Page 1

DIA DA MU ROTEIRO para dia 8 março A A

ìlhavo

Vagos F

C

Vagueira

D

Lavandeira

E

J

K

Soza

B I

Stº António

Ouca L

G

Stº André B

Calvão H

C

D

G

J

E

H

K

F

I

L


ULHER

DIA DO PAI SUGESTÕES para 19 março

D. Alda dos Santos Victor

Mulher de armas há 93 anos Angélica Jesus geral@oponto.net

Num tempo em que a liberdade de expressão era uma novidade (no pós 25 de abril), como é que uma dona de casa acaba como presidente da câmara municipal de vagos? Eu tenho a impressão que quem eles queriam para presidente da câmara era o meu marido, mas como ele estava no supremo tribunal de justiça não ia deixar este lugar para vir para a presidência do concelho. Alguns vaguenses foram a Lisboa convidar-me, e eu disse que não me importava. Naquela altura eu era dona de casa e relações públicas do meu marido e avisei que não sabia nada sobre política. Inclusivamente, na minha campanha, cheguei a referir que não sabia, mas esperava que a população me ajudasse. Era militante do CDS, todavia sem vida ativa na política, e foi nesse partido que continuei. E por que fiquei sempre com a ideia que nunca ganharia, no dia das eleições eu estava em Lisboa. Recordo-me que estava a ouvir a telefonia quando a minha filha me trouxe a notícia que eu era a nova presidente de Vagos. Foi eleita com 51 anos, pela primeira vez em 1977, ano em que foi instaurado o Dia Internacional da Mulher pelas Nações Unidas, para lembrar as conquistas sociais, políticas e económicas das mulheres. A sua eleição foi uma conquista enquanto mulher?

Foi uma coisa que me sensibilizou, e procurei que as pessoas que me tinham convidado não ficassem arrependidas. Fiz o melhor possível para que tudo corresse bem. Digo mais, gostei muito de estar na câmara municipal de Vagos porque tive a possibilidade de ajudar imensa gente. E por não conhecer os meandros da política, gostei também de ser ajudada. Foi a primeira e única mulher a liderar a autarquia de Vagos até à data. Como era ser presidente de câmara numa época em que os homens eram "donos e senhores” da política? Na câmara mandava eu, não os homens! (risos) Nos ministérios até podiam trabalhar apenas homens, mas eles recebiam-me muito bem e eu era bastante respeitada. O que é certo é que também não ia a Lisboa sem uma caixinha de ovos-moles para as secretárias e isso “ajudava-me” a conseguir falar sempre com os governantes! Fui sempre uma mulher de armas, porém só me revelei quando fui para a presidência de Vagos. E até consegui realizar inúmeros projetos para todo o concelho, como a construção da nova ponte da Fareja, o bairro de S. João, e os edifícios das juntas de freguesia, entre outros. E como era ser-se mulher política num meio tão pequeno como era Vagos, na altura? Não era difícil. Toda a gente me conhe-

cia. Sempre tive a porta do meu gabinete aberta e nunca tive problemas com isso. Entravam, diziam o que queriam - normalmente algo difícil de ser realizado - e depois eu analisava a situação. Primeiro via se tinham razão, segundo se tinha solução. Nunca tive medo… o que se tem a fazer, tem de ser feito. O facto de ser mulher abriu-lhe muitas portas em Lisboa? Muitas mais! Tanto por ser uma mulher que não desistia facilmente como por ser a primeira eleita pelo povo. Toda a gente achava graça a isso. A nível pessoal sentia que as outras mulheres a olhavam como uma privilegiada? Suponho que não. Enquanto presidente de câmara achavam que realmente tinha força e que lutava o mais que podia, porém nunca vi que me tratassem de forma superior… nem eu deixava! A sua carreira foi, há dois anos, reconhecida como Prémio Carreira na Gala Vaga D’Ouro. Acredita que foi também uma forma de homenagear todas as mulheres de armas? Claro que sim! As coisas difíceis é que dão prazer, não as fáceis. Aconselho às mulheres que lutem e que sigam atrás dos seus objetivos, porque nós não somos diferentes dos homens.

Dia da Mulher e Dia do Pai 2014  

Tem onde comemorar o dia da mulher? Nós temos o roteiro ideal para si. Conheça, na primeira pessoa, uma das "mulheres de armas" do concelho...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you