Page 1

22

9 de janeiro 2013

Porta aberta para a saúde DIA DO NÃO FUMADOR Pretendendo assinalar a data e alertar para os malefícios do tabaco, os alunos do Clube da Saúde criaram um painel, no hall da entrada da escola sede, com um cigarro gigante com o sinal STOP, a que juntaram a mensagem “FUMAR MATA”. Mas, pretendendo transmitir mensagens positivas e promover Estilos de Vida Saudável, a Equipa PES, em colaboração com a Biblioteca e o Clube da Saúde, promoveu o exercício físico e a alimentação saudável, num peddy paper que envolveu várias equipas de alunos.

Jardim de Infância do Areão

Visita à Vacaria de Pedro Simões em Lombomeão

Nos dias que correm, sensibilizar para a preservação de tradições torna-se urgente. A falta de tempo para dialogar com os filhos, cada vez é maior, dando oportunidade de imperar o «facilitismo». Cada vez mais incutimos aos mais novos que tudo é fácil de adquirir… Compramos a falta de dedicação e de tempo, com materiais de aquisição relativamente fácil. Tudo provém do supermercado… é apenas necessário dinheiro… até este… é fácil… é só tirar da máquina! (como dizia uma das minhas crianças…-dinheiro? É fácil… a mãe vai buscar sempre à caixa do banco!). É IMPORTANTE explicar E SOBRETUDO VIVENCIAR… Donde provém o leite, os frutos, os legumes…o dinheiro… e outras coisas tão ou mais importantes! É nosso dever, enquanto educadores: 1- Incutir nas crianças alguns valores e hábitos... (que cada vez mais estão em desuso ou caíram em esquecimento), e ao ensinarmos as crianças, chegamos

também aos pais. 2- Sensibilizar as crianças e os pais, neste meio, para a preservação e/ ou incentivar o fortalecimento da agricultura familiar. 3- Despertar a sociedade, através das crianças, sobre a importância de investir em/na segurança alimentar para garantir o futuro das gerações vindouras. A visita permitiu: 1- O contacto/proximidade com os animais, poder tocar-lhe… fazer-lhes miminhos, alimentá-los…! 2- Assistir à ordenha… a) a vaca entra sozinha… b) é lavada por um robot computorizado, que lhe enfia as tetinas … c) o leite é levado para recipientes conforme o seu estado… d) no final se estiver em bom estado é enviado para o tanque que é carregado por um camião cisterna da Lacticoop … e) e depois de tratado e transformado… como dizem as nossas crianças ”o leite vem dos pacotes” No final fomos presenteados com um saboroso lanche!

Painel Nacional de Jovens do SeguraNet No dia 22 de novembro, dez alunos da Escola Básica Dr. João Rocha – Pai, acompanhados pelos professores Otília Bola e Paulo Pimentel, participaram no Painel Nacional de Jovens do SeguraNet, em Lisboa, com o objetivo de debaterem os direitos e deveres dos utilizadores da internet. Nesta ação uma das alunas da nossa escola, a Maria Giro do 8º C, teve uma intervenção muito importante na qual transmitiu aos colegas e professores presentes a sua experiência na sua participação no Pan – EU Youth Panel

and Safer Internet Forum 2012, que decorreu em Bruxelas, em outubro do corrente ano. Os alunos participaram na atividade com muito entusiasmo. Foi um dia de convívio entre alunos de quatro escolas diferentes. Está marcado um novo encontro para o dia 5 de fevereiro de 2013, em Lisboa, para participarmos na comemoração do “ Dia da Internet Segura 2013”.

Os coordenadores do Projeto “ Internet Segura na Escola” Otília Bola e Paulo Pimentel

A implementação da Educação para a Saúde nas Escolas contribui para a aquisição de competências que permitem aos alunos fazer escolhas saudáveis e adotar estilos de vida que comportem o objetivo do que hoje chamamos de saúde positiva. Nesse sentido, a equipa PES desenvolveu durante o 1º Período algumas atividades com a colaboração do Clube da Saúde, dos Diretores de Turma, dos alunos em geral, da biblioteca, do pessoal docente e não docente.

SEMANA SAUDÁVEL – 15 a 19 de Outubro Em colaboração com a Biblioteca da escola sede foram passadas mensagens sobre alimentação saudável. Na barraquinha saudável forneceu-se aos alunos salada de fruta e maçãs com mensagens alusivas à temática. No hall de entrada da escola foram destacados alertas sobre excessos alimentares e alimentos a promover e a evitar e construída uma pirâmide alimentar utilizando alimentos naturais, organizados segundo as proporções recomendadas. Também se iniciou uma pirâmide solidária para recolher dádivas destinadas a alunos mais carenciados. SOLIDARIEDADE/VOLUNTARIADO Um grupo de alunos participou no Peditório Nacional da Liga Portuguesa Contra o Cancro, que decorreu nos dias 1, 2, 3 e 4 de novembro. Regista-se o testemunho do Leonardo Moço, aluno do 11ºB: «Durante quatro dias, lá fomos nós em missão. Sim, porque missão é tudo aquilo

que consiste em voluntariado, cumprir metas e ajudar os outros. Nós vivemos em sociedade, e a nossa vida não tem sentido se não trabalharmos para o bem dessa sociedade e contribuirmos para a sua construção e bem-estar. E é por isso que, todos os anos, muitos voluntários se esforçam para angariar fundos a favor da Liga Contra o Cancro, doença que tanto afeta várias pessoas no nosso país. Custou? Um pouco! Valeu a pena! De certeza! «Tudo vale a pena, se a alma não é pequena», e nós não fomos

pequenos. Definimos prioridades, e colocámos os outros acima do resto. E deu tempo para fazer isso? Há sempre tempo para tudo: para nós e para os outros. E nós aproveitámo-lo da melhor forma. Deixámo-nos de preocupar durante umas horas connosco, e preocupámo-nos com os outros. Isso é altruísmo, isso é solidariedade! E no final desta missão, que nos permitiu também conviver e divertir, recebemos a maior recompensa possível: sentimo-nos bem connosco e convictos de que ajudámos não uma, nem duas, mas muitas pessoas! Sim, valeu a pena!» PROGRAMA CUIDA-TE, no âmbito do IPJ Foi aprovada a candidatura da escola à medida 1, do programa Cuida-te, que visa uma intervenção especializada de unidades móveis nas escolas selecionadas. Esta ação contou com a intervenção de uma especialista da APF que, a 23 de outubro, realizou quatro sessões de informação/sensibilização alertando os alunos para comportamentos de risco e fazendo esclarecimento individualizado.

COMEMORAÇÃO DO DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA A SIDA A prevenção é a única arma na luta contra a transmissão do HIV e passa pela consciencialização das formas de transmissão deste vírus e pela adoção de comportamentos saudáveis. O dia 30 de novembro foi escolhido para a realização de um LAÇO HUMANO que envolveria turmas do 8º ao 12º ano. Cada turma, com os respetivos Diretores de Turma e Docentes, fez um trabalho prévio muito válido e informado, sendo esclarecidas todas as dúvidas colocadas pelos alunos e analisados materiais didáticos alusivos à temática. Os alunos foram convidados a elaborar cartazes com os quais se construiria o LAÇO HUMANO, no recinto exterior da escola e que, posteriormente, seriam afixados na escola. Esta atividade extravasou os níveis etários inicialmente previstos e teve a adesão dos mais pequeninos, graças ao empenho dos Docentes e Pais e Encarregados de Educação da E.B.1 da Quintã, que reuniu num laço todos os lacinhos das crianças. As fotos ilustram o que se passou nesse dia 30 de novembro, que envolveu mais de 400 participantes e que cumpriu um minuto de silêncio pelas vítimas da SIDA. No final, ouviu-se e cantou-se a música “We are the Champions”, dos Queen, lembrando a cada um dos participantes que deve sair campeão nesta luta contra o HIV/SIDA. A Equipa PES e o Clube da Saúde disponibilizam informação/esclarecimento a todos os alunos da escola sede, no Gabinete de Atendimento ao Aluno - Porta Aberta, e ainda através de: http://www.facebook.com/clube. dasaude.3 porta.aberta.esvagos@gmail.com Ercília Almeida Coordenadora do PES


23

9 de janeiro 2013

Festa de Natal na Escola Básica de Ponte de Vagos No passado dia 16 de dezembro, no salão paroquial de Ponte de Vagos, realizou-se a Festa de Natal para os alunos da Escola Básica. Tal como em anos anteriores, um grupo de Pais reuniu-se e elaborou um texto de Natal que, posteriormente, ensaiou juntamente com alguns professores e representou para toda a comunidade. Houve também o sorteio de vários prémios resultantes da venda de rifas que a Associação de Pais promoveu. No final, surgiu o tão esperado Pai Natal que distribuiu prendas e chocolates a todos os meninos do Jardim de Infância, Sala dos Afetos e Primeiro ciclo, assim como aos professores e assistentes operacionais.

Cabazes de Natal

A rede de bibliotecas de Vagos, em colaboração com a câmara municipal de Vagos, levou a cabo, mais uma vez, a Feira do Livro Social, que decorreu entre os dias 8 e 12 de dezembro de 2012, no mercado municipal. A população aderiu muito bem, apesar do frio que se fez sentir e trocou os livros, CDs, DVDs, jogos e brinquedos disponíveis na feira por alimentos, num gesto de solidariedade para com as famílias mais necessitadas do nosso concelho.

No sábado e no domingo, o programa da feira foi bastante aliciante, tendo sido muito visitada pela população vaguense, atraída pela atuação do Grupo Poético de Aveiro e pela realização de uma noite de fados. Os alimentos recolhidos fizeram parte dos cabazes de Natal, beneficiando assim os nossos alunos mais carenciados. Na escola sede foram feitos cerca de 60 cabazes, distribuídos pelo ensino pré-escolar, 1º ciclo, 3º ciclo e secundário. Os cabazes eram constituídos por géneros alimentares como leite, azeite, óleo, massa, arroz, bolachas, latas de atum, entre outros. Mais uma vez, Vagos está de parabéns pelo espírito de partilha e solidariedade. Teresa Rodrigues e Fátima Carreira (Equipa coordenadora da biblioteca escolar)

Árvore de Natal Ecológica Neste final de período, no âmbito do Projeto Eco-Escola, em conjunto com a biblioteca escolar, foi construída uma árvore de Natal, recorrendo a materiais recicláveis.

O sonho Existem vários tipos de sonho. Vou começar por falar do sonho que é parte da nossa atividade cerebral enquanto dormimos, que estudos provam que é influenciado pelas vivências diárias do ser humano. No entanto, não se devia chamar «sonho», uma palavra tão ligada a futuro, pois é só uma dormência cerebral que produz alucinações do real. Então, o que é o sonho? Esta questão leva-me a avaliar o segundo conceito que é tomado por «sonho»: o desejo futuro. Todos nós já fomos sujeitos a perguntas tão banais como “O que sonhas ser quando fores grande?” e “Qual é o teu maior sonho?”, às quais respondemos com “Ah, eu sempre sonhei ser médico.” Ou então “O meu maior sonho sempre foi ser rico”. Mas será que podemos considerar estes meros frutos do desejo humano, «sonhos»? Na minha opinião, não. Na minha opinião, o sonho é algo muito maior que isso. Na minha opinião, o sonho é um propósito, algo transcendente a nós que define um rumo para as nossas vidas. Por assim dizer, posso arriscar dizer que sou da opinião que o sonho é o destino. Mas, assim, a minha conceção de sonho não estará errada, sendo esta o destino? Possivelmente sim, pois a razão é fruto do pensamento de cada um, que pode estar errado. Pode-se, deste modo, concluir que sonho não mais é que uma palavra abstrata que reúne todos os desejos, os pensamentos dormentes, o destino, até, de cada um. No entanto, é esse sonho que nos guia, que nos leva a querer viver o próximo dia, pois é esse sonho que, no fundo, acaba por tecer o caminho que queremos percorrer… Sonhar, é viver. Lourenço Frade 12º B

Bem-vindo ao hotel Santiago Para a concretização do Projeto, o professor Luís Pereira contou com a preciosa colaboração de alunos, em particular a turma do 12º C e sua professora Maria Jesus Silva. À Professora Fátima Carreira (professora bibliotecária da escola sede) os meus agradecimentos pela recolha das latas indispensáveis à concretização deste projeto, bem como à assistente operacional, Licínia Simões, que colaborou na lavagem e arranjo das mesmas. A construção da árvore foi muito trabalhosa, uma vez que cada lata foi fixada na rede de suporte individualmente, mas o resultado final valeu a pena. O Coordenador do Eco-Escolas Luís Ventura Pereira

Os alunos do Curso Profissional Técnico de Receção visitaram o Hotel Santiago em Vagos no âmbito da disciplina Operações Técnicas de Receção, módulo3 – Estrutura e organização das unidades de acolhimento. O principal objetivo da visita foi dotar os alunos de conhecimentos básicos sobre a estrutura e organização dos hotéis de pequena dimensão. Os hotéis podem ser classificados quanto à dimensão em hotéis de pequena, média, grande e muito grande dimensão e a sua estrutura e organização depende, entre outros critérios, da sua dimensão. O Hotel Santiago é um hotel de pequena dimensão apresentando todas as caraterísticas e estrutura organizacional próprias desta classificação, mas não é por ser de pequena dimensão que não é de grande qualidade. Neste hotel a limpeza e o asseio têm primazia.

O pequeno-almoço buffet, bastante diversificado, também ocupa lugar de relevo. Mas, tão importante como tudo isto, a hospitalidade no acolhimento dos hóspedes é essencial e quem o refere, além do proprietário do hotel, Dr. Pedro Mateus, são os hóspedes que por lá passam. O hotel está inscrito no portal de reservas BOOKING.com e neste sítio obtém uma classificação de 8,3 numa escala de 10. Esta classificação é atribuída com base nos comentários dos hóspedes de todo o mundo que por lá passam e escrevem. A turma de Rececão agradece a disponibilidade evidenciada pelo Dr. Pedro Mateus no nosso acolhimento e, claro, na nossa formação, pois seremos nós os futuros rececionistas dos hotéis. Seremos nós a cara do hotel, e quem sabe talvez do seu hotel! Professora Dina

Acredita em ti Acredita em ti Porque acreditar é crescer E crescer é viver. Acredita em ti Porque acreditar É sonhar. Acredita, Porque um sonho pode estar na tua mão E fazer bater o teu coração. Acredita em ti, Acredita no teu valor, Porque acreditar Ajuda-te a lutar. Crescer e viver, Viver e lutar, Sempre a acreditar. Débora Vieira (12º B)

Agrupamento de Escolas de Vagos  

Edição de janeiro de 2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you