia de musica à futebol. Nos encontros, é claro, sempre “regado” de muita cerveja “Xarope”, assim surgiu o nome e depois “A festa do xarope”. A partir daí fundaram o SEXO, “Sociedade Esportiva Xarope”, onde alcançaram o título da liga de Mesquita de Veteranos.

Em2005, o grupo participou da disputa de samba enredo na Escola de Samba Tradição Barreirense de Mesquita com o tema “Mestre louro um ser iluminado” foram eliminados antes da final, foi grande a decepção. Então resolveram fundar o Bloco Xarope de Mesquita. Após muita dedicação e empenho em 2006, através de amigos conseguiram instrumentos emprestados e então comporiam o seu primeiro samba “Salto de Pulga Corrida de Lebre”. Os ensaios eram no “Bar do

BAIXADA JAZZ BIG BAND Caxias”, hoje Bar do Capilé, no inicio o público se resumia aos componentes na bateria as esposas, as namorada e o pessoal que freqüentavam o bar cerca de 30 pessoas. No ultimo ensaio de 2006, a turma ficou surpresa com a presença de quase 300 pessoas, era a consagração do trabalho. Nos anos seguintes surgiram novos sambas: Cheguei, olhei, gostei, Fiquei com o bloco do Xarope estamos juntos outra vez; O quê eu tenho você gosta e o que gosto você tem e Roda

Conhecida como berço de grandes músicos, a Baixada Fluminense tem vivido em seus últimos momentos, uma explosão cultural em seus diversos ramos. Na música não podia ser diferente. Seus músicos, alguns com carreira internacional, sempre foram solicitados para mostrar sua arte e virtuosidade em outros ares (municípios, estados e países). A *BAIXADA JAZZ BIG BAND*,surge no cenário musical da Baixada Fluminense, como uma oportunidade para que seus músicos sejam repatriados, ou seja, mostrem em sua casa, a sua Música. A iniciativa foi uma materialização de um antigo sonho do Trumpetista Altair Martins, músico com extensa experiência no cenário musical,

que contou também com a ajuda do amigo saxofonista e ativista cultural João Batista Morais.Composta por músicos brilhantes, amigos que aderiram com facilidade à idéia,orgulhosos representantes da Baixada Fluminense, a BAIXADA JAZZ BIG BAND, *tem em seu rico repertório composições de grandes nomes do Jazz Tradicional ao Jazz Contemporâneo, além de outros gêneros cujos arranjos sofrem influências do jazz. A *BAIXADA JAZZ BIG BAND*, em seu pouco tempo de existência, já colhe frutos do seu sucesso, pois além de inúmeros fãs, têm recebido inúmeros convites para subir aos mais renomados palcos do país.

Citara Rodrigues

Luneta Mística lunetamistica@jornalpanorama.com.br Horóscopo

Previsões para o mês de Junho 2011

Áries - 21/03 à 20/04

Nóis na fita

Escorpião - 23/10 à 21/11

Espere alegrias e boas notícias em breve. Em relação ao seu trabalho, Proteção de São Jorge, quebrando obstáculos.

Soluções e novas investidas em diversos setores na sua vida. O mais importante é vencer as barreiras do momento. Proteção de Santa Sara Cristal: Quartso Rosa

Cristal: Granada

Sagitário - 22/11 à 21/12

Touro - 21/04 à 20/05

Força astral durante todo o mês. Aproveite cada momento especial para trocar mais energia com o seu amor. Proteção de São Jorge. Cristal: Granada

Procure fazer acontecer seus desejos. Abertura e renovação total em todos os sentidos.Proteção dos ciganos espirituais Cristal: Citrino

Gêmeos - 21/05 à 20/06

Capricórnio - 22/12 à 20/01

Mês de renovação total em todos os sentidos.Sorte em concursos e apostas.Proteção de Santa Bárbara

Grandes influências espirituais vão abrir novos horizontes.Procure rezar para o seu anjo protetor, pedindo caminhos e proteção em geral

Cristal: Sodalita

Câncer

F

Final de 2001, jovens amigos da região dos lagos em ARARUAMA-Rj se reuniram para formar o grupo motivados pela gíria do momento colocaram o nome Nois na Fita,no começo eram as festas de amigos,empresas,mas com seu estilo de som alto astral e um repertorio bombando na variado,sempre pensando em agradar a todos,tocando além do região dos lago samba e pagode ,fazem a mistura do mpb,reggae , sertanejo e outros,sendo assim não demorou muito,para subir nos palcos da cidade, nesses 8anos de estrada o grupo já dividiu palco com grandes nomes da musica como:BELO,REVELAÇAO,BANDA EVA,MA MARCINHO,BEBETO,DIOGO NOGUEIRA,tem passagem por escolas de samba como MANGUEIRA E TRADIÇÃO, participação Para Contrata-los em programas importantes como o da PAREDÃO dA FM o DIA, Gabriel pessôa (Nóis Na Fita) RADIO E TV LITOPRAL EM TRANSMISSÃO AO VIVO,além das músicas tocadas nas principais rádios da região com a musica SEM (22) 8828-5340 9844-6851 VC, LINDA CANÇÃO,e atualmente a música TENTE ENTENDER, tocada no BRASIL todo pelas rádios AM560,e RADIO MANIA Shows e Eventos!! uma das maiores FM do RJ

6 Anos

Leão - 22/07 à 22/08

O mês promete sorte e surpresas. Sua estrela está atraindo justiça e lucros pela frente. Proteção da cigana Samira

Cristal: Sodalita

Virgem - 23/08 à 22/09

Aproveite cada chance de vitória para colocar algumas coisas em prática. O momento denota grandes transformações em família. Proteção de Santa Terezinha Cristal: Ametista

Cristal: Ônix Negros

Peixes - 20/02 à 20/03

Não deixe o desânimo tomar conta de seu coração. Medite e encontrará soluções praticas nos negócios.Proteção de São Jorge Cristal: Pirita

Libra - 23/09 à 22/10

Cristal: Granada

Espere realizações e novos rumos pela frente.Mantenha segredo dos planos e desejos.Proteção de Santa Madalena

Cristal: Ametista

Espere surpresas e novas amizades influentes.Conte com melhorias e muita sorte no amor. Cristal: Ônix

Aquário - 21/01 à 19/02

- 21/06 à 21/07 Mês de sorte e grandes conquistas. Procure vencer seus medos interiores. Proteção de São Pedro, abrindo caminhos

Pensamento

S

ó existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã, portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver. ( Dalai lama)



2º ed Junho 2011