Page 1

Marcos Vicentti

Angelim inaugura creche no bairro Morada do Sol Rio Branco - Acre SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011 Exemplar: R$ 2,00

O prefeito Raimundo Angelim inaugurou nesta quinta-feira, 3, a Creche Francisca Maia, localizada na rua Vênus, no bairro Morada do Sol. A unidade atende a 80 crianças de até três anos com atividades lúdicas, educacionais e de movimento dentro dos parâmetros de ensino específicos para aquele público monitorados pela Secretaria Municipal de Educação (Seme). Construída em alvenaria, a obra conta com refeitório, bebedouro, escovódromo, cozinha, despensa e ampla sala de leitura. As crianças entram às 7 horas e saem às 17. Ao longo do dia, recebem quatro refeições (café, lanche da manhã, almoço e lanche da tarde) e descansam ou dormem ao som de música ambiente.

Página 5

Página 20

Jornal Diário Fundado em 5 de Março de 1995 ANO XVII - Nº 4.348 Leia mais no site: www.pagina20.com.br

O jornal mais premiado do Acre

Vereadores podem ficar sem espaço para realizar sessões Evandro Derze

Os vereadores de Rio Branco estão pleiteando com o governo do Estado, a mesa diretora da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) e a prefeitura um novo espaço para continuar realizando as sessões. O trabalho da Casa, tanto burocrático quanto o funcionamento do plenário, vem sendo realizado de forma improvisada no prédio da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). O agravante, segundo o vice-presidente da Casa, Rodrigo Pinto (PMDB), é que a Funasa passará por reforma e mais uma vez os parlamentares correm o risco de ficarem sem teto. Diante da situação, eles estão cogitando empréstimo da estrutura da Aleac para a realização de suas sessões. “Ainda não há nada acertado. Estamos marcando audiência para conversar sobre o assunto”, explica Rodrigo Pinto. Página 6

Leandro Chaves

Cultura

“Nasci para Bailar”: documentário sobre o músico João Donato no Caribe Página 14

“Sobe e desce” do rio Acre já é esperado para a estação

Página 13

Hoje tem Rabisquêra, o Espaço do Ilustrador

Página 7

Região MAP discute mudanças climáticas e negociação do clima pós-2012

Página 20

Funcionários da São Roque fecham Terminal Urbano em protesto

Página 11

Cedida

Geral

Governador Tião Viana participa de encontros com ministros em Brasília Página 10


2 Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011

Página 20

www.pagina20.com.br

OPINIÃO Da Redação

Poronga ƒƒÉ pra falar, e muito!

Os secretários de Estado receberam esta orientação do governador Tião Viana: eles devem falar à imprensa sobre os projetos de sua área, sobre o que estão fazendo e que resultados podem anunciar. O governador quer transparência.

ƒƒNúmeros

Estão na mensagem que o governador Tião Viana leu na Assembleia Legislativa na quarta-feira: “Os investimentos em educação cresceram de R$ 200,8 milhões, em 2002 para R$ 628,1 milhões,

em 2010, o que representa um incremento de 212,8% no período.

ƒƒFuncionalismo

A folha de pagamento da educação cresceu 183%, no mesmo período, saindo de R$ 143,9 milhões, em 2002, para R$ 414,5 milhões, em 2010”.

ƒƒNúmeros da saúde

“Os investimentos em saúde evoluíram de R$ 135 milhões, em 2002, para R$ 522,9 milhões, em 2010, o que representa um crescimento de 287,33%. A folha de pagamento dos servidores cresceu 169% no mesmo

período, atingindo R$ 236 milhões, em 2010”.

ƒƒPosse

Senador Jorge Viana (PT) chega hoje a Rio Branco. Vem participar da posse do novo presidente do Tribunal de Justiça, Adair Longuini, e cumprir extensa agenda de compromissos. Volta após uma primeira semana de trabalho bastante produtiva em Brasília.

ƒƒAgradecimento

Como faz desde que foi eleito pela primeira vez, em 1992, Jorge Viana fará amanhã algumas visitas a importantes instituições de filantropia de Rio Branco. É uma forma de agradecimento pela eleição e posse como senador. Começa com um café da manhã no Educandário Santa Margarida, visita ao Lar dos Vicentinos e Colônia Souza Araújo.

ƒƒAção de graças

Acompanhado de amigos e familiares, Jorge Viana também participa, no sábado à noite, de um culto em ação de graças, e domingo pela manhã vai à missa. Segundo ele, há muito o que agradecer a Deus e ao povo do Acre pela confiança no mandato.

ƒƒIdentificação histórica

Ainda sobre Jorge Viana, por ocasião de sua posse, prestigiada por familiares, ao cumprimenta-lo, seu pai, o ex-deputado federal Wildy Viana, pespegou na lapela do paletó do novato senador um broche de identificação do Senado Federal, que lhe fora presenteado pelo senador José Guiomard dos Santos, no início dos anos 80, quando Wildycumpria mandato de deputado federal.

Cedida

Leitor na Rede editoria@pagina20.com.br

Início do governo Tião Viana “O governo tenta melhorar, mas tudo fica complicado; os postos de saúde são pequenos, o povo fica amontoado, a sala de atendimento é pequena demais e não cumpre o que manda a Vigilância Sanitária; os funcionários estão expostos ao risco de acidentes de trabalho, estão sobrecarregados e até hoje não se fala de melhoria salarial. Nós, funcionários, queremos que tudo melhore, mas de maneira organizada e certa, e não sob pressão, dando jeitinho para mascarar tudo; temos que respeitar as leis do usuário e do trabalhador, que ficam expostos a todo tipo de agressão da população, que está insatisfeita com tudo, nunca está bom para ela. Isso é só um desabafo”. Maria Inez Email: inesilva35@gmail. com

Voluntários da PM não perderão contratos “Sem contar que os mesmos nunca receberam décimo terceiro salário, gozaram de férias ou sequer receberam por estas! Espero que sejam recompensados, paguem os benefícios de janeiro ou, ao menos, todos os direitos trabalhistas. Muita vergonha dessa senzala chamada Polícia Militar”. Email: pm@pm.com.br

Dia Mundial de Combate à Hanseníase

ƒƒGovernador no TCU

Durante a série de reuniões e encontros que faz desde a última quarta-feira aos ministérios em Brasília, o governador Tião Viana fez uma visita institucional ao presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Benjamin Zymler.

ƒƒBR-364

Na audiência Tião Viana convidou o ministro para abrir o seminário sobre os custos da realização

Página 20

de obras rodoviárias no Acre, entre elas a BR-364. Além de técnicos do governo do Estado, o evento, que acontece entre os dias 28 de fevereiro e 1 de março, vai contar com a participação de técnicos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Acre (Sinduscon/AC) e do próprio TCU.

ƒƒRealidade acreana

Além do seminário, o governador também convidou Zymler para vir ao

Fundado em 5 de março de 1995 - Uma publicação de responsabilidade de Rede de Comunicação da Floresta LTDA

C.N.P.J. 06.226.994/0001-45, I.M. 1215590, I.E. 01.016.188/001-87 Endereço: Rua Marechal Deodoro 737 CEP - 69900-210 - Telefones: Principal (0xx68): 3028-2090, Fax (0xx68): 3026-1981 - Redação: Marechal Deodoro, 737; CEP - 69.900-210 - Telefone: 0xx68 3028 - 2090 Fax: 0xx68 3026 - 1981 - Oficina e Arquivo: Estrada da Invernada, s/n; CEP 69.000-000

Acre em julho e ir até o Vale do Juruá pela BR-364. O convite foi prontamente aceito. A iniciativa de Tião Viana quer deixar clara a realidade do custo de obras como essa no Acre, principalmente por conta das condições geográficas, que em nada se assemelham ao restante do país.

ƒƒProdução rural

No périplo do governador Tião Viana em Brasília, tendo ao lado os senadores Jorge Viana e Aníbal Diniz, além do deputado federal Sibá Machado, tratou-se da liberação de recursos de emendas de ban-

cada para ampliar a produção rural do Estado.

ƒƒSaúde e segurança

Na noite de quarta-feira, quando chegou à capital federal, Tião Viana também tratou na Esplanada dos Ministérios de ampliar os recursos para melhorar e humanizar a saúde e para fortalecer a segurança pública no Estado, que já apresentam sinais de recuperação neste primeiro mês de governo.

“Eu parabenizo o atual governador do Acre, Tião Viana, pela apresentação, quando era senador, da Lei 11.520/2007 que dispõe sobre a concessão de pensão especial às pessoas atingidas pela hanseníase e que foram submetidas a isolamento e internação compulsórios até 31 de dezembro de 1986. Isto nos mostra a dedicação que ele tem pelas pessoas menos favorecidas. Parabéns a todos”! Jose Gomes Email: josegomes2000@ hotmail.com

Financiamento para o Minha Casa, Minha Vida “Já não está na hora de atualizar algumas informações do site? Senadores e Deputados Federais”? Suzana abucater Email: abucateroliveira@ hotmail.com

Diretor Geral: Elson Dantas - Gerente Administrativa: Ana Angélica Freire de Souza - Redação: Whilley Araújo (editor-chefe), Leandro Chaves (editor-chefe interino), Val Sales, Lyslane Mendes e Lane Valle - Fotógrafo: Regiclay Saady - Diagramação: Ronaldo Cunha, Marx Dantas (MD) - Revisão: Beneilton Damasceno Textos, fotografias e demais criações intelectuais publicadas neste exemplar, não podem ser utilizados, reproduzidos, apropriados ou estocados em sistema de bancos de dados ou processo similar, em qualquer processo ou meio (mecânico, eletrônico, microfilmagem, fotocópia, gravações e outros), sem autorização escrita dos titulares dos direitos autorais. Não devolvemos originais, publicados ou não. IMPORTANTE - Matérias, colunas e artigos assinados, são de responsabilidade de seus autores e não traduzem necessariamente a opinião do jornal - Site: www.pagina20.com.br - E-mail:editoria@pagina20.com.br


Página 20

www.pagina20.com.br

Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011

3

OPINIÃO Editorial

Charge

Vereadores sem teto

O

s vereadores da atual legislatura não estão com muita sorte. Apesar de serem considerados um grupo bem organizado e articulado, eles enfrentaram problemas financeiros no fim do ano e agora estão correndo o risco de ficarem sem teto para realizar as sessões. Segundo informações da mesa diretora, a Funasa - onde eles trabalham provisoriamente - já anunciou que vai efetuar reforma no prédio, o que significa que terão que desocupar o espaço. Diante da situação, os parlamentares resolveram pedir a ajuda do governo, da prefeitura e da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac). A intenção dos edis é conseguir emprestadas as instalações da Aleac, onde realizariam as sessões no período da tarde. A ideia pareceu absurda para alguns, mas não se pode deixar de observar a importância do parlamento municipal para a população da capital e para a própria prefeitura. Eles precisam de imediato de um local de funcionamento, e se não for possível a realização do trabalho no prédio da Aleac, que sejam instalados em outro local que possa acolher os vereadores e os demais funcionários da Casa. Artigo José Chalub Leite (In Memoriam)

Tão Acre

O humor acreano de todos os tempos

„A „ Índia Gulosa Birroque ainda morava em Tarauacá. Numas andanças parou na maloca dos índios Kapixaua e permaneceu algumas semanas, tempo suficiente para enamorar-se de bonita cabocla. Botou curto na cunhã, mas muito cabreira ela escapava das cantadas e amassos. Num fim de tarde, arrastou a índia para o barranco, atracou-se, querendo porque querendo, beijando-a, acochando-a de tal forma que se tornava impossível a escapada. Enquanto a filha das matas resmungava nãos e mais nãos, o Birroque conseguiu tirar a saia e consumar a posse. Esgotado de tanto esforço causado pela mão-de-obra, já desinteressado da guria, de súbito a curiboca enrosca-se ao cariú, apelando: – Seu Bi, mim quer mais, mim quer mais! Sem condições para o bis, Birroque enfiou o dedo indicador na cara da parceira, seriíssimo, como se enfezado estivesse: – Não senhora, faz mal, faz mal, viu? O FILHO DO BIRROQUE Em Tarauacá era lendária a fama de garanhão do seringalista Birroque. Vestia saia, crau!, estava no papo. Durante permanência numa maloca emprenhou uma índia. Nasceu no devido tempo um menino. Birroque comenta: – Índia que tem filho com

branco gera mestiço. Quando dá mulher, sai bonita e sem-vergonha, quando dá homem é forte e supermacho. Meu filho índio, o Alfredo, tem o maior orgulho de mim. Quando se embravece bate no peito possante e fala grosso como trovão: “Aqui é índio macho, é filho de Birroque!”. O leitor terá oportunidade de deliciar-se com muitas outras historinhas do Birroque espalhadas neste livro (Tão Acre II). Como mais esta, a mim narrada, a provar a quantas andava a justiça nos idos territoriais. – Um juiz em Tarauacá, o Dr. Alfredo de Castro Silveira, teve em mãos um processo para apreciar, o de dona Chiquinha. Ela vivera seis anos amigada com o dono de um seringal no rio Envira e temendo ficar na pior ao enviuvar, moveu ação para ficar com a posse do seringal. O magistrado mandou-lhe recado em carta, onde a certa altura “por alto” insinuava esperar algumas vantagens: “Dona Chiquinha, eu sou da Justiça para fazer injustiça, tirar direito de quem tem para dar a quem não tem, se a senhora não mandar o peru e o garrote, eu vou despachar a questão contra a senhora”. Dona Chiquinha ganhou o seringal do finado.

Desastres naturais e desastres sociais ‹Octavio ‹ Luiz Motta Ferraz Estudos nos mostram que os desastres “naturais” são moldados significativamente pelas mesmas desigualdades sociais que afetam o dia a dia Desastres “naturais”, como o que se abateu recentemente sobre o Rio de Janeiro, produzem reações psicológicas intrigantes. Esse tipo de evento aguça nossa capacidade de empatizar com os outros e nos move a agir com generosidade ampliada, que outras situações com igual ou maior impacto em termos de sofrimento humano e número de vítimas não fazem. Doações após o tsunami na Ásia são o exemplo mais claro e emblemático dos últimos anos. Em poucos dias, governos de todo o mundo haviam prometido doar quase US$ 5 bilhões para uma tragédia que, segundo estatísticas da Organização Mundial de Saúde, causou 32 mil mortes e afetou de alguma forma outras 500 mil pessoas. Já o Fundo Global para o Combate à Aids, Tuberculose e Malária vai gastar esse ano cerca de US$ 20 bilhões (apenas quatro vezes mais), com medidas que beneficiarão 174 milhões de pessoas. Mas essa reação psicológica diferenciada em face de desastres “naturais” se funda numa

premissa enganosa (daí a utilização das aspas). Embora os gatilhos dos desastres sejam eventos naturais (geralmente condições geológicas e atmosféricas), a magnitude de seus danos varia fortemente com as condições econômicas, sociais e políticas da região afetada. Um recente estudo da ONU sobre desastres ocorridos no mundo de 1975 a 2007 conclui taxativamente: populações sujeitas a riscos similares em gravidade sofrem danos significativamente mais graves e extensos se morarem em países pobres e com governos corruptos e ineficientes. Japão e Filipinas são bons exemplos. A probabilidade de mortes decorrentes de tufões nas Filipinas é 17 vezes maior do que no Japão, embora o número de pessoas sujeitas a esse evento natural seja similar! (conforme “Risk and Poverty in a Changing Climate”, 2009). Como bem apontou a socióloga americana Kathleen Tierney ao analisar o evento do furacão Katrina em Nova Orleans, os desastres “naturais”, ao contrário de outras mazelas sociais do dia a dia, geram “crises de consenso” (em oposição às “crises de conflitos”), de onde emer-

“os desastres `naturais`, geram `crises de consenso`”

gem “comunidades terapêuticas” que dão suporte às vítimas e ampliam o grau de coesão da comunidade (“Social Inequality, Hazards and Disasters”, 2006). Há várias explicações para esse comportamento incoerente. Fazemos distinção moral rígida entre os danos causados por forças naturais e os causados pela ação humana. Nos primeiros, não temos dúvida de que as vítimas são inocentes e nossa capacidade de empatia é automática. Nos outros, nosso julgamento é ofuscado por dúvidas sobre causalidade e responsabilidade que nos paralisam na ação. Outro fator explicativo é a frequência com que esses eventos ocorrem. Se desastres “naturais” ocorressem com muita frequência, provavelmente nossa capacidade de empatia com as vítimas diminuiria, em decorrência do fenômeno da “anestesia moral”. Precisamos refinar nossos julgamentos morais à luz dos estudos acima citados, que mostram que os desastres “naturais” são moldados significativamente pelos mesmos fatores de estratificação e desigualdades sociais que influenciam a vida das pessoas no dia a dia. Se conseguirmos, com isso, responder aos desastres sociais da mesma forma como respondemos aos desastres “naturais”, estaremos no caminho certo para a minimização de ambos. Mestre em direito pela USP


Página 20

4 Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011

www.pagina20.com.br

POLÍTICA

Boas expectativas para o município de Rodrigues Alves em 2011 Produção agrícola, feira livre, ruas asfaltadas e ramais beneficiados estão na agenda da prefeitura

Fotos: Cedidas

A

visita do governador Tião Viana ao município de Rodrigues Alves deixou muitas e boas expectativas para a administração municipal. O prefeito Francisco Ernilson de Freitas, o Burica, conta que deixou em mãos do governador um projeto para asfaltamento e calçamento de sete quilômetros de ruas, o que beneficia praticamente toda a cidade. Segundo o prefeito, logo no início do verão as obras vão começar e, como consequência, surgirão cerca de 80 vagas de trabalho. Burica lembrou que o propósito do governo do Acre de investir na produção rural casa com a meta da prefeitura de fomentar a piscicultura, horticultura e agricultura familiar. Dez produtores de Rodrigues Alves vão participar do projeto inicial de expansão da cultura do coco, mas, segundo o prefeito, mais produtores também vão aderir. O projeto prevê o plantio de cinco hectares por produtor. A previsão é de que a região poderá se tornar um polo exportador de coco. Outro projeto é o de criação de ovelhas, que promete incrementar a economia da cidade.

Sérgio Petecão se torna líder no primeiro dia de Senado Assim que terminou a cerimônia de posse dos novos senadores, os partidos políticos se reuniram para anunciar seus respectivos líderes na casa. Sérgio Petecão (PMN/AC), senador eleito com quase 200 mil votos, se articulou com o senador Renan Calheiros e conseguiu o apoio do PMDB para se tornar líder no Senado. Como líder, Petecão terá participação no Colégio de Líderes, onde se decide a

agenda e pauta de votações, além de ter preferência nos pronunciamentos durante as sessões no plenário. O senador diz estar lisonjeado com a indicação de seu nome. “Com certeza isso abre mais um espaço para o desenvolvimento de trabalhos importantes no Acre”, comentou. Sérgio Petecão é o primeiro político a se tornar líder do Partido da Mobilização Nacional no Senado Federal. Da Assessoria

Prefeito de Rodrigues Alves, Francisco Ernilson, demonstrou bastante animação com as parcerias feitas com o governo do Acre

Feira livre

logo que as chuvas permitirem”, relatou o prefeito. A prefeitura já construiu Rodrigues Alves tem 12 assentamentos de trabalhadores, um espaço para uma feira lio que lhe dá um dos maiores vre que em breve vai funcioíndices de população rural en- nar na cidade. Situado próxitre os municípios acreanos. Se mo à margem do rio Juruá, o há vantagens nisso, também há local objetiva que o produtor dificuldades: o município tem local exponha e venda seus mais de 700 quilômetros de produtos e ao mesmo temramais e sua manutenção é tra- po compre os produtos de balhosa e onerosa. No entanto, que precisa no mercado e o prefeito está otimista. “As comércio local. Com isso, o máquinas nós temos, obtidas dinheiro do município circula através de ação do governador no próprio município, Burica Tião Viana. Agora vamos fir- também lembra que a famosa mar convênios com o Incra e o farinha de Cruzeiro do Sul é governo do Estado para adqui- produzida, em sua maior parrir o combustível e partir para te, em Rodrigues Alves. Agência de Notícias do Acre o beneficiamento dos ramais

PETECÃO articulou com o senador Renan Calheiros e conseguiu apoio para se tornar líder de seu partido

Defensoria Pública ganha reforço Mesmo com os investimentos realizados pelo governo do Acre na Defensoria Pública nos últimos anos, como a contratação de defensores, aumento da remuneração e aprovação de nova lei orgânica, em alguns casos não é possível que haja atuação de um defensor público, razão pela qual o juiz nomeia um advogado dativo

para acompanhar o processo do cidadão carente. Diante disso, o governo do Acre e o Poder Judiciário firmaram esta semana um termo de cooperação para melhorar e padronizar esse serviço complementar de assistência jurídica disponível para a população carente do Acre, tal como já ocorre nas Justiças Federal e do Trabalho.

O termo ainda foi assinado pelo governador Tião Viana, secretário de Fazenda Mâncio Lima Cordeiro, procurador-geral do Estado Roberto Barros dos Santos e pelo defensor público-geral Dion Nóbrega Leal, fazendo com que, na hipótese em que não for possível a atuação de um defensor público devido ao grande número

de processos, o juiz do caso terá o poder de nomear advogado voluntário ou dativo para atuação no processo junto às áreas cível, família, criminal, infância e juventude, inclusive nos Juizados Especiais Cíveis e Criminais. Com isso, o número de prestadores de serviços jurídicos aumenta e passa a ser ainda mais eficiente para a popula-

ção que não possui capacidade de custear as despesas com um advogado. A Defensoria vai criar um cadastro dos advogados para padronizar os serviços. Os valores repassados também serão padronizados. Além disso, agora, o advogado designado pela Defensoria Pública também será obrigado a acompanhar todo o processo. Agência de Notícias do Acre


Página 20

www.pagina20.com.br

Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011

5

POLÍTICA

Prefeito Angelim inaugura creche Unidade atende às famílias carentes de vários bairros, ampliando a oferta de vagas para crianças

feitos em parceria com o governo do Estado, que permitiram o aumento da disponibilidade de vagas e a reestruturação, reforma e ampliação de escolas. É de se destacar também os fortes investimentos na formação dos professores, direção das escolas e pessoal de apoio. Para se ter uma idéia, em 2005, a rede pública Municipal atendia 13 mil crianças do ensino infantil e fundamental. Em 2010 este número saltou para 42 mil alunos.

Fotos: Marcos Vicentti

O

prefeito Raimundo Angelim inaugurou nesta quinta-feira, 3, a Creche Francisca Maia, localizada na rua Vênus, no bairro Morada do Sol. A unidade atende a 80 crianças de até três anos com atividades lúdicas, educacionais e de movimento dentro dos parâmetros de ensino específicos para aquele público monitorados pela Secretaria Municipal de Educação (Seme). Construída em alvenaria, a obra conta com refeitório, bebedouro, escovódromo, cozinha e despensa, e ampla sala de leitura. As crianças entram às 7h e saem às 17h. Ao longo do dia, recebem quatro refeições (café, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde), descansam ou dormem ao som de música ambiente. Foram construídos banheiros feminino, masculino e para portadores de necessidades especiais, além de outros equipamentos de acessibilidade. Estiveram presentes familiares de Francisca Maia, falecida em 2010; secretários municipais, autoridades civis e militares, como o soldado Edvaldo, coordenador do Programa Escolar de Erradicação das Drogas

Eficiência comprovada nos indicadores LOCALIZADA no bairro Morada do Sol, creche também facilita a vida da mãe trabalhadora

(Proerd), e o promotor Francisco Maia, da Coordenadoria da Infância e Juventude do Ministério Público Estadual; além de lideranças políticas e comunitárias, como os vereadores Rodrigo Pinto, presidente em exercício da Câmara de Vereadores; Professor Roger e Sargento Vieira. Angelim voltou a elogiar o trabalho desenvolvido pela Seme: “Se há uma coisa que me orgulha é o trabalho feito nossa Secretaria de Educação”, disse, fazendo especial referências às pessoas que trabalham nas creches, local em que, observou o prefeito, a dedicação é de 100%. “Devemos estar assim, sempre com o coração aberto às boas coisas”, completou.

O nome da escola presta homenagem à professora que iniciou a carreira aos 17 anos em Cruzeiro do Sul. O prédio possui pé-direito alto, o que garante maior luminosidade e conforto térmico; instalações hidro-sanitárias e elétricas de primeira qualidade; pintura com padronizações de cores e revestimentos; muro no padrão da Prefeitura; urbanização da área interna com jardim e bancos; parque infantil destinado à recreação e calçamento. A secretária Claudia Cunha, de Obras Públicas e Desenvolvimento Urbano, apresentou detalhes do projeto.

atendimento à criança. Hoje, conforme lembrou o secretário Moacir Fecury, são doze creches. As unidades antigas eram adminitradas pela Secretaria de Ação Social e foram transferidas para a Seme. Após deixarem a creche, as crianças seguem para as etapas iniciais do ensino infantil, modalidade que Rio Branco avança sistematicamente rumo à melhor qualidade. Segundo dados do Ministério da Educação (MEC), os alunos das primeiras e quartas séries da capital acreana estão acima da média nacional em rendimento escolar. Os números mostram que 67% de todas as crianças deixaram a Gestão de Angelim primeira série totalmente alfabetizadas. Com base no MEC, transformou o das 70 escolas do Município, 45 sistema de creches obtiveram índices de aproveitamento entre 70% e 100%. Os A evolução do sistema dados são resultado de prova de creches é visível em Rio realizada por 6,2 mil alunos da Branco. Em 2004, quando as- rede pública municipal de ensisumiu a Prefeitura, Angelim no. A média nacional é de 54%. encontrou sete estabelecimen- O salto qualitativo da educatos do gênero mas todos sem ção em Rio Branco deve-se em as condições para o melhor grande parte aos investimentos

O Pacto pela Educação assinado entre a prefeitura de Rio Branco e governo do Estado pesou favoravelmente para a estruturação de uma rede educacional na Capital. Segundo o acordo, estão sendo investidos mais de R$ 39 milhões no ensino fundamental e médio. A parceria trouxe resultados positivos para o Município. O programa denominado Matrícula Cidadã, resultado da parceria e que acabou com as filas de matrícula na porta das escolas, estabelecendo um novo tempo para a educação básica no município. O regime de colaboração está previsto na Lei de Diretrizes Básicas (LDB), mas sua implementação enfrenta obstáculos em todo o País. A experiência foi juridicamente ampliada com o advento da lei 1.694, que criou o Sistema Estadual de Educação. Entre as capitais brasileiras, Rio Branco possui o terceiro melhor aproveitamento, segundo avaliação do sistema Rede de Aproveitamento de Boas Práticas nos Municípios.

Assessoria PMRB

Quem Foi Francisca Maia AO longo do dia, as crianças brincam e descansam

Creche Francisca Maia - Rua Vênus, bairro Morada do Sol * Valor: R$ 554.839,26 * Fonte de recursos: Fundeb e Tesouro Municipal * Área do terreno: 1.368,92 m² * Área construída: 485,66m² * Ambientes: secretaria, diretoria, almoxarifado, sala de professores, 4 salas de aula, sala multimeios, WCs adaptados aos portadores de necessidades especiais, cozinha, despensa, área de serviço, depósito, refeitório, estacionamento, playground, bicicletário, calçada padrão Prefeitura.

Nascida em 1º de julho de 1958 em Cruzeiro do Sul, iniciou sua carreira aos 17 anos como professora da escola municipal Rio Alagoinha, no KM 28 da BR 364. Em 1988, fixou residência em Rio Branco, iniciando seus trabalhos na escola municipal Álvaro Rocha, onde trabalhou por dez anos ministrando aulas sempre na primeira série. Em 1992 foi aprovada no concurso estadual, assumin-

do uma vaga de professora regente da turma da 1ª série na escola Maria Chalub Leite. Em 2005, mudou de bairro, indo trabalhar na escola de educação infantil Hélio Melo, assumindo uma turma do segundo período, até que a escola foi municipalizada. Transferiu-se para a escola estadual Amanda Brito, onde trabalhou até o dia de seu falecimento, em 25 de fevereiro de 2010.

Cursou magistério e estava no último ano do curso de Pedagogia. Foi uma professora cumpridora de seus deveres, honrando a classe por seu profissionalismo e dedicação. Pessoa de uma serenidade sem precendentes cativava as pessoas com seu jeito sereno e fala mansa. Amava as crianças e via em cada uma delas a esperança de tornar nossa sociedade cada vez melhor.


6 Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011

Página 20

www.pagina20.com.br

POLÍTICA

Vereadores podem ficar sem espaço para realizar sessões Na iminência de ficarem sem teto, eles buscam o apoio do governo e da prefeitura

Regiclay Saady

‹Val ‹ Sales valsales@pagina20.com.br

O

s vereadores de Rio Branco estão pleiteando com o governo do Estado, a mesa diretora da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) e a prefeitura um novo espaço para continuar realizando as sessões. O trabalho da Casa, tanto burocrático quanto o funcionamento do plenário, vem sendo realizado de forma improvisada no prédio da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). O agravante, segundo o vice-presidente da Casa, Rodrigo Pinto (PMDB), é que a Funasa passará por reforma e mais uma vez os parlamentares correm o risco de ficarem sem teto. Diante da situação, eles estão cogitando empréstimo da estrutura da Aleac para a realização de suas sessões. “Ainda não há nada acertado. Estamos marcando audiência para conversar sobre o assunto”, explica Rodrigo Pinto. Ele lembra ainda que, apesar de o Poder Legislativo municipal já possuir o terreno, o dinheiro para a construção da nova sede ainda não foi liberado e não há

Rodrigo Pinto: “Parlamento municipal é ponto de referência da população carente”

previsão de a obra ser concluída neste ano. “A mudança para a Assembleia Legislativa exigiria inclusive alterações emergentes no nosso Regimento Interno, tendo em vista a modificação no horário de realização das sessões”, afirma. Na audiência com o governo, a mesa diretora da Aleac e a prefeitura, os vereadores pretendem ressaltar a atual circunstância do parlamento, a importância dele para a população e o município e ainda a situação emba-

raçosa em que se encontram no momento. “Somos o ponto de referência da população carente e de suas representações. As pessoas precisam ser bem atendidas e não estamos em condições de oferecer o menor conforto nem para os funcionários”, acrescenta. A mudança de endereço da Câmara aconteceu há mais de um ano, quando a sede localizada no centro da cidade foi esvaziada por causa de rachaduras nas paredes.

Vaz quer saber quantas leis foram aprovadas nos últimos anos Batista (PC do B). Outra lei que vem sendo desconsiderada, segunO vereador Raimundo do ele, é a que pune os Vaz (PRT) está pedindo funcionários do transporte que a mesa diretora da Câ- coletivo que desrespeitam mara de Rio Branco apre- os idosos e pessoas com sente um levantamento necessidades especiais, dedas leis aprovadas na Casa fendida e aprovada na Cânos últimos cinco anos. O mara pela vereadora Ariaobjetivo é ter uma ideia de ne Cadaxo (PC do B). “Os quantas delas não estão idosos continuam sendo sendo cumpridas e tomar humilhados no transporum posicionamento para te, e para isso mudar, basta que passem a ser vistas que a lei seja aplicada com com mais atenção. rigor”, acrescenta. “A nossa intenção é Quando tiver acesso cobrar a execução das às informações sobre a leis que foram aprovadas quantidade de leis, o parneste Poder e que caíram lamentar pretende reunir no esquecimento da po- os movimentos sociais e pulação. Se a pessoa não demais representações conhece seus direitos não da sociedade para que as terá como cobrar”, asse- informações sejam divera. Ele cita como exem- fundidas. “Uma lei que plo de leis que não estão a população não tem cosendo executadas a que nhecimento é lei morta. está voltada para o tem- Por outro lado, o conhepo de atendimento nos cimento sobre elas fará bancos, defendida na Casa com que todos cobrem pelo ex-vereador Márcio sua execução”, disse. ‹Val ‹ Sales

valsales@pagina20.com.br

Regiclay Saady

Raimundo Vaz: “Lei que a população desconhece é lei morta”

Vereadores vistoriam centros de saúde da capital ‹Val ‹ Sales valsales@pagina20.com.br

Os vereadores de Rio Branco suspenderam a sessão de ontem para realizar uma vistoria nos centros de saúde da capital. Eles aproveitaram a oportunidade para ver de perto o atendimento oferecido pelas unidades de atendimento emergencial aos pacientes com suspeitas de dengue. “É uma forma de ver o que está sendo feito e nos colocar mais próximos da população”, explicou Elias Cam-

pos (PRP), ex-presidente da mesa diretora da Casa. A visita dos parlamentares começou pelo Centro de Saúde Barral y Barral, o bairro Estação Experimental. No local, eles conversaram com os pacientes e funcionários, além de observar as instalações, incluindo a farmácia e os leitos, instalados para o atendimento aos pacientes que precisam ficar internados para hidratação. “A disponibilidade de maior tempo no atendimento ao público, os leitos e a ampliação da equipe de profissionais são muito importantes

nesse momento”, acrescenta Alias Campos. Uma das questões que pode ter impulsionado a visita dos vereadores aos centros de saúde da capital é o fato de o presidente da Casa, Juracy Nogueira (PP), estar com suspeitas de dengue. Assim como ele, ontem outros dois funcionários do parlamento se queixavam dos sintomas da doença. Após a visita aos centros, os vereadores devem intensificar ainda mais a difusão sobre os meios de prevenção e combate a enfermidade no município.

Evandro Derze

parlamentares suspenderam a sessão de ontem para visitar alguns postos de saúde de Rio Branco


Página 20

www.pagina20.com.br

Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011

POLÍTICA Regiclay Saady

Aleac: discursos em prol do meio ambiente e da saúde ‹Lyslane ‹ Mendes lysmendes@pagina20.com.br

ex-vice-prefeito e hoje deputado estadual pelo PC do B quer servir de ponte de negociação entre os sindicalistas e a base aliada do governo

Eduardo Farias coloca mandato à disposição dos trabalhadores Sindicalistas participaram de reunião com parlamentar para dialogar questões trabalhistas ‹Lyslane ‹ Mendes lysmendes@pagina20.com.br

O

Parlamentar recém-empossado, Eduardo Farias (PC do B) realizou na manhã de ontem uma reunião com lideranças sindicais no auditório da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), para colocar seu mandato à disposição dos trabalhadores. O intuito do deputado é servir de ponte de negociação entre os sindicalista e base aliada do governo. Em seu discurso, Farias garantiu que dificuldades com relação à reposição salarial existem, mas que não se deve criar barreiras a partir disso. Para ele, as dificuldades devem ser discutidas, e isso não significa abrir os cofres

públicos. “Não vou defender um compromisso financeiro, que depois o governo não possa arcar. Eu confio nesse governo por ser a gestão do diálogo, e com dinheiro público tem que ter muita responsabilidade, porque a fonte é uma só”, argumenta. Segundo ele, a ideia da reunião é amarrar o compromisso defendido durante a campanha eleitoral e que o mais apropriado é iniciar esse projeto pela classe dos trabalhadores. “O objetivo é começar a trabalhar para que os compromissos de campanha e da história do meu partido sejam honrados. E nós não poderíamos começar por outro segmento, que não o dos trabalhadores. Nós nos reunimos hoje os representantes de 20 sindicatos, para apresentar o mandato e nos colocar à disposição e ajudar naquilo que nos for possível. Eu tenho a plena certeza de

que esse mandato só vai valer a pena se estiver a serviço da coletividade”, pontua. Para os sindicalistas, muitas dificuldades já foram enfrentadas nas negociações com o governo, por não terem um parlamentar que se apresentasse como ponte de diálogo durante os debates grevistas. Para eles, a iniciativa do parlamentar deve, sim, favorecer o movimento sindical durante suas falas e reivindicações na casa. “Nós estamos recebendo hoje uma receptividade maior do que na gestão passada. Mas não estamos gerando expectativa, porque os debates não se resolvem somente aqui na Aleac. Uma entidade sindical não é político-partidária, então o parlamentar que quiser nos ajudar vai ser sempre muito bem-vindo”, destaca o presidente do sindicato dos agentes penitenciários, Adriano Marques de Almeida.

Os deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) realizaram na última quinta-feira a primeira sessão oficial da casa em 2011. Entre apresentações e agradecimentos, alguns parlamentares já indicaram as causas pelas quais devem trabalhar no primeiro semestre do ano. A sessão contou com a presença dos 24 deputados da casa. Entre os projetos a serem apresentados, está o do recém-empossado Astério Moreira (. O deputado afirmou que irá apresentar um documento contra a aposentadoria dos ex-governadores do Estado. Porém, ele defende que os benefícios devem ser julgados caso a caso. “É um assunto que está em pauta no Brasil inteiro e aqui não é diferente, pois a população não concorda com essa situação. É por esta razão que na semana que vem, vou apresentar um projeto contra essas aposentadorias que são abusivas. Porém, é necessário que sejam observados as particularidades de cada caso, como o da viúva do saudoso governador EdOdair Leal

NA primeira sessão oficial da Casa, deputados estaduais discursaram sobre saúde e meio ambiente

*CASAMENTOs *ANIVERSÁRIOS * BODAS *FORMATURAS *EVENTOS EMPRESARIAIS

Tânia & Robélia decorando sua festa com bom gosto e originalidade

mundo Pinto, que necessita do benefício. Tudo deve ser analisado de forma individual”, argumenta. Antônia Sales foi uma das parlamentares que defendeu a melhoria da prestação de serviços em saúde nas unidades do Estado. Em seu discurso ela relata casos de maus tratos dentro da unidade de pronto atendimento (Upa) do Tucumã, vividos por pessoas próximas a deputada. “Saúde é doação, não é admissível que as pessoas já debilitadas por uma doença, tenham ainda que conviver com o humor de certo funcionários”, defende. O parlamentar Walter Prado discutiu a questão ambiental e afirma que irá apresentar um projeto, onde, a exemplo da decisão do presidente Lula, que cancelou todas as multas ambientais federais, o Acre também isente os multados pelo Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac). “Proponho uma anistia das multas emitidas pelos órgãos estaduais de meio ambiente, aos produtores de baixa renda. Se o governo federal fez isso, também temos condições de fazê-lo”, pontua.

TELS: (68) 3224-7008 / 3224-1410 / 9212-8383 / 9997-3190

7


8 Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011

Página 20

www.pagina20.com.br

POLÍTICA

Prefeito condena tentativa de tumultuar transição no transporte coletivo 220 pontos de ônibus entre 2006 e 2010 (em 2005 eram 75 abrigos); a reforma e ampliação da cobertura do Terminal Urbano; os investimentos nos corredores de acesso (como a Estrada da Sobral, por exemplo) e o Termo de Ajustamento de Contratos (TAC) com os proprietários das empresas de transporte coletivo. Pelo TAC, a expectativa é de que 100% da frota seja renovada ao longo de 2011. Durante o ano de 2010 outras medidas foram adotadas para dar continuidade ao processo de qualidade na prestação do serviço de transporte na Capital. Podemos citar como exemplo, as campanhas educativas, o programa

Marcos Vicentti

“Usuário precisa de serviço de qualidade e nós não vamos permitir bagunça”, afirma Angelim

O

prefeito Raimundo Angelim condenou nesta quinta-feira a tentativa de tumultuar o processo de transição no transporte coletivo de Rio Branco a partir do cancelamento do contrato com a empresa São Roque por causa de inúmeras falhas, como a utilização de frota antiga e a capacidade operacional da concessionária ser inferior 20% do mínimo necessário, o que vinha comprometendo o serviço de transporte público na capital. “Estão achando estranho porque eu fui o primeiro prefeito com coragem de tomar essa medida. Meu compromisso é com o usuário e com o trabalhador”, afirmou Angelim, lembrando que prefeitura, empresas, trabalhadores e Ministério Público do Trabalho firmaram o compromisso de as empresas remanescentes absorverem 70% dos funcionários da São Roque. Na sexta-feira passada, a prefeitura decidiu decretar a caducidade do contrato firmado em 2004 com a empresa de transporte coletivo São Roque, autorizando, ao mesmo tempo, abertura de licitação para contratação de nova empresa para assumir as 15 linhas operadas pela São Roque. De modo provisório, as empresas Floresta, Via Verde e São Judas estarão atuando nesses trechos. Todo o processo de transição, que pode durar até seis meses, incluindo a concorrência pública, será acompanhado por uma equipe de transição, que inclui

ANGELIM: “Meu compromisso é com o usuário e com o trabalhador”

prefeitura, trabalhadores do transporte coletivo e empresas. Nesse sentido, para suprir as linhas urbanas operadas pela São Roque, a prefeitura de Rio Branco irá redistribuir os serviços de transporte coletivo entre as empresas São Judas Tadeu, Floresta e Via Verde. A partir de agora, as linhas dos bairros 6 de Agosto, Belo Jardim, Irineu Serra, Ufac, Universitário, Custódio Freire, Satélite Universidades, Fundhacre, Floresta, Distrito Industrial, Bahia/Palheiral, Sobral, Colégio Agrícola e Tropical serão operadas pelas empresas São Judas Tadeu, Floresta e Via Verde. Angelim lembrou a frota de 45 ônibus novos e seminovos que entraram em circulação no fim da semana passada, elevando para 50% do total de veículos aptos para transportar portadores de necessidades especiais. No total, são 30 novos ônibus,

15 seminovos e quatro veículos reserva. Todos os ônibus estão dentro das normas de segurança e apresentam rampa para deficientes físicos. Sem declarar a caducidade do contrato, não seria juridicamente possível preparar um novo processo licitatório. Depois de várias tentativas, a prefeitura alertou a São Roque sobre o descumprimento contratual por meio de notificação administrativa. A São Roque teve 30 dias para sanar as inadimplências, contudo os problemas não foram resolvidos. “Eu não vou voltar atrás. O usuário precisa de um serviço de qualidade”, reafirmou Angelim. “E bagunça nós não vamos permitir.”

Renovação no transporte público A prefeitura vem investindo na melhoria do transporte público com a construção de

de requalificação para fiscais, motoristas e cobradores que atuam no sistema de transporte coletivo do Município, além da disponibilização do cartão de bilhetagem eletrônica categoria “criança”, para atender a crescente demanda existente. O sistema de transporte público coletivo de ônibus de Rio Branco é composto por 36 linhas e é operado agora por três empresas: Via Verde, Floresta e São Judas Tadeu. Os itinerários das linhas do sistema possuem, em geral, características bairro-centro e vice-versa, tendo como principal ponto de convergência o Terminal Urbano. Assessoria PMRB

TRE-AC inaugura Espaço Memória da Justiça Eleitoral O Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC) inaugurou ontem, às 18h30, a sala “Espaço Memória da Justiça Eleitoral do Acre”, um projeto inovador idealizado pelo desembargador Arquilau de Castro Melo. A sala de exposição, uma espécie de museu das eleições, contará a história da Justiça Eleitoral no Acre por meio de entrevistas gravadas com os juízes e servidores fundadores do TRE, processos antigos e resultados de eleições. O objetivo é reunir no espaço o maior número de documentos e objetos que mostrem a trajetória da justiça eleitoral acreana ao longo das últimas décadas. Além da inauguração do novo espaço, o TRE-AC lançou duas revistas comemorativas. A primeira revista, intitulada “Justiça Eleitoral no Acre: As eleições nas terras de Galvez e Plácido de Cas-

tro”, retrata o período da Justiça Eleitoral que vai de 1903, com a assinatura do Tratado de Petrópolis, até a Constituição de 1937, que resultou na extinção do Tribunal de Justiça Eleitoral no Território do Acre. O segundo exemplar, chamado “Justiça Eleitoral no Acre: Democracia, Autonomia e Repressão”, que compreende as décadas de 40, 50, 60 e 70, está focado no resultado das eleições, a forma como eram realizadas e quem as conduzia. O material traz revelações inéditas, como a descoberta de que a primeira mulher a votar no Brasil pode ter sido uma acreana, chamada Dona Francisca Pinheiro Cardoso, que já em 1925 figurava como candidata ao “Conselho de Vogaes”, algo equivalente a nossa atual Câmara de Vereadores. Assessoria TRE/AC

Ministério de Minas e Energia

AVISO DE LICENÇA A COMPANHIA DE ELETRICIDADE DO ACRE, CNPJ/MF Nº 04.065.033/0001-70, torna público que requereu ao Instituto de Meio Ambiente do Acre – IMAC, a Licença de Instalação - LI, para a atividade de geração comercial de energia elétrica a partir de grupos geradores a diesel na UTE Belo Jardim, de 40 MW, localizada na BR-364, sentido Porto Velho, com acesso pelo ramal Belo Jardim, no município de Rio Branco/AC. Rio Branco – Acre, 26 de janeiro de 2011 CELSO SANTOS MATHEUS Assistente do Diretor Presidente


Página 20

www.pagina20.com.br

Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011

9

POLÍTICA

Secretário de Educação visita municípios para apresentar “Pacto pela Educação” A colaboração é uma das ações para elevar indicadores educacionais no Estado

O

Secretário de Educação, Daniel Zen, esteve na manhã desta quinta-feira, 03, reunido com a prefeita do município de Brasiléia, Leila Galvão, e sua equipe da área educacional para discutirem a viabilização do Pacto pela Educação, projeto que visa à melhoria da qualidade do ensino por meio de ações compartilhadas no setor educacional. Daniel cumpriu a mesma pauta em Acrelândia. Na sexta-feira, 04, o secretário apresenta o projeto de regime de parceria aos prefeitos dos municípios de Assis Brasil e Xapuri. No Acre, o regime de co-

laboração é aplicado entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Rio Branco, desde 2008. Esse compartilhamento de responsabilidades é previsto pela Lei de Diretrizes e Bases (LDB), que no Acre ganhou um grande reforço através da Lei 1.694, na qual instituiu o Sistema Público da Educação Básica. Em janeiro deste ano, o governador, Tião Viana, publicou o decreto Nº 646, no qual estabelece um conjunto de ações para que o ensino continue avançando nos indicadores educacionais. No decreto, a Secretaria de Educação fica responsável pelo cronograma de reuniões e encontros, que visam, entre outras coisas, a colaboração mútua. Todas as metas estipuladas serão discutidas em comum acordo com os municípios, e contemplam áreas do ensino, gestão escolar, inovação e recursos.

Fotos: Cedidas

Prefeita de Brasileia Leila Galvão recebeu visita do secretário de Educação, Daniel Zen

Entre os desafios a serem enfrentados na união com os municípios, são prioridades: universalização do ensino

a todas as crianças de 4 e 5 aprendizagem em português anos; garantir adequadamente e matemática e redução da a alfabetização até os 8 anos distorção idade-série em 5%. de idade; elevar os padrões de Da Assessoria

Cônsul do Japão vê o Acre no núcleo da estratégia econômica Em visita à Aleac na tarde desta quinta-feira, 3, o cônsul-geral do Japão, Hajime Naganuma, que tem base em Manaus, se disse encantado com as obras do acervo da casa, com a história do Acre e disse que o Estado, atualmente, está no núcleo da estratégia econômica do Brasil que tem como foco os países asiáticos. “Sua localização geográfica o coloca no núcleo por sua proximidade com o Oceano Pacífico”, afirmou. O cônsul veio acompanhado da consulesa Mari Nagamuna e da vice-cônsul Hidemi Ishikura. A comitiva foi recebida pelo presidente Elson Santiago e pelo 1o secretário da Mesa, deputado Ney Amorim. No plenário ouviram atentamente explicações sobre as etapas da Revolução Acreana mostradas nos painéis do artista cruzeirense Maqueson Silva e seguiram para o gabinete da Presidência. Antes passaram longo tempo procurando os bichos da floresta no grande painel do artista Ivan Campos instalado na frente do elevador do terceiro andar. Durante troca de presentes com o presidente da Casa, deputado Elson Santiago,

em Manaus, saborearem a melhor comida japonesa feita pelo melhor cozinheiro japonês do Brasil. “Eu”, disse, batendo no peito. Os deputados aceitaram o convite. Naganuma explicou que assumiu o Consulado Geral do Japão em Manaus no fim de outubro e está iniciando

HAJIME Naganuma em visita ao prédio da Assembleia Legislativa

Naganuma não se conteve. Disse que gostaria de ganhar uma das telas que ornamenta o gabinete do presidente e apontou para uma pintura da artista Deise Melo em óleo sobre tela. “Este é do patrimônio da Aleac”, explicou Elson que lhe deu um pequeno baú de madeira não menos valoroso em marchetaria de Maqueson. “Vocês deveriam promover uma exposição destas telas no exterior. Isso poderia entrar na pauta de exportações do Estado”, sugeriu o cônsul. No gabinete, o presidente Elson Santiago fez questão de exibir a bandeira do Corinthians herdada do

ex-presidente Edvaldo Magalhães e explicar que se trata do “melhor time do Brasil”. Elson também presenteou a comitiva com um catálogo do acervo de obras da Aleac e uma revista sobre os programas Assembleia Aberta e Integração. O presidente informou ao cônsul que a estrada de Rio Branco a Cruzeiro do Sul está prestes a ser completamente asfaltada e que já se pode viajar até Lima de carro pela rodovia do Pacífico. Naganuma ficou impressionado com a proximidade do Acre com o Oceano Pacífico ao ver um mapa na revista. Ao final da visita ele convidou Elson e Amorim para,

pelo Acre uma visita a todos os Estados da Amazônia Ocidental para se apresentar. Nesta quinta-feira eles visitaram a Prefeitura, a Aleac e o Tribunal de Justiça. Amanhã, 4, eles visitam o Palácio Rio Branco, onde serão recebidos pelo vice-governador César Messias. Agência Aleac


10 Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011

Página 20

www.pagina20.com.br

POLÍTICA

Governador Tião Viana e parlamentares debatem com ministros Senadores Jorge Viana e Aníbal Diniz e secretários participaram da série de encontros

Fotos: Divulgação

O

governador Tião Viana continuou nesta quinta-feira, 3, a série de encontros com ministros do governo Dilma Rousseff para apresentar novos projetos de desenvolvimento em favor do Acre e solicitar a liberação de recursos de emendas destinadas à industrialização do Estado. Acompanhado dos senadores Jorge Viana e Aníbal Diniz, além do deputado federal Sibá Machado, o governador esteve no meio da tarde com o ministro das Relações Institucionais, Luiz Sérgio, e tratou da liberação de recursos para o aumento da produção rural acreana. Segundo o governador, o ministro se comprometeu em liberar recursos de emendas da bancada federal para o aumento da produção e para a industrialização de produtos de origem animal, da piscicultura e da fruticultura, além da plantação de florestas com árvores de seringueira e paricá. Pela manhã, o governador e os senadores estiveram com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, com quem trataram de um ajuste no valor de R$ 86 milhões para o Estado avançar no modelo de saneamento básico integrado com a pavimentação de ruas, um dos compromissos assumidos por Tião Viana durante a campanha. Tião Viana, Jorge Viana e Aníbal também estiveram em audiência com o ministro dos Transportes, Alfredo Nasci-

Desde a última quarta-feira, 2, governador Tião Viana está em Brasília e participa de uma série de encontros com ministros

mento, tratando da liberação de recursos para a continuidade das obras de pavimentação da BR-364 em direção a Cruzeiro do Sul, que o governo quer concluir ainda este ano. Segundo o senador Jorge Viana, a busca de recursos para a BR-364 tem de ocorrer agora, antes do fim das chuvas, que são consideradas importantes para dar tráfego nos rios que levam os insumos para a estrada, como cimento, pedra e asfalto. “Tudo isso requer um planejamento, uma liberação de recursos no momento certo, e é isso o que o governador veio fazer aqui. Estamos lutando para concluir o sonho da BR-364, que é o nosso sonho, do ex-presidente Lula e da atual presidente Dilma”, disse o senador.

VIANA conversou com ministro da Saúde Alexandre Padilha sobre a questão do saneamento básico no Estado

Tião Viana e os senadores estiveram ainda com o presidente da Infraero, Murilo Marques Barboza, que garantiu colocar o aeroporto de Rio Branco em pleno funcionamento o mais rápido possível. “As agendas da Infraero e de outros ministérios foram muito positivas, dando as condições necessárias para o governador, com o apoio da nossa bancada, fazer um excelente governo ao longo dos quatro anos”, assinalou Aníbal Diniz. O deputado Sibá Machado aproveitou o encontro com o ministro Luiz Sérgio para tratar da liberação das emendas individuais dos ex-deputados Nilson Mourão e Fernando Melo, que serão subescritas por ele para que não haja nenhum tipo de prejuízo para a liberação de seus recursos, transformando-se em novo aporte de recursos para a execução de mais obras pelo governo do Estado. Após visitar também o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Benjamin Zymler, o governador Tião Viana classificou as audiências de “muito relevantes” para as ações de seu governo. “É um governo federal amigo do Acre. O governo da presidente

Dilma tem toda a sensibilidade e decisão de nos ajudar, querendo o diálogo, a organização das ideias e as medidas planejadas para que alcancemos os resultados em favor da população”, assinalou o governador.

Tião Viana participa de encontros com ministros em Brasília Em viagem a Brasília desde a última quarta-feira, 2, o governador Tião Viana realiza uma série de encontros com ministros. O objetivo é discutir importantes projetos para o desenvolvimento do Acre, além da liberação de recursos dos programas federais e apoio a novos investimentos. Junto ao governador estão presentes na equipe que percorre os ministérios o senador Aníbal Diniz, a chefe do Gabinete Civil, Márcia Regina, o secretário adjunto de Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia, Indústria e Comércio Fábio Vaz, o representante do escritório do governo do Estado em Brasília Carlos Rabelo, o diretor do Departamento de Água e Saneamento Gildo César e o ex-secretário de Planejamento Gilberto Siqueira.

Ainda na quarta-feira, Tião Viana se encontrou com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Na pauta, a liberação de recursos federais para os projetos de saneamento do Estado. O ministro também voltou sua atenção para a Guerra Contra a Dengue e perguntou ao governador como estão os avanços da campanha. Tião Viana apresentou os resultados positivos, como a queda no número de casos registrados e as fortes iniciativas que convocam a população para participar da ação. Outro ponto tocado durante a reunião com Alexandre Padilha foi o da ampliação da Fábrica de Preservativos Natex, em Xapuri. O ministro garantiu todo o esforço para ampliar a produção da fábrica. Também foi discutido um projeto para implantar no Acre uma fábrica de luvas cirúrgicas, o que, segundo o governador, aumentaria a produção industrial do Estado, além da geração de empregos e renda. O ministro da Saúde aproveitou a visita de Tião Viana e pediu para que o governo do Estado amplie e fiscalize as ações de saúde indígena em todas as regiões do Acre.

Recursos para a Segurança O governador Tião Viana também teve agenda com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. O assunto foi a liberação de recursos do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci). O encontro aconteceu pouco tempo depois da visita da secretária Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), Paulina Duarte, ao Acre. Paulina Duarte se encontrou recentemente com o secretário de Segurança Pública, Ildor Graebner. Durante a visita foi discutida a aplicação de recursos na área de prevenção e cumprimento cada vez mais exigente do Ministério da Justiça sobre os projetos de segurança pública. O ministro da Justiça também acenou com a possibilidade de vir ao Acre nos próximos dias. Agência de Notícias do Acre


Página 20

www.pagina20.com.br

Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011 11

GERAL

Funcionários da São Roque fecham Terminal Urbano em protesto Grupo reivindica a contratação de todos os trabalhadores por parte dos empresários de transporte ‹Lyslane ‹ Mendes lysmendes@pagina20.com.br

T

rabalhadores demitidos da São Roque, após a prefeitura ter cancelado o direito de prestação de serviços de transporte coletivo da empresa, realizaram na manhã de ontem um grande manifesto para reivindicar seus direitos trabalhistas e ainda a contratação pelas empresas que receberam os carros da São Roque.

O grupo saiu em carreata da antiga garagem da empresa com direção ao Ministério Público Estadual, na intenção de que a comissão representativa dos trabalhadores fosse recebida pelos promotores e que se realizasse uma conversa de negociação. Porém, sem sucesso no MPE, os manifestantes seguiram para o Terminal Urbano e lá, além do ato de protesto, foi convocada uma assembleia geral na sexta-feira. A manifestação foi realizada para chamar a atenção da sociedade e das autoridades competentes para a situação dos trabalhadores que não foram contratados pelas empresas que se responsabilizaram pelos carros, antes pertencen-

tes à São Roque. A comissão é composta por 10 funcionários e o diretor estadual da Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores em Transporte coletivo e rodoviário. O diretor da federação, Averaldo Azevedo, afirma que nenhum trabalhador foi contratado até o momento e caso não haja nenhuma negociação com a prefeitura ou MPE até sexta-feira a categoria irá anunciar um indicativo de greve por tempo indeterminado. “Nem mesmo 20% dos empregados da São Roque foram empregados pelas novas empresas. Não estamos aqui defendendo nada. O empresário não tem compromis-

Fotos: Regiclay Saady

grupo saiu em carreata da antiga garagem da empresa com direção ao MPE para que a comissão fosse recebida pelos promotores

so com a população de Rio Branco, queremos apenas que os direitos desses trabalhadores sejam respeitados. Se

não forem contratados, que sejam indenizados, o que não pode é permanecer a situação como está”, destaca.

Sindicato e funcionários fecham portões da Ufac ‹Lane ‹ Valle lanevalle@pagina20.com.br

Os servidores técnico-administrativos da Universidade Federal do Acre (Ufac), liderados pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau do Estado do Acre (Sintest), realizam na manhã de ontem uma mobilização em defesa das reivindicações da classe. Para chamar atenção da Reitoria, os manifestantes fecharam a entrada principal da Ufac por quase duas horas, situação que gerou conflito entre os alunos que tentavam adentrar o campus. Conforme o calendário acadêmico, as matrículas institucionais para os apro-

vados no vestibular 2011 encerravam-se ontem. De acordo com o presidente do Sintest, Aldemar Sena, o “Dema”, o movimento luta por um reajuste salarial de 60% para cobrir as perdas salariais referente à inflação que a categoria sofreu durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva. “Essa mobilização tem caráter apenas informativo. Não estamos satisfeitos e queremos mudanças já. Estamos organizando uma caravana para a marcha nacional que ocorrerá em Brasília para fortalecer ainda mais nossa luta”, ressalta. O movimento aconteceu em todo o país, encabeçado pela Fasubra Sindical.

portões estiveram fechados por cerca de duas horas. O objetivo é reivindicar ajuste salarial de 60%


12 Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011

Página 20

www.pagina20.com.br

POLÍTICA NACIONAL

Mínimo será de R$ 545, diz líder do governo na Câmara Cândido Vaccarezza (PT-SP) disse que governo não vai abrir mão do valor

Fotos: Divulgação

O

líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), afirmou nesta quinta-feira (3) que a base governista vai aprovar o novo salário mínimo de R$ 545, independentemente das pressões que as centrais sindicais possam fazer no Congresso por um reajuste de até R$ 580. “O reajuste deste ano será de R$ 545. Não existe nenhuma discussão do governo de abrir exceção nessa discussão [sobre o percentual de aumento]”, afirmou Vaccarezza. Sobre a possibilidade de as centrais sindicais lotarem o Congresso com manifestantes para pressionar os parlamentares, Vaccarezza disse que a discussão do reajuste do mínimo “não pode ser emocional”. “Todo movimento de massa feito dentro da lei e das regras é legítimo, é um direito que eles [centrais] têm. Mas nós vamos debater a política. A discussão do salário mínimo não pode ser emocional ou uma discussão que deixe de lado os parâmetros técnicos”, argumentou o petista. A política atual de reajuste do mínimo prevê a concessão de aumento com base na variação do Produto Interno

VACCAREZZA não deu sinais de que o governo vai aumentar salário mínimo

Bruto (PIB) de dois anos anteriores mais a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). No entanto, para o reajuste específico de 2011 não há acordo com as centrais sindicais, já que a economia brasileira, em 2009, não cresceu, abalada pela crise econômica mundial. Vaccarezza conversou com os jornalistas no gabinete da liderança do governo. Ele defendeu a manutenção da forma de cálculo do mínimo. “É muito melhor manter a fórmula do que voltar à sistemática anterior de discutir o

valor do mínimo a cada ano, porque a corda sempre arrebenta do lado mais fraco.” Apesar de reconhecer o desgaste do governo com o debate do mínimo neste ano, Vaccarezza afirmou que o reajuste para 2012 “será superior a 11%”. “Já podemos dizer que, em 2012, vai ter um aumento robusto do salário mínimo, superior a 11% e podendo chegar até a 14%”, disse. Nesta quinta, a presidente Dilma Rousseff participou da abertura dos trabalhos do Legislativo e anunciou, durante a leitura da mensagem do Executivo ao Congresso Nacional, que irá apresentar ao Legislativo uma proposta de “longo prazo” para reajustes do salário mínimo, de forma a garantir aumentos reais a cada ano. Nos próximos dias, o governo deve enviar ao Legislativo a medida provisória prevendo o valor de R$ 545 para o mínimo. Ainda em seu discurso, Dilma afirmou que o mínimo terá “ganhos reais sobre a inflação”, que “serão compatíveis com a capacidade financeira do Estado brasileiro”. Vaccarezza afirmou ainda que já obteve do líder do PMDB, deputado Henrique Eduardo Alves (RN), o compromisso de que a bancada peemedebista não irá questionar o valor proposto pelo governo para o aumento do mínimo.

FHC diz que é preciso dar uma ‘chacoalhada’ no PSDB Na propaganda de rádio e televisão exibida na noite de ontem, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou é preciso dar uma “chacoalhada” nos partidos, principalmente no PSDB. “Precisamos estar mais próximos das pessoas, do povo, com menos pompa, coisas mais diretas”, afirmou o ex-presidente, que ocupou a primeira metade do programa de 10 minutos. Segundo FHC, o PSDB foi fundado para ser um partido renovador, simples e aberto. Em uma espécie de aula para 120 jovens, o ex-presidente afirmou, em tom professoral, que a participação política pode ser feita pela internet. “Às vezes, sei que diretório e essa vida interna do partido não são interessantes”, disse. O tucano aproveitou para criticar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Ele permitiu que houvesse certa complacência com a corrupção”, disse o ex-presidente. Segundo o tucano, Lula foi conservador ao permitir certas alianças. Ele ainda tratou da participação das mulheres na política e disse que o PSDB não pode ser um partido só de homens.

denciável José Serra é exibida quando se fala dos governos paulistas do partido. “Com ênfase no social e na geração de emprego, nós governamos há 16 em São Paulo”, completa a propaganda, que apresenta também a imagem de Mário Covas. Já o senador Aécio Neves ganha mais destaque e fica mais tempo no ar quando os três governos tucanos em Minas são os temas. O presidente do PSDB, Sérgio Guerra, aparece para fazer um balanço das eleições de 2010. “Lutamos contra um adversário que abusou do poder econômico e zombou da Justiça Eleitoral.” A peça termina com a declaração dos líderes do PSDB no Congresso, senador Alvaro Dias (PR) e deputado Duarte Nogueira (SP). “O Brasil está no rol dos países mais corruptos do mundo”, afirmou Dias. “O PSDB irá fazer na Câmara uma oposição vigorosa ao governo”, disse Nogueira, lembrando a bandeira do salário mínimo de R$ 600.

Folha Online

Governadores A segunda metade da propaganda do PSDB teve como destaque a apresentação dos oito governadores do partido. “É essa capacidade de governar que nos tornou o partido que mais elegeu governadores”, disse o paulista Geraldo Alckmin em um discurso de 17 segundos. A imagem do ex-presi-

FHC se pronunciou ontem à noite em uma propaganda de rádio e TV

Portal G1

Deputados apresentam 146 proposições no primeiro dia de trabalho No primeiro dia dos trabalhos legislativos ordinários, os deputados apresentaram ontem (3) 146 proposições à Mesa Diretora da Câmara, entre projetos de lei, projetos de decreto legislativo e requerimentos de informações. A maioria das matérias apresentadas é de projetos de lei. Os oito primeiros projetos foram apresentados pelos deputados Maurício Rands (PT-PE) e Weliton Prado

(PT-MG). O primeiro visa a modificar artigos da Lei de Licitações e Contratos da Administração Pública (8.666/93). Entre as modificações propostas no projeto estão a que estabelece que a fase de habilitação das licitações ocorrerá depois do período de apreciação das propostas e que prevê punição administrativa ao licitante de má-fé. O primeiro projeto de

decreto legislativo (PDC01/2011), apresentado ontem, pretende derrubar o parecer da Advocacia-Geral da União (AGU) e manter a extradição do italiano Cesare Battisti. O projeto foi apresentado pelo deputado Mendonça Filho (DEM-PE). O deputado acredita que com a aprovação da proposta corrige a interferência do Executivo no Legislativo, voltando a

prevalecer o Tratado de Extradição entre Brasil e Itália, aprovado pelo Congresso. Segundo a justificativa do PDC, “o parecer normativo da AGU invadiu o espaço de competência do Congresso Nacional, respaldando a decisão do então presidente Lula de não extraditar Cesare Battisti. O que desrespeitou a norma constitucional que dá ao Legislativo competência

exclusiva para apreciar e votar tratados internacionais, como o entre Brasil e Itália que fixou as regras da extradição”. Os deputados que mais apresentaram projetos de lei no primeiro dia dos trabalhos legislativos foram Otavio Leite (PSDB-RJ), com 15 projetos; Sandes Júnior (PP-GO), com 13, e Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), com dez.

Agência Brasil


Página 20

www.pagina20.com.br

Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011 13

GERAL & COLUNA

“Sobe e desce” do rio Conversa Acre já é esperado para de Calçada a estação Jannice Dantas

Fotos Cedidas

Elevações no nível do manancial são monitoradas diariamente pelos técnicos da Defesa Civil ‹Val ‹ Sales valsales@pagina20.com.br

O

s técnicos dos departamentos de Defesa Civil do Estado e município mantêm o monitoramento diário do rio Acre. O mesmo serviço de atenção exclusiva é feito pelos meteorologistas, que destacam o fato de os picos de elevação dos mananciais acreanos serem considerados normais para a estação chuvosa da região. O rio Acre, que no dia 31 de janeiro estava com 7,50 metros, teve o nível das águas elevado para 9,15 no dia 1° de fevereiro e ontem, dia 03, media 10,29 metros, estando ainda distante de atingir a cota de alerta, que é de 13, 50 metros, e a de transbordamento: 14 metros. O auxiliar técnico da

Defesa Civil, Francisco da Silva Lima, tranquiliza a população ao afirmar que o rio ontem tinha mais tendência em baixar do que se elevar. No entanto, a prefeitura de Rio Branco mantém ativo o Plano de Contingência de Enchentes, que todo ano envolve o trabalho de várias secretarias do Estado e do município, em especial as áreas de limpeza urbana e meio ambiente. “O monitoramento do rio é diário para prevenir que a população não sofra prejuízos no caso de haver transbordamento”, acentua o auxiliar técnico. Enquanto os departamentos de Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros, as secretarias de meio ambiente e limpeza pública se colocam em prontidão, os meteorologistas do Núcleo de Meteorologia e Climatologia do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) os mantêm informados sobre a previsão diária de chuvas. Para hoje, sexta-feira, a previsão é de tempo nublado a encoberto com pancadas

de chuva e trovoadas em Rio Branco. A temperatura deve variar entre a máxima de 32 graus e a mínima de 23, com sensação térmica também oscilando de 37 a 23 graus. A umidade relativa do ar pode ficar entre 60% e 100%. Amanhã, sábado, os meteorologistas também apontam tempo nublado a encoberto com pancadas de chuva e trovoadas. A temperatura poderá variar entre a máxima de 30 graus e a mínima de 24, com a sensação térmica oscilando de 35 e 24 graus. A umidade relativa do ar não deve sofrer alterações significativas, ficando entre 70% e 100%. No domingo, 06, o Boletim Meteorológico aponta que o céu da capital permanecerá nublado a encoberto com chuva. Os ponteiros do termômetro podem marcar a temperatura máxima de 31 graus e a mínima de 23. A sensação térmica poderá variar entre a máxima de 37 graus e a mínima de 23, com a umidade relativa do ar oscilando entre 70% e 100%.

Regiclay Saady

Nível do rio Acre continua subindo. Desde o dia 31 de janeiro, o manancial aumentou quase 3 metros

Bem-vindos à casa do povo Pelo que andei acompanhando na mídia local, alguns de nossos novos deputados estaduais estão precisando e muito de uma aulinha de português. O mínimo que se espera de pessoas que são escolhidas para nos representar no legislativo é que o façam com conhecimento e responsabilidade e para isso é necessárias que elas estejam preparadas. Com a aproximação que as mídias sociais proporcionam de nossos legisladores para conosco fica fácil e em alguns momentos, até ridículo acompanhar os erros grotescos de português que eles fazem uso. As vezes ao me deparar com essas aberrações até prefiro acreditar que nossos representantes designaram aos filhos recém alfabetizados a tarefa de alimentar twitters e blogs. Outro ponto é o uso da palavra de Deus durante as plenárias. Ao que parece esquecem de fazer a lição de casa e partem para a pregação. Nada contra os evangélicos, tenho pessoas muito próximas que seguem a palavra Dele, no entanto, cada coisa em seu lugar. Hora de orar, oremos; hora de trabalhar, trabalhemos! Talvez essa minha visão digamos assim um pouco se-

lecionada demais, se baseia no ponto de referência chamado Edvaldo Magalhães. Não sei se por conta de sua profissão de educador, mas é extremamente bem articulado com as palavras, fala com coerência, firmeza e sobre tudo consistência. Eu mesma muitas vezes me pego querendo saber me expressar verbalmente tão bem quanto ele. Aliás, acredito que isso também de certa forma seja um dom que recebemos, o dom da oratória, mas que podemos apurá-lo com o passar do tempo. O certo é que nossa assembléia perdeu um grande líder, no entanto, como gosta de dizer nosso ex-presidente Lula: a luta continua companheiro. Seguindo com a carruagem, só me resta, acompanhar atentamente nossos parlamentares, desejando-lhes boa sorte e seguindo firme na expectativa de que realmente se elegeram buscando um bem maior que é o de melhorias para o povo acreano, seja na educação, saúde, produção, segurança, habitação enfim. Senhores deputados, boa sorte, bons trabalhos e sejam bem-vindos a casa do povo!


Página 20

14 Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011

www.pagina20.com.br

CULTURA

“Nasci para Bailar”: João Donato no Caribe Divulgação

dfasdfasdfasdf

rio flagra, meses depois, uma feijoada na casa de João Donato, no Rio de Janeiro, onde ele recebeu músicos cubanos para celebrar seu aniversário. É o registro fiel da total integração de Donato com aquele universo. Ele influenciou e foi influenciado pelos ritmos caribenhos durante os doze anos em que viveu nos Estados Unidos trabalhando com músicos cubanos famosos, a exemplo de Mongo Santamaria e Bebo Valdés, pai do pianista Chucho Valdés, que preside o Festival de Jazz que Donato participou em Cuba. Na trilha do documentário estão sucessos como A Rã (parceria com Caetano Veloso), Emoriô e Bananeira (com Gilberto Gil), Amazonas, Café com Pão e Vento no Canavial com Lysias Enio,

irmão de Donato, co-roteirista do filme e responsável pela direção musical. Nasci para Bailar (com Paulo Barata), obviamente, não podera ficar de fora. Em 2010, o filme de Tetê Moraes foi exibido em vários festivais pelo mundo, como o Festival de Cinema Brasileiro de Paris e o Circuito Inffinito, de Londres, além de ganhar Menção Especial do Júri no Festival Internacional de Documentários Santiago Alvarez, em Cuba.

João Donato Autodidata, João Donato fez sua primeira composição com apenas oito anos, ainda em Rio Branco, cidade onde nasceu. O instrumento da infância foi o acordeom. So-

Quer dançar? Vai pro Senadinho! O Senadinho é hoje um espaço de referência cultural em Rio Branco, trazendo uma programação de manifestações artísticas com música, dança e recital de poesias. Quando: Às quartas-feiras, das 9 às 11 horas, tem apresentação do Grupo Raiz da Terra; e às sextas-feiras, no mesmo horário, o ritmo é embalado pelo Grupo Hélio Melo. Quanto: Grátis Onde: Senadinho (Palácio das Secretarias - Avenida Getúlio Vargas, Centro), Rio Branco

Sérgio Vale

SENADINHO é ponto de encontro das quartas-feiras na cidade

mente alguns anos mais tarde ele começou a estudar piano, incentivado pela irmã Eneyda. Donato, porém, nunca se ateve a métodos teóricos. “Ele perseguia células musicais para criar seu vocabulário próprio”, lembra Adnet. Classificar a música de João Donato é tarefa impossível. Ele passeia por bossa nova, samba, baião, bolero, jazz, música clássica, africana, cubana, sem se prender a fronteiras. Não por acaso, muitos apontam sua obra como uma verdadeira ‘pororoca musical’. Um de seus álbuns mais célebres é ‘A Bad Donato’, de 1970, que atesta a versatilidade do criador, condensando funk, psicodelia, soul music, sons afro-cubanos e jazz fusion. A Revista Rolling Stone brasileira elegeu o trabalho como um dos 100 melhores discos feitos no país em todos os tempos. Esta mesma lista traz ainda outro clássico de Donato, ‘Quem é quem’, de 1973. João Donato é uma das raras unanimidades nacionais. Para Nelson Motta, “ele é um dos grandes entre os grandes, que tinha Tom Jobim entre seus fãs, um perfeito estilista da bossa nova, com seu suingue minimalista e suas melodias fluidas e fluentes como rios”. O jornalista Ruy Castro vê na música de Donato uma “permanente pororoca musical que incorporou a bossa nova clássica e, ao devolvê-la, gerou uma química tão mais à frente que só agora, no novo milênio, é que estamos conseguindo percebê-la”. Gilberto Gil apelidou-o de João Dó Nato. O próprio Gil explica: “Certa vez, eu fiz

essa brincadeira com o nome do meu querido João para expressar a nítida impressão que ele me dá de ter com a música uma ligação física. Na verdade não foi uma brincadeira partindo de quem, como eu, sabe que João forma com a música uma espécie de ovo mágico, ele e a música, gema e clara desse ovo. É o mesmo Donato de sempre, chocado e nascido nota musical”. Uma turnê pelos Estados Unidos, em 2007, rendeu uma série de loas para João Donato. O escritor americano Allen Thayer fez uma ode ao artista na revista nova-iorquina de jazz Wax Poetics: “Ele merece um lugar entre as lendas da música brasileira, ao lado de Antonio Carlos Jobim, Dorival Caymmi, Ary Barroso e muitos outros, apesar de sua (...) experimentação com vários gêneros de música tornar um desafio classificá-lo”. A crítica do Chicago Tribune escreveu: “As melodias de Jobim são mais famosas, pois até mesmo os ouvintes mais ocasionais estão familiarizados com ‘A Garota de Ipanema’, ‘Desafinado’ e ‘Dindi’, mas as obras de Donato são elaboradas com uma mistura similar da melhor mestria e uma notável economia, e o compositor traduz muito ritmo, romance e cultura brasileiras em poucas notas bem escolhidas”. O The New York Times sintetizou: “Donato é um dos grandes compositores da bossa nova da geração do final da década de 50, e provavelmente o mais influenciado pelo jazz americano”. Gravadora Biscoito Fino

Contação de histórias

Criada há 4 anos em Rio Branco, a Casa de Leitura Chico Mendes desenvolve atividades como, contações

Cedida

P

ara uns, ele é o piano em pessoa. Para outros, a música em estado puro. Caetano Veloso o classifica como ‘um santo da música’. Os adjetivos parecem insuficientes quando o sujeito da oração é João Donato. Espécie de midas sonoro, ele é um criador singular que, há mais de seis décadas, vem escrevendo uma página fundamental na história da moderna música brasileira. E mais um capítulo começa agora. A “Biscoito Fino” está lançando o documentário Nasci para bailar, de Tetê Moraes, que registra o encontro de um dos mais importantes e versáteis artistas brasileiros com a música caribenha, uma de suas grandes influências. Nasci para Bailar acompanhou uma viagem de Donato à Cuba, ao lado de seu trio Robertinho Silva (bateria), Luiz Alves (contrabaixo) e Ricardo Pontes (sax e flauta), para participar do Festival Internacional Jazz Plaza. O evento foi palco de um encontro histórico de Donato e seu grupo com grandes músicos cubanos como German Velaso (saxofonista que acompanha Pablo Milanes), Cesar Lopez (sax), Jorge Reyes (contrabaixo), Thommy García (flugelhorn). Maikel Gonzalez (trompete), Edgar Ochoa, Aniel Tamayo, José Angel Blanco e Amado Valdez (percussionista do Buena Vista Social Club). O filme tem cerca de uma hora de duração e faz um passeio musical pelas ruas, praias, casas, palcos e teatros de Havana nos dias do Festival. Mas a relação Brasil-Cuba vai além e o documentá-

Quando: Segunda a sexta-feira, de 8 às 18 horas; sábado e domingo de 13 às 17 horas Quanto: Grátis Onde: Casa de Leitura Chico Mendes (Bairro Chico Mendes, Rua Gregório Filho – nº 80), Rio Branco

de histórias, recitais de poesias, além de projetos de resgate de brinquedos e brincadeiras antigas.


Página 20

www.pagina20.com.br

Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011 15

SOCIAL Roberta Lima

Na Tribo “Perder dinheiro é perder pouco, perder confiança é perder muito, mas perder a coragem é perder tudo, porque perderá a si mesmo. Portanto, mantenha a coragem como o bem mais precioso da vida. Dinheiro não é tudo, nem o mais importante da vida. Ele deve vir naturalmente a você, como fruto do seu trabalho honrado.”

Niver

O que era para ser uma reunião informal, com o intuito de comemorar o aniversário do colunista social Luis Theodoro, acabou mesmo numa festa daquelas. Uma longa mesa acolhia os colegas de profissão, amigos mais íntimos e familiares. Entre petiscos gostosos e cervas geladas, os convivas ainda foram agraciados com a apresentação solo do cantor Osmir Neto, que entoou hits de várias gerações, levando a galera a cantar em coro. Em plena segunda-feira o Point do Pato foi sacudido até altas horas, comprovando que quando essa turma boa se reúne, a festa só tem hora pra começar. Confiram quem pintou:

Masutatsu Oyama

Empresário Marcelo Dias de volta ao batente após período de férias pelo Sul do país

Posse

De volta a casa

Será hoje a posse dos desembargadores Adair Longuini, Samuel Evangelista e Arquilau de Casto Melo nos cargos de presidente, vice-presidente e corregedor-geral, respectivamente. A solenidade ocorre no novo prédio do Judiciário Acreano e promete ser bem concorrido.

Parece que o ditado “O bom filho a Casa Volta” caiu como uma luva para a Jocely Abreu. Fontes fidedignas informaram que a apresentadora volta, de mala e cuia, com seu programa à TV Gazeta. As negociações estão sendo feitas diretamente com a direção da emissora e, pelo tititi, novidades boas vêm por aí.

Navegar eu vou

O aniversário do colunista Luis Theodoro rendeu. A animação foi tanta, que por conta disso a trupe resolveu se reunir para dar prosseguimento às festividades, e um passeio de barco já foi agendado para este sábado. O barco Prícia irá navegar pelas águas do rio Acre rumo ao Riozinho do Rola, e pela lista de participantes, o agito está garantido.

Carência Colunista Luis Theodoro com a esposa Edilene e os filhos

Carnaval do Povo

O Clube Juventus está se articulando para o Carnaval 2011. A nova diretoria, que assumiu no começo deste ano, está com um projeto inovador e, além do tradicional Vermelho e Preto, outras festas bem bacanas já estão agendadas. Aguardem!

Turma de colunistas que foram prestigiar o aniversariante: Gigi Hanan, Raissa Fernandes, Claudia Souzam, esta titular e Jocely Abreu

Formatura

Colunista Márcia Abreu zarpa rumo a vizinha Porto Velho (RO) para participar da formatura da sua caçula Sabrina Ricciardi, que acontece no próximo dia 18. A menina irá ser diplomada pelo curso de Odontologia, pela Faculdade Integrada Aparício de Carvalho - FINCA e, serelepe que é, já está atuando na área na capital acreana. Luis com as colunistas Ivete Martinello e Márcia Abreu

Superlotação

Márcia Abreu em total estágio de alegria por conta da conclusão do curso de Odontologia da filhota Sabrina Ricciardi

O acreano é tão carente de shopping que vira e mexe é visto passeando em algum dos supermercados Araujo, o shopping tupiniquim. Mas a carência vai acabar. É só passar e conferir o bom andamento da obra do Shopping Via Verde, que pelo cronograma, será entregue em meados de agosto deste ano. Tomara!

DICAS NA TRIBO

Carnaval 2011

Um projeto inovador promete mudar toda a estrutura do carnaval da prefeitura e do governo do Estado. Entre as novidades, é a concentração que será na Avenida Amadeu Barbosa, com direito a trio elétrico e camarotes. A organização inclusive já está em conversa com alguns blocos, objetivando reunir um grande número de brincantes. ** O projeto - se for aprovado pelo governador Tião Viana - será inusitado e irá resgatar a tradição do carnaval acreano.

coluna_roberta@hotmail.com

Corretíssima a postura do proprietário do Enjoy Lounge Bar, Patrick Delilo, de conter a superlotação do espaço. Ou seja, após o limite, só entra cliente quando há saída de outro. A prática, usada nos grandes points cosmopolitas, ainda não é vista com bons olhos por alguns notívagos, mas deveria ser usado em todos os estabelecimentos da cidade.

** Atendimento ao cliente é um dos pontos primordiais de qualidade da empresa. ** Dias desses uma amiga ligou para China Norte, restaurante chinês que vende via Delivery. A funcionária atendeu as gargalhadas e o cliente, tentando fazer seu pedido, ainda constatou que o telefone tinha sido desligado na sua cara. **São situações como essas – isso não quer dizer que a empresa só tenha funcionários desse nível – que diferencia uma empresa das outras. **Será dia 26 de fevereiro, no Clube dos Oficiais o Feijão Folia. **Encabeçado pelo colunista Luis Theodoro, o pretinho será para 600 convidados e promete reunir os mais mais da sociedade. **Melisseiras de carteirinha já podem agendar: chega na próxima semana a nova coleção da marca, com modelos descolados e coloridíssimos ** Márcia Bayma, representante da Melissa no Estado, garante preços abaixo do mercado e igual ao do site. Corre: Rua Rio de Janeiro, Galeria Bessa, Sala L. **E não esqueça que hoje tem a Festa da Camiseta, lá na Amazônia Hall. A senha é pegar sua camiseta e entrar no espaço, usufruindo de todas as regalias. ** É retardatário? Ainda dá tempo de adquirir a sua. Anota: 8409-3838. ** Vou rapidinho cumprir extensa agenda de eventos, mas domingo estou de volta com muitas novidades. Até lá!


16 Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011

Página 20

www.pagina20.com.br

ARTE

E

sse é um espaço do “balacobaco” para todos que desenham e ilustram divulgarem seus trabalhos e insanidades. Conheça toda semana dois ilustradores diferentes. Se você ilustra também envie seu perfil com até 4 desenhos para narabisquera@gmail. com. Visite nosso blog para mais informações e acompanhe nossas tuitadas no Twitter @narabisquera. Até a próxima semana.

Nome: Marcelo Zuza da Silva Idade: 27 Naturalidade: Rio Branco - Acre

Nome: Dimitri Kawada (pseudônimo)Idade: 29 Naturalidade: Rio Branco - Acre Dimitri foi motivado a desenhar por um amigo de escola. Alguns anos mais tarde, depois de muitos rabiscos, fez um curso de histórias em quadrinhos e começou a fazer suas próprias histórias com amigos e tentar vendê-las. Em busca de trabalhar com desenho fez curso de animação tradicional e hoje em dia estuda Artes Visuais na USINA de Arte e trabalha como designer na agência Oceanic, ilustra para livros e revistas e anima, em animação 2D, o curta metragem As Crônicas de Oliver. Seus objetivos estão sendo traçados aos poucos. Seu grande sonho é trabalhar na produção de um filme animado para o cinema. Em seu processo criativo o básico é estar sempre em busca de referências e anotar tudo que lhe vem à mente e aos olhos. Seus artistas de referência vão desde ilustradores a animadores como J. Scott Campbell, John Lasseter, Yoshiyuki Sadamoto, Camilla d’Errico, Hayao Miyazaki. Curtiu? Clica aqui > www.dimitrikawada.blogspot.com Ou escreva para: dimitrikawada@gmail.com

E neste sábado, dia 5, acontece o Rabisquêra 7. Venha desenhar e trocar ideias conosco na Biblioteca Pública, a partir das 14 horas

Marcelo começou a desenhar cedo, desde criança como a maioria dos desenhistas. Mas foi na adolescência que conheceu alguns amigos que também desenhavam e começou a fazer quadrinhos tanto para vender como por diversão. Em 2006 entrou na faculdade de Artes Visuais, e também na USINA de Artes e começando a participar de projetos artísticos e exposições de arte. Mas foi na Usina de Arte que começou a se interessar pela ilustração e foi desenvolvendo um estilo voltado para o Mangá, mas tem vontade de desenvolver um estilo surreal com seus trabalhos. Suas ilustrações geralmente têm temáticas futuristas. O que o faz ter vontade de trabalhar profissionalmente com quadrinhos e ilustração para livros infantis. Antes de ter uma boa ideia faz uma pesquisa aprofundada, sempre procurando inspiração e referências. Seus artistas preferidos são: Akira Toriyama, Yoshitaka Amano, Osamu Tezuka e Yoshihiro Togashi, Will Eisner, Picasso e Gustav Klimt. Quer mais? Acesse o blog do Zuza:marcellozuza.blogspot.com Ou lhe envie um e-mail: marcelo.zuza@uol.com.br


Página 20

www.pagina20.com.br

Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011 17

ESPORTE 20

4ª Copa América de Taekwondo Atleta mirim Kalil Gross foi o acreano de maior destaque no campeonato nacional ‹Lane ‹ Valle lanevalle@pagina20.com.br

C

om o apoio da Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer, a delegação composta por seis integrantes (cinco deles faixa preta) de taekwondo participou no último final de semana da 4ª Copa América da modalidade, evento promovido pela Liga Nacional de Taekwondo (LNT) na cidade de São José dos Campos (SP), entre os dias 28, 29 e 30 de janeiro.

As disputas ocorreram no ginásio do Tênis Clube, onde mais de 1.500 pessoas entre taekwondistas e comissão técnica representaram diversos estados do Brasil, além de equipes do Chile, Portugal e Argentina. A seleção da Federação Acreana de Taekwondo Interestilos, que tem como presidente o mestre Itassi Camargo, destacou-se novamente em mais um grande evento internacional, conquistando um total de seis medalhas no campeonato. Com apenas 11 anos, e encarando uma competição nacional pela segunda vez, o atleta Kalil Gross foi o acreano de maior destaque na Copa America. Na categoria infantil, até 52 quilos, Kalil conquistou o segundo lugar no pódio e trouxe medalha de prata do campeonato. Certamente o

jovem taekwondo é uma esperança acreana para ganhar medalhas e ranquear em âmbito nacional, já que em seu primeiro campeonato nacional, Gross ficou em primeiro lugar e trouxe medalha de ouro. Com o bom desempenho no campeonato, a delegação acreana já teve a participação confirmada no campeonato mundial que acontecerá e junho desse ano nos Estados Unidos. O presidente da Federação, Itassi Camargo falou sobre o desempenho da equipe, mas frisou a importância dos patrocinadores para incentivar ainda mais esse esporte no Acre. “Nossa equipe vem se destacando muito nas competições. A Federação ficou uns quatro anos parada, mas estamos iniciando novos pro-

Cedida

ATLETAS exibem os troféus que trouxeram do campeonato, em São José dos Campos

jetos e buscando apoio para destacar ainda mais o nome do Acre nesse esporte. Temos excelentes atletas, o que está

faltando é incentivo, que apesar de pouco, estamos conseguindo nos destacar a nível nacional”, afirma.

Participou do campeonato: Levi Azevedo (acima de 80kg, faixa preta), Leidinho Silva (até 58kg, faixa preta), Antônio Francisco (até 80kg, faixa preta), Carlos André (até 68kg, faixa

preta), Kalil Gross (até 52kg, faixa verde, categoria Infantil), e Leandro Levy Gross, também faixa preta que participou na categoria master até 80 kg.

Palmeiras prega respeito ao Corinthians no domingo Os jogadores do Palmeiras e o técnico Luiz Felipe Scolari consideraram surpreendente a eliminação do Corinthians para o Tolima na pré-Libertadores. O rival é o próximo adversário da equipe do Parque Antarctica, no domingo, no Pacaembu, pela sétima rodada do Campeonato Paulista. “Foi surpreendente e é sempre frustrante perder dessa maneira. Contra o Goiás [na Copa Sul-Americana de 2010], vivemos na pele esse sentimento. É difícil, tem de erguer a cabeça e buscar alternativas. Passam alguns dias, algumas semanas, e as coisas voltam ao normal. De repente, tem clássico pela frente e tudo pode ser diferente”, disse Felipão. O discurso do treinador foi compartilhado pelo goleiro Deola. “A eliminação do Corinthians foi mesmo surpreendente, mas para a gente não muda nada. Talvez a única vantagem é que eles estejam um pouco mais cansados pela viagem que fizeram até a Colômbia. De resto, será mais um grande

clássico e nossa vontade precisa ser a mesma”, afirmou Deola, que deve retornar ao banco de reservas para a volta de Marcos. Um dos destaques da equipe palmeirense nas últimas partidas, o lateral Cicinho evitou falar em favoritismo. “É um jogo que todo atleta sonha em estar em campo e, melhor do que isso, vamos entrar em campo como líderes. Mas acho que isso não quer dizer que seremos favoritos. Clássico é sempre um jogo diferente e o fato de termos atingido a ponta só aumenta a nossa responsabilidade em campo”, falou. O Palmeiras assumiu a liderança do Campeonato Paulista após vencer o Mirassol por 1 a 0, fora de casa, na quarta-feira à noite. A equipe soma 16 pontos --dois a mais do que o Santos, que perdeu a ponta da tabela ao empatar com a Ponte Preta por 2 a 2. Com dois jogos a menos em relação aos rivais, o Corinthians é o 11º colocado, com seis pontos.

Folha Online


Página 20

18 Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011

www.pagina20.com.br

Página 20

www.pagina20.com.br

INTERNACIONAL & SERVIÇO

Fotos: Divulgação

Rio Branco – Acre, SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011 19

SERVIÇO

Divulgação

AVISO DE REPUBLICAÇÃO PREGÃO PRESENCIAL Nº. 004/2011 ASSEMBlÉIA GERAl ExTRAORDINÁRIA EDITAl DE CONvOCAçÃO

O SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL torna público que foi remarcada a data de o Presidente do Conselho Diretor da oCB/AC, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca todas as cooperativas filiadas e/ou registradas, que estejam em dia com o que estabelece o Estatuto da oCB/AC, para participarem da Assembléia Geral Extraordinária, a se

Certificação do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI/DR-AC, para o dia 14 de

FETACRE, situado na Av. Getúlio Vargas, nº 2.578, Bairro Bosque, em Rio Branco-AC, no dia

fevereiro de 2011, segunda-feira, às 15h (quinze horas), a ocorrer na sala de reuniões da Casa da

presença de metade mais uma das cooperativas filiadas e/ou registradas, às 9:00h (nove horas), em segunda e última convocação, com presença mínima de 1/3 das cooperativas filiadas e/ou registradas para deliberarem sobre a seguinte ordem do Dia:

Ditador egípcio teme que renúncia imediata possa provocar caos no país abalado pelas manifestações

N

o mesmo dia em que o ditador do Egito Hosni Mubarak, há 30 anos no poder, disse em entrevista à emissora americana ABC que não deve renunciar pois considera que sua saída imediata traria o “caos” ao país, o mundo criticou os violentos ataques a jornalistas, entre eles três brasileiros. Marcando o 10º dia de protestos no Egito, a quinta-feira foi marcada por diversas agressões a repórteres de vários países que cobrem as manifestações e também pelas declarações do vice-presidente, Omar Suleiman, indicando que o filho do ditador, Gamal Mubarak, não deve concorrer à Presidência. No pronunciamento, Suleiman também prometeu punir todos os responsáveis pelos episódios de violência que assolam o país, e pediu a soltura dos jovens detidos nos protestos antigoverno que não estejam envolvidos nos incidentes violentos. Esta foi a primeira vez que Mubarak fala à imprensa desde o início da crise. Dias atrás, ele falou à nação pela TV estatal em duas diferentes ocasiões. Em entrevista de cerca de 20 minutos à repórter da ABC Christiane Amanpour, ele afirmou que “está cansado de ser dirigente” e gostaria de deixar o poder mas não pode, “por te-

segurança. Com isso, o número de mortes nos confrontos sobe para 13 em apenas dois dias, além de mais de 1.500 feridos. Desde o início da onda de violência no país, há dez dias, estima-se que mais de cem pessoas tenham morrido, mas não há uma cifra oficial das vítimas. As fontes não forneceram detalhes sobre o tipo de ferimentos as vítimas sofreram. A informação foi divulgada pouco depois do início do toque de recolher, às 17h do horário local (13h de Brasília), em meio a uma grande tensão nas ruas do Cairo. Folha Online

O Edital poderá ser retirado através da página www.fieac.org.br, podendo também ser junto à CPL, no endereço supra, através do telefone (68) 3212-4223 ou e-mail licitacoes@fieac.org.br.

ITEM 2 - outros assuntos de interesse da entidade.

mer que o país afunde no caos”. “Não me importo com o que as pessoas dizem de mim. Agora eu estou preocupado com o meu país, me importo com o Egito”, disse Mubarak, enquanto violentos protestos contra ele chegam ao décimo dia seguido. “Estou muito triste com (o que aconteceu) quarta-feira. Não quero ver os egípcios lutando entre si”, afirmou. Os confrontos entre opositores e simpatizantes de Mubarak deixaram ao menos oito mortos nesta quinta-feira na praça Tahrir, palco principal dos distúrbios no Cairo, informaram fontes dos serviços de

Indústria, situada à Av. Ceará nº 3.727, Bairro Floresta, Rio Branco – AC.

disponibilizado por e-mail, pendrive ou CD-ROM, desde que o licitante solicite e/ou compareça

ITEM 1 – Alteração do Estatuto Social;

Mubarak diz que não renuncia e mundo critica ataque a repórteres

aquisição de materiais, máquinas e equipamentos para atender ao Centro de Exames para

realizar no auditório da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado do Acre – 12 de março de 2.011 (sábado), às 8:00h (oito horas), em primeira convocação, com a

ATAQUES a jornalistas, entre eles brasileiros, foi criticado por vários países do mundo

abertura do Pregão Presencial N.º 004/2011, do tipo menor preço, por lote, que objetiva a

Rio Branco-AC, 02 de fevereiro de 2.011.

Janaína Santos da Silva Manoel valdemiro Francalino da Rocha Presidente do Conselho Diretor oCB/AC

Reforço e Centro de Estudos Excelência Avança... Matem, Port,Física, Inglês, Redação, Espanhol, etc. Com Atendimento Personalizado P/ 1º e 2º Graus e Pre-Vestibular. Ligue para uma equipe de Excelência: 9978 - 8777 / 8114 - 9461 / 9213 - 7177 / 3224 - 3095 Profª Madalena Almeida. Um Reforço que Avança...Sempre!

Vende-se

PODER JuDICIÁRIO DO ESTADO DO ACRE

Seção de licitações e Contratos REAVISO DE LICITAÇÃO

SETOR : SEÇÃO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS TIPO

: MENOR PREÇO POR LOTE

OBJETO : Aquisição de material de consumo, elétricos e de manutenção, conforme discriminado no Termo de Referência, termo integrante do Convênio SICONV Nº 735998/2010 “Projeto Cidadão – Mutirão para fornecimento de documentação civil básica e orientação/assistência jurídica às comunidades de baixa renda do Acre (com ênfase nos municípios de Acrelândia, Brasiléia, Capixaba, Cruzeiro do Sul, Feijó, Jordão, Mâncio Lima, Manoel Urbano, Marechal Thaumaturgo, Plácido de Castro, Porto Acre, Porto Walter, Rio Branco, Rodrigues Alves, Sena Madureira, Senador Guiomard, Tarauacá e Xapuri). ENCERRAMENTO DO RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS: até as 10h (Brasília); e 8h (Acre), do dia 17 de fevereiro de 2011.

uma moto yamaha/neo ano 2007/2008, cor preta, quitada.

ABERTURA DAS PROPOSTAS: dia 17 de fevereiro de 2011, às 10h30min (Brasília); e 8h30min (Acre).

R$ 4.000,00 tel: 9971-2241/cláudia

REFERÊNCIA DE TEMPO: Para todas as referências de tempo será observado o horário de Brasília DF.

INÍCIO DA SESSÃO DE DISPUTA DE PREÇOS: dia 17 de fevereiro de 2011, às 11h30min (Brasília); e 9h30min (Acre).

FORMALIZAÇÃO DE CONSULTAS E EDITAL: - www.bb.com.br - Salas de Negócios – Licitações - Telefones: (xx68) 3211-5572/5573 - Endereço: Tribunal de Justiça do Estado do Acre / Seção de Apoio à Licitação/Rua: Benjamin Constant, 1.209, Bairro: Centro – Rio Branco – AC.

Republicada por Incorreção

ASSEMBlÉIA GERAl ORDINÁRIA EDITAl DE CONvOCAçÃO o Presidente do Conselho Diretor da oCB/AC, no uso de suas atribuições estatutárias,

realizar no auditório da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado do Acre – FETACRE, situado na Av. Getúlio Vargas, nº 2.578, Bairro Bosque, em Rio Branco-AC, no dia 16 de abril de 2.011 (sábado), às 8:00h (oito horas), em primeira convocação, com a presença de metade mais uma das cooperativas filiadas e/ou registradas, às 9:00h (nove horas), em segunda e última convocação, com presença mínima de 1/3 das cooperativas filiadas e/ou

     

              

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 01/2011 PROCESSO N.º 0500427-87.2010.8.01.0000 (Convênio nº 735998/2010 – SDH/PR

Adauto da Silva Góis Pregoeiro

convoca todas as cooperativas filiadas e/ou registradas, que estejam em dia com o que

3026-1992

Pregoeira, em exercício, Sistema FIEAC

Rio Branco–AC, 03 de fevereiro de 2011.

estabelece o Estatuto da oCB/AC, para participarem da Assembléia Geral ordinária, a se

Assine o Jornal Página 20 e receba 30 dias grátis ligue para:

Rio Branco-AC, 03 de fevereiro de 2011.

_________________________________________________________________________________________________________

    

          

            

                                                                                                                                                                                                               

Rua Benjamin Constant, 1.209 – Centro – Fones: 3211-5572 / 3211-5573 – e-mail: cpl@tjac.jus.br

                        

registradas para deliberarem sobre a seguinte ordem do Dia: ITEM 1 - Prestação de contas do Conselho Diretor, acompanhada do parecer do Conselho Fiscal, compreendendo, Relatório de Gestão e Demonstrações Contábeis, do exercício de 2010;

    

      

ITEM 2 - Aprovação do orçamento Anual 2011 da oCB/AC; ITEM 3 – outros assuntos de interesse da entidade. Rio Branco-AC, 02 de fevereiro de 2.011.

Manoel valdemiro Francalino da Rocha Presidente do Conselho Diretor oCB/AC

        


Página 20

Rio Branco - Acre SEXTA-FEIRA, 4 de fevereiro de 2011

ANO XVII - Nº 4.348 Leia mais no site: www.pagina20.com.br

O jornal mais premiado do Acre

GERAL E MEIO AMBIENTE

Banco do Brasil e Secretaria de Pequenos Negócios estudam parcerias Superintendente do BB coloca instituição à disposição do governo do Estado

M

ais que um financiador, o Banco do Brasil quer ser um grande parceiro do desenvolvimento econômico e social do Acre. Com esse viés, o superintendente da instituição, José Ricardo Salermo, visitou José Carlos Reis, que assumirá a pasta da Secretaria Estadual de Pequenos Negócios. O en-

contro aconteceu na manhã desta quinta-feira, 3. “Os bancos são parceiros fundamentais nas ações da secretaria e no desenvolvimento de pequenos negócios. O Banco do Brasil já tem um trabalho nesse sentido, e dois exemplos são os produtores de farinha em Sena Madureira e as costureiras da Cooperativa Convicta, que receberam R$ 60 mil a fundo perdido para investir em máquinas e todo o equipamento necessário para iniciar a atividade comercial”, comentou Reis. O superintendente do Banco do Brasil ressaltou

pequenos negócios formados por associações são alvos da parceria

Fotos: Gleilson Miranda

Secretaria nasce com o papel de incentivar pequenos empreendimentos, individuais ou através de cooperativas

que a instituição não tem interesse em ser apenas organismo financiador, mas ser parceira e ajudar em negócios que sejam economicamente interessantes, socialmente inclusivos e ambientalmente sustentáveis. “Os pequenos negócios têm uma característica forte de melhorar a qualidade de vida das pessoas. Além da questão social, há também a questão econômica. Nós procuramos ajudar esses empreendimentos como participantes desses grupos que ajudam a melhorar essas cadeias produtivas, que, tornando-se fortes, geram emprego e renda. E tão importante quanto os recursos é a participação.”

A Secretaria de Pequenos Negócios nasce com o papel de incentivar a organização e o desenvolvimento de pequenos empreendimentos, individuais ou através de cooperativas e associações. O público-alvo são os beneficiários do Bolsa Família que fazem parte do CAD Único, empreendimentos já existentes e os empreendedores individuais. Micro e pequenas empresas não se encaixam no perfil que será trabalhado pela secretaria. Os recursos que serão aplicados pelo Banco do Brasil são provenientes de fundos perdidos através da Fundação Banco do Brasil ou subsidiados pelo governo, segundo informou Salermo.

Mulheres A secretária de Políticas para Mulheres, Concita Maia, participou da reunião com o Banco do Brasil e articulou uma ação importante junto ao superintendente. Salermo anunciou uma nova etapa do BB Educar, dessa vez para mulheres. Segundo Concita, o lançamento oficial será em março, voltado para empregadas domésticas e trabalhadoras rurais. O BB Educar alfabetizou 400 pescadores de Cruzeiro do Sul em 2010. As mulheres são um público importante a ser trabalhado em parceria com a Secretaria de Pequenos Negócios de forma transversal. Agência de Notícias do Acre

Região MAP discute mudanças climáticas e negociação do clima pós-2012 em curso de capacitação ‹Lane ‹ Valle, com informações da assessoria lanevalle@pagina20.com.br

O Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) e parceiros realizou de 25 à 28 de janeiro no município de Epitaciolândia, o curso de capacitação e workshop Mudanças Climáticas e a Negociação do Clima Pós 2012. Cerca de 50 lideranças de pequenos agricultores da região Madre de Dios–Peru, Acre–Brasil, Bolívia–Pando (MAP) estiveram presentes e pontuaram a importância da capacitação. O curso teve como objetivo a socialização de informações

sobre mudanças climáticas, negociações do clima, conceito e funcionamento do mecanismo REDD + proporcionando intercâmbio cultural e fomentando debates e questionamentos, que foram mediados e respondidos pelos professores e pesquisadores do IPAM. A proposta inicial do curso foi à identificação, por parte dos alunos, das mudanças climáticas da região onde vivem e como estão sendo afetados. Mudanças como fortes chuvas e ventos em períodos de calor, seca dos rios, frequente ocorrência de focos de incêndio, alteração na data de cultivo e colheita entre outras mudanças, foram identificadas e debatidas.

Para a agricultora do Peru, Maritza Vargas, ter conhecimento sobre o que esta acontecendo e o porquê, pôde ajudá-los a modificar o cenário atual. “Reconhecer a gravidade das mudanças do nosso clima nos ajuda a tentar frear a degradação da floresta em nossas comunidades e tentar mudar a situação, a partir das mudanças operadas por nós”, Enfatiza a agricultora. No segundo dia de curso as lideranças fizeram uma atividade no campo, direcionada pelo pesquisador Foster Brown da Woods Hole Research Center (WHRC), onde aprenderam a calcular o carbono presente nas árvores. A atividade é um incentivo aos pequenos agricultores

para que tenham conhecimento e participação no mercado do carbono. No Mesmo dia o gerente da empresa Maderija, Abraham Cardoso, apresentou a experiência da empresa na venda do carbono, a participação e beneficiamento da mesma no mecanismo REDD+ e esclareceu duvidas sobre a comercialização do carbono voluntario e seu potencial para ser realizado pelos agricultores. O curso de capacitação foi encerrado com o workshop, onde as lideranças representando o setor dos pequenos agricultores da região MAP, de acordo com sua nacionalidade e interesses elaboraram uma carta de considerações

e propostas referentes aos programas regionais e nacionais de REDD+ e sobre os efeitos das mudanças climáticas. A “Carta de Epitaciolândia dos Pequenos Agricultores” será apresentada em um grande workshop que vai contar com a participação de cerca de 100 lideranças dos setores mais importantes da sociedade civil organizada e governos da região MAP. Este curso faz parte do projeto “Promovendo a conservação ambiental e o desenvolvimento sustentável de forma participativa na Amazônia, liderado pelo IPAM, UFMG e WHRC, financiado pela Fundação Moore.

P20_4348_04022011  

Edição completa do dia 04 de fevereiro de 2011